sábado, novembro 24, 2007


Ubatuba

Terceira via

Há de se destacar que junto à população muito se fala em terceira via. Essa idéia foi implantada inicialmente pelo nosso partido desde quando o grupo começou a premeditar a versão de constituir uma base política forte, confiável e que realmente tivesse como pressuposto a realização de mudanças radicais e positivas na forma de administrar o município e melhoria de vida de toda a população. Terceira via, como o próprio nome já diz, é opção nova, algo para mudar e se tem que mudar deve ser para melhor. O PTB é com certeza a terceira via mais organizada e poderá se compor com aqueles que se coloquem em posição de terceiros interessados incertos e não sabidos que têm vontade de buscar dias melhores para Ubatuba. Não adianta ficar enganando a população. Ubatuba precisa mudar isso quase todos estão percebendo, entretanto, essas mudanças devem ser radicais, caso contrário não será uma terceira via com propósitos positivos. Não se pode querer trilhar caminhos para administrar com responsabilidade a coisa pública pretendendo vencer as eleições ao pregar a terceira via, enquanto que ao mesmo tempo se tenta apoiar em elementos que são conhecidamente das vias já polarizadas da nossa política local, isto seria o mesmo que querer chegar ao poder a qualquer custo valendo-se exclusivamente da soma de votos. O PTB de Ubatuba tem novas idéias, novas pessoas, responsabilidade, independência, coragem e, se necessário for, saberá também renunciar àquilo que porventura possa pôr em risco suas metas de melhorias junto à sociedade.O PTB não está para enganar e nem pregar a demagogia como forma de alcançar o poder a qualquer preço, pois, este se adquire com trabalho e competência, junto a companhias de pessoas honestas e idealizadoras do bem comum.


Diretório do PTB de Ubatuba.
ptbu14batuba@hotmail.com
www.ptbubatuba14blogspot.com

Reflexões bolivarianas

A história manda ter cautela

Desde a adolescência leio tudo o que me cai nas mãos sobre o nazismo. A motivação teve início quando encontrei um exemplar da revista Life em meio a cacarecos velhos no sótão da casa de meus pais, eu tinha doze ou treze anos. Havia uma reportagem fotográfica do campo de concentração de Auschwitz. Fiquei chocado, sem poder dormir direito por muito tempo, na verdade aquelas fotos ainda me causam espécie. Nessa época eu já alimentava desconfianças a respeito do ser humano, que para mim nasce e morre com sérios defeitos de concepção, mas isso é outra história. Um dia escreverei sobre meus projetos de mudança do mundo, que acho completamente errado. Naquele momento a televisão passava, por coincidência, uma série denominada Winston Churchill, sobre a vida do primeiro ministro inglês durante o conflito mundial. Uma coisa chama a outra e acabei lendo Mein Kampf, de Adolf Hitler, em tradução portuguesa. O livro é medíocre, mas revelador. Mostra em detalhes o pensamento do homem que iria mudar a história da Europa. Está tudo lá, para quem tiver interesse há exemplares disponíveis em sebos. Pode-se dizer muita coisa de Hitler, que foi um maluco, que suas idéias eram e são abomináveis, que causou a morte de quarenta milhões de pessoas, que perseguiu injustamente judeus, ciganos e outras minorias étnicas e religiosas. É tudo verdade. Só não podemos dizer que mentiu. Seus planos estão escritos de forma clara e cristalina no “Minha Vida”. Porque o mundo se disse surpreendido quando ele começou a atacar a gregos e troianos? Eu suponho que não o levaram a sério por ser político, ao longo da história seus pares sempre prometeram e não cumpriram. Hitler foi um louco sanguinário sincero, disse a verdade, anunciou que iria conquistar o mundo e quando alcançou o poder tentou. Acabou dando com os burros n’água, é verdade, mas quase conseguiu. Não fosse o seu ódio aos judeus e a Alemanha teria produzido artefatos nucleares antes dos americanos. Agora estou assistindo verdadeiramente extasiado a escalada democrática de Chávez, que não tem paralelo com Hitler, mas que poderá nos causar choro e ranger de dentes. Há uma ressalva, venezuelanos não são alemães, não vão entrar na onda da obediência cega, mas temo por problemas na América do Sul com a assinatura de Chávez. Porque ele está se armando? A quem ele quer intimidar? Espero estar errado, espero ver a Venezuela desenvolvida e rica com o dinheiro do petróleo. Chávez tem uma oportunidade de ouro nas mãos. Que faça bom uso dos milhões de dólares que brotam do subsolo venezuelano. E esqueça os sonhos napoleônicos. (Sidney Borges)

Por qué no te callas?

Hugo Chávez insulta e ameaça com prisão religiosos na Venezuela

da France Presse, em Caracas
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, insultou e ameaçou na noite desta sexta-feira enviar para a prisão os principais religiosos do país, caso se envolvam em ações que desestabilizem seu governo, em mais uma polêmica.
"Reitor [Luis] Ugalde, uma vez o perdoei, mas se o fizer outra vez vai parar em [na prisão] Yare, com batina e tudo. E você também cardeal", disse Chávez, a respeito de declarações do reitor da Universidade Católica Andrés Bello e do cardeal Jorge Urosa Sabino contra a reforma constitucional.
O presidente venezuelano chamou de "vagabundos", "meliantes", "aduladores", "estúpidos" e "retardados mentais", entre outras coisas, membros da hierarquia da Igreja Católica, que criticou em um documento público a proposta de mudança da Constituição, que será submetida a um referendo no dia 2 de dezembro.
"São o demônio, defensores dos mais podres interesses, são uns verdadeiros vagabundos, do cardeal para baixo", disse Chávez em um polêmico programa noturno da televisão estatal.
A Igreja Católica venezuelana divulgou em 19 de outubro um documento no qual critica a proposta constitucional porque "limita a liberdade dos venezuelanos, incrementa excessivamente o poder do Estado, elimina a descentralização e o governo controla muitos espaços da vida cidadã".


Nota do Editor - Brigar com a Igreja nunca foi bom negócio. (Sidney Borges)

Cada dia mais próximos...


Profissões



Após "Playboy" frustrante, Mônica Veloso tenta "ressuscitar"

da Folha Online
Após as vendas de seu ensaio de nudez ficarem abaixo das expectativas da revista masculina "Playboy", a jornalista Mônica Veloso tenta voltar aos holofotes da mídia com o lançamento de um livro, que sai com atraso. Na próxima quarta-feira (28), a editora Novo Conceito lança "O Poder que Seduz" (192 págs, R$ 34,90). Em outubro, Mônica Veloso falava em
lançar o livro até 15 de novembro, data da proclamação da República.
Leia mais

Nota do Editor - Houve época em que mulher nua só em revista do tipo "Saúde e Nudismo", devidamente encapada e escondida da mãe, do pai, da empregada xereta e do Espírito Santo, que tudo vê mas não entrega. Depois veio a Playboy e o que era mistério acabou banalidade, aliás, ninguém liga mais, em qualquer praia a mulherada está quase como veio ao mundo. Monica Veloso jamais seria escolhida por um caçador de talentos para exibir seus dotes de quarentona. O que atiçou a curiosidade foi saber o que atraiu e traiu Renan. Agora que todos viram restou a certeza que o homem quando se deixa comandar pela outra cabeça encontra a perdição. Em qualquer fila de Bradesco há uma ou duas em pé de igualdade ou melhores e que jamais sairão na Playboy. Para vencer na vida é preciso estar no momento certo na cama certa. O que Mônica Veloso viu em Renan? Você arrisca um palpite? (Sidney Borges)

Bazófia

Lula precisa se manifestar com clareza contra terceiro mandato, cobra FHC

Eduardo Bresciani - Último Segundo/ Santafé Idéias
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB-SP) cobrou uma manifestação pública veemente do presidente Luiz Inácio Lula da Silva contra a possibilidade de um terceiro mandato. "Não estou acusando o presidente Lula de desejar (o terceiro mandato), se eu o acusasse teria de propor impeachmeant porque estaria contra principio da possibilidade de alternância. Mas, existem riscos que estão no ar, e ações para organizar. É preciso que o presidente Lula haja com menos legaleios ao companheiro da Venezuela (Hugo Chavez) e que diga eu sou contra. Ele tem mais razões para ser contra porque foi contra em 1997, ele tem quase uma obrigação".

Leia mais

Nota do Editor - Coerência não existe na política tupiniquim, não sei de outras plagas, deve ser igual, afinal todos descendem do macaco. Votei em FHC, não votaria mais, aliás, caso Serra saia do páreo, anularei o voto. FHC investiu contra a Constituição ao criar a reeleição. Lula foi contra quando lhe convinha, agora é a favor, quem sabe tente ficar para sempre no cargo. Democraticamente, que fique claro. Lula e FHC são parecidos, com excessão da gramática, mas a quem interessa a gramática? (Sidney Borges)

Espaço do leitor

Comentário

Li a notícia publicada no "Globo" e publicada neste conceituado Blog, "CALOTE DE MICRO EMPRESA DERRUBA LUCRO DA CAIXA"
A algum tempo me dirigi a Caixa para solicitar financiamento de uma construção, onde a garantia oferecida superava substancialmente o valor solicitado.
Ouvi do Gerente que havia dinheiro para aquela finalidade, porém Eu não tinha o "Perfil" para levantá-lo.
Saí indignado, aos quase 60, Empresário desde a década de 70, sem nunca ter tido um apontamento, um cheque devolvido, com informações comerciais e bancárias sadias?
Hoje concordo com Ele, adoram emprestar dinheiro para quem não paga.


Fernando Pedreira.

Pensata

Somos todos chipanzés

O QI dos negros é mediamente inferior ao dos brancos. O QI dos brancos é mediamente inferior ao dos amarelos. O QI dos judeus é mais alto que o dos góis. As mulheres com ancas largas possuem um QI superior ao das mulheres com ancas estreitas. O leite materno faz aumentar o QI. O primeiro filho tem QI mais alto do que os demais. O desempenho intelectual de quem tem mais de 100 livros em casa é melhor do que o de quem tem menos de dez. Isso é só uma amostra do que foi publicado recentemente sobre o assunto, em particular nos Estados Unidos. O debate costuma descambar para a pancadaria. É de bom-tom imputar as disparidades de QI entre um grupo e outro unicamente a fatores ambientais, tais como renda, perfil familiar, acesso à cultura e qualidade do ensino. Mas a natureza insiste em desafiar esses modelos igualitários. Os estudos feitos nos últimos anos parecem indicar que a capacidade intelectual tem também um forte componente hereditário. Em que medida? Que sei lá eu. Um dos pioneiros das pesquisas nesse campo, Arthur Jensen, chutou que 50% do QI era decorrente de fatores ambientais e os outros 50% de fatores genéticos. À medida que seus estudos foram adiante, ele mudou o cálculo, atribuindo 20% do QI aos fatores ambientais e 80% à genética. James R. Flynn foi mais preciso. Num livro que acaba de ser publicado, ele estabeleceu que a inteligência é 36% genética e 64% um misto de genética e fatores ambientais. A Slate fez um bom apanhado sobre as descobertas nessa área. Leia. Está na internet. Os dados sobre os negros incomodam tremendamente porque parecem fornecer argumentos à bestialidade racista. Os dados sobre os latino-americanos também. Mas patrulhar o debate científico apenas porque ele destrói nossas fantasias acerca da realidade é outra forma de obscurantismo. No fim das contas, o que os estudos sobre o QI acabam demonstrando é algo diametralmente oposto à supremacia racial: há tanta disparidade entre as pessoas de uma mesma etnia quanto entre os membros de uma mesma família. Por isso o sistema de cotas é nefasto: ele trata todos os negros como uma coisa só, passando por cima de suas habilidades individuais. No Dia de Zumbi, Lula defendeu o Estatuto da Igualdade Racial, essa asnice totalitária que pretende ampliar o sistema de cotas. É um atalho para o racismo. Quanto a mim, desconfio dos testes de QI. Ter um QI acima da média pode ser útil na carreira de um engenheiro nuclear. Na carreira de um jornalista, por outro lado, com certeza só atrapalha. Acabei de fazer dois testes de QI, um imediatamente depois do outro. Em menos de dez minutos, meu QI aumentou 11 pontos. Tornei-me um Nobel. Mais do que isso: um Nobel escurinho. Passei a semana lendo análises sobre a capacidade mental de orientais desnutridos e sobre o peso do cérebro de defuntos de todas as cores. O resultado desse grande empenho foi que minha fantasia igualitária continuou de pé: somos todos uns chimpanzés. (Diogo Mainardi no Blog Trem Azul)

Nada mais justo

Tribunais de Contas autorizam 13º salário a prefeitos

De Felipe Bachtold na Folha de São Paulo
Em pelo menos nove Estados do país, prefeitos e vereadores estão autorizados a receber o 13º salário dos cofres públicos no fim deste ano. O benefício será concedido apesar de a Constituição proibir o pagamento de "gratificações" ao salário de quem possui cargo público eletivo. Com base nesse entendimento, outros sete Estados proibiram prefeitos e vereadores de ganhar a remuneração extra.
Presidente e vice-presidente da República também recebem o benefício, segundo a assessoria de imprensa do Planalto. Em nove Estados -Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Tocantins-, os Tribunais de Contas decidiram liberar o pagamento, mas apenas para cidades onde existem leis locais regulando o benefício.


Nota do Editor - Ubatuba não tem lei versando sobre a matéria. Em breve São Paulo vai aderir ao pagamento, mas este só acontecerá em cidades onde o benefício esta regulamentado. Força aí rapaziada, caprichem pois em 2008 a moleza vai acabar. Da atual Câmara poucos voltarão. O povo diz isso nas ruas... (Sidney Borges)

CPMF

Lula ganha voto tucano

O presidente Lula conseguiu reverter o primeiro voto do PSDB, no Senado, no esforço para a prorrogação da CPMF: o senador tucano Cícero Lucena (PB) agora está entre aqueles que votarão a favor da proposta do governo. A reversão foi obtida por Lula após uma conversa de "pé de orelha" com o governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), a quem o presidente pediu ajuda para convencer Lucena a apoiar a CPMF. Pediu, levou. (Do site Cláudio Humberto)

Nota do Editor - O PSDB é responsável pela CPMF. Hoje não fica bem votar contra, parece coisa do PT. O que está em jogo é mais do que o voto, é a atitude dúbia, a falta de clareza, de liderança e de coesão em torno de uma idéia. O partido lembra uma orquestra desafinada ou afinada mas tocando Alban Berg, para meus ouvidos apenas dissonância. Gosto de Haydin. Quando o PSDB nasceu acreditei em mudança nos parâmetros. Enquanto Mário Covas existiu as coisas andaram nos eixos, depois veio o desmonte e hoje, salvo José Serra e alguns remanescentes dos primórdios, o partido é um amontoado de fisiologistas sem cor política, sem ideologia, sem princípios, sem ética. É triste, mas é real... (Sidney Borges)

Conversa mole...

Governadora admite ser comum mulher em cela de homens

De Sílvia Freire na Folha de São Paulo
A governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT), admitiu ontem que casos como o da adolescente que ficou presa por quase um mês na mesma cela com 20 homens, na cidade de Abaetetuba, ocorrem no Estado "há algum tempo".
"Essa é uma prática lamentável, que, infelizmente, já acontece há algum tempo. Mas é bom tornar tudo isso público, para que toda a sociedade se mobilize e possamos acabar com essas práticas. O sistema de segurança vai investigar com rigor todas as denúncias", disse a governadora, em nota publicada no site do governo.


Nota do Editor - O texto grafado acima mostra uma forma recorrente de fugir á responsabilidade. São os novos tempos em que o discurso se sobrepõe á prática. Preparem-se feirantes, dentistas, médicos, motoristas, aviadores, donas de casa, jardineiros e professores, a governadora vai passar a bola para vocês. Quem sabe uma passeata mude tudo. A sociedade precisa de fato ser conscientizada para não eleger demagogos incompetentes. (Sidney Borges)

Manchetes do dia

Sábado, 24 / 11 / 2007

Folha de São Paulo
"Procurador pede investigação sobre secretário de Aécio"
O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, solicitou que o Ministério Público de Minas investigue os tucanos Danilo de Castro, secretário de Governo de Aécio Neves, e Mauri Torres, líder do governador na Assembléia. O pedido integra denúncia do procurador centrada na campanha derrotada de Eduardo Azeredo à reeleição para o governo de Minas em 1998.


O Globo
"Calote de microempresa derruba o lucro da Caixa"
Na contramão do setor financeiro, a Caixa Econômica Federal viu seu lucro no terceiro trimestre encolher 89%, fato atribuído oficialmente ao calote de micro e pequenas empresas. O resultado encolheu de R$ 590 milhões para R$ 62,5 milhões, em relação ao mesmo período de 2006. O reajuste dos funcionários acima do previsto (R$ 145,5 milhões) e as provisões para possíveis derrotas na Justiça sobre correção de planos econômicos nas cadernetas (R$ 250 milhões) também derrubaram o resultado. O vice-presidente de Controle e Risco da Caixa, Marcos Vasconcelos, disse que houve uma estratégia errada voltada para a pequena empresa. Ele sustenta que ela já foi revista, inclusive com mudanças na diretoria. No mercado, avalia-se que a partidarização da gestão da CEF, alvo de disputa na base do governo, também contribuiu para o resultado.


O Estado de São Paulo
"Cai número de alunos da rede pública na Fuvest"
O número de alunos que estudaram em escolas públicas e se inscreveram para as provas da Funvest está menor, este ano. Amanhã será realizada a primeira fase do exame, que seleciona candidatos para a Universidade de São Paulo (USP), com 46.309 candidatos que cursaram o ensino médio público. Isso representa 32,8% do total de inscritos, menor taxa desde 2002. No ano passado, eram 49.340 (38,8%). Estatísticas semelhantes foram registradas também na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e na Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Educadores e estudantes acreditam que esses resultados estão ligados à criação, em 2005, do Programa Universidade para Todos (ProUni), do governo federal, que distribui bolsas de 50% e 100% a alunos de escolas públicas em faculdades privadas.


Jornal do Brasil
"Atraso faz o Rio pagar mais pelo reveillon"
O atraso sem precedentes na organização do reveillon em Copacabana, o segundo maior evento turístico do Rio, causa prejuízos à prefeitura e gera apreensão em quem tenta programar a passagem do ano. A falta de patrocinadores fez com que os editais de licitação para a montagem dos palcos sequer fossem lançados. Não há artista contratado. As balsas, em uso pela indústria petrolífera, também não foram todas alugadas. As quatro que faltam subiram de preço: os donos estão aproveitando a oportunidade e cobrando mais 50% - no total, R$ 160 mil. Além disso, apenas duas das embarcações já contratadas têm o tamanho exigido para lançar os fogos com segurança.

sexta-feira, novembro 23, 2007

Enquanto isso...


Recarregando as baterias

História vivida

Meu amigo Che

Agora virou moda falar de Che Guevara. Uns o colocam com aura de santo enquanto outros o chamam de porco sujo, poucos se dão conta do contexto em que Che viveu e atuou politicamente, tão diferente dos dias de hoje. Che era um jovem rico, educado, originário da mais fina burguesia argentina, nos anos quarenta das mais cultas e sofisticadas do mundo. Nos dias do pós-guerra havia dois lados. Aqui deve ficar bem claro que esses lados mostravam colorações diferentes conforme o referencial adotado. Quem vivia na América do Sul e tinha acesso à informação, dificilmente aprovaria as ações da diplomacia americana no continente. Os ditadores pró-Estados Unidos eram “macacos” corruptos e sanguinários e os Estados Unidos ao apoiar seus regimes estavam criando um caldo de cultura antiamericano que ainda vai perdurar por muitos anos. Che teve a coragem de abandonar o conforto burguês e lutar por um ideal que no momento lhe pareceu justo, a mim também embora eu não fizesse parte do mesmo substrato social e nem tivesse a coragem dele. Hoje sabemos que não havia lado virtuoso na dualidade comunismo-capitalismo, mas fica evidente que apesar dos problemas do capitalismo, Paris é mais atraente do que Havana e a medicina da França é tão boa ou melhor do que a cubana e igualmente gratuita. Che pode ter errado ao avançar contra o dragão munido de canivete, mas jamais poderá ser esquecido seu desapego aos bens materiais. Foi um idealista extremado e sua imagem ficará eternizada como a de um bravo.

Sidney Borges

Ubatuba

Fundart e biblioteca homenageiam seus pioneiros

Celso T. Leite
Durante o mês de novembro a Fundart está comemorando 20 anos de criação e os 40 anos da Biblioteca Municipal “Ateneu Ubatubense”, ocasião em que serão homenageadas as pessoas que tiveram participação direta na implantação e consolidação desses dois importantes pólos culturais.
De acordo com a programação, no dia 26, segunda-feira, às 9:00h, na Biblioteca Municipal, haverá o descerramento de placa bem como a colocação da foto de Jenny dos Santos Aguiar, a pioneira que com esforço pessoal e dedicação conseguiu atender ao pedido do prefeito Ciccillo Matarazzo e tornar a biblioteca uma realidade. Na seqüência, também nas dependências da biblioteca, será aberta a exposição de artesanato de Benedito Felipe de Oliveira, mais conhecido por Mudinho, que na década de 60 marcou presença na cidade como autor de peças artisticamente trabalhadas tendo como tema principal o mar. Carros de boi, índios, etc. também são retratados com perfeição respeitando o movimento de seus personagens. Pinturas a óleo de sua autoria estão incluídas na exposição. Todo este acervo foi disponibilizado pelo artesão Marcos Teixeira Leite, seu amigo e contemporâneo que conseguiu restaurar a obra de Mudinho.
No dia 30, sexta-feira, a partir das 18:00h, quando se comemora os 20 anos de criação da Fundart a programação se inicia com a apresentação da Lira Padre Anchieta e o descerramento de uma placa defronte o Sobradão do Porto. Um áudio-visual contendo depoimentos dos ex-presidentes da Fundação será projetado no auditório do Sobradão bem como uma galeria de suas respectivas fotos. ”É gratificante estar à frente da Fundart neste momento histórico quando podemos reconhecer o trabalho de tantas pessoas que lutaram pela preservação e desenvolvimento de nossa cultura”, diz Pedro Paulo T. Pinto, presidente.

PSDB.



Vinheta de campanha

Essa vinheta foi criada para a televisão. Quando convenientemente animada e musicada poderá ser útil na campanha de 2008. É a minha contribuição ao partido, na última vez em que eu fiz uma vinheta assim a computação gráfica estava nos primórdios e o custo do segundo de animação ficava por volta de dez mil dólares. Havia dois estúdios disponíveis, um em Los Angeles e o outro em Porto Alegre, este dos garotos Vainer, que me receberam e com quem trabalhei por dois longos dias e duas longas noites para produzir um número 45 animado. Um único movimento de cinco segundos, um zoom de dentro para fora em trajetória curva. Aconteceu em 1989, hoje uma peça assim é feita em alguns minutos em qualquer PC, apenas a criação continua sendo privilégio dos cérebros humanos. Dou essa vinheta de presente ao candidato a ser escolhido na convenção de junho. Que faça bom uso. (Sidney Borges)

Trocadalhos

Mandando e andando

Primeiro os internautas espanhóis apelidaram Fidel Castro de "Coma andante", como informou a coluna em agosto de 2006. Na Venezuela, o aprendiz de ditador Hugo Chávez agora é chamado de "Mico Mandante". (Do site Cláudio Humberto)

Sociais


João e Fanta, cirurgiões capilares...

PSDB







Festa no ninho

A comunidade tucana se reuniu em jantar ontem, no restaurante Oásis, na Praia Grande, a convite de Sérgio Caribé. Estavam presentes os membros do Diretório do PSDB de Ubatuba, convidados especialmente para o lançamento do nome de Caribé como pré-candidato à prefeitura em 2008. A confraternização aconteceu num clima tranqüilo e amistoso, tendo o ex-prefeito de Caraguatatuba, Antônio Carlos, aberto a fase dos discursos, para depois Caribé, fazendo as vezes de anfitrião, lançar oficialmente seu nome. A definição do candidato e das coligações só deverá acontecer em meados do próximo ano, mas os candidatos já começam a se movimentar em busca de projetos e programas que possam sensibilizar os eleitores. (Sidney Borges)

Inauguração




Posto de Saúde
Ontem saí de casa munido de minha poderosa Olympus e ao chegar à cidade encontrei o Prefeito inaugurando um Posto de Saúde no calçadão. Saquei do artefato midiático e tirei essas fotos. Em destaque o secretário Silvio Bonfiglioli exibindo elegância típica dos melhores momentos de Humphrey Bogart. (Sidney Borges)

Manchetes do dia

Sexta-feira, 23 / 11 / 2007

Folha de São Paulo
"Procurador denuncia esquema de corrupção do PSDB; Walfrido cai"
O procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, denunciou ao STF o ministro Walfrido dos Mares Guia (Relações Institucionais), o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) e mais 13, acusados de peculato e lavagem de dinheiro. Eles são suspeitos do desvio de recursos públicos para a campanha derrotada de Azeredo à reeleição ao governo de MG, em 1998. (...)


O Globo
"Mensalão tucano de Minas derruba ministro de Lula"
Um grupo de 15 pessoas, entre as quais o senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), o ministro das Relações Institucionais do governo Lula, Walfrido dos Mares Guia, e o publicitário Marcos Valério, foi denunciado ontem pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza. Azeredo e Mares Guia, então governador e vice-governador de Minas, são acusados de desviar R$ 3,5 milhões de verbas públicas para financiar campanha do tucano à reeleição em 1998, tendo Valério como operador. Entre os denunciados pelos crimes de peculato e lavagem de dinheiro também está Clésio Andrade, vice-governador de Minas no primeiro mandato de Aécio Neves. A denúncia sobre a existência do valerioduto mineiro foi feita pelo Globo em julho de 2005. Mares Guia entregou carta de demissão na qual se diz inocente. Seu substituto é o deputado José Múcio (PTB-SP). O presidente Lula divulgou nota lamentando o afastamento de Mares Guia.


O Estado de São Paulo
"Denúncia de mensalão tucano derruba ministro de Lula"
O ministro das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia, deixou o cargo, após ser denunciado pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, por envolvimento no mensalão mineiro - o esquema de caixa 2 usado em 1998 na campanha do PSDB de Minas. Com a saída de Mares Guia, antecipada ontem pelo Estado, assume o ministério o deputado José Múcio (PTB-PE), líder do governo na Câmara. No total, o procurador-geral denunciou 15 pessoas, atribuindo responsabilidade maior a Mares Guia e ao senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), que na época era governador e concorreria à reeleição. De acordo com Souza, o esquema montado em Minas incluía o empresário Marcos Valério, também denunciado, e serviu como "origem e laboratório" do mensalão petista. Pelas contas do procurador, pelo menos R$ 8,5 milhões de recursos públicos foram desviados para a campanha de Azeredo. Mares Guia é citado 50 vezes nas 80 páginas da denúncia e, segundo o texto, "era um dos responsáveis por indicar as pessoas que receberiam os recursos da campanha". Em carta entregue a Lula, ele afirma que "a acusação é injusta e improcedente", mas diz preferir deixar o cargo para se defender. Azeredo, por sua vez, declarou que não tinha conhecimento de eventuais crimes cometidos por integrantes de sua campanha.


Jornal do Brasil
"Mensalão tucano derruba ministro do governo Lula"
O ministro das Relações Institucionais Walfrido dos Mares Guia pediu afastamento do cargo. Será substituído pólo líder do governo na Câmara, o também petebista José Múcio Monteiro (PE). Mares Guia, o senador tucano Eduardo Azeredo e o ex-vice-governador de Minas, Clésio Andrade, encabeçam a lista dos 15 denunciados pelo procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, no inquérito do mensalão mineiro. O esquema foi montado em 1998 em torno do publicitário Marcos Valério, que depois o reproduziu com a direção nacional do PT.

quinta-feira, novembro 22, 2007

TV Víbora

Richard Anthony - Tchin Tchin
Essa é pro Dudu brindar. Passou perto!

Ubatuba urgente

Processo arquivado

A representação Nº 16507, originária de Ubatuba -SP, acabou de ser jugada improcedente pelo TRE-SP. Segundo o Ministério Público Eleitoral, Eduardo Cesar (na época PL, hoje DEM) teria usado a máquina pública para apoiar a candidatura de Gil Arantes (DEM) à Assembleia Legislativa de São Paulo. Os juízes entenderam que isso não aconteceu e o processo foi arquivado.

Sidney Borges

Cultura

O som do violão que deixa saudades

Celso T. Leite
Neste domingo, dia 25, a partir das 7:00h, a TV Globo exibe o tradicional Globo Rural com trilha sonora do violonista Francisco Araújo. Os arranjos no violão acompanham a matéria “Caminõs del Passo Fino”, abordando a musicalidade do trotar de uma raça de cavalo colombiano. Este é mais um trabalho do violonista Francisco Araújo que esteve em Ubatuba, a convite da Fundart, participando da 2ª Semana da Música que aconteceu no prédio do antigo Fórum, na Praça Nóbrega.
Natural de Quitaus, atual Crato, no Ceará e formado em História da Arte, pela UNIP, Francisco Araújo é hoje referência nacional como violonista tendo sido revelação no Festival de Campos de Jordão, em 1974 e se apresentado no 20º Concurso de Música em Campostella, na Espanha, cujo idealizador é nada menos que Andrés Segovia. A apresentação de Araújo emociona pois seu violão é mágico. “Sou defensor ardoroso da música brasileira e considero o violão o instrumento mais ligado à nossa história. Tivemos, no início a serenata, passamos para o choro e chegamos a bossa nova. Em todos estes movimentos a forte presença do violão. Junto com ele, a flauta e o cavaquinho formando o conhecido “trio de pau e corda”. A serenata foi o primeiro movimento musical de rua no Brasil e não há como ficar alheio a musicalidade de uma Casa de Caboclo, Luar do Sertão, Chuá-Chuá ou um Chão de Estrelas. São ícones”, diz.
Seus dois CDs – “Francisco Araújo de Sertões e Serestas” e “Francisco Araújo deitando e rolando”, lançados pela CPC Umes, mereceram do crítico Mário Dias, de O Estado de São Paulo, a definição de “um divisor de águas”. No dia 12 de dezembro grava um DVD e CD “Nas cordas do violão”, ao vivo. Para o próximo ano também está agendada a edição de um livro de música intitulado “Violão, uma história brasileira”.
Seus ídolos são Baden Powell, Dilermano Reis, Paulinho Nogueira e Garoto, e além de seu pai, o grande mestre foi Aimoré. Sobre a fase atual da música em Ubatuba: “A Semana da Música, de Ubatuba é uma iniciativa brilhante, o esforço do pessoal da Fundart, onde tenho muitos amigos, tem honestidade de propósitos, são pessoas que trabalham e por isso tem muito valor. É preciso, entretanto, que as autoridades invistam mais.”
Araújo sobrevive com seu violão ministrando palestras, exibindo sua arte em shows e já tem mais de 400 obras para solos de violão ao longo de 25 anos de carreira. Sua opinião sobre a importância do nosso potencial musical: “A forma mais perene de divulgação é o turismo musical e artístico, pois não depende de modismos”, conclui Araújo.

Editorial

Fora com a dengue

Tenho acompanhado as notícias sobre a epidemia de dengue. Coisa de louco como diria Lula, nunca antes se viu nada parecido nestepaiz. Ontem escrevi sobre editorias de emergência, que acontecem quando alguma coisa sai fora dos eixos, catástrofes, acidentes, epidemias, etc. Pois hoje eu acho que estamos defronte a uma situação de emergência que requer a colaboração de todos, independente de cor política ou credo religioso. Estamos em editoria de emergência. Sem que fosse pedida a minha opinião, tomo a liberdade de sugerir a criação de um gabinete de guerra contra a dengue. As pessoas colaborariam avisando sobre locais onde há perigo de proliferação de mosquitos e a Prefeitura tomaria providências imediatas. Também seria importante reforçar a campanha na mídia e através de folhetos. Eu sei que não vai dar para acabar com o problema, mas se todos participarem ativamente o impacto negativo de uma nova epidemia será atenuado. A imprensa local tem evitado tocar no problema, mas a grande imprensa, que é lida pelos turistas que nos visitam, não tem esse cuidado e Ubatuba acaba tendo prejuízo. Caso o Prefeito monte o gabinete, prometo colaborar. Vamos afastar a dengue da cidade.

Sidney Borges

Futebol

El triunfo feo de un Brasil triste

Uruguay lo bailó, lo apabulló y debió golear. Ronaldinho y Robinho se fueron insultados como nunca. Pero el Penta ganó.

De no creer. PABLO RAMON
Si Brasil no fuera Brasil, si esa camiseta no tuviera esa historia, si por la sangre de esos jugadores no corriera ese ADN, anoche era goleada en contra, vergüenza nacional, renuncia del DT, crisis institucional y suspensión de carnaval por decreto. Un consejo para la Conmebol: que Brasil no juegue más las Eliminatorias, que le den todos los partidos por ganados y le sellen el pasaporte para Sudáfrica. Porque si anoche no perdió, no pierde más. La gente se fue en silencio y eso ya es un triunfo en sí mismo, luego de que el equipo fuera silbado, la gente pidiera la cabeza de Dunga y dos de sus principales estrellas, Robinho y Ronaldinho, fueran despedidos por un coro sinfónico de insultos.

Es que Uruguay lo bailó como no lo hizo ningún equipo en ninguna cancha del mundo. Fue apabullado de principio a fin, los jugadores celestes ganaron las divididas, gambetearon más, tuvieron más velocidad, espíritu colectivo y derrocharon más talento individual en el reino del jogo bonito. Julio César fue el típico arquero héroe de un equipo chico que una noche las sacó todas, o casi. Maxi Pereira, los González, Cristian Rodríguez, Abreu, tuvieron actuaciones consagratorias. El Penta se expuso sin respuestas, con Ronaldinho gordo y lento, Kaká irresoluto, Robinho livianito y el resto corriendo sin ir a ninguna parte. El chiste, nudo de una tragicomedia en formato ciencia ficción, es que Brasil ganó.
Ganó primero por su arquero, segundo, porque Uruguay sintió miedo escénico en el instante decisivo. Porque Suárez eligió enganchar y hacer vaya a saber qué, en una jugada en la que picó habilitado, con Abreu solito y solo en el punto del penal para definir con el arco libre. Brasil sólo fue Brasil en las dos chances que tuvo Luis Fabiano, sólo porque demostró una frialdad de crack. Pero ambas fueron jugadas rotas, sin principio ni final. En la primera, pescó un pase que era para otro, y se aprovechó de que Carini creyó que jugaba con sotana. En la otra, un bochazo de Maicom derivó en otro de Gilberto, el goleador la pescó y a otra cosa.
Fue una picardía. Porque Uruguay jugó su mejor partido en años, o en décadas. El esfuerzo de los jugadores fue descomunal, conmovedor. Es una injusticia que este Brasil haya ganado con estas armas, con este desgano y ese desprecio por el compromiso.

Nota do Editor - O texto acima está postado no site argentino Olé e expressa o que aconteceu ontem no Morumbi, onde parecia haver 22 camisas azuis jogando contra dois ou três gatos pingados milionários de amarelo. Entediados. O futebol é apaixonante por não ter lógica, ontem isso ficou evidente na maior injustiça futebolística dos últimos tempos. É triste ter de concordar com argentinos. (Sidney Borges)

Para refletir

"Matem o cavalo!”

O filme “Viva Zapata” (dirigido por Elia Kazan, escrito por John Steinbeck, com Marlon Brando no papel do revolucionário mexicano) termina com a morte de Zapata numa emboscada dos “federales”. O antigo aliado que o traiu, um intelectual vivido no filme por Joseph Wiseman, insiste para que os soldados não deixem escapar com vida o cavalo branco de Zapata. “Matem o cavalo! Matem o cavalo!”, grita, em vão. A última cena do filme é a do cavalo branco solto numa montanha, um símbolo não muito sutil do espírito que sobreviveu ao sacrifício do seu dono para inspirar outras gerações e outras revoltas. O intelectual entende que símbolos são perigosos e que não basta abater o homem para anular o exemplo. É preciso trucidar a sua memória, emporcalhar a sua legenda e apagar qualquer vestígio simbólico da sua rebeldia.
Parecido com o que está sendo feita entre nós com o Che Guevara, que, de acordo com a revisão atual, não só cheirava mal como era um péssimo caráter. É difícil entender porque estão tentando matar este particular cavalo branco agora. Se Che simbolizava alguma coisa, nos últimos anos, era a absorção de todas as formas de revolta pela cultura pop. O ex-ícone da esquerda era visto principalmente nas paredes e camisetas de gente que jamais sonharia em ir para as montanhas, a não ser pelo fondue de queijo. E no entanto o empenho em demitificá-lo, e desmistificá-lo, é evidente. Do que será que estão com medo? O que assombra tanto o neo-macartismo, a ponto de atirarem com tanta fúria contra um defunto de 40 anos? Talvez seja o caso de rever o significado da figura do Chê, e do seu exemplo de idealismo e inconformismo, entre as novas gerações. Talvez a direita esteja vendo um cavalo branco solto por aí que nós não vemos.
Quanto ao filme “Viva Zapata”, é um bom exemplo da romantização do proletariado que o cinema americano fez bastante - em mais de um caso, baseado em textos do mesmo Steinbeck. Brando e Anthony Quinn (que ganhou um Oscar pela sua interpretação do irmão de Zapata) estão ótimos no filme, e Wiseman está perfeito como o intelectual traidor. Mas a romantização de revoluções alheias não dá em muita coisa além de bons filmes. Nota histórica: “Zapata” foi o nome de uma das suas empresa escolhido por adivinha quem? George Bush, o pai. O nome chegou a aparecer numa das tantas teorias conspiratórias sobre o assassinato do Kennedy. Não adianta, o capitalismo absorve tudo. O que só torna maior o mistério. Do que será que estão com medo? (Luís Fernando Veríssimo no Blog do Noblat)

Mídia

Jornal Ubatuba Agora

Mais de dez profissionais fazem parte deste importante projeto para Ubatuba e região

O Jornal Ubatuba Agora, não representa nada de novo no mercado de mídia escrita em nosso município.
Esse renascimento é fruto da fusão do jornal Ubatuba Hoje lançado pela primeira vez em 1988 e reeditado em 2000, com o jornal regional Litoral Agora, editado entre 1993 e 1996. A revista "A Tribuna de Ubatuba", foi mais uma publicação que faz parte de nosso extenso trabalho, como a criação de mais de setenta títulos para associações de bairro, entidades de classe, clubes recreativos e até da criação de um jornal para inauguração de velório, além de outros jornais, revistas e folders para empresas em Ubatuba, interior de São Paulo e Nordeste brasileiro.
Hoje, com a maturidade profissional de nossos colegas, que agora integram este importante veículo de comunicação social, buscaremos levar ao leitor mais conteúdo editorial nas vinte e quatro páginas que quinzenalmente chegarão às bancas e em outros pontos de vendas ao longo do município
Conseguimos integrar neste projeto, catorze profissionais - sete jornalistas - com capacidade comprovada tanto no serviço público, quanto em empresas privadas, demonstrando habilidade e conhecimento profundo da área em que atuam. Portanto, o ineditismo desta união, somente enriquecerá o conteúdo editorial que será levado ao público leitor de nossa querida Ubatuba e visitantes. O profissionalismo, a ética e o compromisso com a verdade, serão - como sempre foram - a característica de cada um de nós.
Além desses profissionais, estaremos abrindo a “Tribuna Livre” para nove articulistas, que serão substituídos a cada edição, oferecendo ao leitor informações originárias dos mais diversos segmentos sem qualquer preconceito ou censura.
Manteremos o canal de comunicação aberto por nossos jornalistas, bem como por toda a equipe, para que a comunidade possa interagir com este veículo, visando alavancar o desenvolvimento do município, com respeito às autoridades e sensibilidade, no tocante aos interesses sociais, projetando uma trajetória progresista para Ubatuba e melhor qualidade de vida para o seu povo.
A exemplo das edições destacadas no Jornal Ubatuba Hoje, estamos recomeçando, calcados na confiabilidade de informações que sempre nortearam a nossa ética profissional e o nosso compromisso com a veracidade dos fatos.
Voltamos para somar.

José Magalhães
Jornalista

Ubatuba em foco

“Inauguração da E. M. Governador Mário Covas Júnior”

Corsino Aliste Mezquita
Diversas vezes alertamos para o desrespeito, da administração do Sr. Eduardo de Souza César, à lei, às tradições e à história. É atitude perigosa. Povo que não tem memória e não respeita à lei, a própria cultura e sua história não terá futuro.

A ESCOLA MUNICIPAL, GOVERNADOR MÁRIO COVAS JÚNIOR, foi inaugurada em MARÇO DE 2002, após publicação de lei que CRIOU, DENOMINOU e LOCALIZOU a escola na rua dos AÇAIS, no bairro do IPIRANGUINHA. Já são seis anos prestando serviços. A publicação da inauguração, do dia 19-11-07, é no mínimo surpreendente. Falhas administrativas são evidentes.

Ao denomina-la e localiza-la, a administração municipal de 2002, homenageou ao Exmo. Sr. Ex-Governador do Estado de São Paulo, falecido quando o prédio estava em construção, colocando seu nome naquele prédio. Conseqüentemente o prédio escolar, da rua dos AÇAIS, foi denominado GOVERNADOR MÁRIO COVAS JÚNIOR. Prédio que poderá ser ocupado por alunos de pré-escola, ensino fundamental, ensino médio ou ensino profissionalizante, continuando com o nome de GOVERNADOR MÁRIO COVAS JÚNIOR.
Só nova lei, aprovada pela Câmara, pode transferir nome e endereço para outro prédio e revogar a lei anterior. A obviedade desse princípio legal não pode ser ignorada por quem passou doze anos como vereador. Idêntico procedimento deveria ter sido observado quando da transferência da E M Marina Salete Nepomuceno do Amaral, do Terminal Turístico para a rua Raposo Tavares, ambos no Perequê-Açu. Sempre há tempo para corrigir erros e não cometer outros. Erros que podem ter conseqüências negativas, futuras, até no Tribunal de Contas do Estado de São Paulo.

A título de curiosidade informamos que essa homenagem ao Exmo. Sr. Ex-Governador do Estado de São Paulo, dado o carinho que lhe tributavam, na Secretaria de Estado da Educação, foi fundamental para que o município de Ubatuba fosse contemplado, por essa secretaria, com quatro novas escolas. Entre elas, a “ESCOLA MUNICIPAL DO IPIRANGUINHA”. Esse foi o nome para a liberação da verba estadual, para a elaboração do projeto, aprovação, na Fundação para o Desenvolvimento da Educação – FDE- e na Secretaria Estadual da Educação, para a desapropriação do imóvel, licitação para derrubar os imóveis existentes no terreno, urbaniza-lo, aterra-lo, mura-lo e deixado pronto para construir o novo prédio. Todas essas ações foram praticadas pela administração do Sr. Paulo Ramos de Oliveira –2001 a 2004-. A obra foi repassada para a administração atual com previsão orçamentária e tudo pronto para ser construída, em 2005. Infelizmente, só agora, com dois anos de atraso, concluída. Mesmo assim o Sr. Eduardo de Souza César critica a administração anterior e afirma que está avançando vinte anos em quatro. Para onde está avançando, na área da educação? Para o precipício? Não saberá que nestes três anos, seus auxiliares não conseguiram nenhuma escola conveniada com a Secretaria de Estado da Educação e não souberam acertar os ponteiros para ultimar as negociações da, praticamente conseguida, pela saudosa Mia Mafalda, para o bairro da Lagoinha? Não saberá que essa negativa de novas verbas foi, basicamente, por não ter construído em tempo (2005) as escolas do Ipiranguinha e do Horto-Figueira, hoje denominada, Maestro Pedro de Souza? Outras mazelas, na área da Secretaria Municipal de Educação, que não cabem neste breve artigo, também tiveram influência.

Fidelidade à verdade obriga-nos a informar, a toda a comunidade de Ubatuba, não existir ponto de comparação entre as realizações, na área da educação, da administração do Sr. Paulo Ramos de Oliveira, com as do Sr. Eduardo de Souza César. O Sr. Paulo Ramos fez, aproximadamente, quatro vezes mais salas de aula, desapropriou áreas para novas escolas e deixou tudo pronto para que, o segundo, construísse Ipiranguinha, Horto Figueira e uma super-creche, no antigo prédio da ELEKTRO, que ele não fez. Com o apoio de Paulo Ramos a UNITAU cresceu e criou novos cursos. Agora está fechando. Porque será? Estaremos regredindo vinte anos em quatro? São fatos nos quais o povo deve pensar.

Manchetes do dia

Quinta-feira, 22 / 11 / 2007

Folha de São Paulo
"Incertezas sobre economia dos EUA derrubam bolsas"
As principais Bolsas caíram devido aos temores em relação ao mercado de crédito imobiliário americano, à alta do petróleo e à expectativa de um crescimento menor nos EUA no ano que vem. No Brasil, a Bovespa recuou e o dólar aumentou 1,08%, fechando a R$ 1,779. O barril do petróleo chegou a quase US$ 100, mas recuou e terminou o dia a US$ 97,29 em Nova York.


O Globo
"Gastos do Ministério Público com pessoal crescem 114%"
Em dez anos, o Ministério Público da União elevou em 114,7% seus gastos com pessoal - já descontada a inflação. Seus servidores são os mais caros da administração federal e custam, em média, R$ 14 mil mensais. O gasto médio com servidor é de aproximadamente R$ 12 mil no Judiciário, R$ 4 mil no Executivo. O pacote de privilégios do Ministério Público também inclui carros oficiais: o Tesouro gastou R$ 3,46 milhões para comprar 70 carros Peugeots 307, que substituirão a frota de 2006. Em todo o país, 1.038 servidores do Ministério Público, incluindo promotores, procuradores e funcionários, ganham acima do teto constitucional do funcionalismo público, de R$ 22 mil. Há cinco meses o Conselho Nacional do Ministério Público protela a votação de um relatório recomendando o corte dos supersalários. Cerca de 251 deles ficam em São Paulo, e o campeão da lista é o corregedor-geral do Ministério Público paulista, que ganha R$ 55 mil.


O Estado de São Paulo
"Comissão aprova a entrada da Venezuela no Mercosul"
A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara aprovou ontem a adesão da Venezuela ao Mercosul. O placar de 44 votos a favor a 17 contrários foi garantido pelos partidos da situação, apesar de discursos de seus próprios integrantes contra o presidente venezuelano, Hugo Chávez. O PMDB, que tinha ameaçado votar contra, foi convencido em peso e ficar a favor. O Psol, de oposição, nesse caso decidiu votar com o governo. O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, participou da busca de votos. Durante cerca de cinco horas, as discussões ficaram em torno do polêmico Chávez e da existência ou não de democracia na Venezuela. "O Chávez é horroroso. Se pudéssemos fazer um boneco dele, faríamos fila para malhá-lo no dia de Judas. Mas precisamos da parceria comercial com a Venezuela", afirmou o líder do PTB, deputado Jovair Arantes (GO), pedindo a aprovação da proposta. "A Venezuela é o terceiro maior parceiro comercial do Brasil", argumentou o líder do governo na Câmara, José Múcio Monteiro (PTB-PE). Os deputados de oposição mantiveram o discurso de que não há democracia na Venezuela, o que impede a sua entrada no Mercosul, de acordo com o Tratado de Ushuaia, que estabeleceu a cláusula democrática. Agora o assunto vai ao plenário da Câmara e, depois, ao Senador, onde deve enfrentar resistência maior.


Jornal do Brasil
"Vem aí nova crise do gás"
É grande a chance de o Rio iniciar o novo ano com outra crise do gás, alerta o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Jerson Kelman. O Operador Nacional do Sistema propõe acionar as termelétricas a gás mais cedo, para garantir o funcionamento das usinas hidrelétricas, ameaçadas pelo baixo nível dos reservatórios. Assim, a oferta de combustível para o abastecimento da população será reduzida.

quarta-feira, novembro 21, 2007

Educação

Ciclo de palestras é uma das atrações da VIII Mostra Cultural da Cooperativa Educacional de Ubatuba

Escola promove encontro com o psicólogo Yves de La Taille, Professor titular da Universidade de São Paulo; e com a bióloga, educadora e consultora em minimização de resíduos, Patrícia Blauth

A Cooperativa Educacional de Ubatuba realiza neste final de semana o evento mais aguardado do seu calendário escolar, a VIII Mostra Cultural. Serão três dias de programação cultural, incluindo sarau, teatro, apresentações musicais, oficinas de reutilização de garrafas PET e de bonecos, exposição dos Projetos Educacionais e palestras. O evento é gratuito e aberto à comunidade.
Entre as atrações, um dos destaques será a palestra do renomado psicólogo Yves de La Taille, que falará sobre “Limites: Dimensões Morais e Éticas”. Todas as escolas públicas e particulares foram convidadas e poderão enviar um representante, pois as vagas são limitadas.
La Taille nasceu na França, mas desde criança vive no Brasil. Professor de Psicologia do Desenvolvimento Moral na USP, é autor de “Limites: Três Dimensões Educacionais” (editora Ática) e co-autor dos livros “Piaget, Vygotsky, Wallon: Teorias Psicogenéticas em Discussão, Indisciplina na Escola” (Summus Editorial) e “Cinco Estudos de Educação Moral” (Casa do Psicólogo). Investiga o desenvolvimento moral desde a década de 80 e é um dos especialistas mais respeitados do país nessa área.
Segundo ele, a crise moral e ética atinge tanto a escola quanto as famílias, e uma empurra a responsabilidade da educação das crianças para a outra. “Muitos professores acusam os pais de não darem, por exemplo, limites a seus filhos, e muitos pais acusam a escola de não ter autoridade e de não impor a disciplina”, diz. Para ele, ambas as instituições são fundamentais para a educação moral e a formação ética. “Logo, devem trabalhar em cooperação, completando-se mutuamente”, afirma.
A programação também inclui a palestra da bióloga, educadora ambiental e consultora em minimização de resíduos, Patrícia Blauth. Integrante da equipe que em 1989 implantou em São Sebastião o então pioneiro programa de separação domiciliar de lixo para coleta seletiva, Patrícia trabalha com consultoria e faz parte da empresa Menos Lixo – Projetos e Educação em Resíduos Sólidos, planejando toda a estrutura necessária para a coleta seletiva em condomínios residenciais e comerciais. A escola Cooperativa é pioneira na discussão da questão do lixo com seus alunos de todos os ciclos – da Cooperativinha ao Ensino Médio –, tem um programa de coleta seletiva implantado com sucesso há mais de três anos, mas amplia esse debate com toda a sociedade. Para a escola, reduzir, reaproveitar e reciclar não bastam. É preciso repensar os atuais padrões de consumo e descarte, responsáveis pelo acúmulo de lixo, que traz conseqüências cada vez mais desastrosas ao meio ambiente e à saúde pública.

Confira a programação da VIII Mostra Cultura da Cooperativa Educacional de Ubatuba:


Dia 22, quinta-feira

19h00 - Sarau Literário

Dia 23, sexta-feira

18h00 – Abertura Oficial – Apresentação Musical – Sexteto Caiçara

18h30 – Palestra: Um Encontro com seu Lixo, com Patrícia Blauth (bióloga, educadora e consultora ambiental) - Oficina de reutilização de garrafa PET, com Vanessa Villac – Oficina de bonecos, com Regina Monte Mor.

21h00 – Canto e Prosa: A importância do resgate, preservação e difusão da Cultura Caiçara, com Luiz Perequê (poeta e cantor nascido em Paraty, reconhecido pela importância e dimensão de sua obra).

Dia 24, sábado

16h00 – Abertura da Exposição dos Projetos Educacionais

20h00 – Palestra: Limites: Dimensões Morais e Éticas, com Yves de La Taille (Professor Titular da Universidade de São Paulo, na cadeira de Psicologia do Desenvolvimento Moral).

Porque não me ufano...

Confissão, dúvidas e exercícios lógicos

"Se alguém imagina que, não votando na CPMF, vai criar algum problema com o governo, é um ledo engano. As pessoas vão criar problema para os milhões de brasileiros que dependem do dinheiro do SUS (Sistema Único de Saúde)".
A fala acima é de Lula. Trata-se de uma confissão. Ele está assumindo que o PT, em 22 anos de oposição, atuou sistematicamente para prejudicar os brasileiros ao jamais votar uma proposta do governo — incluindo a CPMF.
É justo, então, supor que, se o PT tivesse “colaborado com o povo", o país governado pelo PT seria um pouco melhor.
Ou será que, num país melhor, o PT jamais seria governo?
Dúvidas, dúvidas... (Reinaldo Azevedo)

Nota do Editor - Já que o autor fala em lógica, vamos aos fatos. Qualquer iniciativa de governos não petistas (de direita, cuidado) deve ser combatida com unhas e dentes por ser obviamente lesiva aos interesses comuns. A mesma iniciativa partindo do PT é um avanço rumo ao eldorado socialista. É isso. Lógica é isso. Parece tão simples, não sei como tem gente que não entende. (Sidney Borges)

Se a moda pega...

Deputada "chavista" invade tv e bate em apresentador

Veja aqui. Imperdível!!! Reportagem do jornal "Hoje". Aqui daria em cassação por quebra de decoro. Perdão: não daria. (Do Blog do Noblat)

Salada

Palavras ao vento...

Já não há interesse na camisa do Ronaldinho, Messi é a bola da vez anunciam as agencias internacionais. Mick Jaeger teria aderido à Cabala também faz parte do cardápio de hoje. Fico pensando em Caetano Veloso. Quem lê tanta notícia? No que poderia me interessar o que faz Mick Jaeger quando não está cantando? Que diferença faz o número de camisas vendidas do Barcelona? Não quero saber da vida privada das celebridades. Acho que estou sendo radical, a massa é curiosa, jornais de fofocas vendem bem. Bulshit. A massa não consome biscoitos finos. A mim interessa saber que a Petrobras vai redimir o Brasil com o petróleo descoberto recentemente. Vamos ficar ricos. Vou comprar uma limusine, um airbus e um helicóptero. Graças ao Lula. Por falar nisso e o terceiro mandato, vai para o trono ou não vai? Por enquanto vamos continuar dependendo do gás boliviano. Será que Chávez vai invadir os Estados Unidos com seus novíssimos supersônicos russos? Como disse recentemente Fidel, e é igual a eme vezes c ao quadrado e c é o quadrado da velocidade da luz e os porcos capitalistas sabem que seu destino é a hipotenusa cartesiana da qual falava Marx... (Sidney Borges)

Improbidade

O custo da corrupção

País perde US$ 3,5 bilhões por ano por causa das relações contaminadas entre o Estado e o setor da construção civil. Cerca de 3% do faturamento das empresas são destinados a propinas
Molhar a mão de agentes do setor público para ganhar uma obra, um alvará ou uma facilidade qualquer já virou "ação estratégica" de muitas prestadoras de serviço e fornecedoras do ramo da construção civil. As práticas, para muitos, e apesar dos avanços dos últimos dez anos, ainda são vistas como "parte do negócio" ou "questão de sobrevivência" e costumam figurar entre os itens do orçamento das empresas, representando até 3% do valor do faturamento. Para se ter uma idéia do tamanho dos desvios, das 700 ações de improbidade administrativa - a chamada "corrupção da administração pública" - que correm atualmente na cidade de São Paulo, pelo menos 50% referem-se a licitações em obras públicas. Quem revela é José Viegas, procurador de justiça e coordenador do Centro de Apoio Operacional de Improbidade do Ministério Público de São Paulo.

Leia mais

Política

Sérgio Guerra, futuro presidente do PSDB

Por Silvio Navarro e Vera Magalhães, na Folha desta quarta:
O SENADOR Sérgio Guerra (PE), 60, assume nesta sexta a direção do PSDB afirmando que "não será árbitro" de uma disputa entre José Serra (SP) e Aécio Neves (MG) em 2010, mas diz que só uma "união real" dos dois pode reconduzir o partido ao Planalto. Ex-deputado estadual e federal, ele é tido como um "conciliador".

FOLHA - O PSDB vem de duas derrotas à Presidência e perdeu espaço no Congresso. Qual é o seu desafio?

SÉRGIO GUERRA - Fazer o partido ter dimensão nacional, fazê-lo forte onde é fraco. No Rio, somos um partido menor do que deveríamos ser, e também no Nordeste. Não é só montar o partido, tem que gerar participação e conquistar espaços institucionais, mandatos de deputados estaduais, prefeitos e vereadores. É preciso uma identificação maior com a massa.

FOLHA - Como ampliar o espaço no Nordeste, onde Lula é muito forte?

GUERRA - É claro que tem o Lula, tem o Bolsa Família. Porém essa liderança no Nordeste é muito concentrada na figura do presidente e não no seu partido. Não foi o PT que estabeleceu esse quadro de predomínio eleitoral. A dependência do eleitorado mais pobre nordestino não é fato novo. O Bolsa Família é usado no Nordeste pelo governo como os coronéis usavam a distribuição de água.(...)

FOLHA - O PSDB reformulado ficará mais perto ou mais longe do DEM?

GUERRA - O brasileiro não espera de nós radicalização. O DEM está organizando seu partido pelo caminho que escolheram. Mas não há contradição entre o que os eles dizem e o que nós defendemos. Sem dúvida, é o nosso aliado mais importante.(...)

FOLHA - Em sua gestão haverá a escolha do candidato a presidente. Como arbitrar a disputa Serra-Aécio?

GUERRA - Não serei árbitro dessa briga, não teria legitimidade para isso. E não acredito nela, acho que teremos muito mais facilidade para resolver essa questão agora do que tivemos na eleição passada.

FOLHA - Por quê?

GUERRA - Há uma óbvia e consistente convergência política e eleitoral entre Minas e São Paulo. E só temos chance de ganhar com a união real, e não superficial, dos dois Estados.

FOLHA - A chapa Serra-Aécio?

GUERRA - Não necessariamente. Penso que os dois vão trabalhar juntos pela vitória. Não tenho dúvida de que os dois governadores poderão se apoiar. Os próximos anos serão marcados por um esforço intenso de solidariedade. Faltou solidariedade na última eleição.(...)

FOLHA - O presidente Lula pode viabilizar um novo mandato?

GUERRA - Sempre acreditei que Lula, que se deu bem com a democracia, não era candidato a "ditadorzinho" da América Latina. Mas confesso que, com as declarações dele sobre a Venezuela, acendeu a luz amarela. Se eles tiverem chance, vão tentar o terceiro mandato.(...)
Assinante lê mais aqui

Imagem

Estudo mostra visão estereotipada dos brasileiros entre portugueses

da BBC Brasil
Uma pesquisa realizada na Universidade de Coimbra sobre a imigração brasileira em Portugal revela que, para os portugueses, a imagem das mulheres brasileiras está relacionada ao sexo e a dos homens à falta de compromisso e à malandragem.
Para Benalva da Silva Vitório, autora da pesquisa, "a brasileira é vista como menina de programa". Segundo ela, essa imagem está relacionada às campanhas de turismo promovidas fora do Brasil. "Acredito que isso tenha começado por causa da Embratur, que vendia o Brasil como um lugar de praias bonitas e mulheres sensuais", disse à BBC Brasil.
De acordo com a pesquisa, a imagem dos homens brasileiros também segue estereótipos e revela uma visão negativa. "Os homens são vistos como malandros, que fazem muito barulho e não cumprem compromissos", disse a autora.

Leia mais

Nota do Editor - Os portugueses estão enganados, há brasileiros que prometem e cumprem. Eles devem ter essa visão distorcida em função de nossos políticos, de fato malandros que fazem muito barulho e não cumprem compromissos. Pense bem no que estou dizendo antes de votar em 2008. Você quer repetir a dose? (Sidney Borges)

Mídia

Jovens na Europa usam mais internet que TV

A European Interactive Advertising Association (EIAA) divulgou no último dia 12 um estudo que coloca a internet como a mídia mais usada entre os jovens de 16 a 24 anos na Europa. São 169 milhões de pessoas online nos 10 principais mercados europeus que ficam conectadas em média 12 horas por semana. O acesso é feito 5.5 dias por semana e 80% tem banda larga. Pela primeira vez, jovens de 16 a 24 anos acessam a internet com mais freqüência dos que assistem TV. São 82% que acessam de 5 a 7 vezes por semana enquanto 77% assistem TV. Além disso, eles ficam 10% mais tempo na internet do que sentado na frente da televisão. (Do Ex-Blog do Cesar Maia)

Pedofilia

Igreja americana
Jesuítas fazem acordo em ações por abuso sexual


Uma ordem de jesuítas concordou nesta terça-feira (20/11) em pagar US$ 50 milhões de indenização a 110 nativos do Alasca que alegaram, em ações civis, terem sido sexualmente molestados por padres. As informações são do site Findlaw.
O acordo fechado com a Sociedade Jesuítica da Província de Oregon, em Anchorage, capital do Alasca, é o maior da história firmado por uma única ordem religiosa, de acordo com o advogado Ken Roosa. “Esses nativos eram coroinhas, meninos e meninas”, afirmou Roosa.
O advogado informa que o acordo de US$ 50 milhões teve como cláusula, requerida formalmente pelos jesuítas, de que a ordem não pediria desculpas formais, pública ou reservadamente. Nenhum dos padres acusados será responsabilizado na esfera criminal. “Esse anúncio é prematuro porque alguns detalhes ainda não foram acordados”, diz o reverendo John Whitney, coordenador da Sociedade Jesuítica.
A Igreja Católica dos Estados Unidos fechou outros acordos em razão de abuso sexual de padres. Em dezembro de 2006 a Arquidiocese de Portland se comprometeu a pagar US$ 75 milhões para evitar condenações em 170 processos civis. A arquidiocese de Los Angeles também aceitou desembolsar US$ 60 milhões para 45 autores de ações.
Outros casos famosos são o da Diocese do Condado de Orange, Califórnia, que pagou US$ 100 milhões a 87 pessoas em 2005 e o da arquidiocese de Boston, que desembolsou US$ 85 milhões para 552 pessoas. Em janeiro de 2007, a Diocese da cidade de Spokane, no estado de Washington, também concordou em pagar US$ 48 milhões a pessoas molestadas sexualmente por padres.
As alegações de abuso sexual no estado do Alasca envolvem 14 padres e compreendem um período de 30 anos, de 1961 a 1987. As vítimas tinham entre 5 a 16 anos de idade. Todos esses casos não englobam os processos movidos contra a Diocese de Fairbanks, que detém poder sobre a maioria das igrejas do interior do Alasca.
Revista Consultor Jurídico, 21 de novembro de 2007

Espaço do leitor

Sabesp

A Sabesp brindou os moradores da Região Sul, substituindo a água por Coca Cola.
Pelo Menos a cor é muito parecida.
Agora queremos saber:
Quem pagará pelas limpezas das caixas Dágua.
Quem pagará a água que temos que comprar para: Dar banho no Bebe, Cozinhar, e Beber.
Já em 1997 havia verba de $ 34.000.000,00 para saneamento, captação e tratamento de água da nossa região.
Os projetos sumiram, o dinheiro idem e campanhas milionárias elegeram governadores.
Hoje foram destinados $ 16.000.000,00 somente para a água da região.
Mas as eleições do ano que vem certamente elegerá mais alguns.
E ficamos cantando a marchinha de carnaval:
Onde está o dinheiro, onde está o dinheiro
Que ninguém viu...
Onde está o dinheiro, onde está o dinheiro onde está o dinheiro.?

Fernando Pedreira.

Manchetes do dia

Quarta-feira, 21 / 11 / 2007

Folha de São Paulo
"Ciência faz célula-tronco sem embrião"
Duas equipes independentes de cientistas, do Japão e dos EUA, conseguiram fazer com que células humanas adultas retroagissem, passando a operar como células-tronco embrionárias, e depois se diferenciassem em outras células do organismo. A técnica sugere que no futuro se poderá dispensar a clonagem terapêutica para obter células-tronco embrionárias.


O Globo
"Câmara e Senado gastam R$ 16,4 milhões por dia"
Os 594 parlamentares federais têm, cada um, 45 funcionários a seu dispor. Nos últimos dez anos, foram criadas 8.500 vagas no Congresso, elevando para 27,2 mil o corpo de servidores, apesar de o número de senadores (81) e de deputados federais (513) ser o mesmo. A série de reportagens sobre mordomias, que o Globo publica desde domingo, mostra que o Legislativo terá custado R$ 6 bilhões ao final deste ano - R$ 16,4 milhões por dia ou R$ 190 (meio salário mínimo) por segundo. As despesas tendem a crescer, com a construção de anexos do Senado e da Câmara, previstos para 2008 ao custo de cerca de R$ 130 milhões. No Senado, que pouco divulga seus gastos, uma TV de plasma instalada na entrada de um corredor que dá acesso a apenas três gabinetes é o sinal mais claro de desperdício. Na Câmara, foram comprados 446 laptops para os deputados, que já têm cinco computadores em seus gabinetes.


O Estado de São Paulo
"Expansão econômica dos EUA será menor"
O Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) reduziu a projeção para inflação e crescimento da economia do país em 2008. Para a instituição, o PIB americano vai se expandir entre 1,8% e 2,5% no ano que vem - a expectativa anterior era de 2,5% a 2,75%. Para o núcleo do Índice de Preços ao Consumidor, a previsão é de alta anual entre 1,7% e 1,9% - antes, ia de 1,75% a 2%. Os números foram divulgados ontem, junto com a ata da última reunião do Comitê de Mercado Aberto do Fed. A reação do mercado financeiro foi moderada. As bolsas americanas, que estavam subindo, inverteram a mão. Depois, voltaram ao terreno positivo e fecharam no azul. Para os investidores, cresceu a expectativa de um corte da taxa básica de juros americana em dezembro, o que pode favorecer os investidores no Brasil e em outros países emergentes - em tese, quanto menores os juros nos EUA, maior a atração de taxas como a que o governo brasileiro paga (11,25% por ano, a Selic).


Jornal do Brasil
"Comércio do Rio perdeu R$ 125 milhões no feriadão"
A Associação Comercial do Rio de Janeiro calcula que 30 mil lojistas deixaram de faturar R$ 125 milhões nos cinco dias entre o feriado da Proclamação da República, na quinta-feira, e ontem, data de homenagem a Zumbi dos Palmares. O município perdeu R$ 50 milhões em impostos.

terça-feira, novembro 20, 2007

TV Víbora

Lady Madonna - The Beatles

Opinião

A importância da juventude na política

Não precisamos fazer nenhuma pesquisa para saber o que os jovens querem atualmente da política partidária: DISTÂNCIA!...
Este distanciamento da juventude, ao contrário do que muitos pensam, não se deve ao fato dos jovens não terem senso crítico, mas está diretamente relacionado aos maus exemplos que nos dão, cotidianamente, alguns políticos da geração anterior à nossa. Temos atualmente inúmeros casos de corrupção, diversos escândalos públicos, bem como uma enorme falta de ética e fidelidade partidária. Isto faz com que os jovens não tenham confiança e, pior ainda, não lhes permite entender que para haver uma mudança neste quadro é fundamental a nossa participação no exercício da cidadania. O eleitor jovem deve entender que a política faz parte de nosso cotidiano e é fundamental à manutenção de nossa sociedade como a conhecemos. Sendo assim, é deveras triste perceber que no Brasil ainda é muito pequena a participação da juventude em debates relacionados à política. Sou defensor assíduo de uma política pública voltada para a juventude e que ofereça respostas às diversas necessidades que os jovens possuem, melhorando a qualidade de vida e favorecendo ao máximo a participação dos jovens nas decisões políticas. Os políticos, por possuírem pouco entendimento a respeito, pensam na juventude como uma categoria genérica que abrange um grupo social bastante numeroso e complexo. Na realidade, ocorre um grande erro ao falar-se da juventude como se esta fosse um conjunto único. O modo de vida, bem como os problemas e as necessidades dos jovens variam de acordo com algumas variáveis que devem ser observadas: O local onde vivem, o sexo que possuem, a faixa etária em que se encontram e a classe social que integram são aspectos que influenciam, de forma bastante significativa, os problemas e necessidades de cada grupo.
Não há uma só juventude, mas "diferentes juventudes" que, portanto, devem ser tratadas de forma diferenciada. É claro que alguns dos problemas e necessidades da juventude são os mesmos de toda a população, como por exemplo, educação, saúde e emprego. Porém os jovens possuem alguns aspectos que merecem uma atenção especial como a entrada no mercado de trabalho e o acesso à educação de nível superior. Além destas necessidades gerais da juventude, carecem de apoio institucional as especificidades de cada uma das muitas "tribos" urbanas que compõem a juventude municipal como os estudantes, os lutadores, os surfistas, os skatistas, os músicos, os atores, os artesãos, entre tantas outras. Salta à vista a necessidade do surgimento de novas lideranças jovens, capazes de discernir com clareza a essência dos problemas encontrados por cada uma das "tribos" que compõem a juventude. Estas deverão denunciar e combater as tramas e intrigas atualmente entranhadas na política partidária, que negam à juventude o direito de agir como um instrumento transformador da humanidade e de conceitos. Diante disto, os jovens não podem se omitir. Devem acreditar e confiar na força que têm, e sempre tiveram, como instrumento de transformação. O jovem, seja ele de direita ou esquerda, independente da sua ideologia ou do partido em que esteja, não pode ficar ausente das discussões que envolvem o nosso futuro. Por isso a inclusão do jovem na política partidária é tão importante. Só assim conseguiremos renovar os quadros, que aí estão, trazer novas idéias e construir, juntos, um futuro melhor não só para o nosso município, mas também para o nosso amado Brasil.
Muitos jovens sonham em mudar o mundo. Muitos outros já estão empenhados em tornar este sonho realidade e estão mudando para melhor o nosso planeta, o nosso país ou o nosso município. Este sonho só tornar-se-á realidade, quando arregaçamos as mangas e ocuparmos o nosso espaço, pois, "um sonho que se sonha só é apenas um sonho, mas um sonho que se sonha junto vira realidade".


Leo Rocha
Caiçara, Ubatubense e Estudante de Direito

O cerco se fecha

Justiça Eleitoral

O julgamento da Representação Nº 16507, originária de Ubatuba -SP, cujo relator é o Juiz Nuevo Campos e cujo representante é o Ministério Público Eleitoral, tendo como representados: Gilberto Macedo Gil Arantes, Eduardo de Souza Cesar, Maria de Fátima Soares dos Santos, Sandra Cristina da Motta Câmara e Adélia Torres, está pela bola sete. Quero dizer, a representação vai ser julgada na próxima sessão do TRE-SP. Para quem não está lembrado: REPRESENTAÇÃO POR CONDUTAS VEDADAS AOS AGENTE PÚBLICOS. USO DE BENS MÓVEIS, MATERIAIS, SERVIÇOS E CARRO PERTENCENTES À PREFEITURA MUNICIPAL DE UBATUBA EM BANEFÍCIO DA CANDIDATURA. ART. ART. 73, I, II, III E §§ 4º E 5º DA LEI Nº 9504/97 E ART. 34, I, II, E III DA RESOLUÇÃO TSE 22261. PROCEDIMENTO Nº 121/2006 NA PJE DE UBATUBA. Caso perca Eduardo Cesar fica inelegível por 3 anos, de acordo com a LC 64/90, no entanto cabe recurso. Vamos esperar. (Sidney Borges com informações do site do TSE)

Fidelidade partidária

PTC pede decretação de perda do cargo do deputado federal Clodovil Hernandes (PR-SP)
20 de novembro de 2007 - 17h20

O Partido Trabalhista Cristão (PTC) ajuizou no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) uma petição (Pet 2766), para que seja decretada a perda do cargo de deputado federal a Clodovil Hernandes. Ele foi eleito pelo PTC em 2006, mas migrou ao Partido da República (PR) depois do dia 27 de março, após o TSE decidir que os mandatos referentes a cargos proporcionais pertencem aos partidos políticos. O pedido tem como base jurídica a Consulta 1398 e a Resolução 22.610, do TSE.

Na Consulta, o então PFL, atual DEM, questionou sobre a titularidade do mandato parlamentar obtido pelo sistema eleitoral proporcional, quando houver pedido de cancelamento de filiação ou transferência do candidato eleito por um partido para outro. A Corte definiu que a vaga é do partido e/ou coligação.
Já a Resolução 22.610, do TSE, disciplinou as condições para a perda do cargo eletivo de parlamentares que trocaram de partido após o dia 27 de março de 2007, data-limite, definida pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no julgamento dos Mandados de Segurança 26.602, 26.603 e 26.604, nos quais foi decidido que os chamados “deputados infiéis” estariam sujeitos à perda de seus mandatos em favor do partido pelo qual se elegeram, possibilitando a sua substituição pelo respectivo suplente.
O PTC alega que o deputado federal Clodovil Hernandes não se enquadra em nenhuma das hipóteses de “justa causa” previstas no artigo 1º da Resolução 22.610/TSE:
I) incorporação ou fusão do partido;
II) criação de novo partido;
III) mudança substancial ou desvio reiterado do programa partidário; e
IV) grave discriminação pessoal.
Já que a Câmara dos Deputados, ao argumento que seu Regimento Interno não permite a perda do cargo pelo motivo de mudança de partido sem justa causa, não declarou vaga a cadeira, o PTC pede que o TSE decrete a perda do cargo de deputado federal de Clodovil Hernandez.
Fonte: TSE
 
Free counter and web stats