sábado, abril 08, 2006

Bastos foi cúmplice

De Marcelo Carneiro na Veja desta semana:
"A violação de sigilo do caseiro Francenildo Costa já produziu a queda de um ministro (Antonio Palocci, da Fazenda) e do presidente do segundo maior banco estatal do país (Jorge Mattoso, da Caixa Econômica Federal). Na semana passada, VEJA revelou que Palocci comandou a operação ilegal e que um alto funcionário do Ministério da Justiça – Daniel Goldberg, secretário de Direito Econômico – estava na casa do ministro no momento em que Mattoso lhe entregou um extrato com a movimentação bancária do caseiro.

Na manhã seguinte, a pedido de Palocci, outro assessor de Márcio Thomaz Bastos – seu chefe-de-gabinete Cláudio Alencar – solicitou à PF que investigasse Francenildo por uma movimentação atípica em sua conta bancária. Em outras palavras, que transformasse uma vítima em suspeito de lavagem de dinheiro. Os fatos são graves, mas o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, apressou-se em dizer que ele e seus assessores devem ser preservados porque não tiveram participação ativa no episódio. O problema é que a história não termina aí.
Leia mais

Bastos se defende

Nota divulgada pela assessoria de Márcio Thomaz Bastos sobre matéria da revista Veja:

"Em função de especulações e informações equivocadas veiculadas, hoje, a Assessoria de Comunicação Social do Ministério da Justiça esclarece que:
Leia mais

Eleições

Cai a diferença entre Alckmin e Garotinho na disputa pelo 2º lugar, diz Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada na edição da Folha de S.Paulo deste domingo revela que ficou mais acirrada a disputa pelo segundo lugar na corrida presidencial de 2006. A diferença entre o tucano Geraldo Alckmin e Anthony Garotinho (PMDB), que era de 11 pontos na pesquisa anterior, recuou para 5 pontos.
A nova pesquisa mostra que Alckmin aparece em segundo lugar na disputa, com 20% das intenções de voto contra 15% de Garotinho.
A redução da diferença entre os dois é reflexo da queda de Alckmin e do avanço de Garotinho nas intenções de voto do eleitorado. No levantamento anterior, Alckmin tinha 23% das intenções de voto e Garotinho aparecia com 12%.
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue na liderança, com 40% das intenções de voto - uma queda de dois pontos em relação à pesquisa anterior.

Segundo turno

O levantamento mostrou que num Lula venceria tanto Alckmin como Garotinho num eventual segundo turno. Contra Alckmin, Lula venceria por 52% a 37% - uma diferença de 15 pontos. No cenário contra Garotinho, Lula venceria por 54% a 32% - diferença de 22 pontos.
Se Garotinho desistir da disputa, o presidente teria condições de vencer a eleição no primeiro turno, com 52% das intenções de voto contra 28% de Alckmin. Para vencer no primeiro turno é o candidato tem de conseguir maioria absoluta dos votos válidos (excluídos os brancos e nulos).

A pesquisa

O levantamento de abrangência nacional da Datafolha foi feito na quinta e na sexta-feira entre 3.795 pessoas em 182 municípios do país. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. A pesquisa anterior havia sido realizada entre os dias 16 e 17 de março.
Fonte: Folha Online

Editorial

Sobre o Ubatuba Víbora

Tenho recebido queixas de sumiço. Do meu próprio. Segundo uma leitora que eventualmente é colaboradora, estou dando demasiado espaço às notícias oficiais e escrevendo pouco. Ela afirmou com convicção que o Ubatuba Víbora cresceu e ganhou credibilidade em função dos meus textos, de uns tempos para cá raros. O espaço dado aos pronunciamentos oficiais também foi alvo da reprimenda de um leitor de atuação política destacada na cidade. Dou a mão à palmatória. As muitas atividades às quais me dedico estão ocupando o tempo que eu destinava exclusivamente à produção literário-jornalística, minha verdadeira praia. Quando da criação deste blog, eu tinha outro blog, (Lojas Murray) com número limitado de leitores, porém fiéis. Nessa época eu era colaborador de diversas revistas, sites e jornais, entretanto, minha produção era restrita a dois ou três textos por semana, que serviam para todos os veículos. Com o passar do tempo os leitores aumentaram e também aumentou o cuidado com as informações. A edição ficou mais demorada e a apuração passou a consumir as tardes, outrora livres para a criação. Como dizem os ingleses, quem reclama de falta de tempo é em última instância alguém que precisa organizar melhor o tempo. É o que vou fazer. A partir de segunda-feira, o Ubatuba Víbora vai sofrer alterações. A primeira página terá apenas um índice. Haverá um link para as notícias da Prefeitura, outro para as notícias da Câmara e outros para cada uma das matérias que forem postadas ao longo do dia. Vou iniciar uma seção de cultura, com notícias de lançamentos de livros e discos e reservar espaço para ensaios sobre a conjuntura política nacional. Cabe lembrar ainda que logo teremos a Copa do Mundo, o Víbora estará cobrindo o evento. Finalmente, prometo escrever uma crônica diária nos moldes da resenha dominical que iniciei há duas semanas e que está sendo bem aceita. Quanto ao tempo necessário, dormirei menos.

Sidney Borges

Danyela Gato, hoje, no Anchieta Café

Livros

Judith Ribeiro lança livro em Ubatuba

A artista plástica e poetisa Judith Ribeiro de Carvalho estará promovendo o coquetel de lançamento de seu livro “Terra Ar Fogo & Mar, que reúne as mais belas pinturas e os mais sensíveis poemas em referência à cidade de Ubatuba. A obra “Transpira o verdadeiro amor por Ubatuba”, como define a artista.
O evento será realizado na próxima quinta-feira, dia 13, às 16h00, na Livraria Nobel – Espaço Anchieta. Rua Tamoios, nº 63, Itaguá. Telefone: (012) 3833 3033. Não percam!

Fonte: Laura Ennes - ASCOM

Pra rapaziada baladeira...

Guitarrista lança CD

O guitarrista e compositor Pedro Carpinetti acaba de lançar seu primeiro CD autoral-“Batuke de Tamoio”.
Natural de Ubatuba, o músico já participou de diversas bandas nas noites do Litoral Norte, Vale do Paraíba e Capital.
Atualmente, Pedro Carpinetti, também é membro da Banda EX-CB (conceituada Banda do Vale do Paraíba).
“Batuke de Tamoio” apresenta composições instrumentais em fusões de ritmos como o rock, o eletrônico, o blues e a música regional brasileira. Essa mistura sonora, segundo o músico é... “despretensiosa, sendo apenas um reflexo natural dessa cultura globalizada em que vivemos nos dias atuais”.
Algumas da músicas de “Batuke de Tamoio” disponibilizadas para download no site
www.pedrocarpinetti.com.br já alcançaram a média de 2.000 downloads/mês. O músico, que já está preparando o show de lançamento do CD (que deve acontecer à partir de abril) também prepara a gravação de um DVD ao vivo com suas composições.
Para maiores informações acesse o site
ou através do tel.:(12) 9141 1297.
Fonte: Assessoria Pedro Carpinetti

Okamotto mentiu né? Coisa feia...

PT desmente Okamotto

"Depoimento dado em 1997 pela ex-prefeita de São José dos Campos e atual deputada Ângela Guadagnin (PT-SP) a uma comissão de inquérito de seu partido desmente a versão apresentada à CPI os Bingos pelo presidente do Sebrae, Paulo Okamotto, de que nunca assediou prefeituras para reforçar o caixa 2 do PT.
Naquela ocasião, Ângela afirmou que Okamotto a tinha procurado a fim de se informar sobre fornecedores da prefeitura para captar recursos.
O PT tinha aberto uma investigação interna depois da denúncia feita pelo economista Paulo de Tarso Venceslau, ex-secretário de Finanças da gestão Guadagnin, de que a Consultoria para Empresas e Municípios (CPEM) vendia serviços às prefeituras para arrecadar recursos para o caixa 2 do partido. A empresa era representada pelo advogado Roberto Teixeira, compadre de Luiz Inácio Lula da Silva.
Por causa da denúncia, Venceslau foi expulso do PT.
Durante acareação na CPI, o economista repetiu a acusação e contou ter levado o caso a Okamotto. Segundo Venceslau, o petista reagiu rispidamente e teria tentado evitar a apuração para proteger a CPEM. Okamotto, que está sob investigação por não ter revelado a origem do dinheiro com o qual pagou débito de R$ 29,4 mil de Lula, negou a intermediação. 'O senhor mente, delira. Nunca teve essa conversa comigo', reagiu. 'Nunca pedi a lista de fornecedores a nenhum prefeito.' Em depoimento no dia 7 de junho de 1997, contudo, Ângela afirmou à comissão interna do PT que Okamotto pediu, sim, a lista de fornecedores da prefeitura. Queria saber até que empresas poderia procurar para captar recursos. Seu testemunho não foi levado em conta pelo partido, na época presidido por José Dirceu."

Fonte: José Maria Tomazela em O Estado de S.Paulo de hoje.

Vereador solicita pavimentação

Charles Medeiros quer tirar Vasco, Corinthians e Palmeiras do buraco

Na tarde do último dia 05, o vereador Charles Medeiros esteve na casa do Sr. Carmélio, morador da Avenida Corinthians na Estufa I, passando lhe informações sobre melhorias no bairro. Charles Medeiros informou sobre os encaminhamentos do Ofício 225/05, na qual solicitou a retomada do asfalto na Estufa I, pavimentação da Avenida Vasco da Gama, urbanização de duas praças na Avenida Palmeiras, urbanização das praças no Parque Paris, pavimentação da Avenida Corinthians bem como melhorias da estrada Benedito Alves dos Santos. Neste último dia 03, o vereador em audiência com o Prefeito Eduardo César, reforçou o pedido da comunidade, tendo recebido aceno positivo por parte do Chefe do Executivo. “Há mais de dez anos que este homem sonha e luta pela melhoria da Avenida Corinthians, é um homem de brio, merece uma satisfação do Poder Público”. Afirma Charles Medeiros.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Vereador visita obras

Vereador Claudinho visita obras da EM Horto e Figueira

No último dia 5, quarta-feira, o vereador Claudinho Gulli (PMDB), acompanhado do empreiteiro João Pedro, da empreiteira Gomes Ltda., vistoriou a obra de construção da Escola Municipal – Horto/Figueira.
A obra teve início em outubro do ano passado e término previsto para o próximo mês, “fui ver de perto o andamento da construção, pois no início da obra o serviço de terraplanagem atrasou 45 dias e minha preocupação é que a escola esteja pronta para o início do ano letivo, que será no segundo semestre deste ano”, explicou Claudinho.
A escola abrigará aproximadamente 180 alunos do ensino fundamental, “esta escola irá favorecer as crianças que moram no bairro, porque não precisarão mais se deslocar para outras escolas em bairros mais distantes, como por exemplo, para a escola Madre Glória, localizada no Parque dos Ministérios”, disse o vereador.

Fonte: Laura Ennes - ASCOM

Demolições

Comunidade do Pé da Serra se manifesta contra as demolições

Edílson Félix é chamado pela comunidade para acompanhar negociações

Na terça-feira, 03 de abril, a comunidade do bairro do Pé da Serra, na região oeste do Município, realizou ato de repúdio à falta de informações sobre o congelamento e às demolições que vem sendo realizadas naquela localidade.
Cerca de 100 moradores do Pé da Serra, após uma caminhada, ocuparam pacificamente, a sede do Instituto Florestal, no Horto Florestal, de forma a demonstrar a insatisfação daquela comunidade em relação à retirada das famílias que ocupam o bairro, que fica no Parque Estadual da Serra do Mar. Um dos moradores do bairro. Paulo Nunes, residente no local há mais de 20 anos, desabafou: "Queremos garantir moradias para as nossas famílias. Não podemos ser despejados, ter a casa demolida e lançados no meio da rua com nossos filhos".


Comunidade agrícola

Segundo os moradores, vivem no bairro cerca de 300 pessoas. Este ano, segundo eles, seis casas já foram demolidas. Nunes disse que os moradores querem que o bairro seja transformado em um núcleo de desenvolvimento agrícola e que as famílias sejam mantidas no local.
Há um clima de insegurança da população, que não concorda com o descompasso que ocorre entre o programa de demolições, que vem sendo executado a partir de sentenças judiciais, e os programas habitacionais que deveriam atender as pessoas que estão sofrendo este tipo de intervenção.
Ante a presença de dezenas de policiais, que procuraram desalojar os moradores do Pé da Serra da Sede do Parque, foram chamados os vereadores Edílson Félix e Jairo dos Santos, além de ter comparecido ao local o vice-prefeito Domingos dos Santos.
Gerson Florindo, coordenador da ONG “Cidade & Cidadão” e o ex-secretário de Arquitetura e Urbanismo, Ary Jardim, também estiveram presentes para apoiar a comunidade.


Diretora do Parque explica

Segundo Edílson Félix, a Sr.ª Eliana Simões, mais conhecida como “Lica”, responsável pelo Expediente do Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar, mesmo surpreendida pela reivindicação, procurou apresentar os argumentos do Parque para o processo de demolições em andamento. “A Lica nos informou que, do processo inicial de discussão, que começou em 1998, muitas coisas se perderam. Uma área, por exemplo, que a Prefeitura deveria ter destinado para o assentamento das famílias que estão tendo suas casas demolidas teria sido doada, em 2004, para a Polícia Militar”, disse Edilson.

Faltou informação para a população

Para Félix, um dos grandes problemas do processo é que houve um hiato de tempo muito grande entre as primeiras ações e o desfecho do processo, com o congelamento das áreas, sem que a comunidade fosse alertada para os riscos de adquirir terrenos em áreas consideradas de preservação ambiental: “Sem a sinalização devida, ostensiva, de que era proibido construir naquelas áreas, várias pessoas foram enganadas e investiram suas poucas economias na compra de lotes, que hoje estão condenados. E o pior, os que estão em lotes em áreas de proteção, como margens de rios e acima da cota 100, dificilmente escaparão de ações demolitórias”, disse.
“O mais triste é constatar que direitos constitucionais básicos, como o princípio da dignidade da pessoa humana, a função social da terra, o direito à moradia só estão presentes no papel. É preciso juntar forças para lutar por condições para estas pessoas, que estão colocadas à margem, sem qualquer tipo de proteção legal ou amparo do estado. É preciso agilizar a votação de um Plano Diretor que contemple todas os segmentos de nossa sociedade, com a implantação de Zonas de Interesse Agrícola e Zonas de Interesse Social”, disse ainda.
Foi marcada uma reunião, que será realizada na Escola Anchieta, na próxima terça-feira, para que a comunidade possa dialogar com os membros da Prefeitura, da Câmara, do Parque Estadual e de Secretarias do Estado.
Foto: Renato Boulos/USC

Fonte: Assessoria Edilson Félix

Notícias da Prefeitura

Prefeitura decreta lacração do Parque Trombini

Foi determinada pela Prefeitura de Ubatuba, através do Decreto número 4550, de 7 de abril de 2006, a lacração do estabelecimento Trombini e Trombini Ltda, considerando que o parque de diversões, objeto de exploração comercial da citada empresa, não possui alvará de funcionamento e não está inserido no projeto de urbanização da Avenida Iperoig, além de ser dever do Poder Executivo zelar pelo interesse público, de tal forma que interesses particulares não se sobreponham ao interesse coletivo. A empresa citada desrespeitou os procedimentos legais a fim de adotar as medidas necessárias à sua desativação, já que o Decreto número 4534, de 2 de março de 2006 determinou o fechamento do parque e tal determinação foi acintosamente desconsiderada pela empresa. Consta do referido Decreto que a sociedade de modo geral manifesta-se no sentido de que o parque é incompatível com o espaço que ocupa e que não há interesse público para que o estabelecimento continue com suas atividades. Para o prefeito Eduardo Cesar, o fechamento do Parque Trombini atende uma antiga reivindicação dos cidadãos, do comércio e principalmente dos vereadores da Câmara Municipal. PMU

Semana Santa

Paixão de Cristo ubatubense homenageia cultura caiçara

Este ano, a Paixão de Cristo contará com eventos na região central, na região oeste e na região sul do município

Em 2006, a encenação da Paixão de Cristo traz como novidade a ênfase na cultura caiçara. O espetáculo do Centro acontecerá na Ilha dos Pescadores e suas imediações, na sexta feira santa, dia 14, a partir das 21h. A encenação começa com o nascimento de Jesus dentro de um barco, abaixo da ponte que liga o Bairro Perequê-Açu ao Centro. Depois os atores passam por dois palcos que serão montados dentro da Ilha e a Via Crucis acontecerá nas ruas que circundam o Mercado de Peixe. A morte de Cristo acontecerá de forma tradicional, no alto do Morro da Prainha.
Este ano, a Prefeitura de Ubatuba assumiu a responsabilidade orçamentária do evento e deixou toda a produção do espetáculo por conta da empresa Cia. do Mar Atividades Artísticas. A Companhia e a Prefeitura já vêm realizando parcerias em diversos projetos de Secretarias Municipais, como o “Magrelândia”, voltado para educação do ciclista no trânsito e “Folia com Saúde”, realizado no carnaval para incentivar o uso de camisinha na preservação de doenças e gravidez precoce.
O prefeito Eduardo Cesar disse que, esse ano, com a mudança de estruturação do evento, conseguiu-se fazer uma economia de R$ 10 mil em relação ao ano passado, sem contudo, tirar o brilho da apresentação. Segundo ele, a mudança do local trará benefícios para o evento. “O fato de ser um local relativamente pequeno faz com que as pessoas possam assistir à peça com mais facilidade, sem ter que ficar se deslocando muito. Espero que a apresentação deste ano seja melhor que a do ano passado e que no ano que vem seja melhor ainda, porque continuaremos apoiando o evento sempre”.
Mais de 30 profissionais, entre atores, produtores e técnicos estão envolvidos no espetáculo, que contará ainda com a presença de cerca de 200 figurantes. O ator Bado Todão, que representa o papel de Jesus Cristo desde 1989 e é também o produtor da peça, diz que a alternativa de executar a encenação na Ilha dos Pescadores é uma oportunidade de resgatar um pouco da cultura, tendo como cenário uma vila caiçara. “Eu acredito que a população local irá nos receber com muito carinho e, se eles permitirem, a Ilha pode se tornar um espaço definitivo para a apresentação”.
As inscrições para a figuração da Paixão de Cristo ainda estão abertas. Quem quiser participar desse belo espetáculo deve comparecer à Rua Dr. Esteves da Silva 268, em frente à Ordem dos Advogados do Brasil.

Encenação no Ipiranguinha


Os moradores da região oeste poderão prestigiar a encenação da Paixão de Cristo no dia 13, quinta feira, a partir das 19h30. Este é o quarto ano de apresentação dessa encenação religiosa, que envolve toda a comunidade local, independente da religião. Os atores estarão presentes na missa da Igreja Nossa Senhora de Fátima e a encenação, que começa logo após, inicia-se na Praça Madre Sofia. Depois, os espectadores seguem em procissão a via sacra pela Rua da Cascata, finalizando na rua dos Pacíficos.
A organização do evento está por conta do administrador paroquial, Pe. José Ramos, Luiz Denis de Souza e Marcílio Lopes, membros da comunidade.

Semana Santa agitada na região sul

Um evento que vai comemorar a Semana Santa deve atrair não só os moradores de Ubatuba como muitos turistas para a Maranduba, nos dias 14 e 15 de abril. Na sexta-feira, 14, haverá uma encenação da Paixão de Cristo com atores da igreja católica do próprio bairro, a partir das 20 horas, na Praça de Eventos. Para animar o sábado de aleluia, a banda local D´Jahga se apresenta na Praça de Eventos. A festa acontece a partir das 20h, com apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba, Secretaria Municipal de Turismo e Comissão dos Moradores da Maranduba.

Cinema ao ar livre

A Paixão de Cristo, produção de US$ 25 milhões, dirigida por Mel Gibson e assistida por cerca de 300 milhões de pessoas no mundo inteiro, será exibida na Maranduba e no Sertão da Quina. Na Maranduba, o filme será apresentado no dia 13, quinta-feira, às 21 h, na Praia. No dia 14, sexta-feira, a exibição do filme acontecerá no campo de futebol do Sertão da Quina, a partir das 21 horas, ambos com entrada franca.
A iniciativa da Fundart, em parceria com Prefeitura Municipal de Ubatuba irá permitir que um telão de 18 m2 seja utilizado para apresentar essa impactante filmagem que recebeu três indicações ao Oscar.
Tendo como atores principais James Caviezel e Mônica Bellucci, o filme conta as últimas 12 horas da vida de Jesus Cristo. Foi rodado em Roma e é inteiramente falado em aramaico e latim, línguas usadas na época de Jesus Cristo. A título de curiosidade, numa das locações do filme, o ator Jim Caviezel e o diretor assistente foram atingidos por um raio. Apesar do susto os dois não sofreram nada. PMU

Foto: Paulo Zumbi

sexta-feira, abril 07, 2006

Invitation

Dia do Jornalista

Dia do Jornalista

A você, Jornalista:

Todos os dias, recebemos incontáveis informações. São notícias de nosso bairro, de nossa comunidade, da cidade em que moramos, do nosso país e até de lugares que nem sonhamos em conhecer.
Logo de manhã, quando homens de negócios se preparam para mais um dia de trabalho, as crianças, para a escola e as mulheres dão início à labuta doméstica, as informações já chegam às casas, seja pela TV, pelos jornais ou, até mesmo, pelo radinho de pilha da dona de casa.
Tudo isso só é possível graças ao seu trabalho, caro jornalista. É com seu profissionalismo, sua capacidade de buscar, trabalhar e transmitir informações é que temos acesso ao mundo que nos cerca. E é por tudo isso que, hoje, no dia em que se destaca a sua profissão, queremos expressar o nosso reconhecimento. A você, profissional de nossa cidade, de nossa região, devemos agradecer e valorizar de forma especial pelo empenho, pela prestação de serviço, pela imparcialidade com que transmite as informações e, sobretudo, pelo auxílio na construção de uma sociedade mais crítica, mais informada e mais cidadã.
Parabéns, hoje é o seu dia!!!

Vereadora Profª Pollyana Gama Winther (PPS)

Reencontro

Quase quarenta anos de recordações passaram pela minha cabeça ontem à noite. Em 1967 eu freqüentava a FAU, na rua Maranhão, em São Paulo. Meu propósito era estudar lá. Foi na FAU que conheci a Hermínia, estudante combativa, atuante, ligada aos movimentos sociais. Entrei na faculdade dois anos depois, mas acabamos convivendo por muito tempo, tivemos a mesma formação, fomos discípulos de Juarez Brandão Lopes, Villanova Artigas, Sérgio Ferro, Flávio Império e tantos outros que sonharam e nos ensinaram a sonhar com um mundo mais justo. A professora Hermínia adentrou pelas questões da cidade, estudou profundamente os problemas presentes nos aglomerados das periferias deste país desigual e hoje é uma autoridade em urbanismo, respeitada internacionalmente. Ontem ela deu uma palestra no colégio Deolindo. Falou sobre o plano diretor que será desenvolvido em Ubatuba. Foi um encontro da maior importância, que abordou as questões cruciais a serem observadas na confecção do plano. O principal deles é descobrir a vocação da cidade e direcionar as atenções para atender o quesito, cuidando de diminuir as desigualdades, tão marcantes e tão presentes no país. Sempre é bom lembrar que vivemos nas cidades, se conseguirmos diminuir os problemas de cada uma delas, o conjunto nação será beneficiado. Foi uma noite memorável, fiquei feliz por rever a velha amiga, cada dia mais jovem, mais bonita e mais sábia, exercendo com dignidade o papel de professora.

Sidney Borges

O lápis e a mão invisível do mercado

Ernesto F. Cardoso Jr.
"Os maiores perigos para a liberdade escondem-se na insidiosa influência de homens devotados, bem-intencionados, mas, desprovidos de entendimento".

Louis Brandeis, Juiz da Suprema Corte dos EUA.

Conta-se a seguinte estória, intitulada,

Eu, o Lápis: Minha Árvore Genealógica

Ninguém, ninguém, mesmo, sabe como chego a ser feito, diz o lápis. Em primeiro lugar, a madeira de que sou formado é fornecida por uma árvore, uma certa árvore de fibras longas, que cresce em determinados lugares, até um dado grau de desenvolvimento, para se obter o melhor rendimento. Agrônomos e agricultores acompanham esse desenvolvimento e definem o estágio ideal de corte determinado aos madeireiros.
Nesse ponto, serras de aço ou, atualmente, moto-serras fabricadas por indústrias de máquinas e motores que empregam milhares de pessoas, são usadas no corte dessas árvores. Quando a plantação é extensa, constroem-se acampamentos para os madeireiros, com alojamentos e refeitórios para o abrigo e a manutenção dessa força temporária de trabalho.
Leia mais

A Árvore e o Detran

Pediram-me um artigo sobre ecologia. Começo contando um caso.No ano passado vendi o meu carro. Informaram-me que o Detran exigia que eu mostrasse os recibos dos três últimos anos do IPVA, Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores. Fiquei aflito. Nem sabia onde podiam estar. Perguntei para o comprador, uma concessionária de automóveis, como faria para conseguir uma prova de que os IPVAs estavam quitados. Ele me explicou que deveria requerer para o próprio Detran. Pagaria cerca de R$60,00. Por todos? Não. É o preço de cada um. E se pagou em três vezes, como autoriza a lei, seriam três vezes três. Nove. Nove vezes R$60,00, se não erro no preço. Uma grana. Aí eu argumentei com o comprador que meu IPVA estava pago. Ele disse que sabia. Havia entrado no site do Detran e ali constava que o IPVA do carro que estava vendendo estava quite.Então eu fiquei pensando. O Detran sabe que está pago, pois consta no seu site que está pago. Se precisar provar que está pago é o próprio Detran quem me vai fornecer uma certidão. Só que, vejam que absurdo, tenho que provar para o Detran que um imposto que o Detran sabe que está pago, está pago. E como fazer isso? Com uma certidão do próprio Detran. Enfim, o Detran informa ao Detran que meu IPVA, que o Detran sabe que está pago, está pago.O que isto tem a ver com ecologia?Aparentemente nada.Mas a história me ocorreu nesta semana. Trabalho como Procurador no DAEE, Departamento de Águas e Energia Elétrica. É o órgão estadual que cuida das barragens da Bacia do Rio Tietê e, entre elas, a Barragem do Jundiaí. Uma conhecida e respeitada ONG ambiental se ofereceu para reflorestar aquela área, e o processo veio para a Procuradoria Jurídica a fim de ter um parecer sobre a legalidade de uma respeitada e conhecida ONG ambiental reflorestar uma área degradada, sem qualquer custo. Sabem o que o Procurador achou? Para a ONG ambiental reflorestar uma área degradada, sem qualquer custo para o Estado e, portanto, sem nenhuma despesa para os cidadãos, a lei exige que tem que obter um licenciamento ambiental por parte do IBAMA. E sabem quanto tempo leva para se obter uma licença ambiental no IBAMA? Aí depende. Com pistolão ou sem pistolão? Desconfio que a área vai continuar degradada e a ONG vai plantar suas árvores na Índia.O que é que o IPVA e o DETRAN têm a ver com o reflorestamento de uma área degradada. Quase nada. Apenas uma doença comum na nossa sociedade. Chama-se burocracia.
Fonte: Jornal da Serra

Notícias da Associação Comercial

ACIU alerta: Cuidado com as associações “fantasmas”

Cristiane Zarpelão
A Associação Comercial de Ubatuba está alertando as empresas, sobre a ação ilícita de entidades com nomes assemelhados que insistem em emitir cobrança bancária das taxas associativas, enviando correspondência e dizendo ser representante da classe comercial, oferecendo serviços de consultoria, assistência médica, departamento jurídico, entre outros.
“Na verdade essas associações não passam de entidades sem qualquer estrutura para o atendimento do que oferecem, e nem mesmo, podem atender as necessidades das empresas. A entidade que representa o comércio de Ubatuba é a ACIU, então, não pague nada para entidades estranhas, pois você estará jogando dinheiro fora, além de contribuir para a sobrevivência destas associações fantasmas.”, alerta o gerente da ACIU, Célio Moraes Stéfani.
Segundo o gerente, no passado, a Associação Comercial de São Paulo e o Ministério Público cancelaram o nome e o registro da Associação Comercial e Industrial do Estado de São Paulo, que de forma enganosa usava deste expediente para lesar as empresas.
Célio ressalta ainda, que tais fichas de compensação, não podem ser protestadas por não caracterizarem títulos que habilitem o seu emitente a esse ato. “Ninguém poderá ser obrigado a associar-se ou permanecer associado” como consta no texto Constitucional – Artigo 5o – parágrafo XX.
“Portanto, não pague qualquer contribuição a entidades estranhas, redobrem a atenção antes de efetuarem quaisquer pagamentos, confirmando a legitimidade da cobrança”, enfatiza Célio.
Abaixo relacionamos algumas associações que enviam cobrança bancária. Anote e previna-se:
ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E EMPRESARIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO
ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO
ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E INDUSTRIAL DO BRASIL
ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO ESTADO DE SÃO PAULO
ASSOCIAÇÃO COMERCIAL, INDUSTRIAL E AUTÔNOMOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
ASSOCIAÇÃO COMERCIAL E AUTÔNOMOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
ASSOCIAÇÃO DO SISTEMA UNIFICADO DO COMÉRCIO E INDUSTRIA DO ESTADO
SP

Notícias da Prefeitura

Prefeitura move ação para restituir prédio de escola desativada na Casanga

Visando restituir o imóvel e o respectivo prédio da escola municipal, que hoje se encontra desativada, no bairro da Casanga, a Prefeitura de Ubatuba, através de sua Assessoria de Assuntos Jurídicos, protocolizou na 2ª Vara da Comarca de Ubatuba uma ação de reintegração de posse contra uma servidora municipal e outros, na última terça-feira, dia 4. Em março de 2004 o então secretário municipal de Educação concedeu autorização para a servidora utilizar o local. Desde então a referida munícipe e seus filhos residem no local e, mesmo após diversas notificações remetidas pela Prefeitura, não atendeu às solicitações para desocupar o imóvel. A ação possessória foi baseada no Art. 57, Inciso IX, da Lei Orgânica Municipal, que diz que somente o prefeito pode permitir e autorizar o uso de bens públicos municipais por terceiros. Uma liminar para imediata reintegração na posse do imóvel ao município está sendo analisada pelo Juiz Alexandre Torres Aguiar. Na próxima semana será proposta uma ação civil pública contra o ex-secretário de Educação que, de modo indevido autorizou a utilização de um bem público. PMU

Jogos Escolares

Conselho da Pessoa Portadora de Deficiência de Ubatuba luta pela inclusão de alunos nos Jogos Escolares de Ubatuba

O Conselho Municipal para Assuntos da Pessoa Portadora de Deficiência (CMAPPD) de Ubatuba trabalha para obter a inclusão dos alunos portadores de deficiência nos Jogos Escolares da Semana da Pátria (JESP). Para tanto promoveu uma reunião com o Secretário de Esportes e Lazer, Bittencurt Jr. e a representante da Secretaria Municipal de Educação,Isabel Roseli de Souza Leite na ultima quarta-feira, 5, para discutir a questão.
A representante da Secretaria de Educação disse que a partir de agora os alunos serão consultados, quanto às modalidades que participarão. “A partir de agora vamos fazer um levantamento para sabermos quantos alunos estão interessados em participar, para acertarmos as modalidades que poderão ser incluídas”, disse Isabel.
A secretaria de Esportes acredita que duas modalidades têm atletas suficientes para os jogos. “Nos mobilizaremos para incluir no JESP uma prova de natação (25 metros) e uma de atletismo (100 metros). As outras dependem do interesse dos alunos. A Secretaria de Esportes e Lazer já vem procurando incluir os portadores de deficiência em seus eventos, como, por exemplo, no Circuito de Águas Abertas, onde foi criada uma categoria especial neste ano”, disse Bittencurt.
Iara Regina de Camargo, presidente do CMAPPD ficou feliz com o compromisso das secretarias.
“Esse era um sonho antigo, que agora começa a ser realizado. As crianças e jovens viam seus amigos competindo e ficavam de fora, agora eles passarão a integrar a competição”, disse Iara. PMU

Perequê-Açú

Prefeitura inicia reurbanização da orla do Perequê-Açú

A reurbanização marca o início da temporada de obras em 2006

A Prefeitura de Ubatuba, por intermédio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos, deu início a uma obra que pretende resgatar a auto-estima dos moradores de um bairro que já foi considerado um dos melhores e mais freqüentados de Ubatuba e que atualmente se encontra em situação de abandono. A fase de levantamento topográfico já foi concluída e nesta quarta-feira, 5, teve início a demarcação da área para início efetivo das obras. A ordem de serviço para início da obra foi remetida no último dia 15 de março e o prazo para o término é de dez meses.
A reurbanização do Perequê-Açú é uma obra que deve valorizar o bairro, tornando-o mais atraente não só aos turistas, com espaços de lazer, playground, jardins, estacionamento, ciclovia e calçadão, como também aos moradores que terão ali um local agradável para quem quer passear, desfrutar da paisagem ou ler um bom livro de frente para o mar.
Uma nova iluminação, com diversos postes com três luminárias cada, também vai mudar o visual da Avenida Governador Abreu Sodré, onde esta primeira etapa da reurbanização começa na Rua Félix Guisard e vai até o Terminal Turístico, com recuperação do pavimento em bloquetes intertravados. Em breve, outra etapa da reurbanização será iniciada, contemplando, assim, a totalidade da avenida da praia do Perequê-Açú.

Primeira etapa


A primeira etapa da obra, financiada pelo Dade (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias) está orçada em R$ 757.993.15. Todo o projeto está adequado às novas normas de mobilidade urbana, contendo rampas de acesso para portadores de necessidades especiais e para equipe de resgate e piso táctil para deficientes visuais. O projeto também contempla adequação do sistema de drenagem, que será realizada com caixas de contenção de 50 x 50 centímetros, a cada 25 metros, em toda a Avenida.

Lazer e tranqüilidade


A ciclovia, que vai disciplinar o tráfego de bicicletas, vai abranger cerca de 1650 metros, que somados à área onde já foram implantadas as ciclofaixas nas ruas do centro, chegam a cerca de 3,5 km de ciclovia, o que representa 10% do total pretendido pela Prefeitura em seu programa cicloviário, que se tornou uma política pública municipal.
Para o prefeito Eduardo César, a reurbanização do Perequê-Açú significa um verdadeiro marco para o início da temporada de obras de 2006: “Agora pretendemos resgatar a beleza daquela praia, oferecendo, não só aos turistas, como aos moradores, um local onde possam desfrutar de lazer e tranqüilidade”. PMU

Jundu

Prefeitura inicia campanha de preservação do jundu

O popular Jundu, também conhecido como escrube, é um tipo de vegetação que cresce nas praias, afastado do mar, sobre a faixa de dunas. São plantas de pequeno porte que, para se adaptar à mobilidade do solo arenoso, crescem horizontalmente, espalhando-se pelo chão

O jundu, vegetação típica das areias praianas, está sendo alvo de uma campanha de conscientização e preservação em Ubatuba. A Prefeitura, por meio da Secretaria do Meio Ambiente, decidiu instalar placas de orientação nas faixas onde se encontram o jundu ao perceber que muitas pessoas confundem esse tipo vegetação com um mato qualquer que deve ser retirado. A princípio, as placas serão colocadas na praia do Itaguá, numa área próxima à praça Alberto Santos, onde o jundu, apesar da urbanização, resiste e se alastra pela areia.
A preocupação com o Jundu, também conhecido como escrube, justifica-se pelo fato dessa vegetação proporcionar ao ambiente matéria orgânica, que será reciclada e permitirá o surgimento de uma vegetação de maior porte, típica da mata de restinga. Além disso, o jundu, apesar de ser uma planta frágil, representa uma eficiente barreira física contra o avanço das marés, garantindo a proteção das praias contra a erosão provocada pelas “ressacas” do mar.
O Coordenador de Planejamento e Proteção Ambiental da Sema, Alexandre Nardy, que está desenvolvendo um estudo e um levantamento sobre as espécies de jundu encontradas nas areias das praias de Ubatuba, explica ainda que a área onde cresce a vegetação serve de faixa de alimentação e procriação de várias espécies de animais, como aves, pequenos répteis e insetos. “Devido à sua função protetora, é importante que o jundu seja preservado, pois dele depende a manutenção do equilíbrio nas nossas praias”.


Espécies

Algumas espécies indicadoras encontradas no jundu são:Ipomea pés-caprae da Famíla Convulvulaceae; Ocorrência: Praias e dunas (jundú). Spartina ciliata da Família Gramineae. Ocorrência: Praias e dunas (jundú) e brjo salobro.Marmeleiro-da-praia. (Dalbergia ecastophila) da Família Leguminosae-Papilonoideae. Ocorrência: Escrube (jundú). PMU
Foto: Otavio S. Couto, Manual de Espécies Vegetais do Estado de São Paulo

Iatismo

Iatismo de Ubatuba consegue bons resultados

A equipe de Iatismo do Clube de Regata Saco da Ribeira se destacou na 8ª Regata de Paraibuna, conquistando o título de campeão da classe Lazer nas categorias Máster, com Milton Franol e Amador com Afonso “Gambá” Blac. Willan Guedes ficou na sexta posição na classe Optimist. Ubatuba terminou em segundo lugar na geral, no evento que contou com a participação de 47 barcos de São Sebastião, São Vicente, Santos, Caraguá, São Paulo e Paraibuna. A prova valeu também como primeira etapa do Circuito de Vela Monotipos Litoral Norte e Vale do Paraíba. Durante o evento os iatistas de Ubatuba entregaram documentos ao Sr. Secretário de Gabinete da Secretaria de Estado da Juventude Esporte e Lazer, Carlos Cardoso.
A segunda etapa do Circuito de Vela Monotipos Litoral Norte e Vale do Paraíba acontece em Caraguatatuba, na Praia da Tabatinga, nos dias 22 e 23 de Abril.
A 8ª Regata de Paraibuna foi realizada pela Marina e Escola de Náutica Paraibuna e a equipe de Iatismo do Clube de Regata Saco da Ribeira agradece à Secretaria de Esportes e Lazer de Ubatuba, Marina Tamoios, Auto posto Frediani, Lavanderia Soma, Restaurante Rei do Camarão, Padaria Esquina Pão, Quitanda do Renato, Mercado Porto Ribeira, Marlon. PMU

quinta-feira, abril 06, 2006

Este banner pode ser seu. Pense nisso...

Passe escolar

O vereador Charles Medeiros encaminhou por fax na manhã do dia 05, a Srª Maria Lúcia Marcondes Carvalho Vasconcelos, Secretaria Estadual de Educação, o Requerimento 46/06, referente a solicitação de parceria com a Secretaria Municipal de Educação para que os alunos do ensino médio do EJA, que estudam em escolas estaduais, possam receber passe escolar. Uma comissão de alunos solicitou ao vereador Charles Medeiros que intercedesse junto a Secretaria Estadual para buscar uma solução definitiva.
Na Região Sul, a maioria dos alunos do EJA não tem condições de pagar transporte até a escola de destino, alguns se unem em grupos para irem de bicicletas e outros estão se deslocando a pé. Segundo a comissão, muitos alunos deixaram os estudos por conta da falta de passe escolar.
“Sabemos que a escola é uma ferramenta de transformação, o Poder Público tem que manter o mínimo possível de estrutura, inclusive o de oferecer transporte gratuito aos que desejam estudar”. Afirma Charles Medeiros.

Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Fábula XIII

Rogério Frediani
“Quem nunca pecou que atire a primeira pedra”, e a cidadezinha amanheceu com essa frase na cabeça, lembrando que todos os seres humanos erram uns, porém, assumem o erro e se retratam, se desculpam, ou até mesmo pagam um alto preço por ele, outros se escondem por trás de uma cortina de fumaça, pensando que ninguém jamais poderá culpá-los.
Mas voltando a frase inicial, os fatos atuais da cidadezinha denunciam um grande erro do o chefe do executivo que por anos, enquanto membro do Legislativo atirou pedras e mais pedras no então prefeito da cidadezinha, que teria comprado um carro importado com o dinheiro do povo. É, atirar pedras só deveria ser permitido aqueles que têm um caráter de honestidade, de ética, de transparência, palavras de campanha política.
No caso do chefe da cidadezinha as pedras rolaram e agora o atingem em cheio, porque ao que tudo indica cometeu um pecado tão grave quanto o caso do carro importado.
O tal “Grilo”, ainda não desceu goela abaixo do povo da cidadezinha que agora pergunta: não soa falso as denuncias, através do microfone do Parlamento, quando depois de eleito o chefe desta cidadezinha comete um erro tão grave quanto ao que denunciava? Será que o poder sobe tanto assim na cabeça das pessoas que elas passam a enxergar atos ilícitos como as melhores negociações para o próprio bolso, usando o dinheiro do povo que os elegeu?
Quem acompanhou o mandato de vereador do atual chefe do executivo, cansou de escutá-lo falando sobre o carro importado, sempre alterado e indignado com tal aquisição daquele bem móvel, sempre defendendo a população, atirando a pedra antes de cometer seu próprio pecado.
Grilar um terreno pertencente ao povo e depois vendê-lo com a conivência de uma quadrilha que atua no governo, é ainda mais grave do que a compra de um carro importado.
Por isso a cidadezinha está indignada, ou pior, envergonhada por ter um representante que aponta os erros dos outros e depois segue o mesmo exemplo. Agora o que a cidadezinha espera é que a justiça seja feita, porque a pedra foi atirada e acertou em cheio o alvo desejado.

Manifestação contra demolições


Moradores do Pé da Serra na manifestação contra demolições de casas

Moradores do Pé da Serra fazem manifestação contra as freqüentes demolições de casas

Cristiane Zarpelão
Os moradores do Pé da Serra realizaram ontem, uma manifestação em frente ao Instituto Florestal, no bairro do Horto, reclamando da maneira de como estão sendo efetuadas as constantes demolições que ocorrem no bairro. As demolições se devem ao fato das casas estarem em área ambiental de preservação do Parque Estadual da Serra do Mar.
Gerson Florindo, integrante da Comissão do Plano Diretor do Município e também a pessoa que liderou a manifestação, se diz indignado com o que estão fazendo com inúmeras famílias: “Desde o ano passado, toda semana, duas ou três casas são demolidas. Como podem demolir casas e deixar tantas pessoas desabrigadas? Isso não existe”, reclama.

Gerson diz que o objetivo da manifestação é conseguir contatos para conversar com o Governo do Estado, com a Prefeitura e com os setores ambientais para que juntos busquem uma solução para esse problema. “Queremos mostrar para eles a maldade que estão fazendo”, ressalta.
Ailton dos Reis, pedreiro e morador há 11 anos do bairro do Pé da Serra, disse à reportagem que dá pena em ver a situação das pessoas que estão sem casa e que também está muito preocupado com sua própria situação, afinal a próxima família a ficar sem um lar pode ser a dele.Uma das situações mais delicadas é de Esméria Rodrigues. A dona-de-casa teve sua moradia demolida em 18 de outubro de 2005 e desde então mora em um barracão feito por ela própria. “Olha minha situação, tenho um marido de 81 anos, com uma grave doença no pulmão e não tenho a menor condição de cuidar dele. Minha filha de 15 anos está morando de favor. A minha horta, que era de onde tirava nosso sustento, foi toda destruída sem dó e meu marido doente não tem sequer uma cama e um teto decentes para tentar se recuperar.

Moradores da comunidade fizeram passeata na Rodovia

A preservação do parque é muito importante sim, mas a nossa vida também não é? Imagine quantas pessoas não estão passando por uma situação parecida ou até pior que a minha”, questiona Esméria. A manifestação contou com o apoio dos vereadores Jairo dos Santos, Edílson Felix e do Sindicato dos Trabalhadores Rurais.Estiveram presentes também as polícias Rodoviária e Militar, que acompanharam a manifestação para que não ocorresse nenhum acidente.
A manifestação teve fim por volta das 17h00, quando a promotora do Meio Ambiente, Elaine Taborda, a responsável pelo Instituto Florestal, Eliane Simões, o vice-prefeito Domingos dos Santos e Gerson Florindo decidiram marcar uma reunião com os representantes do Parque Estadual da Serra do Mar, Instituto Florestal, Governo do Estado, moradores do bairro do Pé da Serra e Prefeitura para a próxima terça-feira, dia 11, às 14h30, na Escola Padre José de Anchieta. “Vamos ver se todos juntos encontramos uma solução, para assim podermos resolver esse problema de uma vez por todas”, diz Gerson Florindo.

Fotos: Renato Boulos/USC

Deu no "Imprensa Livre"

Boatos (1)
Uma “fonte” nos informou que o vereador Edilson Félix possa passar por um pedido de cassação na próxima sessão da Câmara de Ubatuba.
Segundo o próprio vereador, ele está sendo acusado de morar em uma casa popular. Não ficou muito claro qual seria o problema no caso.
Questionados pela reportagem, os demais vereadores disseram que não estavam sabendo de nada em relação a esse assunto.
O negócio é aguardar.

Boatos (2)
Estão dizendo por aí que as empresas selecionadas para realizar as dedetizações nos prédios da Câmara Municipal, pela Comissão da Câmara e pelo então presidente Jairo dos Santos, podem não existir. A conferir, com mais cuidado ainda...

Quiosques
A polêmica envolvendo os quiosques continua. Consta que 21 quiosques de Ubatuba teriam desrespeitado a determinação judicial, que em janeiro proibiu a continuidade das obras, a colocação de mesas e cadeiras nas praias e uso de som mecânico ou ao vivo. E que esses quiosques já deviam ter recebido uma intimação do juiz Geraldo Ribeiro do Vale solicitando a demolição das obras feitas após o mês de janeiro, sob pena de impedimento de funcionamento, lacração e até corte no fornecimento de água e luz. O juiz teria determinado ainda que os quiosques que desrespeitaram a Lei sejam punidos com R$ 100 mil por dia.
Segundo o presidente da Associação dos Quiosques de Ubatuba, Carlos Roberto do Lago, “nenhum módulo recebeu nenhuma intimação até a noite de ontem. Desconhecemos essa informação, pois até a presente data nada nos foi comunicado.”
Ele encara a informação como boato, mas diz que, se fôr verdade, medidas emergenciais terão que ser tomadas.
A conferir.

quarta-feira, abril 05, 2006

“PARA COMPARAR”

Corsino Aliste Mezquita
Fizemos uma aferição dos valores, constantes nas placas, de três obras contratadas pela Prefeitura -Secretaria Municipal de Educação-(Horto-Figueira, Ipiranguinha, EMEI CENTRO) para conferir a veracidade da frase do Sr. Prefeito Municipal, Eduardo de Souza César, sem ser perguntado, aos l5-02-06, na Rádio Costa Azul: “EU NÃO TENHO SUPERFATURAMENTO NOS MEUS CONTRATOS”(CIC). Estando falando como Prefeito de Ubatuba, entendemos que, o “superfaturamento”, refere-se aos contratos da Prefeitura.
Não sabemos o que o Sr. Prefeito, Eduardo de Souza César, entende por “verdade” “superfaturamento”, “transparência”, “ética”, “respeito aos cidadãos” e, por isso, nada afirmaremos sobre o suposto “superfaturamento” que pode ser observado, nas três obras, acima citadas. De duas (Horto-Figueira e Ipiranguinha) conhecemos os projetos, a metragem de área coberta a ser construída e já contratada e outros detalhes do convênio PAC, assinado entre o Estado de São Paulo e a Prefeitura de Ubatuba.
No intuito de sermos breves e concisos faremos, apenas, algumas observações sobre a obra da Escola Municipal, “Horto-Figueira”, localizada, no bairro da Figueira, ao lado da estrada Oswaldo Cruz, s/n.
A Escola Municipal “Horto-Figueira,” está sendo construída pela empresa “LOPES KALIL ENGENHARIA E COMÉRCIO LTDA”, com sede em São Paulo. Eng. Responsável: Reinaldo José Kalil Assad.
A obra teve início em 17-10-05. Término previsto (na placa) para 17-05-06. Atualmente (04-04-06), a quarenta e dois dias do término do contrato, está sendo coberta.
Área coberta(aproximada) 1.100 m². Capacidade: Seis salas de aula.
VALOR: R$ 1.282.174,93 (um milhão e duzentos e oitenta e dois mil e cento e setenta e quatro reais e noventa e três centavos).
Para conferir, se a obra está sendo “superfaturada”, cabe, aos Senhores Vereadores, ao Ministério Público, ao Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública de Ubatuba ou a quem possa interessar, pesquisar o valor médio do metro quadrado de construção de escolas desse tipo, no Estado de São Paulo. Nessa pesquisa poderão ser auxiliados pelo manual de construção da Fundação para o Desenvolvimento da Educação - FDE. Sendo uma obra conveniada e contribuindo, o Governo do Estado de São Paulo, com R$ 320.000,00 (trezentos e vinte mil reais), hipoteticamente o suficiente, em 2003, para fazer o prédio, deveria ser o manual a ser seguido. Certamente, uma enorme surpresa, poderá acontecer, ao constatar que, o valor médio do m² de obras, desse porte, não chega a cinqüenta por cento do contratado com a empresa Lopes Kalil Engenharia e Comércio Ltda.
Sempre no intuito de colaborar e facilitar o cumprimento do dever de fiscalizar, dos nobres vereadores, sugerimos que, solicitem os contratos de construção de três prédios escolares, exatamente iguais ao que está sendo construído no Horto – Figueira, construídos em 2001 e 2004. São eles:
1ª - Escola Municipal da Estufa II, que deu origem à Escola Municipal, Profa. Maria Josefina Giglio Silva. O prédio construído, em 2001, é, exatamente igual ao da EM Horto – Figueira. Essa escola com as ampliações posteriores de mais duas baterias de banheiros, quatro salas de aula e a Quadra Coberta, realizadas em 2003, e totalizando mais de 2.200 m² de área coberta, não chegou a dois terços do contratado para a EM Horto – Figueira, com aproximadamente 1.100 m².
2ª - Escola Municipal, Semíramis Prado de Oliveira, Saco da Ribeira, construído em 2004.
Seu projeto é exatamente igual. Analisando o contrato encontrarão violentas diferenças, que podem chegar a 150% (cento e cinqüenta por cento) a menor.
3ª - Escola Municipal de Ensino Fundamental do Sertão da Quina, hoje conhecida como EM Nativa Fernándes Faria, construída, em 2004, com o acréscimo de quadra esportiva. Analisando o contrato poderão verificar que seu custo não chegou a 50% do contratado para a EM do Horto – Figueira.
Observamos que, nestes últimos anos, não houve aumentos significativos dos materiais de construção. Alguns deles até tiveram seus preços rebaixados.
No cumprimento de seu dever de fiscalizar poderá ajudar, aos nobres vereadores, descobrir onde esteve funcionando, até junho de 2005, a empresa contratada e o cargo que ocupava, na Prefeitura Municipal, o dono do escritório onde estava instalada.
Após estas considerações só Sigmund Freud para interpretar a frase dita pelo Sr. Prefeito, sem que ninguém perguntasse: “EU NÃO TENHO SUPERFATURAMENTO NOS MEUS CONTRATOS”. Será?... Estará o Sr. Eduardo de Souza César não sabendo de nada, como o Sr. Presidente Lula da Silva?.

Notícias da Prefeitura

Secretaria de Educação promove palestra com colaboradora de Jean Piaget

A Secretaria de Educação de Ubatuba promoverá no próximo dia 10, no Ginásio de Esportes Tubão, a palestra “Construtivismo e Aprendizagem”, com a suíça Constance Kamii, pioneira na tradução da Teoria Piagetiana no contexto escolar. Devem participar dessa capacitação todos os professores da rede municipal e alguns convidados das escolas particulares e da rede estadual, num total de 700 pessoas.
Com essa palestra, a Secretaria de Educação inicia a capacitação dos professores na área de matemática, buscando aperfeiçoamento no ensino da matéria no município.

A palestrante


Constance Kamii é suíça, viveu no Japão até os 18 anos, transferindo-se depois para os Estados Unidos, onde em 1955 bacharelou-se em Sociologia no Pomona College.
Na Universidade de Michigan terminou o mestrado de Educação em 1957 e doutorou-se em Educação e Psicologia na mesma universidade em 1965. Aluna e colaboradora de Jean Piaget durante 15 anos, fez diversos cursos de pós-doutoramento nas universidades de Genebra e de Michigan, ligados à Epistemologia Genética e a outras áreas educacionais relacionadas à teoria piagetiana e de outros pesquisadores. Autora de diversos trabalhos publicados nos Estados Unidos, Japão, Europa e Brasil, Kamii trata das questões do ensino da Matemática e acredita que a autonomia deve ser a finalidade máxima da Educação. PMU

Seresteiros

Grupo de Seresteiros de Ubatuba conquista o maior prêmio em encontro regional

O Grupo Canoá, de Ubatuba, conquistou o prêmio de “Melhor Grupo de Seresteiros” do I Encontro de Seresteiros do Vale do Paraíba e Litoral Norte, realizado em 1º de abril, em São Luiz do Paraitinga. O Canoá, que significa “coletivo de canoas”, surgiu há cerca de um ano, com nove integrantes do Coral da Fundart, incluindo Sérgio e Regina Nogueira, que cantam juntos há 42 anos.
Em sua primeira participação em festivais, o grupo apresentou quatro canções: Violão e Seresta, de Alvarenga e Ranchinho; Saudade, de Mário Palmério; Sodade; e Ubatuba Paraíso, que Euclides dos Santos dedicou à Dona Ophélia. “Nosso sonho é fazer em Ubatuba o mesmo que acontece na cidade de Conservatória, em Minas Gerais, onde a seresta é marca registrada, atraindo turistas e artistas em geral”, diz Sérgio.
O Grupo Canoá apresenta-se no dia 28 de abril, às 20 h, no Sobradão do Porto, contando com a participação do violonista Galvão e o flautista Paulinho, ambos contratados pela Fundart para enriquecer o grupo. PMU

Obras

Prefeitura prepara leito carroçável para pavimentação na Rua do Cravo

A Prefeitura de Ubatuba, por meio da Secretaria de Obras e Serviços Públicos, realizou nesta quarta-feira, 5, a preparação do leito carroçável da Rua do Cravo, no bairro do Ipiranguinha, para receber futura pavimentação. Apenas com este trabalho, a rua, que era até então completamente esburacada, está muito melhor e permitindo um tráfego bem mais tranqüilo para os carros e bicicletas.
A obra foi realizada atendendo a uma antiga reivindicação da Sociedade Amigos do Bairro do Ipiranguinha (SABI), da Associação de Moradores do Vale do Sol e da maioria dos moradores do bairro, que há anos esperam para ver a Rua do Cravo pavimentada. Carlos Alberto “Alemão”, morador do Ipiranguinha há mais de quinze anos está comemorando: “estamos todos muito satisfeitos e felizes por ver a melhora total da rua, que antes, quando chovia ficava intransitável. É visível a melhora na qualidade de vida dos moradores daqui”.
O presidente da SABI, Adilson Lopes também está contente com a ação da Prefeitura: “agradeço ao prefeito Eduardo Cesar por esta obra que esperamos há tempos. Os moradores do Ipiranguinha estão realmente felizes por receber desta administração a atenção que tanto necessitam”. PMU

Reciclagem

Prefeitura realiza distribuição de panfleto educativo sobre reciclagem

A Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Obras e Serviços Públicos e com apoio da Tetra Pak, desenvolveu um panfleto educativo ilustrado e reciclado com embalagens da referida empresa, que visa educar a população quanto a necessidade e importância da coleta seletiva. O morador de Ubatuba, Carlos Henrique de Oliveira Souza, de 16 anos, foi quem criou a personagem do panfleto: uma formiga que explica como separar o lixo orgânico do reciclável. A Tetra Pak, tendo ficado satisfeita com as ilustrações, pretende também lançar uma cartilha sobre o mesmo assunto, utilizando as formiguinhas como personagens. Carlos conta que ficou muito satisfeito em ter desenvolvido uma idéia para uma boa causa: “gostei muito de ter feito porque ajudei a cidade. Espero que a campanha de reciclagem dê certo”.
Os panfletos serão distribuídos pelas secretarias municipais de Educação, Obras e Meio Ambiente, cada uma delas com estratégias direcionadas à sua área de atuação. PMU

Festa da Banana

Escola Maria Josefina prepara a 2ª Festa da Banana

Acontece neste sábado, 8, a “2ª Festa da Banana”, promovida pela E.M. Profª Maria Josefina Giglio Silva, no bairro da Estufa 2, em Ubatuba. A festa foi idealizada em 2005, como uma forma de resgatar as tradições do bairro, onde existia uma grande plantação de bananas. Telma Raizer, diretora da escola, considera importante esse entrosamento com a comunidade. “É uma forma de aproximarmos a família do aluno à escola, mostrar aos pais o local onde seus filhos passam boa parte do tempo”, diz Telma.
Os quitutes com a fruta serão a maior atração e a banana virá coberta com chocolate, em forma de bolo, tortas e doces. Haverá ainda apresentações dos alunos, barracas com salgados, brincadeiras e música ao vivo com Natanael & Junior. “Contamos realmente com toda a comunidade, pois a arrecadação será para a compra de uma máquina copiadora”, completa Telma.
A “2ª Festa da Banana” começa a partir das 19 horas, e a escola Maria Josefina fica na Av. Vasco da Gama, 430, Estufa 2 e conta com o apoio de Cacau Show e Tachão de Ubatuba. Informações podem ser obtidas através do telefone 3832-6261. PMU

Escolinha de atletismo

Secretaria de Esportes de Ubatuba abre inscrições para escolinha de atletismo

Dando continuidade à implantação de escolinhas para novas modalidades esportivas, a Secretaria de Esportes e Lazer de Ubatuba abriu inscrições para a Escolinha Municipal de Atletismo. As inscrições podem ser feitas na sede da secretaria (atrás do Ginásio de Esportes Tubão) em horário comercial. As aulas acontecerão basicamente no Estádio Cicillo Matarazzo, mas outras áreas poderão ser utilizadas. Nesse primeiro momento a escolinha vai trabalhar com corridas e saltos, posteriormente serão introduzidos os arremessos e lançamentos. “Vamos trabalhar com as categorias de base para buscar novos talentos e com o tempo criar uma geração de atletas especializados em provas de atletismo, e não alguém que pratica outra modalidade e ajuda’ no atletismo”, disse o secretário municipal de Esportes e Lazer, Bittencurt Jr. PMU

LIVOVALI

Ginásio Tubão recebe rodadada LIVOVALI neste domingo

O vôlei infantil de Ubatuba volta à quadra neste domingo, 9, no Ginásio de Esportes Tubão, para mais uma rodada da LIVOVALI (Liga de Vôlei do Vale do Paraíba e Litoral Norte).
Às 11h30 a equipe masculina tenta se recuperar da derrota na estréia (3 a 2 para Jacareí – 25/10, 25/14, 22/25, 23/25, 15/12) e enfrenta o time de Mogi da Cruzes (que venceu São Sebastião na estréia). A equipe feminina busca sua segunda vitória no torneio (estreou vencendo Mogi por 3 a 0 – 25/12, 25/23 e 25/21), enfrentando Jacareí à partir das 14hs no Tubão. A primeira fase do torneio infantil da Liga termina em 28 de maio. Em 2005 as equipes da categoria infantil conquistaram a medalha de prata. PMU

Ciclismo

Equipe de Ubatuba presente no Campeonato Paulista

Laura Valesi Ennes
Cumprindo o calendário de competições, a Equipe CCU/Adenosina/Nossa Caixa/Milly/Beach Energy/Arte Camiseta/Secretaria de Esporte e Lazer marcou presença na 1ª Etapa do Campeonato Paulista de Resistência, realizada na cidade de Sorocaba, SP, no último final de semana, dias 01 e 02.
Mais de 500 atletas participaram da prova, promovida pela Federação Paulista de Ciclismo.
A Equipe, formada pelos atletas: Ana Carolina Ennes Houdjakoff, Livio Poyares Telles, Jereelton de Oliveira, Luis Felipe Ennes Houdjakoff, Brenno Poyares Telles, Robson Carlos Ribeiro, Welington Amaral, Iago Marinelli, Ricardo Feitosa, Ronaldo Feitosa, Luciano Silva, Anderson Barbosa, Flávio Zwarg e Fábio Neris de Oliveira, sob o comando do técnico Paulo Márcio Ferreira, obteve bons resultados, “o Campeonato Paulista é uma competição de alto nível, que reúne os melhores atletas do Estado e do Brasil e nesta primeira etapa, apesar de não termos alcançado o pódio, conquistamos resultados importantes para a pontuação geral”, explicou o técnico.
Pela categoria Juvenil, o atleta Iago Marinelli, finalizou a prova em 10º lugar. A atleta Ana Carolina Ennes, cruzou a linha de chegada em 7º lugar na categoria Feminino Júnior e o atleta Ricardo Feitosa, categoria Sub-30, terminou em 9º lugar.
A equipe agradece a Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Esportes e Lazer, os patrocinadores e o apoio do Presidente da Câmara, vereador Dr. Ricardo Cortes.

Luz Para Todos


Vereadores Charles Medeiros, Romerson de Oliveira e Claudinho Gulli

Comissão é criada para acompanhar Programa de eletrificação em Ubatuba

A Câmara Municipal de Ubatuba, através da Resolução 04/06, criou a “Comissão Especial de Estudos” para acompanhamento do Programa Federal Luz Para Todos em Ubatuba. A Comissão é formada por três membros, vereadores Charles Medeiros (PSB) – Presidente, tendo como relator Romerson de Oliveira (PFL) e Claudinho Gulli (PMDB)- Membro. A preocupação maior dos vereadores é com relação aos prazos de implantação, já que órgãos ambientais, através de documentos informaram que algumas localidades têm curto período de vigência do prazo da autorização para a implantação. As comunidades mais distantes são as que mais sofrem com a falta de energia elétrica, como a do Camburí no norte e a do Perez no Sul. Muitas comunidades estão revoltadas com a Concessionária que ainda não se manifestou sobre o assunto.
A Comissão está realizando estudos e planejamento das ações a serem tomadas, bem como juntar todos os documentos em relação ao programa em Ubatuba. Depoimentos dos moradores não atendidos serão anexados ao processo. Também serão realizadas visitas e reuniões com os responsáveis para implantação do programa em Ubatuba, a fim de cobrar maior empenho na agilização dos processos antes que os prazos das autorizações ambientais vençam.
Está sendo realizado em Ubatuba, desde de 2004, o cadastramento oficial pelo Programa Luz Para Todos, realizado pelo técnico Norberto Carmo, que se desloca ao local e realiza os levantamentos técnicos necessários, bem como o preenchimento da ficha oficial do programa. “Muitas comunidades já fizeram cadastrado em programas deste porte, que nunca emplacou, moradores temem estarem em mais um programa que não atenderá suas necessidades”, afirma Charles Medeiros.

Fonte: Laura Ennes - ASCOM

Conselho Regional de Turismo


Vereador Osmar de Souza, Patrícia Ortiz e Hugo Gallo

Vereador Osmar de Souza homenageia membros do Conselho Regional de Turismo

Através de uma Moção de Congratulações o vereador Osmar de Souza (PFL) homenageou os membros do Conselho Regional de Turismo, Patrícia Ortiz, Hugo Gallo e Cíntia Manfredini.
O Conselho foi empossado no último dia 22, pelo Secretário Estadual de Turismo, Fernando Longo, para representar Ubatuba no Programa de Regionalização do Turismo, que tem como objetivo desenvolver a atividade em todo Estado.
Patrícia Ortiz é coordenadora do curso de Administração com Habilitação em hotelaria e Turismo da Unitau. O empresário Hugo Gallo é diretor executivo do Aquário de Ubatuba. “O turismo é a nossa principal atividade e necessita de planejamento e investimento para mostrar o potencial de Ubatuba, por isso presto essa homenagem a estes cidadãos empreendedores, com notória experiência e conhecimento da atividade”, disse o vereador, enfatizando que a moção é extensiva ao Governador do Estado, Geraldo Alckmin e ao Secretário de Turismo, Fernando Longo.

Fonte: Laura Ennes - ASCOM

Meu nome é Bilu Tetéia



Vote em mim.
E depois não reclame.

Extra, extra!

Prefeitura pede bloqueio de bens de assessor de vereador

A ação civil pública prevê o ressarcimento de R$ 58 mil aos cofres públicos, além da perda dos direitos políticos por até oito anos do então funcionário da prefeitura Fabian Alberto Peres e demais envolvidos

A Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Assuntos Jurídicos entrou com ação civil pública por improbidade administrativa contra o então funcionário de cargo de comissão na Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Fabian Alberto Peres e demais envolvidos. A ação é baseada no inciso I, do artigo 37 da Constituição Federal, que versa sobre contratação de estrangeiros para cargo público. Fabian Peres é argentino e hoje exerce o cargo de assessor do vereador Jairo dos Santos na Casa de Leis.
No dia 27 de setembro de 2005 foi protocolizado na Secretaria Municipal de Administração um pedido de informação por parte da Associação dos Quiosqueiros das Praias de Ubatuba, indagando acerca da legalidade da contratação de Fabian Peres pela administração municipal anterior. De posse da denúncia o secretário de Administração, Silvio Bonfliglioli remeteu o questionamento à Secretaria de Assuntos Jurídicos, que pediu a instauração de uma comissão sindicante.

Ilegalidade na contratação

A comissão coletou informações que foram suficientes para o encerramento dos trabalhos, mesmo porque o denunciado não apresentou, como solicitado, documentação em sua defesa. Foi concluído que a referida contratação foi carregada de vícios, sobretudo pela clara ofensa ao princípio da legalidade, na medida em que foi, na época, desconsiderado o parecer da Secretaria de Assuntos Jurídicos que advertia sobre a ilegalidade de contratação de estrangeiros para cargos em comissão.
Para a comissão sindicante não há possibilidade de ser alegado desconhecimento da matéria, já que o Serviço de Recursos Humanos da Prefeitura, na época da contratação de Fabian Peres tomou cautela quanto à possibilidade de contratação de estrangeiros para ocupar cargo em comissão. Mesmo com tal cautela, os responsáveis insistiram na contratação, gerando lesão ao cofres públicos, já que Fabian não possuía a cidadania brasileira na data de sua nomeação.

Bloqueio de bens

Com a finalidade de restabelecer a moralidade administrativa e garantir o ressarcimento dos prejuízos causados ao patrimônio público, a Constituição Federal impõe a indisponibilidade dos bens daqueles que no exercício da função pública praticam atos de improbidade administrativa. Na ação civil pública requer-se, então, a indisponibilidade dos bens dos três ex-funcionários da Prefeitura de Ubatuba, em valores necessários à garantia da integral reparação do prejuízo sofrido pela mesma, equivalentes a R$ 58 mil. A ação civil propõe ainda que os réus sejam condenados à perda de função pública, suspensão dos direitos políticos de cinco a oito anos e pagamento da multa civil de até duas vezes o valor apurado a título de ressarcimento dos valores recebidos ilegalmente. PMU

Incômoda Democracia

Ontem assisti à sessão da Câmara pela Internet. No final fiquei perplexo com as colocações do vereador Marcos Francisco Demo, que se colocou contra os pedidos de informação do vereador Jairo dos Santos ao poder Executivo. A democracia treme nas fundações quando direitos fundamentais dos cidadãos são colocados em questão. O que pretendia o vereador? Ao que tudo indica blindar o Executivo. Por quê? Se nada há a ocultar, uma iniciativa como essa só cria embaraços ao próprio Executivo, que passa a ser objeto de desconfiança. Felizmente a oportuna e lúcida intervenção do presidente da casa, vereador Ricardo Cortes, colocou as coisas nos eixos. Os pedidos de informação são parte importante do repertório de recursos dos vereadores, devem ser respeitados e ter continuidade.

Sidney Borges

Varig

A Varig está na iminência de parar. Com sete bilhões de reais de passivo e apenas cinqüenta e quatro aviões em operação, suas contas jamais fecharão. O presidente Lula tem mostrado empenho em encontrar uma saída para a empresa. A atitude é louvável, mas dificilmente ele conseguirá sucesso. A única forma de a Varig sobreviver será preservando o nome. A marca Varig pode (e deve) ser salva. A empresa moribunda que um dia ostentou a estrela azul e que muito nos honrou nos céus de todo o mundo é, lamentavelmente, paciente terminal. Estou triste, como eu milhões de brasileiros. Todos tivemos um dia orgulho da Varig, ícone da cultura brasileira do século XX.

Sidney Borges

Por ora, sem danças

"O Conselho de Ética venceu ontem a queda-de-braço com a deputada Ângela Guadagnin (PT-SP) e confirmou o afastamento dela do órgão. No final da tarde, a petista, apesar de ter em seu favor um parecer da assessoria jurídica do presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PC do B-SP), decidiu não recorrer.
Guadagnin já não participou da sessão de ontem de manhã do conselho. Foi substituída por Neyde Aparecida (PT-GO).O que derrubou Guadagnin, estrela da tropa de choque petista, foi sua "dança da vitória" no plenário, há duas semanas, para celebrar a absolvição do deputado João Magno (PT-MG).
O presidente do conselho, Ricardo Izar (PTB-SP), "decretou" o afastamento: "Nossa posição já está tomada. A deputada está afastada"."

Fonte: Folha de S.Paulo

Doutorado na USP

Aluno de Ubatuba inicia doutorado em Fisiologia Humana

A cidade de Ubatuba comemora a conquista de mais um de seus prestigiosos cidadãos. Recentemente o jovem Camilo de Lellis Santos, do Bairro do Sertão da Quina, foi aprovado entre os primeiros colocados para cursar o programa de pós-graduação da Universidade mais reconhecida do país, a USP. Embora nascido em Caraguatatuba, é ubatubense de alma e coração. Sempre estudou em escolas públicas, tendo suas bases educacionais estruturadas nas escolas estaduais Áurea Moreira Rachou (Sertão da Quina) e Capitão Deolindo (Centro). Segundo professores, Camilo sempre foi um aluno exemplar e dedicado aos estudos desde a infância. “Foi graças a uma percepção precoce das dificuldades enfrentadas por meus pais, entendi que deveria ser através da educação e cultura, o meu caminho para melhores condições de vida”, afirma o jovem pesquisador. Devido ao seu interesse exacerbado por livros, lições e aulas, seus professores constantemente o estimulavam com elogios e críticas, formando uma torcida de apoio, em particular, segundo Lellis, as professoras Ludmila (biologia - Escola Áurea) e Lílian (química - Deolindo), que sempre o incentivaram e acreditaram no seu sucesso. Neste mês, após formar-se em Biologia pela UNESP, deu início as aulas e pesquisas na USP. Com apenas 22 anos ingressou direto no doutorado em Fisiologia Humana, no Instituto de Ciências Biomédicas. Na comunidade onde vive, pretende ser estímulo para diversos jovens que acreditam no próprio potencial. Seus pais que são de origem humilde sempre acreditaram no potencial do filho. “Foi um sacrifício que valeu a pena” comenta a mãe Rozália Luiza. O pai emocionado não quis comentar o assunto. Familiares encontram-se felicitados pela conquista do parente.
Camilo comenta que muitos jovens sócio-economicamente carentes podem romper as barreiras da desigualdade e alcançar empregos invejáveis neste tão competitivo mercado de trabalho. “A cidade de Ubatuba possui muitos talentos, que precisam ser descobertos e incentivados a estudar. Dei aula por dois anos no cursinho popular da UNESP, e o desejo e disciplina para a conquista da tão sonhada vaga na universidade pública era incomparavelmente maior em relação aos meus alunos de colégio particular”, reforça. Completando que também faz parte de seus objetivos, contribuir para o sistema educacional de Ubatuba, no que diz respeito ao acesso à universidade pública, bem como orientações de educação para saúde de diabéticos, já que sua área de concentração é a fisiologia endócrina. Em 2001, Camilo recebeu da Câmara Municipal de Ubatuba uma Moção de Congratulações, de autoria do vereador Charles Medeiros, pelos relevantes serviços prestados junto a Infância Missionária da Região Sul de Ubatuba.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Protesto

Moradores invadem o Horto

Cerca de 100 moradores do Pé da Serra, em Ubatuba, invadiram na manhã de ontem a sede do Instituto Florestal, no Horto Florestal, em protesto à retirada das famílias que ocupam o bairro, que fica no Parque Estadual da Serra do Mar. "Queremos garantir moradias para as nossas famílias. Não podemos ser despejados, ter a casa demolida e lançados no meio da rua com nossos filhos", disse Paulo Miguel Nunes, 39 anos, que vive há 25 anos no Pé da Serra.
Segundo Nunes, vivem no bairro cerca de 300 pessoas. Este ano, segundo ele, seis casas já foram demolidas. Nunes disse que os moradores querem que o bairro seja transformado em um núcleo de desenvolvimento agrícola e que as famílias sejam mantidas no local.
Leia mais

Notícias da Prefeitura

Clube de Ciclismo monta “pit stop” na Rua Conceição

A tenda montada pela Prefeitura de Ubatuba para orientar os ciclistas quanto às regras para o uso correto das ciclofaixas está funcionando na Praça 13 de Maio até a próxima sexta-feira, 7. Os monitores do Clube de Ciclismo de Ubatuba, que estão trabalhando em parceria com a Coordenadoria de Trânsito na orientação do tráfego pós implantação das ciclofaixas passaram uma semana com o “pit stop” na Praça Cícero Gomes, na entrada da cidade e agora estão em outro ponto de muito movimento. O objetivo é orientar também os ciclistas que passam pela Rua Conceição e que, muitas vezes realizam conversão proibida ao virar à direita na Rua Hans Staden, sentido calçadão.
Para os monitores que trabalham advertindo os ciclistas quanto à obrigatoriedade de se trafegar sempre na mão correta e respeitando as faixas de pedestres, os munícipes estão aceitando melhor a idéia das ciclofaixas. “As pessoas estão percebendo que é uma boa coisa para elas e uma já está policiando a outra quanto a não andar fora da ciclofaixa quando estão montadas nas bicicletas e principalmente quanto a não andar na contramão”, explica Márcio Ferreira, um dos monitores.
Na próxima semana, o Clube de Ciclismo deve montar o “pit stop” em frente à Escola Capitão Deolindo, também na Rua Conceição. Na tenda são apresentados vídeos informativos sobre as leis de trânsito e qualquer dúvida a respeito das ciclofaixas pode ser esclarecida.


Obras de apoio

Foi finalizada a colocação dos tachões com “olhos de gato” nas ciclofaixas das duas ruas citadas. Pinturas dos cruzamentos, com faixas tracejadas estão em andamento, juntamente com a pintura de setas indicativas de direção. De acordo com o coordenador de Trânsito da Prefeitura de Ubatuba, Ronaldo Lopes, o próximo passo é a colocação de sinalização vertical de orientação, advertência e regulamentação. Quanto às obras de apoio à implantação das ciclofaixas, a Praça Cícero Gomes teve o muro demolido para a passagem das bicicletas da Avenida Professor Thomaz Galhardo para a Rua Conceição. Lombada eletrônica e mais diversos outros tipos de sinalização ainda serão colocados para que o ciclista tenha todo o apoio, educação e orientação para o melhor uso da comodidade e segurança que as ciclofaixas oferecem. PMU

Horta na Escola

Secretarias de Educação e Agricultura se unem para o projeto “Horta na Escola”

No próximo dia 11 acontece o “Horta na Escola”, curso de capacitação para diretores e vice-diretores das escolas da rede municipal que já desenvolvem ou que pretendem desenvolver projeto com horta neste ano. A capacitação é uma parceria da Secretaria Municipal de Educação com a Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento. “O trabalho com horta na escola favorece a educação ambiental e alimentar, assim como o trabalho interdisciplinar, possibilitando a realização de experiências científicas, servindo como um laboratório vivo”, disse Flávia Cômitte, supervisora de ensino e coordenadora do projeto.
“O nosso objetivo é construirmos um projeto conjunto para subsidiar a prática do trabalho com horta nas escolas municipais de Ubatuba”, completou Flávia. A capacitação será conduzida pelo engenheiro agrônomo Christian Bacci e pela nutricionista Mirna Zuccherato, ambos da Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento e acontece a partir das 13h30, na secretaria de Educação. PMU

Bolsa Família

Mais 800 famílias de Ubatuba são contempladas com o Bolsa Família

O município de Ubatuba, através da Coordenação do Cadastro Único (integração das Secretarias Municipais de Educação, Saúde e Cidadania e Desenvolvimento Social) promoverá neste sábado, 8, no Ginásio de Esportes Tubão, a entrega de 800 cartões do programa Bolsa Família. Para facilitar o atendimento serão dois grupos de 400 famílias que receberão da Caixa Econômica Federal o seu cartão de beneficio. Na parte da manhã, a partir das 8 horas acontece o atendimento das famílias das regiões Sul e Norte; as famílias das regiões Centro e Oeste começam a ser atendidas à partir das 13 horas.
Ubatuba vem fazendo o recadastramento do Bolsa Família desde julho de 2005, cumprindo o prazo estabelecido pelo Governo Federal, que terminou no último dia 31 de março. O Bolsa Família reúne todos os benefícios concedidos pelo Governo Federal, como o Bolsa Escola, Auxílio Gás e Auxílio Alimentação.


Atendimento

As famílias cadastradas, beneficiadas (entrega e complementação de documentos) e também as não cadastradas serão atendidas a partir do dia 10 na secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social (Rua Paraná, 375). O atendimento aos beneficiados que estão com multiplicidade cadastral, bloqueio de beneficio e mudança de município serão feitos na Secretaria de Educação (Rua Gastão Madeira, 101). Para se enquadrar nas exigências do Governo Federal a família que vive com renda per capita de até R$ 100 mensais receberá R$ 15 por filho (até o limite de 3 filhos); as famílias em que a renda per capita for de até R$ 50 receberá um valor de R$50 mais R$ 15 por filho (até o limite de 3 filhos).
A família beneficiada pelo programa deve cumprir a agenda de compromissos que envolve freqüência escolar, controle de vacinação, participação de palestras educativas, campanhas de saúde, pré natal e acompanhamento da amamentação. Com a entrega, Ubatuba totaliza 1.300 cartões entregues desde o início do ano passado. Agora são mais de 2.000 famílias atendidas pelo beneficio. PMU

Iluminação

Quadra da piscina recebe nova iluminação

A Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Esportes e Lazer inaugurou na segunda-feira, 3, o novo sistema de iluminação na quadra da piscina. A partir de agora os usuários da área esportiva poderão disputar as partidas noturnas com mais visibilidade. “Era uma reivindicação antiga dos usuários e foi possível graças à parceria entre a prefeitura, os times e o comércio”, disse Damião Celestino, coordenador da quadra.
Os postes receberam 12 lâmpadas de 400 watts que garantiram uma ótima qualidade de iluminação não só para os jogos, mas também para os eventos que utilizarem o espaço. “A quadra da piscina é um espaço importante e está à disposição da população à noite e aos sábados. Para isso basta encaminhar ofício à Secretaria de Esportes para agendamento do local”, lembrou o secretário municipal de Esportes e Lazer, Bittencurt Jr. PMU

Águas Abertas

Circuito Ubatuba de Águas Abertas 2006 estréia na Praia da Almada

Acontece neste domingo, 9, a primeira etapa do 10º Circuito Ubatuba de Águas Abertas, na praia da Almada. As provas, que começam às 10 horas, têm percursos de 250, 500, 1000 e 3000 metros. Podem participar nadadores à partir dos 7 anos de idade em mais de 30 categorias e os oito melhores classificados em cada categoria serão premiados.
Para este ano foi criada uma categoria para portadores de necessidades especiais, antiga reivindicação desses participantes. As inscrições para a prova da Almada poderão ser feitas até o dia 7, na Piscina Municipal, e no domingo, na Praia da Almada até as 9 horas. “Esperamos a participação de mais de 250 nadadores da região e da grande São Paulo”, diz Cristiano Eusébio, coordenador de natação da Secretaria de Esportes e Lazer. As demais provas do Circuito acontecem em 4/6 (Lázaro), 24/9 (Perequê Açu), 19/11 (Maranduba). PMU

terça-feira, abril 04, 2006

Produtos afins sem licença. Que horror!


Portando-se como uma turista, ela coloca vários cabides na praia

“Turista” na Praia Grande pode estar comercializando sem licença

Cristiane Zarpelão
No último domingo, dia 2, depois de observar durante mais de uma semana uma “turista” suspeita, um morador da Praia Grande, que caminha diariamente na praia e que não quis se identificar, entrou em contato com a reportagem do Imprensa Livre no intuito de fazer uma denúncia.
Segundo o morador, todos os dias estaciona um automóvel Renault Kangoo branco, com placa de Valinhos, próximo ao escritório/sanitário da Comtur, onde uma senhora, agindo como turista, monta seus dois guarda-sóis, coloca vários cabides e, entre outros, expõe camisetas de Ubatuba, vendidas por R$ 15,00 e R$ 20,00.

“O curioso é que há uma conivência por parte dos outros ambulantes que estão próximos a ela. Será que todos estão ilegais e por isso não falam nada? Ou será que estão todos juntos nessa?”, questiona o morador.
O morador se diz preocupado com o comércio da cidade e até com os outros ambulantes.
“Imagine o prejuízo que nossos comerciantes têm com essas pessoas que vem de fora, não pagam taxa nenhuma, não têm licença, pegam o dinheiro da cidade e vão embora?”, diz indignado.
“E a injustiça com os demais ambulantes que são devidamente licenciados? E até com os quiosques, afinal mesas e cadeiras atrapalham e tiram o espaço do turista, mas esse shopping não?”, acrescenta. O morador questiona onde que está a fiscalização de Ubatuba. “Não são tão rigorosos? O que precisam fiscalizar de fato eles não fiscalizam”, acusa.
O morador disse que preferiu não se identificar por medo de sofrer algum tipo de represália e que quer apenas “fazer justiça”. “Imaginem quantos ilegais não trabalham na nossa cidade usando nosso espaço e tirando a renda de várias pessoas? Isso tem que acabar.”, conclui.

Outro lado

Segundo o fiscal da Prefeitura, Otoniel dos Santos, a fiscalização recebeu essa denúncia no domingo mesmo e já agendou entre os fiscais “uma visita”. Quando questionado pela reportagem a respeito da falta de fiscalização na cidade, Otoniel disse enfático: “a cidade de Ubatuba tem 98 quilômetros de costa para apenas meia dúzia de fiscais. Isso responde sua pergunta?”.
O presidente da Associação Comercial de Ubatuba, Ahmad Khalil Barakat, diz que um dos grandes desafios da ACIU é combater o comércio ilegal na cidade.
“A justificativa por parte da fiscalização da Prefeitura é sempre a mesma, meia dúzia de fiscais para toda a cidade. É muito cômodo dar sempre esta justificativa. Precisamos sim, de solução para o problema, afinal este tipo de comércio só traz prejuízos para a cidade”.
Foto: Renato Boulos/USC
 
Free counter and web stats