sexta-feira, março 27, 2015

Coluna do Celsinho

Festa aérea: balanço

Celso de Almeida Jr.

No último final de semana, 21 e 22 de março, Ubatuba recebeu os aviadores do 2º Raid Aéreo Sudeste-Nordeste Costa Esmeralda.

Para o evento, foi promovida uma Festa Aérea, instalada no Centro de Convenções vizinho ao aeroporto.

Organizada pelo Aeroclube de Ubatuba e o Núcleo Infantojuvenil de Aviação-NINJA, a festa gerou várias observações, apontadas pelos principais articuladores, que, para efeito didático,  compartilho algumas com os amigos leitores.

Vamos lá... 

1 - As crianças e jovens -principal objetivo - ficaram felizes e tiveram contato com a cultura aeronáutica e, certamente, vocações profissionais foram inspiradas.

2 - A população de Ubatuba  "descobriu" que tem à sua disposição um equipamento social chamado Centro de Convenções.

3 - Os pilotos gostaram da recepção, mencionando querer voltar com familiares para fazer turismo na cidade.

4 - Ubatuba passou a dispor de um portão que possibilita a integração do Centro de Convenções com o Aeroporto, o que será útil para outros eventos.

5 - Foi dada utilidade para uma área remota do sítio aeroportuário, atrás dos hangares. Foi a primeira vez que diversos aviões foram acomodados naquele espaço garantindo a visitação pública com segurança.

6 - Apesar de alguns jovens exercitarem a cidadania, como voluntários, sentimos a ausência de mais adultos com espírito solidário e altruísta para compor todas as equipes necessárias para divisão do grande trabalho. Há muita gente com conhecimento e potencial que pode colaborar e se apresentar como voluntário para os próximos eventos. Estamos nos organizando para aperfeiçoar esta mobilização.

7 - Pais se integraram com seus filhos, participando das atividades no pátio de aviões e nas atrações internas no salão do Centro de Convenções.

8 - Foi possível dimensionar a importância da rua de acesso ao Centro de Convenções e homenagear a memória de Lia de Barros, incentivadora do progresso turístico da cidade.

9 - O Núcleo Infantojuvenil de Aviação - NINJA - se tornou conhecido para muita gente, mostrando que pode oferecer algo positivo para crianças e jovens da cidade. Consolidou, ainda, a parceria com o Kerovoar, que produz aviõezinhos para o público infantil e suas famílias. O Aeroclube de Ubatuba ganhou visibilidade e mostrou ser uma instituição aberta, voltada para a comunidade.

10 - A disponibilidade de equipe de voluntários especialistas em manutenção solucionou problemas elétricos no evento, dando suporte aos estandes e esteve com ferramentas e equipamentos à disposição para eventuais intervenções mecânicas nas aeronaves (o que não foi necessário).

11 - As ações proativas do Instituto Salerno-Chieus e seus dirigentes, que trabalharam com afinco para que fosse possível a boa recepção, buscando apoio no comércio local para oferecer alimentação aos escoteiros e apoiadores. Organizou, ainda, o cerimonial de inauguração da rua Lia de Barros, além da levar a exposição Memória da Gente, que encantou os visitantes.

12 - O destaque para colaboradores: Supermercado Paulista, Varejão Santa Rita, Casa Fernandes, Movéis Teixeira Leite e Ideias Estúdio de Comunicação.

13 - O apoio fundamental da Comtur e da prefeitura, com a retaguarda de outras secretarias municipais. A participação da retreta "Maestro Pedrinho", mantida pela Fundart, encantou os visitantes.

14 - A participação da Guarda Mirim de Ubatuba, do Grupo de Escoteiros do Ar Aviação do Exército, do Curso de Ciências Aeronáuticas da Unitau, do Grupo Bless de sobrevivência no mar e selva, do Kerovoar, do Colégio Dominique, do Clube de Castores, do Serviço Regional de Proteção ao Voo da FAB e diversos colaboradores especialistas em aviação, garantindo atividades para o público, especialmente no domingo, quando as aeronaves expostas precisaram partir mais cedo, em função do mau tempo.

15 - A estratégica colaboração da Polícia Militar que, entre outras ações, cedeu refeitório e alojamentos para escoteiros e organizadores.

Como se vê, o saldo foi bastante positivo.

Agora, desde já, devemos iniciar um amplo processo de mobilização e capacitação de voluntários, garantindo para as próximas festas um número maior de colaboradores. Tal retaguarda permitiria estender as atividades para mais dias, atraindo mais público, mais visitantes, mais turistas, o que é muito bom para a economia local.

Passo a passo, chegaremos lá!

Vamos em frente...

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Twitter

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats