sábado, março 24, 2007


Era o Papa! Em carne e osso

Primo vedere Roma. Dopo il Papa...

Torre de Babel. É o que o aeroporto de Fiumicino parece. Pelo menos para mim que imagino a torre bíblica como uma imensa confusão em technicolor, sendo as cores da lavra dos africanos. Há muita gente em trânsito no Fiumicino. Gente de todas as partes do mundo. Para quem sai do Oriente Médio ou da África, Roma é a porta de entrada da Europa, é lá que são feitas as conexões para o continente. Bem, pelo menos era assim naquela manhã de agosto de 1985 em que Susan e eu lá estávamos. Íamos embarcar para Lisboa com escala em Milão. A fila no balcão da Alitália era imensa. O check-in lento, muito lento, quando chegou a nossa vez estava quase na hora do embarque. Pegamos as tarjetas e disparamos pelo imenso corredor, nosso portão de embarque tinha um número alto, era longe e o tempo corria. Stress. É isso que a ciência chama de stress. No meio do caminho, de repente, um carabineiro esticou a mão no gesto clássico de pare. Paramos, a boiada inteira. Um cordão de isolamento de veludo vermelho foi colocado de forma a impedir que continuássemos. Susan e eu éramos os primeiros da fila, com o cordão encostado em nossos corpos. Enguanto eu me perguntava o significado daquilo, uma porta se abriu, um tapete vermelho foi desenrolado e o Papa passou na nossa frente. A um metro e meio de distância. Com ele ia um cortejo de autoridades eclesiásticas rumo à África. Em menos de cinco minutos tudo voltou ao normal. Apesar da interrupção conseguimos embarcar com sucesso, o que é quase uma redundância afirmar, pois se eu não tivesse embarcado não estaria aqui, provavelmente estaria na Itália onde teria um blog chamado Roma Vípera. (Sidney Borges)

Partido único? Que original...

Chávez cria partido único

"O presidente venezuelano, Hugo Chávez, entra hoje para o rol de líderes como Fidel Castro, Hu Jintao, Kim Jong-il, Adolf Hitler, Josef Stálin e Francisco Franco. Todos criaram um partido único para concentrar seu poder. A versão venezuelana, Partido Socialista Único da Venezuela (PSUV), se justifica pela urgência de chegar ao "socialismo do século XXI" e de reformar a Constituição de 1999. Não resta escolha aos partidos aliados: ou se somam ao PSUV ou passam para a oposição".
Leia mais

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 24 / 03 / 2007
  • Prefeitura une esforços no combate contra a dengue
  • Ubatuba promove ações de combate à tuberculose
  • Secretaria Estadual de Meio Ambiente desinterdita aterro sanitário de Ubatuba
  • Parceria entre prefeitura e comunidade beneficia moradores do bairro Sesmarias em Ubatuba
  • Santa Casa cria comissão de Captação de Recursos
  • Prefeitura de Ubatuba faz individualização do FGTS dos servidores públicos municipais
  • Professores de Ubatuba aprimoram conhecimentos em informática pedagógica
  • Ubatuba recebe peça teatral que é sucesso há mais de 20 anos
  • Onbongo entrega doação ao Lar Vicentino de Ubatuba
  • Diversas atividades marcaram o Dia da Água em Ubatuba
  • Grupos de Danças de Ubatuba brilham no V Dança Verão em São Sebastião
Leia aqui

Manchetes do dia

Sábado, 24 / 03 / 2007

Folha de São Paulo:
"Polícia "mostra força" com megaoperação"
Policiais civis de todo o país fizeram uma megaoperação para 'demonstrar força'. Em São Paulo, segundo a Polícia Civil do Estado, 1.675 pessoas foram detidas. No fim da noite, 902 continuavam presas e iriam para penitenciárias. Os detidos incluíam homicidas e devedores de pensão alimentícia.


O Globo:
"Ação nacional inédita com 25 mil policiais prende 1.675 só em SP"
Uma ação inédita das secretarias estaduais de Polícia Civil em todo país resultou na prisão de pelo menos 2.222 presos, sendo que 1.675 só no Estado de São Paulo. Os policiais também cumpriram mandados de busca e apreensão, fecharam estabelecimentos comerciais, além de apreender drogas e armas. Para a realização da blitz, foram mobilizados pelo menos 25 mil policiais, mas esse número, assim como o de prisões, refere-se apenas a onze estados e ao Distrito Federal, uma vez que não foi divulgado um balanço nacional das operações. O presidente do Conselho Nacional dos Chefes de Polícia, Mário Jordão Toledo, delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, disse que a operação começou a ser planejada há um mês. Ele afirmou que não houve objetivo de protestar contra a situação das polícias civis, mas o delegado que comandou a operação em Brasília disse que a categoria quer ser ouvida na elaboração das políticas de segurança.


O Estado de São Paulo:
"Arrastão da polícia faz mais de 2 mil prisões"
Uma megaoperação da Polícia Civil foi deflagrada ontem em 25 Estados e no Distrito Federal, com cerca de 30 mil delegados e investigadores nas ruas atrás de ladrões, seqüestradores, falsários, assassinos e outros criminosos. Foi a maior iniciativa policial já feita no Brasil. Pelo menos 2 mil pessoas foram presas. "A idéia era articular as várias polícias, dar motivação e aproxima-las da população", afirmou o delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Mário Jordão, também presidente do Conselho Nacional de Delegados Gerais de Polícia. A idéia envolvida ainda obter a mesma divulgação que a Polícia Federal tem recebido com suas operações nos últimos anos. Em São Paulo, cada delegacia planejou sua atuação. No Espírito Santo, o trabalho terminou em polêmica, porque dezenas de presos passaram parte do dia trancados em ônibus por falta de vagas em presídios. No Piauí houve apenas uma prisão, porque os policiais estão em greve. Minas Gerais, o único Estado a não participar da operação, informou que prefere fazer em separado suas iniciativas contra o crime.


Jornal do Brasil:
"Polícia protesta fazendo prisões em 26 Estados"
Policiais civis de todo o país desencadearam uma megaoperação com o objetivo de chamar a atenção das autoridades para que sejam ouvidos na atribuição de políticas de segurança pública. Milhares de agentes saíram às ruas de 26 Estados e do DF. Em São Paulo, a ação que mobilizou 20 mil homens, foi registrado o maior número de prisões: 1.675 pessoas. No Rio, cerca de 2 mil participaram da inédita iniciativa em vários pontos do Estado. No Espírito Santo, 60 foram capturados. Por falta de espaço nas delegacias, micro ônibus serviram de cadeia.

sexta-feira, março 23, 2007

Aedes



Estrela do momento

Essa gracinha que você está vendo é um aedes aegypti, praga que está causando sérios problemas a Ubatuba. Além da epidemia de dengue grassando em todos os rincões da terra tamoia, o mosquitinho nos colocou na mídia regional e nacional. Há suspeita de dois mil casos, sendo que mais de quinhentos estão confirmados. Aliás, essa história de confirmação é boa para estatísticas, médicos não precisam de exame para saber do que estão tratando. Não no caso da dengue, cujos sintomas são característicos. Por falar nisso, um médico da Santa Casa me disse que atende de vinte a trinta casos novos por dia. Para quem sabe fazer contas é só multiplicar. Como a conversa foi há uma semana, podemos contabilizar mais duzentos casos. Não são números que interessam, mas sim o que precisa ser feito para atenuar a calamidade e cuidar para que não volte a acontecer. Ações. Precisamos de ações. Discursos e promessas não funcionam. Por falar nisso, há uma pergunta relevante a ser feita. Qual a razão de termos tantos casos de dengue enquanto os municípios vizinhos mantêm o problema sob controle? Pergunta que dirijo às autoridades sanitárias do município. Se os outros não têm e nós temos, alguma coisa fez com que nós tivéssemos e eles não. O que foi essa coisa? (Sidney Borges)

Sonhos



Ciclóide

Para o ciclista um ponto da roda da bicicleta descreve uma circunferência, enquanto que para um observador externo o mesmo ponto descreve uma curva chamada ciclóide. Trajetórias diferentes para observadores diferentes. Conclusão: a trajetória de um ponto material depende do referencial adotado. O mesmo acontece com a trajetória dos políticos na vida pública, o que é facilmente comprovável por suas manifestações. Eles sempre têm razão, sempre são os melhores e nunca erram, ainda que tenham cometido erros clamorosos aos olhos de todos. O maior crime de um homem público é mentir, tentar enganar o povo. O mesmo povo que o elege e que ele, no fundo, despreza. Mas o que os políticos fazem de suas vidas é problema deles, eu tenho tido um sonho recorrente com bicicletas... (Sidney Borges)

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 23 / 03 / 2007
  • Ruas do centro recebem nova pavimentação
  • Prefeitura consegue reforço do Estado para ações de combate à dengue
  • Prefeitura aguarda revogação da interdição por parte da Secretaria do Meio Ambiente
  • Ubatuba participa de Convention e Visitors Bureaux
  • Atletas agradecem apoio da Prefeitura
Leia aqui

Manchetes do dia

Sexta-feira, 23 / 03 / 2007

Folha de São Paulo:
"Deputados querem elevar salários e facilitar gastos"
A Comissão de Finanças e Tributação da Câmara aprovou um reajuste de 26,5% nos salários do presidente da República e do vice, dos 34 ministros de Estado e dos 594 congressistas. Na prática, porém, o aumento dos deputados federais e senadores pode superar 60%. Isso porque os projetos também permitem aos parlamentares gastar, sem comprovação, até R$ 5.417 dos R$ 15.000 da verba mensal.


O Globo:
"Menor que matou João Hélio irá a regime fechado"
A juíza da 2ª Vara da Infância e Juventude do Rio, Adriana Angeli de Araújo, determinou ontem a punição máxima para o menor de 16 anos acusado de participar da quadrilha que assassinou barbaramente o menino João Hélio, de 6 anos, no dia 7 de fevereiro: a internação em regime fechado.
Ele ficará internado por no máximo três anos, mas a cada quatro meses será reavaliado, podendo ser solto. A medida de internação é a mais dura prevista pelo Estatuto da Criança e do Adolescente. Segundo a juíza, o adolescente foi reconhecido por três testemunhas como o menor que estava no banco de trás do carro que arrastou o menino - o que foi fundamental para determinar a sua participação no caso. "A pena de três anos é muito pouco diante do crime brutal que aconteceu com o nosso filho: é muito difícil de aceitar", disse o pai de João, Élson Vieites.


O Estado de São Paulo:
"Câmara propõe aumento salarial e liberação de gasto"
Os deputados deram ontem o primeiro passo para aumentar seus vencimentos e os dos senadores, com a aprovação de duas medidas na Comissão de Finanças. A primeira é um reajuste salarial de 26,49% para deputados e senadores - e também para o presidente da República, o vice-presidente e os ministros. Com o reajuste de 26,49%, o salário dos parlamentares passa de R$ 12.847,20 para R$ 16.250,42 - proposta que ainda precisa ser aprovada pelo plenário da Câmara e pelo do Senado. A segunda medida é permitir aos congressistas gastar com mais liberdade as verbas a que têm direito para bancar suas atividades políticas. Atualmente, cada parlamentar tem a cota de R$ 15.000 para despesas em seu Estado e contratação de pareceres; o projeto libera da comprovação de gastos de R$ 2.416,81 até R$ 5.416,81, dependendo de o parlamentar receber ou não auxílio-moradia. Caso o Congresso aprove o reajuste, o governo deverá propor aumento para os funcionários que ocupam cargos em comissão, direção e assessoramento; esse efeito cascata custaria R$ 765 milhões anuais.


Jornal do Brasil:
"Matador de João Hélio pega 4 meses de prisão"
O jovem de 16 anos que, junto com dois comparsas, matou brutalmente o menino João Hélio, foi condenado pela Vara da Infância e Juventude à pena socioeducativa de quatro meses de internação. Passado este período, o assassino será avaliado por uma junta de psicólogos e assistentes sociais, que poderão prorrogar a pena. Indignada com a sentença, a avó de João Hélio desabafou: "Ele vai ficar uns seis meses, sair e matar outra pessoa".

quinta-feira, março 22, 2007


Combatendo a dengue

Agora eu era o herói...

Acabei de dar o último polimento na minha mais recente invenção. Criei um copiador universal. Copia tudo, menos dinheiro. Copia e reduz em escala. Com essa máquina vou poder ajudar no combate à dengue. Primeiramente cuidarei de reduzir um NA-T6 até 2 cm de comprimento. Estando dentro do avião serei reduzido proporcionalmente. Depois decolarei para abater aedes aegipty. Cada mosquito que eu derrubar corresponderá a uma marca ao lado da carlinga, como faziam os ases da Segunda Guerra Mundial. À noite, depois de voltar às dimensões originais, olharei para meu relógio de aço, colocarei o blusão de couro nas costas e tomarei uma canja. É dura a vida de herói, sempre defendendo pobres e oprimidos e combatendo a tirania. Ufa, como cansa! (Sidney Borges)

Festa cívica

Aniversário do PCdoB

O presidente municipal do PCdoB, Mario Castanho, convida a todos a participar de evento em comemoração ao aniversario da sigla. Será na Câmara Municipal, dia 31/03/2007, às 19 horas. Vá conferir, leve a família e os amigos, não perca. A democracia exige participação popular.
Fonte: Diretório Municipal do PCdoB

Para saber mais sobre o partido clique aqui

Pensata

Os dez mandamentos do populismo

Do historiador mexicano Enrique Krauze, publicado no Estado de SP

1 - O populismo exalta o líder carismático.

2 - O populista não só usa e abusa da palavra: ele se apropria dela. A palavra é o veículo específico de seu carisma. Fala com o povo de modo constante, incita suas paixões, "ilumina o caminho", e faz isso sem restrições nem intermediários.

3 - O populismo fabrica a verdade. O governo "popular" interpreta a voz do povo, eleva essa versão à condição de verdade oficial, e sonha com decretar a verdade única. Os populistas confundem a crítica com inimizade militante, por isso buscam desprestigiá-la, controlá-la, silenciá-la.

4 - O populista usa de modo discricionário os recursos públicos.

5 - O populista divide diretamente a riqueza. "Vocês têm o dever de pedir!", exclamava Evita a seus beneficiários. Criou-se assim uma idéia fictícia da realidade econômica e entronizou-se uma mentalidade assistencialista.

6 - O populista alimenta o ódio de classes.

7 - O populista mobiliza permanentemente os grupos sociais. "O povo" mas uma massa seletiva e vociferante que caracterizou outro clássico, Marx - não Karl, mas Groucho: "O poder para os que gritam".

8 - O populismo fustiga sistematicamente o "inimigo externo". Precisa desviar a atenção interna para o adversário de fora.

9 - O populismo despreza a ordem legal. Há na cultura política ibero-americana um apego atávico à "lei natural" e uma desconfiança das leis feitas pelo homem.

10 - O populismo mina, domina e, em último recurso, domestica ou cancela as instituições da democracia liberal. Ele abomina os limites a seu poder, considera-os aristocráticos, oligárquicos, contrários à "vontade popular". (Cesar Maia)

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 22 / 03 / 2007
  • Prefeito Eduardo Cesar se reúne com Estado para ações de combate à dengue
  • Prefeitura de Ubatuba entra na Justiça para reverter interdição do aterro sanitário
  • Natação de Ubatuba encara segunda etapa do Paulista de Águas Abertas
  • Ubatuba se prepara para a última etapa do Rip Curl Grom Search
Leia aqui

Manchetes do dia

Quinta-feira, 22 / 03 / 2007

Folha de São Paulo:
"Novo cálculo eleva números do PIB"
Os novos dados do IBGE trouxeram uma boa notícia ao governo Lula: a expansão média do PIB nos três primeiros anos do governo do PT saltou de 2,6% para 3,2%. Já nos três últimos anos de FHC (2000, 2001 e 2002), o PIB oscilou menos -subiu de 2,5% para 2,8%. Já prevendo críticas, o IBGE disse que a mudança metodológica do PIB foi estritamente técnica, não atendeu a interesses políticos e seguiu a recomendações internacionais. De acordo com Roberto Olinto, coordenador de Contas Nacionais do IBGE, a explicação para as mudanças está na nova estrutura de ponderações dos setores e na incorporação de uma nova base de dados, constituída por pesquisas anuais de indústria, serviços, comércio, construção civil, orçamentos familiares e outras. (...)


O Globo:
"PIB revisado mostra queda em educação e investimento"
O IBGE anunciou ontem a revisão do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, revelando que a economia está 10,9% maior, somando R$ 2,147 trilhões em 2005, embora o país tenha investido menos. Com a mudança da metodologia, que incorporou novas pesquisas como as dos setores de serviços e construção, o crescimento daquele ano passou de 2,3% pra 2,9%. Pelos novos números, o Brasil voltou a estar entre as dez maiores economias, mas sua taxa de expansão só supera na América Latina, Haiti (0,4%) e El Salvador (2,8%). Já a taxa de investimentos brasileira caiu de 20,6% para 16,3% do PIB. No caso da educação, o país aplicava 4,3% do PIB na área, mas, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), esse percentual caiu para 3,8%.


O Estado de São Paulo:
"Novo PIB revela economia maior e baixo investimento"
O Produto Interno Bruto (PIB) de 2005 ficou 10,9% maior e chegou a R$ 2,147 trilhões com a nova forma de cálculo, divulgada ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A revisão ampliou os números desde 2002, o que elevou o crescimento médio do País, no governo Lula, dos 2,6% da série antiga para 3,1%. O resultado foi comemorado com entusiasmo pela equipe econômica. O PIB revisado de 2006 será apresentado na semana que vem. Com os novos valores, o PIB brasileiro passou da 11ª para a 10ª colocação mundial, ultrapassando o da Coréia do Sul. Para os economistas, os números revelam agora um ambiente favorável para os negócios, com espaço para mais investimentos, ampliação do crédito e provável expansão dos projetos empresariais. Mas nem todos os números são positivos: a revisão mostrou que a economia brasileira tem investido menos do que se imaginava, o que pode explicar seu modesto desempenho nos últimos anos. Pelo cálculo antigo, a taxa de investimentos foi de 20,6% do PIB em 2005; pelo novo, 16,3%. Segundo o IBGE, a taxa de investimento caiu porque a participação da construção civil estava superestimada.


Jornal do Brasil:
"Lula faz cortes nas verbas do Judiciário e Legislativo"
Em decisão inédita desde a criação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, o governo federal determinou um corte de 25% nas despesas de custeio dos poderes Legislativo e Judiciário para este ano, o que significa uma redução de R$ 1,24 bilhão. Só com estes cortes o governo terá condições de cumprir a meta de superávit fiscal de 4,25% do PIB. O Supremo Tribunal Federal reagiu contra a medida e faz reunião hoje para tomar uma posição.

quarta-feira, março 21, 2007


Luiz Inácio falou...

Nosso Guia é demais...

"Certamente o embaixador russo recebeu [a notícia] e certamente mandou para o presidente Putin, e certamente o Putin ficou meio "putin" com o Brasil."
Lula ao contar que frigoríficos brasileiros pagavam suborno aos russos para continuar exportando carne (Do Blog do Noblat)

Pode? É só uma pergunta...

Prefeitura Municipal da Estância Balneária de Ubatuba

Ofício n.º SS/1109/05 Ubatuba, 23 de novembro de 2005

Prezado Senhor:

Vimos através deste, solicitar que seja efetuado o pagamento de R$ 46.000 (quarenta e seis mil reais), a título de empréstimo, a Empresa MEDLABOR MEDICINA E DIAGNÓSTICOS LTDA, pessoa jurídica inscrita no CNPJ Nº 07.232.964/0001-04, com sede na Rua salvador Corrêa, nº 410, Centro, Ubatuba-SP, para cobrir despesas de exames laboratoriais à Rede Municipal de Saúde.
Sem mais para o momento, subscrevo-me.

Atenciosamente,

Dr. Marcos Silveira Franco
Secretário Municipal de Saúde

Ilmo. Sr.
Dr. Jair Antonio de Souza
Santa Casa de Mis. Irm. Sr. Passos de
Ubatuba-SP

Manuscrito sobre o documento:

Kelly,
Efetuar o pagamento solicitado com o recurso do caixa hospitais


Assinado 23/11/05


Recibo

Recebi da santa casa de Ubatuba a importância de R$ 46.000,00 (Quarenta e seis mil reais), referente ao pagamento atitulo (sic) de empretimo (sic) para Empresa Medlabor Medicina e Diagnostico Ltda.

Por ser verdade afirmo o presente.

Ubatuba, 23 de Novembro de 2005

Thiago Tonglet Monzi

Rg: 32.776.953-1
CRBM. 9081/1
END. Rua Salvador Correa, 410
– Centro


Anexo:

BANCO BRASIL Cheque No 850372
Valor: 46.000,00 (QUARENTA E SEIS MIL REAIS)
Portador: MEDLABOR MEDICINA E DIAGNÓSTICO LTDA.
Local e Data: UBATUBA 23 de NOVEMBRO de 2005

c/c 11.619-X CHEQUE No 850372
do Banco BANCO BRASIL

utilizado para:
REFERENTE PAGAMENTO ATITULO (sic) DE EMPRESTIMO PARA EMPRESA ACIMA CITADA.
OF: SS/1109-05
Segue rubrica sob o texto: Por 3 anos.

Dengue

Confirmada primeira morte por dengue no Estado de SP

A secretaria de Estado da Saúde confirmou hoje a primeira morte causada pela dengue este ano no Estado de São Paulo. A vítima é uma mulher de 26 anos, moradora na capital paulista, que contraiu a doença tipo hemorrágica quando fazia turismo em Itanhaém, na Baixada Santista. A assessoria de imprensa da Secretaria de Saúde não divulgou o nome da vítima, mas há informações de que ela teria morrido no dia 1º de março após ser internada com sintomas da dengue hemorrágica no hospital Santa Catarina, na capital.De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância Epidemiológica de Itanhaém, Maria Aparecida da Silva, a vítima contraiu a doença quando passava férias na cidade, entre os dias 25 e 30 de janeiro. No dia 1º de fevereiro, ela teria sentido os primeiros sintomas da doença e falecido exatamente um mês depois. Em Itanhaém, há 92 casos de dengue confirmados."Este foi o único caso clínico de dengue hemorrágica contraída no município, mas precisamos aguardar a identificação da vítima pelo Centro de Vigilância Epidemiológica (CVE) do Estado", disse Maria Aparecida. Segundo ela, a turista ficou hospedada no bairro Belas Artes, na região Central de Itanhaém, que foi bloqueado com ações de combate e prevenção na época da notificação da suspeita. (Enviado por Ronaldo Dias)

Notícias da Prefeitura



51º Jogos Regionais de Ubatuba lançam mascote e logomarca

Nome do mascote será escolhido pelos estudantes do município

O Prefeito Eduardo Cesar conheceu nesta terça-feira, 20, a logomarca e o mascote dos 51º Jogos Regionais, que acontecem em Ubatuba em julho deste ano. A apresentação foi feita em uma reunião com representantes da Publicarte, empresa que cuidará do marketing dos jogos. “Após vários estudos e reuniões chegamos a esse resultado: a onda e o sol, representando as praias de Ubatuba como logomarca e um tubarão, como mascote. A partir de abril a marca e o tubarão, passarão a ser vistos em toda a cidade”, disse Manoel Carlos de Carvalho Jr, sócio-diretor da Publicarte.
O nome do mascote será escolhido em um concurso que envolverá toda a rede escolar de Ubatuba. “Todos os alunos poderão sugerir um nome e o Comitê Organizador escolherá os três melhores, que voltarão para uma eleição, onde os alunos escolherão o melhor nome”, anunciou o secretário de Esportes e Lazer, Bittencurt Jr.
O prefeito Eduardo Cesar aprovou a marca e o mascote dos Jogos Regionais de Ubatuba.
“Conseguimos chegar a um mascote que agradou a todos. Agora vamos aguardar a criatividade dos estudantes de Ubatuba, para a escolha do nome dele. O pessoal da Publicarte está de parabéns pelo trabalho apresentado”, declarou.
Eduardo voltou a salientar o legado dos Jogos para a cidade. “Todas as obras serão destinadas aos munícipes após as competições. Durante anos Ubatuba ficou estagnada na área de praças esportivas e agora ampliaremos a oferta de locais para a prática esportiva na cidade”, finalizou o prefeito. PMU
Foto: Adriane Ciluzzo / Manoel Carlos de Carvalho Jr, sócio-diretor da Publicarte e o prefeito Eduardo Cesar, com a logomarca e o desenho do mascote.


Prefeitura inicia vistoria a imóveis fechados em busca de criadouros de dengue

A vistoria tem como base o Decreto Municipal 4555, que determina os procedimentos a serem tomados em caso de controle de doenças com potencial de crescimento ou de disseminação que representem risco ou ameaça à saúde pública

A Prefeitura de Ubatuba, por meio da Vigilância Epidemiológica Municipal, está fechando o cerco contra a dengue no município. Depois do mutirão que atingiu mais de 2.350 imóveis, nesta terça-feira, 20, a prefeitura iniciou a vistoria a imóveis fechados, que está sendo realizada paralelamente à aplicação de veneno, chamada nebulização. Neste primeiro dia, foram vistoriados seis imóveis fechados na Rua Hans Staden, no centro da cidade. Os moradores da região aplaudiram a ação, que contou com o apoio da Guarda Municipal.
Das seis casas vistoriadas, três apresentaram focos de dengue e possíveis criadouros. Em uma delas, que encontra-se em estado de abandono, foram retirados três sacos de lixo. Em outra, foi encontrado um vaso sanitário no quintal, infestado de larvas e em outra, as larvas estavam concentradas no ralo.

Autuação e multa

A vistoria tem como base o Decreto Municipal 4555, que determina os procedimentos a serem tomados em caso de controle de doenças com potencial de crescimento ou de disseminação que representem risco ou ameaça à saúde pública. O decreto prevê também, entre outras coisas, o ingresso forçado, com reforço policial, nos imóveis em que o proprietário esteja presente, mas não permita a entrada dos agentes de controle de endemias.
Neste primeiro dia de ação, não houve recusa na entrada dos agentes. A lei prevê ainda que nos imóveis fechados em que for constatada presença de criadouros ou de larvas, o proprietário será autuado, podendo acarretar em multa. Após autuação, o proprietário terá dez dias para regularizar a situação do imóvel e recorrer à Vigilância para revogar a multa. A multa pode variar de R$ 100 a R$ 10 mil, dependendo da gravidade da autuação e da reincidência.

Epidemia

A Superintendência de Controle de Endemias (Sucen) do Estado declarou, no início desta semana, estado de epidemia no município. Foram confirmados 286 dos 1750 casos suspeitos no município.
Apesar da gravidade da situação, o superintendente de Proteção à Saúde, Neilton Nogueira, explica que as medidas de controle do mosquito e bloqueio do vírus que estão sendo intensificadas desde o início deste ano tendem a resultar em um impacto positivo, que deve ser sentido em breve. "Estamos vivendo agora um momento de alerta, mas as ações da prefeitura, associadas à mudança de hábitos da população e à prática de retirada constante de criadouros, consequentemente, resultará na diminuição drástica das ocorrências", finaliza. PMU

Manchetes do dia

Quarta-feira, 21 / 03 / 2007

Folha de São Paulo:
"Ministério libera R$ 2,4 bi sem avaliação"
Auditoria do Tribunal de Contas da União concluiu que, de 2003 a outubro de 2006, o Ministério das Cidades liberou sem análise técnica as obras feitas a partir de emendas parlamentares, relata Marta Salomon. O valor das obras soma R$ 2,4 bilhões, ou 90% dos contratos assinados no período.


O Globo:
"Lula chama usineiros de heróis e recebe Collor hoje"
O presidente Lula disse que os usineiros, um dia vistos como "bandidos do agronegócio", se transformaram em heróis nacionais por causa da explosão do interesse mundial pelo etanol brasileiro. O tom é diferente do assumido na campanha de 89, quando Lula e o PT atacaram Collor por ter renegociado a dívida dos usineiros em Alagoas. Hoje, 15 anos depois, Collor volta ao Planalto para um encontro com o presidente Lula.


O Estado de São Paulo:
"PMDB ajuda o governo a engavetar CPI do Apagão"
Depois de gritaria, bate-boca, xingamento e até ameaça de agressão entre deputados, o governo atropelou a oposição e conseguiu aprovar ontem na Comissão de Constituição e Justiça na Câmara o recurso do PT que suspende a instalação da CPI do Apagão Aéreo. Com participação decisiva do PMDB - que acaba de conseguir quatro ministérios e deve levar mais um -, o Planalto obteve 39 votos contra 20 na comissão. O recurso deve ser levado agora ao plenário da Câmara. A oposição não queria que o recurso fosse votado antes da decisão do Supremo Tribunal Federal sobre o pedido para que a CPI seja instalada. Os oposicionistas estão confiantes em que o Judiciário vai determinar a criação da CPI. Em outra frente, o PFL entra hoje com representação no Ministério Público Federal para que sejam apuradas denúncias sobre obras da Infraero. Entre os problemas listados pelo Tribunal de Contas da União (TCU), e revelados ontem pelo Estado, estão licitações direcionadas e pagamento por serviços não concluídos. O líder do PFL na Câmara, Ônyx Lorenzoni, anexou à representação cópia de quatro relatórios preliminares do TCU.


Jornal do Brasil:
"Assassino de francês já tinha matado oito"
Sebastião Gama de Paula, 27 anos, conhecido como Tindoco, foi identificado por uma testemunha como autor dos tiros que mataram o músico francês Sebastien Gressez, segunda-feira à noite, na Via Dutra. Tindoco, com 13 passagens pela polícia, já tinha assassinado oito pessoas. Indignado, o governador Sérgio Cabral qualificou-o de "débil mental" e "sem coração". O governador declarou-se perplexo com a violência no Estado: "Não temos que tolerar esta situação que amedronta a população do Rio de Janeiro", reiterou. "E não adianta falar que São Paulo também é assim". Até ontem à noite, a polícia não tinha pistas do homicida, embora tenha feito uma busca em Japeri para capturá-lo.

terça-feira, março 20, 2007

Dengue

Prefeitura de Ubatuba decreta estado de epidemia de dengue

Ubatuba decretou estado de epidemia na cidade por causa dos casos de dengue. Segundo levantamento da Vigilância Epidemiológica, já estão confirmados 283 casos, todos autóctones, ou seja, contraídos no município.
Ainda há outros 1750 suspeitos. Dentre eles, a Vigilância Epidemiológica informou que três pessoas poderiam estar com dengue hemorrágica. Mas, na tarde desta terça-feira, a própria vigilância descartou uma das suspeitas.
Segundo o gerente administrativo da Santa Casa, Álvaro Spinola, com o estado de epidemia na cidade houve um aumento de 30% nos atendimentos no Pronto Socorro. Como a população está alarmada, o número de pacientes que não apresentam os sintomas de dengue é grande. Por isso, a Santa Casa implantou um sistema de triagem, para detectar quem está com dengue e encaminhar os casos descartados para tratamento nos Postos de Saúde. Ainda de acordo com Álvaro Spinola, a estrutura da Santa Casa não enfrenta problemas no atendimento e a equipe médica está bem preparada. Por causa da epidemia, não são feitos mais exames sorológicos. Quem tem os sintomas já é tratado como caso confirmado da doença.

São Sebastião

A Secretaria de Saúde de São Sebastião divulgou hoje (20) que a cidade possui três casos confirmados de dengue. De acordo com a Secretaria, os três casos são do Morro do Abrigo, mas que há outros 30 casos suspeitos da doença que estão sendo averiguados em toda a cidade.
Segundo a diretora do Departamento de Vigilância em Saúde, Márcia Saavedra, o quadro não é alarmante, mas deve se tomar cuidado. “Em relação a outras cidades estamos com saldo positivo, mas o período mais crítico começa agora, com o período de chuvas que dura até maio”, explica a secretária.
Fonte: VNews

O incrível "Doutor Paulo"

Jersey deve enviar dados bancários de Paulo Maluf

da Folha S.Paulo
A Justiça de segunda instância da ilha de Jersey, no canal da Mancha, rejeitou ontem o pedido feito por advogados do ex-prefeito e deputado federal Paulo Maluf (PP), que não quer que extratos bancários referentes a contas no paraíso fiscal sejam remetidos a autoridades brasileiras para fins civis.
Os documentos não serão enviados ao Brasil ainda. Antes, o ex-prefeito tem seis semanas para recorrer ao tribunal de Londres, que é de terceira instância e pode modificar a decisão contrária a ele.
Autoridades de Jersey já remeteram centenas de extratos bancários ao Brasil. Porém, tais documentos somente podem ser utilizados em ações criminais, não em cíveis.
Por isso, o Brasil fez um pedido específico para que os papéis sejam remetidos novamente, desta vez para embasar uma ação cível por suposta improbidade administrativa (má gestão pública) como prefeito paulistano (1993-1996).
Na área penal, Maluf foi denunciado (acusado formalmente) por manter contas em Jersey. A denúncia não foi apreciada pelo STF.
Questionada sobre a decisão judicial e a contratação de advogados, a assessoria do deputado se limitou a afirmar que Maluf "não tem conta em lugar nenhum do exterior".

Nota do editor - Essa é de lascar. Maluf não tem contas em Jersey, mas paga verdadeiras fortunas a advogados que cuidam de impedir que extratos dessas contas inexistentes sejam enviados ao Brasil. Entendeu leitor? Nem eu. (Sidney Borges)

Ubachuva

Idiossincrasia tamoia

Vou fazer uma pergunta, lembrando que perguntar é parte do trabalho da imprensa e tem como objetivo esclarecer a opinião pública. Se você está doente, você procura um hospital ou um banco? Claro que é ao hospital que você vai. Uma vez curado é bastante provável que você tenha de procurar um banco, ou um hospício, mas isso é outra história. O que eu quero dizer é que hospitais são locais buscados pelos doentes para se tratar e bancos são procurados por quem precisa de dinheiro. Notaram a diferença? Um hospital não é um banco e vice-versa, bancos não fazem cirurgias e hospitais não emprestam dinheiro. Aguarde para breve o desdobramento desta história. Se você pensa que já viu de tudo, está enganado. (Sidney Borges)

Vida inteligente

Respeitem os suricatos!

"Já tive o saco de ver alguns documentários no discovery sobre o simpático animalzinho. Não tem nada a ver com os politicos pelas seguintes razões:
1 - São organizados;
2 - São solidários;
3 - Protegem o grupo;
4 - Se sacrificam pelas crias;
5 - Não se vendem aos predadores;
6 - Estão sempre alertas - trabalham!;
7 - São inteligentes (pelo menos muito mais que a maioria dos politicos);
8 - Têm uma organização;
9 - Não precisam de ministérios nem de empreguinhos comissionados
(Comentário de um leitor do Blog do Noblat)

Ubatuba em foco

Comtur

Hoje recebi uma "convocação" para participar da Assembléia Geral Ordinária da COMTUR no dia 27 p.f "... às 18:00, em primeira convocação ...com o mínimo de 51 por cento dos acionistas..." Isso quer dizer que: Se a acionista majoritária estiver presente, não haverá segunda convocação. Se ausente, não haverá presença dos mínimos 51% (do capital votante) e, assim sendo, a Assembléia não se realiza. ???). De toda forma, isso é o de menos. A pauta: Aprovação das contas. Apresentação da atual situação da COMTUR. Eleição da diretoria e, outros assuntos de interesse da (sic) Cia. Desde sua fundação a acionista majoritária, não "entendeu" sua participação (societária-legal), muito menos teve discernimento para identificar sua importância. Pelo contrário, assumiu afrontosamente sua direção e, de forma tirânica, vem aplicando (equivocadamente), ao longo de todos estes anos, seu "poder" (de majoritária) dando destino diferente (e contrário) aos objetivos sociais que justificaram, com os (relegados) acionistas minoritários sua constituição. A resultante destas "praticas gerenciais" está ai para quem quiser ver. Aos olhos (defeituosos) da majoritária, a importância da COMTUR sempre foi "menor". Menor importância, até mesmo que a Feirinha Paraguaia, dentre outros eleitos "equipamentos turísticos" defendidos (pela majoritária da COMTUR) com ferrenha dedicação. Pobre Ubatuba pobre! É lamentável que os representantes da majoritária não identificaram nela, a saída para o nosso desenvolvimento econômico. Ao contrário, portadores de visão limitada, não enxergaram horizontes maiores que seus próprios umbigos. O resultado não poderia ser outro. Se fosse uma empresa privada, a COMTUR teria falido há muito tempo. Morta por imperícia na sua condução! Por enquanto, agonizante, ainda espera por um administrador público com boa formação intelectual, visão empresarial, competência e coragem. Um achado?! Se não aparecer, qualquer carrasco serve. Enquanto isso, por favor, não me convoquem mais para estas sessões de torturas.

Ronaldo Dias

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 20 / 03 / 2007
  • Cidadãos com dengue devem procurar Unidades de Saúde da Família
  • Prefeitura testa composto orgânico feito a partir de resíduos de peixe
  • Sala Verde participa de ações ambientais para comemorar Semana da Água
  • Ubatuba confirma presença nos Jogos Regionais do Idoso
  • Regata da Amizade quer bater recorde de embarcações em Ubatuba
Leia aqui

Manchetes do dia

Terça-feira, 20 / 03 / 2007

Folha de São Paulo:
"FGTS pode render menos que inflação"
O rendimento dos depósitos no FGTS pode ficar abaixo da inflação em 2008 se a fórmula de correção não for mudada, informa Leandra Peres. No fim do próximo ano, a correção do FGTS deverá empatar com a inflação, na melhor hipótese, ou ficar ligeiramente negativa, segundo o matemático da USP José Dutra Sobrinho.


O Globo:
"Volta do caos em aeroportos reforça as pressões por CPI"
A volta do caos nos principais aeroportos do país fez com que o presidente Lula convocasse ontem uma reunião de emergência para analisar a crise e acabou dando mais munição para a oposição brigar pela CPI do Apagão Aaéreo. O governo investiga a possibilidade de sabotagem dos controladores. O líder do PFL, Onyx Lorenzoni, disse que o Planalto não quer a CPI porque tem medo de uma investigação em obras da Infraero. O apagão aéreo também inviabilizou votações na Câmara, pois impediu a chegada de deputados a Brasília. O presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), brincou: "Realmente, o fato determinado (que justifica o pedido da CPI) prejudicou a sessão". Até a reforma ministerial do presidente Lula foi atingida: a ex-prefeita Marta Suplicy, convidada para o Turismo, chegou muito atrasada para a audiência com Lula. Os atrasos ontem prejudicaram 30,3% dos vôos em todo o país.


O Estado de São Paulo:
"Com Ipiranga, Petrobrás avança na petroquímica"
A Petrobrás, a Braskem e o Grupo Ultra oficializaram ontem a compra do Grupo Ipiranga. O valor do negócio poderá chegar a US$ 4 bilhões, incluindo a aquisição das ações de ex-controladores e de acionistas minoritários. Além de ser a maior aquisição de ativos privados envolvendo empresas brasileiras, o negócio marca o retorno da Petrobrás aos investimentos no setor petroquímico. A Petrobrás anunciou que desembolsará US$ 1,3 bilhão. A Braskem buscará US$ 1,1 bilhão no mercado. O Grupo Ultra estima em US$ 1,6 bilhão a sua participação. O Grupo Ultra ficará com a marca Ipiranga e a distribuição de combustíveis líquidos nas Regiões Sul e Sudeste. A Petrobrás ficará com a distribuição de combustível no Norte, Nordeste e Centro-Oeste e dividirá com a Braskem a área petroquímica. O volume de negócios com os papéis da Refinaria Ipiranga na última sexta-feira chegou a R$ 13 milhões, mais de 27 vezes o giro médio com as ações da empresa neste início do ano. A negociação atípica na Bovespa, às vésperas do anúncio de venda para a Petrobrás, é um dos principais indícios de que houve, de fato, vazamento de informação. Quatro reclamações de acionistas minoritários já foram formalizadas à Comissão de Valores Mobiliários.


Jornal do Brasil:
"CPI não sai mas apagão permanece"
O governo conseguiu bloquear a criação da CPI que investigaria as causas da baderna nos aeroportos, mas não soube impedir o apagão propriamente dito: ontem, 450 vôos partiram com atraso em todo o país, principalmente em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro. Irritado com os atrasos ocorridos no domingo, o presidente Lula convocou o ministro da Defesa, Waldir Pires, para dar explicações. Enquanto Pires atribuía os problemas da véspera à falta de luz em Brasília e às chuvas em São Paulo, a bagunça se repetia, com luz e sem chuva. Lula cobrou "apuração imediata e rigorosa" dos problemas de domingo e, agora, terá que cobrar "apuração imediata e rigorosa" dos atrasos de ontem.

segunda-feira, março 19, 2007

Iraque

Morte aos tiranos. E aos não tiranos

Ex-vice de Saddam será enforcado na terça. Saiu assim no Estadão de hoje. Imagino como deve estar a cabeça do dito cujo. Amanhã é o dia fatal, dia do embarque rumo ao desconhecido. Eis uma situação que não consigo imaginar para mim. Que tipo de emoções despertaria? Certamente eu alternaria momentos de lucidez lógica com outros que nem consigo imaginar, de tão inusitada que é a situação. Sempre procuro me colocar no lugar do outro, atenua os possíveis julgamentos que normalmente fazemos. No entanto no caso da derradeira partida não consigo fazer isso. É melhor a incerteza. Pode ser hoje, amanhã, ou um dia qualquer da primavera de 2036, portanto, longe ainda.
Hoje de manhã o condenado jogava xadrez com um colega prisioneiro quando a partida foi interrompida por uma revista às celas.
- Na quarta-feira continuamos, amanhã vou ao tribunal, disse o jogador.
Ele prontamente respondeu:
- Na quarta não vai dar, vou ser enforcado amanhã. Esquisito né? (Sidney Borges)

Humorista

Esse Bush é um pândego

No 4º aniversário da guerra, Bush pede paciência com o Iraque. Segundo ele o sucesso pode demorar meses. Sem duvida, algo como duzentos e quarenta meses. Ou mais, dependendo dos humores de Saturno... (Sidney Borges)

Clodô, nosso homem em Brasília

Clodovil critica atraso de Lula para concluir reforma ministerial

ANDREZA MATAIS da Folha Online, em Brasília

O deputado Clodovil Hernandes (PTC-SP) criticou nesta segunda-feira a demora do presidente Luiz Inácio Lula da Silva para concluir a reforma ministerial e condenou a indicação da ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT) para o Ministério do Turismo.
Segundo Clodovil, a lentidão na troca dos ministros prejudica seu trabalho como parlamentar. "Eu entrei [na política] mais para ser garoto propaganda da Câmara do que qualquer outra coisa. Porque não tenho feito nada. Eu vim aqui para trabalhar e não para brincar", afirmou.

O deputado revelou que na semana passada se reuniu com o ex-ministro da Saúde Agenor Alvares para pedir apoio da pasta no combate à dengue em Ubatuba (litoral norte de São Paulo). Foi informado que Alvares só ficaria no ministério até hoje, e foi aconselhado a procurar o novo ministro, José Gomes Temporão.
Leia mais

Editorial

E la nave vá...

Existe uma diferença entre acreditar em tudo, acreditar em alguma coisa e não acreditar em coisa alguma. Eu comecei acreditando em tudo. Depois de um incidente arbóreo passei a acreditar em alguma coisa, porém, com ressalvas. Estou caminhando para a terceira fase, que é não acreditar em coisa alguma. Hoje parei para pensar depois de ler sobre o Ministério do Turismo que será pilotado pela ex-prefeita de São Paulo, Marta Suplicy, a quem admiro e respeito. Uma tarefa inglória será trazer de volta os turistas que deixaram de nos visitar. Embora tenhamos praias magníficas, clima agradável e preços convidativos, estamos patinando na ineficiência e na falta de planejamento. Turismo dá dinheiro, mas dá trabalho também. Trabalho, eis a palavra mágica. Tem gente que fica com urticária só de ouvir. Melhor é escolher um candidato, puxar bastante o saco e, caso ele seja eleito, ganhar os caraminguás do empreguinho comissionado, sem preocupação com qualidade ou eficiência. E assim jogamos fora milhões de reais anualmente, exatamente os reais que estão faltando para criar empregos e dar alguma chance de vida digna aos cidadãos excluídos, a grande maioria dos brasileiros.

Sidney Borges

Educação

A educação brasileira está mais para bolero do que para tango

Nelson Valente (*)
"A fórmula do sucesso eu ainda não sei; mas a do fracasso é contentar a todos".
Antes de começar a desenvolver tudo o que se refere a esse artigo, sinto-me tentado a citar a conhecida frase de Freud, quando se referiu às três profissões "impossíveis": analisar, educar e governar.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, têm razão ao afirmar que a educação brasileira é a "pior do mundo", e propõe mudanças radicais e possíveis ao sistema educacional brasileiro. Sabe-se que temos hoje 19 milhões de analfabetos, 20 milhões de semi-analfabetos e 40 milhões de analfabetos funcionais (são aqueles que aprenderam a ler e não lêem).
Entre as reformas preconizadas para o Brasil e a educação brasileira, seria originalíssimo pensar numa estratégia de marketing que valorizasse a vontade política do país, no sentido de dar à educação a precedência que lhe é devida. Só assim, viveríamos novos tempos de esperança, no setor que é fundamental para o nosso crescimento rápido e auto-sustentado.
Em nome de uma pedagogia - construtivismo - alfabetizamos nossas crianças, nossos jovens, nossos velhos com um modismo educacional em regime falimentar, pelo excesso do paradigma psicológico.
O Brasil não tem uma pedagogia. Tem várias, sobrepostas muitas vezes sem conexão umas com as outras. A história da pedagogia brasileira é uma espécie de colagem de modelos importados, que resulta em um quadro sem seqüência bem definida.Não existe uma pedagogia "pura", ou seja, sem influência de outras pedagogias ou do contexto social em que se desenvolve.
Última moda é o construtivismo, que nem é método pedagógico, mas sim um conjunto de teorias psicológicas sobre as estratégias utilizadas pelo ser humano para construir o seu conhecimento. Afinal de contas, o que é construtivismo? Mais do que uma pedagogia. É uma teoria psicológica que busca explicar como se modificam as estratégias de conhecimento do indivíduo no decorrer de sua vida. Surgiu a partir do trabalho do pesquisador suíço Jean Piaget (1896-1980), que mostrou que o ser humano é ativo na construção de seu conhecimento (daí o termo construtivismo) e não uma "massa disforme", a ser moldada pelo professor.
No Brasil essa teoria é também muito influenciada pela Argentina Emília Ferreiro (que estudou como a criança constrói o conhecimento da leitura e da escrita) e do russo L.S.Vygotsky (que ressalta a influência dos outros e da cultura no processo de construção do conhecimento). Essas teorias mais recentes costumam ser agrupadas sob a denominação Construtivismo Pós-piagetiano. Derruba a noção clássica do erro, pois demonstra que criança formula hipóteses sobre o objeto de conhecimento e vai "ajustar" essas hipóteses durante a aprendizagem - portanto o erro é inerente a esse processo. No Brasil, o termo é muitas vezes usado de forma incorreta.
De todas as atividades da sociedade, o magistério foi a que mais sofreu deteriorações. O professor foi vítima da falta de compreensão, por parte das autoridades governamentais, do papel que desempenha na sociedade. Ensinar quer dizer guiar, estimular e orientar o processo de aprendizagem. A transmissão do ensino não pode ser conformista e acomodada. Deve ser um esforço pessoal e técnico, competente no seu trabalho específico. O ensino deve despertar o interesse pelo conhecimento e estimular o impulso natural de aprender. (Do site Cláudio Humberto)
(*) Nelson Valente - é professor universitário, jornalista e escritor.

Pelo sim, pelo não...

Biólogo de SC usa própolis no combate e tratamento da Dengue

Kátia Kuratone, com informações do site 3lagoas
O biólogo Gilvan Barbosa Gama, de Florianópolis (SC), explica como usar a própolis contra a dengue. Segundo ele, a própolis exala na sudorese dois dos seus princípios ativos (flavona e vitamina B) que repelem os insetos.
A própolis é uma cera produzida pelas abelhas a partir cascas, resinas e botões de flores. Sua composição: além das vitaminas do complexo B, C, H e O, a própolis também possui em sua composição a Flavonóides, galangia, resinas com bálsamo, cera e pólen.


Uso Preventivo

A tintura de Própolis na prevenção aos mosquitos da dengue, deve ser ingerida da seguinte forma: para adultos, de 30 a 40 gotas diluída em água (ausente de cloro), tomando um copo a cada 6h e para crianças de 0 a 10 anos deverão tomar a metade do peso corporal em gotas diluídas em água sem cloro (quantidade a critério).

Uso com a Dengue Instalada (Tratamento Radical)

Adultos: tomar 7,5ml do extrato de própolis diluído em água (sem cloro). 1/2 copo na crise febril, ou seja, quando a febre se mostrar mais elevada. A partir daí, repetir esta mesma dosagem mais 3 vêzes a cada 2hs.
Crianças: crianças de 0 a 3 anos: 1,5 ml do extrato de própolis diluído em água sem cloro (quantidade da água a critério) quando a febre se mostrar mais severa. A partir daí repetir esta mesma dosagem mais 3 vezes a cada 2hs. - crianças de 3 a 6 anos: 3,0 ml do extrato de própolis diluído em água sem cloro (quantidade de água a critério) quando a febre se mostrar mais severa. A partir daí repetir esta mesma dosagem mais 3 vezes a cada 2hs. - crianças de 6 a 10 anos: 5,0ml do extrato de própolis diluído em água sem cloro (quantidade de água a critério) quando a febre se mostrar mais severa. A partir daí repetir esta mesma dosagem mais 3 vezes a cada 2hs.


Observações importantes

O biológo alerta, para não esquecer de fazer o teste Alérgico antes, para ver se quem vai tomar a própolis não é alérgico a ela. É muito rara esta sensibilidade, mas pode ocorrer. Caso a pessoa queira trocar a água sem cloro pela água de coco, é uma excelente pedida.
Fonte: Midiamax

Ubatuba

“Lembranças”
Reflexões sobre a Santa Casa


Corsino Aliste Mezquita
Não pretendemos fazer história. Nosso intuito não é o de cantar maravilhas em prosa ou verso. Apenas retrocederemos algumas décadas, no tempo, para refletir sobre um tempo vivido por uma plêiade de cidadãos que sacrificavam parte de seu tempo, de seu lazer, de seu conforto e até de seus recursos para administrar, controlar, desenvolver e fazer funcionar a SANTA CASA DO SENHOR DOS PASSOS DE UBATUBA. Alguns já faleceram e deixaram saudades. Outros escolheram diversos municípios para morar. A grande maioria aqui permanece lutando para sobreviver, torcendo para não precisar da Santa Casa e sofrendo ao ver o único hospital do município em estado falimentar, sob a intervenção do Poder Executivo, sem planejamento, sem diálogo entre as partes e, pelas publicações, na imprensa, as manifestações do Corpo Clínico e os comentários da comunidade, sem o devido respeito aos direitos dos profissionais que lá trabalham ou trabalhavam e à comunidade usuária. É lamentável.
Transcorriam os idos de 1972-1973. Ubatuba abria-se para o mundo. Construção da rodovia, Rio-Santos, inauguração do prédio da EE.Cap Deolindo e imigração crescente. Até essas datas só um médico atendia os 17.000 habitantes estimados. Uma equipe de jovens médicos decidira vir para esta terra e arriscar um trabalho pioneiro. Construir partindo do nada ou do quase nada. Aqui fixaram suas vidas, organizaram suas famílias e, o mais importante, programaram-se para organizar a saúde do município partindo, como ponto de apoio, da VELHA SANTA CASA.
O caminho foi árduo. As carências enormes. Nada os intimidou. Os problemas eram resolvidos com a colaboração do Poder Executivo, Provedoria, Corpo Médico, funcionários e comunidade colaboradora. Todos unidos pelo único ideal de melhorar o atendimento à saúde da população e as estruturas para acompanhar o crescimento do município.
FREI PIO foi figura de destaque nesse impulso inicial. Provedor da Santa Casa até março de l975, mantinha, com a sua ASEL, 15 (quinze) “POSTOS DE SAÚDE”, do CAMBURI à TABATINGA. Os postos da Região Norte eram visitados por mar, utilizando seu famoso barco. Trabalho de herói, pioneiro e desbravador.
Voltemos à Santa Casa. Em 1975 foi inaugurada nova ala do hospital. Enfermarias, apartamentos, centro cirúrgico. Posteriormente nova cozinha, centro pediátrico, salas de administração. Equipamentos novos e modernos. O único hospital, apesar das dificuldades, acompanhava o crescimento da cidade. O número de médicos crescia de ano a ano. Poder Público, Provedoria, Corpo Clínico, Administração, sentavam-se, freqüentemente, em volta da mesa e, em diálogo franco e construtivo, com sabedoria e inteligência os problemas eram resolvidos. Não existiam dívidas, salários atrasados, inadimplência de encargos, atrasos nos pagamentos dos fornecedores. Os médicos eram remunerados dignamente mesmo que os ganhos fossem módicos. Médicos, suas dignas esposas e familiares trabalhavam junto com a Diretoria e a Administração, nas campanhas que a Santa Casa organizava. Não existiam: politicalha, desvios, candidatos a heróis ou salvadores da pátria. Era a Santa Casa do Senhor dos Passos de Ubatuba. Hospital, beneficente, humilde, honesto e sério.
A partir da década de 1990 as coisas começaram a mudar. A Diretoria sofreu de suposto uso político e outros interesses dominaram alguns diretores. O fato ocasionou o afastamento de pessoas que muito colaboravam com o hospital. Com a aposentadoria da Sra. Izelita Maria Ribeiro que, durante quinze anos, administrou o hospital com mão firme, presença constante e honestidade a toda prova começou a debandada. Houve retração de receitas. Desvios foram denunciados. Encargos foram ficando para depois e a dívida crescendo mês a mês.
O volume da dívida, bastante falada e nada divulgada, é recente. Em junho /1995 não atingia os R$ 200.000,00. Nos meses anteriores houve um processo de controle e redução significativa e os que estavam fazendo o controle tiveram que abandonar a diretoria porque sua integridade física estava em perigo. Denúncias, de desvios, ocorreram após 1995.
Cabe a Comissão da Câmara, presidida pelo Sr. Ver. Charles Medeiros, apurar a dívida, os responsáveis e divulga-la para o conhecimento de toda a comunidade. Guardar segredo, nestas circunstâncias, é colaborar com novos larápios.
A Equipe Interventora tem o dever de assumir que a situação atual é de sua inteira responsabilidade. Não há como se eximir dessa responsabilidade depois de 16 (dezesseis) messes de intervenção. Sintonizar-se com o “Corpo Clínico”, Enfermagem, Funcionários e Comunidade é urgente. Não é admissível que toda a comunidade sofra por atitudes impensadas e precipitadas de um suposto administrador pouco integrado com a comunidade hospitalar, desconhecedor da história e do respeito que é devido a todos que a construíram durante os últimos trinta e cinco anos.
Diálogo e respeito aos direitos de todos, são os únicos caminhos para resolver o caos.

Manchetes do dia

Segunda-feira, 19 / 03 / 2007

Folha de São Paulo:
"Ipiranga é vendida à Petrobras por US$ 4 bi"
Estatal participa de consórcio com a Braskem e o grupo Ultra para a aquisição, em negócio estimado em US$ 4 bilhões. Analistas apontam para concentração no setor de distribuição de combustível; empresa quer reforçar sua presença em petroquímica.


O Globo:
"Censo revela que 6 mil fugiram de prisões do Rio"
O primeiro censo realizado nos presídios brasileiros, que será lançado hoje pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), revela que 6.254 presos condenados no Estado do Rio fugiram e até hoje não foram recapturados, informa Carolina Brígido. Esse número representa cerca de 5% dos 121.939 condenados, segundo os dados do Sistema Integrado de População Carcerária, que nesta fase inicial contará apenas com informações sobre os presídios de Rio, São Paulo e Sergipe. O número de fugitivos no Rio pode ser maior, porque o banco de dados ainda não dispõe de detalhes sobre a situação de 69.649 condenados no sistema penitenciário fluminense. À pesquisa revela também que 2.288 presidiários no estado cometeram crimes hediondos.


O Estado de São Paulo:
"Petrobrás anuncia hoje compra da Ipiranga"
A compra das Empresas Petróleo Ipiranga será oficializada hoje, em São Paulo, pela Petrobras, Braskem e Grupo Ultra. Os detalhes do negócio, um dos maiores do setor químico e petroquímico dos últimos tempos, serão revelados a partir das 9 horas, em entrevista convocada pelas três companhias. A aquisição, antecipada pelo "Estado", foi selada na sexta-feira, numa reunião do Conselho de Administração da Petrobras, no Rio de Janeiro. Ainda não se sabe o montante envolvido no negócio, mas o mercado estima em US$ 1,5 bilhão o valor da Ipiranga.
A antecipação da informação da venda causou agitação ontem. Petrobras, Braskem e Ipiranga se esquivaram de comentar o assunto. Já uma porta-voz do Grupo Ultra, em São Paulo, informou, por meio de nota, que a empresa "tem demonstrado, ao longo de seus 70 anos, opção estratégica por crescer, seja por via orgânica ou por aquisições".
O grupo Ipiranga, fundado em 1937 no Rio Grande do Sul, hoje atua nacionalmente na distribuição de combustíveis e produtos químicos, petroquímica, refino de petróleo, produção de asfaltos e lubrificantes. Antes mesmo de ser anunciada oficialmente, a venda do grupo já entrou na mira da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). O presidente da autarquia, Marcelo Trindade, revelou que a área técnica do órgão solicitou explicações à Ipiranga sobre a alta acima do padrão das ações da companhia na sexta.


Jornal do Brasil:
"Brasil teme virar lixão do mundo"
Mais do que abrir as portas para pneus reciclados, o Brasil pode se transformar na lixeira dos países desenvolvidos, prevê o Itamaraty. Caso seja derrotado na OMC, estará aberto precedente para que se obrigue países em desenvolvimento a importarem outros tipos de carcaças.

domingo, março 18, 2007

De olho em 2008



Conversando vamos em frente...

Na última sexta-feira PTB e PSDB conversaram. Infelizmente não pude captar detalhes do que foi dito no diretório do PTB, ao lado do Supermercado 24 Horas, na rua Conceição, quase em frente ao Deolindo. Se você souber do que Caribé e Tato trataram, conte ao editor do Ubatuba Víbora, que como diria o grande Eder Jofre, está mais por fora do que umbigo de vedete. Sem saber de pormenores, arrisco um palpite. Os dois bravos políticos trocaram idéias sobre a cidade, comentaram como as coisas caminham bem por aqui. Obras magníficas, saúde exemplar e porvir glorioso com a chegada dos tão esperados navios. Sobre o que mais falariam? Tato e Caribé não são como aquela meia dúzia, que só sabe criticar. Tato é comerciante e construtor, entende de obras e sabe reconhecer qualidade. Caribé, marchand de reputação nacional, tem feeling apurado, distingue com facilidade obras de mestres. Foi disso que falaram, de Ubatuba. Alguém duvida? (Sidney Borges)

Direto de Brasília



Clô (deu no Estadão)

“Aqui é um mercado de compra e venda de coisas como qualquer outro. E o pior: não é com o dinheiro da gente, é com o dinheiro do povo. Percebi de cara.”

Instalado em seu gabinete da Câmara, num divã branco decorado com o brasão da República, o deputado Clodovil Hernandes fala de suas primeiras impressões sobre o Congresso. Avalia que as relações entre os parlamentares são marcadas por um “formalismo mentiroso”. Aos 70 anos, o antigo estilista parece ser um observador atento. Na política, Clodovil costuma ser um crítico mordaz do presidente Lula, mas seu partido é governista. “Todo mundo sugeriu que eu mudasse de partido. Mas eu ainda vou estudar se continuo ou vou para outro. Eu me candidatei por este partido porque foi o que apareceu. Mas eu não tive dinheiro para despesa, não tive nada. Fiz uma campanha com R$ 14 mil”.Indagado sobre a possibilidade de concorrer à prefeitura, diz: “Eu não penso, mas o partido quer. Essas coisas são feitas como negócio, você sabe como funcionam as coisas aqui.” O deputado crê ter surpreendido os demais parlamentares: “As pessoas esperavam um ser cheio de tiques e manias de estrela, mas esbarraram em outra pessoa completamente diferente. Não tenho tiques e não sou estrela. Mesmo que fosse, aqui eu não faria nada desse jeito. Aqui não sou o dono do meu dinheiro. Esse dinheiro que ganho não é de empresa e sim de um país.”

“Se o casamento é instituição falida para os heterossexuais, imagina para os gays.”

Homossexual assumido, Clodovil diz estar sofrendo discriminação disfarçada dos colegas em Brasília. Ele deixa claro, porém, que não vai levantar bandeiras de minorias. Sobre a vida em Brasília, Clodovil tem opiniões bem ao seu estilo. E não demonstra muita simpatia pela cidade: “É uma cidade mal iluminada, parece uma fazenda com algumas casas.” (Expedito Filho)

Viajando

Umidade relativa e asfaltos afins

Na semana que passou fui a São Paulo. A mega-cidade está com o visual atraente, menos poluído. Poluição visual dá stress. Sonora também. As duas somadas ao calor e aos congestionamentos enlouquecem. Parte considerável da população paulistana enlouqueceu, embora ainda não se tenha dado conta. Um dia a cidade será cercada e colocarão placas de hospício nas entradas. Mas é um hospício que me agrada, gosto de São Paulo. Quem sabe um dia eu me interne por lá. Apesar de viver em um paraíso tropical estou meio patso. Deve ser por causa da umidade relativa. Muito alta. Mas voltando a São Paulo, embarquei no metrô na estação rodoviária. Na estação seguinte, ainda a céu aberto, entrou uma velhinha apoiada em uma bengala e sentou-se em um banco perpendicular ao meu. O metrô mergulhou no túnel para cruzar a cidade. Na próxima estação, ao lado da antiga Escola Politécnica, adentrou um ceguinho corcunda, de origem africana, vestindo terno marrom e portando um estojo de couro nas mãos. Sentou-se ao lado da velha senhora, que assim que o trem andou, olhou para mim e perguntou: - Sabe quantos anos eu tenho? Arrisquei cinqüenta e nove. Não sei o porquê das risadas, mas metade do vagão riu. Orgulhosa ela disse alto e claro: - Oitenta e oito no próximo dia 18. Graças a São Expedito. Sou devota de São Expedito que me protege e ampara. Depois de um breve silêncio continuou: - Deus é pai, para Ele tudo é possível. Nesse instante o ceguinho que estava desligado acendeu e emendou: Se não for por Ele nada acontecerá. Em seguida deu um panfleto para a velhinha, tirado da bíblia que havia no estojo de couro. Ela ficou surpresa, examinou cuidadosamente o presente e devolveu ao ceguinho, que guardou no estojo e tornou a desligar. O trem parou na estação Luz. A velhinha e o ceguinho desceram, cada um em uma direção. Continuei até a Praça da Árvore. Foi rápido, metrô é rápido, ainda vamos ter um em Ubatuba. Ligando o Centro ao Ipiranguinha. Com o ramal do portinho. Milhões de turistas desembarcarão em breve no portinho. Precisamos estar atentos. E tomar cuidado com a umidade relativa. (Sidney Borges)

Tema para reflexão

O valor da palavra

Dedicado aos políticos em geral

Jesus dizia: "que o seu sim seja sim, e que o seu não seja não". Se você assumiu uma responsabilidade, vá até o final. Mantenha sua palavra, porque ela é preciosa.

Cada vez que sua palavra é honrada por seus gestos, ela se torna mais forte. Quando você dignifica sua relação com os outros, dignifica também sua relação com você.

Os que prometem - e não cumprem - vivem criando problemas para si mesmos. Perdem o respeito próprio, têm vergonha de seus atos. A vida destas pessoas consiste em fugir; elas gastam muito mais energia desonrando a palavra, que os honestos gastam para manter seus compromissos.

Se você assumiu uma responsabilidade boba, que resultará em prejuízo de entusiasmo, tempo e dinheiro, não torne a repetir esta atitude. Mas, desta vez, honre sua palavra. (Paulo Coelho)

Previsíveis enganos

Balbinotti, o breve

No Estadão On Line:
O deputado federal Odílio Balbinotti (PMDB-PR) não será mais ministro da Agricultura do governo Lula. Enfraquecido pelas denúncias de irregularidades em operações financeiras, Balbinotti divulgou neste sábado uma nota qual afirma sua desistência da indicação. Balbinotti é acusado de utilizar ex-funcionários como laranjas para operações no Banco do Brasil.

Íntegra da nota

Prezados amigos Michel Temer e Henrique Eduardo Alves, Peço que comuniquem ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que retire meu nome do rol de indicados para ocupar o cargo de Ministro da Agricultura pelo PMDB. Agradeço a honrosa lembrança do presidente da República, aos companheiros da bancada e a todos que o apoiaram nessa indicação.
Continuarei trabalhando pela agricultura do meu País, como parlamentar e como agricultor, profissão da qual muito me orgulho. Sobre os fatos levantados pela imprensa, não serei vil, responderei a todos e os esclarecerei como tenho feito em toda a minha vida, que sempre foi pautada de total transparência.

Grande abraço

Odílio Balbinotti
Deputado Federal

Manchetes do dia

Domingo, 18 / 03 / 2007

Folha de São Paulo:
"TVs públicas no Brasil já gastam R$ 544 milhões"
Os orçamentos das 26 maiores televisões subvencionadas pelo setor público no país somaram R$ 544,14 milhões no ano passado, segundo um levantamento feito pela "Folha". Pelo menos 80% desse valor foi custeado com verbas de Executivo, Legislativo e Judiciário.
A proliferação de TVs públicas é estimulada pela Lei da TV a Cabo, de 1995, que obriga as concessionárias a reservarem cinco canais para uso dos três Poderes, de uma TV comunitária e de uma universitária. Em 12 anos, surgiram 58 canais legislativos, 70 emissoras comunitárias, mantidas por ONGs, e 52 canais universitários, parte deles estatal.
Nem a Agência Nacional de Telecomunicações nem o Ministério das Comunicações sabem quantificar o gasto estatal total no setor.
O ministro Hélio Costa (Comunicações) defende a criação de nova TV estatal, com transmissão em rede nacional, ligada ao Executivo. Segundo Costa, o projeto custaria R$ 250 milhões em quatro anos.


O Globo:
"Família de menor infrator vai receber bolsa no Rio"
A Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos vai lançar um projeto de auxílio financeiro para as famílias dos 1.800 menores infratores sob responsabilidade do Estado no Rio. A secretaria, comandada por Benedita da Silva,começa esta semana a entrevistar cônjuges, pais ou mães dos meninos para incluí-los no Bolsa Família, o programa do governo federal que transfere de R$ 15 a R$ 90 por mês aos mais pobres. Segundo a coordenadora do projeto, Nelma de Azeredo, poderão ser beneficiadas mesmo as famílias de menores punidos por assassinatos. "O atendimento à família tem de ser igual para todos: se o menor matou, feriu ou roubou, isso foge à esfera da Assistência Social", disse. O programa aposta que a reconstrução dos laços familiares ajudará a recuperação dos menores.


O Estado de São Paulo:
"Gasto do governo triplica em 20 anos e trava crescimento"
As despesas correntes do governo se multiplicaram por três em 20 anos. Em 1986, estes gastos consumiam 10,3% do Produto Interno Bruto do País. No ano passado já representavam 30,2% do PIB. As contas foram feitas pelo economista Alexandre Marinis, da Mosaico Economia Política, num estudo que mostra o porte do Estado brasileiro como o principal entrave ao crescimento econômico. Marinis obteve dados do tamanho do Estado de 27 países emergentes em 2002 e constatou que o Brasil aparece em sexto lugar. Perde para Israel e Arábia Saudita, mas é 56% maior que o da China e do Chile. O estudo também revela que, em 215 países analisados no período de 1971 a 2005, há uma relação direta entre Estado possante e desempenho esquálido. A média de crescimento nos países onde os Estados gastam até 10% do PIB foi de 4,7%. Naqueles onde o tamanho do Estado equivale a 30% do PIB a média de expansão ficou em apenas 2,4%. "Com um aumento tão expressivo no tamanho do governo brasileiro, a desaceleração da economia que se seguiu não deveria surpreender ninguém", diz Marinis.


Jornal do Brasil:
"Os mistérios do novo ministério"
Com a convocação de Carlos Lupi para a Previdência social e a montagem de um time sem brilho, Lula quer provar ao país que grandes técnicos não precisam de craques para ganhar o jogo.

 
Free counter and web stats