sábado, julho 29, 2006

Se liga meu...

Falar demais é perigoso...

A "Síndrome de Ciro"

Eleição é uma caixinha de surpresas. Os marqueteiros costumam dizer que ganha o candidato que erra menos por que todos erram.
Em 2002, Ciro Gomes, candidato do PPS a presidente da República, chegou a pintar como o possível adversário de Lula no segundo turno. E algumas pesquisas indicaram que ele poderia até derrrotar Lula.
Ciro perdeu para ele mesmo quando começou a falar como um destrambelhado e disse grossas bobagens. Chamou eleitor de analfabeto. Comentou que o papel de sua mulher na campanha era o de dormir com ele.
Foi uma brincadeira de mau gosto que o derrubou.
Acautele-se Lula para não virar o Ciro das próximas eleições. Primeiro porque, como ele, gosta de falar muito. Segundo porque é perito em dizer bobagens.
Até o cuidadoso Fernando Henrique Cardoso derrapou ao chamar aposentados de vagabundos.
Antes dele, o então ministro Rubens Ricúpero, da Fazenda, dissera que "o bom a gente mostra, o ruim, esconde". Perdeu o emprego.
Na tarde de ontem, Lula deu uma estocada sem necessidade alguma no ex-presidente Itamar Franco que anunciara um dia antes seu apoio à candidatura de Geraldo Alckmin.
Provocado por jornalistas a respeito do assunto, tascou:
- Primeiro, eu não comento uma posição de um ex-presidente. Quando chegam acima dos 75 anos as pessoas têm de ter o mínimo de liberdade de fazer suas opções.
Chamou Itamar de velho, pois. E fixou o limite de 75 anos para as pessoas desfrutarem do “mínimo de liberdade de fazer suas opções”.
Sem querer, pode ter ofendido os idosos em geral. Indiretamente, acusou o golpe da adesão de Itamar a Alckmin.
Há uma semana, no comício inaugural de sua campanha no Recife, Lula pisou na bola ao dizer que como presidente da República não responderia a agressões de adversários, mas como candidato...
E aconselhou a oposição a segurar sua língua por que ele também dispõe de uma.

Fonte: Noblat

Varig, Varig, Varig

"Playboy" confirma que vai desnudar funcionárias da Varig

da Folha Online
A revista masculina "Playboy" confirmou que tem interesse em realizar um ensaio de nudez com um grupo de funcionárias da Varig. Ontem, a companhia aérea, vendida neste mês para a VarigLog, anunciou a demissão de 5.500 empregados, o que representa um corte de 58% de sua mão-de-obra em todo o país.A diretoria da "Playboy" começou a analisar a idéia de fazer um ensaio com comissárias da Varig, mas não foi definida ainda como será, informa a ER Comunicações, responsável pela assessoria de imprensa da "Playboy" no Brasil.
Leia mais

Curiosidades

'Homens com fome preferem as gordinhas'

da BBC Brasil
Um estudo da universidade inglesa de Newcastle, publicado no British Journal of Psychology, mostra que a fome pode mudar o gosto dos homens na hora de escolher que mulheres eles acham atraentes.
A pesquisa, feita com 61 estudantes universitários, descobriu que os que estavam com o estômago vazio achavam mulheres gordinhas mais atraentes do que aqueles que estavam saciados.
Os homens com fome também prestavam menos atenção à forma e às curvas femininas.
"Seu estado cognitivo, seus desejos e interesses dependem da sua fisiologia, seu nível de açúcar no sangue e seus níveis hormonais, e todos esses fatores dependem da fome", explicou Martin Tovée, da Universidade de Newcastle.
Leia mais

Nota do Editor - A pesquisa só vem reforçar o dito popular: a esperança é a última que morre. Leitora amiga, se você é rechonchuda e está sem um homem pra chamar de seu, tire da cabeça a idéia de suicídio. Compre uma passagem para o Vale do Jequitinhonha e viva momentos de estrela de Hollywood, mesmo que você não use sabonete Lux. Vá correndo...

Editorial

Nossa (pobre) Língua Portuguesa

O site do STF mostra a situação dos candidatos, atualizada diariamente. Eles podem estar aguardando julgamento, impugnados ou com a candidatura deferida. Na língua portuguesa a concordância deve ser em gênero número e grau, pelo menos era assim antes da era “de que” e “menas” dos socialistas. Na ficha dos candidatos, um dos itens é a situação da candidatura. Candidatura é feminino, logo há três possibilidades: candidatura em julgamento, candidatura impugnada ou candidatura deferida. Soa bem, não agride a sensibilidade gramatical de ninguém. No entanto, a concordância foi colocada para escanteio, para usar metáfora a gosto de "Nosso Guia". Para os doutos funcionários do Tribunal, a situação das candidaturas é seguida das seguintes possibilidades: aguardando julgamento, impugnado e deferido. Candidatura não concorda com impugnado, nem tampouco com deferido. Alguém poderia argumentar que a referência é ao candidato, este sim impugnado ou deferido. Acontece que há mulheres no páreo, candidatas, portanto. Não fica bem afirmar que a candidata está impugnado. Ou que a candidatura da candidata está deferido. Coisas da vida, antigamente havia um paradigma a ser seguido, hoje há um a ser esquecido. Enquanto isso os banqueiros enriquecem. Cada dia mais. Em tempo, os três de Ubatuba, Antônio Carlos, Clodovil e Paulo Ramos, continuam impugnados.
Confira aqui:
http://www.tse.gov.br/

Sidney Borges

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 28 / 07 / 2006

13º Festival do Camarão continua neste sábado e domingo
Instituto de Previdência Municipal de Ubatuba elege seus conselheiros no próximo dia 4
Mercado do Produtor Rural de Ubatuba continua nesta semana
TV Band Vale exibe entrevista com prefeito de Ubatuba neste domingo
Atleta de Ubatuba conquista prata no Karatê

Leia aqui

Manchetes do dia

Sábado, 29 / 07 / 2006

Folha de São Paulo: “Liberação de verbas segue roteiro eleitoral de Lula”
O Globo: “Sanguessugas tinha disputa entre 4 máfias”
O Estado de São Paulo: “Bush e Blair defendem força de paz para o Líbano”
Jornal do Brasil: “Varig demite 5,5 mil”

sexta-feira, julho 28, 2006

Crônica

Milagres...

Minha avó nasceu na Espanha, na virada do século 19, exatamente no ano de 1900. Nasceu em uma aldeia da província de Cáceres, Torremocha para ser mais preciso. Era uma camponesa medieval, acreditava na igreja, rezava diariamente enquanto assistia ao Povo na TV, de Hilton Franco, que ela imaginava um homem santo. Apesar da reverência ao Vaticano, freqüentava pais de santo, médiuns, jogadores de búzios, cartomantes, videntes, pastores pentecostais e o escambau. Também não dispensava medicamentos, quaisquer que fossem. Tomava os que eram anunciados na televisão, no rádio e alguns especiais, recomendados pelas comadres e pelo farmacêutico, que a informava de novidades. Lembrei-me dela porque foi num dia parecido com o de hoje que fomos assistir ao filme dos milagres do padre Donizetti, de Tambaú. E também foi num dia similar que vimos a santa que apareceu na garrafa de uma vizinha beata. Isto é eu não vi, mas creditei a falta da graça aos maus pensamentos que tinha em relação a uma vizinha mais velha. Minha avó rezava alto cada vez que a garrafa era mostrada da janela. Depois fomos comer pastéis. E tomar caldo de cana. Eu tinha nove anos. Tempo bom.

Sidney Borges

Kutelak interditado

Vigilância fecha laboratório no litoral paulista

Do Guaruçá
O INBRAVISA - Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária informa que técnicos de ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) interditaram o Laboratório Irmãos Kutelak, em Ubatuba - SP.
O estabelecimento, que funcionava em uma farmácia localizada na região central da cidade, foi interditado por produção e comercialização de um remédio sem o devido registro no Ministério da Saúde.
Os técnicos receberam denúncias contra o remédio por parte de médicos paulistas. O proprietário do laboratório foi preso e indiciado sob acusação de venda de produto sem registro.
Segundo Rui Dammenhain, diretor do INBRAVISA, o crime configurado pela Lei 9677/98, é inafiançável e caso ele seja condenado, poderá pegar até 15 anos de prisão.
Segundo os técnicos, o laboratório teve indeferido o pedido de concessão para fabricação do elixir em 2003, devido à falta de responsável técnico, equipamentos e pessoal qualificado.
Fonte: INBRAVISA - Instituto Brasileiro de Auditoria em Vigilância Sanitária.

Medicina

Ser humano começa a se adaptar ao HIV, diz estudo

RICARDO BONALUME NETO da Folha de S.Paulo
São 25 milhões de mortos em 25 anos: esse é o saldo da epidemia global de Aids. Esse quarto de século de escrutínio pela ciência do vírus causador da doença, o HIV, e da sua "coevolução" com o ser humano, custou US$ 30 bilhões. Mas o esforço mostrou que a humanidade tem o potencial de, a longo prazo, adquirir alguma forma de resistência a ele, capaz de criar uma forma de "coexistência" --como fizeram alguns dos parentes mais próximos do homem, como o chimpanzé e outros macacos africanos.Ainda não há cura completa, nem vacina eficaz, apesar de a sobrevida dos pacientes ter aumentado. E como lembra o pesquisador Anthony Fauci, em editorial na edição de hoje da revista americana "Science" (www.sciencemag.org), "em 25 anos, não há um único caso bem documentado de uma pessoa cujo sistema imunológico [de defesa] tenha completamente eliminado o vírus, com ou sem a ajuda de drogas anti-retrovirais [específicas contra os vírus da categoria do HIV]".
Leia mais

Nota de agradecimento

O Projeto conVIVENDO agradece à DEFESA CIVIL DE UBATUBA pela doação de mel que será utilizado na elaboração de produto natural indicado no tratamento de portadores de câncer e a todos os voluntários e colaboradores que desde sua criação vem ajudando a crescer a cada dia mais este trabalho de ajuda ao próximo.

Nelinha

Vai para o trono ou não vai?

Antonio Carlos – PSDB
Deputado Estadual
Candidatura:

Aguardando julgamento
Impugnado
Deferido

Clodovil Hernandes – PTC
Deputado Federal
Candidatura:

Aguardando julgamento
Impugnado
Deferido

Paulo Ramos – PDT
Deputado Federal
Candidatura:

Aguardando julgamento
Impugnado
Deferido

Editorial

Candidaturas impugnadas

Em contato com a Assessoria de Imprensa do TRE, o Ubatuba Víbora recebeu a informação que cerca de 80% das candidaturas impugnadas apresentaram problemas na documentação. Não foram fornecidos detalhes individuais. Segundo ainda o TRE, o rigor aumentou em relação a tempos passados. Os documentos devem estar absolutamente em ordem. Fica, portanto, registrado que a maioria dos candidatos impugnados poderá mudar o quadro. Para poupar trabalho aos leitores, o Ubatuba Víbora vai publicar diariamente um placar das impugnações. Antônio Carlos, Clodovil Hernandes e Paulo Ramos dispensam apresentação. São figuras conhecidas e por enquanto estão fora do páreo. Com as candidaturas deferidas, deverão ter muitos votos. Se as impugnações são temporárias ou definitivas, só o tempo dirá. Para saber mais, acesse o Ubatuba Víbora e lembre-se: “se o Ubatuba Víbora não deu, ninguém sabe o que aconteceu”.

Sidney Borges

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 28 / 07 / 2006

Conferência de Cultura traz novas propostas para o Plano Diretor
Defesa Civil doa mel a projeto de apoio a pacientes oncológicos
Prefeito de Ubatuba conhece instalações dos jogos regionais de Lorena
Festival do Camarão será matéria no Programa de Adriane Galisteu
Conselho Municipal de Turismo elege sua primeira diretoria

Leia aqui

CGU é desmentida pela PF

Planam lucrou mais no governo Lula

Da Folha de S.Paulo, hoje:
"Dados da Polícia Federal mostram que a empresa Planam -a fornecedora de ambulâncias da máfia das sanguessugas- teve maior movimentação financeira nos anos de 2004 e 2005, já no governo de Luiz Inácio Lula da Silva.
Os números da PF contrariam os da CGU (Controladoria Geral da União). Anteontem, a CGU divulgou relatório apontando uma maior atuação da Planam de 2000 a 2002, no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB). A oposição acusou a controladoria de fazer uso político do relatório.
Segundo a PF, a Planam movimentou R$ 229.126,64 em 2000; R$ 196.584,16 em 2001 e R$ 3.462.290,32, no último ano de FHC no poder, em 2002.
No ano seguinte, em 2003, a movimentação foi de R$ 3.199.878,62. A partir daí, os valores dispararam e chegaram a R$ 21.220.249,18 (em 2004) e a R$ 14.465.448,62 (em 2005)."

Manchetes do dia

Sexta-feira, 28 / 07 / 2006

Folha de São Paulo: “CPI diz agora que só tem provas contra 30 parlamentares”
O Globo: “Máfia das emendas criou até crédito de propinas”
O Estado de São Paulo: “Israel desiste de ampliar ofensiva”
Jornal do Brasil: “Lula mistura sanguessuga e andorinha”

quinta-feira, julho 27, 2006

Políticos...

‘Marcola disse. E eu acredito’

De O Globo, hoje:
"Um dia depois de provocar polêmica ao dizer, sem citar nomes, que políticos fluminenses usam cocaína, o candidato do PRB ao governo do estado, Marcelo Crivella, surpreendeu ontem ao atribuir a informação ao traficante Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola. O bandido lidera a facção criminosa que, desde maio, comanda ondas de ataques a delegacias e carcereiros em São Paulo.
— Há político envolvido com roubalheira nas verbas da saúde, político freqüentando mansões com prostitutas. É um horror. E tem políticos aí que, segundo o Marcola, cheiram até cocaína. E eu acredito — afirmou o senador, que se negou novamente a identificar os alvos do ataque."
Leia mais

A cidade em foco

Caminho das pedras

Luiz Moura
Para que um projeto contenha os anseios da população e uma frase como esta: "uso do dinheiro público com responsabilidade" tenha significado, a administração municipal deve inicialmente elaborar um estudo preliminar com a viabilização dos seus desejos.
Após a análise (positiva) do estudo preliminar pelo "gestor maior" e seus asseclas são feitos o anteprojeto e estimativa de custo que serão levados para discussão com a população.
O anteprojeto discutido, já com as propostas pertinentes embutidas e as arestas aparadas, será a base para a confecção do projeto completo onde estarão contidos todos os detalhes construtivos.
Aí sim, o projeto completo, com seus memoriais descritivos e custos, poderá ter sua execução licitada.
Uma seqüência lógica e de conclusão sem maiores traumas.
A "administração do nunca antes" declarou ao jornal Imprensa Livre, em matéria publicada na sexta-feira, 21, em seu site na Internet sob o título "Prefeitura inicia revitalização da Praça 13 de Maio" que: "para realizar uma obra, abre-se uma licitação com um projeto básico, conforme prevê a legislação. A partir daí, a empresa vencedora, no caso a [...], elabora um projeto executivo. O projeto executivo já está em fase final e logo será discutido com a comunidade. A colocação dos tapumes é apenas para adiantar o projeto. Eles não influenciarão em nada nas obras
Por que o tal “projeto básico” não foi discutido com a população? Licita-se, faz-se um “projeto executivo” e depois se discute o que com a comunidade? Não vejo lógica nessa declaração, mas antevejo traumas.
O que pretendem fazer com a praça 13 de Maio é uma incógnita que brevemente será conhecida (e imposta). Assim, mais uma vez, a “administração do desgaste” mostra a maneira como administra o município.
Já se passaram 365 + 206 dias de Eduardo César (?) ter sentido o calor deixado na cadeira por seu antecessor e ainda esperamos pela participação popular prometida durante sua campanha para alcançar o cargo de prefeito de Ubatuba em 2004.

Feira da Solidariedade

Semana Social Diocesana

A Diocese de Caraguatatuba através da Cáritas Diocesana e Pastorais Sociais estara realizando no dia 12 de agosto a abertura da 2ª Semana Social Diocesana, uma extenção da 4ª Semana Social Brasileira, que tem como tema "O Brasil que queremos". No caso da Diocese, o tema será "A cidade que queremos", abrindo a possibilidade de avaliação sobre as diversas questões que afetam a área social e que precisam ser discutidas pela comunidade. A população das quatro cidades do Litoral Norte estará convidada a participar deste evento que é aberto e ecumênico.
Leia mais

Festival do Camarão da Almada

13º Festival do Camarão começa nesta quinta-feira

Começa hoje, 27, e vai até o dia 30 de julho, o tradicional Festival do Camarão da Almada, uma bela praia que fica na região Norte de Ubatuba. Na sua 13ª edição, o Festival trará, além dos pratos típicos, feitos à base de camarão, diversos eventos, numa programação extensa, que vai das 12 às 22 horas, durante todos os dias. No sábado, dia 29, a Festa terá a cobertura do Programa Charme, comandado por Adriane Galisteu, no SBT. Ao saborear pratos como: bobó, risoto, camarão no espeto, camarão na moranga, bolinho de camarão e muitas outras delícias, o público poderá assistir a apresentações de capoeira, danças folclóricas, shows populares, soltura de tartarugas, teatro e muitas outras atrações. O evento é promovido pela Sociedade Amigos da Almada (Saba), em parceria com a Prefeitura Municipal, por meio da Secretaria de Turismo. PMU

Confira a programação e participe dessa festa!

27 de julho / quinta-feira

12h – Abertura da Festa
12:30h – Almoço – show com Isac – MPB
13h – Teatro de Sombras – Infantil
17h – Grupo Guaruçá – Cultura popular
19h – Capoeira Ginga Caiçara – Picinguaba
20h – Banda Bralma
21h – Banda Jamkbloco
22h – banda Tribaltos

28 de julho / sexta-feira

11h – Show com Gabriel Duarte – MPB
13h – Teatro de Sombras – infantil
15h – Projeto Tamar – soltura de tartarugas
19h – Em Caiçarês – Bado Todão – apresentação teatral
21h – Suel da Picinguaba – show musical
22h – Chapados do Forró – show musical

29 de julho / sábado

11h – Almoço – Banda The Reverend
13h – Teatro de Sombras – Infantil
14h – Fandango Caiçara – rabeca, viola e pandeiro
16h – Projeto Tamar – soltura de tartarugas
19h – Congada do Poruba
20h – Dança da Fita do Itaguá
20:30h – Quadrilha Caipira do Itaguá
21h – Suel da Picinguaba – show musical
22:30h – Show com a banda Ex-CB

30 de julho – domingo


12h – Almoço – Banda Balaio de Gato – MPB
13h – Teatro de Sombras – infantil
14h – Almoço – Show com Isac – MPB
15h – Corrida de Canoas
18h - Show com Abel e César
19h – Bingo
23h – Encerramento

Notícias da Associação Comercial

Palestra gratuita na ACIU

Autônomos e contrato de prestação de serviços

Descritivo: O que é ser autônomo estabelecido e não estabelecido; qual a diferença em relação ao empregado registrado; o que caracteriza o vínculo empregatício. Contrato de prestação de serviços, como ter absoluta validade.
Quais as diferenças entre autônomos e empregados; qual o perfil do profissional autônomo; como elaborar o contrato do profissional autônomo.

Dia: 20 de setembro
Horário: 19h00
Duração: 2 horas (aproximadamente)
Local: Associação Comercial de Ubatuba

Fonte: Cristiane Zarpelão - Comunicação ACIU

Lula disse não à Fenaj, braço do PT

Lula veta o projeto de lei sobre diploma de jornalista

De O Globo, hoje:
"O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo assessores do Palácio do Planalto, vetou integralmente o projeto de lei que restringia o exercício do jornalismo e exigia o diploma para uma série de atividades na imprensa. A decisão, que segundo informações do Planalto foi tomada ontem à noite, deve ser publicada no Diário Oficial de hoje. Agora, o veto terá que ser apreciado pelo Congresso, que poderá mantê-lo ou derrubá-lo."
Leia mais

Manchetes do dia

Quinta-feira, 27 / 07 / 2006

Folha de São Paulo: “ONU avisou Israel sobre ataques que mataram 4”
O Globo: “Deputados e prefeitos se reuniram para fazer acertos”
O Estado de São Paulo: “Israel tem o seu pior dia; fracassa tentativa de acordo”
Jornal do Brasil: “Governo tenta transferir culpa para os tucanos”

quarta-feira, julho 26, 2006

Gato por lebre

Procon vê problemas em TVs de plasma

ADRIANA MATTOS da Folha de S.Paulo
O Procon de São Paulo decidiu analisar o material de propaganda de redes varejistas e fabricantes de eletrônicos para verificar se as empresas não estão sendo omissas ou passando informações equivocadas sobre a venda de TVs de plasma e de LCD. No Rio de Janeiro, a Comissão de Defesa do Consumidor, da Assembléia Legislativa do Estado, conseguiu liminar contra indústrias do setor solicitando clareza e transparência na comunicação.
Leia mais

Enquanto isso...

Eleições 2006 - Divulgação de Dados de Candidatos

Candidato(a) a Deputado Estadual - SP
Nome: ANTONIO CARLOS DA SILVA
Nome para urna eletrônica: ANTONIO CARLOS
Número: 45445
Partido Político: Partido da Social Democracia Brasileira
Coligação: PSDB/PFL
Situação da Candidatura: Impugnado


Eleições 2006 - Divulgação de Dados de Candidatos


Candidato(a) a Deputado Federal - SP
Nome: CLODOVIL HERNANDES
Nome para urna eletrônica: CLODOVIL
Número: 3611
Partido Político: Partido Trabalhista Cristão
Coligação: Sem Coligação
Situação da Candidatura: Impugnado



Eleições 2006 - Divulgação de Dados de Candidatos


Candidato(a) a Deputado Federal - SP
Nome: PAULO RAMOS DE OLIVEIRA
Nome para urna eletrônica: PAULO RAMOS
Número: 1225
Partido Político: Partido Democrático Trabalhista
Coligação: Sem Coligação
Situação da Candidatura: Impugnado


Outras informações podem ser obtidas na Secretaria Judiciária dos Tribunais Eleitorais. Sobre candidatos à presidência e vice-presidência da Republica, no TSE; e sobre os demais candidatos, nos Tribunais Regionais dos respectivos estados.

Fonte: http://www.tse.gov.br/

Nas ondas


Renato e Odirlei, rumo à Califórnia

WQS na reta final

Odirlei Coutinho e Renato Galvão partiram na noite de sexta rumo à Califórnia para participar do famoso Honda US Open, prova de nível 6 estrelas do WQS que acontece em Huntington Beach, Califórnia (EUA).
Completam o time ubatubense, Hizunomê Bettero e Suelen Naraisa, que irá competir na categoria feminino.
Já Diego Santos, irá participar da perna européia nos eventos que oferecem menos pontos, por não estar entre os 100 primeiros no WQS. De acordo com as regras adotadas pela ASP, somente os 100 primeiros é que poderão participar dos eventos nível 6 estrelas, ou seja, aqueles eventos que oferecem maiores pontuações e premiação em dinheiro.
Logo após o 6 estrelas da Califórnia, os atletas seguirão rumo a mais um 6 estrelas, agora no Japão, no Billabong Yumeya Tahara Pro, em Akabane Beach.
Depois parte para a perna européia, com um evento nível 5 estrelas na Inglaterra, o Rip Curl Board Masters em Newquay, dois eventos na França, o Sooruz Lacanau Pro, 6 estrelas em Grand Plage, Lacanau, o Rip Curl Pro em Hossegor e fecha com o Buondi Billabong Pro, em Ericeira, Portugal.
Chegamos agora na reta final, já que teremos vários eventos 6 estrelas que poderão definir quem serão os 16 classificados para comporem o seleto grupo dos integrantes do WCT.
As competições poderão ser acompanhadas através do site da ASP, o
www.aspworldtour.com.
Até o retorno dos nossos guerreiros, serão várias horas de vôo e muitas ondas surfadas ao redor do globo.

Boa sorte a todos vocês!

Foto: Rege Galvão

Rege Galvão
Assessor de Imprensa
www.aus.org.br

Habemus Bispo

PESSOAL-RESERVADA
SOB SEGREDO PONTIFÍCIO


N. 7818/06
A Nunciatura Apostólica comunica que o Santo Padre Bento XVI nomeou Bispo da vacante Diocese de Caraguatatuba, no Estado de São Paulo, o Reverendo Padre Antonio Carlos Altieri, SDB (Salesiano), atualmente Diretor da Comunidade Dom Bosco na Universidade Pontifícia Salesiana em Roma, Itália.
A notícia será publicada no dia 26 de julho de 2006, às 12 horas de Roma, devendo ficar protegida até essa data pelo SEGREDO PONTIFÍCIO.


Brasília, 26 de julho de 2006.
+ Dom Lorenzo Baldisseri

Fonte: Diocese de Caraguatatuba

Notícias da Associação Comercial

2º Oficina de Sabonetes Artesanais

Termina hoje na Associação Comercial de Ubatuba- Aciu, a 2a Oficina de Sabonetes Artesanais. A oficina se deveu à uma parceria entre Sebrae, Aciu e Senac.
Durante a última semana do mês de maio foi realizada a 1º Oficina de Sabonetes Artesanais e devido ao sucesso da primeira, a entidade realizou uma nova turma.
A oficina aconteceu nos dias 24, 25 e 26 de julho, em dois horários, das 9h00 às 12h00 e das 18h00 às 21h00. Participaram cerca de 50 pessoas.
O conteúdo ensinado aos participantes foi como desenvolver sabonetes em diversos formatos e odores, sabonetes esfoliantes, em esponja vegetal, pós-barba e mini-sabonetes.
“A nossa intenção além da capacitação de empresários, é de trazer cursos e oficinas também aos demais munícipes, para que assim possam obter mais uma opção de emprego e uma maior geração de renda”, enfatizou o presidente da ACIU, Ahmad Khalil Barakat.
A consultora do Senac, Rose Ramos, que ministrou a oficina, disse que “é extremamente gratificante” dar aula em Ubatuba. “Os participantes sempre são muito interessados, entusiasmados e totalmente participativos. Eles querem aprender de fato. As aulas sempre são muito agradáveis”, disse satisfeita.A Aciu ressalta que continuam acontecendo o “Ciclo de Palestras, Cursos e Oficinas” em parceria com o Sebrae, e informa que o próximo curso a ser realizado pela entidade será “Qualidade máxima no relacionamento com os clientes”, que acontecerá dos dias 07 à 11 de agosto, das 18h00 às 22h00, no salão de eventos da Aciu.
Podem participar todas as pessoas acima de 16 anos interessadas no assunto e o valor do investimento é de R$ 55,00.Os interessados podem fazer a inscrição no balcão de atendimento da Aciu sediado à Rua Dona Maria Alves, 587- Centro.

Fonte: Cristiane Zarpelão - Comunicação ACIU

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 26 / 07 / 2006

Ubatuba realiza I Conferência de Acessibilidade Urbana
Prefeito anuncia construção de guias e sarjetas em parceria com a comunidade
Cursos de Educação ambiental movimentam a Sala Verde
Comissão Municipal de Emprego elege nova presidente
Ciclista de Ubatuba se recupera de acidente durante prova de resistência

Leia aqui

Manchetes do dia

Quarta-feira, 26 / 07 / 2006

Folha de São Paulo: “Israel mata 4 observadores da ONU”
O Globo: “Gastos do governo crescem bem mais que as receitas”
O Estado de São Paulo: “Israel ameaça manter ocupação no Líbano”
Jornal do Brasil: “Lula cai e já se prepara para o segundo turno”

terça-feira, julho 25, 2006

Circuito Paulista


Edgley Santos

Saulo Junior vem com tudo


Foi realizado no último final de semana, a primeira etapa do Circuito Paulista de Surf Profissional, circuito que define o campeão paulista profissional, além é claro de uma vaga da elite do surf nacional, o Super Surf.
Assim como no Super Surf, o sol e o público se mostraram presente durante todo o final de semana.
O evento contou com a presença em massa dos atletas locais que mostraram empenho e força de vontade para vencerem as difíceis condições que o mar apresentou durante quase toda a competição.
Isaias Silva avançou até as oitavas, perdendo após ter cometido uma interferência boba. Ainda nesse round deram adeus à competição, o local do Itamambuca, Alex Cunha e Fábio Leite.
Já nas quartas o funil começou a se fechar e para alegria do público local presente, tivemos 100% de aproveitamento, colocando cinco atletas na semifinal do evento.
O mar continuava com séries demoradas que variavam muito entre as baterias.
Na primeira semifinal, Alexandre Moliterno andou bem e ficou muito próximo de uma vaga na grande final.
Moliterno pegou duas boas ondas, duas direitas na qual aplicou boas batidas de back side, uma de 5.5 e outra de 5. Moliterno ficou empatado com Bruno Moreira na segunda colocação, porém, no desempate, Bruno levou a melhor por ter uma nota maior do que a do Moliterno, um 6, avançando assim para a final.
A segunda semifinal lembrou mais uma bateria do Circuito Municipal, com Tadeu Pereira, Saulo Junior, Edgley Santos e Diego Santos, para completar uma bateria 100% ubatubana.
O clima de descontração e confraternização entre os atletas acabou quando eles entraram no mar, lá a situação foi diferente.
Saulo Junior logo no começo da bateria mostrou porque estava ali, surfando muito forte começou a bateria com um 6.30.
Tadeu Pereira vinha também na vontade, e a cada série ele voltava a ameaçar seus companheiros.
Ao mesmo tempo, Edgley vinha correndo por fora e entrou na briga ao tirar um 6 e um 5.40. Edgley estava bem encaixado nas ondinhas e surfando com velocidade e pressão nas manobras.
Já Diego Santos, não apresentou o mesmo rendimento das baterias anteriores e ficou precisando de um 9.20 para tentar entra na briga.
Tadeu ainda ameaçou no final da bateria ao tirar um 7, mas na seqüência Saulo tira um 6 em uma das esquerdas que surfou para garantir sua passagem para a grande final junto com Edgley Santos que avançou na segunda colocação.
A grande final contou com a presença de um cearense, Lucinho Lima, Bruno Moreira, local da Praia Grande, litoral, sul, Saulo Junior e Edgley Santos.
Edgley não conseguiu entrar em sintonia com o mar como vinha vindo, e acabou ficando com a quarta colocação na final e mais uma final na carreira.
Saulo Junior ficou meio apagado até a metade da bateria, isso até pegar uma boa direita e aplicar boas batidas para garantir um 8 pontos.
Isso o deixou bem próximo de Bruno Moreira, que até então vinha passeando nas ondas se sobre fortes ameaças.
Com a onda de 8 pontos, Saulo passou a precisar de apenas 4.25 para garantir o titulo da etapa, porém, a onda salvadora acabou não vindo e o local da Praia Grande, Bruno Moreira acabou levando a melhor.
Saulo dá um grande passo na sua volta triunfante às competições, após ter ficando sem patrocínio por algum tempo.
Com esse resultado, Saulo já está se garantindo na elite do surf brasileiro, já que Bruno Moreira já é atleta Super Surf.
O campeonato terá mais duas etapas este ano. A próxima disputa acontece na praia de Maresias, em São Sebastião, nos dias 20, 21 e 22 de outubro e grande final está marcada para a praia do Tombo, em Guarujá, nos dias 10, 11 e 12 de novembro.
A etapa foi uma realização da Federação Paulista de Surf, Associação Ubatuba de Surf (AUS) e Prefeitura Municipal de Surf, com supervisão da Associação Brasileira de Surf Profissional (Abrasp).

Resultado dos atletas de Ubatuba na etapa

2º Saulo Junior
4º Edgley Santos
5º Tadeu Pereira
5º Alexandre Moliterno
7º Diego Santos
17º Isaias Silva
25º Fábio Leite
33º Edgar Bischof
33º Morro Boy
33º Robson Silva
33º Jefferson Sobrinho
33º Fábio Alves
33º Wellington Carane
49º Costinha
49º Cleyton Nunes
49º Ricardo Toledo
65º João Santana
65º David Silva
65º Cleyton Félix
81º Thiago Rabello
81º Jole Leandro
97º Diego Charleux
99º Emerson Santos
104º Lucas Santos

Foto:Daniel Smorigo

Rege Galvão
Assessor de Imprensa
http://www.aus.org.br/

A cidade em foco



Reajustes contratuais em obras públicas

Luiz Moura
A execução de uma obra em prazo superior ao ajustado gera, pelo contratado, solicitação de reajuste do valor combinado. Com o aceite dos argumentos e a obtenção do reajuste solicitado, a obra tem valor majorado e prazo de execução estendido. Esta é, com argumentos inconsistentes, uma das formas de se burlar a licitação.
Quando há atraso no término de uma obra e o contratado não pede reajuste, o contratante deverá reavaliar a proposta inicialmente apresentada, pois ela fatalmente apresentou valores superiores ao de mercado. Não pode deixar de lado a possibilidade de utilização de materiais e/ou o emprego de mão-de-obra de qualidades inferiores aos que deveriam ter sido usados. Se constatado embuste, o contrato tem que ser rompido e a requisição das medidas judiciais pertinentes formalizadas.
Um projeto bem elaborado é completo. Tem os dados necessários para que uma fiscalização eficiente possa antever a proximidade de um atraso, portanto todo o pedido de reajuste deve ter anexo um relatório conclusivo elaborado pelo responsável pela fiscalização do objeto do contrato.
A placa, retratada na foto acima, assinala o término da obra (3ª etapa da Reforma e Ampliação da Santa Casa) no dia 28/04/2006, mas em 03/06/2006 foi
publicado n’O Guaruçá, conforme informação da Prefeitura, que a obra seria inaugurada no final do mês de junho. Estamos em 24/07/2006 e ela ainda não foi concluída. Como exercício de cidadania tentem responder: "Quem está arcando com o valor da mão-de-obra e respectivos encargos desses 3 (três) meses excedentes? Ou serão 4 (quatro) meses? Ou 5 (cinco)?..."
Será que houve algum "Termo Aditivo de Contrato" onde conste reajuste para a majoração do valor contratado e ampliação do prazo para o término da obra?
A quantidade de madeira exposta aos olhos dos contribuintes, nessa reforma e ampliação da Santa Casa, faz com que eu pergunte se a Prefeitura verifica a origem, a legalidade e a sustentabilidade do produto florestal que consome.
Clique aqui para conhecer um compromisso assumido por Eduardo César (?) durante sua campanha para alcançar o cargo de prefeito de Ubatuba em 2004.
Foto: Luiz Moura

Maranduba festiva

A Praia da Maranduba estará em festa neste final de semana, quando termina o 1º Festival de Inverno da região sul

A ABAMVITUR – Associação da Baia do Mar Virado para o Turismo da Região Sul de Ubatuba, com o apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba, Administração da Regional Sul, Fundart – Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba e SETUR – Secretaria de Turismo, informa que o 1º Festival de Inverno que começou no dia 01/07 terminará neste próximo dia 29.
Quem comparecer no local neste último final de semana poderá apreciar os pratos de culinária caiçara e quitutes típicos das festas juninas, que são elaborados pelas barracas das associações de bairro da Região Sul e também poderão apreciar os trabalhos elaborados por artesãos da feira de artesanato local.
A Festa que acontece na praça de eventos da Praia da Maranduba a partir das 19:30 horas, contará com os shows no dia 28 de julho da Banda Samba e Arte e no dia 29 de julho da Banda Garagem 94.Compareça com sua Família e amigos para prestigiar nossos artistas e se divertir!

Fonte: adrigrammont adrigrammont@terra.com.br

Deu no Jornal Nacional

Suspeita de tráfico de influência

Preso um delegado de São Paulo acusado pelo Ministério Público Federal de corrupção ativa e de formação de quadrilha. Mas é a suspeita de tráfico de influência que está conduzindo as investigações.

Preso um delegado de São Paulo acusado pelo Ministério Público Federal de corrupção ativa e de formação de quadrilha. Mas é a suspeita de tráfico de influência que está conduzindo as investigações.
O repórter Maurício Ferraz mostra que um simples telefonema do delegado libertava presos, abortava operações policiais e alterava o rumo de processos na Justiça.
O delegado morava num apartamento avaliado em mais de R$ 1 milhão, agora está em um presídio em São Paulo.
André Di Rissio é presidente da Associação dos Delegados do Estado. Ele foi preso no mês passado pela Polícia Federal, que desmontou um esquema de liberação ilegal de carga no aeroporto de Viracopos. Na garagem dele, foram apreendidos dois carros Jaguar.
As investigações mostram que o tráfico de influência de André Di Rissio ia além do terminal de cargas. Escutas telefônicas autorizadas pela Justiça revelaram que André conseguia manipular operações policiais. Nesta, um advogado pediu ajuda para um cliente alvo de uma blitz.
Advogado: Diz que tão levando todo o estoque de bebidas deles lá.
André Di Rissio: Estão apreendendo o estoque de bebidas? Peraí
André falou com um delegado do Deic, o Departamento que Combate o Crime Organizado. Minutos depois, tinha a resposta:
André Di Rissio: Você quer a má ou a boa notícia?
Advogado: A má primeiro
André Di Rissio: A diligência tá legalizada. A boa é que eu liguei pro delegado. Acabou, é zero a zero. Tá abortada a operação.
Uma semana antes, dentro de um carro da polícia, um acusado de sonegar imposto recebeu uma ligação.
André Di Rissio: Você está sendo levado pro Deic por quem? Quem tá aí com você?
Preso: É o investigador de polícia
André Di Rissio: Deixa eu falar com ele. Um momentinho, por favor. Alô, aqui é o Dr. André Di Rissio, da delegacia geral. Tá muito ruim a situação ai?
Investigador: Não, doutor, nada de horrível, não.
André Di Rissio: Tá bom. Você resolve pra mim?
Investigador: Com certeza doutor.
No Deic, o caso nem foi registrado. O delegado avisou André que o acusado estava solto.
Delegado: Deixa eu te falar, aquilo lá eu tô mandando embora tá?
André Di Rissio: Te agradeço. Fico te devendo um almoço.
As investigações do Ministério Público Federal também apontam que André de Rissio tinha influência no poder Judiciário. Filho do desembargador Eduardo Di Rissio Barbosa, do Tribunal de Justiça de São Paulo, o delegado, segundo os procuradores, recorria ao pai para beneficiar amigos que tinham pendência na Justiça.
O advogado Luiz Silvio Moreira Salata é um dos que receberam ajuda, segundo a Polícia Federal.
A prefeitura de Olímpia, no interior de São Paulo, teria contratado o advogado sem licitação, e isso foi contestado numa ação popular.
“O Salata pediu um negócio eu falei a ele que a Câmara que tinha caído era um colega do qual eu não tinha acesso mas ia tentar através de outro colega. Aí eu conversei com o Laureli. O Laureli conversou lá fazendo aquele meio de campo, foi julgado trancando a ação”, falou o desembargador Eduardo Di Rissio Barbosa.
Laércio Laureli é um desembargador que trabalhava na sétima vara criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo e hoje está aposentado. A decisão judicial do dia 15 de setembro de 2005 confirma a ordem de trancar a ação penal contra Luiz Silvio Moreira Salata.
Logo depois de publicada a decisão, o desembargador Eduardo Di Rissio Barbosa ligou para o filho e pediu para ele anotar um telefone.
“Esse telefone é do Laércio Laurelli. Eu tinha interesse em que o Salata soubesse que ele fez o meio de campo”, falou o desembargador Eduardo Di Rissio Barbosa.
Preocupado com a possibilidade de o telefone estar grampeado, André tenta encerrar a conversa.
André Di Rissio: Pai, você vive me alertando pra não falar por telefone. Depois de velho eu tenho que ficar preocupado contigo. Você já falou isso. Vai contar de novo a história? Vou pedir pro Salata ligar pra ele pra agradecer, agora pelo amor de Deus fique mais inteligente. Você não vê que a bruxa tá solta ai?
Eduardo Di Rissio Barbosa: Não se preocupe comigo que eu sou vitalício.
André Di Rissio: A única coisa vitalícia que você tem é a sua mulher.
O advogado do delegado André Di Rissio não quis comentar o caso. Disse que não conhece o teor das investigações.
No Tribunal de Justiça, a secretária do desembargador Eduardo Di Rissio Barbosa informou que ele não poderia falar hoje com a reportagem porque tinha um exame médico marcado.
O desembargador aposentado Laércio Laurelli negou ter influenciado na decisão que trancou a ação penal.
O advogado Luiz Silvio Moreira Salata afirmou desconhecer interferência de magistrados no processo contra ele.
O Departamento de Investigações Criminais, o Deic, nega que o delegado Di Rissio exercesse qualquer influência nas operações.

Serestas e Seresteiros

De novo e sempre a magia da música

No próximo dia 29 de julho, sábado, acontecerá a nova edição do programa 'Serestas e Seresteiros', como ocorre tradicionalmente no último sábado de cada mês, das 20 às 22 horas, no auditório da Fundart.
O programa fica cada vez melhor, pois está sempre garimpando talentos no cenário musical ubatubense, como o Grupo Canoá, feliz união de amigos que gosta muito de cantar e se dedica a pesquisar músicas de todos os gêneros e épocas, desde que bonitas e significativas, representativas do apurado gosto musical de seus participantes.
Por conta dessa escolha de repertório, o Grupo Canoá já começa a receber convites das cidades próximas, representando Ubatuba, por exemplo, no Festival de Inverno da região: no dia 21, última sexta-feira, o Canoá cantou em São Sebastião e nesta próxima, dia 28, cantará em Caraguatatuba.
Além disso, o 'Serestas' está efetivando com muito sucesso seu projeto 'Escolas em Serestas", que em sua edição de junho contou com a participação da Escola Municipal Professora Maria Josefina Giglio Silva, com dois primorosos trabalhos - canto coral, da Professora Vera Tango; e grupo de canto e percussão, coordenado por Aguinaldo - por meio dos quais as crianças cantaram Heitor Villa-Lobos e Ferreira Gullar, parte da história ubatubense, e uma lenda dos índios Suruí de Rondônia.
Tudo isso, a 'canja' dos amigos e mais a bela ambientação de Helena Ottoni Tracchi e seus artesãos constroem a magia de nossa música.
Então fica combinado: no próximo dia 29 de julho, sábado, das 20 às 22 horas, no Casarão da Fundart. Não perca, você vai se encantar!

Fonte: tangoloureiro tangoloureiro@ig.com.br

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 25 / 07 / 2006

Prefeito inaugura Praça Tereza de Souza Cesar com grande festa no Perequê-Açu
Estudantes ubatubenses voltam de passeio ao interior do Estado
Prefeito entrega livros na Biblioteca Municipal de Ubatuba
Cultura realiza sua conferência para o Plano Diretor em Ubatuba
Itamambuca vê mais um show de surfe
Fim de semana com bons resultados para Ubatuba nos Jogos Regionais
Ubatuba será sede dos Jogos Regionais de 2007

Leia aqui

Jogos regionais 2007

Prezados amigos,

É com tremenda alegria que venho através deste meio de comunicação informar que estive nos jogos Regionais de Lorena neste final de semana, junto com a equipe de Ubatuba e dizer que tivemos a felicidade de sermos escolhidos para sediar os jogos Regionais de 2007. Com isso fortaleceremos os nossos esportistas e deixaremos um patrimônio em termos de infra-estrutura esportiva, que certamente fomentará o esporte em nosso município Alem do mais, ocorrera fortalecimento do comercio local. Vamos montar uma grande corrente em busca de apoio aos nossos esportistas para que em 2007, em nossa casa, façamos o melhor. Garra e competência nossos esportistas têm de sobra. Um forte abraço.

Charles Medeiros

Manchetes do dia

Terça-feira, 25 / 07 / 2006

Folha de São Paulo: “CPI diz ter provas contra 80% dos investigados”
O Globo: “Rio aprovou em seis anos 215 leis inconstitucionais”
O Estado de São Paulo: “Condoleezza vai ao Líbano, propõe cessar-fogo e ouve não”
Jornal do Brasil: “Fugindo do inferno”

segunda-feira, julho 24, 2006

Socorro!

Prefeito de São Sebastião vai comprar carro blindado com dinheiro público

FÁBIO AMATO da Agência Folha, em São José dos Campos
O prefeito de São Sebastião (214 km de São Paulo), Juan Pons Garcia (PPS), anunciou nesta segunda-feira que vai usar dinheiro público para comprar um carro blindado e contratar uma empresa de segurança para proteção dele e dos familiares.
Na semana passada, Garcia, a mulher dele e três filhos do casal foram vítimas de um atentado. O carro em que estavam foi atingido por nove tiros disparados por um homem encapuzado. Ninguém ficou ferido. O prefeito disse acreditar que o atentado teve motivação política.
Leia mais

Por essa ninguém esperava...

Capitão do tetra, Dunga é novo técnico da seleção brasileira

da Folha Online
O ex-jogador Dunga é o novo técnico da seleção brasileira de futebol. O anúncio foi feito nesta segunda-feira, após reunião com Ricardo Teixeira, presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), na sede da entidade.
Sem qualquer experiência como treinador, o capitão da campanha do tetracampeonato em 1994, marca o início de uma fase de renovação no comando da equipe.
Leia mais

Oriente Médio

Notícias da Associação Comercial

ACIU oferece curso “Gerenciando o fluxo de caixa com eficiência”

O curso foi realizado no ano passado e devido à grande procura, a ACIU o traz novamente

O próximo curso a ser ministrado na ACIU será “Gerenciando o fluxo de caixa com eficiência”.
O curso se deve à uma parceria entre ACIU e Sebrae e será ministrado na sede da entidade, dos dias 21 à 25 de agosto (de segunda à sexta-feira), no horário das 18h00 às 22h00.
Organizar os documentos para controle do caixa, apurar os saldos de caixa, controlar o "contas a receber" e o "contas a pagar", projetar o fluxo de caixa e planejar a utilização do dinheiro da empresa são os temas que serão abordados no curso.

Podem participar todas as pessoas acima de 16 anos interessadas no assunto e o valor do investimento é de R$ 55,00.
Os interessados podem fazer a inscrição no balcão de atendimento da ACIU, ou entrar em contato com a Assessoria de Comunicação e falar com Cristiane. Tel: 3832.1449. Vagas limitadas.

Fonte: Cristiane Zarpelão - Comunicação ACIU

Opinião

Questão de Gosto?

Ronaldo Dias
Olhando tanto do mar para terra, quanto da terra para o mar, a arquitetura do prédio da Colônia de Férias, da riquíssima, Associação dos funcionários públicos do Estado de São Paulo, pode-se afirmar que ali estão construindo um monumento a insensatez arquitetônica. Uma intervenção, lamentável, que desnecessariamente desfigura a paisagem. Uma verdadeira agressão ambiental em um município tão tutelado por preservadores de carteirinha oficial. Onde estarão eles neste momento? O que pretendem, a partir de então, proibir? Para estes atores, que estão escrevendo nossa história, “pintando” nossa paisagem sugiro bustos, em praças públicas, comas respectivas placas alusivas a seus (des) feitos, para que sejam lembrados e, julgados pela história. Quem sabe assim, tornem-se mais comedidos em seus desastrosos e lastimáveis projetos? Questão de gosto? Se assim for, desde já, minhas desculpas, porque “gosto não se discute”.

Alerta à população

Incidência fora da normalidade

Baseado nos atendimentos à portadores de câncer realizados pelo Projeto conVIVENDO neste último mês, verificamos que por algum motivo o qual estamos pesquisando, há uma grande incidência de casos de câncer de garganta, esôfago, estômago e intestino em pessoas residentes na região do Sertão da Quina e Maranduba. Como câncer de esôfago e estômago raramente se apresentam em pessoas com idade inferior a 50 anos, (salvo em casos específicos como trabalhadores de carvoaria, por exemplo.) solicitamos à CETESB análise detalhada da água consumida por moradores da região, água esta de captação particular, que não faz parte da rede de captação da SABESP, solicitação esta feita por meio de ofício protocolado no dia 05 de julho de 2006 sob o n° 4453/06, o qual até no dia de hoje não obtivemos sequer qualquer resposta. É sabido que os possíveis agentes causadores são:
MERCÚRIO (utilizado geralmente em garimpos e encontrado também em baterias descarregadas).Outro fator à ser considerado é a presença da bactéria denominada HELICOBACTER PYLORI que é a responsável pela gastrite cônica difusa, que pode evoluir.
Infelizmente dependemos da CETESB para que possamos dar prosseguimento às nossas pesquisas e posteriormente tomarmos as providências cabíveis. Acreditamos que neste caso, a Vigilância Sanitária poderia nos auxiliar fazendo uma coleta e mandando para análise , já que a CETESB órgão responsável até o momento não demonstrou interesse em tomar as providências necessárias.
Nos colocamos a disposição da população e a quem interesse o assunto, no endereço : Rua Conceição, 949, centro ( próximo ao Colégio Deolindo), fone 3833 7073 (recados).


Nélia Cristina de Carvalho

Projeto conVIVENDO

Manchetes do dia

Segunda-feira, 24 / 07 / 2006

Folha de São Paulo: “Lula culpa sistema pela corrupção”
O Globo: “Delegados suspeitos de manipular 400 inquéritos”
O Estado de São Paulo: “Plano de Lula para segurança fica só no papel”
Jornal do Brasil: “Escândalo envolve o PT”

domingo, julho 23, 2006

Ficção nada científica

Sonho de uma noite de inverno

Na noite do último sábado acabei dormindo na frente da televisão. Acordei tonto no meio da madrugada, fazia frio. Olhei as horas, duas e quarenta e cinco. Fui beber água. Quando voltei para desligar a TV estava começando um filme. Não vi o título, mas as cenas que se desenrolavam prenderam a minha atenção. Imagens violentas, dois rapazes e uma garota espancando um casal. O sangue jorrava sobre a cama, em certo instante voaram pedaços brancos de miolos. Imaginei ser coisa de Quentin Tarantino, uma nova versão de Pulp Fiction. Terminado o ataque os jovens saíram de cena, deixando o casal estático em meio a um mar de sangue. Depois de um corte brusco surgiu em cena um executivo trabalhando em uma sala luxuosa. Era um flash back, entendi logo a intenção do diretor, estava começando a história. O homem aparentava quarenta e cinco anos, era branco, alto e de olhos azuis. Sobre a mesa uma placa identificadora. Albert Udet, engenheiro civil. Udet, o mesmo nome do ás da aviação alemã da primeira guerra mundial. Com o desenrolar da película detalhes mostraram que o engenheiro era mais do que um técnico. Era arrecadador de fundos de um partido político que tinha como símbolo uma ave colorida. Como diretor de empresa estatal o engenheiro tinha meios de manipular concorrências e assim conseguir numerário para as campanhas de seus companheiros. Sua esposa, Marta Dora, era uma renomada psicanalista. O casal aparentava prosperidade, na verdade muito além do que seria possível com os salários que recebia. Moravam em uma casa grande e de mau gosto e tinham vários automóveis. Também tinham dois filhos, um garoto de quinze anos, André e uma garota de dezenove, Andréia, estudante de direito. A vida seguia seu curso até que o engenheiro Udet precisou abrir uma conta na Suíça para guardar dinheiro do partido. Ele o fez em seu nome e em nome da filha, que recebeu uma senha. Ela não tinha idéia de quanto era, imaginava ser uma pequena poupança para viagens. Andréa namorava Sérgio Barrinhos, garoto de classe média baixa, que vivia da venda de modelos de navios que fazia em seu quarto. Sérgio tinha um irmão mais velho, Alípio, também sem profissão definida, que vivia de bicos. Os pais de Andréia não aprovavam o relacionamento o que resultava em brigas e ressentimentos. Certo dia, após um diálogo ríspido com o pai, Andréia foi para o quarto levando um livro que encontrou sobre a mesa do escritório. Dentro dele, à guisa de marcador de páginas, havia um extrato com a quantia de cem milhões de dólares. Depositada na Suíça em seu nome e no de seu pai. Ela entendeu que a "poupança" era dinheiro ilegal, só poderia ser, eles jamais sonharam com valores tão altos. Na mesma noite ela contou ao namorado que a instigou a pedir uma parte, assim eles teriam como viver sem problemas, felizes para sempre. Ela pensou sobre a proposta e concordou. Os diálogos subseqüentes entre pai e filha foram terríveis, o pai temendo ser descoberto alterou a senha da conta. Fez isso na sexta-feira, na semana seguinte informaria ao partido e o dinheiro seria transferido. Ele já não era um porto seguro, sua filha sabia, outros acabariam sabendo. Naquela noite de sexta-feira houve uma terrivel discussão entre pai e filha. Ele terminou por esbofeteá-la na frente da mãe e do irmão. Corte rápido. Voltamos à cena macabra em que os irmãos Barrinhos e Andréia matam o casal. Aconteceu no sábado. A polícia não demorou em descobrir os autores do crime, que foram presos e depois de muitas idas e vindas condenados. A garota teve todo o tipo de assistência de amigos do pai, afinal de contas ela sabia a senha. Isto é, todos pensavam que ela sabia, até ela. O que ninguém desconfiava é que Udet a trocara na véspera da morte. Os três assassinos foram condenados. Sairiam em dez anos, tempo suficiente para combinar seis letras e três números e encontrar a chave dos cem milhões de dólares. Enquanto a tela escurecia para o tradicional the end, tive de me beliscar para saber se estava acordado ou era um sonho. Logo me dei conta da verdade, era um filme. Qualquer semelhança com a vida real não passava de coincidência.

Sidney Borges

Crônica

Espécies Exóticas

Ronaldo Dias
Naquele tempo, viviam felizes naquilo que eram. Habitavam um dos lugares mais lindos do planeta. Ali, nada lhes faltava. Água, frutas, de vez em quando uma paca ou um gambá, mandioca, feijão, milho e, muito, muito peixe. Para que mais? Felizes, enquanto os séculos sedimentavam seus costumes, crenças, mitos e, religiosidades. O biótipo era marcado pelos raios do sol e pelas remadas vigorosas na canoa. A população tinha crescimento vegetativo, quase imperceptível, para as inexistentes estatísticas demográficas. Isolados, sem acesso, de difícil contato com o mundo externo, mantinham-se senhores de suas vidas e, de seus desejos. Um modelo de vida de explícita sustentabilidade, ao som afinado dos sabiás, decorado com o colorido alegre dos tiés e das saíras. Do paredão da Espia, vigiavam a aproximação dos cardumes de carapaus e de tainhas. Com esta forma de vida, revidavam, quase comemorando, o esquecimento e, o abandono total de quaisquer governos, ou, de qualquer outra interferência externa, mesmo daquelas transvertidas, como sempre, das “melhores das intenções”. Pela estrada do progresso, vieram inúmeras espécies exóticas e, suas respectivas interferências alteraram, profundamente, aquele balanceado equilíbrio. Unindo-se a caravana dos exóticos, os “bem feitores” da vida alheia, em suas ongs, vieram com a pretensão convicta de ensinar-lhes (imaginem) (ao contrário de aprenderem com eles) como deveriam viver. Daí para chegar onde estamos, foi um pulo. Um “pulico” de nada. Não mais do que duas gerações.
Quando cheguei, procurei adaptar-me ao meio, aos usos e costumes. O tempo, os filhos, depois os netos, incumbiram-se de pintar em toda a minha alma, as tonalidades caiçaras. Algumas espécies exóticas, mesmo com o tempo, não se comportam com o respeito peculiar de quem chega. Não se adaptam ao meio. São insolúveis! São na verdade, simplesmente, espécies invasoras.

Modernidade

Um dinossauro com idéias que mudaram para continuar iguais

Bruno Maranhão, líder do MLST, já gostou de Guevara, Fidel e Lenin, mas hoje está mudado. Prefere Hugo Chávez

Paulo Moreira Leite no Estadão
A vida não pára de pregar peças no engenheiro Bruno Maranhão, de 66 anos, filho de usineiros "por parte de pai e de mãe, pois cada família tinha a sua usina". Guerrilheiro urbano sob o regime militar, ele participou de um assalto a banco, mas nunca foi preso - chegou a ser detido e torturado durante algumas horas, sendo liberado pouco depois. Três décadas mais tarde, quando o Planalto é ocupado por Luiz Inácio Lula da Silva, aliado político de mais de duas décadas e amigo tão próximo que muitas vezes chegou a ficar hospedado em sua casa no Recife, ele passou 38 dias trancafiado numa prisão de Brasília. Foi algemado e preso pela Polícia Legislativa, que cumpre ordens do presidente da Câmara, Aldo Rebelo, deputado do PC do B, partido que, na mesma época em que ele vivia na clandestinidade, protagonizou a guerrilha do Araguaia.

Leia mais

Varig, Varig, Varig...

Voar é para poucos

A confusão nos céus criada pela novela Varig está beneficiando empresas e prejudicando consumidores. Como exemplo podemos citar o preço da passagem para Paris. Custa a bagatela de US$ 3.477 (R$ 7.632), na classe econômica da TAM. Em tempos normais essa mesma passagem custou US$ 600,00 na British Airways. Moribunda, a Varig cortou dois mil lugares por dia. A procura aumentou, a oferta diminuiu, os preços dispararam. Bingo. Em 1965 o governo militar liquidou a Panair e deu as linhas para a Varig sem que os passageiros percebessem. Foi tudo planejado para ter pouco impacto na opinião pública. O fim da Panair, ação nebulosa, não intimidou o governo do “presidente” Castelo Branco. Ditadores não temem o povo, não têm de enfrentar eleições. A novela Varig acabou se transformando em um problema para todos, de credores a passageiros. Com o agravante do desemprego de oito mil em breve. A empresa deve quatro bilhões de dólares. Eu sei quem vai pagar. O povo brasileiro.

Sidney Borges

Células cancerosas

Crime e castigo

A sociedade pode ser pensada como um organismo multicelular, cuja vida depende da saúde de cada uma das células, indivíduos pensantes e com livre arbítrio. Para os seres vivos, o comprometimento da parte pode levar à aniquilação do todo. Basta que uma única célula comece a crescer desordenadamente, a se reproduzir transmitindo a metamorfose e logo o conjunto desaparecerá. A medicina ainda não encontrou outro meio de cura que não a extirpação da anomalia. Muitos métodos podem ser usados, químicos, físicos ou cirúrgicos. A sobrevida depende de ação rápida e radical. Na sociedade, assim como nos organismos, há indivíduos que fogem à normalidade, mudam as regras, nadam contra a corrente. Não se mata pai e mãe. Não há justificativa para tal ato. Quem incorre na barbárie não merece perdão. Susane e os irmãos Cravinhos foram justamente condenados. Proferida a sentença, vão enfrentar a realidade. A indiferença. Ninguém mais vai querer saber deles. Os irmãos terão a solidariedade dos pais. Susane não. Ela não tem pais. Ajudou a matá-los.

Sidney Borges

Manchetes do dia

Domingo, 23 / 07 / 2006

Folha de São Paulo: “Maioria é a favor da adoção de cota racial”
O Globo: “Criação de universidades vira moeda eleitoral de políticos”
O Estado de São Paulo: “Israel destrói torres de TV e cruza fronteira do Líbano”
Jornal do Brasil: “Baía engole R$ 4 bilhões”
 
Free counter and web stats