quarta-feira, fevereiro 25, 2015

Opinião

Para cobrar de Dilma

O Brasil foi o país que mais perdeu competitividade na última década em um ranking de 12 economias elaborado pela Confederação Nacional da Indústria

Ricardo Noblat
A inflação está sob controle, disse Dilma durante a campanha que a reelegeu.

(A inflação medida pelo IPCA-15, índice considerado uma espécie de prévia do IPCA fechado, subiu para 1,33% em fevereiro, informou o IBGE, ontem. A taxa é a maior desde 2003, quando chegou a 2,19%.

No acumulado em 12 meses, o IPCA-15 acelerou para 7,36%. O número é bem maior que o teto da meta do Banco Central (6,5%) para o IPCA fechado.)

As contas públicas estão arrumadas, disse Dilma durante a campanha que a reelegeu.

(As transações do Brasil com o exterior registraram déficit de US$ 10,65 bilhões em janeiro último. Em janeiro do ano passado, o saldo negativo foi de US$ 11,58 bilhões.

Em 2014, o rombo das contas externas brasileiras bateu recorde pelo quinto ano seguido. O déficit de todas as trocas de serviços e do comércio do país com o resto do mundo ficou em US$ 90,9 bilhões no ano passado. Esse foi o pior desempenho desde o início da série histórica do Banco Central, em 1947.)

O Brasil tem uma das economias mais robustas do mundo, disse Dilma durante a campanha que a reelegeu.

(O Brasil foi o país que mais perdeu competitividade na última década em um ranking de 12 economias elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Além da Austrália, o estudo compara os dados brasileiros com os do Canadá, Itália, Espanha, França, Cingapura, Alemanha, Japão, Coreia do Sul, Estados Unidos e Taiwan.)

Original aqui

Twitter

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats