terça-feira, abril 07, 2015

Pitacos do Zé

Aonde vai a água?

José Ronaldo de Santos

Saiu no jornal Folha de São Paulo, no dia 30/3/2015:

Em meio à pior crise de abastecimento enfrentado pela Grande São Paulo, o secretário estadual Benedito Braga (Recursos Hídricos) diz que a gestão Geraldo Alckmin (PSDB) teve de escolher:  levar água para a população no período de seca ou respeitar o rito ambiental tradicional para dar andamento a obras emergenciais. [...]

Entre as principais obras emergenciais previstas para este ano está a ligação entre os dois mananciais, o Rio Grande e o Alto Tietê. Outras deverão reverter rios da Serra do Mar, alguns em área da Mata Atlântica, para abastecer os reservatórios da Grande São Paulo.

Alguém consegue imaginar isso? Ou seja, podemos pagar porque outras políticas (de reuso, de recuperação de mananciais, de economia, de aproveitamento de água da chuva etc...) não estão sendo efetivadas. Reverter, na matéria publicada,  significa desviar águas que naturalmente abastecem o litoral. O mesmo jornal, no dia 1° de abril, fala da Sabesp prevendo contendo investimentos em esgoto e querendo reajuste acima de 13,8%. Afinal, quem sabe me dizer desses acionistas que lucram com o nosso potencial hídrico e estão pouco se importando com a produção de esgotos que aumenta assustadoramente?

Twitter

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats