sexta-feira, fevereiro 13, 2015

Coluna do Celsinho

Vira, vira

Celso de Almeida Jr.

Nesta sexta-feira 13, véspera de carnaval, talvez a fantasia adequada seja a de Gato Preto.

E por falar no bom gatinho, o Ney Matogrosso já cantava:

Vira, vira, vira homem, vira, vira, lobisomem...

Por essas e outras, o famoso Bloco da Caxorrada - onde homem se fantasia de mulher e, mulher, de homem - promete grandes virações nestes dias de Momo.

Jovem, faz tempo, desfilei de Xuxa, quando ela ainda não tinha aderido à emissora do Bispo.

Felizmente a peruca loira tornou-me irreconhecível, o que poupou-me de grandes sarros de amigos conservadores.

Delícia, o Carnaval.

Vou, então, de reco-reco, pandeiro e tamborim.

Alegria, alegria, até as cinzas da próxima quarta-feira.

Depois, página virada, o início do ano brasileiro.

Ocasião em que o carnaval vira circo.

Visite: www.letrasdocelso.blogspot.com

Twitter

Nenhum comentário:

 
Free counter and web stats