sábado, maio 27, 2006

Avaliação Ambiental

Entidades Ambientalistas solicitam Avaliação Ambiental Estratégica para a região do Litoral Norte Paulista

Reunidos durante o evento REXPO em Caraguatatuba no dia 6 de maio, a maioria das entidades ambientalistas que compõem o Coletivo das Entidades Ambientalistas do Litoral Norte Paulista - Realnorte, deliberaram que deveria ser protocolado junto ao Secretário Estadual do Meio Ambiente Sr José Goldemberg, oficio reiterando pedido já feito pelo ambientalista Beto Francine, conselheiro do Conselho Estadual do Meio Ambiente CONSEMA, em plenário, solicitando que, em virtude da complexidade e grande volume de empreendimentos governamentais para a região, fosse elaborada uma Avaliação Ambiental Estratégica - AAE, para que se possa saber qual será o impacto ambiental acumulado pela quantidade e variedade de obras, sobre a região.
Leia mais

Diogo Mainardi

Gabeira o meu candidato.
Falta convence-lo

O primeiro contato não foi muito animador. Eu disse que votaria nele. Ele respondeu que só se candidataria se fosse para ganhar. Como assim? Ele quer ganhar? Ganhar ele não ganha. O que eu espero dele não é isso. O que eu espero dele é que manifeste toda a minha repulsa por lulistas e oposicionistas. Na semana passada, Fernando Gabeira disse que se sentia frustrado "ao ver que os bandidos estão triunfando na vida pública". E concluiu: "Não rolei tanto barranco para entregar o ouro aos bandidos". Claro que rolou. Claro que ele terá de entregar o ouro aos bandidos. Como todos nós. Mas o tom de seu discurso está certo. O que Fernando Gabeira pode oferecer a mim e a um montão de gente como eu, durante a campanha eleitoral, é isso mesmo: um tantinho de teatro e um tantinho de demagogia, chamando sempre os bandidos de bandidos. Os oposicionistas não entendem por que não conseguiram arrebanhar o eleitorado antilulista. Eles não conseguiram porque o eleitorado não é tonto e sabe perfeitamente que eles não são antilulistas. Como declarou Fernando Gabeira na última quarta-feira, o Congresso foi tomado por quadrilhas. Essas quadrilhas estão acima do interesse partidário ou ideológico. Diante delas, lulistas e oposicionistas se comportam de maneira igual. O caso da empresa do filho de Lula é emblemático. Os oposicionistas tinham a oportunidade de atingir diretamente o presidente, mas preferiram ignorar o assunto, porque suas afinidades com a Telemar acabaram prevalecendo. Para conquistar o eleitorado antilulista, Fernando Gabeira terá de dar o passo que ele ainda não ousou dar. Ele chamou Severino Cavalcanti de bandido. Ele chamou Ney Suassuna de bandido. Ele chamou Romero Jucá de bandido. Ele chamou Natan Donadon de bandido. Ele só não chamou Lula de bandido. Estou aqui, esperando. Há também a questão do táxi. Fernando Gabeira lembrou que, em sua campanha para o governo do Rio de Janeiro, em 1986, ele não tinha dinheiro nem para o táxi. Respondi que era melhor ficar sem táxi. Das duas, uma: ou o candidato rouba e toma táxi, ou não rouba e não toma táxi. Fernando Gabeira não rouba. Por isso é meu candidato. Então não pode tomar táxi. Ele concordou comigo. Fernando Gabeira apoiou Lula na campanha presidencial de 2002. Eu não. Fernando Gabeira foi contra a CPI dos Bingos. Eu não. Fernando Gabeira foi contra a guerra no Iraque. Eu não. Fernando Gabeira se preocupa com o acúmulo de nitrogênio no solo. Eu não. Mas não importa o que ele pensa. Fernando Gabeira é o único político que ainda pode dar algum sentido à disputa eleitoral, representando a recusa de uma parcela do eleitorado em aceitar calada essa bandidagem tão rudimentar. Eu apóio Fernando Gabeira para presidente. Meu maior temor é que ocorra um acidente e ele seja eleito. Um candidato só é realmente bom se a gente sabe que ele nunca poderá ganhar.
Fonte: Veja

Comissão reivindica saneamento básico

Comissão de Turismo Baia do Mar Virado - Região Sul de Ubatuba
Oficio 018/2006

Ubatuba, 23 de maio de 2006
Ref: SANEAMENTO BÁSICO

À Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo
Audiência Pública Orçamento 2007


Prezados Senhores:
Somos uma região onde se concentram as maiores quantidades de recursos turísticas desta Cidade, desta Região, deste País, e talvez do Mundo, o que significa, sem modéstia, um conjunto digno do Turismo Internacional, repleto de Trilhas, Cachoeiras, Aldeias Indígenas, Núcleos Quilombolas, Ruínas, a Incrível Biodiversidade da Mata Atlântica onde podemos observar muitas espécies endêmicas de pássaros de rara beleza, Praias Paradisíacas, Pico com Belvedere de 360 graus. Estamos localizados muito perto da Cidade de Caraguatatuba que receberá como é do conhecimento de todos, um conjunto de investimento jamais visto que são: Exploração do Gás Natural da Bacia de Santos acelerada agora pelo efeito Evo Morales, Usina de Beneficiamento e Distribuição do mesmo, Duplicação da Rodovia dos Tamoios, Aumento da Capacidade do Porto de São Sebastião, Retro-Porto, Pista exclusiva de ligação de transportes ligando Caraguá a São Sebastião, Aeroporto, Centro de Detenção Provisória e Hospital Regional.
Certamente seremos atingidos em cheio pelos impactos ambientais de vizinhança, aonde a Promotoria Pública vem fazendo reuniões cuja reportagem ora anexamos. Anexamos também uma Carta Aberta que enviamos ao Governador Geraldo Alckmin além de varias correspondências que comprovam que existiam projetos e verbas para a realização do Saneamento Básico desta Região que não sabemos onde foram parar.
Nossa reivindicação é, portanto, que se recuperem dos projetos perdidos implantando imediatamente o Saneamento Básico bem como o sistema de Água Tratada que por incrível que possa parecer ainda é necessidade destas comunidades que chegam a uma população de mais de 20.000 pessoas no Estado mais rico da Federação e distante apenas a 200 kms da Capital.
Temos a certeza que neste momento Vossas Excelências estarão se informando e se sensibilizando da necessidade desta e outras obras de infra-estrutura que encaminharemos em documentos distintos nesta mesma oportunidade.
Portanto contamos com as providências imediatas e firmamo-nos,

Atenciosamente,


Comissão da Baia do Mar Virado

“SERENIDADE, AMIGOS”

Corsino Aliste Mezquita
Neste momento de nossas vidas, enxovalhados por publicações originadas da Prefeitura Municipal de Ubatuba, financiadas pelos impostos que, nós e outros pagamos, e processados por assessores, do Sr. Eduardo de Souza César, (certamente com seu estímulo e consentimento), temos recebido apoio, conforto e solidariedade de amigos, ex-alunos, ex-colegas e cidadãos comuns que, alguma vez, cruzaram conosco na vida. Algumas mensagens emocionantes e de grande sensibilidade. Em todas elas temos observado indignação e repúdio aos procedimentos dos atuais mandatários. A indignação tem uma explicação. Todos que conhecem a estrutura administrativa da Prefeitura sabem que, Nutricionista e Secretário de Educação, não compram, não convidam empresas ou firmas para apresentarem produtos, não fazem cotação de preços e não selecionam firmas. Essas funções cabem à Seção de Compras e à Comissão de Licitações.
Temos agradecido à solidariedade e procurado os tranqüilizar. Afinal de contas, a Sra. Ex- Nutricionista e o Sr. Ex-Secretário, estamos sendo processados por nos ter oposto à terceirização da Merenda Escolar, ter publicado que, em quatro anos, (2001-2004), foram gastos, aproximadamente, R$ 4.700.000,00 (quatro milhões e setecentos mil reais), com merenda escolar, e, só este ano, para a terceirizada VERDURAMA foram empenhados, aproximadamente, R$ 5.000.000,00 (cinco milhões de reais). A qualidade da merenda servida, em 2001 a 2004, foi por todos reconhecida, premiada pelo MEC e, atualmente, está sendo lembrada com profundas saudades.
A todos aqueles que de um modo ou de outro tem se solidarizado e estão sofrendo pela “nossa causa”, sugerimos tranqüilidade, serenidade e paciência. Como diz o provérbio “A JUSTÇA TARDA, MAS NÃO FALHA”. Existe a lei do retorno e uma sobrenatural e providencial proteção dos inocentes. Por enquanto o julgamento foi liminar e sem ouvir os denunciados. Medida liminar pode ser revogável e agravada. Disso os advogados estão cuidando.
Agradecemos UBATUBA VÍBORA, GUARUÇÁ, LITORAL VIRTUAL E AGITO por termos aberto suas portas para apresentar nossas defesas e esclarecimentos sempre que os procuramos.
Menção especial, ao VALEPARAIBANO que, com o profissionalismo de grande jornal, nunca nada publicou sem antes ouvir a outra parte.
À imprensa, “CHAPA BRANCA”, de UBATUBA E CARAGUATATUBA, lembramos-lhe a frase que o famoso jornalista, escritor e crítico de seus colegas, MARK TWAIN, dedica-lhes: “A função dessa imprensa e dos que a alimentam é separar o joio do trigo e publicar o joio”. Fazem, com tanta perfeição, essa seleção que, não ouvem a outra parte nem permitem que publique sua versão dos fatos. É imprensa assassina da verdade, da moral, da ética e da cidadania.
Amigos, serenidade e esperança, no meio de tantas perseguições. Tempos melhores virão e, certamente, em breve, poderemos gritar HEURECA! HEURECA! HEURECA!

Recursos para a Santa Casa de Ubatuba

Vereador Jairo dos Santos consegue liberação de mais verbas do Governo Estadual

Desta vez, os recursos são para a Santa Casa de Ubatuba e para a compra de um aparelho para mamografia


A Deputada Estadual Ana do Carmo, PT, atende a solicitação do vereador Jairo dos Santos, PT, e consegue aprovação das emendas 8656 e 5053, na forma da subemenda 68, ao Projeto de Lei 700/2005 (Orçamento do Estado para 2006) para a liberação de trinta mil reais destinados à compra de medicamentos para a Santa Casa de Misericórdia de Ubatuba e de vinte mil reais para a aquisição de um aparelho de mamografia.
Os resultados do trabalho do vereador Jairo, no sentido de obtenção de recursos, tanto da esfera Federal, como da Estadual, já beneficiam várias comunidades do município. Exemplo disso, são os duzentos mil reais liberados para a construção de casas para os quilombolas da Caçandoca e os cem mil reais para os índios da Aldeia Wituguaçu.
A APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais – de Ubatuba, também foi contemplada com um repasse de cem mil reais para a construção de sede própria, que o vereador Jairo conseguiu através de ofício enviado ao deputado Vanderlei Siraque, PT.
Sempre visando ao bem estar da população e ao desenvolvimento da região, Jairo dos Santos agora espera resposta de outros pedidos de liberação de verbas que ele fez aos deputados estaduais, Ana do Carmo, Pedro Simão, Carlinhos de Almeida, Vaderlei Siraque e aos deputados federais, Vicentinho e José Eduardo Cardozo, todos do PT. Os recursos servirão para construção de um novo cais na baia do Itagua, no valor de um milhão de reais, construção de um Hospital Regional, construção de rede coletora de esgoto e estação de tratamento de esgoto para os bairros da Maranduba e Praia do Lázaro, construção de quadras poliesportivas para os bairros da Maranduba e do Ipiranguinha, no valor de 60 mil reais cada uma.
E, para garantir o atendimento de inúmeras reivindicações qualificadas como prioritárias e urgentes, o vereador Jairo dos Santos esteve, nesta sexta-feira, 27 de maio, com representantes de várias comunidades, na Câmara Municipal de Santos, Litoral Sul de São Paulo, para participar de Audiência Pública e apresentar emendas ao Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias – LDO – do Estado, para o exercício de 2007.

Fonte: Assessoria do verador Jairo dos Santos

Duda Mendonça

Duda saiu de cena, mas nunca deixou de comandar

Veja:
"O publicitário Duda Mendonça, quando disse à CPI dos Correios que foi obrigado a abrir sua primeira conta no exterior para receber 10 milhões de reais do valerioduto, contou duas mentiras à platéia. A primeira já foi desmascarada: Duda é um veterano de contas não declaradas no exterior. Tinha pelo menos cinco, conforme se descobriu. A segunda mentira é que, supostamente decepcionado com a falta de assepsia na política, não voltaria a trabalhar com marketing eleitoral. Pois bem. Passados nove meses de seu depoimento à CPI dos Correios, Duda Mendonça está atuando em diversas campanhas de candidatos do PT. Seus sócios, funcionários ou antigos colaboradores estão em vários postos, com destaque para a campanha reeleitoral de Lula, agora sob os cuidados de João Santana, o 'Patinhas', sócio de Duda até 2003 e ainda hoje um de seus melhores amigos. Ficou tudo em casa. (...) Denunciado por lavagem de dinheiro e evasão de divisas, Duda não pode aparecer. 'Se eu contratasse o Duda teria de passar a campanha explicando as denúncias contra ele. É um peso impossível de carregar', diz um candidato a governador amigo do marqueteiro. A moda segue: Duda fez, e continua fazendo."

Ilha Anchieta respira aliviada...

Ao deixar o cargo, Furukawa critica secretário de Segurança

N'O Estado deste sábado:
"Duas semanas depois do início dos ataques do Primeiro Comando da Capital (PCC), o secretário estadual da Administração Penitenciária, Nagashi Furukawa, pediu demissão ontem com pesadas críticas ao secretário de Segurança, Saulo Abreu. Ele acusa a polícia de omissão nas investigações sobre o crime organizado e de ignorância sobre a ficha do principal líder do PCC, Marcos Camacho, o Marcola. Também diz que, numa reunião com 20 representantes da cúpula da Segurança, na madrugada do dia 13, todos, menos ele, votaram a favor de um acordo com o crime organizado. Furukawa garante que conseguiu reverter os votos e que o acordo não foi feito. Alega ainda que, em mais de cinco anos de governo Alckmin, só teve chance de conversar com Saulo cerca de 20 vezes, porque o secretário de Segurança teria delegado a tarefa a seu adjunto. A decisão de deixar o governo foi comunicada por Furukawa ao governador Cláudio Lembo na segunda-feira, embora só ontem ele tenha deixado o cargo. Em nota, a Secretaria da Segurança informou que as declarações de Furukawa são opiniões pessoais."

Projetos são projetos, nem todos vingam...

Projeto de Lula é derrotar Alckmin já no primeiro turno

Por Paulo Moreira Leite, n'O Estado:
"Na mesma semana em que levantamentos do Datafolha e do Instituto Sensus indicaram a possibilidade de uma vitória de Luiz Inácio Lula da Silva no primeiro turno, o Palácio do Planalto definiu uma estratégia para tentar transformar as pesquisas de opinião em votos de verdade em 1º de outubro. Lula está convencido de que tem chances reais de liquidar a parada na primeira fase e convocou uma reunião de quatro horas, na quarta-feira, no Planalto, para discutir o assunto com o ministro de Relações Institucionais Tarso Genro, o presidente da Câmara, Aldo Rabelo, além de dirigentes do PT, do PC do B e do PSB. Em ambiente de comemoração pelo desempenho nas pesquisas, Lula deixou claro que a aliança com o PMDB é prioridade absoluta. Num esforço para atrair a legenda, ele marcou encontro com o ex-governador Orestes Quércia para segunda-feira. Lula imagina que pode arrematar o PMDB para seu palanque se oferecer a vaga de vice-presidente, hipótese que a maioria de seus auxiliares define como sonho de uma tarde de outono. Um interlocutor do presidente garante que Lula ainda não desistiu de convidar para a vaga o ex-deputado Nelson Jobim, que deixou a presidência do Supremo Tribunal Federal dizendo que não iria concorrer a nenhum cargo executivo nas eleições de 2006. A idéia do Planalto é montar uma dezena de palanques fortíssimos em Estados de grande poder de fogo eleitoral. O governo calcula que a parada decisiva será jogada nas próximas semanas, quando ocorrem as convenções partidárias. Nos próximos dias, Tarso e o presidente do PT, Ricardo Berzoini, além do próprio Lula, estarão mobilizados para entrar em negociações de bastidor para definir quem será quem na campanha.Tarso e Lula devem manter conversas externas. Já Berzoini recebeu a incumbência de levar uma discussão interna no PT, tarefa que pode se revelar traumática."

Manchetes do dia

Sábado, 27 / 05 / 2006

O Estado de São Paulo: “Secretário sai e acusa cúpula da segurança”
O Globo: “Crise derruba secretário de penitenciárias em SP”
Folha de São Paulo: “Crise da segurança derruba secretário de presídios de SP”
Correio Braziliense: “Escuta revela trama de máfia contra Itaipu”

Notícias da Prefeitura

Parte da Avenida Iperoig será interditada a partir de segunda-feira

Núcleo Gestor se reúne para dar andamento ao Plano Diretor Participativo

Guarda Municipal de Ubatuba comemora doze anos

Ubatuba terá seminário de incentivo ao Terceiro Setor

Prefeito Eduardo Cesar consegue 800 mil para orla do Itaguá

Sociedade de Apoio aos Pacientes Oncológicos inaugura sua sede com novas perspectivas

Casa do Brinquedo abre suas portas nesta segunda

Beach Soccer feminino tem rodada antecipada

sexta-feira, maio 26, 2006

Suzane Richthofen em liberdade

STJ manda soltar Suzane Von Richthofen
Ré confessa do assassinato dos pais, Suzane está presa desde 10 de abril. Seu julgamento está marcado para 5 de junho


Paulo Pinto/AE - 10/04/2006
SÃO PAULO - O ministro Nilson Naves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), concedeu, nesta sexta-feira, 26, liminar em habeas-corpus em favor da ex-estudante Suzane von Richthofen, o que lhe dá, temporariamente, o benefício da prisão domiciliar. Ré confessa do assassinato dos pais, Suzane está presa desde 10 de abril.

Leia mais

Fim de linha

Canon vai abandonar câmeras com filme
A fabricante japonesa vai abandonar o desenvolvimento de equipamentos para a fotografia convencional por conta do crescimento do mercado de imagens digitais


Alexandre Barbosa da Agência Estado
A japonesa Canon divulgou nesta semana que vai parar com o desenvolvimento de câmeras fotográficas que usem filmes para focar os esforços em aparelhos digitais, em mais um passo para o fim da fotografia convencional.
Não é a primeira vez que uma empresa tradicional do ramo anuncia a fim de sua linha de câmeras convencionais. Desde o início do ano, outros nomes como Konica-Minolta e Nikon já anunciaram a diminuição ou o encerramento na fabricação de câmeras fotográficas que usem filmes.
Todas elas, claro, vulneráveis ao crescimento vertiginoso da fotografia digital em todo o mundo e a conseqüente redução no mercado de câmeras normais, cujas vendas recuam a cada trimestre.
Não há uma data oficial, contudo, para o fim das câmeras: a empresa manterá a fabricação de modelos existentes enquanto houver demanda, mas que pode voltar atrás conforme o comportamento do mercado.

Acredite se quiser...

Banqueiro preso

De Solange Spigliatti na Agência Estado:
"O banqueiro Edemar Cid Ferreira foi preso pela Polícia Federal na manhã desta sexta-feira. A prisão preventiva foi decretada pelo juiz Fausto De Sanctis, da 6ª Vara Criminal Federal em São Paulo, com base nos artigos 311 e 312 do Código de Processo Penal.
O artigo 312 determina que "a prisão preventiva poderá ser decretada como garantia da ordem pública, da ordem econômica, por conveniência da instrução criminal ou para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver prova do crime e indício suficiente de autoria".
Detido em sua casa, o banqueiro foi conduzido para a Delegacia de Combate aos Crimes Financeiros da Polícia Federal em São Paulo.
Edemar Cid Ferreira e outros 18 ex-dirigentes do Banco Santos foram denunciados pelo Ministério Público Federal lavagem de dinheiro, formação de quadrilha e gestão fraudulenta. Edermar e o ex-superintendente do banco Mário Arcângelo Martinelli também estão sendo processados por manter contas ilegalmente no exterior".
Leia mais
aqui

Situação crítica

Varig perde avião e tenta antecipar venda
Empresa quer evitar arrestos de aeronaves, como o do Boeing 777 retomado em Nova York

Alberto Komatsu, Renata Stuani em O Estado de São Paulo

Um avião de grande porte (Boeing 777) da Varig foi retomado no aeroporto de Nova York esta semana por uma companhia de arrendamento de aeronaves. Outros 5 pedidos devem chegar à Justiça americana na semana que vem. Ainda na semana que vem, a Varig tentará bloquear na Justiça dos Estados Unidos os pedidos de arrestos de aeronaves.
Para evitar situações limite como esta, a consultoria Alvarez e Marsal, juntamente com a direção da Varig e com o Tribunal de Justiça do Rio, está estudando formas de antecipação do leilão da companhia, previsto para o início de julho. Além de tentar tornar disponíveis mais cedo os dados sobre a empresa (data room), avalia também a possibilidade de a venda ocorrer já em junho.
Leia mais

Editorial

Segurança, parte da questão

Perguntado sobre a natureza do tempo, Santo Agostinho teria respondido:
- "Se me interrogam, sei o que é; se me questionam, já não sei mais".

Palavras sábias, o limitado cérebro binário dos humanos não dá conta da complexidade da indagação. O tema me veio à cabeça ao contemplar acontecimentos recentes e as soluções apontadas para resolver os intricados problemas desencadeados por eles. Estou me referindo ao quesito segurança, hoje uma das maiores preocupações dos habitantes desta parte do planeta chamada Brasil. Como faço parte, ainda que modestamente, do segmento conhecido como mídia, recebo diariamente dezenas de sugestões de pautas. Nos últimos dias, parte considerável delas esteve ligada ao PCC e à guerra travada em São Paulo. Da mesma forma que o santo homem tinha intuição da natureza do tempo, acredito que tenho idéia do que fazer para colocar sob controle o agudíssimo problema que nos aflige. Não é tarefa fácil, nem tampouco simples, como muitos querem acreditar. Com um milhão de jovens sem trabalhar ou estudar apenas na grande São Paulo, tenho a impressão, baseada em pura matemática, que as variáveis usadas pelos governos não darão conta de solucionar o sistema de equações apresentado. Alguns querem mais presídios, outros querem a pena de morte, outros ainda acreditam que ao atingirmos a perfeição do estado socialista tudo será resolvido. Não vou apontar uma solução imediatista, seria pouco sensato, até frívolo de minha parte. Também não vou politizar culpando o governo federal ou o estadual. O que salta aos olhos é que enquanto não for tampado o buraco crescente da dívida pública não haverá saída para o problema da segurança. Nem para inúmeros outros que nos afligem. O Brasil não pode continuar pagando juros tão altos, a prática suga a seiva vital da nação. Apesar da propaganda oficial dizer aos quatro ventos que tudo vai bem, a realidade mostra o contrário. Tudo vai mal. Muito mal. E tende a piorar. Quando na última campanha presidencial José Serra propôs uma trégua aos banqueiros para ter como investir na precária infra-estrutura do país, foi aplaudido em pé, demoradamente, alguns chegaram até a derramar lágrimas furtivas. Segundo o ajuste os homens do mercado ficariam sem receber juros da dívida pública até que as coisas entrassem nos eixos. Pacto firmado Serra saiu por uma porta e Lula entrou por outra. Deu no que deu. E tudo indica, vai continuar dando, até que o país entenda que os problemas que nos afligem não têm origem externa. Foram criados e são alimentados aqui. Por incompetência e ganância. Ambas em excesso.

Sidney Borges

Convite

O Conselho Municipal para Assuntos da Pessoa Portadora de Deficiência e Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social de Ubatuba, tem a honra de Convidar Vossa Senhoria e Excelentissima familia para uma Palestra que acontecerá na Associação Comercial e Industrial de Ubatuba, no dia 05 de junho de 2006 às 19:00 horas, com a Dra Celião Leão, Deputada Estadual do PSDB.

Tema - " ACESSIBILIDADE VOCE TAMBÉM TEM COMPROMISSO".
Sua presença é muito importante, pois juntos contruiremos uma sociedade mais justa e fraterna.

Yara Regina de Camargos

Presidente do CMAPPD

Casa nova

Inauguração

O Diretório Municipal do PSDB de Ubatuba inaugura hoje, às 19h00, sua sede, no piso superior do Shopping Iperoig, em cerimônia que deverá contar com a presença de autoridades do partido, como o deputado estadual Ricardo Trípoli, líder da bancada tucana na Assembléia Legislativa.
Fonte: Imprensa Livre

"Bancada do crime"

Risco de surgir "bancada do crime" é alto, dizem especialistas

Por César Felício, no Valor:
"Entre políticos e especialistas, o prognóstico é praticamente unânime: o risco de eleger-se em outubro deputados com alguma vinculação com o crime organizado ou esquemas clandestinos é muito alto. A razão principal, paradoxalmente, é o repúdio do eleitorado à atual legislatura, em função das absolvições em plenário dos acusados de envolvimento no mensalão. Este repúdio deve levar a uma maior renovação da Câmara e a um alto índice de votos brancos e nulos, favorecendo a eleição de parlamentares menos conhecidos. 'O ambiente nunca esteve tão propício ao ingresso de aventureiros', comenta o cientista político e diretor do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), Antônio Augusto de Queiroz, para quem 'a alta renovação sempre potencializa o risco'. O retrospecto favorece a análise do dirigente do Diap. Nas últimas quatro legislaturas, a maior renovação foi registrada em 1990: 62% das cadeiras. Foi a Câmara em que os escândalos foram mais abundantes em um passado recente: houve uma cassação por envolvimento com o narcotráfico, seis em razão do escândalo dos anões do Orçamento e três por venda de filiação partidária, além de dez renúncias. (...) No depoimento sigiloso à CPI do Tráfico de Armas do diretor do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic) de São Paulo, Godofredo Bittencourt, e do delegado da Polícia Civil Ruy Ferraz, que terminou parcialmente vazado, os policiais afirmaram aos deputados que o PCC quer participar das eleições com candidatos que o representem."

Propinoduto

Chega à PGR depoimento de ex-petista que acusa Lula e Dirceu de exigir de prefeituras recursos por meio de propina

N'O Estado, por Rodrigo Pereira e Fausto Macedo:
"A Procuradoria Geral da República informou ontem que recebeu do Ministério Público de São Paulo cópia do depoimento de Altivo Ovando Júnior, secretário municipal de Habitação de Mauá, na Grande São Paulo, que acusa o ex-ministro José Dirceu e o presidente Lula de terem participado de uma reunião em 1998 na qual teria sido discutido suposto esquema de arrecadação de propinas. Na época, Lula era candidato do PT à Presidência pela terceira vez consecutiva. Segundo Ovando, Lula teria dito ao então prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT): 'Oswaldão, tem que arrecadar mais, faz que nem o Celso Daniel em Santo André. Você quer que a gente ganhe a eleição como?' 'O Lula nunca falou comigo nesses termos', declarou ontem Oswaldo Dias. O ex-prefeito desmentiu Ovando, que também foi seu secretário da Habitação e hoje é ligado ao PV. 'Imagina que o Lula iria falar uma coisa dessas comigo', disse Dias. 'Os contatos que eu tive com o presidente não foram para tanta intimidade. Nunca tive uma conversa dessas com ele, de jeito nenhum.' Segundo a promotoria criminal de Santo André, que ouviu o secretário em 9 de fevereiro, ele fez esta afirmação: 'O declarante se recorda de que, no pleito de 1998, o presidente Lula compareceu no gabinete do prefeito de Mauá, oportunidade em que, utilizando termos chulos, cobrou de Oswaldo Dias maior arrecadação de propina em favor do PT.' 'O presidente nunca tocou nesse tipo de assunto comigo', reafirmou Oswaldo Dias."

Já vai tarde...

Furukawa entrega sua carta de demissão ao governador

N'O Estado:
"O secretário da Administração Penitenciária, Nagashi Furukawa, está irredutível: quer deixar o cargo e, ontem à tarde, enviou um mensageiro ao Palácio dos Bandeirantes com a missão de entregar ao governador Cláudio Lembo (PFL) sua carta de demissão. Os assessores mais próximos de Furukawa tentavam convencê-lo a continuar à frente da pasta. Um deles, porém, não acredita que terão sucesso, apesar do empenho. 'Ele quer mesmo ir embora e acho difícil convencê-lo do contrário.' A assessoria do governador Lembo, no entanto, nega a saída do secretário. Duas fontes confirmaram ontem ao Jornal da Tarde a disposição do secretário em desistir de administrar um dos setores mais problemáticos do Estado, com seus 144 presídios, mais de 100 mil condenados unidos em uma facção criminosa, o PCC, que mostrou seu poder na semana passada e, agora, uma greve de agentes penitenciários. Mas o fator que mais pesou na decisão de Furukawa, segundo pessoas próximas ao secretário, teria sido a falta de sintonia entre ele e Saulo Abreu, secretário da Segurança."

Destaques de primeira página

Sexta-feira, 26 / 05 / 2006

Valor: “Fundos pagam até US$ 2,9 bi pelos últimos bens da Enron”
O Globo: “Advogado diz que deputados são malandros. E é preso”
Folha de S.Paulo: “Serra perde votos, mas vence no 1º turno”
Correio Braziliense: “STF não notifica nem prende Dirceu”
O Estado de S.Paulo: “Superávit é recorde e ajuda na recuperação dos mercados”

Notícias da Prefeitura

Prefeitura de Ubatuba capacita motoristas

Praça Cícero Gomes terá quadra poliesportiva

Prefeitura recebe elogios por implantação de ciclofaixas

Prefeitura prepara material histórico para auxiliar professores

Eduardo Cesar recebe prefeitos de cidades do Chile

Reunião vai discutir segurança pública com comerciantes

Museu do Surfe aceita doações para o acervo

quinta-feira, maio 25, 2006

Professor Corsino

FORÇA PROFESSOR

É triste pensar que dignidade, competência, vida impoluta, bons exemplos que só se acumularam mereçam sofrer tentativa de desconstrução violênta e injusta.
Aqui em Ubatuba temos uma decisão que afeta, momentaneamente, a vida familiar de pessoas de bem.
O objetivo ajuizado, tudo indica, s. m. j., é enxovalhar parâmetro que deslustra os ‘feitos’ dos de costume.
O grande crime?
Uma vida que culminou com excelente administração da Secretaria de Educação do mandatário municipal anterior.
O açodamento em tentar colocar biombo a esta realidade pujante parece identificar o objetivo da mesquinharia ora intentada.
Como exigir-se responsabilidade em compra de quem nunca teve a competência de comprar e nunca comprou?
Como exigir-se responsabilidade por processo de compra de quem nunca teve competência de elaborar processos de tomada de preços, análise de ofertas e outros que tais?
O que as pessoas de bem esperam é que o cometimento tenha curto sucesso.
Indícios da alicantina (astúcia, manha, trapaça, treta): em “press release”, que se imagina do poder atual, publicado dias passados neste veículo, alardeia-se mentirosa notícia de que digno M. Juiz ali nominado teria assinado medida liminar.
Até se entende, pela violência da decretação, que se queira confundir a autoria de tão controversa determinação. Transformam o ilustre magistrado ali nomeado em verdadeira Viúva Porcina, “ ... aquela que foi sem nunca ter sido”.
Explica-se: o M. Juiz nomeado como autor da determinação é substituto de outra Vara, diversa daquela onde está correndo o processo.
Em síntese, a determinação judicial em foco foi dada por M. Juíza, de outra Vara.
É ato falho da maior importância que denuncia, pela simples análise de sua grosseira impropriedade, que o “affaire” ‘sub judice’, incorpora fim malicioso, objetivando efeitos não contemplados na lei, na moral e na ética.
O objetivo que se intenta neste sinistro expediente é denegrir a honra e a dignidade de velho professor desta cidade que vem educando e formando várias gerações de brasileiros há 45 anos.
Deste mestre a única observação negativa que se pode obtemperar (dizer em resposta com humildade e modéstia; ponderar) é a segurança e a monótona constância de serenidade, dignidade e competência com que sempre exerceu seu magistério.
Esta monotonia não lhe permitiu os altos e baixos que vivem a maioria de nossos políticos.
Como professor e vivente teve a mediocridade de sempre agir em linha reta, com a tranqüilidade dos justos. Contentou-se com simplesmente ensinar, dar seu exemplo de vida, sempre sereno no cumprimento de seu mister.
Veio de longe, já com formação cultural, profissional e moral, adotando Ubatuba para semear os grãos da cidadania e da ética.
Estas sementes germinaram por inúmeras gerações que hoje se indignam, ainda silenciosamente, com a ignomínia que submetem o PROFESSOR CORSINO.
Aqui criou família; aqui criou história de proficiência e honradez.
Hoje, septuagenário, acaba de, por quatro anos, ter feito a melhor administração de Secretário de Educação do município, sem demérito para outros que exerceram o cargo com proficiência.
Vive cercado do carinho e respeito da companheira, filhos e neta, bem como do cálido e respeitoso calor dos amigos e admiradores que granjeou por quase meio século de transparente vida e atuação profissional.
Construiu ao longo deste tempo modesto patrimônio e imenso reconhecimento da comunidade.
Para atender seus compromissos econômicos sempre trabalhou: não tinha cornucópia (vaso corniforme que se representa cheio de flores e frutos) e mágica arca donde tirar para pagar o que devia.
Neto de agricultor e filho de notário na Espanha, desde cedo aprendeu o valor do trabalho e da verdade.
Formou seus filhos nos mesmos princípios.
Assim, em face do acima e do testemunho de quase 50 anos de vida aberta e profícua junto à Ubatuba, educando e administrando seu magistério e vida pessoal e familiar com dignidade impar, há que dar aqui, neste momento de injustificadas angustias, ao Amigo e seus familiares, a solidariedade que ele é credor.

FORÇA PROFESSOR CORSINO.

Roberto de Mamede Costa Leite
r-mamede@uol.com.br

Serviço voluntário

Câmara aprova criação de serviço voluntário

Cristiane Zarpelão
A Câmara Municipal de Ubatuba aprovou por unanimidade, na sessão desta terça-feira, o projeto de lei do vereador Charles Medeiros, que autoriza o Executivo Municipal a instituir o serviço voluntário em atividades culturais, cívicas, científicas, recreativas, assistencial e turística no âmbito da Administração Municipal direta e indireta.
O vereador justificou seu projeto tendo em vista o atual crescimento do voluntariado no Brasil e frisou sua participação direta e indireta nas ações que colaboram com o desenvolvimento diverso das comunidades no cotidiano da cidade. “A presente proposta tem como objetivo regulamentar e tornar mais justa a colaboração das ações de voluntariado, pois todos sabem que o trabalho voluntário traz ganhos, já que dá oportunidade ao cidadão de trabalhar numa atividade que sempre atuou e que muitas vezes, no momento, se encontra sem atividade e quer participar aproveitando a experiência adquirida”, apontou o vereador. Na atualidade, segundo Medeiros, um grande número de empresas valorizam muito mais os funcionários que prestam algum tipo de serviço voluntário. “Quando nos currículos é mencionado a prestação de obras voluntárias, as multinacionais em seu processo de seleção levam muito esse ponto em conta”.
O vereador acredita que muitas pessoas que já realizam algum tipo de atividade voluntária e tem mais disponibilidade de ajudar, acabam nem sempre sabendo como proceder e se são regulamentadas essas atividades. Ficou autorizado ao Poder Executivo Municipal conceder auxílio financeiro, bem como o ressarcimento de despesas que, comprovadamente, o prestador de serviços voluntários realizar no desempenho de suas atividades, em conformidade com o disposto no Art. 3º da Lei Federal nº. 9.608, de 18 de fevereiro de 1998.
Foto: Renato Boulos/USC

Das agências internacionais

Um caso intrigante

A substância mais densa da Terra e um metal, o ósmio, um sexto mais denso do que o ouro. Uma barra de ósmio do tamanho de uma nota de um real e com dois centímetros de espessura pesa seis quilos. As mulheres européias passaram a usar pára-ráios nos chapéus e um fio-terra arrastando no chão depois que Benjamin Franklin publicou instruções para fabricá-los, em seu almanaque Poor Richard Improved, em 1753. Eles saíram de moda quando a senhora Dolley Madison foi fulminada por uma faísca em plena Times Square, apesar de ostentar um artefato protetor no chapéu. Ao examinar o cadáver o delegado James Tooney constatou tratar-se de um travesti, embora ela(e) fizesse parte do coro da igreja há mais de quinze anos e fosse amante do sacristão, que disse nunca ter notado nada diferente. Na bolsa ela(e) transportava seis barras de ósmio num total de trinta e seis quilos, o que intrigou profundamente as autoridades. O caso ficou conhecido como a faísca ósmica da boneca é até hoje faz parte dos terríveis mistérios atribuídos aos discos voadores.
Fonte: Agência SBC de Trás-os-Montes

Divagando...

Estripulias libertário-bolivarianas, quiçá socialistas

Vou me disfarçar de pobre brasileiro para conhecer a Venezuela. Não que eu seja rico, longe disso, sou classe média, quase pobre, mas ainda não cheguei lá. Chávez está patrocinando cirurgias a brasileiros sem recursos, que viajam e são operados na Venezuela. Dizem também que está pondo dinheiro nas eleições brasileiras, no PMDB para ser mais preciso. Chávez quer conquistar os corações que hoje batem por Lula. Como é sabido o líder libertário comprou cadeira cativa no carnaval carioca, onde figura ao lado da fina flor dos bicheiros. Chávez pretende ser imperador da América do Sul, por enquanto está ganhando prestígio junto às esquerdas européias, o que na verdade não tem grande serventia, sempre é bom lembrar que os europeus mataram a maioria dos imperadores destas bandas. Dizem que o guapo e talentoso venezuelano é forte candidato ao Premio Nobel, provavelmente de literatura, o que vai deixar Lula furioso. Vou enviar meu currículo de neopobre para a embaixada da Venezuela. Quem sabe ganho uma estadia nas praias caribenhas e aproveito para dar uma recauchutada nas bolsas dos olhos. Pobre, ou melhor, neopobre, também tem direito a ficar bonito, ainda que não tenha “pedigree” na condição. E quanto ao boneco, guardarei junto ao “Gigante Amaral” da cesta de Natal de 1961. Estou desconfiado que logo terei outros, de Lula e Evo Morales. Vudu, uma idéia que não me sai da cabeça.

Sidney Borges

"El libertador" em ação

Chávez leva pobres brasileiros para cirurgia na Venezuela

Por Letícia Lins, no Globo desta quinta:
"Cidadão do município de Abreu e Lima (PE) desde dezembro de 2005, o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, arranjou um jeito de retribuir a homenagem: depois de pagar em janeiro uma viagem de turismo de 60 pessoas a Caracas para quem deu bonecos dele mesmo, agora se prepara para receber mais 119 moradores da cidade. Desta vez, pela Misión Milagro Internacional, um programa humanitário que faz de graça cirurgias oftalmológicas para moradores pobres de países latino-americanos. Do Brasil só embarcarão moradores de Abreu e Lima, a 18 quilômetros da capital e onde Chávez já esteve duas vezes. Ontem cerca de cem moradores foram à Polícia Federal no Aeroporto dos Guararapes para tirar os primeiros passaportes de suas vidas, mas saíram de mãos vazias, porque as fotografias que levaram não eram adequadas para o documento."

Lula avança...

Está feia a coisa para o lado de Alckmin

De Ilimar Franco e Maria Lima em O Globo, hoje:
"A campanha do tucano Geraldo Alckmin entrou em crise ontem depois da divulgação de pesquisas mostrando que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva hoje venceria as eleições no primeiro turno, com um bate-boca público protagonizado pelos principais líderes e dirigentes de PSDB e PFL.
O prefeito do Rio, Cesar Maia (PFL), o presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), o presidente do PFL, senador Jorge Bornhausen (SC), e o líder do PFL na Câmara, Rodrigo Maia (RJ), expuseram a crise com trocas de insultos entre si.
O que já era uma crise velada, desde a escolha do senador José Jorge (PFL-PE) para vice na chapa, virou lavagem de roupa suja com declarações desconcertantes dos dois lados".
Leia mais
aqui

Semana do Meio Ambiente - UBATUBA

A Semana de Meio Ambiente de Ubatuba - 2006 envolverá diversas entidades, públicas e privadas, ligadas à conservação do meio ambiente. Estão previstas atividades variadas tais como: seminários, palestras, workshops, eventos de arte-educação, mutirões e mergulhos para limpeza das águas, exposições, dentre outras, que se estendem de 29 de maio a 10 de junho, envolvendo as seguintes instituições que atuam no município: Instituto Florestal; UNITAU - Campus de Ubatuba; Centro Acadêmico Latitude 23º; Aquário de Ubatuba; Instituto Argonauta; Projeto Tamar - IBAMA; Instituto Gondwana; Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte; Movimento em Defesa de Ubatuba; Instituto Costa Brasilis; Instituto Supereco; Associação Cunhambebe; Centro de Estudos para a Conservação Marinha- CEMAR; Associação de Restaurantes de Ubatuba - AREUBA; Associação de Mergulhadores; Instituto Oceanográfico-USP; Agenda 21 do Litoral Norte; AICÁS; Associação Sócio-ambientalista Somos Ubatuba; APTA: Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Ubatuba (UPDU); Prefeitura Municipal de Ubatuba.

O Pré-Evento de Abertura da Semana de Meio Ambiente:

"I Seminário sobre Políticas Públicas, Alternativas de Desenvolvimento e Participação Social do Litoral Norte Paulista", será realizado de 29 a 31 de maio de 2006, das 18:30 às 23:00h no auditório da Unitau, em Ubatuba.
Leia mais

Crime organizado

Fortalecimento do crime organizado é conseqüência da tese do Estado mínimo

O povo brasileiro ficou aterrorizado. E não é para menos. Ataques do crime organizado a agentes da Segurança Pública e rebeliões, vitimaram, em nosso estado, nos últimos dias, mais de 100 pessoas, entre policiais civis e militares, bombeiros, guardas civis, agentes penitenciários e suspeitos. Sem contar o pânico e o caos enfrentado pela população civil, com ônibus incendiados e deficiência no transporte público, postos policiais cravejados de balas e o comércio fechado. Além disso, os motins nas cadeias se espalharam por outros estados, a exemplo do Paraná e Mato Grosso do Sul. O quadro mais se assemelha a uma guerra civil e justamente em um país que se vangloria de ter um regime democrático consolidado. Só podemos lamentar tantas vítimas e nos solidarizar com suas famílias e amigos, afinal, a vida tem valor absoluto e o direito à ela é bem inalienável e cláusula pétrea da Constituição. Mas, para além do medo, da tristeza e da revolta, os episódios absurdos vividos em nosso estado devem impulsionar um amplo debate nacional e uma pressão junto ao poder público para a adoção de medidas concretas de combate ao crime organizado. Para tanto, a situação merece uma análise mais aprofundada.O que mais revolta é que o ocorrido já era um quadro previsível, sendo que até a Polícia Federal já havia alertado para tanto. As informações são de que, no governo Geraldo Alckmin, existia um acordo tácito de não se atacar os líderes da facção criminosa PCC, os quais possuíam muitas regalias nas prisões, de onde praticamente comandavam o crime, através de telefones celulares. No entanto, o governo que assumiu o Estado teria “endurecido” no tratamento a estes chefes do crime, os quais, por sua vez, orquestraram as rebeliões e ataques.A situação parece ter chegado a um “certo” controle, mas, ao nosso ver, mais uma vez, o governo de São Paulo errou. Isto, porque, segundo informações da mídia, foi fechado novamente um acordo com o crime organizado, em uma reunião da qual teriam participado três representantes do governo e o criminoso “Marco Marcola”, que seria o líder do motim. Isso é muito grave, pois é inimaginável que o Poder Público negocie com criminoso. Desta forma, se fortalece o crime organizado e se enfraquece o Estado. Outro erro do governo de São Paulo foi não acreditar nas informações da Polícia Federal, deixando de prevenir os ataques e rebeliões. Também foi lamentável o governador Cláudio Lembo, que é do PFL, não ter aceitado a ajuda do governo federal, assumindo para si todo o ônus. Afinal, em um momento destes, o bem da sociedade deve falar mais alto do que a disputa partidária.Por outro lado, como sempre acontece quando é exposta a fragilidade da Segurança Pública, a militância dos Direitos Humanos passa a ser uma espécie de bode expiatório, sendo apontada por muitos como o motivo de todos os problemas. Seria o mesmo que querer culpar Jesus Cristo pela guerra entre palestinos e israelenses. São questões díspares, que na verdade, têm por trás um discurso ideológico rasteiro para enfraquecer conquistas da sociedade. No entanto, ao analisarmos por um ângulo diferente, podemos dizer que, possivelmente, a causa está realmente ligada aos Direitos Humanos, mas à ausência destes direitos. Se tivéssemos em nossa sociedade acesso universal a direitos como emprego, educação, saúde e garantias fundamentais, com certeza, haveria mais paz. Como disse o profeta Isaías, há 2.650 anos, “a paz é fruto da justiça”.Também não podemos deixar de diagnosticar, tendo em vista o caos e o terror que se instalaram em nosso estado, que a instituição “Estado” está enfraquecida. Este é mais um resultado da tese do “Estado mínimo”, apregoada pelos neoliberais. Dizem eles que o Estado não deve interferir no processo econômico, o qual deve ser regulado pela “mão invisível do mercado”. Mas, na prática, o que vemos do Estado mínimo é a precarização de direitos fundamentais e sociais, entre eles, a segurança pública. Enfim, Estado mínimo acaba se traduzindo em crescimento da violência e do crime organizado e em enfraquecimento da democracia. Por fim, vale ressaltar que o terror que parou nosso estado, nos últimos dias, não é novidade no Brasil. Na realidade, trata-se de uma constante para muitos e muitos brasileiros que vivem nos aglomerados. Só não causa tanta comoção, porque mídia, sociedade e o próprio poder público têm fechado os olhos para esta verdadeira “guerra civil” diária que acontece escondida nos morros das periferias. Quem sabe estes episódios sirvam também para sensibilizar a sociedade brasileira, a fim de que também a população desfavorecida possa usufruir da paz, enquanto fruto da justiça.

Jairo dos Santos – PT
Vereador

Eu hein, nem pensar...

De esquerda? Quem? Ele? Nunca foi

De Reali Júnior em O Estado de S. Paulo, hoje:
"O presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em entrevista ao jornal Le Monde, que considera superados certos conceitos de esquerda, como 'antiamericanismo' e 'revolução'.
Ao ser indagado pelos enviados especiais do vespertino francês se admitia tais idéias como arcaicas, o presidente foi direto: 'Na minha opinião, sim. Como sou um partidário da defesa da liberdade de expressão, cada um utiliza esses termos como melhor lhe convém. Sobretudo porque essas mesmas palavras têm um sentido diferente em cada país.'
Segundo Lula, um tipo de discurso de esquerda no Brasil não tem o mesmo peso no México.
Ele ressaltou que jamais manteve a etiqueta de esquerda. 'Sou torneiro mecânico de profissão, militante político de um partido, o PT, cujo compromisso fundamental é a construção de uma sociedade mais justa.'

Manchetes do dia

Quinta-feira, 25 / 05 / 2006

Folha de S.Paulo: "Cresce chance de Lula vencer no 1º turno"
O Estado de S. Paulo: "Pesquisa indica que Lula ganha no 1º turno"
O Globo: "STF manda prender acusados; Congresso desiste de investigar"
Correio Braziliense: "Sanguessugas de volta para a cadeia"

Notícias da Prefeitura

Prefeitura de Ubatuba promove evento com equipe do Poupatempo

I Rali Ubatuba, Pura Aventura acontece na próxima semana

Área de risco é reflorestada na Vila de Picinguaba

Quadra da piscina recebe torneios noturnos de Futebol Society

Prefeito Eduardo Cesar recebe “Prêmio Êxito Administrativo”

Equipe do Ismael assume liderança no campeonato Fraldinha de Ubatuba

Última semana para mulheres ubatubenses se inscreverem no mutirão de mamografia

Fundart anuncia última oportunidade para inscrição no curso de artes cênicas

Prefeitura realiza audiência pública para apresentação do primeiro quadrimestre de 2006

quarta-feira, maio 24, 2006

Encontros e desencontros

O estranho encontro de Dantas e Bastos

Comentário na CBN da cientista política Lucia Hippolito:
"Muito estranho este encontro entre o ministro da Justiça e o banqueiro Daniel Dantas, dono do Banco Opportunity.
Primeiro, Daniel Dantas aparece na imprensa como suposto autor de denúncias sobre o alto escalão do PT, incluindo o presidente da República, além do ministro da Justiça e de outras autoridades.
O presidente Lula reagiu violentamente à reportagem da revista Veja, chamando os jornalistas de mentirosos e bandidos, entre outros adjetivos. Tudo bem, o presidente tem todo o direito de ficar indignado contra aquilo que considera uma mentira.
Portanto, o razoável a fazer era processar Daniel Dantas. Mas não. Em vez de processo, gentilezas. O ministro da Justiça encontrou-se com o banqueiro à noite, na casa de um senador do PFL e na presença de dois deputados do PT.
Não é um espetáculo?!
Leia mais

Ciclismo

Equipe de Ubatuba faz 2 campeões no GP de Caraguá

Laura Valesi Ennes
A equipe CCU/Nossa Caixa/Adenosina/Beach Energy/Milly/Arte Camiseta/SMEL marcou presença no 1° GP “Caraguá Viver Ciclismo é Aqui”, realizado no último domingo, dia 21, na cidade de Caraguatatuba (SP).
O evento reuniu mais de 100 competidores, na Praça de Eventos, vindos das cidades de Ubatuba, São Sebastião, Bertioga, Salesópolis, Biritiba Mirim, Guarulhos, Taubaté e Parati (Rio de Janeiro).
A equipe de Ubatuba, sob o comando do técnico Paulo Márcio Ferreira, levou os seguintes atletas para a competição: Ana Carolina Ennes Houdjakoff, Lívio Poyares Telles, Iago Marinelli, Luis Felipe Ennes Houdjakoff, Robson Carlos Ribeiro, Jereelton de Oliveira, Alan Nascimento e Wellington Amaral.
Os atletas obtiveram excelentes resultados, com 2 campeões nesta prova. Na categoria de 13 a 17 anos, Iago Toni Marinelli sagrou-se campeão. A atleta Ana Carolina Ennes, pela categoria Feminino Único também conquistou o 1º lugar. Na categoria Elite, percorrendo 60 km, o atleta Robson Carlos Ribeiro subiu ao pódio em 3º lugar.
A equipe agradece a Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Esportes e Lazer e todos os patrocinadores, que tornam possível os bons resultados obtidos, e o apoio do Bingo Ubatuba e do Presidente da Câmara, vereador Dr. Ricardo Cortes.

Editorial

Palavras ao vento...

Um verdadeiro tsunami emocional. Assim podemos definir os protestos contra a infeliz proposta do secretário Furukawa: reativar o presídio da Ilha Anchieta. Na verdade ele está apenas fazendo o que os políticos fazem o tempo todo, promessas que não serão cumpridas. A indignação da população é natural e compreensível, se posta em prática a idéia servirá apenas para estragar um dos mais belos pontos do litoral brasileiro. Além do mais, antes de trazer os presos é preciso construir o presídio e isso não se faz da noite para o dia. O secretário está em situação de desespero, foi apanhado colando além de não ter feito o dever de casa. Vai desaparecer do cenário sem deixar saudades. Aqui em Ubatuba começaram as ações que irão resultar no Plano Diretor. O tempo é curto, os trabalhos deveriam ter sido iniciados no início da atual gestão. Na ocasião foi anunciado que um dos secretários se incumbiria da tarefa, o que não aconteceu, sabe-se lá o porquê. Com o fim do prazo se aproximando foi chamada a equipe que elaborou a lei do uso do solo, que em última instância será a espinha dorsal do plano. Ubatuba nesse quesito foi afortunada, os profissionais incumbidos da tarefa são de fato profissionais. Prometem e cumprem. Fogem, portanto, à regra. Em Ubatuba muitos discursos têm sido proferidos. A maioria constituída de meras palavras ao vento.

Sidney Borges

Notícias da Associação Comercial

Continua acontecendo o Ciclo de Palestras do Sebrae em parceria com a ACIU

A próxima palestra será sobre “Empreendedorismo” e será ministrada no dia 29 de maio (segunda-feira) às 19h00 na ACIU pelo consultor Roberto Belucci.
Demonstrar os principais parâmetros a serem considerados pelo empreendedor no processo de transformar uma idéia em um negócio promissor, apresentar as ações empresariais fundamentais para a inserção do negócio no mercado, iniciando pela análise do atual universo comercial, os objetivos que o empreendedor deve perseguir, o perfil dos atuais empreendedores e de seus negócios, a explicação do nascimento das empresas, a idéia como negócio e a necessidade do diferencial competitivo, as oportunidades e riscos no mercado, a necessidade da realização do diagnóstico do mercado e seu ambiente comercial, considerações sobre os aspectos de legalização da empresa e a análise de viabilidade do empreendimento e conclusões da ação empreender, são os temas abordados na palestra.
Podem participar todas as pessoas interessadas no assunto e a palestra é gratuita.Os interessados podem fazer a inscrição no balcão de atendimento da ACIU, ou entrar em contato com a Assessoria de Comunicação da ACIU c/ Cristiane tel 3832 1449.

Fonte: Cristiane Zarpelão - Comunicação ACIU

“QUEM TERÁ COMPETÊNCIA?”

Corsino Aliste Mezquita
Madeleine Albright, Secretária de Estado do Governo Clinton, admitiu não estar preparada para administrar a nova realidade apresentada por um mundo dominado por fanatismos religiosos e fundamentalismos.
Se alguém erguido na cúpula da diplomacia mundial e autora do desenvolvimento de processos relevantes, de paz e harmonia entre os povos, admite dificuldades para lidar com fundamentalismos, sectarismos e fanatismos, por considera-los semeadores do atraso e de perturbações sociais, que poderemos pensar e esperar daqueles que, sem a cultura, o espírito plural e o conhecimento da Sra. Secretária de Estado, querem administrar países, estados e municípios, com base em frases e conceitos tirados da Bíblia, do Al-Corão ou das doutrinas de Buda ou Confúcio? Frases e conceitos escritos para outras sociedades, outros tempos e ambientes geográficos? Um exemplo pode ser citado: “A procura da terra prometida”. Que terra será essa?. Quem a prometeu?.
Na trilha dessas idéias é preocupante a frase de Mahmoud Ahmedinejad, presidente do Irã a George W. Bush, presidente dos EUA:
“Nós acreditamos que um retorno aos ensinamentos dos divinos profetas é o único caminho que leva à salvação”.
Quais os profetas que estariam na mente dos redatores dessa carta?. Que tipo de salvação imaginaram?. A salvação que promete céus para uns poucos e infernos para os que não comungam com suas idéias?. Céus e infernos aqui, na Terra, ou na vida futura?.
Entre religião (Igreja, quaisquer que seja) e política (Estado) há uma contradição intrínseca. A religião orienta (ou deve orientar) o ser humano para o transcendente, para o relacionamento com o sobrenatural, para conquistar a felicidade após a morte. Envolvida pelo material, pela ambição do dinheiro e do poder, e pelos prazeres desvia-se de suas finalidades.
Já a política é responsável pela vida econômica, social, saúde, educação, trabalho, transporte, habitação e por suprir todas as necessidades matérias, intelectuais, físicas e psicológicas do ser humano, socialmente organizado. Quando uma domina a outra surge o conflito e o caos.
Observa-se, neste momento histórico, fanatismos religiosos, com características mafiosas, dificultando administrações públicas, com eles envolvidas, por se encontrarem, os ocupantes do poder, despreparadas, intelectual e sociologicamente, para lidar com pastores, apóstolos, profetas, aiatolás e franquias. Esses líderes estão preocupados com, dízimos, casa de luxo para eles morarem, carros importados, fazendas, apartamentos, ações em fábricas, canais de TV, emissoras de rádio, contas em paraísos fiscais, etc.... . A salvação das almas é disfarce necessário. Dominados por fanatismos, esquecem, os agentes políticos, o dispositivo constitucional que, sabiamente, exige a separação entre Igreja e Estado e que, no seu Artigo 19 determina:

“E vedado à UNIÃO, aos ESTADOS, ao DISTRITO FEDERAL e aos MUNICÍPIOS:
I – estabelecer cultos religiosos ou igrejas, subvenciona-los, embaraçar-lhes o funcionamento ou manter com eles e seus representantes relações de dependência ou aliança, ressalvada, na forma da lei, a colaboração de interesse público”.
O desrespeito, aos princípios constitucionais, gera conflitos sociais, injustiças, arbitrariedades e perda de respeito para com os ocupantes do poder. Infelizmente, nossa sociedade não lhes cobra esse respeito, se comporta, ante os abusos, como alienada e aceita, seus insultos, “bovinamente mansa”. A fotografia publicada, pela Folha de São Paulo, do Presidente Lula reunido com a chamada “Bancada Evangélica” é prova cabal dessa alienação e tolerância da sociedade brasileira com os abusos dos homens no Poder.(Folha A 10 de 23 de maio de 2006).
Extraordinário observar que algumas dessas supostas igrejas, modernas ou “modernosas”, apresentam-se como evangélicas ou cristãs e não se dão ao luxo, nem aparentemente, de respeitar os princípios fundamentais do “Cristianismo” que, ditados a Moisés, no Monte Sinai, foram por Cristo simplificados: “Amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”. Se entrarmos no detalhamento perceberemos que: NÃO FURTARÁS, não existe para eles. Como explicar as malas de dinheiro, os helicópteros, os compromissos de campanha, os escândalos atribuídos ao Bispo Rodrigues e de tantos outros de menor peso, volume e divulgação?. Nem por isso, menos perniciosos e desmoralizadores da Religião e da Política.
NÃO LEVANTARÁS FALSO TESTEMUNHO CONTRA TEU PRÓXIMO. Esse preceito não faz parte do código, desses autodenominados evangélicos.
Madeleine Albright tinha razão. É difícil administrar fundamentalismos religiosos misturados com política quando, os integrantes da religião no respeitam os princípios básicos de seu suposto credo e usam, a religião, para conseguir cargos, mordomias, privilégios e, até, para perseguir aqueles que tem cargos efetivos e não comungam com suas idéias; e, os agentes políticos, não cumprem a Constituição do País e não observam a moral e a ética.
Ocorrendo semelhanças, do que acima relatamos, com o que se passa em Ubatuba, será mera coincidência. Caso fenômenos semelhantes estejam ocorrendo seria oportuno um grito de alerta: ACORDA UBATUBA!. Evidentemente ótimo seria, para todos nós, dominassem, em Ubatuba, as idéias de Madeleine Albright e todos respeitássemos o pluralismo político, religioso, de origem, de idéias da nossa sociedade local e, esta, fosse mais cidadã, na defesa de seus direitos.

Apoio declarado

Comunicado do PCC prega voto no PT contra o PSDB

Folha de São Paulo
Em ofício sigiloso, a Polícia Federal repassou ao governo de São Paulo uma mensagem que o PCC fez circular pelos presídios paulistas dias antes de deflagrar a onda de ataques que subverteu a ordem em São Paulo entre os dias 12 e 19 de maio. O texto, mantido sob sigilo, concitava os presos a promover levantes nas cadeias e continha uma inusitada mensagem política.
Recolhido pelo setor de inteligência da Polícia Federal, o texto do PCC é manuscrito. Ocupa meia folha de papel ofício. Leva o nome de “salva”, como os integrantes da facção criminosa se referem às ordens expedidas pelo comando. Desaconselha o voto no PSDB. E recomenda explicitamente o voto no PT. O documento foi repassado ao governo paulista por ordem do ministro Márcio Thomaz Bastos (Justiça), que também tomou conhecimento do seu teor.

Nem o governo federal nem a administração de São Paulo deram importância à parte política do manuscrito. Num esforço para evitar a politização da crise, ativeram-se aos trechos que fazem referência às rebeliões nos presídios. Os levantes, conforme previsto no “documento” do PCC, sublevaram mais de oito dezenas de presídios paulistas.

Pelos cálculos da PF, o manuscrito do PCC foi redigido dias antes de o governo de São Paulo transferir para o presídio de segurança máxima de Presidente Venceslau os principais líderes da facção. Entre eles Marcos Willians Herba Camacho, apontado pela política como líder do PCC e autor da ordem que resultou nas rebeliões dos cárceres e na onda de ataques às forças de segurança do Estado.

Informado acerca do conteúdo do manuscrito do PCC, Lula tampouco atribuiu importância ao seu conteúdo político. Desde o início da crise, o presidente vem se manifestando, em reuniões fechadas e em manifestações públicas, contra a exploração política da crise. Discurso semelhante vem sendo adotado pelo ministro Thomaz Bastos.

Já na primeira hora, o governo petista procurou traduzir o discurso em gestos concretos. Antes mesmo de conversar com Lula, que se encontrava em Viena no instante em que começaram as rebeliões e a onda de ataques, o ministro da Justiça discou para o governador de São Paulo, Cláudio Lembo. Ofereceu-lhe ajuda.

Ao chegar ao Brasil, no dia seguinte ao início da crise, o sábado 13, Lula aprovou a iniciativa de seu ministro ao ser informado dela pelo telefone. Na segunda 16, em reunião no Planalto, o presidente pediu a Thomaz Bastos que voasse para São Paulo. Em reunião com Lembo, o ministro reforçou a disposição do governo federal de colaborar. O governador recusou o emprego de unidades da Força Nacional de Segurança e de tropas do Exército. Mas aceitou de bom grado a colaboração da área de inteligência da Polícia Federal.

Secretário delirante em perigo...

Greve: agentes penitenciários pedem demissão de Furukawa

Por Tatiana Farah, Adauri Antunes Barbosa e Marcel Frota, n'O Globo:
"Guardas de presídios vinculados ao Sindicato dos Agentes de Segurança Penitenciária do Estado de São Paulo (Sindasp) entraram em greve ontem. Eles reivindicam melhores condições de trabalho, extensão do abono salarial e a demissão do secretário da Administração Penitenciária, Nagashi Furukawa. Pedem ainda autorização para o porte de arma fora do local de trabalho. Segundo o sindicato, sete mil agentes aderiram à paralisação em 50 unidades prisionais. A Secretaria de Administração Penitenciária informou, no entanto, que apenas oito das 144 unidades foram afetadas parcialmente pela paralisação e não disse quantos dos 20.280 agentes estão parados. — Essa administração não tem condições de gerenciar o sistema. Eles só atendem as reivindicações dos presos. Não tem mais como negociar com ele (Furukawa) — criticou Cícero Sarnei dos Santos, presidente do Sindasp. De acordo com o presidente do sindicato, só estão funcionando serviços essenciais, como a parte de alimentação, enfermaria e alvará de soltura. (...) Os oito presídios afetados pela greve, segundo a Secretaria, foram Guareí 1, Guareí 2, Martinópolis, Pinheiros 1 (Cadeião), Vila Independência (capital), Belém 1 e Belém 2 (capital) e o Centro de Detenção Provisória de Ribeirão Preto."

Todos sabiam, menos ele...

Ex-petista declara que Dirceu sabia da corrupção em Santo André e MP usa o argumento para tentar reabrir investigação

Por Lilian Christofoletti e José Alberto Bombig, na Folha:
"O secretário de Habitação de Mauá (SP), Altivo Ovando Júnior, disse em depoimento ao Ministério Público que o ex-ministro José Dirceu 'tinha conhecimento' do suposto esquema de arrecadação de propina do PT em Santo André. 'O então presidente do PT, José Dirceu, também tinha conhecimento de arrecadação de propina em Santo André, como relatava em reuniões no gabinete do prefeito [de Mauá]', disse Ovando Jr., em depoimento no dia 9 de fevereiro no inquérito da Promotoria Criminal que investiga irregularidades na administração petista de Mauá (1997-2000). À época, Dirceu, que teve o mandato de deputado cassado sob acusação de comandar o mensalão, era presidente do PT. Em 2000, Ovando Jr., ex-petista, ocupava a mesma secretaria em Mauá. Hoje, a cidade é administrada por Leonel Damo (PV), adversário do PT, assim como Ovando Jr. O primeiro depoimento de Ovando Jr. ao Ministério Público foi em fevereiro de 2005, quando disse que membros da cúpula petista exigiram e receberam propina de um grupo empresarial de Mauá. Ele também teria participado do crime. O dinheiro teria sido usado para financiar parte da campanha eleitoral de Marta Suplicy à Prefeitura de São Paulo em 2000. Nesse depoimento, o nome de Dirceu não foi citado. Após a Folha ter revelado o caso, em junho de 2005, ele, em entrevista a uma rádio, mudou parte do testemunho, dizendo que não recolheu a propina. Em fevereiro deste ano, Ovando falou novamente aos promotores. Dessa vez, disse que o ex-ministro da Casa Civil, no gabinete do então prefeito de Mauá, Oswaldo Dias (PT), teria falado sobre a arrecadação ilícita em Santo André. Cópia do documento foi enviada ao procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, que investiga o mensalão. Trecho do depoimento de Ovando Jr. foi transcrito pelos promotores no ofício enviado ontem ao ministro Eros Grau, do Supremo Tribunal Federal, como uma tentativa de reabrir a investigação contra Dirceu na apuração da corrupção em Santo André, que estaria ligada ao assassinato de Celso Daniel. Dirceu, por meio de advogado, negou a acusação e disse que não há fato novo. Grau acolheu recurso de Dirceu e determinou o trancamento da investigação, sob o argumento de que o Ministério Público não apresentava fatos novos que comprovassem o envolvimento do ex-ministro no esquema. Eros Grau vai analisar o pedido da Promotoria."

O MST mostra a cara...

No segundo dia de manifestações, MST invade sede do BB

Na Folha:
"No segundo dia de protestos da Jornada Nacional de Luta, o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) fez manifestações em ao menos cinco Estados. Em Brasília, cerca de 400 integrantes do movimento invadiram, na madrugada de ontem, a sede do Banco do Brasil. Os sem-terra permaneceram cinco horas no local. A invasão ocorreu por volta das 5h. Os lavradores ocuparam o andar térreo. Não houve conflito nem danos ao patrimônio. Os lavradores seguiram até o Ministério da Fazenda, onde foram recebidos por assessor do ministro Guido Mantega. A pauta de reivindicações inclui a renegociação de dívidas de pequenos agricultores e assentados, o cumprimento das metas da reforma agrária, a publicação de um novo índice de produtividade para acelerar a desapropriação de terras e a concessão de mais crédito agrícola aos trabalhadores. A jornada do MST começou na segunda-feira, com previsão de encerramento no domingo. Em Pernambuco, o MST invadiu a superintendência regional da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) e seu depósito, em Arcoverde. Bloquearam ainda uma rodovia federal em Pesqueira. As manifestações, iniciadas no final da manhã, terminaram no meio da tarde, com a doação de cestas básicas aos sem-terra."

Secretário delirante...

Moradores de Ubatuba não querem presos na Ilha Anchieta

O secretário de Administração Penitenciária do Estado, Nagashi Furukawa, levantou a possibilidade de o governo do Estado transferir os detentos de 12 penitenciárias danificadas durante as rebeliões promovidas na semana passada pelo PCC (Primeiro Comando da Capital). O local escolhido seria a Ilha Anchieta, em Ubatuba. A hipótese surpreendeu as autoridades locais e gerou revolta entre os munícipes.
Furukawa defendeu a idéia acreditando que a transferência dos presos para a ilha seja uma boa opção, pois no passado lá já funcionou um dos presídios mais seguros do país.

Leia mais

Destaques de primeira página

Quarta-feira, 24 / 05 / 2006

O Globo: “Polícia diz que 31 mortos não agiram em ataques”
Valor: “OCDE traça cenário mais otimista para mercados”
Folha de S.Paulo: “Estado afirma que 31 dos 110 mortos não têm ligação com o PCC”
Correio Braziliense: “Justiça manda soltar 44 sanguessugas”
O Estado de S.Paulo: “TSE define regras mais severas para a eleição”

Notícias da Prefeitura

Curso de observação de pássaros é preparação para evento internacional

Ações de combate à dengue apresentam resultados positivos

Evento marca início dos trabalhos do Plano Diretor Participativo

terça-feira, maio 23, 2006

Está aberta em Ubatuba. Tome cuidado!

Só faltava essa...

Reativação do presídio na Ilha Anchieta

"Absurda e infeliz. Acredito que estas duas palavras resumem muito bem a idéia do secretário Nagashi Furukawa em transferir os detentos de 12 penitenciárias danificadas durante as rebeliões promovidas na semana passada pelo PCC para a Ilha Anchieta.
Somos totalmente contra essa proposta. Transformar a ilha em um presídio é prejuízo certo para Ubatuba e para Litoral Norte. A Ilha Anchieta é o nosso principal produto turístico, além de ser uma reserva ambiental . Agora, o que não podemos deixar, é que o governo do estado por não estar conseguindo conter os problemas dos presídios venha querer jogar essa situação aqui. Já temos muitos problemas locais para resolver, principalmente relacionado ao turismo que é a nossa única fonte de renda, não podemos nem deixar se cogitar uma hipótese desta que pode trazer prejuízos irreparáveis para a cidade.

Ahmad Khalil Barakat
Presidente da Associação Comercial de Ubatuba

Plano Diretor




Lançamento do Plano Diretor Participativo. A platéia acompanha atenta o discurso do vereador Jairo dos Santos, do PT.

Sidney Borges

Campanha do Agasalho 2006

O inverno está aí.
Não dá para ser frio nesta hora.

O Fundo Social de Solidariedade do Estado e as Lojas Maçônicas de Ubatuba, convidam você a participar da campanha do agasalho de 2006.

Doe agasalhos e cobertores nos postos de coleta desta campanha:

Papelaria do Estudante - Centro
Lojas Seller - Calçadão
Associação Comercial de Ubatuba
Supermercado Paulista - Centro
Supermercado Rosado
Supermercado Modelo - Itaguá
Supermercado Dom Vital - Toninhas
Igreja internacional da Graça de Deus - Rua Paraná
Igreja Matriz do centro e nas demais comunidades das igrejas católicas de Ubatuba.

André Diniz

Tecnologia nacional

TV digital: Consumir ou criar empregos

Se você quiser um bolo rápido, você pode ir ao mercado e adquirir na mesma hora. Poderá escolher entre os vários sabores disponíveis, com acúçar, light ou diet. No entanto, será uma escolha bastante limitada e, às vezes, com aditivos e conservantes. Se fizer em casa, poderá fazê-lo do seu gosto, com os ingredientes que considerar mais adequados à sua saúde e ao seu paladar. Além disso, essa atividade poderá se revestir de um caráter lúdico, relaxante e lúdica, na qual poderá estar testando toda a sua criatividade. A situação descrita acima serve para exemplificar a atual discussão da implantação da tv digital. Se tivermos pressa poderemos escolher entre os três modelos existentes, cada qual com uma vantagem, mas nenhum deles reunindo todas as vantagens e adequado à realidade nacional.
Leia mais

Deslizamento interrompe tráfego

Queda de barreira interdita Rio-Santos em São Sebastião

O deslizamento de terra aconteceu por volta das 7h30, na altura do quilômetro 159

As pistas nos dois sentidos da Rodovia Rio-Santos está interditada na manhã desta terça-feira, 23, devido à queda de barreira. O deslizamento de terra aconteceu por volta das 7h30, na altura do quilômetro 159, em São Sebastião, litoral norte de São Paulo.
Segundo a Dersa, máquinas já estão no local retirando a terra mas ainda não há previsão de liberação das pistas. Ninguém ficou ferido.

Agência Estado

Plano Diretor

Ontem, no lançamento do Plano Diretor Participativo em Ubatuba, no salão da Igreja São Francisco, além das apresentações de algumas secretarias municipais, houve também o recadastramento das entidades presentes. Como o cadastro da Prefeitura está desatualizado, durante o evento as pessoas puderam atualizar os dados das entidades para que possam receber informativos sobre o andamento do Plano Diretor Participativo.
A programação previa também a apresentação de vídeo do Ministério das Cidades, distribuição da cartilha de congelamento, posse simbólica do Núcleo Gestor do Plano Diretor Participativo, apresentação do prefeito sobre o processo de ocupação irregular em Ubatuba, apresentações da Secretarias de Arquitetura e Planejamento Urbano, de Saúde, de Agricultura, Pesca e Abastecimento e do Meio Ambiente.
Fonte: Imprensa Livre

É hora de repensar...

Luiz Moura
Sou pela legalidade e em uma cidade onde impera o desmando isto aparenta ser uma intransigência sem sentido. Recebo, via e-mail, constantes críticas ao meu modo (dizem as más línguas que, contundente) de escrever, todas, em razão de uma simples exigência que faço: o cumprimento das leis.
No final da tarde de terça-feira, a contragosto, fui até a praia Grande para verificar uma denúncia anônima sobre o reinício (mais uma vez) das obras embargadas pelo Poder Judiciário. Aquela quantidade descabida de construções, erroneamente nomeadas de quiosques, formando uma verdadeira barreira, desgosta qualquer indivíduo que tenha um mínimo de bom senso. A denúncia, desta vez, não tinha fundamento e minha atenção foi desviada para os "montes" de mesas e cadeiras espalhados ao longo da praia. O tempo estava nublado, ressaltando a feiúra que aquilo emprestava ao local.
A foto acima retrata um dos muitos "montes" de mesas e cadeiras, que são deixados para compor a paisagem, na praia Grande, assim que os "módulos especiais de comércio de praia" encerram suas atividades diárias.
Em um dos "montes" li o número 143 gravado em uma das mesas e pensei: "- Cento e quarenta e três vezes quatro é igual a... Nossa! Qual será o número real de pessoas para o qual cada um desses comerciantes oferecem suas mercadorias e serviços?"
... e tudo começou com a intenção de se acabar com as “feias” barraquinhas.

Lembrei-me de uma "construção" (meia-água, pé direito baixo, coberta com telha de fibrocimento e sem forro), que deve ter sido inspiração do demo, se não foi construída para as badernas do tinhoso. Um comprido barracão, em uma praia fluvial chamada Ponta Negra, em Manaus, no Amazonas, sob um sol escaldante. Embaixo daquela malfadada cobertura, inúmeros "boxes" ofereciam mercadorias e serviços aos visitantes. Não existia separação na área onde ficavam os “clientes”, apenas bateladas de caixas acústicas na divisa entre os "boxes", direcionadas para o lado dos incautos. Em cada "boxe" se ouvia (?) uma música diferente e em altíssimo volume. Este ambiente infernal estava chapado de “clientes”. Coisas do rabudo!

A única solução para a orla da praia Grande, se não quisermos ver suas condições piorarem a cada dia, é repensarmos a utilização comercial naquele espaço público. Com a mente aberta, sem privilégios, implantarmos um moderno e sustentável projeto que beneficie a todos (moradores locais, visitantes e permissionários), indistintamente.
Foto: Luiz Moura

Nada com isso...

Thomaz Bastos absolvido

"O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, foi absolvido ontem pela Comissão de Ética Pública no episódio da quebra ilegal do sigilo bancário do caseiro Francenildo Costa. A comissão considerou que Thomaz Bastos não ofendeu os princípios da ética ao indicar e apresentar o advogado Arnaldo Malheiros Filho para o então ministro da Fazenda Antonio Palocci, indiciado pela Polícia Federal pela violação ilegal da conta bancária do caseiro."
Leia mais

Contrabando perigoso

PCC é hoje um dos maiores importadores de armas do país

Por Tatiana Farah, n'O Globo:
"A maior conexão da facção criminosa paulista com o tráfico de armas é feita por apenas um homem e as armas são importadas do Paraguai. Segundo o depoimento dos delegados Godofredo Bittencourt Filho e Rui Ferraz Fontes à CPI do Tráfico de Armas, em Brasília, ao qual O GLOBO teve acesso, a facção, que teria 640 mil membros, é uma das maiores importadoras de armamento do Brasil. — Nós estamos tentando identificar um determinado indivíduo que é o intermediário dessas compras constantes de armas. Nós apreendemos as armas deles oito meses atrás, e dois meses depois já tinham comprado tudo de novo. E aí apreendemos de novo. Dois meses depois, eles compraram tudo de novo e apreendemos agora — contou o delegado Fontes aos parlamentares, no dia 10. (...) Os delegados disseram à CPI que o livro-caixa apreendido há oito meses com um tesoureiro da facção, que morreu pouco depois na prisão, apresenta uma série de nomes de advogados que participariam dos crimes. Os deputados pediram cópia do livro-caixa e a lista de casos em que a Justiça permitiu a libertação de chefes da facção. Um dos casos citados é o de Cíntia, mulher de Marcos Williams Herbas Camacho, o Marcola. Embora tenha suas transações financeiras anotadas no caderno e em documentos bancários, ela está em liberdade. Segundo os delegados, a facção já conta com 640 mil membros, sendo que 140 mil são presos distribuídos em todo o estado. As informações da polícia são recebidas, geralmente, por grampo de celular. Os policiais interceptam conversas e, com os nomes divulgados, vão tecendo a rede da facção, que hoje opera com um 'conselho' de oito integrantes."
 
Free counter and web stats