sábado, janeiro 12, 2008

Renascer

Justiça quer ouvir Kaká sobre a Igreja Renascer

Jogador do Milan terá de se explicar sobre relações com Estevam e Sônia Hernandes, líderes da igreja

O Estado de S. Paulo
SÃO PAULO - Melhor jogador do mundo e astro do Milan, Kaká terá que dar esclarecimentos à Justiça brasileira sobre seu envolvimento com o casal Estevam e Sônia Hernandes, líderes da Igreja Renascer em Cristo. O pedido de interrogatório foi feito pelo juiz Marcelo Batlouni Mendroni, da 1ª Vara Criminal de São Paulo, e enviado à Procuradoria-Geral de Milão em 14 de setembro de 2007, de acordo com a revista Carta Capital. Até quinta-feira, não houve resposta pela requisição - o jogador também não se pronunciou.

Estevam e Sonia Hernandes cumprem pena nos Estados Unidos por contrabando de dinheiro. Foram condenados a cinco meses de prisão domiciliar a 140 dias de reclusão e também são investigados no Brasil. Mas Kaká é alvo da investigação por conta de sua estreita ligação com os líderes da Renascer - teria recebido o casal em suas casas de São Paulo e Milão, além de pagar o dízimo, com valores anuais que chegam aos R$ 2 milhões.
Leia mais

Protóxido de hidrogênio

Água, por favor, um pouco d'água...

No deserto africano a água é escassa e sendo um bem fundamental à existência deve ser encontrada a qualquer custo, senão cessa a vida, restando apenas minerais sizudos e concisos. Quando os rios mergulham na terra durante a estiagem fica difícil encontrá-los, os nativos recorrem então a um estratagema original. Um buraco é cuidadosamente escavado no barranco de arenito. Enquanto o homem trabalha, macacos observam curiosos, não desconfiam que isso matou o gato. Além de curiosos, macacos são atrevidos e colocam a mão em cumbuca. O buraco é escavado com boca estreita e fundo largo, onde é depositada uma banana. Terminado o trabalho o homem se afasta, trocando de lugar com o macaco, isto é, passa a observar. Logo um enfia a mão e agarra a banana, ficando preso, ele não sabe que bastaria largar a fruta para se soltar, por isso macaco é macaco e não é gente, embora sejamos parecidos. Com o imbecil capturado, o homem abre o buraco e solta a mão do bicho, além de lhe dar uma apetitosa pedra de sal como recompensa pela burrice, enquanto o amarra em uma estaca. A guloseima é devorada a lambidas. Passadas algumas horas de sol na moleira, o bicho fica com sede. Muita sede. Solto, corre em busca de água, que instintivamente sabe onde encontrar. O homem o segue e assim encontra o precioso líquido que as multinacionais, o Bush, a direita e os neoliberais tucanos desperdiçam, pondo em risco a vida dos puros de coração e a existência das Ongs. Bingo. Em Miami tem um bar que serve asas de frango torradinhas, de graça, acompanhadas de molhos deliciosos, um mais picante e salgado do que o outro. A bebida é paga, uma latinha de coca-cola custa cinco dólares e um chopp oito. Macacos me mordam se eu for visto por lá. (Sidney Borges)

“Urna é o diabo”

Obama x Hillary: pesquisas e lágrimas

Vitor Hugo Soares
A política é como crochê: não se pode dar ponto errado sob pena de ter de começar tudo de novo. A frase do ex-presidente Itamar Franco, sobre os insondáveis caminhos do poder e o jeito mineiro de disputar eleições, bem poderia ajudar na enxurrada de explicações dos analistas, de mais de 10 institutos de pesquisa dos Estados Unidos, que falharam rotundamente ao prever vitória disparada de Barack Obama contra Hillary Clinton, esta semana, na primária do Partido Democrata, em New Hampshire.
“Urna é o diabo”, dizem também mineiros e baianos. Este, talvez, seja o melhor ensinamento para quem busca explicações sobre o que anda se passando nesta corrida de 2008, para a Casa Branca - a mais cara, renhida e interessante das últimas décadas na terra de Malboro. Depois da literalmente chorada vitória de Hillary no estado do granito, lances ainda mais emocionantes e polêmicos parecem guardados - para democratas e republicanos - até se definir quem, de costa a costa, “tem de fato farinha para vender”, como pregava o gaúcho Leonel Brizola.

Leia mais

Política

Mão Santa vincula febre amarela ao governo Lula

O senador Mão Santa (PMDB-PI) afirmou que o "surto de febre amarela" é um reflexo da política do presidente Lula para a saúde. "É uma crise atrás da outra. E tudo agora no governo atual. Dengue, febre amarela, hospitais sem recursos, má administração. Falta investimento. Este mosquito traz uma doença que tinha sido banida por Oswaldo Cruz há décadas". Mão Santa disse recordar que o médico Adib Jatene, quando era ministro da Saúde, chegou a sugerir um plano para combate ao mosquito transmissor da dengue e da febre amarela, que traria resultados em quatro anos. O parlamentar lamentou, entretanto, que o plano não tenha sido implementado "por falta de interesse do governo". (Cláudio Humberto)

Relembrando Rodrigues Alves

Jovem de SP pega febre amarela em MS

Moradora da zona sul teria sido contaminada em viagem; autoridades descartam necessidade de vacinação

Lígia Formenti, Elisabeth Lopes e Rubens Santos
O Ministério da Saúde confirmou ontem que uma moradora da zona sul de São Paulo contraiu febre amarela silvestre, durante viagem de ecoturismo que fez em Mato Grosso do Sul. É o segundo caso confirmado no País. O primeiro caso foi o do administrador de empresas Graco Abubakir, de 38 anos, que morreu em um hospital de Brasília na segunda-feira.

"Não há risco de transmissão de febre amarela na cidade de São Paulo e nem necessidade de vacinação dos moradores da zona sul", atestou, por meio de nota oficial, a Secretaria Municipal de Saúde. A paciente, de 34 anos, que não teve seu nome divulgado, está internada desde o domingo no Hospital São Luiz do Morumbi. "Todas as medidas preventivas já foram executadas, tais como eliminação de possíveis criadouros de larvas do mosquito transmissor da doença e busca ativa de pessoas com sintomas de febre amarela. Também está sendo feita a nebulização (aplicação de inseticida) na região (sul)", diz a nota da secretarial. As ações de prevenção estão sendo tomadas num raio de 600 metros do local de moradia da paciente e atendem recomendação técnica do Ministério da Saúde.
Leia mais

TV Víbora: "Odorico Paraguaçu"

Sucupira, qualquer semelhança é mera coincidência.

TV Víbora: "Island Escape"

Parte 2

TV Víbora: "Island Escape"

Se o Ubatuba Víbora não deu, ninguém sabe o que aconteceu.


Vai dar polêmica

Família denuncia assassinato de João Goulart por envenenamento

Carter Anderson - O Globo
BRASÍLIA - A família do ex-presidente João Goulart entrou com ação na Procuradoria Geral da República em que pede a investigação sobre o suposto complô que teria levado ao assassinato por envenenamento do ex-líder petebista, deposto em 1964 e morto no exílio, na Argentina, em 1976. No pedido, consta uma entrevista feita pelo filho de Jango, João Vicente Goulart, com o uruguaio Mario Neira Barreiro, de 53 anos. Preso no presídio de segurança máxima de Charqueada, na Região Metropolitana de Porto Alegre, por roubo, formação de quadrilha e posse ilegal de armas, Barreiro narrou a João Vicente, durante quase três horas -em entrevista gravada - seu trabalho como agente de inteligência do governo uruguaio, nos anos 70.
Na entrevista, Barreiro detalhou a Operação Escorpião, que teria levado ao assassinato:
- Não me lembro se colocamos no Isordil, no Adelpan ou no Nifodin. Conseguimos colocar um comprimido nos remédios importados da França. Ele não poderia ser examinado por 48 horas, aquela substância poderia ser detectada - contou Barreiro, que disse ter militado na "Juventude uruguaia de pé", movimento estudantil de direita, aderindo depois ao Grupo Gama, o serviço de inteligência uruguaio.

Leia mais

Espaço do leitor

Taxa de bombeiro? Onde temos bombeiros em Ubatuba?

Fiquei indignada ao receber o carnê de IPTU 2008, pois veio uma TAXA DE BOMBEIRO.


Liguei para Prefeitura e fui informada por um funcionário que essa taxa é obrigatória. Então perguntei: Onde temos um grupamento de incêndio em Ubatuba, onde têm caminhão pipa, bombeiros de verdade??? Só temos aqui, na TEMPORADA, alguns salva-vidas que não são BOMBEIROS (são contratados somente na TEMPORADA para os turistas, pois durante o ano todo, o caiçara pode morrer afogado que não tem UM QUE SEJE para salvá-lo). Se minha casa pegar fogo, de onde virá o caminhão PIPA? De Caraguá? Até ele chegar aqui, já estou sem teto. E tive como resposta: essa taxa é para a Prefeitura primeiro arrecadar e depois instalar um grupamento em Ubatuba. É um absurdo, como vamos pagar uma taxa, que temos certeza de que em um ano não vão conseguir instalar um grupamento de incêndio aqui. Sabemos também que no ano que vem o SR. EDUARDO CÉSAR poderá não ser não mais Prefeito. Pergunto: para onde irá a arrecadação? Será que essa arrecadação é realmente para bombeiro? Ou será que estamos pagando um certo jornal que foi lançado recentemente, muito caro e que o senhor prefeito diz ter feito com recursos próprios? Como pode um Prefeito gastar horrores com jornal com o salário que ele ganha e dizer que ELE mesmo bancou as despesas? Será que acreditamos em PAPEL NOEL, CEGONHA, COELHINHO DA PÁSCOA? Vamos fingir que sim para acreditarmos também nas promessas do Prefeito, que teremos grupamento de incêndio em Ubatuba neste ano, com esses valores arrecadados. SERÁ POSSÍVEL? Ou será para montar mais IGREJAS para os seus fiéis cordeirinhos?? Por que o povo de Ubatuba não se reúne e não paguem essa taxa? Pois ouvi muitas reclamações nas filas dos Bancos referente a essa cobrança abusiva, absurda, sem sentido, uma facada no povo Ubatubense (que coitado já ganha um salário de miséria).
Vamos criticar quando é preciso e elogiar também. Caraguatatuba tem grupamento de incêndio, será que eles pagam essa taxa? Se pagam, pagam com razão. Nesta Cidade tem bombeiros. Aqui em Ubatuba não. Caraguá está muito bonita, cuidada, ou seja, bem administrada. Caraguá teve prefeitos competentes, essa é a diferença. Não estamos falando de administrações anteriores em Ubatuba, e sim, da atual.
Espero que o povo Ubatubense se conscientize do que estão pagando e vejam que o Prefeito só está preocupado com a Avenida Iperoig, que saiu como foto nos carnês do IPTU. Os bairros Perequê Açu, Ipiranguinha, Estufas alagam quando chove. Esgotos vão para as ruas, ficam expostos à céu aberto. Por que o Prefeito não olha isso? É preciso sair na TV VANGUARDA o que aconteceu no Perequê Açu no dia 06/01/2008? Só assim a Secretaria de Obras toma providência, depois de mostrar na TV o que nossa Cidade sofre. E sofre o ano todo. É bonito para sua imagem, Sr. Prefeito? Sair na TV é lindo, mas não dessa maneira, mostrando as PORCARIAS da nossa Cidade.

Otília Campi

Espaço do leitor



Ninguém segura...
Bom Dia, o navio passou, com ele terminou o mutirão da prefeitura na avenida. Hoje ficamos surpresos com mais dois pontos comerciais no calçadão disputando espaço com ¨N¨ barracas de operadoras de Escuna, varias barracas de venda de ostras e milho verde, agora estão montando barraca de venda de gelo por R$ 1,00 e com esta foto fiquei na duvida se é um ponto de recepção e informação turistica ou mais uma pousadinha irregular no calçadão.
Abraços.
Felipe (Taubaté)

Manchetes do dia

Sábado, 12 / 01 / 2008

Folha de São Paulo
"Planos de saúde prevêem aumentar preços em até 10%"
Entidades de saúde privada prevêem aumentos de até 10% no valor dos planos de saúde em razão da ampliação da cobertura obrigatória anunciada na quinta-feira pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar).
Elas ameaçam ainda ir à Justiça caso o reajuste de mensalidades, que será autorizado em maio, pela agência, não contemple os procedimentos.
A ANS, que define o reajuste mas não limita o valor máximo da contratação dos planos, já havia adiantado anteontem que o reajuste será como nos outros anos e que irá observar o impacto da inclusão dos novos procedimentos para determinar o aumento em 2009.
A nova lista tem 2.973 itens e inclui sessões de psicoterapia, fonoaudiologia, exames de DNA para detecção de doenças e laqueadura, entre outros procedimentos. A obrigatoriedade vale a partir de 2 de abril, e há multas previstas para quem não oferecer os serviços.


O Globo
"Inflação oficial sobre pela primeira vez desde 2002"
O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), da meta do governo, fechou 2007 em 4,46%, invertendo uma tendência de queda em relação ao ano anterior que vinha sendo registrada, sistematicamente, desde 2002. A alta generalizada dos preços de alimentos - como carne, feijão e leite - foi decisiva para o resultado do índice que, por pouco, ficou dentro da meta de 4,5%. No ano anterior, a taxa tinha ficado em 3,14%. Em dezembro, o IPCA teve alta de 0,74%, a maior para o último mês do ano também desde 2002, quando bateu 2,10%. Curiosamente, um dos fatores que mais contribuíram para segurar a inflação no ano foi o preço da energia elétrica, que caiu 6,16%. Agora, a expectativa é de alta.


O Estado de São Paulo
"Inflação volta a subir após 4 anos, mas fica na meta"
A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) fechou 2007 em 4,46%. Embora bem próximo da meta definida pelo Banco Central, que era de 4,5%, o resultado reverteu a trajetória de queda da inflação que vinha desde 2003. O IPCA também chegou ao fim do ano com o pé no acelerador, por causa do preço dos alimentos: o índice foi de 0,74% em dezembro, quase o dobro do de novembro (0,38%). Para este início de 2008, os alimentos poderão se manter em alta, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, que apura o IPCA. A pressão dos alimentos foi provocada especialmente por condições climáticas desfavoráveis a produtos como feijão (alta de 144,42% no tipo carioca, no ano passado) e batata inglesa (alta de 68,6%), além de preços elevados das commodities (como milho e soja) no mercado internacional. Entre os itens que contribuíram para conter a inflação em 2007, destacam-se energia elétrica (-6,16%), gasolina (-0,69%), seguro de automóveis (-14,94%) e artigos de TV, som e informática (-9,93%).


Jornal do Brasil
"Lagoa já tem 2 mil que pagarão IPTU em juízo"
Pelo menos 2 mil contribuintes da Fonte da Saudade já decidiram assinar a petição em que a associação dos moradores pedirá o pagamento do IPTU em juízo. A presidente da entidade, Ana Simas, disse que uma reunião está marcada para a noite do dia 20 - logo depois da passeata que ocorrerá no Leblon em defesa do boicote ao imposto. Na ocasião, eles decidirão os últimos detalhes da ação judicial. "Poderemos até perder na Justiça. Não tem problema. Mas assim estaremos exigindo que o dinheiro seja bem aproveitado pela prefeitura".

sexta-feira, janeiro 11, 2008


Acredite se quiser...

Diretores do Detran do DF têm mais de 20 pontos na carteira

As informações estão registradas nos computadores do Detran. Código de trânsito determina apreensão da carteira a partir de 21 pontos

Do G1, com informações do Jornal Hoje
Dois diretores do Detran do Distrito Federal têm mais de 20 pontos nas carteiras de motorista. As informações estão registradas nos computadores do Departamento de Trânsito do Distrito Federal.
De novembro de 2006 até junho de 2007, o diretor-adjunto do Detran, Jorge Cezar de Araujo Caldas recebeu seis multas. Em todas foi autuado por excesso de velocidade. As infrações somam 24 pontos. E em nome de Gualter Tavares Neto, que é Diretor de Habilitação do Detran, aparecem nove multas. A soma neste caso chega a 37 pontos.

Leia mais

TV Víbora: "Sem comentários"

Eduardo Dusek - Barrados no Baile - Rock in Rio 1985.

Idade Média

No meu tempo

Luiz Fernando Verissimo
No meu tempo de freqüentador de aulas ("estudante" seria um exagero) era assim. A não ser quando a professora ou o professor designasse o lugar de cada um segundo alguma ordem, como a alfabética — e nesse caso eu era condenado pelo sobrenome a sentar no fundo da sala, junto com os Us, os Zs e os outros Vs —, os alunos se distribuíam pelas carteiras de acordo com uma geografia social espontânea, nem sempre bem definida, mas reincidente.
Na frente sentava a Turma do Apagador, assim chamada porque era a eles que a professora recorria para ajudar a limpar o quadro-negro e os próprios apagadores. Nunca entendi bem por que se sujar com pó de giz era considerado um privilégio, mas a Turma do Apagador era uma elite, vista pelo resto da aula como favoritos do poder e invejada e destratada com a mesma intensidade. Quando passavam para os graus superiores os apagadores podiam perder sua função e deixar de ser os queridinhos da tia, mas mantinham seus lugares e sua pose, esperando o dia da reabilitação. Como todas as aristocracias tornadas irrelevantes.
Não se deve confundir a Turma do Apagador com os Certinhos e os Bundas de Aço. Os Certinhos ocupavam as primeiras fileiras para não se misturarem com a Massa que sentava atrás, os Bundas de Aço para estarem mais perto do quadro-negro e não perderem nada. Todos os Apagadores eram Certinhos mas nem todos os Certinhos era Apagadores, e os Bundas de Aço não eram necessariamente certinhos. Muitos Bundas de Aço, por exemplo, eram excêntricos, introvertidos, ansiosos — enfim, esquisitos. Já os Certinhos autênticos se definiam pelo que não eram. Não eram nem puxa-sacos como os Apagadores nem estranhos como os Bundas de Aço nem medíocres como a Massa e nem bagunceiros como as Criaturas do Abismo, que sentavam no fundo. Sua principal característica era os livros encapados com perfeição.
Atrás dos Apagadores, dos Certinhos e dos Bundas de Aço ficava a Massa, dividida em núcleos, como o Núcleo do Nem Aí, formado por três ou quatro meninas que ignoravam as aulas, davam mais atenção aos próprios cabelos e, já que tinham esse interesse em comum, sentavam juntas; o Clube de Debates, algumas celebridades (a garota mais bonita da aula, o cara que desenhava quadrinho de sacanagem) e seus respectivos círculos de admiradores, e nós do Centrão Desconsolado, que só tínhamos em comum a vontade de estar em outro lugar.
E no fundo sentavam as Criaturas do Abismo, cuja única comunicação com a frente da sala eram os ocasionais mísseis que disparavam lá de trás e incluíam desde o gordo que arrotava em vários tons até uma proto-dark, provavelmente a primeira da história, com tatuagem na coxa.
Mas isso tudo, claro, foi na Idade Média.
(Do Blog do Noblat)

Viagens interplanetárias

Mundo da Lua

A chegada do homem à Lua foi precedida de grande expectativa. As primeiras fotos da Terra tiradas do espaço, que a mostravam azul, tinham sido divulgadas há pouco. Causaram um impacto inenarrável, durante anos guardei a revista Manchete, infelizmente a relíquia foi vitimada por mudanças, traças e cupins. As grandes descobertas da vida marcam o nosso emocional para sempre, ou seja, o que nos resta de vida, já que estamos irremediavelmente condenados e o senhor do tempo é imprevisível. A noite do dia em que o homem pisou na Lua pela primeira vez tinha um belo luar, eu estava em Ilhabela olhando exatamente a Lua e ouvindo a narração no Transglobe. Confesso que o rádio atrapalhou a emoção que eu imaginei que sentiria naquele momento e que acabei não sentindo, acho que foi culpa da fome, nunca me emociono quando estou faminto. Apesar de enxergar bem não consegui ver os astronautas. Naquela noite no Max, em meio a pizzas e guaranás, não havia outro assunto. A Lua, foi alcançada afinal, cantou o então futuro ministro Gilberto Gil.
Os homens são volúveis, quando digo isto incluo as mulheres, homens aí é no sentido de humanidade, que "La donna è mobile" já sabia Verdi quando compôs a ópera Rigoletto, em 1851.
A segunda ida à Lua não produziu tanto impacto, embora ainda causasse espanto. A terceira passou no Jornal Nacional com destaque, a quarta apareceu em nota nos jornais e o tintureiro disse enquanto me entregava o terno:
- Não tem que fazê, né? Todo dia vai na Lua e o trânsito tá cada vez pior.
Concordei com um aceno de cabeça. Quem sou eu para contestar a sabedoria popular?
Os homens são volúveis...

Sidney Borges

Recordar é viver




Segunda-feira, Dezembro 06, 2004
Pega na mentira...

Quando assumimos posição contra a corrupção, não o fazemos por razões estritamente morais. Há um lado prático de relevância. O montante desviado pela corrupção varia. Nos municípios brasileiros está beirando os 30%. O dinheiro desviado acaba sendo usado para financiar o Jet Set e mansões em lugares badalados, do padrão de Ilhabela. O charme de "paraísos", como o Principado de Mônaco, está povoado de propina, tráfico, lavagem de dinheiro, contrabando de armas e coisas afins. Nunca esqueço da visão do "Nabila", de 86 metros, ancorado ao largo de "Puerto Banus", na Costa da Espanha, região de Málaga. Branco, majestoso, esplendoroso, seu dono era nada mais nada menos do que Adnan Kashoggi, na época o maior contrabandista de armas do mundo. Perdeu o lugar, hoje há outro mais discreto ocupando o posto. Sua filha, Nabila, que deu nome ao barco, tinha convidados. No barco ao lado uma menina esguia mergulhava com desenvoltura no Mediterrâneo. Princesa Stéphanie, de Mônaco. Pena que a revista "Caras" não estava lá! Para conseguir manipular verbas públicas, desviar parte delas para o bolso e continuar atuando na política, é preciso talento. Talento para mentir e enganar, sem que isso transpareça. Um dia a ciência vai colocar um ponto final na mentira, os praticantes da arte têm os dias contados. Um exame do cérebro, feito com ressonância magnética, mostra as áreas que funcionam quando uma mentira está sendo dita. Contra isso não é possível lutar, a evidência é total. Fico imaginando o que acontecerá quando uma câmera especial for apontada para um cidadão que recebendo salário de professor, apresenta patrimônio incompatível com os ganhos e diz ter recebido uma herança. Se for mentira, uma luz azulada vai invadir o ambiente enquanto subirá o som de estridente vaia. Acabarão os mentirosos ou serão proibidos os aparelhos que denunciam a mentira, sob a alegação de que violam os direitos individuais. Afinal de contas, quem legisla são os políticos. Eles não vão gostar de desfilar a nudez. Quase sempre estão fora de forma!

Sidney Borges

Política

Limite da lei

Pré-candidato pode dar entrevistas, mas sem abusos

Não é proibida a participação de pré-candidatos em entrevistas, debates e encontros antes da eleição, mas sem abusos e excessos. Com esse entendimento, o ministro Gerardo Grossi, do Tribunal Superior Eleitoral, negou os recursos ajuizados pelo ex-deputado estadual Robson Dutra e por Carlos Marques Dunga (PTB-PB), suplente do senador Cícero Lucena (PSDB) e secretário da Casa Civil do governo da Paraíba.
Os dois recorriam contra multa de 20 mil Ufirs (R$ 21,3 mil) aplicada a cada um pelo Tribunal Regional da Paraíba por ter feito propaganda eleitoral antecipada.
Os dois políticos foram denunciados pelo Ministério Público Eleitoral por causa de entrevista concedida à Rádio Panorâmica de Campina Grande, veiculada no dia 12 de junho de 2006. De acordo com os autos, Carlos Dunga, então deputado federal, teria feito menção ao governador Cássio Cunha Lima como candidato à reeleição e a Cícero Lucena como candidato ao Senado. Robson Dutra, por sua vez, teria pedido votos para voltar à Assembléia Legislativa.

Leia mais

Careca é quem não usa Radumed

José Dirceu tem 6.710 fios de cabelo implantados

Letícia Lins - O Globo
RECIFE - A cirurgia de implante de cabelo do ex-ministro José Dirceu terminou agora há pouco no hospital Memorial São José, em Recife, mas ele deverá permanecer internado até esta sexta. Segundo o médico Fernando Bastos, responsável pelo implante capilar de Dirceu, foram transplantados 6.710 fios de uma área do couro cabeludo para a área de calvície. Segundo ele, o método utilizado é um dos mais modernos: a técnica de unidadeS foliculares.

Leia mais

Ubatuba em foco

A irresponsabilidade continua, apesar da morte...

Elias Penteado Leopoldo Guerra
Continua a doação de parte do estacionamento rotativo Zona Azul na praia do Tenório, apesar da tragédia que resultou na morte de amigo do prefeito, Paulo César Ferreira. A irresponsabilidade do prefeito está demonstrada por continuar doando área de estacionamento rotativo (Zona Azul), desrespeitando Legislação e deixando de cumprir suas funções. Esse estacionamento rotativo é público e tem a finalidade de disciplinar o estacionamento nas regiões em que existir, fornecer um serviço e atendimento de qualidade aos turistas, visando também proporcionar renda à Prefeitura, que deverá aplicar na região, conforme estabelecido em decreto municipal. Apesar da morte, em conflito no estacionamento da rua, por disparo de arma de fogo, de seu amigo Paulo César Ferreira, a quem o prefeito doou parte da Zona Azul da Praia do Tenório, o prefeito continua, em franco desrespeito à legislação e a sua função, ao doar essa área da Zona Azul para a mulher de seu falecido amigo.
Leia mais

Manchetes do dia

Sexta-feira, 11 / 01 / 2007

Folha de São Paulo
"Farc entregam dois reféns a Chávez"
Os guerrilheiros das Farc libertaram a ex-candidata a vice-presidente Clara Rojas, 44, e a ex-parlamentar Consuelo González, 57, após mantê-las em cativeiro durante mais de cinco anos. As reféns, cuja libertação havia sido prometida para o final de 2007, foram entregues numa clareira de selva a uma comitiva liderada pelo governo da Venezuela.


O Globo
"Planos de saúde irão à Justiça para não ampliar cobertura"
A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou que, a partir de 2 de abril, todas as operadoras de planos de seguradoras de saúde terão que oferecer 200 novos procedimentos, como consultas, exames e cirurgias, sem custo adicional. A medida vale para 26 milhões de usuários de planos individuais e coletivos contratados desde 1999. As empresas, no entanto, prometem recorrer até com ações na Justiça para evitar o cumprimento das novas regras. Entre os serviços que passam a ser exigidos pela ANS estão laqueadura de trompas, vasectomia, mamografia digital e consultas (em número limitado) com nutricionistas, psicólogos e fonoaudiólogos. A agência divulgará o teto de reajuste para o setor em maio.


O Estado de São Paulo
"Farc libertam 2 reféns em missão liderada por Chávez"
As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) entregaram ontem duas reféns colombianas a uma missão liderada pelo presidente Hugo Chávez: Consuelo González, ex-deputada, e Clara Rojas, candidata a vice-presidente da Colômbia em 2002. Elas estavam seqüestradas há 6 e 5 anos, respectivamente. O resgate das duas era esperado desde o dia 18, quando os rebeldes anunciaram que as soltariam. Clara e Consuelo aparentavam boa saúde e agradeceram efusivamente a Chávez, por telefone, ao embarcarem num helicóptero venezuelano. Depois seguiram para Caracas, onde se reuniram com parentes e com Chávez. Clara e Consuelo trouxeram provas de vida de outros 16 reféns. Clara disse que há três anos não tem notícias de Ingrid Betancourt, que foi candidata a presidente da Colômbia e por quem há uma campanha internacional de libertação.


Jornal do Brasil
"Governistas tentam desenterrar a CPMF"
Parlamentares de partidos aliados do governo saíram de um encontro com o ministro de Relações Institucionais, José Múcio Monteiro, defendendo a recriação da CPMF na proposta da reforma tributária que o Planalto pretende enviar ao Congresso em fevereiro. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, adianta que a medida não está nos planos, mas pode ser "discutida".

quinta-feira, janeiro 10, 2008

Crime em Ubatuba

Dia do caçador
Ex-capitão da Polícia Militar que fundou o COE é preso


por Claudio Julio Tognolli
O ex-capitão da Polícia Militar, Benedito de Oliveira, foi preso na quarta-feira (9/11) em Manaus. Ele é fundador do Comando de Operações Especiais da PM, o COE, e foi condenado por homicídio. Era procurado desde agosto de 1994.
Segundo relatório da Corregedoria da PM, ele passou boa parte dos anos 90 em Ayacucho, no Peru, treinando guerrilheiros do finado grupo terrorista maoísta Sendero Luminoso. O juiz Ronaldo Roth, da Justiça Militar de São Paulo, foi informado da prisão do ex-capitão nesta quinta-feira (10/1).
O Tribunal de Justiça Militar condenou Benedito à revelia a 31 anos e oito meses de prisão pelo assassinato da menina Juliana Ribeiro Siqueira, 4 anos, e de tentar matar a mãe da garota, Lucila Izaura Ribeiro Siqueira, 29 anos. Benedito também foi condenado pela morte da dona de casa Cirlene Alves de Oliveira Souza, revela seu prontuário na Justiça Militar de São Paulo e na Corregedoria da PM.


Retratos da realidade

Os dois crimes aconteceram no espaço de um mês em Ubatuba (SP). Os detalhes, apurados pelo jornalista Marcelo Faria de Barros, foram tratados no programa Linha Direta, da TV Globo, exibido em 2000. Na ocasião, o programa bateu recordes de audiência, com média de 38 pontos e pico de 41 no Ibope.
Cirlene foi encontrada morta, às 20h, de 26 de dezembro de 1989. Em seu corpo havia projéteis de um revólver calibre 32. No dia 23 de janeiro de 1990, Benedito terminou a instrução de um treinamento de sobrevivência na selva para policiais do COE (Comando de Operações Especiais) e foi para Ubatuba. Reuniu-se com três amigos. Juntos foram até a estrada de Itamambuca esperar por Lucila Izaura, de quem o ex-capitão Benedito se dizia amante.

Leia mais

Cesta básica pode?

Mantida ação por compra de voto com dentadura

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Marco Aurélio Mello, negou o pedido de habeas-corpus na ação penal contra o prefeito de Anincuns (GO), Lourival Bueno de Souza, e sua mulher, Maria Madalena de Souza. Acusados de terem comprado o voto de uma eleitora com uma par de dentaduras, ambos pediam que fosse decretada a suspensão condicional do processo.
Leia mais

Nota do editor - A Justiça errou, sem dentadura a eleitora passaria o resto da vida tomando sopa, o que poderia redundar em crises profundas de melancolia. (Sidney Borges)

Criança feliz...

Menino se cola à cama para não ter que ir à escola, diz jornal

Um menino mexicano de dez anos colou sua mão à cama para evitar voltar para a escola na cidade de Guadalupe, no norte do país, depois dos feriados de Natal, de acordo com o jornal El Universal, do México


A mãe do menino, Sandra Palacios González, disse que o filho, Diego, pegou escondido uma cola de aplicação industrial de um armário da cozinha.
Ele usou o produto de madrugada para colar a sua mão direita à cabeceira da cama, que é de metal.
"Não me dei conta de que (o filho) tinha se levantado à noite, mas eu me levantei porque pressenti algo e fui ao quarto do menino. Vi que estava com a televisão ligada e com a mão na cama", afirmou Palacios González, de acordo com El Universal.

Leia mais

Nota do Editor - Esse guri promete, com tamanha disposição dará um bom senador, para não dizer presidente. O perigo é perder o dedinho na hora de descolar. (Sidney Borges)

Sem dúvida

Texto vespertino

Tenho amigos que detestam computador, em Ubatuba há muitos, alguns apenas conhecidos, outros ex-amigos temporários, um dia tudo voltará a ser como antes, contrariando Lulu Santos que diz que nada do que foi será. Não vou citar nomes porque pretendo ser candidato e não quero ficar mal com ninguém. O bom político deve evitar brigas e desafetos, cultivar inimizades é dar vida a um defeito que se extingue com a razão. Hoje eu ganharia o Gordini no "esta noite se improvisa", estou com a verve musical. Quem não usa computador escreve à máquina, como o jornalista Mino Carta, que pilota uma Olivetti. Escrevi anos a fio em uma "Lettera 22", antes de comprar o primeiro MacIntosh, no final dos anos 80. Meu avô usava penas de ganso, raras, importadas, caras, ele jamais cogitou dar uma chance à velha Olivetti, naquela época no esplendor da mocidade. Morreu escrevendo. Suas últimas palavras foram:
-Mata-borrão, preciso de um mata-borrão...

Sidney Borges

Estadista às avessas

Justiça proíbe uso de RTVE por Requião

O Tribunal Regional Federal da 4ª Região decidiu que o governador do Paraná, Roberto Requião, não poderá usar a Rádio e TV Educativa para promoção pessoal ou ofender a imprensa, adversários políticos e instituições. A decisão se refere principalmente ao programa Escola de Governo. O desembargador federal Edgard Lippmann Jr. impôs uma multa de R$ 50 mil a cada promoção pessoal ou agressão proferida. O valor será elevado a R$ 200 mil se houver reincidência. Além disso, deferiu o exercício do direito de resposta coletivo na hipótese de prática de ofensa. (Cláudio Humberto)

Enquanto isso...

Em Portugal

Concerto beneficente do 'U2' em Lisboa. Bono Vox pede silêncio e depois começa a bater palmas ritmadamente.
Olhando para o público, diz:
- Quero que vocês pensem nisso. A cada batida de minhas mãos, uma criança morre na África.
Alguém grita das arquibancadas:
- Então pára de bateire, ó filho da puta!...

Pechincha, 4,5 mil reais!


O automóvel mais barato do mundo começará a ser vendido no final deste ano. O carro não possui ar-condicionado, janela eletrônica ou direção hidráulica, mas dois modelos de luxo serão oferecidos. Previsões indicam que o mercado automobilístico da Índia deve crescer nos próximos anos. O país tem uma das economias com maior crescimento no mundo e tem registrado um aumento no poder de consumo da população. Leia mais

Alerta

Empresário do Paraná morre com suspeita de febre amarela

É o primeiro caso de suspeita da doença no Paraná depois que outras duas pessoas - em Goiás e no Distrito Federal - morreram com sintomas de febre amarela

A morte do empresário Almir Rodrigues da Cunha, de 47 anos, em Maringá (Noroeste), no fim da tarde desta terça-feira (8), está sendo tratada pela Secretaria Municipal de Saúde como suspeita de febre amarela. É o primeiro caso de suspeita da doença no Paraná depois que outras três pessoas - em Goiás e em Brasília - morreram com sintomas de febre amarela.
Leia mais

Manchetes do dia

Quinta-feira, 10 / 01 / 2007

Folha de São Paulo
"Oi acerta compra da Brasil Telecom"
Os controladores da Oi (ex-Telemar) acertaram o preço de compra da Brasil Telecom (BrT) por R$ 4,8 bilhões, segundo a Folha apurou junto a um dos envolvidos nas negociações. Para a concretização da compra ou fusão entre duas das maiores empresas de telefonia do país, ainda é preciso mudar a legislação do setor. O governo apóia o negócio. As negociações finais entre a Oi e a BrT já se arrastam por cerca de dois meses. Os grandes mentores do projeto e principais negociadores foram os empresários Sérgio Andrade, da Andrade Gutierrez, e Carlos Jereissati, do grupo La Fonte. No início, havia resistências por parte de Sérgio Rosa, presidente da Previ (fundo de pensão do Banco do Brasil), que tem uma importante participação tanto na Oi quanto na BrT. Rosa defendia uma venda pulverizada das ações da BrT. Andrade acabou convencendo a Previ do negócio. O Citigroup, que também tem uma participação importante na BrT, não impôs resistências. Afogado em problemas com a crise financeira nos EUA, o Citi quer vender sua parte na BrT.


O Globo
"Violência: Cabral pede descentralização de leis"
Diante da polêmica provocada por sua idéia de proibir garupas em motos para conter assaltos, o governador Sérgio Cabral defendeu ontem a descentralização das leis para facilitar o combate ao crime. "A falta de autonomia dos estados está prejudicando o cotidiano das pessoas", afirmou. Ele reagiu duramente às críticas da OAB, que considera inconstitucional sua proposta de proibir a circulação, no Estado do Rio, de motos com passageiros na garupa. Cabral chamou de "burocrata de plantão" o diretor do Denatran, Alfredo Peres, que dissera que a proposta para as motos é ilegal.


O Estado de São Paulo
"EUA preparam pacote para estimular economia"
Os Estados Unidos estudam um pacote de medidas para estimular sua economia. Um dos itens é a concessão de incentivos fiscais de cerca de US$ 500 para pessoas físicas - que assim seriam estimuladas a consumir. Uma mudança na lei permitiria às empresas deduzir dos impostos significativa parcela dos investimentos. Ganha força entre os analistas e bancos de investimentos a avaliação de que o país vai entrar em recessão. Relatório do banco Goldman Sachs divulgado ontem reforça essa avaliação ao prever retração de 1% no segundo e terceiro trimestres. Num ano eleitoral, o tema tem sido discutido pelos pré-candidatos à presidência e pesquisas mostram preocupação entre os eleitores. A Conferência das Nações Unidas sobre o Comércio e o Desenvolvimento (Unctad) adiantou haver "claro risco" de estagnação na economia mundial, no caso de agravamento da crise nos EUA; para os países que dependem da venda de matérias-primas, seria um "duro golpe".


Jornal do Brasil
"Indústria já prevê corte de gás no Rio"
A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) enviou carta ao governo federal, manifestando a preocupação dos empresários fluminenses com o corte de fornecimento de gás a partir do mês que vem. O temor, diante do eventual desvio do insumo para a operação de termelétricas, é de que ocorra o desabastecimernto de indústrias postos de GNV, como em 30 de outubro. A Firjan quer evitar o prejuízo para a economia do Estado, que foi de R$ 19,6 milhões só naquele dia.

quarta-feira, janeiro 09, 2008

A imprensa e o navio

Ubatuba recebe primeiro navio de cruzeiro marítimo

Prefeito quer que cidade se torne rota desse tipo de turismo. Cidade investiu em divulgação e em obras para recepcionar os visitantes.

Os 1.600 turistas do primeiro navio de cruzeiro marítimo a fazer escala em Ubatuba, a 224 km de São Paulo, foram recepcionados na manhã desta quarta-feira (9) com um tapete vermelho no Píer de Itaguá. A cidade tenta entrar para o grupo de municípios litorâneos que recebem grandes embarcações turísticas durante a alta temporada.
Leia mais

Island Escape





Tudo em nome da informação. Munido de minha "xereta" embrenhei-me na perigosa Mata Atlântica para dar tirar fotos do Island Escape, nesta quarta-feira ensolarada e festiva. Foi um dia muito bonito e correu tudo nos conformes. (Sidney Borges)

TV Víbora: Clássicos

Johnny Rivers - Poor Side of Town - 45 rpm

Comentário de Jabor

Rede Globo se livra de indenizar juízes de São Paulo

por Fernando Porfírio
A Rede Globo inverteu o resultado da disputa judicial que trava com os juízes federais João Carlos da Rocha Mattos e Silvia Maria Rocha. O Tribunal de Justiça de São Paulo livrou a emissora de televisão de pagar indenização, por danos morais, de cerca de R$ 380 mil. O TJ paulista reformou o entendimento de primeira instância, que julgou procedente a ação proposta contra a empresa de comunicação.
O fundamento do tribunal foi o de que a ofensa pessoal aos magistrados não ficou demonstração da ação. A decisão foi tomada pela da 8ª Câmara de Direito Privado. Cabe recurso apenas aos tribunais superiores em Brasília.
O caso diz respeito a manifestação de Arnaldo Jabor, na edição do Jornal Nacional de 24 de março de 2000. No comentário, o jornalista se referiu a uma suposta rede de corrupção no DNER de Mato Grosso. “No DNER há uma rede que começa no advogado esperto, passa por funcionários corruptos e vai até juízes que dão ganho de causa – todo mundo leva grana”, disse Jabor. “Sem medo, os criminosos, com exceção dos pobres e pretos, fogem para baixo da camisola da ‘mamãe’ justiça”, completou o comentarista da TV Globo.

Leia mais

Tecnologia

Companhia lança memória flash à prova d'água

A fabricante Corsair acaba de lançar uma memória flash USB à prova d'água. Com o sugestivo nome de Survivor (sobrevivente, em português), o modelo é voltado para armazenar, transportar e fazer o backup de dados críticos, informou o blog da Wired.
O site britânico Inquirer brincou com o diferencial do produto, questionando a real necessidade do usuário possuir um pendrive à prova d'água se não for o caso de o escritório correr risco iminente de inundação ou de querer levar seus dados para o banho.

Alguns usuários, no entanto, afirmam já terem esquecido pendrives tradicionais em roupas que foram parar na máquina de lavar ou derrubado, acidentalmente, as memórias USB na água, perdendo todos os dados armazenados.
Com capacidade de 32GB, o pendrive à prova d'água tem preço sugerido de US$ 250, US$ 20 a mais do que o modelo convencional Voyager, lançado simultaneamente pela companhia. (Fonte: Geek)

Sobe ou desce?

Tribunal definitivo

Acabei de salvar a vida de uma joaninha. No meu arquivo celeste um anjo escreveu: joaninha, 09/01/2008*. O sinal indica que a ação é positiva, quando eu chegar à portaria vão me entregar uma caderneta, daquelas antigas, de venda. O porteiro fará a soma e dirá sobe ou desce. Se disser sobe, vou para outra portaria, onde um arcanjo cuida da classificação fina. Conforme a nota o prêmio. Poderei receber desde uma barraca nuvem acompanhada de bicicleta estelar até uma mansão galáctica, com retrofoguetes coplanares movidos a sustenidos e bemóis. Tenho em mente que com a vida comum que levei vou passar a eternidade dirigindo um fusca a vapor e vivendo em uma casa popular com teto de cauda de cometa. Dizem que são ótimas no verão. Só uma coisa me preocupa: as milhares de formigas que afoguei. Pode dar desce e então a eternidade será sexo, drogas e rock and roll, um tédio. (Sidney Borges)

Opinião

Endêmicos & exóticos

Ronaldo Dias
Naquele tempo, viviam felizes naquilo que eram. Habitavam um dos lugares mais lindos do planeta. Ali, nada lhes faltava. Água, frutas, de vez em quando uma paca ou um gambá, mandioca, feijão, milho e, muito, muito peixe. Para que mais? Felizes, enquanto os séculos sedimentavam seus costumes, crenças, mitos e religiosidades. O biótipo era marcado pelos raios do sol e pelas remadas vigorosas na canoa. A população tinha crescimento vegetativo, quase imperceptível, para as inexistentes estatísticas demográficas. Isolados, sem acesso, de difícil contato com o mundo externo, mantinham-se senhores de suas vidas e de seus desejos. Um modelo de vida de explícita sustentabilidade, ao som afinado dos sabiás, decorado com o colorido alegre dos tiés e das saíras. Do paredão da Espia, vigiavam a aproximação dos cardumes de carapaus e de tainhas. Com esta forma de vida, revidavam, quase comemorando, o esquecimento e o abandono total de quaisquer governos, ou, de qualquer outra interferência externa, mesmo daquelas transvertidas, como sempre, das “melhores das intenções”. Pela estrada do progresso, vieram inúmeras espécies exóticas e, suas respectivas interferências alteraram, profundamente, aquele balanceado equilíbrio. Unindo-se a caravana dos exóticos, os “bem feitores” da vida alheia, em suas ongs, vieram com a pretensão convicta de ensinar-lhes (imaginem), ao contrário de aprenderem com eles, como deveriam viver. Daí para chegar onde estamos, foi um pulo. Um “pulico” de nada. Não mais do que duas gerações. Quando cheguei, procurei adaptar-me ao meio, aos usos e costumes. O tempo, os filhos, depois os netos, incumbiram-se de pintar em toda a minha alma, todas as tonalidades caiçaras. Algumas espécies exóticas, mesmo com o tempo, não se comportam com o respeito peculiar de quem chega. Não se adaptam ao meio. São insolúveis! São espécies invasoras.

Editorial

O navio está em Ubatuba!

Por volta das oito e meia da manhã tocou o telefone. Chegou! O navio chegou, dizia uma voz excitada, é lindo, é magnífico. Minha amiga se referia ao Island Escape, que fundeava na Baía de Itaguá. A parada de hoje é um teste e poderá transformar Ubatuba em escala de muitos navios, como acontece com Ilhabela e Angra dos Reis.
O esquema de recepção, que citei em artigo recente, foi bem preparado, dele depende o sucesso da empreitada, os passageiros que aqui aportarem irão opinar.
É inegável que a economia será afetada pelo impacto da visita, a magnitude do impacto só poderá ser avaliada depois de uma temporada completa de navios.
Para os ubatubenses o espetáculo é dos mais interessantes, a garotada vai ter o que comentar no futuro, meu avô, já velhinho, lembrava do Zeppelin que viu na mocidade.
No entanto, existe uma dúvida pairando em rodopios sobre a minha cabeça.
O primeiro comunicado da Prefeitura, além de errar o nome do navio, dizia que hoje é amanhã, isto é, que a parada de hoje, dia 9, seria feita amanhã, dia 10.
Sem outra preocupação além de checar, vício de jornalista, entrei no site da Sun & Sea e verifiquei que a data não batia. Escrevi um texto avisando da discrepância.
Teria sido eficaz e produtivo dizer que a parada aconteceria no dia 9 e o assunto teria morrido. Por que não foi feito? Na campanha política certamente falaremos disso. Hoje vamos ver o navio e torcer para que dê tudo certo. Quanto mais dinheiro entrar na cidade melhor será para todos.


Sidney Borges

Crown, o magnífico. Quem é?

Bandidos receberiam R$ 5 milhões por telas furtadas do Masp

Dezenove dias depois da ação dos criminosos, polícia recupera intactas telas de Picasso e Portinari

Bruno Tavares, Rodrigo Pereira e Marcelo Godoy - O Estado de S. Paulo
SÃO PAULO - Os bandidos que furtaram duas telas no Museu de Arte de São Paulo (Masp) receberiam R$ 5 milhões pelas telas. Agora, os investigadores estão à caça do mentor do crime. A polícia já prendeu dois homens e identificou um terceiro. As telas O Retrato de Suzanne Bloch, de Picasso, e O Lavrador de Café, de Portinari, foram recuperadas na terça-feira, 8, pela Polícia Civil, 19 dias após o furto, que durou apenas três minutos. Os dois quadros, avaliados em cerca de R$ 100 milhões, estavam escondidos em uma casa do município de Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo.
O furto de 20 de dezembro foi praticado por três bandidos. Uma dos suspeitos já tinha sido detido, uma semana depois do roubo das telas. Na terça-feira, a polícia chegou a Robson de Jesus Jordão, de 32 anos, foragido da Penitenciária de Valparaíso. Ele foi preso no centro da capital e confirmou o endereço onde as obras estavam escondidas. O terceiro cúmplice, segundo a polícia, deve ser preso em breve.
"É evidente que eles não cometeram esse crime para eles e o próximo passo é chegar em quem encomendou as telas", disse o delegado-geral da Polícia Civil, Maurício Freire. Ele evitou passar mais detalhes sobre o caso "para não atrapalhar as investigações".

Leia mais

Eleições americanas

Hillary Clinton e John McCain vencem em New Hampshire

Senadora democrata surpreendeu ao derrotar o favorito Barack Obama. Entre os republicanos, McCain repetiu vitória de 2000 no estado.

A ex-primeira-dama ignorou as pesquisas de intenção de voto que apontavam larga vantagem de Barack Obama e venceu, em disputa muito apertada. Com 96% dos votos apurados, Hillary tinha 39,2% contra 36,4% do seu principal concorrente.
As primeiras projeções de vitória só foram divulgadas depois que quase 70% dos votos já haviam sido apurados, e o senador Obama logo fez um discurso admitindo sua derrota e parabenizando sua rival. Segundo ele, sua campanha não sai enfraquecida da derrota, e ele ainda está pronto para o resto da campanha.

Leia mais

Nota do Editor - As pesquisas davam vantagem de 10 pontos para Obama e Clinton venceu por 3 pontos. A diferença de treze pontos corresponde a um número expressivo de votos. Foi um erro grosseiro de avaliação. Com os institutos de pesquisas a palavra. (Sidney Borges)

Alerta ao mundo sobre a febre amarela aqui

Governo decide recomendar a estrangeiros que se vacinem antes de viajar para o Brasil

De Evandro Éboli e Carolina Brígido em "O Globo":
Após a confirmação ontem da segunda morte por febre amarela em menos de uma semana, desta vez de um morador do Distrito Federal que estivera em Pirenópolis (GO), no réveillon, o governo decidiu fazer um alerta internacional, para que os turistas estrangeiros tomem a vacina contra a doença antes de vir ao Brasil. Os ministérios do Turismo e das Relações Exteriores farão o alerta. O Itamaraty vai avisar embaixadas e representações de organismos internacionais sobre o quadro da doença e pedir que os diplomatas e funcionários se vacinem.
O Ministério do Turismo vai enviar comunicados às agências que operam no país e aos escritórios brasileiros de turismo para orientar brasileiros e estrangeiros a se vacinar dez dias antes de viagens a locais de risco. Além disso, serão distribuídos folhetos de esclarecimento aos turistas estrangeiros e brasileiros, em aeroportos, estações rodoviárias e outros locais de acesso de turistas. (Do Blog do Noblat)

Ponto de vista

“Corrupção decepciona cidade”

Corsino Aliste Mezquita
A Folha de São Paulo (FOLHA A8), de 02-01-08, publicou matéria sob o título: “Corrupção deixa em crise cidade de São Paulo”. A matéria foca o município de ROSANA, às margens da hidrelétrica Sérgio Motta, (antiga Primavera). A corrupção decepcionou, irritou e movimentou a população contra seus políticos.
A cidade, com 19.919 habitantes, tem orçamento de R$ 52.000.000,00 (cinqüenta e dois milhões de reais) e, segundo o Dr. Promotor, Marcelo Creste, que apurou a corrupção: “Rosana, pela arrecadação que tem, era para ser uma cidade com nível de vida europeu. Isso se todo esse dinheiro desviado tivesse sido destinado para benefício da população”. O dinheiro, a que o Dr. Promotor refere-se, são os R$ 60.000.000,00 (sessenta milhões de reais) desviados dos cofres públicos, nos últimos três anos, pelo sistema de corrupção instalado no município e denominado pelo pomposo nome de “PARCERIA COMERCIAL”. Sistema que envolvia empresários, funcionários públicos, seis dos nove vereadores e o prefeito, já cassado, Jurandir Pinheiro.

Como conseqüência da corrupção, Rosana sofre hoje:
- “Dívida de R$ 40.000.000,00 (quarenta milhões)”.
- “Postos de Saúde sem remédios”.
- “Hospital com parte do atendimento suspenso por falta de verbas”.
- “Prédios públicos abandonados”
- “Emigração de jovens por falta de empregos e de oportunidades”.
Esse vandalismo todo foi derrotado pela união da população em torno da “ASSOCIAÇÃO PELA ÉTICA E MORALIDADE ADMININISTRATIVA”, Ministério Público, Justiça e Polícia. Esta prendeu 41 pessoas. Entre elas o prefeito cassado, os seis vereadores, (que davam apoio incondicional ao prefeito cassado), empresários e funcionários públicos. A união de forças da população e o cumprimento do dever das autoridades desbarataram a gangue de ladrões.

Ao ler e analisar a matéria jornalística fiquei impressionado com a similitude de efeitos vivida em Ubatuba. Como em Rosana, em Ubatuba temos:
-Postos de saúde sem remédios;
-Hospital com parte do atendimento suspenso por falta de verba;
-Prédios públicos abandonados;
-Emigração de jovens por falta de empregos e oportunidades;
-Obras, supostamente, superfaturadas;
-Obras concluídas, com atrasos de meses ou anos, após ter vencido o contrato inicial, e que, entregues, permanecem meses sem uso. Etc. Etc. Etc.
Efeitos, necessariamente, têm causas. Não sabemos se são as mesmas de Rosana ou outras. O que é necessário e urgente é buscar as causas desses efeitos que tanto empobrecem, perturbam e aviltam Ubatuba e, como Rosana, sana-las.
VIVA UBATUBA. Sem dengue e sem caluniadores.

Manchetes do dia

Quarta-feira, 09 / 01 / 2007

Folha de São Paulo
"Polícia de São Paulo recupera os quadros furtados do Masp"
A polícia paulista recuperou ontem os quadros de Pablo Picasso e Candido Portinari furtados do Masp (Museu de Arte de São Paulo) no dia 20 de dezembro. As duas obras, encontradas em uma casa na periferia de Ferraz de Vasconcelos (Grande SP), estavam intactas. Dois homens foram presos. Eles tinham antecedentes por roubo e um deles era foragido do sistema prisional. A polícia acredita que o furto foi uma encomenda, mas ainda não conseguiu identificar o comprador.
"É obvio que os dois presos não furtaram para eles mesmos. É uma encomenda ou para chegar a algum ponto. O principal agora é saber quem encomendou e para onde os quadros iam", afirmou o delegado-geral da Polícia Civil, Maurício José Lemos Freire.
Foram furtadas as telas "O Lavrador de Café" (da década de 30, óleo sobre tela, 100 x 81 cm), do pintor brasileiro Candido Portinari (1903-1962), e o "Retrato de Suzanne Bloch" (1904, óleo sobre tela, 65 x 54 cm), do artista espanhol Picasso (1881-1973).
O museu, cujo acervo é avaliado em mais de US$ 1 bilhão e inclui obras de Claude Monet e Vincent Van Gogh, não possuía alarme nem sensores em suas obras. A segurança era feita por quatro vigias desarmados.
Depois do crime, veio à tona a fragilidade da segurança do local. O museu deve reabrir nesta sexta-feira. Mas, segundo o presidente do museu, parte do novo equipamento de segurança, que é importado, ainda não foi entregue.


O Globo
"Polícia descobre fortaleza do tráfico em caça a sambista"
A 25 dias do carnaval, um dos compositores da Mangueira, Francisco Paulo Testas Monteiro, o Tuchinha, de 44 anos, voltou a ser procurado por tráfico e drogas e, desde ontem, está foragido. No encalço do sambista, a Polícia Civil fez ontem uma grande operação na Mangueira, onde descobriu uma fortaleza do tráfico e um local que era usado para incendiar pessoas - o forno "microondas" -, além de apreender uma tonelada de maconha e armas, bem como dez motos e um Golf, todos roubados. Quatro traficantes foram presos. Em represália, os bandidos incendiaram um ônibus em São Cristóvão.


O Estado de São Paulo
"Com queda dos juros, poupança cresce 25%"
A caderneta de poupança encerrou 2007 com o melhor resultado da história: os depósitos superaram os saques em R$ 33,4 bilhões, valor cinco vezes maior do que o de 2006. O saldo de todas as cadernetas somou R$ 235,8 bilhões, 25,18% mais do que no ano anterior. A ausência de taxa de administração, a isenção de Imposto de Renda e a queda dos juros - que tornou menos interessante as alternativas em renda fixa - voltaram a atrair o brasileiro para o mais conservador investimento. Especialistas também atribuem o fenômeno à elevação da renda. "Na classe baixa, o aumento da massa salarial tem feito sobrar mais dinheiro no final do mês", diz o administrador de investimentos Fabio Colombo. Para 2008, o crescimento da economia deve manter o fluxo de depósitos para as cadernetas, avaliam os especialistas.


Jornal do Brasil
"Febre amarela põe o país em alerta"
A morte, ontem, de Graco Carvalho Abubakir, 38 anos, internado desde o dia 4 em Brasília com suspeita de febre amarela, deixou o páis em alerta. É a segunda morte no Distrito Federal, além de outra em Goiânia. O Ministério da Saúde reforçou a vacinação, com ênfase em 50 municípios de Goiás, e no Distrito Federal, que recebeu 300 mil doses vindas da Região Norte. Também foram emitidos alertas para as representações diplomáticas. Um gabinete de crise foi instalado para acompanhar os casos da doença, que não ocorria em área urbana desde 1942. Especialistas recomendam vacinação em 18 Estados por precaução.

terça-feira, janeiro 08, 2008


Perda de mandato

Justiça Eleitoral cassa segundo vereador infiel

O Tribunal Regional Eleitoral do Pará cassou, na manhã desta terça-feira (8/1), o mandato do vereador João Maria Alves da Silva (PSL), por infidelidade partidária. A segunda instância aplicou a Resolução 22.610/2007, do Tribunal Superior Eleitoral, na qual se definiu que o mandato pertence ao partido e não ao político. É o primeiro caso julgado de infidelidade no estado paraense.
A decisão foi unânime. Os juízes acompanharam o voto do relator, juiz José Maria Teixeira do Rosário. O pedido de cassação do vereador foi feito pelo presidente do Partido, Francisco Vanderlei Barros Brito, em virtude de desfiliação sem justa causa. Cabe recurso ao TSE.

Leia mais

Livros

Parece realidade, é ficção

"Obediência não é o suficiente. A não ser que uma pessoa esteja sofrendo, como você pode ter certeza que ela está obedecendo à sua vontade e não à dela? O poder está em infringir dor e humilhação. O poder está em rasgar mentes humanas em pedaços e colocá-las juntas de volta em novas formas escolhidas por você mesmo. Você começa a enxergar agora o tipo de mundo que estamos criando? (...) Não haverá lealdade, a não ser lealdade ao partido. Não haverá amor, a não ser amor ao Grande Irmão. Não haverá riso, apenas o riso de triunfo sobre um inimigo derrotado. Não haverá arte, literatura ou ciência. Quando formos onipotentes, já não haverá mais necessidade de ciência. Não haverá distinção entre a beleza e a falta dela. Não haverá mais curiosidade, nem alegria no processo da vida. Todos os prazeres competitivos serão destruídos. Mas sempre - não se esqueça disso, Winston - sempre haverá a intoxicação do poder, sempre aumentando e sempre crescendo sutilmente. Sempre, a cada momento, haverá o tremor da vitória, a sensação de pisar num inimigo que já está sem esperança. Se você quer uma imagem do futuro, imagine uma bota pisando num rosto humano - para sempre." (George Orwell, 1984)

Arte



O Debret que não é propriamente um Debret...

O editor e pesquisador Pedro Corrêa do Lago afirma que o quadro acima, atribuido ao francês Jean-Baptiste Debret (1768-1848) na verdade é do italiano Augustin Brunias (1730-1796). Justifica sua tese porque os índios nele não têm qualquer semelhança com os basileiros. A obra petence ao acervo do Masp.
Não acho muito consistente essa tese da semelhança com os gentios brasileiros. Até porque é sabido que em grande parte das pinturas aqui produzidas se usava o modelo europeu para retratar os silvícolas. Dando naqueles índios bonitos, altos, fortes, como os da "primeira Missa, que nem de longe se parecem mesmo com os brasileiros, mirrados, baixos, sem porte que se possa dizer elegante.
Mas vá lá, Pedro Corrêa do Lago é um especialista, que acaba de lançar um livro-catálogo completo da obra de Debret. Comenta que para sorte do Masp o quadro acima vale mais se for mesmodo italiano Brunias que se for de Debret. Estranhamente "defende" que os historiadores brasileiros, "uns preguiçosos" precisam "limpar a área" de autores como Debret e Rugendas no Brasil. Então tá. (Trem Azul)

TV Víbora: "Seu pai já foi moço"

Lulu Santos - Como uma Onda Zen Surfismo - Rock in Rio 1985

Para visitar antes de morrer...


Ponte Vecchio over the Arno, Florence

Alerta

Mais uma pessoa morre com suspeita de febre amarela

JOHANNA NUBLATANGELA PINHO da Folha de S.Paulo, em Brasília
Um paciente morreu e outros dois estão internados em Brasília com suspeita de febre amarela, segundo a Secretaria de Saúde. Os laudos definitivos, de acordo com o governo, saem até o final da semana.
No fim de semana, um homem morreu em Goiânia com suspeita da febre amarela. Ele teria contraído a doença no interior do Estado, em Uruaçu.
O paciente que morreu era de São Sebastião, cidade-satélite de Brasília, e tinha 34 anos. Foi internado no Hospital Regional da Asa Norte na sexta à noite e morreu na tarde de sábado.
Apesar da suspeita de febre amarela, outras causas estão sendo investigadas -dengue, leptospirose e hantavirose.
De acordo com o secretário de Saúde, Geraldo Maciel, a necropsia realizada não "sugere" febre amarela, mas ainda não é possível descartar a hipótese.
Segundo Jair Yamamoto, da Vigilância à Saúde, não é possível dizer ainda se o paciente teria contraído a doença dentro ou fora do Distrito Federal.

Leia mais

Nota do Editor - A epidemia de dengue que nos atingiu no ano passado foi originada fora de Ubatuba e trazida por visitantes. Digo isso porque em anos anteriores não tivemos dengue e os cuidados para evitá-la foram os mesmos. O aedes aegypti, faz parte da cadeia alimentar e é de difícil erradicação. O Governo Federal precisa vacinar a população das regiões em que há suspeita da doença. E rápido. Estamos em época de férias quando as pessoas viajam, o que pode gerar uma epidemia de funestas conseqüências. (Sidney Borges)

Ubatuba em foco

Uma questão de respeito!

Em contato com empresários da Avenida Guarani, senti uma forte insatisfação em relação às ações empreendidas pela prefeitura no local. Ações executivas, que não levaram em consideração o dia a dia de suas atividades. O empresário de Ubatuba é um guerreiro, sobrevive à sazonalidade e aos atos inconseqüentes de seus governantes. Na temporada “trabalham duro” para cumprir com suas obrigações, seja com fornecedores, funcionários e principalmente com o cliente. Vale lembrar que pagam altos impostos e taxas, federais, estaduais e municipais durante o ano todo. O que eles pedem é um pouco mais de respeito por parte do poder municipal, pois são geradores de emprego e renda em nosso Município. O que fica latente é a falta de um canal de diálogo verdadeiro com o Executivo. O que se promete não se cumpre, mesmo que isto tenha sido acordado em reunião oficial. Atender com urbanidade o cidadão contribuinte é uma questão de respeito. Diante de tamanha desconsideração para com estes empreendedores, coloco-me a disposição para as ações que se fizerem necessárias em defesa da cidadania. Quem trabalha pelo desenvolvimento de Ubatuba merece mais.

Em tempo: Um abaixo assinado esta sendo feito. O que se pede? Respeito.

Charles Medeiros
vereador

Vamos ao que interessa...

Empenhos

As despesas empenhadas e não liquidadas ou não pagas vão para restos a pagar e abrem orçamento do ano seguinte. Mas para isso é necessário que no mínimo as despesas relativas aos empenhos estejam em execução, ou mesmo no limite, estejam em licitação com o edital publicado. Quando um governo emite empenhos de despesas em final de exercício, especialmente investimentos, que não estão em andamento e sequer estão em licitação, comete uma grave ilegalidade, pois está abrindo um orçamento paralelo sem qualquer conexão com o orçamento em execução e muito menos com o orçamento do ano seguinte que sequer foi votado. Cabe a oposição e mesmo ao MP analisar os empenhos feitos na segunda quinzena de dezembro e destacar deles aqueles sem referência a execução ou licitação, e sua validade e paralelamente preparar a acusação por crime de responsabilidade. (Do Ex-Blog do Cesar Maia)

Espaço do leitor

A praça é do povo?

Perguntar não ofende, e na maioria das vezes, nem rende um processo: É esta é a destinação dos espaços vazios deixados no Calçadão da Avenida Iperoig? Virar um grande estacionamento?
Ocupar estes espaços com eventos musicais, circenses (ou com qualquer outra manifestação popular de arte e cultura) não deve sequer ter passado pela cabeça dos atuais administradores. Uma pena e um desperdício de espaço nobre!

Feira de Afins e Afins


Prometo não entrar na polêmica sobre a cobertura da Feira "Ripe", só quero falar de Leis e da falta de fiscalização

A cessão de uso de área pública - em área nobre - para a venda de artesanato local, no início da década de 1990, tinha uma razão de ser: incentivar a cultura e as raízes caiçaras e a criatividade do povo ubatubense, já que o artesanato é uma manifestação de alto valor cultural.
A Feira de Artesanato (na mens legis) deve ter sido criada como uma forma de dar expressão e visibilidade aos artistas locais e não dar-lhes um modo de sobrevivência. Deveria ter sido um plus, uma forma charmosa de divulgar a cidade, enfeitando-a nos finais de semana, com seus artesãos e o produto de seus trabalhos.
O "ponto" comercial, criado por lei "pegou". Só que artesanato é único e peças únicas não conseguem fazer frente às industrializadas. Os artesão pressionados por dificuldades econômicas, venderam seus pontos ou passaram a vender enfeites e bijuterias compradas no comércio popular de São Paulo.
Uma lei, do então vereador Eduardo Cesar, Lei 2042/2003, autoriza "excepcionalmente ... a venda de bijuterias e pequenos objetos de adorno pessoal, industrializados, desde que esses produtos não representem mais de 1/3 (um terço) da totalidade dos produtos expostos para a venda na barraca" .
Andando pela "Feira Ripe", fica uma pergunta: a partir do momento onde não promove qualquer fiscalização, o Município não estaria cedendo espaço nobre para a venda de produtos oriundos de ruas de comércio popular de São Paulo, em total desrespeito à lei original e até à lei paliativa, proposta pelo atual prefeito e aprovada pelos seus pares em 2001?
Com a palavra o Setor de Fiscalização da PMU.

Marcelo Mungioli

Confissões

Escrever é preciso...

O que poderia esperar da vida um rapaz mulato, pobre, epilético, gago e fraco, na sociedade racista do Brasil escravocrata do século XIX? Órfão de mãe, criado pela madrasta, sem freqüentar escola, trabalhando como vendedor de doces em uma escola burguesa, deveria ter se tornado um João ninguém, como tantos há por aí. Supõe-se que o pobretão assistia a algumas aulas quando o trabalho permitia, eu disse supõe-se. Melhor dizer que foi um autodidata. Esse rapaz mulato, pobre e fraco, acabou por se tornar o maior escritor “negro” da história da humanidade, na visão de críticos respeitáveis. Como não sou adepto desse tipo de classificação digo apenas que Machado de Assis é um de meus escritores preferidos, devo a ele momentos de inesquecível deleite estético. Além de ser notável prosador, aprendeu inglês e verteu obras importantes para o português, caso de Edgar Allan Poe. Dizem os biógrafos que ele dominava o francês, praxe entre os educados do Império e que no final da vida também se expressava em alemão. Comecei a pensar em Machado de Assis ao assistir a entrevista de Nelson Motta no canal Futura, que recomendo aos leitores, televisão de primeiríssima qualidade. Perguntado sobre suas letras, sucessos como: “O Cantador, Saveiros, Dancin’ Days, Perigosa, Como Uma Onda, Coisas do Brasil, Bem Que Se Quis...” Nelson disse que em certo momento optou por ser letrista por lhe faltar talento musical. Caso de amor não correspondido, ele amava a música e por ela era estimado. Apesar de ter estudado violão com afinco, notou que seu futuro como instrumentista seria tocar em bares de hotel, fazendo fundo musical para bêbados. Dom, talento, é o que faz a diferença. Dos bilhões que vem ao mundo, alguns milhares chegam com algum presente do universo, um “gift“ na língua de Byron. Eu gostaria de ter o dom da escrita, tenho apenas a vontade, sou um mero escrevinhador. Meus leitores, no entanto, vem aumentando de ano para ano. No século XX cabiam em um Ford Ka, hoje lotam uma Besta, o que é bestial com dizem os portugueses que falam gíria.

Sidney Borges

Clima

Estiagem faz governo acionar térmicas

Volume de chuvas está abaixo da média dos últimos 76 anos e esvazia reservatórios das usinas hidrelétricas

Alaor Barbosa
A falta de chuvas nas últimas semanas está reduzindo a quantidade de água para geração de energia nas hidrelétricas. O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) está usando todas as usinas térmicas disponíveis para gerar energia, mas não tem sido suficiente para evitar o esvaziamento. A água armazenada nos reservatórios do Sudeste caiu para 44,9%, com folga de apenas 5,6 pontos em relação ao mínimo fixado pelo governo. Embora o País tenha capacidade para gerar até 12 mil megawatts (MW) de térmicas, a geração efetiva tem ficado em cerca de 4,5 mil MW médios com a falta de gás natural. Isso equivale a menos de 10% do consumo nacional, de cerca de 52 mil MW médios. Em janeiro, costuma ocorrer aumento do nível de água nos reservatórios, mas o volume de chuvas deste ano está abaixo da média dos últimos 76 anos, desde que o governo começou a fazer levantamentos do volume de chuvas. No Sudeste e Centro-Oeste, as chuvas ficaram 53% abaixo da média histórica e em torno de 50% no Nordeste. No Norte, a seca é ainda maior, com as chuvas 64% abaixo da média de longo prazo, o que se caracteriza como um dos períodos mais secos das últimas décadas.

Leia mais

Manchetes do dia

Terça-feira, 08 / 01 / 2007

Folha de São Paulo
"Governo muda crédito para aposentado"
O governo vai alterar as regras do crédito consignado, com desconto em folha, para aposentados e poderá obrigá-los a pagar mais por esse tipo de empréstimo. A intenção é reduzir o limite de renda mensal que os aposentados podem comprometer com esse tipo de operação e ampliar o prazo de pagamento da dívida. O INSS deverá editar medida sobre o assunto ainda nesta semana.


O Globo
"Para conter assaltos, Cabral quer proibir carona em motos"
Com o objetivo de reduzir crimes praticados por motoqueiros, o governador Sérgio Cabral anunciou ontem que estuda a possibilidade de baixar um decreto proibindo a circulação de motos com caronas no estado. A medida, adotada em Bogotá, na Colômbia, reduziu os índices de criminalidade. O governo entende que os garupas, armados, é que abordam as vítimas. Na Colômbia, os pilotos são obrigados a usar um colete com o número da placa da moto. A iniciativa seria uma medida de emergência para conter assaltos como o que vitimou o médico Lídio Toledo Filho no Alto da Boa Vista, na noite de reveillon. Segundo o governador, a proibição de carona é a medida mais radical e só será aplicada se outras ações não surtirem efeito. Cabral assinou ontem um decreto que atribui à Delegacia de Roubos e Furtos de Automóveis o poder de fiscalizar os ferros-velhos a fim de reduzir os roubos de carros para venda de peças.


O Estado de São Paulo

"Falta de chuvas faz governo ligar usinas térmicas"
O Operador Nacional do Sistema Elétrico (NOS) está mantendo em operação todas as usinas térmicas disponíveis para a geração de energia, com o objetivo de suprir as limitações das hidrelétricas. Isso porque a escassez de chuvas está reduzindo a quantidade de água disponível nas hidrelétricas. A água armazenada no Sudeste caiu para 44% da capacidade dos reservatórios, apenas 5,6 pontos porcentuais acima do mínimo fixado pelo governo. Os reservatórios costumam estar cheios em janeiro, mas o volume de chuvas em 2007 ficou abaixo do habitual. No Norte, choveu menos 64% do que a média dos últimos 76 anos. Um problema adicional é a falta de gás natural, um dos combustíveis usados nas usinas térmicas - que só estão conseguindo produzir menos da metade de sua capacidade. A estiagem já fez os preços da energia subirem mais de 90% no mercado de atacado. A excessiva dependência das hidrelétricas é apontada por relatório da consultoria internacional Frost & Sullivan como principal fator de risco ao setor energético brasileiro. O documento, assinado pelo consultor Jorge de Rosa, alerta para o risco de racionamento antes de 2010.


Jornal do Brasil
"INSS muda regras para empréstimos"
A aprovação de operações de crédito consignado a aposentados e pensionistas foi suspensa pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) nos primeiros dias do ano, para que sejam adotadas novas regras, aprovadas dia 20. Houve a extensão do prazo máximo dos empréstimos de 36 para 60 meses, enquanto foi reduzido de 30% para 20% o valor mensal do benefício que pode ser utilizado para pagamento das prestações do financiamento. Outros 10% poderão ser usados por meio de cartões de crédito - no caso, as taxas de juros serão limitadas ao máximo de 3,70% ao mês. Antes mesmo de detalhar as mudanças, o INSS já é criticado pelos bancos.
 
Free counter and web stats