sábado, janeiro 19, 2008

Opinião

Consolidando a incompetência

Lei municipal de Ubatuba institui “taxa de bombeiros” (este é o início).
Bombeiro é necessário, mais que isso, é essencial.
Tanto que é dever do Estado (no âmbito da segurança pública).
Cobrar taxa municipal por esse serviço é lamentável, uma prova irrefutável de que o Estado além de não cumprir com suas obrigações, ainda subestima o contribuinte leigo.
O município por incompetência de seu governante não pode avalizar a incapacidade do Estado.
Aumentar tributo é sufocar o cidadão que já trabalha 138 dias por ano para pagá-los. Trabalha mais 87 dias para suprir as suas deficiências (escola particular, plano de saúde, previdência privada, etc...), agora a taxa de bombeiros, isso somado é mais do que 2/3 do ano em dedicação e esforços para pagamento de tributos mal administrados.


De outro lado, pergunta-se: Onde está o direito?
De que serve a Constituição Federal, Estadual e a Lei Orgânica Municipal, se num simples legislar autônomo e sutil, tudo fica suprimido à espera de morosas decisões judiciais.
Enquanto isso o cidadão paga, paga, paga e paga...
Interminavelmente paga por tudo.
Tributo também gera inflação, afinal, quem paga repassa.
Contas prestadas são contas passadas, de nada adianta, interessa o que está vivendo, entretanto, até quando pensam os governantes que ninguém se incomodará por aquilo que está vivendo e sofrendo.
Entra governante e sai governante, contudo, sempre se conserta os rombos nas contas públicas geradas pela corrupção e falta de competência através do suor do contribuinte, isso é certo?

Direitos e obrigações são correlatas, para cada direito existe uma obrigação que o assegura, todavia, nos últimos tempos somente se vê obrigações, pois, o direito é lento, sonolento, estagnado, quase parado.
Tudo porque o Poder Judiciário, guardião do direito do cidadão, é refém das verbas repassadas pelo Executivo, o maior dos devedores, o maior dos inadimplentes, por que não o maior dos incompetentes.
Mais cortes de verbas para o Judiciário está previsto para este ano pelo governo federal, o pretexto agora é suprir a deficiência causada pela ausência da cobrança da CPMF, entretanto, nenhum governante reconhece que a arrecadação aumentou? Que a sonegação diminuiu? Porém, para onde foi esse dinheiro que é mais que o triplo daquilo que a CPMF arrecadava.
A começar pelo governo federal, nada justifica aumentar tributo, nada justifica cortar verbas e esmagar o povo que sai cedo de sua casa para trabalhar pesado o dia todo, nada justifica o desperdício do dinheiro público, a caríssima burocracia, a falta de bom senso.
Desestabilizando o Judiciário com o corte de verbas é dar respaldo às cobranças abusivas, iniciando-se pelas taxas municipais imaginárias, cujo “Guardião”, cada vez mais fraco por falta de modernização e pessoal, nada poderá fazer a tempo de impedir o sofrimento do cidadão que tem data certa para pagar.

Isso é que é engessar o Poder que defende o contribuinte, enquanto que “a toque de caixa” os governantes criam, a começar pelos municípios, taxas de bombeiros por leis municipais, aumento de taxa de lixo, de iluminação e IPTU, corrupção, má administração e desvio de verbas públicas nem se fala, isso é notório nos noticiários televisivos.
Governos, governantes e governados deveriam andar juntos para fortalecer o crescimento num todo, enquanto o governo por meio dos governantes amordaçar e agora até por meio de penhora on-line sufocar com cobranças de tributos os governados, o Estado somente cresce de forma fictícia e em falácia.
Não se pode mais ficar calado, afinal, na democracia todo poder emana do povo e em seu nome é exercido.
Ou pensam os incompetentes governantes que essa frase é mais uma balela?
Ficar calado neste momento é o mesmo que consolidar a incompetência.

Ivair Pinto de Moura

TV Víbora: Clássicos

Al Stewart - Year of the cat

São Paulo

Blog do Josias: Alckmin negocia apoio do PMDB de SP com Quércia

da Folha Online
Visando à disputa pela Prefeitura de São Paulo, Geraldo Alckmin já participou de ao menos duas reuniões com o presidente do PMDB no Estado, Orestes Quércia, além de encontro com Bebeto Haddad, que preside o partido na capital, informa o
Blog do Josias.
O tucano afirmou aos interlocutores a vontade de concorrer à prefeitura nas eleições de outubro e cogitou a possibilidade de ter um peemedebista como vice.

Leia mais

Nota do Editor - Reuniões com presidentes de partidos são parte do jogo, é cedo para tirar conclusões, como faz o blogueiro Josias. Alckmin precisa antes de tudo definir o que pensa das privatizações, senão poderá ser perguntado pela Marta e ficar mudo, balbuciando tolices, como aconteceu na frente de Lula. De qualquer forma se eu ainda votasse em São Paulo votaria no candidato apoiado por Serra. Duvido que Serra apoie Alckmin. Quanto ao ex-governador Quércia, é um bom homem e caso saia candidato ficará em quarto ou quinto, atrás de Maluf. Seu tempo passou. (Sidney Borges)

Investimentos

Está difícil investir em turismo no Brasil

Falta de vôos internos, elevada carga fiscal e burocracia nos licenciamentos ambientais são os principais obstáculos ao desenvolvimento do turismo no Brasil, afirmam investidores portugueses do setor, informa a agência noticiosa portuguesa Lusa.
Dizem que o turismo tem tudo para dar certo no Brasil, principalmente pela qualidade dos destinos e da mão-de-obra, mas os investidores sofrem com excesso de zelo das autoridades nos processos de licenciamento ambiental, que causam atrasos e custos a mais nos projetos.
Os primeiros hotéis, das dezenas que têm no país, foram muito bem, mas as dificuldades se agravam, especialmente com a intervenção das autoridades federais em projetos já aprovados e em construção. (Trem Azul)

Reclame

Rádio Camanducaia

Vasp
(Ouça aqui)

Para ouvir mais clique aqui

Fonte da vida

Conflitos por água doce

Gilberto Dupas
Na medida em se torna globalmente mais escassa, a água doce deixa de ser considerada um bem público. De acordo com o poder dos diferentes grupos, ela se torna propriedade cada vez mais privada e menos comum, gerando um grave conflito ecológico distributivo. No caso do Brasil, a complexa e pouco aprofundada polêmica sobre a transposição das águas do Rio São Francisco é um importante ensaio inicial sobre essa questão.Os severos estragos que a poluição por resíduos químicos e o aquecimento planetário estão fazendo nos estoques mundiais de água doce os colocam como prioridade na discussão estratégica sobre poder - e pode abrir imensas oportunidades para a América do Sul. Segundo o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), já há mais de 1 bilhão de pessoas no planeta com severa carência de água potável; e vários cenários internacionais consideram que a disputa pelo acesso a ela poderá conduzir a inúmeros conflitos regionais. Uma pesquisa feita pela CIA, pelo Ministério de Defesa britânico e pela PriceWaterhouseCoopers prevê várias possibilidades de futuras guerras por água no Oriente Médio, Ásia e África subsaariana. Na Europa, enquanto bilhões de euros são gastos na despoluição dos seus rios, cresce o mercado de importação desse líquido vital. A água doce não poluída de superfície já não é suficiente para atender à população dos EUA. Mais grave ainda é a situação das águas subterrâneas, envenenadas progressivamente por produtos químicos e bactérias, pela marcha da industrialização. A redução da disponibilidade de água já está gerando pesadas disputas naquele país. Os consumidores consideram-na um bem público essencial à saúde e à vida. Já os fornecedores negam qualquer relação entre acesso à água potável e temas como direitos humanos e questões sociais. Em busca de novas possíveis fontes de água, a atenção dos norte-americanos volta-se para o sul do continente. Alguns especialistas detectam estar-se moldando uma Doutrina Monroe ambiental, segundo a qual os recursos naturais do Hemisfério devem levar em conta as prioridades dos EUA. O México, com situação ainda tranqüila, pode vir a ser o primeiro a ser pressionado.

Leia mais

Política

Nada pessoal

Dora Kramer
Na proporção de duas para cada cinco frases, o ex-governador Geraldo Alckmin repete que a decisão de se candidatar à Prefeitura de São Paulo "não tem caráter pessoal". O que o PSDB decidir, diz, estará bem decidido.

Até apoiar uma aliança com o prefeito Gilberto Kassab?
Médio, nota-se pela avaliação dele sobre um cenário em que o PSDB se abstenha de concorrer em São Paulo: "Seria uma situação inédita e extremamente desfavorável para o partido, o eleitorado não aceitaria."
Nada pessoal, só uma análise fria do quadro cuja definição final, no entendimento dele, carece de urgência e depende da vontade do partido e do desejo da população.
Considerando que a aferição popular se faz mediante pesquisas nas quais aparece hoje em primeiro lugar e que qualquer partido prefere ser protagonista que coadjuvante numa eleição, Geraldo Alckmin defende uma tese absolutamente em acordo com seu plano de vôo.
Plano este que pode ser mesmo administrar a cidade de São Paulo "para fazer o bem do povo", mas no momento visa à inclusão partidária.
Alckmin nada diz - claro, não aborda a questão sob o prisma pessoal -,mas seus defensores explicitam: o "outro lado" na nação tucana avançou feito trator, imaginando que poderia deixá-lo de lado agora, mediante a promessa de garantia da vaga para a disputa do governo paulista, em nome da aliança estratégica com o Democratas, visando a arrumação de forças para a disputa presidencial de 2010.
Leia mais

Manchetes do dia

Sábado, 19 / 01 / 2008

Folha de São Paulo
"Bush propõe pacote de US$ 150 bi contra recessão nos EUA"
O presidente dos EUA, George W. Bush, anunciou ontem os "princípios" de um pacote de estímulo econômico para evitar que o país entre em recessão, com um alívio fiscal temporário de até US$ 150 bilhões. Segundo ele, as propostas, que deverão ainda ser negociadas e aprovadas no Congresso, são uma "injeção no braço" para "manter saudável uma economia fundamentalmente forte".
Em pronunciamento na Casa Branca, Bush disse que o pacote deve incluir incentivos fiscais para as empresas investirem e medidas de restituição rápida de impostos aos contribuintes. Para que seja efetivo, ele disse, o pacote de estímulo econômico teria de representar cerca de 1% do PIB (Produto Interno Bruto) do país.
O secretário do Tesouro, Henry Paulson, afirmou que 1% do PIB dos EUA representa entre US$ 140 bilhões e US$ 150 bilhões. Disse ainda que a maior parte do pacote de estímulo seria dirigida aos contribuintes individuais. "O custo da inação seria alto demais", disse Paulson. "Precisamos agir, e agora."
O pronunciamento do presidente não acalmou os mercados, que fecharam majoritariamente em baixa. Um líder do Partido Republicano, do presidente, que não quis se identificar, afirmou que o plano de Bush é direcionar US$ 100 bilhões aos indivíduos e US$ 50 bilhões às empresas.
Como a Casa Branca já tinha antecipado anteontem, Bush não deu detalhes sobre o plano, mas estabeleceu seus fundamentos. "Os americanos podem usar esse dinheiro como desejarem: para ajudar a pagar suas contas mensais, a cobrir os custos crescentes na bomba de gasolina ou para pagar outras necessidades básicas."


O Globo
"Bush tenta enfrentar crise com pacote de US$ 145 bi"
Para evitar que a economia americana mergulhe na recessão, o presidente George W. Bush anunciou ontem um pacote de incentivos avaliados em US$ 145 bilhões. O objetivo, disse, é dar "uma injeção para manter saudável uma economia basicamente forte". As medidas serão negociadas com o Congresso, mas uma das propostas é eliminar a alíquota de 10% de Imposto de Renda para pessoas físicas dando devoluções, para quem já pagou, de US$ 800 a US$ 1.600. O anúncio não animou os mercados. O Dow Jones, da Bolsa de NY, recuou 0,49% e bateu o menor nível em 10 meses. Na Europa, as quedas foram de 1,34% em Frankfurt e 1,25% em Paris.


O Estado de São Paulo
"Pacote de Bush frustra mercados"
O presidente dos Estados Unidos, George W. Bush, propôs ontem pacote para evitar que o país entre em recessão. A idéia central é conceder incentivos fiscais para as empresas e alívio tributário para os consumidores, injetando na economia dos EUA entre US$ 140 bilhões e US$ 150 bilhões, o equivalente a 1% do PIB americano. Um assessor do Congresso informou que a Casa Branca estuda dar restituição de impostos de US$ 1.600 para famílias e de US$ 800 para cidadãos que vivam sozinhos. "Os americanos terão esse dinheiro e poderão gastá-lo como queiram: pagando suas contas mensais, a gasolina ou outras necessidades básicas", disse Bush, em pronunciamento de 10 minutos. O plano ainda terá de ser aprovado pelo Congresso. As propostas de Bush frustraram em grande medida os investidores, que aguardavam o pacote com ansiedade. A bolsa de valores de Nova York registrou queda de 0,49%. A Bovespa resistiu à turbulência e teve alta de 0,82%.


Jornal do Brasil
"Entidades querem investigar o IPTU"
Presidentes de 11 associações de moradores do Rio aproveitarão a passeata marcada para amanhã, em protesto contra o IPTU, para recolher assinaturas num manifesto cobrando do Ministério Público a abertura de investigações sobre o destino da arrecadação. O prefeito Cesar Maia ficou irritado com O Globo por ter aderido à campanha iniciada pelo JB. Disse que o outro jornal "entrou envergonhado", quando "fez um minieditorialzinho dizendo que apóia não se pagar IPTU".

sexta-feira, janeiro 18, 2008


Teatro

Em cartaz

Divulgação
Chegamos ao “segundo tempo” do Festival Teatral VERÃO EM CARTAZ 2008, que acontece no mês de janeiro na vizinha Caraguatatuba. E que segundo tempo! Os espetáculos que estão por vir nas duas próximas semanas são simplesmente imperdíveis! O Teatro Mário Covas de Caraguatatuba, o maior, mais moderno e mais bem equipado da região, abrigará dois eventos de grande porte e com sucesso garantido.

Nesse final de semana, dias 18 e 19 de janeiro, teremos HUMOR DE QUINTA, a nova mania que tomou conta de São Paulo e vem lotando todos os teatros onde é apresentada, esgotando os ingressos com dias de antecedência: uma comédia de tirar o fôlego, com o que há de melhor e mais inteligente no humor nacional. Produzido por Sergio Rabello – conhecido por lotar todos os teatros onde se apresenta - o espetáculo conta, além da presença do humorista, com os atores Octávio Mendes e Ângela Dip, fundadores e atores do Grupo “Terça Insana”. A grande vantagem do HUMOR DE QUINTA é que o público poderá escolher os quadros que serão apresentados. Na entrada, cada espectador receberá um papel com uma espécie de “cardápio”, com 27 quadros e personagens, e poderá assinalar aqueles aos quais deseja assistir. O resultado será computado até 15 minutos antes do início da sessão e o espetáculo será realizado com os 9 quadros mais escolhidos pelo público. É uma inovação que permite ao público interagir no roteiro do show. A diversidade de estilos de humor - todos muito inteligentes - também é um dos fatores responsáveis pelo enorme sucesso do HUMOR DE QUINTA. O próprio título já é uma demonstração da irreverência do espetáculo, cujo elenco e humor são de primeira!

Encerrando o Festival, nos dias 25 e 26 de janeiro, teremos UM CERTO VAN GOGH, que tem o ator Bruno Gagliasso no papel principal. O espetáculo, escrito por Daniela Pereira de Carvalho e dirigido por João Fonseca, procura encontrar pontos de convergência entre as transformações efetuadas pela arte de VAN GOGH e o mundo contemporâneo. Nessa perspectiva, VAN GOGH não é retratado como um louco suicida, mas como um homem brilhante que soube transformar sua época. Bruno Gagliasso viverá o jovem artista e um casal de jovens atores completa o elenco. Ao invés de constituir-se como uma obra biográfica, a peça foi estruturada a partir dos nossos dias e sua relação com o legado do pintor holandês. Tal escolha é, sem dúvida, uma inovação. Além disso, o texto criado especialmente para a montagem, um cenário instigante e criativo, uma iluminação baseada numa criteriosa palheta de cores, aliados a figurinos de época ricamente confeccionados darão ao espetáculo um tom pungente, elegante e inesquecível. Trata-se, portanto, de uma homenagem a VAN GOGH que, embora tenha entrado para a galeria da história pela porta da loucura, sempre buscou o lado mais luminoso do mundo. O elenco conta também com Pedro Garcia Netto (Eterna Magia), nascido em Caraguatatuba, Marcelo Valle (Tropa de Elite e Paraíso Tropical) e Larissa Bracher (Malhação e Pé na Jaca).
Garanta AGORA sua diversão reservando sua poltrona pelo disque-ingressos Flor de Nan: 8154-1952 e 8113-1008. Os preços estão R$40,00 a inteira e R$20,00 a meia-entrada.

Direto da fonte

Processo extinto

A Juiza Eleitoral de Ubatuba decidiu ontem o destino de Rogério Frediani, nada havendo que impeça a sua candidatura. O processo que poderia colocar em risco a elegibilidade foi extinto.

Sidney Borges

PTB de Ubatuba na mídia...


Para ler, clique na imagem

Brasil

Água viva extraterrestre...

Roberto Mangabeira Unger é o ministro das Ações de Longo Prazo, nome bonito para uma pasta que promete benefícios aos brasileiros do século XXV (25 em algarismos romanos). Digam o que disserem os arautos da desgraça, os porta vozes da derrocada, o governo socialista do presidente Lula, como nunca se viu antes nestepaiz, criou uma pasta desprovida de interesses imediatos, sem conotações eleitoreiras. Além do canal amazônico que vai acabar com a seca, e dos nativos poliglotas, o ministro Unger, titular da SEALOPRA (nome popular e carinhoso do ministério das Ações de Longo Prazo) está agendando uma visita à Europa. Não ao continente europeu, ao satélite de Júpiter. No Sistema Solar, Europa é o astro que tem a maior possibilidade de abrigar vida. Debaixo da camada de gelo que envolve o satélite há água líquida e onde existe água costuma existir vida, ainda que sejam apenas águas vivas geladas, mas quem sabe com um coração cheio de amor para dar. Com realizações dessa magnitude o ministro Mangabeira Unger fica cotado como um dos nomes mais fortes para suceder Lula em 2030. Mangabeira Unger, guarde esse nome, um homem que pensa a longo prazo. (Sidney Borges)

Mosquitos

Exército ajuda a combater mosquito transmissor da dengue no Distrito Federal

Paula Laboissière Repórter da Agência Brasil
Brasília - Integrantes do Exército brasileiro começaram a ser treinados hoje (17) para atuar como agentes de saúde na Campanha de Combate à Dengue da Secretaria de Saúde do Distrito Federal. Cerca de 100 homens do Comando Militar do Planalto participarão da campanha, que terá início segunda-feira (21).
“É uma guerra que o Brasil todo já vem enfrentando há várias décadas. A presença desses homens vem reforçar nossa capacidade operativa no sentido de identificar e destruir todo e qualquer foco [do mosquito Aedes aegypti] em residências do DF”, afirmou o subsecretário de Vigilância à Saúde, Joaquim Barros.
Segundo Barros, os militares serão treinados no Parque de Apoio da Secretaria de Saúde por um período de dois dias, das 8 às 18 horas. O treinamento inclui aulas teóricas e práticas sobre como combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor não apenas da dengue, mas também da febre amarela urbana, já erradicada no país.
“Eles receberão aulas teórico-práticas sobre como combater o mosquito, como entrar no lar de um cidadão e identificar o foco, buscar as larvas e destrui-las, tanto mecanicamente como com o uso de larvicida específico”, informou Barros.

Leia mais

Trânsito

Que fará São Paulo para não parar?

Washington Novaes
Um balanço de fim de ano publicado por este jornal (27/12) aumenta a preocupação com o problema do trânsito na cidade de São Paulo. Diz ele que, dos 2.415.000 veículos novos vendidos em 2007, nada menos que 13,58% ? ou 327.900 veículos ? foram comercializados na cidade de São Paulo, onde já circulavam 3,5 milhões de automóveis e 210 mil caminhões. A eles devem ser somados ainda os veículos dos outros municípios da Região Metropolitana e aqueles que simplesmente transitam pela cidade, de passagem. Ao todo, há quem fale em 6 milhões de veículos na Grande São Paulo. E se sabe que a cada dia vêm sendo emplacados na capital 635 carros e 235 motos (que poluem duas vezes mais que os carros). Nada menos que 1 milhão de veículos estariam em situação irregular. E os atropelamentos já responderiam por 757 mortes em um ano (2006), média de 5,8 por 100 mil habitantes, três vezes superior à da Inglaterra, dos EUA e do Canadá.

Leia mais

Reclame

Rádio Camanducaia

Barbearia Três Irmãos
(Ouça aqui)

Para ouvir mais clique aqui

Idéias luminosas

Baboseiras amazônicas

Depois do longo período de silêncio que se seguira à sua posse na Sealopra (sigla que consagrou o nome da Secretaria de Planejamento de Longo Prazo) que selou sua reconciliação com o governo que classificara como “o mais corrupto da história da República”, o ministro Roberto Mangabeira Unger mostrou, finalmente, em que se concentravam seus profundos estudos, pesquisas e reflexões sobre o futuro do País. Convencido de que “transformando a Amazônia, o Brasil se transformará”, sem explicar no que deseja que o Brasil “se transforme”, o ministro do futuro organizou uma expedição à região, de 35 pessoas, entre assessores, parlamentares e empresários com a missão de, em quatro dias, convencer os governos locais da importância e da viabilidade do seu criativíssimo projeto de transposição de água da Amazônia para o Nordeste. É que os estudos e pesquisas do ministro levaram-no à surpreendente e inovadora conclusão de que “numa região sobra água inutilmente e na outra falta água calamitosamente”. Parece inacreditável que ninguém antes tenha feito tal raciocínio lapidar!
É verdade que na década de 1970 o futurólogo norte-americano Herman Khan, famoso por suas previsões e propostas, mais ambicioso do que Unger, já tinha sugerido a interligação das bacias hidrográficas da Amazônia e do Prata, por meio da criação de lagos na região do Xingu, que seriam abertos pela explosão de duas ou três bombas atômicas. Afinal de contas, o berço esplêndido brasileiro tem certos defeitos congênitos de distribuição da água dos rios – mas nada que a hodierna tecnologia não possa resolver... Mas o professor Unger é mais conservador. Vai buscar, para compatibilizar a abundância amazônica com a carência nordestina, o sistema preferencial de manipulação hídrica dos antigos romanos, ou seja, o velho aqueduto. Assim, propõe ele que seja construído um grande aqueduto entre a Amazônia e o Nordeste, para que se resolva, ad perpetuum, o problema da seca nordestina.
Leia mais

Pesquisas inúteis

No mundo todo, só 8% crêem nos políticos

Na América Latina, 70% citam desonestidade em pesquisa; 36% dos entrevistados esperam piora econômica

De Clóvis Rossi na Folha de S. Paulo:
O disseminado conceito popular de que "todo político é ladrão" ganhou medição científica: pesquisa global do instituto Gallup International para o Fórum Econômico Mundial mostra que apenas 8% dos consultados confiam nos políticos.
Na média mundial, 60% dizem que eles são desonestos, mas, na América Latina, a porcentagem sobe para 77%. Mesmo em países cujos presidentes gozam de alta popularidade (Colômbia, Venezuela e Bolívia), os que dizem que os políticos são desonestos chegam a 79% (Venezuela), 88% (Bolívia) e ao recorde (90%) na Colômbia.
O Brasil não entrou na pesquisa, que ouviu 61.600 pessoas em 60 países, e é batizada de "A Voz do Povo". Segundo o Gallup, o levantamento representa o ponto de vista de cerca de 1,5 bilhão de cidadãos.


Nota do Editor - Ainda bem que o Brasil não participou da consulta, seria perda de tempo, há outras prioridades. Aqui todo mundo é honesto, político ladrão não existe. Quércia, Maluf, Sarney, Lobão, Garotinho, Lula, Zé Dirceu, são exemplos do que acabo de afirmar. Gente finíssima. Eu ouso dizer que os políticos brasileiros seriam aprovados por 87% da população enquanto 86% acreditam em discos voadores e 14% em boitatá. Ubatuba tem 100% de seus políticos pra lá de honestos, honestíssimos. E competentes, isso ninguém pode negar, competentíssimos, trincam de eficácia. E elegância. E senso de humor. (Sidney Borges)

Manchetes do dia

Sexta-feira, 18 / 01 / 2008

Folha de São Paulo
"Bush anuncia hoje pacote para tentar evitar recessão"
O presidente dos EUA, George W. Bush, vai apresentar hoje os "princípios" da sua proposta para estimular a principal economia do mundo, em uma tentativa de evitar que ela entre em recessão. Segundo a Casa Branca, as medidas a serem anunciadas por Bush serão temporárias e de curto prazo. "Ele falará sobre os tipos de políticas que, acredita, irão produzir medidas temporárias e efetivas para aumentar o crescimento no curto prazo", afirmou o porta-voz da Casa Branca Tony Fratto. Antes, havia dito que o governo quer aprovar ""rapidamente" o pacote no Congresso. A crise econômica é a maior preocupação do eleitor americano em ano de eleições presidenciais. Segundo Fratto, Bush considera que ainda é "muito cedo" para apresentar a proposta final. Líderes do Congresso americano, com quem Bush discutiu ontem um esboço do plano, afirmaram que o pacote pode chegar a até US$ 150 bilhões.


O Globo
"Arrecadação cresce 11%, quase duas vezes a CPMF"
A Receita Federal registrou mais um recorde de arrecadação em 2007: entraram nos cofres públicos R$ 615 bilhões, 11% a mais do que em 2006, já descontada a inflação do período. O aumento, de R$ 61,375 bilhões, equivale a quase duas vezes o que foi obtido com a CPMF, imposto que deixou de ser cobrado em 1º de janeiro. Mesmo que a taxa não existisse ano passado, ainda assim, o governo teria embolsado R$ 24,141 bilhões a mais do que no ano anterior. Com esta receita extra seria possível dobrar o orçamento da Educação ou duplicar os recursos para o Bolsa Família e ainda sobrariam R$ 4 bilhões. O secretário da Receita, Jorge Rachid, prevê que a arrecadação continuará em alta em 2008.


O Estado de São Paulo
"Bolsas caem mais e EUA lançam plano anti-recessão"
O presidente dos EUA, George W. Bush, vai apresentar hoje detalhes do plano que será adotado para estimular a economia americana, que enfrenta a ameaça de recessão. Ao discutir o assunto ontem com congressistas, Bush defendeu a redução de impostos sobre a renda de pessoas físicas e isenções tributárias para empresas. O presidente do Federal Reserve (o banco central dos EUA), Ben Bernanke, disse apoiar o pacote da Casa Branca, desde que as medidas sejam de curta duração. Segundo Bernanke, o país não entrará em recessão em 2008, apenas crescerá em ritmo "relativamente menor". As declarações foram mal recebidas pelos investidores e provocaram novas quedas nas bolsas de valores. A de Nova York caiu 2,46%, atingindo o menor nível desde março de 2007. A Bolsa de São Paulo recuou 2,96%. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que eventuais reflexos da crise no Brasil serão enfrentados com a manutenção do rigor fiscal.


Jornal do Brasil
"Pobres vão pagar IPTU ainda maior"
Cerca de 100 mil contribuintes do Rio foram surpreendidos ao receberem seus carnês de pagamento do IPTU com aumentos de até 300%. A prefeitura baixou de R$ 34.995 para R$ 24.003 o valor máximo de avaliação das habitações consideradas populares. Por lei, o IPTU e a taxa de lixo de imóveis populares têm de sofrer desconto de 40%. A Secretaria Municipal de Fazenda argumenta que alguns deles tinham localização privilegiada. Morador de um condomínio de quatro blocos, cada um com 45 apartamentos, dentro da favela do Vidigal, Milton Rodrigues, por exemplo, não acreditou no seu novo carnê do IPTU: aumentou de R$ 153 para R$ 418.

quinta-feira, janeiro 17, 2008

Ubatuba e a Febre Amarela

Vacina contra febre amarela é indicada apenas a quem vai viajar para áreas de risco

A vacinação deve ser feita, preferencialmente, com dez dias de antecedência à data da viagem e pode ser aplicada a partir dos nove meses de idade, com validade de dez anos

Com a divulgação do surgimento de alguns casos de febre amarela no Brasil, a procura por vacinas nos postos de saúde aumentou consideravelmente. Em Ubatuba, não foi diferente.
No entanto, a Vigilância Sanitária pede bom senso por parte da população, uma vez que a cidade não se encontra em área de risco e a vacina somente é indicada para pessoas que irão viajar para as regiões endêmicas e de transição, onde há a ocorrência do mosquito transmissor, chamado Haemagogus. Estas áreas são compostas pelas regiões norte e centro-oeste do país e áreas de transição, no oeste dos estados de São Paulo e Minas Gerais.
A vacinação deve ser feita, preferencialmente, com dez dias de antecedência à data da viagem e pode ser aplicada a partir dos nove meses de idade, com validade de dez anos. A vacina é contra-indicada em gestantes, pacientes com imunodepressão e alérgicos à gema de ovo.


Livre do risco

Segundo o superintendente de Proteção à Saúde, Neilton Nogueira, as pessoas que estão procurando a vacina são, em sua maioria, turistas. Ele explica que algumas pessoas procuram o serviço por falta de informação, sem saber que a vacina só é indicada para pessoas que pretendem viajar para as regiões de risco. “A cidade de Ubatuba encontra-se em área indene, ou seja, livre de risco, uma vez que, segundo estudos, tudo indica que não há ocorrência do mosquito transmissor na nossa região.”
Neilton explica ainda que esta atitude por parte da população prejudica os moradores que realmente irão viajar e precisam da vacina. “Nós estamos procurando atender a todos, da melhor forma possível, mas temos uma quantidade limitada de doses, para atender à nossa demanda. O certo seria que as pessoas procurassem a vacinação em suas cidades de origem.”


A doença

A febre amarela é uma doença infecciosa aguda, de curta duração, causada por um vírus que ocorre, principalmente, nas Américas Central e Sul, além do continente Africano, transmitida pelo mosquito do gênero Haemagogus. O ciclo do vírus se dá nas áreas silvestres, mantido através da infecção por macacos.
Em humanos, a contaminação ocorre quando uma pessoa não imunizada entra em florestas e cerrados e é picada por algum mosquito infectado. A partir do momento em que o indivíduo contaminado retorna às áreas urbanas, pode servir de fonte de infecção para o mosquito Aedes Aegypti e iniciar o ciclo da febre amarela urbana.

Principais sintomas


Os principais sintomas são discretos e podem até ser assintomáticos. Surgem cerca de três a seis dias após a picada do mosquito infectado e as manifestações mais comuns são: febre alta de início súbito, mal estar, calafrios, dor de cabeça e muscular. Cerca de 15% dos pacientes sintomáticos podem desenvolver a forma grave com vômitos, dor abdominal, icterícia (mucosas e pele amareladas) e manifestações hemorrágicas (sangramento de gengivas, nariz e urina).

Tratamento

Não existe tratamento específico, apenas sintomático. O paciente com suspeita de febre amarela deve procurar atendimento médico e evitar a automedicação. Os casos mais graves requerem internação hospitalar. (Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU)

Ubatuba em foco

O administrador responsável e suas prioridades

Os painéis se amontoam à beira das rodovias e próprios municipais, uma prova concreta da visão medíocre do governo do “Dem” de Ubatuba, uma atitude oposta ao "Projeto Cidade Limpa” do governo "Dem" da Capital.
Homens públicos preocupados apenas com sua publicidade pessoal, deixam de investir em ações de maior necessidade da população, a exemplo: Saúde.
O dinheiro do contribuinte gasto nesta quantidade absurda de placas, cartazes e afins, traria resultado maior e verdadeiro se aplicado na contratação de mais médicos, aquisição de medicamentos e instrumentos hospitalares, para atender nossos munícipes com dignidade e respeito.
A maior publicidade de um governo esta no trabalho e no respeito que ele tem para com o seu povo.
Reflita sobre o que tem atrás de tanta propaganda.

Charles Medeiros

Adote um animal

Feira de Adoção de Filhotes acontece na próxima sexta, 25

A Prefeitura de Ubatuba, por meio do Centro de Controle de Zoonozes, realizará uma Feira de Adoção de Filhotes, no próximo dia 25, a partir das 17h. O evento acontecerá ao lado da Feira Hippie, na Avenida Iperoig. Os interessados poderão adotar filhotes de cães ou gatos, já vermifugados. Quem decidir adotar um animalzinho, terá direito a castrá-lo gratuitamente, quando estiver na idade certa para isso.

Posse responsável


Antes de adotar um animal de estimação, é preciso pensar que ele viverá uma média de 15 anos e necessitará de cuidados constantes, como alimentação diária, um local apropriado, protegido do sol e da chuva, vacinações e visitas ao veterinário sempre que necessário. A saúde psicológica do cão também é muito importante, por isso, ele precisará de carinho e atenção.
Os banhos devem ser freqüentes, assim como os passeios e a escovação dos pêlos. Cães soltos nas ruas podem provocar acidentes e brigas com outros animais. Por isso, eles nunca devem sair desacompanhados. Para saber mais informações, acesse o site da prefeitura (
www.ubatuba.sp.gov.br).

Adoção on line


Para quem tem interesse em adotar um animalzinho de estimação, a Prefeitura de Ubatuba está disponibilizando também, um sistema de adoção on line. Os interessados podem escolher o cão ou gato pela Internet, no site da prefeitura. Nesse endereço, o futuro dono poderá visualizar fotos, saber detalhes sobre as características do animal e imprimir uma ficha de adoção. Depois, é só ir ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), para interagir com o bichinho e levá-lo para a casa, ou então, escolher outro. O animal escolhido deve ser buscado no CCZ, das 9 às 17h, de segunda a sexta-feira. Para mais informações, ligue 3832-6810. (Fonte: Assessoria de Comunicação – PMU)

Borba Gato


De vez em quando bate um banzo de São Paulo. O cidadão acima foi meu vizinho por mais de trinta anos, continua firme e forte, impávido e colosso. Os cariocas implicam com ele, dizem que é uma das estátuas mais feias do mundo. Não consigo encontrar parâmetro para esse tipo de julgamento, comparar com o Cristo Redentor é impossível, as escalas são diferentes. Gosto de estátuas urbanas, o pescador do trevo é uma das minhas preferidas, bem como seu irmão gêmeo de Taubaté. (Sidney Borges)

Internacional

Oriente Médio está prestes 'a explodir' contra Israel, diz Irã

Ahmadinejad afirma que política dos EUA é parcial a favor dos israelenses e que viagem de Bush foi um fracasso

Efe
TEERÃ - O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, disse nesta quinta-feira, 17, que "os povos do Oriente Médio são como um vulcão que está prestes a entrar em erupção contra aqueles que cometem e apóiam os massacres contra o oprimido povo palestino".
Ahmadinejad afirmou ainda que a política dos Estados Unidos no Oriente Médio é "parcial" a favor de Israel e condenou os ataques e as incursões israelenses na Faixa de Gaza, segundo a agência iraniana Irna. Ele também qualificou como um "fracasso" a recente viagem do presidente George W. Bush ao Oriente Médio e ao Golfo Pérsico, no qual acusou ao Irã de apoiar o terrorismo e de ameaçar seus vizinhos árabes.
O líder iraniano fez as manifestações durante as celebrações, no Irã, da Ashura, festividade na qual os muçulmanos xiitas lembram a morte, há 14 séculos, do imame Hussein, neto do profeta Maomé, em Karbala, no sul do Iraque. O presidente advertiu que "os iranianos, seguidores do imame Hussein, não pouparão nenhum esforço até que derrotem todas as forças arrogantes".

Leia mais

Nota do Editor - Os povos do Oriente Médio explodiram contra Israel em 1956, 1967 e 1973 e se deram mal. Fazer guerra com retórica não funciona, na hora dos combates a coisa muda de figura, Israel é uma nação do século XXI e seus inimigos do XIX. É uma luta desigual. O perigo está nos arsenais nucleares, Israel tem essas armas e se estiver em risco fará uso delas. Impossivel prever o que pode redundar de um conflito nuclear, quebrado o protocolo tudo é possível em cenário de trevas e ranger de dentes. (Sidney Borges)

Educação

A importância dos nerds

por Renato Cruz
O psicólogo David Anderegg, autor do livro Nerds: Who They Are and Why We Need More of Them (Tarcher), enumera algumas características, segundo resenha publicada na Economist (em inglês): "alguma combinação de sucesso na escola, interesse em precisão, espontaneidade, proximidade com adultos e interesse em fantasia".
Anderegg destaca a importância dos nerds para a economia e os efeitos nocivos do anti-intelectualismo. Segundo ele, o preconceito contra os nerds nas escolas pode ter levado à queda na qualidade do ensino nos Estados Unidos e à redução na procura por cursos superiores na área de ciências por americanos, obrigando o país a ir atrás de cérebros em outras partes do mundo.
O que ele diria do Brasil, onde quem defende a importância da educação é chamado de preconceituoso e de elitista? (Entre no Blog de Renato Cruz, vale à pena.)

Arriégua!

Eleitores têm baixa escolaridade

Luis Orlando Carneiro Brasília
Dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral, relativos à população apta a votar, revelam que 51,5% dos 127,4 milhões de portadores de títulos eleitorais não completaram o primeiro grau ou sabem apenas ler e escrever. O percentual de eleitores analfabetos, para os quais o voto é facultativo, embora sejam inelegíveis, é de 6,61% nas cinco regiões do país.
A pesquisa adverte que os dados podem apresentar defasagens. Mas as estatísticas confirmam o quadro de desigualdade regional já conhecido. Enquanto os percentuais de eleitores analfabetos são de 3,51% e 3,84% nas regiões Sul e Sudeste, respectivamente, nos Estados do Norte e do Nordeste eles sobem para 8,74% e 12,22%, nesta ordem. Na Região Centro-Oeste, eles somavam 4,76% no final do ano passado.

Leia mais

Nota do Editor - Está explicado o porquê de tantos "pamonhas" com mandato nestepaiz. E o pior é que tende a piorar... (Sidney Borges)

Televisão

Quércia negocia compra do SBT

O ex-governador de São Paulo Orestes Quércia, hoje empresário de comunicação, negocia a compra de 45% do SBT. Ele se reuniu há dias em Miami com Silvio Santos, que também ficaria com 45% do grupo. Os demais 10% foram oferecidos a José Bonifácio de Oliveira, mítico ex-diretor da Rede Globo, que assumiria o SBT. Mas Boni reluta: ele tem um acordo com a Globo, que lhe paga R$ 500 mil mensais para não virar seu concorrente. (Cláudio Humberto)

Nota do Editor - O projeto de Quércia é ambicioso e recursos não lhe faltam. Homem econômico, de hábitos frugais, guardou parte dos salários amealhados na política e após fazer investimentos inteligentes ficou rico. Deixo claro que a TV Víbora é inegociável, mas aceito propostas. (Sidney Borges)

Briga de galo

Duda Mendonça admite voltar a trabalhar para o PT

Publicitário afirma que já prestou contas de todas as acusações do mensalão e que "está criando" uma empresa de consultoria para campanhas políticas

De Luiz Francisco na Folha de S. Paulo
O publicitário Duda Mendonça disse ontem, após depor no processo do mensalão na Justiça Federal em Salvador, que "está criando" uma empresa de consultoria para campanhas políticas.
Duda, que é processado por evasão de divisas e lavagem de dinheiro, não descartou a possibilidade de voltar a trabalhar para o PT. "Talvez sim, por que não?", disse a jornalistas, após ser questionado a respeito.

Ao juiz Cristiano Miranda de Santana, o publicitário repetiu sua versão sobre os fatos revelados durante o escândalo do mensalão.
Disse desconhecer a origem dos R$ 10,5 milhões pagos a ele pelo empresário Marcos Valério por meio de depósitos em conta aberta por Duda no Bank Boston Internacional, em Miami.


Nota do Editor - Duda Mendonça fez o óbvio, mandou Lula tomar banho, aparar barba e cabelo e jogar fora o palito do canto da boca. O desgaste da administração tucana em conjuntura internacional desfavorável completou o quadro. Lula foi eleito e Duda virou mágico onde não existe espaço para magia. Sendo tão bom como apregoam aos quatro ventos, Duda deveria ter elegido Maluf em São Paulo, mas não conseguiu. Por quê? (Sidney Borges)

Manchetes do dia

Quinta-feira, 17 / 01 / 2008

Folha de São Paulo
"Estrangeiros tiram US$ 1,9 bi da bolsa"
O dia ruim no mercado financeiro global puniu especialmente os emergentes. Nos Estados Unidos, cuja economia está no epicentro das preocupações de analistas e investidores, as Bolsas tiveram baixas menos intensas ontem.
A Bovespa encerrou seu pregão com desvalorização de 1,89%, após chegar a cair 3,05% no pior momento do dia. O dólar avançou 1,14%, a R$ 1,773.
Investidores internacionais optaram por liquidar mais intensamente posições em ativos de emergentes para fazer caixa ou comprar papéis do Tesouro dos Estados Unidos. Fortes baixas foram registradas em Bolsas como as de Peru (-5,38%), Rússia (-4,29%), Turquia (-2,55%) e México (-2,21%).
"Os grandes investidores estão fazendo caixa onde há maior liquidez, como no mercado brasileiro. Com tantas incertezas no cenário internacional, estão saindo de ações para levantar caixa", diz Flávio Zullo, gerente da HSBC Corretora.
O resultado das operações dos estrangeiros na Bovespa mostra bem isso: nas duas primeiras semanas do ano, o saldo de seus negócios ficou negativo em R$ 1,88 bilhão -cifra que pode ter piorado com a movimentação verificada por profissionais do mercado nos últimos dias. Em todo 2007, que foi um ano bastante negativo nesse critério, houve saída de líquida de R$ 4,2 bilhões.
A Bolsa de Valores de São Paulo já acumula desvalorização de 8% neste mês. Ontem o índice Ibovespa, a principal referência do mercado acionário brasileiro, fechou aos 58.777 pontos, o mais baixo patamar desde 24 de setembro.


O Globo
"Lobão vira ministro apesar de denúncias e crise energética"
O senador Edison Lobão (PMDB-MA) foi confirmado ontem como o novo ministro de Minas e Energia num dia marcado por constrangimentos. O presidente Lula chegou a adiar a audiência com Lobão, mas acabou recebendo-o no Planalto, após pressão do PMDB. O próprio Lobão anunciou sua indicação. A posse será segunda-feira. Ele assume o cargo fragilizado devido a denúncias contra seu filho e suplente - acusado de usar um laranja à frente de uma empresa para fugir de dívidas fiscais -, que deverá assumir o mandato. A fragilidade de Lobão, porém, agrada ao Planalto, em especial à ministra Dilma Rousseff. Na briga com o PMDB, ele deverá manter o controle dos cargos no setor elétrico, num momento em que há a ameaça de racionamento de energia.


O Estado de São Paulo
"Saída de estrangeiros faz bolsa perder 8% em 16 dias"
A Bolsa de Valores de São Paulo acumulou perdas de 8% nos 16 primeiros dias do ano. As incertezas sobre o futuro da economia americana voltaram ontem a provocar turbulências no mercado financeiro global. A maioria das bolsas fechou em queda e a Bovespa caiu 1,89%. Nas duas primeiras semanas de janeiro, o Brasil teve déficit de US$ 2,18 bilhões no fluxo cambial, que registra o balanço da entrada e saída de moeda estrangeira. Investidores estão tirando dinheiro do País para cobrir perdas. O presidente Lula recomendou vigilância à equipe econômica e o ministro da Fazenda, Guido Mantega, antecipou a volta das férias. O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse que a crise americana pode influenciar a economia brasileira. "Se os EUA tiverem um problema grave, isso não é bom para ninguém, vai afetar todo mundo, inclusive o Brasil.


Jornal do Brasil
"Só boicote ao IPTU faz Cesar se mexer"
O boicote ao IPTU já está mostrando um primeiro resultado: o prefeito Cesar Maia - que tem estado parado ultimamente - resolveu se mexer. Disparou e-mails para as associações de moradores pedindo que voltem atrás. Ao mesmo tempo, o prefeito acionou sua tropa de choque na Câmara Municipal para atacar as propostas de pagamento do imposto em juízo ou só em novembro, depois das eleições. O líder do governo, Paulo Cerri, ironizou os colegas que vão à passeata em favor do boicote, programada para o domingo. "Vai quem quiser. Podem ir até fantasiados de IPTU". E criticou os contribuintes que aderiram ao protesto: "São cidadãos de segunda categoria". O vereador Célio Lupparelli foi destacado para promover um ato de desagravo ao prefeito, que ainda não está marcado.

quarta-feira, janeiro 16, 2008

Exílio forçado

Asilado na França, irmão de Celso Daniel quer voltar

Únicos brasileiros reconhecidos pelo governo francês como refugiados, Bruno, sua mulher e filhos afirmam que têm medo de retornar ao País

Reali Júnior, PARIS
Os dois únicos brasileiros reconhecidos pelo Ofício Francês de Proteção aos Refugiados e Apátridas (OFPRA), os ex-petistas Bruno Daniel e Marilena Nakano, irmão e cunhada do ex-prefeito de Santo André Celso Daniel, assassinado em 20 de janeiro de 2002, estão querendo voltar ao Brasil. O casal vive uma situação esdrúxula no exterior, acompanhado de seus três filhos, desde março de 2006. Eles se encontram instalados na França como refugiados políticos, oficialmente reconhecidos pelo Estado francês. Isso ocorre em pleno regime democrático no Brasil, tendo sido conduzidos a essa situação durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, eleito pelo PT, partido do qual eram militantes.

A morte de seu irmão continua constituindo um mistério, depois de ter sido relacionada a um esquema de arrecadação de propina entre empresas de ônibus, de construção civil e de coleta de lixo de Santo André para financiar as campanhas eleitorais do partido de Lula. Bruno e Marilena não abdicam, contudo, do direito de saber toda a verdade sobre a morte de Celso Daniel e pretendem levar a apuração até o fim.
Leia mais

Em Ubatuba o buraco é mais fundo...



Testemunha silenciosa

O Rodrigão, digo, Dr. Rodrigo, diretor geral da Cãmara presenciou a entrevista do Dr. Ricardo e demonstrou preocupação quando nos perguntamos de onde teria partido a idéia de confeccionar o cartaz.
- A quem isso interessaria? Disse eu.
- Sim, uma dúvida cruel, acrescentou o Dr. Ricardo.
Rodrigão, digo, Dr. Rodrigo ficou calado olhando pensativamente o nada, tão absorto em divagações que deu para ler o que ia em sua cabeça:
- Quem haveria de querer prejudicar o Dr. Ricardo?
Mistério sempre há de pintar por aí, cantou um dia o ministro Gilberto Gil, mal sabia ele dos mistérios que assolam Ubatuba. (Sidney Borges)

Mistérios ubatubenses




Quem é o autor?
Um telefonema às sete e quinze da manhã me tira da cama.
- Estão pedindo título de eleitor para agendar consultas na Santa Casa.
- Todas as consultas? Perguntei.
- Não só da Ortopedia.
- Obrigado, você pode me dar o seu nome?
- Sinto muito, continue escrevendo, muita gente o apoia, se eu der o meu nome perco o emprego.
Liguei para o Luiz Moura, que mora pertinho do ”local do crime”. Ele tinha recebido um telefonema semelhante e tirado algumas fotos da prova. É assim que opera o CSI, quem disse que televisão não educa? Agora eu precisava ouvir o principal suspeito, o maior interessado em catalogar eleitores, o vereador e presidente da Câmara, Dr. Ricardo Cortes. Liguei:
- Bom dia Dr. Ricardo. Precisamos falar sobre um cartaz afixado na Santa Casa.
- Bom dia Sidney, você sumiu, faz tempo que não nos vemos. Venha até a Câmara e darei todas as informações que você quiser, eu soube desse cartaz.
Peguei a foto que o Luiz Moura me enviou, a lanterna, o Grisson nunca sai sem a lanterna, e fui encontrar o Dr. Ricardo na sala do Rodrigão, digo do Dr. Rodrigo, diretor geral da Câmara. Mostrei a foto:
- O que significa isso doutor?
- Não faço idéia. Não foi ordem minha.
- Podemos supor que alguém está querendo prejudicar o senhor? Estamos em ano eleitoral e isso pode tirar votos.
- Você pode escrever que não tenho nada a ver com isso. E quanto a me prejudicar, quem haveria de fazer uma coisa dessas? Ubatuba é terra de cavalheiros, onde o jogo político é feito com lisura e transparência. Vamos tomar café e falar da Ilhabela dos velhos tempos...
Sidney Borges

Informática



MacBook Air chega ao Brasil em março, diz Apple

da Folha Online
O MacBook Air, novo laptop da Apple apresentado na terça-feira (15), chega ao Brasil em março. O notebook "mais fino do mundo" (nas palavras da companhia) é a grande aposta da feira MacWorld deste ano, que vai até sexta-feira (18), em San Francisco (EUA). Foi nesta feira que o iPhone foi lançado no ano passado.
A assessoria de imprensa da empresa no Brasil informou que ainda não foram estabelecidos os preços do computador no país. A expectativa é que sejam valores compatíveis, em reais, com os preços em dólar: US$ 1.799 (R$ 3.178) para a configuração mais simples e US$ 3.098 (R$ 5.474) pelo mais "robusto".

Leia mais

Ubatuba

Petição noticiando ameaças

Vicente Malta Pagliuso
Excelentíssima Senhora Doutora Juíza de Direito da Primeira Vara Cível da Comarca de Ubatuba - Estado de São Paulo.
Processo nº 642.01.2007.007079-9Nº de ordem: 1745/2007
Maria Aparecida da Cunha, já qualificada, nos autos da AÇÃO POPULAR, que promove em face Eduardo de Souza César, João Paulo Rolim, Rafael Ricard, Marcelo Mourão, Michely da Silva Filleto, Prefeitura Municipal de Ubatuba, Juan Antonio Moreno Grangeiro, Rodrigo de Oliveira Alksnins, Ricardo Cortes, Cláudio Francisco Gulli, Gerson de Oliveira (BIGUÁ), Luciana Machado Resende, Marco Francisco Demo, Osmar de Souza e Romerson de Oliveira, vem, respeitosamente perante Vossa Excelência expor e requerer:

Leia mais

63 anos depois...

Caça ao prêmio antinazistas

O renomado centro Simon Wiesenthal aumentou o valor da recompensa para quem ajudar na captura de nazistas na Argentina, Chile, Uruguai e Brasil: o prêmio subiu de US$ 10 mil para US$ 25 mil. (Cláudio Humberto)

Nota do Editor - A quais nazistas o senhor Wiesenthal se refere? Neonazistas há aos montes. Em São Paulo, no ABC, pululam como siriris em noite de lua cheia. Ossadas será que servem? Muitos criminosos de guerra que buscaram abrigo na América do Sul já bateram as botas, a maioria de causas naturais. Um caso vale à pena relatar, o do nazista conquistador, que vivia às margens da Represa Guarapiranga e era protegido do delegado Fleury. O Mossad queria levá-lo a julgamento em Israel, não deu, a proteção era eficiente, resolveram eliminá-lo. Para evitar problemas com o doutor Fleury, a represália seria certa, exploraram a fraqueza do macho, que pensa com duas cabeças sendo uma delas irracional. Não que a outra seja muito diferente, mas há exceções. Uma linda jovem entrou na vida do nazistão. Aos poucos ele acreditou que era o mais bonito o mais gostoso e o segundo na vida dela, sendo que o primeiro não era jeitoso. Não é isso o que todas dizem? Depois de alguns meses a moça viajou para encontrar parentes em Montevidéu. Problemas de saúde da mãe, velhinha, em cadeira de rodas, quase cega e devota do Füherer, comoveram a alma apaixonada do romântico ex-SS, que ao som de Wagner embarcou em um avião da Luftwaffe, digo da Varig e foi ao encontro de sua Valquíria. Morreu a marteladas na rua e atrapalhou o trânsito, como um operário caído da construção. O cinema precisa de guerras contra os maus, desde o Vietnam não atraem bilheterias. Ninguém esperava a vitória dos índios, mas aconteceu. (Sidney Borges)

Ministro?

deu em o globo
A viagem de Mangabeira


De Alan Gripp e Bernardo Mello Franco:
No comando de uma comitiva formada por 38 pessoas, o ministro das Ações de Longo Prazo, Roberto Mangabeira Unger, iniciou ontem uma viagem de quatro dias pela Amazônia apresentando um punhado de novas — e polêmicas — idéias para que o país ponha em prática o tão falado plano de desenvolvimento sustentável da floresta. Batizado por ele de "Projeto Amazônia", o conjunto de propostas tem como eixo principal um modelo econômico com espaço para atividades como a mineração e a produção industrial e, ao mesmo tempo, a preservação da mata nativa. Propôs também aquedutos para levar água da Amazônia para a Região Nordeste.
— Há duas idéias erradas para a Amazônia: a primeira é mantê-la como um parque para deleite da humanidade; a segunda, permitir sua exploração indiscriminada. Nem uma coisa nem outra — disse Mangabeira, que apresentou suas idéias de longo prazo para as autoridades do Pará, empresários e sociedade civil. Leia mais em O Globo
A ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, trabalhava ontem normalmente em seu gabinete enquanto a comitiva de Mangabeira Unger informava, em Belém, que ela não acompanhava a visita à Amazônia por problemas de saúde. Segundo assessores, Marina, dedicou o dia a despachos internos com técnicos. O ministério não explicou oficialmente as razões de sua ausência no grupo governamental que começou ontem um périplo para expor propostas para a Amazônia. No entanto, uma pessoa ligada a Marina disse que ela recusou o convite por entender que as propostas de Mangabeira não são compatíveis com sua pasta.
— Essa agenda não é a dela, e a ministra não quer misturar suas políticas para a Amazônia com as de Mangabeira — disse o assessor. Leia mais em O Globo

(Do Blog do Noblat)

Nota do Editor - Há no Brasil três notáveis com sotaques notáveis, dois em compasso de espera e o terceiro em fritura branda. Pela ordem: José Dirceu, que fala caipirês e de vez em quando tira do bolso do armani um pente verde, Henry Sobel, que lutou contra a ditadura das gravatas e Roberto Mangabeira Unger, que mudou para os Estados Unidos e virou gringo. Este último corre o risco de ficar mudo, esqueceu o português, poderá esquecer o inglês, embora sempre sobre a opção cucaracha. Chávez é o nosso pastor, tem petróleo e nos guiará. Sobre a Amazônia, o futurólogo Herman Khan queria inundá-la e criar um mar interior na América do Sul. (Sidney Borges)

Direito

Reserva de mercado

OAB-RJ tenta impedir reprovados em Exame de advogar

A OAB do Rio de Janeiro recorreu, nesta terça-feira (15/1), contra decisão que concedeu a seis bacharéis o direito a exercer a advocacia sem passar pelo Exame de Ordem. A ação será analisada pela 8ª Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (RJ).
O presidente da OAB Rio, Wadih Damous, qualificou de “estapafúrdia” e “isolada” a liminar concedida aos bacharéis. Ele lembrou que se a decisão não for suspensa, as “conseqüências serão muito graves, abrindo espaço para uma enxurrada de ações para que possa advogar um sem-número de bacharéis sem qualificação, que porão em risco a liberdade, o patrimônio, a saúde e a dignidade de seus clientes”.
Segundo Damous, a entidade “tem um compromisso com a sociedade e não pode permitir que faculdades de beira de estrada, verdadeiros caça-níqueis de estudantes, despejem no mercado centenas de milhares de pessoas despreparadas para advogar”.

Leia mais

Esta noite dormirei tranqüilo...


Richard Gere

Pierce Brosnan

Roger Moore

Arnold Schwarzenegger

Favor divulgar

Ameaça de morte em Ubatuba

Dona Cida, presidente da ONG Instituto de Defesa da Cidadania e seu advogado Dr. Vicente, foram ameaçados de morte por causa de denúncia relacionadas às irregularidades em Ubatuba, conforme documentos emanexo, inclusive B.O.
Pedimos entrar em contato com D. Cida, fone 12-9106.2534 e Dr Vicente 3833.4986 e-mail:
vicentemalta@itelefonica.com.br.

grato

Domingos dos Santos
Vice Prefeito

Manchetes do dia

Quarta-feira, 16 / 01 / 2008

Folha de São Paulo
"Prejuízo no Citigroup derruba bolsas"
O temor de que a crise financeira dos EUA se agravasse quando resultados mais consolidados dos bancos do país fossem divulgados começou a se materializar ontem.
O Citigroup, um dos maiores bancos do mundo, anunciou que contabilizou mais perdas relacionadas às suas operações no mercado de crédito imobiliário de risco ("subprime") e anunciou prejuízo de US$ 9,83 bilhões no quarto trimestre.
O prejuízo é o primeiro desde a criação do Citigroup, em 1998, resultado da fusão do Citicorp com o Travelers Group. Levando em conta apenas a história do Citi, foi a primeira perda em 17 anos e a maior em seus 196 anos de história. No mesmo período de 2006, o grupo tinha tido lucro de US$ 5,1 bilhões. A receita caiu de US$ 23,83 bilhões para US$ 7,22 bilhões. As ações da instituição tiveram queda de 2,12% ontem.
Apesar do mau resultado no trimestre, a empresa registrou lucro de US$ 3,62 bilhões em 2007, 83% inferior ao de 2006. A receita caiu em 9%, para US$ 81,7 bilhões no ano passado.
O resultado do banco foi o principal motivo para a queda nas Bolsas no mundo ontem. A Bovespa caiu 3,67%, o índice Dow Jones, da Bolsa de Nova York, recuou 2,17%, e a Nasdaq, 2,45%. Londres teve queda de 3,06%; Paris, de 2,83%.


O Globo
"Mangabeira quer aqueduto entre Amazônia e Nordeste"
O ministro das Ações de Longo Prazo, Roberto Mangabeira Unger, iniciou uma viagem de quatro dias pela Amazônia para apresentar as primeiras idéias de longo prazo de sua pasta, que incluem até a construção de aqueduto para levar água da Amazônia para o semi-árido nordestino. O documento, batizado de "Projeto Amazônia", contém também propostas para a exploração florestal e mineral, e a idéia de educar os índios brasileiros em mais de uma língua. "O Brasil precisa deixar de ter medo das idéias", disse Mangabeira. Ele chegou a anunciar que os ministros Gilberto Gil (Cultura) e Marina Silva (Meio Ambiente) participariam de seu périplo, mas Marina não compareceu e Gil anunciou que só se integrará à comitiva amanhã, em Manaus.


O Estado de São Paulo
"Medo de recessão nos EUA aumenta e derruba bolsas"
A divulgação de que o Citigroup teve prejuízo de US$ 9,8 bilhões no quarto trimestre de 2007 e de que as vendas no varejo dos Estados Unidos ficaram abaixo do esperado em dezembro derrubaram ontem as bolsas de valores por todo o planeta. As duas informações reforçaram a expectativa de que a economia americana já entrou em recessão ou entrará ao longo de 2008. Essa avaliação não é consensual, mas conta com adeptos de peso como Alan Greenspan, ex-presidente do Federal Reserve, o Banco Central dos EUA. "Os sintomas estão aí", disse ele. "Recessões não acontecem tranqüilamente." Por causa da turbulência, a Bolsa de São Paulo fechou em queda de 8,67%.


Jornal do Brasil
"Editorial - Rio cidadão"
O Jornal do Brasil está comprometido com o Rio de Janeiro e com o exercício da cidadania. Seu jornalismo sério, independente e aberto à pluralidade o levou a desencadear, em uma série de reportagens desde o dia 4, o movimento pelo boicote legal ao pagamento do Imposto Predial e Territorial Urbano, o IPTU, segunda maior fonte de receita do município. O jornal não é contra o imposto, mas defende o depósito em juízo ou apenas no fim do prazo, em novembro, como forma de pressionar o prefeito César Maia a cumprir seus deveres.
A desordem urbana e a insegurança pública avançam sob a indiferença do alcaide. As favelas penetram a mata e se misturam a bairros, desvalorizando imóveis. Ruas esburacadas, trânsito congestionado, encostas sem proteção, lombadas eletrônicas ligadas 24 horas que tornam motoristas presas fáceis de assaltantes, comprovam o abandono da cidade. O IPTU deveria ser a receita de um Rio melhor. Não é. Só com o dinheiro retido, pela via legal, o prefeito será forçado a agir a favor da cidade.

terça-feira, janeiro 15, 2008

Abominável!

'É abominável essa história de seqüestros', diz Lula sobre Farc

Em Havana, presidente responde pergunta sobre guerrilha capturar pessoas como forma de pressionar governo

Vera Rosa, enviada especial
HAVANA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou nesta terça-feira, 15, em entrevista nesta capital, que considera "abominável" o seqüestro de seres humanos. A declaração foi feita em resposta a uma pergunta sobre a prática do grupo Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) de capturar pessoas como forma de pressionar o governo daquele país.

Leia mais

Representação na Câmara - Resposta

O Direito em questão

Ai! que meda...vê se toma semancol! Primeiro volta para faculdade e depois tenta passar no exame da OAB para poder discutir comigo, pelo menos, sobre o tema de responsabilidade de agente político, no que toca ao Chefe do Executivo Municipal. Se quiser um debate público sobre Direito do Estado, aceito qualquer aposta contigo se pestanejar. Quanto ao meu direito de opinar e criticar o seu texto colocado, publicamente, de maneira sensacionalista e tendenciosa, que diga-se de passagem, sem nexo e muito mal escrito, típico de gente "afogadilho", continuo afirmando e sustento de pé em qualquer forum de debate que os seus argumentos não se sustentam; falta fundamentação jurídica e laço de causalidade. Pouco ou nada de relevância tem a ver com o cargo que ocupo. Vide Estatuto da OAB - Lei Federal nº 8.906/1994, Art. 2º, § 1º " No seu ministério privado, o advogado presta serviço público e exerce função social."

Orlando Vicente Sales

Lou Bega - Americano

Representação na Câmara

Ubatuba, 11 de janeiro de 2007.
À Câmara Municipal de Ubatuba
A/C.: Exmo. Sr. Dr. Ricardo Cortes

Presidente da Câmara Municipal
REF.: REPRESENTAÇÃO CONTRA O SR. ORLANDO VICENTE SALES

Exmo. Sr. Presidente,

No mês de dezembro de 2007 publiquei a matéria anexa, referente a irresponsabilidade do Prefeito Municipal com relação às reclamações dos cidadãos e ao cumprimento das Leis em vigor. Após a publicação da referida matéria o Sr. Orlando, o qual eu não possuía a menor idéia de quem fosse, publicou sua opinião.
Após réplicas e tréplicas fui informado de que o Sr. Orlando é assessor jurídico da Câmara Municipal de Ubatuba. A argumentação do Sr. Orlando não teria maiores conseqüências se o mesmo não ocupasse o cargo que ocupa. Este Sr. desconhece a legislação municipal e pretende levar a erro os cidadãos que acreditam que o mesmo tenha razão em suas afirmações por ocupar um cargo na Câmara.

O Sr. Orlando afirma:

“Sr. Editor, informo aos seus eleitores que não há legislação municipal atual de autoria do chefe do Legislativo ou qualquer lei na esfera da administração do Município que rege sobre a denúncia oral levada a termo e respondida até 15 dias. Aqui o articulista se confundiu com a reclamação feita na Justiça do Trabalho ou no Juizado Especial Cível e Criminal que pode ser feita oralmente ou, talvez, o famoso BO da Delegacia que se presta via auricular.”
Como é possível que um assessor jurídico da Câmara Municipal de Ubatuba desconheça a LEI NÚMERO 2741 DE 5 DE DEZEMBRO DE 2005 (Autógrafo no. 92/0; Projeto de Lei no. 142/05 – Vereador Ricardo Cortes); dispõe sobre reclamações relativas à prestação de serviços públicos.
Como se não bastasse o Sr. Orlando não acredita que o Prefeito seja responsável pelos atos de seus subordinados. Se o Prefeito Municipal não é responsável por nada qual é a função do mesmo?
Em função do que foi apresentado e do que possa ser verificado na matéria anexa, na qualidade de cidadão e eleitor deste município solicito que:
O Sr. Orlando seja intimado a publicar uma retratação referente à sua afirmação mentirosa e tendenciosa da não existência de qualquer lei municipal sobre denúncias orais e ou escritas.
Que seja feita uma análise da falta de responsabilidade, conhecimento jurídico ou caráter do Sr. Orlando face a seu comportamento irresponsável, que mancha inclusive a imagem da Câmara Municipal e dos vereadores.
Que conclua-se, por fim, que o Sr. Orlando não possui perfil ético, moral e ou técnico para ocupar a função de Assessor Jurídico da Câmara Municipal, devendo o mesmo ser desligado do quadro de funcionários da Câmara.


Atenciosamente,

Marcos Leopoldo Guerra
12 3835-2137
12 3835-3923

São Francisco, o rio do meu país...

Quando as águas chegarem lá

Almyr Gajardoni
Os adversários da transposição do rio São Francisco têm argumentos sólidos e convincentes para sustentar sua causa. O engenheiro João Alves Filho, ex-governador de Sergipe, resumiu-os em quatro pontos básicos, em artigo publicado na Folha de S.Paulo:

1) a transposição não tem como objetivo salvar a população nordestina da seca, pois apenas uma pequeníssima parte da região semi-árida receberá a água para uso domiciliar; ela irá para o agronegócio, que a utilizará a preço altíssimo, o que inviabilizará sua condição de negócio, se ela não for subsidiada pelo governo, a vida inteira;

2) não há falta de água no Nordeste, ela existe em tal quantidade que daria para abastecer plenamente a população que ali vive; precisa ser tirada do fundo da terra, e isso também tem seu preço, menor, entretanto, do que aquele pago pela transposição do rio;

3) o Rio São Francisco está na UTI e a transposição poderá decretar sua morte;

4) Lula mentiu quando, para interromper a primeira greve de fome de dom Cappio, certamente com medo de perder a reeleição, prometeu discutir o assunto com ele, com a sociedade civil e com os movimentos sociais. Não fez nada disso.

O tiro final: uma parte apenas do dinheirão gasto com a transposição daria para implementar um amplo programa de construção de açudes, para regularizar o aproveitamento da águas das chuvas, abundante na região em certas partes do ano, e abrir poços que a tragam lá das profundezas.

A verdadeira questão que se coloca aí é aquela mesma que surgiu no começo do governo petista, quando foi criado o Bolsa Família: ele alivia a fome imediata, mas não resolve o problema verdadeiro, que é a exclusão social e econômica das populações beneficiadas. É claro que é mais urgente matar a fome e a sede daquela gente, mas também é claro que tanto o dinheiro do Bolsa Família quanto a água das cisternas permitirão, no máximo, mais conforto para que se perpetue a triste situação social, econômica e cultural ali vigente. Dar início ao aproveitamento das excepcionais condições de sol e calor ali reinantes para implantar uma sólida estrutura de produção de frutas, para as quais há mercados ávidos nos Estados Unidos e, sobretudo, na Europa, deve ser uma solução para o caso.
Leia mais

PSDB contra o terrorismo

PSDB defende posição firme do Brasil contra ações da FARC

Se o presidente Lula preza a democracia e a liberdade, como os brasileiros prezam, não pode deixar de condenar, de forma clara e segura, as ações das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.
Em seu programa de rádio transmitido nesta segunda-feira, ele, mais uma vez, foi dúbio e tratou a questão com pouca firmeza. No mesmo dia em que se noticia o seqüestro pelas Farc de mais seis cidadãos colombianos, inocentes turistas, é vergonhoso para o Brasil que seu presidente peça ao governo da Colômbia para negociar com os narcoguerrilheiros, sem uma palavra sequer de solidariedade a essas vítimas e outras, mais de 700, que são mantidas acorrentadas na selva colombiana.Com quem está o presidente Lula? Com seu amigo Hugo Chávez, que trata as Farc como um movimento político legítimo? Ou com a sociedade brasileira e o chanceler Celso Amorim, que se pronunciou contra isso? O silêncio do presidente enfraquece a declaração do chanceler e mantém a ambigüidade sobre a posição do Brasil.
A opinião pública brasileira exige e os interlocutores externos do Brasil merecem uma manifestação clara sobre assunto de tamanha gravidade.

Senador Sérgio Guerra

Taxa de Bombeiro

TJ deve declarar inconstitucional taxa de bombeiro

Silvio Luís de Camargo Saiki

I - A instituição da Taxa de Bombeiro


Diante da dificuldade estatal de manter Corpos de Bombeiros em todos os municípios, o Estado de São Paulo, com base na Lei 684, de 30 de setembro de 1975,[1] autorizou o Poder Executivo Estadual a celebrar convênios de cooperação com municípios para a manutenção de unidades do Corpo de Bombeiros no território das respectivas municipalidades, devendo o Estado fornecer os efetivos (policiais militares do corpo de bombeiros) e as prefeituras locais subsidiar as necessidades materiais para o funcionamento das unidades instaladas.

Leia mais

Mistérios marítimos

Marinheiro não consegue provar que está vivo

Um marinheiro polonês descobriu ao voltar de uma pescaria que foi declarado morto e que as autoridades não querem "ressuscitá-lo".
Piotr Kucy, 37 anos, fazia uma viagem de duas semanas para pescar quando foi encontrado um corpo que foi identificado como sendo ele. Desde então, Kucy luta para provar que está vivo.
"Eu parei em frente aos oficiais e disse: 'olhem, eu estou vivo!', mas não adiantou, não consigo convencê-los".

Leia mais

Nota do Editor - Eis um caso intrigante que desafia a ciência. Estivesse o marinheiro polonês em Ubatuba eu recomendaria a ingestão de meia dúzia de pastéis de carne, dois ovos cozidos, um caldo de cana duplo quente e um picolé de coco. Quase me esqueço do torresmo. Meia hora após esta frugal refeição ele se apresentaria aos oficiais. Depois de examiná-lo um deles exclamaria;
- Por Deus, este homem fede mais do que uma barrica de arenques podres.
Outro replicaria:
- Cobertos de repolho azedo, também podre, este homem está morto, só mortos fedem assim.
Nesse momento Kucy, o pseudo morto começaria a fazer polichinelo na frente dos oficiais, que fugiriam aterrorizados clamando por um exorcista.
Um terceiro oficial perguntaria:
- Por que diabos esta criatura idiota saltita como se estivesse com a doença de São Guido?
- Falou comigo senhor?
- Claro que falei com você.
- Quando perguntados os mortos respondem senhor?
- Pelo que me ocorre, nunca d'antes neste país responderam, perguntinha tola a sua.
- Então o senhor acredita que eu esteja vivo?
- Apesar de cheirar como um morto você obviamente está vivo.
E assim o caso seria encerrado, mas isto só aconteceria se o senhor Kucy estivesse em Ubatuba, na Polônia eu não saberia como ressuscitá-lo. (Sidney Borges)
 
Free counter and web stats