sábado, abril 22, 2006

Aguarde, na próxima terça-feira.


Com o toque do mestre P. Conceição.

Editorial

Questão de vida ou morte

Sábado “noroestoso”. Começou azul e aberto, aos poucos foi mudando para terminar cinzento e chuvoso. Bom dia para ler o artigo extenso da professora Hermínia Maricato, postado abaixo. A Professora é petista, fundadora do partido e a exemplo de Marilena Chauí, citada no texto, acredita num complô das elites contra o PT. Não vou adentrar por essa seara, o artigo é precioso pela forma como aborda os problemas nacionais, de resto problemas que terão de ser enfrentados por qualquer governo, seja ele petista ou não. Apenas torço o nariz para a falta de visão do cerne da questão. O artigo é demasiadamente teórico e como dizia Goethe, a teoria é cinza e a vida é verde. Se estamos condenados pelas “forças do mal” a produzir soja, álcool e minério, como diz a douta articulista, só há uma saída. E não é uma saída de curto prazo. Não é a saída preconizada pelo “Consenso de Washington”. Não será com as artimanhas de Malan, do falecido Palocci ou do inepto Mantega, que pagaremos as contas atrasadas. Não será através da prática de juros estratosféricos e recessão que encontraremos o Eldorado. O Brasil precisa investir no povo brasileiro. O Brasil precisa educar o povo para que esse povo encontre soluções para o impasse que parece eterno. Não poderemos continuar convivendo com tamanha desigualdade, os problemas estão se tornando agudos. Tem razão O MST ao prenunciar a revolução. De uma forma ou outra já estamos em guerra civil. Apesar disso não existe partido postulante ao governo que aborde a questão da Educação de forma convincente. Na verdade, as elites brasileiras não acreditam em Educação. Sempre haverá um “negrinho” para fazer o trabalho. Os quatrocentos anos de modo de produção escravista entranharam na alma brasileira de tal forma que talvez necessitemos de outros quatrocentos para exorcizar a monstruosidade. Temo que com o andar da carruagem o Brasil não resista intacto ao fim desse tempo. Educar ou desaparecer, eis a questão.

Sidney Borges

DEBATE ABERTO

O partido no governo e o governo no partido: uma relação muito complexa

Ermínia Maricato
Algumas perguntas podem nos ajudar a abordar um tema complexo e que está passando por uma grande mudança no mundo revolucionado pela reestruturação da produção capitalista iniciada no final do século XX.
Por que é tão freqüente a frustração dos militantes partidários com os governos do partido?
Por que a “vontade política” aparenta não bastar para que o governo realize as utopias partidárias?
Leia mais

Bloqueados os bens do irmão de Genoino

Kamila Fernandes na Folha de S. Paulo
"A Justiça Federal do Ceará bloqueou os bens do deputado estadual José Nobre Guimarães (PT), irmão do ex-presidente do PT José Genoino, pelo escândalo dos dólares encontrados na cueca de seu então assessor José Adalberto Vieira da Silva.
Adalberto foi flagrado, em junho, tentando embarcar em São Paulo com US$ 100 mil na cueca e R$ 200 mil numa bolsa.Foram quebrados o sigilo telefônico dos dois celulares usados pelo petista e o sigilo bancário das três empresas denunciadas.
O Ministério Público concluiu tratar-se de propina pelo favorecimento na concessão de empréstimo de R$ 300 milhões pelo BNB (Banco do Nordeste do Brasil) ao consórcio STN (Sistema de Transmissão Nordeste)."

PSDB: sinais de pânico

A cúpula tucana e o PFL pediram ao presidente do PSDB, senador Tasso Jereissati, uma mudança radical na campanha de Geraldo Alckmin. A pesquisa telefônica de Antônio Lavareda, revelada aqui ontem, com Alckmin em terceiro (atrás de Itamar Franco), indica que o presidente Lula pode vencer a disputa já no primeiro turno.

Serra na disputa
O deputado tucano Walter Feldman (Serra-SP) anunciou ontem que o ex-prefeito de São Paulo é candidato a presidente da República... em 2010.
Cláudio Humberto

MST nas cidades

Deu no jornal "O Globo" deste sábado
"O coordenador do Movimento dos Sem Terra (MST) em São Paulo, João Paulo Rodrigues, disse ontem que o MST está preparando a criação de um braço urbano do movimento, que terá atuação semelhante à da Via Campesina. Segundo Rodrigues, a idéia é que através dessa organização urbana as classes trabalhadoras do campo e da cidade possam atuar em conjunto para fazer uma revolução no país. O líder do MST deu a informação durante o II Fórum Social Brasileiro, que está sendo realizado na Universidade Federal de Pernambuco, em Recife. Rodrigues disse à platéia ter convicção de que o Brasil está às vésperas de ter o maior movimento de massas das duas últimas décadas. Antecipou, no entanto, que somente em 2007 o braço urbano do MST passará a atuar de fato. — Este ano as pessoas vão se voltar ao tema eleitoral. No ano que vem não tem desculpa, porque não tem eleição. Então vamos trabalhar nessa perspectiva de construir um grande movimento de massas que possa ajudar a resolver o problema da terra, do trabalho, pois a população continua sem emprego; o tema da moradia, as centrais da juventude, a educação e a saúde — disse Rodrigues. (...) — O MST não quer ficar urbano, mas queremos fazer uma parceria com entidades urbanas e aliados, para que possamos fazer ações em conjunto. (...) Nós temos a experiência da América latina, onde houve grandes avanços sociais nos locais em que há base organizada, mas é grande a fatia populacional do campo. No Brasil, só temos 18% das pessoas na área rural. Então, temos clareza que as mudanças só virão, se lutarmos junto ao lado do povo da cidade."

Itamar preocupa Planalto

Christiane Samarco no Estadão
"Preocupado com o crescimento da tese da candidatura própria no PMDB, o presidente Lula convidou o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a acompanhá-lo na viagem de ontem ao Rio. Interlocutores de Lula avaliam que o PMDB 'fugiu ao controle' da cúpula governista e, 'solto e sem comando', criará dificuldade extra ao projeto da reeleição. Além da pré-candidatura de Anthony Garotinho, o Planalto está apreensivo com o lançamento de Itamar Franco na disputa. Quando a verticalização das coligações foi mantida, líderes governistas garantiram a Lula que a candidatura Garotinho estava por um fio. Passado um mês, porém, ele ganhou força. Foi para falar sobre a 'surpresa' Garotinho e o efeito Itamar no cenário eleitoral que Lula convidou Renan. Pesquisa encomendada pelo Planalto mostraria Itamar com 10% de preferência. Os partidários de Garotinho insistem em que a opção Itamar interessa ao governo porque, num segundo turno entre Lula e o tucano Geraldo Alckmin, ele negociaria com o PT, enquanto Garotinho prometeu apoiar o PSDB. Mas um governista destaca que Itamar preocupa por ser 'completamente imprevisível'."

Manchetes do dia

O Globo: “Lula usa a Petrobras e imita Getúlio para fazer campanha”
Folha de S.Paulo: “Em clima de campanha, Lula imita Getúlio no Rio”
O Estado de S.Paulo: “Petróleo bate recorde no dia da festa da Petrobrás”
Correio Braziliense: “Guerra do Petróleo”

Notícias da Prefeitura

Encontro Brasil/Chile
CMD e CMT recebem capacitação
“Operação Cidade Limpa”
Audiência pública

sexta-feira, abril 21, 2006

Adeus Telê


Foto de 08/04/94

Telê Santana morreu nesta sexta-feira, aos 74 anos, no Hospital Felício Rocho, em Belo Horizonte. Ele estava internado desde o dia 25 de março, após passar mal em casa. Saudades dos sampaulinos, que jamais o esquecerão.

Sidney Borges

Sem constrangimento

De Lula, seria um exagero dizer que é um político amoral. Ou mesmo um político sem princípios. Mas cabe chamá-lo de político sem escrúpulos – de resto, como a maioria dos que desfilam por aí.
Lula não tem o mínimo pudor para dizer qualquer coisa a seu favor. E, no caso, pouco importa que a verdade termine muito antes de ele se calar.
Sem constrangimento, ele afirmou, anteontem, em Porto Alegre que “não está longe da gente atingir a perfeição no tratamento de saúde neste país”.
É de se perguntar em que país vive Lula. Certamente não habita o país das filas de pacientes em busca de tratamento. O Rio de Janeiro de hospitais públicos precários faz parte de outro país.
O país de Lula, segundo ele mesmo o disse, crescerá este ano 5%.
É pena que não seja o mesmo país do ministro Guido Mantega, da Fazenda, destinado a crescer 4%. Menos ainda o país que o Fundo Monetário Internacional estima que crescerá apenas 3,5% contra 4,9%, em média, do resto do mundo.
Antigamente, Lula falava bem do PT – e exagerava como de costume. Agora, obriga o PT a falar bem do seu governo – mesmo às custas de distorcer os fatos.
Uma peça de propaganda do PT ora no ar diz que o governo Lula atende nove milhões de famílias com uma bolsa que tem esse nome. E destaca que o Bolsa Família sequer existia no governo passado.
Com esse nome, de fato não existiu. Com outros, inclusive o de Bolsa Escola, atendeu a cinco milhões de famílias.
Bolsa Família é o nome de programas criados no governo anterior e que foram unificados pelo atual - por recomendação do anterior.
O mérito do governo Lula está em que ele investiu muito dinheiro na assistência às famílias mais pobres. Espera o troco em votos. Uma coisa é se saber que a verdade é sempre relativa e que há mais de uma a respeito de quase tudo. Outra bem diferente é destilar mentiras como se fossem verdades.
Lula faz isso com raro talento. E sem corar.

Fonte: Noblat

Festival de Musica

Atenção Estudantes de Ubatuba

Vem ai o V Festival de Musica e Parodia Escola Tancredo.
O tema é COPA DO MUNDO.
Inscrições de 15 a 26 de Maio na escola. Participem!

INFORME SINDICAL - SINDTAPU

Sindicato reivindica aumento salarial para o funcionalismo público

Nos últimos anos os reajustes concedidos pelas administrações não passaram de 5%, e o último dado em outubro/2005 nem fez diferença no nosso bolso, porque a previdência descontou 2% dos 5% que atual administração nos repassou. O salário mínimo desde 2002 vem tendo uma evolução que nunca teve em sua história, e o de 2006 foi de 16% sobre o valor dado de 2005. Desapontados...Entristecidos, Raivosos, sentimentos que hoje o funcionalismo tem pelas situações que achávamos que não aconteceriam mais à partir desta Administração.
Leia mais

Afirmação temerária

O jornal “O Globo” deu na primeira página de hoje:
“Lula: serviço de saúde no país é quase perfeito”.
É difícil acreditar que um Presidente da República tenha tido a coragem de pespegar tolice de tal calibre.

O serviço de saúde do Brasil está longe da perfeição. Muito longe.
Se fosse possível quantificar a distância entre o oferecido e o desejável, teríamos de usar anos-luz.

Sidney Borges

Manchetes do dia

O Globo: “Lula: serviço de saúde no país é quase perfeito”.
Correio Braziliense: “A minha, a sua, a nossa Brasília”.
O Estado de S.Paulo: “Bastos não convence oposição, mas Planalto comemora”.
Folha de S.Paulo: “Bastos nega ter acobertado Palocci”.

Notícias do PTB de Ubatuba


Nelia Cristina de Carvalho (Nélinha) assina a ficha de filiação do PTB

Em clima de festa PTB de Ubatuba se fortalece

Aconteceu quarta-feira dia 19 de abril, a festa de aniversario da proprietária do restaurante Prato Cheio “Damila Ribeiro Rodrigues,” esposa do Vice Presidente do PTB Marcio da Eletronorte). Em clima de festa, a convidada Nélia Cristina de Carvalho, (a Nélinha como é conhecida pelos amigos) uma das proprietárias da radio Costa Azul AM, aproveitou a presença do TATO Presidente Municipal do PTB, e diversos membros do Diretório de Ubatuba, e formalizou sua filiação ao Partido. Nélinha fez da festa da amiga um motivo a mais para comemorar.
Na ocasião, em entrevista ao repórter J. Mauricio, Nélia enfatizou que sua vinda ao PTB se fez por conhecer a índole do Presidente do Partido e suas idéias, pesou também o grupo que hoje forma o diretório do PTB. Disse ainda que um Partido não pode somente pensar em voto, tem que atuar na área social. Nélia sabe que os membros do PTB estão trabalhando nesse sentido, visando atender ao povo carente da cidade.
Com sangue político nas veias Nélia poderá ser um dos nomes a ocupar uma cadeira na Câmara Municipal de Ubatuba, no ano de 2008 pelo PTB.
Fonte: Assessoria de Comunicação do PTB de Ubatuba

Vereador na Casa Civil do Estado

Vereador Charles Medeiros em audiência com Secretário Chefe da Casa Civil do Estado de São Paulo

Em audiência com o Secretario Chefe da Casa Civil do Estado Dr. Rubens Lara, na ultima quarta feira dia 19, o vereador Charles Medeiros, tratou de diversos assuntos de interesse do Município de Ubatuba, dentre eles, a necessidade da retomada urgente das obras de saneamento básico que se encontram paradas. Outro assunto em pauta foi à solução para melhorias de atendimento dos usuários do Píer do Saco da Ribeira que é de vital importância para a economia do Município. Aproveitando o encontro, Charles solicitou apoio para pavimentação da Estrada do Araribá na região Sul, em parceria CODASP/PMU. “A audiência com o Dr. Rubens Lara foi bastante positiva, o Secretário se comprometeu a empenhar todo seu esforço para atender os diversos pedidos, inclusive de marcar uma audiência com o Governador Cláudio Lembo, para definir as ações em prol de Ubatuba”, finaliza Charles Medeiros.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Notícias da Prefeitura

Acerola superfaturada
Carta aberta
Programa Ação Jovem
Vale do Sol reelege diretoria

quinta-feira, abril 20, 2006

Café Anchieta

Nota de agradecimento

Em nome de toda a comunidade do Parque Guarani, venho agradecer ao Djalma Auto Peças, Tachão de Ubatuba, Madeireiro, Supermercado Rosado, Parada Doce, EMI Embalagens, Vereadores Edílson Félix, Dr. Ricardo Cortes, Marquinhos Tio Sam, Ary Jardim, Claudiney Salgado, Jair Bala, Denise Montemor (Secretaria de Serviço Social), Rogério Frediani, Professor Benjamin, Deputado Caruso, Jornal A Cidade, Litoral Virtual, Ubatuba Víbora, Ubaweb “O Guaruçá) e outros... que, de alguma maneira, contribuíram para o grande sucesso da 1ª FESTA TEEN PÁSCOA, realizada no último sábado, dia 15, proporcionando alegria às crianças do nosso bairro.

Que as bênçãos de Deus estejam sobre todos.

Sociedade em Defesa do Parque Guarani

Gidalva Bispo – Presidente

Dedetização complicada

Jairo garante que dedetizadora contratada não é “fantasma”

Cristiane Zarpelão
O vereador Jairo dos Santos, depois de ser acusado pelo cidadão Romeu Guatura da Silva por superfaturar os serviços de dedetização na Câmara Municipal, na época em que era presidente do Legislativo, diz que agora está sendo vitima de boatos, dando conta que a empresa que foi contratada para realizar a tal dedetização não existe.
Guatura afirmava que o serviço de dedetização havia custado R$ 18.000,00 e o vereador Jairo dos Santos rebateu que esse valor foi referente a quatro serviços. A questão agora é de que a empresa contratada - Twister Dedetizadora de Caraguatatuba - seria uma empresa “fantasma”, e que no endereço que foi informado, não havia uma dedetizadora e sim um salão de beleza.
Procurado pela reportagem, Jairo disse que é verdade. “Hoje, no local, funciona um salão de beleza sim”, confirmou. Segundo o vereador, no local - um sobrado - em que funcionaria a empresa Twister, foi aberto na parte de baixo um salão de beleza.
“O salão de beleza está lá há menos de quatro meses, a dedetização foi feita há muito mais tempo que isso”, justificou o vereador, dando a entender que a dedetizadora não tem obrigação de ficar no mesmo local o resto da vida. Jairo nos mostrou documentos que provariam a existência da empresa – ou que ela existiu: notas fiscais, licença de funcionamento da Prefeitura Municipal de Caraguatatuba e listas telefônicas com o nome, telefone e endereço da empresa. A reportagem entrou em contato com Gilberto Lucio Pivelli, então proprietário da dedetizadora Twister, que se disse “disponível para esclareceu todos os fatos e acabar de uma vez por todas com esse assunto”. Pivelli garantiu que a empresa Twister Dedetizadora sempre funcionou normalmente, mas que o alvará de funcionamento venceu em dezembro de 2005 e que ele não quis mais trabalhar com isso e resolveu alugar o ponto. “Onde está o cabeleireiro hoje, era o meu escritório de dedetização, mas ano passado eu quis parar de mexer com isso e aluguei o ponto. Agora, depois de quase quatro meses, resolvi voltar, já entrei com o pedido de renovação do alvará, inclusive o recebi hoje, no valor de R$ 85,00 e já pedi meu ponto de volta. Na verdade eu já estava construindo, na parte de cima do salão, um local para ser instalado meu escritório, mas como vai demorar para eu poder começar a trabalhar lá, resolvi continuar na parte de baixo por enquanto”, explicou Pivelli.
O empresário disse estar indignado com toda essa situação de desconfiança e que, o maior prejudicado na história é ele mesmo. “Não tenho nada a ver com essa briga política, só sei que fui difamado e estou pensando até em processar as pessoas que me prejudicaram. Estou à disposição do vereador Jairo para ajudá-lo a esclarecer isso tudo e até depor se for necessário. O que eu quero é sossego e que me deixem trabalhar em paz com minha dedetizadora, ou qualquer que seja o comércio que eu quiser abrir”, concluiu Pivelli.

Quando a arte espelha a vida...


Tribunal da Inquisição, Goya

O xeque-mate de Lula

De Kennedy Alencar na Folha de S.Paulo, hoje:
"O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, disse ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva que a manutenção do gradualismo na redução dos juros permitirá uma diminuição maior da taxa no médio prazo -seria melhor baixar 0,75 ponto agora e repetir o número em maio e em julho.
Assim, Lula entraria na fase decisiva da campanha eleitoral, o horário gratuito (início em 15 de agosto), com a menor taxa de juros nominais da história recente. Seria um ativo eleitoral importante, avaliação que, segundo a Folha apurou, foi feita por Meirelles a Lula em reunião na semana passada.
O Copom terá mais duas reuniões antes do início do horário eleitoral. De acordo com previsão de Meirelles a Lula, o Copom reduziria a Selic 0,75 ponto percentual na reunião de 30 e 31 de maio, o que deixaria a taxa em 15% ao ano. Seria a menor taxa nominal da história recente, mas ainda superior a 10% em termos reais.
Lula gostaria de taxa real inferior a 10%."

Amigo de Lula na CPI

'Me tornei um peão dentro desse jogo sujo'

Na Folha, por Fernando Rodrigues
"O advogado Roberto Teixeira, 62, vai depor hoje à CPI dos Bingos às 10h30. Ontem a noite, ele obteve uma liminar do STF (Supremo Tribunal Federal) que lhe deu o direito de ficar em silêncio quando julgar que a resposta possa prejudicá-lo. Disse ainda que gostaria de ser examinado por um médico que verifique seu estado de saúde antes de ser interrogado. 'Quem vai me interrogar saberá a forma que poderá fazê-lo, com maior ou menor grau de agressividade. E algum médico que se responsabilize pelo meu estado físico', diz Teixeira, que se submeteu à implantação de duas pontes de safena e duas de mamária em janeiro. Em entrevista à Folha, negou traficar influência no governo Lula. Teixeira é amigo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva há quase 30 anos. Batizou um dos filhos do presidente. Emprestou uma casa para o petista morar em São Bernardo do Campo (SP), sem nada cobrar, por quase uma década. Nos anos 90, foi acusado de interferir em prefeituras petistas, que seriam instadas a contratar a empresa de consultoria tributária Cpem. Ele nega. Responde que todas as acusações caíram na Justiça. Acha que está sendo chamado a Brasília só para constranger Lula: 'Eu me tornei um peão dentro desse jogo sujo'."

Dilma diz não

De Tânia Monteiro em O Estado de S. Paulo, hoje:
"A ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, foi categórica e afirmou ontem que governo mantém sua posição: não irá colocar dinheiro público para socorrer a Varig, não vai permitir que a Infraero deixe de cobrar as dívidas e tampouco autorizar a BR Distribuidora a conceder um prazo maior para o pagamento de combustíveis. Dilma lembrou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva já disse que o governo não irá colocar dinheiro público na Varig 'para ficar dando fôlego' à empresa.
Segundo a ministra, se o governo colocar dinheiro na companhia estará apenas aprofundando o problema. 'Não é de graça que temos uma dívida de R$ 8,5 bilhões e um déficit projetado pela própria empresa de R$ 1 bilhão, somente este ano.
Isto não pode continuar', disse, pouco antes de enfrentar um protesto de empregados da Varig, em Porto Alegre.
Em um tom firme, a ministra descartou todas as reivindicações apresentadas pela empresa."

Parabéns a você...

Caraguatatuba comemora hoje 149 anos de emancipação político-administrativa

O aniversário conta com eventos sociais, esportivos e culturais. O prefeito José Pereira Aguilar (PSDB) aproveita a data para inaugurar várias obras. Caraguá tem cerca de 90 mil habitantes. O município é o centro geográfico e comercial da região. O turismo é uma das principais fontes de renda do município, que ao longo da temporada de verão, chega a receber 1 milhão de visitantes. O município se transformou nos últimos oito anos, período em que houve grande investimento por parte da administração local na reurbanização de avenidas, praças e praias. Hoje, a cidade é considerada uma das mais procuradas do litoral paulista.Um dos principais problemas do município ainda é a poluição das praias centrais, provocado pelo atraso na conclusão das obras de saneamento básico programadas pelo Estado. A cidade conta com apenas 30% das moradias atendidas pela coleta e tratamento do esgoto.

Comemoração


O prefeito José Pereira de Aguilar(PSDB) disse que o maior presente que a cidade recebe ao comemorar os 149 anos é o anúncio feito ontem pela Petrobras de que o município irá sediar a base de gás do Campo de Mexilhão, a maior reserva de gás natural localizada no país. Os royalties do gás deve desenvolver ainda mais o município e gerar 3 mil empregos diretos.
Aguilar inaugurará várias obras entre elas, o a nova sede da Secretaria de Urbanismo, a praça de eventos na zona norte, o centro de referência alimentar, ampliação e reforma de várias unidades escolares. Hoje, às 17h, na praça de eventos, haverá missa campal com a presença do padre Fábio de Melo. Amanhã, às 22h, no mesmo local, show com o cantor Sérgio Reis.

Fonte: ValeParaibano

Cuidado que a Prefeitura te processa!

Luiz Moura
Normalmente, quando um contribuinte expressa suas críticas sobre o poder Executivo em um jornal, revista e/ou na Internet é porque, há muito, sua cota de paciência se encontra esgotada. Não apela para o seu direito de expressão garantido pela Constituição, mas sim, faz valer a “cobrança” que lhe cabe, pelos impostos escorchantes que paga. Não se esquece que os “servidores públicos”, ocupantes dos cargos mais altos na hierarquia administrativa, são muito bem remunerados e por isso devem retribuir com eficiência.
Por falar em remuneração, em nome da transparência propalada em campanha pela “Coligação Resgate Ubatuba”, conclamo a divulgação, nem que seja apenas no site da Prefeitura Municipal, dos valores percebidos pelo prefeito, vice-prefeito, secretários e assessores do dito “primeiro escalão”. Se forem enumeradas as mordomias inerentes aos cargos e seus respectivos valores (traduzidos em Reais), a população curiosa, tenho certeza, agradecerá.
Voltando ao assunto: o contribuinte quer divulgar o seu descontentamento com uma postura ou um ato que julga incorreto, na ânsia de que com isto os “administradores de plantão” corrijam seus erros e/ou omissões.
A Prefeitura Municipal de Ubatuba possui uma estruturada Assessoria de Imprensa e Comunicação Social, tendo condições de assessorar na elaboração de resposta convincente a qualquer crítica feita à administração municipal, solicitando, posteriormente, a publicação (da resposta) nos mesmos veículos que a divulgaram.
Isto é democracia.
Quando o criticado se sentir ofendido deverá, as suas expensas, tomar as providências jurídicas que aprouver, pois usar os advogados da Prefeitura, neste caso, para iniciar processo contra qualquer contribuinte que seja, me parece improbidade, malversação do dinheiro público. É um ataque direto ao “pagador de impostos” usando a “máquina administrativa”.
A divulgação de que contribuintes “serão” processados pela Prefeitura é uma forma de coibir aqueles que, por ventura, pensam em elaborar críticas. É estimular o medo de retaliações. O ingresso de processo no Judiciário, desta forma, é uso indiscriminado do poder. Restrições ao direito de expressão por vias e meios indiretos são inadmissíveis.
O medo existe e convive com muita gente em Ubatuba. Está comprovado pela falta de pessoas que queiram assinar as críticas que fazem. Daí, somos obrigados a escutar, dos “políticos” safados, que apenas “meia dúzia” de pessoas da oposição fazem escarcéu.
O descontentamento com a administração do “nunca antes” é muito grande.
Como disse o Mestre: Quem tem ouvidos, ouça...

Manchetes do dia

O Globo: “Nova lei poderá vetar cenas de CPIs na campanha de TV”
O Estado de S.Paulo: “Mantega vai bloquear gastos para atingir meta”
Valor: “Auto-suficiente, Petrobras terá superávit de US$ 3 bi”
Correio Braziliense: “PF livra Bastos e acusa Palocci”
Folha de S.Paulo: “Câmara absolve 9º acusado do mensalão”

Energia elétrica


Vereador Charles Medeiros e o coordenador João Maurício Muller

Vereador discute Programa de eletrificação “Luz para Todos”

O vereador Charles Medeiros esteve em audiência, neste último dia 19, com o Coordenador Responsável do Programa Luz Para Todos de Ubatuba João Maurício Muller, na pauta, a brevidade na continuidade do Programa no município. Medeiros é Presidente da Comissão que acompanha os processos de extensão de rede do programa federal e se colocou a disposição para colaborar com a efetivação em Ubatuba.
Maurício esteve visitando os locais de maior complexidade para a instalação da benfeitoria, como na Praia do Perez ao Sul e do Camburí ao Norte. Segundo ele, alguns locais dependem de documentos autorizativos e que vê com bons olhos a real possibilidade de instalações da maioria dos locais.
Charles Medeiros colocou seu gabinete a disposição do cadastrador oficial do programa desde 2004, onde foi realizado o cadastro de uma centena de moradores de norte a sul de Ubatuba. “Existem comunidades que aguardam há anos a implantação da benfeitoria, não podemos deixar que seja perdida mais uma oportunidade”, afirma Charles Medeiros.

Fonte: Laura Ennes - ASCOM

quarta-feira, abril 19, 2006

Lançamento de livro

Data: 26 de abril, quarta-feira, das 19h às 24h, Na Livraria Nobel /Ubatuba

Este livro parte da obra de Frans Krajcberg para trazer informações fundamentais sobre a arte contemporânea e o meio ambiente de uma forma simples e abrangente, oferecendo situações que despertem, no leitor, a sensibilidade, a criatividade, o pensamento e o senso crítico.
Nascido em Kozienice, Polônia, em 1921, Frans Krajcberg adota o Brasil em 1948, após estudar Engenharia, Belas-Artes e servir como soldado na II Guerra Mundial. De início, escolhe São Paulo para morar e naturaliza-se brasileiro. Sua trajetória artística como pintor começa em 1951, ao expor na I Bienal de São Paulo e, a partir de 1958, alterna residência entre Paris, Ibiza e Rio de Janeiro. Em 1964, instala ateliê em Itabirito (MG), executando suas primeiras esculturas em troncos de árvores mortas e trabalhando com pigmentos puros das terras mineiras. Já em 1966, fascinado por Nova Viçosa, no sul da Bahia, constrói seu primeiro ateliê na cidade e começa a utilizar troncos retirados dos mangues em suas obras. Em 1978, junto com o crítico de arte francês Pierre Restany e o pintor Sepp Baendereck, viaja pelo rio Negro, elabora o manifesto do naturalismo integral ou Manifesto Rio Negro, apresentado no Rio de Janeiro, em São Paulo, Brasília, Curitiba e depois, em Nova York, Paris, Roma e Milão. Sua trajetória, em todos estes anos, tem sido transformar em arte sua indignação e sua devoção militante a favor da natureza.

Os autores

Roseli Ventrella é Professora de Arte em instituições públicas e privadas.
Integrou a Oficina Pedagógica da Diretoria de Ensino Centro-Oeste como Assistente Técnico-Pedagógica de Arte. É co-autora de livros didáticos e Mestre em Arte pela Unesp.

Silvia Bortolozzo é Professora de Ciências e Biologia em instituições públicas e privadas. Integrou a Oficina Pedagógica da Diretoria de Ensino Centro-Oeste como Assistente Técnico-Pedagógico de Ciên­cias da Natureza. É co-autora de livros didáticos e Doutoranda em Ciências pela FMUSP-InCor.

Lançamento: Frans Krajcberg
Data: 26 de abril, quarta-feira, das 19h às 24h
Local: Livraria Nobel
Rua Tamoios, 63/Itaguá- Ubatuba/SP- (12) 3833-9840
Editora: Moderna - Coleção Arte&Contexto
Autoras: Roseli Ventrella e Silvia Bortolozzo
Nº de páginas: 75
Preço: R$ 30,00

Sucessão em marcha



Sérgio Caribé, candidato a candidato a prefeito de Ubatuba, pelo PSDB, aparece ao lado do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. A foto foi tirada no último dia 6, na “A Hebraica”, em São Paulo, quando FHC proferiu a palestra Educação “Única Via”, acompanhada por uma platéia de 200 empresários.
Fonte: Assessoria Sérgio Caribé

Fiscalização em Ubatuba

Fiscais do Ibama encontram 500 construções irregulares

Uma fiscalização feita ontem em Ubatuba por técnicos do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) constatou a existência de 500 construções irregulares na região do Ubatumirim e 10 desmatamentos nas praias da Picinguaba e Poruba.

As irregularidades foram apuradas durante vôos realizados durante a manhã e tarde. Segundo Leandro Teixeira, que coordenou a fiscalização, os locais foram identificados com auxílio de um aparelho GPS, que monitorou e cadastrou as áreas por meio de imagens de satélite.
"Vamos elaborar um mapa indicando os locais das infrações para que fiscais do Ibama e da Polícia Ambiental possam autuar os responsáveis", disse. Segundo ele, as infrações ambientais podem variar de R$ 1.500 a R$ 50 mil por hectare ou fração de área destruída. Segundo Teixeira, na região do Ubatumirim, foram identificadas casas simples e de alto padrão e até empreendimentos, como campings, ocupando as margens do rio Ubatumirim e áreas de restinga."São áreas de preservação permanente que devem embargadas e desocupadas e os responsáveis indiciados por crimes ambientais", afirmou.
ALERTA - Teixeira afirmou ainda que as pessoas, antes de comprarem uma área e iniciarem a construção, devem consultar os órgãos municipais e o DEPRN (Departamento Estadual de Proteção dos Recursos Naturais).
"As pessoas que adquirirem e construírem em áreas de preservação são responsáveis. Além de perderem dinheiro, terão suas obras embargadas e demolidas e responderão ainda por crime ambiental", disse.

Fonte: ValeParaibano

“FRISSON NO PODER”

Corsino Aliste Mezquita
Lendo a matéria publicada, pela Prefeitura Municipal, nas revistas virtuais UBATUBA VÍBORA, GUARUÇÁ, LITORAL VIRTUAL e ouvindo a entrevista que às 13:40 H. deste dia 18 de abril de 2006, deu, à Rádio Bandeirantes, de São José dos Campos, o Sr. Secretário de Assuntos Jurídicos, Marcelo dos Santos Mourão, sob os títulos: “Ex-secretário será processado”. “Prefeitura irá processar ex-secretário de educação”, cheguei a pensar que devo ter pisado algum calo muito dolorido e que algo deve estar fervendo nas entranhas do poder municipal. Não tenho consciência de ter praticado algum delito, nem no exercício do cargo de Secretário de Educação nem como escriba. Examinando as publicações não encontrei “calúnias a quaisquer que seja” ou “falsas acusações” que possam incriminar-me ou temer por algum processo judicial. A Prefeitura faz quinze dias que está ameaçando com ação civil pública, intimidando, caluniando, falando absurdos que revelam a verdade da frase de Millör Fernandes: “QEM MAIS INTIMIDA É QUEM TAMBEM TEM MAIS MEDO”.
Lembro aos nossos homens, no poder, que: “São invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação”.(CF Artigo 5° X).
“Ninguém será considerado culpado até o transito em julgado de sentença penal condenatória”.(CF 5° LVII)
Quem ameaça e atribui delitos caluniosos está delinqüindo. Quando quem calunia, difama, ameaça... o faz usando dos recursos públicos e de cargos em comissão o delito é mais grave. É um grave atentado contra os direitos constitucionais e mostram o lado ditatorial dos homens que ocupam o poder. Pode ser caracterizado como abuso de poder para criar Francenildos da Costa. Como afirmou o Prof. Dr. André Ramos Tavares referindo-se às garantias constitucionais: “Essas garantias são um comando dirigido ao ESTADO, dizendo que ele não pode intervir na vida privada do individuo. Toda a evolução do ESTADO DE DIREITO, foi no sentido de garantir o particular contra esse “Estado Levita”(Folha de São Paulo A7 de l5-04-06). Estaremos regredindo, em Ubatuba, para tempos que ninguém gostaria viver novamente?.
Lembro, aos Senhores no Poder, que quem assina os contratos de compras (acerola) e os de obras (escolas) é o Sr. Prefeito Municipal. Caso alguma irregularidade houve (não houve) é ele que deverá ser processado. Secretário só assina como testemunha e não pode ser responsabilizado desvinculado do Sr. Prefeito.
Os contratos das duas escolas (Bela Vista - Marafunda e Perequê Açu) citadas pelo Sr. Marcelo Santos Mourão, na Rádio Bandeirantes, foram encerrados na atual administração e, as obras por ela recebidas, ocupadas e usadas para atender os alunos. Existindo falhas ou irregularidades cabe à Prefeitura processar as empresas executoras. Não é verdade que a escola do Perequê Açu esteja abaixo do nível da rua. Alguém ouviu isso e não foi conferir.
As declarações feitas pela Sra. Patrícia Gomes V. Pereira, atual Secretária de Educação, não merecem resposta. Estão em “descompasso” com a realidade e com o bom senso. Revelam falta de conhecimento, de prudência e respeito.
A Justiça será sempre a instituição e o fórum adequado para dirimir quem está com a verdade. Reprovável que os recursos públicos, sempre escassos, sejam gastos para resolver questiúnculas políticas, comunicadas aos sucessores no momento adequado e trazidas a tona, quinze meses e meio após o início da administração, supostamente, por que este escriba convidou os cidadãos a pensar e a serem cidadãos conscientes comparando realidades. Será ótimo resolver na Justiça com a presença de todos os envolvidos. Quem tem medo da verdade?. Certamente não é o cidadão que escreve.
Uma das ações ameaçadas, não poderão propor à Justiça, sem expor-se ao ridículo. É a de “falsas acusações” ou “calúnia de superfaturamento”. Conhecendo, os agentes políticos que temos, procuramos nos prevenir. Os títulos que parece incomodaram são: “Para comparar” e “Convidando a pensar”. No texto registramos: “Não qualificamos. Apenas manifestamos nosso susto, nosso espanto e convidamos os cidadãos a pensar, raciocinar, comparar”. .Nenhuma “falsa acusação”, nenhuma “calúnia”. A Prefeitura poderá, em juízo, afirmar o mesmo?. Seus agentes não ultrapassaram os limites de suas competências, da racionalidade e dos princípios pétreos constitucionais?. Aguardaremos pacientemente o próximo capítulo.

Quebra de sigilo sigilosa...

Okamotto teme que quebra de sigilo deflagre impeachment

Por Marta Salomon, na Folha:
"O presidente do Sebrae, Paulo Okamotto, teme que a abertura de suas contas bancárias estimule a oposição a deflagrar o processo de impeachment contra o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, seu amigo, apurou a Folha. Mais de oito meses após assumir a responsabilidade pelo pagamento de uma dívida de R$ 29,4 mil de Lula com o PT, Okamotto não indicou à CPI dos Bingos as datas e os valores dos saques que teria feito para quitar essa dívida. Ontem, ele disse à Folha que sacou R$ 45 mil de suas contas num período de seis meses, dentro do qual teria sido paga a dívida de Lula. Okamotto insistiu que dispunha de meios para quitar os débitos lançados pelo PT na prestação de contas de 2003. 'À época da restituição dos valores ao PT, recebi remuneração superior a R$ 130 mil, provenientes de salários e aposentadorias, bem como efetuei saques na ordem de R$ 45 mil entre setembro de 2003 e março de 2004, que me permitiram realizar os pagamentos', afirmou. A dívida foi paga em quatro parcelas, entre dezembro de 2003 e fevereiro de 2004. O amigo de Lula se negou a abrir dados de suas contas bancárias à CPI: 'Mantenho meu entendimento de que a abertura de meu sigilo bancário em nada contribuirá para satisfazer o objeto e o fato determinado da CPI'."

Manchetes do dia

O que deram os "jornalões":

O Globo: “Tesoureiros continuarão impunes por caixa dois”.
Valor: “Reformas vão aumentar o poder do Brasil no FMI”.
Correio Braziliense: “Cala-boca para oposição”.
Folha de S.Paulo: “Governo cede e orçamento é aprovado”.
O Estado de S.Paulo: “Planalto cede e Congresso afinal aprova orçamento”

Fábula XV

Rogério Frediani
E o chefe do executivo da cidadezinha decidiu colocar em prática um projeto que modifica a mão de uma das mais importantes avenidas, a da entrada da cidade, e para espanto dos comerciantes daquela área, a tal avenida passaria a ter mão em direção à saída somente. Descontentes e preocupados, esses empresários, que pagam impostos, resolveram fazer um abaixo-assinado pedindo que o projeto não seja colocado em prática, uma vez que o prejuízo seria grande. Assim como está sendo em uma outra importante avenida da cidadezinha, onde o poder executivo implantou um corredor exclusivo para as bicicletas, porém ali ninguém se preocupou com a voz dos comerciantes, e o projeto foi concluído, como se eles não existissem. E dizem que o governo seria participativo. É, está se vendo.
Bem, mas voltando aquela outra avenida, depois da manifestação dos comerciantes, o chefe do executivo decidiu convocar uma reunião com os mesmos para explicar o tal projeto, o que seria uma atitude coerente de um governo, se realmente o assunto em pauta fosse a modificação da mão da avenida. Mas, aproveitando a oportunidade o chefe do executivo não poupou palavras para dizer que a oposição acaba fazendo com que ele perca seu tempo se explicando sobre o famoso “Grilo”. Será que ele não reconhece que o próprio governo não se entende? Os comerciantes estavam ali para discutir o projeto e não para ouvir as lamentações do poderoso chefe da cidadezinha. Estes assuntos, segundo os cidadãos preocupados com o futuro, deveriam ser resolvidos através da justiça. E ai os comerciantes se perguntam: porque ele não interpela os seus opositores na justiça, por causa das denuncias do tal “Grilo”? Porque aproveita as reuniões com a população para se fazer de vítima e tentar sair mais bonito na foto? Ele, como chefe do executivo, não deveria se preocupar mais com o fato de os comerciantes estarem com suas contas bancárias em vermelho? O que demonstra que a administração pública nada tem feito para desenvolver o turismo, a maior fonte de renda da cidadezinha. Ah! Mas e o Carnaval? Poderia perguntar ele, uma vez que a cidadezinha nunca viu tanta gente reunida. E a resposta seria unânime: se não fosse São Pedro, que decidiu fechar as torneiras do céu, os comerciantes estariam sem dinheiro, ou seja, as ações do executivo, através de sua secretaria de turismo, não foram as responsáveis pelo sucesso daquele período.
Se o chefe do executivo não está conseguindo governar por causa da oposição, deveria lembrar que enquanto membro do legislativo exerceu a oposição com propriedade, colaborando inclusive com o afastamento do então chefe por causa de um automóvel importado comprado com dinheiro público. E agora? Será que ele espera que ninguém se oponha a seus atos ilícitos?
Se ele prega que não consegue enxergar o futuro por causa da oposição, vale lembrar que “o futuro a Deus pertence”, hoje ele é o chefe, amanhã provavelmente não. Se o tal chefe da cidadezinha está pensando no futuro, este futuro deve ser agora, com ações que tragam o turismo, que beneficiem o comércio e conseqüentemente toda cidade, e não posando de vítima por causa de seus erros.
E a cidadezinha se entristece, porque as soluções esperadas não aparecem...
Bem, só pra lembrar: uma pequena e charmosa rua da cidadezinha parece que também está na lista para sofrer modificações. Os comerciantes que se preparem.

Aniversário de Caraguatatuba

Padre Fabio de Melo canta no aniversário de Caraguatatuba

Sandra Colaferri
Este ano o aniversário da cidade de Caraguatatuba será celebrado com Missa campal na Praça de Eventos às 17h. São 149 anos. A Missa será presidida pelo Administrador Diocesano Pe. Vilson Dias de Oliveira e concelebrada pelos padres da cidade. Em seguida, um show com Pe. Fabio de Melo, às 18h leva um clima de alegria e louvor a Deus.
O padre e cantor Fabio de Melo, é um dos mais populares e carismáticos no meio artístico católico. Já gravou 6 CDs na carreira solo, entre eles Marcas do Eterno e Estações da Vida com músicas que marcam sua trajetória como Pegadas de tua ausência, Eu que ver e a própria Marcas do eterno.
Pe. Fabio é jovem e com isso conquista um público bem variado. Alegre e comunicativo também é escritor e apresentador na TV Canção Nova do programa Orientação Espiritual, transmitido ao vivo todas as quintas-feiras às 22h30.
“Eu sou um contador de histórias... Gosto de me aventurar no universo das palavras, gosto de vê-las clamando por minhas mãos, desejosas de saírem da condição de silêncio. Escrever e cantar são uma forma de desvendar o mundo.”
Sacerdote ordenado há 4 anos, encontrou nesta vocação a missão de poder ser e representar algo de importante para as pessoas influenciando positivamente em suas vidas.
Seu último CD lançado em 2005 é Humano demais. Segundo o artista, assumir-se humano demais é uma forma de reivindicar o direito de ser homem e padre ao mesmo tempo: “gosto de ser honesto comigo quanto à minha condição. Sou homem que quer acreditar, mas que nem sempre consegue. Só posso conhecer a Deus à medida que mergulho no mistério de ser o que sou. Assumir-me humano demais é reconhecer que nem sempre consigo entender a lógica do coração de Deus. Conversão é justamente isso: mudar o jeito de pensar e de interpretar o mundo”, afirma.
Padre, membro da congregação do Sagrado Coração de Jesus, Fábio de Melo faz questão de ressaltar que tudo que escreve e faz é naturalmente evangélico. A mensagem de Jesus Cristo é o viés de suas composições. Suas palavras e expressões ainda que estejam tocadas pelo específico de sua sensibilidade e criatividade, obviamente estão sinergizadas nas palavras do mestre de Nazaré.

"Corredor Turístico"

Luiz Moura
Tento definir, sem sucesso, o que é o "Corredor Turístico de Ubatuba", toda vez que imagino passar por ele.
A foto acima, de trecho do "Corredor Turístico", retrata o calçadão da praia do Itaguá servindo de depósito para mesas e cadeiras. Como se isso não bastasse, amarram essas mesas e cadeiras em árvores. Uma contagem rápida, sem levar em consideração aquelas que estão embaixo da cobertura do "quiosque", mostra um total de 86 cadeiras.
Já ouviu falar na lei municipal número 2277, de 26 de dezembro de 2002 (oriunda do Projeto de Lei nº 132/02, do Ver. Eduardo César)?
Lei? Ora lei!


*
A Câmara Municipal de Ubatuba, através de seu site (menu Pesquisa), disponibiliza aos internautas as leis e decretos municipais. Clique
aqui para acessar o site da Câmara.
Foto: Arquivo UbaWeb

Notícias da Prefeitura

Dia do Índio na Fundart
Festa para o trabalhador
Campeonato de Basquete
Medalhas no Judô
Beach Soccer Feminino
Prova pedestre

terça-feira, abril 18, 2006

Ao Prefeito Municipal de Ubatuba

Exmo Sr. Eduardo César,

Cidadãos Ubatubanos e Ubatubenses,

Venho a público, manifestar minha opinião sobre as estratégias de ação utilizadas para a participação popular no governo.
Relato abaixo, texto que o Coletivo das Entidades Ambientalista de Ubatuba – CEAU, em sua penúltima reunião, deliberou por publicar:
Leia aqui

Transparência

Carta enviada ao presidente da Câmara:

"Sr. Presidente,

Aproveitando que a Câmara de Ubatuba reformulou sua página eletrônica, enviamos uma sugestão que, temos certeza, em muito contribuirá para atransparência de seu funcionamento e no aumento da participação popular nos assuntos referentes à cidade, e que nesta casa são discutidos.
Deverá a Cãmara publicar, na sua íntegra, todos os projetos de lei apresentados assim que forem protocolados na Casa, assim como a publicação, também na íntegra dos mesmos quando da apresentação da pauta da sessão.
Temos certeza de que isto será um avanço significativo para alegislatura. Tal atitude não representará nenhuma dificuldade para os técnicos responsáveis pela página. Aproveitamos, ainda, para solicitar que me informe a quantas anda o projeto de lei que proíbe a contratação de parentes no âmbito do Legislativo e do Executivo. Todos sabemos, diante do exemplo maior do Judiciário, que a aprovação deste projeto, com aplicação imediata, é de suma importância para o município.

Certos de que, desta vez, obteremos resposta,

Carlos Augusto Malheiros
José Marques Mendes"

Imprensa

Manchetes dos principais jornais:

O Globo: “Processo do mensalão deve durar mais de 2 anos no STF”.
Folha de S.Paulo: “Ex-assessor de Palocci é indiciado no caso do sigilo”.
Correio Braziliense: “Caseiro mostra a conta à Caixa: R$ 17,5 milhões”.
O Estado de S.Paulo: “MST fecha estradas, invade e saqueia em nove Estados”

Notícias da Prefeitura

Paixão de Cristo
Curso de informática
Cartões do Ação Jovem
Reunião sobre urbanização
Ex-secretário será processado
Parque Trombini
Reunião com a Guarda Municipal
Administração Regional Sul
Encontro Internacional

segunda-feira, abril 17, 2006

Festival de Musica

Atenção Estudantes de Ubatuba

Vem ai o V Festival de Musica e Parodia Escola Tancredo.
O tema é COPA DO MUNDO
Inscrições de 15 a 26 de Maio na escola. Participem!

Imprensa

Manchetes dos principais jornais desta segunda-feira

O Globo: “Legião de suicidas do Irã ameaça retaliar EUA ”.

Correio Braziliense: “PFL recua, mas PSDB vai torpedear Bastos”.

O Estado de S.Paulo: “Maquiagem nas contas amplia gastos com o funcionalismo”.

Folha de S.Paulo: “Lula passa a ser o principal alvo, diz oposição”

Justiça intima quiosques

Quiosques são intimados pela Justiça após denúncia do MDU

Cristiane Zarpelão
O juiz de direito substituto da 2a Vara Cível, Alexandre Torres de Aguiar, expediu um mandado de intimação após uma denúncia do MDU (Movimento em Defesa de Ubatuba) de que os módulos de praia estariam desrespeitando a ação civil pública do mês de janeiro deste ano , que proíbe a continuação das obras nos módulos, a colocação de mesas e cadeiras e a colocação de som mecânico ou ao vivo.
Apesar da ordem judicial as obras nos quiosques da praia Grande continuam. Ao todo são 21 quiosques de Ubatuba que foram intimados na última quinta-feira, por desrespeitarem a liminar. Aqueles que descumprirem a ordem judicial correm o risco de demolição compulsória, impedimento de funcionamento com lacração e suspensão de fornecimento de energia e água.

Consta no mandado que os permissionários dos módulos Arca de Noé, Pica Pau II, Ponto Chic, Point do Gordo e Ponto de Encontro foram intimados por continuarem as obras até a presente data. A ordem judicial é para que interrompam imediatamente as obras e que ainda desfaçam tudo que foi feito desde janeiro, no prazo de cinco dias. Já aos quiosques Areia Sereia, Boêmios Bar, Valerine, SG, Carumbé, Sol Nascente, Tobebinho e Terra do Sol, a ordem foi para que se abstenham de possuir qualquer aparelhagem de som, fixa ou móvel. E para os quiosques Festa do Sol, Areia Sereia, Tio Dero, Catavento, Millenium, São Lourenço, Martazul e Quiosque do Valdir, a ordem é a de não colocação de mesas e cadeiras na faixa de areia das praias, sob qualquer hipótese, bem como qualquer outro móvel ou substrato análogo.
Segundo consta no mandado, o juiz ressalta ao oficial de justiça que “não basta apenas certificar se há ou não mesas e cadeiras na faixa de areia, mas deverá certificar, inclusive por meio de indagação a possíveis turistas que estejam nas eventuais mesas e cadeiras, se estas já haviam sido colocadas anteriormente pelos permissionários, ou se os próprios turistas é que solicitaram os mobiliários, e se eles mesmos as colocaram na praia”. Entende-se então, que se o turista solicitar ao quiosque e ele mesmo - o turista - efetuar a colocação de mesas e cadeiras, o oficial não pode multar o quiosque.
E o juiz intima ainda a Prefeitura Municipal para que fiscalize o cumprimento por ele determinado.

Outro lado

Apesar do mandado de intimação proibindo as obras em quiosques de praia de todo o município, alguns quios-queiros retomaram o trabalho, acreditando terem direito adquirido, por terem as documentações necessárias expedidas pela Prefeitura e pela Vigilância Sanitária.
Donizete Alvarenga, mais conhecido como “Gordo”, permissionário do quiosque Point do Gordo há cerca de dez anos, disse à reportagem na tarde de quinta-feira - mesma data em que recebeu a intimação - que nenhum dos quiosqueiros tem a intenção de afrontar a Justiça e que tudo o que está sendo feito tem o amparo de leis. “A Prefeitura idealizou um projeto para os quiosques e a Vigilância Sanitária aprovou. Temos o Alvará da Prefeitura para construir”, diz Gordo. Laércio, permissionário há quatro anos do quiosque Ponto Chic, disse que sua família depende do quiosque para sobreviver. “Estamos desesperados, pois estamos há mais de um ano parados. Tenho filhos e uma família para sustentar. Não é fácil enfrentar toda esta situação”, argumentou.
A reportagem tentou conversar com o advogado que cuida dos interesses dos permissionários, mas ele preferiu não se pronunciar por enquanto.
Foto: Renato Boulos/USC
Fonte: Imprensa Livre

A Semana

Foi curta a semana que passou. Na quinta-feira tivemos um ponto facultativo municipal, logo restaram apenas três dias úteis. O tempo esteve bom e mais uma vez Ubatuba recebeu grande afluxo de turistas. Na terça-feira a Câmara aprovou o projeto do vereador Charles Medeiros que trata de gravidez precoce. A única forma de prevenir a ocorrência tão comum e que tantos problemas acarreta é através da informação. O lugar indicado para se fazer isso é a escola, embora não se devam descartar campanhas através da mídia.
Gostei da iniciativa, alguém tem de tomar uma providência. Não é incomum encontrar meninas de quinze anos com um bebê nos braços. Quando refleti mais sobre o assunto me veio à cabeça o abismo que há entre intenção e gesto. A Câmara aprovou, fez o seu papel. Vou esperar para ver o projeto materializado. Sei o que significa preparar uma nova disciplina e colocá-la em prática, conheço as dificuldades que serão encontradas. De qualquer forma, é importante que o assunto tenha sensibilizado a Casa das Leis. Há quatro anos venho escrevendo sobre o tema. O parque Trombini foi lacrado. Na sexta-feira estava fechado. Fui ver a encenação da Paixão de Cristo, gosto de teatro e em especial da montagem de espetáculos históricos. A multidão impediu que eu me aproximasse, fiquei na praça defronte ao “Casarão do Porto” vislumbrando os acontecimentos do palco, que foi montado na Ilha dos Pescadores. De longe dava para ver as luzes coloridas e o movimento incessante, embora fosse impossível identificar os personagens. De quando em quando cavaleiros romanos empunhando lanças atravessavam a ponte e passavam por onde eu me encontrava. O cheiro dos cavalos, ou melhor, de seus dejetos, impregnou o ambiente, dando um cunho de realidade ao espetáculo. Como eu já sabia o final da história, fui dormir mais cedo, tendo o cuidado de pagar o pedágio para o guardador de carros, fenômeno novo na cidade. Onde quer que se vá, no centro, aparece um cidadão prestativo pronto a zelar pelo nosso patrimônio. O que aconteceria se eu não pagasse?
Esta semana tive o cuidado de fazer uma pesquisa sobre o preço da construção. Solicitei e recebi informações do Tribunal de Contas do Estado, da secretaria estadual da Educação e do Governo Federal. O preço do metro quadrado de construção escolar gira em torno de R$ 500,00. A obra da escola do Horto-Figueira tem custo aproximado de R$ 1200,00 por metro quadrado. Desconfio que a placa esteja errada.

Sidney Borges

domingo, abril 16, 2006

Entrevista

Roberto Jefferson: 'Não sou pior do que os caras do PT'

Ex-deputado e ex-presidente do PTB, o político, de 52 anos, diz não ter arrependimento por denunciar esquema de distribuição de mesada encabeçado pelo PT após se sentir prejudicado
Leia mais

Teatro



O Jeca Voador – Um Causo Modernista

Espetáculo infantil estréia no Teatro Sérgio Cardoso em 22 de abril


“O Jeca Voador” conta a historia de Fabrício Neves, o jovem prefeito de Engenho Novo – cidade fictícia do interior de São Paulo nos anos 20. Fabrício pretende se casar. Coronel Prudêncio, o manda-chuva da região, quer reforçar sua aliança com o jovem político e faz de tudo para que ele se case com uma de suas sobrinhas: as gêmeas Lindamar e Lindarosa. A partir daí, uma série de acontecimentos envolvem esses e outros personagens e vai contrapor a vida caipira da cidade do interior à vida que se levava na capital São Paulo.

Escrita e dirigida por Caio de Andrade, a peça tem no elenco Gustavo Haddad (Fabrício Neves / Zé Tico), Walter Breda (Coronel Prudêncio / Primo Joça) e Cynthia Falabella (Lindamar / Lindarosa / Santa Bárbara).

Na ficha técnica: cenários e figurinos de Cláudio Tovar, iluminação de Wagner Freire, assistência de direção de Imara Reis, design gráfico de Cau Almeida e direção de produção de Roberto Monteiro da Mesa 2 Produções.


O JECA VOADOR - SERVIÇO

Local: Teatro Sérgio Cardoso (Rua Rui Barbosa, 153 – tel.: 11.3288.0136)
Duração: 60 minutos.

A partir de sete anos

Horários: sábados e domingos, às 16 hs
Temporada: até 28 de maio de 2006
Lotação: 847 lugares
Preços: R$ 10,00 (crianças) e R$ 20,00 (adultos)
Bilheteria: quarta à domingo, das 15 às 19 hs - Aceita cartões Visa, Mastercard e Visa Elektron
Venda de Ingressos:
www.ingresso.com.br
Acesso para deficientes

Familiar xícara



Sexta-feira, conforme o combinado, levei Valentina, minha sobrinha, para cumprir o rito familiar. Passear na xícara. Com ela seria a terceira geração a rodopiar em volteios mágicos na noite ubatubana. Ao chegarmos deu para ver a Kombi da prefeitura que acabara de lacrar o parque, algumas luzes ainda acesas.
- Com mil trovões, exclamei. Perdemos a viagem. A cidade estava lotada, foi um custo fazer a conversão para voltar ao Parque Vivamar.
Ontem recebi um telefonema. Era a Valentina.
- Tio, vamos na xícara outra vez?
Eu disse que seria perda de tempo, o parque tinha sido fechado, ou melhor, lacrado. Ela continuou, agastada:
- Com mil trovões, não faz mal, a gente olha de fora.
Aceitei, vimos a xícara na penumbra, comemos pipoca, e olhamos a Lua.

Com mil trovões, foi uma noite memorável.

Sidney Borges

Tempos nebulosos

Luiz Moura
2006. Nada mudou. A expectativa de mudanças é muito pequena, um tiquinho de nada. Esperança é a última que morre...
Apesar de toda a boa vontade do Conselho Deliberativo da Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba), a Diretoria Executiva, prima pela incompetência (Podem acreditar, eu estou sendo generoso.). A famigerada falta de planejamento, eu diria até falta de um rumo, é sufocante. Sei que estou sendo repetitivo, mas eles continuam os mesmos, cometendo os mesmos erros e aprontando uma atrás da outra.
Vejam: a Diretoria Executiva permitiu, sem a autorização do Conselho Deliberativo, o uso da parte superior do Casarão do Porto, pondo pessoas em risco eminente. Até o momento só escutei balelas com referência a recuperação do prédio e agora, como se postergassem, voltam a ocupar o local.
... e pt, saudações!
Ah! Ontem, sem dar qualquer razão e para tumultuar o funcionamento do meu fígado, o Diretor-Presidente, sem mais nem menos, cancelou a reunião ordinária do mês de abril e, indevidamente, a transferiu para amanhã, como se os membros do Conselho Deliberativo fossem seus subalternos. Cabe-me lembrá-lo que os conselheiros prestam serviços considerados de relevância para o município e não percebem remuneração para tal, merecendo, no mínimo, respeito.
A reunião foi adiada por existir, por parte da Diretoria Executiva, problemas na apresentação das justificativas dos gastos realizados?
Iniciaram 2006 com toda a corda. Bem que poderiam se enforcar com ela!

Foto: Arquivo UbaWeb

Notícias da Prefeitura

Ciclofaixas - sinalização

Mercadoria "pirata" é destruída

Secretaria de Segurança mudou

Prefeito recebe diploma
 
Free counter and web stats