sábado, março 04, 2006

Ubatubanas II

Republicaçào
Vá tomar banho é uma afirmação imperativa. Busca remeter alguém a um ato prazeroso.
Bem, pelo menos eu penso dessa forma, gosto dos banhos, sejam eles de mar, piscina ou chuveiro.
Nem sempre foi assim no Brasil. Mesmo porque o chuveiro elétrico é coisa recente, bem como o banheiro interno. Antigamente ia-se à casinha, que era o banheiro, literalmente uma casinha separada do corpo principal da casa.
Na época do Império os banhos eram considerados aviltamento. D João VI, com uma ferida na perna, agravada por estar sob os restos de uma meia semi-apodrecida, recebeu ordens médicas de banhar-se.
Que ultraje! Foi a resposta complementada pela exclamação: no fim do ano talvez!
Os imigrantes europeus que aqui aportaram para substituir os negros na lavoura, também não eram chegados à higiene pessoal.
Banho só aos sábados, nos dias restantes quando muito se lavava o rosto e os pés. Os franceses inventaram uma boa forma de camuflar odores corpóreos. Perfumes.
Perucas empoadas e perfumes. Até hoje preferem os perfumes aos banhos.
Dos costumes ancestrais ficou a ofensa no envio de alguém aos banhos. Vá tomar banho é um xingamento! Equivale em intensidade de afronta ao mencionar de certa parte do corpo das mães.
Os índios gostavam de banhar-se e também tinham mais consciência corporal.
Vestiam–se de acordo com o clima, isto é andavam nus. No calor dos trópicos é a melhor roupa.
Foi a cultura que acabou prevalecendo. Hoje os civilizados usam pouca roupa e tomam banho.
Em tese, há muitos que ainda preferem o comportamento felino, isto é, lavam apenas as mãos e o rosto.
Em Ubatuba, há alem da proximidade do mar, a influência indígena.
As pessoas se acostumaram aos banhos, embora um caiçara autêntico, o Zé Bode Véio, afirmasse que nunca tomou um banho na vida.
Era percebido na cidade quando estava na praia das Toninhas e o vento soprando do Sul. Desapareceu após tomar um litro e meio de Ubatubana e dormir na areia. Teria sido recolhido pelo caminhão de lixo, transformado em adubo e exportado para o Canadá.
Foi o fim do acordo Brasil-Canadá de intercâmbio de fertilizantes. O fato é que após o desaparecimento de Bode Véio morreu parte da lavoura do país do norte. Há quem culpe a Ubatubana pelo feito. Outros dizem que foi excesso de azul-marinho com coentro.

Sidney Borges

Bastão do Imperador



A flor em questão tem apelo, como diriam nossos irmãos d’além mar. É impossível não reparar nela, e quando isso acontece faz sentido o nome. Olhe a parte central. Logo as folhas cairão e restará uma haste grossa encabeçada pelo ornamento que os artesãos dos reis cuidaram de imitar em prata de lei.

Sidney Borges

Luz Para Todos

No dia 02 de fevereiro último, o vereador Charles Medeiros encaminhou ofício 55/06 ao DEPRN solicitando informações referentes aos procedimentos e documentos que se fazem necessários para a efetivação do Programa Luz Para Todos na Praia do Perez, Região Sul de Ubatuba.
Em resposta a solicitação do vereador foi encaminhada através do ofício 073/06 ETU cópia de portaria onde estabelece um padrão simplificado para instrução de processos, na qual norteia os procedimentos administrativos para instrução de processos nesse Departamento. O documento esclarece ainda que para a Região Sul existe um procedimento administrativo próprio arquivado naquele departamento, onde consta um projeto aprovado para eletrificação da Praia do Perez e demais informações pertinentes ao assunto.
O vereador Charles Medeiros vem desde seu primeiro Mandato lutando para a implantação da benfeitoria na localidade, pois energia elétrica permite á inclusão social em nossa sociedade. “Temo que o prazo do programa Luz Para Todos se expire e muitas comunidades fiquem sem a efetivação do programa, pois em outros tempos, isto já aconteceu”, afirma Charles Medeiros.

Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Notícias do Legislativo

Dr. Ricardo apóia Pré-Conferências de Saúde

O Presidente da Câmara, vereador Dr. Ricardo Cortes (PV) está dando total apoio à iniciativa da Prefeitura que, através da Secretaria Municipal de Saúde e do Conselho Municipal de Saúde, estará realizando no próximo dia 07, terça-feira, as Pré-conferências de Saúde.
Dr. Ricardo, que é médico, enfatizou que as pré-conferências são de grande importância, não só para o município, mas principalmente para a população, já que a saúde é um serviço prioritário. “Descobrir as reais necessidades na área de saúde significa trazer qualidade de vida e segurança para a população”, disse o presidente.
Os resultados das pré-conferências serão apresentados na IV Conferência Municipal de Saúde, entre os dias 28 e 30 de abril, e que neste ano trará como tema “Saúde, Vida e Responsabilidade”. “Atender as necessidades da coletividade é o nosso principal objetivo, como médico e como representante do Legislativo, por isso dou meu total apoio a esta iniciativa, procurando sempre colaborar com a melhoria da saúde em Ubatuba”, finalizou.

Fonte: Laura Ennes - ASCOM

Ciclismo


Sônia Molina ao lado da equipe de Ubatuba e do técnico Márcio Ferreira

Liga Valeparaibana promove festa de premiação

Laura Ennes
A equipe CCU/Nossa Caixa/Adenosina/Beach Energy/Milly/Arte Camiseta/SMEL Ubatuba, esteve presente na festa de confraternização e premiação dos campeonatos 2004 e 2005 realizados pela Liga Valeparaibana de Ciclismo.
O encontro aconteceu na cidade de São José dos Campos, no último domingo, dia 26, reunindo atletas e técnicos de equipes de várias cidades do Estado e da região. A presidente da Liga, Sônia Molina, organizadora da festa, agradeceu a presença ilustre do Presidente da Federação Paulista de Ciclismo, Marcos Mazzaron e de todos atletas e familiares que prestigiaram o evento.
A equipe de Ubatuba foi agraciada com troféus de 4º lugar no ranking geral no ano de 2004 e 6º lugar no ano de 2005. A atleta Ana Carolina Ennes Houdjakoff foi premiada como destaque revelação feminino do Vale em 2004 e 2005.
Na ocasião Ubatuba fez a apresentação da nova equipe profissional e do novo uniforme.

Um pouquinho do PTB

Fundado por Getúlio Vargas em 15 de maio de 1945, o Partido Trabalhista Brasileiro surgiu como resposta aos anseios da população por um sistema político que - obstinasse a necessidade de captação de recursos externos, necessários à constituição de uma infra-estrutura básica, desenvolvimentista - privilegiasse o capital nacional e garantisse ao trabalhador uma legislação regulamentadora de seus direitos. Nesse momento, o PTB nasce junto com uma nova Constituição, a de 1946, e coloca como fundamento a ênfase especial na valorização da força de trabalho, ponto de partida para o efetivo desenvolvimento nacional.
A principal herança Getulista é, sem dúvida, “a Consolidação das Leis do Trabalho”, fruto do pensamento trabalhista emergente à época e que se mantém atual. Isso porque o PTB acredita e defende a harmonização das relações entre o Capital e o Trabalho, com prevalência deste último, pois, genericamente, pode-se afirmar que a origem do capital está intimamente relacionada ao princípio do trabalho acumulado. O Brasil mudou. O mundo mudou. Por isso, o trabalhismo brasileiro busca a modernidade sem abrir mão de ideais e suas convicções. O primeiro compromisso do Partido Trabalhista Brasileiro, sustentado até hoje e reafirmado nas diretrizes partidárias aqui apresentadas, é com o trabalhador, independente de sexo, credo ou estratificação social e sem discriminar entre o trabalho físico e aquele considerado trabalho intelectual. Da mesma forma, a preservação e valorização das riquezas nacionais, aí entendidas as de ordem natural e aquelas geradas a partir do trabalho ou da associação entre capital e trabalho.
O PTB nasceu, cresceu e faz historia por seus ideais e sua coragem de lutar, o novo Diretório do PTB de Ubatuba, nasceu da necessidade de se criar em Ubatuba um partido voltado ao bem e ao crescimento da cidade.
Hoje o PTB de Ubatuba é um partido que cresce e cria sua forma cristalina e séria de se fazer política, com base na dignidade, respeito e honestidade para com o povo de Ubatuba.
Dizer que o idealismo morreu, e a política séria já não existe mais, alem de ser demais negativista, é sem duvida incoerente, já que o homem se deferência dos animais por seu intelecto e por sua alma, alma esta que necessita sempre progredir, e mais, a maioria das pessoas são de bem e trabalhadoras, sendo assim, na política não foge a regra, mas a nossa ignorância nos faz prestarmos mais atenção nos corruptos e ladrões, e criamos a imagem que nenhuma pessoa que se envolva em política presta.
Temos que mudar esse pensamento, só assim todos pensaram duas vezes antes de votar e valorizaram muito mais o voto, que vale muito...
... vale um futuro melhor para nós e nossos filhos.
Falei um pouquinho do PTB, Partido que tem historia.
Conto um pouco da historia do partido que tenho orgulho de fazer parte...

Marcio Barbosa Gonçalves
Secretario Geral do PTB de Ubatuba

Notícias da Prefeitura



Sol e alegria marcam carnaval histórico em Ubatuba

Milhares de pessoas lotaram as praias de Ubatuba nesses quatro dias de carnaval em Ubatuba, que contrariando o título de “Ubachuva”, brindou os turistas com muito sol e calor. A programação de carnaval da Prefeitura Municipal de Ubatuba levou atrações aos quatro cantos da cidade. Pela primeira vez, foram realizados eventos nas regiões norte, sul, centro e oeste. Carros de som, trio elétrico, bandas, decoração nas avenidas, banheiros químicos, além das equipes de trânsito, Guarda Municipal e Polícia Militar, garantiram um Carnaval histórico para os foliões que vieram a Ubatuba.
Diversos comerciantes da cidade relataram que foram cinco dias de movimento constante, que fizeram com que alguns estabelecimentos tivessem que realizar várias reposições de estoque. A comerciante Adriana Rosa, proprietária do restaurante e pizzaria Habacook, comemora o feriado bem trabalhado. “Fazia tempo que não tínhamos uma movimentação como essa do carnaval. Tanto no salão, com capacidade para 120 pessoas, quanto no delivery, acho que foi nosso melhor carnaval”, disse Adriana.
Na opinião do prefeito Eduardo César, diversos fatores contribuíram para que este carnaval fosse o melhor dos últimos anos. “Um grande esforço foi feito no sentido de divulgar nossa cidade para todo o país. Estamos investindo na promoção de eventos e contatos com as diversas mídias que trazem para nós um grande retorno publicitário. Fora isso, o bom tempo ajudou bastante e a festa de carnaval foi levada a todas as regiões da cidade”.

Nos quatro cantos

A abertura aconteceu na sexta, 24, com o bloco Galo da Meia Noite arrastando uma multidão pela av. Iperoig, o que acabou por surpreender aqueles que esperavam um carnaval tímido na região. No sábado, o Carnaval aconteceu com força total na região norte da cidade, na praia de Ubatubamirim, que recebeu trio elétrico e a banda Bragadáketu, sucesso em Salvador. “A cidade é linda, e tivemos uma excelente receptividade por aqui, tanto por parte da Prefeitura como por parte do público, que adorou o nosso repertório”, afirmou o baiano Braga, vocalista da banda.
O destaque de público e animação foi para a região Sul. Na Maranduba, o trio elétrico foi montado de frente para a praia, contando não apenas com a presença da banda Bragadáketu, mas com o grupo de dança Swing do Axé e de dois animadores, que agitaram mais de 10 mil pessoas até o início da manhã de terça. Associações de bairro, comerciantes e público em geral aprovaram mais esta novidade. “Agradeço o prefeito pelo investimento na Maranduba que nunca recebeu algo tão grandioso como este Carnaval, já que a região norte sempre foi esquecida pelas administrações anteriores”, afirmou a vereadora Luciana Machado. “Espero que possamos continuar contando com o apoio que a Prefeitura vem nos dando, para elevar nossa região ao status que ela merece”, completou a vereadora.

Fechando com chave de ouro

No último dia de Carnaval, a Prefeitura concentrou todos os esforços na Av. Iperoig, região central de Ubatuba, trazendo a banda Bragadáketu, os grupos de dança, animadores e locutores para realizar a apoteose do Carnaval. Milhares de pessoas se divertiram até as 4 da manhã. “É disso que a cidade precisa, de agito no Carnaval. Tanto os moradores como os turistas têm o direito de se divertir durante a mais tradicional festa do Brasil, e a Prefeitura cumpriu com o seu papel”, disse o jovem Paulo Marcondes, morador do bairro da Estufa e um dos mais animados foliões daquele dia.
A Secretaria de Turismo de Ubatuba avalia positivo o saldo do Carnaval, em relação aos anos anteriores. “Foi um Carnaval com baixíssimo índice de violência e vandalismo, fatos que ocorriam com muita freqüência nesta época do ano. Os acidentes com vítimas fatais foi o menor em muitos anos, o que denotou uma característica diferenciada em nossa cidade”, avalia o secretário, Luiz Felipe Azevedo. PMU

Pesca Esportiva



Temporada paulista de Pesca Esportiva começa em Ubatuba

Taça Cidade de Ubatuba serve de aquecimento para primeira etapa do Campeonato Estadual

O Clube de Pesca de Ubatuba realiza neste final de semana, 4 e 5, na Praia do Cruzeiro, a Taça Cidade de Ubatuba de Pesca Esportiva de Arremesso. O torneio é individual e será disputado nas categorias masculino, feminino, máster e juvenil, federado e avulso.
As inscrições podem ser feitas no local do evento das 10h às 12 h. O início das atividades no sábado está marcado para as 13h, com termino às 17h30. A pesagem será feita em seguida. No domingo a prova começa às 8h e termina às 12h30, com pesagem e premiação em seguida.
A realização da Taça Cidade de Ubatuba de Pesca é do CPU (Clube de Pesca de Ubatuba), com direção da Confederação Brasileira de Pesca e Desportos Subaquáticos, fiscalização Federação Paulista de Pesca, apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba, Associação Comercial de Ubatuba, Máxima Transportes, Serralheria Gradil, Casa Nova Materiais para Construção, P&J Funilaria, Madelli Praia, Centertudo, Otto Motos, MR Manutenção Residencial e Bicicletaria do Cláudio.
Campeonato Paulista – A primeira etapa do Campeonato Paulista de Pesca acontece em Ubatuba no próximo dia 19. A elite da pesca esportiva do estado de São Paulo estará reunida na Praia do Cruzeiro para o início da busca do título de melhor pescador de 2006.
A prova tem inicio às 8 horas, com troca de boxes a cada hora. O termino está previsto para as 13h. PMU

sexta-feira, março 03, 2006

Sítio Respingadouro, Ubatuba




Governo Lula

Às vezes, se faz comparação com outros governos, mas acho que nunca houve um tão submisso às condições impostas pelos credores do que esse atual governo.

Do presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal-arcebispo Geraldo Majella Agnelo

Você sabia?

Editorial

Ubatubices

A temperatura está alta. Poucas vezes senti tanto calor como nos últimos dias. Também é impossível ignorar o aumento da temperatura política. Nos dias carnavalescos recebi alguns documentos que supostamente mostram irregularidades fundiárias, que como eu já disse, é eufemismo para grilagem de terras. Como atingem pessoas que ocupam cargos de relevância na cidade, e como Direito não é exatamente a minha praia, solicitei ajuda. Pedi que alguns amigos advogados examinassem o material. Eles foram unânimes. Não há nada de irregular nos documentos. São práticas comuns em Ubatuba que se não constituem base para uma ação acusatória carregam um viés ético passível de discussão. Homens públicos devem cuidar da imagem cem por cento do tempo. Por outro lado, a ação protocolada na Câmara, que pede a cassação do Prefeito, não deve causar tanta celeuma. Se nada há de relevante, será arquivada. Se houve dolo, o autor é passível de interpelação. O que não pode haver é uma tempestade em copo d’água, o que os ingleses chamam de overreaction, que parece estar tomando forma. É preciso calma. A verdade é soberana, como dizia minha sábia avó, cedo ou tarde todos acabam sabendo de tudo da vida de todo mundo.

Sidney Borges

Onde há fumaça, há fogo?

Senhor Editor,

Lendo a matéria “Passando a limpo...” assinada por Marcos Gilheta e Mara Cibele Franhani e publicada no Ubatuba Víbora, não entendi a razão do nervosismo patente no texto.

A matéria "
Olho na Comtur", escrita por um dos colaboradores d’O Guaruçá, é um alerta aos vereadores de Ubatuba, tendo em vista a situação em que se encontra a empresa.

Sendo citado, informo ao "ghost writer" (não sei se é também um "ghost thinker") que não necessito de um dicionário para saber o sentido do vocábulo "previsão" de arrecadação. Sempre que faço "previsões" são sobre assuntos que tenho conhecimento suficiente para que as mesmas se concretizem dentro da margem de erro pertinente. Quanto a falta de senso crítico que me impôs, de modo sub-reptício, deixo aos leitores a conclusão do assunto, recomendando a leitura da matéria "
Olho na Comtur", para uma melhor aferição.

Onde há fumaça, há fogo?

Luiz Moura
Editor d'O Guaruçá e Redator do UbaWeb

Fábula IX

Rogério Frediani
E o carnaval também passou pela cidadezinha, e com ele a temporada, e com ela a esperança de rever milhares de pessoas circulando pelas praias, ruas e comércio, até o início do próximo verão.
Quem contabilizou lucros a partir de agora começa a correr atrás do prejuízo durante os próximos nove meses, quando provavelmente a cidadezinha irá se preparar para o parto de novas atrações. A gestação vai ser longa.
O que esperar da cidadezinha nos próximos meses? Eventos registrados no calendário turístico, que nunca atraíram público de fora, alguns campeonatos de surf e talvez uma ou outra atração de grande porte no intuito de divulgar a cidade. A temporada foi longa e talvez para os detentores do poder e seus colaboradores, que devem fazer o turismo funcionar, seja hora de tirar o time de campo e gozar umas pequenas férias depois de tanto trabalho para melhorar a economia da cidadezinha.
Talvez uma pequena estadia na Ilha do Mel para levar a família surfar, uma vez que as ondas da cidadezinha já estão marejadas. Que ironia! Justamente a cidadezinha que detém o título de “Capital do Surf” leva seus moradores, muitas vezes ilustres, a procurar outras ondas. Que Lua de Mel esta na Ilha do Mel hein?
Bem, voltando ao assunto da pós-temporada acho que não será preciso consultar algum guru com bola de cristal para saber que a partir de agora a cidadezinha entrará em fase Lunar e Solar desfavorável, afinal, se comparada com a pós-temporada do ano passado, as previsões podem ser desestimulantes e desanimadoras para a economia.
Mas a esta altura todos estão cansados na cidadezinha e batendo palmas para a temporada que passou e como estão contabilizando os lucros certamente não terão olhos para ver que o sucesso da temporada foi a insistência do brilho do “Astro Rei” durante os últimos 70 dias, porque além do sol e das lindas praias da cidadezinha, nada de mais interessante aconteceu para atrair o público e se não aconteceu no período mais importante para a economia, que dizer dos próximos nove meses? Tomara que a cidadezinha sobreviva mais um ano.

Imprensa objetiva

Na Folha Online de hoje

No alto da página:
Serra decide disputar a presidência.

Um pouco abaixo, nas chamadas do jornal impresso:
Vacilante, José Serra se mantém isolado.

Estou sem saber. Decidiu ou não decidiu? Vai disputar ou não vai?

Sidney Borges

Maranduba

PROJETO TURISTICO MARANDUBA/LAGOINHA

Foi realizada a 1ª reunião com a presença das seguintes pessoas:
Fernando Pedreira – Pedro Resende – José Carlos Cusato – Ezio Pastore Jr. – Jorge Lee – Carlos Alberto Carmo – Agenor Benedito dos Santos – Pedro Ferreira Carneiro – Carlos Pisa – Wilson R. Cheachirini – Carlos Alberto Matias – Jairo Felipe Felix dos Santos – Marcelo Yagi – Ezequiel dos Santos – Isabel A. Derghan – José Maria Patrício – Motanyos Derghan – Luciana Resende.

Ficou decidido o seguinte:

Por unanimidade levarmos adiante projeto turístico junto com o Sebrae no P.D.T.R. (Plano de Desenvolvimento Turístico Receptivo) .
Que o Sr. Pedro Resende irá verificar o que será mais viável, regularizarmos associação já existente ou fundarmos uma nova, em virtude da exigência do Sebrae.
Que cada um se esforce em trazer pelo menos mais um militante para o nosso projeto.
Que nos uniremos ao Ubatuba Viva no que tange as reivindicações e fiscalizações dos órgãos públicos de forma sistemática que é o objetivo principal do Movimento.
Que na quarta feira próxima levaremos as seguintes reivindicações para que junto com as do Ubatuba Viva sejam enviadas a Prefeitura:
Restabelecimento imediato do Pronto Atendimento no Posto de Saúde da Maranduba.
Lixeiras na praia
Pontes do Rio do Boi e da Maranduba
Ação contra os caramujos – de forma sistemática até a erradicação dos mesmos.
Intimação aos proprietários de lotes abandonados para que sejam limpos e murados o que beneficiará na ação anterior.
Fiscalização dos comércios irregulares inclusive da praia.
Iluminação na estrada do Sertão da Quina.
Saneamento Básico URGENTE.
Que nossas reuniões continuarão sendo de Quintas Feiras as 19 horas EM PONTO, no mesmo local ou seja Av. Marginal 382 Maranduba – Baln.Sta. Cruz. Km. 75,5 da rodovia entre o Ubá- Oba e a Padaria Maranduba.
Ubatuba 29 de abril de 2004.


Fernando Pedreira
Maranduba

Bom exemplo

O verdadeiro alicerce de uma vida

Marcio Barbosa Gonçalves
Não podemos abandonar nunca nossos ideais, eles são a base de nossas vidas, tem gente que trabalha a vida inteira e não consegue produzir nada a mais do que o essencial para sua sobrevivência, isso pode acontecer por vários motivos, a falta de oportunidades oferecida pela sociedade, por uma falta de orientação dentro de casa no decorrer da infância e da adolescência, e outros motivos mais, mas de quem é a responsabilidade pela ignorância, falta de conhecimento, pela falta de uma educação básica para uma pessoa construir pelo menos o mínimo para seu futuro, ou até mesmos para ensinar e preparar seus filhos para a vida? ( que convenhamos em lugar nenhum do mundo não é fácil.)
Respondo sem sombra de duvidas, essa responsabilidade é nossa, de todos nós, a cada novo aprendizado, nos tornamos mais responsáveis pelo que acontece ao nosso redor, por exemplo eu nasci de um lar humilde, meu pai trabalhou sua vida inteira para nos dar com muito sofrimento educação, um futuro melhor do que o que havia tido, mas nunca esqueceu o próximo, ele era violonista e quantas vezes o vi, chegar cansado em casa depois de um dia inteiro de trabalho e tomar banho rápido para ir tocar em algum jantar ou festa beneficente, na época o que chamava a minha atenção é que raramente alguém vinha agradecê-lo pelo tempo e esforço que havia feito.Dizem que as pessoas tem memória fraca,
que esquecem rápido a ajuda que recebem e que o ser humano é por natureza ingrato. Mentira, aprendi tempos depois que quando se faz algo de coração, não se é esquecido, meu pai ficou muito doente, ele morreu de câncer, e eu presenciei pessoas aos montes, que o ajudaram na sua época mais difícil, já se passaram mais de dez anos desde sua morte, e até hoje quando falo que sou filho do Zezinho bilheteiro ou do Zezinho que tocava violão, só ouço historias bonitas sobre meu pai, ele foi uma pessoa especial,um exemplo de trabalho, honestidade e de amor ao seu próximo, Zézinhos como ele existem muitos, esse é o típico brasileiro, trabalhador, amigo, que pensa no seu próximo, mas essa minoria que rouba, que é egoísta, que só quer para si, tentam nos fazer acreditar que ser honesto, que pensar no próximo, que ganhar a vida com o próprio suor é ser idiota, é ser burro.
A vida nos prova todos os dias que ser bom, honesto e que pensar no próximo, só faz bem, talvez não financeiramente, mas para alma, ao fazer algo de bom, você esta deixando a sua marca no mundo, esta preparando seu filho para um caminho de vitórias, não sei se vou conseguir ser como meu pai, mas vou tentar, com certeza irei cometer muitos erros, mas terei forças e humildade suficientes para pedir desculpas e consertar meus erros. Talvez eu não consiga fazer tudo que sonho, mas deixarei base para meus filhos, e acima de tudo um bom exemplo.
Se todos nós fizermos como diz em um comercial que esta passando na TV, ‘se não pode fazer tudo, faça tudo o que puder”, a nossa cidade, nosso país, nosso mundo com certeza será um lugar melhor para todos nós e para a nossa futura geração e para terminar uma outra frase que muito me chamou a atenção:
Vergonha, não é ser pobre...
...É ser ignorante.

“NOVAS OPÇÕES”

Corsino Aliste Mezquita
O COLÉGIO DOMINIQUE fez interessante convênio com a FACINTER, FATEC INTERNACIONAL, UNINTER e IBPEX de Curitiba, para ministrar cursos técnicos de nível universitário e Normal Superior, nas suas dependências de Cidade Carolina. Ubatuba não pode deixar de aproveitar e prestigiar as oportunidades de formar novos profissionais, em dez cursos, superiores, à distância, baixo custo, rápidos, sem sair do município e sem a necessidade de passar horas viajando de ônibus ou tendo que se afastar ou demitir do emprego e alugar apartamento em cidade universitária.
O convênio do Colégio Dominique é, mais um passo, para fazer de Ubatuba uma cidade universitária com diversidade de opções e de cursos.
Todos aqueles que possuem curso completo de Ensino Médio (antigo 2° Grau) e que por diversos motivos não tiveram oportunidades de continuar seus estudos em nível superior, terão novas e interessante opções a partir de agora, no Colégio Dominique.
Um dos cursos oferecidos é o Normal Superior. Nele fixaremos nosso foco.
Sempre ligado à educação e, dentro de meus limites, estimulando os colegas a progredir e se atualizar, ultimamente, estava preocupado com a formação de professores para a pré-escola e as quatro primeiras séries de ensino fundamental. Com o encerramento das atividades dos cursos normais gratuitos e os poucos atrativos salariais da profissão de professor (a), a curto prazo, faltarão profissionais competentes para o exercício da profissão mais necessária à construção de uma sociedade harmônica, progressista e pacífica. Nessa óptica consideramos necessário o oferecimento de facilidades para os candidatos ao magistério, assim como convênios das prefeituras, com universidades e institutos, para oferecer bolsas de estudo para cursos de formação, estimular cursos de pós-graduação e criar um sistema de formação continuada em serviço, que permita manter seus profissionais atualizados e motivados.
O curso Normal Superior que está sendo oferecido não deve ser entendido como concorrente do curso de Licenciatura em Pedagogia da UNITAU. Este deve ser preferido por todos aqueles que tenham oportunidade de cursa-lo. A nova opção é, mais uma possibilidade, para aqueles que por limitações econômicas ou de tempo não puderam realizar os ideais que faz tempo acalentavam.
Sejam bem vindas para Ubatuba a FACINTER, FATEC INTERNACIONAL, UNINTER e IBPEX. Esperamos que bastante contribuam para o desenvolvimento educacional e o progresso global dos jovens do município de Ubatuba.
Parabéns ao Colégio Dominique por recebe-las e convenia-las. Ubatuba sente-se agraciada por ver idealistas que investem no que pode melhorar seu presente e projetar seu futuro: A EDUCAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DA INTELIGÊNCIA.

Notícias da Prefeitura

Centro de Triagem está em fase de conclusão e deve reduzir número de andarilhos

A Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social trabalha ativamente para a implantação de um “Centro de Triagem” em Ubatuba. Segundo a secretária da pasta, Kátia Nunes, o projeto aguarda apenas a liberação de verba por parte do Governo do Estado para sair do papel. “Já fizemos os estudos necessários e agora aguardamos os últimos acertos para dar início aos trabalhos. Estamos estudando alguns locais para a instalação do Centro. Tão logo a verba de 150 mil reais seja liberada, o Centro começa a se transformar em realidade”, disse Kátia.
O “Centro de Triagem” será um local de abrigo provisório a migrantes e moradores de rua, que durante um período máximo de quatro dias serão atendidos integralmente, até o encaminhamento a seus locais e origem. Durante esse período será feita uma triagem para localização de familiares e checagem de documentação e antecedentes.
“Durante a curta estada incentivaremos as pessoas a produzir em alguma área, seja cuidando da limpeza ou da horta, todos terão alguma atividade”, disse a secretária.
As pessoas receberão alimentação e ficarão sob responsabilidade da Secretaria até o embarque para suas cidades de origem; nos casos em que seja necessária internação as pessoas serão encaminhadas até uma casa de recuperação, até que estejam aptas a serem reintegradas à sociedade.
Com essa medida a Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social pretende reduzir o número de andarilhos pela cidade, dando um atendimento digno às pessoas que necessitam de apoio para prosseguir suas vidas. PMU


Cursos de geração de renda têm grande procura

Inscrições superam expectativas e novas turmas podem ser formadas

A Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria de Cidadania e Desenvolvimento Social inicia na próxima segunda-feira, 6, os cursos de cursos de geração de renda nas áreas de artesanato e alimentação. Devido ao grande sucesso dos cursos em 2005 as vagas para algumas unidades, inclusive a centro, já estão esgotadas. “Já recebemos aproximadamente 500 inscrições. Se nos próximos dias a procura ainda for grande, estudaremos a possibilidade de abertura de novas turmas”, disse Sandra Nogueira Neto, coordenadora de Ação Social da Secretaria.
As aulas de artesanato acontecerão no Centro (sede da Secretaria), Perequê-Açu, Fazenda da Caixa, Sertão da Quina, Almada, Maranduba, Perequê Mirim, Marafunda, Picingüaba, Corcovado, Camburi e Folha Seca; já os cursos de alimentação estão programados para o Centro e Maranduba. Os interessados podem obter mais informações sobre vagas disponíveis através do telefone 3832-6038.
2005 - Em 2005 aproximadamente 700 famílias em situação de vulnerabilidade socialforam atendidas com os cursos e ao final das aulas cada participante recebeu um kit para dar início à sua produção. PMU


Inscrições para Triathlon têm preço mantido até dia 6


As inscrições para o Reebok Triathlon Long Distance continuam abertas e os valores estão mantidos até o próximo dia 6. As inscrições seriam reajustadas na última quinta-feira, 2, porém, devido ao feriado de carnaval, os organizadores decidiram estender o prazo.
O Reebok Triathlon Long Distance acontece no próximo dia 2 de abril é a primeira das três etapas do Circuito, (as outras são Caiobá -PR, no dia 6/8, e Pirassununga - SP, no dia 26/11) quee tem três modalidades: o Long Distance, com 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida, na Elite e Amador; o Revezamento (mesmas distâncias do Long); e o Short Distance, com 750 metros de natação, 20 km de ciclismo e 5 km de corrida, para triatletas federados e não federados.
As inscrições para a prova podem ser feitas pelo site
www.ciadeeventos.com.br . Os valores válidos até o dia 6 são os seguintes: R$ 400,00 (Elite) e R$ 380,00 (Amador) para o Long Distance; R$ 480,00 para o Revezamento; e R$ 145,00 (federados) e R$ 150,00 (não federados) no Short Distance. A partir do dia 7 os valores serão reajustados. Todos os prazos e valores estão à disposição no site oficial.
A programação é a seguinte: dia 01/04 às 14h00, início da entrega de kits do Long Distance e Short e da Expo Sports no ginásio de esportes de Ubatuba; 17h00, Congresso Técnico (obrigatório) para as duas provas; 18h00, encerramento da entrega de kits; 02/04 às 06h00, abertura da área de transição na Praia do Cruzeiro; 07h50, fechamento da área de transição; 08h00, largada do Long Distance; 08h30, largada do Short Distance; 13h00, início da cerimônia de premiação.
A etapa de Ubatuba do Reebok Triathlon Long Distance 2006 é uma realização da Cia. de Eventos, com patrocínio de Reebok e apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba, PowerBar, Secretaria de Turismo de Ubatuba, Secretaria de Esportes e Lazer de Ubatuba, Polícia Militar, Polícia Rodoviária e DER. PMU

Comtur

PASSANDO A LIMPO...

Para quem estava realmente de olho em Ubatuba sem a cegueira da demagogia desenfreada e improdutiva que nos cerca, pode conferir, através de publicação em JORNAL LOCAL (“A CIDADE”, dia 25 de fevereiro de 2006), dados sobre a situação financeira da COMPANHIA MUNICIPAL DE TURISMO, COMTUR.
Quem prestou um pouco mais de atenção ao publicado sem realizar as corriqueiras críticas superficiais, que, aliás, tem sido o cotidiano desserviço diário dos alguns virtuais, pode analisar o seguinte:
Foram apresentados além do Balanço Patrimonial e Demonstração do Resultado do Exercício, exigidos pelo Estatuto, um Informativo Complementar sobre a arrecadação realizada no mês de janeiro de 2006.
O informativo foi realizado seguindo os preceitos de transparência preconizados pela da atual sócia majoritária da Companhia e pela Diretoria, tendo sido demonstrado através desse informe o que aconteceu nesse período de arrecadação.
Mas, parece que as pessoas que realmente se preocupam com a cidade não possuem tempo para informações detalhadas e transparentes. Sócio minoritário e escritor virtual de plantão divertem-se tanto com as críticas sem informação, banhadas da mais barata demagogia e improdutividade que são incapazes de ler o texto todo. A visão no de “Olho na Comtur” é parcial, cega, e só enxerga o que a cidade ESTAVA acostumada a ver. O acionista minoritário talvez não tenha lido a convocação para a Assembléia Geral, no dia 25 de fevereiro, três dias antes, aliás, sua manifestação na Internet, assim, o escusamos de seu temor sobre “uma administração secreta”. O redator do “UbaWeb” (perdoem se esse não foi quem escreveu a matéria, uma vez que quem o fez não assinou) talvez não tenha um bom dicionário próximo para entender o sentido do vocábulo “previsão” de arrecadação, ou ainda lhe falte senso critico para perceber que a Companhia, segundo a declaração da Diretoria, iria explorar, conforme matéria veiculada no Jornal Vale Paraibano, diariamente vagas que não podem, logicamente, estar 100% do tempo preenchidas!!! Desculpamos ainda o triste costume que se tem de achar que os salários da Diretoria da Companhia foram pagos em detrimento do pagamento dos salários dos outros funcionários, para quem ainda tem esse costume E NÃO CONSEGUIU ENXERGAR NO INFORMATIVO temos a dizer:

1) A EMPRESA ARRECADOU R$ 70 MIL A MAIS EM RELAÇÃO AO ANO ANTERIOR, COM NÚMERO REDUZIDO DE FUNCIONÁRIOS, TRABALHANDO COM LISURA, HONESTIDADE, TRANSPARÊNCIA, SANEANDO AS CONTAS E CONTROLANDO A ARRECADAÇÃO;

2) Não só o salário da diretoria, QUE ALIÁS, é composta por apenas dois diretores, (pois a diretora administrativa financeira cumula a função de contadora), MAS SIM O SALARIO DE TODOS OS FUNCIONÁRIOS FOI PAGO;

3) AS RESCISÕES TRABALHISTAS ESTÃO SENDO HONRADAS PONTUALMENTE E HÁ DINHEIRO EM CAIXA PARA A ÚLTIMA PARCELA;

4) FORAM PAGAS AS DIVIDAS DE INSS DOS FUNCIONARIOS QUE TIVERAM SEUS CONTRATOS RESCINDIDOS;

5) NÃO HÁ DÉBITO COM NENHUM FORNECEDOR CONTRATADO PELA COMPANHIA;

Além disso, respondendo as afirmações do “patrão” minoritário que por ventura não tenham sido respondidas, pois provavelmente agora o mesmo deve ter lido a publicação de sua “subordinada”, temos que o estacionamento que mais arrecadou foi o estacionamento arrendado pela Companhia e legalmente quem responde pela Comtur segundo o Estatuto que ele mesmo prima pela aplicação são sócios e diretoria!
Assim, temos claro, limpo e transparente, que o sócio majoritário verdadeiro, os contribuintes de Ubatuba, são respeitados no gasto do dinheiro arrecadado! PMU

Marcos Gilheta
Diretor Presidente

Mara Cibele Franhani
Diretora Administrativa e Financeira

quinta-feira, março 02, 2006

Nota de esclarecimento

Em razão das várias e infundadas acusações de prática de atos de grilagem de terra e invasão de área pública, veiculadas por meio da imprensa eletrônica em razão de inepta representação protocolada perante o Poder Legislativo deste Município, venho esclarecer a população de Ubatuba que, muito antes de assumir o cargo de Prefeito Municipal adquiri direitos possessórios sobre uma área de 2.904,10 m², situada no bairro do Pereque-Açú, que faz confrontação, em uma de suas divisas, com a área de titularidade da Prefeitura Municipal, ainda ocupada pelo Camping Club do Brasil.
A pessoa que me vendeu os direitos possessórios estava em pleno exercício daquele direito, tendo realizado no imóvel diversas benfeitorias, tais como limpeza do terreno, manutenção das divisas, aterro, colocação de muro frontal e padrão de água e luz. Referida área constou de minhas declarações junto a Receita Federal (imposto de renda) e foi cadastrada perante a Municipalidade para fins de recolhimento de IPTU a partir do ano de 2001, em processo devidamente instruído com levantamento topográfico e memorial descritivo.
Suas divisas, inclusive a que confronta com a já citada área pública, foram efetivamente respeitadas e delimitadas, conforme perícia judicial levada a efeito nos autos da Ação Possessória promovida pela Prefeitura Municipal contra o Camping Club do Brasil, processo 416/95, em tramitação perante o Juízo da 1ª Vara Cível desta Comarca de Ubatuba. Esta Ação versa, frise-se, sobre área vizinha àquela por mim adquirida e que está em vias de ser objeto de reintegração por cumprimento de ordem judicial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, em favor da Prefeitura.
Posteriormente, assessorado por pessoa que se apresenta como sendo do ramo de corretagem imobiliária, efetuei ainda antes de assumir o cargo de Prefeito Municipal, ou seja, em 02 de fevereiro de 2003, a venda daqueles direitos possessórios através de escritura pública, lavrada às fls. 259/263, do Livro 382, do Cartório de Notas desta Comarca de Ubatuba.
Agora deparo-me com infundada representação, fomentada por interesses exclusivamente políticos, posto que embasada tão somente nos atos aqui resumidos, os quais, à evidência, guardam como característica o desenvolvimento de uma atividade pessoal de ordem patrimonial (cessão onerosa de direitos possessórios sobre área que não é pública), que precede o exercício das minhas funções de Prefeito Municipal e que foi levada a efeito sem qualquer interferência do cargo que hoje ocupo, até porque não o ocupava à época.
De modo frustrado, o autor daquela representação, responsável pelo “ferro velho” que foi removido de área pública (essa sim) situada atrás do aeroporto desta cidade, por expressa determinação desta Administração Pública, tenta me atribuir, com base nos fatos aqui narrados, a prática de ato de improbidade e de infração político-administrativa. Sem qualquer fundamento, vejo meu nome indevidamente difamado, sob a pecha de “grileiro”, “esbulhador”, dentre outros adjetivos. Não posso concordar com tal conduta, que me leva a preocupar-me com a defesa de minha moral, impulsionando-me ao Judiciário para os ressarcimentos devidos.
Lastimo que a População de Ubatuba esteja sujeita a suportar o ônus decorrente de um processo infundado e impertinente, que merece ser arquivado de plano, sem que venha onerar os sérios trabalhos desenvolvidos pela Câmara Municipal de Ubatuba, através dos vereadores que, de modo eficaz e honesto, preocupam-se mais em defender os anseios de toda a população, não somente daqueles que neles votaram, sem ficar perdendo tempo na frente de um teclado de computador para instigar a estabilidade administrativa que, ao longo destes últimos oito anos de história política de Ubatuba, só prejudicou o desenvolvimento de nossa cidade. Estes, posto que fora de suas atividades parlamentares (escrever artigo em Internet não é atividade de legislatura), responderão também pelos seus excessos. Agradeço a você, eleitor e morador de Ubatuba que, com toda a paciência, me concedeu a oportunidade de vir a público, esclarecer a verdade dos fatos.

Eduardo de Souza César
Prefeito de Ubatuba

Pássaros

Você é de esquerda?

O que significa ser de esquerda? O conceito teve início na França do século 18, quando o rei Luís 16 - aquele mesmo que perderia a cabeça com a Revolução - se viu obrigado pelas circunstâncias a convocar os Estados Gerais, uma espécie de assembléia nacional ampliada. Provavelmente por acaso, os dois primeiros "estados", isto é, a nobreza e o clero, se sentaram à direita da cadeira reservada ao rei. Ao terceiro estado, a burguesia, restou o lado esquerdo. Como nobres e padres defendiam e apoiavam idéias conservadoras, "direita", por metonímia, passou a designar o grupo dos que se opõem a mudanças políticas; "esquerda", por sua vez, passou a indicar os que são favoráveis a alterações.
Diga-se, "en passant", que essa divisão nunca foi muito "justa" com a direita. Afinal, são muito poucos os que olham para o mundo tal como ele é, com todas as suas injustiças e pequenas e grandes perversidades, e concluem que não há nada a melhorar. Além disso, mesmo aqueles empenhados apenas em manter seus privilégios de classe sempre souberam que era preciso muitas vezes ceder. A essência desse pensamento foi captada na tão magistral quanto surrada fórmula de Giuseppe Tomasi di Lampedusa, em "O Leopardo": "Se vogliamo che tutto rimanga come è, bisogna che tutto cambi. Mi sono spiegato?" ("Se queremos que tudo permaneça como está, é preciso que tudo mude. Fiz-me entender?").
No Brasil o pensamento conservador sempre se fez presente. Manter os privilégios é o que importa, ao povo damos promessas e alguns trocados. E muita propaganda. Nada de educação, não é importante. Amanhã vou levar um globo terrestre e papel vegetal para as minhas aulas. Vamos traçar o contorno do Japão e recortar. Depois comparar o tamanho do arquipélago nipônico com o Brasil. Meus alunos vão ter de explicar porque eles não tendo nada, têm tudo e nós, tendo tudo, não temos nada. A diferença ficará clara. Existe um povo educado lá e um povo deseducado aqui. E as perspectivas brasileiras, como é que ficam?
Os programas sociais de Lula poderão até mantê-lo na presidência. Quando digo programas sociais, estou me referindo à distribuição de pequenas quantias aos desprovidos. São bons esses programas, nada tenho contra eles, para quem não tem nada, qualquer ajuda é bem-vinda. Nesse quesito Lula está mudando o comportamento dos governos brasileiros, que culpando um tal de assistencialismo nunca deram nada de substancial ao povo. Ponto para o Presidente, que populista ou não, está atingindo as massas. No entanto, se tais programas resolvem a questão imediata, não projetam o futuro. Entre 1900 e 1980 fomos a oitava nação do mundo em crescimento. De 1980 para cá nos transformamos na octogésima, passamos de oito para oitenta. Enquanto isso duplicou o número de bocas para alimentar. Fica evidente que o assistencialismo do ex-petista Lula poderá pesar na questão eleitoreira, mas nada poderá fazer contra a política neoliberal radical do PT. Estamos quase atingindo o crescimento zero, se continuarmos assim ficaremos como Portugal de Salazar, um país de moeda forte e nada para o povo fazer, exceto partir. O Brasil precisa de um projeto. Isso Lula não tem. Ou melhor, tem, só que de cunho pessoal. Continuar viajando.

Sidney Borges
Inspirado em Hélio Schwartsman

De bicos e caudas

Por Flávio Aguiar
(Artigo publicado na Agência Carta Maior -
www.agenciacartamaior.com.br)
Já fez fortuna – e crítica – o jantar do grã-tucanato no restaurante Massimo, em São Paulo, sem a presença de Geraldo Alckmin. Vamos traçar uma linha divisória: jantar num restaurante fino, beber vinhos caros, não infringe a Magna Carta brasileira nem a Declaração dos Direitos Humanos da ONU. Portanto, declarações moralistas de que ali numa garrafa de vinho se tomava meio salário de brasileiro etc., devem ser encaradas como manifestações tomadas de forte emoção, mas sem conteúdo político. E isto, o bom entendedor entenderá, não é um elogio da desigualdade. É uma manifestação em favor da privacidade – que – veja-se só – foi o que faltou naquele jantar, e de caso pensado.A indignação que se alevantou, como poeira em dia de ventania, veio do fato de que ali se flagrou um estilo de fazer política, pondo a nu os pés dos pavões ali travestidos em tucanos. Alguém comentou na imprensa, maldizendo uma suposta imprudência do grã-tucanato, que aquela reunião devia ter sido realizada em casa. Mas não houve imprudência: houve impudência, isso sim. O encontro no Massimo foi feito de caso pensado, é evidente: ou alguém acha que o quarteto ali reunido decidiu “por acaso” ir àquele restaurante? A imprensa convencional, conservadora e provinciana acusa Lula de “populismo” por inaugurar obras pelo Brasil, ou por percorrê-lo, fazendo manifestações junto ao povo. Mas os políticos fazem “populismo” onde podem, e o “populismo” daquele quarteto em apuros foi feito onde ele podia ocorrer: num dos restaurantes mais caros de São Paulo. Por quê? Para impressionar a turma que freqüenta tal e tais restaurantes. Para que a “vox populi” deste povo sem povo corresse os Jardins paulistanos, os bairros onde se concentram percentuais altos dos clãs familiares que lucram com a iníqua distribuição de renda no Brasil, e dali se multiplicassem pelo boca-a-boca, inclusive o internáutico, que governa o reino da confiança no Brasil. É entre este povo que grassa a confiança em Alckmin, o ungido pela Opus Dei, segundo reportagem publicada em Época, segundo más línguas, atribuída aos grupos que apóiam Serra.O que emperra a presença de Serra junto a este grupo seleto de eleitores é sua fama – bastante ficcional, é verdade – de ser uma alternativa “desenvolvimentista” no PSDB, coisa que anda encantando até economistas críticos do Paloccismo petista e que até pouco tempo atrás buscavam alternativas na esquerda. Portanto, era necessário fortalecer seu nome, que parece ser o preferido dos pessedebistas de curto prazo, junto a ele. Daí a escolha do Massimo, com direito a foto e tudo. O que emperrou esta faceta da tática tucana foi o emperramento geral da estratégia tucana. As recentes pesquisas de intenção de voto demonstram uma única coisa (quanto a apontar o resultado das eleições, tudo é prematuro): a estratégia tucana, pefelista e da imprensa conservadora de “desconstruir” o governo Lula não deu certo. E não deu certo por três razões:

1) Ficou evidente a parcialidade das CPIs e da Comissão de Ética. A CPI dos Bingos se meteu em tudo, menos em Bingos; a dos Correios recusou-se a investigar o investigável, ou seja, a corrupção crônica da política brasileira, preferindo ater-se à tese de que os malfeitos com dinheiro público foram apanágio do PT e seus aliados; e a Comissão de Ética aplicou pesos emedidas diferentes em seus julgamentos conforme a coloração partidária dos julgados. Também ficou evidente o desprezo por práticas republicanas como o direito ao contraditório e a exigência de provas para fundamentar julgamentos.
2) Ficou claro, apesar dos rugidos em artigos e editoriais clamando que há manipulação de índices, que a comparação entre os três anos de governo Lula e os oito de governo tucano é arrasadora para o último. Os tucanos promoveram privatizações absurdas sem qualquer proveito para o país, pulverizaram empregos e o futuro de milhões de brasileiros, falaram com empáfia de uma integração à modernidade que nunca promoveram nem nela acreditaram: ao contrário, tiveram como lema (aposto a seu governo, não que dissessem) “oitenta anos em oito”, só que para trás, fazendo-nos regredir aos tempos da República Velha, exportadora, desindustrializante (lá por falta de opção; agora, por uma opção de integração subordinada à ordem econômica mundial), oligárquica, quando as decisões políticas eram tomadas em jantares como o do Massimo.
3) O governo Lula acordou de sua letargia política e mexeu-se no sentido de ir ao encontro do povão, do povaréu, do povo, enfrentando as críticas que a imprensa conservadora fatalmente lhe faria. Isso alerta a consideração de que essa recuperação de Lula nas pesquisas terá pernas curtas se não for seguida de uma espécie de “Segunda Carta aos Brasileiros – o Resgate” – em que o presidente se comprometa com algo mais, do ponto de vista social, do que com a manutenção da política de arrocho fiscal e favorecimento rentista. Seria interessante sugerir que o presidente lesse aquela famosa frase de Lincoln, sobre o governo do povo, pelo povo, para o povo, e que pensasse também na sua extensão: com o povo. Ou na frase de Vargas: “hoje estais com o governo; amanhã sereis (os trabalhadores) governo”, ou algo assim.Estas últimas semanas mostraram que o país, o povo, não aceita facilmente os engodos conservadores, como aconteceu na época de Collor. E que os políticos, para merecerem o apoio consistente desse povo, têm de mostrar algo mais convincente e consistente do que o bater de seus bicos ou do que o fru-fru de suas caudas exibidas, que é, até o momento, o que o tucanato tem mostrado.
Enviado por: Aguinaldo Munhoz

Flávio Aguiar é professor de Literatura Brasileira na Universidade de São Paulo (USP) e editor da TV Carta Maior.


Nota do editor – O que dizer dos jantares do grão-duque das esquerdas brasileiras, José Dirceu, no restaurante Antiquarius, sabidamente mais caro do que o Massimo. Somente em uma semana foram três rega-bofes. Como o ex-ministro não trabalha e não é homem de recursos, é de se supor que alguém pagou as contas. Quem? Fidel Castro? Chávez? O fantasma de Guevara? Não, você nem pode imaginar. ACM. Pois é, ele mesmo, o homem que inventou o "Bolsa-Família". Também não sabiam disso? Essa esquerda é igualzinha ao "Nosso Guia", nunca sabe de nada. Sabe encher os bolsos dos banqueiros. Isso ela faz bem. Jamais será igualada.

PDTR

Associação Comercial de Ubatuba em parceria com a Secretaria de Turismo e o Sebrae retornam ao Programa para fomentar o turismo no município.

Cristiane G. Zarpelão
A parceria com o Sebrae no desenvolvimento do turismo sustentado de Ubatuba já foi feita no ano passado, através da Associação Comercial de Ubatuba, que implantou na cidade o Plano de Desenvolvimento do Turismo Receptivo (PDTR).
O PDTR é uma ferramenta, com metodologia e tecnologia próprias, desenvolvida pelo Sebrae-SP para facilitar a implementação do Processo de Desenvolvimento Sustentável do Turismo Receptivo no Estado de São Paulo. Segundo Fernando Pedreira, um dos integrantes do conselho do plano, conta que “junto com lideranças comunitárias da Região Sul, somada a algumas pessoas de outras regiões da cidade, formatamos quatro projetos dos seis que compõem o PDTR, mesmo com a ausência maciça do empresariado, maiores interessados”, diz Fernando.
O presidente da ACIU, Ahmad Khalil Barakat ressalta que “dia 7 de março, às 9 horas na Pousada Tartaruga Marinha, (rua Dionísia Bueno Veloso, 118- Toninhas) estaremos dando continuidade aos trabalhos, porém desta vez não será possível sem a participação de empresários, comunidades e Prefeitura, através de diversas secretarias que serão acionadas para colaborar”, diz Ahmad.
Fernando diz ainda que, “colocar os projetos no papel, também não foi fácil, mas é muito mais do que executá-los efetivamente”, acredita.
Os projetos prontos são: Sensibilização para a Importância do Turismo, que é dividido em duas partes: a escolar e das comunidades, Capacitação da comunidade, tanto empresarial como dos operacionais da cadeia produtiva do turismo, com parceria com Senai e outros órgãos especializados, Formatação de produtos turísticos, que o conselho escolheu como modelo, a trilha do Bonete com a participação da cultura de vieiras e as ruínas da lagoinha. E um “piloto” para o desenvolvimento de vários potenciais disponíveis que a cidade oferece.
Segundo Fernando, “Ainda faltam ser elaborados, os projetos de receptivo turístico, gestão e comercialização. Mas o principal é a participação de todos, sem a qual, não será mais possível continuarmos e, portanto permaneceremos com os traumas do fim da temporada e a devolução da “grana” que ganhamos.”, enfatiza.
“A Associação Comercial de Ubatuba, Sebrae e conselho do PDTR retomam neste ano, a continuação deste importante evento. Sendo assim contamos com a participação de todos”, diz Ahmad.

NOSSAS NECESSIDADES

Herbert Marques
Relendo alguns artigos que escrevi nesta revista, encontrei um datado de 8 de dezembro de 2004, com o título “Curiosidade é Parente de Ansiedade”, que recomendo para meus poucos leitores relê-lo. Falava eu da irrelevância de um prefeito, quer deste ou daquele perfil, partido, igreja ou coisa que o valha. Para mim, são todos iguais. Atingiram o poder trazendo no seu âmago a profunda necessidade de satisfazer seu ego, deformado pelo desejo incontido de poder e pecúnia. Em tempo, retiro a palavra pecúnia ao me deparar, consultando o Aurélio, o verdadeiro significado da palavra ao citar Eça de Queiroz:” "Ficou-me a dever seis moedas; -- mas esta diminuta migalha de pecúnia desaparece na copiosa onda de saber histórico com que fecundou o meu espírito." (Eça de Queirós, A Relíquia, p. 95.). Fico somente com o desejo incontido do poder.
A sociedade, quando organizada, produz lideres independentemente de cargos, e melhor que não os tenha, que irão nortear seu desenvolvimento e vocação. Isso aconteceu com os Estados Unidos, Canadá, Austrália e outros países considerados de primeiro mundo, onde o Estado é pequeno, muito pequeno em comparação ao nosso, mas a sociedade é forte e saudável, rica e independente. Por que? Foi construída pelo seu povo que regaçou as mangas para formar aquilo que achavam ser o ideal. Os primeiros americanos, canadenses, australianos, foram homens rudes mas excessivamente trabalhadores e fundamentalmente honestos para consigo mesmo e para com seus pares. Partiram logo de início para o objetivo de construírem uma grande nação, dando educação aos seus descendentes e muito trabalho. Seus lideres foram homens comuns que na maioria das vezes não ocuparam cargos políticos e públicos para darem sua contribuição de forma efetiva para construir a grande nação que almejavam desde o início, independentemente de formação de classe política etc e tal.
Com isso quero reafirmar aos moradores de Ubatuba, críticos ou não da administração atual, que nada será feito pelos nossos homens públicos nesta e nas futuras administrações, assim como não foram feitas nas anteriores. Este marasmo que está aí vai continuar até o dia em que regaçarmos as mangas e resolvermos fazer aquilo que precisa ser feito. Construir uma grande sociedade. Esqueçamos os poderes constituídos pois eles o foram para atender as necessidades inerentes a eles. Nada Mais. E quais os poderes inerentes a eles? Legislativo: produzir leis que regulamentem as necessidades da sociedade e fiscalizar os atos do poder executivo; Executivo: executar os serviços que lhe são atribuídos pela legislação em vigor, quer federal, estadual ou municipal; Judiciário: administrar, ordenar e julgar os conflitos produzidos pela sociedade.
Fora disso, esqueçam o seu prefeito e seus asseclas, políticos que se arvoram detentores de poder mas que nada mais deveriam ser que simples servidores da sociedade. O resto é por nossa conta e risco, tenham certeza disso. Nossa parte, o trabalho, o empreendimento, a inteligência, elementos subjetivos e essenciais para a formação de um povo. É o exemplo que a história nos delega.
hlmarques@terra.com.br

Campanha da Fraternidade

Igreja abre hoje a "Campanha da Fraternidade" de 2006

Diocese de Caraguatatuba realiza abertura oficial amanhã, 2 de março

Durante 42 anos a Igreja no Brasil traz junto com Tempo Litúrgico da Quaresma uma reflexão. A partir de 1985 a questão social recebeu força e vem sendo abordada, sempre enfocando um tema específico e que possa obter, antes de resultados, a conscientização sobre a realidade vivida por alguns.
Este ano, a CF vem com o tema: fraternidade e as pessoas com deficiência. Um desafio que propõe romper pré-conceitos. Quem é um portador de deficiência?
O objetivo este ano, é apresentar a realidade e propor iniciativas de promoção da dignidade dessas pessoas, convidando-as, antes de tudo, para se juntar á sociedade sem medo de aparecer. “Levanta-te, vem para o meio”, este é o tema.
Segundo dados fornecidos para a preparação do material da campanha, em 2000 o Brasil possuía cerca de 27 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência, considerando neste número, não apenas as pessoas portadoras de deficiência física grave, auditiva, visual ou mental, como normalmente se pensa. Há outros tipos de deficiência que afetam a qualidade de vida do cidadão.
Para falar um pouco desse aspecto, a Diocese de Caraguatatuba convida a todos para participar amanhã, 2 de março às 19h30, na Catedral Divino Espírito Santo, em Caraguatatuba, da abertura oficial da CF 2006 na região.
A Missa está sendo preparada pela equipe diocesana de Liturgia, será presidida pelo Administrador Diocesano pe. Vilson Dias de Oliveira e contará com a participação de pessoas portadoras de deficiência. Uma das Leituras será proclamada por uma jovem cega há quase 20 anos. Alunos da APAE farão uma apresentação de dança e durante toda a celebração, haverá a leitura de sinais (Libras) para portadores de deficiência auditiva.

Fonte: Diocese de Caraguatatuba

Prezados companheiros

Eu também acho que tem que ser o Mercadante, nosso candidato a governador.
Quero aproveitar o ensejo, para fazer uma queixa do governo.
Desde o Natal, no Ano Novo, agora no carnaval e provalvemente na Páscoa e na Copa do Mundo, aumentou de forma significativa o número de pessoas que curtem essas datas.
- Nunca se voou tanto nesse país, e ainda, o governo esta reformando e ampliando os aeroportos.
- Nunca se viajou tanto nesse país, e o governo está recuperando todas as estradas
- As cidades turísticas, notadamente, as do litoral de todo o Brasil, estão tendo um movimento maior dos dez últimos anos: praias cheias, hotéis lotados, restaurantes cheios, supermercados repletos de gente (inclusive pessoas humildes), comprando de tudo, Principalmente cerveja e carne para churrasco, as vezes esgotam as mercadorias. O Sistema de Logística não estão dando conta.
ISSO É CULPA DO GOVERNO !!!
(conheço o Lula, desde a fundação do PT e dele só se poderia esperar isso)
Pois, esse governo, controlou a inflação, estabilizou a economia, gerou mais de 3,5 milhões de empregos, aumentou a massa salarial, aumentou o poder aquisitivo dos trabalhadores, está atraindo investimento, o Saldo da Balança Comercial está batendo recorde atrás de recorde, ampliou o atendimento emergencial às famílias empobrecidas e, outras coisas que fica difícil, aqui enumerar.
Portando, só poderia dar nisso. O povão com mais dinheiro no bolso, com menos incertezas, com mais otimismo que esse governo está proporcionando, quer mais é curtir. É da índole de um povo de um país tropical, cheio de energia, pois é banhado pelo sol quase 360 dias por ano.


Um abraço do J. Pedromari
Caraguatatuba - SP
joao.roc@terra.com.br
Enviado por Gerson Florindo

quarta-feira, março 01, 2006

Editorial

Escola de civismo, única forma de combater o cinismo

Em certos dias fico pensando na importância de que sejam criados cursos para políticos de cidades pequenas. Seria fundamental e ajudaria bastante aos moradores e aos próprios políticos, que enfrentariam menos problemas nos tribunais e não teriam de gastar tanto dinheiro com advogados. Duas matérias seriam básicas e caso o aluno não obtivesse aprovação perderia a carteirinha. “Ministério Público” e “Lei de Responsabilidade Fiscal”.
Também deveria ser feito acompanhamento psicológico para tirar da cabeça dos deslumbrados qualquer idéia de absolutismo. É difícil que entendam que não são reis e que não podem tudo e que devem satisfação à sociedade. Outra proposta curricular interessante fica por conta do conteúdo das comunicações verbais. Não basta ao político falar como uma metralhadora, muitas vezes começando o discurso com uma tese e terminando com outra diametralmente oposta. Isso tem nome, “síndrome de Psitacídeo”, também conhecida vulgarmente como “síndrome de Rolando Lero” ou “síndrome de tomador de sopa de letrinhas”. Pode ter funcionado um dia, não vai mais funcionar, assim como não funcionarão os expedientes “espertos” que criaram as aberrações arquitetônicas que tanto mal vem causando a esta cidade. Ubatuba está tomando consciência da necessidade de uma mudança radical nos rumos políticos. As práticas nefastas de maus vereadores, maus prefeitos e seus terrivelmente perniciosos asseclas, ainda não afundaram a cidade totalmente. Apenas a colocaram na rota de um abismo sem fim. Ubatuba precisa reagir. Com urgência.

Sidney Borges

Brasil

Depois dos problemas acontecidos na Ásia, o governo brasileiro resolveu instalar um sistema de detecção capaz de prevenir acidentes no país.
Na primeira semana de funcionamento o sistema alertou para a possibilidade de um movimento da crosta terrestre do Nordeste.
Foi enviado à polícia de Icó, um e-mail de alerta, com o seguinte teor:


"Possível movimento sísmico na zona. Muito perigoso. Talvez superior a Richter 7. Epicentro a 3 km da cidade. Tomem medidas. Informem resultados com urgência."

Após uma semana chegou a resposta:

"Aqui é da Polícia de Icó. Movimento sísmico desarticulado. Desativamos a zona e prendemos as putas. O tal Ritchter tentou fugir, mas foi abatido a tiros. Epicentro, Epifânio e três cupinchas estão detidos. Só não respondemos antes por causa do terremoto".

Circulando na Rede

terça-feira, fevereiro 28, 2006

Editorial

Acabou-se o carnaval. Feliz ano-novo

Amanhã começa o ano de 2006, que será curto e truncado. Logo mais teremos um mês de paralisação por conta da Copa do Mundo. Eufóricos pelo hexacampeonato ou abatidos pela derrota e terrivelmente abatidos se o vencedor for a Argentina, mal teremos tempo de descansar antes das eleições. E que eleições. Quando nos dermos conta 2006 terá ido embora, um ano rápido. Aqui em Ubatuba a semana que começa na quinta-feira será quente. Algumas figuras de proa da cidade serão acusadas de irregularidades fundiárias, eufemismo para grilagem de terras. A acusação é séria e está fundamentada em documentos. Como ainda não foi protocolada na Justiça não posso dizer mais. Assim que tiver o número do processo publico o que consegui apurar. Aguardem. É dinamite pura!

Sidney Borges

Diga espelho meu! Quem é o Manoel?

“O recado que trazem é de amigos,
Mas debaxo o veneno vem coberto,
Que os pensamentos eram de inimigos,
Segundo foi o engano descoberto.
Ó grandes e gravíssimos perigos,
Ó caminho de vida nunca certo,
Que aonde a gente põe sua esperança
Tenha a vida tão pouca segurança!”

“No mar tanta tormenta e tanto dano,
Tantas vezes a morte apercebida!
Na terra tanta guerra, tanto engano,
Tanta necessidade avorrecida!
Onde pode acolher-se um fraco humano,
Onde terá segura a curta vida,
Que se arme e se indigne o Céu sereno
Contra um bicho da terra tão pequeno?”
(...)
Mas aquele que sempre a mocidade
Tem no rosto, envelhecido, e foi nascido
De duas mães, que urdia a falsidade
Por ver o seu jovem Manoel destruído,
Estava numa casa da cidade,
Com rosto humano e hábito fingido,
Mostrando-se o outro, e fabricava
Um espelho suntuoso que adorava.
(...)
“Este povo, que é meu, por quem derramo
As lágrimas que em vão caídas vejo,
Que assaz de mal lhe quero, pois que o amo,
Sendo tu tanto contra meu desejo;
Por ele a ti rogando, choro e bramo,
E contra meu peso enfim pelejo.
Ora pois, porque o amo é mal tratado;
Quero-lhe querer mal, será guardado.”

Orlando V. Sales
advogado

Querido Gerson Florindo,

E assim continuamos na mesma. Eu, você, o Lula, o PT, a FUNDART, o nepotismo...

Marcelo Rezende
Na minha ótica, essa ladainha petista não tem limites, ela passa das fronteiras do bom senso, da ética e da moralidade. O Partido dos Trabalhadores de Ubatuba vem me decepcionando drasticamente, pois ao contrário do que se deveria, segue rigorosamente a mesma cartilha desse palco de lama que virou o PT nacional. Vocês criticam o senhor prefeito, mas eu sei, que é pelo fato do mesmo, não aceitar imposições feitas por esse partido, que na minha ótica, é uma verdadeira tradução do caos político. Se vocês sequer conseguiram em 25 anos de história, levantarem um nome digno de uma presidência da república, o que podemos dizer do resto?Essa vergonha nacional, que levou o país a uma profunda decepção, talvez a maior da história da nação, vem sendo abafada por acordos obscuros, assim como sempre foi a administração petista, fato comprovado. Vocês, ai do PT Ubatuba, na minha ótica, deveriam ter vergonha de mencionar a administração Martiniano, como uma admnistração competente, talvez seja pelo fato, das diferenças existentes, nos limites de cada um para avaliar o que é bom e oque é ruim, mas essa distorção é demais.Vocês são contra o nepotismo, como o senhor Gerson menciona, mas não agem para mudar isso, com justificativas provincianas, e ainda querem, convencer a população de que isso é ética? Lembro, que o senhor Eduardo Suplicy, vem condenando drasticamente o nepotismo nas instituições públicas, e vocês continuam seguindo a cartilha Delúbio?Eu prefiro me abster de discussões tão absurdas e desavergonhadas, o que posso dizer, é que princípio não se compra com malas. O descarado nepotismo na FUNDART continua, o senhor Moromizato continua não respondendo, o LULAcontinua afundando o país é nós continuamos na mesma, ou melhor, como diz Cazuza, ainda veremos museus de grandes novidades e viveremos como os nossos pais.Saliento ainda, que na minha ótica, o senhor prefeito deve continuar se afastando do PT, pois esse partido, assim como fez com o Brasil, o levará a decepção. Parabéns senhor prefeito!!!Um grande abraço e que a vida permita a todos uma nova vacina contra...

Saias. Curtas e Justíssimas!

DEMAGOGIA: Porque, em nome da fome ou, da educação, não se socializa os lucros (estratosféricos) dos bancos?

DEMAGOGIA II: Porque "tomador de conta" em vez de funcionário da COMTUR, concursado e de carteira assinada?

EMPRESÁRIOS: Tomadores de conta, sobem em postes, cortam as placas oficiais de Proibido Estacionar e criam, ali mesmo, seus "empreendimentos".

EMPRESÁRIOS II: Já está "tomado" também o Mirante do Saco da Ribeira, por Camelôs. Em breve mais uma reinvidicação. Só mais uma barraquinha.

SOCORRO!: Muita gente no Carnaval e, pouco resultado. Turismo de baixa renda, pouco profissionalismo. nenhuma organização municipal. Enfim, faltou de tudo!

O RETORNO: O som (proibido) dos quiosques voltaram! É carnaval, quem se importa? Depois, na "quarta feira", não vale chorar.

VÁRIOS PESOS e INÚMERAS MEDIDAS: Se não pode som na Discoteca, porque incomoda vizinhos, porque admitir carros (caminhão, Van, moto, bicicleta e tricicleta) "discotecas", inclusive os de publicidade, que circulam e espalham decibéis (acima do suportável pelos ouvidos) pela cidade? Ninguém está escutando?

COMTUR: Estacionamentos (clandestinos) de ônibus, lotados. Cobranças nas praias aqui, ali e, acolá. Quem esta legalmente respondendo por sua administração? Eu disse, legalmente. Como ela voltou a funcionar? Como esta a avaliação prometida, o plano, as reclamações trabalhistas, os impostos atrasados? Depois, os culpados serão ( como sempre) os acionistas minoritários. É uma administração secreta? Uma nova técnica sigilosa de administração de uma sociedade anônima? Quem administra conhece a legislação pertinente a sua administração e, aos seus atos? Com toda lisura creio! Leiam (e cumpram) os estatutos.
Quem tem sócios, tem patrões!

Ronaldo Dias

Capop

Caxorrada

Formação de Quadrilha e Estelionato

Descrição: Formação de quadrilha: Aqueles que se acham incapazes de cometer crimes sozinhos – e, por isso, reúnem cúmplices para tornar o trabalho mais fácil (Art. 288 do Código Penal): Associarem-se mais de três pessoas, em quadrilha ou bando, para fim de cometer crimes: Pena – reclusão, de um a três anos. Quem, de qualquer modo, concorrer para o crime de estelionato (Art. 171 do Código Penal): Obter para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuizo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento.
O carnaval está acabando, mas agora é que a festa vai começar.

Jairo dos Santos – PT
vereador

Notícias da Prefeitura


Cerol, Bittencourt, Solange Barros e Reginaldo Barreto

Secretaria de Esportes e Lazer descentraliza escolinhas municipais

A Prefeitura de Ubatuba, por meio do secretário municipal de Esportes e Lazer, Bittencourt Jr., esteve na sexta-feira, 24, na Escola Municipal Prefeito Silvino Teixeira Leite, no bairro da Marafunda, no intuito de firmar uma parceria para uso do campo de futebol da escola para as aulas da escolinha municipal de futebol.
O objetivo é, além de atender à enorme demanda de inscritos para a escolinha de futebol, descentralizar o esporte de Ubatuba. Ou seja, levar a prática esportiva não só para a região central, mas também a bairros distantes, desde o extremo sul ao norte do município. “É uma prioridade do prefeito Eduardo César esta descentralização. Um passo já foi dado com as escolinhas de surfe e futebol na Maranduba e agora atingiremos a Região Oeste com a escolinha de futebol também aqui na Marafunda”, explicou Bittencourt.
O secretário teve seu pedido de uso do campo de futebol pela escolinha atendido pela diretora da EM, Solange Cristina Prado de Barros, que de imediato aprovou a idéia. “Quanto mais esportes melhor. As atividades ajudam muito as crianças. As mães vêm até a escola agradecer pela mudança positiva de seus filhos devido às práticas esportivas”, conta Solange. A EM Prefeito Silvino Teixeira Leite já conta com uma gama diversa de cursos extra-curriculares: futebol, basquete, karatê, judô, capoeira, aulas de dança, pintura, malabares, bordado, crochê, música, entalhe, entre outros.
A escolinha de futebol na Marafunda vai atender crianças nascidas entre 1994 e 1999, nas categorias Dentinho e Fraldinha. Serão cerca de 200 vagas para o futebol, em aulas dividas em dois períodos de duas horas por dia, com duas turmas em cada turno. Os horários serão definidos pela Secretaria de Esportes e Lazer nos próximos dias.
Também participaram da reunião o coordenador da escolinha de futebol, Reginaldo Barreto e César Góes, da Assessoria de Assuntos Comunitários. Todas as escolinhas municipais de esportes terão suas atividades iniciadas a partir do dia 6 de março. PMU

segunda-feira, fevereiro 27, 2006

Enquanto isso...

Receita para Lula virar o jogo

Virada de Lula coincide com a explosão no gasto publicitário

Presidente investe em divulgação 85% mais que FHC e faz mais propaganda que Bradesco, Pão de Açúcar e Ford

Paulo Moreira Leite

"Números oficiais mostram que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assumiu a liderança das pesquisas eleitorais depois que o governo fez imensos gastos de publicidade.
Entre 1º de janeiro e 23 de fevereiro deste ano, o governo empenhou gastos no valor de R$ 52 milhões em propaganda. Em 2005, no mesmo período, gastou R$ 212 mil - ou apenas 0,5% do dinheiro empenhado no início de 2006, quando o presidente disputa a reeleição.
Em dezembro de 2005, os pagamentos de publicidade chegaram a R$ 55 milhões, o gasto mais alto do ano passado. Em sua contabilidade, o governo registrou ainda que recebeu serviços de publicidade - reconhecidos mas não pagos - no valor de mais R$ 151,4 milhões.
A virada na campanha ocorreu após esta chuva de dinheiro. Em dezembro, Lula estava no fundo do poço e, segundo o Ibope, poderia ser batido por José Serra (PSDB) no primeiro turno.
Em fevereiro de 2006, o Datafolha e o Instituto Sensus dizem que Lula se tornou favorito à reeleição.
Ninguém acredita que a publicidade tenha mudado o placar da eleição. Mas ninguém acha que seus efeitos sejam nulos. "A publicidade oficial tem um efeito real sobre os eleitores, mas é difícil medir sua magnitude", admite Márcia Cavallari, diretora-executiva do Ibope.
Obtidos com exclusividade pelo Estado junto ao Sistema Integrado de Administração Financeira do Governo Federal (Siafi), estes dados são reveladores, mas parciais, pois não incluem as empresas estatais.
A comparação entre os últimos três anos do governo Fernando Henrique Cardoso com os primeiros três anos de Lula é ilustrativa. Em valores corrigidos pelo IPCA, a soma de gastos de Lula chega a R$ 903,7 milhões, contra R$ 488 milhões de FHC - um aumento de 85% no governo do PT.
Em 2005, o governo Lula fez pagamentos da ordem de R$ 348,2 milhões. Foi um ano de véspera de reeleição, quando os estrategistas políticos aconselham um trabalho de sedução prévia do eleitorado, sem as restrições da legislação que imperam no ano seguinte."

Fonte: Noblat

INADEQUAÇÃO.

É o teor da ‘matéria’ RECICLAGEM COM CERTEZA’, de autoria de TOMAZ K. CARVALHO, publicada em 24/02/06 nos ‘sites’ ‘O GUARUÇÁ’ e ‘UBATUBA VÍBORA’, injusto, insultuoso, injurioso, difamatório, atentando contra minha honra e dignidade pessoal e profissional, causando evidentes e injustos danos materiais e morais à minha pessoa.
Serve o agressivo texto para demonstrar a inteira razão da minha denúncia formulada contra o televisivo funcionário público, ora autor desta imensa e injustificada agressão, em minha crônica ‘RECICLAR, GERIATRA OU CORREGEDORIA’, publicada nos ‘sites’ acima referidos. Na ocasião, em que não foram trocada mais de 30 palavras entre nós, nem seu nome verdadeiro me deu ...
Até como membro inscrito e atuante, há mais de 40 anos, da ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, como advogado militante, este é o momento em que minha honra, dignidade pessoal e profissional e o ressarcimento dos danos causados à minha moral e ao meu patrimônio profissional exigem foros diversos dos presentes.

Roberto de Mamede Costa Leite
r-mamede@uol.com.br

Fim de caso

O nosso amor é impossível. Sou Mick Jagger, você é Bono Vox. Sinto muito.

Sidney Borges

Notícias da Prefeitura

Prefeitura divulga data e local do processo seletivo para trabalhadores braçais

A Prefeitura Municipal de Ubatuba está convocando os candidatos aos cargos de trabalhadores braçais para realizarem a prova escrita do processo seletivo simplificado. A prova, que será realizada no próximo dia 5 de março, na Escola Municipal Padre José de Anchieta, terá duração de três horas. O horário de abertura dos portões é às 7:30h e fechamento às 8h. A Escola Municipal Padre José de Anchieta fica na Rua Amazonas nº 595, Bairro Sumaré.
Visando realizar um processo seletivo organizado, o setor de Recursos Humanos da Prefeitura aconselha aos candidatos que prestem atenção às normas do edital. Entre as principais instruções, pede-se para verificar com antecedência o local da realização da prova e comparecer pelo menos 30 (trinta) minutos antes do horário marcado, munido de:
- original de Documento de Identidade com foto, não serão aceitos protocolos nem cópias dos documentos, ainda que autenticadas, ou quaisquer outros documentos diferentes.
- comprovante de inscrição;
- caneta esferográfica azul ou preta;
Será automaticamente excluído do processo seletivo o candidato que se apresentar após o fechamento dos portões e/ou não apresentar o documento de identidade exigido acima.
Antes de entrar no prédio onde será realizada a prova, consultar as listagens afixadas no local, com a distribuição dos candidatos por sala. PMU

domingo, fevereiro 26, 2006

Carnavais passados

Eu era criança e não entendia nada, mas queria entender. Na época do carnaval as rádios tocavam marchinhas. Eu gostava, embora gostasse mesmo de Luiz Gonzaga, menos do Assum Preto, que me deixava triste. Quando tocava o frevo Evocação nº 1, de Nelson Ferreira, cantado por um coro de vozes femininas estridentes, eu ficava nervoso. E como tocava, até no “Picape do Pica-Pau” tocou.

Felinto... Pedro Salgado...
Guilherme...Fenelon...
Cadê teus Blocos famosos?
Bloco das Flores... Andaluzas...
Pirilampos... Após Fum...
Dos carnavais saudosos!
Na alta madrugada
O coro entoava
Do bloco a marcha-regresso
Que era o sucesso
Dos tempos ideais
Do velho Raul Moraes
Adeus, adeus, minha gente
Que já cantamos bastante...
E Recife adormecida
Ficava a sonhar
Ao som da triste melodia...


O que significava Pedro Salgado? Meu avô odiava um tal de Plínio Salgado e minha avó dizia para ele não comer salgado por causa da pressão. Guilherme, Fenelon, Andaluzas, palavras impossíveis para o meu modesto vocabulário. Os nomes eu não esqueci, especialmente dois, Pedro Salgado e Raul Moraes. Vez por outra, ao longo do desenrolar da existência me vieram à cabeça sem fazer sentido. Agora que sou mais experiente, ou acho que sou, tento entender o panorama político. Não estou tendo êxito, por mais que eu pense que as coisas são de um jeito, elas acabam se mostrando de outro, embora as pessoas digam que são como eu pensei que fossem. Complicado. Viver é difícil.

Sidney Borges

Ave Lula!

Elio Gaspari (O Globo, hoje)
"Em 1997 a aposentadoria de vítima da ditadura de Nosso Guia era de R$ 2.365. O trabalhador da Grande São Paulo, estava por perto. Recebia, em média, R$ 1.563. Uma diarista ganhava R$ 554.

Desde 2003 Lula acumula a condição de aposentado da ditadura com a de presidente da democracia.

Durante os três anos de seu governo, o salário médio do trabalhador caiu para R$ 1.060 (perda de 32%) e o da diarista para R$ 303 (perda de 45%).

Como diz o companheiro: “Já fizemos muito mais do que uma elite que governou este país por quase 500 anos e esqueceu a parte pobre da população”. Graças a um arranjo da elite, sua aposentadoria especial passou para R$ 4.294. Um aumento de 81%.

Se o governo do Nosso Guia desse à patuléia o tratamento que ele recebe na ala dos aposentados, o trabalhador receberia R$ 2.813 e a diarista, R$ 997."

Fonte: Noblat

Nepotismo

Nem mulher, nem filho, nem sobrinho

Eduardo Suplicy
Toda pessoa que assume uma função pública acaba sendo obrigada a tomar decisões difíceis para constituir sua equipe. Isso acontece especialmente quando entre os mais próximos, as pessoas de sua família, existe alguém com vontade de colaborar. Mas é de bom-senso que a pessoa descarte a possibilidade de contratar parentes.
Leia na íntegra

Aviões...



Grilagem

“Toda ação ilegal visando transferir terra pública para bens de terceiros constitui grilagem ou grilo“

A ocupação ilegal de terras tornou-se um poderoso meio de dominação política e fundiária no Brasil, resultando em grande disparidade social. Conhecida como grilagem, a falsificação de documentos de terra é usada freqüentemente por especuladores para se apossar de terras públicas visando sua exploração, onde muitas vezes contam com a cumplicidade de cartórios de registro de bens para se apoderar de áreas públicas ou usam de violência para expulsar comunidades tradicionais que têm direito legítimo a terra.
O termo “grilagem“ tem origem em uma prática antiga de “envelhecer“ documentos forjados para conseguir a posse de determinada área de terra. Os papéis eram colocados em uma caixa com grilos. Com o passar do tempo, a ação dos insetos dava aos documentos uma aparência antiga e com uso.
Como demonstrado pela fábula do grilo, a ocupação ilegal de terras públicas continua fundamentada na falsificação de papéis e documentos.
A população de Ubatuba terá uma grande surpresa após o carnaval.

Jairo dos Santos – PT
vereador

CONCORDO

Guilherme F. de Assis
É verdade não dá para comparar a gestão FHC e a de Lula.
FHC é o pai do plano real. Estabilidade, controle da inflação, responsabilidade fiscal, privatizações e algumas reformas no intuito de modernizar o Estado Brasileiro. Na época Lula e o PT espernearam e disseram que o plano real era uma farsa, hoje repetem, sem tirar uma vírgula, o modelo Malan.
FHC passou em seu governo por três grandes crises internacionais e uma interna. As crises no México, Rússia, Argentina e Lula, abalaram os agentes econômicos e financeiros, interessados no produto Brasil.
Duda Mendonça, o mago estrategista, avisou Lula, o artífice da crise interna: publique uma carta de intenções e deixe claro que vocês, quando chegarem ao poder, não vão colocar em prática o discurso dos últimos 25 anos.
Obediente e agradecido Lula chegou ao poder.
Fora às barbaridades cometidas, que o PT tenta dizer que foram erros (quando era o Maluf, tinha outro nome), Lula fez um governo desastroso. Manteve, como já disse, a política econômica de seu antecessor, com doses exageradas de ortodoxia, numa clara sinalização aos mercados de que não cometeria loucuras. Teve que ser mais realista do que o Rei. Perdemos nós, perdeu o Brasil. Ficamos nestes três últimos anos na rabeira dos paises em desenvolvimento. Corre na boca dos economistas que um ciclo tão virtuoso da economia internacional não se repetirá tão cedo. Estamos perdendo o trem da história.
As políticas sociais são a continuidade das de FHC, das bolsas escola, família, etc., com o temperinho do PT: ineficiência. Jogaram fora cadastro e uma prática que funcionava no governo FHC. Coisas do PT.
O projeto fome zero e primeiro emprego, não saíram do papel, puro marketing.
Lula dessa forma, tornou-se o pai do mensalão, do menor PIB da América Latina – salvo Haiti, que esta em guerra civil -, dos juros estratosféricos, das viagens internacionais, das inaugurações (mesmo aeroporto duas vezes e de operação tapa-buraco) e do maior acervo de besteirol já dito por um presidente da república..
Não dá para comparar.

Notícias da Prefeitura

Divulgados nomes dos monitores da mais nova escolinha municipal de esporte

A Prefeitura de Ubatuba, por meio da Secretaria de Esportes e Lazer, divulgou na última sexta-feira, 24, os nomes dos monitores que ministrarão as aulas da escolinha de skate, uma novidade dentro das atividades esportivas desenvolvidas pela Prefeitura.
Os detalhes para a implantação da nova modalidade foram acertados em uma reunião entre o Secretário de Esportes e Lazer Bittencourt Jr e Marcio Tanabe, da ONG Ativação, que trabalha em parceria com a SEJEL (Secretaria Estadual da Juventude Esporte e Lazer), no projeto São Paulo do Skate.
Durante a reunião foi escolhido o coordenador da escolinha, o atleta Cristiano Vieira Mendes, que ao lado de Marcio Tanabe, participou da escolha dos quatro monitores: Hickey Araújo, Laíse Brandão Aguiar, Salatiel Pereira de Oliveira e Rafael de Souza Galvão.
A escolinha terá duas turmas pela manhã e duas no período da tarde. Os moldes são os mesmos da escolinha de surf, onde os alunos não precisarão adquirir material para treino; a SEJEL disponibilizou oito skates, vinte jogos de equipamento de segurança (cotoveleiras, joelheiras e capacetes) e uniformes para os alunos e monitores. A Secretaria de Esportes e Lazer de Ubatuba deverá arcar com a logística e seleção dos alunos e o custeio de um coordenador de atividades.
Os monitores passarão por curso de capacitação, no qual deverão viajar a São Paulo na próxima quinta-feira, 1, para o primeiro treinamento de monitores. A partir do dia 11 de março os monitores freqüentarão, também em São Paulo, cursos de comunicação e informação e tecnologia e desenvolvimento de produtos. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3833-3818. PMU
 
Free counter and web stats