sexta-feira, fevereiro 27, 2015

Manchetes do dia

Sexta-feira 27 / 02 / 2015

O Globo
"Ajuste pode cortar 22% do Orçamento até fim do ano"

Programa para baixa renda, Minha Casa Melhor é suspenso

Governo limita em R$ 75,1 bi as despesas dos ministérios em custeio e investimento até abril; se a restrição for ampliada para dezembro, deixarão de ser gastos R$ 66 bi da previsão orçamentária

Enquanto trava queda de braço com o próprio PT em torno do ajuste fiscal, o governo anunciou ontem a limitação a R$ 75,1 bilhões do total de gastos de todo o Ministério até abril. Se mantido, poderá significar um corte de 22,5% no Orçamento da União até o fim do ano. A medida foi divulgada em meio a intensas negociações com partidos governistas sobre o ajuste, criticado em nota pela Executiva Nacional do PT e defendido no mesmo dia pelo ministro do Planejamento, Nelson Barbosa. O governo cortou ainda novos financiamentos do projeto Minha Casa Melhor, linha de crédito para beneficiários de baixa renda do Minha Casa, Minha Vida.

Folha de S.Paulo
"Dilma faz novo arrocho para equilibrar contas"

Governo corta gastos com o PAC e decide aumentar tributos de empresas

Frente às dificuldades para cumprir o ajuste fiscal, a presidente Dilma Rousseff (PT) decidiu intensificar o aperto nas contas do Tesouro Nacional com um corte extra de gastos em investimentos e despesas fixas. Ela decidiu também aumentar os tributos de empresas. O novo ajuste incluiu o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), vitrine eleitoral do PT. Os gastos não obrigatórios de todos os ministérios foram limitados a R$ 75,2 bilhões no primeiro quadrimestre, R$ 10 bilhões menos em relação ao mesmo período do ano passado. O próximo passo da equipe econômica será rever a desoneração das folhas de pagamento, medida que beneficiou 56 setores da economia. (...) A senadores do PT o ministro Nelson Barbosa (Planejamento) disse que estuda taxar "o andar de cima". O tributo sobre grandes fortunas é cogitado.

Twitter  

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats