sábado, julho 01, 2006

Timeco

Perguntinha

Tudo bem, o Zidane jogou um bolão, mas há uma perguntinha que não posso deixar de fazer uma vez que que as múmias da crônica esportiva só sabem falar da boa atuação do veterano craque. Como deixaram Henry fazer o gol sozinho? A bola cruzou toda a defesa brasileira e não tinha ninguém no segundo pau, isto é tinha, outro francês. Onde diabos estava o Roberto Carlos, o lateral menos eficiente da Copa, ao lado de Cafu?

Sidney Borges

O plantão do Ubatuba Víbora informa:



Tchau Copa

Acabou um ciclo. Perdemos da França mais uma vez. Está na hora de aposentar Cafu e Roberto Carlos, este uma peça absolutamente inútil, só serve para dar chutões. Parreira também já cumpriu o seu papel, deve ser substituído. Perdeu, dançou. Agora não adianta chorar ou lamentar, futebol é assim mesmo, se fazemos mais gols ganhamos, mas se o adversário fizer mais, perdemos. À equipe do Ubatuba Víbora só resta colocar a canoa “viboralonga” na água e remar de volta para Ubatuba.

Segrob Yendis

Avança Brasil

Editorial

Candidato ou não?

Faltando pouco mais de meia hora para o início do jogo contra a França, começam as bombas e o sofrimento do meu cachorro, que detesta bombas. Na Folha de hoje o deputado-jornalista Fernando Gabeira aborda o tema. Neste mês o Ubatuba Víbora faz aniversário, completa dois anos no dia 31. Vamos fazer uma grande festa, eu a Susan e o Brasil, os três componentes da redação. Serviremos coca light e biscoitos diet, precisamos ficar em forma, brigadeiros nem pensar. Mas, voltando a falar de bombas, quem não se lembra das queimas de fogos da campanha eleitoral? Exatamente na época das aves nidificarem. Com as explosões os ninhos eram abandonados e os filhotes morriam, sem que isso revertesse em benefício dos fogueteiros. Ontem terminou o prazo para que os partidos fizessem suas convenções e decidissem pelos nomes que irão disputar as eleições deste ano. Há uma grande curiosidade em relação a um político sobejamente conhecido em Ubatuba, que afirmou até o último momento que seria candidato. Como ele esteve impedido judicialmente, vamos examinar as listas dos partidos e tirar a dúvida de vez. Teria o ex-prefeito Paulo Ramos revertido a sentença que o tornou inelegível por cinco anos? Na próxima semana saberemos a resposta. Se isso aconteceu ele será um candidato com boas possibilidades, sua popularidade ainda é grande por aqui, eu diria até que ultimamente está aumentando.

Sidney Borges

Manchetes do dia

Sábado, 01 / 07 / 2006

Folha de São Paulo: "Ou vai ou racha"
O Globo: "Argentina cai. O Brasil é o continente hoje"
O Estado de São Paulo: "A Seleção em busca do erro zero"
Jornal do Brasil: "É com você, Ronaldo!"

Jogos de hoje, dia 01 / 07

12h
Inglaterra x Portugal
Gelsenkirchen


16h
Brasil x França
Frankfurt

sexta-feira, junho 30, 2006

Alemanha 1 x Futebol 0



Faltou brilho

A Alemanha passou para as semifinais nos pênaltis, eliminando a Argentina. Esse é o perverso encanto do futebol, nunca dá para saber o que vai acontecer no final. O melhor nem sempre vence. A Argentina mostrou mais futebol e terminou derrotada, perdeu para a fatalidade. A Alemanha jogou um futebolzinho sem graça, burocrático, que não agradou e mesmo assim deverá chegar à final, para gáudio da Fifa. Perde o futebol ao apresentar um vencedor tão medíocre.

Sidney Borges

Reunião na Câmara Municipal

Pescadores fazem reivindicações

O vereador Jairo dos Santos participou de uma reunião na Câmara Municipal de Ubatuba no último dia 26/06, onde estiveram presentes o Gerente Regional da SEAP, o Sr. Ilton dos Santos, a chefe do escritório regional da SEAP, a Sra. Leinad Ayer, a Secretária Municipal de Abastecimento, Agricultura e Pesca, a Sra. Valéria Gelli, o Presidente da Colônia Z-10 de Ubatuba, o Sr. Cláudio dos Santos (Kaká), o representante da Federação da Pesca, o Sr. Okida, a deputada federal, Mariângela Duarte, a deputada estadual, Ana do Carmo, a representante do IBAMA, a Sra. Maria Cristina, o tenente da Policia Ambiental, o Sr. Fogaça, os vereadores Claudinho Gulli e Charles Medeiros e cerca de 120 pescadores. O Sr. Cláudio dos Santos, presidente da Colônia Z-10 de Ubatuba, cobrou agilização da liberação da licença do camarão aos pescadores já cadastrados e também na agilização da autorização para construção do estaleiro na Ilha dos Pescadores. O vereador Jairo dos Santos solicitou construções de câmaras frigoríficas para os bairros do Camburí, Picinguaba e Maranduba, além de reforma do cais do porto do bairro do Itagua.
Fonte: Assessoria Jairo dos Santos

Ponto de inflexão

Cai pela metade vantagem de Lula sobre Alckmin

Caiu de 19 pontos percentuais para 8 a vantagem de Lula sobre Geraldo Alckmin na simulação de segundo turno feita pelo Instituto Vox Populi.
Três semanas separam a pesquisa anterior da mais nova a ser publicada neste fim de semana pela revista Carta Capital.
Na simulação do primeiro turno, em cenário sem a candidatura de Enéas, do Prona, a vantagem de Lula sobre Alckmin também caiu pela metade.
Era de 26 pontos percentuais (Lula, 49%; Alckmin, 23%). Agora é de 13 pontos percentuais (Lula, 45%; Alckmin, 32%).
Na pesquisa espontânea, onde se pergunta ao entrevistado em qual candidato ele votaria se a eleição fosse hoje, Lula manteve o que tinha antes - 35% das intenções de voto. Alckmin cresceu de 12% para 17%.
Há um dado na pesquisa que deve preocupar Lula: por larga maioria, os eleitores de outros candidatos no primeiro turno dizem que votarão em Alckmin em um eventual segundo turno.

Fonte: Noblat

Começou a luta pelos votos...

A eleição se aproxima

Junho chega ao fim. Na Internet foi o mês mais fraco do ano. Segundo a LocaWeb, empresa que hospeda mais de 50 mil sites, a queda nos acessos chegou a 80%. O Ubatuba Víbora também sofreu, tivemos muitos feriados e pontos facultativos. Os leitores fazem bem em ir à praia em vez de ficar lendo notícias no computador. Em julho tudo volta ao normal. Em agosto e setembro a coisa vai esquentar com a proximidade das eleições. Anteontem encontrei o ex-prefeito de Taubaté, Mário Ortiz, (na foto) no Batatinha. Ele é candidato a deputado federal pelo PFL e está colhendo votos em Ubatuba, onde tem uma casa de veraneio. Na última vez em que foi candidato, Mário teve quase 60 mil votos, mil e duzentos deles em Ubatuba. Ainda assim não foi eleito. A legenda exige votação expressiva. Nesta eleição ele me disse que para sair vitorioso precisará de perto de 90 mil votos. Número respeitável. Desejo a ele boa sorte, é um político bem informado, experiente e poderá ser um bom interlocutor em Brasília para os administradores do litoral norte.

Sidney Borges

Palocci desmentido. Filme velho...

Ex-assessores incriminam Palocci no inquérito do lixo

Isabel Bordini contraria o que disse ex-ministro em sua defesa e afirma que ele participava de todas as reuniões decisivas sobre contratos em Ribeirão

Ricardo Brandt
Dois ex-assessores do ex-ministro Antonio Palocci contradizem a versão dele sobre irregularidades na limpeza pública de Ribeirão Preto. O depoimento deles foi anexado ontem no inquérito que apura a suposta formação de quadrilha para fraudar e superfaturar o contrato de varrição e limpeza na cidade, para alimentar o caixa 2 do PT.

Leia mais

Manchetes do dia

Sexta-feira, 30 / 06 / 2006

Folha de São Paulo: "Alckmin sobe; Lula vence no 1º turno"
O Globo: "Lula dá aumento pré-eleitoral de até 190% para servidores"
O Estado de São Paulo: "Cai o superávit do governo"
Valor Econômico: "Liberalização do câmbio sai, mas deve ser parcial"

Jogos de hoje, dia 30

12h
Alemanha x Argentina
Berlim


16h
Itália x Ucrânia
Hamburgo

quinta-feira, junho 29, 2006

Bom negócio...

Chinês vende "ar da Copa" direto dos estádios do Mundial

Da Folha de São Paulo
Após tentar vender lotes na lua, Li Jie, um famoso "golpista" chinês, está vendendo "ar da Copa" para os compatriotas que quiserem experimentar um pouco da emoção do Mundial.
Por 50 yuan (aproximadamente R$ 14), os chineses podem comprar um saquinho cheio de ar, que Jie alega ter sido obtido diretamente dos estádios da Copa.
Segundo Jie, o tal ar foi "embalado enquanto os trabalhadores cortavam a grama dos estádios" e por isso "você ainda pode sentir o cheiro da grama". Há ar disponível de todos os estádios da Copa.
Leia mais

Ídolos do SBT

Gabriel Chagas não se apresentará mais na Festa do São Pedro Pescador

Cristiane Zarpelão

Gabriel Chagas, semifinalista ubatubense do concurso “Ídolos do SBT” iria se apresentar com a Banda D’Jahga na Festa de São Pedro Pescador.
Segundo a administração da Fundart, o cantor cancelou a apresentação em virtude de não ter havido acerto nas negociações.


Economia que dá certo...

Brasil é o segundo mais caro na América do Sul

Luciana Rodrigues e Janaína Figueiredo
“No primeiro levantamento oficial já feito entre as diferenças no consumo das famílias e nos preços da América do Sul, o Brasil aparece como um dos países mais caros da região e onde os gastos per capita ficam abaixo da média. No ano passado, os produtos e serviços consumidos pelos brasileiros só não eram mais caros do que no Chile. Mas, entre os dez maiores países da América do Sul, o Brasil ficou em sexto lugar em termos de gastos familiares, num reflexo da extrema desigualdade de renda brasileira que exclui parte da população do mercado consumidor.
Leia mais

Mudança no governo

Ministro diz que se sentia enganado pelo presidente

‘Ele foi ético até na hora da saída, mas Lula não foi ético com ele’, reclama um amigo de Rodrigues

Expedito Filho, Vera Rosa
O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, está deixando o governo com a sensação de que foi enganado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva, segundo teria contado o próprio ministro a um de seus principais confidentes. “Nos últimos três meses, o Roberto pensou em deixar o ministério várias vezes e só não fez por que não queria pedir demissão meio a crise entre os produtores e o governo”, contou um amigo do ministro. Ele carregava um rosário de queixas e as dividiu com o presidente, durante jantar no Palácio da Alvorada, terça-feira.

Leia mais

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 29 / 06 / 2006

83ª Festa de São Pedro começa hoje à noite
Elektro faz palestra sobre economia de energia
Festa da Tainha agita Maranduba em seu primeiro fim de semana
Cresce participação popular nas reuniões do Plano Diretor Participativo
Prefeito discute construção de casas populares com a comunidade do Taquaral
Prefeitura iniciará limpeza de lotes na Ressaca, Jardim Carolina e Maranduba
Projeto “Fala Cidadão” completa um ano
Prefeitura prestigia artista que representou o município em exposição internacional
Ginástica Rítmica de Ubatuba é destaque em São José dos Campos
Campanha do Agasalho percorre Ubatuba de norte a sul
Casa do Brinquedo prepara programação para férias escolares
Ubatuba candidata-se aos Jogos Regionais de 2007
Natação de Ubatuba mantém liderança do Campeonato Paulista de Águas Abertas

Manchetes do dia

Quinta-feira, 29 / 06 / 2006

Folha de São Paulo: "Governo acelera Bolsa Família a três meses da eleição"
O Globo: "Congresso torna obrigatório pagar FGTS para domésticas"
O Estado de São Paulo: "Rodrigues sai da Agricultura para evitar pressões de Lula"
Valor: "Turbulências e fuga ao risco paralisam captação externa"
Jornal do Brasil: "Campo entra em alerta"

quarta-feira, junho 28, 2006

Mudança no governo

Ministro da Agricultura pede demissão do governo Lula

O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, pediu demissão do cargo, segundo informou hoje o líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR). A informação já foi confirmada pelo Ministério da Agricultura.
Rodrigues justificou, de acordo com Jucá, problemas de saúde de sua mulher para deixar o governo Luiz Inácio Lula da Silva, mas deputados da bancada ruralista argumentam que o ministro estava desgastado no governo e deveria sair para se preservar.

Leia mais

Notícias da Associação Comercial

ACIU conscientiza empresários de Ubatuba

Empresário, não coloque seus produtos na calçada

A Associação Comercial de Ubatuba tem recebido várias reclamações de consumidores em geral e de empresas associadas devido ao fato de alguns comércios exporem seus produtos nas calçadas.
Segundo o presidente da ACIU, Ahmad Khalil Barakat, o objetivo é a democratização do espaço público no centro da cidade. “Sabemos que nossas calçadas são estreitas, se colocarmos produtos de nossos estabelecimentos nessas áreas, além de atrapalharmos o trânsito de pedestres, enfeiar a cidade, também poderemos causar um mal-estar com os demais empresários, pois se um pode, todos os outros se sentem no mesmo direito”, acredita o presidente da ACIU.
“O que está acontecendo é que as empresas estão tomando todo o espaço das calçadas. Alguns deles acabam desrespeitando e até “escondendo” o negócio do vizinho com tanta publicidade. E ainda colocam em risco a vida das pessoas, pois existem itens que se cair na cabeça de um, machuca feio”, afirmou um empresário que preferiu não se identificar.
Por este motivo, Ahmad solicita aos empresários da cidade, filiados ou não à ACIU, que se conscientizem e não exponham mais seus produtos nas calçadas. “Vamos ter bom senso e cuidar para que nossa cidade não fique com cara de 25 de março. Sabemos que a fiscalização da Prefeitura não consegue dar conta, pois são apenas 6 fiscais para Ubatuba inteiro”.
Contamos com a compreensão de todos. Moradores, empresários e turistas agradecem.

Fonte: Cristiane Zarpelão - Comunicação ACIU

Educação

Fatec Pública para o Litoral Norte em discussão

Reuniram-se no último dia 20, na Câmara Municipal de Ubatuba, o vereador Charles Medeiros, vereador de Ilha Bela Jorge Roberto Campos- o Beto, Kleyton Magalhães líder de comunidade jovem de Ilhabela e o radialista Luiz Serpa da Rádio Costa Azul. Foram discutidas ações para pleitear junto ao Governo do Estado a implantação de uma Fatec Pública no Litoral Norte. O vereador Beto e Kleyton Magalhães vem se reunindo com lideranças no litoral e discutindo formas de trabalhos para o solicitado.
O litoral Norte possui cerca de 250 mil habitantes e a região necessita de um ensino técnico e superior específico e segundo Magalhães, nos últimos dez anos, numa pesquisa realizada pelo MEC, os cursos de tecnologia cresceram em quase 600%. O Litoral Norte possui boas instituições de ensino, mas é carente ainda de uma Fatec Pública, conclui. Uma das ações é recolher assinaturas para serem entregue as autoridades competentes. O gabinete do vereador Charles Medeiros está a disposição para o recolhimento das assinaturas. O vereador Charles Medeiros destaca a importância da solicitação, já que desde de seu primeiro mandato tem se preocupado com a qualificação e requalificação dos cidadãos, e segundo ele, sempre existiu a necessidade real de trabalhar a melhoria e qualificação profissional de nossos munícipes, principalmente agora com a instalação da base de gás no Litoral Norte, a necessidade se torna ainda maior. “Esperamos a compreensão das comunidades do Litoral Norte e contamos com união de forças para realizar esta tão importante obra”. Afirma Charles Medeiros.

Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Projeto Biota-Fapesp

Ubatuba é alvo de pesquisas

A famosa Ubatuba é internacionalmente conhecida pela beleza de suas praias e cachoeiras, por sua importância histórica, por seus campeonatos de surfe e nas últimas décadas por oferecer um vasto campo de estudo para pesquisadores.
Por ser uma cidade litorânea e devido a sua proximidade com a Serra do Mar, nossa cidade tornou-se o laboratório permanente de muitos cientistas, que interessados na biodiversidade de nossa fauna e flora, submetem vários projetos a agências de fomento para que estas possam subsidiar seus respectivos trabalhos.
O Projeto Biota-Fapesp, é o projeto mais integrador, pois reúne diversos pesquisadores e muitas universidades, com o propósito de fornecer dados científicos sobre a caracterização, conservação e uso sustentável da biodiversidade do Estado de São Paulo.
Como projeto integrante do Biota-Fapesp está o “Levantamento fisionômico das comunidades bentônicas de substrato consolidado do litoral”, coordenado pelo professor Dr. Flávio Berchez do Instituto de Biociências da USP. Em seu projeto, é proposta uma nova metodologia de estudo da ecologia de costões rochosos (conhecida aqui por costeira). Através da análise de imagens, já foram desvendados quatro quilômetros da costa brasileira. E grande parte do litoral do Parque Estadual da Ilha Anchieta já foi estudada pela equipe. Além de fazer ciência, o grupo mantém na ilha o Projeto Trilha Subaquática, que oferece atividades de educação ambiental no próprio ambiente marinho.
Outro caiçara por pesquisa é o professor Dr. Adilson Fransozo, coordenador do Núcleo de Estudos em Biologia, Ecologia e Cultivo de Crustáceos do Instituto de Biociências da UNESP de Botucatu, que publicou no ano passado um artigo científico sobre a composição e abundância dos caranguejos nas regiões de Ubatuba e Caraguatatuba. Segundo o estudo, na região de Ubatuba foram encontrado um total de 33 espécies e o estudo pode servir de base para futuros monitoramentos ambientais na região e para mecanismos de conservação e manutenção da biodiversidade do litoral norte paulista.
Além desses projetos, muitos outros estão em andamento, e instituições de nossa cidade, como o Instituto de Pesca, Projeto Tamar, Aquário de Ubatuba, entre outras, também realizam atividades de pesquisa. No entanto, quando se faz uma busca pela Scielo (uma biblioteca eletrônica que abrange uma coleção de artigos científicos brasileiros) de trabalhos relacionados com Ubatuba, encontramos um total de 42 publicações, um número razoavelmente grande para a quantidade circulante de revistas científicas nacionais, porém minúsculo perante o potencial natural que nossa terra oferece.


Camilo de Lellis Santos
Biólogo

Pensata

Guerra no ar

Eliane Cantanhêde na Folha Online:
O Palácio do Planalto, o Ministério da Defesa e a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) achavam que estavam salvando a Varig e a pátria ao bolarem o plano de autorizar a venda da VarigLog pela tal Volo do Brasil, abrindo caminho para que as duas empresas juntas se habilitassem a comprar a Varig operacional (o que resta de bom da grande empresa). Mas, em vez de salvar alguma coisa, podem ter se metido numa zona de grande turbulência.A decisão de aprovar que a Volo comprasse a VarigLog (transporte de carga) num dia e disputasse a compra do resto da Varig no outro foi a toque de caixa, questão de dias, apesar de o processo ter se arrastado desde o ano passado. Era tão complicado que durava meses. Virou tão fácil que, literalmente de um dia para outro (de 22 para 23 de junho), produziram-se os pareceres e aprovou-se a decisão na Anac.
Leia mais

Do PT queremos distância...

Lula sem o PSB

Por Ilmar Franco em O Globo:
“O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não poderá mesmo contar com o PSB para ter mais tempo na propaganda eleitoral na TV. O partido decidiu cancelar sua convenção nacional prevista para hoje e desta forma torna irreversível a decisão anterior de não fazer coligação formal para apoiar a reeleição de Lula. Com a decisão, Lula deixa de ter um minuto e 50 segundos a mais na propaganda eleitoral no rádio e na televisão, que se iniciará em 15 de agosto. O presidente terá cerca de seis minutos diários de propaganda, aproximadamente três minutos a menos que o tempo do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin. O presidente do PT, deputado Ricardo Berzoini (SP), informou que diante dessa decisão os socialistas não vão participar da coordenação da campanha pela reeleição do presidente Lula. ‘Não vamos colocar em risco a sobrevivência do PSB. Ainda mais diante do esforço zero do PT para resolver nossos problemas políticos e eleitorais. O nosso partido, com uma bancada de 50 deputados, será mais importante no ano que vem do que o tempo de TV na campanha’, disse o vice-líder do governo Lula, deputado Beto Albuquerque (PSB-RS)."
Leia mais

Estado carcomido...

PCC decide ir à guerra

Por Marcelo Godoy:
“O Primeiro Comando da Capital (PCC) está se preparando para a guerra. Vai aumentar seu caixa, comprar cestas básicas no atacado que serão distribuídas às famílias dos mortos e está fazendo um cadastro de todos seus integrantes em liberdade. O comando da facção quer ainda saber quais são chefes das quadrilhas e dos pontos-de venda de drogas sob o controle da organização. Por fim, o PCC já encontrou uma solução para enfrentar a falta de telefones celulares: contratar advogados que servirão para 'manter a disciplina e a comunicação'. Todos esses dados foram obtidos pela inteligência da Polícia Civil. Um delegado que investiga o grupo comparou o recenseamento feito pelo grupo com uma convocação de reservistas pelos exércitos em guerra. A convocação do PCC para a guerra foi interceptada pela polícia às 13h33 do dia 22 de junho. Nela, um preso chamado Disciplina conversa com Viviane, mulher de BH, líder da facção. O que a polícia ainda não sabe é se a guerra se estenderá a todo o Estado ou se ficará restrita à região do ABC, pois os bandidos dessa região não se envolveram suficientemente nos ataques de maio, quando o PCC fez mais de 300 atentados no Estado, matou 42 policiais e liderou 74 rebeliões em presídios.”

Manchetes do dia

Quarta-feira, 28 / 06 / 2006

Folha de São Paulo: "Brasil vence de 3 a 0, bate recordes, mas nem Parreira gosta"
O Globo: "Sábado, a revanche"
O Estado de São Paulo: "Brasil vence fácil, mas não empolga"
Jornal do Brasil: "A hora da revanche"

terça-feira, junho 27, 2006

Indefinição

Varig cancela 66% dos vôos hoje, diz Infraero

da Folha Online, em Brasília

A Varig cancelou 66,7% dos vôos programados entre 0h e 8h desta terça-feira, segundo informações da Infraero (estatal que administra os aeroportos brasileiros).
Dos 105 vôos previstos para o período, 70 foram cancelados pela companhia. Desse total, 62 eram domésticos, 73,8% dos 84 programados para destinos no país. Entre os internacionais, 8 dos 21 programados (38,1%) foram cancelados.
Leia mais

O plantão do Ubatuba Víbora informa:



Sofrimento desnecessário

Parreira é homem inteligente e sabe quando está errado. Se quiser ganhar a Copa precisa fazer modificações no scratch canarinho, como diria Geraldo José de Almeida. Cafu, Roberto Carlos e Adriano não estão à altura dos demais. Roberto Carlos é o pior dos três. Sempre jogou mais ou menos, jamais encantou. Nunca chegou aos pés de Júnior, ou de Nilton Santos, para citar apenas dois da mesma posição. Cafu é burocrático, previsível, contra Japão e Gana, equipes sem tradição, funcionou. E contra Espanha ou França, vai continuar dando certo? Do ponto de vista cármico o universo consertou o erro de Sarriá 1982, quando numa bola espirrada Paolo Rossi fez o terceiro gol e a Itália eliminou o Brasil. Hoje a bola bateu na canela de Dida, Gana não fez o gol e não ganhou moral. Se tivesse entrado, não sei não. De qualquer forma, jogando bem ou mal estamos fazendo a nossa parte. Marcando mais gols do que os adversários. Se continuarmos assim seremos campeões, mas caso os adversários façam mais gols do que nós, então perderemos. Elementar, disse Holmes ao pacato Dr. Robledo.

Segrob Yendis

Avança Brasil

Ai, ai, ai...

Popularidade fenomenal

É bastante provável que Jesus Cristo não conseguisse 70% de aprovação em uma pesquisa global. Nunca é demais lembrar que há poucos cristãos nas regiões mais populosas do planeta. Mahatma Ghandi também não apresentaria números tão expressivos. Muito menos Churchill, que ao término da Segunda Guerra Mundial se viu derrotado nas urnas. Maradona na Argentina não passa dos 60%, muita gente não gosta dele, principalmente os torcedores do River. Segundo o que foi publicado hoje, Ubatuba tem a melhor administração do mundo, quiçá do universo. Os números não mentem. Terra de praias formosas...

Sidney Borges

Movimentação partidária

Convenção do PTB

O presidente do PTB de Ubatuba, TATO, o secretário geral, Marcio Barbosa e o delegado do partido em Ubatuba, Ivair Pinto de Moura, estiveram presentes na convenção estadual do partido para votar na homologação dos candidatos a Deputado Estadual e Federal do PTB. Na ocasião também foi oficializada a adesão do Diretório do PTB do Estado de São Paulo às campanhas de José Serra e Geraldo Alckmin, em clima de grande festa. Compareceram milhares de pessoas, entre elas o governador Cláudio Lembo. O candidato a governador José Serra, diversas autoridades e muitos artistas. O deputado estadual Campos Machado, líder do PTB em São Paulo é um dos nomes cotados para ser vice na chapa de José Serra.
Fonte: Assessoria de Comunicação do PTB de Ubatuba

Veja fotos no site do PTB de Ubatuba: www.ubatubaemnoticia.blogspot.com

Notícias da Prefeitura

Notícias do dia 27 / 06 / 2006

Prefeito dá posse a mais seis servidores estatutários
78% aprovam administração do prefeito Eduardo Cesar em Ubatuba

Manchetes do dia

Terça-feira, 27 / 06 / 2006

Folha de São Paulo: “Polícia mata 13 e diz que evitou ação do PCC”
O Globo: “Um Brasil conservador contra Gana”
O Estado de São Paulo: “Polícia surpreende PCC e mata 13 em tiroteio”
Correio Braziliense: “Duelo cheio de mandinga”
Jornal do Brasil: “A primeira decisão”
Estado de Minas: “Tudo pela vitória”

Jogos de hoje, dia 27

12h
Brasil x Gana
Dortmund


16h
Espanha x França
Hannover

segunda-feira, junho 26, 2006

Notícias da Associação Comercial

Curso do Sebrae em parceria com a ACIU

Últimas vagas: Qualidade máxima no atendimento ao cliente

Tópicos abordados no curso:


-ANALISAR SITUAÇÕES CRITICAS DE ATENDIMENTO;
-ATENDER E ENTENDER SEU CLIENTE;
-DEFINIR O PERFIL PROFISSIONAL DO ATENDENTE;
-AVALIAR O ATENDIMENTO PRESTADO AOS CLIENTES;


Dias: 03,04,05 e 06 de julho
Horário: das 18h00 às 22h00

30 vagas

Podem participar todas as pessoas acima de 16 anos interessadas no assunto.
Os interessados entrar em contato com a Assessoria de Comunicação da ACIU e falar com Cristiane, tel 3832 1449.

Fonte: Cristiane Zarpelão - Comunicação ACIU

Espaço do leitor

Usando e preservando

O crescimento, mesmo que vegetativo, das populações requer novos espaços. Óbvio. Os espaços,não se restringem apenas para moradia e sim, para todas demais atividades intersociais humanas. Assim, a preservação (legal) permanente de determinadas áreas estará sempre ligada ao crescimento das populações e suas necessidades praticadas no meio ambiente. Exclusa a paixão inerente pela "paisagem preservada" friamente, pode-se (e deve-se) concluir, que preservação de qualquer espaço, está diretamente ligada ao crescimento (e à satisfação de suas necessidades) das populações de seu entorno. Crescem as cidades, e proporcionalmente as áreas destinadas aos acessos (ruas, avenidas, estradas) ao abastecimento (água, esgotos, agricultura, pecuária e as áreas de lazer locais ou em outros possíveis destinos. Dentro deste quadro realístico e dinâmico, somado ainda as interligações entre cidades, estadas e nações, é que deveria amparar-se toda a legislação e as ações de cunho preservacionista. Se não há controle da natalidade e sem o "sagrado" direito de ir e vir, preservar o meio ambiente e cumprir ao "pé da letra" a legislação pertinente (na maioria das formas propostas) vai tornando-se, na prática, uma utopia. Se a preservação é para o Homem (digamos até do futuro) não podemos esquecer de que em muitas situações, principalmente em espaços já saturados, o futuro é hoje. Aqui em nossa cidade, onde características peculiares, provocaram situações de ocupação, dignas de estudos de comportamento humano, podemos observar inúmeras alterações ambientais em um curtíssimo espaço de tempo. A influência das necessidades de espaço de outros centros urbanos, provocaram, com a construção de novas estradas de acesso (Carvalho Pinto) e adequações as antigas (Dutra, Tamoios e Osvaldo Cruz) em um primeiro momento, provocaram uma corrida explosiva no setor imobiliário. Para atender esta super demanda de mão de obra e demais serviços tivemos uma imigração (também explosiva) de outros municípios em busca de renda para uma "uma vida melhor". Os "locais" (caiçaras) foram "perdendo" seus "espaços" e sua cultura, praticamente desapareceu. A miscigenação descaracterizou e fez desaparecer, até mesmo seu peculiar biótipo. Diante de tantas transformações e influencias externa (até mesmo, e por que não, contra vontade de muitos) o que dizer então, das alterações ambientais ocorridas? A cidade, pacata com seus poucos habitantes, não estava preparada muito menos (como muitas) dispunha (e até hoje não dispõe) de um planejamento de crescimento para atender esta demanda. O Estado (também sem planejamento) não "enxerga" essas peculiaridades e não contribui (como deveria) com a organização destas ocupações. Simplesmente continua inerte, com uma legislação ultrapassada (para as necessidades da populaçãolocal) aplicando punições (em alguns bodes expiatório) para justificar (politicamente) sua presença na preservação ambiental. A realidade bem outra. Bloqueada, muito longe de todas as vantagens da exploração racional do meio ambiente de que se tem notícias e conhecimento de outros destinos turísticos, nacionais e internacionais, vai-se degradando, em todos os sentidos, por osmose, e distanciando-se, de sua única vocação (o turismo) que contribuiria para preservar verdadeiramente (dentro de uma política realista) o seu meio ambiente. Uma projeção ilustrativa seria: O homem morrendo de fome contemplando o (preservado) palmito. Negar essa realidade é desconhecê-la. Negar a Ubatuba o destino de sua vocação, é condená-la (junto com seus habitantes) à favelização, em todas suas formas conhecidas e suas perniciosas conseqüências. Contra esta corrente, que cega, insiste por este insano e despropositado caminho, alguns obstinados (amantes deste pedaço caprichado do criador) ainda (mesmo injustamente perseguidos) lutam. Lutam (sós) esta batalha (também insana) entre a lei e a realidade. Talvez acreditem no poder da "resistência" e possam, com isso, estar contribuindo com aqueles que optaram por viver neste nosso Meio.

Ronaldo Dias

Notícias do Legislativo

Dr. Ricardo Cortes apresenta projeto que estabelece critérios para circulação de carros-fortes
Vereador Marcos Francisco pede parecer técnico para tramitação de projetos na Câmara

Leia aqui

Opinião

Vela boa com defunto ruim

Acredito que é desta forma que a municipalidade esta investindo nosso dinheiro, que é publico embora haja a discricionariedade do poder executivo, quando limpa terrenos baldios e remete a cobrança para os donos de terrenos que se não pagam a multa esta será inscrita em divida ativa para posterior execução fiscal.
A iniciativa é interessante, porém o que não é interessante é ser com dinheiro que podia comprar remédio que muito falta nos postos de saúde de nossa cidade, o que não privilegia a dignidade da pessoa humana, pois a limpeza dos terrenos podia ser terceirizada e que a cobrança e o custeio ficasse a cargo do empreiteiro que seria remunerado respeitando o binômio custo beneficio, claro que respeitando o principio da legalidade.
Tenho este pensamento pois tenho certeza que boa parte dos contribuintes de IPTU não corrigiram os dados do cadastro municipal o que irá gerar cobrança deste serviço para quem não é mais o dono, e por seguinte se a citação não ocorrer contra a pessoa certa ou no endereço correto a ação de cobrança prescreverá no tempo.
Parece “papo furado”, más é o que mais de comum tem acontecido com o executivo fiscal e nossos governantes sabem muito bem disto, são as chamadas exceções de pré-executividade.
Achei muito engraçado quando a Prefeitura anunciou convenio com a Receita Federal para descobrir o endereço dos proprietários por meio de consulta ao CPF porque não adiantaria checar o CPF do antigo dono, o cerne da questão seria criar uma foram de encontrar o novo dono.
Não sou apenas critico, confesso que tenho menos ocupação que nossos governantes, o que me faz raciocinar um pouco mais, mesmo porque minhas responsabilidades são muito menores é evidente, aqui o mérito é outro.
Para corrigir este grave problema penso que o executivo ou até o legislativo poderiam criar normas, respeitando a tripartição dos poderes, que obrigassem os Bancos, a Elektro, a Sabesp, a Telefônica, o Cartório de Registro de Imóveis, o Cartório de Notas e as imobiliárias a informar ao fisco municipal a transferência da propriedade, do domínio, do uso ou de qualquer uma das formas de posse ou propriedade sobre bem imóvel ou sobre os serviços prestados.
A titulo de esclarecimento existia um convenio no passado com o Registro de Imóveis para transferências destas informações, porém acho que na forma como era é um pouco caro para nossa Prefeitura o que ensejaria alguns estudos para baratear e condicionar estas informações, pois sabemos que é principio de direito administrativo a primazia do interesse publico sobre o interesse privado.
Falta na Prefeitura um sistema de informações completo, pois quando se gera a guia de ITBI não é informado ao Cadastro Municipal que tal operação ocorreu e se porventura o novo proprietário não der as caras ninguém saberá o novo dono.
Falta coerência da Prefeitura, não do Prefeito, pois este não pode saber de tudo, embora seja presunção e prerrogativa da função, o STM é competentíssimo quando busca ISS, porém este tributo é irrisório perto do IPTU, então penso que a seriedade que a fiscalização ambulante exerce deveria ser a mesma por parte do STI.
Penso que os bancos são os grandes vilões da nossa atualidade, pois boa parte de nossas economias já tem dono quando recebemos nossos ordenados, e vejo que não há o mesmo rigor em tributar bancos como se tributam vendedores de coxinha na praia.
Não é só de obra que uma cidade necessita é de pessoas com saúde e qualidade de vida, a titulo de ilustração viajo diariamente a Caraguatatuba e convivo com moradores que já me relataram que o que ocorreu lá foi uma maquiagem que tentou escondeu os problemas da periferia, não vamos cometer o mesmo erro.


Cesar Prates
Um sonhador

Manchetes do dia

Segunda-feira, 26 / 06 / 2006

Folha de São Paulo: “FHC diz que Lula ganha em 'corrupção'”
O Globo: “Rio aumenta em 65% os gastos com terceirização”
O Estado de São Paulo: “FHC: Lula é bom de garganta e apenas ganha em corrupção”
Correio Braziliense: “DF, Goiás e Minas fazem pacto para tratar doentes”
Jornal do Brasil: “Itamaraty - Ex-espião será diplomata na África”

Valor Econômico: “Fundos 'private' abrem um novo ciclo de investimentos"

Jogos de hoje, dia 26

12h
Itália x Austrália
Kaiserslautern


16h
Suíça x Ucrânia
Colônia

domingo, junho 25, 2006

Felipão nasceu virado pra Lua



Portugal no seleto grupo dos oito

Portugal passou para a próxima fase num jogo emocionante e faltoso. Ganhou da Holanda pelo placar de um a zero. O juiz começou mal. Logo no início um zagueiro holandês deu uma entrada violenta no atacante Cristiano Ronaldo, que ficou lesionado e teve de ser substituído. O juiz deveria ter dado cartão vermelho, preferiu o amarelo e deixou que as coisas descambassem. Quatro expulsões, duas de cada lado, tiraram um pouco do brilho da partida. O jogo acabou por evidenciar que há uma sutil diferença entre equipes de ponta e intermediárias. Os ungidos pelos deuses - Brasil e Argentina, por exemplo, têm a capacidade de dar ao público o que ele quer, sabem fazer gols. Já jogos de mortais, como os de hoje, Inglaterra versus Equador e Portugal versus Holanda, deixam muito a desejar. Quem não está emocionalmente envolvido, não é torcedor, apenas observador, acaba entediado com a falta de gols. É a grande diferença do jogo praticado pelo Brasil, podemos até jogar mal um dia ou outro, mas na hora de decidir sabemos como fazê-lo. Vejamos a retrospectiva das últimas três copas. Em 1994 ganhamos sete partidas e ficamos com o título. Em 1998, ganhamos seis, perdemos a final e fomos vice-campeões. Em 2002 ganhamos sete vezes e fomos mais uma vez campeões, ou seja, em vinte e um jogos de copa ganhamos vinte e levantamos a taça duas vezes, perdendo apenas uma vez para um time mediano. Estatisticamente é um aproveitamento assombroso, a Fifa deve estar preocupada, em persistindo as vitórias brasileiras o público poderá perder o interesse pelas copas. Caso o campeonato fosse disputado por pontos corridos, com turno e returno, o Brasil provavelmente teria ganhado mais três copas. Somos realmente o país do futebol, embora possamos tropeçar em um jogo fora da curva e voltar mais cedo para casa. Se isso acontecer será pela Varig, mas se formos até o fim é provável que ela já não tenha aviões disponíveis. Quem sabe o presidente faça a gentileza de emprestar o “Aerolula” para trazer nossos craques. Ato falho, eu quis dizer para levar nossos craques. Não posso esquecer que estou na Alemanha.

Segrob Yendis

Nas asas da Panair...

Varig revê drama da Panair 41 anos depois

Em 1965, em meio ao desespero de pilotos e funcionários, empresa que era sinônimo de aviação teve as concessões cassadas. Governo militar entregou vôos internacionais à Varig; livro diz que situação financeira era igual ou melhor que a de concorrentes

Folha de São Paulo - MAELI PRADO DA REPORTAGEM LOCAL JANAÍNA LAGE DA SUCURSAL DO RIO
Há 41 anos, os principais jornais do país também estampavam cenas do desespero de pilotos e comissários. A companhia aérea em questão era a Panair, sinônimo de aviação no Brasil na época, e a história era diferente da que vive hoje a Varig, apesar de esta ser uma das protagonistas do drama que se desenrolava então. Em fevereiro de 1965, o governo militar cassou, de forma surpreendente e arbitrária, todas as concessões da empresa aérea, entregando todos os vôos internacionais até então operados por ela à Varig. A justificativa à opinião pública foi que a situação financeira da empresa era delicada. Mas, apesar de a Panair enfrentar problemas na época, suas contas estavam em situação igual ou melhor que as das concorrentes, como conta o livro "Pouso Forçado: A História por Trás da Destruição da Panair do Brasil pelo Regime Militar", de Daniel Leb Sasaki, lançado em 2005 pela editora Record. As razões para o cancelamento das concessões permanecem nebulosas, mas o autor aponta algumas direções. "Acho que foi uma confluência de diversos interesses, que se articularam. Os maiores acionistas da Panair, que estavam entre os mais influentes empresários do país, pretendiam apoiar a campanha de Juscelino Kubitschek para 1965. Havia também o interesse privado. A Varig, durante os três governos anteriores, tentara obter as concessões para a Europa, sem sucesso", diz. A história da Panair foi completamente esquecida no Brasil. Tanto que, como lembra Leb Sasaki, até o vice-presidente da República e então ministro da Defesa, José Alencar, afirmou no ano passado que a Varig foi a pioneira dos vôos internacionais no país. Foi a Panair, em 1946, que começou a realizar essas rotas. Acompanhe abaixo trechos da entrevista concedida pelo autor.

FOLHA - Os funcionários da Panair se recusaram por um bom tempo, segundo o livro, a ir para a Varig. Hoje, há resistência também dos funcionários da Varig em trabalhar em empresas como a TAM e a Gol. Por que os funcionários das aéreas possuem uma relação tão emocional com as empresas?
DANIEL LEB SASAKI - Empresas aéreas se misturam com o imaginário das pessoas. Em geral, aeronautas [pilotos e comissários] e aeroviários [funcionários de terra] trabalham mais por paixão do que pelo salário. Eles nutrem verdadeiro amor pela atividade e vestem a camisa de sua empresa até o fim. No caso da Panair, eles não se conformavam com o fechamento súbito e inexplicado da companhia. Então, lutaram e lutaram muito. A Varig, que assumiu o título de empresa bandeira, tem forte tradição, não só no Brasil como no exterior. É como se fosse representante do próprio país. Por isso a fidelidade, a coesão e os esforços de seu pessoal em preservá-la.

FOLHA - Quando as concessões foram tiradas da Panair, ela estava em situação financeira muito mais saudável que a Varig hoje. Quais as semelhanças e diferenças que você nota entre os casos da longa crise da Varig e do fim da Panair?
LEB SASAKI - É difícil comparar os dois casos, pois os contextos são diferentes. Em números, a Panair estava melhor, mas a aviação era outra e o mundo era outro. Além disso, e é importante ressaltar, hoje se sabe que a companhia não fechou em razão da condição econômico-financeira, mas por motivos políticos, até porque a cassação veio sem aviso prévio e a falência foi decretada sem que houvesse qualquer dívida vencida ou pedido de credores. Não havia argüição de má prestação dos serviços e os salários dos funcionários estavam em dia. Acho que aquele desfecho antinatural originou um problema crônico para a aviação comercial brasileira. Isso porque a Varig, que passou a deter o monopólio sobre as linhas internacionais, tornou-se verdadeiramente insubstituível. Diferentemente de 1965, se ela parar, não há quem assuma de imediato as rotas para a Europa. Por isso é que o país deve tentar de todas as formas preservá-la. Ou salvamos a Varig ou a curto prazo abrimos o mercado para as estrangeiras.

FOLHA - O que motivou o fim da Panair?
LEB SASAKI - Precisei de um livro inteiro para expressar minha visão. Mas, basicamente, acho que foi uma confluência de diversos interesses, que se articularam. Havia o interesse dos militares em eliminar as lideranças civis. Os maiores acionistas da Panair, que estavam entre os mais influentes empresários do país, pretendiam apoiar a campanha de Juscelino Kubitschek para 1965. Havia também o interesse privado. A Varig, durante os três governos anteriores, tentara obter as concessões para a Europa, sem sucesso. Sem dúvida, foi a maior beneficiária do fechamento da Panair. Ficou com as linhas internacionais, aviões, instalações, as lojas da Europa e o título de empresa-bandeira, iniciando um monopólio no setor.
Em alguns aspectos, o que houve com a Panair ajuda a entender a situação da Varig. Por exemplo, o porquê das mudanças na legislação ontem e hoje. Mas o caso não diz absolutamente nada sobre como se deve dirigir a crise da companhia.O fim da Varig não faria justiça a ninguém. Infelizmente, muita gente perde a mensagem mais importante do livro: o alerta para que a injustiça nunca mais se repita. Vivemos em um regime democrático e acho que as pessoas devem cobrar transparência e questionar contradições, assegurando que nenhum interesse escuso decida, nos bastidores, o futuro da Varig. Seria do interesse público o estabelecimento de novo monopólio, ou duopólio, na aviação comercial brasileira?

Manchetes do dia

Domingo, 25 / 06 / 2006

Folha de São Paulo: “Lula ataca FHC e se diz caluniado”
O Globo: “Rio perde R$ 4,4 bi por ano com a informalidade”
O Estado de São Paulo: “Lula lança candidatura em tom populista”
Correio Braziliense: “Governo será o maior cabo eleitoral de Lula”
Jornal do Brasil: “Golpes da moda no Rio”

Jogos de hoje, dia 25

12h
Inglaterra x Equador
Stuttgart


16h
Portugal x Holanda
Nuremberg
 
Free counter and web stats