quarta-feira, novembro 04, 2015

Manchetes do dia

Quarta-feira 4 / 11 / 2015

O Globo
"Sistema de R$ 6,6 milhões para domésticos falha"

Receita descarta adiar prazo, que termina depois de amanhã

Do total de 1,2 milhão de empregadores cadastrados, só 134 mil conseguiram imprimir guia
A Receita Federal e o Serpro — que desenvolveu o site eSocial a um custo de R$ 6,6 milhões —reconheceram ontem que o sistema para emitir a guia do FGTS dos domésticos apresentou falhas e instabilidade. Mesmo assim, a Receita descartou adiar o prazo de vencimento, que termina depois de amanhã. O Serpro recomendou aos patrões insistir em: “Sugiro tentar novamente. Não vou mentir para vocês. Estamos com instabilidade no sistema e sabemos que o desgaste é grande”, afirmou Andre de Césero, diretor do órgão.    

Folha de S.Paulo
"Rombo no fundo de pensão da Petrobras dispara 60%"

Deficit deve exigir aporte de 23 mil contribuintes, 55 mil aposentados e da estatal

O deficit da Petros, fundo de pensão da Petrobras, atingiu R$ 10 bilhões em julho deste ano —aumento de 60% em apenas sete meses. Esse montante representa o que falta para pagar todos os benefícios previstos até o último participante vivo. Os investimentos do segundo maior fundo do país renderam 5,8% neste ano, abaixo da meta de 10,3%. Conselheiros fiscais da Petros citam fatores como a queda do valor de ações e retorno negativo em empresas nas quais o plano participa. Os 23 mil contribuintes e 55 mil aposentados podem ser obrigados a fazer novas contribuições a partir de 2017. O resgate deve ocorrer porque a Petros caminha para fechar com o terceiro deficit seguido e ter rombo equivalente a 10% do patrimônio. A Petrobras, que enfrenta grave crise financeira e é patrocinadora do plano, teria também que pagar R$1 para cada R$ 1do participante. Procurada pela reportagem, a Petros disse que não comenta resultados parciais da fundação.  

O Estado de S.Paulo
"Candidatos a relator dizem que há 'evidências' contra Cunha"

Conselho de Ética define hoje nome para o cargo a partir de lista tríplice com deputados do PT, PR e PRB

O Conselho de Ética da Câmara sorteou ontem os parlamentares Zé Geraldo (PT-PA), Vinícius Gurgel (PR-AP) e Fausto Pinato (PRB-SP) para a lista da qual será escolhido o relator do processo por quebra de decoro parlamentar contra o presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Os três defendem que há evidências suficientes para levar adiante o processo que pode resultar na cassação do peemedebista. O presidente do colegiado, José Carlos Araújo (PSD-BA), prometeu anunciar hoje sua decisão. Para deputados ouvidos pelo Estado, Pinato é o favorito. A interlocutores, ele disse entender que as provas contra Cunha são fortes. Mas, em público, esquivou-se: "Tem de fazer avaliação das provas, garantir direito de ampla defesa e contraditório. Não posso fazer juízo de valor para não incorrer em suspeição". Os outros sorteados foram mais incisivos. "As evidências são muitas. Isso quem está dizendo não somos nós, membros da comissão. São os delatores", afirmou Zé Geraldo. "Vou pedir auxílio à Procuradoria-Geral da República, a órgãos que estão com documentos contra Eduardo", afirmou Gurgel, que foi cabo eleitoral de Cunha no início do ano. 
           

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats