sábado, março 25, 2006

O Estado policial

Do colunista André Petry na VEJA deste fim de semana:

"O governo do operário ético faz com o caseiro tudo o que o governo do corrupto desvairado não ousou fazer com o motorista"

O ministro Antonio Palocci, ao reaparecer em público na sexta-feira passada, depois de duas semanas escondido, disse que está vivendo um inferno. Dá para imaginar, então, o que deve estar vivendo o caseiro que o denunciou. Afinal, o caseiro resolveu contar o que viu no casarão do Lago Sul em Brasília e, em menos de dez dias, passou a ser investigado pela Polícia Federal sob a acusação de lavagem de dinheiro!

Entrou na máquina de moer reputações. Primeiro, calaram-lhe a boca, depois quebraram-lhe o sigilo bancário e, agora, aterrorizam-no com um inquérito. Coisa de Estado policial. Na opinião do presidente da OAB, Roberto Busato, "coisa de gângster, de sindicato do crime".

O governo de Fernando Collor não fez nem um décimo disso contra Eriberto França, o motorista que prestou um depoimento devastador e terminal sobre as traficâncias do presidente e seu ex-tesoureiro de campanha. É preciso, em nome da verdade histórica, que se reconheça: o governo do operário ético faz com o caseiro tudo o que o governo do corrupto desvariado não ousou fazer com o motorista. E repare-se numa diferença: o motorista derrubou o governo literalmente. O caseiro derrubou o governo moralmente.

Na construção de seu inferno, Palocci teve em excesso tudo o que faltou ao caseiro. Examinemos:
Leia mais

Bem lembrado

Da coluna de Sonia Racy, de ontem, no Estadão:

PENSATA
Um leitor manda uma pensata pertinente, do anarquista russo Mikhail Bakunin.
"Assim, sob qualquer ângulo que se esteja situado para considerar esta questão, chega‑se ao mesmo resultado execrável: o governo da imensa maioria das massas populares se faz por uma minoria privilegiada. Esta minoria, porém, dizem os marxistas, compor‑se‑á de operários. Sim, com certeza, de antigos operários, mas que, tão logo se tornem governantes ou representantes do povo, cessarão de ser operários e por‑se‑ão a observar o mundo proletário de cima do Estado; não mais representarão o povo, mas a si mesmos e suas pretensões de governá‑lo. Quem duvida disso não conhece a natureza humana."
Bakunin viveu de 1814 até 1876. E nada mudou desde então.

Com um abraço,

Gilmar Rocha

Conselho Municipal de Turismo

Justiça invalida posse do Conselho Municipal de Turismo

Diante da irregularidade da Prefeitura Municipal em dar posse a assessores de governo como conselheiros municipais e representantes da Sociedade Civil, quebrando a paridade do Conselho Municipal de Turismo de Ubatuba, o vereador Jairo dos Santos - PT, ingressou com um mandato de segurança suspensivo com pedido de liminar, tendo Exmo. Dr. Juiz de Direito da Comarca de Ubatuba, Geraldo Fernandes Ribeiro do Vale, deferido a medida, invalidando a posse dos conselheiros. No pedido do mandato de Segurança, o vereador Jairo dos Santos, comprova que a composição do Conselho não é paritária, pois dois dos representantes da sociedade civil, são detentores de cargos na administração pública municipal, sendo um deles, o senhor Adilson Aparecido Lopes, que seria nomeado no cargo como representante da Sociedade Amigos do Bairro do Ipiranguinha – SABI, é assessor de governo e José Roberto Campos Monteiro Junior, que seria nomeado como representante da Associação de Moradores do Poruba - SAPU, é o administrador da Regional Norte.
Fonte: Jairo dos Santos

Fábula XI

Rogério Frediani
Já é outono na cidadezinha, mas o “clima” continua quente, principalmente nas questões políticas, a começar pela insegurança que parece tomar conta do chefe do Legislativo. Porque? Bem, vou contar uma historinha. Certo dia, daqueles em que os parlamentares se reúnem diante da população, o tal chefe apresentou um projeto que criaria uma Comissão de ex-vereadores que trabalhariam voluntariamente no intuito de colaborar com as questões que envolvem a cidade. Como para a cidadezinha a intenção parecia ser muito boa, ouviram-se alguns aplausos, porém para os que não se manifestaram ficou uma dúvida no ar: será que o tal projeto foi elaborado por falta de experiência daqueles que ocupam as atuais cadeiras do poder legislativo? Será que o chefe está sentindo falta daqueles que já passaram por ali e deixaram um exemplo de trabalho sério e competência? A história termina assim, sem nenhuma conclusão, uma vez o tal projeto foi adiado por quatro semanas, afinal seria muito estranha a sua aprovação por parte daqueles que estariam sendo alvo de comparação.
Por falar em ex-parlamentares, muitos deles continuam lutando em favor da cidadezinha, inclusive acionando a justiça através de inquérito civil, para apurar irregularidades de convênios firmados com a administração pública, que parece vender o peixe espada com valor de linguado, deixando todo mundo maluco com os mandos e desmandos de uma secretaria que não era secretaria, como constava em documentos oficiais.
Até os insetos da cidadezinha estão sendo alvos de sabotagem. O “Grilo”, por exemplo, foi seqüestrado para silenciar, mas o povo não engoliu bem essa outra história, porque parece que os responsáveis pela demolição dos ferros velhos na casa do “Grilo” ainda não apresentaram pessoas para se pronunciarem em favor de tal ato.
É, o clima está quente mesmo na cidadezinha e pode ficar ainda pior porque ainda existe muita lenha pra queimar nessa fogueira.

Notícias do Legislativo

Dr. Ricardo elabora projeto que auxilia na busca de pessoas desaparecidas

O Presidente do Legislativo, vereador Dr. Ricardo Cortes (PV), elaborou um Projeto de Lei que implanta no Site Oficial da Câmara a publicação de fotografias e dados referentes a pessoas desaparecidas em Ubatuba e região.
De acordo com o projeto a Câmara de Ubatuba poderá firmar parceria com a Secretaria de Promoção Social para notificação de todos interessados sobre este serviço de publicação gratuita.
A assessoria do presidente está buscando a integração das outras três cidades do Litoral Norte, Ilhabela, São Sebastião e Caraguatatuba, para utilização do serviço no Site.
Criado por Thiago Lamosa, do CPD da Câmara, o Site disponibilizará um banco de dados integrado entre as quatro cidades, onde cada uma delas terá acesso para inserir ou alterar as informações sobre pessoas desaparecidas na cidade. A atualização do Site será feita em tempo real e de maneira dinâmica.
Depois de implantado o serviço no Litoral Norte, Dr. Ricardo pretende ainda disponibiliza-lo para outras cidades do Vale do Paraíba e Litoral Sul do Rio de Janeiro. “Elaboramos este projeto pensando na participação solidária de todas as pessoas, que poderão utilizar o site da Câmara de Ubatuba auxiliando as famílias que buscam reencontrar seus entes queridos”, explicou Dr. Ricardo.
O serviço estará disponível nos próximos dias no site:
www.camaraubatuba.sp.gov.br
Fonte: Laura Ennes - ASCOM

Investimentos em Ubatuba

Charles Medeiros solicita agilização de investimentos em Ubatuba

Charles Medeiros esteve neste último dia 22 em evento ocorrido na Cidade de São Bernardo do Campo, onde foi apresentado pelo amigo Dr. Ademir Silvestre, Secretario de Habitação e Meio Ambiente do Município, ao Dr.Fernando Longo, Secretario Estadual de Turismo de São Paulo. Na oportunidade o vereador solicitou agilização dos recursos do DADE, Departamento de Apoio e Desenvolvimento as Estâncias. Charles Medeiros solicitou ao Secretario uma visita ao Município de Ubatuba.
Segundo Medeiros, o objetivo da Secretaria é incrementar o turismo no Estado, organizar eventos e estimular a criação de empresas relacionadas com o setor, bem como organizar o Calendário Turístico Paulista. “São Paulo é a principal entrada de estrangeiros no Brasil, onde grande parte são turistas que procuram as belezas do Litoral Norte, portanto necessitamos das verbas do DADE, para melhorarmos a infra-estrutura receptiva em nosso município”. afirma Charles Medeiros.

Fonte: Assessoria Charles Medeiros

AGENDA 21

AGENDA 21 PROMOVE CURSO PARA MULTIPLICADORES

Dia 22, no sobradão da FUNDART, foi realizado o segundo curso para multiplicadores da Agenda 21 do Litoral Norte, sob a coordenação da Sra. Luciana Bento Vidal, pedagoga, com atuação permanente na Comissão de Meio Ambiente da OAB, seccional de Taubaté.

A Agenda 21 cumpre assim mais uma das etapas previstas no projeto financiado pelo Fundo Nacional do Meio Ambiente.

O objetivo do curso é a capacitação da equipe de Ubatuba, no sentido de capilarizar a discussão da Agenda 21, ou seja, estender o raio de ação a todos os bairros e espaços do município, ampliando a participação consciente de todos os cidadãos.

A Agenda 21 é um amplo movimento mundial, que contou com a participação de quase 200 países e que se articulou no Rio de Janeiro, durante a ECO-92 com o objetivo de melhorar a qualidade de vida para todos, garantindo um desenvolvimento que preserve os recursos naturais e tecnológicos para as futuras gerações, ou seja, um desenvolvimento sustentável.

Uma primeira parte dessa etapa do projeto foi a formação dos multiplicadores dos quatro municípios – Ilhabela, São Sebastião, Caraguatatuba e Ubatuba – e que foi realizado nos dias 10, 11 e 12 de março na Pousada das Cachoeiras, aqui em Ubatuba.
Neste curso, que teve um total de 24 horas, também contou com a participação da Dra. Paula Guimarães de Souza, Coordenadora de Direito Ambiental da 18ª secção da OAB, sediada em Taubaté.

Do curso realizado na Fundart, participaram professores das seguintes escolas: Deolindo, Idalina Graça, Esteves, Sueli e José Belarmino Sobrinho, do bairro do Puruba. Também participaram representantes dos seguintes bairros: Maranduba, Almada, Pedreira, Bonete e Ipiranguinha. O Poder Legislativo esteve representado pela vereadora Luciana Machado, que tem acompanhado continuamente todas as atividades da Agenda 21.

Ao final dos trabalhos foi organizada uma equipe de trabalho e de estudos. A próxima reunião será no dia 05 de abril, às 16 horas, no Auditório da Câmara Municipal.

Devido a problemas de saúde, a coordenadora regional, Sra. Zuleika Beyruth, se encontra afastada e os trabalhos vem sendo coordenados pela seguinte equipe:

Coordenador regional (interino): Sr. Alexander Turra, professor do Instituto Oceanográfico da Usp e presidente da Ong Costa Brasilis
Coordenador do Fórum Regional: Sr. Carlos Aymar, de São Sebastião.
Coordenador municipal: Sra. Patrícia Maciel de Souza
Articulador Municipal: Vereadora Luciana Machado Rezende
Coordenador de Comunicação e Mobilização: Prof. Rui Alves Grilo

Fonte: Laura Ennes

IV Dança Verão


Reinaldo e Jéssica, demonstram a coreografia vencedora

Reinaldo Anjos vence em São Sebastião

Laura Valesi Ennes
No IV Dança Verão, realizado na cidade de São Sebastião, no último dia 18, Reinaldo Anjos conquistou o 3º lugar em Dança de Salão com sua melhor aluna Jéssica Soares, de 13 anos.
Mesmo sem nunca ter competido em palco, ela já começou na exigente categoria profissional, mas Reinaldo explica: "Sei que é difícil. Se fosse como amadora teríamos conquistado o 1º lugar, mas ela me conhece e sabe que gosto de desafios e essa derrota vitoriosa a fará crescer. Jéssica é uma cidadã nascida aqui que está representando dignamente nossa cidade”, disse Reinaldo.
Competindo na categoria solo Reinaldo conquistou o 1º lugar, além do prêmio especial pela maior nota do Festival, chegando a 35 vitórias em três anos de competição.
Reinaldo agradece particularmente o patrocinador Rogério Frediani, que sempre acreditou em seu trabalho, e o apoio da locadora Apolo Vídeo, do Paladine, um grande amigo, e do Mercadinho do Grilo.
Reinaldo ministra aulas de Dança de Salão todas às sextas-feiras, das 19h00 às 22h00, no Tênis Clube. Maiores informações pelo telefone: 9103 2548.

Horas contadas

Kennedy Alencar na Folha de S.Paulo, hoje:
"O ministro da Fazenda, Antonio Palocci Filho, deverá deixar o governo em breve. A Folha apurou que há possibilidade de que seja substituído até segunda-feira. Em conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva anteontem à noite, ele admitiu que perdeu "as condições políticas", segundo suas próprias palavras, de permanecer na Fazenda.
A única possibilidade de Palocci continuar ministro seria um desfecho rápido da investigação da quebra ilegal do sigilo bancário do caseiro Francenildo dos Santos Costa que mostrasse que a violação não teve envolvimento da assessoria da Fazenda.
A PF (Polícia Federal), que faz essa investigação, já colheu indícios de que pelo menos o vazamento teria tido participação da assessoria do ministro .
"Palocci está comprando horas", disse à Folha um integrante da cúpula do governo. Lula e os principais ministros avaliam que, mesmo que Palocci supere o episódio do caseiro, outros dissabores aparecerão, o enfraquecerão e contaminarão a popularidade do presidente e do governo.
Até quinta-feira à tarde, Lula estava disposto a segurar Palocci no cargo. Pesava a avaliação de que entregar sua cabeça seria dar uma vitória à oposição. No entanto, Lula recebeu ao final daquele dia informações sobre a apuração da quebra ilegal do sigilo. E ouviu que havia sido negativa a repercussão de que o caseiro passara de testemunha a investigado pela PF.
Em conversas reservadas, Lula disse que quem quebrou ilegalmente o sigilo do caseiro deve pagar e que esse episódio não foi decisão de governo. Mais: o presidente avalia que o governo perdeu a "batalha da comunicação" no caso e que não pode passar à história como conivente com quebra de direitos individuais."

Notícias da Prefeitura

Esclarecimentos sobre a terceirização da merenda escolar

Em resposta ao artigo publicado pelo professor Afonso Ricca na mídia local, no último dia 22, a Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Educação, vem a público esclarecer que:

1 – Não houve reunião no dia 17/3 com as “responsáveis por fazer a merenda”. A reunião/treinamento aconteceu no dia 15/3.

2 – Houve sim, reunião com todos os diretores das escolas municipais, estaduais, entidades e projetos no dia 13/3, com o objetivo de apresentar a empresa e sanar as principais dúvidas referentes ao novo módulo de gestão da merenda escolar, além de esclarecimentos gerais sobre o contrato. A reunião teve a duração de 4 horas e os participantes puderam expor suas dúvidas e comentários.

3- Quanto a recontratação das funcionárias da prefeitura (eventuais), elas foram sim absorvidas pela Verdurama. Houve uma seleção e aqueles candidatos aptos (documentação e exames médicos) iniciaram suas atividades em 20/3. As novas necessidades de adequação de mão de obra estão sendo atendidas, priorizando a contratação das funcionárias que já prestavam serviços como merendeiras eventuais. Vale lembrar que toda mão de obra contratada foi treinada e recebeu uniformes adequados.

4 – Referente ao desjejum (merenda inicial), foi introduzido este serviço adicional à rede municipal, estadual, entidades e projetos, com o objetivo de oferecer um complemento à merenda escolar. Tratando-se de um novo serviço, as escolas tiveram que se adequar quanto aos horários de distribuição do desjejum e merenda, sem comprometer o período pedagógico.
Quanto à aceitação do cardápio do dia, suco e biscoito recheado, quando observado o cardápio da semana, verifica-se uma diversidade de gêneros e preparações como achocolatado, bolo individual, biscoito de aveia e mel, etc.; e por se tratar de uma complementação da merenda escolar, atende a necessidade dos alunos.

5 – O pagamento será feito através de merenda servida e foi distribuído um formulário (impresso) específico (mapa de aproveitamento) para que a diretora de cada escola apontasse as quantidades devidas.

6 - Quanto à adequação das cozinhas, já foram atendidas algumas necessidades de equipamentos. A Verdurama já disponibilizou freezer, fogão e geladeira e mediante as futuras necessidades serão disponibilizados os equipamentos e serão feitas as adaptações necessárias.

7 - As cozinhas utilizadas pela Verdurama para o preparo das merendas são as mesmas utilizadas anteriormente, ou seja, as cozinhas das escolas municipais e estaduais.

8 – A prefeitura já providenciou a retirada dos gêneros da merenda estocados nas escolas e foi solicitada consulta ao departamento jurídico quanto ao destino destes gêneros.

9 - Quanto à extensão do fornecimento de merenda para os alunos do ensino médio, trata-se de uma iniciativa do município para as escolas da rede. PMU

Casas populares


O prefeito de Ubatuba, Eduardo César, na assinatura do convênio

Prefeito assina convênio para habitação popular

O prefeito de Ubatuba, Eduardo Cesar, esteve na última quinta-feira, 23, em São Paulo, para a assinatura do convênio com o Governo do Estado, que destinou verbas para a construção de 128 casas populares no município. Eduardo César participou, ao lado de pelo menos mais 50 prefeitos de todo o Estado de São Paulo, do evento que marcou o lançamento do maior pacote habitacional da gestão do governador Geraldo Alckmin, que prevê investimentos de R$ 858 milhões. PMU

Jogos Regionais do Idoso

Ubatuba conquista duas medalhas no 10º JORI

Ubatuba conquistou duas medalhas no segundo dia de competição do 10º JORI (Jogos Regionais do Idoso), que estão sendo disputados em São José dos Campos. As duas medalhas vieram do atletismo, Maria Ribeiro Machado ficou com a prata nos 1000 metros categoria “D”, e Lucila Anita Araújo ficou com o bronze nos 1500 metros.


Confira abaixo alguns resultados de quinta-feira, 23:

Bocha
Ubatuba 12 X 18 Pindamonhangaba

Malha
Ubatuba 6 X 20 Franco da Rocha

Dominó
Ubatuba X Itapevi – WO
Ubatuba 3 X 4 Ribeirao Pires

Truco
Ubatuba 2 X 0 Salesópolis
Ubatuba X Guaratinguetá – WO

Buraco
Ubatuba 0 X 2 São Bernardo do Campo

Vôlei Feminino
Ubatuba 2 X 0 Itapevi
Ubatuba 0 X 2 Itanhaém

Vôlei Masculino
Ubatuba 2 X 0 São Sebastião PMU

sexta-feira, março 24, 2006

Ad nauseam

A jornalista Cristiane Zarpelão visitou a Comunidade Emaús e constatou não existir a tão comentada padaria e sim um projeto. Ainda segundo a jornalista, a primeira dama do estado, Lu Alckmin entregou um kit para ser utilizado na confecção de pães. Com a polêmica criada pelo vereador Jairo dos Santos, a jornalista ouviu a prefeitura.

Outro lado


Procurado pela reportagem, Delcio José Sato, chefe de Gabinete, disse apenas que a declaração dada por Jairo não procede. “Na ocasião, não entregamos padaria nenhuma e nem prometemos que iríamos entregar. O ponto era que Lu Alckmin viria somente para a entrega do kit, como estava escrito em todas as faixas e assim foi feito”, enfatizou Sato. Para saber o que disse a prefeitura, basta clicar aqui.
Cabe aos leitores a conclusão. Com quem está a verdade?


Sidney Borges

Palocci e Buratti curtiram o verão juntos em Angra

Publicado nos jornais Correio Braziliense e Estado de Minas

"Por Ana d´Angelo:
Paraíso de milionários do país, o luxuoso condomínio Porto Frade, em Angra dos Reis (RJ), com suas mansões, lanchas e iates ancorados, foi o cenário de mais um capítulo das peripécias da turma de Ribeirão Preto.

Entre o final de 2002, logo após a vitória do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e 2004, Palocci escolheu o balneário de Angra, reduto de empresários paulistas, para descansar e curtir a natureza com a família em três ocasiões.

Ficou numa magnífica mansão à beira-mar, com seis suítes, deck e heliponto privativos, e navegou num deslumbrante iate de 55 pés.

Seria apenas um extravagante passeio, diversão comum de endinheirados, não fossem alguns detalhes. Em três passeios a Angra, Palocci chegou com a família a bordo de um helicóptero vermelho, de prefixo PT-YCB, que pousou no heliponto privativo da mansão alugada.

O dono do aparelho é o empresário de bingo angolano Artur José de Oliveira Caio.
Leia mais

Humor

Aguardando a padaria

Luiz Moura
- Ei guaruçá! - cumprimentou o vereador petista Jairo dos Santos, ontem de manhã, quando me viu.
- Jairo, que angu-de-caroço é este que está acontecendo em Emaús? - perguntei de supetão.
- Estou indo até lá, quer me acompanhar? - propôs prontamente.
- Claro! - respondi, vendo a oportunidade de esclarecer o imbróglio que se formou após a divulgação, pela Prefeitura, da matéria "Lu Alckmin visita Ubatuba e inaugura Padaria Artesanal". (Leia aqui)

Paramos no caminho para convidar a jornalista Cristiane Zarpelão, do Imprensa Livre, que também nos acompanhou na visita à comunidade Emaús.
Mais uma vez fiquei impressionado pela forma com que Jorge (Jorge da Cruz Oliveira, presidente da comunidade Emaús de Ubatuba) conduz a sociedade.
A concretização da "Marcenaria São José Operário" merece nossos parabéns. Ela tem capacidade para produzir todos os tipos de móveis (comerciais, residenciais etc.)
A comunidade Emaús precisa do apoio de Ubatuba, tanto da iniciativa privada como por parte do poder público. É inegável o trabalho social que a comunidade vem prestando ao longo de sua existência. O mínimo que o município deve fazer é retribuir. Como sugestão, indico a compra de peças produzidas pela marcenaria da comunidade.
... e a Padaria Artesanal?
Não existe padaria. O que Lu Alckmin fez foi doar um "kit de Padaria Artesanal" (forno de inox, batedeira, liquidificador, balança, assadeiras de alumínio e um botijão de gás) que, até que se prepare um local adequado para que se possa usá-lo, ficará inoperante. A Prefeitura deve solucionar o problema, afinal, não são poucos os serviços prestados pela comunidade Emaús para a municipalidade.

Foto: Luiz Moura

Nota do editor - Do Aurélio:
Inaugurar -[Do lat. inaugurare.]V. t. d.
1. Expor pela primeira vez à vista ou ao uso do público: 2 2
2. Introduzir o uso de; estabelecer pela primeira vez; começar, principiar, encetar: 2
3. Iniciar o funcionamento de: 2 V. t. d. e i.
4. Consagrar, dedicar: 2 V. p.
5. Começar, principiar, encetar-se, iniciar-se:

quinta-feira, março 23, 2006

Que horror!

“POLÍTICA DE ALUGUEIS”

O título até que poderia ser “Política de alugueis em oposição à casa própria”.

Corsino Aliste Mezquita
Uma das maiores aspirações dos seres humanos é a de possuir “casa própria”, de seu único e exclusivo uso, onde ele possa adaptar os ambientes a suas necessidades, gostos, caprichos, circunstâncias e decora-los de acordo com seus conceitos de beleza, arte e bom gosto.
A mesma aspiração e desejo de propriedade domina os comerciários em relação a suas lojas, o industrial a suas fábricas, galpões, oficinas, escritórios e o prestador de serviços a seu escritório, consultório, gabinete dentário, laboratório, etc.
Por ser geradora de segurança, conforto, economia, privacidade e estabilidade surge como uma tendência universal. Quem é proprietário não depende de autorização para mudar uma porta, trocar uma janela ou acrescentar espaços ao contratado inicialmente. É dono de sim e da situação. Nunca terá que reformar o imóvel, ao final do contrato, para entrega-lo como o recebeu, no início do mesmo.
Contrariando essa tendência universal, a atual administração - do resgate - está seguindo uma política massiva de alugueis de imóveis particulares. Imóveis, geralmente, caros, ruins para as finalidades propostas, de difíceis e custosas adaptações e, relegando, a um segundo plano, o aproveitamento, as ampliações, as reformas, e a construção de novos prédios municipais.
Consideramos essa política totalmente equivocada. É onerosa aos cofres públicos com reformas, na casa dos outros, alugueis, água, luz, telefone, dispensa de impostos, cria uma dispersão espacial dos serviços que exige maior quantidade de pessoas para atender as funções prestadas e a segurança dos prédios e equipamentos neles instalados. Ao longo prazo inviabiliza as finanças da Prefeitura com os custos de manutenção.
Em algumas circunstâncias pode ser um recurso necessário para resolver situações imprevistas por curto espaço de tempo. Já adota-lo como política de governo, alugar prédios para funções ou serviços não essenciais, dispensáveis ou até contrárias aos deveres primordiais da Administração, é um grande desperdício. Somando a esses fatos que alguns desses prédios são, supostamente, de propriedade de amigos, funcionários comissionados ou de seus parentes, além de registrarmos o erro político, cabe sugerir aos Senhores Vereadores e ao Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública de Ubatuba, não se omitirem no combate a essa política nociva aos interesses maiores do Município de Ubatuba. Política que diuturnamente praticada, mesmo que com menor intensidade, tem levado Ubatuba a ser um município pobre em próprios municipais e, estes, serem de duvidosa qualidade.
Nos casos e conjunturas em que se deixam de aproveitar as possibilidades e potencialidades de um prédio público próximo, está patente, a falta de senso administrativo e dúvidas surgem sobre honestidade e probidade.
A administração do “resgate” recebeu as contas públicas saneadas, alguns milhões de reais depositados em contas bancárias e, até agora, quase quinze meses passados, os serviços de manutenção foram precários e não tem havido investimentos significativos.
Na Secretaria Municipal de Educação receberam R$ 1.815.000,00 (Um milhão oitocentos e quinze mil reais) em contas bancárias, livres para investimentos, em 2005, e três projetos de obras escolares aprovados e licenciados para serem planilhados, contratados e construídos em 2005. Desses três projetos (hoje, 23-03-06), um (Horto-Figueira) encontra-se em fase de cobertura. O segundo (Ipiranguinha) está sendo iniciado. O terceiro (Uma grande creche compromissada com o Ministério Público para ser construída em 2005) nem notícias se tem dela. Registramos que o projeto de CRECHE-EMEI, planejado para ser implantado na área municipal adquirida da ELEKTRO, foi elaborado, seguindo estudos pedagógicos, para conseguir ambientes ideais às crianças dessa idade. É um projeto que não pode ser desprezado.
Comentando, os problemas acima e outros, com vereador da situação, as 16:00 H do dia 20-03-06, lhe sugerimos que: “Neste momento está se encerrando o verão, o segundo verão da administração do resgate, e, está na hora, de dispensar os óculos escuros e começar a enxergar a realidade como ela é”.

O Dr. Herbert Marques, em “Atendendo Ronaldo”, transmite a mesma mensagem a todos aqueles que querem (queremos) uma Ubatuba melhor administrada, sem mentiras, sem “grilos”, sem roubalheiras, sem disfarces, com menos discursos e mais eficiência. Parabéns Dr. Herbert Marques.

Conselho Regional De Turismo


Cinthia Manfredini e os conselheiros Patrícia Ortiz e Hugo Gallo

Ubatuba representada no Conselho Regional De Turismo

Hugo Gallo
Foram empossados e diplomados ontem no Conselho Regional de Turismo do Estado de São Paulo, a Sra. Patrícia Ortiz (Coordenadora do Curso de Administração com Habilitação em Hotelaria e Turismo da Unitau) e o Sr. Hugo Gallo Neto (Diretor Executivo do Aquário de Ubatuba).
Ambos deverão representar Ubatuba neste importante Conselho que foi criado como parte integrante do Programa Estadual de Regionalização do Turismo que dividiu o Estado em 8 macro-regiões.
A Região denominada Vertente Oceânica Norte compreende 39 municípios do Vale do Paraíba, Serra da Mantiqueira e Litoral Norte e é onde Ubatuba está inserida.
Na cerimônia, que contou com a presença de inúmeras autoridades federais e estaduais incluindo o secretário estadual de turismo, Fernando Longo (PSDB), estiveram também presentes e prestigiando o evento o prefeito Eduardo de Souza César (PL), o vereador Charles Medeiros (PSB) e o procurador jurídico Cícero Assunção (PSDB).
A importância dos representantes no Conselho é grande, pois todos os projetos para liberação de recursos na área do turismo na região deverão passar por esta instancia para posterior encaminhamento à Secretaria e Conselho Estadual de Turismo.
Foram empossadas ainda como Presidente e Vice-Presidente do Conselho as Sras. Cinthia Manfredini (Gerente de Turismo de Taubaté) e a Sra. Márcia Maria Leite Felippo (Secretaria de Turismo de Aparecida).

Notícias da Prefeitura

Vereador Jairo dos Santos continua sua luta por auto-promoção

A Prefeitura de Ubatuba lamenta que a população tenha como representante do Legislativo uma pessoa com grau de inteligência tão reduzido e tremenda dificuldade de entendimento como é o caso do vereador Jairo dos Santos. Chega-se ao ponto de ser necessário explicar várias vezes os mesmos assuntos, na tentativa de mostrar a ele o terrível erro que vem sendo cometido ao tentar, de forma mentirosa e tendenciosa denegrir a credibilidade da Assessoria de Comunicação da Prefeitura. O nobre vereador volta, em seus textos, em assuntos que, mesmo depois de terem sido apresentadas provas, ele questiona, chamando a Prefeitura de mentirosa em suas divulgações. Pelo visto não adianta tentar explicar a quem não quer entender e por mais que mostremos provas, o nobre vereador continua tentando deturpar as informações, no que mais parece uma desesperada forma de chamar a atenção para si, já que seu mandato à frente da Câmara Municipal não teve qualquer visibilidade e quando teve foi negativa, alvo de denúncias de superfaturamento.
Ao afirmar que não é real a entrega do kit de padaria artesanal pela primeira-dama do Estado, o vereador Jairo dos Santos está desafiando não a Prefeitura, que apenas recepcionou e acompanhou a Sra Lu Alckmin e sim o Governo do Estado.
Incrível foi ver que o vereador voltou ao assunto da notícia sobre o Programa Luz Para Todos na região norte. Ficou claro que a notícia publicada pelo “jornalzinho” (como ele cita em seu último texto ofensivo à esta Assessoria (
ubaweb) teve seu título alterado pelo próprio jornal Expressão Caiçara, como foi provado ao demonstrar que todos os outros meios de comunicação publicaram a matéria com o título original “prefeito leva notícia sobre implantação da energia elétrica aos moradores da região norte, texto este que em momento algum esconde mérito de quem quer que seja, como tentou acusar Jairo dos Santos. O jornal Expressão Caiçara, como vários outros da cidade e região, utiliza em suas publicações matérias elaboradas pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura. Porém, isso não significa que seja um órgão de informação da Prefeitura, já que tantos outros fazem o mesmo, sem serem assim considerados.
Os textos escritos por este vereador estão cheios de inverdades e artifícios utilizados apenas por quem deseja, de qualquer forma, prejudicar alguém ou algo que realmente o incomoda. Para quem esqueceu, o papel do vereador é legislar e fiscalizar e não ficar nesta oposição barata em busca de autopromoção. Lamentável também é o fato do referido vereador perder seu tempo e dinheiro público atrás de um computador, fazendo uso da mídia, que mui respeitosamente publica o que considera de interesse público.
Se o vereador Jairo dos Santos tem tempo de sobra para perder com essas críticas infundadas à administração municipal e sua assessoria, significa que esta cidade que tanto necessita de pessoas trabalhando em seu benefício, tem um vereador que ao invés de exercer sua real função perdeu o foco e vive em suas tentativas frustradas de ofender o governo estadual, municipal e suas respectivas equipes.
Por fim, ao contrário deste nobre vereador, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Ubatuba, que também não possui o papel de responder a acusações infundadas, não tem tempo de sobra para perder com estes esclarecimentos. A verdade aflora por si só. E ressaltando, cabe a esta assessoria informar a população local e regional sobre os assuntos realmente importantes e são tantas as ações administrativas divulgadas pela equipe, que diariamente produz diversos textos, que o vereador, com sua oposição, tem parecido realmente muito incomodado.


Assessoria de Comunicação - PMU

Merenda

Merenda terceirizada é apresentada a vereadores

A secretária municipal de Educação Patrícia Pereira acompanhada de vereadores, assessores parlamentares e membros da sociedade civil, como o sindicato dos produtores rurais de Ubatuba, esteve na manhã de quinta-feira, 23, na EM Gov. Mário Covas Jr. no bairro do Ipiranguinha acompanhando a hora da merenda dos alunos.
Simone Bicalho, gerente de operações da Verdurama, empresa que fornece a merenda no município, acompanhou a visita e prestou todo tipo de esclarecimento aos presentes.
“Como todos puderam ver, todas as crianças se alimentaram e praticamente não houve sobra de merenda nas panelas. A porção é padronizada, e os alimentos saborosos, por isso também há pouca sobra nos pratos”, salientou Simone.
A secretária Patrícia lembrou que a implantação da empresa Verdurama ainda está em fase de adaptação, mas os poucos problemas que surgiram foram solucionados. “Em quatro dias tivemos apenas três pequenos problemas nas 70 unidades onde a merenda é servida, é um numero baixo, lembrando que a empresa está se adaptando à realidade de cada escola”, disse a secretária.
Outro que gostou do que viu no Ipiranguinha foi o vereador Claudinho Gulli. “Realmente pude comprovar de perto que a terceirização está dando certo. As crianças saíram satisfeitas e não houve desperdício”, disse Claudinho. PMU

Programa Viva Leite

Ubatuba recebe palestras do programa Viva Leite

A Prefeitura Municipal de Ubatuba, por meio da Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social, em conjunto com a Secretaria de Estado da Agricultura promoveu na última quarta-feira, 22, palestras sobre o projeto Viva Leite.
O Viva Leite é um projeto que destina-se ao atendimento de crianças na faixa etária de 6 meses a 6 anos e 11 meses, através da distribuição gratuita de leite pasteurizado, com prioridade para as crianças de 06 a 23 meses de idade, cujas famílias recebam até dois salários mínimos, principalmente aquelas cujo chefe encontra-se desempregado e cuja mãe for arrimo de família.
Em Ubatuba 370 famílias são assistidas pelo programa totalizando 5.550 litros por mês.
Na palestra, Maria Amélia Vicentini, representante da Secretaria de Agricultura explicou os valores nutricionais do leite distribuído (enriquecido com ferro e Vitaminas A e D), passou noções de higiene e ouviu atentamente as sugestões e críticas, prometendo encaminhá-las.
O prefeito Eduardo Cesar esteve na abertura da palestra e fez questão de parabenizar o trabalho conjunto. “Fiz questão de vir aqui e aplaudir o trabalho que vem sendo desenvolvido aqui em Ubatuba. A prefeitura se coloca à disposição para ajudar a desenvolver o Viva Leite no que for preciso, para que o programa continue a dar certo”, disse o prefeito.
Sandra Nogueira Neto, coordenadora de Ação Social da secretaria disse que “mais de 90 por cento de representantes das famílias contempladas pelo projeto participaram das duas palestras e todos puderam saber o quanto o leite é importante para o desenvolvimento de uma criança”. PMU

Recreando em seu Bairro

Recreando em seu Bairro edição 2006 começa no Corcovado

O bairro do Corcovado recebe a equipe do projeto “Recreando em seu Bairro”, da Secretaria de Esportes e Lazer, neste domingo dia 26. É a volta do projeto que em 2005 atendeu mais de 3500 pessoas. Destinado a todas as idades, o evento propicia aos moradores uma manhã de atividades físicas e recreativas, com monitores da Secretaria. A estrutura oferece quadras de vôlei, futebol, queimada, jogos de mesa e gincanas, entre outras atividades.
“Em 2005 atingimos 12 bairros, para este ano pretendemos alcançar 14 comunidades”, conta Kátia Castilho, coordenadora de recreação da Secretaria. Entre as atrações do “Recreando”, uma das sensações é a cama elástica, onde as crianças fazem filas para realizar acrobacias. As crianças também terão um espaço para pintura, desenho, colagens e outras artes. O “Recreando em seu Bairro” no Corcovado acontece a partir das 9h, no campo de futebol. PMU

Dengue

Mutirão contra a dengue chega à Região Oeste

Na próxima semana, de 27 a 31, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Secretaria de Obras realizará o mutirão contra a dengue em diversos bairros da Região Oeste. Os moradores dos bairros Matodentro, Jardim Carolina, Jardim Samambaia, Ressaca, Marafunda e Bela Vista deverão recolher de seus quintais todos os tipos de sucata que possam acumular água, desde potes e garrafas, até vasos sanitários e lonas que não têm mais serventia e estão ao relento. Durante esta semana, os agentes comunitários de saúde responsáveis pelas áreas citadas já estão orientando os moradores.
Durante a semana passada, de 20 a 24, o mutirão contra a dengue realizou uma “varredura” na região central, recolhendo, até a quinta-feira, dia 23, cerca de 3,5 toneladas de material. Segundo o coordenador do controle de endemias, Neilton Nogueira a comunidade está colaborando com o mutirão, mas percebe-se que as pessoas ainda não cuidam de seu ambiente. "Nós encontramos todo tipo de material nas casas das pessoas. Apesar de estarmos constantemente alertando a comunidade sobre os riscos de epidemia que enfrentamos, as pessoas não têm o costume de manter seu ambiente livre dos focos.”
Neiton pede aos moradores da região Oeste que recebam os agentes de saúde devidamente identificados com camiseta e crachá e ajudem-nos a recolher o material a ser retirado, além de manter o ambiente limpo após o mutirão. “Infelizmente, nós estamos detectando a presença excessiva do mosquito em Ubatuba. Isso faz com que o município fique altamente vulnerável, pois se uma pessoa infectada visitar a cidade, pode ser o início de uma epidemia de dengue”. PMU

Acidentes no Trabalho

Prefeitura e Santa Casa realizam Semana de Prevenção a Acidentes no Trabalho

Através de uma parceria entre a Prefeitura de Ubatuba e a Santa Casa, acontece entre os dias 3 e 7 de abril, a Semana Interna de Prevenção a Acidentes no Trabalho (Sipat). Esta será a primeira edição do evento na Prefeitura, mas a Santa Casa já o realiza há oito anos.
O objetivo da Sipat é treinar todos os funcionários e conscientizá-los sobre a importância da segurança no ambiente de trabalho. Palestras e peças de teatro acontecerão na Escola Anchieta, das 9h às 18h.
O evento será aberto ao público e empresas da cidade, mas destinado principalmente a todos os funcionários de ambas empresas organizadoras da Sipat. PMU

A dança repercute

"Um pouco mais de respeito, deputada"

E-mail enviado à deputada Ângela Guadagmin (PT-SP) por um leitor do Blog do Noblat que assina "Eu sei...":

"Fiquei embasbacado ao vê-la dançando no plenário da Câmara. O que a Sra. comemorava? O fim da moralidade da Câmara dos Deputados? A impunidade de um mensaleiro do seu partido? Talvez o descaso pela gravidade da situação política atual.
Sua atitude reflete bem a sensação que temos de "Casa-da-Mãe-Joana" que se transformou a Câmara dos Deputados. Demonstra a total falta de respeito com a instituição e, principalmente, com o povo deste tão desacreditado País.
Em uma coisa a Sra. é bastante coerente: seu mandato está bem definido por seus atos. Ambos são ridículos.
Deputada: um pouco mais de respeito pelo menos por aqueles que lhe deram tão desastrado e infeliz mandato."

Brasil, país na contramão

A CPI do Banestado, de José Mentor, do PT, investigou o envio de mais de cem bilhões de dólares para o exterior, de forma ilegal. Ninguém foi apanhado, o deputado não obteve provas. O caseiro Francenildo é suspeito de lavagem de dinheiro. Vai ser investigado pela COAF e poderá acabar preso. Seu crime: delatar um dos maganos do poder, notório mentiroso. Assim é o Brasil, país socialista. E o companheiro Okamotto, como é que fica? E o empresário Lulinha, como é que fica?

Sidney Borges

A dança da impunidade

Tão logo ficou claro aos primeiros minutos desta madrugada que a Câmara salvaria o mandato do deputado João Magno (PT-MG), acusado de ter recebido grana de Marcos Valério, a deputada Angela Moraes Guadagnin (PT-SP) protagonizou uma inesquecível cena de falta de respeito.
Ela deixou o lugar onde estava sentada nas primeiras fileiras à esquerda do plenário e saiu dançando para manifestar sua alegria com a absolvição do colega de partido. Angela é médica pediatra. Foi prefeita de São José dos Campos entre 1993 e 1996 e exerce pela segunda vez o mandato de deputada federal.
Desde que pipocou o escândalo do mensalão, tem se notabilizado por tentar livrar a cara dos seus colegas do PT denunciados ao Conselho de Ética da Câmara e sujeitos à cassação por quebra de decoro parlamentar. Sempre pede vistas dos processos para retardar sua tramitação. E vota pela absolvição de todos.
A dança de Angela em plenário dá uma medida da absoluta falta de vergonha que contaminou a Câmara dos Deputados. Dos 19 mensaleiros apontados pelas CPIs dos Correios e da Compra de Votos, 11 escaparam da condenação - 4 porque renunciaram e poderão ser candidatos este ano, 7 porque foram absolvidos.
Estes são tempos de deplorável frouxidão moral e de degradação dos costumes políticos do país.


Clique no link e procure o post. Há um vídeo mostrando a dança.
Fonte: Noblat

Padaria misteriosa, onde está você?

Jairo acusa Prefeitura e Lu Alckmin e diz que padaria de Emaús não existe

Cristiane Zarpelão
O vereador Jairo dos Santos acusa a atual administração municipal de Ubatuba de ter mentido em relação à entrega da Padaria Artesanal na Comunidade Emaus.
No dia 8 de março a presidente da Fussesp (Fundo Social de Solidariedade de São Paulo), Lu Alckmin, esteve em Ubatuba, onde foi recebida pelo prefeito Eduardo César, pela primeira-dama Denise César, entre outras autoridades para a entrega do Kit Padaria Artesanal na Comunidade Emaus.
O vereador disse que a principio ficou muito feliz com o evento, mas logo após visitar a comunidade Emaus, no ultimo dia 20, teve “uma surpresa”. “Ao visitar o senhor Jorge da Cruz, responsável pela comunidade e ver a tal padaria, pude perceber que não havia padaria, nem mesmo espaço físico, ou seja, nada. Ninguém me falou, eu vi que não tem nada”, diz indignado.
Jairo sustenta que “essa é apenas mais uma das mentiras desta administração, que tenta mais uma vez enganar o povo”.

Outro lado

O responsável pela comunidade Emaús, Jorge da Cruz, mostrou-se espantado com a declaração divulgada pelo vereador Jairo dos Santos. “O vereador Jairo realmente esteve nos visitando no início da noite, mas na área da marcenaria, que inclusive já estava quase fechada”, conta Jorge. “Nós nem fomos até a área da padaria, pois estamos reformando o local e já estava escuro”. Jorge ressaltou que ninguém mais do que a comunidade quer tudo funcionando, porém com conforto e segurança. “Nós não estamos com pressa. Vamos terminar a reforma primeiro, para podermos trabalhar tranqüilos. Quem conhece o nosso trabalho sabe que sempre agimos dessa forma e continuaremos assim. Além de tudo, já estamos com a faca e o queijo nas mãos, porque todo o equipamento está aqui, completo, pronto para uso. Já até testamos o forno, e temos um padeiro na comunidade”, disse. Jorge da Cruz se diz privilegiado. “Fomos lembrados, entre milhares de entidades, para receber esse programa de padaria artesanal, estamos com o material aqui, a emoção continua grande, e será maior ainda quando sair a primeira fornada para comercia-lização”, planeja o responsável pela comunidade.
Quanto à declaração dada pelo vereador Jairo, Jorge conta que a comunidade não gostou do que disse. “Nós ficamos chateados. Quando a crítica, não tem fundamento, quando não constrói, acontece um retrocesso. Estão chamando nossa comunidade, a Prefeitura e a dona Lu Alckmin de mentirosos, onde já se viu?”, protestou Jorge. “Dezenas de pessoas estiveram aqui, e foram testemunhas de um ato, verdadeiro, e que para nós da comunidade Emaús ficará marcado para sempre”, concluiu.

Nota do editor - Está na hora de colocar um ponto final nessa pendenga. O Ubatuba Víbora vai visitar a Comunidade Emaús, com uma comissão de cidadãos notáveis, para tirar a limpo a história. Levaremos câmeras fotográficas, filmadoras e gravadores. Se a padaria existe será mostrada aos leitores, se não existe alguém terá de explicar o mal entendido. Informar é a nossa praia. Como diria o ex-presidente Collor, "duela a quien duela".

Editorial

Filme antigo

Depois a confraria dos petistas crentes tenta colocar a culpa nos tucanos ou na direita ou no raio que o parta. Os fatos são claros. Palocci mente. Mente deslavadamente, com uma cara de pau raramente vista na política nacional. Mente com tranqüilidade, com despudor, Palocci a exemplo do que acontece com políticos de certas cidades litorâneas, acredita que está acima do bem e do mal. Estes não perdem por esperar, a Justiça tarda, mas dificilmente falha. Não bastasse a história mal contada do avião no qual o ministro voou, mas não voou, pagou, mas não pagou, imbróglio creditado à lingüística, Palocci mentiu à CPI. Tanto mentiu que foi apanhado. O caseiro mostrou a cobra e matou o pau, entregou o mentiroso que nunca teve coragem nem argumentos para desmentir. No processo de abafa, o que ultimamente é a principal atividade do governo, outra lambança. O ranço stalinista que habita certos corações petistas se encarregou de remeter o estado de direito para as cucuias. A emenda saiu muito, mas muito mesmo, muitíssimo pior do que o soneto. Alguma cabeça precisa rolar. A Caixa pediu quinze dias para revelar o que já sabe. Béria teria chorado de emoção ao ver a estratégia do abafa. Enquanto se procura um Judas para carregar a culpa, eu ouso fazer uma sugestão. Digam que foi o Delúbio. Sorrateiramente o criminoso confesso agiu nas sombras. Quebrou o sigilo do perigoso caseiro linguarudo que ousou ir contra o projeto socialista. Delúbio pode tranqüilamente assumir o crime. A recompensa virá. Daqui a alguns anos será contemplado com indenização milionária. Da viúva.

Sidney Borges

SOBRE VIAGENS

Joelmir Beting
Até aqui, em 25 meses de governo, o presidente Lula já cometeu 62 viagens ao mundo. Ou mais de duas por mês, tal como semana sim, semana não. Sem contar, ora pois, as até aqui, 177 viagens pelo Brasil. No dia em que este texto foi escrito ele completou 115 dias fora do país desde a posse. E pelo Brasil, no mesmo período, 335 dias fora de Brasília. Total da itinerância presidencial, caso único no mundo e na História: exatos 450 dias fora do Palácio, em exatos 777 dias de presidência. Governar ou despachar, nem pensar. A ordem é circular. A qualquer pretexto. E sendo aqui deselegante, digo que o presidente não é (nem nunca foi) chegado ao batente, ao despacho, ao expediente. Jamais poderá mourejar no gabinete, dez horas por dia, um simpático mandatário que tem na biografia o nunca ter se sentado à mesa nem para estudar, nem para trabalhar."

Bomba no Planalto!

Demissão de Palocci pode ser anunciada hoje

Pode ser anunciada ainda nesta quinta-feira a demissão do ministro Antônio Palocci (Fazenda), que ontem à noite entregou o cargo ao presidente Lula. Oficialmente, o Palácio do Planalto negou que o ministro tenha pedido para sair, mas ele, de fato, jogou a toalha. Este site antecipou ontem, às 20h25, que Palocci - muito abatido, mas com "raiva, muita raiva" no coração, como desabafou a um amigo, ao telefone - foi ao Planalto para se demitir em caráter irrevogável. Lula resistiu à idéia, alegando que sua saída significaria uma vitória da oposição, fragilizando-o perante o Congresso. O presidente teme o fundo do poço: que a CPI dos Bingos convoque seu filho Lulinha para depor. Palocci se emocionou, durante a conversa, e disse que ele e seus familiares estão sofrendo muito, com o noticiário, e não há nada que o faça prolongar esse "martírio".
Fonte: Cláudio Humberto

Transporte de estudantes

Alunos, passes escolares e participação popular

Pouco antes do inicio do ano letivo de 2006, os pais e alunos das escolas da rede estadual foram pegos de surpresa com o anúncio pela Secretaria Municipal de Educação que esses alunos, a partir do inicio do ano, não teriam mais passes escolares fornecidos pela PMU. Esses passes, até o ano de 2004, eram fornecidos pelo Governo do Estado cumprindo a responsabilidade que lhe é inerente por força de lei.
Com o objetivo, próprio do atual governo estadual, de municipalizar suas obrigações, seja na área de saúde, educação ou outras, passando para as prefeituras responsabilidades que não são de sua alçada sem repassar os recursos necessários, levou a Secretaria Municipal de Educação, no inicio de 2005, a assinar um convênio para a disponibilização dos passes escolares para os alunos da rede estadual.
Neste convênio, a PMU, era a obrigada a arcar com R$ 49.470,00 por mês, ou seja, R$ 593.640,00 por ano, recursos estes que poderiam estar sendo investidos diretamente na educação municipal. Diante de ato lesivo do governo estadual, no final do ano passado, em dezembro, a administração municipal rompeu com esse convênio, ou seja, a partir daquele momento o Governo do Estado deveria assumir a responsabilidade legal do fornecimento dos passes escolares aos alunos das escolas estaduais. Só que o tempo decorrido entre o rompimento do convênio e o inicio do ano letivo foi pouco para que a vontade política do governo estadual se manifestasse e a sua burocracia pudesse se organizar para suprir as necessidades dos alunos que necessitam utilizar–se dos passes escolares para poderem estudar. Com isso, os alunos começaram esse ano, tendo que arcar com os custos de passagem de ônibus para poderem estudar.
Inconformados e, muitos, sem condições de arcar com mais esse gasto, alguns alunos da EE Capitão Deolindo de Oliveira Santos organizaram um abaixo assinado, com cerca de 300 assinaturas, solicitando da Prefeitura Municipal de Ubatuba, uma solução para fornecimento dos passes escolares. Esse documento foi levado, nesta quarta–feira, pelos alunos juntamente comigo, professor desta escola, professor José Ronaldo e pela professora Sandra e o Vereador Jairo dos Santos, para ser protocolado na PMU.
Essa comissão foi recebida pelo Chefe de Gabinete, Sr. Sato, que nos encaminhou para sala de reunião onde seriam prestadas as informações sobre a problemática do passe escolar diante da relevância do assunto, o Sr. Prefeito Eduardo César juntamente com Srª. Patrícia Gomes, Secretária Municipal de Educação, recebeu a comissão esclarecendo os problemas enfrentados pelo município quanto aos gastos da Prefeitura com a educação, tanto municipal como com a s escolas da rede estadual.
Após as devida explicações, inclusive dos diversos ofícios encaminhados pela PMU ao Governo do Estado solicitando solução para esse caso, várias possibilidades e sugestões foram elencadas, entre elas, a de que a Prefeitura se engajasse nesta justa reivindicação dos alunos para tentar, junto ao Secretário Estadual de Educação, prof. Gabriel Chalita, equacionar o mais rápido possível uma solução para esse problema. Inclusive o Sr. Prefeito se comprometeu a agendar e acompanhar uma comissão formada por alunos das onze escolas estaduais existentes no município, professores, pais membros das APM’s e vereadores, bem como, desde que seja juridicamente possível, a PMU, em caráter emergencial e de forma temporária, por 15 dias, voltaria a fornecer os passes escolares e, permitiria, desde que haja lugares disponíveis e itinerário compatível, que alunos das regiões mais distantes possam usar o transporte escolar municipal. A Srª. Secretária Municipal de Educação comprometeu–se a enviar, diretamente, aos diretores das escolas estaduais ofício solicitando, até a próxima segunda–feira, a relação dos alunos que necessitam de passes e o bairro onde residem para poder viabilizar essa proposta emergencial.
Ao final da reunião chegaram os vereadores Claudinho Gulli e Charles Medeiros que juntamente com o vereador Jairo dos Santos comprometeram–se, perante aos alunos, professores, Secretária Municipal de Educação e Prefeito de estarem dando apoio e, buscando apoio, por escrito, dos demais vereadores para essa proposta.
Já que nesta reunião os assuntos tratados estão intimamente ligados à educação e, em tempos de Plano Diretor Participativo, aproveitei para sugerir ao Sr. Prefeito Eduardo César que fosse realizado o mais rápido possível, uma Conferência Municipal de Educação precedida de pré–conferências por regiões nos mesmos moldes da Conferência Municipal de Saúde, proposta esta prontamente aceita ficando, somente, da PMU juntamente com a Secretaria Municipal de Educação disponibilizar as datas para tal.
Hoje, nesta reunião, tivemos o claro exemplo de que quando os assuntos são tratados com transparência pela PMU e com a participação de todos os envolvidos as soluções que atendem aos interesses das partes surgem e podem ser viabilizadas mais rapidamente. Esperamos que esta tenha sido a primeira de muitas outras soluções encontradas com o apoio e participação popular.


Afonso Ricca
Prof. da EE Capitão Deolindo de Oliveira Santos
Representante da APEOESP no Conselho de Alimentação Escolar

Polêmica

Quem está enganando o povo é a Prefeitura

O Senhor Jorge da Cruz é uma das pessoas que mais admiro e respeito nesta cidade, seja pelo seu jeito simples e humilde, seja pela sua sinceridade, ou por sua esperança de que esta cidade ainda tem jeito. Jorge tem feito um trabalho muito sério frente à comunidade Emaús, também conhecida “Vila Abe Pierre”; ele tem atendido e “resgatado” (favor não confundir com o fracassado “Resgate Ubatuba”) famílias inteiras em situação de extrema miséria; sei de sua necessidade e carência e também de sua dependência, mesmo que pequena do poder executivo municipal, não podia eu prever que o Senhor Prefeito, pudesse fazer à aquele nobre homem, algum tipo de ameaça ou boicote.
Senhor prefeito, faça as coisas certas, na maior transparência, demonstre que o senhor tem um mínimo de respeito com as pessoas sérias. Gostaria senhor prefeito, que você tivesse 1% da dedicação e humildade do senhor Jorge da Cruz; Gostaria que você cumprisse 1% de suas promessas de campanha; Gostaria que você aos finais de semana, fosse visitar as comunidades do alto da Rua da Mangueira, no bairro do Perequê-mirim; do alto da Rua Toyota, no bairro da Sesmaria; do alto da Rua da Floresta, no Pé da Serra, enfim, que você ficasse em qualquer lugar de nosso município e não na beira da piscina, em sua nova residência no município de Caraguatatuba.
Fica minha indignação com o desrespeito desta administração com as entidades sociais que prestam atendimento e resgatam a dignidade de muitas pessoas carentes de nosso município, principalmente quando o poder executivo se abstém.
Peço ao Senhor Jorge da Cruz, que abra as portas de sua casa, principalmente de sua cozinha, para que as pessoas ou a imprensa comprove a veracidade de minha denúncia.

Jairo dos Santos – PT
vereador

Informação Federal

Arnaldo Faria de Sá informa vereador

O Vereador Charles Medeiros recebeu um telefonema do Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, esclarecendo sobre os encaminhamentos efetivados na solicitação contida no Oficio CM Nº 72/06, as quais foram repassadas aos órgãos federais competentes e que está pessoalmente acompanhando os trâmites para a efetivação do solicitado. No ofício o vereador encaminha ao Parlamentar da Câmara Federal cópia do Requerimento 444/05, a qual versa sobre á situação enfrentada por comunidades tradicionais do município que aguardam a implantação de rede de extensão elétrica através do Programa Luz Para Todos. Aproveitando a oportunidade Charles Medeiros solicitou ao Deputado apoio à Santa Casa de Ubatuba.

Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Notícias da Prefeitura

Comissão tenta viabilizar passe escolar para alunos da rede estadual

O Prefeito Eduardo Cesar recebeu na manhã desta quarta-feira, 22, uma comissão de alunos da EE Capitão Deolindo de Oliveira Santos, que solicitava uma solução para o fornecimento de passe escolar aos alunos da rede estadual de ensino. Os estudantes, acompanhados pelo professor Afonso Ricca e pelo vereador Jairo dos Santos, apresentaram um abaixo assinado onde solicitavam uma tomada de posição por parte da administração municipal, pois muitos estudantes estão perdendo aulas devido ao rompimento do convênio com o Estado.
Participaram também da reunião a secretária de Educação, Patrícia Pereira e os vereadores Charles Medeiros e Claudinho Gulli. “Não podemos arcar com as obrigações do Estado, pois temos obras a concluir que vão atender os alunos da rede municipal”, disse o prefeito Eduardo Cesar. “Também não podemos deixar a situação do jeito que está, pois são moradores de Ubatuba e a Prefeitura tem a obrigação de defender seus direitos. Estamos juntos nessa luta e faremos de tudo para que os estudantes sejam atendidos pelo Estado”, completou.
No último sábado o prefeito de Ubatuba entregou um documento ao governador Geraldo Alckmin, solicitando a solução desse problema. A secretária Patrícia Pereira fez questão de apresentar documentos mostrando que a manutenção do convênio não interessava a Ubatuba, pois a verba destinada aos passes seria utilizada na construção de novas unidades escolares. “Hoje temos cerca de 900 crianças que estão na fila de espera para creches; não seria justo deixá-las sem espaço, pois é uma obrigação da secretaria municipal suprir esta necessidade”, disse Patrícia.
Durante a reunião foi decidido de comum acordo, que uma comissão de alunos das 11 escolas estaduais de Ubatuba, acompanhada por professores, pais, representantes das APM’s, vereadores e Prefeitura agendaria uma reunião com o Secretário Estadual de Educação, Gabriel Chalita para solucionar o problema.
Os participantes sugeriram a criação de uma medida emergencial, na qual por 15 dias, a Prefeitura forneceria passes escolares a alunos que devidamente comprovassem a necessidade do uso de ônibus e que alunos das regiões mais distantes pudessem usar o transporte escolar municipal, desde que, haja lugares disponíveis e itinerários compatíveis. O prefeito se comprometeu a levar a idéia ao departamento jurídico para análise. Os vereadores presentes também se dispuseram a assinar um documento onde se comprometem a apoiar as medidas tomadas pela Prefeitura.
Outra sugestão do professor Afonso Ricca que foi discutida, foi a realização de uma conferencia municipal de educação, nos moldes já realizados pelas secretarias de saúde e agricultura e pesca. O prefeito Eduardo Cesar também ficou de estudar em conjunto com a secretaria de Educação a disponibilidade de datas. Em 2005 foram gastos R$ 1.253.240,00 em transporte escolar para 3298 alunos; deste valor R$ 659.600,00 vinham do Governo Estadual e R$ 593.640,00 da administração municipal. PMU

Conferência

Ubatuba participa da II Conferência Nacional de Aqüicultura e Pesca

Ubatuba foi representada na II Conferência Nacional de Aqüicultura e Pesca que aconteceu de 14 a 16 de março, em Brasília. Dos 1.157 delegados de todo o país, oito eram ubatubenses. O objetivo do evento foi encaminhar as reivindicações levantadas durante a II Conferência Estadual. Na ocasião, foram discutidas e aprovadas diretrizes para a política de desenvolvimento da aqüicultura e pesca no país.
O processo promoveu o debate entre os setores com demandas e interesses do setor produtivo em toda sua pluralidade, incluindo pescadores artesanais, industriais, amadores, indústrias pesqueiras e aqüicultores de todo o Brasil. Os delegados ubatubenses foram eleitos para ir a Brasília durante a II Conferência Estadual, que aconteceu em fevereiro. O chefe de fomento à pesca da Smapa, Élvio Damásio considera que o encontro foi proveitoso no sentido de capacitação e envolvimento com os assuntos relacionados à pesca e maricultura. “Nós conseguimos levar a maioria das entidades envolvidas com o setor, colocando em prática a política participativa, que é o nosso ideal.”
Estiveram presentes membros de diversas entidades e associações relacionadas à atividade pesqueira em Ubatuba, tais como: Colônia Z10, Associação dos Pescadores de Ubatuba (Apu), Associação de Maricultores do Estado de São Paulo (Amesp), Associação de Pescadores da Enseada (Ape), Quilombo Caçandoca Ong Mar Vivo e Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento.
As propostas de Ubatuba foram formuladas em grupo, por representantes de diversas entidades do setor. O presidente da Colônia Z-10, Cláudio dos Santos, conhecido como Cacá, afirma que a participação do setor é muito importante para o futuro da aqüicultura e pesca no município. “São, pelo menos, 1.800 famílias que sobrevivem da pesca em Ubatuba. Nós estamos nos unindo, lutando para defender nossos interesses. Todos os nosso pedidos são pertinentes e merecem consideração, tanto que foram aprovados em sua maioria.”

As reivindicações ubatubenses

Todas as solicitações feitas pelos delegados de Ubatuba foram apoiadas pelos outros delegados e aprovadas pela SEAP. Entre as principais reivindicações do setor estão a unificação do defeso de camarão, a preservação da cultura caiçara em relação à pesca artesanal, a legalização das embarcações de pesca de camarão em exercício, a melhoria da infra-estrutura de desembarque, processamento e comercialização de pescado, incluindo a reforma do Mercado Municipal de Peixe, que hoje funciona precariamente.
Os pescadores pediram também maior apoio do poder público, a criação de cursos específicos para o Litoral Norte e a diminuição da burocracia para concessão de financiamento para seus projetos. Um pedido antigo encaminhado foi para viabilizar a eliminação da pesca de parelha e da pesca de isca viva praticada pelos atuneiros, bem como, fazer cumprir a lei que garante o acesso físico e operacional dos pescadores às águas. PMU

Congelamento

Prefeitura realiza demolição de duas casas

A Prefeitura de Ubatuba, através da Comissão de Congelamento, realizou nesta terça-feira, 21, a demolição de duas casas. Uma delas, por meio de processo administrativo, foi demolida no Ranário, na região da Itamambuca. Esta casa foi construída após o processo de congelamento do local, em junho de 2005, e foi derrubada com base na Lei Municipal 2710/05, que prevê a demolição de construções efetuadas pós-congelamento. O dono da área foi anteriormente intimado a demolir a construção, mas como não o fez, a Prefeitura fez com que a lei fosse cumprida, procedendo a derrubada. O local onde se encontrava a casa passa também por um processo investigativo de parcelamento irregular de solo no Ministério Público.
Até agora já foram demolidas cerca de 25 construções com base na lei 2710/05. O objetivo do congelamento é impedir que a área continue a ser invadida ocasionando problemas ambientais e sociais. O coordenador do projeto de Congelamento, Claudinei Salgado alerta as pessoas que vivem em área congelada para que não construam ou realizem manutenções sem antes consultar a Prefeitura.
Ação civil pública – Além desta casa no Ranário, a Prefeitura derrubou também uma casa no bairro da Casanga. Esta demolição foi fruto de uma ação civil pública que culminou em ordem demolitória por estar em área de preservação permanente. As ações tiveram apoio da Polícia Ambiental. PMU

Portão furtado

Prefeitura localiza portão furtado da Emdurb

A Prefeitura de Ubatuba localizou, no último dia 21, o portão de ferro que foi furtado do pátio da Emdurb no início do mês. A Guarda Municipal foi acionada após denúncia anônima feita à Secretaria de Obras. O portão foi encontrado numa serralheria no Bairro da Estufa II e o proprietário foi indiciado por interceptação culposa. A polícia está investigando ainda o furto de dois implementos agrícolas e materiais de construção, no mesmo dia 8.
A denúncia foi verificada pela G.M.F. Rita de Cássia e Deus Silva e G.M. Newton César Leite. Ao ser interrogado, o proprietário da serralheria, C. S. N. confessou ter comprado o portão de dois homens conhecidos e que, portanto, não sabia que o portão era um objeto furtado. O acusado de furto, R. E. F. S., por sua vez, afirmou que, após saber da demolição do pátio da Emdurb, foi ao local e retirou o portão porque diversas pessoas estavam retirando materiais. PMU

quarta-feira, março 22, 2006

Novas regras para o velho jogo

Nas próximas eleições teremos as seguintes novidades no período das campanhas:

* Proibidos showmícios.

* Proibidos o uso e a distribuição de camisetas, bonés, canetas, chaveiros e brindes.

* Proibida a propaganda de candidato ou partido em jornais e revistas.

* Uma comissão da Câmara terá até 10 de junho para fixar o limite de gastos de cada candidato. Se não o fizer, caberá a cada partido estipular o gasto (o texto original delegava tal tarefa à Justiça Eleitoral. Agora, se a comissão não limitar, a farra está liberada. Cada um gasta o que quiser).

* Proibida a divulgação de pesquisas 15 dias antes das eleições.

* Os candidatos não precisam divulgar os gastos pela Internet durante a campanha. Somente 30 dias depois das eleições.

* A administração pública fica proibida de doar bens, valores ou benefícios em ano de eleições.

* Candidatos radialistas e apresentadores de televisão devem deixar suas funções na data da convenção do partido, em junho.

Passou na Câmara, agora vai para o Senado.

A determinação deverá valer para o Brasil, tenho dúvidas quanto a Ubatuba, onde cada um acha que pode criar suas próprias leis, como temos visto acontecer nos últimos tempos.

Sidney Borges

Cortem as cabeças!

Não basta que a Caixa Econômica Federal (CEF) assuma a responsabilidade pela violação do sigilo bancário do caseiro, e que o governo decepe a cabeça do seu presidente, Jorge Mattoso, homem de confiança da ex-prefeita Marta Suplicy.
É preciso ir além e responder a várias perguntas. Uma delas: quem soprou à direção da CEF que o caseiro tinha uma conta-poupança lá? São milhões de correntistas, pois não?
A violação da conta ocorreu enquanto o caseiro estava na Polícia Federal se inscrevendo no programa de proteção à testemunha e, para tanto, fornecendo todos os seus dados, incluindo o cartão de correntista da CEF.
O jornalista Marcelo Netto, principal assessor de comunicação de Palocci, teve algo a ver com a quebra do sigilo do caseiro como acreditam nove entre dez membros da CPI dos Bingos?
Por que o líder do governo no Senado, Tião Viana (PT-AC), e o senador Sibá Machado (PT-AC) souberam com antecedência e espalharam na tarde da última sexta-feira que viria bomba contra o caseiro Francenildo?
Quais foram os mandantes do crime contra o caseiro? Como operou a cadeia de comando? Quem mais participou dela?
Os métodos usados contra o caseiro já foram empregados antes pelo PT. Quem garante que aqueles que forem deixados à sombra agora não voltarão a agir?

Fonte: Noblat

Sechium edule pró Brasília

As maravilhas da merenda terceirizada

Afonso Ricca
Após o segundo dia de implantação da terceirização da merenda, as maravilhas tanto alardeadas, seja pelo Sr. Prefeito ou pela inexperiente Srª Secretária de Educação, já deixam a mostra o erro cometido e tanto denunciado à população e ao Ministério Público, primeiramente pelo Dr. Mauricio Moromizato e, posteriormente por mim, como membro do CAE – Conselho de Alimentação Escolar e por outras pessoas ligadas a problemática da merenda escolar em Ubatuba.
Na última sexta–feira (17 de março) foi realizada uma reunião entre a empresa Verdurama, terceirizadora da merenda escolar e os funcionários responsáveis por fazer a merenda nas escolas. Novamente os principais interessados e responsáveis pelas escolas, os seus diretores, foram excluídos de tal reunião. Mostrando o respeito que essa empresa e a Prefeitura Municipal tem para com aqueles que são responsáveis diretos por tudo que acontece ou deixa de acontecer dentro da escola.
Os produtos alimentares chegaram às escolas, nesta mesma sexta–feira, para o início na segunda–feira (20 de março) da merenda terceirizada. Só que ontem, dia do início da terceirização e hoje, muitas escolas, entre elas a EE Cap. Deolindo de Oliveira Santos e EE Dr. Esteves da Silva, não tinham merendeiras para fazer a alimentação para os alunos, no caso das escolas citadas, uma única merendeira para atender os 3 períodos. Cabe esclarecer que a empresa Verdurama foi comunicada deste fato ainda na semana passada antes do início da terceirização e não tomou as devidas providências para sanar tal problema. E por citar o caso das merendeiras, não foi promessa que todos os funcionários seriam aproveitados, sem exceção, e que passariam, uma vez contratados pela empresa terceirizadora, a ter carteira assinada com os direitos trabalhistas respeitados. Foram mesmo todas recontratadas?
Entre as diversas desculpas dadas pela administração municipal para a terceirização estava o fato de que a merenda servida pela Prefeitura era incapaz de suprir as necessidades mínimas recomendadas pela legislação e que tal suplementação seria feita através de um café da manhã servido aos alunos pela empresa terceirizadora. Hoje nos chega a denúncia, feita por um pai de aluno, que o propalado café da manhã nada mais é do que um suco artificial com 3 bolachas recheadas e que para o aluno ter direito a esse “lauto” café da manhã o mesmo deveria chegar antes das 7h00, ou seja, aqueles alunos que dependem de ônibus com horários determinados para chegarem à escola não usufruirão desse maravilhoso desjejum.
Ainda não sabemos, apesar das diversas explicações confusas dadas pela administração Eduardo/Patrícia de como serão auferidos a quantidade de merendas servidas para posterior pagamento a empresa já que a mesma receberá por prato servido e não foi feito tal controle nestes dois primeiros dias. Outra propaganda feita pela administração municipal é que as cozinhas que necessitassem de adequações as mesmas seriam feitas pela empresa terceirizadora. Nesse ponto, cabe-nos questionar se a empresa terceirizadora, privada e atuando com lucro, no ramo de alimentação, já tem devidamente expedido os alvarás de funcionamento de todas as cozinhas usadas para produção das merendas, devidamente vistoriadas e aprovadas pela vigilância sanitária. Está no contrato, ou não?
Outro problema verificado neste segundo dia é que muitas escolas e instituições tinham estocado alimentos fornecidos pela Prefeitura que não os recolheu nem os repassou a empresa terceirizadora. O que a Prefeitura pretende fazer em relação e estes alimentos?
Como professor de escola estadual e membro do CAE gostaria de saber da atual administração municipal se a mesma não pretende corrigir a falha histórica do Governo Estadual e continuar servindo merenda somente para os alunos do ensino fundamental como se os alunos que estudam no ensino médio não precisassem se alimentar durante o período de aula e não fossem alunos residentes em Ubatuba.
Aproveitando o espaço, e já que estamos em época de Plano Diretor Participativo, por que a atual administração não realiza uma conferência de educação nos moldes da Conferência de Saúde? Tendo em vista que os educadores podem ser os maiores aliados para a realização do Plano Diretor realmente participativo. Fica aqui mais uma sugestão.

Homenagem justa



A parceria Dominique-Uninter trouxe para Ubatuba o ensino superior à distância, o que vai propiciar aos nossos jovens a possibilidade de estudar sem viajar. O vereador Charles Medeiros, do PSB, propôs uma "Moção de Congratulações" aos donos da iniciativa, e esta foi entregue ontem. Na foto vemos Denise Paranhos, Charles Medeiros e Celsinho, da escola Dominique, no momento da entrega da moção. Parabéns a todos, a iniciativa será de grande utilidade para a cidade e merece aplausos.

Sidney Borges

Atendendo Ronaldo

Herbert Marques
Atendendo e-mail enviado pelo empresário e colaborador deste blog, Ronaldo Dias, solicitando uma análise sobre o processo de Reintegração de Posse que levou o nº 416/95 e que tramitou na 1ª Vara desta Comarca, tendo como partes a Prefeitura Municipal de Ubatuba contra Camping Clube do Brasil, fui até os autos e fiz uma pequena análise para atender o amigo.
Inicialmente, quero registrar que não farei comentários maiores que o necessário tendo em vista já existir inquérito administrativo proposto pelo Ministério Público da Comarca para apurar os fatos e certamente ação civil pública para punir os culpados. Contudo posso tão somente adiantar que trata-se de um “grilo” dos mais porcos já vistos no Judiciário de Ubatuba. O imóvel é da prefeitura e pior, a própria Prefeitura cadastrou parte dele como pertence aos ditos “posseiros”. Quando viram que a vaca iria para o brejo, venderam para incautos outorgando escritura pública de cessão de direitos possessórios.
As conseqüências desse ilícito me reservo ao direito de não comentar, ficando para os mais interessados, consultar os processos que são públicos, a disposição de qualquer um.

Quem está tentando enganar o povo?

O responsável pela comunidade Emaús, Jorge da Cruz, mostrou-se espantado com a nota divulgada pelo vereador Jairo dos Santos, intitulada “Mentiras e Mais Mentiras” onde o mesmo alegava ter feito uma visita à comunidade e que a padaria artesanal era mais uma mentira da administração municipal. “O vereador Jairo realmente esteve nos visitando no início da noite, mas na área da marcenaria, que inclusive já estava quase fechada”, conta Jorge. “Nós nem fomos até a área da padaria, pois estamos reformando o local e já estava escuro”.
Jorge ressaltou que ninguém mais do que a comunidade quer tudo funcionando, porém, com conforto e segurança. “Nós não estamos com pressa. Vamos terminar a reforma primeiro, para podermos trabalhar tranqüilos. Quem conhece o nosso trabalho sabe que sempre agimos dessa forma e continuaremos assim. Além de tudo, já estamos com a faca e o queijo nas mãos, porque todo o equipamento está aqui, completo, pronto para uso. Já até testamos o forno, e temos um padeiro na comunidade”, disse.
Quanto às lagrimas, Jorge conta que elas continuam a cair, mas são de emoção. “Fomos lembrados, entre milhares de entidades, para receber esse programa de padaria artesanal, estamos com o material aqui, a emoção continua grande, e será maior ainda quando sair a primeira fornada para comercialização”, planeja o responsável pela comunidade.
Quanto à nota publicada e assinada pelo vereador Jairo, Jorge conta que a comunidade não gostou do que leu. “Nós ficamos chateados. Quando a crítica não tem fundamento, quando não constrói, acontece um retrocesso. Estão chamando nossa comunidade, a prefeitura e a dona Lú Alckmin de mentirosos... onde já se viu”, protesta Jorge. “Dezenas de pessoas estiveram aqui, e foram testemunhas de um ato, verdadeiro, e que para nós da comunidade Emaús ficará marcado para sempre”. PMU

Alguém descruze os braços

Lucia Hippolito na CBN:
"Se algumas vozes sensatas do governo e da oposição não se sentarem para conversar nas próximas horas, a coisa vai esquentar cada vez mais.
Não é possível que as lideranças do governo não estejam percebendo que estão errando, e muito, quando dão corda à oposição para esticar a crise até os limites mais inimagináveis.
É preciso que os bombeiros entrem em campo, não para esconder o que quer que seja, mas para recolocar a discussão em níveis minimamente aceitáveis.
Estamos entrando numa campanha eleitoral complicadíssima, campanha contaminada por uma crise que insiste em não terminar.
E muito por culpa do governo, que continua dando tiro no pé e metendo os pés pelas mãos.
Já vamos para cinco dias da violação do sigilo bancário do caseiro Francenildo, e até agora nenhuma das autoridades responsáveis veio a público explicar o que aconteceu.
A conta do caseiro era na Caixa Econômica Federal. Onde está o presidente da Caixa, Jorge Matoso, que não apareceu para dar explicações ao distinto público?
É bom lembrar que a Caixa não é um banco privado. Não é sequer uma empresa de economia mista. A Caixa é uma empresa pública, o que significa que 100% de suas ações pertencem à União, ou seja, a todos os brasileiros.
Portanto, uma ilegalidade dessas que acontece nas dependências da Caixa Econômica tem que ser objeto de explicações muito detalhadas, fornecidas pelo próprio presidente da instituição.
Sei que é demais pedir que o presidente da Caixa seja demitido, o que aconteceria num país um pouco mais sério. Mas no Brasil, está ficando aflitiva a total falta de cerimônia de autoridades de todos os poderes.
Um cidadão, que estava sob a proteção do Estado, tem seu sigilo bancário violado por agentes do Estado, e o ministro da Justiça vem a público declarar que “é grave”. Só isso.
Compreendo que o ministro da Fazenda, superior hierárquico do presidente da Caixa Econômica Federal, esteja com alguma dificuldade de fazer valer sua autoridade.
Afinal, Antônio Palocci vem sendo diariamente desautorizado por ex-assessores, motoristas, caseiros, corretores de imóveis. Enfim, a fila é extensa.
Mas é inadmissível que o presidente da Caixa Econômica Federal considere que não deve satisfações à sociedade.
É preciso que vozes sensatas entrem em campo para mostrar ao governo que este não é um procedimento aceitável."

terça-feira, março 21, 2006

Ciclismo

Equipe de Ubatuba se destaca na Copa Máster

Laura Valesi Ennes
A equipe CCU/Adenosina/Nossa Caixa/Milly/Beach Energy/Arte Camiseta/Secretaria de Esporte e Lazer obteve excelentes resultados na 2ª Etapa da Copa Master e Feminino de Ciclismo, realizada no último domingo, dia 19, em São José dos Campos.
Após consagrar três campeões na 2ª Etapa do Campeonato Valeparaibano, a equipe demonstrou a mesma garra e conquistou mais três pódios neste evento.
A atleta Ana Carolina Ennes Houdjakoff, competindo pela categoria Elite Feminino, foi a campeã também nesta prova. O atleta, e técnico da equipe, Paulo Márcio Ferreira conquistou o 4º lugar na categoria Sênior A e o atleta Livio Poyares Torrents de Goes Telles, na categoria Open, terminou a prova em 8º Lugar.
Destaque para Robson Carlos Ribeiro que conquistou o 2° lugar na categoria Open.
Os demais atletas da equipe: Luis Felipe Ennes Houdjakoff, Brenno Poyares Torrents de Goes Telles, Jereelton de Oliveira, Flavio Zwag, Ricardo Feitosa e Luciano obtiveram bons resultados em suas respectivas categorias.
Os atletas agradecem a Secretaria de Esportes e Lazer, os patrocinadores e o apoio do presidente da Câmara, vereador Dr. Ricardo Cortes.

Notícias da Prefeitura

Comissão de Congelamento se reúne com comunidade do Bairro Bela Vista

A Comissão de Congelamento da Prefeitura esteve reunida no último sábado, 18, com a comunidade do Bairro Bela Vista com o objetivo de estudar a possibilidade de se congelar a área. A hipótese foi levantada após uma forte chuva que colocou em risco de desabamento duas casas no bairro. O coordenador do projeto, Claudinei Salgado, fez uma explanação e respondeu diversas questões dos presentes.
O ex- secretário de Meio Ambiente (da gestão anterior), Virgílio Pinto, esteve presente na reunião, fazendo críticas às ações realizadas pela prefeitura. Em resposta, Claudinei Salgado afirmou estranhar os questionamentos do ex-secretário, uma vez que a proposta de congelamento ao Ministério Público foi feita por ele. “A atual Administração apenas aprimorou a idéia e a colocou em prática. Nós acreditamos que simplesmente congelar – como era a proposta anterior - não basta. Por isso, estamos trabalhando para regularizar as áreas já ocupadas e implantar uma política de habitação para as famílias que se encontram em áreas de risco e preservação permanente”. PMU

Conferência


Parte dos duzentos produtores que prestigiaram o evento

I Conferência Municipal da Smapa lota salão da Igreja São Francisco

A primeira etapa da I Conferência Municipal de Pesca, Agricultura, Maricultura e Abastecimento foi um sucesso. Compareceram ao salão de eventos da Igreja São Francisco, sede do evento, no último dia 20, cerca de 200 produtores de todo o município. Ao todo, serão quatro etapas, em que gestores, trabalhadores e comunidades estão os rumos da pesca, agricultura, maricultura e abastecimento para os próximos 15 anos.
As conferências, de modo geral, têm o objetivo de fazer o levantamento e priorização das necessidades setoriais que servirão para compor o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado em Ubatuba. Na terça-feira, dia 21, aconteceu uma reunião técnica na região Sul. Nesta quarta-feira, 22, é a vez da região Norte e o fechamento da I Conferência será no próximo dia 27, novamente na Igreja São Francisco. PMU

Futebol feminino

Escolinha de Futebol feminino abre inscrições

O departamento de futebol da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Ubatuba abriu inscrições para a escolinha de futebol feminino. Podem participar meninas a partir de 8 anos. As inscrições devem ser feitas na sede da Secretaria, atrás do Ginásio de Esportes Tubão, das 8h às 17h, levando duas fotos 3X4 e cópia da certidão de nascimento. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3833-3818.

Natação

O departamento de natação da Secretaria de Esportes e Lazer divulgou a data para início das matrículas da modalidade para o ano de 2007. O período de matrículas para crianças entre 6 e 10 anos vai de 23 a 27 de outubro. Crianças com mais de 11 anos e adultos devem se matricular entre os dias 6 e 11 de novembro. “Estamos divulgando a data com bastante antecedência para que ninguém fique sem vaga. Conforme a data de matrícula for se aproximando intensificaremos a campanha de divulgação”, disse Bittencurt Jr., secretário de Esportes e Lazer de Ubatuba. PMU

Karatê

Karatê de Ubatuba inicia caminhada rumo à final do campeonato paulista

O Karatê de Ubatuba estará presente na 1ª Etapa Classificatória do Campeonato Paulista de Karatê, que acontece neste sábado, 25, em Caraguatatuba. Durante o campeonato haverá disputas nas categorias pré-mirim, mirim, infantil, infanto-juvenil, juvenil, júnior e adulto, em Kata e Shiai, masculino e feminino.
O torneio classifica os campeões de cada categoria para as finais do Campeonato Paulista que começam a ser disputadas em outubro. Ubatuba enviará uma delegação de aproximadamente 35 atletas, que treinam na Fundac, na Academia Nunes de Karatê e no Projeto Sol (EM Pref. Silvino Teixeira Leite).
“É grande a possibilidade de conquistarmos medalhas. O grupo é forte e vem competindo desde o início do ano, o que mantém o pessoal afiado” comenta Ednaldo Muniz, que atuará como atleta e técnico da FUNDAC.
O campeonato começa às 9h no Ginásio de Esportes CIASE. A equipe de karatê de Ubatuba tem o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. PMU

Jogos do Idoso

Melhor Idade de Ubatuba embarca para Jogos do Idoso

A equipe que representará Ubatuba no 10º JORI (Jogos Regionais do Idoso) embarca nesta quarta-feira, 22, pela manhã rumo a São José dos Campos. Os 49 atletas da equipe e a comissão técnica ficarão alojados na EMEF Profº Helio Augusto de Souza, na Vila Industrial. Valéria Carvalho, coordenadora das atividades da melhor idade da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, fala sobre o alojamento. “Teremos quatro salas a nossa disposição, onde poderemos alojar até 57 pessoas. Dividiremos a escola com Caçapava e Cruzeiro. Vai ser uma grande festa”, prevê a coordenadora.
A recepção acontece entre 9h e 12h, no Pavilhão Municipal de Exposições, para o “coffee break” de boas-vindas e apresentação do monitor que acompanhará a equipe de Ubatuba durante os jogos. Após esse horário todos os alojamentos servirão o almoço para as delegações; às 17 horas começa o Congresso Técnico onde serão confeccionadas as tabelas de todas as modalidades.
Na quinta-feira as competições acontecem a partir da 8h, envolvendo as modalidades bocha, buraco, damas, dominó, malha, truco e voleibol adaptado. A equipe de Ubatuba é composta por participantes do Projeto Atividade Física e Cidadania, desenvolvido por meio do Fundo Social de Solidariedade e da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de Ubatuba. PMU

Editorial

Cautela e caldo de galinha...

Hoje é dia de sessão na Câmara Municipal. Vou estar lá. Especialmente para assistir aos depoimentos da Tribuna Livre. Gosto de ver o povo falar. É uma prática pouco difundida no Brasil, mas que deve ser incentivada. As sessões da Câmara são públicas, o que lá é dito tem valor documental. Funciona como papel assinado em cartório, com firma reconhecida. Além do som, gravado pelas rádios, há o som e as imagens da televisão. Cautela, pois, aos depoentes. E aos que incentivam depoimentos polêmicos. Mudando um pouco de assunto, hoje tentei ouvir rádio e acabei por desistir. Fico nervoso com o uso indiscriminado do gerúndio. Vou estar fazendo, vou estar dizendo, fiquei torcendo para ver a pessoa que estava falando, estar calando. Gerundismo faz com que o praticante vire corcunda. A indignação foi tamanha que deixei de prestar atenção ao assunto, de meu particular interesse. Desliguei o rádio, um pouco mais eu o teria destruído a machadadas. Pobre língua portuguesa.

Sidney Borges

Partido Verde

Rasgando a história do Partido Verde – O caso Ubatuba

Golpe branco rasgou os estatutos do partido e instaurou Executiva alienígena, dissociada dos interesses do município. PV em Ubatuba, hoje, está na vala comum: é igual ao PFL ou o PL.

O PV – Partido Verde - como todos os partidos políticos brasileiros – rege-se por um estatuto. E o estatuto do PV define os seus objetivos e a forma de participação de seus filiados.
Entre os direitos do filiado ao PV está o de dirigir-se a qualquer órgão partidário para manifestar sua opinião e denunciar irregularidades.
É na condição de filiado, que passo a relatar a maneira pouco democrática e arbitrária com que a atual Executiva provisória tomou o poder em Ubatuba.


Golpe Branco

De forma irregular, rasgando os estatutos do partido, aproveitou-se a atual Executiva da renúncia do então presidente, Sr. Danilo Miranda, para, sem consulta às bases, convocar uma assembléia onde, sem a presença dos membros que compunham a Executiva com o Sr. Danilo, foi proclamada uma nova Executiva, num autêntico golpe, que partiu de pessoas que não tem nenhuma tradição ou militância dentro do partido.
Não houve a sucessão natural, que deveria acontecer com a saída do presidente e a assunção das responsabilidades deste pelo vice-presidente eleito, até que se fizesse uma nova eleição. De forma sorrateira, pelos cantos, ao arrepio do estatuto, um grupo alienígena ao partido chegou ao poder, conseguindo fazer valer sua vontade, ao arrepio do estatuto e da história democrática do partido.
Não há, nos estatutos do partido, forma de realizar tal manobra, pelo menos de forma legal. A mesma foi executada ao arrepio da lei partidária e deve ser reprimida, a qualquer custo, sob pena de jogar o PV na vala comum dos golpes e negociatas. Repito: Havia no município uma Executiva Municipal atuante, forte e, principalmente, independente.

Nova Ordem

Estranhamente, os filiados autênticos, os militantes e candidatos que defenderam a sigla do partido nas eleições de 2004 foram colocados à margem, emergindo desta convocação uma “nova ordem”, que não possui nenhuma semelhança com a história do partido em Ubatuba.
Uma “Nova Ordem” composta por elementos que não têm militãncia, nem história no partido. Quem lutou, ofereceu sua cara a tapa, foi defenestrado.
Para eles, os militantes não precisam aparecer. Aliás, militantes e membros do partido só são interessantes na época das eleições, para trabalharem nas campanhas. As discussões sobre os rumos políticos do partido, para esta “Nova Ordem”, não precisam ser levadas ao conhecimento da militância. Basta que as “cabeças pensantes” estejam de acordo. Adeus à democracia!

Desmobilização e isolamento

Levantada a barreira oligárquica, a imagem do Partido Verde em Ubatuba, hoje, não mobiliza, não empolga, não aglutina. É o retrato de seus membros: isola os que que têm história, militância e deram seu esforço para a construção do nome PV em Ubatuba. Esquecem-se que as eleições são feitas pelos militantes, pelos candidatos, principalmente os que estão nos bairros e conhecem a realidade da população.
A Executiva golpista não conhece os bairros, nunca esteve nas periferias. Não amassa barro para ir ao trabalho. Prefere ser pragmática, tratando com as lideranças já formadas, ao invés de formar novas consciências. Hoje, o PV em Ubatuba em nada difere do PFL ou do PL.
O PV é a vanguarda, é o avanço. O PV sacode o conservadorismo, abrindo novos caminhos. Ou não seria PV. Não haveria a coragem de um Fernando Gabeira, de dizer na cara dos acomodados o que estava entalado na garganta de cada brasileiro. Não haveria porque lutar por mudanças radicais, por progresso social, pela preservação do meio ambiente e do desenvolvimento sustentável.
A Executiva golpista gosta de gabinetes refrigerados, mas não é reconhecida nas ruas. Em suma: não fala a língua do povo, não tem o respeito da população, colocando em risco a continuidade do partido de forma independente e democrática em Ubatuba.

Ditinho do PV
 
Free counter and web stats