sexta-feira, outubro 16, 2015

Manchetes do dia

Sexta-feira 16 / 09 / 2015

O Globo
"Mulher e filha de Cunha vão ser investigadas"

STF autoriza abertura de novo inquérito sobre o presidente da Câmara

Objetivo agora é apurar repasse de recursos desviados da Petrobras para contas do deputado e familiares na Suíça; Baiano afirmou que pagou entre R$ 1 milhão e R$ 1,5 milhão ao peemedebista em dinheiro vivo
O ministro Teori Zavascki, do STF, autorizou pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para abrir um segundo inquérito sobre o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB), desta vez para investigar o recebimento de recursos desviados da Petrobras em contas na Suíça. A mulher, Cláudia Cruz, e uma filha de Cunha também serão investigadas. Em novo trecho da delação de Fernando Baiano, divulgado pelo “Jornal Nacional”, o lobista afirma ter pagado propina em dinheiro vivo a Cunha.  

Folha de S.Paulo
"Cunha usou na Suíça o mesmo esquema de preso na Lava Jato"

Operador abriu contas para o presidente da Câmara e também para Cerveró, ex-diretor da Petrobras condenado no petrolão

Uma conta atribuída pela Suíça a Eduardo Cunha, presidente da Câmara, foi aberta a partir de esquema usado pelo ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró para movimentar dinheiro no exterior, informa Leandro Colon. Ambos são apontados como beneficiários de cobrança de propina em contrato da Petrobras de US$1,2 bilhão. Documentos registrados em Cingapura mostram que o elo é o operador Luis Maria Pineyrua Pittaluga, que trabalha para escritório de advocacia do Uruguai e abriu contas para eles na Suíça. Em abril deste ano, autoridades suíças bloquearam US$ 2,4 milhões (R$ 9,1 milhões) depositados em uma conta atribuída ao deputado. Preso na Lava Jato, Cerveró já foi condenado a 12 anos e três meses pelo juiz Sergio Moro. Já Eduardo Cunha é alvo de denúncias da Procuradoria-Geral da República e no Conselho de Ética. Em depoimento e entrevistas, o presidente da Câmara negou a existência das contas e seu envolvimento com o petrolão. 

O Estado de S.Paulo
"Janot pede inquérito contra Cunha por contas na Suíça"

MPF também solicita investigação da mulher e de uma filha do deputado

A Procuradoria-Geral da República solicitou ao STF a abertura de novo inquérito para investigar o deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) com base em documentos enviados pela Suíça que apontam que o presidente da Câmara possui contas naquele país. O pedido precisa ser avaliado pelo ministro Teori Zavascki, relator da Lava Jato no Supremo. O Ministério Público Federal também solicita a investigação da mulher de Cunha, Claudia Cruz, e da filha Danielle da Cunha. A suspeita é de que um contrato de US$ 34,5 milhões fechado pela Petrobrás em 2011, no Benin, na África, serviu para irrigar as quatro contas no país europeu que têm como beneficiários Cunha e sua mulher. Autoridades suíças bloquearam em abril 2,468 milhões de francos suíços (R$ 9,6 milhões). O deputado minimizou o pedido de nova investigação. "Na medida em que pede instauração de inquérito, a gente vai poder ter acesso. Não vejo como problema, pelo contrário, vejo como solução", afirmou.
    

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats