sábado, maio 13, 2006

Seriedade, onde te escondes?

País das maravilhas

Pimenta Neves é assassino confesso. Foi condenado e ficará em liberdade até que todos os recursos sejam esgotados, o que poderá demorar muitos anos, talvez vinte, dada a velocidade espantosa da Justiça tupiniquim. Pimenta Neves é branco e rico. Como tem 69 anos, é provável que nunca vá para a cadeia. Susane Richthofen vai usar do mesmo expediente. Será condenada e poderá aguardar, quem sabe até ser avó. Será que isso aconteceria se ela fosse preta e moradora de favela? Para que tantos recursos? São assassinos confessos em casos que não admitem contestação. Fatos são fatos, falta aos juristas conhecimento de lógica matemática, perdem tempo – e ganham dinheiro – provando a quadratura do círculo. Enquanto isso, em São Paulo, ataques a delegacias matam mais de trinta pessoas, a maioria policiais. Do jeito que as coisas vão as instituições perderão definitivamente a credibilidade e poderemos ter no Brasil uma aventura do gênero da de Pol Pot no Camboja, com milhões de mortos. Stédile, você já ouviu esse nome? Candidatos a reformar o mundo segundo uma cartilha conhecida e fracassada, existem muitos. A sociedade brasileira precisa acordar e dar um basta, antes que seja tarde. Caso alguém queira saber como, eu tenho uma sugestão. Fazer a moratória da dívida interna, parar de enriquecer banqueiros e cuidar da infra-estrutura do país. Está na hora dos maganos cederem os anéis.


Sidney Borges

Lula contra Veja

Globo Online
"Depois da visita oficial ao presidente da Áustria, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fez agora há pouco um desabafo muito irritado contra a revista "Veja", que neste fim de semana publica reportagem dizendo que o presidente e outros petistas têm contas bancárias em paraísos fiscais. A própria revista diz que não tem provas da denúncia, que atribui ao banqueiro Daniel Dantas, dono do banco Opportunity.
Lula foi questionado sobre a reportagem ao chegar ao hotel em que está hospedado em Viena, e respondeu no seguinte tom:
- Não, a "Veja" não traz uma denúncia. A "Veja" traz uma mentira. Se tivessem me avisado que eu tinha 38 mil euros, eu teria comprado um presente para dona Marisa. Fico sabendo quando vou embora.
Em seguida, Lula ficou ainda mais irritado:
- Vamos ser francos com uma coisa: a "Veja" tem alguns jornalistas que já há algum tempo estão merecendo o prêmio Nobel de irresponsabilidade. Eu só posso considerar isso como um crime praticado por um jornalista ou por uma revista. Eu não posso comparar isso ao jornalismo. Sinceramente, é de uma leviandade e de uma grosseria que um ser humano comum não pode admitir, quanto mais um presidente da República. Ou seja: eu acho que quando as pessoas têm o poder de escrever alguma coisa, aumenta a responsabilidade. Eu acho uma total irresponsabilidade.
- Vocês conhecem alguns jornalistas que eu estou citando, vocês sabem o que ele tem feito nesses últimos meses. Eu não acredito que dentro da revista "Veja" tenha uma única pessoa que tenha 10% da dignidade e da honestidade que eu tenho. Eu não posso admitir isso!. Eu não posso! É uma ofensa ao presidente da República, é uma ofensa ao povo brasileiro. E eu acho que essa prática de jornalismo não leva o país a lugar nenhum.
Os jornalistas perguntaram que medidas o presidente tomará.
- Eu não sei, nem li a matéria direito. Vou ter de chegar ao Brasil e ler. Eu acho uma insanidade, uma insanidade. Eu posso dizer a vocês que é a pior prática de jornalismo. A "Veja" já vem assim há algum tempo. Não é de hoje não. Mas eu acho que ela chegou ao limite, chegou ao limite, chegou limite!
- Eu não sei se o jornalista que escreve uma matéria daquela tem a dignidade de dizer que é jornalista. Ele poderia dizer que é bandido, mau caráter, malfeitor, mentiroso. Eu não posso e é até constrangedor um presidente da República saber que tem uma mentira dessa grosseria numa revista que deveria respeitar seus leitores. Os leitores pagam a revista, são induzidos a assinar. E não merecem a quantidade de mentiras que ela tem publicado."

Leia a matéria de Veja

Entrevista

Diogo Mainardi em Veja
Daniel Dantas não fala. Para quem não fala, até que ele falou muito. O suficiente para mandar um monte de gente para a forca. Em primeiro lugar, Lula e seus ministros. Passei quatro horas no escritório de Daniel Dantas, no Rio. No fim, arranquei dele meia hora de entrevista. Vale sobretudo como registro histórico. Lendo com cuidado, dá para ver o instante exato em que o Brasil acabou.

O PT PEDIU PROPINA AO OPPORTUNITY?
O que houve foi uma sugestão de que, se déssemos uma quantia expressiva ao partido, eles poderiam nos ajudar a resolver as dificuldades que estávamos tendo com o governo.

ENTÃO FOI PIOR DO QUE PROPINA: FOI EXTORSÃO. QUEM PEDIU O DINHEIRO?
Delúbio Soares.

QUAL A QUANTIA?
Entre 40 e 50 milhões de dólares. Era a necessidade de recursos que eles tinham. E Delúbio queria saber se poderíamos ajudá-los.

A QUEM FOI FEITO O PEDIDO?
A Carlos Rodenburg, que na época (julho de 2003) trabalhava conosco.

MARCOS VALÉRIO PARTICIPOU DO ENCONTRO?
Foi ele que marcou. Mas não estava presente quando foi feito o pedido.

VOCÊ PAGOU OS 50 MILHÕES DE DÓLARES?
Perguntei ao meu advogado, Nélio Machado, se o pagamento seria ilegal ou não. Ele respondeu que isso é tipificado no artigo 316 do Código Penal, e que não estaríamos incorrendo em crime algum.

PORQUE ERA UMA EXTORSÃO?
Não é exatamente esse o termo.

O QUE ACONTECEU DEPOIS?
Eu marquei uma reunião com o Citibank em Nova York e expliquei à diretora Mary Lynn que, se contribuíssemos com uma quantia muito grande para o PT, talvez nossas dificuldades cessassem, mas acrescentei que não era essa a minha expectativa. Ela me autorizou a dizer, em nome do Citi, que não seria possível pagar, porque isso contrariaria a lei americana.

ESSE FOI O PRIMEIRO PEDIDO DE DINHEIRO DO PT AO OPPORTUNITY?
Durante a campanha presidencial de 2002, Ivan Guimarães foi ao nosso escritório e entregou um kit do partido ao Carlos Rodenburg, com o objetivo de conseguir algum apoio financeiro. Rodenburg mandou devolver o kit, porque não sabia quem era Ivan Guimarães. Isso foi interpretado pelo PT como um ato hostil, mas nós éramos politicamente neutros e não tínhamos nada contra o partido.

POR QUE O GOVERNO QUERIA TIRAR O OPPORTUNITY DO COMANDO DA BRASIL TELECOM?
Porque havia um acordo entre o PT e a Telemar para tomar os ativos da telecomunicação, em troca de dinheiro de campanha.

A TELEMAR ACABOU COMPRANDO A EMPRESA DO LULINHA. POR QUE VOCÊS TAMBÉM NEGOCIARAM COM ELE? ERA UM AGRADO AO PRESIDENTE LULA?
Nós procuramos de todas as maneiras diminuir a hostilidade do governo.

O EX-PRESIDENTE DO BANCO DO BRASIL CÁSSIO CASSEB DISSE AO CITIBANK QUE LULA ODEIA VOCÊ.
Casseb disse também que ou a gente entregava o controle da companhia ou o governo iria passar por cima.

LULA SE REUNIU COM A DIRETORIA DO CITIBANK. ELE PRESSIONOU OS AMERICANOS A TRAIR O OPPORTUNITY E FECHAR UM ACORDO COM OS FUNDOS DE PENSÃO?
Não posso comentar nenhuma notícia que eu tenha obtido através dos documentos que constam do processo em Nova York.

VOCÊ CONFIRMA QUE A BRASIL TELECOM SÓ CONSEGUIU TER ACESSO AO DINHEIRO DO BNDES DEPOIS DE CONTRATAR O ADVOGADO KAKAY, AMIGO DE JOSÉ DIRCEU?
Houve uma sincronia entre os fatos.

Editorial

Viva a liberdade

Quando D. Pedro II aboliu a escravidão nem todos aderiram. Grande parte dos senhores feudais que ainda vicejam por estas bandas foi contra. Uma das regiões que mais se empenhou na luta pela permanência dos escravos foi o Vale do Paraíba, como atestam os livros de história. Dá para imaginar que se não tivesse havido pressão internacional ainda estaríamos vivenciando a prática ignóbil. De certa forma, não há muita distância entre a escravidão oficial que teoricamente foi abolida e a realidade dos desafortunados que nascem nas periferias de nossas cidades, ou nos grotões interioranos deste imenso e atrasado país. Dizem que o Brasil é rico porque tem terras férteis, minérios variados, clima ameno e um imenso território, capaz de abrigar várias vezes sua população. Segundo esse critério, o Japão é pobre, poder-se-ia até ir mais longe e dizer que é paupérrimo. Não tendo riquezas naturais, com clima hostil, terremotos e furacões e uma população que mal cabe no arquipélago, o país oriental contraria qualquer lógica e faz troça do conservadorismo brasileiro. O Japão é rico enquanto o Brasil é pobre. Como justificar tal contradição? Há séculos os governos japoneses investem em seus cidadãos, que são educados e preparados. Exatamente o que não é feito no Brasil. O evidente descaso dos governos brasileiros pelo povo é fruto da escravidão. A mentalidade impregnou na alma brasileira e vai demorar séculos para desentranhar. De qualquer forma hoje é dia de dar um viva à nação africana, a quem tanto o Brasil deve. Foram os negros que construíram este país e nos trouxeram alegria e ritmo para compensar a melancolia da alma lusitana, eternamente atormentada pelo medo do fogo eterno e sempre a pecar. Abaixo a escravidão.

Sidney Borges

Fiscalização é contestada

Entidades de utilidade pública são alvos de fiscalização da Prefeitura

Cristiane Zarpelão
A Prefeitura de Ubatuba autuou na última semana a Associação Comercial e notificou a Associação dos Engenheiros e Arquitetos.
Em relação a ACIU, a Prefeitura, através da Superintendência de Proteção a Saúde, a autuou e a notificou para providenciar licença de funcionamento para as atividades médicas exercidas no local.
Já a Associação dos Engenheiros foi notificada pela Prefeitura, através do GTM- Gerência de Tributos Municipais - para regularizar o Alvará de Funcionamento da entidade.
Procurado pela reportagem, o presidente da ACIU, Ahmad Khalil Barakat, disse que a Associação Comercial possui um convênio - o ACIU Saúde - há quatro anos, que possui alguns consultórios médicos básicos que prestam serviços aos seus filiados.
Ahmad ressaltou que o causou estranheza a Prefeitura mandar a vigilância sanitária fiscalizar uma Associação Comercial. “A ACIU não está indignada por ser fiscalizada pela Prefeitura. Nós estamos indignados com a falta de fiscalização da Prefeitura nos comércios e ambulantes irregulares. Estes sim, prejudicam o comércio, a geração de empregos e a renda na cidade”, enfatizou.
"Constantemente somos informados por empresários que são alvos da fiscalização e nos mostram sua indignação por verem comércios irregulares não sendo fiscalizados. Esperamos por parte da Prefeitura uma fiscalização rigorosa e atuante sim, mas principalmente, também nestes comércios oportunistas que vêm prejudicar a nossa cidade, e não apenas nesses estabelecimentos que geram emprego, renda e que contribuem para o desenvolvimento do município", enfatizou Ahmad.
O presidente da Associação de Arquitetos e Engenheiros, Mauro Sérgio Bezerra, explicou que a Associação já possui um projeto aprovado de edificação e que fará o pedido de Alvará de Funcionamento.
Bezerra só se disse insatisfeito com a Prefeitura. "Todas vez que cogitamos em falar sobre fiscalização em Ubatuba, os primeiros a ser fiscalizados somos sempre nós. Não tem problema sermos fiscalizados, temos que ser, mas a fiscalização não deve parar só em nossas entidades”, acrescentou.
Os dois presidentes deixaram bem claro que se consideram parceiros da atual administração, mas acham que essa atitude da Prefeitura em fiscalizar só entidades acaba causando “uma má impressão”.
Ambos questionaram ainda, se são alvo de perseguição ou não.


Outro lado


Lucilene Tavares, gerente de Tributos Mobiliários explicou que a Associação dos Engenheiros mandou um oficio ao GTM solicitando a alteração da diretoria, uma vez que ao consultarem e perceberem que a entidade não possuía alvará, a gerente encaminhou um oficio a fiscalização para proceder a notificação. “Não é perseguição. Há quanto tempo a entidade já funciona e demos um prazo bem maleável para legalizarem? Não podemos deixar nessa situação para sempre”, enfatizou Lucilene.
“O GTM tem mais de 200 autuações e não só a deles. Agora o decreto de fechamento não é competência desse órgão”, acrescentou a gerente.
Já Neilton Nogueira, disse que assumiu a Superintendência de Proteção a Saúde há uma semana e que ainda não pode nos passar informações sobre o caso da ACIU. "Estou na SPS há apenas uma semana e nela estive totalmente envolvido com a situação da dengue na cidade, por isso não posso dar declarações sobre a autuação da ACIU por desconhecer os motivos. Vou me interar do assunto, saber direitinho como está esse caso e aí sim posso falar alguma coisa a esse respeito”, explicou Neilton.

Se liga, Morales...

"Em tom cordial, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deu um puxão de orelha no presidente boliviano, Evo Morales, e nos outros líderes sul americano, que escancaram as suas desavenças mútuas, na Cimeira de Viena. Lula, que se reuniu pela manhã com Morales e Alejando Toledo, do Peru, evitou responder perguntas específicas sobre os ataques do seu colega boliviano à Petrobrás e ao Brasil, preferindo amenizar as declarações resumindo que tudo que aconteceu “representou apenas que tinha muita fumaça e pouco fogo”.
Lula lembrou a Evo Morales “que o Brasil precisa do gás do Bolívia, e a Bolívia precisa vender o gás para o Brasil”. E avisou: “por isso, é preciso encontrar o ponto de equilíbrio justo para que o Brasil fique satisfeito e a Bolívia fique satisfeita. Eu acho que, tendo esta compreensão, nós não teremos problema nenhum no nosso continente”.

Leia mais

Manchetes do dia

Sábado, 13 / 05 / 2006

O Globo: “Brasil já tem plano para substituir gás boliviano”
O Estado de S.Paulo: “Evo diz que não falou o que falou e se reúne com Lula”
Folha de S.Paulo: “Morales recua e diz que Petrobras é sócia”
Correio Braziliense: “Brasil, enfim, reage e Morales baixa o tom”

Notícias da Prefeitura

Homenagem às mulheres no Dia das Mães
Reunião discutiu problemas de Itamambuca
Apoio aos Pacientes Oncológicos tem nova sede
Apae em Ação
Cuidados para evitar epidemia de dengue
Dia da Luta Antimanicomial tem exposição
Campanha de vacinação é um sucesso

sexta-feira, maio 12, 2006

Chanceler aposta no diálogo

Celso Amorim em entrevista a CartaCapital.

“Não mandaremos marines para desalojar os administradores nomeados pelo governo boliviano. Isso é o que se queria? O Brasil não age dessa maneira. Não era assim no passado e não será agora”, reafirma Amorim.
Leia na íntegra

Vicentinho em Ubatuba

Deputado Federal Vicentinho vem a Ubatuba prestar contas de seu mandato

O vereador Jairo dos Santos, PT, convida a população de toda a cidade para participar da reunião com o deputado federal Vicentinho, PT, no próximo dia 19, às 14:00 hs, na Câmara Municipal de Ubatuba. O deputado, numa demonstração de respeito e consideração ao povo ubatubense, tem como tema principal do encontro a atual conjuntura nacional, além de fazer uma prestação de contas sobre o seu mandato. Ele quer mostrar todo o trabalho feito pelo parlamentar, nos últimos quase quatro anos. Vicentinho vai aproveitar a oportunidade para informar a população sobre a liberação de recursos para a construção de casas populares para as comunidades quilombolas do município, com verba do governo federal. Para o vereador Jairo, que sempre defendeu a tese da participação popular, é muito importante a presença de todas comunidades.

Fonte: Assessoria do vereador Jairo dos Santos

Uso impróprio de próprio...

Luiz Moura
Notei o desaparecimento da placa colocada pela Prefeitura de Ubatuba com os dizeres “PRÓPRIO MUNICIPAL”, do muro, em imóvel localizado na rua Coronel Domiciano, frente ao Ubatuba Palace Hotel. Há muito, sugiro que neste local deva ser construído um prédio para abrigar as instalações da Câmara Municipal, mesmo que haja a necessidade de desapropriação.
Com o sumiço misterioso da placa, observei que o muro foi usado pelo ex-prefeito Paulo Ramos (como pode ser constatado na foto acima), no alcance de seus objetivos políticos.
Na cidade refugo, digo, refúgio, o patrimônio público é usualmente empregado, sem autorização, para o benefício de alguns privilegiados.
Em todas as administrações existem pessoas que, de uma maneira ou de outra, utilizam-se, de modo abusivo, do cargo que ocupam. Atualmente, na "administração do desgaste", o Diretor-Presidente da Fundart, Martiniano Nelson Viana, homem de confiança do prefeito Eduardo César (PL + PT), sem a autorização do Conselho Deliberativo da entidade, a seu bel-prazer, distribui o uso dos espaços públicos sob a responsabilidade da Fundação.
Cabe a população injuriada denunciar os paulos e martinianos de Ubatuba.

Foto: Luiz Moura

Dia de definir

Comentário da cientista política Lucia Hippolito na CBN:
"Amanhã a campanha eleitoral de 2006 poderá dar um passo importante na direção da definição das candidaturas. A noiva mais paquerada dos últimos tempos decide se aceita o pedido formal de casamento feito pelo PT, se aceita o namoro com o PSDB, ou se vai solteira para a eleição.Em suma, amanhã tem convenção do PMDB em Brasília.
Leia mais

Opinião do PFL contraria pessimismo

Análise do PFL vê cenário eleitoral favorável para Alckmin

Por Maria Cristina Fernandes, no Valor:
"Somados, os nove Estados do Nordeste têm 5,3 milhões de eleitores a mais que São Paulo. Nas eleições, esta vantagem tem sido praticamente eliminada pelo maior percentual de brancos e nulos no eleitorado nordestino. Em 2002, por exemplo, a diferença foi de apenas 277 mil votos. O PFL nunca ganhou uma eleição em São Paulo, apesar de hoje governar capital e Estado, mas nenhum outro partido conhece tanto de eleição no Nordeste. Esta semana começou a circular no partido um levantamento sobre a influência das disputas estaduais na eleição presidencial. O documento é taxativo: o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, tem que ganhar terreno no eleitorado nordestino, mas é em São Paulo que deve tentar tirar a diferença que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva colocará à sua frente no Nordeste. Na avaliação pefelista, reforçando São Paulo para neutralizar a vantagem lulista no Nordeste, Alckmin estaria em condições de avançar no resto do país por meio de alianças estaduais que lhe são mais favoráveis. Nas contas dos pefelistas, metade dos votos que Alckmin tem hoje vem do eleitorado paulista. (...) Nesse cenário de eleição polarizada, a análise dos pefelistas é que a vantagem real de Lula está na casa dos 15%. Uma diferença nada acachapante, visto que o presidente tem tido uma exposição extraordinária enquanto Alckmin, fora de São Paulo, ainda é um ilustre desconhecido."

Diplomacia ou Dipromassia?

Primeira Leitura
Horas depois de a Petrobras aceitar estatização de reservas, Morales sobe o tom, diz que a empresa mantinha atividades “ilegais” na Bolívia, avisa que não vai indenizar ninguém e acusa Brasil de ter tomado Acre em troca de “um cavalo”.

Amorim diz que governo brasileiro está indignado; UE tenta, em vão, resgatar com palavras a liderança regional de Lula.

Imprensa estrangeira vê Chávez no comando da América do Sul; Economist nota que Lula é humilhado pela Venezuela e que virou um “espectador irrelevante no seu próprio quintal”.

A temperatura começa a subir...

Amorim não descarta retirar embaixador de La Paz

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, em entrevista durante a Cúpula de Viena, não descartou a retirada do embaixador brasileiro em La Paz por causa das acusações do presidente boliviano, Evo Morales, contra a Petrobras.
"Prefiro não discutir todos os meios que pretendemos usar. Acho que isso não é produtivo. Tudo tem que ser analisado", afirmou Amorim, ao ser questionado se o Brasil pretendia retirar o embaixador.
Atualmente, o cargo na capital boliviana é ocupado por Antonino Mena Gonçalves.
"Acho que não vamos retirar o embaixador simplesmente pelo que ainda está sendo discutido. Mas, evidentemente, se verificarmos que não há dialogo possível, nós vamos examinar as opções que existem", disse.
"Vou examinar com o presidente Lula as opções diplomáticas com equilíbrio e serenidade. Não vou ficar fazendo ameaça, porque não adianta", acrescentou Amorim que tem uma viagem marcada para a Bolívia no fim de maio.
Leia mais

Notícias do Legislativo

Vereador Mico agradece ao Poder Executivo pela atenção e aos trabalhos prestados à comunidade de Ubatuba

Igreja Assembléia de Deus do Bom Retiro realiza Show Gospel com apoio do vereador Mico

Leia aqui

SASARI - Resgatando a Cidadania

A SASARI - Sociedade Amigos do Saco da Ribeira - vem desenvolvendo um trabalho social com o projeto "Resgatando a Cidadania", atendendo mais de cento e vinte pessoas nas modalidades de aeróbica, street dance, capoeira e vôlei, três vezes por semana, realizando interessantes reuniões, para discutir importantes assuntos, com relação ao nosso bairro.

Reflorestamento

Foi formado também um grupo de voluntários para combater incêndios nas matas e reflorestamento de áreas, realizando este trabalho há 12 anos.
A convite do presidente da SASARI participou das atividades com o grupo, nos dias 3 e 10 de maio, o Sr. José Luiz, Secretário da SAL - Sociedade Amigos do Lázaro, que veio conhecer de perto o projeto "Resgatando a Cidadania". Na ocasião plantou, em conjunto com os voluntários, várias mudas de árvores e realizou um passeio no morro reflorestado, contemplando o trabalho da associação.
O reflorestamento é realizado todas às quartas-feiras. Os interessados em participar do trabalho devem procurar a SASARI, à Rua Ana Graça, 194, Saco da Ribeira.
"Estamos felizes porque hoje já contemplamos nossos morros arborizados, graças ao empenho e a dedicação de todos os voluntários e toda equipe da nossa associação", disse Vanderlei Graça, presidente da SASARI.

Fonte: SASARI

Manchetes do dia

Sexta-feira, 12 / 05 / 2006

O Globo: “Morales radicaliza contra o Brasil e preocupa Lula”
O Estado de S.Paulo: “Evo ataca Brasil e acusa Petrobrás de contrabando”
Valor: “Alta de metais pressiona indústria e força repasse”
Correio Braziliense: “Morales afronta o Brasil. Lula silencia”
Folha de S.Paulo: “Morales acusa Petrobras e ataca o Brasil”

Notícias da Prefeitura

Casas são demolidas na Picinguaba
Plano Diretor participativo
Festa homenageia ativistas do surfe municipal
Jairo e Prefeito unem forças
A bicicleta e o meio ambiente
Atletas de Ubatuba competem na Espanha

quinta-feira, maio 11, 2006

Fábula XVI

Rogério Frediani
A cidadezinha, apesar dessas duas semanas de descanso sem relatar fatos que atrapalham seu desenvolvimento, continua apresentando grandes e graves problemas. Desta vez com relação ao aumento da passagem de ônibus, e o fato é pior do que se imagina.
Então, vejamos. Há alguns anos atrás o Legislativo da cidadezinha aprovou uma resolução que autorizava a empresa de ônibus local a aumentar o valor da passagem. A tal resolução foi feita baseada no aumento significativo dos combustíveis, ou seja, naquela época havia uma justificativa plausível para que a empresa de transporte urbano não sofresse prejuízos.
Mas a resolução teve seus dias contados porque dois dos treze vereadores que participavam do legislativo na época, entraram na justiça para derrubar a decisão da Câmara Municipal, alegando que os demais edis da cidadezinha haviam recebido propina para aprovar a resolução. Os dois vereadores responsáveis pela ação são atualmente: o chefe do executivo e o seu vice.
Concedida a liminar para derrubar a resolução o então Poder Legislativo revogou a Lei e passou a responsabilidade para a administração pública que deveria decidir o aumento, se assim quisesse, através de um Decreto. Enfim, após toda essa confusão, nada foi feito e a passagem de ônibus continuou com o mesmo valor, sem sofrer nenhum aumento.
Mas a cidadezinha, a cada dia que passa, nas mãos desta atual administração, fica mais chocada, e com razão porque os atos do atual chefe não condizem com aquilo que ele pregava enquanto membro do legislativo. Por quê? Bem, a explicação é lógica, simples e está ai para todo mundo ver. O atual chefe do executivo, aquele que entrou na justiça para revogar a lei do aumento da passagem, agora concedeu o aumento de aproximadamente 13%, justamente no momento em que o governo, que é do partido de seu vice, alega que a economia está estagnada, inclusive no que diz respeito ao preço dos combustíveis.
Não dá pra entender as atitudes do chefe da cidadezinha, que agora no poder, parece estar prejudicando a população e não indo a seu favor. O aumento da passagem de ônibus para o cidadão que precisa deste meio de transporte, resulta em uma soma absurda a ser retirada do pequeno salário que recebe no final do mês para sobreviver. Tudo isso é inacreditável, mas infelizmente é uma realidade na cidadezinha que ainda tem dois anos pela frente até que surja um novo chefe e quem sabe mais competente e responsável.

Enquanto isso, na Bolívia...

Política habitacional

Deputado Simão Pedro fala sobre política habitacional em Ubatuba

O deputado Simão Pedro (PT/SP), presidente da Comissão de Serviços e Obras Públicas da Assembléia Legislativa de São Paulo, estará hoje (11/05), às 19h00, realizando palestra sobre política habitacional para o Estado, na Câmara Municipal de Ubatuba. O evento é organizado pelo ex-presidente da Casa, o vereador Jairo dos Santos (PT).
Desde 2003 quando assumiu a Comissão, o deputado Simão Pedro vem pautando o tema da habitação em diversas audiências públicas, com presenças dos secretários estaduais, representantes dos movimentos de moradia e dos empresários do setor.
Para o parlamentar, é urgente que o governo estadual aprove o Sistema Estadual de Habitação, a exemplo do que foi feito pelo governo federal em junho de 2005. “O sistema permitirá que os recursos destinados à construção de casas populares sejam otimizados, uma vez que será possível somar verbas dos municípios, do estado e do Ministério das Cidades”, disse Simão que é autor do projeto de lei que institui este mecanismo e que está na ordem do dia para ser votado na Assembléia Legislativa.
Fonte: Assessoria de Imprensa do deputado Simão Pedro

CDP NAS TONINHAS (com ISO 9000)!

Ronaldo Dias
Sem entrar no mérito da legislação preservacionista tenho como certo que o homem deve “ocupar” a natureza de forma racional. Esta minha certeza supõe que sua interferência no meio ambiente deve seguir padrões estéticos proporcionais e compatíveis com a natureza e com a paisagem do local onde será feita a interferência. Assim, quanto mais raras as marcas deixadas pelo uso e pela ocupação do homem, mais inteligente ela foi. São as construtoras responsáveis pela execução de grandes edificações. Entre elas, podem-se encontrar inúmeros bons exemplos de empresas, que além de selos de qualidade técnica construtiva (ISO 9000) ostentam e praticam suas intervenções com responsabilidade ambiental (ISO 14000). Apenas as últimas sobreviverão aos novos tempos. Lamentável é que em pleno século XXI, ainda existam empresas que executem obras extremamente agressivas a paisagem. Uma agressão aos olhos de quem vê e, vendo, enxerga. Construir com qualidade, não é só garantir que a edificação não vá ruir. A aberração arquitetônica, sendo edificada na praia das Toninhas, certificará com outros “selos” aquela construtora. Aos dirigentes da tal Associação, que aprovaram a execução da obra, cabe a máxima: “Gosto não se discute. Lamenta-se”. Haverá festa de inauguração? Ubatuba e seus habitantes nada terão a comemorar!
P.S. Atenção aos construtores e construtoras: Não há gastos com projetos de Arquitetura (estética e funcional) que não se tornem excelentes investimentos!

Notícias da Associação Comercial

Curso do Programa 'Alimente-se bem tem início em Ubatuba'

Durante todo o mês de maio, a carreta do Sesi com o “Programa Alimente-se Bem” estará disponível na cidade

O período de atendimento da unidade móvel no município teve início no dia 9 e estará disponível na cidade até 3 de junho.
Os cursos acontecem gratuitamente, de segunda a sábado, nos períodos da manhã, tarde e noite. A unidade móvel está estacionada na Avenida Iperoig, em frente à Setur.
A unidade comporta 30 alunos por turma. Ao total são 16 turmas disponíveis, atendendo um total de 480 pessoas. A realização do programa em Ubatuba foi devido a uma parceria entre a Associação Comercial de Ubatuba-ACIU, Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Turismo e a Loja Maçônica Acácia que viabilizaram junto ao SESI de Taubaté a vinda da unidade móvel do programa.
Desde 1998 o SESI (Serviço Social da Indústria), desenvolve o programa ‘Alimente-se Bem’ com o intuito de ensinar o trabalhador e sua família a preparar uma alimentação de qualidade com baixo custo.Segundo o presidente da Associação Comercial de Ubatuba, Ahmad Khalil Barakat, a idéia de trazer a unidade para Ubatuba é atender a bairros carentes: “O intuito é mostrar que se pode comer bem gastando menos. Com partes normalmente desprezadas de alimentos, como cascas talos e folhas, podem ser feitos muitos pratos nutritivos”, apontou o presidente. Patrícia Néri Cavalcanti, uma das três nutricionistas que ministra o curso, explica que, nas aulas, os alunos aprendem “um pouco de tudo relacionado a alimentos”. “Ensinamos como fazer o aproveitamento integral dos alimentos, utilizando cascas, folhas e talos diversos. Os alunos aprendem também sobre educação nutricional, congelamento e descongelamento, e o melhor, receitas nutritivas e muito saborosas a um baixo custo”, diz a nutricionista.
A dona de casa Maria das Neves se diz “muito satisfeita” com o curso. “Estou adorando. Já no primeiro dia aprendi muitas coisas interessantes e me surpreendi como dá para fazer ótimas receitas com coisas que na maioria das vezes jogamos fora. Descobri que dá para fazer um bolo delicioso com cascas de banana!” disse entusiasmada.
Os interessados devem entrar em contato com a Assessoria de Comunicação da ACIU, falando com Cristiane, pelo telefone (12) 3832-1449.
Fonte: Cristiane G. Zarpelão - Comunicação ACIU

Reminiscências

Luiz Moura
No início da década de 1960, morador do centro onde nasci, passava minhas férias escolares em casa de uma tia, na praia da Enseada. A casa era em frente ao mar, no canto norte. A transparência e a limpeza das águas do mar ficaram gravadas em minha memória. A beleza da baía do Flamengo é indescritível.
A praia Grande e a praia das Toninhas, no caminho da Enseada, eram desertas (de edificações). Quando recordo aqueles tempos e os comparo com hoje sinto um aperto no peito.
Não piso na praia Grande e na Enseada há muito tempo. Hoje, elas fedem.
Outro dia, uma amiga, atualmente moradora de Ubatuba, me falou:
- Lembro que quando vinha de ônibus para Ubatuba e chegava na praia Grande sentia aquele cheirinho de mar, tão bom! Atualmente...
Vendo a foto acima, do que estão fazendo na área entre a praia das Toninhas e a rodovia Ubatuba-Caraguatatuba, antagonismos me vêm à cabeça: belo e feio; sagrado e profano; justo e injusto; verdadeiro e falso; luz e escuridão; mocinho e bandido; limpo e sujo; certo e errado; bem e mal; Ubatuba e José, Pedro, Paulo, Euclides, Eduardo...

Foto: Arquivo UbaWeb

Editorial

Democracia em risco

O depoimento de Silvinho “Land Rover” deu vergonha aos membros da espécie humana. Silvinho “Land Rover” é o exemplo acabado do idiota. O que ele tentou fazer com o PT e com Lula tem um nome. Em inglês diz-se “blackmail”, o que traduzindo resulta em chantagem. É uma simples questão de dinheiro. Com uma graninha Silvinho fica quietinho. Deveria ter sido preso por tomar tempo de quem tem coisas sérias para fazer. Já está cansando a proposição absurda, kafkiana, que diz que Lula não sabia das estripulias de seus meninos. Sabia sim, ele sempre esteve no comando. O PT pretende eternizar-se no poder. Lula poderá ser reeleito, tudo indica que será. O PSDB esqueceu coisas fundamentais da política, bom para o “Sapo barbudo”. A imagem do candidato tucano está mal cuidada. Do jeito que vai, não vai, Alckmin vai precisar de um pista longa demais para decolar. Antes que a nave despegue poderá cair no abismo do fim do mundo, repositório dos sonhos não realizados. Caso o partido dos tucanos pretenda vencer, terá de mudar o tom do discurso. Voltando ao projeto petista de poder eterno, quem viver verá. Uma vez reeleito, Lula começará a trabalhar no sentido de outra reeleição. Conhecendo o caráter elástico do Congresso, terá apoio total. Ou melhor, quase total, não devemos generalizar, há políticos honestos. Caberiam em um Karman-Ghia. Nesse caso a Democracia estará ameaçada e a sociedade terá de reagir, como deveria ter feito quando o “Príncipe dos Sociólogos” comprou a reeleição. O casuísmo de FHC resultou em precedente perigoso. Se ele fez, Lula poderá fazer também e aí adeus legalidade. O Brasil corre um grande risco. As forças políticas relevantes apostam em 2010, como Juscelino apostou que voltaria em 1965. Antes aconteceu a redentora de 64 que matou os sonhos de Democracia por vinte e um anos. Será que a história vai se repetir?

Sidney Borges

Deitado eternamente...


Para ler a legenda cligue na imagem.

"Devolver 'o que foi roubado'"

Dom Eusébio elogia Alckmin e diz que PT deve explicações

N'O Globo:
"Ácido nas críticas ao governo Lula, o arcebispo do Rio de Janeiro, cardeal Eusébio Scheidt, afirmou ontem que as denúncias do ex-secretário geral do PT Silvio Pereira são questiúnculas se comparadas ao dever que o PT tem de explicar as acusações de corrupção, pedir perdão pelos erros e devolver 'o que foi roubado'. — O próprio partido deve ainda uma explicação, um perdão e a restituição do que foi roubado. Isso é o pior elemento: Onde ficou esse dinheiro? Tem que ser recebido para a caixa pública. Já foi recebido? — disse dom Eusébio, que participa em Itaici, localidade de Indaiatuba, na região de Campinas, da 44 Assembléia Geral da CNBB. O cardeal elogiou o principal adversário de Lula, Geraldo Alckmin, do PSDB: — Surgiu um ou outro, no qual certamente a gente vai poder confiar no futuro porque, por pior que seja a situação sempre haverá, sem ser o grande salvador da pátria, pessoas de grande formação e de conteúdo cívico, de cidadania já consolidada e demonstrada em diversos mandatos anteriores, que a nós dá uma credibilidade e uma esperança bem maior. Já o arcebispo de Mariana (MG), dom Luciano Mendes de Almeida, elogiou os programas sociais de Lula, afirmando que merecem 'um voto de confiança'. Ao falar sobre corrupção, citou o evangelho: — Quem não tem culpa que atire a primeira pedra."

Stédile: "Crise de projeto"

"A crise venceu a esperança", diz Stédile, frustrado com Lula

Na Folha de São Paulo:
"João Pedro Stédile, o líder do MST, lamenta que ter se frustrado a esperança inicial de que 'o governo Lula superasse a crise brasileira', que ele considera 'muito grave'. 'É uma crise de projeto', diz. Sobre o governo Lula, emenda: 'É um governo ambíguo, porque tanto tem representantes do antiimperialismo e do antineoliberalismo como pró ambos'. Quem predomina, no entanto, é o segundo grupo, 'o pessoal da área econômica', como diz Stédile. O líder do MST já não aposta tanto em Lula. Prefere a mobilização popular: 'Dia mais, dia menos, a população brasileira vai se levantar. Nosso problema não é a eleição [de outubro], mas dar consciência para o povo', afirma. Não é a primeira vez em que Lula fica fora do mapa dos movimentos sociais que foram durante quase um quarto de século companheiros de rota do PT [Ele não participa da cúpula paralela à 4ª Cúpula União Européia-América Latina/Caribe, que reúne apenas os quatro sócios do Mercosul e o conglomerado europeu]. Já na Cúpula das Américas (Mar del Plata, em novembro), só Chávez foi convidado a falar, para o mesmo tipo de audiência. A novidade é que o boliviano Evo Morales entra na fotografia, esmaecendo mais a imagem do brasileiro. 'Evo Morales nacionalizou o gás, ao passo que Lula liberou os transgênicos', compara Alexandra Strickner, uma das organizadoras da cúpula alternativa, para justificar o convite a um e o desconhecimento do outro.Mas Lula não fica fora da foto sozinho. Tampouco os presidentes Tabaré Vázquez (Uruguai) e Néstor Kirchner (Argentina), outros dois integrantes da suposta onda de esquerda, não foram convidados à cúpula alternativa. Não convém, no entanto, confundir as coisas e achar que Chávez está disputando a liderança com Lula. Ninguém disputa, na América Latina, a liderança brasileira, seja qual for o presidente, porque o país tem população, território e economia superiores. O que Chávez disputa — e vence — é a liderança das vozes 'anti-imperialistas e anti-neoliberais', para usar a expressão de Stédile. Por enquanto, o bloco conta apenas com Bolívia e Venezuela, além do apoio de Cuba."

Reajuste de funcionários públicos

Charles Medeiros solicita Plano de Carreira e reajuste salarial aos Funcionários Públicos Municipais

Após encaminhar indicação nº. 423/06 ao Executivo, solicitando reajuste salarial aos Servidores Públicos de Ubatuba, o Vereador Charles Medeiros PSB, usou a Tribuna na 13ª Sessão da Câmara Municipal para reforçar o solicitado. Medeiros reivindicou ao Executivo estudo ao intuito de atender as necessidades dos funcionários Públicos sobre o reajuste salarial de 10%, e que também agilize os tramites para a elaboração do tão sonhado Plano de Carreira, que ira valorizar tão importante categoria. O vereador afirma que o aumento do salário mínimo a vigorar a partir de 1º de maio do corrente, ira achatar ainda mais o poder aquisitivo dos servidores municipais, bem como a falta do Plano de Carreira, desvaloriza o servidor efetivo. “Nosso estatuto, Lei 341/71 esta ultrapassado, carece de mudanças urgentes, pedimos então ao Sr. Prefeito que atenda as reivindicações da categoria e que possibilite aos funcionários públicos de Ubatuba mais dignidade na sua carreira profissional”. Afirma Charles Medeiros.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Manchetes do dia

Quinta-feira, 11 / 05 / 2006

Correio Braziliense: “Câmara investigará apenas 16 deputados”
O Globo: “Silvio se contradiz, alega esquecimento e irrita CPI”
Valor: “PIB cresce até 6% perto da eleição, apontam previsões”
Folha de S.Paulo: “Câmara inocenta 36 acusados de fraude”
O Estado de S.Paulo: “Negociação começa; Bolívia ameaça não pagar Petrobras”

Notícias da Prefeitura

Saúde: Mutirão de mamografia
Natação: Novas vagas serão abertas
Atletismo: Prova Soldado Paulino

quarta-feira, maio 10, 2006

Como Silvinho falou ao Globo

Leia o relato da repórter do Globo Soraya Aggege sobre os bastidores da entrevista com o ex-secretário-geral do PT, Silvio Pereira. O texto abaixo foi publicado nesta terça-feira no jornal O Globo:

"Como Silvinho andava sumido, procurei petistas que pudessem me contar um pouco mais sobre ele. Muitos desconversaram, outros falaram mal de Silvio. Era como se ele fosse uma doença que foi extirpada do partido, que agora só quer esquecê-lo. Na quarta-feira passada fui ao seu apartamento e fiquei surpresa ao ser autorizada a subir. Silvio me recebeu muito bem e, depois de pensar um pouco, aceitou conversar. Após uma hora, disse que esperava uma visita e pediu que eu saísse. Deixei o número de meu celular e argumentei que seria importante uma matéria com a versão dele sobre o mensalão. Dez minutos depois ele me telefonou e disse que seu compromisso fora adiado e que iria falar.
Leia mais

Utilidade Pública

Manifesto pela preservação das áreas de lazer públicas nas praias de Ubatuba

ESTIMADOS CIDADÃOS DE UBATUBA!


Este Manifesto dirigimos a todos os cidadãos conscientes de nossa cidade, que queiram ver o fim da degradação ambiental, a qual está ocorrendo em toda a orla de Ubatuba, devido a falhas em nossas Leis.
Ocorre, que a situação chegou a extremos. Dia 20.04.2006 a Associação dos Funcionários Públicos do Estado de São Paulo iniciou a construção de uma muralha de 174m de extensão sobre a areia na Praia das Toninhas e deu início ao desmatamento da área, com a autorização do DPRN e da Secretaria do Patrimônio da União-SPU, que cede Áreas de Marinha a particulares, sem qualquer critério para a proteção da paisagem e do microclima local, que são fatores indispensáveis para garantir uma boa qualidade de vida e o desenvolvimento sustentável em uma região.

Leia mais

O PV NÃO É PAVÊ

Nesta última eleição alguns políticos mudaram de partido, passaram de uma sigla para outra, sem maiores ideologias básicas. È o caso que ocorreu no Partido Verde de Ubatuba, como não a lei para impedir a voluptuosidade dos políticos, ou seja, não há como punir ou impedir tal mudança.
Nos paises civilizados, o cidadão vota no candidato e também na legenda, com um programa bem definido e contornos políticos e ideológicos diferentes dos outros partidos. O que esta acontecendo no Brasil e aqui em Ubatuba é ao contrário, os políticos passam de um lado para o outro sem maiores crenças ou ideologias básicas. O motivo para essas trocas, em geral, é mercadológico ou conveniência política.
Existem dois momentos para se fazer esse tipo de barganha. O primeiro é logo depois da eleição, quando os políticos aderem a outros partidos vitoriosos na esperança de conseguir cargos e verbas, veja casos de coordenadores de ex-candidatos como Paulo Ramos, Pedro Tuzino, Rogério Frediani, que pularam para o “colo” da administração municipal, além dos presidentes de partidos que agarraram a oportunidade, sem pestanejar, é o toma lá e dá cá, vergonhoso, ardiloso e pior quem paga é você Eleitor e cidadão que paga os seus impostos, o que não ta fácil não. A Cidade empobrecida, abandonada, altos esquemas de corrupção, troca generosa de favores, empreguismo religioso e barato e o mais grave: a maior falta de competência no trato das coisas públicas em todas as instituições. O PT deveria chamar a tropa de Thomas Bastos para por ordem na casa, ia ter CPI do asfalto, da escola e da merenda (fora o que tem por vir, que é de arrepiar).
Minha militância data de 14 duros anos de PV, respeito o partido e por dar o meu suor nas campanhas e defender as ideologias não entregarei o PV para qualquer grupo insano e interesseiro que de forma covarde e sorrateira venha furtar os ideais desta instituição para beneficio próprio ou de outrem mais próximo. Vou reprimir com veemência todo e qualquer ato de corrupção e de desvio de numerários. Venho em nome da decência aclamar a militância deste digno e histórico partido, a fim de convocar uma consulta as base e promover um redirecionamento na política municipal Verde. Em respeito às figuras ilustres como Padre Afonso, Marcelo Ortiz, Jovino, e o ícone Fernando Gabeira promover uma reforma na executiva e que esta se alinhe com a política original do PV, e também quem sabe, e por que não, conscientizar políticos membros do partido que o melhor não é agora, e sim a garantia de um futuro melhor, numa sociedade mais justa e com desenvolvimento sustentável.
Ainda jacaré, não é hora da lagoa seca, vamos a luta legitima e coerente, abaixo o favoritismo e o poder pelo poder.


Benedito Moreira Santos
Ditinho do PV

Editorial

Do alto da Tribuna

Na sessão da Câmara de ontem, 9 de maio, o vereador Charles Medeiros fez uso da tribuna para tocar em dois pontos da maior importância para a comunidade ubatubense. As condições de saneamento básico do município e o comprometimento da Sabesp foi o primeiro. A empresa está em dívida com Ubatuba. A falta de estações elevatórias impede que sejam feitas ligações das redes de esgoto às estações de tratamento. As redes estão prontas, foram custeadas com dinheiro dos contribuintes. São inúteis. A falta de compromisso da Sabesp acaba por comprometer a balneabilidade das praias. Como decorrência o turismo é afetado e para quem não está lembrado, somos uma cidade turística. O outro ponto é terrivelmente vergonhoso, para não dizer vexaminoso. Em pleno século XXI, quando o Brasil envia um astronauta ao cosmo e surge no horizonte como uma das grandes potências da indústria aeronáutica, uma comunidade ubatubense vive sem luz elétrica. Não quero saber de quem é a culpa, tivesse eu poder mandava cortar a luz da casa dos envolvidos, para que experimentassem as delícias da vida sem energia. Chega de conversa, a cidade quer ação. E que seja rápido.

Sidney Borges

Incentivo ao surfe

Lei estabelece cooperação com Associação Ubatuba de Surfe

Cristiane Zarpelão
A Câmara Municipal de Ubatuba aprovou por unanimidade, na sessão de ontem, projeto de lei do vereador Claudinho Gulli (foto), que dispõe sobre a cooperação entre o Poder Executivo Municipal e a Associação Ubatuba de Surfe, regulando as atividades relacionadas ao ensino da prática de surfe no município de Ubatuba.
Segundo Gulli, a lei visa autorizar o Executivo a celebrar e estabelecer cooperação com a Associação Ubatuba de Surfe, no sentido de criar regras por ter em seu calendário campeonatos de surfe nacional e internacional. “Ubatuba é conhecida como a capital do surfe e realmente há a necessidade de regras e critérios técnicos objetivos de avaliação de instrutores que postulam a condição de técnicos de surfe ou a abertura de escolas de ensino e a prática do esporte nas praias de Ubatuba”.

Caberá ao Executivo regulamentar a cooperação técnica com a associação e dispor o que couber, mediante baixa de decreto, a fim de viabilizar a aplicação da lei.
Foto: Renato Boulos/USC

“De volta para minha terra”

Câmara aprova programa “De volta para minha terra”

Cristiane Zarpelão
A Câmara Municipal de Ubatuba aprovou por unanimidade, na sessão de ontem, o projeto de lei do vereador Charles Medeiros (foto), que dispõe sobre criação do programa social denominado “De volta para minha terra” a ser implantado no município de Ubatuba.
O vereador justificou que o projeto de lei se deve ao fato de muitos migrantes irem ao Legislativo para pedir apoio para voltarem às suas terras natais.
A lei prevê a autorização do Poder Executivo Municipal em implantar o programa na cidade, que é voltado para a população migrante que esteja morando no município de Ubatuba e que encontre-se desempregada há mais de um ano. A lei prevê ainda que se torna facultativa a participação da iniciativa privada, ONGs - Organizações Não-Governamentais, ou OSCIPs- Organizações da Sociedade Civil de Interesse Público, que se interessarem pelo programa, de forma a agir em parceria com a Prefeitura Municipal de Ubatuba.

Segundo o vereador Charles Medeiros, muitos migrantes vêm para Ubatuba acreditando que irão melhorar de situação financeira, mas ao chegarem aqui se deparam com algumas dificuldades e desconhecem o alto custo de vida no litoral. “Infelizmente há um crescente número de cidadãos que, por não se adaptarem as condições de nossa cidade, onde muitos, por falta de mão de obra específica e qualificada nas atividades praianas e de turismo, tiveram que se adaptar a outras novas atividades resultando em uma rentabilidade muito abaixo da almejada”, diz o vereador. Outra situação enfrentada - acredita o vereador - são as saudades sentidas dos entes que permaneceram na antiga terra, bem como a vontade de retornar as atividades que lá exerciam, buscando o retorno à adaptabilidade aos seus costumes e tradições. “Ubatuba já não possui atividades, serviços ou empregos para abrigar grande parte de seus moradores, principalmente aos que aqui vieram tentar melhores condições de vida, onde largaram toda uma história, tradições, costumes, famílias e amigos. Muitos destes que aqui estão pretendem retornar de forma segura e respeitosa, sempre amparada em um dispositivo legal e incentivador”, afirma Medeiros.
Os requisitos necessários para que o migrante possa voltar à sua terra, inclusive com seus bens móveis, ficarão a critério do Executivo Municipal, o qual indicará as normas a serem aplicadas.
Foto: Renato Boulos/USC

Devolvam meu Land Rover...

"Arrependido", Silvio deve silenciar na CPI para poupar Lula

Por Josias de Souza, na Folha:
"Um emissário do PT conversou ontem com Silvio Pereira. Obteve dele a garantia de que não dirá nada que possa comprometer Lula e o governo. Segundo apurou a Folha, o contato com Silvinho foi feito a pedido do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ele receava que o ex-companheiro, convocado para depor na CPI dos Bingos, pronunciasse na comissão declarações no mesmo tom das que fez em entrevista publicada por O Globo. O contato com Silvinho foi feito por um petista que, além de amigo do ex-secretário-geral, desfruta da intimidade de Lula e do ex-ministro José Dirceu (PT-SP). O resultado da conversa foi repassado ao Palácio do Planalto por meio de um assessor petista do presidente. Informou-se que Silvinho disse estar vivenciando um 'inferno astral'. Ele teria chorado durante boa parte da conversa. Disse estar arrependido de ter feito declarações à imprensa. Atribui o desabafo ao 'desespero'. Silvinho alegou que parte de suas declarações teria sido "descontextualizada". Assegurou que não passa por sua cabeça a idéia de prejudicar Lula, o governo, o PT e a si próprio. O ex-secretário relatou seus esforços para tentar evitar sua ida à CPI dos Bingos. Afirmou que, ainda que fosse obrigado a depor, pretendia silenciar sobre questões que pudessem vir a ser usadas contra ele. O presidente atribui a Dirceu a tarefa de manter 'sob controle' Silvinho e Delúbio Soares. O ex-chefe da Casa Civil costumava manter encontros regulares com ambos. Com o passar do tempo, porém, os encontros foram escasseando. Eles continuaram se comunicando apenas por meio de um amigo comum, que é próximo também de Lula. O pombo-correio vinha sinalizando que Silvinho, diferentemente de Delúbio, dava sinais de descontrole."

Convite da ACIU

Você pode até tocar seu negócio sozinho... Mas, unindo forças vai bem mais longe...
Faça parte do "Projeto Empreender"!

A Associação Comercial de Ubatuba e o Sebrae têm o prazer de convidar todos os empresários do município para participar da Apresentação do Projeto Empreender, que será no dia 15 de maio, segunda-feira, às 19h00, no Salão de eventos da ACIU - (R. Dona Maria Alves 587-Centro).
O Projeto Empreender é um conjunto de ações, cujo objetivo é o desenvolvimento e fortalecimento das micro e pequenas empresas, através do associativismo.
Lembre-se: Empresários de um mesmo segmento não devem ser concorrentes e sim parceiros.
Contamos com a sua presença!

Fonte: Cristiane G. Zarpelão - ACIU

Manchetes do dia

Quarta-feira, 10 / 05 / 2006

Folha de S.Paulo: “Servidora acusa 170 deputados de fraudar emendas”
O Globo: “‘Congresso recebia propina na mala, na meia e na cueca’ “
Correio Braziliense: “Dinheiro para os sanguessugas vinha em mala, meia e cueca”
O Estado de S.Paulo: “Evo Morales e Chávez agiram mal, diz Amorim”
Valor: “União pode usar PPI e baixar superávit fiscal a 4,1% do PIB”

Notícias da Prefeitura

Operação Cidade Limpa continua a pleno
Programação de maio da Fundart
Fundart mostra documentário de Darcy Ribeiro

terça-feira, maio 09, 2006

Ainda a questão boliviana

Amorim diz que integração com Bolívia será pelo bem ou pelo mal

O ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, discorreu sobre as relações Brasil Bolívia e a questão do gás, que tanto afeta interesses brasileiros. Leia aqui. Sobre a o gás boliviano e a cooperação entre Brasil e Bolívia, o ex-presidente Ernesto Geisel tinha uma posição definida, que era mais ou menos esta: “Tudo bem, eles têm gás e nós temos dinheiro para explorar. No entanto, se ficarmos dependentes e eles fecharem as torneiras, o que eu faço? Mando o exército invadir? Melhor encontrar outras formas energéticas”. Faz sentido.

Sidney Borges

Reminiscências

Carnês e mais carnês...

Está havendo faxina na minha casa. Sempre que isso acontece descubro alguma coisa que julgava irremediavelmente perdida. Desta vez não foi diferente. Encontrei, ou melhor, minha empregada encontrou dois cortes de tecido. Eu sinceramente não lembrava da existência deles. Examinei-os cuidadosamente. Um é azul marinho e o outro azul claro. São de um tipo de tecido que teve grande popularidade, tropical brilhante. Ambos trazem na borda a marca “Erontex”. Nos anos da década de 1960, cortes de casimira eram vendidos através de carnês. Minha avó comprou esses dois para mim. Coisa de avó, pensamento de desejo. Ela me dava anualmente um prendedor de gravata, eu nunca usei gravata, salvo num período curto em que trabalhei como corretor de imóveis no Clineu Rocha. Nunca tive interesse nos cortes, mas confesso que acompanhei atentamente os sorteios dos automóveis “Simca Chambord”, que eram gentilmente ofertados aos proprietários dos carnês. Durante dois anos desejei ardentemente ganhar um Simca Rallye. Ainda bem que não ganhei, tais carros eram dispendiosos, dizem que mais do que amantes argentinas. Já mais velho e sabendo alguma coisa da vida, convenci minha avó a não comprar mais carnês Erontex. Tal decisão deve ter pesado na falência da empresa. O tecido não era ruim, mas acabava ficando caro. Achei melhor comprar ternos prontos na “A Exposição”, embora nunca o tenha feito. Vovó concordou, daquele dia em diante passou a comprar carnês do Baú da Felicidade. E nunca mais perdeu um único programa do Sílvio Santos. Ainda tenho o descascador de batatas referente ao carnê que ela quitou em 1965. Ganhei de presente no Natal. Onde será que está? Quem sabe na próxima faxina apareça.

Sidney Borges

Existe impunidade no país?

Ellen Gracie, na presidência do STF, deu entrevista coletiva no dia 28 de abril passado. Eis a primeira pergunta que respondeu:

“Pergunta: O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil [Roberto Busato] disse [no discurso de posse da ministra, na presidência do STF] que existe impunidade no país. A senhora concorda com essa afirmação?

Ellen Gracie: Eu acho que existe sim uma sensação de impunidade. Uma sensação de impunidade que não é de hoje e vem do fato de que temos realmente uma processualística, especialmente na área criminal, muito rebuscada. Realmente é muito difícil fazer chegar um processo a uma conclusão na área penal, isso porque são muitas as possibilidades de recursos e as possibilidades de se apontarem fatos que teriam fugido à regra absoluta, estrita de uma formalística, quem sabe até exagerada. Creio que deveríamos desbastar um pouco o sistema recursal não só na área penal como na área cível e, com isso, permitiremos que o processo flua. Ou seja, o ideal é que a partir de uma denúncia se chegue ao final a uma solução que será absolvitória ou condenatória, de acordo com a prova dos autos. O que não podemos retroceder é nas garantias democráticas, do pleno direito de defesa. Esta é uma conquista da civilização que está inserida nas nossas constituições e que esperamos seja sempre respeitada.”
REDAÇÃO UV

Nota do Editor - Traduzindo o que a Ministra disse: existe impunidade sim, mas custa caro, só fica impune quem tem dinheiro para pagar bons advogados. Para quem não dispõe de recursos, que sejam aplicados os rigores da lei.

Participo que vocês...

Luiz Moura
A orla da praia de Iperoig necessita de ações executadas por parte da Secretaria Municipal de Promoção e Desenvolvimento Social que venham valorizar e não desgastar o “Corredor Turístico de Ubatuba”.
Diariamente, moradores de rua dormem nas areias da praia, nos bancos, nos gramados. Mendigos nus tomam banho no mar sem se importar com os usuários do calçadão da praia, também conhecida como Cruzeiro. A falta de banheiro público se faz notar pelo mau cheiro que o local exala.
O Executivo Municipal deve declarar sua incompetência na resolução do problema e pedir ajuda para a população, implantando, se necessário, um foro para debates.
Fico em dúvida sobre o significado do tal “governo participativo”, tão propalado durante a campanha para as eleições municipais de 2004. Tudo leva a crer que, após a posse, adotaram “fazer saber, informar, anunciar, comunicar” e não “ter ou tomar parte”. A “administração do desgaste” mostra a que veio.

Foto: Luiz Moura

Não vou, e daí?

Dirceu intimado

Da Folha de São Paulo, hoje:
"Depois de ignorar o convite feito pelo Ministério Público de São Paulo para depor na condição de investigado, o ex-ministro e deputado cassado José Dirceu (PT) foi intimado para depor hoje sobre o suposto envolvimento dele num esquema de corrupção na Prefeitura de Santo André.
O depoimento de Dirceu havia sido marcado para 4 de maio. Apesar de os advogados do ex-ministro terem solicitado cópias do procedimento, não justificaram nem avisaram da ausência do cliente.
Desta vez, Dirceu foi notificado duas vezes, uma na casa dele, em São Paulo, e outra durante a prévia do PT para a escolha do candidato ao governo de São Paulo.
Ele estava no diretório regional da Vila Mariana quando foi abordado por um oficial de Justiça.
O ex-ministro negou-se a receber a intimação, pois já havia recebido na casa dele, e informou que não iria comparecer."


Nota do Editor - Dirceu, Pimenta Neves, Lalau, Luiz Estevão e outros do mesmo naipe são cidadãos acima da lei, que existe para anônimos que não podem pagar quem traduza os intrincados mecanismos jurídicos, passaporte para a impunidade. Decididamente, há muito o que mudar no Brasil. SB

44ª Assembléia dos Bispos do Brasil

Pe. Vilson Dias de Oliveira representa a Diocese de Caraguatatuba

Começa amanhã, dia 9, e vai até dia 17 de maio, na Casa de Retiros de Itaici em Indaiatuba (SP), a 44ª Assembléia Geral dos Bispos do Brasil.
A Assembléia Geral é o órgão máximo da Conferência Episcopal, lugar de comunhão e co-responsabilidade dos bispos no Brasil, onde eles refletem sobre a realidade da Igreja e do país e tomam decisões pastorais em clima de oração, convivência fraterna, diálogo e colaboração.
Participam da 44a Assembléia Geral, 321 bispos, dentre estes, 26 eméritos. Estarão presentes também outras 97 pessoas entre assessores e convidados. A Diocese de Caraguatatuba estará representada pelo Administrador Diocesano Pe. Vilson Dias de Oliveira.
Tema Central da 44ª Assembléia Geral será a evangelização da juventude. Este tema, de fundamental importância para a Igreja, preparado por uma Comissão de bispos e peritos, ocupará um espaço importante nos trabalhos da Assembléia. De fato, a preocupação com a evangelização da juventude situa-se no contexto mais amplo da missão evangelizadora da Igreja, para a qual os papas, desde o Concílio Vaticano II, têm chamado a especial atenção da Igreja no mundo inteiro. A transmissão da fé às novas gerações sempre esteve no centro das atenções da Igreja. No atual contexto histórico, cultural e social, porém, essa questão apresenta desafios e aspectos novos, que não devem ser descuidados.
Além do tema central, estão em pauta, entre outros, a eleição dos delegados e suplentes do Brasil para a Conferência Geral de Aparecida, do Episcopado Latino-Americano e Caribenho, prevista para maio de 2007; a comemoração dos 50 anos de fundação da Caritas Brasileira; a análise da conjuntura sócio-política e da situação religiosa. Será feita uma sessão especial para a entrega dos prêmios de comunicação da CNBB e o lançamento da 3a edição da Bíblia CNBB.
Dentro da programação está incluído o Retiro Espiritual dos Bispos, orientado pelo arcebispo de São Paulo, Dom Claudio Hummes. Tema: Bispo, discípulo e missionário de Jesus Cristo.
Fonte: Diocese de Caraguatatuba

Notícias da Associação Comercial

Curso do Programa ‘Alimente-se bem com R$ 1,00’ começa hoje

Uma parceria entre Associação Comercial de Ubatuba- ACIU, Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Turismo e a Loja Maçônica Acácia viabilizou junto ao SESI-Taubaté a vinda da Unidade Móvel do programa ‘Alimente-se bem com R$ 1,00’ em Ubatuba.

O período de atendimento da unidade móvel no município será do dia 9 de maio ao dia 3 de junho. Os cursos acontecem gratuitamente, de segunda a sábado, nos períodos da manhã, tarde e noite. A unidade comporta 30 alunos por turma. Ao total são 16 turmas disponíveis, atendendo um total de 480 pessoas.
A unidade ficará estacionada na Avenida Iperoig, em frente à Setur.

Desde 1998 o SESI (Serviço Social da Indústria), desenvolve o programa ‘Alimente-se bem com R$ 1,00’, com o intuito de ensinar o trabalhador e sua família a preparar uma alimentação de qualidade com baixo custo.
Segundo o presidente da Associação Comercial de Ubatuba, Ahmad Khalil Barakat, a idéia de trazer a unidade para Ubatuba é atender a bairros carentes: “O intuito é mostrar que se pode comer bem gastando menos. Com partes normalmente desprezadas de alimentos, como cascas talos e folhas, podem ser feitos muitos pratos nutritivos”, apontou o presidente.
Os interessados devem entrar em contato com a Assessoria de Comunicação da ACIU, falando com Cristiane, pelo telefone (12) 3832-1449.

Fonte: Cristiane G. Zarpelão - Comunicação ACIU

"Ele nunca teve contas no exterior"

Dados sobre contas de Maluf em Jersey chegam ao Brasil

Folha de São Paulo:
"O relatório das autoridades da ilha de Jersey, paraíso fiscal no canal da Mancha, sobre operações bancárias atribuídas ao ex-prefeito Paulo Maluf (PP) na ilha estão no Ministério da Justiça. Cópias serão enviadas ao Ministério Público Estadual e ao Federal. Segundo a Folha apurou, o Ministério Público acredita que Maluf tenha em Jersey US$ 100 milhões depositados em uma conta e US$ 83 milhões em ações -não declarados no Brasil. Jersey enviou extratos bancários e CD com papéis digitalizados, mantidos em sigilo."

"Conspiração de transnacionais"

Morales: "conspiração de transnacionais" e reajuste de 60%

O Estado de São Paulo:
"O presidente da Bolívia, Evo Morales, decidiu politizar de vez o debate sobre aumento do preço do gás exportado para o Brasil e a Argentina, que começa a ser negociado nesta quarta-feira. Num só fim de semana, Evo disse que quer o aumento de U$ 2 dólares, equivalente a 60% do preço de hoje, e também fez um discurso acusando as 'empresas transnacionais de conspirar' contra seu governo. O comportamento do presidente é compreensível. Depois de eletrizar o país com um decreto nacionalizante, que fez sua popularidade disparar, Evo precisa da mobilização popular para convencer os interlocutores da Bolívia nas negociações a aceitar um reajuste que justifique tanto falatório. O assunto pegou. Quem andasse ontem pelo centro de La Paz, veria ambulantes enchendo o bolso com a venda das edições completas do 'Decreto Supremo' que nacionalizou o gás e o petróleo. 'O eleitorado andava meio aborrecido com o governo, que não conseguira mostrar direito para que veio', afirma o professor Raul Prada, candidato à Constituinte pelo MAS, o partido de Evo. 'O decreto mostrou que Evo tem rumo e é fiel aos compromissos de campanha.' Desde então, o Palácio Quemada tem feito o possível para construir um consenso nacional em torno da nacionalização do gás. Não é uma tarefa simples, pois envolve a capacidade de articulação com forças poderosas da sociedade boliviana, nem todas simpáticas a Evo e ao seu governo."

Preço é mercado, diz empresário...

Morales montou armadilha para si mesmo, diz empresário

O Estado de São Paulo:
"O presidente Evo Morales quer unir o país em torno do aumento no preço do gás mas o principal líder dos empresários da Bolívia está convencido de que as chances de se obter um aumento substancial são remotas. 'Preço é mercado, não é favor político nem amizade', afirma Roberto Mustafá, presidente da Confederação dos Empresários de Bolívia, entidade que reúne indústrias e bancos, estabelecimentos de comércio e mineradoras. 'Todo empresário sabe que os preços funcionam pela lei da oferta e da procura. Para conseguir que os brasileiros paguem mais pelo nosso gás, a Bolívia precisa encontrar alguém que queira pagar mais por ele, na mesma quantidade. Esse cliente não existe, pelo menos nos dias de hoje', diz Mustafá. Exportador de manufaturados de couro que freqüenta o Palácio Quemado em aparições que o governo costuma festejar como demonstração de apoio de empresários, Mustafá costuma se reunir com a equipe de governo e se confessa cada vez mais decepcionado com o que ouve e vê. Ele está convencido que Evo Morales montou uma armadilha para si mesmo com o decreto da nacionalização. Perguntado se acha viável que a Petrobrás e a Repsol concordem com uma elevação de 60%, como o presidente da Bolívia anunciou no fim de semana, Mustafá diz, em tom desanimado: 'Acho muito difícil'. Na sexta-feira, o empresário teve uma reunião de três horas no Palácio Quemado. (...) Quando questionou o projeto de reservar uma participação de apenas 18% nos maiores campos de gás do país, ouviu que os lucros da Petrobrás eram tão grandes que a empresa poderia ganhar muito dinheiro se tivesse participação de apenas 8% nos resultados. Mustafá se confessou preocupado com um comportamento capaz de provocar 'fuga de investimentos'.(...) Ele receia que possa danificar a imagem do país - e tornar mais difícil a vida de quem pretende investir na Bolívia."

“PASSIVIDADE NA DEFESA DA CIDADANIA”

Corsino Aliste Mezquita
É crônica a passividade, completa a resignação e quase mística a conformidade, de nosso povo, frente às injustiças sociais, a corrupção e os desmandos dos governantes. São poucos os cidadãos que tem coragem, de exercer sua cidadania e reivindicar, dos ocupantes do poder, ética, honestidade, respeito aos cidadãos e a correta aplicação do dinheiro público. Até, quando algum cidadão, em cargo político, pratica as virtudes que todos os políticos deveriam ter e, quase nunca, possuem, sofre de calúnias, difamações, injúrias para que, usando de manobras desviem a atenção e não apareçam as mazelas e supostas corrupções dos governantes de plantão. Para ajudar, nessa tarefa, não costumam faltar sanguessugas parasitárias que vendem sua alma para segurar seus cargos.
Como coletividade não temos consciência de que, o respeito aos direitos humanos, a distribuição equânime da riqueza, o bom uso do dinheiro público e a verdadeira democracia nunca foi “DÁDIVA DO ALTO”. É, sim, conquista das sociedades vigilantes e aguerridas na defesa de seus direitos.
Essa falta de consciência social e exercício da cidadania deve-se a múltiplos fatores. Provavelmente o mais relevante seja a falta de conhecimento dos direitos e dos deveres e de como reivindica-los e defende-los.
À falta de conhecimento podemos acrescentar alguns traços culturais de nosso povo. Em retrato caricato poderíamos assim defini-los:
A – Aqueles que não estão nem ai e querem que os outros reivindiquem e lutem pelos seus direitos e resolvam seus problemas. Quando o poder público lhes dá uma esmola já estão satisfeitos.
B – Os que pensam que se estiverem no poder fariam a mesma coisa. Estes não querem incomodar o poder esperando a sua vez. Não incomodando agora eles não serão incomodados depois. Neste item fiquei estarrecido lendo uma pesquisa do IBOPE. “Indagados sobre se tirariam algum proveito indevido do poder caso tivessem algum cargo público, 60% dos entrevistados afirmaram que empregariam familiares e 43% que aproveitariam viagens oficiais para lazer.”(Gilberto Dimenstein. Folha C8 de 16-04-06).
Conclusão óbvia: 60% de nossa sociedade é corrupta!.
C – O medo a perseguições, serem processados, caluniados, difamados... faz que, parte dos cidadãos, não se exponham e tenham conversas indignadas nas esquinas, nas reuniões familiares, nos balcões dos bares. Sua atitude não pode ser elogiada mesmo que, em certo sentido, colaborem para criar algum tipo de consciência social.
D – Sobra um ou outro idealista, destemido, quixotesco que arrisca os raios e trovões do poder para procurar a verdade e o bem público. Estes, vez por outra, ficam sós e cansam de serem sacos de pancadas. Pancadas ministradas usando do dinheiro público e das estruturas do poder. Podem até não desistir, mas, certamente, esmorecem, nas suas lutas pela racionalidade, o bem público e a justiça. Restam alguns idealistas contumazes que adotam o conselho de Paulo aos Romanos: “Não te deixes vencer pelo mal, mas vence o mal pelo bem”.(Romanos, 12 –25). Destes, o Brasil, está precisando para superar a crise ética que enfrenta, nos Três Poderes. Da União, dos Estados e Municípios.
Ubatuba é, um retrato três por quatro, da caricatura que apresentamos acima. Todos os dias assistimos, a fatos, que o confirmam. Certamente é, por isso, que temos tantos problemas e vamos ficando, para trás, em nível regional.

Manchetes do dia

Terça-feira, 09 / 05 / 2006

Folha de S.Paulo: ”PF intima Silvio Pereira a depor na CPI”
O Estado de S.Paulo: “Petrobras quer indenização da Bolívia e reajuste zero no gás”
O Globo: “PF intima Silvio e CPI ameaça prender o ex-dirigente petista”
Valor: “UBS compra as operações do Banco Pactual no Brasil”
Correio Braziliense: “Máfia dos remédios atua livremente no DF"

Notícias da Prefeitura

Pedrinho Mattar no Hotel Wembley
Incentivo ao cicloturismo
Reclamações no Procon

segunda-feira, maio 08, 2006

Para tristeza dos crentes...

Investigação britânica conclui: discos voadores não existem

Os arquivos liberados mostram que o Ministério da Defesa britânico manteve uma unidade especial, chamada S4F, para registrar avistamentos de óvnis

LONDRES - Representantes da inteligência militar britânica encontraram uma explicação científica para resolver o mistério dos objetos voadores não identificados (óvnis), informa o jornal The Times. Após uma investigação de quatro anos, cientistas da Equipe de Inteligência de Defesa (DIS) concluíram que os avistamentos que não podem ser explicados como fraudes ou enganos - meteoros, aviões, balões, ilusões de óptica, etc. - são explicados por "eventos naturais raros, que ocorrem na atmosfera e na ionosfera".
Leia mais

Prevaleceu a vontade de Lula

Mercadante vence as prévias do PT e vai disputar o governo de SP

O senador Aloizio Mercadante venceu as prévias do PT realizadas ontem para escolher o candidato do partido ao governo de São Paulo. Ele obteve 52,8% (35.626) do total de 67.496 votos contabilizados nas nas eleições prévias.
A ex-prefeita Marta Suplicy perdeu a indicação para a chapa do PT ao governo de São Paulo por 3.757 votos. Ela conseguiu 47,2% (31.869) dos votos.
Leia mais

Quilombo de Caçandoca

Secretária negocia reabertura de escola no quilombo de Caçandoca

A secretária da Justiça e da Defesa da Cidadania, Eunice Prudente, esteve, no último sábado, 6 de maio, reunida com a equipe da SJDC, Fundação Itesp e parte das 52 famílias que vivem no Quilombo de Caçandoca, em Ubatuba. Na visita, a secretária presenciou um cenário de escassez: crianças sem escola, falta de recursos básicos como energia elétrica, água encanada, mantimentos e cuidados médicos, além de todo tipo de violência. O mais grave são as casas que foram incendiadas.
A onda de incêndios criminosos começou na década de 70, quando 16 casas de pau-a-pique foram destruídas pelo fogo de uma só vez. De lá para cá as ameaças não pararam e ninguém foi punido, com exceção de dois investigadores, que foram transferidos de Ubatuba, após reconhecimento dos quilombolas.
Leia mais

Avião de papel dá prêmio a brasileiro

O engenheiro Diniz Nunes venceu competição de arremesso na Áustria

Leticia de Castro na Folha de São Paulo

Pentacampeão no futebol, o Brasil já pode se orgulhar de mais um título no mundo dos esportes. Mas, desta vez, é uma modalidade um tanto inusitada: arremesso de avião de papel.
Diniz Nunes, 24, engenheiro mecânico paulistano que se formou no ano passado, é o novo campeão mundial da modalidade na categoria tempo de vôo.
Leia mais

Café do Bob



Essa é a fachada do novo café de Ubatuba. No ponto onde foi aberto sempre funcionaram cafés e dada a proximidade da Câmara, o local acabou como ponto de encontro de quem vive a política ubatubense. Quando se deu o fechamento do antigo café Windows ficou uma lacuna. Foi, portanto, com grande satisfação que no sábado estivemos na reabertura da casa, agora sob a direção do meu amigo Bob, que esbanja bom gosto e faz direito o que lhe cabe. O Ubatuba Víbora deseja sucesso ao empreendimento e garante que pelo menos trinta cafézinhos por mês serão consumidos pelo editor.

Sidney Borges

Café do Bob 2



Os amigos foram prestigiar a abertura do novo café da cidade, na rua Conceição, no shopping que fica pertinho da Câmara. Para quem não sabe, o dono é o Bob, que também é dono da loja UH, do Itaguá, ponto que diariamente presta homenagem ao bom gosto. Com essas credenciais, dá para prenunciar sucesso para a nova casa. Apareça por lá e experimente o bolo de limão, uma verdadeira delícia. UV

Redonda é com eles...



Fábio e Alfredinho, os reis da pizza de Ubatuba também estiveram na abertura do café do Bob. UV

Vem aí as eleições...



A nota abaixo foi publicada no jornal Vale Paraibano:

Eleições

O prefeito de Ubatuba, Eduardo César (PL), disse que assumiu compromisso em apoiar o ex-prefeito de Barueri, Gil Arantes, que será candidato a deputado estadual pelo PFL. Ele afirma ainda ter na cidade bons pré-candidatos como os vereadores Charles Medeiros (PSB), candidato a deputado estadual e Ricardo Cortes (PV) e Marquinhos Tio Sam (PSC) candidatos a federal. César cita até o ex-prefeito Paulo Ramos, que diz merecer ‘todo o respeito’.

Redação UV

Bons ouvintes são raros...

Seminário - Plano Diretor

Estaremos realizando no próximo dia 11 de maio, das 19 às 21 horas, no Plenário da Câmara Municipal de Ubatuba, o seminário “A POLÍTICA URBANA E HABITACIONAL DO ESTADO DE SÃO PAULO E O PLANO DIRETOR”, tendo como palestrantes:

SIMÃO PEDRO CHIOVETTI - Sociólogo e Deputado Estadual.

DANIEL AMOR - Arquiteto e membro do Sindicato dos arquitetos de SP, membro do Núcleo Eestadual da Campanha do Plano Diretor Participativo de SP.

RENATO NUNES – Arquiteto e mambro da Comissão de Elaboração do Plano Diretor de Ubatuba.

Mais informações pelo telefone (12) 3834-1509 ou 9134-3770.
E-mail:
jairo@camaraubatuba.sp.gov.br

Vereador Jairo dos Santos - PT
 
Free counter and web stats