sábado, novembro 26, 2005

Cotidianus brasilienses

Lula precisa gastar para se reeleger. Palocci é contra. Lula então isca os vassalos contra Palocci, que é defendido pela oposição com unhas e dentes. Palocci tem um flanco desguarnecido, precisa continuar ministro para escapar da Justiça. Ribeirão Preto guarda muitos segredos. A política econômica dos irmãos PSDB e PT, café-com-leite redivivo reduziu em 30% a renda dos trabalhadores nos últimos 10 anos. Estão cada dia mais iguais, filhotes orgulhosos do papai coruja, FMI. Com eles no poder, em 10 anos você estará mais pobre. E os banqueiros mais ricos, isto é, muito mais ricos.

Sidney Borges

Recado

Parece piada a história da cassação de José Dirceu. Ele diz que não há provas, recorre aos tribunais e vai empurrando com a barriga. Age corretamente, é direito dos condenados lutar pela salvação. Cassado ou não, terá de rever seu projeto de poder. Se tudo corresse dentro dos conformes, Lula seria reeleito e Dirceu estaria na berlinda para a sucessão. Lula pode até ser reeleito, mas Dirceu quando muito será deputado, caso escape da degola. Um simples deputado, para ele o mesmo que nada. Resta a opção que nunca foi tomada. A luta armada. Nunca é tarde camarada. Passe num sebo, quem sabe você encontre algum exemplar das teorias de Regis Debray. Estude bastante, deixe a barba crescer e derrube o governo, que só faz atender aos anseios do FMI. Só assim você chegará ao poder. De outra forma nem pensar. O povo não vai votar em você, tenha certeza. A mais absoluta certeza.

Sidney Borges

Agricultura Urbana


Demonstração de horta suspensa, técnica ensinada no curso

Smapa realiza cursos de agricultura para leigos e profissionais

Nesta sexta-feira, 25, a Secretaria Municipal Agricultura Pesca e Abastecimento de Ubatuba (Smapa) promoveu o curso “Agricultura Urbana”. O evento, realizado na Cantina da Prefeitura, foi direcionado para pessoas leigas, que têm interesse em cultivar pequenas plantações de hortaliças em casa. Foram ministradas palestras sobre nutrição, cuidados com o solo e sementes. A aula prática ensinou aos alunos como se faz uma horta suspensa, utilizando garrafas pet. No próximo dia 1º de dezembro, quinta-feira, das 8 às 17h, a Smapa promoverá o curso de “Manejo Ecológico dos Solos Tropicais”, voltado para agricultores profissionais. Nesse curso, os profissionais poderão adquirir mais conhecimento sobre o tratamento do solo e a interação entre planta, solo, água e nutrientes. O engenheiro agrônomo da Smapa, Christian Bacci diz que, para se obter uma plantação saudável, é preciso observar os acontecimentos, dia a dia. “Muitas vezes, pragas e doenças são resultado da má nutrição e falta de cuidado com o solo. Esse pequeno curso trará ao agricultor informações técnicas que poderão ajudá-lo a melhorar sua produção.” O curso “Agricultura Urbana” será repetido no próximo dia 09 de dezembro, gratuitamente. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 3833-3500.

Novos cursos para 2006

A Smapa firmou, no início desta semana, um convênio com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, uma entidade de direito privado, administrada pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil. Esse convênio possibilitará a execução de dezenas de cursos para o ano que vem, sem custo para o município e nem para os interessados. Essa é a primeira vez que um convênio como esse é firmado no município. PMU

Quilombos

“Quilombos do Brasil” estarão reunidos em Ubatuba

Encontro poderá contar com a presença do Governador do Estado Geraldo Alckmin

Nos dias 2, 3 e 4 de dezembro Ubatuba estará sediando o encontro “Quilombos do Brasil”, que será realizado no Quilombo de Caçandoca e contará com a presença de cerca de 350 pessoas, reunindo aproximadamente 250 quilombolas. Para o evento são esperadas as presenças do Governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin e da Secretária Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, ministra Matilde Ribeiro. Dentre os temas abordados nesses três dias estão a organização de uma agenda política anti-racismo para as comunidades quilombolas do Estado, o desenvolvimento sustentável e tecnológico, políticas públicas e a geração de trabalho e renda.“Quilombos do Brasil”, tem como objetivos estimular o trabalho conjunto entre o poder público e as lideranças quilombolas para a identificação das necessidades e prioridades destas com as comunidades, incentivando o desenvolvimento econômico sustentável. Irá também formalizar compromisso para a regularização fundiária dos quilombos, principalmente os que se encontram em conflitos judiciais, promovendo o levantamento de terras públicas. O encontro tem ainda como objetivo efetivar as competências das ações das Associações das Comunidades Quilombolas, conforme o Decreto Lei 4.887 e oficializar a comissão da Associação das Comunidades Quilombolas do Estado de São Paulo.O Quilombo de Caçandoca está localizado na estrada Benedita Luiza dos Santos, 1474, Ubatuba, km 78 da Rodovia SP 55. PMU

Confira a programação:

01/12 – quinta-feira

Chegada dos quilombos em Ubatuba

02/12 – sexta-feira

8 horas – Recepção e credenciamento
8h30 – Ato ecumênico
9 horas – café
10 horas - Palestra “A chegada dos africanos e a formação dos quilombos no Brasil”
11 horas - Abertura oficial
Convidados: Ministra Matilde Ribeiro (SEPPIR), Governador Geraldo Alckmin, Ubiratan de Castro (Presidente da Fundação Cultural Palmares), Hédio Silva Jr. (Secretário de Justiça), Raimundo Pires (Superintendente do INCRA/SP), FUNSA/SP, Prefeitos, Deputados Estaduais e Federais, Vereadores, representantes do Movimento Negro, Movimentos Sociais e MST.
12 horas – Almoço
14 horas – Painel “Os caminhos para o reconhecimento, a regularização e a titulação”
15 horas – Intercâmbio em grupos: “Como está minha comunidade?”
16 horas – Síntese dos trabalhos
17 horas – Atividade cultural

03/12 – Sábado

9 horas – Desenvolvimento e sustentabilidade da comunidade quilombola
11 horas – Sistematização e encaminhamentos
12 horas – Almoço
14 horas – Fortalecimento e protagonimso das associações
16 horas – Relatório da Comissão Estadual provisória e troca de experiências de outros estados
17h30 – Atividade cultural

04/12 – Domingo

8h30 – Eleição da Comissão Estadual das Comunidades Quilombolas de SP
11 horas – Apresentação da Coordenação Estadual das Comunidades de SP
11h30 – Leitura dos encaminhamentos e aprovação da Carta de Caçandoca.
Encerramento com almoço e atividade cultural

sexta-feira, novembro 25, 2005

Vivendo e aprendendo


Caçando rapósas

Fila de banco. O tempo não passa. Dois lugares atrás de mim uma conversa, em voz altíssima me faz aguçar os ouvidos.
- A cachórra é sensacional, diz um homem, com ênfase no chó. Brava, ninguém chega perto. É muito melhor do que o cachorro. Cachórras não abandonam a casa nunca.
Estranhei, sempre pensei que as fêmeas dos cães fossem as cachorras. Pela insistência no acento agudo, descobri que passei anos ignorando o óbvio.
Os ingleses caçam rapósas.


Sidney Borges

“INSISTÊNCIAS DE MANOLO”

Corsino Aliste Mezquita – Professor*
Faz algum tempo que, meu amigo Manolo, insiste para escrever alguns comentários sobre as pragas que, segundo Ele, grassam, alastram-se e perturbam a nossa sociedade. A nacional e a local.
Tenho resistido a seus apelos. O tema é complexo, são muitas as pragas e há o perigo de escrever uma coisa e, o leitor, entender outra. No “otium inteletualle” (ócio intelectual), em que me encontro, não desejo entrar em polêmicas ou ofender alguém.
Ultimamente não tem dado trégua. Quer um comentário sobre as Organizações não Governamentais (ONGs) e “Associações de Amigos”. Segundo suas próprias palavras não suporta mais a “contraditio in terminis”( contradições entre os nomes, estatutos, discursos e as ações) dessas entidades.
O nome ONG indica tratar-se de entidade particular que nada tem a ver com governo, poder, recursos públicos ou dependência do Estado. Em tese são organizações para compensar a incompetência dos governos e ajuda-los a resolver os problemas da sociedade. Essa é a tese. Esse o discurso. Observando-as, ao longo do tempo, verifica-se que, na sua maior parte, todo esse idealismo é, apenas, fachada para encostar-se nos governos, conseguir repasses de dinheiro público, promover a corrupção e, em certos casos, colocar, com esse dinheiro público, em risco, a tranqüilidade social. Exemplo, conhecido, é o Movimento dos Trabalhadores Rurais sem Terra (MST).
“Associações de Amigos”. Supõe-se serem entidades organizadas com a finalidade de agrupar contingente de cidadãos que tem um ideal comum e pretendem realiza-lo unindo forças e recursos. Esse ideal pode ser a solução dos problemas do bairro onde moram (Associações Amigos do Bairro X ou Y) ou em torno da defesa de uma idéia (Associação de Amigos do Urso Ártico). Aprofundando na sua organização e funcionamento comprova-se que, a maior parte, esconde ciladas, irregularidades, as diretorias procuram outros interesses. Algumas pretendem prestar serviços considerados relevantes e de grande interesse social, exigindo do poder público, o repasse de verbas que, geralmente, são sempre superiores aos serviços prestados. Não é raro que, com essas verbas, se promova o empreguismo de incompetentes em troca do apoio político.
Manolo conhece a realidade de Ubatuba e disse que, se os governantes, não tiverem muito cuidado, exigirem honestidade e controlarem os pedidos e impulsos dessas entidades, ficarão de tal modo enfraquecidos e debilitados economicamente que não terão recursos para os investimentos necessários ao desenvolvimento do município. Tem se surpreendido com as benesses concedidas, nos últimos tempos, a algumas dessas entidades. Um terreno aqui. O uso dos espaços de escola lá. Repasses de dinheiro mensalmente, etc, etc.
Manolo que, não costuma interiorizar os problemas políticos, ficou pasmo e indignado quando, na última sessão de Câmara, percebeu a presença de certos personagens, já conhecidos de outros carnavais, para pressionar os Srs. Vereadores a aprovarem a destinação de 10%(dez por cento) de toda a verba da EDUCAÇÃO MUNICIPAL para o Ensino Especial. No choque do pasmo pergunta: Não tem espelho em casa? Qual a festança que vão fazer com mais de três milhões de reais, por ano?
Ao nobre vereador que, ingenuamente, fez o projeto de emenda, à Lei Orgânica, para agradar alguém, sugerimos que o retire. É matéria que, salvo melhor juízo, não é de competência da Câmara legislar. Já existe legislação federal reguladora da aplicação das verbas e recursos da Educação. A Emenda Constitucional n° l4 e as leis federais n° 9394/96 e 9424/96 deixam claro como devem ser aplicados os recursos. O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo vem orientando Prefeituras e Câmaras Municipais sobre tão importante assunto.
A Lei n°9394/96 dedica o capítulo V(Artigos 58,59 e 60) à Educação Especial. Determina responsabilidades, modos de praticá-la, ambientes nos quais deve ser ministrada e verbas a serem alocadas. Não deixa espaço para vinculações específicas.
Existe também legislação específica (Federal e Estadual) regulamentando os repasses de recursos para entidades que se ocupam da assistência a crianças ou adultos portadores de necessidades especiais e as verbas que podem ser repassadas, dependendo tratar-se de criança ou jovem, em idade escolar, ou adulto, assim como as Secretarias que legalmente podem fazer os repasses.
Infelizmente, nem sempre, essas entidades, apresentam as credenciais legais e técnicas exigidas para receber os recursos. Mesmo assim, a Prefeitura Municipal de Ubatuba, tem sido e está sendo, generosa com elas.
Se não conseguirmos outros objetivos, teremos dado uma satisfação a Manolo.
* Ex-secretário da Educação de Ubatuba

Urbanismo

Um atraso que pode ser corrigido

Arquiteto Renato Nunes
O PARTIDO VERDE apresentou através do vereador Ricardo Cortes o projeto de lei nº115/05 destinado a corrigir a monstruosa injustiça que se comete contra os proprietários de lotes urbanos que por ventura, ou desventura, tenham sido alcançados por algum tipo de restrição ambiental.
A Constituição visando o interesse coletivo, garante a propriedade privada e o direito do proprietário construir em seu lote de acordo com as regras do município. Garante também, contraditoriamente, o direito do Estado de impedir essa construção, visando o interesse coletivo quanto à preservação dos recursos naturais e sistemas ecológicos para as atuais e futuras gerações.
Prevê, por fim, o pagamento da desapropriação para garantir os direitos em questão, tanto dos proprietários atingidos como o das gerações que virão. Sabemos que na prática, esse final feliz não acontece. Morosidade, burocracia, licenciamentos empurrados com as barrigas do poder público, indústria de desapropriações criminosas e ausência absoluta de recursos financeiros transformaram o Estado no carrasco do cidadão.
Mas a Constituição prevê também uma solução moderna que precisamos saber usar. O capítulo constitucional da Política Urbana foi regulamentado a partir do ano 2001 pelo Estatuto da Cidade, que criou instrumentos de organização do crescimento urbano e solução dos históricos conflitos de interesse. E mais, atribuiu aos municípios plena autonomia para usar sua criatividade no uso desses instrumentos, partindo da óbvia constatação que as cidades são diferentes entre si e ninguém melhor do que seus próprios moradores para dizer como querem resolver seus problemas.
Foi isso que fez o PV em sua proposta. Usou os Certificados de Transferência do Potencial Construtivo para negociar com o mercado imobiliário através de toda a estrutura prevista no Estatuto da Cidade como os leilões dos Certificados, as condições dessas transferências, as áreas básicas ou máximas possíveis de serem construídas após as transferências, os registros dos terrenos disponibilizados voluntariamente pelo proprietário, os valores mínimos dos Certificados e a averbação do terreno que vendeu seu potencial de construção como área de preservação permanente. Em suma, uma forma de desapropriação paga pelo mercado imobiliário e não à custa dos investimentos sociais do poder público, ou do sacrifício pessoal de pequenos proprietários. É uma operação extremamente simples, séria e oportuna porque obrigatoriamente se incorpora aos Planos Diretores dos municípios em preparação neste ano em todo Brasil.
Sendo uma operação de mercado imobiliário é modesta se ficar restrita a Ubatuba. Porém, como a lei não impede as transferências de potencial construtivo entre municípios, a proposta do PV poderá ser ampliada para outras cidades e outros Estados. O vigoroso mercado imobiliário das grandes cidades poderá ser um bom parceiro da preservação dos recursos naturais das cidades da zona costeira, Serras, cenários paisagísticos e até mesmo dos imóveis com edificações de alto valor cultural.

Saiba mais

Ouvindo quem?


Quem descobrir o que está errado na foto ganha um pastel de vento

Luiz Moura
Vendo a foto acima, que constata desobediência à legislação municipal, lembrei que na semana passada, com o intuito de mais uma vez informar sobre a colocação de placas publicitárias pregadas em árvores, entrei no "novo" site da Prefeitura, construído pela administração Eduardo César (PL + PT).
Entrando no site
www.ubatuba.sp.gov.br encontrei duas opções de acesso. Uma para a Secretaria Municipal de Turismo e outra para a Prefeitura Municipal de Ubatuba, como se aquela (Secretaria) não fizesse parte desta (Prefeitura). Ambas as opções continham tópico com o título em vermelho "ATENÇÃO" que informava a morosidade que o usuário-contribuinte-eleitor encontraria pela frente.
Seria louvável a sinceridade ao assumir antecipadamente a "lerdeza do sistema", se isto fosse uma novidade, uma exceção no tratamento para com a população do município e não uma constante que a todos mortifica. A esdrúxula opção na primeira tela do site me fez pensar que o secretário de Turismo não quis ter sua Secretaria engolida pela lentidão avocada e a impossibilidade de auferir segundos de fama.
Tive que ter paciência, pois nestes 27 anos de trabalho com computadores, a premissa maior sempre foi a diminuição do tempo empregado na execução correta de tarefas, fato desconsiderado na elaboração do site.
Consegui finalmente, clicando em "Fala aí ô meu!", digo, "Fala Cidadão", entrar na página que continha um formulário. Preenchi os dados solicitados, informei o problema e até agora nem sequer recebi um e-mail confirmando o recebimento de minha "bronca".
A criação de uma Ouvidoria foi dada como em fase de implantação, no folheto de propaganda da administração municipal que Eduardo César lançou, na ocasião do aniversário do município. Ações que justificassem sua criação não deveriam estar acontecendo já há algum tempo? Não existe um sistema de acompanhamento de solicitações desenvolvido pelo município e já querem criar "algo", talvez até com status de Secretaria. Isto cheira a cabide de empregos, a acomodação de pessoas em locais prometidos em campanha.
Me lembro de Eduardo César, em campanha, afirmando não ter assumido compromisso com qualquer pessoa que fosse. Que poderia governar sem ter "o rabo preso", compromissado apenas com o bem estar da população e o engrandecimento do município. Pode parecer ingenuidade, mas acreditei nisto.

Foto: Arquivo UbaWeb

Educação ambiental


Crianças assistem palestra em Oficina de Educação ambiental

Crianças do ensino fundamental participam de oficina de educação ambiental


A Ilha dos Pescadores, em Ubatuba, tornou-se cenário para um projeto de educação ambiental intitulado “Somos ilha, mas estamos ligados”. Na quinta-feira, dia 24, alunos de 1ª a 5ª séries da Escola Municipal Olga Gil participaram das atividades, ouvindo músicas, histórias e palestras voltadas para a preservação do meio ambiente. As oficinas acontecem até o domingo, dia 27, sendo que sexta, 25, será a vez dos alunos da Escola Estadual Esteves da Silva e no fim-de-semana, será aberto à comunidade. O projeto, que está sendo desenvolvido por uma empresa especializada em ações de cidadania, saúde e meio ambiente conta com a parceria das secretarias municipais do Meio Ambiente, Obras, Educação e Agricultura e Pesca, além do Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte e entidades ambientais do município. Quatro estandes temáticos com as cores da bandeira brasileira servem para representar os assuntos de interesse. O núcleo verde está tratando da fauna, flora e solo, o amarelo fala das riquezas naturais, reciclagem, reutilização e redução de consumo. O azul representa a água e o ar e finalmente, o branco, trata do lixo, poluição e saúde. Os instrutores dos estandes são jovens ligados ao Instituto Ame Ubatuba.

Pesquisa de Campo

Para a realização desse projeto, foi elaborada uma grande pesquisa, que teve como objetivo traçar um diagnóstico social da comunidade em questão. Foram levantadas as preferências, necessidades e anseios dos moradores que são, em sua maioria, caiçaras, com atividades ligadas à pesca e à náutica. Uma descoberta interessante foi perceber que a maioria das pessoas tem amizade entre si, como se fosse uma grande família e que a Ilha dos Pescadores tem grande potencial turístico, tanto por sua história, quanto pela forma, arquitetura e identidade cultural. O coordenador do projeto, Raul Ambrogi, conta que os moradores têm grande interesse no incremento turístico da Ilha. “Eles anseiam por incluir a Ilha no contexto turístico da cidade, por isso, o nosso trabalho será voltado para a preservação do meio ambiente e valorização do espaço. Vamos ajudar na formação das crianças, para que elas cresçam com essa consciência, preservando, não só o meio ambiente, mas também a auto-estima. Além disso, as crianças são multiplicadoras do conhecimento, por sua própria natureza. Esperamos, dessa forma, atingir também os pais.” PMU

Censo

Prefeitura de Ubatuba dá início ao censo dos funcionários

Medida faz parte da reforma administrativa pela qual a Prefeitura irá passar

A Secretaria de Administração da Prefeitura de Ubatuba e o IBAM (Instituto Brasileiro de Administração Municipal) iniciaram esta semana o censo do funcionário público. O censo terá como objetivo atualizar dados pessoais e profissionais de cada servidor, que embasarão a segunda fase dos trabalhos da reforma administrativa, como o plano de carreira e o estatuto dos servidores públicos. O prefeito de Ubatuba, Eduardo César, acredita na valorização do servidor. “Precisamos valorizar nossos funcionários de carreira, porque entendemos que para resgatar o município, é preciso a colaboração e a participação do funcionalismo público municipal”, afirmou o prefeito.
Para a realização do censo cada Secretaria indicou um funcionário responsável para distribuição e recolhimento dos formulários, além de prestar escalrecimentos quanto às dúvidas para o preeenchimento dos mesmos. O Sindicato dos Funcionários Públicos também está envolvido nos trabalhos e participará ativamente junto às Secretarias. “Com os dados do censo, que ocorrerá paralelamente a reforma administrativa, estaremos implantando um programa de capacitação, otimização, motivação e identificação de competências que possibilitará, entre outros benefícios, um melhor dimensionamento dos Recursos Humanos e principalmente um aperfeiçoamento no atendimento ao colega de trabalho e à população”, esclareceu o secretário de Administração, Silvio Bonfiglioli Neto.


IBAM

O Ibam deu início aos estudos da reforma administrativa da Prefeitura de Ubatuba em julho deste ano. Os quadros de chefias serão reestruturados, com uma melhor definição das funções. Todo o organograma da Prefeitura deverá ser alterado. Secretarias deverão ser criadas como a da Segurança Pública, que englobará a Guarda Municipal, Defesa Civil, Bombeiros e Serviços de Trânsito e a Ouvidoria.
O Instituto é responsável por executar ações juntos às Prefeituras e Câmaras Municipais, órgãos dos governos municipais, estaduais e federal, além de instituições nacionais e estrangeiras, com a finalidade de elaborar estudos e pesquisas, consultoria técnica e ensino em administração contábil, financeira e orçamentária, administração fiscal e tributária, concurso público, geoprocessamento, gestão de recursos humanos, entre outros. PMU

Vestibulinho

Inscrições para Vestibulinho terminam nesta sexta

Escola Tancredo Neves oferece vagas para cursos técnicos

Terminam nesta sexta-feira (25) as inscrições para Vestibulinho 2006 da Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves. A escola oferece 180 vagas para quatro cursos técnicos: Contabilidade, Administração, Secretariado e Turismo, sendo 45 vagas para cada curso que tem a duração de dois anos.Os interessados devem comparecer à escola, que fica na Av. Rio Grande do Sul, 600. São três os horários para inscrição: 9h às 11h, 13h às 17h e 18h às 22h.A taxa de inscrição é de R$ 15,00 e os interessados devem levar uma foto 3 X 4 recente e o comprovante de escolaridade. Mais informações através dos telefone 3832-6221. PMU

Plano Diretor


A Ilha dos Pescadores tem um imenso potencial turístico

Prefeitura e CMD iniciam Plano Diretor Participativo

Workshop para capacitação da equipe que irá coordenar o Plano Diretor Participativo de Ubatuba será comandado pelo Instituto Pólis

Os membros do CMD (Conselho Municipal de Desenvolvimento) e os vereadores de Ubatuba participam nesta sexta e sábado (25 e 26) de um workshop intensivo de capacitação para elaboração do Plano Diretor Participativo do município. O curso, que acontece no auditório da escola Tancredo Neves, será comandado pelo Instituto Pólis, de São Paulo, e irá reunir a equipe que será responsável pela coordenação do Plano no município. Além dos membros do CMD e dos vereadores participam do evento alguns convidados, entre eles, o presidente interino do sub núcleo regional do Litoral Norte para Plano Diretor Participativo, o engenheiro Roberto Rezende; o advogado e ex-prefeito Nélio Carvalho, consultor do Ministério das Cidades; Zuleika Beyruth, coordenadora da Agenda 21 do Litoral Norte; Eliane Simões, responsável pelo Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar, entre outros. Estarão na coordenação do workshop em Ubatuba, a advogada Camila Uzzo e o arquiteto e urbanista Renato Cymbalista, ambos ligados ao Instituto Pólis, que é uma organização não governamental, de reconhecida capacidade técnica, com credibilidade e grande experiência na capacitação de profissionais para atuarem em planos diretores participativos. Para o prefeito Eduardo César, o início da elaboração do Plano Diretor Participativo de Ubatuba sendo conduzido por um instituto tão reconhecido como o Pólis demonstra a preocupação e seriedade com que a administração municipal encara este projeto tão importante para o futuro da cidade. “Para iniciar o processo em Ubatuba trouxemos o que há de melhor nesta área, com experiência suficiente para capacitar pessoas determinadas a construir cidades justas, sustentáveis e democráticas”, disse. Na programação do workshop constam apresentação de vídeo do Ministério das Cidades, mostrando em linguagem bem acessível o passo a passo de um Plano Diretor Participativo; o Estatuto da Cidade e as novas condicionantes do Plano Diretor Participativo; etapas do Plano Diretor e a preparação do processo; a leitura da realidade local; definição de temas prioritários; definição de instrumentos e elaboração do Projeto de Lei. No segundo dia, após uma apresentação dos processos participativos em outros municípios brasileiros, os trabalhos serão práticos, em grupos, sobre o processo em Ubatuba. “Após a formação do CMD e do CMT (Conselho Municipal de Turismo), começa mais uma grande etapa do governo participativo em Ubatuba. Ao contrário dos Planos Diretores anteriores onde um pequeno grupo se reunia para definir os rumos da cidade, teremos agora no nosso município, um Plano Diretor Participativo, que vem ao encontro da política que tanto defendemos e buscamos que é a participação de todos na definição do futuro de nossa cidade”, defendeu o prefeito Eduardo César. Para ele, esta é uma oportunidade histórica para que Ubatuba alcance seu desenvolvimento baseado no planejamento participativo das metas que se quer atingir. PMU

Conheça a formação do CMD de Ubatuba:

I - Presidente: Eduardo de Souza César

II – Secretário Executivo: Rafael Ricardi Irineu

III – Representante da Secretaria de Assuntos Jurídicos: Dr. Marcelo Santos Mourão;

IV – Representantes das Secretarias da Prefeitura Municipal:

Sec. de Administração: Silvio Bonfiglioli Neto;
Sec. de Agricultura, Abastecimento e Pesca: Valéria Cress Gelli
Sec. de Arquitetura e Urbanismo: Armindo Louro Fernandes;
Sec. de Educação: Isabel Roseli de Souza Leite;
Sec. de Esportes e Lazer: José Luiz Bittencurt Junior;
Sec. de Fazenda e Planejamento: Gilson Ferreira da Silva;
Sec. de Meio Ambiente: Paulo Roberto Pires;
Sec. de Obras: João Paulo Rolim;
Sec. de Assistência Social: Kátia Regina Gomes Nunes;
Sec. de Saúde: Dr. Marcos da Silveira Franco;
Sec. de Turismo: Luiz Felipe Azevedo;

V – Representantes das Entidades da Administração Indireta do Município:

FUNDART – Martiniano Nelson Viana;
FUNDAC – Josiane Brunácio Grunvald;
EMDURB – Edson Pereira Barros;
COMTUR – Marcos Antonio Gilheta;

VI – 01 Representante de cada uma das seguintes áreas da Comunidade local, indicados pelas associações representativas da cada área, dentre seus membros:

a) comércio e prestação de serviços:
· Célio Morais Stefani;· Marcos Veloso;

b) representante da 119º Sub-Seção – OAB/SP;
· Luiz Celso Rocha
· Thomas De Carle Gottheiner

c) profissionais liberais da indústria da construção:
· Engº Carlos Alberto Mendes de Carvalho;

· Engº Mauro Sérgio Bezerra;

d) profissionais liberais da Saúde:
· Dra. Estela Zemel;

· Dr. André Pereira Guimarães;

e) representante da Assoc. Prof. do Ensino Oficial do Estado de São Paulo – APEOESP:
· Sandra Mara Defendi;

· Marcio de Oliveira;

f) profissionais da Educação:
· Patrícia Gomes Veloso Pereira;

· Renata Ramos Martins;

g) representante do turismo e hotelaria:
· Jorge Ribeiro do Valle;

· Marco Antonio Ruggiero;

h) representante da industria da construção:
· Mário Duarte Lages;
· José Carlos Tadioto;

i) representante dos movimentos ambientalistas:
· Roberto Francine Junior

· Fabian Alberto Pérez

j) representante da atividade pesqueira e maricultura:
· Helder Jorge Gomes Marques;

· Ana Maria Paschoal da Cruz;

VII – 02 (dois) cidadãos detentores de notório saber sobre a realidade do Município, de livre escolha do Prefeito Municipal:

a) Arq.º Renato Nunes
b) Ézio Pastori

VIII – Representantes das Sociedades de Amigos de Bairros:

a) REGIÃO SUL:
· Sr. Fernando Pedreira Júnior (Soc. Amigos do Balneária Santa Cruz);

· Sra. Silvana Aparecida de O. Silva (Assoc. dos Moradores, Companheiros e Amigos da Folha Seca);

b) REGIÃO OESTE:
· Sr. Adilson Aparecido Lopes da Silva (Soc. Amigos do Bairro do Ipiranguinha);

· Sr. Hermínio Leite (Assoc. Moradores do Pq. dos Ministérios);

c) REGIÃO NORTE:
· Sr. Renato de Paula Vella (Soc. Amigos do Itamambuca);

· Sr. Roberto Rodrigues dos Santos (Soc. Amigos do Bairro do Puruba)

Artesanato


As artesãs Tábata e Maria Helena exibem seus trabalhos na Fundart

Artesãos de Ubatuba iniciam Exposição de Natal

Começa no próximo dia 1º, uma grande exposição envolvendo cerca de 50 artesãos ubatubenses, no casarão da Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba). Serão expostos centenas de trabalhos artesanais, desde brincos até peças utilitárias e de decoração de Natal, que utilizam as mais diversas técnicas e materiais. Esse evento marca os três primeiros meses de criação da Associação dos Artesãos de Ubatuba.No dia 3, inicia-se também uma exposição na Floricultura Naturali Garden, no Itaguá, dando continuidade ao projeto “Influências Culturais no artesanato brasileiro”. A abertura desta exposição terá direito a Papai Noel, distribuição de doces para as crianças e sorteio de brindes artesanais para os presentes. Essa exposição traz as influências das culturas indígenas, européias, africanas e caiçaras no artesanato atual, com peças de entalhe em madeira, cestaria, cerâmica, tear, bijouterias com sementes e outros materiais. A Associação dos Artesãos de Ubatuba vem lutando para implantar a “Casa do Artesão” no município, um espaço para que os trabalhos feitos à mão possam ser expostos e vendidos durante todo o ano. “A princípio, a Fundart cedeu um espaço que está ficando pequeno para tanta criatividade e beleza”, diz a coordenadora do grupo setorial de artesanato, Helena Otoni. Helena explica que somente a união da classe interessada pode fazer com que os sonhos se realizem. “A Associação está possibilitando essas exposições que estamos fazendo, mas é preciso que cada vez mais os artesãos se unam em torno do objetivo de ter um espaço. Atualmente há mais de 300 artesãos em Ubatuba. Se todas essas pessoas estivessem dispostas a fazer parte da Associação, teríamos uma força muito maior.” PMU

Enchentes


Desobstruir os córregos e os rios é a melhor forma de prevenção

Prefeitura faz prevenção de enchentes em diversos bairros de Ubatuba

Parceria com DAEE traz máquina mais eficiente para dragagem de rios e valas

Os moradores da região da Praia Grande, em Ubatuba, não tiveram problemas com alagamentos e enchentes durante as chuvas que assolaram a cidade por mais de 30 dias entre outubro e novembro. O que colaborou para evitar maiores transtornos foi a operação de uma escavadeira hidráulica S-90 que fez serviços de dragagem no rio Tavares. A escavadeira S-90 tem braço e concha maior que as escavadeiras normais, o que faz com que o aprofundamento do leito de rios e valas seja muito mais rápido, garantindo assim a segurança e tranquilidade dos moradores de áreas próximas a leitos de rios. A escavadeira veio a Ubatuba graças a uma parceria da Prefeitura, através da Secretaria de Obras, com o DAEE (Departamento de Águas e Energia Elétrica), do Governo do Estado. Essa parceria tem viabilizado a execução de obras com redução dos custos. A Secretaria de Obras já tem agendados os próximos bairros que contarão com o serviço de dragagem com a escavadeira: Toninhas, Perequê-Açu, Lagoinha e Maranduba. PMU

Vôlei


A equipe de Ubatuba mostrou garra e levou a medalha de prata

Vôlei mirim masculino de Ubatuba fica com a prata na LIVOVALI


Feminino tenta o ouro nesta sexta-feira

A equipe de vôlei Ubatuba/ Kall Som/Assai Distribuidora de Água/Cristal Line Turismo, conquistou a medalha de prata na categoria mirim masculino. Em partida realizada na última quarta feira, 23, no Ginásio de Esportes Tubão, a equipe de Ubatuba foi derrotada mais uma vez por 3 sets a 2 pelo time da Orion/Fademp/Atleta Cidadão, de São José dos Campos, terminando assim na segunda colocação.As parciais foram 17/25, 25/20, 21/25,25/22 e 7/15 em uma partida que durou 1h46min.A equipe de Ubatuba treinada por Marcos Jardim, contou com Bruno, David, Bruno, Renan, Rafael, Victor, Jonas, Lucas, Ricardo, Alexandre, Felipe e Pedro. Na mesma hora, só que em Mogi das Cruzes, a equipe juvenil de Ubatuba finalizava sua participação na Liga, perdendo para a equipe da casa por 3 sets a 2. Com este resultado Ubatuba terminou o torneio na quarta posição.

Feminino busca o ouro

A equipe mirim feminino Ubatuba/ Biodance, Nipakh Honda, Auto Elétrica e Mecânica Marquinhos venceu a primeira partida do play-off final da LIVOVALI na noite de terça-feira (22). O jogo, disputado em São José dos Campos contra o Tênis Clube, foi emocionante e Ubatuba venceu por 3 sets a 2, após estar perdendo por 2 a 0 (22/25, 13/25, 25/23, 25/18 e 15/6). A segunda partida acontece nesta sexta-feira, 25, às 18 horas, no Ginásio de Esportes Tubão. A vitória dará o título a equipe de Ubatuba. Em caso de vitória do Tênis Clube, haverá a necessidade da terceira partida, no sábado, às 17 horas. PMU

Natação


Antes da competição os nadadores fazem aquecimento

Torneio Aquakids/Di Mônaco mostra a força jovem da natação em Ubatuba

A Secretaria de Esporte e Lazer promove neste domingo, 27, o 7º Torneio Aquakids / Di Mônaco de natação. A prova mantém sua principal característica: revelar novos talentos na natação de Ubatuba, atendendo alunos das categorias de base, visando uma iniciação com critérios técnicos. Em agosto deste ano aproximadamente trezentos jovens nadadores com idades entre 7 e 14 anos participaram da sexto edição do evento. Cerca de 200 alunos da Piscina Municipal vão participar do torneio evento. Três outras escolas de natação da cidade foram convidadas: a RH, Barros Aqcua e Spazio. O Torneio Aquakids conta com o patrocínio da Di Mônaco desde sua criação, mostrando o compromisso da empresa com a natação de Ubatuba.

Pró Natação – Atletas de Ubatuba participarão neste final de semana da final estadual do Pró Natação, no Complexo Poliesportivo “Edgard Dega Gonçalves”, na cidade de Sertãozinho. A Final Estadual do Pro-Natação é um evento esportivo promovido pela Secretaria Estadual de Esportes, Lazer e Juventude.


Relação dos atletas de Ubatuba qualificados para a final em suas respectivas provas:

50 metros costas - Ian Prado Barreto
50 metros peito - Pedro Henrique de O. S. Bueno
100 metros livre - Camila de Cássia Oliveira, Camila Montinni de Faria
100 metros costas - Camila de Cássia Oliveira, Flávia Fernandes, Felipe Attili Costilhas, Caio Cesar Prado dos Santos
100 metros peito - Stefany Ingrid Carneiro Luz
200metros medley - Priscila Rebouças Santos, Camila Montinni de Faria PMU

Jogos Escolares

Jogos Escolares de Ubatuba conhecerão campeões do basquete neste sábado

As finais do torneio de basquete dos Jogos Escolares de Ubatuba acontecem neste sábado, 26, na quadra do Ginásio de Esportes Tubão. Antes, na sexta-feira, 25, acontecem as semifinais da categoria pré mirim masculino: à partir das 16 horas jogam Aurelina X Idalina e Cooperativa X Objetivo. Os vencedores se enfrentam no dia seguinte.A rodada de sábado começa às 8h30 com as seguintes partidas: pré mirim masculino – Objetivo X Semíramis; pré mirim feminino – Tancredo X Dominique; mirim masculino – Objetivo X Tancredo; mirim feminino – Esteves X Tancredo, pré mirim masculino – vencedores das partidas do dia 25; infanto juvenil feminino – Deolindo X Taba.

Atletismo – A competição de atletismo foi disputada na última sexta-feira,18, no Estádio Ciccillo Matarazzo. Aconteceram disputas de salto em distância, arremesso de peso, 100 metros rasos e 800 metros. No feminino o primeiro lugar ficou com a escola Esteves da Silva e a escola Dionísia Bueno Veloso, do Perequê-Açu ficou em segundo. A escola Capitão Deolindo venceu a competição masculina, deixando o Esteves em segundo.

Vôlei – O torneio de vôlei realiza neste sábado, 26, a última rodada da fase classificatória com partidas do torneio infanto juvenil feminino. À partir das 8h30 na quadra do Colégio Taba jogam Aurelina X Tancredo, Dominique X Belarmino, Esteves X Áurea e Deolindo X Cooperativa. As finais do vôlei acontecem dia 3 de dezembro. PMU

quinta-feira, novembro 24, 2005

E a luz se fez...



A luz elétrica vai finalmente chegar às comunidades do norte de Ubatuba. É o que todos dizem. O prefeito é a favor, o padre é a favor, o pastor é a favor, o pai-de-santo é a favor, ninguém é contra. Então, estando todos de acordo, autoridades terrenas e espirituais, que venha a luz para iluminar as trevas da ignorância, que impedem o progresso e o desenvolvimento de nosso povo varonil. Com todos irmanados, só resta comemorar. Viva Faraday, viva Edson, viva Lula, nosso guia, que criou o programa “Luz para todos”. E viva o governador Alckmin, que quer ser presidente.

Sidney Borges

Ludopédio



Depois do pênalti escandaloso não marcado pelo juiz, que deveria ser remetido para o Instituto Padre Chico, agora a Ponte ameaça entrar em campo com o time reserva. Se a idéia é dar o título para o Corinthians, nada a opor. No país onde ninguém sabe de nada, um roubo a mais, uma mentira a mais, o que importa? Apesar dos cartolas, dos juizes e dos torcedores fanáticos, o futebol é um belo espetáculo.
Ilustração: Futebol - Aldemir Martins

Sidney Borges

Palocci

A oposição ama Palocci,
Os banqueiros amam Palocci,
O FMI idolatra Palocci.
Se eu fosse Palocci, saía do ministério.
Mudava de partido, me candidatava,
ganhava as eleições e dava uma banana.
Para a Dilma, e para o Lula.
Uma para cada um.
Depois renunciava, tudo isso cansa...

Sidney Borges

Crime comum

Engana-se quem pensa que Lula não sabe de nada. De fato ele não sabia das trapalhadas de Delúbio Soares, que eu tenho a mais absoluta certeza ser um tucano plantado. Também é fato que Lula não conhecia direito o “Carequinha Sinistro” e jamais ouviu falar de Waldomiro Diniz. Com José Dirceu teve alguma relação, nada de maiores intimidades. Certamente nunca falaram de dinheiro. No entanto, sobre o assassinato de Celso Daniel Lula sabe tudo. Ontem mesmo afirmou que foi crime comum. Se Lula, nosso guia infalível, disse que foi crime comum, então foi crime comum. E não se fala mais nisso.

Sidney Borges

A persistência fará com que corram do Corredor...


Poluição visual? Onde? Quando?

Luiz Moura
O município de Ubatuba carece de um Plano Diretor. Sem ele, falta o respaldo necessário para a atração de bons empreendimentos. Não há um rumo a ser seguido. Tudo é feito ao bel-prazer do governante de plantão, na maioria das vezes, adepto convicto do fisiologismo.
Muitos pensam que há uma conspiração para que nada mude e os lucros continuem vertendo, com a legislação sendo mudada sempre que dói o bolso de alguém. Se há uma conspiração eu não sei, mas que a lei é mudada, constantemente, com endereço certo, isto é mais que patente.
A vocação turística de Ubatuba é inegável. A Mata Atlântica "invadindo" o oceano é uma das características que fazem do município uma atração, com visitação obrigatória pelos amantes da natureza. A grande quantidade de praias, para todos os gostos, seduz o visitante. Ilhas, cachoeiras, diversidade biológica e as profundezas do oceano acrescentam atrativos. A cultura caiçara, mesmo sem a atenção devida, com suas peculiaridades encanta quem dela toma conhecimento.
Infelizmente, eventos esportivos, culturais ou direcionados a negócios são realizados de modo amador. Como empecilho, nossos governantes e empresários ainda não perceberam uma maneira de aproveitar a chuva, com constância nada desprezível, fazendo dela também um atrativo a ser explorado.
Como já
falei anteriormente, urge a participação popular na atualização/elaboração do Plano Diretor. Sem ela, estará fadado a ser mais um documento esquecido no fundo de uma das gavetas da Prefeitura.
Enquanto isto não acontece, a administração Eduardo César (PL + PT), poderia utilizar a
legislação em vigor para iniciar um processo de embelezamento urbano.

A foto acima (Arquivo UbaWeb) mostra um dos incontáveis locais que necessitam de cuidados. No que denominam "Corredor Turístico" (avenida Leovigildo Dias Vieira, no Itaguá), a quantidade e estado das placas de publicidade clamam por atenção.

Luz elétrica

Termina ocupação do Núcleo Picinguaba

Uma assembléia na tarde desta quarta-feira, 23 colocou fim ao movimento de ocupação da sede do Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar. Os moradores das comunidades tradicionais do Camburi, Cabeçudo (Sertão da Picinguaba) e Fazenda da Caixa que reivindicam a instalação de energia elétrica em seus bairros através do Programa federal Luz para Todos decidiram paralisar o movimento na expectativa de uma solução que pode sair nesta quinta-feira, 24, numa reunião agendada para às 14 horas, na sede da Polícia Ambiental. Devem participar da reunião, além de uma comissão dos moradores dos bairros, a direção do Parque Estadual da Serra do Mar, a Elektro, a Promotoria Pública, Procuradoria Geral do Estado, Instituto Florestal e Prefeitura. Para o prefeito Eduardo César, que acompanhou de perto todo o movimento, estando inclusive na tarde de ontem, na sede do Núcleo conversando com os manifestantes, a expectativa é que a reunião desta quinta-feira seja um sucesso e todas a partes envolvidas cheguem rapidamente a um consenso. “A reivindicação é justa e não podemos deixar de dar nosso apoio à comunidade, que tem sofrido com a falta da energia elétrica, tão essencial nos dias de hoje”, afirmou. Eduardo César. Nesta reunião, segundo o administrador da regional Norte, da Prefeitura de Ubatuba, José Roberto Júnior, que acompanhou toda o movimento, a reunião discutirá o plano de uso tradicional, que faz parte do Plano de Manejo e que se aprovado pela comunidade, deverá prever a instalação da energia elétrica em 90 dias. PMU

Frota nova

Prefeitura de Ubatuba adquire novos veículos

A Prefeitura de Ubatuba adquiriu quatro veículos 0 km nos últimos meses. Neste mês foram compradas duas kombis para a Secretaria de Educação e um veículo modelo Fiat Siena para a EPAA (Equipe de Prevenção e Atenção a Aids) da Secretaria de Saúde. Para o Corpo de Bombeiros foi comprado um Fiat Uno, no mês passado. Hoje a frota da Prefeitura é composta por cerca de 180 veículos, entre caminhões coletores, micro-ônibus, máquinas, kombis, carros para transporte de pacientes, entre outros. PMU

Turismo


A cidade esteve presente num evento de grande importância

Ubatuba participou do Festival de Turismo de Gramado

A cidade esteve representada pela Secretaria de Turismo e despertou ointeresse de várias operadoras de turismo

Ubatuba esteve presente no Festival do Turismo de Gramado, realizado de 17 a 20 de novembro no Serra Park. Por meio da APRECESP (Associação das Prefeituras de Cidades Estância do Estado de São Paulo), Ubatuba esteve num estande juntamente com as cidades de São Sebastião, Salto e Barra Bonita. “Nossa cidade era a mais procurada no estande. Distribuímos mais de cinco mil folders”, conta Geraldo Zanotto que representou a Secretaria de Turismo no Festival. Zanotto disse ainda que foram feitos vários contatos com operadoras de turismo e que o interesse despertado para operar em Ubatuba foi grande. “Em breve algumas operadoras já estarão nos visitando e conhecendo nossas potencialidades”, explicou Zanotto. Segundo a organização do evento, que está na sua 17ª edição, cerca de 11,5 mil profissionais do setor participaram desta edição do Festival. Formado por agências de viagens, operadoras, companhias aéreas, redes de hotéis, entidades do segmento e prestadores de serviços ligados ao turismo, o evento reuniu 330 estandes e 1900 empresas participantes que mostraram e comercializaram seus produtos no decorrer da feira. PMU

Educação


Capa do CD

Escola de Ubatuba lança CD sobre hábitos alimentares

O CD “Comer é muito bom” é mais um projeto da Nutrir em Ubatuba produzido por alunos da rede municipal de Educação

A escola municipal de educação infantil Professora Bessie Ferreira Osório de Oliveira, do bairro do Itaguá, em Ubatuba, lança no próximo dia 29, às 19h, o CD “Comer é muito bom”, uma parceria com o Projeto Nutrir, da Nestlé. O evento, que acontece na própria escola, será marcado por uma grande festa de apresentações com as crianças da escola, onde famílias e alunos de outras escolas serão presenteados com o cd.O CD contém 14 músicas sobre o tema alimentação e saúde. A idéia de gravá-lo surgiu da professora de música Maria Emília Tosin Aranha e que contou com o apoio de seu marido, o músico Frederico João Zimmermann Aranha. Os funcionários e professores da EMEI criaram as letras que depois foram ensaiadas e gravadas pelos alunos. Foram criadas 14 músicas com letras inéditas e a parte instrumental do CD foi feita num computador doméstico. As crianças da Emei, entre 3 e 6 anos, só saíram da escola para gravar as vozes. Segundo a diretora da escola, Carmem Pereira, o importante é que o CD foi feito com muita seriedade e muito entusiasmo de todos, inclusive das famílias, que colaboraram muito. “A gravação do CD deu um brilho ao Projeto Nutrir, que desenvolve o hábito das crianças de consumir alimentos saúdaveis. A parceria entre a Secretaria da Educação e a Nestlé estabelece diversas atividades relacionadas a nutrição, tais como cultivo de hortas, aulas de culinária e agora o CD”, explicou Carmem.A diretora conta que inicialmente o projeto parecia inviável dada as dificuldades e o custo que isso poderia acarretar. Embora o projeto parecesse fora de alcance de todos, a diretora Carmem e toda sua equipe pedagógica tiveram coragem e ousadia para enfrentar a proposta. E foi a partir do segundo semestre que todos os funcionários e alunos da escola embarcaram nessa verdadeira “produção artística”. Para a realização do CD foi preciso contar com o apoio da Secretaria da Educação. Conta Carmem que o resultado desse CD é uma “maluquice”. Para a diretora não se trata de um CD profissional e nem teve a pretensão de ser, talvez não ganhe nenhum prêmio Grammy, brinca Carmem, que acredita que todos querem é ver o disco sendo usado pelos professores e alunos de outras escolas. “Esse é o maior prêmio”, revela a diretora. PMU

quarta-feira, novembro 23, 2005

Jamais encontrarás...

Um dia escrevi que o governo é esquizofrênico. Não são poucas as situações em que se observa fragmentação de personalidade e perda de contato com a realidade. Como isso é de domínio público, vamos olhar um pouco para a oposição. É exatamente igual. Na verdade o governo atual e o governo passado se parecem tanto, que é quase impossível diferenciar um do outro. São vassalos do senhor FMI. Não existe projeto nacional. Daria muito trabalho fazer um, melhor usar o dos gringos que já está pronto. O fato de não ter dado certo em lugar nenhum e de ter sido abandonado na maioria dos países que apresentam crescimento, não importa. Deixar para depois é uma espécie de esporte nacional, bem ilustrado quando João Gilberto disse para Tom Jobim que não queria repassar pela milésima vez um trecho de “Chega de Saudade”: - “Você é brasileiro Tomzinho, logo é preguiçoso”. A oposição é exatamente assim. Preguiçosa. Tão preguiçosa que desistiu de investigar Palocci. Deixemos ele lá, devem estar pensando, quando tomarmos o poder, que é a única coisa que nos interessa, vamos fazer tudo igualzinho, exatamente como querem nossos amos e senhores. Que bonito é não fazer nada e depois descansar.

Sidney Borges

“A EDUCAÇÃO MUNICIPAL VAI BEM?”

Corsino Aliste Mezquita - Professor*
A resposta à questão do título depende do conceito de “educação de qualidade e para todos” que tenha quem a responda. Afirmar se está em boa situação ou caminha por sendas tortuosas exige análise desapaixonada e realista. Não aceita arroubos políticos, misticismos enganadores ou discursos irritados. A EDUCAÇÃO, no Brasil e na maior parte de seus municípios, dificilmente pode receber nota positiva. A UNESCO tem alertando para, as deficiências, carências, exclusões, pequenos investimentos, irregular aplicação dos recursos a ela destinados e, como conseqüência, os dois tipos de analfabetismo (absoluto ou total e funcional) penalizando grandes parcelas da sociedade brasileira. Ubatuba está dentro desse contexto.
Para podermos afirmar que, o projeto educacional de nosso município, vai bem os analistas exigem recorrer a dois princípios elementares:
1° O município possui legislação sólida que estabelece metas, etapas, objetivos e processos para o atendimento de seu Sistema Educacional?.
2° Essa legislação é observada quaisquer que seja o partido político e a ideologia de quem está no governo?.
Em resposta a essas perguntas podemos afirmar que, o município criou, nos últimos anos, os sistemas de controle (conselhos) e as leis que implantaram o Sistema Municipal de Ensino -Lei n° 2124 – 01- e o Plano Decenal de Educação –Lei n°2460 – 03- e que, infelizmente, esses dispositivos, pouca atenção merecem. Sublinhamos que, esses dispositivos legais, foram elaborados com a participação da comunidade e aprovados, por unanimidade, pela Câmara Municipal. Nesse ponto não podemos concordar com o Sr. Prefeito quando afirma: “A educação vai bem”.(Imprensa Livre de S.Sebastião, 12 e 13 de novembro de 2005, A3).
Outros indícios existem provando que, a educação, neste primeiro ano de governo, não está indo bem. Não aceitar o diálogo, para dar continuidade às ações que vinham sendo desenvolvidas, motivou que, neste ano de 2005, não tenha sido construída uma única sala de aula nova, mesmo tendo recebido: três projetos aprovados, com áreas desapropriadas, licenciadas para construção, dotação orçamentária e algum dinheiro em caixa. Também, no último convênio PAC, nada de novo aconteceu. Fato que motivou, de quem entende do assunto, a frase: “Ubatuba não recebeu escolas novas porque, na Secretaria Municipal de Educação, não tem ninguém que saiba fazer a lição de casa”. A frase não foi pronunciada por adversário político, pessoa irresponsável ou político de oposição. Foi fogo amigo daqueles que lamentam o atraso nas obras do Ipiranguinha, Horto-Figueira e a não apresentação dos requerimentos devidamente justificados e documentados, em tempo hábil solicitando, a colaboração do Estado, nas soluções dos excessos de demanda, já sentidos, nos bairros Centro, Lagoinha e outros. Citamos os dois bairros por já terem merecido requerimentos anteriores e, a Lagoinha, atenção especial da Secretaria de Estado da Educação. Entrevistar-se e manter relacionamento cordial com o Sr. Secretário de Estado da Educação é ato louvável e necessário, mas não o caminho para conseguir recursos. Os processos de solicitação devem seguir os trâmites estabelecidos. Quem chega primeiro costuma levar a melhor parte.
É de alto significado a frase pronunciada pelo Sr. Prefeito: “Não se libera escola porque o atual ou o ex-secretário querem, mas sim de acordo com as necessidades, que hoje estão supridas”. Se, como dissemos acima, não foi construída uma única sala de aula e “as necessidades hoje estão supridas”, alguém deve ter construído antes e, esse alguém, não pode ser desrespeitado.
Lamentável que o Sr. Prefeito não saiba que as necessidades hoje não estão supridas, como provam:
-as escolas de ensino fundamental funcionando em três períodos diurnos;
-as classes com mais de trinta alunos;
-só estão, nas escolas, 65%(sessenta e cinco por cento) das crianças de 04 a 06 anos;
-as creches só atendem 10%(dez por cento) da clientela;
-apesar dos esforços, não são atendidos, satisfatoriamente, os alunos com necessidades especiais, etc, etc.
Outros indícios indicam que, a EDUCAÇÃO MUNICIPAL, não vai bem. Os fatos podem ser por todos comprovados. Alguns registramos a seguir:
-cinco escolas foram desativadas e, até agora, não foram reformadas;
-dois portais foram decapitados;
-as duas creches compromissadas, pela Prefeitura, com a Promotoria Pública, não foram construídas;
Não foram criados os cargos necessários de Auxiliar de Serviços Infantis para chamar os aprovados em concurso e acabar com os eventuais, etc. etc.
Sempre almejando o bem de Ubatuba e seu progresso desejamos que, a EDUCAÇÃO MUNICIPAL, melhore em qualidade e quantidade, que seus administradores a planejem com grandeza, visão de futuro e libertos de idéias ultrapassadas, cartilhas unificadas e nivelações por baixo. Só assim respeitará a pluralidade cultural, a diversidade étnica e ambiental e será motor de harmonia e paz social.

* Ex-secretário da Educação de Ubatuba

Ubatuba ganha novas lixeiras

Empresa de Atibaia doa 400 lixeiras para o município

A Prefeitura de Ubatuba firmou convênio com a empresa Citylix para a doação de 400 lixeiras para o município. Através do convênio a empresa tem o direito de explorar comercialmente o espaço publicitário das lixeiras. Até agora já foram instaladas 30 unidades entre a avenida Dona Maria Alves e a Praça 13 de Maio. Na próxima semana as lixeiras serão colocadas ao longo da avenida 9 de Julho.
O convênio prevê a instalação de lixeiras ainda nos bairros do Perequê-Açu (avenida Félix Guisard), Praia Grande, Itaguá (rua Capitão Felipe e avenida Leovigildo Dias Vieira), Centro (avenidas Rio Grande do Sul e Iperoig, em todas as praças e no Calçadão). Bairros das regiões Norte e Sul do município também poderão ser beneficiados.
Lixeiras
A própria empresa é a responsável pela instalação e manutenção das lixeiras. A estrutura das unidades coletoras é de fibra de vidro, nas cores azul e branco, com portinhola galvanizada e armazena cerca de 40 litros de lixo. Mede 1,30 cm de altura e possuiu duas faces de visualização publicitária. O formato de cada lixeira lembra uma “maçã”. A Citylix é uma empresa de Atibaia especializada em coleta de lixo. PMU

Estufa


Obras de drenagem na rua Fluminense

Estufa II recebe pavimentação e drenagem

Os moradores da Estufa II terão, em breve, um novo cenário no bairro. Algumas de suas principais ruas estão sendo asfaltadas e um grande problema de ruas cheias de lama e buracos será solucionado com obras de drenagem. A obra, que está sendo executada pela Secretaria de Obras da Prefeitura é um convênio com o DADE (Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias). A pavimentação, num total de 9.300 metros quadrados acontece no trecho que engloba a praça Maracanã, Av. São Paulo, Rua Jabaquara e Rua Santa Cruz, até a rua Fluminense. A drenagem da Av. São Paulo será a céu aberto. Um canteiro central rebaixado fará a separação das duas pistas e servirá para o escoamento das águas pluviais. No restante do trecho serão utilizados 800 tubos para a drenagem. A obra deverá ser concluída em maio de 2006. PMU

Obras


As galerias de águas pluviais foram limpas e desobstruídas

Rua D. João III recebe melhorias

A rua D. João III, no centro da cidade, recebeu na última semana várias melhorias. As galerias de águas pluviais foram limpas e desobstruídas. Dois caminhões de areia foram retirados para facilitar o escoamento das águas das chuvas. As tampas das galerias que se encontravam quebradas - 32 no total -, foram trocadas, aumentando assim a segurança de motoristas e pedestres dessa importante rua de acesso ao centro da cidade.
Ainda na Rua D. João III, na esquina com a Rua Salvador Corrêa, outra obra importante está em andamento: o muro do cemitério central está passando por uma reforma completa. O antigo muro apresentava risco aos pedestres o que obrigou a Prefeitura a demoli-lo. O novo muro, além de um alicerce mais reforçado também está sendo construído com maior altura.
PMU

Santa Casa

Santa Casa de Ubatuba recebe doações

A Santa Casa de Ubatuba recebeu do Fundo Social de Solidariedade do município a doação de 1582 fraldas descartáveis, 382 sabonetes, 151 unidades de creme dental, 12 potes de lenços umedecidos, cinco shampoos infantis, dois talcos, 14 caixas de cotonetes, 11 frascos de shampoos para adultos, 38 absorventes, 12 rolos de papel higiênico e dois pacotes de bolinha de algodão que serão distribuídos nos setores da entidade.
O Fundo Social ainda doou 49 pares de sapatos, 10 caixas de tênis, quatro prateleiras suspensas, 106 peças de roupas íntimas e 242 óculos, que estão sendo comercializados em um Bazar da Pechincha em prol da Santa Casa nesta terça e quarta-feira, dias 22 e 23, na Rua Jordão Homem da Costa, 63, centro das 8h às 12h e das 14 às 18h. PMU

Procon

Procon de Ubatuba alerta quanto a locações para a temporada

O PROCON (Órgão de Defesa do Consumidor) de Ubatuba divulgou nota nesta segunda-feira, 21, alertando quanto as propagandas enganosas de locações em residências, hóteis, pousadas ou chalés na cidade. “Com a proximidade da temporada de verão a procura por essas locações em Ubatuba tende a aumentar. É sempre bom verificar com antecedência se o serviço oferecido pelo estabelecimento é o esperado pelo cliente. Temos muitas reclamações de pessoas que alugam estabelecimentos na praia pela internet ou por telefone. Ao chegarem no local se deparam com algo totalmente diferente e sem a qualidade que lhe foi vendida”, alertou o coordenador do Procon Henrique Zwuibelberg. Para mais esclarecimentos, o Procon de Ubatuba funciona à avenida Dona Maria Alves, 890, no centro. Os telefones são (12) 3833-3022, 3833-5446 e 3832-6509. O horário de funcionamento é das 8 às 18 horas, de segunda à sexta-feira.
Compra de automóveis
O Órgão de Defesa do Consumidor de Ubatuba ainda informa aos consumidores que antes de efetuarem qualquer negócio com a empresa Autoplan Brasil Ltda, situada à rua José Bonifácio, 1659, centro, na cidade de Mococa (SP), que procure o Procon por telefone ou entre em contato pessoalmente. O Procon avisa que tem sido procurado por muitos consumidores que estão lesados por esta empresa na compra de automóveis. PMU

Ilha dos Pescadores


O imenso potencial turístico da Ilha ainda não foi aproveitado

Ilha dos Pescadores recebe projeto de educação ambiental

A Ilha dos Pescadores, em Ubatuba, está se destacando como cenário turístico e alvo de educação ambiental. Durante esta semana, de 24 a 27 de novembro, a comunidade de Ubatuba receberá o projeto “Somos ilha, mas estamos ligados”, que está sendo desenvolvido por uma empresa especializada em projetos especiais, com a parceria das secretarias do Meio Ambiente, Obras e Educação. Os dois primeiros dias serão direcionados a alunos de 1ª a 8ª séries das escolas: Municipal Olga Gil e Estadual Esteves da Silva. Durante o final de semana, a programação será aberta a toda a comunidade, das 8h30 às 17h30.
O trabalho será desenvolvido de forma descontraída e dinâmica. Através da “contação” de histórias e do teatro interativo, os alunos serão inseridos no contexto e divididos em quatro núcleos com as cores da bandeira. O núcleo verde tratará da fauna, flora e solo, o amarelo fala das riquezas naturais, reciclagem, reutilização e redução de consumo. O azul representa a água e o ar e finalmente, o branco, trata do lixo, poluição e saúde. Os alunos passearão pela Vila e seu entorno, despertando o interesse pela atividade turística.
Para a realização desse projeto, foi elaborada uma grande pesquisa, que teve como objetivo traçar um diagnóstico social da comunidade em questão. Foram levantadas as preferências, necessidades e anseios dos moradores que são, em sua maioria, caiçaras, com atividades ligadas à pesca e à náutica. Uma descoberta interessante foi perceber que a maioria das pessoas tem amizade entre si, como se fosse uma grande família e que a Ilha dos Pescadores tem grande potencial turístico, tanto por sua história, quanto pela forma, arquitetura e identidade cultural.
O coordenador do projeto, Raul Ambrogi, conta que os moradores têm grande interesse no incremento turístico da Ilha. “Eles anseiam por incluir a Ilha no contexto turístico da cidade, por isso, o nosso trabalho será voltado para a preservação do meio ambiente e valorização do espaço. Vamos ajudar na formação das crianças, para que elas cresçam com essa consciência, preservando, não só o meio ambiente, mas também a auto-estima. Além disso, as crianças são multiplicadoras do conhecimento, por sua própria natureza. Esperamos, dessa forma, atingir também os pais.” PMU

Mergulho

Ubatuba sediará encontro internacional de instrutores de mergulho

Evento reunirá cerca de 80 instrutores de mergulho

Ubatuba sediará de 24 a 27 de novembro o 9º Encontro Internacional de Instrutores NAUI MERCOSUL 2005. Segundo a NAUI (National Association Of Undertwaters Instructors), Ubatuba foi escolhida pela diversidade de pontos de mergulho, sendo um dos mais procurados destinos no estado de São Paulo, o maior pólo formador de mergulhadores recreativos de todo o Brasil, além da cidade ter muitas operadoras de qualidade. Cerca de 80 instrutores de mergulho estarão participando do evento.
O evento buscará reunir líderes e instrutores de mergulho da Naui Mercosul para troca de experiências e confraternização, renovando o conceito da Associação. Promoverá o fomento da discussão de temas relacionados ao mergulho, como aspectos comerciais, técnicos, de segurança e aspectos de preservação e conservação de ambientes subaquáticos, além de divulgar a região como pólo de turismo de mergulho.
Os instrutores passarão por cursos de especialização, atualização através de palestras e terão contato com as novidades em equipamentos de mergulho e operações de monstradas pelos parceiros e patrocinadores. PMU

Surf


Os alunos da Escolinha de Surf de Ubatuba mostraram competência

Escolinha de Surf de Ubatuba é a melhor do estado pela terceira vez

Vitórias nas três etapas garantem à Ubatuba o título de melhor escolinha de surf do estado em 2005

A Escolinha Municipal de Surf de Ubatuba conquistou no último domingo, 20, o título do Nicoboco Paulista de Escolas de Surf após vencer todas as etapas do torneio. O titulo pode ser considerado como o tricampeonato estadual, pois a Escolinha Municipal de Surf de Ubatuba foi duas vezes campeã, em 2001 e 2002, quando o torneio levava o nome Quicksilver.
A terceira etapa do Nicoboco Paulista de Escolas de Surf foi realizada na praia de Maresias em São Sebastião e mostrou que o trabalho desenvolvido em Ubatuba é levado a sério, vencendo de forma incontestável a competição. Para essa etapa a escolinha de Ubatuba enviou duas equipes, num total de dezesseis atletas e quatro técnicos.
A prova foi realizada no formato Tag Team, em que cada escola competia com duas equipes de quatro alunos nas categorias Petit (até 10 anos), Estreante (12 anos), Iniciante (14 anos) e Feminino (até 16 anos).
A equipe campeã foi composta por Rafael Ferreira, Geovani Ferreira, Luiz Antônio, Lucas Santos, Filipe Toledo, Caíque Pacheco, Nathalie Paola e Emily Santos, treinados por Alberto Jacob e Hamilton Castro
A equipe “B” terminou na quinta posição e contou com Philip Chagas Paulo Conceição, Jose Lucas, Tamylin Saito, Lucas Oliveira, Giovane Oliveira, Alexandro Santos, Letícia Freitas, orientados por Rodrigo Fonseca e Beatriz Frizanco.
A Escolinha do Zecão, também de Ubatuba, não conseguiu um bom resultado na etapa, terminando em 7º lugar, mas garantiu a terceira posição no ranking final do evento. Os alunos Alaf Araújo, Nicolas Lopes, Yago Reis, Washington Silva, Igor de Souza, Douglas Silva, Gleice Leite e Zidiane Souza participaram da etapa.
A escolinha campeã ganhou R$ 500,00 e a vice R$ 400,00. As que terminarem na terceira e quarta posições levam R$ 300,00 cada. Ainda para as quatro primeiras escolas serão distribuídos diplomas e kits Nicoboco, tanto para atletas como para os técnicos.


Classificação da etapa

1º - Escolinha Municipal de Ubatuba - 73,20 pontos
2º - Escolinha de São Sebastião – 59,15 pontos
3º - Nicoboco – 52,75 pontos


Ranking final

1 - Escola Municipal de Surf de Ubatuba - 3000 pontos
2 - Escola de Surf de São Sebastião - 2610
3 - Escola de Surf do Zecão – 1931 PMU

Vôlei

Vôlei de Ubatuba nas finais da LIVOVALI

A equipe de vôlei mirim masculino Ubatuba/ Kall Som/Assai Distribuidora de Água/Cristal Line Turismo, volta à quadra nesta quarta-feira (23) para a segunda partida da final da LIVOVALI (Liga de Vôlei do Vale do Paraíba e Litoral Norte), contra o time da Orion/Fademp/Atleta Cidadão, de São José dos Campos. Na primeira partida a equipe do Vale venceu por 3 sets a 2 e Ubatuba precisa da vitória para empatar a série e decidir o titulo no terceiro jogo. “A presença da torcida será importante, pois vencendo, levaremos a decisão para o terceiro jogo e as equipes estão niveladas tecnicamente”, analisa o técnico de Ubatuba, Marcos Jardim. O jogo acontece no Ginásio de Esportes Tubão, à partir das 18 horas.
Feminino – A equipe mirim feminino Ubatuba/ Biodance, Nipakh Honda, Auto Elétrica e Mecânica Marquinhos fez sua estréia no play-off final da LIVOVALI na noite desta terça-feira (22) em São José dos Campos contra o Tênis Clube. A segunda partida está marcada para a próxima sexta-feira (25), às 19h no Ginásio de Esportes Tubão. PMU

DENTE DE LEITE

Semifinalistas serão conhecidos na próxima rodada

Equipe do Pontual despachante já garantiu vaga na semifinal

Falta apenas uma rodada para a definição dos semifinalistas do campeonato Dente de Leite da Escolinha Municipal de Futebol Rubens Salles. Na rodada do último domingo (20), foram marcados 28 gols nas cinco partidas disputadas. O jogador Alex (Cajú) ocupa a artilharia do torneio com 9 gols, seguido de perto por Heitor (MGM) e Fernando (Auto Clean), com 7 gols marcados. O goleiro menos vazado é Bruno Faria que sofreu apenas 4 gols.
A próxima rodada acontece no dia 3 de dezembro com as partidas Caju X Auto Clean, Adega X Veraneio, Porto Marina X Ceregatti, O Madeireiro X MGM, Pontual X Tortilhão.
Resultados da quarta rodada: Porto Marina 4 X 4 Adega, Madeireiro 3 X 2 Ceregatti, Tortilhão 4 X 1 Veraneio, Pontual 3 X 2 Cajú e Auto Clean 3 X 2 MGM.
Classificação: Grupo A – Tortilhão e Cajú 9 pts; MGM 6 pts; Adega 2 pts; Ceregatti 0 pt.
Grupo B – Pontual 12 pts; Auto Clean 9 pts, O Madeireiro 7 pts; Veraneio 3 pts; Porto Marina 1 pt. PMU

Orçamento Municipal

Última reunião pública para discutir o Orçamento Municipal 2006.

É de grande importância o comparecimento de toda a população da cidade.

O presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Jairo dos Santos, PT, convida toda a população, representantes do comércio, das comunidades, das Ongs, toda a Sociedade Civil Organizada, para a última reunião pública que vai debater as prioridades que devem compor o Orçamento Municipal de 2006. O encontro está marcado para esta quarta-feira, dia 23, às 19 horas, no plenário da Casa de Leis. Jairo dos Santos, que sempre defendeu a tese do Orçamento Participativo, espera a presença de todos, uma vez que a população é quem deve decidir sobre suas prioridades. Portanto, o presidente da Câmara considera importantíssimo o comparecimento dos munícipes.

Fonte: ASCOM

terça-feira, novembro 22, 2005

Editorial

Burrocracia...

A Inglaterra teve a Guerra das Rosas. Ubatuba também tem sua guerra particular. Contra o atraso. Como todos sabem, elétrons em movimento constituem corrente elétrica. A energia elétrica é recebida nas casas e a corrente elétrica que circula nos aparelhos, propicia o conforto que todos merecem e têm direito. Geladeiras, televisões, rádios, liquidificadores, computadores e outros aparelhos que estamos acostumados a usar em nossa vida cotidiana, funcionam através do consumo de energia elétrica. Em certas regiões atrasadas da África não existe energia elétrica. No Haiti ocorre o mesmo. A música de Caetano Veloso diz que o Haiti é aqui. Será? A burocracia infernal que assola Pindorama desde Cabral, não quer que a energia elétrica vá até onde deve ir. Os responsáveis pelo atraso explicam, mas não convencem. Se a lei impede, então que a lei seja mudada. O que não podemos tolerar é ter no século XXI, uma localidade na fronteira dos dois estados mais ricos da união, vivendo sem energia elétrica. Cabe ao senhor governador usar a autoridade de quem quer ser presidente e terminar com essa aberração. Tome uma atitude governador. Mostre aos eleitores que essa coisa de ficar em cima do muro é ficção. Deixe que os elétrons fluam livremente através dos condutores, espalhando a centelha do progresso pelas matas verdejantes de Ubatuba. A humanidade agradece.

Sidney Borges

Sonho dantesco


O tom de azul. Detalhe que vai atrair milhões de turistas do Vale

Luiz Moura
Da reunião profícua das secretarias de Arquitetura e Urbanismo, Promoção Social, Turismo e Obras da administração Eduardo César (PL + PT), surge um novo espaço totalmente adequado às necessidades dos artesãos, servidores municipais e, população fixa e flutuante de Ubatuba: a nova Feira Hippie. A preocupação com o dinheiro público na construção da "obra" se fez notar pela utilização inteligente da belíssima estrutura projetada e executada para a realização da Feira das Nações, acrescida dos não menos belos elementos que compunham a antiga Feira Hippie. Os detalhes construtivos são dignos de teses de doutoramento. A mistura de arrojados estilos arquitetônicos empregados na construção vai traçar novo rumo para a arquitetura do século XXI e as utilizações de materiais inovadores ampliarão os horizontes da engenharia civil.
O pesadelo era em "branco e preto", com os azuis se destacando (aquele azul calcinha tão conhecido por nossos cães). Escutar os discursos do Rafael, da Kátia, do Felipe, do João e do Domingos representando o prefeito que estava na faculdade, em Caraguá, foi uma experiência incomparável. Causadora, sem sombra de dúvidas, de bruxismo agudo. Quando o Martiniano da Fundart veio reclamar que faltava "alguma coisa" para a inauguração ter o brilho condizente, acordei empapado de suor.
Creio que a visão diária do local objeto da fotografia acima (uma vista geral, pois não sei se você suportaria os detalhes) começa a influir em meu sono. As demonstrações de rapidez na solução de problemas, pela administração Eduardo César, farão com que esta sua mais recente realização seja apreciada pelos visitantes de Ubatuba durante toda a temporada de verão. Quiçá, até julho.
A administração do "resgate" (ou seria do "meio expediente"?) ainda vai complicar a minha saúde. Já estou considerando, seriamente, a possibilidade de consultar um psicanalista.

Foto: Arquivo UbaWeb

Charles Medeiros em ação


O prefeito Eduardo César e o secretário de Obras estiveram na Estufa

Estufa receberá melhorias

Por solicitação do vereador Charles Medeiros, o prefeito Eduardo César e o secretário de Obras, João Paulo Rolim, estiveram no último domingo, na sede da SABE (Sociedade Amigos do Bairro da Estufa), para falar de investimentos e melhorias a serem implantados no bairro.
Na ocasião foi anunciado o inicio das obras do anel viário, bem como a drenagem e colocação de guias e sarjetas nos seguintes locais: Avenida São Paulo, Rua Jabaquara, Rua Comercial, Rua Bangu e Praça Maracanã. Também ficou definida a pavimentação asfáltica na Avenida São Paulo e na Rua Jabaquara, no bairro da Estufa II. As melhorias anunciadas fazem parte da primeira etapa de uma parceria entre a Prefeitura e Estado.
Aproveitando a presença da TV Vanguarda no bairro, o prefeito concedeu uma entrevista informando sobre o que será feito no bairro.
Para Charles Medeiros, essas são obras que a comunidade vinha solicitando há tempos, desde governos passados. “No inicio deste governo, em audiência com o prefeito Eduardo César, entreguei-lhe oficio nº. 183/05, reforçando o pedido da comunidade, pois corríamos o risco de perder um investimento da ordem de R$ 600.000,00, quantia importante para a melhoria da qualidade de vida dos moradores”. O vereador declarou ainda que contou com importante apoio da diretoria da SABE, que além de disponibilizar o espaço, batalhou para que o benefício se tornasse realidade, um exemplo a ser seguido por outras localidades que necessitam melhorias.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Conferência

Ubatuba representa o estado em Conferência Federal de Assistência Social

A Secretaria de Assistência Social de Ubatuba foi escolhida para representar o município e o estado de São Paulo em Brasília, numa conferência que tem por objetivo traçar diretrizes para a melhoria dos serviços prestados à comunidade, bem como a implantação do Sistema Único de Assistência Social (Suas). A escolha foi feita durante a Conferência Estadual de Assistência Social, que aconteceu em São Paulo, no início de outubro.Para representar Ubatuba e o Estado, o chefe da sessão de assuntos administrativos da Assistência Social, Eduardo de Oliveira Ilário e o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Marlon Lopes ficarão em Brasília de 4 a 9 de dezembro. As propostas de Ubatuba foram escolhidas dentre as de mais de 500 municípios que se apresentaram na conferência estadual. Eduardo Ilário ressalta que o mais importante desse convite foi o reconhecimento do trabalho que está sendo desenvolvido no município. “Nós iremos a Brasília para apresentar nossas sugestões e contribuir para que as leis que já estão no papel sejam cumpridas. O cidadão deve ser atendido com dignidade, e nós temos agora a oportunidade de contribuir com isso em nível nacional, afirma Eduardo.” Entre as principais propostas feitas por Ubatuba, está a implantação de uma lei que garanta um percentual mínimo de 5%, destinado por todas as esferas governamentais para a Assistência Social, o fortalecimento dos conselhos para direcionar as ações e garantir o acesso de todos, melhorando as estruturas físicas e profissionais. PMU

Santa Casa

Bazar beneficente arrecada fundos para Santa Casa de Ubatuba

O Fundo Social de Solidariedade de Ubatuba contribuiu com diversos ítens para o bazar beneficente que acontece nesta terça e quarta-feira (22 e 23) visando arrecadar fundos para a Santa Casa de Ubatuba. Entre os produtos à venda estão lingeries, óculos de sol, calçados, roupas semi-novas e artigos diversos. A presidente do Fundo Social, Denise César, lembra que é uma boa oportunidade para adquirir bons presentinhos para o Natal. Os preços prometem ser bastante atraentes. O bazar acontecerá na Rua Jordão Homem da Costa, 63, das 8h às 12 e das 14 às 18h.


Toalhas de Banho

O Fundo Social entregará nesta semana 101 toalhas de banho à Santa Casa de Ubatuba. As toalhas foram doadas ao Fundo Social pela SUSQ (Sociedade Unidos do Sertão da Quina) e Ama (Amigos da Maranduba), que levantaram a verba para a compra através de um festival de prêmios. PMU

Karatê

Alunos do Projeto Sol brilham em campeonato de Karatê

Escola da Marafunda desenvolve várias atividades extra aula

Os alunos do Projeto Sol desenvolvido na EM Prefeito Silvino Teixeira Leite em conjunto com a Assossiação Nunes de Karatê, conquistaram vários prêmios na 1ª Copa de Karatê de Pindamonhangaba, no CE “João do Pulo”. O torneio contou com a participação de cidades de todo o Estado de São Paulo, com atletas de alto nível nas diversas categorias.Os alunos de Ubatuba conquistaram boas posições no Kata, a exemplo de Diego Garcia e Victor Vital que conquistaram a medalha de prata; Tamires Ferreira voltou com o 4º lugar; Sara Cristina, José Adriano e Levi da Silva terminaram a competição na 5ª posição; Anderson Souza ficou em 6º lugar em sua categoria.No Kumitê (luta) não foi diferente. Com muita dedicação os alunos Kely Maria, Caroline Vital, João Francisco e Weider Nunes brilharam no evento conquistando as cobiçadas medalhas de ouro. A direção da escola e o professor Antenor Nunes agradeceram a Secretaria de Educação, a Secretaria de Saúde e ao Pelé do Supermercado Paulista pelo apoio e parceria.


Projeto Sol

O projeto Sol acontece desde o início do ano e envolve uma série de atividades extra classe, que atinge além dos alunos a comunidade da Marafunda. Os alunos têm aulas de música, dança, teatro, malabares, pintura e entalhe e são realizados através de uma parceria com a Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba). As mães também têm aula de crochê e bordado. Nos finais de semana, a diversão e os esportes são garantidos em jogos de basquete, futebol, karatê, capoeira e judô em parceria com academias. PMU

 
Free counter and web stats