sábado, novembro 14, 2015

Manchetes do dia

Sábado 14 / 11 / 2015

O Globo
"Massacre em Paris"

Homens-bomba e atentados a tiros em 6 locais deixam mais de 140 mortos

Cem pessoas foram assassinadas em casa de shows. Hollande é retirado do Stade de France, onde ocorreram explosões, e pede união contra o terrorismo. Dois brasileiros são feridos. Para Obama, foi ataque contra a Humanidade

Os maiores atentados terroristas da história de Paris paralisaram a capital francesa e mergulharam a França em estado de choque na noite de ontem. Ataques a tiros em seis locais, incluindo uma casa de shows com mais de cem jovens, e três explosões no Stade de France, onde jogava, França e Alemanha, deixaram ao menos 140 mortos, segundo a Agência France Presse.      

Folha de S.Paulo
"Tiros e explosões coordenados matam ao menos 45 em Paris"

Presidente da França decreta emergência e fecha fronteiras. Atentado terrorista é o maior no Ocidente em 10 anos. Grupo mantinha cem reféns. Há 2 brasileiros feridos

Uma série de ataques simultâneos em Paris deixou ao menos 45 mortos e dezenas de feridos na noite desta sexta (13). Houve tiroteios e explosões em diversos pontos da capital francesa. É o maior atentado terrorista no ocidente em uma década. Uma bomba explodiu fora do estádio de futebol onde ocorria um amistoso entre as seleções francesa e alemã. Retirado às pressas do local, o presidente da França, François Hollande, decretou estado de emergência e fechou as fronteiras do país.     

O Estado de S.Paulo
"Atentados simultâneos em Paris matam ao menos 40 e ferem dezenas"

Restaurante, casa de espetáculos e estádio onde jogava a seleção francesa sofreram ataques terroristas. Presidente Hollande decreta estado de emergência e fecha as fronteiras. Obama oferece ajuda para reação. Segundo embaixada, dois brasileiros foram atingidos

Em noite de pânico e terror, atentados simultâneos atingiram diferentes locais de Paris e mataram ao menos 40 pessoas. Dezenas ficaram feridas, incluindo dois brasileiros. Um dos alvos foi o Stade de France, onde duas explosões foram ouvidas no fim do primeiro tempo de amistoso entre França e Alemanha. O presidente francês, François Hollande, estava no estádio e foi retirado às pressas. Em pronunciamento na TV, ele declarou estado de emergência e anunciou o fechamento das fronteiras para impedir a fuga dos terroristas. 
           

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats