sábado, dezembro 09, 2006

Infra-estrutura em frangalhos

Buraco em cima, buraco embaixo, a vida é um buraco...

Uma pesquisa da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, da USP, concluiu que, em razão da má conservação das estradas brasileiras, as empresas de transporte de carga têm prejuízo de R$ 34 a cada cem quilômetros rodados, referentes aos gastos com combustível, tempo de viagem e manutenção dos caminhões. Além desse prejuízo, a pesquisa mostra que, se as estradas estivessem mais bem conservadas, "haveria uma redução de 4,8% no consumo de combustível e 4,5% na emissão de gás carbônico (CO2)".
Infelizmente esse quadro não vai mudar. As estradas continuarão esburacadas pelo simples fato de que não há dinheiro para consertá-las. Também não há dinheiro para expandir a malha ferroviária e modernizar os portos. O dinheiro que há é quase que totalmente destinado ao pagamento de juros. Escrever sobre desenvolvimento é perda de tempo. Não há luz no fim do túnel o que se pode vislumbrar é apenas estagnação e retrocesso. No entanto, caso o modelo sofra alterações poderemos ter alguma esperança. Haverá coragem? Tenho minhas dúvidas. (Sidney Borges)

Jamais verás...

Justiça, pizza e um pote de manteiga

Último acusado de envolvimento com o esquema de mensalão a ser julgado, o deputado José Janene enfrentou o plenário da Câmara e foi considerado inocente.
A 23ª Vara Criminal de São Paulo condenou a empregada doméstica Angélica Aparecida Souza Teodoro, de 19 anos, a quatro anos de prisão pelo furto de um pote de manteiga de 200 gramas em 2005.
Uma notícia não tem rigorosamente nada a ver com a outra. (Arquiteto Gilmar Rocha)

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 09 / 12 / 2006
  • Ubatuba forma nova turma dos cursos de Geração de Renda
  • Ubatuba terá queima de fogos descentralizada no reveillon
  • Casa do Brinquedo prepara programação para as férias
  • Disputa do Inter Secretarias de Ubatuba continua no fim de semana
  • Santa Casa realiza Bazar da Pechincha
  • Prefeitura executa obras na Região Sul de Ubatuba
  • Prefeitura realiza I Encontro dos Agricultores em Ubatuba
  • Prefeitura de Ubatuba canaliza córrego no Rio Escuro
  • Prefeitura convida agricultores a participarem de programas de abastecimento
  • Prefeitura convida população para prestação de contas na área da saúde
  • Guarda Municipal de Ubatuba encontra cocaína com adolescente
Leia aqui

Manchetes do dia

Sábado, 09 / 12 / 2006

Folha de São Paulo:
"Pilotos do Legacy são indiciados pela PF"
Os americanos Joe Lepore e Jan Paladino, pilotos do jato Legacy que se chocou com o Boeing da Gol provocando a morte de 154 pessoas, deixaram ontem o país sem prestar depoimento à Polícia Federal. Eles se recusaram a falar porque, antes de depor, foram indiciados sob a acusação de "expor a perigo embarcação ou aeronave, na modalidade culposa [sem intenção], agravado pelo resultado morte", segundo nota emitida pela PF. Depois de 70 dias proibidos de sair do país por determinação da Justiça, os pilotos embarcaram, como passageiros, em um jato Legacy, em Guarulhos, por volta das 15h30, com destino aos Estados Unidos.


O Globo:
"Ações da polícia não contêm assaltos em vias expressas"
O assalto à presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Ellen Gracie, e a seu vice-presidente, Gilmar Mendes, anteontem à noite, na saída da Linha Vermelha, revela que as ações da polícia do Rio têm sido insuficientes para conter a violência nas vias expressas da cidade - o Elevado da Perimentral, a Avenida Brasil e as linhas Amarela e Vermelha. Estas voltaram a ser fechadas ontem por cerca de dez minutos, devido a um intenso tiroteio entre policiais e traficantes da Maré. O mesmo aconteceu na Avenida Brasil. Ao envolver a figura que comanda o órgão máximo de um poder e é a quarta na linha sucessória do presidente Lula, o caso mostrou que a violência do Rio não dá imunidade nem mesmo a autoridades ou pessoas famosas. O secretário de Segurança do Rio, Roberto Precioso, culpou a equipe de segurança da presidente do STF, que, segundo disse, deveria ter pedido auxílio à Polícia Federal. A ministra discordou, lembrando que os agentes são PMs do Rio cedidos ao Tribunal Regional Federal.


O Estado de São Paulo:
"Indiciados pela PF, pilotos do Legacy deixam o País"
A Polícia Federal indiciou ontem os pilotos americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, no inquérito sobre a colisão do dia 29 de setembro entre o Legacy que eles conduziam e um Boeing da Gol. No acidente morreram 154 pessoas. Os dois são acusados de "expor culposamente (quando não há intenção) a perigo embarcação ou aeronave", situação agravada pela suposição de a conduta deles ter causado as mortes. "Houve negligência, o que torna as condutas deles causa do acidente", disse o delegado Ramon Almeida da Silva. Intimados, os pilotos compareceram ontem de manhã à sede da PF em São Paulo e se recusaram a responder às perguntas, alegando que só prestariam informações na Justiça. Após seis horas de interrogatório, foram liberados, receberam o passaporte de volta e embarcaram para os Estados Unidos num avião da empresa para a qual trabalham, a ExcelAir. Desde o acidente eles estavam retidos num hotel do Rio. Em caso de condenação, os pilotos podem pegar pena de 1 a 3 anos de prisão. A PF não considera o caso encerrado nem descarta a possibilidade de indiciar também controladores de vôo.


Jornal do Brasil:
"Veja onde você será assaltado ao passar pela Linha Vermelha"
O JB mapeou os pontos mais perigosos da linha da morte. Os arrastões nessas localidades são recorrentes. O assalto sofrido pela presidente do Supremo, Ellen Gracie, provocou duros ataques dos colegas ministros à segurança pública. A polícia matou ontem dois homens suspeitos de participação no crime.Editorial - Insegurança intolerável - O Brasil sempre suspeitou de que o sistema de controle de tráfego aéreo era de quinta categoria. Foi necessário um acidente de proporções apavorantes e o colapso nos aeroportos para que todos se rendessem à evidência de que se confiscara o direito de ir e vir dos passageiros. O país também já constatara que o sistema de segurança pública nas grandes cidades está em frangalhos. O assalto à presidente do Supremo Tribunal Federal, Ellen Gracie, quarta autoridade na linha sucessória presidencial, e ao vice, Gilmar Mendes, avisa que a guerra do Rio ultrapassou todas as fronteiras toleráveis. Ambos tiveram a sorte de escapar ilesos. Mas as autoridades já não podem simular que ignoram as dimensões de um problema que abrange as três esferas de governo: federal, estadual e municipal. O episódio foi a gravíssima confirmação de que uma conflagração em curso há muitos anos na periferia e nos morros transbordou essas áreas de exclusão para todos os bairros ocupados por quaisquer categorias sociais. É a evidência definitiva do atentado ao direito de ir e vir dos cidadãos. Um abalo à imagem do Rio no exterior. Não é preciso esperar que se assalte o presidente da República para se iniciar uma contra-ofensiva pela qual o Brasil clama há décadas.

sexta-feira, dezembro 08, 2006

Colisão aérea

Polícia Federal ouve e indicia pilotos do jato Legacy

da Folha Online
Os americanos Joseph Lepore e Jan Paul Paladino, pilotos do jato Legacy que colidiu com o avião da Gol no dia 29 de setembro, foram ouvidos nesta sexta-feira pela PF (Polícia Federal) em São Paulo e indiciados.
A PF entendeu que os pilotos tiveram uma parcela de responsabilidade no acidente, que resultou na morte dos 154 ocupantes do vôo 1907 da Gol. O indiciamento seguiu o artigo 261 do Código Penal - expor a perigo embarcação ou aeronave, própria ou alheia -, "na modalidade culposa, agravado pelo resultado 'morte'", de acordo com a PF.
Os pilotos chegaram à sede da Superintendência da PF em São Paulo, na zona oeste da cidade, por volta das 7h50 e deixaram o local aproximadamente seis horas depois.
Leia mais

Missão impossível

Crônica

Cenas da vida

Seu Proença chegou do trabalho, vestiu a camiseta regata de sempre, acendeu um Lord Club e ligou o rádio para ouvir as últimas do Corinthians enquanto limpava a gaiola do cardeal. Dona Ofélia avisou que o almoço estava na mesa. Arroz, feijão, escarola frita e lingüicinha de porco. Seu Proença era um homem metódico, depois de tomar a tradicional Pirassununga, comeu fartamente. Como era costume, ele almoçou e foi para a varanda sentar-se na cadeira de balanço, palitar os dentes e escutar “O crime não compensa”. Ninguém jamais saberá se foi a emoção do programa ou o café da manhã com leite e manga. Ataque. Seu Proença teve um ataque. Morreu sem saber que o Corinthians seria o Campeão dos Centenários naquele glorioso ano de 1954. Está enterrado no cemitério da Quarta Parada. A mulher dele me contou essa história num dia em que eu fui com a minha avó visitar o túmulo do meu avô, vizinho do seu Proença. Ela me disse baixinho que desconfiava da manga com leite. (Sidney Borges)

Incêndio criminoso



Praia da Caçandoca

A foto, gentilmente enviada pelo leitor Luciano Cancelier, mostra o que restou do incêndio que destruiu o comércio de Dona Maria Gabriel do Prado, também conhecida como “Maria da Caçandoca”. A Igreja de Nossa Senhora de Aparecida, uma das mais antigas da região sul de Ubatuba também foi danificada pelo fogo. (Sidney Borges)

Montanhas

Ubatuba em foco

Lei do Som

Com referência à carta do Sr. Mike Buser publicada no informatívo Litoral Virtual em 06 de dezembro passado, onde com justa razão manifesta preocupação em relação à recém "aprovada" lei do som pela Câmara dos Vereadores de Ubatuba, devo acrescentar que esta lei não tem o condão de modificar a decisão judicial que proibiu a veiculação de som mecânico e ao vivo nos quiosques de praia, que figuram no pólo passivo da Ação Civil Pública que o MDU move contra a Prefeitura e "permissionários" destes módulos especiais de comércio. Além do mais, até o presente momento, não me consta que o Prefeito tenha publicado a dita lei, salvo se sua publicidade passou despercebida. Por último é necessário frisar que essa lei é cópia da Lei nº 1728, de 13 de março de 2000, do Município de Nova Odessa, disponível no endereço eletrônico "http://www.novaodessa.sp.gov.br/leis.not.php?lei=1728". Seu texto original é confuso e, por decorrência, de dificil, se não impossível aplicação. Por ação do Poder Legislativo Ubatubense a lei sofreu algumas modificações para pior, de modo que ela não se harmonizar mais com as diretrizes estabelecidas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, expressas nas normas NBR-10.151 e NBR-10.152. Assim, por dedução, creio que a Secretaria de Assuntos Jurídicos da Prefeitura de Ubatuba recomende ao Sr. Prefeito o veto integral à citada lei, SENÃO, que SE permita ao Presidente do Legislativo Municipal arcar com o ônus de sancionar e publicar o prolixo e desafortunado dispositivo.

Thomas De Carle
Ubatuba, SP

Comunidade

Convite à população

A Associação Amigos do Bairro do Taquaral – SABATA – convida toda a população, vereadores, representantes da Administração Municipal e, principalmente, os moradores do bairro, para participarem de reunião, que objetiva tratar dos problemas mais urgentes da região. O presidente da Associação, Wilson Antonio Alves, considera muito importante a presença de todos para que levem as reivindicações prioritárias e busquem, junto aos órgãos competentes, soluções urgentes. O encontro será na Escola Municipal José Simeão, no dia 11 de dezembro, às sete e meia da noite, no bairro do Taquaral.
Fonte: adpc.ubatuba

Estupidez

Vândalos ateiam fogo em Igreja e comércio na Praia da Caçandoca

A Igreja de Nossa Senhora de Aparecida, uma das a mais antiga da região sul de Ubatuba, localizada na Praia da Caçandoca, foi parcialmente destruída pelo fogo na madrugada de ontem (07/11), junto a Igreja também foi totalmente destruído o comércio de Dona Maria Gabriel do Prado, também conhecida como “Maria da Caçandoca”. As chamas começaram de madrugada no comércio de Dona Maria. A causa do incêndio foi mais uma ação dos vândalos.
O fogo foi detectado por moradores locais. O pároco da região, José Ailton de Figueiredo, foi uns dos primeiro a chegar, acompanhado por moradores locais. Eles chamaram o batalhão do Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar.Dona Maria conta que a cena pareceu um filme de terror. No auge do incêndio, as labaredas atingiram a igreja e comprometeram sua estrutura.
Dona Maria e o padre afirmam que houve ato de vandalismo. Eles dizem ainda, que nada estava errado no sistema elétrico, pois a energia que era fornecida pelo motor a diesel estava desligada, além do motor estar instalado distante da Igreja e do comércio.
O vereador Jairo dos Santos esteve no local com sua assessoria e repudiou a ação, dizendo ser: “um ato de total desrespeito com a história da comunidade e com seus moradores”.
O padre José Ailton de Figueiredo convida a população para fazer um ato religioso no próximo domingo (dia 10/11), as 16:00 h, na Praia da Caçandoca, visando a reconstrução da Igreja Nossa Senhora de Aparecida.

Fonte: Assessoria do vereador Jairo dos Santos

Violência

Ministros do Supremo assaltados no Rio

De O Globo Online:
"A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Ellen Gracie, e o vice-presidente do órgão, ministro Gilmar Mendes, foram assaltados no fim da noite de ontem, depois que desembarcaram na Base Aérea do Galeão. Os três carros da comitiva foram cercados por cerca de dez homens armados no acesso à Linha Vermelha.
Os bandidos obrigaram os ministros e os seguranças a saírem do veículo e, em seguida, levaram um dos carros da comitiva, com malas, além de documentos e objetos pessoais dos dois ministros. O assalto ocorreu por volta de 22h.
Segundo uma testemunha, o trânsito estava lento, quando os ladrões desceram de outros veículos e abordaram o carro dos ministros e dos seguranças. Ellen Gracie e Gilmar Mendes vieram de Brasília num jato oficial. Os dois participam hoje do Dia da Conciliação, no Tribunal de Justiça do Rio. O evento tem como objetivo promover a conciliação entre as partes de um processo.
A idéia é reduzir o grande número de processos nos tribunais.
Até o fim da noite de ontem, os dois ministros do STF não tinham decidido registrar o caso na polícia. Seguranças de Ellen Gracie e Gilmar Mendes deixaram os dois num apart-hotel, em Ipanema, por volta de 23h."

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 08 / 12 / 2006
  • Alunos da rede municipal de Ubatuba ganham prêmio da Marinha do Brasil
  • Balcão de empregos ultrapassa mil colocações em 2006
  • Prefeitura convoca novos ambulantes a fazer capacitação para manipulação de alimentos
  • Ubatuba é cenário do Verão 2007 na MTV
  • Grupos de Folias de Reis iniciam visitas às Capelas
  • Apreensões de bicicletas são aprovadas pela maioria da população
Leia aqui

Manchetes do dia

Sexta-feira, 08 / 12 / 2006

Folha de São Paulo:
"Supremo derruba cláusula de barreira"
Tribunal livra siglas pequenas da perda de recursos e de tempo de propaganda. Ministro Marco Aurélio de Mello afirma que a lei, que data de 1995, é "esdrúxula" e "injusta" e provocaria um "massacre das minorias". Com a decisão, fica valendo o que já está em vigor, ou seja, uma cláusula de barreira "intermediária", que estabelece três tipos de distribuição de benefícios, para partidos em grandes, médios e nanicos. A cláusula "total", só faria duas distinções: grandes e nanicos.


O Globo:
"FAB não tem nenhum técnico capaz de resolver pane aérea"
O governo reconheceu ontem que não há no país um técnico capaz de resolver rapidamente o problema ocorrido no sistema de rádio do Centro de Controle de Tráfego Aéreo de Brasília (Cindacta 1) que provocou o fechamento dos principais aeroportos do país há três dias. Segundo relato do ministro da Defesa, Waldir Pires, à comissão de deputados formada para acompanhar o apagão aéreo, o problema só não foi maior porque, "por sorte", havia um técnico francês em Manaus especialista no equipamento danificado. O comandante da Aeronáutica, brigadeiro Luiz Carlos Bueno, admitiu ainda que a concentração de 80% do tráfego aéreo brasileiro no Cindacta 1 facilita panes, e, por isso, o sistema de controle será dividido por unidades, instaladas, inicialmente, em São Paulo e Rio. Apesar da gravidade das informações, a ministra Dilma Rousseff disse que o problema no sistema de rádio era de simples solução. Waldir Pires negou que pedirá demissão.


O Estado de São Paulo:
"FAB culpa um sargento pelo apagão nos aeroportos"
Depois de levantar a hipótese de sabotagem e acionar a Polícia Federal para investigar o caso, a Aeronáutica divulgou ontem a conclusão de que o maior caos da aviação civil brasileira foi provocado por falha humana. Um sargento responsável pela manutenção dos equipamentos de rádio do centro de controle de tráfego aéreo de Brasília teria admitido aos prantos o erro que interrompeu por horas as comunicações entre torre e aviões, na terça-feira. Segundo ele, houve falta de treinamento. No final da tarde, o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Luiz Carlos Bueno, se reuniu por mais de uma hora com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ministros Waldir Pires (Defesa) e Dilma Rousseff (Casa Civil), para discutir o caso. Bueno negou ter pedido demissão e anunciou a descentralização do comando de tráfego aéreo.


Jornal do Brasil:
"Apagão aéreo - Aeronáutica promete a solução. Em seis meses."
A resposta do governo para superar o colapso do tráfego aéreo foi a transferência de um sistema de rádio reserva para Brasília e a ampliação da capacidade dos radares do Rio e de São Paulo, que assumirão parte da responsabilidade do Cindacta I. O prazo de operação é de 6 a 8 meses, mas as autoridades garantem que o Natal será tranqüilo nos aeroportos.

quinta-feira, dezembro 07, 2006

Nada de novo...

STF derruba cláusula de barreira

O ministro Carlos Ayres Britto deu mais um voto contra a cláusula de barreira e praticamente definiu o julgamento. Todos os seis ministros que se pronunciaram até agora votaram pela derrubada da cláusula. Só faltam votar 5 ministros, portanto, a maioria já se pronunciou em favor dos partidos pequenos.

A cláusula de barreira foi estabelecida pela lei em 1995 e só começaria a vigorar a partir das eleições deste ano. A regra estabelecia que os partidos deveriam obter 5% dos votos na disputa pela Câmara dos Deputados no mínimo em 9 estados e pelo menos 2% dos votos para deputados estaduais em todo País.
Se não atingisse esses números o partido não teria direito a disputar cargos em comissão, à vaga nas Mesas Diretoras, teriam que partilhar 1% dos recursos do Fundo Partidário e teriam direito a apenas dois minutos de propaganda eleitoral na rádio e na tv por semestre.
Os partidos que cumprissem a regra teriam garantido todos os direitos, incluindo 40 minutos por semestre para propaganda eleitoral em cadeia de rádio e tv.

(Fonte: Noblat)

Design



Universo Mecânico

Ao morrer em 1967 Che Guevara tinha no pulso um Rolex igual ao da foto. Che gostava de mecânica, amava motocicletas e aviões. Certamente não adquiriu o Rolex pelo que significa hoje, mero símbolo de status, mas por ser uma jóia rara do gênio humano. Antes do advento do universo digital, em um mundo regido pelas leis de Newton e Hook, onde molas, engrenagens e mancais dominavam, o Rolex significou o ápice, o estado da arte, o ponto culminante. A imagem da perfeição podia ser notada no movimento circular e uniforme do ponteiro dos segundos. Jamais haverá outro relógio tão romântico e que represente tão bem uma época como o Rolex. Especialmente o GMT Master, que podia ser visto nos pulsos dos comandantes de Constellation. (Sidney Borges)

Comunidade

Convite à população

O Núcleo Associado do Sesmaria convida toda a população da cidade para participar da Assembléia, no dia 09 de dezembro, a partir das 17 horas, na Escola Municipal João Alexandre, no bairro do Sesmaria. A Associação deverá apresentar a nova diretoria e alterar o Estatuto para adequá-lo ao novo Código Civil.
Fonte: adpc.ubatuba

Política

Partido dos Trabalhadores rompe aliança com Eduardo Cesar

Em reunião plenária, os filiados do PT decidiram, por ampla maioria, aprovar a proposta de rompimento da aliança política-eleitoral com Eduardo Cesar. O rompimento baseou-se no abandono progressivo que a atual administração mostrou em relação ao partido e às propostas de governo defendidas durante a campanha eleitoral de 2004. Segundo a direção do partido, a aliança política com Eduardo Cesar compreendia a co-participação dos componentes da aliança vitoriosa na administração municipal e a observância da ética na política, da transparência administrativa e da participação popular em todos os atos da Administração. Para Maurício Moromizato, presidente do partido o rompimento formal da Aliança política é a resposta que o PT dá ao rompimento de relações e de vínculos que a atual administração já fez com o PT, com os parceiros e com as propostas de campanha inclusive o próprio partido que elegeu o prefeito – PL e com a população que votou acreditando em um governo de mudanças e de avanços. O Vice-prefeito Domingos dos Santos defendeu o rompimento e colocou que "o Prefeito, a princípio, tinha o perfil do PL, aliado às forças progressistas que elegeram Lula. Mas, pouco a pouco, por ações, palavras e omissões, foi transmutando-se e, neste segundo ano, completou a metamorfose e tornou-se, de fato, um peefelista, seguindo a linha do deputado que ele apoiou à Assembléia Legislativa. Colocou dentro da prefeitura muitas pessoas que o atacaram na campanha eleitoral e, hoje, pouco falta para pedir filiação definitiva ao PFL. E ainda deve respostas satisfatórias sobre denúncias de preços excessivos na construção de obras escolares, na terceirização da merenda escolar e no descumprimento de determinação do Tribunal de Contas do Estado para realizar concurso público para preencher funções que atualmente são considerados cargos de confiança. Montou uma ditadura provinciana com o controle dos principais meios de comunicações de Ubatuba e com o cerceamento de informações sobre as obras e despesas mais onerosas. Mas, nada é feito escondido que não venha a ser revelado, principalmente na vida política". Já o vereador Jairo dos Santos informou as dificuldades enfrentadas para obter informações sobre contratos e obras na prefeitura e as retaliações que sofre todo aquele que questiona a administração. "Defendo o rompimento porque esse governo não é transparente e não está cumprindo seu papel enquanto agente de mudança no município. Como vereador, sei o que estou falando". O Vice-Presidente do PT, Gérson Florindo, outro a defender o rompimento durante a plenária, frisou a falta de políticas públicas populares e o rancor com que a administração trata os que a questionam. "É brincadeira como a atual administração leva para o lado pessoal os questionamentos políticos, exemplo disso, cito o caso da regularização fundiária e das moradias populares. Só porque não está sozinha no processo, a Administração não age com o empenho e a presteza que lhe compete", diz Florindo. A Plenária, realizada em 29/11/2006, reuniu mais de 50 filiados, e teve também como pauta os "Novos caminhos do PT". Presente o secretário de organização estadual do partido, Luís Turco, e o coordenador da macro-região Vale do Paraíba e Litoral Norte, José Luiz Gonçalves, discutiram com os filiados a respeito do terceiro Congresso do Partido dos Trabalhadores, a ser realizado em 2007, que terá como eixos de discussão "O Brasil que queremos (1)", "Socialismo Petista (2)" e "Construção Partidária(3)". O congresso terá fase municipal e estadual. Por isso, em 2008 o PT deverá trabalhar em duas frentes, sendo a primeira interna, discutindo o próprio partido e a segunda, externa, em nível municipal já que o partido agora provavelmente terá candidatura própria a prefeito em 2008, buscando aliança com a oposição e à esquerda.
"Agora, nosso caminho natural é a candidatura própria na eleição de 2008, num vínculo com o governo federal e seus aliados. Aprofundaremos os programas federais no município, buscando soluções locais para nossos problemas, num diálogo permanente com os políticos e a sociedade de Ubatuba. O rompimento da aliança política com Eduardo César é uma reafirmação clara e pública dos nossos compromissos com Ubatuba e com seus cidadãos, em busca de uma cidade mais próspera e melhor para se viver" finaliza o presidente o presidente Moromizato.
Fonte: adpc.ubatuba

Habitação

Moradia Digna

É muito mais que construir casas populares, é a palavra de ordem de um grupo que se formou em torno da necessidade de mobilização popular para garantir a participação no processo de elaboração do Plano Diretor Participativo.
Foi uma forma de fazer o enfrentamento do debate e mostrar aos ultrapassados e relutantes formadores de opinião que não basta construir prédios, furar o morro da Praia Grande, construir marinas, urbanizar um ou outro lugar e ampliar o aeroporto se nossos rios estão poluídos, as ruas da maioria da cidade estão esburacadas, a saúde continua falida, o trabalho e emprego estão precarizados e sem qualificação de mão-de-obra.
O debate da moradia é o outro lado da moeda, contra a ganância, a exploração dos turistas, a cultura extrativista que impera em nossa cidade ao longo dos anos.
Moradia digna é fazer políticas públicas que visam o ordenamento da cidade, qualidade de vida para a pessoas, preocupação correta com o meio ambiente, o respeito às crianças, idosos, deficientes e os turistas que nos visitam.
É uma nova visão de administração, buscar soluções para os problemas da cidade com ética e responsabilidade para a inclusão social. É preciso combater o bairrismo ridículo dos ambientalistas que acham que a mata é deles, dos surfistas hauley que pensam que a praia é deles e dos prefeitos que pensam que agindo com sectarismos acreditam que vão se eternizar no poder.
Pensar a cidade para o curto, médio e longo prazo, se faz necessário. Os bairros precisam de infra-estrutura básica como saneamento, calçamento das ruas, pavimentação dentro dos padrões ecológicos, serviços de boa qualidade.
A destinação correta do lixo, mobilidade urbana com transporte, escolas e centros de saúde próximos. Regularização dos terrenos, construções nos padrões da beleza da arquitetura e das normas técnicas.
A partir destes princípios e da conscientização das pessoas é que vamos dar um salto de qualidade preparando a cidade para receber de fato o turista. É preciso deixar o preconceito de lado e entender que a bandeira da moradia vai beneficiar o turismo do município. Não existe turismo com praias poluídas, com a cidade em péssimo estado de conservação, com a cultura local fragmentada, desvalorizada, sem identidade. Como se não bastasse nossos prédios históricos foram transformados pela modernidade do mau gosto e os poucos que restam não são conservados. Vejam o exemplo da própria Câmara Municipal que acabou de passar por alterações e reformas.
Foi aprovada no último dia 21/11 em sessão de Câmara a lei que cria o Conselho Municipal de Habitação e o Fundo Municipal de Habitação e de Interesse Social e o repasse de 1% do orçamento para o fundo. O projeto vai agora para a sanção do Prefeito que precisa sancionar também o Plano Diretor Participativo aprovado desde o dia 10 de outubro, além de assinar o Termo de Adesão para efeito de regularização fundiária frente ao Ministério das Cidades para que Ubatuba esteja inscrita nos programas habitacionais do Governo Federal.
Vamos acompanhar de perto para continuarmos avançando na ampliação dos direitos, da cidadania e do atendimento às reivindicações da maioria da população de Ubatuba.


Gerson Florindo
Membro do Núcleo Municipal do Plano Diretor Participativo de Ubatuba e Sub-Núcleo Regional do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira.
Vice-presidente do PT de Ubatuba e Diretor do Sindicato dos Bancários de Taubaté e Região.

Aeromaracutaia

Céus! Que céu é esse?

A propósito do acidente com o Boeing da Gol, que no início parecia ter sido provocado por uma imprudência dos pilotos do Legacy, cuidei de tirar algumas dúvidas. Perguntei para quem sabe, um piloto que comanda um avião do mesmo porte do Legacy e que está acostumado a voar por todo o planeta. Ele me garantiu que dificilmente os americanos teriam desligado o transponder para fazer manobras. Isso seria fácil de verificar através da caixa-preta, que foi aberta e nada foi encontrado. Perguntei do plano de vôo. Eles não deveriam ter mudado de nível, seguindo o plano original? Ele me disse que teria feito o mesmo que os pilotos americanos fizeram. Uma vez sob vigilância radar o plano fica para segundo plano. Assim ele voa nos terminais mais congestionados do mundo e nunca teve problemas. Aos poucos vamos constatando a tentativa de esconder um enorme urso branco atrás do vasinho de porcelana de cima do piano, que é preto. Não dá, a cauda e as orelhas ficam visíveis. E o cheiro é inconfundível. Cheiro de “aeromaracutaia”, como diria um certo político que gosta de falar “de que” e “menas”. (Sidney Borges)

Plano Diretor Participativo

Convite

O Núcleo Municipal do Plano Diretor Participativo da Cidade de Ubatuba e o Núcleo Executivo Estadual de São Paulo(NEESP)- Plano Diretor Participativo- CREA-SP, convidam a todos a participar do encontro regional, a se realizar no dia 09 de dezembro 2006, a partir das 9:00hs, na Câmara Municipal de Ubatuba.
Por ocasião serão discutidos assuntos gerais de interesse do núcleo, reflexões sobre problemas encontrados e conquistas alcançadas; objetivos e metas para o próximo ano, além de temas polêmicos, destacando Habitação e Moradia, Conselho das Cidades e Distritais, Agenda 21, Gerenciamento Costeiro, Projeto Orla, Uso Ocupação do Solo e Saneamento básico.
Gostaríamos de destacar a importância da Participação de representantes das quatro cidades do Litoral Norte para fortalecimento dos trabalhos a nível regional.

Contamos com sua presença;

Alexandre Lourenço de Oliveira
Coordenador Núcleo Municipal

Novidades do "Socialismo Bolivariano"

Chávez mudará conceito de propriedade

É o que diz deputado que deve presidir comissão para a reforma constitucional; livre concorrência também está na mira


AFP

A reforma constitucional que o presidente Hugo Chávez promete promover na Venezuela consagrará os conceitos de 'propriedade coletiva' e 'propriedade social', vai aceitar a propriedade privada com exceções, criará regras que permitam a imposição de 'preços justos' e redefinirá as formas de organização do Estado, alterando, por exemplo, os papéis dos ministérios.
A informação é do deputado governista Carlos Escarrá, que deve estar à frente da comissão do Parlamento venezuelano responsável pela reforma. 'A Carta Magna deve se adaptar ao novo modelo de sociedade que está sendo definido', disse o deputado, numa entrevista publicada pelo jornal El Universal, no dia em que Chávez chegou ao Brasil para uma visita oficial. 'Vamos passar de uma economia neoliberal para uma economia social', acrescentou Escarrá, ex-ministro do Supremo Tribunal de Justiça venezuelano.
De acordo com Escarrá, as mudanças também incluirão a substituição do conceito de 'livre concorrência' por 'concorrência justa' e aumentarão a regulamentação sobre 'monopólios, usura e preços'. 'Os lucros devem ser obtidos com base em preços justos', afirmou o deputado - sem mencionar os critérios que seriam usados para determinar um 'preço justo'.
Leia mais

Câmara



“Gaiato” recebe homenagem

Na última terça-feira, dia 5, o presidente da Câmara de Ubatuba, vereador Dr. Ricardo Cortes (PV) concedeu uma Moção de Congratulações, ao Gaiato – Grupo Aberto a Infância e Adolescência – Técnicas Ocupacionais.
A entidade foi homenageada pelos excelentes trabalhos que desenvolve junto às crianças e adolescentes da cidade, “orientar esses jovens com atividades que despertem suas potencialidades é um trabalho que merece o nosso reconhecimento e de toda sociedade”, disse Dr. Ricardo.
A entidade funciona desde 1992 com um trabalho voluntário voltado exclusivamente a preparar e aprimorar os talentos das crianças e adolescentes para que futuramente venham contribuir para o desenvolvimento social e econômico do município.
A presidente do Gaiato, Celeste Conceição Dias Mateus Sebe agradeceu a homenagem que, segundo ela, é um incentivo ainda maior para a continuidade de um trabalho gratificante.
Dr. Ricardo parabenizou toda diretoria e os alunos afirmando que o Legislativo estará sempre buscando programas para contribuir com as entidades que prestam importantes serviços à população, “a grandeza do trabalho do Gaiato está justamente no fato de oferecer um caminho de capacitação para que esses jovens possam ingressar no mercado de trabalho e, assim como esta entidade, outras também se dedicam e não medem esforços para colaborar com as comunidades mais carentes, por isso esta presidência estará empenhada em buscar incentivos financeiros para colaborar com esses importantes serviços prestados ao município”, finalizou.
Foto: Dr. Ricardo Cortes, a presidente do Gaiato, Celeste Sebe, a professora Helena Otoni e os alunos, no momento da entrega da Moção.

Fonte: Laura Ennes - ASCOM

Manchetes do dia

Notícias do dia 07 / 12 / 2006
  • Alunos da Escola Municipal Tancredo Neves lançam livro em Ubatuba
  • Jogos Inter Secretarias têm algumas datas de disputas alteradas
  • Alunas do programa Geração de Renda de Ubatuba colocam produção à venda e recebem certificados
  • Junta de Serviço Militar de Ubatuba chama reservistas para EXAR 2006
  • Ubatuba promove última etapa do municipal de Águas Abertas
  • Perequê-Açu realiza Natal Solidário
  • Vigilância Sanitária faz operação "Caça-Esgoto" no Ipiranguinha
  • Mostra "Despertar do Mestre-Artesão" valoriza arte e cultura caiçara
Leia aqui

Manchetes do dia

Quinta-feira, 07 / 12 / 2006

Folha de São Paulo:
"Governo cria 'gabinete de crise' contra caos aéreo"
Presidente põe Dilma Rousseff (Casa Civil) no comando de equipe encarregada de acabar com mais uma pane aérea. Ontem de manhã, Dilma se reuniu com o presidente e, depois, com ministros de diversas áreas para preparar medidas de combate à crise. Trata-se de uma intervenção até que sejam formalmente trocados o ministro da Defesa, Waldir Pires, o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Luiz Carlos Bueno, e o chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Jorge Armando Félix. Para Lula, eles perderam o controle da situação.


O Globo:
"Sem ação do governo, país tem novo dia de caos aéreo"
A aviação brasileira enfrentou ontem mais um dia de caos, com passageiros dormindo nos aeroportos e ensaiando protestos. As informações oficiais desencontradas não dão certeza sobre o número de vôos atrasados, mas os balcões das empresas nos aeroportos tinham filas de até centenas de pessoas. Há 60 dias, o governo federal patina para resolver os problemas da aviação civil: o presidente Lula tem evitado decisões mais radicais, mas a insatisfação entre os militares da Aeronáutica e o Ministério da Defesa, comandado por um civil, é crescente. Lula ainda tenta segurar o amigo Waldir Pires no Ministério da Defesa, mas está sendo aconselhado a tomar uma decisão imediata. A crise evidenciou ainda a falta de ações coordenadas da Anac e da Infraero. Segundo integrantes do governo, Lula determinou que a ministra Dilma Rousseff voltasse a centralizar as discussões do setor aéreo. Antes de embarcar para a Itália, o ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro, disse que o governo não vai enfrentar a crise com uma "pressa neurótica ou temperamental".


O Estado de São Paulo:
"Câmara e Senado vão apurar apagão aéreo"
O Congresso aprovou ontem a criação de duas comissões - uma formada por deputados e outra, por senadores - para investigar os problemas no setor aéreo. O caos dos aeroportos provocou uma seqüência de ataques ao governo, com congressistas cobrando a demissão do ministro da Defesa, Waldir Pires. A avaliação no Palácio do Planalto é de que Pires e o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Luiz Carlos Bueno, têm sido pouco eficientes. Uma das hipóteses discutidas é de que a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, assuma o comando de um grupo encarregado de administrar a situação aérea. Ontem, sem nenhuma providência prática por parte do governo, o dia começou dramático principalmente nos aeroportos de Congonhas, Cumbica e Brasília: com o cancelamento de vôos de terça-feira, houve acúmulo de passageiros e muitos deles passaram a noite no saguão.


Jornal do Brasil:
"Virou baderna"
Filas de até um quilômetro dentro dos aeroportos, milhares de passageiros desesperados, uma criança perdida dos parentes durante 12 horas, um menino que perdeu o transplante de fígado que salvaria sua vida. Na sala dos controladores, a repetição da operação tartaruga que impõe aos aviões longas esperas antes da decolagem. Nas empresas aéreas, desinformação e falta de atenção aos direitos dos passageiros. No governo, silêncio e omissão. Em Brasília e São Paulo, protestos das vítimas, reprimidos pela PM. Os órgãos de defesa do consumidor recomendam ações na Justiça contra as empresas.

quarta-feira, dezembro 06, 2006

Painel concretista

















ArteCâmara

O plenário da Câmara ficaria melhor com a colocação de um painel. Pensando nisso fiz um estudo, que é ao mesmo tempo uma homenagem ao pintor Geraldo de Barros. Parece que foi ontem a inauguraçào da Rex Gallery, quando Wesley Duke Lee disse: "fazemos parte de uma tendência de experimentação". É a pura verdade, experimentando seguimos vivendo. Experimentando e criando. De tudo um pouco... (Sidney Borges)

Dos Poderes

É pra isso que existe?

Na matéria postada abaixo há uma frase do deputado Aldo Rebelo que me fez pensar:

"Parece que o problema está localizado no âmbito mesmo da operação, mas de qualquer forma, a Câmara tem a obrigação, como instituição que fiscaliza os atos do Poder Executivo, a adotar as providências para acompanhar de perto e ajudar na solução do impasse", avaliou Rebelo.

Eis mais uma prova da veracidade do aforismo: "vivendo e apreendendo". Nos últimos tempos eu cheguei a pensar que a função da Câmara fosse dizer amém ao Executivo, inclusive quando este descumpre as leis. Eu estava errado. Vivendo e apreendendo. (Sidney Borges)

Apagão

Rodrigo Maia pede a demissão de Waldir Pires

Agência Estado
Brasília - O líder do PFL na Câmara, Rodrigo Maia (RJ), pediu no plenário da Câmara a demissão do ministro da Defesa, Waldir Pires. O líder argumentou que a crise nos aeroportos demonstrou que o ministro não tem mais condições de ocupar a pasta. "Com todo respeito que tenho à história do ministro, infelizmente, ele não conseguiu comandar o processo na hora necessária", afirmou Maia.
A manifestação de Maia foi na mesma sessão que aprovou a criação de uma comissão externa para acompanhar a crise nos aeroportos. "Os fatos indicam que há uma crise, que há um impasse, que a crise afeta a vida das pessoas, das empresas e das instituições e que, portanto, providências rápidas e enérgicas devem ser tomadas e o Congresso Nacional deve colaborar na busca dessas soluções", avaliou o presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP). "Parece que o problema está localizado no âmbito mesmo da operação, mas de qualquer forma, a Câmara tem a obrigação, como instituição que fiscaliza os atos do Poder Executivo, a adotar as providências para acompanhar de perto e ajudar na solução do impasse", avaliou Rebelo.
Para Rebelo, não se pode culpar a militarização do setor de controle aéreo como responsável pela crise. "Eu acho precipitado encontrar atalhos ou diagnósticos fáceis para a crise. Atribuir à natureza militar da atividade a razão da crise é muito fácil e muito simples. A não ser que se reconheça também que durante décadas sob o controle militar o tráfico aéreo no Brasil funcionou muito bem", disse. (Denise Madueño)

Buraco negro

29-S, UM DIA PARA NÃO ESQUECER
Tragédia aérea, escândalo político, jornalismo complacente

Por Alberto Dines em 5/12/2006
"Waldir Pires politizou a tragédia desde o primeiro momento. E agora está pagando por isso. Os pilotos do Legacy eram americanos, logo eram liminarmente culpados – estavam na altitude errada, desligaram o transponder, não obedeceram às regras. O jornalista do New York Times que voava no Legacy declarou logo nos primeiros dias que há "pontos cegos" no espaço aéreo da Amazônia. O ministro Waldir Pires caiu de pau nele. Quando apareceram informações sobre o abalo emocional dos controladores que estavam na torre de Brasília na hora da tragédia, o ministro desmentiu. Com mentiras. Quando a categoria dos controladores resolveu agir e iniciar uma operação padrão para chamar a atenção da sociedade, o ministro fez pouco caso, declarou que não havia atrasos nos vôos, estava tudo normal nos aeroportos brasileiros. Mentiu novamente."
Leia mais

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 06 / 12 / 2006
  • Emoção na abertura dos Jogos Inter Secretarias de Ubatuba
  • Fase final do futebol de campo dos Jogos Inter Secretarias de Ubatuba acontece dia 9
  • Escolas de Ubatuba realizam encontro cultural
  • Ubatuba organiza esquema de segurança para a temporada
  • Primeiro dia de apreensão de bicicletas registra 39 infratores penalizados
  • Santa Casa de Ubatuba agradece doações
  • Ubatuba é destaque em revista americana
  • Prefeitura constrói muro de arrimo na Praia do Tenório
Leia aqui

Manchetes do dia

Quarta-feira, 06 / 12 / 2006

Folha de São Paulo:
"Pane em rádio fecha três aeroportos"
Falha no sistema de rádio suspendeu vôos com origem em Brasília, Congonhas e Confins. Aeronáutica não descarta sabotagem e quer que a PF investigue o caso. Uma pane inédita no sistema de rádio do Cindacta-1 voltou a provocar ontem atrasos de vôos e tumultos nos aeroportos, principalmente na capital, em São Paulo e no Rio. No começo da noite, a Anac informou que determinou às empresas aéreas a suspensão de todos os vôos com origem nos aeroportos de Brasília (DF), Congonhas (SP) e Confins (MG) a partir das 19h30 de ontem, exceto aqueles da ponte aérea Rio-São Paulo. No final da noite, o comandante da Aeronáutica, brigadeiro José Carlos Bueno, e o ministro da Defesa, Waldir Pires, anunciaram que a pane no centro de Brasília estava resolvida e que a expectativa é que hoje a situação seja normalizada.


O Globo:
"Falha em rádios provoca a maior pane da aviação civil"
O país viveu ontem o maior caos da história da sua aviação civil. Duas panes no Cindacta 1, principal centro de controle do tráfego aéreo, impediram a comunicação por rádio entre torres e aviões, paralisando todos os aeroportos do Sudeste e do Centro-Oeste por três horas, à tarde. A falha provocou atrasos de quase todos os vôos e o cancelamento de todas as decolagens noturnas de três dos maiores aeroportos, Congonhas (SP), Brasília e Confins (MG), repletos de passageiros. A Aeronáutica abriu investigação e não descarta a possibilidade de sabotagem. "Nunca houve um colapso aéreo desta magnitude no país", afirmou o presidente da Anac, Milton Zuanazzi. Para ele, não há como prever quando o sistema voltará ao normal.


O Estado de São Paulo:
"Aeroportos têm novo caos e FAB suspeita de sabotagem"
Uma pane nos equipamentos de rádio que fazem a comunicação entre o centro de controle de vôo de Brasília, o Cindacta 1, e aviões provocou ontem novo apagão aéreo. Foram suspensos por mais de quatro horas, em dois períodos, todos os vôos controlados pelo Cindacta 1. A primeira pane ocorreu entre 9 a 10 horas, quando apenas 13 das 20 freqüências de rádio estavam funcionando. A segunda foi entre 13 e 16 horas, quando todas as freqüências do Cindacta 1 ficaram inoperantes. Os reflexos foram sentidos em todos os aeroportos. Às 19h30, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) solicitou às empresas a suspensão de todos os vôos que partiam dos aeroportos de Congonhas, em São Paulo, Juscelino Kubitschek, em Brasília, e Confins, em Belo Horizonte. A Aeronáutica acionou a Polícia Federal para investigar se houve sabotagem de equipamentos no Cindacta 1. A suspeita se deve ao fato de hoje haver audiência na Câmara para discutir o controle de vôo no País e sua desmilitarização.


Jornal do Brasil:
"Pane põe vôos em risco e há suspeita de sabotagem"
O tráfego aéreo entrou em colapso por causa de uma pane do equipamento de controle do Cindacta. Os aviões perderam o contato com o aeroporto de Brasília e pelo menos um saiu da rota. A Aeronáutica abriu inquérito para apurar suposta sabotagem. "Nunca houve um dia como este na aviação brasileira", disse o presidente da Anac.

terça-feira, dezembro 05, 2006

Finalmente

Justiça Federal libera passaportes dos pilotos do Legacy

"A 3ª Turma do TRF (Tribunal Regional Federal) da 1ª Região, em sessão realizada nesta terça-feira (5/12), concedeu, por unanimidade, habeas corpus que pede a devolução dos passaportes dos pilotos norte-americanos Joseph Lepore e Jean Paul Paladino. Com a decisão, eles poderão deixar o país."
Leia mais

TSE diz não

Lula tem contas rejeitadas

Da Agência Estado:
"A Secretaria de Controle Interno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apresentou um parecer técnico que rejeita as contas da campanha à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do comitê financeiro do PT.
Segundo o TSE, o documento aponta uma série de irregularidades, como despesas não identificadas no valor de R$ 10 milhões e doações de fontes proibidas de realizar tal operação, segundo a legislação eleitoral.
Por conta desse parecer contrário, as contas de Lula e do PT não devem ser julgadas nesta terça-feira. O TSE dará a eles prazo de 72 horas para que sejam esclarecidas essas irregularidades. E, em seguida, o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, terá mais 48 horas para emitir um parecer sobre o caso."

Leia mais


Nota do PT

O tesoureiro da campanha de Lula, José de Filippi Júnior, divulgou nota em que garante que os problemas nas contas serão corrigidos:
"O Comitê Financeiro da coligação “A Força do Povo” esclarece que o Parecer elaborado pela área técnico-contábil do TSE, quanto às prestações de contas relativas às eleições 2006, apontou divergências relacionadas às formalidades adotadas quanto ao lançamento de despesas e doações.
O Comitê informa que todas as divergências apontadas serão prontamente sanadas nas próximas horas, em prestação de contas retificadora, possibilidade expressamente admitida na legislação eleitoral."

Céu confuso

No país do buraco negro

Demóstenes Torres
O jornalista do The New York Times, Joe Sharkey, é um sobrevivente do maior desastre aéreo do Brasil. Ele era um dos passageiros do Legacy que colidiu com a aeronave da Gol. Sharkey foi o primeiro repórter a denunciar a pantomima das autoridades brasileiras no gerenciamento e guarda do espaço aéreo do País. A princípio feriu os nossos brios patrióticos com o tom arrogante e etnocêntrico de caucasiano da metrópole predisposto a escarnecer deste terceiro mundo canavieiro. No entanto, cada nova reportagem sobre as deficiências do sistema de controle de tráfego aéreo publicada pela mídia brasileira enche o norte-americano de razão.
Leia mais

Editorial

Políticas públicas

Ubatuba tem sérios problemas de infra-estrutura. É público e notório. Não é raro algum político reclamar da Sabesp, a grande responsável pela falta de tratamento dos esgotos. As redes de captação estão prontas, faltando concluir as estações de bombeamento. Ouço isso desde que moro na cidade, há quase seis anos. Ontem fotografei uma vala que recebe esgotos e recebi diversas manifestações, algumas de incentivo e outras de repúdio. Um leitor me enviou um e-mail dizendo que eu deveria mostrar as coisas bonitas de Ubatuba. Outro afirmou que a situação é culpa do descaso do atual governo. Peguei dois extremos para discordar de ambos. Não é função da Imprensa mostrar apenas as coisas bonitas, isso cabe aos que exploram o turismo. Os problemas não podem ser escondidos, agir assim equivale a varrer a sujeira para baixo do tapete. Ela fica invisível, mas está lá e qualquer dia aparece. Por outro lado, o atual governo não pode ser responsabilizado por uma situação que perdura há muito tempo. Em dois anos não daria para reverter o quadro que pode ser considerado grave. A solução das mazelas da infra-estrutura municipal passa pela criação de políticas de estado para o setor. Hoje cada governo decide o que fazer, podendo inclusive não fazer. Se, no entanto tivéssemos um plano de ação que transcendesse a política, de cunho técnico, certamente em poucos anos o problema deixaria de tangenciar a calamidade, como ocorre hoje. O primeiro passo seria criar uma pasta responsável pela infra-estrutura, com gente competente. Depois elaborar um plano de ação envolvendo os governos estadual e federal. E por último tornar obrigatória a execução do plano através de leis. Trata-se de uma questão de vontade política, somente isso. Como diz o Bernardinho do vôlei: “é preciso ter um plano para mudar se for preciso”. Depois é trabalhar e trabalhar, sem o que nada se resolve.

Sidney Borges

Homenagem


Antonio Carlos (de pé) ao lado de Marcos Alcântara e Sérgio Caribé na sede do Diretório do PSDB de Ubatuba

Antonio Carlos recebe Comenda Regente Feijó

Polícia de São Paulo concede honraria ao deputado Antonio Carlos. Entrega da Comenda Regente Feijó será dia 6 de dezembro na capital


O deputado estadual eleito Antonio Carlos da Silva, de Caraguatatuba, foi condecorado com a Comenda Regente Feijó, da secretaria de Estado de dos Negócios da Segurança Pública e da Polícia Militar de São Paulo. A cerimônia de entrega da honraria acontece dia 06 de dezembro, às 10h, no Palácio do Tribunal de Justiça do estado.
Antonio Carlos, que foi eleito com 95 mil votos em quase 300 cidades de São Paulo, recebeu a Medalha por sempre ter viabilizados os trabalhos da Polícia Militar em apoio ao judiciário paulista.
O coronel da PM de São Paulo, Reinaldo Rocco, cumprimenta o deputado pelo prêmio. "Agradeço em nome da Milícia Bandeirante e dos seus integrantes pela dedicação e empenho de Antonio Carlos para conosco".
Regente Feijó nasceu em São Paulo em 1784. Teve intensa vida política. Suas atividades foram marcadas pelo zelo, independência e coragem. Tratou também de assuntos da Justiça e da reforma do Código de Processo.
Feijó foi eleito Regente único do Reino em 1835 pela Assembléia Geral. Ao final de 1839 uma paralisia do lado esquerdo do corpo o levou a tratamento médico. Assistiu à coroação de D. Pedro II. Participante da articulação da Revolução Liberal de 1842, foi preso em Sorocaba. Faleceu em 10 de novembro de 1843. (O Guaruçá)

Infra-estrutura


A situação da Rua Sucupira antes das chuvas fortes

Edilson Félix solicita à Prefeitura serviços para a Região Oeste do Município


Na última sessão ordinária da Câmara Municipal foram apresentadas onze indicações à Prefeitura de autoria do vereador Edílson Félix, solicitando vários serviços necessários às comunidades dos bairros como Ipiranguinha, Jardim Ipiranga, Jardim Samambaia, Jardim Carolina, Bosque dos Coqueirais, dentre outros.
No Jardim Ipiranga, por exemplo, a Rua Frei Tarcísio Correia, avenida principal do bairro e que também dá acesso ao Vale do Sol, necessita dos serviços urgentes de pintura de guias, limpeza de sarjetas (onde o mato cresce, impedindo a passagem das águas), sem falar de alguns trechos esburacados. Outra rua do bairro que gera revolta aos moradores é a Sucupira, que desde o ano passado o Vereador solicita à Prefeitura, através de indicações, os serviços de nivelamento e cascalhamento, pois se encontra sem condições de tráfego. “Esta é a terceira indicação que enviamos ao Executivo sobre os problemas da Rua Sucupira. O nosso alcance não vai além disso. Mostramos os problemas e solicitamos soluções. Quem tem as máquinas para a realização dos serviços é a Prefeitura. A população só quer o básico”, disse Félix.
O vereador pede também providências para alguns pontos críticos paralelos à Rodovia Oswaldo Cruz, como as poças d´águas e lameiras da Rua Begônias, no Jardim Carolina, o matagal das calçadas das esquinas da Rua Orquídea, no Jardim Samambaia e a situação da ciclovia que, em alguns trechos, necessitam dos serviços de capinação, limpeza e pintura das guias.
Segundo Félix, “quem passa pela rodovia acha que a cidade não tem governante. São coisinhas simples que, com pouco tempo e pouca mão de obra não serão mais problemas”.
Outra indicação importante é para o Bosque dos Coqueirais, no Ipiranguinha, na qual o vereador solicita os serviços de capinação e limpeza das ruas e calçadas do bairro, chamando atenção especial para a Rua Jeribás que, apesar de ser a última travessa da Babaçus, se encontra atrás do CEI Irmã Sofia, que tem sua calçada toda tomada pelo mato, de alguma forma trazendo perigo às crianças que freqüentam a escolinha.
Outras indicações em destaque apresentadas por Edílson Félix solicitam a instalação de uma luminária na Rua Pau-Brasil, em frente ao nº 271, no Jardim Ipiranga e capinação e limpeza das ruas e calçadas do alto do Ipiranguinha.
(AVEF)

Convite



Ao Sr. Sidney Borges,

Venho por meio desta convidar o nobre senhor para o I Fórum de Saneamento Básico de Ubatuba, que será realizado nos dias 15 e16 de Dezembro de 2006 na cidade de Ubatuba S.P em anexo.
Contamos com a sua presença que tanto nos deixará prestigiados
Certos da atenção com que Vossa Senhoria sempre nos tem distinguido aproveitam o ensejo para renovar protesto de estima e consideração.

Atenciosamente,

Vereador Charles Medeiros
Presidente da comissão de Saneamento Básico de Ubatuba.
(12) 38341518 Gabinete

O PMDB é indecifrável...

PMDB reage contra Jobim e fecha com Temer

O Estado de S.Paulo
"Fracassou a ofensiva do Planalto para transformar o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Nelson Jobim no presidente do PMDB, que decidiu integrar a coalizão governista no segundo mandato.
Diante da movimentação de setores do Planalto que apontavam Lula como padrinho da candidatura independente de Jobim à presidência do PMDB, a cúpula governista do partido reagiu e uniu-se à ala independente para brecar a articulação palaciana."

Leia mais

Manchetes do dia

Terça-feira, 05 / 12 / 2006

Folha de São Paulo:
"TSE questiona doações eleitorais de Lula"
Principais questionamentos são sobre repasses feitos por acionistas de concessionárias - Advogado do PT diz que todas as respostas foram enviadas à área técnica e que partido consultou empresas antes de doação - Os técnicos do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que analisaram a prestação de contas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediram explicações à campanha sobre 22 doações. A maioria dos casos refere-se a repasses sob suspeita de "doações vedadas" pela legislação eleitoral por ligação do doador com outras empresas prestadoras de serviços públicos. Dos 22 pedidos de explicação, 15 são doações feitas ao comitê financeiro petista e outros 7 são recursos que entraram direto na conta de Lula.


O Globo:
"Promotores elevam próprio teto salarial para R$ 24.500"
O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) aprovou, por sete votos a cinco, o pagamento de vencimentos acima de R$ 22.111 - hoje o teto da categoria - a promotores e procuradores de Justiça nos estados. Pela decisão, eles poderão receber gratificações que, somadas aos salários, ultrapassem o limite atual, elevando o teto para R$ 24.500, que é quanto ganham ministros do Supremo Tribunal Federal. Pela Constituição, porém, o maior salário do funcionalismo é o de ministro do STF, sendo que o subteto, nos estados, é de 90,25% deste valor. Contrário ao aumento, o procurador-geral da República, Antônio Fernando de Souza, que preside o CNMP, anunciou que vai recorrer ao STF para tentar derrubar a resolução. Mas o STF também quer elevar seu teto. A presidente do tribunal, Ellen Gracie Northfleet, já enviou ao Congresso proposta de elevar o salário de ministro do STF de R$ 24.500 para R$ 27.725.


O Estado de São Paulo:
"Secretário denuncia máfia de ONGs nos presídios"
Uma investigação feita pela Secretaria da Administração Penitenciária de São Paulo concluiu que durante anos "uma verdadeira rede de ganhar dinheiro" operou nos presídios paulistas. A rede teria sido montada por organizações não-governamentais (ONGs) encarregadas de administrar os presídios e garantir assistência psicológica e jurídica aos presos, relata Marcelo Godoy. Elas teriam emitido notas fiscais frias, apresentado contas fraudulentas, retido dinheiro dos presos e desviado combustível. Teriam também facilitado a fuga de prisioneiros perigosos e contratado pelo menos uma integrante da facção criminosa Primeiro Comando da Capital. Os contratos das ONGs com o Estado somam R$ 31,4 milhões. O secretário da Administração Penitenciária, Antonio Ferreira Pinto, diz que o "Estado foi negligente ao dispor de recursos públicos elevados para gastos nem sempre comprovados" e "sem nenhuma cotação de preços". Pinto assumiu o cargo em maio. Sem antecessor, Nagashi Furukawa, diz que coloca "a mão no fogo" pelos diretores das ONGs.


Jornal do Brasil:
"Salário de promotor aumenta cima do teto legal"
O Conselho do Ministério Público decidiu aumentar o teto salarial dos promotores e procuradores para R$ 24,5 mil. Quatro dos sete conselheiros que votaram o aumento serão beneficiados pela decisão. O presidente do Conselho vai ao STF contra o reajuste.

segunda-feira, dezembro 04, 2006

Ubatuba em foco






Turistas

Estou embasbacado com o filme Turistas, que dizem, vai denegrir a nossa imagem no exterior. Hoje fui conhecer uma parte do cenário escolhido pelos produtores da infame película. Fica logo ali, no bairro do Sumidouro. Aproveitei para tirar algumas fotos da avenida Josias Ramos Nogueira. Os pérfidos americanos são capazes de insinuar que em tal logradouro há esgoto a céu aberto onde crianças brincam. Dirão ainda que o canal de escoamento de dejetos transborda quando chove e que possibilita a proliferação de ratos e mosquitos. Faz bem a Embratur em se preocupar. Nada do que será mostrado é edificante. Certamente não vai atrair turistas. Mas que o cenário parece real é incontestável. (Sidney Borges)

Crônica



Nas fotos acima o besouro que renasceu e detalhes de seu casaco. Vou mostrar para o alfaiate. Quero um pesponto assim no meu próximo terno. Terno? Para que eu quero um terno? Em Ubatuba ninguém usa terno.

Besouros e sinos

Hoje pratiquei uma boa ação, como faço todos os dias desde 1956 quando participei de um grupo de “lobinhos do ar” no Grupo Escolar Orestes Guimarães, em São Paulo. Lembrei-me da escola por causa do Seu Nabuco, o zelador, que completou oitenta anos naquele ano. Teve uma grande festa, com jogo de tômbola e teatrinho de fantoches. Lembro-me como se fosse hoje, eu estava distraído pulando amarelinha quando percebi que no ar havia um sussurro, um disse me disse. Logo me contaram que seu Miguel, o dentista, foi flagrado beijando a professorinha substituta, a loirinha sorridente que deixava os pais sem fala quando iam buscar os filhos. Seu Miguel era casado. A mulher dele, dona Berta, não ligou, ela só pensava em Jesus, não saia da igreja. Estava sempre pra lá e pra cá com o padre Eustáquio. Quem ficou uma fera foi a dona Lazinha da loja de discos, mãe do Arturzinho. Quando ela soube deu com a bolsa na cabeça do seu Miguel e chamou a professorinha de marafona. Seu Nabuco tinha a incumbência de bater o sino na hora da entrada, no início e no fim do recreio e na hora da saída. Ele era negro, alto e tinha a cabeça branquinha e gostava muito de passarinhos. Quando não estava puxando a cordinha do sino era sempre visto com uma gaiola nas mãos. Também gostava de fazer apitos para chamar passarinhos. Eu o considerava uma espécie de sábio, só um gênio seria capaz de fazer aqueles apitos, que depois de prontos e testados eram envernizados com todo o cuidado. Mas o que eu ia dizer não tinha nada a ver com isso. É que na noite passada eu sonhei com a escola, ou melhor, com a porta da escola onde eu me encontrava comprando quebra-queixo. Como estivesse faltando uma moeda de quinhentos réis, seu Nabuco me emprestou um passe da CMTC, o que deu no mesmo. Ele continua igualzinho, pelo menos no sonho, o que prova que os sonhos não sofrem a ação do tempo. Voltando à boa ação, hoje cedo encontrei um besouro na varanda. Quando o examinei, percebi a belíssima coloração metálica de seu dorso. Coloquei-o sobre uma prancha de fórmica branca para fotografá-lo. Ele estava com as pernas encolhidas, envoltas em fios de teias e poeira, parecia morto. Limpei-o cuidadosamente e fui preparar o tripé para conseguir uma foto detalhada. Quando retornei tive uma surpresa, ele havia estendido as patas da frente. Com a ponta da lapiseira, com muito cuidado, toquei em uma das patas e ele a encolheu. O bicho estava vivo. Imaginei que estivesse com sede, embebi um pedaço de algodão em água e coloquei em sua frente onde supostamente é a boca. Depois de alguns minutos ele não só estendeu todas as patas como também andou uns dez centímetros. Preparei a câmera e tirei algumas fotos. Depois saí para dar aulas. Quando retornei, ele não estava mais. Partiu. Onde andará? Ou melhor, onde voará? Como tudo na vida é relativo, imagino que ele esteja grato por eu ter salvado a sua vida, no entanto pode ser que eu tenha atrapalhado um sono profundo, algum tipo de hibernação. Eu sei que ursos hibernam. Será que besouros também hibernam? Eu ia me esquecendo do rebu da escola, o marido da dona Lazinha, aquela que bateu com a bolsa na cabeça do seu Miguel, foi embora de casa um mês depois. Fugiu com o Albertinho da doceira, que era bailarino da TV Record. Como a vida era confusa em 1956. (Sidney Borges)

Céu confuso

Confirmada existência de "ponto cego"

Do Portal G1:
"Vídeo exibido pelo "Fantástico" neste domingo (3), feito nesta semana no Cindacta1, centro de controle de tráfego aéreo em Brasília, confirma a existência de um ponto cego no céu da Amazônia, local do acidente entre o Boeing da Gol e o jato Legacy. Foi a maior tragédia da avião brasileira, que deixou 154 mortos.
A reportagem mostrou a tela de um controlador de vôo no momento em que aeronaves desapareceram do radar. Três aviões estavam indo de Brasília em direção a Manaus em uma rota muito utilizada pelos vôos que vão para os Estados Unidos. Era a rota usada pelo Legacy no dia da colisão. O vídeo mostra que duas das aeronaves sumiram do radar na mesma região do acidente entre o Legacy e o avião da Gol.
De acordo com um controlador de vôo, que concedeu entrevista sem se identificar, os aviões que passam pelo ponto cego ficam cerca de 15 minutos no local. A Aeronáutica diz que os aviões, mesmo sem acompanhamento por radar, continuam se comunicando com Brasília pelo rádio. A reportagem do "Fantástico" detectou, no entanto, que a comunicação pode falhar. O vídeo mostra um piloto da TAM que teve dificuldade para se comunicar com Brasília."

Leia mais

Venezuela

Chávez reeleito

Roberto Lameirinhas, no Estadão
“O presidente venezuelano, Hugo Chávez, foi reeleito ontem para mais um mandato de seis anos. Com 78,31% dos votos apurados, Chávez tinha 61,35% (5.936.141 votos). O governador licenciado de Zulia, o oposicionista Manuel Rosales, obtinha 38,39% (3.715.292 votos). Imediatamente após a divulgação do primeiro boletim oficial, chavistas festejaram estourando fogos de artifício e um grande buzinaço tomou conta de Caracas. O resultado saiu quase cinco horas depois do fechamento das urnas. O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) tinha proibido a difusão de projeções de boca-de-urna, causando tensão entre os partidários dos dois candidatos. Chávez comemorou a vitória aparecendo no balcão do Palácio Miraflores. Antes de discursar, Chávez cantou o hino nacional para uma multidão. Esta é a quarta vitória do presidente venezuelano sobre a oposição desde que chegou ao poder, em 1998. Tenente-coronel da reserva do Exército, Chávez tornou-se conhecido depois de liderar uma fracassada tentativa de golpe militar em fevereiro de 1992. Depois, tornou-se amigo íntimo do cubano Fidel Castro e elegeu o governo dos EUA - para quem vende quase 3 milhões de barris de petróleo por dia - como inimigo preferencial. Mas queixas generalizadas dos assessores de Rosales marcaram o encerramento da eleição. Segundo os oposicionistas, soldados da Guarda Nacional forçaram presidentes de mesa a reabrir várias seções eleitorais, mesmo depois de o CNE ter declarado o encerramento da votação, pouco depois das 17 horas locais (19 horas de Brasília). Pela norma do CNE, só poderiam ficar abertos depois da declaração os locais onde ainda havia eleitores na fila. De acordo com um dos líderes da campanha de Rosales, Eliseo Fermin, em várias seções os militares obrigaram os mesários a permitir que grandes grupos de eleitores, que chegavam em ônibus, votassem.”.

Mais vereadores? Precisa?

Farra de vereadores não passará

É forte o lobby, na Câmara, para que o presidente Aldo Rebelo coloque em votação até o final do ano a proposta de emenda constitucional nº 333/04, que recria 8.436 vagas para vereadores em todo o País, já a partir de fevereiro. Mas, não adianta: o projeto não será votado. Em 2004, o Tribunal Superior Eleitoral baixou norma reduzindo o número de vereadores. O Supremo Tribunal Federal manteve a decisão do TSE por 10x1 votos. (Cláudio Humberto)

Manchetes do dia

Segunda-feira, 04 / 11 / 2006

Folha de São Paulo:
"Estrangeiro tira do país US$ 19 bi no governo Lula"
O valor que empresas estrangeiras retiraram de investimentos produtivos no Brasil mais que dobrou no governo Luiz Inácio Lula da Silva em relação ao período 1999-2002. Entre janeiro de 2003 e outubro de 2006, companhias estrangeiras se desfizeram de US$ 18,90 bilhões em negócios no país - 112% a mais que os US$ 8,95 bilhões registrados nos quatro anos anteriores.


O Globo:
"Atraso na apuração cria expectativa na Venezuela"
Partidários do presidente Hugo Chávez tomaram as ruas da Venezuela ontem antes mesmo da divulgação das pesquisas de boca-de-urna e das parciais sobre a apuração das eleições, que começou com grande atraso. A oposição denunciou irregularidades em pelo menos 20 seções de votação, apesar de observadores internacionais afirmarem que as eleições transcorreram sem problemas. Depois de oito anos no cargo, Chávez deve ganhar mais seis, com projeto de permanecer no poder até 2021. Ao votar, ele já falava como reeleito.


O Estado de São Paulo:
"Pressão por emendas ameaça orçamento"
A oposição e até senadores da base aliada estão ameaçando não votar a Lei de Diretrizes Orçamentárias e o Orçamento de 2007 caso o governo não libere as emendas parlamentares de 2006. A um mês do final do ano, de acordo com levantamento da assessoria do PFL no Congresso, o Executivo só autorizou 33,1% das obras e serviços incluídas na lei orçamentária por escolha de deputados e senadores.


Jornal do Brasil:
"Exército do tráfico reúne 8.500 menores armados"
Mais de 8.500 jovens, entre 8 e 18 anos, estão armados a serviço do tráfico, alerta o Instituto Brasileiro de Inovações em Saúde Social. O exército de menores corresponde ao dobro da quantidade de policiais à disposição nos três batalhões da Polícia Militar na Zona Sul.

domingo, dezembro 03, 2006

Brasil

Um país bloqueado

Do Jornal do Brasil, hoje:
"O Brasil perde por ano R$ 46 bilhões devido à precariedade do sistema de transportes. Estradas esburacadas, ferrovias sucateadas, portos saturados, transtorno nos aeroportos. O cenário é de apagão logístico, segundo especialistas. E pode piorar. Impedir, por exemplo, que a comida chegue à mesa dos brasileiros. E que os brasileiros cheguem as suas casas. Está sob ameaça o direito fundamental de ir e vir assegurado pela Constituição Federal."

Leia mais

"Fundamentais para acelerar o crescimento econômico, empresários enfrentam dificuldades para embarcar cargas. De cada 10 que tentam transportar produtos por ferrovias, só seis conseguem. A saturação dos portos também é visível. Pelo Porto de São Luís (MA), agricultores pretendiam exportar 3,5 milhões de toneladas de grãos. Com receio de a capacidade do porto ser insuficiente, levaram 1,5 milhão por estradas deficientes até o Porto de Santos. Resultado: mais custo e menos competitividade."

Leia mais

"O governo federal prevê que a área de transportes receberá R$ 56 bilhões em investimentos públicos e privados nos próximos quatro anos. O cálculo foi anunciado pela chefe da Casa Civil, ministra Dilma Rousseff. Só as ferrovias receberiam R$ 14 bilhões. O governo espera que a maior parte dos recursos saia dos bolsos da iniciativa privada. Resta combinar com o adversário. Para investir, os empresários querem, por exemplo, a diminuição da burocracia e a eliminação de entraves impostos por órgãos ambientais e jurídicos."

Leia mais

Entrave

Justiça tem 35 milhões de ações, que levam 8 anos para chegar ao fim

De O Estado de S.Paulo, hoje:
"Ao aprovar na noite de quinta-feira um mecanismo jurídico de nome indigesto - a súmula vinculante -, o Congresso tomou uma iniciativa importante para combater um flagelo na vida de inúmeros brasileiros: a lentidão da Justiça. As estatísticas mais atualizadas indicam que cerca de 35 milhões de processos congestionam os tribunais, fazendo com que as ações levem em média oito anos para receberem a sentença final. Não são poucos os casos de processos que duram bem mais e se tornaram rotineiras as histórias de cidadãos que não vivem para ver seus casos resolvidos, deixando aos parentes a herança da briga judicial."

Leia mais

Sociais



Luiz Moura, webmaster do site "Ubaweb" e publisher da revista "O Guaruçá" completou mais um ano de vida ontem e recebeu amigos em almoço no restaurante Pecado da Gula. Na foto, da esquerda para a direita, Pedro Tuzino, Luiz e sua filha Adriana e Ditinho, que quase acabou com o estoque de guaraná do restaurante. (Sidney Borges)

Não vá. É um abacaxi

Boicote ao filme: "Turistas"

Estou aqui para iniciar uma campanha em massa, e conto com vocês, para BOICOTAR integralmente o filme americano TURISTAS, que estréia lá em 1º de Dezembro e aqui em Janeiro ou Fevereiro, distribuído pela Paris Filmes.
Para quem não sabe, o filme rodado em nosso município de Ubatuba conta a história de seis jovens americanos que vêm ao Brasil de férias. Chegando aqui tomam uma caipirinha com 'boa noite Cinderela', são assaltados, seqüestrados, torturados e por fim têm os órgãos roubados por traficantes da industria clandestina dos transplantes. Alguns morrem e mesmo os que sobrevivem não têm um final feliz. O filme é classificado como TERROR, comparado ao filme “O Albergue”, e a EMBRATUR já está tão preocupada com a péssima repercussão do filme lá fora que, temendo uma queda brusca na receita do país vinda do turismo internacional, já está preparando campanhas intensas para serem veiculadas lá fora e tentar minimizar os estragos.
Façamos então a nossa parte. Vamos fazer deste absurdo, pelo menos aqui no Brasil, um fracasso total de bilheteria.

NÃO ASSISTAM, NÃO DÊEM $$$ A UMA PRODUÇÃO QUE SÓ VISA ACABAR COM NOSSA IMAGEM.

Jairo dos Santos – PT
Vereador
 
Free counter and web stats