sexta-feira, fevereiro 06, 2015

Manchetes do dia

Sexta-feira 06 / 02 / 2015

O Globo
"PT recebeu US$ 200 milhões, diz delator; Câmara cria CPI"

Agentes pulam muro para levar Vaccari
Ex-diretor, Duque recebia ‘quinzenada’
Planilha detalha comissões em 87 obras

A PF deflagrou ontem a nona fase da Lava-Jato, com base em depoimento do ex-gerente executivo da Petrobras Pedro Barusco, braço-direito do ex-diretor de Serviços Renato Duque. Após delação premiada, Barusco detalhou a corrupção na companhia e afirmou que o PT recebeu, de 2003 a 2013, de US$ 150 milhões a US$ 200 milhões de propina. Acusado de receber diretamente US$ 50 milhões, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi levado para depor na PF, e policiais tiveram de pular o muro de sua casa. Barusco apresentou planilha da corrupção, com percentuais pagos sobre 87 contratos e as diretorias envolvidas, inclusive a de Gás e Energia, que foi comandada por Graça Foster, hoje presidente demissionária. Contou ainda que levava quinzenalmente R$ 50 mil a Duque, que nega. O PT disse que as doações foram legais. A operação foi batizada de My Way, apelido de Duque. Nova CPI para apurar o escândalo foi criada na Câmara. 

Folha de S.Paulo
"PT recebeu até US$ 200 mi de propina, afirma delator"

Ex-gerente da Petrobras cita envolvimento de Vaccari Neto, tesoureiro do partido, que nega

O PT recebeu de US$ 150 milhões a US$ 200 milhões de propina, entre 2003 e 201 3, de empresas que detinham os 89 maiores contratos da Petrobras. É o que disse em depoimento o ex-gerente da estatal Pedro Barusco, delator na Operação Lava J ato, que apura desvio de dinheiro na companhia. Segundo ele, o tesoureiro do partido, João Vaccari Neto, participou pessoalmente de acerto entre funcionários da Petrobras e estaleiros, referente a 21 contratos, no valor total de US$ 22 bilhões. Cerca de 1 % dessa quantia destinava-se a pagamento de propina. Na di visão, disse Barusco, um terço ia para operadores do esquema e o resto, para Vaccari Neto. A Polícia Federal ouviu nesta quinta (5) o tesoureiro para esclarecimento de doações ao PT. Tanto ele como a sigla declararam não ter recebido nada ilegalmente. O ex-gerente afirmou ainda que recebeu US$ 1 milhão da Odebrecht, que nega pagamento de propina.

Twitter  

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats