quarta-feira, junho 22, 2016

Manchetes do dia

Quarta-feira 22 / 06 / 2016

O Globo
"Vice de CPI diz que deputado tentou achacar empresário"

Parlamentar teria exigido dinheiro para não convocar executivo a depor

Hildo Rocha, vice-presidente da comissão, que apura denúncias de pagamento de propina em troca de extinção de multas da Receita, afirma que não revela nomes porque suposta vítima teme represálias

O vice-presidente da CPI do Carf (Conselho Administrativo de Recursos Fiscais) na Câmara, Hildo Rocha (PMDB-MA), afirmou em entrevista a GABRIELA VALENTE que um empresário lhe contou ter sofrido tentativa de achaque por parte de deputado que integra a comissão de inquérito. Rocha manteve os nomes em sigilo, a pedido do executivo. “Ele está com medo”, justificou. De acordo com o vice da CPI, o deputado em questão teria pedido dinheiro ao empresário para que não fosse convocado a depor. Numa sessão da comissão, em maio, Rocha questionou a convocação do banqueiro Joseph Safra pelo deputado Altineu Côrtes (PMDB-RJ), que, por sua vez, acusa a comissão de proteger empresários. 
Folha de S.Paulo
"Controle estrangeiro de empresa aérea avança na Câmara"

Apoiada pelo Planalto, medida permite que 100% do capital seja externo; texto agora segue para o Senado

Com a concordância do presidente interino, Michel Temer (PMDB), avançou no Congresso a medida que permite às empresas estrangeiras serem proprietárias de 100% do capital das companhias aéreas nacionais.

A Câmara dos Deputados deu o seu aval ao texto nesta terça-feira (21). Faltam agora a aprovação do Senado e a sanção presidencial.

Até o começo deste ano, o limite se restringia a 20%.

A presidente afastada, Dilma Rousseff (PT), tinha editado uma medida provisória para que a participação aumentasse para 49%.

A abertura total ao capital estrangeiro foi incluída na MP por emenda do deputado Baleia Rossi (PMDB-SP), líder do partido. O Planalto chancelou a alteração.

Analistas têm visões distintas. Para professor da USP, a abertura só deveria ocorrer em caso de reciprocidade de outros países.

Especialista da FGV diz que a medida trará mais concorrência, o que pode resultar em tarifas mais baixas.

Membros do setor acham difícil mudanças neste ano devido ao ambiente desfavorável a investir.   
 
O Estado de S.Paulo
"Fraude pode ter irrigado campanha de Campos, diz PF"

Operação iniciada após queda de avião chega a esquema de lavagem de dinheiro

A Polícia Federal prendeu quatro empresários suspeitos de lavagem de dinheiro em esquema que teria movimentado mais de R$ 600 milhões desde 2010 e pode ter irrigado a chapa de Eduardo Campos (PSB) e da ex-ministra Marina Silva (Rede) na disputa presidencial de 2014. As apurações da Operação Turbulência começaram após acidente que matou o ex-governador em Santos, durante a campanha. Dois dos presos – João Carlos Lyra de Melo Filho e Apolo Santana Vieira–eram donos do Cessna PR- AFA. Segundo investigadores, as empresas envolvidas na comprado avião eram de fachada, constituídas em nome de “laranjas”, e faziam transações entre si e com empresas fantasmas, até mesmo envolvidas na Lava Jato. Os outros dois detidos – Eduardo Bezerra Leite e Arthur Lapa Rosal – teriam financiado a compra do jato. “O esquema foi usado para pagar propina na campanha do governador (em 2010, para reeleição)”, disse a delegada Andrea Pinho. O PSB disse apoiar as investigações.           
           

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats