sábado, fevereiro 25, 2006

Onde fica este lugar?



Faça um teste. Olhe a foto e responda rápido. Que cidade é esta? Descobriu? Então diga de onde foi batida a foto.

Sidney Borges

Sociais



De leve,

Os artistas da tesoura, Fanta e João, também são leitores do Ubatuba Víbora.

Sidney Borges

“CONTRADIÇÕES”

Corsino Aliste Mezquita.
“EU NÃO TENHO SUPERFATURAMENTO NOS MEUS CONTRATOS”
(Prefeito Eduardo César. Rádio Costa Azul 15-02-06)

Afirmativa contundente. Como poderemos saber se é verdadeira? Logicamente só conhecendo os contratos fechados a sete chaves e, dos quais não são publicados, na imprensa da cidade, nem os detalhes exigidos por lei. Temos aqui a primeira contradição entre as palavras do Sr. Prefeito e a realidade que se vive no município.
O hermetismo e a ocultação são de tais proporções que, as informações, não são fornecidas nem aos senhores vereadores, quando oficialmente requeridas.
Ano passado, o nobre vereador, Edílson Félix, manifestou seu desapontamento frente às negativas e informações incompletas e recebeu, como resposta, a pérola a seguir:

“A Prefeitura Municipal de Ubatuba e o Prefeito Eduardo César, vêm a público exercer o direito de resposta, prévio a ação de indenização pelos danos morais, provocados pela publicação de matéria de responsabilidade do vereador Edílson Félix, intitulada “PEDIDO DE INFORMAÇÃO SOBRE EMPRESAS TERCEIRIZADAS RESPONDIDO DE FORMA INCOMPLETA PELO EXECUTIVO” (A CIDADE 30-06-05).

A contradição está evidente. O Executivo não respondeu ao solicitado pelo nobre vereador, não respeitou a imunidade parlamentar concedida pela Lei Orgânica do Município (Artigo 16) e tentou atemoriza-lo com terrorismo político, como já tentou também com outros escribas. Terão mudado as coisas? O teste poderia ser feito pelo nobre vereador, Edílson Félix, já que parece ser, um dos poucos, que tentam cumprir seu dever de fiscalizar o Executivo e não concordam com sessões da Câmara, especialmente preparadas, para os áulicos comissionados baterem palmas para o Prefeito orador.
Não existindo superfaturamento e medo a que a verdade apareça, porque não abrir todos os contratos aos vereadores que se interessem por cumprir sua função de fiscalizar?. Porque em todas as PLACAS das obras executadas pela Administração Municipal (direta e indireta) não consta:


Empresa contratada.
Valor do Contrato.
Início do contrato.
Término do contrato.
Empresa terceirizada pela empresa contratada, caso exista.
Termos de aditamento ao contrato, tanto em tempo como em valores, caso existam.

Esses dados permitiriam fazer comparações, análises e verificar a veracidade da frase acima citada. Nas atuais circunstâncias isso não é possível e existem informações e campos de observação que, inevitavelmente, levam a duvidar da frase do Sr. Prefeito, acima transcrita.
O Edital da terceirização da merenda escolar, de muitos conhecido, e as circunstâncias que tem acompanhado a contratação da empresa por valores temerários para a economia do município de Ubatuba, é prova cabal de que o Sr. Prefeito não está sendo fiel à verdade.
Rumores, informações e constatações de outros contratos, pretender silenciar a imprensa com insultos e palavras desrespeitosas, negar as evidências que estão às vistas de todos, são elementos que impedem, os cidadãos conscientes, medianamente informados e não cooptados por benesses de portarias, contratos e outros mimos, de acreditar nos repetitivos discursos do Sr. Prefeito.
Não podemos afirmar se há superfaturamento de contratos. Não temos provas documentais para fazer tal afirmativa, mas..... as dúvidas foram reforçadas pela contundente afirmativa do Sr. Prefeito : “Eu não tenho superfaturamento nos meus contratos”. A frase é tão ambígua e, como falamos, no debate dialético, presta-se a tantas restrições mentais, que dá para duvidar se, o Sr. Prefeito, está se referindo a seus contratos pessoais, como pessoa física, ou aos contratos assinados, como Prefeito de Ubatuba, em nome da Prefeitura. No primeiro caso, certamente é verdadeira. No segundo, as dúvidas continuam, considerando as contradições existentes.

Carnaval



Chegou finalmente o tríduo momesco, tempo de ficar alegre. Como a ordem é sair cantando, vamos lá minha gente:

Se gritar pega ladrão,
não fica um meu irmão...

de novo,

Se gritar pega ladrão,
não fica um meu irmão...

Olha o refrão:

Se gritar pega ladrão,
não fica um meu irmão...

Sidney Borges

Rua do Cravo


O vereador Edilson Félix reclama melhoramentos para o Ipiranguinha

Edílson Félix cobra do Executivo providências sobre a Rua do Cravo, no Ipiranguinha

Escoamento de águas pluviais e pavimentação asfáltica já foram solicitados em indicações do vereador

A comunidade da rua do Cravo, no Ipiranguinha, na entrada para o Vale do Sol, procurou o vereador Edílson Félix para solicitar providências em relação àquele logradouro. Desde o ano passado, o vereador e a comunidade do local, através da AMBAVAS - Associação de Moradores do Bairro do Vale do Sol vem tentando que a Prefeitura execute ali obras prioritárias, principalmente para resolver problemas causados pelas faltas de escoamento das águas pluviais e de pavimentação asfáltica.


Indicação e Pedido de Informação

O vereador Edílson Félix, cumprindo sua função legislativa, protocolou uma Indicação e um Pedido de Informações, ambos em março de 2005, o primeiro, informando a Prefeitura dos problemas relatados pela comunidade daquele local e o outro questionando sobre a pavimentação asfáltica:
Indicação 280/05, de 07 de março de 2005, solicitando ao Executivo o nivelamento e a colocação de boca de lobo na Rua do Cravo, devido a um grave problema de escoamento de águas pluviais, que invadem as residências e causam sérios transtornos aos moradores e Pedido de Informação 020/05 de 14 de março de 2005, solicitando informações sobre as Ruas do Mimo, Beira-Rio e do Cravo. A dúvida era porque, entre as travessas da Rua da Cascata, somente essas não receberam pavimentação asfáltica e se houvesse algum problema, qual era a previsão da Prefeitura para que se resolvesse a situação e pavimentasse a mesma.

A Resposta da Prefeitura

A resposta da Prefeitura, através do ofício 230/05-AEG, em 04 de Abril do ano passado foi a seguinte: que a pavimentação das ruas do bairro foram feitas pela administração anterior e não podiam precisar os motivos que levaram a Prefeitura não proceder a pavimentação.
A outra resposta foi “Item 2 – A princípio não existe qualquer tipo de problema congênito, apenas o de praxe (falta de material); sendo assim, informamos que estamos viabilizando material para futura execução, já que as ruas citadas estão dentro da programação”.
Associação de Moradores também se movimentou
A AMBAVAS (Associação de Moradores do Bairro Vale do Sol), através de seu presidente, Sr. Luciano Gomes Lima, também se movimentou para resolver esta questão e enviou ofício, de nº 029/05, datado em 16 de agosto de 2005, pedindo a canalização das águas da referida rua, comunicando a Prefeitura que as Madres já teriam autorizados a abertura da canalização por dentro de sua propriedade.

A vistoria da Prefeitura

Em agosto de 2005, o engenheiro Vital, da Secretaria de Obras, esteve no local e disse que a Prefeitura ia fazer a tubulação por dentro de um terreno de propriedade das madres e que estas já teriam autorizado, através de ofício no dia 15 de Junho daquele ano.
Apesar das promessas do engenheiro, a obra não saiu do papel e durante todo o período das chuvas, a população do local passou por situações desagradáveis e por problemas que poderiam ter sido evitados, se o escoamento das águas tivesse sido executado pela Prefeitura.

Providências Já!

No último dia 07, o Vereador Edílson Félix protocolou a indicação de nº 38/06, onde relata toda a trajetória da luta, anexando as referidas indicações, cópia da autorização das madres e foto com as autoridades e moradores no local. No documento o Vereador pede providências urgentes da Prefeitura para resolver o problema daqueles moradores.
Até hoje os moradores da Rua do Cravo sofrem com o problema da falta de escoamento das águas pluviais, sem que a Prefeitura tome providências para resolvê-lo. Isto sem falar da questão, relatada por muitos moradores daquele local, que precisam sair de casa com os pés envoltos em sacolas plásticas, para enfrentar a lama que toma conta daquela rua na época das chuvas. O vereador Edílson Félix esteve no local e pediu sensibilidade ao Executivo: “A única saída das águas é pelas residências. É preciso que se construa a boca de lobo e se faça a tubulação o mais rápido possível, para que a Rua do Cravo possa também receber o asfalto, pois a própria Prefeitura informa que a obra está dentro de sua programação”, disse.
Fonte: Assessoria do Vereador Edílson Félix


Notícias da Prefeitura


O secretário da fazenda, Gilson da Silva, na audiência pública do dia 23

Prefeitura apresenta metas fiscais do terceiro quadrimestre de 2005

A Prefeitura de Ubatuba, por intermédio da Secretaria Municipal de Fazenda, apresentou, em audiência pública realizada no último dia 23, a prestação de contas relativa ao exercício de 2005, com os demonstrativos das receitas arrecadadas e despesas do terceiro quadrimestre, em obediência à Lei de Responsabilidade Fiscal. Na apresentação o secretário municipal de Fazenda, Gilson F. da Silva usou a sala Washington de Oliveira, da Câmara Municipal, para explanar para o público presente sobre as realizações da administração municipal.
Gilson iniciou a apresentação explicando a obrigatoriedade que impõe a Lei de Responsabilidade Fiscal e as mudanças que dela derivaram. A receita bruta do município no referido período foi de R$ 98.514.985,28 e a líquida, deduzida a receita redutora do Fundef, foi de R$ 95.049.291,48.
Foram minuciosamente expostas as origens das receitas, o comparativo das receitas anuais desde 2001, as despesas por secretarias e com pessoal. Gilson apresentou também, de forma comparativa, as despesas totais com a educação desde 2001 até o final de 2005, demonstrando que as despesas obrigatórias foram cumpridas tanto no Ensino Fundamental como no Ensino Infantil e na valorização do magistério, com aplicação de 27,94% na manutenção do ensino. Na saúde os gastos também ficaram dentro do que manda a legislação, tendo sido aplicados 20,96%.
“O setor de contabilidade trabalha para que a arrecadação do município seja maior e consiga atender aos anseios da população. O orçamento tem um tamanho definido e precisamos sempre trabalhar com isso, fazendo a parte legal de acionar devedores, por exemplo. O que não pode acontecer é o gestor deixar de cumprir suas obrigações legais e como Ubatuba tem uma gama muito grande de necessidades, temos que adequar as despesas com responsabilidade”, explicou o secretário municipal de Fazenda. PMU

sexta-feira, fevereiro 24, 2006

Na frente do Haiti. Pelo menos isso...

O Brasil só perde do Haiti no campeonato de menor PIB da América Latina. A economia brasileira levou um tombaço no ano passado, resultado de uma política monetária que vinha sendo criticada dentro do próprio Ministério da Fazenda desde abril de 2005. Apenas 2,3% de crescimento na comparação com 2004, cuja taxa foi de 4,9%.
A divulgação do PIB, providencialmente deixada para véspera de Carnaval, interrompe uma série de notícias positivas que Lula julga fundamental para vitaminar sua chance de se reeleger.
É bom não esquecer que o mundo está vivendo um ciclo virtuoso e que o Brasil vai perdendo o bonde da história. Quando a campanha política começar de fato - Lula já está em campanha - veremos a reedição do que houve por ocasião do referendo sobre a venda de armas. Ao ser confrontado com a verdade o povo saberá decidir.

Sidney Borges
Com informações da Folha Online

Insensatez



A praia do Cruzeiro é linda, convidativa. Eu adoraria caminhar até ela, estender uma esteira, tomar sol e banhos de mar. Para fazer isso preciso usar o carro, as praias da cidade estão poluídas. Um dia alguém vai tomar a iniciativa de despoluir essa praia maravilhosa, que hoje não passa de “inútil paisagem”, sem a poesia da canção homônima.

Sidney Borges

Realmente tudo Mudou!

Marcos Fushimi Velloso
De 1994 pra cá também mudou, nome de moeda (nome feio URV que depois ficou bonito), tomamos contato com estabilidade econômica e muitos prosperaram. Apesar de em 1999 alguns praguejarem para que as coisas não fossem bem, chamaram até de "manobra política", como ser uma manobra se no cenário internacional da época éramos a bola da vez, após vários paises quebrarem, a desvalorização do REAL foi estratégica. Senhores da Praga este era somente o ajuste que deveria ser feito para que em 2002 o presidente atual recebesse o país de forma governável. Os altos índices nas pesquisas não impediram Lula de sacar sua metralhadora e prometer coisas que não faria e não fez, o risco país cresceu uma vez que tudo e todos apontavam sua vitória e aguardavam os absurdos. Num ato tresloucado de humildade ou de responsabilidade, o então presidente FHC ordenou à equipe econômica que passasse aos novos governantes, como a política econômica deveria transcorrer até os ajustes necessários a implantação do plano de governo atual. Será este ato um ato de humildade ou de responsabilidade? Uma vez que vimos pessoas saquearem vários governos quando os deixam por motivo de derrota. Será que fez pensando em voltar? Se foi não sei. Sei que em 1994 foi dito em rede nacional pelo então ministro Fernando Henrique Cardoso, que a implantação do plano econômico era de longo prazo e que o país passaria por vários ajustes, inclusive de conduta. Sociólogo ou parapsicólogo não só Ministro da Fazenda que de maneira competente implantou o plano, foi eleito presidente duas vezes e ainda com responsabilidade e humildade e melhor, sem rancor, passou a bola para o presidente atual. Espero que o presidente atual faça o mesmo em janeiro de 2007. Presidente Lula passe a bola a seu sucessor sem rancor, com humildade e responsabilidade. Obrigado.

Pássaros





Vem aí...

Mistério



Você reconhece a bicicleta? Costuma ser vista pelas ruas pilotada por uma mulher e seguida por alguns simpáticos cachorros, um deles bravo. Você acredita em magia negra? Na noite de terça-feira, quando o relógio da Matriz dava a última badalada da meia noite, fotografei a transformação. Captei o exato momento em que a Bruxinha se disfarçava de Cerol. Por quê? Jamais saberemos.

Sidney Borges

Acertos e erros do PT

É preciso deixar claro que o Partido dos Trabalhadores, composto de seres humanos está sujeito a cometer erros e acertos. Como uma instituição pública está sujeita a criticas e sugestões, mesmo daqueles que não conhecem o estatuto do PT, mas que votam na legenda e proposta do partido, outros odeiam o partido e assim somos o PT, como o único que exerce o seu legitimo papel da vida partidária brasileira contribuindo com o fortalecimento da democracia em nosso país.
Sobre alguns artigos publicados tem sido constante como forma de provocação ao Diretório Municipal, mas é verdade também, que às vezes alguns companheiros petistas apaixonados também dão suas cutucadas, o que é muito natural e faz parte do jogo, o leitor e eleitor de Ubatuba é quem sai ganhando com isso.
Sobre a cobrança de resposta por parte do PT, não vamos entrar neste jogo, quando se tratar de condutas personalistas. Esta clodovilização da política pode ser muito perigosa e ser o atraso para a democracia. Como este meio de comunicação de imprensa é aberto e não restringe qualquer tipo de expressão, temos tomado o cuidado para não confundir os interesses pessoais com os interesses políticos, os individuais com os coletivos. Representamos muitos que acreditam que política é coisa seria, que não se deve levar pelos meios corporativos para beneficiar uma minoria, fruto da cultura política que se arrasta em todos os cantos do nosso país há quinhentos anos.
Em nível nacional o partido dos trabalhadores cometeu alguns erros, mas já foram corrigidos, os culpados foram punidos e as demais questões estão na justiça aguardando apuração. Muitos companheiros pagaram o preço por terem feitos coisas boas durante muito tempo e foram incompetetentes para fazer aquilo que se faz durante muito tempo por outros partidos. O PT desde sua criação nunca foi favorável a tal pratica.
Em nível municipal o partido também cometeu alguns erros, que suas correções estão no médio e no longo prazo. O primeiro deles foi contrariar a posição do presidente do Partido na época, o Sr. Jose Antonio Bueno de Aguiar e fazer aliança com o Prefeito Eduardo César, sabendo da sua índole de não cumprir compromisso e acordos assumidos em campanha. O acerto foi tirar do cenário alguns nefastos que tem levado Ubatuba ao caos e atraso e no papel de partido responsável por eleger este governo, temos feito o incansável esforço para que a atual administração faça um bom governo.
Para não discordar da crítica do autor do artigo que fala do nepotismo da FUNDART, o PT também é contra o nepotismo no serviço público. Após a renovação do Diretório, no compromisso de resolver algumas questões desta ordem, o Partido se posicionou por não gerenciar diretamente na administração, mesmo nos casos em que envolvem o PT, num ato de protestar contra o descaso com que o Prefeito Eduardo César tem tratado o PT, numa postura de isolar os amigos e confiar nos inimigos, fazendo um governo de continuidade. O que somou para a tomada desta decisão é que qualquer imposição partidária poderia levar a prejuízos administrativos a entidade responsável pelas questões culturais do município, tendo em vista a questão técnica e os bons resultados da gestão do Martiniano com a coragem de criar novos eventos para o calendário turístico e cultural de Ubatuba como a Caiçarada, o carnaval tradicional com a valorização da cultura local, a democracia e a transparência partilhando as discussões internas e fazendo bom uso do dinheiro público com sobra de caixa.
Esta nova gestão do PT não vai mais permitir o nepotismo, mas não vamos nos deixar levar pela irresponsabilidade e prejudicar um bom trabalho que já estava em andamento, partindo do pressuposto que cada caso deve ser tratado de modo diferente e com muito cuidado.
Espero que a preocupação das pessoas sejam de fato com a moralidade no serviço público ou com a imagem do Partido dos Trabalhadores. Há ainda aqueles que se preocupam com os altos lucros dos banqueiros no Governo LULA. É publico e notório que banqueiro ganha muito dinheiro na alta e na baixa safra, com ou sem inflação, neste ou naquele governo, mas foi nestes três anos de governo LULA que, pela primeira vez na história reduziu a diferença entre ricos e pobres. O Presidente LULA acerta quando é contrario que o rico tenha que ficar mais pobre, os pobres é que terão de melhorar suas condições de vida e diminuir este passivo social arraigado no país há muitos anos, feitos pelos mesmos que nos criticam.
O PT continua forte e tem suas bases sólidas, calcadas nos movimentos sociais e de trabalhadores com propostas bem definidas para melhorar as condições de vida das pessoas com um projeto de país para a maioria da nossa população, sem preconceitos de classe social, cor, raça ou religião, com mais cidadania para todos.

Gerson Florindo
Vice Presidente do PT de Ubatuba

Carnaval

Carnaval de Ubatuba terá blocos e carros de som

Cristiane Zarpelão
No domingo, 26, quem anima a festa de carnaval são os blocos “Turma do Funil”, “Água Doce” e os blocos de enredo dos bairros Itaguá, Estufa 1 e Perequê-Açu.
Segundo o presidente do bloco A Turma do Funil, Moacir Couto, “tudo começou com uma brincadeira de pessoas que gostam de tomar ‘umas e outras’. Deu certo e este será o terceiro ano que vamos desfilar”, diz animado.

“O bloco inicia com 100 componentes e a tendência é só aumentar. Qualquer pessoa que quiser se divertir está convidada a participar do desfile”, diz Moacir.
A concentração do bloco será realizada a partir das 21h00 na Avenida Iperoig 490 (atrás do Restaurante Avenida), no Centro.
Já o Bloco Água Doce surgiu a partir de um convite da Comtur em 2002, ao Água Doce Praia Hotel, que fica no bairro da Praia Dura. Segundo a auxiliar administrativa do hotel, Cristina Jardim, “o proprietário, Eduardo Gamez Nunez, aceitou o convite e desde então, estamos desfilando. O bloco tem seu próprio abadá e conta com a participação de todas as pessoas ligadas ao hotel, desde os funcioná-rios até os hóspedes”, explica.
A concentração do bloco será no hotel e no final da avenida Iperoig.

Ubatuba conta ainda com três blocos de enredo - Mocidade do Itaguá, Unidos da Estufa 1 e Unidos do Perequê-Açu.
Segundo o presidente da Mocidade do Itaguá, Walter Marcondelli, o bloco “desfila desde 1976”. O tema esta ano é ‘Hoje declaro meu amor pelo Itaguá’. “Contamos com 150 componentes”, diz Marcondelli.
“Nossa escola existe há 15 anos e temos por volta de 140 participantes. Estamos bastante animados”, diz Roberto Paiva, presidente do Unidos da Estufa 1. E o presidente do Unidos do Perequê-Açu (ex-bloco do Garça), Alexandre Russo, diz estar tentando fazer um desfile muito bonito. “Desfilamos desde 1992 e até já fomos bicampeões. Neste ano nosso tema é ‘Renascerá’”, conta entusiasmado.
Na segunda-feira desfilam novamente os blocos “Recordar é viver” e “Caxorrada”. No último dia de carnaval, repete-se a programação de domingo, com o desfile da Turma do Funil, Água Doce e blocos de bairros. A novidade no carnaval 2006 de Ubatuba são os carros de som que animarão a festa nos extremos sul e norte da cidade. Na região sul, a concentração acontece na Praia da Maranduba e no Norte o carro de som fica na Praia de Ubatumirim. Já na Avenida, além dos blocos tradicionais, desfilando sambas-enredo, marchinhas e fantasias, haverá também um caminhão de som, acompanhando alguns blocos. No bairro da Maranduba o carro de som fará a alegria dos turistas durante todos os dias de carnaval, sempre a partir das dez da manhã. No bairro Ubatumirim o carro de som comandará a festa noturna, sempre a partir das 20h00. Na região oeste, no bairro Ipiranguinha, acontecerão shows com bandas todas as noites de carnaval.

Facinter

Cristiane G. Zarpelão
O Colégio Dominique, instituição de ensino que há 28 anos atua em Ubatuba, acaba de firmar convênio com o Grupo Educacional Uninter, de Curitiba, Paraná, para a implantação da primeira faculdade particular de tecnologia em nossa cidade. Os cursos, autorizados pelo MEC, são ministrados ao vivo, via satélite, uma vez por semana, sob a coordenação local de professor tutor pós graduado. Realmente uma extraordinária conquista para os cidadãos ubatubenses, com destaque para o segmento empresarial, já que Gestão Financeira, Marketing e Propaganda e Gestão de Negócios de Pequeno e Médio Porte são algumas das opções. No site www.facinter.br os interessados poderão colher mais informações e, inclusive, inscrever-se para o vestibular, que ocorrerá dia 12 de março no Colégio Dominique.

Editorial

Mortos vivos

Vinte e sete por cento dos jovens brasileiros não estudam nem trabalham. São párias. Para eles não existe lugar na sociedade, com exceção das penitenciárias. Na verdade estão mortos. Não fisicamente. Pior que isso, são mortos civis que apenas contemplam o mundo real. Culpa das mentalidades criadas em quatrocentos anos de economia escravista. No Brasil jamais se acreditou que pudesse haver solução vinda de dentro. Espera-se que um dia D. Sebastião retorne na forma de generoso investidor e nos salve da bancarrota. Ilusão. O maior capital de um país é o seu povo. Desde que educado. Sem educação o povo é apenas uma massa amorfa, cuja serventia é votar em promessas e quimeras.

Sidney Borges

Notícias do Legislativo

Prefeito vai a Câmara a convite de Charles Medeiros

Na Sessão de Câmara do dia 14 de fevereiro, o vereador Charles Medeiros (PSB) solicitou que o Chefe do Executivo, acompanhado de seus Secretários, comparecesse à Câmara Municipal para esclarecer duvidas dos vereadores e da comunidade com relação a temas de relevante interesse. Atendendo ao convite do vereador, o prefeito Eduardo César compareceu nesta última terça-feira à Sessão da Câmara Municipal. Segundo o vereador Charles Medeiros, a comunidade tem solicitado esclarecimentos quanto a situação precária das vias municipais, Plano Diretor entre outros temas de interesse da comunidade.
Durante a Sessão diversos assuntos foram abordados, dentre os principais: a instituição urgente do nosso Plano Diretor, a questão das estradas que se encontram em péssimas condições de tráfego e, por último, o desvio de dinheiro público feito por parte de um funcionário da prefeitura, assunto este que foi amplamente divulgado na imprensa. Charles Medeiros comentou da precariedade em que se encontram as vias da Estufa II, onde segundo ele, trata-se de uma comunidade operária e que muitos cidadãos não conseguem chegar com o calçado limpo ao seu local de trabalho, comentou ainda que as pessoas não pedem muito, a começar pelo respeito. Reitera que são questões legítimas encaminhadas ao prefeito e que são as mais questionadas pelas comunidades ao vereador.
Medeiros vem solicitando a implantação do Plano Diretor desde seu primeiro mandato e em 2005 encaminhou ao Executivo vários ofícios e indicações referentes à implantação do Plano Diretor, na questão das estradas, solicitou maior atenção e empenho do poder público na melhoria dos acessos.
“Acredito que um maior empenho do poder público poderá trazer resultados mais satisfatórios as nossas comunidades”, afirma Charles Medeiros.


Vereador Romerson de Oliveira (Mico) em ação nos Bairros do Perequê-Mirim, Saco da Ribeira e Lázaro

Na 5ª feira passada, o Vereador Romerson de Oliveira-PFL, o Secretário de Obras João Paulo Rolim e o Encarregado de Terraplanagem, Célio Pinto, estiveram vistoriando algumas ruas do Bairro do Perequê-Mirim, com a finalidade da execução de melhorias emergenciais a esta comunidade. Neste mesmo dia, a Secretaria de Obras enviou ao local uma máquina Patrol para a realização de nivelamento de ruas do bairro que se encontravam esburacadas devido as fortes chuvas ocorridas nas últimas semanas.
Outro trabalho realizado foi a retirada de lixo em algumas localidades, bem como a limpeza de entulho e manutenção de algumas ruas que necessitavam de capinação.
Neste sábado, outro trabalho que o Vereador conseguiu junto à Prefeitura, foi a operação tapa buracos no início da Rua Benedito Henrique.”Esse trabalho não poderia deixar de acontecer, onde grandes buracos estavam causando transtornos à comunidade, e segundo o Secretário João Paulo, em uma outra etapa, o restante do Bairro do Perequê-Mirim receberá esta benfeitoria pública”, comenta Mico.
Está programado para depois do Carnaval nos Bairros do Saco da Ribeira e Lázaro, os serviços de nivelamento de ruas e a limpeza de entulhos, além de capinação e outros serviços mais emergenciais.
“Vale lembrar, que o mutirão de limpeza na Escola Estadual Semíramis Prado de Oliveira, no Bairro do Saco da Ribeira, foi paralisado devido as fortes chuvas, desta forma, inviabilizando a concretização do mesmo, mas aproveitando os trabalhos que serão realizados nesta região após o carnaval, certamente o trabalho será concluído”, diz Mico.

Rua Andrelino Miguel, no Lázaro, é Prioridade do Vereador

O Vereador Mico, a tempo tem buscado junto ao Prefeito Municipal providências para que a Rua Andrelino Miguel, no Bairro do Lázaro, recebesse uma atenção especial e emergencial em toda a sua extensão, por ser a principal rua de acesso ao bairro, além de ser um problema antigo e muito reivindicado pelos moradores.
Após o Carnaval, a Secretaria de Obras irá realizar a captação de águas pluviais, limpeza e manutenção dos bloquetes, que inclusive será necessário a troca de alguns devido ao seu mal estado de conservação e os mesmos serão utilizados para o calçamento de outras ruas do bairro.
Na última 3ª feira, o Srº Prefeito Eduardo César, ao usar a tribuna da Câmara Municipal a convite da Mesa Diretora, fez um pequeno balanço de sua administração e confirmou que a Rua Andrelino Miguel passará de fato por obras logo após o feriado do Carnaval.
“A tempo tenho recebido reclamações da população, que com certeza condiz com a situação precária da rua. Vejo que o papel de cobrança dos munícipes é sem sombra de dúvidas o termômetro das reais necessidades de seu bairro e que nós, homens públicos, devemos estar antenados a essas reivindicações. Quero aproveitar o momento e agradecer o Prefeito Eduardo César e o Secretário de Obras João Paulo, por esses inestimáveis serviços prestados a essas comunidades e dizer que esta união do Poder Legislativo e Executivo é o caminho mais curto para que Ubatuba seja uma cidade cada vez mais agradável de se viver, e dar aos seus munícipes o respeito que todos merecem”. Finaliza o Vereador Mico.



Vereador Osmar de Souza esclarece ao público

O vereador Osmar de Souza (PFL), autor do Projeto nº 108/04, que originou a Lei Municipal nº 2.591/04, publicada no Jornal A Cidade, em 06/11/2004, que concedia os benefícios de gratuidade do transporte coletivo em nosso município, aos idosos de 60 (sessenta) anos de idade a 65 (sessenta e cinco) incompletos, vêm a publico esclarecer à população de Ubatuba e aos idosos que tiveram os benefícios de gratuidade de transporte coletivo suspensa, por enquanto, por decisão liminar do Tribunal de Justiça de São Paulo (Adin nº 129.289.0/00), a favor da empresa de Transporte Cidade de Ubatuba, que já protocolou uma medida regimental e encaminhou a INDICAÇÃO ao Sr. Prefeito Municipal, no sentido de tomar a iniciativa de regulamentar o artigo 202 da Lei Orgânica do Município, a fim de restabelecer o merecido benefício aos idosos a partir de 60 (sessenta) anos de idade, de utilizar gratuitamente o transporte coletivo em nosso município.
Esclarece ainda que qualquer insinuação distorcida da verdade real dos fatos é simplesmente fruto de imaginação maldosa que alguns opositores pretendem confundir a população menos informada.

Fonte: Laura Ennes - ASCOM

Carta resposta

Reciclagem com certeza

Estou escrevendo esta carta como resposta a carta escrita por Roberto Mamede Costa Leite, publicada no dia neste mesmo site. Nesta carta o senhor Mamede relata a sua maneira um fato ocorrido na delegacia desta cidade no dia 19/02/06. Como este relato esta recheado de inverdades, sinto-me no direito de dar a minha versão dos fatos. Meu nome é Thomaz sou policial civil e estava trabalhando no plantão policial no dia em questão, e por volta das 10 h aparece um cidadão, carregado de prepotência e arrogância, dizendo ser advogado, exigindo que eu elaborasse um Boletim de Ocorrência de “Preservação de Direitos”. Logo vi que tal advogado nada entendia de Direito, pois a Policia Civil funciona como policia judiciária, ou seja, na delegacia são registrados crimes ocorridos, e no Código Penal não há nenhum artigo que faça menção a “preservação de direitos”. Desta forma, solicitei com toda educação para que o dito advogado me contasse o que aconteceu. Sendo que o tal senhor sem nenhuma paciência, sendo completamente arrogante e mal educado, contou-me uma “estória” confusa e sem sentido. Sendo assim, solicitei a este que aguardasse a delegada plantonista, na qual estava ocupada com outra ocorrência policial, para que esta tentasse identificar alguma tipificação criminal na “estória” do descontrolado senhor. Mais uma vez este demonstrou total desconhecimento de como é o funcionamento de uma delegacia de policia, exigindo que eu confeccionasse tal boletim naquele exato momento. Para quem não conhece o funcionamento de uma delegacia, eu explico: toda ocorrência que chega a delegacia deve ser levada ao conhecimento da autoridade (delegado) de plantão, o qual tipifica a natureza criminal do competente boletim de ocorrência. Diante da insistência do dito bacharel, mais uma vez expliquei como era o procedimento daquela delegacia, pois o mesmo demonstrando total arrogância perguntou se a delegada iria demorar em atendê-lo, quando lhe disse que a delegada logo o atenderia, entretanto impaciente ele esperou por cerca de 2 minutos e saiu da delegacia. Realmente trabalhar na policia Civil hoje em dia não é fácil, além de todas as privações que nós enfrentamos, nós temos de agüentar todos os tipos de pessoas, pessoas que, além de não ter bons modos, acham que sabem de tudo, porém são totalmente ignorantes. “É osso duro de roer”.

Thomaz K. Carvalho

Fábula VIII

É terça-feira na cidadezinha. Dia em que os poderes se reúnem para discutir e votar projetos que abrem os caminhos para um futuro melhor. Mas esta terça-feira, na cidadezinha, tudo aconteceu de maneira inusitada. Os projetos foram colocados na “gaveta” para dar lugar às palavras do famoso HSA, que foi convidado para esclarecer dúvidas e prestar contas de seus atos até o presente momento. E não é que o homem foi e lotou o auditório, sem deixar muito espaço livre para a população, aquela mais interessada.
Bem, não importa, ele foi e para a cidadezinha isto seria um bom sinal, um sinal de responsabilidade, de respeito, se todos ficassem completamente satisfeitos. Falou de obras, de finanças, de saúde, de educação, de infra-estrutura, de sociabilidade, de qualidade de vida, enfim, de tudo que diz respeito à linda cidadezinha.
Já li em algum lugar que a palavra tem poder e quando bem escolhidas e empregadas se tornam uma arma capaz de mudar os rumos de qualquer discussão, convencendo até quem não entende sobre o assunto. Um discurso que inicia enfatizando que a culpa é dos antecessores sempre convence, tem poder, porque exime qualquer responsabilidade dos atos prometidos e ainda não praticados. Um discurso que compara um trabalho sério com a quantidade de inimigos feitos pela inveja, também convence, mas será que os inimigos não foram criados por quem os aponta? Será que o povo da cidadezinha acredita em tão lindas palavras? Por fim, será que a cidadezinha é movida por palavras? E os atos? Talvez as palavras sejam suficientes para convencer a cidadezinha, mas se isso não funcionar tem sempre uma vara de pescar para encher o balde do Pescador de Linguado.

Rogério Frediani

Notícias da Prefeitura

Prefeitura informa serviços durante o Carnaval

O Carnaval de Ubatuba em 2006 acontecerá “nos quatro cantos” da cidade. A Praia do Ubatumirim, no extremo norte, o Bairro Ipiranguinha, na região oeste, o Centro e a Praia da Maranduba terão carros de som que animarão a festa. Na Avenida Iperoig, além do carro, a alegria fica por conta dos blocos tradicionais, desfilando sambas-enredo, marchinhas e fantasias. Para que a festa aconteça com maior tranqüilidade, a Prefeitura organizou um forte esquema de segurança e atendimento médico descentralizado. Confira os serviços prestados pelo município e divirta-se!

Trânsito e Segurança

O DER (Departamento de Estrada e Rodagem) estima que cerca de 600 mil veículos devam passar pelas rodovias Ayrton Senna / Carvalho Pinto, D. Pedro I, Tamoios, Mogi-Bertioga, Oswaldo Cruz e a Litorânea (SP-55). Os horários de pico são entre 15h e 2h na sexta e entre 7h e 16h no sábado. Para não ficar preso no trânsito é aconselhável evitar esses horários. Cerca de 800 funcionários – entre técnicos e operadores de tráfego – estarão de plantão com 283 viaturas prestando serviços de guincho, primeiros socorros e apoio ao tráfego, além de realizarem o atendimento do Disque Dersa/DER – 0800-555510.
Em Ubatuba, o setor de Trânsito da Prefeitura informa que na 6ª feira, dia 24, a Av. Iperoig ficará interditada a partir das 22h até as 4h, no sentido Itaguá/Perequê-Açu. Nos outros dias, a Avenida fica fechada a partir das 21h.O bolsão do Aeroporto poderá ser usado como estacionamento, gratuitamente.
A Guarda Municipal trabalhará com todo o seu efetivo e viaturas durante os quatro dias de Carnaval, em parceria com a Polícia Militar, que contará com reforço vindo de diversas cidades do Vale do Paraíba, além de seus 90 policiais efetivos. Helicóptero, viaturas, motos, resgate do corpo de bombeiros e policiamento ambiental reforçarão o esquema da operação carnaval.

Saúde

O Sistema de Saúde de Ubatuba oferecerá à população e aos turistas serviços de pronto atendimento nas unidades Ipirangunha, Centro, Maranduba e Santa Casa. Nas unidades do Centro e do Ipiranguinha, o atendimento é das 8 às 20h. Já na Maranduba e Santa Casa, o atendimento é 24 horas.

Coleta de lixo


Durante o carnaval, a coleta seletiva e orgânica será realizada todos os dias, em todos os bairros, contando com 13 caminhões compactadores e 40 coletores. Dez braçais realizarão a limpeza das praias: Grande, Cruzeiro e Itaguá. Serão utilizadas nessas operações, duas maquinas W-20 e quatro caminhões. PMU

Idosos

Melhor Idade de Ubatuba preparada para Jogos do Idoso

Os atletas da Melhor Idade de Ubatuba se preparam treinando diariamente para a disputa da etapa do 10º JORI (Jogos Regionais do Idoso) em São José dos Campos. A equipe é formada por 48 participantes, selecionados durante os “Jogos da Melhor Idade”, disputados no ano passado em três etapas.
As competições acontecerão entre os dias 22 e 26 de março. A organização do evento prevê a participação de 1.500 atletas que representarão as 115 cidades do Vale do Paraíba, Grande São Paulo e Vale do Ribeira. A cerimônia de abertura oficial do 10º JORI acontece em 24 de março no Ginásio Esportivo da ADC Embraer. As modalidades disputadas durante as competições do JORI serão atletismo (corrida), bocha, buraco, coreografia (danças), damas, danças de salão, dominó, malha, natação, truco e voleibol adaptado, para atletas com idade igual ou superior a 60 anos e Ubatuba enviará atletas para todas as modalidades.
As três primeiras equipes que se classificarem em cada modalidade na etapa do X JORI, participarão do JEI (Jogos Estaduais do Idoso) que tem data marcada para os dias 30, 31 de março e 1 e 2 de abril na cidade de Taquaritinga (SP).
A equipe de Ubatuba é composta por participantes do Projeto Atividade Física e Cidadania, desenvolvido por meio do Fundo Social de Solidariedade e da Secretaria de Esportes e Lazer. PMU

Aqüicultura

Ubatuba participa da II Conferência Estadual de Aqüicultura e Pesca de São Paulo

Uma comitiva de 14 pessoas de Ubatuba esteve presente na II Conferência Estadual de Aqüicultura e Pesca de São Paulo, que aconteceu em Itanhaém, durante os dias 15 e 16. O evento teve como objetivo revisar as questões levantadas durante a I Conferência e adicionar novas propostas que subsidiarão a II Conferência Nacional, que acontecerá em Brasília, de 14 a 16 de março. A presença expressiva das entidades ubatubenses permitiu que o município elegesse nove delegados para acompanhar a Conferência Nacional.
As propostas de Ubatuba foram formuladas numa reunião que aconteceu na Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Smapa). Participaram dessa reunião, membros de diversas entidades e associações relacionadas à atividade pesqueira em Ubatuba, tais como: Colônia Z10, Associação dos Pescadores de Ubatuba (Apu), Associação de Maricultores do Estado de São Paulo (Amesp), Associação de Pescadores da Enseada (Ape), Instituto de Pesca (IP-APTA), Ong Mar Vivo e Smapa.
O documento elaborado por essa equipe foi entregue ao chefe de escritório da Secretaria Especial de Agricultura e Pesca (Seap-PR), João Donato Scorvo Filho, pela secretária municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, Valéria Cress Gelli. As reivindicações foram acatadas e aprovadas em sua plenitude.
Segundo Valéria, o grupo se mostrou maduro e consciente do papel importante que eles têm na criação de políticas de desenvolvimento sustentado que trarão benefícios para o setor pesqueiro e de aqüicultura em todo o Brasil. “Foi bonito ver a coesão e a unificação de discursos do nosso grupo. Eles se manifestaram, disseram o que achavam certo e errado, batalharam pelo direito de participar das decisões pertinentes a eles. Sinto que Ubatuba começa a ter uma união produtiva que influenciará diretamente no futuro de nossa cidade”, comemora a secretária.

Pedidos do setor pesqueiro

Entre as principais reivindicações do setor pesqueiro está a legalização das embarcações de pesca de camarão em exercício, levando em conta a apresentação de título de inscrição no Seap. Esse pedido se fundamenta no fato de que existem cerca de 200 embarcações de pesca de camarão em Ubatuba, sendo que 70 destas não têm licença.
Outro pedido importante foi a melhoria da infra-estrutura de desembarque, processamento e comercialização de pescado, incluindo a reforma do Mercado Municipal de Peixe, que hoje funciona precariamente. Os pescadores pediram também maior apoio do poder público e diminuição da burocracia para concessão de financiamento para seus projetos.

Pedidos dos maricultores

Considerando-se que esse é um ramo relativamente novo, os maricultores pedem a emissão de uma legislação específica para o Estado de São Paulo, tendo em vista o desenvolvimento ordenado da atividade e maior envolvimento do Poder Público nas questões do desenvolvimento da maricultura. Outra questão foi a formação do Comitê Estadual de Desenvolvimento de Maricultura, em caráter deliberativo.
Em relação às questões ambientais, foi pedida agilidade nos processos de licenciamento dos parques aqüicolas marinhos, respeitando o gerenciamento costeiro e o plano local de desenvolvimento da maricultura. Pede-se ainda o monitoramento ambiental da qualidade de água nos parques marinhos do Estado, cumprimento do defeso do mexilhão e isenção das taxas de vistoria pela Marinha do Brasil e do licenciamento ambiental para os produtores instalados. PMU

Navega São Paulo

Ubatuba pode receber projeto Navega São Paulo

Resgatar a "maritimidade", cultivar a cultura náutica e garantir a integração social são os objetivos deste projeto do Governo do Estado

O secretário de Esportes e Lazer de Ubatuba, Bittencourt Jr, esteve na última quarta-feira, 22, na sede da Secretaria Estadual de Juventude Esporte e Lazer (SEJEL) em reunião com Carlos Cardoso, da Coordenadoria da Juventude. O principal objetivo do encontro foi a possibilidade de implantação do projeto Navega São Paulo, em Ubatuba.
O Navega São Paulo é uma ação social da SEJEL que utiliza os esportes náuticos do remo, vela e canoagem como ferramenta de inclusão social para jovens com idade entre 12 e 15 anos estudantes da rede pública de ensino. Além das aulas específicas de cada modalidade, o aluno recebe uniformes e noções de navegação, marinharia, cidadania e meio ambiente.
Segundo Bittencourt, alguns parceiros foram importantes para que a reunião pudesse ser realizada. “A idéia do Navega São Paulo foi trazida à Secretaria pelo vereador Charles Medeiros, o Ângelo Junior da Cruz e o Alexandre Pitó, a partir daí iniciamos os contatos com a SEJEL”, disse o secretário.
“Fomos pleitear a vinda do Navega São Paulo para Ubatuba. No início, nossa idéia era para começarmos as atividades em 2007, mas houve um aceno da possibilidade de, já no segundo semestre deste ano, acontecer a implantação do projeto”, finalizou Bittencourt. PMU

quinta-feira, fevereiro 23, 2006

Viva Lula!

Manchete do Jornal O ESTADO DE S. PAULO em 23/02/06: "EM 3 ANOS DE LULA, BANCOS JÁ LUCRAM MAIS QUE NOS 8 DE FHC"

Marcos Fushimi Velloso
Pergunta-se Sr. Aguinaldo isto é apelação do jornal ou o jornal é das elites? Se é das elites, estas são formadas também por banqueiros. Ou estarei enganado? Os números falam por si. Em três anos de LULA os bancos lucraram R$ 44,125 bilhões contra 34,366 bilhões em oito Anos de FHC, ou seja em três anos de FHC os bancos lucraram R$ 12,888 bilhões ante aos 44 Bi de LULA isto é R$ 31,238 bi de diferença a mais que o PT proporcionou aos banqueiros. E tem Mais se o PT ganhar as eleições e nós fizermos uma projeção simples, em oito anos o PT terá ofertado aos bancos algo em torno de R$ 120 bilhões. Sabe, as primeiras propagandas do PT eram bem interessantes os bancos vilões o FMI carrasco e o Zé Dirceu barbudo. Hoje os números são realmente outros, o PT é o maior, o sistema (entenda-se esquema) foi profissionalizado, e o presidente acredita em urucubaca. FHC não é mais ateu, o PSDB aceita prévias; enfim o PT mudou, parecia que de 1980 pra cá ia evoluir só cresceu. Só o militante não percebeu. Falaremos de outros números quando for providencial. Passe bem.

Vem aí...

FIM DE TEMPORADA

A Temporada acabou e desta vez de forma mais traumatizante que as outras, após um inicio claudicante em função da falta de feriado no reveillon e do tempo chuvoso, o Sol se abriu e tivemos uma regularidade até o final de janeiro, onde de repente desapareceu.
Diferente, portanto dos anos anteriores onde tínhamos um reveillon muito forte e em função das chuvas um esvaziamento progressivo, portanto, a temporada ia se esvaindo aos poucos.
Conversando com alguns comerciantes, todos esperavam que se prolongasse mais um pouco, pegando todos de surpresa.
E ela realmente acaba, como a morte, todos esperam, mas na hora que acontece sempre traumatiza.
E o que podemos fazer para que tenhamos uma continuidade mesmo que pequena, porém suficiente para podermos manter empregos e despesas sem ter que devolver o dinheiro que ganhamos?
A parceria com o Sebrae no desenvolvimento do turismo sustentado nesta Cidade já foi feita através da Associação Comercial de Ubatuba. Plano de Desenvolvimento do Turismo Receptivo (PDTR)
Junto com lideranças comunitárias da Região Sul, somada a algumas pessoas de outras regiões da Cidade, formatamos quatro projetos dos seis que compõem o PDTR, mesmo com a ausência maciça do Empresariado, maiores interessados, ironias da nossa Cidade.
Dia 7 às 9 horas na ACIU estaremos dando continuidade nos trabalhos, porém desta vez não será possível sem a participação de empresários, comunidades e Prefeitura, através de diversas secretarias que serão acionadas para colaborar.
Por os projetos no papel, também não foi fácil, mas é muito mais do que executá-los efetivamente.
Os projetos prontos são: SENSIBLIZAÇÃO PARA A IMPORTANCIA DO TURISMO, dividido em duas partes, ESCOLAR E DAS COMUNIDADES. – CAPACITAÇÃO DA COMUNIDADE, tanto empresarial como dos operacionais da cadeia produtiva do turismo, com parceria com SENAI e outros órgãos especializados. FORMATAÇÃO DE PRODUTOS TURISTICOS, que escolhemos como modelo a Trilha do Bonete com a participação da cultura de Vieiras e as Ruínas da Lagoinha. Apenas o piloto para o desenvolvimento de vários potenciais que temos disponíveis.
Faltam ser elaborados os projetos de RECEPTIVO TURISTICO, GESTÃO e COMERCIALIZAÇÃO.
Mas o principal é a participação de todos sem a qual não será mais possível continuarmos e, portanto permaneceremos com os traumas do fim da temporada e a devolução da “GRANA” que ganhamos.
Confirmaremos Data, Local e Hora da retomada deste importante evento, contamos com todos.

Fernando Pedreira
COMISSÃO DAS ASSOCIAÇÕES DA REGIÃO SUL - MEMBRO DO C.M.D.e C.M.T.

Que Pena!!

Aguinaldo Munhoz
Que pena! Até que poderia ser um bom debate. Mas, parece ser só esta a tática do PSDB: não tem o que propor e investe na desqualificação do oponente, com um único objetivo: desqualificar e apelar, e dessa maneira enganosa, ganhar as eleições. Se os tucanos querem continuar a transformação e a recuperação que começamos, devem estar mais preparados para isso. Os números falam por si só.
Deveriam fazer uma reflexão e tentar comparar as ações dos governos, comparando os oito anos de administração tucana com as conquistas do governo Lula em apenas 3 anos. Dá para comparar? Não.
Se os tucanos não tiveram competência para governar, deixe que os outros o façam em paz, ou pelo menos aguarde o término do mandato de Lula, para escancarar suas opiniões.

Notícias da Prefeitura



Prefeito usa tribuna para responder dúvidas de vereadores

Os vereadores enfatizaram a transparência e a democracia que representa o fato de o prefeito ir a público falar sobre seu governo

O prefeito de Ubatuba, Eduardo César, esteve na última terça-feira, 21, à frente da tribuna da Câmara Municipal. O plenário esteve lotado durante toda a 3ª Sessão Ordinária, que durou cerca de três horas. Todo o secretariado da Prefeitura acompanhou a sessão, apoiando e mostrando união entre os setores do Executivo.
Eduardo César abriu seu discurso agradecendo ao convite e enaltecendo o fato de os vereadores terem tido o discernimento de saber a hora certa de chamar o prefeito à tribuna. “Este é um instrumento de democracia, onde podemos usar da transparência para discutir os problemas da cidade”, ressaltou o prefeito.
A maioria dos vereadores se manifestou a favor da presença do prefeito na tribuna e considerou um marco na história o fato de o Executivo estar na Casa Legislativa para falar abertamente e responder às dúvidas e críticas dos vereadores.
Eduardo César falou sobre seu objetivo de criar meios para levar Ubatuba ao avanço. Segundo o prefeito, o município esteve estagnado e não avançou como deveria nos últimos anos. “Me sinto com a responsabilidade de avançar vinte anos em quatro e a expectativa da comunidade é toda depositada no prefeito, cria-se pressão, mas é uma pressão legítima, pois a população tem o direito e o dever de cobrar ações da Prefeitura”, disse Eduardo César.
A relação ímpar que a atual administração vem mantendo com o Governo do Estado, com a União e até mesmo com as associações de bairro foi citada pelo prefeito como uma ferramenta para a mudança de conceito em Ubatuba. “As relações humanas podem ser difíceis, mas as relações profissionais da nossa equipe com os órgãos externos são ímpares e certamente trarão bons resultados”, acrescentou o prefeito.
Durante seu discurso, o prefeito Eduardo César procurou abordar os temas mais importantes e polêmicos desses treze meses à frente do Executivo ubatubense. Congelamento de núcleos habitacionais irregulares, intervenção na Santa Casa, implantação de ciclofaixas, terceirização da merenda escolar, Conselho Municipal de Desenvolvimento, feira hippie, tapa-buracos e reurbanização da Avenida Iperoig, entre outros assuntos, foram esclarecidos pelo prefeito, que ainda respondeu individualmente a todas as questões levantadas pelos vereadores. Aproveitando o grande público e o fato de estar perante todo o Legislativo municipal, Eduardo César falou também sobre as muitas ações que pretende colocar em prática ainda neste ano.
O presidente da Câmara, Ricardo Cortes, encerrou a sessão parabenizando o prefeito pela coragem de apresentar seus projetos ao público e dizendo que sua ida à tribuna concretiza o desejo de fazer um governo participativo. A volta do prefeito à Câmara para uma próxima sessão também foi discutida com o intuito de tornar esta prática uma constante.
“Não tenho respostas e soluções para tudo, mas estou à disposição deste Legislativo e de toda comunidade ubatubense para esclarecer, no que for possível, dúvidas e reclamações. O bom relacionamento faz com que avancemos. Estar nesta Casa tem um significado especial para mim, pois é uma alusão à democracia e à participação popular. Voltarei quantas vezes forem necessárias e espero que na volta eu já possa dizer que atendi a alguns pedidos que me foram feitos aqui hoje”, finalizou o prefeito, que disse se sentir confortável na tribuna, já que foi vereador durante doze anos. PMU


Ibama anuncia mudança no defeso do camarão

A Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento de Ubatuba informa aos pescadores que o período de defeso do camarão sete barbas foi modificado para o mês de outubro, de acordo com as normas do Ibama, começando no dia 1º e permanecendo até o dia 31 de dezembro. A modificação foi feita após estudo que comprova que em março, época em que o defeso acontecia anteriormente, o camarão já se encontra em fase adulta, fora de período de desova.
Os camarões das espécies: rosa, branco, santana e barba-russa continuam em fase de defeso até o dia 31 de maio. Em Ubatuba, assim como em todas as cidades litorâneas das regiões sul e sudeste acontece também o defeso da sardinha, que teve início em 1º de novembro e permanece até o dia 1º de março.

Protegendo as espécies

O defeso é um período de paralisação obrigatória da pesca de determinado recurso pesqueiro, em águas marítimas ou águas interiores, visando a proteção da espécie na época da desova ou piracema. Existe também o período de recrutamento, que é um defeso de proteção à fase juvenil dos peixes.
Durante este mês está acontecendo também o defeso de mexilhões, mais conhecidos pelos caiçaras como mariscos. Ele começou em 1º de janeiro e continua até 28 de fevereiro, com o objetivo de proteger os picos de desova que ocorrem no início da primavera e do verão. Por isso, nos períodos entre 1º de setembro e 30 de novembro, também é proibido retirar mariscos das costeiras.
Para mais esclarecimentos sobre o defeso, consulte o site do Ibama (
www.ibama.gov.br) e procure a Instrução Normativa 07/2003 – portarias ibama 74/2001 – nº 09/2003, nº 52/2003 e portaria SUDEPE 46/1987, ou ligue para a Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento, pelo fone: 3833-3500. PMU


Serestas e Seresteiros apresenta marchinhas de carnaval

Nesta sexta-feira, dia 24, a Fundart apresenta mais uma edição do projeto “Serestas e Seresteiros”. Desta vez, em homenagem ao Carnaval, os seresteiros contarão seus “causos”, cantarão marchinhas clássicas e apresentarão algumas das novas marchinhas criadas para o festival que aconteceu no final de semana passado. O evento começa às 20h e acontece no auditório da Fundart, com entrada gratuita. Se não estiver chovendo, o “Serestas e Seresteiros” promete acontecer na Praça Anchieta.
Os seresteiros Sérgio e Regina e o grupo Canoá, composto por Sérgio, Regina, Eliane, Vera, Carmem, Cristina, Newton, Robson e Beleza, apresentarão canções carnavalescas, fazendo um passeio musical por marchinhas clássicas, como "Ó Abre Alas", de Chiquinha Gonzaga, "Ó Pé de Anjo", "Vila Esperança", "Pierrot Apaixonado" e "Noite dos Mascarados", entre outras. PMU


Secretaria de Obras inicia trabalhos com máquina de guias e sarjetas

A Prefeitura de Ubatuba, por intermédio da Secretaria de Obras, colocou em funcionamento, durante esta semana, a nova máquina extrusora de guias e sarjetas, adquirida no final do ano passado. O primeiro local a receber as guias e sarjetas foi a Rua Sérgio Lucindo, que dá acesso à nova sede do Fórum, a ser inaugurada em breve, na Estufa II. Após os serviços na Estufa, a máquina segue para a Itamambuca.
A Prefeitura pretende usar esta máquina em diversos bairros da cidade, agilizando o processo de construção das guias e sarjetas, que mesmo com a máquina demora cerca de dois dias só para nivelar o terreno e começar com a passagem do concreto. PMU


Cerca de 500 pessoas se inscreveram para tentar uma vaga como trabalhador braçal na Prefeitura de Ubatuba

De acordo com dados da Coordenadoria de Recursos Humanos da Prefeitura de Ubatuba, cerca de 500 pessoas preencheram fichas no Ginásio do Tubão durante os três dias em que estiveram abertas as inscrições para o processo seletivo que vai contratar cem trabalhadores braçais para realizar trabalhos de limpeza em todo o município. A procura na quarta-feira, 21, último dia de inscrições, foi bem maior que nos dias anteriores, chegando a formar fila na entrada do Ginásio durante quase todo o dia.
Os horários e locais das provas serão anunciados nos dias 24 e 25 de fevereiro. A primeira prova acontece no dia 5 de março. Os resultados saem no dia 10 de março e a publicação da lista de aprovados e convocação serão no dia 17 de março. A contratação obedecerá à ordem classificatória dos candidatos. A Prefeitura vai fornecer aos contratados transporte, cestas básicas, equipamentos de proteção individual e ferramentas. PMU


Futebol feminino de Ubatuba define calendário para 2006

Após um início vitorioso, com a conquista da Taça Cidade de São Sebastião pela equipe da SEL Ubatuba, o futebol feminino de Ubatuba já conhece seu calendário para 2006. Segundo o secretário muncipal de Esportes e Lazer, Bittencourt Jr., o objetivo é manter as equipes atuando durante todo o ano. “Teremos o ‘Circuito Esquina das Modas’ de beach soccer, com quatro etapas e a ‘Copa Tortilhão’ de futebol society, que acontecerá em um final de semana. Vamos manter as equipes trabalhando durante o ano para garantirmos uma seleção forte e bem entrosada”, disse o secretário. "Nas demais datas buscaremos participar de competições em outras cidades, fazendo intercâmbio para fortalecer ainda mais o time”, completou Bittencourt.
O calendário ficou assim definido: Circuito Ubatuba Esquina das Modas de Beach Soccer - 23/4 na Praia da Lagoinha, 18/6 na Praia do Ubatumirim, 17/9 na Praia da Enseada e 12/11 na Praia do Pereque Açu; Copa Tortilhão - 26 e 27/8 na quadra da piscina municipal. PMU

quarta-feira, fevereiro 22, 2006

E a moda do INSUFILM pegou…

O conhecido e muito utilizado INSUFILM, que serve como proteção contra os raios solares e o calor, eventualmente intimida os assaltantes, é muito utilizado por artistas em seus veículos para se esconderem do assédio dos fãs, mas, parece que encontraram outra utilidade, muito utilizada pelos políticos de Ubatuba. Confesso que não sei a verdadeira razão, talvez pra se esconderem, esconderem alguém ou alguma coisa da vista do povo!
Todos os carros da Câmara Municipal estão equipados com a tal película, inclusive acima do limite permitido por lei, não se vê nada de fora pra dentro do veículo, ou seja, os legisladores são os primeiros a descumprir as leis. Dr. Ricardo, como Presidente da Câmara, e demais vereadores, fiquem de olho aberto (apesar do INSUFILM), e cumpram a lei!
E não pára por aí não! O carro da prefeitura, utilizado pelo nosso Alcaide, não fica fora da festa do esconde-esconde. A Paraty de "Dom César" tem INSUFILM, e dos escuros. Mais parece um carro de "bad boy". Será que ele também não quer que o povo lhe olhe mais na cara? Pode ser, ele agora é o todo poderoso que diz não gostar de quem bebe, sendo assim, pelo menos metade da população tá fora do rol de seus afetos e, aí, haja INSUFILM.
É, mas a verdade maior é que a "transparência" deve incomodar a visão e a segurança destes políticos, eles devem se sentir invadidos em sua privacidade ao serem vistos e observados fora do período eleitoral! Qual será a razão? Será que estarão fazendo algo que o povo não possa ver? Pode ser.
Mas, em uma época onde se fala muito em nepotismo, mensalinho, caixa-dois, mala preta, amendoeira, muro do cemitério nas alturas, merenda escolar, urbanização da Praia Grande, derrubada do Cruzeiro, entre tantas outras polêmicas e desmandos, chegamos à conclusão de que é bom mesmo, pra segurança do povo, que eles andem com INSUFILM nos seus carros, pois assim nos livram de olhar para aquelas "caras de pau".


Ditinho do PV

Homenagem ao senhor Rocha



Para nós ubatubenses a família Rocha é bastante conhecida. Família forte e firme como uma rocha. Quem não conhece o arquiteto Gilmar Rocha, o professor Sidney, a professora Luzia e seus irmãos, todos cidadãos respeitáveis desta cidade. Eu conheço a família há quase quarenta anos. O senhor Rocha prestava serviços de pedreiro para o meu sogro, por volta de 1972. Era respeitadíssimo, cumpria suas obrigações com desenvoltura, pontualidade e qualidade. Um verdadeiro profissional. Ser um bom profissional faz parte das qualidades do homem, há outras tão importantes quanto. Cabe ao homem de bem legar aos filhos noções de responsabilidade, princípios de honestidade e amor pelo saber, pelo trabalho e pela virtude. Construir uma família dentro desses princípios é maior das contribuições que um homem pode dar para o desenvolvimento de sua cidade e de seu país. O senhor Rocha soube fazer isso muito bem e neste momento em que está completando oitenta anos, merece toda a nossa consideração. Fiquei contente ao saber que haveria a homenagem na Câmara, fui para lá munido da minha inseparável câmera, eu queria registrar tudo. Ao chegar notei um burburinho. Sentei-me em uma das cadeiras frontais e fui convidado a sair. As fileiras da frente estavam reservadas. Seriam ocupadas por pessoas importantes. Saí de fininho e fiquei observando os acontecimentos. Segue um relato sucinto.

Sidney Borges

Dona Maria



Enquanto as dependências da Câmara ainda estavam quase vazias, encontrei a notável dona Maria, que vestida para uma noite de gala esperava elegantemente o início dos trabalhos. Logo após tirar esta foto começaram a chegar os VIPs que ocupariam os lugares de honra. Na hora me lembrei do Zé Sabó, um gênio do ramo industrial que comandou um império e que gostava de cantar ópera. Na década de setenta tivemos algum contato por conta de um amigo comum. Certa vez ele alugou o Teatro Municipal do Rio de Janeiro, lotou a platéia com funcionários das Indústrias Sabó, cantou algumas árias e foi aplaudidíssimo, como poucas vezes ocorreu naquela casa de espetáculos. Como dizia minha falecida e astuta avó, quem pode, pode, quem não pode, se sacode.

Sidney Borges

Gilmar Rocha



O arquiteto Gilmar Rocha, filho do homenageado da noite, posou para esta foto no momento em que o povo acorria em grande número. Foi então que eu soube. O Prefeito iria ocupar a tribuna para falar de assuntos gerais do governo. Notem que até nos bastidores os lugares estavam ocupados.

Sidney Borges

Reunião



Antes do início dos trabalhos o Prefeito se reuniu com os vereadores e discorreu sobre diversos assuntos.

Sidney Borges

Entrevista



Depois falou para a rádio comunitária

Sidney Borges

Mais entrevista



Na seqüência também falou para a rádio pirata.

Sidney Borges

Platéia



Em seguida falou para a platéia, quando foi aplaudido de forma a não deixar qualquer dúvida. Foi um sucesso retumbante, memorável, total.

Sidney Borges

Andorinhas



Com o passar das horas, e como as falas continuassem, resolvi, dado o desconforto, ir-me embora. Quando o texto contendo o que foi dito for publicado poderei analisar com calma e imaginar o que eu perguntaria. Na saída as andorinhas se acomodavam para dormir e quase não conseguiam fazê-lo por contas dos aplausos. Parecia o show dos Rolling Stones. Sucesso total.

Sidney Borges

Coisa feia...



Quando estava indo para casa lembrei-me das bicicletas de Ubatuba e da necessidade de educar o povo para que respeite as regras de trânsito. Vejam por exemplo o carro da foto, estacionado sobre a faixa de pedestres. O que dizer te tal falta de urbanidade? Ou seria de urbanismo?

Sidney Borges

Plano Diretor

DESGOVERNO NO PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO

Preocupa-me muito a postura do Governo Municipal do Prefeito Eduardo César na condução da sua administração. Toda hora aparece um fato novo de desgoverno, do gênero falei mas não fiz, e por aí vai. Dizer que o Plano Diretor Participativo está dentro do prazo e do andamento normal, como disse o Prefeito Eduardo César, não deixa de ser mais um equívoco desses freqüentes como por exemplo os casos da amendoeira, do estacionamento da COMTUR, da turra na terceirização da merenda, da questão dos quiosqueiro, entre tantos outros nesta administração da continuidade do caos e do atraso da nossa cidade.
1- Enrolou-se na demora para dar início ao processo de elaboração do Plano Diretor Participativo, quando estamos a poucos meses da data de aprovação na Câmara Municipal, marcada para 10 de Outubro de 2006.
2- Errou na decisão de contratar técnicos locais, tendo em vista que em nenhuma cidade em que isto aconteceu, o PDP deu certo. Nem mesmo aqui em Ubatuba em que o mesmo fora aprovado, porem engavetado, devido a evidente falta de imparcialidade daqueles que tem interesses individuais naquilo que estão fazendo. Coincidentemente os mesmos técnicos atuais contratados por Eduardo César foram os responsáveis pelo último Plano Diretor elaborado e por inúmeras elaborações de leis vigentes. E ninguém sabe ao certo a resposta de tanto transtornos ambientais e problemas com as comunidades locais que como platéia de espetáculos, assistem a tudo, mas nunca participaram de nada.
3- O Sub-Núcleo Regional do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Serra da Mantiqueira, o Núcleo Estadual, vieram a Ubatuba, a convite do PT, organizaram um Seminário de Mobilização que contou com a presença de 36 entidades e oitenta representantes de associações de moradores, vários partidos políticos, Ongs, e entidades de classes. A Prefeitura foi convidada, porem não compareceu e como se não bastasse tentou boicotar o evento.
4- É notório que a Prefeitura não sabe arregimentar e tem dificuldade com a participação popular. Exemplo da reunião marcada para o bairro da Sesmaria e realizada no Sertão da Quina, classificada como reunião experimental, porem caracterizada como oficial coletando assinaturas em listas de presenças, elaboração de atas, sem ao menos seguir os trâmites legais do Estatuto da Cidade, comunicando a todos os moradores, sem exceção com quinze dias de antecedências.
5- O prazo final para se inscrever e pleitear verbas no Ministério das Cidades é dia 27/02/06. O que nos preocupa é o histórico de incompetência e lentidão desta administração que constantemente vem perdendo prazo para aquisição de verbas no Governo Federal.
6- Diz-se que esta marcada uma reunião para dar posse ao CMD (Conselho Municipal de Desenvolvimento). Foram indicados todos os membros pelo Prefeito, a população nem sequer ficou sabendo e ninguém teve a oportunidade de discutir o assunto para indicar democraticamente os seus representantes. Como sempre não houve divulgação de forma correta.
7- O Instituto Polis veio a Ubatuba, no final do ano e fez mais um seminário de capacitação. A Prefeitura como é da sua proposta elitisou e chamou somente o CMD, cujos membros foram indicados pelo Prefeito. Foi tirado um calendário com início em fevereiro, exceto a mudança no horário de verão, já estamos em final de Fevereiro, carnaval e início de Março.
Foi ampliado o Núcleo Municipal do Plano Diretor de Ubatuba, indicado o novo Coordenador, que preocupado com a falta de tempo, diante da discussão ampla e técnica já deliberou uma serie de encaminhamentos, exercendo o seu papel multiplicador e fiscalizador e capacitação para elaboração do Plano Diretor Participativo.
No dia 08 de Fevereiro, oficializamos a Prefeitura da existência do Núcleo Municipal e solicitamos informações sobre a atual situação e como esta sendo conduzido o Plano Diretor Participativo, nos colocando a disposição para uma reunião e nossa intenção em colaborar de acordo com os critérios do Ministério do Estatuto da Cidade. A funcionária que recepcionou o documento adiantou que até Quarta Feira, dia 15/02 estaria respondendo o ofício e marcando uma conversa. Segundo informações do coordenador, Dr. Alexandre, o prazo não foi cumprido e não foi dada nenhuma satisfação, salvo alguns boatos de não reconhecer o Sub-Núcleo e fugir da discussão popular nos moldes democráticos e transparentes.
Na segunda feira dia 20/02, às 19:00 horas, o Núcleo Municipal estará reunindo em reunião ordinária no Auditório do Sindicato dos Metalúrgicos da CUT para dar novos encaminhamentos às discussões.

Gerson Florindo de Souza
Ong Cidade & Cidadão, Diretor do Sindicato dos Bancários e Vice presidente do PT de Ubatuba

Notícias da Prefeitura

I Festival de Marchinhas movimenta artistas ubatubenses

Os três dias de Festival de Marchinhas, no último fim de semana, dias 17, 18 e 19, reuniu artistas e amantes do carnaval antigo ubatubense. Foram 30 marchinhas inscritas, em que os temas satirizavam, caracteristicamente, fatos da atualidade mundial, nacional e municipal. Predominaram as críticas ao escândalo do governo Lula, mas também houve críticas bem humoradas sobre o terrorismo e sobre os últimos acontecimentos da política regional.
Foram cinco as marchinhas selecionadas e premiadas. O primeiro lugar foi para "Cadê?", composição de Mariza Taguada, que fala sobre a polêmica da amendoeira retirada da Avenida Iperoig. A música "Confete e Serpentina", de Ricardo Benetti, foi escolhida como a de melhor letra. Dona Ophélia Lopes, a já consagrada seresteira da cidade interpretou duas músicas de sua autoria e ficou em 3º lugar na competição com o tema "Bloco dos Pinantes".
O 4º lugar ficou para o cartunista, pintor e compositor Capop, com a música “Sou deputado e deputada”. A 5ª colocação foi conquistada pela marchinha intilutada “Mensalinho”, composta por Eliana Campora e interpretada por Sandra Regina. Os vencedores receberão seus prêmios durante o bailes tradicionais do Carnaval da Fundart, que serão realizados na praça Exaltação à Santa Cruz, durante todos os dias do carnaval. PMU

Foto: Paulo Zumbi


Inauguração da sede da Regional Norte reuniu secretários, associações de bairros e comunidade local

A população local compareceu para comemorar a presença da Prefeitura mais perto de seus bairros

A Prefeitura inaugurou no último sábado,18, a sede que abriga a Administração da Regional Norte, no bairro do Puruba, em uma solenidade que reuniu, além do prefeito Eduardo César e seu vice, Domingos dos Santos, diversos secretários municipais, presidentes de associações de bairro e comunidade local.
A existência Regional Norte, que tem à sua frente o administrador José Roberto Júnior, morador do Puruba que há muitos anos acompanha de perto as necessidades da população da região, significou a concretização de uma promessa de campanha do prefeito Eduardo César de levar a administração pública para perto das pessoas que residem em locais afastados e que muitas vezes não têm tempo e disponibilidade para se deslocarem ao Centro da cidade.
Desde sábado, então, munícipes residentes da Itamambuca ao Camburi podem se dirigir à sede da Regional Norte para a busca de soluções de seus problemas relacionados ao município. Na ocasião foi também inaugurada a Unidade de Saúde do Puruba, que passou por uma ampla reforma e adequação do seu espaço físico, visando um melhor atendimento para a população da região.
Compareceram associações de bairro do Félix, Picinguaba, Ubatumirim, Puruba, Promirim, Almada, Fazenda e o cacique Altino, representando a Aldeia Guarani Boa Vista. Dos secretários municipais, fizeram parte do evento Luiz Felipe Azevedo (Turismo), Valéria Gelli (Agricultura, Pesca e Abastecimento), João Paulo Rolim (Obras), Andrade Henrique dos Santos (Segurança Pública), Silvio Bonfliglioli (Administração), Bittencourt Jr (Esportes e Lazer), Gilson da Silva (Finanças), Walter dos Santos Júnior (Ouvidoria), Marcos Franco (Saúde), além do chefe de gabinete, Délcio José Sato, da assessora de expediente do gabinete, Denise Silveira e do comandante Carvalho, da Guarda Municipal. Os vereadores Charles Medeiros e Luciana Machado representaram o Legislativo.

Preservação da cultura caiçara

O vice-prefeito Domingos dos Santos lembrou que a presença de uma sede administrativa da Prefeitura na região norte vai, além de levar atendimento às reivindicações daqueles munícipes, incentivar a preservação da cultura caiçara local, já que naquela região conservam-se mais os costumes e cultura caiçara do que nos demais locais do município. “É necessário que a região norte tenha uma atenção especial para dar continuidade à tradição caiçara, despertando ainda mais a atenção e interesse dos visitantes. As pessoas devem ter conhecimento que além de toda a beleza natural, Ubatuba tem uma cultura própria. Isso vai possibilitar que os caiçaras também tenham a oportunidade de viver do turismo, gerando empregos e renda. O primeiro passo já foi dado com esta inauguração”, comemorou Domingos dos Santos.

Realização de um sonho

José Roberto Júnior comemorou o que para ele foi a realização de um sonho: “agradeço a Deus por estar aqui com todos vocês, numa conquista para mim e mais oito mil pessoas que ficaram esquecidas pelas prefeituras dos últimos 20 anos. Nenhum outro prefeito fez tanto por nós como o Eduardo César, em apenas um ano de governo, assumindo as responsabilidades com a comunidade da região norte”, disse Júnior. Em novembro, por exemplo, foram instalados dez telefones públicos na região, após o prefeito ter enviado ofício ao Superintendente Regional da Telefônica solicitando a implantação do serviço telefônico fixo em alguns bairros.
Na ocasião foram instalados dois aparelhos no Sertão do Puruba, dois na praia do Puruba, dois no Cambucá, dois na praia da Almada e dois orelhões no Sertão do Ubatumirim. Os aparelhos telefônicos funcionam via satélite. De acordo com Júnior, cerca de 2.500 pessoas foram beneficiadas diretamente. "Essa era outra reivindicação antiga destas comunidades que sofriam há anos com a falta de comunicação. Tratava-se também de mais uma promessa de campanha do prefeito Eduardo César que foi cumprida já nesse primeiro ano”, recordou o administrador.

Lista de ações

O prefeito Eduardo César mostrou satisfação pelo momento político de um ano de governo. Em sua fala durante a inauguração, o prefeito lembrou que a população da região norte estava numa situação em que precisava ter alguém para, pelo menos ouvir suas críticas, reclamações e sugestões. “Por isso começamos a implantação da Regional Norte e ainda vamos comemorar muito, acelerando o ritmo e mostrando à sociedade que em um ano não se faz mágica, ainda mais quando se encontra a cidade na situação que eu encontrei quando me elegi. As críticas são veementes, mas Ubatuba está acima disto e nosso partido é Ubatuba”.
Eduardo César agradeceu a todos que enxergam que ainda faltam três anos de governo e pediu avaliação criteriosa para quem diz que não viu nada ser realizado. O prefeito aproveitou a grande presença de munícipes para apresentar uma lista de ações que pretende colocar em prática: ampliações na Guarda Municipal, reformas na sede da Polícia Ambiental, na Delegacia de Mulher, Polícia Rodoviária e Ciretran.
Urbanizações nas orlas do Perequê-Açú, Iperoig, Itaguá, Maranduba e Praça 13 de Maio; pavimentação das ruas do centro, com a liberação da usina de asfalto; construção de quatro quadras poliesportivas e duas piscinas; implantação das ciclofaixas; retirada do Parque Trombini para executar a reurbanização; construção de um monumento ao surfe no trevo da Praia Grande; a contratação de cem homens para uma frente de trabalho; construção de escolas no Horto, Ipiranguinha e Centro; creches para 480 crianças; elaboração da fase final para o Centro de Convenções; 50 casas para a Aldeia Boa Vista; 128 casas do CDHU para o Taquaral e 50 casas para o bairro da Marafunda, entre outras ações foram anunciadas pelo prefeito, que disse que se pelo menos metade delas saírem do papel se sentirá com a sensação de missão cumprida. “O nosso objetivo não é a reeleição e sim ter a Ubatuba que sonhamos, agir com dignidade, transparência e com a cabeça erguida, sabendo que fiz minha parte. Devemos esquecer um pouco das próximas eleições e pensar mais nas próximas gerações”. PMU


Prefeito percorre Região Oeste ouvindo população e Associações de Bairro

O prefeito Eduardo César esteve na última segunda-feira, 20, percorrendo os bairros da Região Oeste de Ubatuba, com o intuito de ouvir solicitações e reclamações referentes às necessidades de cada comunidade. Primeiramente o prefeito se reuniu com a associação do Morro das Moças, na qual seu presidente, Jorge de Paula reivindicou uma área de lazer para o bairro. Eduardo César disse que vai analisar junto ao departamento jurídico da Prefeitura a possibilidade de construção da referida área e assim que possível dará um retorno à comunidade local.
Em seguida o prefeito ouviu a Associação dos Moradores do Parque dos Ministérios (Amopan), que fez pedidos referentes às ruas do bairro que sofrem freqüentemente com as chuvas. A presidente da Amopan, Madalena Domingues Leite e toda a diretoria da associação ouviram do prefeito que o processo de capina já está sendo realizado por uma equipe da Prefeitura e que após o carnaval devem começar as obras de aterro no local. Madalena ficou contente com a presença do prefeito no bairro: “estou satisfeita vendo o prefeito atendendo de perto aos pedidos das associações e dos moradores”. Outra solicitação da Amopan foi a construção de uma creche, sobre a qual o prefeito informou que está transitando um processo licitatório para viabilizá-la.
Dando continuidade à agenda, o prefeito esteve com os organizadores do evento “Paixão de Cristo”, da Igreja Nossa Senhora de Fátima. Foram pedidos apoio para o evento e várias outras solicitações. Eduardo César se prontificou a ajudar.
Finalizando a visita à Região Oeste, o prefeito esteve com a Sociedade Amigos do Bairro do Ipiranguinha (SABI), que pediu atenção principalmente ao trânsito na Rua da Cascata e à construção de uma área de esporte e lazer. O resgate da juventude ociosa, com desenvolvimento de projetos sociais também foi requerido pelo presidente da SABI, Adilson Lopes. “É muito importante o retorno do prefeito ao bairro, conversando com os diretores das associações. Vendo a proximidade do prefeito com a população acreditamos que ele esteja realmente engajado na busca de soluções para nossos problemas, em um bairro tão grande e tão carente como o Ipiranguinha”, disse Adilson.
Eduardo César falou ainda da construção da ponte que vai ligar a Rua da Cascata com a Rua Frei Tarcísio, obra que terá início no próximo mês. Para a Festa do Trabalhador, em maio, o prefeito falou sobre pavimentação da Rua do Cravo e inauguração do palco na Praça Madre Sofia. PMU


Telefonia fixa chega a bairros do extremo sul de Ubatuba

Na segunda-feira, 20, o prefeito Eduardo César, acompanhado da Assessora de Assuntos Comunitários Silvana Niel e dos vereadores Luciana Machado e Osmar de Souza, esteve em uma reunião na região sul de Ubatuba para anunciar a instalação de mais 120 pontos de telefonia fixa individual, atendendo a uma antiga reivindicação dos moradores. A reunião contou também com a presença de Arnaldo de Souza Filho, representante da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).
Diversos representantes de associações de bairro estavam presentes à solenidade, que foi na verdade a comemoração de mais uma conquista para toda a região sul de Ubatuba. O presidente da Sociedade Amigos Águas do Ingá, Joeder Feijó, agradeceu a presença das autoridades e abriu a solenidade falando da importância da chegada da telefonia fixa à região. “Essa luta foi possível porque não paramos frente à primeira dificuldade. Lutamos juntos e chegamos a esse momento vitorioso”, disse Joelder.
A vereadora Luciana Machado aproveitou a ocasião e solicitou mais melhorias para o bairro. “Chegamos a essa conquista, mas não podemos parar. A região precisa agora de iluminação e asfalto”, pediu Luciana. Em seu pronunciamento, o prefeito Eduardo César se comprometeu a colocar sua equipe de trabalho para fazer estudos sobre a viabilidade das reivindicações apresentadas pela vereadora e também comemorou o fato da união de esforços ter levado a telefonia à região.
“Quando a sociedade se organiza é possível obter conquistas. Hoje temos aqui o exemplo: Prefeitura, Câmara, ANATEL e associações de bairro comemorando a conquista da telefonia fixa. Que esse passo, que demonstrou união, sirva de exemplo para outros a serem dados”, disse Eduardo.
20% das linhas já foram instaladas e os moradores que desejarem uma linha em sua residência devem fazer a solicitação por meio do telefone 08001011515. PMU


Último dia de inscrições para processo seletivo que irá contratar trabalhadores braçais

Esta quarta-feira, 22, é o último dia para os interessados em participar do processo seletivo no qual a Prefeitura vai contratar cem pessoas para trabalhos braçais se dirigirem ao Ginásio do Tubão, das 9h às 17h, munidos de RG, CPF, carteira de trabalho, comprovante de residência em Ubatuba e certidão de nascimento dos filhos menores de 18 anos.
Para concorrer às vagas, o candidato deve ser maior de 18 anos e estar desempregado. Entre os cem a serem contratados, dez serão mulheres. Os trabalhadores deverão realizar serviços em toda a extensão do município. Os horários e locais das provas serão anunciados nos dias 24 e 25 de fevereiro. A primeira prova acontece no dia 5 de março. Os resultados saem no dia 10 de março e a publicação da lista de aprovados e convocação serão no dia 17 de março. A contratação obedecerá à ordem classificatória dos candidatos. A Prefeitura vai fornecer aos contratados transporte, cestas básicas, equipamentos de proteção individual e ferramentas. Até a tarde da terça-feira, 21, 200 pessoas já haviam se inscrito no Ginásio do Tubão. PMU


Casa do brinquedo completa um mês de alegria no Centro Materno-Infantil

A parceria entre Secretaria de Educação, Fundo Social de Solidariedade e Secretaria de Saúde resultou em um ambiente que propicia a distração e a cura das crianças

A Casa do Brinquedo completou nesta semana um mês de atendimento no Centro Materno-Infantil do Posto de Saúde Central. Durante este período, passaram por lá 668 crianças, de 0 a 12 anos. São crianças que, em sua maioria, aguardam por consultas médicas, mas também brincam os irmãos dessas crianças ou acompanhantes dos adultos que passarão por consulta no pronto-atendimento.
No corredor do Centro Materno-Infantil, um ambiente totalmente transformado. Além da Casa do Brinquedo, as paredes foram todas pintadas com um cenário típico de Ubatuba. Os desenhos mostram belos cenários, muita natureza, crianças brincando na praia, pais e mães caiçaras, mulheres grávidas, bolas, pipas e pranchas. A pediatra responsável pelo Centro Materno-Infantil, Dra. Márcia de Carvalho Pinto, afirma que a nova ambientação mudou totalmente a rotina de trabalho: “não se ouvem mais choros desesperados de crianças que aguardavam impacientes o atendimento. Dá para perceber uma mudança até mesmo no comportamento das mães. A agressividade com a criança diminui, as mães observam, participam das brincadeiras. Esses fatores afetam diretamente no estado emocional das crianças. Elas entram no consultório mais alegres e confiantes”.
A coordenadora do programa “Casa do Brinquedo” da Secretaria Municipal de Educação, Renata Ramos Martins, diz que “a prática do brincar” dentro de um centro de saúde é algo extremamente útil. Segundo ela, além do trabalho de equilíbrio emocional com a criança, existe uma preocupação em sensibilizar os adultos sobre a importância da brincadeira na vida das crianças. “O brincar é natural na criança. Os pais precisam perceber que existe essa necessidade e que ela é relevante no crescimento físico, psicológico e moral. Aqui, no Centro Materno-Infantil, a Casa do Brinquedo tem uma função terapêutica. Enquanto a criança está brincando, ela não pensa que está doente, sente-se encorajada para buscar a cura e poder brincar mais”, diz Renata.

Casa do Brinquedo Itinerante

Além dessa sede fixa no Centro Materno-Infantil, a Casa do Brinquedo tem um programa Itinerante, que leva centenas de brinquedos às escolas da rede municipal de ensino, com monitores especializados, do Camburi a Maranduba. Às terças feiras, o programa visita as escolas da região norte, às quartas, na região sul e às quintas, região oeste e centro.
Uma sede fixa da Casa do Brinquedo está programada para ser inaugurada no mês de março. Ela estará aberta ao público a partir do segundo semestre de 2006 e funcionará em um prédio especial, que lembra um castelo. Serão atendidas crianças de toda a cidade, inclusive turistas, gratuitamente. A sede fixa ficará na Rua Salvador Correia, nº 276, Centro. Para entrar em contato, ligue: 3832-1608

Planos para o futuro

Está em discussão também a implantação de uma “Casa do Brinquedo” na Santa Casa de Ubatuba. Renata diz que esse é “um sonho que começa a ser semeado”. Do ponto de vista da secretária de Educação, Patrícia Veloso Pereira, esse tipo de parceria é proveitosa para todas as partes envolvidas. “Qualquer lugar que puder inserir em seu contexto a educação e o trabalho lúdico é de interesse da Secretaria de Educação. A Casa do Brinquedo proporciona às crianças noções de valores, impõe limites e estimula a convivência, ao mesmo tempo em que diverte e traz alegria. Esse tipo de atividade cabe em qualquer lugar onde as crianças estejam, não só nas escolas”. PMU


Natação e biatlo colocam Ubatuba no alto do pódio

O pódio de duas competições foi muito freqüentado por atletas de Ubatuba no último final de semana. No sábado, 18, 30 atletas de Ubatuba participaram da prova de Biatlo do Projeto Férias 2006, da Secretaria de Esportes e Recreação de Caraguatatuba, na praia do Indaiá.
O vencedor da categoria geral foi Ronaldo Teodoro da Silva; na categoria mirim masculino, os três primeiros colocados foram de Ubatuba, Ricardo Miranda Gouveia, Rômulo Ayron Cabral Santos e Caio César P. dos Santos, que ficaram com o 1º, 2º e 3º lugar respectivamente; Stefany Ingrid Luz conquistou o primeiro lugar no mirim feminino; a vitória na infantil feminino foi de Camila Montini de Farias, enquanto Ramadan Mohamad El Ali venceu na juvenil masculino; outra dobradinha aconteceu na categoria máster, com as vitórias de Cláudia Regina e Ricardo Oliveira; na veterano masculino, vitória de Luis Cláudio Gonçalves e no veteraníssimo Nelson Domingos ficou com o primeiro lugar,.
Natação - Já no domingo, 19, uma equipe composta por 18 atletas de Ubatuba participou da 1ª Etapa do Costa Verde de Natação de Mar, na Praia Grande, em Angra dos Reis. Confira os principais resultados dos atletas de Ubatuba: infantil masculino -1º Igor Gonçalves, 2º Rômulo A. C. dos Santos, 3º Ricardo Miranda; juvenil masculino – 1º Felipe Costilhas, 2º Jorge Eduardo S. Oliveira; juvenil feminino – 1º Camila Montini de Farias; veterano – 1º Emerson Origuela; veteraníssimo – 3º Rivaldo Oliveira. PMU
 
Free counter and web stats