sexta-feira, julho 15, 2016

Manchetes do dia

Sexta-feira 15 / 07 / 2016

O Globo
"Terror mata 80 na Riviera Francesa"

Caminhão atingiu multidão que celebrava Dia da Bastilha

Veículo atropelou pessoas por quase dois quilômetros em Nice; havia explosivos e armas a bordo, e motorista foi morto

Oito meses após o maior ataque terrorista na França, em Paris, o país voltou a sofrer, ontem, um atentado de grandes proporções quando um caminhão em alta velocidade atingiu a multidão que comemorava a festa nacional em Nice, na Riviera Francesa. Pelo menos 80 pessoas morreram, entre elas sete crianças, e cerca de cem ficaram feridas quando esperavam o show de queima de fogos. O presidente François Hollande, que estava em Avignon, voltou a Paris e foi para o centro de crises. Mais cedo, ele tinha anunciado para o dia 26 a suspensão do estado de emergência que vigora em todo o país desde os ataques que deixaram 130 mortos em Paris, em novembro passado. Nenhum grupo reivindicou ainda a autoria do ataque.   

Folha de S.Paulo
"Atentado em feriado nacional mata dezenas no sul da França"

Caminhão avançou sobre multidão na cidade de Nice durante celebração da Queda da Bastilha

Um caminhão avançou sobre uma multidão que se reunia para os festejos da Queda da Bastilha, em Nice (sul da França), e matou dezenas de pessoas ontem à noite, no horário local. Segundo o jornal “Le Figaro”, 73 pessoas morreram. Autoridades locais anunciaram ao menos 60 mortes e definiram a ação como atentado terrorista. A Presidência da França não confirmou. O caminhão entrou em área fechada de avenida litorânea, pouco antes da queima de fogos que marca o mais importante feriado francês. Nenhum grupo reivindicou a autoria do ato. Segundo a imprensa francesa, um dos ocupantes do caminhão foi morto e outro estava foragido. Foi informado também que armas e granadas foram encontradas no interior do veículo. O presidente François Hollande reuniu seu gabinete de crise. A França está em estado de emergência desde novembro de 2015, quando atentados terroristas em Paris mataram 130.      
 
O Estado de S.Paulo
"2 km de terror"

Atentado com caminhão em Nice mata pelo menos 80

Veículo avançou contra multidão durante comemoração de data nacional em Nice
Tunisiano que vivia na cidade, motorista foi morto após descer atirando
Há mais de 50 feridos, entre eles um brasileiro
Nenhum grupo assumiu o ataque até a 0h30 de hoje

Pelo menos 80 pessoas morreram num atentado em Nice, no sul da França, por volta das 22h30 de ontem (17h30 de Brasília). Outras 50 ficaram feridas, incluindo um brasileiro que vive na cidade. As vítimas viam a queima de fogos do 14 de Julho, dia da festa nacional do país, quando foram atropeladas por um caminhão na avenida beira-mar. O motorista deixou um rastro de mortos e feridos por 2 km, depois desceu do veículo atirando e acabou morto pela polícia. Ele seria um tunisiano de 31 anos, morador de Nice. No caminhão, foi achada grande quantidade de armas, munição e granadas. Corpos ficaram espalhados pela Promenade des Anglais. Pânico e correria tomaram a região. Autoridades orientaram a população a ficar em casa. Até a 0h30, nenhum grupo terrorista havia reivindicado o atentado. Em 2014, o Estado Islâmico convocou combatentes a atropelar pessoas.             
           

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats