sábado, janeiro 05, 2008

Volta ao passado

Vítima de febre amarela será enterrada neste domingo

Isonilda Souza - especial para O GLOBO
GOIÂNIA - Será enterrado neste domingo, em Petrolina, nos arredores de Goiânia, o corpo do trabalhador rural João Batista Gonçalves, de 31 anos, que estava internado na capital com suspeita de febre amarela. Ele pode ser a primeira vítima humana após o surto da doença que já provocou a morte de dezenas de macacos em 40 municípios goianos. Apesar do diagnóstico apontar que a vítima tinha febre amarela, o laudo com a confirmação da causa da morte só será divulgado na próxima semana. Na segunda-feira técnicos do Ministério do Saúde vão a Goiânia para auxiliar na análise e identificações das causas da doença nos macacos e no trabalhador rural.

Leia mais

Região

Litoral: caos vai pelo menos até 2011

Esse é o prazo para que obras do Estado contra gargalos no transporte e no abastecimento dêem resultado

Bruno Tavares e Rodrigo Brancatelli
Autoridades estaduais culparam a crise aérea, o calor, o aquecimento da economia e o boom imobiliário nas cidades litorâneas pelas deficiências de infra-estrutura que tiraram a paciência dos turistas nas praias paulistas no Natal e no réveillon. Mas os problemas deverão continuar pelo menos até o início de 2011. Parte dos projetos para desafogar gargalos de abastecimento de água, de acesso ao litoral e de transporte público, os que mais afetam a vida dos veranistas, só devem começar a dar resultado, no mínimo, em 2011 - alguns terão de esperar até 2016.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado (Sabesp) considera que a falta de água no fim de ano foi causada pela combinação de temperatura elevada, que fez diminuir o nível dos reservatórios, e fluxo recorde de turistas. A estatal garante que no litoral norte, por exemplo, os sistemas de abastecimento de Caraguatatuba, Ubatuba e São Sebastião produziram em média 20% mais do que no mesmo período de 2006. Em Ilhabela, a produção superou a do verão passado em 50%. Ainda assim, não foi o suficiente para atender à demanda. "Precisaríamos de ainda mais 5% a 10% para atender todo mundo", diz o presidente da Sabesp, Gesner José de Oliveira Filho. Para isso, a Sabesp promete investir R$ 190 milhões no litoral norte e mais R$ 390 milhões na Baixada Santista. A verba será usada para construir sistemas produtores de água, aumentar a capacidade de alguns já existentes e retomar as obras de estações de tratamento que estão paradas há cerca de dois anos - como as de Paúba, Maresias e Baleia, em São Sebastião. Os investimentos serão feitos até o fim de 2010 no litoral sul e até 2012 no norte. A Sabesp também prevê um programa de redução de perdas e melhoria na qualidade da água com recursos de R$ 350 milhões. O prazo vai até dezembro de 2012.
Leia mais

Sociais


Marlon, o homem do trânsito.

Alternativa

Empresa francesa apresenta motor de ar comprimido, que não polui

Invenção é da companhia francesa MDI Enterprises. Grupo tem contrato com montadora que produz carros com energias alternativas.

Reuters
Guy Negre, presidente da empresa francesa MDI Enterprises, apresentou nesta sexta-feira (4), na França, sua nova invenção. Trata-se de um motor que funciona com ar comprimido e que não emite nenhum tipo de gás poluente.

Leia mais

Sociedade

Assassinatos em série

Os jornais exibem com estardalhaço mais uma faceta da obra de Champinha, o menino assassino, que segundo alguns sociólogos é apenas uma vítima da sociedade capitalista.
Antes de matar o casal de estudantes, Champinha havia matado um homem e fôra preso. O Estado não gosta de ser lembrado que o soltou mediante um laudo que dizia que ele não apresentava riscos à sociedade. Além dos três crimes conhecidos, agora Champinha coloca sua grife em um duplo homicídio com ocultação de cadáver.
Em 1980, na União Soviética, um serial-killer matou mais de vinte crianças em uma cidade nos arredores de Moscou. Na verdade o número pode ser maior, muitas das crianças desaparecidas na época jamais foram encontradas. A polícia soviética não tinha experiência nesse tipo de crime, não havia um departamento especializado. A admissão da existência de assassinos seriais seria prejudicial ao comunismo. Segundo a teoria vigente esse era um mal gerado na instituição capitalista. Qualquer semelhança com o Brasil de hoje é mera coincidência. Em 1980, mesmo no fechado “Paraíso dos Trabalhadores“, as comunicações tinham avançado e as famílias dos desaparecidos exigiam providências. O caso ganhou destaque regional, depois nacional e quando começou a aparecer na mídia internacional passou a incomodar os donos do poder. O governo soviético solicitou ajuda aos americanos e o FBI enviou uma equipe. Polícia é polícia, dizia Lúcio Flávio, os tiras se deram bem e após dois longos anos de investigação meticulosa chegaram ao assassino, um pacato professor, casado e pai carinhoso de dois filhos. Preso e ante a infinidade de provas ele confessou e indicou onde estavam enterradas as vítimas, que torturou e seviciou barbaramente antes de matar.
O sistema soviético tinha um método próprio de lidar com criminosos irrecuperáveis. Um dia o professor foi chamado a depor e acompanhado de dois guardas foi introduzido em uma sala onde um terceiro policial os esperava. Um tiro na nuca com silenciador e o caso foi encerrado.
No Brasil ele ainda estaria vivo, provavelmente esperando a regressão da pena para capturar e seviciar mais algumas crianças.


Sidney Borges

Navio, finalmente veremos o navio...



Ubatuba recebe seu primeiro navio de cruzeiros no próximo dia 9

A chegada do navio Island Escape marcará o ingresso de Ubatuba na rota dos cruzeiros marítimos; uma nova era para a atividade turística no município

Ubatuba vai receber no dia 9 de janeiro, próxima quarta-feira, o primeiro navio de cruzeiros, que desembarcará no município cerca de mil passageiros, que ficarão na cidade entre as 9h e as 22h. A chegada do navio Island Escape, da empresa Island Cruises, marcará o ingresso de Ubatuba na rota dos cruzeiros marítimos.
"Nossa administração tem sido marcada pela superação de grandes desafios, como a vinda dos Jogos Regionais, a recuperação de áreas públicas e a intervenção na Santa Casa. A chegada de navios de cruzeiros é mais um desafio que certamente será um marco histórico para a cidade e para nos firmarmos como destino de cruzeiros marítimos, um ramo turístico que está em grande expansão no país. Possuímos todas as características necessárias, muita beleza natural e estamos muito empenhados em deixar tudo preparado para mostrarmos o melhor de Ubatuba a estes turistas", diz o prefeito de Ubatuba, Eduardo Cesar.


Organização

O transatlântico que vai aportar em águas ubatubenses inicia sua viagem no Porto de Santos no dia 8 e também vai passar por Ilha Grande (RJ). O desembarque dos passageiros vai acontecer no Píer do Itaguá e para que tudo aconteça de forma organizada, foi preparada uma operação especial, com aumento no número de policiais e salva-vidas, disponibilidade de transporte gratuito e cinco opções de pacotes turísticos, como passeios de escuna, vôos panorâmicos de helicópteros, visita a praias, aulas de surfe e mergulho. Duas lanchas da Polícia Ambiental e duas viaturas do Corpo de Bombeiros também estarão a postos para agir em caso de emergência.
"O dia 9 de janeiro marcará definitivamente a história de Ubatuba, como uma nova era para o nosso turismo. Estamos nos empenhando incansavelmente desde o início de 2007 para que possamos fazer desta chegada do Island Escape um passo definitivo para a inserção de Ubatuba no mercado nacional e internacional de cruzeiros marítimos", explica o secretário de Turismo de Ubatuba, Luiz Felipe Azevedo, que convida toda a população e empresários a comparecerem ao Píer do Itaguá para prestigiar a chegada do navio. (Fonte: Assessoria de Comunicação PMU)

Caixa 2 no PT? É o fim do mundo!

Marco Aurélio sugere à Receita que investigue caixa 2 do PT gaúcho

Ministro diz que Justiça Eleitoral não tem como investigar acusação, que foi feita por Dirceu à revista “Piauí”


Felipe Recondo
O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Marco Aurélio Mello, cobrou ontem da Receita Federal uma investigação sobre a declaração feita pelo ex-ministro e deputado cassado José Dirceu de que o prédio da sede do PT de Porto Alegre foi construído com recursos de caixa 2. “Era com mala de dinheiro”, disse o ex-deputado, que já foi presidente do PT, em entrevista à revista Piauí deste mês, que chegou às bancas na quinta-feira.

“Isso é um problema da Receita. Ela é que deve ir em cima”, afirmou Marco Aurélio. “Se a sede foi construída com dinheiro de caixa 2, que ela fiscalize. Ela não precisa da quebra generalizada do sigilo de dados para isso”, acrescentou o ministro, crítico da nova norma da Receita que determina que os bancos repassem dados sobre a movimentação financeira de empresas e pessoas físicas.
Leia mais

Boquirroto

Dirceu abala os alicerces da República

Há coisas inconsertáveis. A palavra proferida, a oportunidade perdida e o projétil disparado. Não admitem arrependimento. Dirceu soltou o petardo e agora tenta reverter os estragos inerentes aos artefatos de guerra. Dirceu é um homem em guerra, sempre estará atacando castelos e comandando tropas em cercos monumentais, ainda que imaginários e de fumaça. Dirceu é o anti-arquiteto, o arauto da demolição. Abaixo trechos de sua entrevista à revista Piauí. (Sidney Borges)

O "Lulinha" era outro, diz José Dirceu a Gilberto Carvalho

O ex-ministro José Dirceu está em Salvador, de férias. E foi de lá que telefonou esta tarde para Gilberto Carvalho, chefe de gabinete de Lula. Queria explicar algumas passagens da reportagem publicada sobre ele na mais recente edição da revista Piauí.
Negou que se referisse a Lulinha, filho de Lula, quando contou à repórter Daniela Pinheiro o que aqui foi publicado em nota abaixo sob o título "Lulinha pegava pesado". Segundo ele, o Lulinha era o jornalista Luís Costa Pinto. "Você sabe que a gente nunca chamou Lulinha de Lulinha, mas de Fábio", disse a Carvalho.



Aécio é bom, Serra, melhor. Ciro tem problema, diz Dirceu

* Ciro Gomes, sim, seria um candidato forte [à sucessão de Lula]. Dilma Rousseff e Martha Suplicy têm poucas chances eleitorais, ele [José Dirceu] acha. Ciro Gomes, sim, seria de peso. No almoço em São Paulo, elogiou o deputado eleito pelo Ceará: "Ele foi um excelente ministro: preparado, com iniciativa, boa cabeça politica, leal ao governo e disciplinado; sempre converso com ele", disse. "Mas o Ciro tem um problema: dá a impressão de, contrariado por uma pergunta, ser capaz de levantar e dar um soco no jornalista".
* "Alí, ele tambem revelou ter uma excelente relação com o governador Aécio Neves. Jantam juntos e conversam pelo telefone amiúde. Comentou que o tucano fez um excelente governo: "Ele botou tudo em ordem, tem uma aprovação imensa do eleitorado". Instado a escolher entre Aécio e José Serra, não hesitou: "Posso discordar do que o Serra pensa e faz, mas reconheço que é um ótimo administrador. Ele é obsessivo, trabalha dezesseis horas por dia, sabe mandar e governar. Aécio é bom, mas o Serra é melhor para o Brasil", disse.

Manchetes do dia

Sábado, 05 / 01 / 2007

Folha de São Paulo
"Desemprego nos EUA derruba Bolsas"
A taxa de desemprego nos EUA subiu, em dezembro de 2007, para 5%, o seu maior nível em dois anos. Com isso, cresceram os temores de que a principal economia mundial entre em recessão. As preocupações com a situação norte-americana derrubaram as principais Bolsas mundiais. A Bovespa caiu 2,95%, o índice Dow Jones da Bolsa de Nova York, 1,96%, e a Nasdaq, 3,77%.


O Globo
"Juízes e servidores ameaçam greves e ações contra pacote"
O pacote anunciado pelo governo levantou uma onda de protestos e ameaças de greves e de recursos à Justiça por parte de servidores e juízes federais. A Confederação dos Servidores Federais, que reúne 770 mil funcionários do Executivo, planeja greve geral em março para forçar o governo a conceder aumentos. Os servidores alegam que o governo fez acordo se comprometendo com os reajustes. A Associação dos Juízes Federais pretende recorrer ao STF para garantir a correção dos salários de 1.500 magistrados. Estão sob ameaça de cancelamento concursos para 28.607 vagas de servidor federal. Num primeiro recuo, o governo desistiu de taxar em 0,38% as operações de câmbio entre bancos.


O Estado de São Paulo
"Pacote livra imóveis, mas taxa remessas"
O governo preservou o financiamento da casa própria o pacote que aumentou o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF). A compra de imóveis residenciais por pessoas físicas continua isenta do tributo. No caso de imóveis comerciais, porém, os empréstimos terão o IOF elevado de 0,0041% para 0,0082% por dia, mais um extra de 0,38%. Também será cobrado IOF diário de 0,0082% em operações de empréstimo pessoal, crédito consignado, financiamento de veículos, cheque especial e dívida de cartão de crédito. Nesses casos, o imposto será limitado a um total de 3% por transação. Com o pacote, a Receita Federal espera ampliar a arrecadação de 2008 em pelo menos R$ 8 bilhões. As remessas de lucro e dividendos para o exterior também foram atingidas. Antes isentas, essas operações terão agora IOF de 0,38%. O mesmo vale para transações de câmbio vinculadas a investimentos estrangeiros diretos. O alcance das medidas provocou muitas dúvidas no mercado de câmbio, que praticamente parou ontem à espera de esclarecimentos da Receita.


Jornal do Brasil
"OAB ameaça processo contra prefeitura do Rio"
O presidente da seccional Rio da Ordem dos Advogados do Brasil, Wadih Damous, anunciou que entrará na Justiça contra a prefeitura, caso César Maia mantenha ligadas as lombadas eletrônicas das 22h às 6h. "O município deve governar olhando a cidade como um todo, inclusive a criminalidade. Não é de hoje que assaltantes se aproveitam das lombadas", declarou. Damous cobrou bom senso do secretário municipal de Transportes, Arolde de Oliveira, que disse ao JB considerar a OAB "uma ONG como outra qualquer".

sexta-feira, janeiro 04, 2008

Dirceu dá o recado...

"Lulinha pegava pesado", diz José Dirceu

Da reportagem de 12 páginas de Daniela Pinheiro sobre o ex-ministro José Dirceu publicada na mais recente edição da revista Piaui:
"Aparentemente, ele não guarda ressentimentos de Lula, a quem sempre defende e elogia. Contou que fazia seis meses que não via o presidente e que, no governo, jamais ia ao Palácio da Alvorada sem pedir autorização. Também se lembrou de situações em que sentiu "pouca interlocução" com o presidente.
Uma delas foi quando chegou à imprensa a noticia de que a Telemar injetara R$ 5,2 milhões na Gamecorp - empresa de joguinhos de computador, cujo dono é Fábio Luiz da Silva, filho de Lula. Ele recordou uma reportagem na qual Lulinha inventara frases suas e contava que estivera em reuniões das quais nunca participou.
Dirceu se queixou [a Lulinha] e a resposta foi surpreendente: "Ele se virou para mim e falou: "Ah, mas isso não tem problema não, é só detalhe". Eu falei: "O que é isso, Lulinha, voce está ficando bobo? Isso é seríssimo".
(...) "Para o Lulinha, não importa a verdade", prosseguiu [José Dirceu] . "É assim: estamos aqui tomando cerveja, neste hotel simples, à tarde. Quando o Lulinha conta essa história, ele conta assim: "Estavam os dois, à noite, tomando champagne Cristal no Hotel Ritz,em Paris".
"O Lulinha pegava pesado" [afirma Dirceu]. Na ocasião, Dirceu disse ter procurado o presidente que respondeu: "Você vai ficar enchendo meu saco por causa do Lulinha, Zé Dirceu"? (Do Blog do Noblat)


Nota do Editor - Lula e Lulinha, tal pai, tal filho. (Sidney Borges)

Tarde calma em Ubatuba


Interessante

Supressão de instância

STF nega liberdade para acusados de furtar bicicleta

Fracassou a tentativa de Maico Schafer e Cristiano Tomaz Velho, acusados de furtar uma bicicleta, de arquivar a Ação Penal que tramita contra eles. O pedido, ajuizado pela Defensoria Pública do Rio Grande do Sul, foi negado pela presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Ellen Gracie. A bicicleta foi avaliada em R$ 100. O valor foi devolvido pelos acusados em dinheiro para a vítima.
O objetivo da Defensoria era que o Supremo reconhecesse a prescrição do crime. O pedido de Habeas Corpus contestava, também, decisão do Superior Tribunal de Justiça que negou pedido de suspensão da Ação Penal contra os acusados.
No pedido, a Defensoria solicitou a aplicação do princípio da insignificância e pediu a liberdade dos acusados. Ellen Gracie negou a liminar.
“Não vislumbro a presença dos requisitos necessários para a concessão da tutela pleiteada”, disse a ministra. “Verifico que a matéria de fundo posta na inicial não foi enfrentada pelo Superior Tribunal de Justiça, de modo que a sua análise, neste momento, pelo Supremo Tribunal Federal, configuraria supressão de instância”, considerou.
A ministra encaminhou o processo para a Procuradoria-Geral da República, para que opine sobre o mérito do pedido. O relator do HC é o ministro Celso de Mello. (Conjur)

Rádio

Ondas Curtas

Ontem experimentei ouvir rádio em ondas curtas, como fazia quando era adolescente e passava férias no litoral. Naquela época eu era de esquerda e procurava as verdades da Voz de Pequim ou da Voz de Moscou. A rádio da China era mais interessante, mais viva. Com a revolução cultural em plena efervescência os dinossauros políticos tinham sido removidos e em seu lugar estava a guarda revolucionária. O editor chefe tinha quinze anos e o editor de internacional, mais experiente, dezessete. O melhor programa era dedicado aos milagres decorrentes da leitura do livrinho vermelho do camarada Mao. Curava tudo, era mais eficiente do que urodonal, que tornava a vida contente. Anos depois comprei um exemplar autêntico do livrinho. Em Berlim, na feirinha ao lado do checkpoint Charlie. Demorou muito até que eu notasse que era falso, made in Taiwan. Talvez seja por isso que não tenha poderes curativos. Ou por falha minha, não sei chinês. Voltando ao rádio, tirei o pó do velho Transglobe e o liguei, com a remota esperança de ouvir a Mundial ou a Eldorado de 1968, que com o patrocínio do Esplanada e do Regente da Chrysler informavam as noticias. O velho e alquebrado aparelho funcionou como no dia em que saiu da Três Leões, comprado à prestação. Consegui sintonizar uma rádio do Casaquistão. Estava transmitindo a final do campeonato juvenil de xadrez. Partida emocionante, depois de três horas o desafiante Turgul Pack fez o roque maior, provocando murmúrios na platéia, acho até que pareciam tiros, mas devo ter me enganado. Com sono desliguei a máquina e fui dormir com a rádio Mundial na cabeça. Será que um dia eu sentirei algum tipo de emoção parecida? (Sidney Borges)

Direto da Corte

Engoliu!

No dia 26 de setembro do ano passado, Mônica Bergamo fez uma pequena entrevista com Luiz Estevão a propósito de uma fala de Heloísa Helena, acusada por José Dirceu de ter votado contra a cassação do ex-senador por motivos “impublicáveis”.

Cassado por quebra de decoro parlamentar em 2000, o ex-senador Luiz Estevão volta às páginas de jornais seis anos depois, pela boca de Heloísa Helena, candidata do PSOL à Presidência. Para se defender da suspeita de, naquela época, ter votado pela absolvição de Estevão, ela afirmou, na sabatina da Folha realizada na segunda, 4: "Disseram que eu dormia com o cara [Estevão] (...) Não durmo com homem rico e ordinário. Eu vomito em cima".

A coluna conversou com o ex-senador:

FOLHA - A senadora alguma vez "vomitou" no senhor, ou em outra pessoa?

LUIZ ESTEVÃO - Você quer uma respostinha bem curtinha e legal? Se ela teve alguma ânsia de vômito comigo, ela engoliu.

FOLHA - E os boatos, revelados por ela, de que vocês namoraram?

ESTEVÃO - Não namoramos. De jeito nenhum. Ela tem que ter raiva das pessoas que divulgaram essa sacanagem no Senado. Eu nunca fiz isso. Pelo contrário. Sempre tive um relacionamento maravilhoso com ela [Helena]. Muito bom mesmo. Ela é uma pessoa alegre, divertida. Não tenho queixa. Pelo contrário. Me comovi muito com o fato de ela ter chorado bastante no meu discurso de despedida no Senado.

FOLHA - Ela foi fotografada chorando?

ESTEVÃO - Era uma sessão secreta, não existem fotos nem imagens. Mas ela chorava como criança. Chorava muito. Muito mesmo. Tem que perguntar a ela por que chorou tanto. Por um ano e meio, fui colega da Heloísa Helena e ela jamais ocupou a tribuna ou fez qualquer aparte para fazer qualquer comentário negativo a meu respeito. Nos dávamos maravilhosamente bem. Todos os senadores sabem disso." (Do Blog do Reinaldo Azevedo)

Dama ofendida responde

Arriégua!

Na entrevista à revista Piauí José Dirceu afirmou que a então senadora Heloísa Helena votou contra a cassação de Luiz Estevão “por motivos impublicáveis”. Heloísa Helena, ofendida até o último "pectiniculu" prometeu processar o ex-chefe da Casa Civil. E acrescentou:
“Sei que ele é um medíocre, ladrão dos cofres públicos que vive passeando pelo Brasil com dinheiro público roubado, enquanto eu estou em sala de aula trabalhando. Como ele não tem nada para me atacar, usa uma canalhice como essa para me ofender como mulher. Ele deveria comportar-se como um homem e não como um rato covarde e mentiroso”. (Sidney Borges)

Chapuleta da grampola

O universo e o homem

Paulo Coelho
Tudo no universo vem da mesma fonte. Esta fonte, que chamamos de vida, contêm o nosso passado, o presente, e o futuro. Na medida que o homem caminha adiante, ele pode desintegrar ou harmonizar a energia vital. O mal nasce no momento em que passamos a acreditar que é apenas nosso aquilo que pertence a todos; isso provoca soberba, desejos inúteis, e raiva. Mas aquele que não é possuído pelas coisas, termina sendo dono de tudo. (Leia mais)


Nota do Editor - O texto acima é do campeão de vendas de livros Paulo Coelho. Leia atentamente. Não diz nada. Com esse tipo de literaratura ele ficou milionário. Paulo Coelho acredita em discos voadores. O ex-ministro Gushiken também acredita e o ex-escudeiro Waldomiro Diniz até já voou em um. Eu simpatizo com Paulo Coelho, mas não convidaria os outros dois para a minha casa. (Sidney Borges)

Mau hálito

Dirceu acusa PT gaúcho de construir sede com caixa 2

Em entrevista, ele ataca Raul Pont e Olívio Dutra e defende Delúbio

Clarissa Oliveira
O ex-ministro da Casa Civil e deputado cassado José Dirceu afirmou em entrevista à revista Piauí deste mês que recursos de caixa 2 financiaram a construção da sede do PT em Porto Alegre, um dos principais redutos da sigla. A revelação foi feita em meio a uma bateria de ataques aos também petistas Raul Pont, ex-prefeito de Porto Alegre, e Olívio Dutra, presidente do partido no Estado.

"Ele fica falando que o partido não precisa de coligação... Tenha paciência", disse Dirceu sobre Pont, segundo a revista. "O que fizemos por esse pessoal não é brincadeira. E eles não ajudam em nada, só nos dão pau." Dirceu disse que a sede de Porto Alegre "foi feita só com dinheiro de caixa 2". "Era com mala de dinheiro."
Dirceu lembrou que seu grupo no PT se manteve ao lado de Olívio, quando a denúncia atingiu seu governo. "A gente estava com eles, não os abandonamos em nenhum minuto." Hoje no PSOL, a ex-petista Heloísa Helena também foi alvo. "Ela votou contra a cassação do Luiz Estevão. Votou mesmo, e por motivos impublicáveis. Mas nunca a deixamos sozinha."
O ex-deputado afirmou que "esse pessoal" procurava o então tesoureiro do partido, Delúbio Soares, peça-chave do esquema do mensalão, para pedir dinheiro. "Chegava para Delúbio e falava: "Delúbio, preciso de 1 milhão." Como é que alguém vai arrumar esse dinheiro assim, de uma hora para outra?", argumentou. Quando não recebiam, prosseguiu o ex-ministro, diziam que a direção era autoritária e privilegiava sua própria corrente. "O pobre do Delúbio tinha de ir aos empresários conseguir doações. Aí, estoura o mensalão e esse pessoal vem dizer que o Delúbio era o homem da mala. O que não dizem é que a mala era para eles."
Leia mais

Nota do Editor - Segundo afirmou o ex-ministro, Heloísa Helena votou contra o partido e recebeu apoio. O PT gaucho usou caixa 2 e também recebeu apoio. E malas de grana viva. Conclusão, o conceito de certo e errado é relativo. Quando o erro é dos adversários deve ser apontado aos sete ventos, quando o PT erra devemos calar, o erro petista faz parte do embate político. É inevitável e quando o deslize é pessoal o partido acoberta. Máfia, isso é coisa da máfia. Dirceu agora passa a ser Dom Dirceu, "Il capo di tutti i capi". (Sidney Borges)

Contrato? Que contrato?

Bolívia cortará envio de gás para Cuiabá e Comgás

Governo de Evo Morales diz que não tem condições de cumprir todos os contratos de fornecimento em 2008; Itamaraty não aceita decisão

Denise Chrispim Marin, BRASÍLIA
O governo da Bolívia afirmou ontem que não cumprirá plenamente seus contratos de venda de gás ao Brasil e à Argentina neste ano. Os dois países serão convidados para discutir como será a repartição do combustível quando houver uma elevada demanda nos mercados.

"No fim do ano, produziremos em média 42 milhões de metros cúbicos diários, e essa quantidade não nos permitirá cumprir os contratos com a Argentina e o Brasil", afirmou o ministro de Hidrocarbonetos, Carlos Villegas, em entrevista concedida ao lado do presidente boliviano, Evo Morales. A produção atual ronda os 40 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural, ante a uma demanda interna e externa de 46 milhões de metros cúbicos.O ministro Villegas explicou que, na recente visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao país, foi decidido que neste ano não serão enviados volumes de gás contratados para Cuiabá nem à empresa Comgás, de São Paulo. Será cumprido apenas o contrato da Petrobrás, de 31 milhões de metros cúbicos de gás a São Paulo. O governo brasileiro, porém, afirmou que não concordará com a decisão da Bolívia de cortar o fornecimento de gás para a TermoCuiabá em 2008, informou o Itamaraty.
Leia mais

Pontos a ponderar...

“O tendilhão da Avenida Iperoig”

Corsino Aliste Mezquita
De início deixamos claro que nada temos contra ninguém. Menos contra aqueles que vivem do comércio miúdo da quinquilharia. A todos dedicamos respeito e consideração.
Já o poder público que autoriza, apóia e, supostamente, financia o apocalíptico tendilhão instalado, na Av. Iperoig, merece repúdio, de todos os cidadãos conscientes.
O município e seus munícipes não podem jogar, no “saco do olvido”, o ofício n° 416/2006, de 28 de Junho de 2006, da Secretaria do Patrimônio Geral da União, ao Sr. Prefeito Municipal, proibindo cobertura naquela área, entre outras, pelas razões a seguir:
- “impedir a visão ampla e aberta ao mar em grande extensão na orla marítima em faixa de marinha”;
- “a edificação ao longo da orla impede o livre acesso ao mar”;
- “acarreta também prejuízo à visibilidade da Casa Baltazar Fortes”;
- “por se tratar de cobertura para abrigar a “FEIRA HIPPIE”, ou seja, com finalidade comercial, não existe possibilidade de se fazer cessão gratuita da faixa de marinha a esta prefeitura para implantação deste equipamento”.
Todos os argumentos para impedir o primeiro projeto são aplicáveis ao trambolhão instalado.
Pelo último item, relacionado acima, a Prefeitura de Ubatuba está fazendo uso de algo que não lhe pertence e para o qual não pode ser autorizada por determinações legais da UNIÃO.
Como já falamos em “ASSIMILEMOS A LIÇÃO” a sociedade não pode tolerar o desrespeito à lei, à cidadania, ao patrimônio público e ao meio ambiente para atender interesses de poucos em detrimento de toda a sociedade.
Não podemos olvidar e jogar no esquecimento os mais de, supostamente, R$ 200.000,00 (duzentos mil reais) enterrados em fundações precipitadas, para implantar aquele monumento à estupidez contrariando legislação, bom senso, interesses coletivos, destruindo a paisagem, arrancando amendoeiras centenárias, usando laudos fraudulentos e agredindo, física e moralmente, repórteres e ambientalistas contrários ao projeto.
É necessário termos memória e reagir contra os atrevimentos e desrespeitos dos ocupantes do poder para que não ocorra, em Ubatuba, o que a Folha de S.Paulo e Ubatuba Víbora relataram, no dia 02-01-08, do município paulista de Rosana.
VIVA UBATUBA. Sem dengue e sem caluniadores.

Manchetes do dia

Sexta-feira, 04 / 01 / 2007

Folha de São Paulo
"Governo usa R$ 41 bi para tocar PAC sem Orçamento"
O ministro Paulo Bernardo (Planejamento) afirmou que o montante de recursos do Orçamento de 2007 reservado para ser gasto em 2008 foi recorde: R$ 41 bilhões. Com isso, o governo tentará tocar o Programa de Aceleração do Crescimento enquanto o Orçamento para este ano não for aprovado. A oposição ameaça obstruir a votação da proposta orçamentária devido ao aumento de impostos.


O Globo
"Novo IOF vai pesar mais sobre crédito que a CPMF"
Nas operações de crédito, o custo do aumento do IOF, que dobrou no pacote do governo publicado por decreto ontem à noite, será superior ao que o consumidor vai economizar com o fim da CPMF. Segundo a Associação Nacional dos Executivos de Finanças, só com a alta do IOF de 1,5% para 3%, quem compra uma TV de 26 polegadas em 12 prestações, por exemplo, passará a desembolsar R$ 2.176,56, contra R$ 2.161,08 na alíquota anterior. A diferença é de R$ 15,48, quase o dobro do que o consumidor ganharia com a derrubada da CPMF (R$ 8,16). Além da alíquota maior, de 3%, haverá um adicional de 0,38% nas operações de crédito. O decreto prevê ainda a cobrança de IOF de 0,38% sobre operações que tinha a alíquota zero, como o crédito cooperativa, o crédito penhor, o agrícola e o para exportação. Já a casa própria escapou do IOF.


O Estado de São Paulo
"Oposição ameaça travar Congresso contra pacote"
A oposição pretende reagir ao aumento de impostos anunciado pelo governo para compensar a perda de arrecadação com o fim da CPMF. O principal objetivo é derrubar a elevação da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) cobrada dos bancos - alta estabelecida por medida provisória, o que exige aprovação do Congresso. O clima de guerra pode comprometer a votação do Orçamento e da MP que criou a TV Pública. Tucanos e membros do DEM reclamam que, para convencê-los a prorrogar a Desvinculação de Receitas da União (DRU), o Planalto se comprometeu a não elevar impostos.


Jornal do Brasil
"Para OAB, prefeitura está sendo negligente"
A Ordem dos Advogados do Brasil distribuiu nota ontem afirmando que as vítimas de assaltos e violência nos pardais e lombadas em funcionamento à noite poderão cobrar do município indenização pelos danos, na Justiça. "A prefeitura, quando insiste em por em risco as pessoas, negando-se a rever o funcionamento dos pardais, está sendo negligente", declarou o presidente da Comissão de Estudo e Acompanhamento da Legislação de Trânsito da OAB-RJ, Armando de Souza. A polícia identificou o autor dos disparos que deixaram paraplégico o médico Lídio Toledo Filho, durante tentativa de assalto numa lombada eletrônica no Alto da Boa Vista. O secretário de Transportes do município, Aroldo de Oliveira, reagiu com desdém afirmando que a OAB é "uma ONG como outra qualquer".

quinta-feira, janeiro 03, 2008


Os bravos não choram

Excertos da realidade

Existe um momento na vida em que fantasia e realidade se confundem. Acontece ao redor dos sete anos de idade. Foi por aí que notei a numeração dos dias.
- Hoje é dia 6?
- É. Por que você quer saber, contas a pagar?
- Não, não sei o que é isso. Amanhã é dia sete? E depois é dia oito?
E assim fui perguntando até fazer a pergunta que os leitores devem estar imaginando.
- Amanhã é dia 32?
- Não, é dia primeiro, dia número um.
Por alguns dias não me convenci, depois aceitei como algo imposto e desde aquela época decidi ser contra tudo o que é imposto.
Logo me dei conta dos meses e de seus nomes estranhos. Quando os números dos dias terminavam, o mês mudava de nome. Num passe de mágica decorei todos e também os dias da semana, o que é muito difícil em outra língua, parece que o cérebro não gosta. O único dia que achei fácil em inglês foi o domingo. Contei com a ajuda do sorvete, sundae, embora meu dinheiro só desse para comprar “colegial”. Banana split nem pensar.
Foi por volta dos sete anos que comecei a entender o que é desilusão, tive meu primeiro enfrentamento da realidade. Foi duro, me causou imenso sofrimento.
Descobri que dentro do Mickey tem uma pessoa, aconteceu no Parque Ibirapuera, quando errei a porta do banheiro e entrei no camarim das estrelas do “Show da Disney”.
Confesso que embora meu coração estivesse partido, fui forte, não chorei nem me lamentei.
Naquela noite recusei guaraná e fui dormir sem tocar na sobremesa.


Sidney Borges

TV Víbora: Clássicos

Ne me quitte pas - Jacques Brel

Arte


Hommage à Cézanne, 1900
Huile sur toileH. 1.8 ; L. 2.4
Musée d'Orsay, Paris, France
Denis, Maurice - Arte Nabis / Simbolismo
Em "Hommage à Cézanne, 1900", um grupo de artistas reúne-se para admirar uma natureza morta de Cézanne. Entre eles encontram-se Redon, Vuillard, Bonnard - à direita, com óculos e um cachimbo - e o próprio Denis Comk a sua mulher na extrema direita, partilhando uma adulação por Cézanne. Eram todos membros do grupo Nabis, cujo nome deriva da palavra hebraica "profeta". Estes autores centravam-se no uso da cor e do desenho nas suas obras. «Lembrem-se que uma pintura, antes de ser um cavalo, um nu ou qualquer outra figura, é uma superfície plana coberta de cores distribuidas com uma determinada ordem». Esta famosa definição de Denis aponta para uma abordagem fundamentalmente decorativa da arte. Paradoxalmente, o estilo deste quadro não é particularmente influenciado por Cézanne. A gama sutil de cores rosadas e as tênues nuances de tom são características de Denis nesse período. Católico convicto, Denis pintava frequentemente obras de uma natureza espiritual intensa, que combinam sensações ligadas ao sonho com a realidade concreta. Maurice Denis nasceu em Granville (FR) em 1870 e morreu em Paris (FR) em 1943. (Saiba mais)

A ponderar...

Energia, o fantasma da escassez

Murillo de Aragão
A garantia do abastecimento de energia é o maior desafio para o governo Lula em 2008, bem como a maior perspectiva, depois da descoberta do gigantesco campo de Tupi, na bacia de Santos. No próximo ano, o que pode se esperar de Tupi é a confirmação da sua grandiosidade e da sua viabilidade econômica. Mas a pergunta que todos farão é se o país sofrerá novo racionamento, ou pior, um apagão de energia elétrica.
Segundo estudos do Instituto Acende Brasil, o risco de o país sofrer um apagão elétrico no ano que vem é de 9%, considerando um crescimento de 4,8% da economia. Especialistas do setor avaliam que o percentual aceitável é de apenas 5%. A questão, porém, não se resume à energia elétrica. Para evitar esta crise, o governo pode optar por outra – a do gás.
Se o risco de racionamento de energia é menos provável, o de gás é esperado. Isso porque o governo vem tratando o gás como backup da energia elétrica. Quando há risco de faltar energia, a Petrobras, cumprindo determinação da Aneel, aciona as termelétricas a gás. Como não há excedente do insumo, ao deslocar parte da sua oferta para as térmicas, as indústrias, em conseqüência, deixam de receber o produto.
São Paulo e Rio de Janeiro, os maiores consumidores de gás, foram as cidades escolhidas para absorver o racionamento. Até o momento não foi dada qualquer conotação política à escolha de São Paulo, mas se a crise agravar-se, o crescimento da indústria paulista poderá ser comprometido, e aí, o candidato Serra se sentirá prejudicado.
A longo prazo, o déficit de energia elétrica parece não assustar muito. Os empreendimentos previstos garantem o abastecimento futuro. Já no cenário de curto e médio prazo a chuva será o fator determinante para impedir a crise. Se elas não vierem e o país realmente crescer perto dos 5% previstos, o racionamento será inevitável.
O governo Lula não pode queixar-se da sorte. Primeiro porque repete um erro primário do governo Fernando Henrique, ao relegar o planejamento de um dos setores mais estratégicos para o crescimento. A ministra Dilma Rouuseff, dona da política energética, mantém até hoje o interino Nelson Hubner como titular da pasta de Minas e Energia.
Os encargos e impostos do setor elétrico passaram de 40,23% da conta dos consumidores, em 1999, para 51,58%, em 2006. O custo de R$ 13 bilhões quadruplicou, saltando para R$ 45 bilhões. Além disso, privilegiam-se tarifas demasiadamente baixas, desestimulando novos investimentos.
O gás descoberto em Santos, em 2004, está com o cronograma de exploração atrasado. A Lei do Gás que está sendo discutida no Congresso tramita desde 2005 e somente em novembro passou a ser analisada pelo Senado. A tendência é que depois de aprovada pelos senadores retorne à Câmara. Em 2008, a matéria avançará no Senado. Entretanto, seu retorno à Câmara só deverá ocorrer no fim do ano.
Agora o governo fala em alterar a Lei do Petróleo. Se a medida vier será para fortalecer a Petrobras, e não para incentivar o investimento privado. A estatal, aliás, visando a auto-suficiência em petróleo, deixou em segundo plano a exploração do gás. Com o novo campo de Tupi a empresa deve intensificar essa posição. (Do Blog do Noblat)
Murillo de Aragão é mestre em Ciência Política, doutor em Sociologia pela UnB e presidente da Arko Advice – Análise Política.

Gato por lebre

Cuidado com a propaganda enganosa

No governo de Adolf Hitler, sua grande arma para enganar os povos, inclusive o povo alemão, foi a propaganda. Ela foi usada para esconder as barbáries cometidas contra a dignidade humana, e promover uma imagem gloriosa do cruel governo nazista. Governantes incompetentes usam e abusam da publicidade, pois ela induz o cidadão de bem, a acreditar no que esta à sua frente.
Ai está o pulo do Gato dos espertalhões de plantão, escondem suas falhas e atitudes prejudiciais ao patrimônio público, com enormes gastos em publicidade, logicamente pagos com o dinheiro público, o nosso é claro.
Se seu governante gasta horrores em publicidade, fique de olho nele! Pois algo de muito sério ele está tentando esconder.

Um fraternal abraço e feliz 2008.

Charles Medeiros

Ubatuba em foco

“Casos paralelos”

Corsino Aliste Mezquita
Nos artigos anteriores: “DESCASO” e “PELEGUISMO EXPLÍCITO”, alertamos para problemas graves que já ocasionam desentendimentos internos, na Prefeitura, e denotam descaso com a lei e a moralidade administrativa.
Exemplo prático desse descaso será relatado a seguir. Antes contamos “caso paralelo” e seus desdobramentos.
“Agosto de 1996. Campanha eleitoral em brasa viva. O Sr. Prefeito concedeu por decreto, uso de área pública, de 11.500 m2, na entrada do bairro do Taquaral, para uso do Sindicato dos Funcionários Públicos de Lorena. Finalidade: “Construir sua sede de praia e um balneário”.
Dois cidadãos, (dirigentes sindicais, em Ubatuba), entraram com AÇÃO POPULAR, patrocinada, gratuitamente, pelo Dr. Vicente Malta Pagliuso, contra o decreto do Sr. Prefeito, com pedido de medida liminar.
Em quarenta e oito horas a liminar foi concedida anulando os efeitos do decreto, retornando o imóvel ao patrimônio municipal, declarando o decreto ilegal e obrigando, o Sr. Prefeito, a revoga-lo. Argumento básico: “O Sr. Prefeito não possuía autoridade, para efetuar doação de bem público a particulares”.
Vereadores à época aproveitaram a liminar, conseguida por terceiros, para criar problemas ao Sr. Prefeito. O Sr. Eduardo de Souza César e alguns de seus assessores devem lembrar disso. Aeroplanos, que voaram na época, continuam voando.
Os que moveram a ação, retornado o imóvel ao patrimônio municipal, dela se desligaram e tiveram a grande satisfação de participar da inauguração da EM. José de Souza Simeão, no local por sua ação restituído ao patrimônio público de Ubatuba.
Que teria acontecido se o imóvel tivesse permanecido nas mãos do Sindicato de Lorena?. No mínimo estaríamos hoje sem a ESCOLA. O bairro do Taquaral não teria esse imóvel para acolher e educar suas crianças. Não teria o Ginásio Coberto a serviço da ESCOLA e da COMUNIDADE. Não teríamos área de preservação de 5.500 m2 em volta da ESCOLA”.
Tropeçando na mesma pedra da politicalha atrevida, barata e irresponsável, caso paralelo, idêntico, igualmente desrespeitoso aos cidadãos conscientes e dilapidador do patrimônio do Município de Ubatuba, foi praticado pelo Sr. Eduardo de Souza César, Prefeito Municipal, ao assinar o DECRETO, n° 4807, de 10 de Dezembro de 2007, dispondo sobre a permissão de uso de área pública a ASPEM – Associação dos Servidores e Empregados Públicos Municipais, Autarquias e Fundações de Ubatuba.
O imóvel está localizado na Av. Gov. Abreu Sodré, de frente para a Praia do Perequê –Açu, possui metragem de 12.112,42 m2, é concedido por dez anos, renovável por mais dez e não constam, no Decreto, ações a serem praticadas pela ASPEM para usar produtivamente o imóvel em benefício da comunidade de Ubatuba, proprietária dessa valiosa área.
Apesar da ASPEM ter tomado posse do imóvel, no dia 15-12-07, em festa amplamente divulgada, os vigias, até a presente data, (02-01-08) continuam sendo funcionários públicos municipais. São práticas preocupantes. A promiscuidade entre o público e o privado é fonte de corrupção, desvio de recursos e prática de injustiças.
O Município de Ubatuba, no bairro do Perequê Açu, carece de quase tudo. A EMEI-CRECHE, Profa Maria Alice Leite Silva, espremida junto ao Campo de Futebol não tem para onde se expandir e não consegue atender a clientela. O Terminal Turístico, na área que foi adaptada para escola, abriga a Guarda Municipal. O Posto de Saúde está em prédio alugado etc. etc. O Município teve que desapropriar área para construir a escola que, hoje, recebe nome da Profa Marina Salete Nepomuceno do Amaral porque, no passado, alguém tinha praticado ação semelhante à constante do Decreto, n° 4807/ 07, e, a área, agora doada a ASPEM, estava indisponível, para o Município de Ubatuba, por causa de ação que tramitava na Justiça.
Outras considerações poderiam ser feitas. Apenas registramos que é assunto gravíssimo e que os Senhores Vereadores não podem se omitir. O patrimônio de Ubatuba é de todos os cidadãos e não pode ser dilapidado entregando-o a grupos particulares com fins eleitoreiros.

Recado


Para concluir registro, como recado a um crítico desinformado, intempestivo, arbitrário, desconhecedor de minha história e da do município de Ubatuba, que não se trata de bla...bla... bla...Os problemas relacionados são graves. Mutilam, empobrecem e aviltam o patrimônio público municipal de Ubatuba.
Informo que nunca fui pelego de ninguém e nádie me exigiu calar ou “tampou minha boca”. Nos cargos que ocupei sempre falei, nas horas e nos locais oportunos. Falei bastante. Falei como cavaleiro. Nunca como pelego. Por falar em cavaleiro, o DA TRISTE FIGURA já sentenciava: “POR DEUS, SANCHO, É DESVENTURADO E MALVADO O HOMEM QUE FALA MAL DO PRÓXIMO POR OUVIR FALAR A OUTREM”. (Provérbio espanhol atribuído ao QUIXOTE).
VIVA UBATUBA. Sem dengue e sem caluniadores.

Manchetes do dia

Quinta-feira, 03 / 01 / 2007

Folha de São Paulo
"Imposto sobe para compensar CPMF"
O governo federal decidiu aumentar em R$ 10 bilhões a tributação sobre o sistema financeiro para compensar a perda de arrecadação causada pelo fim da CPMF, o chamado imposto do cheque. A equipe econômica estima que, sem a contribuição, R$ 38 bilhões deixem de ser arrecadados neste ano. O ministro Guido Mantega (Fazenda) anunciou altas no IOF.


O Globo
"No 1º dia sem CPMF, Lula sobe impostos e corta gastos"
No primeiro dia útil sem CPMF, o governo anunciou um pacote de medidas que combinam o aumento de impostos e cortes nos gastos públicos, principalmente nos investimentos. Vão subir o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF), pago por pessoas físicas e jurídicas que recorram a qualquer forma de crédito, e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL), que taxa o setor financeiro. O aperto inclui a suspensão de reajustes salariais de servidores e a revisão dos novos concursos públicos. Mas o governo garante que os programas sociais e as obras do PAC não serão afetadas. Com o pacote, as ações de bancos caíram mais de 5%. Para os economistas, os consumidores pagarão a conta.


O Estado de São Paulo
"Governo aumenta impostos para arrecadar mais R$ 10 bi"
O ano começa com aumento de impostos para compensar o fim da CPMF. O governo anunciou um pacote que eleva todas as alíquotas do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) e passa de 9% para 15% a alíquota da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido do setor financeiro. As duas medidas engordam a arrecadação federal em R$ 10 bilhões. O IOF para as pessoas físicas foi duplicado e nas operações de crédito e câmbio cresceu 0,38 ponto percentual. Os ministros da Fazenda, Guido Mantega, e do Planejamento, Paulo Bernardo, prometeram ainda cortes de R$ 20 bilhões nos gastos dos três Poderes e reestimaram em mais R$ 10 bilhões a arrecadação prevista para 2008. "Trocamos seis por meia dúzia", disse Mantega, referindo-se ao fim da CPMF. A oposição se considerou traída pelo governo.


Jornal do Brasil
"Prefeitura lava as mãos para violência"
O ex-médico da Seleção Lídio Toledo disse que seu filho pode ficar paraplégico. Lídio Toledo Filho foi atingido por uma bala durante tentativa de assalto numa lombada eletrônica no Alto da Boa Vista. Mas o secretário municipal de Transportes, Aroldo Oliveira, declarou que só desligará as lombadas à noite se a Polícia Militar admitir publicamente que os locais são alvo de bandidos. "Minha função é diminuir o número de acidentes de trânsito e a fiscalização eletrônica tem cumprido a função", afirma.

quarta-feira, janeiro 02, 2008

Conforme previu Nostradamus

Fogo morto
TJ deve declarar inconstitucional taxa de bombeiro


por Silvio Luís de Camargo Saiki

I — A instituição da Taxa de Bombeiro

Diante da dificuldade estatal de manter Corpos de Bombeiros em todos os municípios, o Estado de São Paulo, com base na Lei 684, de 30 de setembro de 1975,[1] autorizou o Poder Executivo Estadual a celebrar convênios de cooperação com municípios para a manutenção de unidades do Corpo de Bombeiros no território das respectivas municipalidades, devendo o Estado fornecer os efetivos (policiais militares do corpo de bombeiros) e as prefeituras locais subsidiar as necessidades materiais para o funcionamento das unidades instaladas.

Leia mais

Desmandos

Corrupção deixa em crise cidade de Rosana (SP)

CRISTIANO MACHADO Colaboração para a Agência Folha, em Rosana
Com um orçamento anual de R$ 52 milhões, Rosana (762 km de São Paulo) é exemplo de como a corrupção influencia no dia-a-dia da população.
No município, que teve seis dos nove vereadores presos e está endividado em R$ 42 milhões, há postos de saúde sem remédios, hospital com parte do atendimento suspenso por falta de verba, entidades assistenciais fechadas por atraso no repasse de recursos e prédios públicos abandonados.
Crises financeira e política se misturam na cidade. No dia 6 de dezembro, 41 pessoas foram presas sob suspeita de desviar, em três anos, quase R$ 60 milhões da prefeitura. Entre elas estão seis vereadores, servidores públicos, empresários e o prefeito cassado Jurandir Pinheiro (sem partido), que governou a cidade até agosto.
Corrupção no município leva o nome de "parceria comercial". Pelo menos foi esse o termo usado pelo suposto chefe do esquema, o empresário Rogério Phelipe, ao propor pagamento de R$ 400 mil de propina para a atual prefeita, Aparecida de Oliveira (PMN), no cargo desde setembro. O diálogo foi registrado em vídeo.

Leia mais

Uma pedra de gelo urgente...

Orra meu, que calor!

A cidade fervilha, pulsa, resfolega. É gente a dar com o pau, expressão antiga que significa muito, bastante. A rapaziada usa a língua inglesa para definir a mesma coisa: tá crowd (pronuncia-se cráude). Tem gente a bangu na cidade. Tá muito crowd, eu diria crowd à beça, Ubatuba está craudérrima. Há um único senão a nós, ubatubenses, o trânsito complicado. Para os turistas não muda nada, estão acostumados, pelo menos os de São Paulo. Os comerciantes riem à toa, como ricos que estão. Ontem encontrei de passagem um amigo dono de restaurante. Ele me cumprimentou sorridente, manteve o sorriso durante a breve conversa sobre o tempo e continuou a sorrir depois que nos despedimos. Minha sobrinha perguntou se ele ia tirar fotografia. Por que, perguntei? Ele está fazendo cheese disse ela. Hoje eu o vi no mesmo lugar fazendo cheese. Grana no bolso não é tudo, mas é cem por cento. Enquanto cometo estas mal traçadas o céu se enche de nuvens, parece que vamos ter chuva. Não vai ser de todo mau, a temperatura tende a baixar quando chove e o calor que está fazendo é senegalesco, o que quer dizer do Senegal, que é um lugar muito bão quando se é um negão. (Sidney Borges)

Renascer

Apóstolo da Renascer sai da prisão nos EUA; bispa entra nos próximos dias

da Folha Online
O apóstolo Estevam Hernandes, fundador da Igreja Renascer em Cristo deixou a cadeia nos EUA no dia 29 de dezembro e começou a cumprir a pena de prisão domiciliar. A notícia só foi divulgada nesta quarta. A bispa Sônia Hernandes deve se apresentar à Justiça norte-americana nos próximos dias para cumprir os 140 dias de reclusão a que foi condenada em agosto.
Desde que deixou a prisão, Estevam começou a pregar, via satélite, para os fiéis da Renascer no Brasil. O apóstolo ministrou, inclusive, o culto de Ano Novo, no dia 31 de dezembro. Segundo o site da igreja, mais de 100 mil pessoas acompanharam a pregação por meio do Portal iGospel em mais de 25 regionais.

Leia mais



Ubatuba urgente

Jornal Ubatuba Agora

Está nas bancas a edição especial com 32 páginas, sendo 24 coloridas e oito para você colorir. Não perca, o Magalha conta tudo que você sempre quis saber mas tinha medo de perguntar. Vou correndo reservar o meu exemplar. (Sidney Borges)

Preço promocional
Apenas R$ 1,00
Leia e Assine 3832-1746

Sem cigarro



Proibição do fumo em bares e restaurantes entra em vigor à 0h na França

Segundo o governo francês, o objetivo é reduzir o número de mortes ligadas ao fumo.

Ana Carolina Moraes - BBC
De Paris - A partir desta terça-feira, dia 1º de janeiro, entra em vigor na França um decreto que proíbe fumar em todos os bares, restaurantes, discotecas e cassinos do país. A proibição, que começa a ser aplicada no primeiro dia do ano, é o resultado do avanço de 30 anos de uma legislação cada vez mais restritiva contra o cigarro. Em 2003, a venda foi proibida aos menores de idade, e desde fevereiro de 2007 os franceses já não podem mais fumar em locais públicos como escolas e empresas. Segundo o governo francês, o objetivo é reduzir o número de mortes ligadas ao cigarro - 66 mil por ano - e proteger os fumantes passivos. O Ministério da Saúde afirma que 5 mil pessoas morrem por ano na França devido à exposição involuntária ao tabaco.

Leia mais

Aviso aos navegantes...

Jogo limpo
Pesquisas devem ser registradas na Justiça Eleitoral

A partir desta terça-feira (1º/1), é obrigatório o registro, na Justiça Eleitoral, de pesquisas de opinião sobre a eleição municipal deste ano.
Segundo o artigo 33 da Lei das Eleições, entidades ou empresas devem registrar as informações até cinco dias antes da divulgação das pesquisas ao público.
As empresas deverão informar: quem contratou a pesquisa; valor e origem das despesas; metodologia e período; plano amostral e ponderação sobre sexo, idade, grau de instrução, nível econômico e área onde foi feita; intervalo de confiança e margem de erro; sistema interno de controle e fiscalização da coleta de dados; e questionário aplicado;
Como as eleições de 2008 serão municipais, as informações serão registradas na cidade sobre a qual a pesquisa trata. A Justiça Eleitoral afixará comunicado sobre o registro para que outros partidos sabiam dela. A oposição poderá consultar a pesquisa no prazo de 30 dias.
A divulgação de pesquisa sem registro sujeita os responsáveis a multa no valor de 50 mil a 100 mil Ufir (cada um é R$ 1,0641). A divulgação de pesquisa fraudulenta constitui crime, punível com prisão de seis meses a um ano e multa.
Revista Consultor Jurídico, 1 de janeiro de 2008

Chávez imita Chaves

Sem reféns, negociadores voltam para casa e parentes lamentam

Chávez, no entanto, afirma que operação de resgate na Colômbia deve continuar 'de outra maneira'

Ruth Costas, CARACAS
Após quase uma semana de expectativa, o clima de frustração tomou conta de todos os envolvidos na operação para resgatar três reféns das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), organizada pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez, e suspensa pelas Farc na segunda-feira.

"Acreditávamos que iríamos festejar o início do ano na Colômbia com o resto de toda nossa família", lamentou, em Caracas, Ivan Rojas, irmão de Clara Rojas, uma das reféns que seria solta. "Ainda assim, quero ressaltar que a operação foi apenas suspensa temporariamente, não abortada, e só sairemos de Caracas quando estivermos com nossos parentes." O assessor internacional da Presidência brasileira, Marco Aurélio Garcia, que integrava a comissão internacional organizada para avalizar a operação de resgate, também admitiu que estava decepcionado. "Todos perderam um pouco", disse antes de embarcar para Brasília. "Ao menos colocamos o tema das negociações humanitárias na ordem do dia." Ao chegar na base aérea de Brasília, Garcia, disse que ainda não há nenhum prazo previsto para uma possível retomada das conversas nem do cenário político que prevalecerá nesse momento. Mesmo assim, esquivou-se de qualificar o resultado da operação como um fracasso.
Leia mais

Ubatuba em foco

Aos Cidadãos de Ubatuba

Iniciamos 2008, e estamos reafirmando nossas ações em defesa da Cidadania, da garantia Constitucional dos Direitos de nossa comunidade. O Orçamento de 2008 foi publicado, e nele se encontra 33 (trinta e três) Emendas Parlamentares de minha autoria, Emendas estas, fruto de solicitações da comunidade, nos diversos pontos de nossa querida Ubatuba. Citarei algumas Emendas aprovadas: Programa de Conservação e Melhorias de Logradouros Públicos, Sistema de Monitoramento com Câmeras nas Escolas Municipais, Banco da Mulher Empreendedora, Programa de Medicina Preventiva, Projeto Urbanístico para Pontos de Táxis, Construção de Unidade Escolar na Tabatinga, Aquisição de Veículo Apropriado para o Transporte de Esportistas, Pró-Labore á Policia Militar, Incentivo ao Turismo Rural, Portais de Acesso ao Município com Sistema de Monitoramento por Câmeras, Incentivo ao Turismo Cultural e de Eventos, Projeto de Recuperação, Urbanização e Iluminação da Ciclovia Tabatinga-Lagoinha e Perequê Mirim- Lázaro, Pavimentação da Estrada do Camburi e Recapeamento da Estrada da Piçinguaba, Programa Municipal de Apoio as Comunidades tradicionais etc... As Emendas apresentadas, e as demais têm por finalidade dar qualidade de vida á Comunidade de Ubatuba, e preparar nosso Município para receber com qualidade nossos turistas e veranistas. As Emendas foram aprovadas e sancionadas, agora é importante que todos lutem em conjunto, para que sejam aplicadas e tornem se efetivamente uma realidade Executiva.

Charles Medeiros
Vereador de Ubatuba, e autor de 33 das 34 Emendas aprovada para o Orçamento de 2008

Manchetes do dia

Quarta-feira, 02 / 01 / 2007

Folha de São Paulo
"No Quênia, 50 morrem queimados em templo"
Protestos contra fraudes eleitorais no Quênia transformaram-se numa violenta luta de etnias. Ao menos 250 já morreram nos conflitos. Cerca de 50 foram queimados vivos em Eldoret, num templo da Assembléia de Deus onde se refugiaram após ter suas casas incendiadas. Crianças e mulheres tentaram escapar, mas os algozes mantiveram as portas fechadas.


O Globo
"TSE antecipa calendário e já proíbe práticas eleitoreiras"
O TSE dificultou a vida dos políticos que usam práticas eleitoreiras para conseguir votos. Desde ontem, a administração pública está proibida de criar e ampliar programas sociais e de distribuir bens, valores ou benefícios, com exceção dos casos de calamidade e emergência. Nas eleições anteriores, essas restrições entravam em vigor três meses antes do pleito, mas agora passam a valer no primeiro dia do ano eleitoral. Apenas programas e benefícios em curso e com previsão orçamentária podem continuar. As novas regras poderão dificultar a ampliação do Bolsa Família, porque o Orçamento de 2008, que prevê o aumento das verbas do programa de R$ 8,6 bilhões para R$ 10,4 bilhões, ainda não foi aprovado.


O Estado de São Paulo
"Litoral sem infra-estrutura faz paulista adiantar retorno"
Falta de água nas torneiras e até de garrafinhas de água potável, calor forte, congestionamento nas ruas e filas nos restaurantes marcaram o feriadão no litoral paulista. Por esse motivo, dos quase 600 mil veículos que desceram a serra para passar o revéillon na praia, a maior parte já havia retornado para São Paulo no primeiro dia do ano. Mesmo com a Operação Subida iniciada à 1 hora do primeiro dia do ano, o trânsito para o retorno à capital pelo Sistema Anchieta-Imigrantes foi intenso durante todo o dia, com diversos pontos de lentidão. Acidentes - seis deles com motociclistas - ajudaram a piorar o congestionamento na Imigrantes. Desde o dia 27, foram registrados 138 acidentes envolvendo motos no sistema. Os mais prejudicados no retorno para casa foram os turistas que passaram a virada do ano no litoral sul. Na Praia Grande, a comerciante Lourdes Oliveira, de 37 anos, reclamou dos problemas causados pela falta de estrutura para receber turistas. "Gelo a gente não encontra mais. E nem consegue ir ao mercado, que sempre está lotado".


Jornal do Brasil
"Violência e lixo sujaram a festa"
O réveillon nas praias do Rio reuniu 3 milhões de pessoas, mas deixou um saldo negativo. Houve seis baleados ou atingidos por balas perdidas em Copacabana e Ipanema. Elias Gabriel da Silva, de 29 anos, ferido numa briga em Ipanema, morreu ontem no Hospital Miguel Couto. Em Copacabana, o ferido mais grave foi Gustavo Almeida Queiroz, 24 anos, que levou um tiro no tórax. Na passagem de 2006 para 2007, nenhum caso foi registrado. Outro dado negativo foi o volume de lixo nas praias, quase 40% maior este ano.

terça-feira, janeiro 01, 2008


Falta d’água castiga turista no litoral de São Paulo

Praia Grande, São Sebastião, Caraguatatuba, Ubatuba e Guarujá, são afetados; Sabesp responsabiliza consumo

Rejane Lima - O Estado de S. Paulo
SANTOS - Praia Grande, São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba estão enfrentando problemas de abastecimento de água nesse feriado de ano-novo.
A publicitária Tatiany Pedroza, de 22 anos, que chegou em Praia Grande na sexta-feira para passar a virada de ano com um grupo de amigas em um apartamento na Vila Tupy, já decidiu antecipar do dia 6 para o dia 2 a volta para a capital, onde mora.
Ela e as três amigas, moradoras do Tatuapé, foram flagradas tomando banho de biquíni na frente de uma distribuidora de água, onde compraram dois galões de 20 litros por R$ 5,50 cada, quantidade gasta no banho das quatro jovens, com direito a sabonete e xampu. "Liguei para uma amiga que está no Boqueirão e outra na Vila Caiçara e perguntei se a gente poderia tomar banho lá, mas não teve jeito, pois está faltando água lá também", explica.

Leia mais

TV Víbora: Tom Jones

"What's New Pussycat?"
Tocava diariamente no programa "Disque Disco" de Miguel Vaccaro Neto, Rádio América, São Paulo, 1965.

2008

Jorge Ben - "Mas que nada"

Mas que nada (Jorge Ben) - Jorge Ben; cd: "Que Maravilha". Ouça aqui
Saiba mais aqui sobre o autor e intérprete. Aqui, a letra da música.
(Do Blog do Noblat)

Chávez imita Chaves no filme "Trapalhadas"

Após mensagem das Farc, Chávez anuncia suspensão de operação

Em comunicado, guerrilha diz que operações do Exército colombiano torna impossível entrega dos reféns

Mariana Della Barba, CARACAS
Depois de cinco dias de impasse, o presidente venezuelano, Hugo Chávez, suspendeu ontem seu plano para resgatar três reféns em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) na selva colombiana. Chávez disse ter sido informado pelos guerrilheiros de que eles não poderiam entregar os seqüestrados por causa de ações militares do governo colombiano na região.

"Insistir na operação agora colocaria em perigo a vida dos reféns e dos membros das Farc", disse o venezuelano, citando a carta do grupo. O presidente colombiano, Álvaro Uribe, negou que haja na região em que os reféns podem ser entregues qualquer operação do Exército do país. "Não há iniciativas militares na região nas duas últimas semanas, nem combates, na região. Desde o começo, concordamos em não obstruir o resgate", afirmou Uribe, que, pela manhã, tinha viajado até Villavicencio, local onde desde sábado estão os observadores internacionais que testemunhariam a operação - entre eles, o ex-presidente argentino Néstor Kirchner e o assessor especial de relações exteriores do Palácio do Planalto, Marco Aurélio Garcia.
"Mais que isso, acabamos de concordar com os representantes internacionais para que se abra um corredor livre de atividades militares da nossa parte para que os guerrilheiros possam transportar os reféns do cativeiro até o suposto local em que serão entregues", prosseguiu Uribe, lembrando que há dezenas de motivos e experiência passadas para que não se confie na palavra Farc.
Leia mais

Nota do Editor - O assessor Marco Aurélio Garcia entrou em negociações com Hollywood. Vai vender os direitos de filmagem de sua odisséia na selva. Os proventos somados à aposentadoria especial por "atividade insalubre em prol da causa socialista", permitirão uma vida pacata e singela, dedicada aos estudos aprofundados das citações de Lula. Nosso Guia escreve por metáforas, como Nostradamus, aliás há quem diga que ele é a reencarnação do próprio, que previu em 1558 a queda do Corinthians e o ostracismo de José Dirceu. De príncipe a reles mercador via mensalão. Quem haveria de entender isso no século XVI? (Sidney Borges)

Fogos


Foi bonita a festa. Bem organizada, na dose certa, parabéns aos responsáveis. Ubatubenses e turistas não se furtaram em elogiar a beleza do espetáculo.

Perigo nos céus

EUA: Nasa afirma que aviação comercial é arriscada

A Agência Espacial Americana (Nasa) divulgou hoje parte de um relatório sobre segurança aérea no qual evidencia que a aviação comercial nos Estados Unidos é muito mais arriscada do que o admitido pelo governo americano.
O relatório, no entanto, recebeu hoje uma avalanche de críticas de especialistas e jornalistas, já que parte da informação está encriptada, pois, segundo o administrador da Nasa, Michael Griffin, a agência não quer que os dados sejam manipulados.
A Nasa decidiu divulgar o relatório ao mesmo tempo em que concedia uma curta entrevista coletiva, por isso não foi possível questionar a Griffin e a outros diretores da Nasa sobre o conteúdo do mesmo.
Parte do resultado do estudo, baseado em entrevistas com 8 mil pilotos por ano entre 2001 e 2004, já foi antecipado pelo próprio Griffin em seu comparecimento perante o Congresso americano em novembro.

Leia mais

Manchetes do dia

Terça-feira, 01 / 01 / 2008

Folha de São Paulo
"Cresce nos EUA temor de crise econômica em 2008"
Levantamentos recentes e depoimentos de analistas mostram que boa parte dos norte-americanos tem medo de que os EUA entrem em uma recessão neste ano. Economistas divergem sobre a extensão da crise, mas cresce o grupo dos preocupados, como Martin Feldstein, de Harvard, que calcula 50% de risco de recessão em 2008.


O Globo
"Bailão da paz abre 2008"
Um grande baile funk reuniu, em paz, cerca de 2 milhões de pessoas na festa de réveillon na Praia de Copacabana. O ritmo do batidão marcou os festejos da chegada de 2008, justamente no ano dedicado à comemoração dos 50 anos da Bossa Nova. A queima de fogos começou um minuto antes da meia-noite, surpreendendo o público, que, assim, não acompanhou a contagem regressiva, anunciada como a grande novidade. Em compensação, os fogos duraram mais tempo do que nos anos anteriores - 23 minutos. Os novos efeitos, homenageando o Cristo Redentor, eleito uma das Sete Novas Maravilhas do Mundo, e os Jogos Panamericanos, foram vistos com nitidez em toda a Avenida Atlântica. Em Ipanema, foi maior o número de jovens, atraídos pelo som eletrônico de 20 DJs. No Flamengo, o público assistiu a dois espetáculos: a queima de fogos na praia carioca e na de Icaraí, em Niterói, do outro lado da Baía de Guanabara. O novo ano começa sem a CPMF e vai marcar o fim da era César Maia, após 11 anos na Prefeitura do Rio.


O Estado de São Paulo
"Investimento estrangeiro vai seguir em alta"
Apesar da desaceleração da economia dos EUA, o ambiente global seguirá favorável este ano para investimentos estrangeiros no Brasil. Análise elaborada pela Secretaria Brasileira de Estudos de Empresas Transacionais e da Globalização mostra que a expectativa de crescimento e o tamanho do mercado brasileiro são fatores positivos para a atração de investimentos até 2009. Nesses quesitos, o País está em posição equivalente à da China, Índia e Rússia. Outro impulso, conforme o estudo, é o grau de investimento que as agências de risco devem conceder ao Brasil este ano - status que anima investidores globais. O movimento já foi antecipado em 2007 na bolsa de valores e tende a se manter até dois anos após a obtenção da nova classificação de risco. Além disto, com os preços das commodities em alta, puxados pela demanda de petróleo, gás e metais, países em desenvolvimento tendem a ser, cada vez mais, destino preferencial de novos investimentos.


Jornal do Brasil
"O maior réveillon do mundo!"
Uma explosão de cores e formas marcou a queima de fogos na orla de Copacabana. Foram quase 20 minutos, com 2 milhões de pessoas aplaudindo o maior evento desse tipo no mundo. Se depender de alegria, 2008 chegou com força.

segunda-feira, dezembro 31, 2007

TV Víbora: Nancy Sinatra

These Boots Are made For Walking Original

TV Víbora - Chris Montez

The More I See You

TV Víbora: The Platters

I Only Have Eyes For You

TV Víbora: My Girl

The Temptations - 1965


Editorial

Um ano que promete

2007 vive os últimos momentos, em algumas horas estaremos em 2008, ano que promete emoções. O Brasil continua onde sempre esteve, com problemas estruturais que parecem não ter solução, embora o governo afirme que atingimos o paraíso. No começo de dezembro nossa economia foi equiparada às de Inglaterra e França. Alguns jornalistas de longo percurso repetiram a falácia, até que a realidade lançou um raio esclarecedor e a verdade foi restaurada. Estamos onde sempre estivemos e onde continuaremos até o dia em que o governo entender que o fator primordial de enriquecimento das nações é o povo educado. Ubatuba vai ser palco de uma luta renhida pela prefeitura. Por enquanto há três forças se preparando para o torneio. O prefeito Eduardo Cesar tenta quebrar o tabu ubatubense de não reeleger prefeitos. Como dono da máquina é natural que seja apontado como favorito. No entanto, as consultas ao povo têm apontado o ex-prefeito Paulo Ramos na liderança. A terceira força nasce do PSDB e seus aliados, que se não repetirem os erros das últimas três eleições podem almejar as batatas do vencedor. As pesquisas de hoje não refletem com exatidão a força dos candidatos. Paulo e Eduardo levam a vantagem da memorização espontânea. Quando as campanhas saírem às ruas para valer, depois do carnaval, o conceito do voto começará a se formar nas cabeças dos eleitores. Prestem atenção a um detalhe, o índice de rejeição. Paulo, Eduardo e Tuzino praticamente empatam nesse quesito. Caribé e Charles estão em situação mais confortável. Outro detalhe importante, o tradicional toma lá dá cá, que caracteriza o processo eleitoral ubatubense vai proporcionar surpresas. Todo proprietário de um celular com câmera é hoje um potencial investigador, basta uma foto de atitude suspeita para a candidatura correr risco. Muitas serão contestadas, os homens fazem o que sabem e os políticos de Ubatuba, desde a chegada das caravelas trocam votos por camisetas, cestas básicas, caminhões de terra e outros mimos. Ainda que se lhes diga que isso pode dar problemas, rirão na sua cara. Aqui sempre foi assim e vai continuar sendo. Talvez tenham razão, os tribunais não têm sido maus com os maus políticos da terra. Ninguém jamais foi condenado por improbidade ou malversação. Alguém me pede para ter paciência, a justiça é lenta, porém implacável. Eu tenho toda a paciência do mundo. Os governos são transitórios, o Ubatuba Víbora é perene. E cada vez mais independente. Mais comprometido com os fatos. Feliz ano novo.

Sidney Borges
 
Free counter and web stats