sábado, janeiro 06, 2007

Blow Up





Foto do acaso

Ontem, sexta-feira, dia 5, marquei uma sessão de fotos com o presidente da Fundart, Pedro Paulo Teixeira Pinto. O trânsito e os intermináveis encontros da vida fizeram com que eu chegasse atrasado. Sabendo que haveria uma solenidade à noite, com a presença do Presidente, não me preocupei com horários rígidos, contrariando minha forma de ser. Acabou dando zebra, ao chegar para as fotos Pedro tinha saído e suponho que quando ele retornou, eu já havia partido em direção a outro compromisso. Enquanto esperava aproveitei para registrar o entorno do Casarão e, em um dos clics, aconteceu o inesperado. Vejam o intruso alado que capturei sem perceber. (Sidney Borges)

Ubatuba em foco

Vamos subir o nível

Alfredo Correa Filho
Analisando algumas cartas que são diariamente enviadas à Internet constatamos que a população de Ubatuba já não agüenta mais estes baderneiros de final de ano e feriados que simplesmente nos impõem seus decibéis acima de qualquer lei ou respeito ao próximo.
Essa balbúrdia, arrasou um estabelecimento de família que perdurava por 35 anos, insisti em manter aberto este comercio e fui vencido; pois a família que vinha para a av. Iperoig passou a ficar com medo e incomodada com o barulho destes trios elétricos em que se transformaram estes carros.
Acho um descaso com a cidade; não quero aqui culpar A ou B mas, também ver no que está se transformando a av. Leovigildo dias Vieira e ficar quieto, isso não, após as 23hs convido qualquer autoridade para que veja com seus próprios olhos e sinta em seus ouvidos os níveis de ruído que estes babacas nos impõem e, a velocidade em que transitam em seus carros, indo para as chamadas “baladas”. Quantos acidentes com vitimas fatais ocorreram? Eu sei, e gostaria de saber se na cidade deles eles fazem isso. Será? Vamos acordar para um problema muito grave e de fácil solução. Se ficarmos esperando chegar o Decibelímetro para todos os policiais, para que possam fazer a ocorrência, vamos ficar surdos e não vai acontecer nada. Vamos ter bom senso, qualquer ser humano sabe o volume que incomoda o outro. Não é para tirar um policial da rua para ficar 2 horas em uma ocorrência de som alto, é só repreender com multa e uma conversa um pouco mais enérgica.
Na minha opinião a população de Ubatuba merece ser respeitada. Não podemos chegar em nossas casas, cansados, após uma longa jornada de trabalho e ter que agüentar o som dos carros que ultrapassam qualquer limite do bom senso. Vamos evoluir!

Pensata

A ”Fenda Histórica”
(ou Gramsci em Ubatuba)
“Não se afobe não, que nada é prá já....”
(Chico Buarque, em Futuros Amantes, 1994)

Reminiscências

Marcelo Mungioli
(para ser lido com a música “O cavaleiro e os moinhos”, de Bosco e Blanc, como fundo)
Em agosto de 1995, numa reunião com lideranças do PC do B e do PV, na sede do Jornal Correio Caiçara, na rua Maranhão, discutiu-se uma proposta, lançada pelo fotógrafo Miguel Angel que, para influir positivamente na vida do município, deveria-se lutar pela construção de uma frente parlamentar, apostando em mobilizar a sociedade civil organizada para que esta elegesse candidatos éticos, que tivessem consciência e preparo para ocupar as cadeiras do Legislativo local.
O entendimento era que, muito mais do que eleger um Prefeito, um mero cumpridor e executor das Leis, a mudança da realidade do Município passaria por uma Câmara dotada de elementos preparados, realmente dispostos a legislar para o bem comum e a fiscalizar, de forma eficiente, as ações do Executivo. Surgia – em Ubatuba – a proposta dos gabinetes populares, que serviriam para que os setores organizados pudessem reivindicar e influir, com propostas, projetos, pareceres e pedidos de informação na vida do município.
Naquele momento, vivia-se um momento de surgimento de ótimos quadros, muitos oriundos de associações, movimentos de classe e de movimentos suprapartidários, como o MDU, afinados com o conceito proposto pelo Miguel e, portanto, vislumbrava-se a possibilidade de se eleger um, dois ou mais candidatos com este perfil engajado, como pontas de lança para uma “necessária virada”.
Teorizava-se, seguindo o conceito de Gramsci, da “fenda histórica” que, a sociedade civil organizada deveria aproveitar o espaço institucional para fazer as mudanças, entendendo que, se você não pode fazer uma revolução, é preciso intervir no Estado de dentro para fora, criando os meios necessários para as mudanças que serão feitas por estes segmentos organizados da sociedade.
Por motivos diversos, mas, principalmente, pelo tamanho do ego daquelas lideranças, não se conseguiu construir esta frente. O resultado, sentido até hoje, é que um atraso colossal legislativo, emperra o município em todas as áreas.

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 06 / 01 / 2007
  • Prefeitura fiscaliza acampamentos irregulares
  • Folias de Reis encerram peregrinação com encontro de grupos em Ubatuba
  • Fundart realiza exposição Coletiva de Artistas Plásticos de Ubatuba
  • Prefeito de Ubatuba faz mudanças no secretariado
  • Cota única e primeira parcela do IPTU de Ubatuba vencem no dia 15
  • Ubatuba recebe crianças do projeto “Interior Na Praia” a partir do dia 8
  • Casa do Brinquedo é opção para as férias da criançada em Ubatuba
  • Ubatuba promove Festival de Arte e Cultura
  • Prefeitura intensifica fiscalização em todo o município
Leia aqui

Manchetes do dia

Sábado, 06 / 01 / 2007

Folha de São Paulo:
"Chuvas matam 28 no Rio e SP"
Os temporais que atingem o Sudeste há quatro dias já causaram a morte de pelo menos 25 pessoas no Estado do Rio. Em São Paulo, foram três mortes neste ano. A situação é mais grave na região serrana do Rio. Em Nova Friburgo (150 km do Rio), houve ao menos 11 vítimas. No município vizinho de Sumidouro, oito morreram em desabamentos de encostas. Em Petrópolis (65 km do Rio), houve três mortes. Em Teresópolis, duas. Em todo o Estado, havia, até a conclusão desta edição, 12.023 pessoas desalojadas (retiradas de casa por causa de riscos) e 1.468 desabrigadas (que perderam suas casas).


O Globo:
"Maiores traficantes do Rio vão para presídio no Paraná"
Na primeira operação de segurança integrada, que mobilizou as polícias Federal e Militar, além das Forças Armadas, foram transferidos ontem, num vôo da FAB, para a penitenciária federal de Catanduvas (PR), 12 presos e chefes das principais facções criminosas do Rio, suspeitos de comanda tem a onda de ataques que aterrorizou a Região Metropolitana e deixou 19 mortos no final do ano passado. Márcio dos Santos Nepomuceno (o Marcinho VP), Elias Maluco e Robinho Pinga são três dos chefes removidos. Os presos foram levados de Bangu para a Base Aérea do Galeão num helicóptero da Marinha. A operação ocorreu quase quatro anos após a transferência do traficante Fernandinho Beira-Mar. O Ministério da Defesa anunciou que cinco mil homens das forças Armadas entraram em prontidão para a proteção de prédios públicos, no caso de ataques do tráfico, em represália às transferências. As polícias também entraram em alerta. Uma tropa de 600 homens da Força Nacional de Segurança está pronta para desembarcar no Rio já nos próximos dias.


O Estado de São Paulo:
"Bush muda comando das forças no Iraque"
O presidente americano, George W. Bush, iniciou ontem mudanças em sua cúpula militar no Iraque, para onde deverá anunciar em breve um polêmico aumento de forças. As mudanças são parte dos esforços da Casa Branca para adotar uma nova política no Iraque, nos dois últimos anos de Bush na presidência. Estão sendo substituídos os dois principais generais no Iraque, que manifestaram publicamente ceticismo sobre o envio de mais tropas. Os novos líderes democratas no Congresso criticaram ontem a possibilidade desse reforço militar. Atualmente, os EUA possuem 140 mil soldados no Iraque. Na área diplomática, Bush pretende indicar o embaixador dos EUA no Iraque, Zalmay Khalilzad, como novo embaixador nas Nações Unidas. O atual embaixador, John Bolton, deixa o cargo no fim do mês. A indicação de Bolton havia sido rejeitada pelo Congresso e Bush se aproveitou de um recesso para mantê-lo interinamente no cargo.


Jornal do Brasil:
"Chuvas já mataram 24 no Rio"
Os temporais que castigam a Região Sudeste desde o início da semana, fizeram do Estado do Rio a sua maior vítima. As chuvas já mataram 24 pessoas, deixaram 1.121 desabrigados e 11.102 desalojados. Nova Friburgo, na Região Serrana, é o município mais castigado pela enxurrada, onde foram registrados 10 dias. A queda de barreiras isolou a cidade e a cheia do Rio Paraíba do Sul deixou 4 mil desabrigados.

sexta-feira, janeiro 05, 2007

Centoperna

Que bicho é esse?

Apareceu um bicho estranho no gramado da vizinha. Fui chamado a opinar, por aqui pensam que entendo de insetos. Gosto deles, mas estou longe de ser um conhecedor. No caso era uma lacraia, daquelas que mordem e têm veneno. Devia medir uns doze centímetros. Tratei de proteger o bichinho, já havia quem quisesse dar cabo dela. Um senhor que ia passando parou, olhou e disse: não tem perigo, é uma centoperna. Eu o conheço de vista, é pedreiro e deve ser analfabeto, daí a confusão. Percebi risos entre os presentes, eu que já passei por situação semelhante com idiomas estrangeiros não achei graça. Fiquei apenas pensando em outras palavras e expressões que induzem a erros, que só não cometemos por conhecer a grafia. Papagaio é uma delas, até já escrevi uma crônica que abordava a origem do nome popular dessa ave colorida. Para mim, quando criança, parecia melhor papa-galho. Teia de aranha é parecido com telha de aranha. Quem não lê pode confundir. Agora, confusão mesmo fazem aqueles que acreditam que o governo Lula é de esquerda. Há até alguns, mais radicais, que juram de pé junto que o socialismo virá. Mais fácil a centopéia virar centoperna, com atestado passado pelo Aurélio e tudo. (Sidney Borges)

Ainda os presentes...


Jussara Cordeiro Guimarães

Tecnologia

Hitachi estréia venda de HD de 1 terabyte

Felipe Zmoginski, do Plantão INFO
A Hitachi anunciou a venda do novo modelo de HD Deskstar com capacidade de armazenamento de 1 terabyte.
O disco será vendido nos Estados Unidos por US$ 399, tem 3.5 polegadas de diâmetro, interface SATA 3.0 Gb/s e funciona com 7200 RPM. Ao anunciar o produto, a Hitachi afirmou que o HD deve atrair tanto usuários corporativos como domésticos.
“Ao mesmo tempo que a demanda por mais armazenamento cresce nas corporações, cresce o desejo do usuário de ter mais espaço para colocar fotos e vídeos”, afirmou Doug Pickford, diretor de marketing da Hitach, durante evento de apresentação do produto, nos Estados Unidos.
Para exemplificar a dimensão representada por 1 mil gigabytes, a Hitachi explica que o espaço é suficiente para armazenar 330 mil fotos de 3MB cara ou 250 mil arquivos de MP3.
Em outro exemplo, a empresa diz que seriam necessárias 50 mil árvores para produzir papel suficiente para o registro de 1 terabyte de dados em mídia impressa.

Drenagem



Ubatuba trinca de modernidade. Trinca? Onde?

Ubatuba mais uma vez mostra ao mundo ser moderna e criativa. Quem olha a foto acima imagina estar vendo algum tipo de defeito. Engano, a aparente deterioração é apenas isca para que a oposição saia por aí falando isso e aquilo. Línguas serão queimadas. O que está exposto é uma amostra das moderníssimas técnicas de drenagem desenvolvidas localmente. Notem que as ranhuras capilares ao mesmo tempo em que absorvem águas pluviais, expulsam o saibro usado na pavimentação. Embora pareça uma falha, não é. De uma coisa podemos ter certeza. "Nunca jamais houve antes" algo igual em Ubatuba e dificilmente haverá. (Sidney Borges)
Foto: Luiz Moura

Estadão

A limitada liderança presidencial

O presidente Lula preenche pela metade os requisitos mínimos exigidos de todo chefe de governo e, mais ainda, de todo chefe de governo cujas aspirações à hegemonia tenham o respaldo de uma ascendência reconhecida no âmbito da sociedade política porque não se esgota nem na autoridade inerente ao cargo ocupado nem mesmo na popularidade traduzida em votos. Tais requisitos, naturalmente, consistem em ter o governante uma visão o quanto possível límpida dos fins a alcançar e dos meios aos quais recorrer, pelos quais, no fim das contas, se traçará o perfil de sua gestão. Desse ângulo, Lula é um dirigente e um líder a meias porque sabe o que não quer antes de saber o que quer, quando uma coisa não se confunde com a outra - e, quando sabe onde quer chegar, não sabe ir até lá.
Leia mais

Opinião

“Assalto à Educação”

Corsino Aliste Mezquita
É voz comum nos organismos internacionais, UNESCO e UNICEF, nas ONGs ligadas à área e nos governos dos países voltados para seu desenvolvimento interno, ser, a EDUCAÇÃO, o maior desafio a ser enfrentado para melhorar a qualidade de vida da população, o desenvolvimento integral, a ascensão social, as diferenças de renda e as existentes entre as classes sociais. O Brasil criou, recentemente, o FUNDEB para investir mais intensamente em todo o ensino básico.
Lamentavelmente, há sintomas indicando que, os governantes de Ubatuba, não entenderam a importância da Educação. Percebe-se serem utilizadas, chicanas jurídicas, astúcias e tramóias, para desviar as verbas da educação, para outros assuntos e fins de menor importância.
As forças políticas, os Senhores Vereadores, os Conselhos (CME, CAE, CACS) estão passando ao largo de tudo que vem acontecendo e não estão realizando fiscalização: dos preços e prazos das obras, das piscinas a serem construídas em escolas, dos abusos provados e denunciados com os veículos da SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, da terceirização, do preço e da qualidade da merenda e de outros fatos que já estão tumultuando o presente, semeando intranqüilidade e comprometendo o futuro da Educação Municipal. Ignoram, sumariamente, os deveres impostos pelo Artigo 73 da Lei n° 9.394/96 ou Lei de Diretrizes e Bases da Educação.
O Decreto n° 4652, de 28 de Dezembro de 2006, assinado pelo Sr. Prefeito Municipal de Ubatuba, Eduardo de Souza César, declara de utilidade pública para fins de desapropriação o prédio e a área de terreno (solar) do CINE IPEROIG. No seu Artigo 2° assim se manifesta:
“ARTIÇO 2°. O imóvel será destinado a servir como espaço cultural e educacional do município, subordinado à Secretaria Municipal de Educação”.
Da subordinação, à Secretaria Municipal de Educação, cabe concluir que será desapropriado, reconstruído, reformado, “resgatado” e mantido com verbas do ensino. Ações desse tipo são estranhas às funções e deveres da Secretaria de Educação e carregam sobre suas costas responsabilidades que não são dela nem possui estrutura para suportar.
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, no seu manual básico “APLICAÇÃO NO ENSINO” orienta os municípios sobre o que pode e não pode ser adquirido com as verbas da EDUCAÇÃO. Quando trata dos prédios afirma que pode:
- “construir, conservar e manter creches e escolas”.
- “adquirir prédios para o funcionamento de creches e escolas”.
É só.Difícil incluir aquisição de cinemas, teatros, terrenos para quadras esportivas, etc.
A seguir registra ser vedado:
- “subvenção a instituições assistenciais, desportivas e CULTURAIS, sejam elas públicas ou privadas”.
- “obras de infraestrutura que beneficiam creches e escolas. (ex: pavimentação e iluminação de rua em frente ao prédio escolar).
O TCESP, apenas, pretende apresentar, com maior clareza, o que já está claro, nos Artigos 70 e 71, da Lei, 9.394/96. Praticar as ações que lá estão proibidas se constitui em violento assalto aos recursos dos alunos, dos professores, dos funcionários, das creches e das escolas. Assalto que o município pagará com atraso e má qualidade de ensino.
A CULTURA é importante e deve ter seu orçamento próprio. Deve também procurar os recursos que a legislação federal permite às empresas repassar para seu incentivo. Ação essa cronicamente falha na história de Ubatuba. Em Ubatuba os cuidados com a arte e a cultura são funções da FUNDAÇÃO DE ARTE E CULTURA DE UBATUBA- FUNDART-. Com recursos do seu orçamento é que será legal a desapropriação do Cine Iperoig.
À Secretaria Municipal de Educação cabe cuidar dos programas específicos de “EDUCAÇÃO ESCOLAR” conforme prescrições da Constituição Federal, da Lei de Diretrizes e Bases da Educação, do Plano Municipal Decenal de Educação e das orientações dos Conselhos Educacionais (CNE, CEE-SP, CME-Ubatuba).
Para concluir cabe perguntar: A quem interessa essa desapropriação? O sincretismo político está pondo em perigo o presente e o futuro de Ubatuba!. Cuidemo-nos!.

Som em pauta

Prezado Sidney Borges

Com relação à carta publicada recentemente pelo “blog” Ubatuba Víbora, sob o título “Som em pauta - Carta aberta à população de Ubatuba e turistas”, firmada pela Comissão Pró Música de Ubatuba, devo informar que a 119ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil, com sede neste Município, através de sua Comissão de Meio Ambiente, elaborou um parecer concernente ao Projeto de Lei nº 139/2006, de autoria do vereador Jairo dos Santos, que tinha por fim regulamentar a emissão de ruídos urbanos e atividades afins na cidade de Ubatuba. É do conhecimento da Comissão de Meio Ambiente da OAB que cópias desse parecer foram enviadas pela Presidência da Ordem ao Presidente do Conselho de Segurança do Município de Ubatuba e ao Presidente da Câmara, Vereador Ricardo Cortes. Como membro da Comissão de Meio Ambiente da OAB estive pessoalmente reunido com o Vereador Jairo dos Santos, em seu gabinete, discutido o projeto de lei de sua autoria, onde tive a oportunidade de apontar algumas incompatibilidades contidas naquele texto. Assim, fica esclarecido que a OAB de Ubatuba se fez presente e deu sua contribuição na forma do parecer jurídico e demais manifestações relatadas.

Thomas De Carle,
Comissão de Meio Ambiente da OAB de Ubatuba.

Som em pauta
Carta aberta à população de Ubatuba e turistas

.......

03) O Sr. Prefeito, a OAB e entidades afins foram comunicadas e convidadas através de ofícios a participar das reuniões e audiência pública na Câmara Municipal, para discutir amplamente o tema. Foram realizadas 08 (oito) reuniões, 01 (uma) audiência pública e nenhum representante do prefeito ou daquelas entidades se fez presente;

Comissão Pró Música de Ubatuba

Ubatuba e o século XXI

Luz para todos

Depois de mais de um quarto de século sem luz elétrica, a Comunidade da Praia do Perez ainda têm esperança que possa ser implantado o Programa Luz Para Todos no local. Nas festividades de final de ano para ano novo, moradores solicitaram tão somente a implantação do programa federal. Os mais idosos almejam pela primeira vez a chance de tomar uma água gelada ou até mesmo guardar seus pescados na geladeira.
A Praia do Perez está localizada entre a Praia da Lagoinha e Bonete, na Região Sul de Ubatuba, não se encontra em área de parque e seus moradores vivem basicamente de atividades ligadas ao mar e agricultura familiar. Vários moradores já se mudaram ou buscaram outras atividades por conta da falta de energia elétrica. Moradores contam que vários programas já foram elaborados para a comunidade, mas por conta da perda de prazos autorizativos aos procedimentos, emplacaram. O programa federal Luz Para Todos está sendo o mais próximo ao atendimento da comunidade, falta ainda parecer do DEPRN.
O vereador Charles Medeiros vem desde a legislatura passada trabalhando junto às comunidades e o programa federal em Ubatuba. “Após 40 anos uma comunidade em Jacareí foi atendida pelo Luz Para Todos, comumidade esta que encontra-se entre um condomínio de alto padrão e uma vila. A comunidade da Praia do Perez encontra-se em condições semelhantes, está entre um condomínio e um bairro, que possui energia elétrica, espero que os prazos não expirem novamente, aguardamos maior atenção dos Órgãos Responsáveis para o devido atendimento as nossas Comunidade”. Afirma Charles Medeiros.

Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 05 / 01 / 2007
  • Projeto Escolata ganha destaque em revista e TV
  • Prefeitura de Ubatuba celebra convênio com a Seap - Brasília
  • Escola abre inscrição para vestibulinho que oferece 180 vagas para cursos técnicos
  • Balcão de empregos de Ubatuba amplia atendimento em 2006
  • Ubatuba disputa Campeonato Paulista de Beach Soccer 2007
  • Surfe começa a definir datas para 2007 em Ubatuba
Leia aqui

Manchetes do dia

Sexta-feira, 05 / 01 / 2007

Folha de São Paulo:
"Anac vai exigir que aéreas tenham aviões de reserva"
A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) vai exigir das companhias aéreas a elaboração de planos de contingência, com a previsão de aeronaves de reserva em solo, para evitar que overbooking e falhas operacionais causem novos transtornos nos aeroportos, a exemplo do que ocorreu com a TAM no feriado de Natal.
Caso sejam obrigadas a adotar esse tipo de plano, as empresas pretendem repassar os custos aos passageiros a médio prazo e de forma diluída, segundo apurou a Folha. A agência negou que a medida possa causar o aumento de preço dos bilhetes porque haveria economia com outras despesas, como indenização de passageiros.


O Globo:
"Estado diz que vai implantar tolerância zero em hospitais"
No segundo dia de inspeção a hospitais estaduais, o governador Sérgio Cabral determinou ontem tolerância zero na Saúde. Prova disso foi a decisão de exonerar imediatamente o diretor do Hospital Getúlio Vargas, na Penha, Sebastião Neves, que ficou apenas um dia no cargo. Irritado com a demora em atendimento, Cabral exonerou o médico. Ele será substituído por Carlos Alberto Chaves de Carvalho, conhecido por apresentar queixa-crime contra médicos que faltam aos plantões. O estado suspendeu nove contratos firmados com ONGs para utilizar pessoal terceirizado.


O Estado de São Paulo:
"Argentina põe em risco reunião do Mercosul"
A apenas duas semanas de nova reunião de cúpula do Mercosul, o Brasil foi novamente surpreendido por uma atitude da Argentina com potencial para enfraquecer ainda mais o já debilitado bloco econômico. A Argentina passou por cima dos trâmites normais e abriu uma queixa na Organização Mundial do Comércio (OMC) contra medidas antidumping aplicadas pelo governo brasileiro sobre a importação de resinas utilizadas na fabricação de embalagens. A queixa foi feita sem abertura de consultas informais com as autoridades brasileiras e ignorando a possibilidade de o caso ser resolvido no âmbito do próprio Mercosul, por meio do Tribunal Permanente de Revisão. O governo brasileiro respondeu à iniciativa da Argentina com a decisão de não eliminar as sobretaxas antidumping. Para o Itamaraty, o caso será resolvido em fevereiro, no período de consultas formais previsto pela OMC. Mas diplomatas brasileiros avaliam que, desta vez, a Argentina foi demasiadamente inábil e pode comprometer a reunião dos dias 18 e 19 no Rio.


Correio Braziliense:
"Adeus à burocracia"
Pelo menos 7,5 mil servidores do GDF terão hoje de deixar gabinetes para os quais foram cedidos e reassumir as funções de origem. Com isso, a área de segurança será reforçada com 2,2 mil policiais civis e militares. E as escolas, com 4 mil professores. Arruda diz que pagamento de férias e 13° atrasados, na educação, terá prioridade. Mas determina a suspensão de gastos até que seja esclarecida a causa de rombo estimado em R$ 100 milhões.

quinta-feira, janeiro 04, 2007

Sonho antigo

Internet

2007 terá mais anúncios na internet e menos na TV, diz "Wall Street Journal"

da Folha Online
Reportagem do diário americano "The Wall Street Journal" desta quinta mostra que os sites da internet deverão receber cada vez mais anúncios nos Estados Unidos, enquanto os programas tradicionais de televisão perderão sua participação no mercado publicitário em 2007.
"Com pessoas mudando para mídias emergentes como os vídeos na web, os anunciantes estão correndo atrás para manter o passo. Eles estão enfatizando menos os tradicionais anúncios de TV e experimentando uma gama mais variada de novas técnicas - que inclui vídeos produzidos de maneira amadora no YouTube, e anúncios em vídeo tradicionais, só que na internet", escreve o jornal.
Segundo o "Wall Street", os anunciantes estão inclusive tentando descobrir quantas propagandas conseguem veicular nos celulares sem incomodar os usuários.
Leia mais

Utilidade pública



Pessoa desaparecida

Está desaparecida desde a tarde de 31 de dezembro, a Srª Idia de Araujo Silva, de 70 anos. Ela sofre de Mal de Alzheimer e tem lapsos de memória. No dia do desaparecimento, na praia da Fortaleza, Idia estava com um vestido rosa e sapato “moleca” preto. Testemunhas disseram ter visto a desaparecida embarcando em um ônibus em direção ao centro da cidade.

Informações podem ser dadas pelos telefones:
(12) 3848-2432,
(14) 9702-5036 e
(14) 9712-4471.

Um dia para esquecer...



A Amendoeira da Avenida Iperoig – Um ano depois

Em dezembro de 2005, um pouco antes do Natal, um e-mail anônimo, circulou nas revistas virtuais, dando conta de que – na calada da noite – uma das amendoeiras centenárias da Av. Iperoig seria suprimida, para que a estrutura de cobertura da “Feira Ripe”, travestida em um “centro de convivência” (um elefante branco de mais de oitenta metros de comprimento, por quase quatorze metros de altura) pudesse ser erigida no local.
Houve mobilização de populares, no sentido de se efetuar um “empate” (assistam a mini-série da Globo para entender do que se trata), de forma a impedir o corte da amendoeira. Na verdade, o que ocorreu foi quase um enfrentamento, pois o número de feirantes que se mobilizaram para impedir àquela manifestação mostrou o quanto a obra interessava aos mesmos.
Naquela época, procurei os webeditores Sidney Borges e Luiz Moura, para buscar obter maiores informações sobre o assunto, mas, naquele momento, o que se divulgava era que a construção não atingiria nenhuma árvore, que haveria um arranjo para que a amendoeira fosse mantida.
Não confiando neste “arranjo e na tentativa de impedir o pior, a ADPC – Associação de Defesa do Povo Caiçara – impetrou uma Ação de Obrigação de Não Fazer, com Pedido de Medida Liminar, de forma a preservar as amendoeiras que, junto com o Cruzeiro, constituíam paisagem notável e histórica no município. A referida liminar foi concedida no final de dezembro de 2005, pelo então juiz substituto da 2.ª Vara Cível da Comarca.
De forma a retomar as obras a qualquer custo, a Prefeitura ingressou com um Pedido de Reconsideração, visando derrubar a Medida Liminar concedida pela Justiça. Este Pedido de Reconsideração embasava-se em um laudo, que afirmava que a referida amendoeira estava doente e que oferecia risco à população do local.
Em 04 de janeiro de 2006, a Medida Liminar foi suspensa e, horas depois, sem tempo para qualquer reação, sequer de se solicitar que fosse feito um laudo independente, a amendoeira foi derrubada e removida por máquinas e equipamentos da Prefeitura, de forma mal planejada, às pressas, sem seguir nenhum dos procedimentos básicos necessários quando da retirada de uma árvore para transplante.
Dias depois, as obras continuavam a todo o vapor. O histórico Cruzeiro, passou a ter escavações em todo o seu redor. Populares se mobilizaram, temendo que o mesmo fosse derrubado para dar lugar a mais uma das sapata da cobertura da “feirinha RIPE” e, novamente a ADPC, ingressou em juízo de forma a impedir que mais um marco do município fosse arrancado. Desta feita, foi concedida liminar sustando as obras, pela juíza da 1.ª Vara Cível, de forma a preservar o histórico monumento.
O resto da história todos conhecem. A amendoeira, que o laudo afirmava que estava “doente” e que oferecia riscos à população foi replantada em uma praça do Perequê-Açu. Estava tão forte e hígida, que aguentou um transplante mal feito, mal planejado e continuou viva, para a tristeza de muitos.
O Cruzeiro está de pé (continua mal conservado e mal iluminado) e ressente-se da falta da ambiência que a amendoeira arrancada lhe oferecia. Mas está lá, resiste. É um marco da resistência caiçara, da tradição. Um dia, ao invés de tentar derrubá-lo, haverá políticos e administradores que, em nome da história, lhe promoverão uma reforma (que incluirá o transplante da amendoeira), criando no local um conjunto de equipamentos que permitam aos visitantes e aos munícipes conhecer um pouco mais das raízes da nossa cidade.
Hoje, uma Ação Civil Pública, muito mais completa e complexa, de autoria do MDU – Movimento de Defesa de Ubatuba, que abarcou a ação inicial da ADPC, está em curso, na defesa do nosso patrimônio, de nossa história e de nossas tradições.
As obras da “feirinha RIPE”? Estas continuam embargadas.

Ilustração: Poema concreto de Sidney Borges em homenagem aos irmãos Campos

Marcelo Mungioli

De Gaulle tinha razão:

“Não é um país sério”

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu nesta quarta feira que o jornalista assassino Pimenta Neves (bata na madeira...) vai continuar livre. Ele que matou por motivo torpe e foi condenado, tem o direito de aguardar em liberdade o trânsito em julgado da sentença. Lembrando do caso: a namorada o abandonou, ele velho, ela moça, deu o óbvio. Ela caiu fora. Ele não gostou e a matou. Com ele é assim, se for contrariado elimina sem perdão. Condenado, mas poderoso, amigo de gente influente, vai continuar leve livre e solto. Ao ser indagado sobre a situação, um amigo advogado abriu um largo sorriso. Cadeia pro Pimenta? Never. Como nas prisões há muitos assassinos, fica no ar a dúvida. Vão continuar presos? (Sidney Borges)

Estadão

Retrocesso acelerado

A palavra mesmice talvez se revele, afinal, imprópria para descrever o que poderá ser o segundo mandato do presidente Lula. A previsão de quatro anos de déjà vu é compreensível, no entanto. Toma como referência o contraste entre o sonante palavrório lulista destes dias, a começar do “acelerar, crescer e incluir” prometidos no discurso inaugural, e, de outro lado, a sensação igualmente habitual de que o comandante do governo não sabe para onde conduzi-lo nem, muito menos, perde o sono por causa da paralisia que o domina desde que a administração foi capturada pela reeleição. A realidade é outra, pode-se dizer. O governo, nisso incluído o esquema petista de poder, já começou a rodar a 100 por hora - com a alavanca de câmbio na posição de marcha à ré, bem entendido. O que se vê acelerar é um retrocesso perto do qual a mesmice seria o menor dos males.

Leia mais

Laissez-faire

Deixar fazer!!!

Ronaldo Dias
A quantidade de visitantes deste Réveillon superou todas as previsões amadoras. Além dos acréscimos referentes (e resultantes) dos problemas no transporte aéreo (creio que, no nosso caso, uma ínfima parcela) a grande maioria é resultante da "divulgação". Divulgação feita através do meio mais competente (comprovado e, tido como o melhor, entre os profissionais do marketing internacional) o boca-a-boca. Sim, o já famoso boca-a-boca! Pela qualidade (do externado comportamento social) que se pode ver e "apreciar", desta parcela de visitantes, pode-se avaliar a eficiência deste método que, para "seduzir" estes "visitantes" não requer absolutamente nenhuma preparação ou mesmo investimento. Um verdadeiro Ovo de Colombo! Prático e na contramão do planejamento, das altas doses de organização e, de muito trabalho, basta simplesmente, deixar acontecer. O resultado é o "Welcome" a terra de ninguém. Eles vieram e continuarão vindo! Salve-se quem puder!

Notícias ACIU

Final de ano movimenta economia em Ubatuba

Os problemas enfrentados pelo setor de aviação fizeram com que muitos turistas trocassem os céus pela estrada e escolhessem o litoral norte como um dos principais destinos de final de ano. Quem comemorou a mudança nos planos foram os hotéis, pousadas e restaurantes, que lucraram com o movimento.
Em Ubatuba, o aumento de turistas não gerou grande faturamento, garantem os estabelecimentos. Mesmo assim, a crise nos aeroportos aqueceu a cidade durante o natal e o reveillon. A gerente do Hotel Costa Azul, na praia da Enseada, conta que a média de leitos ocupados foi a mesma do ano passado. “Em toda temporada, sempre temos os quartos lotados e o movimento costuma cair a partir do final de janeiro”, afirma. Para o dono da Pousada Marazul, próxima a Praia do Itaguá, a previsão é de quartos cheios até o carnaval. “Sentimos que a procura aumentou desde o dia 27 de dezembro e até o dia 15 de janeiro o movimento sempre é pesado. ”Para o dono do restaurante Senzala, Alfredo Correa, o lucro foi perceptível – de 5% a 8%. O local, que emprega 30 funcionários, precisou contratar mais 6 temporários para atender ä demanda. Ele conta que há sempre um reajuste nos preços do cardápio em início de temporada: “Vimos que a cidade recebeu muitos visitantes, mas como trabalhamos com a capacidade máxima de pessoas, muitas vezes não é possível atender a todos os turistas e clientes fixos”.
De acordo com o Sindicato dos Hotéis, Restaurantes e Similares (Sinhores) do Litoral Norte, a região teve ocupação de praticamente 100% da capacidade. “Realizamos um levantamento no início de novembro e já constatamos que a média de procura estava 40% maior em relação a 2005”, salienta José Carlos de Souza, assessor de turismo da instituição. Há 450 meios de hospedagem nas quatro cidades atendidas pelo sindicato. Deste número, o maior percentual encontra-se em Ubatuba.
Souza ainda explica que existem outros fatores que ajudaram nos bons resultados. “Além do inesperado problema no tráfego aéreo, a demanda de turistas nos feriados de setembro, outubro e novembro foi pequena. Ela foi compensada justamente com as festas de fim de ano”.

Gabriela Silveira
Assessoria de Imprensa - Associação Comercial de Ubatuba
Tel.: (12) 3832 - 1449 / (12) 9794 - 7595

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 04 / 01 / 2007
  • Ilha Anchieta lança novidades para a temporada de verão 2007
  • Boogie de pára-quedismo em Ubatuba é prorrogado, graças ao sucesso do evento
Leia aqui

Manchetes do dia

Quinta-feira, 04 / 01 / 2007

Folha de São Paulo:
"19 governadores decidem cortar gastos"
Sem dinheiro em caixa para fazer obras de infra-estrutura e retomar a capacidade de investimentos, e com boa parte da receita comprometida pela rolagem das dívidas dos Estados, pelo menos 19 governadores tomaram posse decididos a reduzir gastos. Entre as primeiras medidas administrativas adotadas por vários governadores, de diferentes partidos, estão a exoneração de funcionários em cargos comissionados, revisão de contratos de licitação e de convênios, corte do número de secretarias e até mesmo a suspensão do pagamento de salários.


O Globo:
"Sérgio Cabral diz que o Rio comete genocídio em hospital"
Ao visitar o Hospital estadual Albert Schweitzer, em Realengo, acompanhado do secretário de Saúde, Sérgio Côrtes, o governador Sérgio Cabral afirmou ontem que o estado está cometendo um genocídio na saúde pública. "O que o estado faz aqui é cometer assassinatos", afirmou Cabral, ao constatar superlotação e medicamentos estragados. Ontem, o hospital recebeu quatro toneladas de medicamentos do Ministério da Saúde, para a emergência. Ele chamou o atendimento no Souza Aguiar de roleta-russa, onde a diarista dele morreu anteontem. (págs. 1 e 12)

O Estado de São Paulo:

"Força Nacional vai vigiar acessos ao Rio"
A Força Nacional de Segurança vai começar a atuar no combate ao crime no Rio pelas divisas do Estado. A tropa se juntará às Polícias Militar, Civil, Federal e Rodoviária Federal para bloquear rodovias que levam a São Paulo, Minas e Espírito Santo, e tentar barrar a entrada de armas e drogas e enfraquecer as facções criminosas. A decisão foi anunciada após reunião do governador Sérgio Cabral Filho (PMDB) com representantes das Forças Armadas, Polícia Federal e Secretaria Nacional de Segurança. Ainda não foi decidido o dia em que a Força Nacional chegará ao Rio nem o número de soldados. Na terça-feira, os governadores de São Paulo, Minas, Espírito Santo e Rio se encontrarão para definir um combate conjunto ao crime. Cabral também formalizou o pedido de ajuda das forças Armadas. Ele disse que desta vez a parceria com a União dará certo porque "o espírito é de cooperação" - referência velada aos governos anteriores, de Anthony Garotinho e Rosinha Matheus.

Correio Braziliense:

"Rombo de até R$ 100 milhões"
O governador José Roberto Arruda determinou a realização de uma auditoria interna nas contas do GDF para investigar o tamanho do déficit deixado pela administração anterior. A previsão da equipe econômica do novo governo, com base nos pagamentos que devem ser feitos em janeiro, é que a dívida chegue a R$ 100 milhões, valor que supera a expectativa de arrecadação. Com os cálculos preliminares, o governador intensificou o patrulhamento dos gastos, reiterou a ordem para extinguir ou reduzir o valor de contratos e suspendeu investimentos. Os salários dos funcionários da Secretaria de Saúde, que recebem contracheque no dia 5, podem atrasar. O 13° dos servidores da Educação, que deveria ter sido pago em dezembro, e as férias também devem sofrer novo adiamento, já que a folha fecha no início do mês.

quarta-feira, janeiro 03, 2007

Política

Mudanças na Corte

Gente! A boataria continua forte em Ubatuba. Fico imaginando como será quando as hordas invasoras partirem e não restar tanto trabalho a fazer. Ufa! É duro checar tudo o que chega. Hoje liguei para diversos “futuros” secretários que juraram de pé junto e sem figas nas mãos nada saber. Primeiro liguei para o Hugo Gallo e perguntei se era verdade que ele seria o próximo secretário de turismo. Ele disse que não foi convidado ou sondado para qualquer cargo público. Depois liguei para o Bischof, cujo nome também está sendo comentado. Ele afirmou que não sabe de nada, mas caso seja convidado aceitará e que suas metas são a construção do centro de convenções e a criação de facilidades para que navios de cruzeiro aportem em Ubatuba. Finalizou dizendo que com isso serão criados empregos e o comércio local será beneficiado. Desejei boa sorte e tentei falar com outro da lista, o ex-secretário Sérgio Carvalho. Não consegui, amanhã vou tentar novamente. Também pensei em ligar para o atual secretário e perguntar se ele sabe quem será o próximo secretário. É possível que ele diga que continuará e que o que está sendo comentado à boca pequena é apenas marola, lembrando o saudoso restaurante do João Bianchi que ainda não foi cogitado para nenhum cargo, mas deveria. É um homem de peso.

Sidney Borges

Espaço dos leitores

Respeito à população

Em resposta ao artigo do Sr. Elias Guerra, quero salientar que o almejado respeito à população, e aos turistas, realmente é um fato desconhecido.
A falta de um representante da Guarda Municipal na Santa Casa é um absurdo, pois já presenciei invasões de pessoas abruptamente, por estarem fora do normal.
Absurdo também, a falta de água da Sabesp nos dias de mais movimento, sem nenhum esclarecimento prévio ou posterior como foi relatado também pela Associação Amigos da Maranduba. Bem fico por aqui pois se for descrever todos os absurdos, certamente ocuparia toda a edição.


Maria Luiza C. Leme
Sociedade Amigos da Praia do Lazaro
Que as bênçãos do Menino Deus, deste Natal os acompanhe em 2007

Espaço dos leitores

Fato intrigante

Elias Penteado Leopoldo Guerra
A população de Ubatuba, cidadãos e eleitores têm o direito de saber a razão pela qual não há um guarda municipal no posto de segurança do Pronto Socorro da Santa Casa, onde é absolutamente necessário, a ponto de existir Lei municipal que prevê essa presença, quando, entretanto, há um guarda municipal prestando serviço ilegalmente, de escriturário na Justiça do Trabalho, que é um órgão do Poder Judiciário Federal.
Elias Penteado Leopoldo Guerra

Jeca Tatu



O que falta

De Elio Gaspari, hoje, em O Globo:
"O que falta ao governo de Lula não é vontade de reformar o país. É disposição e competência para pegar no batente, a sério, de oito da manhã às cinco da tarde".


Nota do Editor: A causa da apatia pode ser bicho-de-pé, mal que acomete brasileiros de todos os rincões.

Parece ele falando

Deu para entender?

Posse de Lula no jornal vietnamita Nham Dan dieu:
“T?ng th?ng Brazil Luiz Inacio Lula da Silva hôm qua ?ã tuyên th? nh?m ch?c nhi?m k? hai. Phát bi?u t?i l? nh?m ch?c tr??c Qu?c”. (Sidney Borges, com dados do site Cláudio Humberto)

Decibéis

Xanddy, às seis

Miriam Tabarro
Vocês conhecem o Xanddy (assim mesmo, com 2 “des” e ipsilone), vocalista do conjunto baiano Harmonia do Samba e dileto marido de Carla Perez, aquela do “i” de escola ?
Pois é, no dia 30 de dezembro, logo às 6 horas da manhã, tive a honra de ser acordada por ele. Não, ele não veio pessoalmente “chez moi” mas através do altíssimo som de um desses “carro-discoteca” que invadem nossa cidade em feriados prolongados, tipo reveillon, carnaval, etc.
Sem escolha, até porque se pudesse preferiria ser acordada por um som mais suave, tive (tivemos, eu e o bairro do Itaguá inteiro) que ouvi-lo por um bom tempo, até que o mal-educado proprietário do veículo se dispusesse, por vontade própria, ou pressão de alguma autoridade, a desligá-lo.
O que fazer? A princípio, revoltada com a falta de respeito pelo descanso do próximo, pensei em ligar para a polícia mas, refleti, eles deviam estar tão ocupados com ocorrências mais graves que seria um desperdício incomodá-los, além do que, eles mesmos achariam a reclamação de somenos importância diante de outras barbaridades.
Como meu dia começou com esse contratempo, decidi que deveria me informar se há ou não alguma proibição e, mais importante, punição para esses abusos. Mais tarde, ainda inconformada, fui tomar uma água de coco num dos quiosques do Itaguá, e comentei o fato com a garçonete. Pra quê? O que ouvi dela me deixou mais desanimada. Porém, com forças ainda para alertar a Promotoria do Meio Ambiente. Disse-me a moça, inocentemente, que, na tentativa de burlar a proibição de som nos quiosques, alguns criativos “donos” de tais estabelecimentos, tiveram a brilhante idéia de CONTRATAR, isso mesmo, CONTRATAR esses veículos que, estacionados em frente, com suas possantes caixas de som preencheriam a falta das bandas ao vivo! Mas que grande idéia, não acham? No caso de haver fiscalização, eles poderiam, na caradura, alegar total inocência já que o som está na rua, e não dentro dos quiosques. Talentosos, não?
Num tempo em que as discussões sobre a volta do som ao vivo estão up to date, é bom que as autoridades tomem suas decisões pensando na maioria da população que, presumo, só deseja ter uma tranqüila noite de sono.

Ubatuba em foco

Saneamento Básico

O vereador Charles Medeiros através do Requerimento 83/06, solicitou junto ao Governo do Estado, a redução do valor da taxa de coleta e tratamento de esgoto praticado pela Sabesp em Ubatuba. Em resposta, a Casa Civil informou que esta estudando o pedido, e solicitou ao Vereador que desse conhecimento á população, dos benefícios do Decreto Estadual nº 41.446 de 16 de Dezembro de 1996, que permite tarifas diferenciadas aos cidadãos.
O vereador informa que, para se ter acesso as “tarifas diferenciadas”, denominadas “residencial social”, é necessário que se cumpram às normas do regulamento tarifário, onde no artigo 2º - item VII, as tarifas de serviços de água ou esgoto serão calculadas conforme as condições socioeconômicas dos usuários residenciais. Para ter direito a Tarifa Residencial Social, o cliente deverá ingressar com solicitação de pedido e submeter-se a algumas avaliações da Área Comercial da Sabesp, realizada com base em norma interna da Companhia, além da observância de vários outros critérios. “Muitas vezes os cidadãos perdem seus direitos, por falta de conhecimento de Leis que o favoreçam”. Afirma Charles Medeiros.

Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Opinião

“Regalo de fim de ano”

Corsino Aliste Mezquita
Ao apagar as luzes do fim do ano de 2006, Executivo e Legislativo de Ubatuba, brindaram, todos os proprietários de imóveis de Ubatuba e os inquilinos que os ocupam com suas empresas, com um regalo de fogo: “PAGAMENTO DA TAXA DE BOMBEIROS”, imposta pela Lei, n° 2898, de 28 de Dezembro de 2006.
O serviço do Corpo de Bombeiros, segundo as palavras do Sr. Prefeito, Eduardo de Souza César, não existe em Ubatuba. É, apenas um projeto, uma promessa, uma carta de intenções que, como tantos outros anúncios, pode não se concretizar, nos próximos dois anos.
São declarações do Sr. Eduardo de Souza César: “...a construção de uma unidade completa do Corpo de Bombeiros em Ubatuba está há poucos meses de se tornar realidade. Segundo Eduardo César, todo o trâmite burocrático já foi iniciado e a expectativa é que até meados de 2007 a sede já esteja sendo concluída”(SIC). (A Cidade de 30-12-06- pág. 03).
O Sr. Eduardo de Souza César afirma:
1-A unidade do Corpo de Bombeiros é promessa que pode ser concretizada daqui a poucos meses. Por enquanto não existe.
2-Já foram iniciados os trâmites burocráticos.
3-Expectativa, esperança existem de que esteja concluída em meados de 2007.
O leitor pode observar que é promessa, só foram iniciados os trâmites burocráticos, existe expectativa, esperança, desejo, hipóteses de que algo possa acontecer. Nada concreto, planejado, aprovado que justifique a cobrança.
Os trâmites, caso tenham sido iniciados, aconteceram com um governo que se encerrou no dia 31-12-06. Agora o governo é outro. Os sentados, do outro lado da mesa, são outras pessoas. O governador, Dr. José Serra, já decretou a revisão de todos os contratos e concessões em andamento, etc, etc....
Não houvesse precedentes poderíamos até acreditar nas promessas do Sr. Eduardo de Souza César. Lamentavelmente existem. Por falta de compromisso foi expulso do PL e houve ruptura da coligação com o PT. O desperdício e os violentos prejuízos ocasionados ao município com a cobertura da chamada “Feira Hippe”, ocasionados por avançar o sinal e contrariar a legislação, não podem ser esquecidos pela população. As promessas feitas, nas suas falas intermináveis, nas rádios locais, prometendo e não cumprindo, não podem ser desconsideradas. Das centenas que poderíamos citar, destacamos duas que provocaram nossa hilaridade:
Parque Trombini: “Estamos dando 72 horas para o parque encerrar as atividades dele”. (Rádio Costa Azul 15-02-06). Mesmo sem funcionar, por negativa do ALVARÁ MUNICIPAL, o parque, continua no local onde esteve, nos últimos 23 anos.
Centro de Convenções: “....senão eu não poderia estar anunciando aqui que em breve nós teremos o tão sonhado centro de convenções”. (Rádio Costa Azul 15-02-06). Alguém conhece o tão prometido Centro de Convenções?.
A TAXA é um problema mais sério. É uma suposta aventura que onera todos os cidadãos e sobre a qual existem fortes dúvidas. A primeira delas é se, Executivo e Legislativo, possuem autoridade para criar esse tipo de tributo. Nessa dúvida perguntamos:
Os imóveis não são onerados com o IPTU?
O IPTU de Ubatuba não é um dos mais altos de todo o território nacional?.
A bi-tributação ou dupla tributação não é vedada pela Constituição Federal?.
A taxa criada pelo Executivo e aprovada sorrateiramente, na calada do fim de ano, em sessão extraordinária, sem debate, com medo da população...., por apenas seis vereadores, não se constitui em bi-tributação, em pagamento por algo que não existe e que, se alguém necessitar do serviço não poderá ser atendido?.
A Prefeitura pode cobrar por serviços que não pode prestar?
Com a palavra, os senhores juristas constitucionalistas.
De nossa parte consideramos que já passa da hora dos cidadãos nos manifestarmos e tomarmos providências. Os abusos de poder e o desrespeito aos sagrados direitos da cidadania estão ultrapassando todos os limites. Aprovar esse tipo de lei, aos 28-12-06, em sessão extraordinária, com a ausência de três vereadores, sob os protestos do Sr. vereador Jairo dos Santos, sancionar a lei no mesmo dia e publica-la, aos 30-12-06, é um desrespeito que os cidadãos eleitores devem considerar, gravar e responder nas urnas.
Esperamos que, os senhores vereadores faltosos, o tenham feito como protesto contra as circunstâncias e o conteúdo e que, junto com o ver. Jairo dos Santos, promovam uma ação de inconstitucionalidade e peçam segurança suspendendo seus efeitos até que os serviços existam no município de Ubatuba. Os proprietários de imóveis e a população de Ubatuba dispensam esses regalos de fim de ano.

Trânsito

Moradores e turistas divergem sobre mudanças no trânsito do centro

As mudanças na Avenida Iperoig têm levantado opiniões divesas entre os comerciantes de Ubatuba. A grande quantidade de turistas durantes das férias e os feriados de final de ano faz com que o fluxo de veículos aumente consideravelmente, gerando congestionamentos em alguns trechos do centro da cidade. Além disso, muitos motoristas ainda desconhecem as alterações.
Alguns comerciantes temem os reflexos destas mudanças, principalmente na diminuição das vagas de estacionamento. Para Marcos Francisco Demo, dono do Restaurante Tio Sam, a perda de 30% das vagas vai ocasionar diminuição dos lucros. “O comércio vai perder neste aspecto, porque não vai haver estacionamento para os clientes”, opina. Mesmo assim, ele acredita que obras como esta são necessárias para evitar problemas futuros com o tráfego. “A avenida ficou mais moderna e mais bonita. Quando diminuir o movimento das férias, a situação de resolve.
”Alguns receberam as alterações com muito otimismo. É o caso de Wilson Alves da Silva, proprietário do restaurante Baleia Branca. Ele afirma que as obras não atrapalharam o movimento de clientes em seu estabelecimento. “Antes a mão dupla fazia o trânsito parar. Agora já se nota um congestionamento menor. Mesmo assim, acho que deveria existir algum dispositivo para controlar a velocidade dos carros e motos”.
De acordo com Ronaldo Lopes, coordenador de trânsito de Ubatuba, a época de férias ainda é complicada para avaliar o resultado. “Nós recebemos uma série de elogios e sugestões, mas de maneira geral as mudanças foram benéficas”, conclui. Quanto às reclamações sobre o excesso de velocidade na avenida Iperoig, Lopes responde que a administração municipal pretende realizar um estudo e abrir uma licitação para instalar radares e lombadas eletrônicas. Há ainda a previsão de estudos para evitar congestionamento na ponte do Perequê-Açú. “Queremos avaliar a possibilidade de aumentar a largura da ponte, com a construção de uma segunda pista lateral”.

Mudanças

Com mão única no sentido Centro em direção ao Perequê-Açú, a avenida Iperoig já conta com sinalização e a Guarda Municipal continua orientando os motoristas. O retorno deve ser feito pela Rua Salvador Corrêa, que agora opera em direção inversa da avenida (Perequê-Açú – Centro) em mão única.
Na Rua Liberdade também houve mudanças. Ela deixou de ser mão dupla no trecho entre a Avenida Iperoig e a Rua Salvador Corrêa, para que haja facilidade no retorno de quem segue no sentido do Itaguá.

Gabriela Silveira
Assessoria de Imprensa - Associação Comercial e Industrial de Ubatuba
Tel.: (12) 3832 - 1449 / (12) 9794 - 7595

Manchetes do dia

Quarta-feira, 03 / 01 / 2007

Folha de São Paulo:
"Cabral quer Forças Armadas nas ruas"
O novo governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral Filho (PMDB), propôs ontem que tropas do Exército, da Marinha e da Aeronáutica patrulhem o entorno de seus quartéis. A medida, diz, dará à população sensação maior de segurança, pois verá ruas e praças vigiadas por militares, e permitirá à polícia priorizar áreas críticas. Ontem à tarde, mais um ônibus foi incendiado, sem feridos. Cabral, 43, anunciou que já conversou com o comando das três Forças. Afirmou que pretende nesta semana voltar a se reunir com eles para definir de que forma Exército, Marinha e Aeronáutica poderão ajudá-lo a enfrentar a criminalidade. Ele definiu a ação como "um complemento" ao trabalho policial.
"Aeronáutica, Marinha e Exército podem dar colaboração estratégica nas áreas militares. Hoje o policiamento é feito basicamente em defesa do patrimônio das Forças. Pedirei em reunião com os comandantes policiamento pró-ativo", disse ele, para quem "o cidadão deseja isso, caminhar nas ruas com tranqüilidade
".


O Globo:
"Governo: policiamento nas vias expressas vai aumentar"
Enquanto o novo comandante-geral da PM, coronel Ubiratan Ângelo, anunciava que sua primeira medida seria reforçar o policiamento nas vias expressas, um bando assaltava motoristas no Elevado da Avenida Perimetral, ontem à tarde. Pela manhã, ao tomar posse, o novo secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, também prometeu mais policiais nas vias expressas, mas só a partir de hoje. Segundo ele, a prioridade será evitar a ação de bandidos nas linhas Vermelha e Amarela, na Avenida Brasil e na Perimetral. As autoridades vão aumentar o efetivo da PM com o retorno de policiais emprestados. O governador Sérgio Cabral empossou também o novo chefe de Polícia Civil, Gilberto Ribeiro.


O Estado de São Paulo:
"Lula muda de idéia e veta corte de despesas"
O Diário Oficial da União que circulou ontem publicou o veto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a oito dispositivos da Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2007. Um dos itens vetados é o redutor de despesas correntes, que o próprio governo havia proposto em abril. O texto vetado estabelecia que este ano os gastos fixos - relacionados com pessoal, benefícios previdenciários, educação e custeio da máquina pública, entre outras áreas - teriam de ser reduzidos em 0,1% do Produto Interno Bruto. O corte corresponderia a cerca de R$ 2,1 bilhões. O Ministério do Planejamento argumentou, para explicar a mudança de idéia, que a maior parcela dos gastos da União é composta por despesas de caráter obrigatório, que possuem regras de crescimento definidas por leis específicas. A intenção do governo é mudar a legislação para definir limites a algumas despesas correntes. Lula vetou também um dispositivo que pretendia disciplinar a concessão de recursos públicos para entidades privadas, como ONGs, exigindo atestados de funcionamento regular. O governo alegou que isso poderia interromper "importantes ações governamentais".


Correio Braziliense:
"Choque Antigastos"
Entre as medidas anunciadas pelo governador Arruda para reduzir despesas, está a demissão de 17 mil funcionários contratados sem concurso. - No primeiro ato de sua gestão, José Roberto Arruda exonerou todos os ocupantes de cargos comissionados e de confiança do DGF. Apenas metade desses postos ganhará substitutos, que devem ser nomeados até abril. "As pessoas boas ficam", prometeu, dando mostras de que parte dos dispensados será recontratada. Para conter o déficit de R$ 35 milhões, a ordem é reduzir gastos das secretarias em um terço e fechar o cofre para investimentos até julho. Em reunião com secretários e principais assessores, Arruda reforçou ainda o discurso de que algumas decisões são impopulares, mas necessárias para iniciar uma agenda positiva. Também pediu agilidade na execução de ações como instalação de postos policiais e de saúde que funcionem 24 horas, além de determinar o descredenciamento do Instituto Candango de Solidariedade (ICS) e a extinção da Codeplan.

terça-feira, janeiro 02, 2007

Sociais

Migrações partidárias e produtos afins...

Quem cala consente

Prossegue o boato que afirma que figura de proa do PSDB vai assumir uma secretaria. Enquanto parecia fofoca, conversa de botequim, era até admissível que o citado ignorasse. Boatos são apenas boatos e Ubatuba é pródiga neles. Aí saiu no jornal, com o peso inerente à palavra escrita. O que é publicado vira verdade, a menos que seja desmentido. Aliás, a propalada intenção de ida do Prefeito para o PSDB, que é absolutamente normal e faz parte do jogo político, virou novela em infinitos capítulos. Os autores nem pensam em decretar o final da trama. Na intimidade as aves coloridas afirmam ser contra, em público piam baixinho para ninguém escutar. Alguém disse alguma coisa sobre ficar em cima do muro? (Sidney Borges)

Ubatubices

Fonto Pacultativo

Fez bem o Prefeito ao decretar a folga de hoje. Depois de três dias de descanso é mais do que normal sentir cansaço. Faltou complementar, o expediente de amanhã deveria começar após o meio-dia. No carnaval certamente essa pequena falha será sanada. (Sidney Borges)

Luiz Inácio falou...

Abaixo o terrorismo

Se há um ponto que diferencia o Brasil internacionalmente, é que nem por ameaça, existe no Brasil qualquer sinal de terrorismo. É esse um ponto forte para o Brasil atrair grandes eventos, políticos, temáticos e esportivos. Aliás, esse foi um ponto que diferenciou o Rio de San Antonio-Texas na conquista do PAN. Esse é um ponto que elimina a Colômbia da Copa de Futebol de 2014. Mas agora Lula resolve usar esta expressão -TERRORISMO- em relação ao Brasil, e mais, em relação ao Rio, sede do PAN, candidato as Olimpíadas de 2016 e capital-Maracanã da Copa de 2014. Todas as agências internacionais escolheram esta frase -inacreditável- de Lula para tratar de seu discurso. Lula acaba de inserir o Brasil no roteiro terrorista internacional. É a chave de ouro de sua lombrosiana política externa ! (Ex-Blog do Cesar Maia)

Manchetes do dia

Terça-feira, 02 / 01 / 2007

Folha de São Paulo:
"Lula promete acelerar o crescimento"
Ao ser empossado ontem para o seu segundo mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 61, anunciou a substituição do verbo "mudar", tônica de seu discurso em 2003, por outras três conjugações: "Acelerar, crescer e incluir". O petista, 39º presidente da República, reeleito com 60,83% dos votos válidos (58.295.042 de votos), afirmou que não foi escolhido para "ouvir a velha ladainha conformista".
Em discurso de 37 minutos no Congresso, Lula anunciou que adotará nos próximos quatro anos o PAC (Plano de Aceleração do Crescimento). Evitou comprometer-se com a meta de crescimento de 5% do PIB e não antecipou detalhes do pacote que anunciará ao final do mês para destravar a economia. Lula disse que sua vitória demonstra que "o povo optou um lado". Defendeu o Bolsa Família, afirmando que "nunca foi política compensatória, e sim criadora de direitos".
Em comparação a 2003, a posse foi esvaziada. No primeiro mandato, 150 mil assistiram ao evento. Ontem, a estimativa foi de 10 mil pessoas na Esplanada dos Ministérios. Ao falar à população, Lula classificou de "terrorismo" a onda de violência no Rio de Janeiro e pediu a "mão forte do Estado" para combatê-lo.


O Globo:
"Lula diz que Rio vive terrorismo e Cabral pede ajuda de força federal"
Ao tomar posse para o segundo mandato, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiu ontem formalmente, pela primeira vez, o compromisso de combater a violência no Rio de Janeiro, que chamou de "terrorismo". "Essa barbaridade que aconteceu no Rio de Janeiro não pode ser tratada como crime comum. Isso é terrorismo e tem que ser combatido com uma política forte e com a mão forte do Estado brasileiro", disse Lula. O discurso, feito no parlatório do Palácio do Planalto, marca uma nova posição dos governos federal e estadual em relação à criminalidade: o governador do Rio, Sérgio Cabral, também abandonou a postura do casal Garotinho e após ser empossado afirmou que vai pedir a ajuda da Força Nacional de Segurança, que conta com até 7 mil homens, para enfrentar o tráfico. Cabral classificou de facínoras os bandidos responsáveis pela onde de terror e pediu um minuto de silêncio para as 19 vítimas.
A festa popular na posse de Lula em Brasília foi fria, com a presença de cerca de 10 mil pessoas. Ao discursar no Congresso, Lula prometeu crescimento vigoroso, dizendo que os verbos "acelerar, crescer e incluir vão reger o Brasil nos próximos quatro anos".


O Estado de São Paulo:
"Lula promete acelerar crescimento"
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, assumiu contem seu segundo mandato com um discurso ao Congresso em que prometeu "destravar o Brasil" para o crescimento econômico. Também prometeu maior distribuição de renda: "Os efeitos das mudanças têm que ser sentidos rápida e amplamente". Ele batizou de Programa de Aceleração do Crescimento as medidas econômicas que pretende anunciar este mês. Garantiu que não abrirá mão, "em hipótese alguma", de responsabilidade fiscal e se comprometeu com a redução dos juros. Em nenhum momento, porém, Lula detalhou como conciliará todas essas metas. Também anunciou que pretende unificar a legislação do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias (ICMS) - item que impediu a reforma tributária em seu primeiro mandato e também no governo Fernando Henrique Cardoso. Garantiu ainda que não haverá apagão elétrico nos próximos dez anos.


Correio Braziliense:
"Governo para os pobres"
A quebra do protocolo parece ter sido feita sob encomenda para encerrar a cerimônia de posse. Depois de agradecer aos pobres e prometer governar para eles, Lula e a primeira-dama, dona Marisa Letícia, desceram do Parlatório, no Palácio do Planalto, e cumprimentaram militantes e simpatizantes, que, apesar da chuva, foram à Esplanada dos Ministérios. Nos dois discursos que fez, Lula atacou as elites e prometeu crescimento com distribuição de renda. No momento mais contundente de seu pronunciamento à população, o presidente classificou como terrorismo os ataques do Rio e prometeu "mão forte" do Estado na questão da segurança pública.

segunda-feira, janeiro 01, 2007

Abaixo as elites...

Em discurso de posse, Lula promete governo popular e ataca a elite

JAMES CIMINO da Folha Online
Durante seu segundo discurso de posse, o presidente reeleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT) destacou mais uma vez seu compromisso com as populações mais pobres e criticou quem o acusa de realizar um governo "populista".
"Nosso governo nunca foi, nem é 'populista'. Este governo foi, é e será popular." Em outros trechos do discurso, ressaltou que "governar para todos é meu caminho, mas defender os interesses dos mais pobres é o que nos guia nesta caminhada"; e complementou: "[...] Nossa política social, que nunca foi compensatória, e sim criadora de direitos, será cada vez mais estrutural."
Leia mais

Opinião

Fogos é fogo!

Hoje acordei com o silêncio dos pássaros e, os esquilos sumiram do entorno. O que teria acontecido? Estariam de férias? Seria um protesto pelo desaparecimento do silêncio da noite? Da escuridão silenciosa? Ou debandaram pelo medo? Para onde teriam ido os meus adoráveis vizinhos? Me diga Rizzo! Com as desculpas as opiniões contrárias, em um município de tantas regras de proteção ambiental, queima de fogos particulares (o que dizer então das oficiais?) são lamentáveis. Pior do que as queimadas (tão atacadas) são as "queimas de fogos" (com ou sem suas bombas carregadas com milhares de decibéis). Queima de fogos em áreas de proteção ambiental ou, nas suas vizinhanças, é um contraditório, aliado a total falta de bom senso, que produz conseqüências incorrigíveis. Que pena, não é verdade? Deve ser por estas atitudes, que o ambiente inteiro é chamado de Meio Ambiente.

Ronaldo Dias

Problema doméstico

Invasoras aladas

Elas chegaram de forma sorrateira, como quem não quer nada e foram se instalando. Agora moram em minha lareira. Quando construímos a casa, no século XX, minha mulher quis lareira, Ubatuba é muito úmida, disse ela, o fogo vai ajudar a secar o ambiente. Além disso, havia dias frios, raros é verdade, mas capazes de justificar a obra. Neste século XXI o clima mudou de forma acentuada, o mundo está esquentando e secando e com isso a lareira resultou útil apenas no Natal, quando Papai Noel desce pela chaminé, dá a tradicional risada ô, ô, ô e parte para destino ignorado. Ultimamente nem mesmo tem deixado presentes. Mas quem foi mesmo que chegou e está morando na lareira? Andorinhas. Barulhentas andorinhas. Quando essas minúsculas e inoportunas hóspedes resolvem conversar, ou protestar, o barulho é insuportável. Meu cachorro vez por outra fica perturbado e late furiosamente, o que em nada contribui para que eu continue ouvindo Tony Bennet. Num desses momentos ruidosos resolvi que era hora de agir. Desliguei o som e procurei o especialista em pássaros Carlos Rizzo, que me aconselhou a queimar serragem úmida para produzir fumaça. Elas irão embora, ele me garantiu. Fiquei imaginado a partida, malinhas desarrumadas, confusão, gritaria e elas decolando e provavelmente tossindo, se é que andorinhas tossem. Vacas tossem, senão ninguém diria: nem que a vaca tussa. O Rizzo, que entende horrores de andorinhas, me contou que essas que fazem ninhos em lareiras são migratórias, originárias dos Estados Unidos, de onde vêm para fugir do inverno. Quando o tempo começa a esfriar retornam aos campos onde Lincoln passeou antes que Booth lhe estourasse os miolos. Eu já estava providenciando a serragem quando Rizzo me disse que provavelmente deve haver filhotes recém-nascidos. Como expulsar crianças, ainda que com penas, não faz parte do meu repertório, resolvi esperar o tempo esfriar. Depois que elas partirem vou colocar uma tela de arame na chaminé. No ano que vem terão de procurar outra lareira. Por enquanto o barulho continua. Nos momentos críticos eu costumava bater palmas e gritar: calem a boca, ou então: fechem os bicos. Não funcionou. Agora que eu soube que são americanas vou experimentar: shut up. Quem sabe dá certo...

Sidney Borges

Poema

Receita de Ano Novo
Carlos Drummond de Andrade


Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Aos amigos...

Soneto do Amigo
Vinícius de Morais (1913-1980)


Enfim, depois de tanto erro passado
Tantas retaliações, tanto perigo
Eis que ressurge noutro o velho amigo
Nunca perdido, sempre reencontrado.

É bom sentá-lo novamente ao lado
Com os olhos que contem o olhar antigo
Sempre comigo um pouco atribulado
E como sempre singular comigo.

Um bicho igual à mim, simples e humano
Sabendo se mover e comover
E a disfarçar com meu próprio engano.

O amigo: um ser que a vida não explica
Que só se vai ao ver outro nascer
E o espelho de minha alma multiplica...

Manchetes do dia

Segunda-feira, 01 / 01 / 2007

Folha de São Paulo:
"Novo mandato de lula começa com governo provisório"
Presidente petista, que é empossado hoje, só anunciará a equipe definitiva em fevereiro.
Duas decepções confessas de Lula a aliados no primeiro mandato: crescimento baixo do PIB e o "desastre político", com o mensalão.


O Globo:
"Lula inicia 2º mandato prometendo crescimento"
O presidente Lula será empossado em seu segundo mandato hoje, em festa com início previsto para 15h15m. No discurso no Congresso, prometerá crescimento, melhoria da qualidade da educação e mais ofertas de emprego. Um pacote pró-desenvolvimento será anunciado dia 15. Já no Planalto, em fala mais informal, reforçará seu compromisso com os mais humildes. Dos companheiros do PT, muitos estarão ausentes, como o ex-ministro José Dirceu.


O Estado de São Paulo:
"Em novo governo, Lula mira no crescimento de 5%"
Luiz Inácio Lula da Silva reassume hoje como o 36º presidente da República na história do País com o desafio de fazer a economia voltar a crescer. Ele mesmo, logo depois de receber nas urnas os cerca de 58 milhões de votos que o reconduziram à Presidência, estabeleceu em 5% ao ano a taxa de crescimento para o (PIB). Não será fácil cumprir a promessa. Lula terá de enfrentar desafios em várias áreas - da recuperação da malha viária à construção de novas usinas de energia elétrica, da solução da crise nos aeroportos à aceleração da aprovação de projetos pelo Ministério do Meio Ambiente. Nos Estados, onde 27 governadores eleitos ou reeleitos assumem hoje, a maior preocupação é reduzir o custo da máquina para voltar a investir. José Serra aposta nas parcerias para fazer São Paulo retomar o caminho do desenvolvimento.


Correio Braziliense:
"É agora, Lula - Quatro desafios para os próximos quatro anos"
Formar alianças sólidas que fortaleçam o governo no Congresso e que resistam à distribuição de cargos políticos
Melhorar a renda de 42 milhões de miseráveis e integrar o Bolsa Família a Programas de Geração de Emprego
Inflação baixa, Risco-País controlado, câmbio estável. Mas como fazer o Brasil crescer sem comprometer a estabilidade?
Buscar a legitimação ética depois da sucessão de escândalos no primeiro mandato e manter o combate à corrupção pela Polícia Federal.

domingo, dezembro 31, 2006

Ano Novo

2007 já está batendo na porta

Comece a arrumar as gavetas, colocar suas coisas em ordem. Escolha as roupas com as cores do Ano Novo (azul ou vermelho) para a noite da Virada e prepare-se: 2007 tem tudo para ser um dos melhores anos de sua vida!
Digo isso partindo da seguinte premissa: estamos todos mais maduros, já passamos por poucas e boas e estamos aprendendo com os nossos erros cotidianos. Temos 2007 pretextos para que o primeiro dia do próximo ano seja a nossa porta de entrada para a felicidade.
Se você não anda muito bem de saúde, pare e pense em como a medicina evoluiu nos últimos anos! Concentre suas energias positivas, mentalize positivamente e ajude a medicina a fazer o seu papel: deixar você novo em folha!
Se a grana anda curta, anime-se: o ano novo promete ser bem melhor que o passado. Estude novas possibilidades de negócios e serviços. Ouse, saia da mesmice. Invista em você, sempre!
Se a reclamação é o seu amor, ou a falta dele, o ano de 2007 lhe oferece a oportunidade de começar tudo outra vez, corrigindo os velhos erros, lançando mão de toda a experiência adquirida nas relações passadas. Ame como nunca amou!
Se a reclamação é que sua vida anda vazia, dedique-se a uma causa justa: procure a nossa Santa Casa, o lar Vicentino para idosos ou o Lar do Menor e passe a ter um bom motivo para viver: ajudar a trazer um pouco de consolo e felicidade aos que pensam que nada tem. Em pouco tempo, sua vida estará plenamente preenchida e uma nova realidade surgirá aos seus olhos.
Para enfrentar estes e os demais problemas da vida, a receita é bom senso e força de vontade para vencer. Ambos estão dentro de você, esperando para serem usados a cada momento.
Nada é impossível para quem acredita, para quem confia, para quem quer algo de verdade.
No Ano Novo, aproveite para pedir menos e agradecer mais a Deus, ajudar e confiar mais nos seus semelhantes. São estas mudanças que farão a diferença e tornarão 2007 aquele ano inesquecível.
A todos os amigos, conhecidos e leitores deste website, sinceramente desejo um Ano Novo repleto de Paz, Saúde, Amor e Prosperidade.


Marcelo Mungioli

A questão é: como?

A fórmula para promover o crescimento do Brasil

"Quando tomou posse, há quatro anos, Luiz Inácio Lula da Silva despertou a curiosidade mundial de banqueiros, políticos, empresários e da imprensa. A pergunta era uma só: que rumo tomará o Brasil com a vitória do ex-sindicalista que, por anos, foi um duro crítico do sistema financeiro internacional? Esta semana, quando é empossado para seu segundo mandato, os fantasmas da estatização ou dos calotes já desapareceram e Lula surge como uma espécie de contraponto às iniciativas do venezuelano Hugo Chávez."
Leia mais
 
Free counter and web stats