terça-feira, fevereiro 10, 2015

Manchetes do dia

Terça-feira 10 / 02 / 2015

O Globo
"Petistas já boicotam ajuste fiscal de Dilma"

PT apresenta emendas que mudam texto da presidente

Deputados e senadores do partido tentam derrubar alterações no seguro-desemprego e no pagamento de pensões a viúvas

Com popularidade em queda e dificuldades para unir a base aliada, a presidente Dilma enfrenta agora fogo amigo em seu partido. Defendido por ela desde a posse, o ajuste fiscal virou alvo de petistas, preocupados com sua imagem junto ao eleitorado. Das 435 emendas apresentadas até ontem à medida provisória que muda as regras de pensões e auxílio-doença, 66 são do PT, informa Fernanda Krakovics. Uma delas, da senadora e ex-ministra Gleisi Hoffmann (PT-PR), suprime mudança no cálculo das pensões. Na mesma linha, o deputado Vicentinho (PT-SP) quer manter as regras atuais para pensões a viúvas. À MP que muda o seguro-desemprego já foram apresentadas 201 emendas, 36 do PT.  

Folha de S.Paulo
"Governistas do Congresso ameaçam ajuste fiscal"

Base aliada articula contra pacote anunciado pela equipe de Dilma

Congressistas da base governista se mobilizam contra as medidas anunciadas pelo governo Dilma Rousseff para poupar R$ 18 bilhões neste ano com a redução de direitos trabalhistas e previdenciários para reequilibrar as contas públicas. Parlamentares dos partidos que apoiam o governo Dilma foram os responsáveis por 65% das 620 mudanças sugeridas por senadores e deputados até esta segunda (9) nas duas medidas provisórias do pacote. As emendas visam amenizar restrições no seguro-desemprego, no abono salarial e na pensão por morte. A senadora Marta Suplicy (PT) protocolou nove alterações e criticou as MPs. O PC do B fechou questão contra elas. Também vieram mudanças de PMDB, PSD, PP, PDT, PR, Pros, PRB e PTB. Para aliados, a queda na popularidade de Dilma facilita as negociações. Há espaço para dialogar, disse o deputado José Guimarães (PT), líder do governo.  

Twitter  

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats