quarta-feira, fevereiro 10, 2016

Manchetes do dia

Quarta-feira 10 / 02 / 2016

O Globo
"Goleira dos EUA avisa que zika pode tirá-la dos Jogos"

Hope Solo, goleira da seleção feminina de futebol dos EUA, disse que, por causa do zika, não participaria da Rio-2016 se a competição fosse hoje. “Nenhum atleta que competirá no Rio deveria enfrentar esse dilema”. A epidemia já começa a cancelar pacotes turísticos, e a Embratur tentará evitar uma onda de desistências.  

Folha de S.Paulo
"Ex-ministro fez lobby para liberar obras, afirma delator"

Dono da UTC cita Manoel Dias em caso de projetos para a Petrobras

E-mail entregue à Procuradoria- Geral da República pelo empreiteiro Ricardo Pessoa, delator na Lava Jato, envolve o ex-ministro do Trabalho Manoel Dias (PDT)em lobby para contornar problemas em obras da Petrobras. Em maio de 2013, construção de plataformas estava parada por causa de irregularidades constatadas pelo Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul. Cinco empresas, todas investigadas pela Lava Jato (incluindo a UTC, de Pessoa), tocava mas obras da estatal. Segundo o e-mail, o então ministro Dias “acionou” o ex-deputado estadual Heron Oliveira(PDT),nome a do superintendente regional do Trabalho a fim de resolver a questão, que incluía condições de trabalho impróprias. Pessoa não esclarece se o lobby deu certo. A fiscalização continuou, irregularidades foram sanadas e as empresas assinaram termos de ajustamento de conduta. Dias disse não se lembrar do fato, mas que, se ocorreu, foi “coisa de rotina”. Oliveira não foi localizado.  

O Estado de S.Paulo
"Governo quer reduzir meta fiscal em ano de PIB fraco"

Proposta também prevê limite para aumento de gasto; projeto de reforma fiscal será enviado ao Congresso até abril

O governo federal discute descontar da meta fiscal parte da queda da arrecadação de impostos em anos de baixo crescimento de PIB. A medida deve fazer parte da proposta de reforma fiscal que o ministro Nelson Barbosa(Fazenda) quer enviar ao Congresso. Na prática, o País passaria a ter sistema de banda de flutuação, que poderá até permitir déficit em caso de receita abaixo da projetada.Por outro lado, haveria limite para expansão de gastos em momento de arrecadação além da prevista. O rombo das contas públicas foi agravado pelo engessamento orçamentário de despesas obrigatórias. Sem crescimento, o déficit demora para ser revertido, já que a redução de alguns gastos exige votação no Congresso. Para o líder do governo na Comissão Mista de Orçamento, Paulo Pimenta, a banda fiscal dará mais transparência à economia. “É melhor que estabelecer meta para depois alterar.” 
           

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats