sábado, novembro 12, 2005

Do avesso

É de tirar o fôlego. As denúncias envolvendo o ministro Palocci deverão levá-lo a uma situação nada confortável. Se não estivéssemos no Brasil poder-se-ia até aventar a hipótese de xilindró. Por enquanto são denúncias, vamos esperar o final das investigações, se bem que boa parte do que está vindo à tona é verdade. De qualquer forma a permanência de Palocci no ministério só servirá para colocar mais alguns preguinhos no caixão de Lula. Os primeiros foram da lavra de Waldomiro Diniz. Na época eu escrevi que Dirceu deveria ser afastado. Hoje ele diz publicamente a mesma coisa. Lula que não sabe de nada, desconfia do tempo. Ele já notou que as crises obedecem a um rito inexorável. Se contidas no início acabam esquecidas. Permanecendo na ribalta, criam desejo de sangue. Cabeças devem rolar, quanto mais poderosas melhor. É o sentimento que começa a nascer. O que eu gostaria de saber é como um homem tão honesto como Lula – o mais honesto do Brasil, segundo ele mesmo - acabou envolvido com tantos escroques? Nosso presidente incorpora o avesso do ditado: “dize-me com quem andas e te direi quem és”.

Sidney Borges

UBATUBA TERÁ A 1ª PPP

Herbert Marques
Vamos ver se alguma coisa decola nesta cidade. A Prefeitura Municipal assinou convênio com a PROURB – Praia Grande, sociedade civil criada pelos moradores da Praia Grande para que estes contratem e executem o projeto de urbanização daquele bairro. Trata-se de um projeto assinado pelo arquiteto e urbanista Renato Nunes com uma fisionomia urbana de grande impacto para a região pois envolve estudo apurado sobre fluxo de veículo, banhista, ciclista e demais serviços afins para um balneário que aquela praia merece, sem contar a plasticidade moderna do projeto, que é a característica daquele profissional. A parceria público privada terá recursos captados no mercado e a implantação e exploração será disciplinada pela Prefeitura como todo empreendimento desse tipo se faz necessário em qualquer lugar do mundo. É a sociedade privada participando do desenvolvimento de uma comunidade. É o Poder Público se aliviando de atividades paralelas, para melhor concentrar seus esforços naquilo que efetivamente é de sua competência, a saúde e a educação.
Este projeto vem se arrastando há algum tempo e só não saiu antes por conta de barreiras criadas pelos quiosqueiros, até então “donos” da Praia Grande. Precisou uma atuação enérgica do Ministério Público e de uma ONG da cidade, através de uma Ação Civil Pública cuja liminar fechou parte deles, colocando cada um no seu lugar, ou seja, equipamentos públicos cedido por contrato de concessão, que por sua vez tem caráter precário, necessitando de concorrência pública para sua utilização.
Resta saber agora se não aparecerão mais entraves para retardar mais ainda o que já deveria ter sido construído há muito tempo. No dizer dos cronistas locais, Ubatuba merece um destino inverso ao que vem recebendo até o momento, fundamentalmente por não ter uma política de desenvolvimento a altura dos recursos naturais ao seu dispor. Talvez com a execução deste projeto outros possam vir nos mesmos moldes. É uma questão de planejamento e política aberta e de visão, portanto diferente do que até aqui foi feito.

A História viva de Ubatuba

Carlos Rizzo
Na próxima segunda-feira, dia 14 de novembro, teremos mais um Ateneu Antenado na Fundart - Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba. O evento é uma atividade cultural do Grupo Setorial de Literatura e tem como objetivo a efervescência cultural das mais diversas vertentes que compõem os grupos setoriais da Fundação através do encontro e participação dos seus componentes e coordenadores.
Nesta edição teremos a presença do artista Paulo Kanezo Yamanaka esculpindo uma peça em madeira.
No evento, em primeira audição, será apresentada a Valsa dos Prisioneiros da Ilha Anchieta, com dona Ivone Guadix e o Grupo Tupinambrás.
Teremos também o lançamento e noite de autógrafos em Ubatuba do livro "Ilha Anchieta - O prisioneiro do pavilhão 6" de autoria do Tenente Samuel Messias de Oliveira.
Tenente Samuel é sem dúvida o maior pesquisador da História da Ilha Anchieta, o seu primeiro livro "Ilha Anchieta - A Rebelião, fatos e lendas" já demonstra o espírito de pesquisador do autor. O livro jamais teve a pretensão de ser definitivo e em muitos casos foi o início de muitas outras pesquisas do autor. Através dos encontros anuais dos "filhos da Ilha" Tenente Samuel vai reciclando as suas informações e acrescentando depoimentos às suas pesquisas. O melhor exemplo deste envolvimento do autor com a comunidade pesquisada é este segundo livro, onde temos o relato da vida do prisioneiro Escoteiro, levado para o Presídio aos 16 anos para cumprir pena por vadiagem e livre, permaneceu trabalhando na ilha até a extinção do Presídio depois da rebelião.
Contaremos com a presença dos integrantes do Conselho Consultivo do Parque Estadual da Ilha Anchieta - PEIA e moradores remanescentes da Ilha. O lançamento do livro torna-se assim, mais uma oportunidade do encontro e congraçamento de todos os envolvidos naqueles acontecimentos.
Participe do Ateneu Antenado, dia 14 de novembro de 2005, segunda-feira, às 19 horas no Casarão do Porto (Praça Anchieta, 38, Centro).
Foto: Capa do livro Ilha Anchieta - O prisioneiro do pavilhão 6, de Tenente Samuel Messias de Oliveira.

Nota do Editor: Carlos Rizzo é Coordenador do Grupo Setorial de História e Geografia da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba - Fundart.
Fonte: "O Guaruçá"

NOTA DE ESCLARECIMENTO

AQUÁRIO DE UBATUBA

Em resposta à matéria da Seção de Olho em Ubatuba intitulada “E os desmandos continuam...” de o Guaruçá de 10/11/2005 de autoria do Sr. Luiz Moura, temos a declarar o seguinte:
A Placa da Obra de reforma em questão, está localizada na outra fachada do mesmo imóvel sita à Rua Guarani, 835 desde o início da obra. A mesma tem o processo SAU de número 11904/05 e a ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) número: 8210200507152537 do arquiteto Sidney Giraud Souto, CREA número 254.162/D.
Realmente no momento em que o autor do artigo tirou a foto, estava sendo ocupado parte e não todo o calçadão, erro este que assumimos e que foi prontamente corrigido após a eficiente fiscalização da PMU em resposta à sua denúncia.
Em relação à obra do Aquário de Ubatuba ter se dado em área de preservação permanente, temos a declarar que o imóvel onde está instalado o Aquário de Ubatuba, tem escritura lavrada no ano de 1951, sendo que a residência que deu origem ao Aquário data de 1964. A lei Federal 4771/65 que criou as APPs, (áreas de preservação permanente) e que é conhecida como Código Florestal, a que o autor do artigo faz referencia, data do ano de 1965. Pelo entendimento de juristas e órgãos técnicos incluindo o DEPRN, em áreas aonde comprovadamente ocorreu urbanização com supressão da vegetação original em data anterior à promulgação da lei, não se aplica a APP. Portanto é absolutamente improcedente sua afirmação.
Por último, gostaríamos de lembrar ao autor do artigo, que parece ser uma pessoa que se preocupa com a cidade e com os espaços públicos da orla do Itaguá e Centro, que o Aquário de Ubatuba tem tido a preocupação, ao longo dos seus 10 anos de existência, de educar e conscientizar as pessoas a respeito da importância da Conservação Ambiental de nossa natureza e espaços urbanos, não só através do trabalho de educação ambiental realizado em suas instalações (recebendo muitas vezes gratuitamente, crianças de escolas públicas), mas também através de outras atitudes práticas e concretas, tais como a realização de inúmeros mutirões de limpeza das praias Iperoig e Itaguá, da permanente manutenção da iluminação pública da ponte que liga o calçadão à Praça Alberto Santos e dos demais 14 postes que fazem frente ao Aquário pelo mar e pelo Rio Tavares, totalizando 20 lâmpadas que são trocadas quando constatamos a queima ou a ação de vãndalos que infelizmente é frequente. Além disto, somos os responsáveis pela construção com recursos próprios da calçada lateral ao Rio Tavares que liga a Rua Guarani ao Calçadão da Av. 9 de Julho, do Play-Ground que se encontra defronte ao Aquário e que é utilizado por um incontável número de crianças de nossa cidade que carecem de outros espaços para lazer, bem como por tapar buracos nas calçadas públicas no entorno de nossas instalações em uma área equivalente a 300 m2. Além disto, em parceria com outros empresários como o Sr. Nelcy do Gauchão e Júlio do Rei do Camarão, tentamos (através da contratação de uma pessoa) manter limpa e com a vegetação aparada, a Praça Alberto Santos. Também somos, nobre autor, os responsáveis por manter (através da contratação conjunta com outros empresários da rua ) um segurança e gari permanentemente na Rua Guarani. Todas as placas de sinalização da ciclovia foram realizadas e custeadas pelo Aquário de Ubatuba em parceria com outros empresários locais. O desenho do projeto de reforma da Praça Alberto Santos que se encontra atualmente no DADE à espera de recursos foi também custeado pelo Aquário de Ubatuba. O Aparelho de ginástica instalado no calçadão defronte ao Aquário e que serviu de modelo para os demais ao longo da ciclovia também foi realizado por uma parceria nossa com mais 2 empresários.
Cumpre informar ainda que a reforma em questão é para a inauguração de mais um espaço cultural e de lazer no município que será um “Museu Marinho”.
Desta forma, gostaríamos de pedir desculpas à população de Ubatuba por termos ocupado inadvertidamente por cerca de 48 horas parte do calçadão defronte nossas dependências conforme o nobre autor denunciou e convidar o mesmo a participar de uma de nossas tantas ações concretas em prol de nossa cidade, bem como nos auxiliar doravante a divulgá-las mais.


Atenciosamente,


Hugo Gallo Neto
Diretor Executivo
Aquário de Ubatuba

Resposta ao Sr. Corsino Aliste

Considerações à CARTA ABERTA: "AO Sr. VEREADOR CHARLES MEDEIROS"

O destino nos prega peças, alguns minutos após ler no Ubatuba Víbora, a Carta Aberta acima citada e retirar uma cópia para melhor análise, recebi no Gabinete do Legislativo, o Professor Corsino Aliste, tendo o mesmo me encaminhado também uma cópia. Após a entrega do documento, pedi que sentasse, nossa conversa foi adulta e respeitosa, afinal o “Regime Democrático” nos dá o sagrado direito da livre expressão, uma conquista que custou muitas vidas, exemplo maior o querido e sempre presente Wlado. Divergir faz parte da democracia, os pontos de vista são debatidos, esmiuçados, existe réplica, tréplica, ampla defesa, e um grande fervor cívico na defesa dos pontos de vista. É fundamental que dentro deste processo de divergência de idéias exista o respeito, ele é necessário para que o debate produza resultados positivos. Sabedor de que não existe dono da verdade absoluta, e preocupada com os destinos dos cidadãos de Ubatuba, direciono o Mandato que me foi outorgado pelos eleitores, á busca do entendimento, do diálogo, e do bem estar da comunidade. Sei que é utopia imaginar que após as eleições, possam se unir todas as forças políticas locais, isso não é fácil, a briga eleitoral muitas vezes é fratricida, muitas fraturas ficam expostas e as cicatrizes demoram-se a fechar. Do Prefeito Francisco Matarazzo ao Prefeito Eduardo César, se passaram quatro décadas, e o povo Ubatubense mantém sua expectativa de um futuro melhor, alguns já acreditam que o bonde da história passou, eu ao contrário, tenho plena convicção de que temos futuro, e devemos lutar por ele. Quanto ao abandono da Região Sul, ele existiu, e pode ser confirmado junto aos moradores locais, por isso mantenho minha luta para que isto não perpetue, e a distância física seja corrigida por uma ampla estrutura Administrativa na Região Sul, tais como: Protocolo da PMU, sala da Associação Comercial de Ubatuba, plantão da Secretaria da Promoção Social, balcão de empregos, salas da Elektro, Sabesp, Telefônica, uma unidade bancária, Guarda Municipal, biblioteca, Distrito Policial, Correios, Defesa Civil e Procon, entre outros. Algumas conquistas já ocorreram, outras mais virão. Voltando a conversa com o Professor Corsino Aliste, informei ao mesmo que as observações foram gerais, e que a interpretação afirmativa foi de sua pessoa, o bate papo discorreu de forma descontraída e respeitosa, coisa de adultos. Ubatuba tornou-se cidade grande, quase 80 mil habitantes, somos o 2º colégio eleitoral do Litoral Norte, mais de 50.000 eleitores, juntos somos fortes, vou continuar tentando o diálogo, expressando meus pontos de vista, e respeitando os dos demais.

Viva a democracia!

Um abraço,

Vereador Charles Medeiros

NEPOTISMO OU IRMANISMO?

Em política acontece de tudo. Principalmente em Ubatuba.
Nas eleições retrasadas, Bush ganhou com uma diferença de poucos votos sobre Al Gore e foi eleito presidente dos EUA. Já nesta última eleição, poucos dias antes do pleito, em pesquisas do ABCNews/Washington Post, divulgadas na véspera da posse, apenas 49 % dos entrevistados apoiavam Bush. Bastou a divulgação pela imprensa, em todo mundo, do pronunciamento de Osama Bin Laden contra o governo americano, que Bush foi reeleito.
Aqui em Ubatuba, quando se noticiou na véspera das eleições, que o ex-prefeito Paulo Ramos tinha chances de se reeleger, definiu-se o eleitorado. O Sr. Eduardo César foi então eleito prefeito de Ubatuba, quando nem ele mesmo esperava que isto acontecesse (dito em entrevista ao apresentador Clodovil na Rede TV).
Aqui como lá, a mídia teve e tem um papel determinante na decisão do eleitorado. O “jovem” Eduardo César assumiu a Prefeitura, e o mesmo eleitorado passou a criticá-lo por “NEPOTISMO”, inserindo fotos via internet do Templo da Igreja “Ágape” com a inscrição “PMU” sobre sua porta principal. Ultimamente ele continua sendo criticado nas rodinhas de “cerveja”, de “cafezinhos” e “bate papos” (“fofoquinha santa”, se é que existe...) e entre os próprios “irmãos” (evangélicos), notadamente pelos que não foram beneficiados com um emprego público, devido ao grande número de “irmãos” contratados para trabalhar na Prefeitura. E isso é fato!
Ah! Ia me esquecendo. Antes de qualquer coisa, precisamos entender o que significa a palavra NEPOTISMO, e se está correto o seu emprego.
Muitas palavras com o passar do tempo perderam sua essência etimológica (o significado correto), outras perderam o seu caráter morfológico (por ex: a palavra VOCÊ origina-se de: Vossa Mercê passando por Vosmecê até se reduzir em você).
NEPOTISMO conforme a Enciclopédia Larousse origina-se da palavra NEPOTE s.m. (Do lat. Nepotes, nepotis, sobrinho.) 1- Sobrinho do papa. 2- Favorecido, protegido de alguém.
NEPOTISMO s.m. 1- Política adotada por certos papas que consistia em favorecer sistematicamente suas famílias. 2- Abuso de crédito em favor de parentes amigos. 3- Favoritismo, proteção escandalosa, filhotismo.
Recentemente (em 31 de janeiro) em uma reportagem da revista Época, na página 34, sobre NEPOTISMO, com letras grandes em negrito: Mulher, filho, irmão, tio, SOBRINHO,...
Cunhada, primo, nora... (pág. 35)
Inicia-se a reportagem: “Depois do Reveillon e das festanças de posse, o eleitor tirou do foco os políticos recém-eleitos. Cenário ideal para que muito prefeito novo executasse uma prática velha. O nepotismo”.
Prosseguindo:
“Entre os prefeitos de capitais, nenhum outro tem tantos parentes empregados no próprio governo como César Maia (PFL), reeleito no Rio de Janeiro”.
Ele tem cinco parentes na própria administração, e o Rio de Janeiro, tem quase seis milhões de habitantes.
E prossegue justificando:
“Para quem formou um grupo político a partir de poucas pessoas, quando ganha a eleição precisa trabalhar com elas”.
Já o diretor-executivo da ONG transparência Brasil, Cláudio Abramo, classifica casos assim como corrupção.
O prefeito de Niterói, Godofredo Pinto (PT), defende abertamente a contração de parentes. Ele colocou a sobrinha e o cunhado no governo.
E justifica mais: “FHC colocou a mulher na Comunidade Solidária e nenhum petista disse que era nepotismo, nem a imprensa”.
Quando John Kennedy (ex-presidente dos Estados Unidos) nomeou o irmão Bob Kennedy para o Ministério da Justiça, qualquer americano iria morrer de rir se falassem que John estava fazendo nepotismo. E Lênin (líder soviético) botou a mulher Krupskaia, como assessora de governo e ninguém nunca disse que Lênin era nepotista.
“Então essa crítica a quem nomeia parentes é um falso moralismo”
Eu concordo plenamente com o Prefeito de Niterói e não concordo com diretor-executivo da ONG transparência Brasil, Cláudio Abramo: se o cargo é de confiança e a pessoa é competente não importa se ela é minha parente ou não, a colocaria sem titubear.
“Taí”, chegamos no ponto crucial: se a pessoa é competente não importa se é parente, nem sua formação e temos múltiplos exemplos disso: o ministro da fazenda Antonio Palloci é medico; o ministro da Saúde do governo FHC José Serra não era médico, mas sim Engenheiro Civil.
Se entendermos que NEPOTISMO é empregar pessoas da família (consangüínea ou não) na administração do governo para o qual foi eleito, conforme conceito atual para NEPOTISMO, esta situação não é verdadeira na administração Eduardo César.
Os mais radicais insistem em acusá-lo de NEPOTISMO ao empregar “os seus irmãos” em Cristo da Igreja Ágape. Qual o problema? Não são seus parentes, embora façam parte de sua “família espiritual”, são seus irmãos em Cristo. Eu, particularmente, não vejo nenhuma ilegalidade, imoralidade, ou maldade, desde que não faça parte de “um acordo eleitoreiro”, o que eu também não creio ter ocorrido, mas caso houvesse aí sim teríamos que criar um novo vocábulo (neologismo) na língua portuguesa para definir este tipo de ação:
IRMANISMO –sm - 1- Política adotada por certos políticos, que consiste em favorecer sistematicamente seus “irmãos” com empregos em cargos públicos 2-Abuso de crédito em favor de “irmãos”, amigos. 3- Favoritismo, proteção escandalosa, filhotismo.
Originário da palavra IRMÃO que já existe no dicionário:
IRMÃO – sm- (Do latim. Germanus) 1- Nascido do mesmo pai e da mesma mãe-2. Nome que se dão entre si os religiosos e os maçons. 3-Membro.
Até aí, tudo bem. Não vejo nenhuma gravidade, desde que a pessoa contratada (“irmão” ou “irmã”) possua o mínimo de habilidade para a função que vai exercer, por ex: se você utiliza um computador precisa saber pelo menos “ligá-lo, ou desligá-lo sem precisar desconectá-lo da tomada”. Mas também não vejo tanto problema nisso, pois um curso rápido de informática resolverá. Entretanto, existem cargos que para serem ocupados, faz-se necessário ter competência e muita.
O problema não é o NEPOTISMO OU IRMANISMO do atual prefeito, e sim o “INCOMPETENTISMO”* dos“irmãos” e das "irmãs".
*Incompetentismo: neologismo


JAMARI MARQUES
JORNALISTA
MTB 20022.

CONSELHO MUNICIPAL DE TURISMO


No intervalo dos trabalhos Eduardo César conversa com a Imprensa

Prefeito apresenta proposta de entidades para vereadores

O prefeito Eduardo César apresentou aos vereadores, na tarde de ontem, 10, as entidades que farão parte do Conselho Municipal de Turismo de Ubatuba. A proposta apresentada pela administração municipal (que ainda será apreciada pela Câmara), reúne 28 membros num conselho paritário, com poder deliberativo e consultivo. Segundo o prefeito, a composição apresentada é representativa dos segmentos ligados ao turismo, tem notória capacidade e é conciso, pois necessita ser eficiente e ágil. “Nossa intenção não é excluir ninguém. Pelo contrário, os 14 representantes escolhidos atuarão como verdadeiros multiplicadores, para que de fato, haja a participação da comunidade nas decisões do futuro de nossa cidade”, afirmou Eduardo César.
De acordo com a proposta, compõem o Conselho Municipal de Turismo de Ubatuba as seguintes entidades: Associação de Pousadas de Ubatuba, Sindicato dos Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares de Ubatuba, Associação Comercial de Ubatuba, Associação Náutica, Associação dos Ambulantes de Ubatuba, Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ubatuba, Ordem dos Advogados do Brasil, Associação dos Permissionários de Quiosque, Representantes do CMD – Conselho Municipal de Desenvolvimento – das regiões sul, norte e oeste do município, Associação dos Mergulhadores, Associação Ubatuba de Surf, Instituto dos Arquitetos de Ubatuba, além dos representantes do Poder Executivo. Ainda segundo o projeto, quando houver assuntos específicos serão convidadas pessoas físicas ou jurídicas dos segmentos envolvidos, a exemplo do Parque Estadual da Serra do Mar, Conseg e Instituto Florestal, entre outros.
Durante a apresentação, o Secretário de Turismo, Luiz Felipe Azevedo fez um retrospecto da situação do turismo de Ubatuba antes de janeiro de 2005 e as ações emergenciais que foram efetivadas para fomentar o setor, ao mesmo tempo em que se buscou a sua profissionalização. “Encontramos uma situação muito delicada quando assumimos, portanto era preciso resgatar urgentemente a imagem e a credibilidade de Ubatuba junto ao nosso público alvo, assim como junto à mídia regional e nacional”, lembra Luiz Felipe Azevedo. Um trabalho sério e contínuo foi realizado junto ao principal veículo da região, que é a TV Vanguarda, afiliada regional da Rede Globo. O objetivo prioritário dos investimentos realizados (cerca de 200 mil reais), foi a recolocação do nome de Ubatuba novamente na mídia. Ao longo de dez meses de 2005, foram veiculadas doze campanhas diferentes, relativas aos principais eventos turísticos do município, além do Agito Vanguarda no início do ano e de uma forte campanha institucional, denominada “Ubatuba, a melhor temporada é agora”.
A regionalização do turismo também foi apontada pelo secretário como um dos principais avanços deste primeiro ano de administração. “Hoje não podemos mais falar em cidade turística e sim em destinos turísticos regionais, em linha com o Programa de Regionalização do Turismo, apontado pelo Ministério do Turismo. Ubatuba, Caraguá, Ilha Bela e São Sebastião formam hoje um produto chamado Circuito Litoral Norte Paulista, que foi lançado no Salão de Turismo de São Paulo, com participação também nas principais feiras do setor no Brasil e ainda este ano, também será lançado no mercado latino americano, através da FIT (Argentina) e da Achmart (Chile).
“A inexistência histórica de uma política municipal de turismo exigiu que nós, num primeiro momento, fôssemos obrigados a colocar em prática um plano emergencial de resgate do setor”, lembrou o prefeito Eduardo César. E essas ações, segundo ele, tiveram uma repercussão positiva no fluxo de turistas já neste segundo semestre, além, é claro, de uma imagem bastante positiva de Ubatuba. “Chegou o momento de elaborarmos uma política de turismo séria para o nosso município. E essa política, as macro diretrizes do turismo local, só poderão se transformar em planos reais se houver a participação da comunidade, através de um conselho sério, confiável e verdadeiramente representativo”, finalizou o prefeito. PMU

sexta-feira, novembro 11, 2005

TV REGIONAL

UMA TV MAIS PERTO DE VOCÊ

Fernando Barbosa Lima

Frase de Eça de Queiroz: "A minha dor de dente é mais importante do que qualquer guerra na China".

Existem pessoas que falam no general Castelo Branco como um intelectual, até como um democrata.
O governador Carlos Lacerda chegou a acreditar nisso, até o dia em que percebendo o manto negro que estava cobrindo o Brasil disse:
- “Se o Castelo Branco é feio por fora, é horroroso por dentro.
Na verdade, o período Castelo Branco foi o que mais torturou, cassou e matou políticos, estudantes e operários.
Foi com Castelo Branco que a C.I.A., as multinacionais e muitos empresários brasileiros decidiram que a ditadura militar, em “defesa da democracia” deveria durar muito tempo. " A revolução veio para ficar", disse um general da linha dura.
Para isso era importante destruir todos os líderes com popularidade, gente como JK, Jango, Lacerda, Dom Helder, Arraes, Ademar, Brizola, Francisco Julião e muitos outros.
Por outro lado, os homens de marketing do C.I.A. disseram aos nossos militares que o povo brasileiro não era um bom leitor de revistas e jornais. O grande meio de informação era a televisão.O importante não era apenas censurar. O essencial era fazer a cabeça do homem do povo, transformando-o num parceiro da ditadura. E aí começou a grande escalada para essa lavagem cerebral via televisão.
Em primeiro lugar, era necessário colocar a imagem da TV em todo o território nacional, de ponta a ponta. Ter o controle das informações. Nada de televisão regional.
Foi criada a Embratel, um verdadeiro show de tecnologia de ponta, fazendo do Rio e de São Paulo as cabeças de rede para todo o Brasil, via satélite.
Afinal, para a ditadura, era muito mais fácil e prático controlar a televisão do Rio e de São Paulo do que ter de censurar as TVS em todos os estados e cidades do Brasil. Mesmo com a imagem da televisão entrando em todo o Brasil, existiam ainda poucos aparelhos de TV. Foi criada então a Zona Franca de Manaus. No início, foi apenas uma grande montadora de aparelhos de TV.
Junto com a Zona Franca, grandes lojas de eletrodomésticos foram incentivadas a vender televisores financiados, fazendo grande publicidade dessas vendas. Muitas cadeias de lojas, que hoje não existem mais, foram especializadas na venda facilitada de aparelhos de TV. Foi uma febre de televisão.
A publicidade foi tão forte e cativante que o brasileiro, mesmo vivendo num país tropical, começou a comprar o televisor antes mesmo da geladeira.
Em certas regiões, mais pobres, a televisão é comprada antes do fogão. Hoje, em 2005, temos mais de 160 milhões de espectadores.
Faltava agora fortalecer as emissoras “mui amigas” do Rio e de São Paulo.
O governo da ditadura permitiu a importação de equipamentos eletrônicos sem impostos. Fez mais. Financiou essas importações a perder de vista.
Fez mais ainda: deslocou quase que toda a sua publicidade, a maior verba do Brasil, para essas televisões. A mesma coisa fizeram as grandes multinacionais.
Enquanto os jornais, como por exemplo o Correio da Manhã, o Diário de Notícias, o Correio do Povo, o Diário Carioca, o Correio Paulistano, A Gazeta e até grandes revistas como O Cruzeiro, paravam suas máquinas a TV, ao contrário, crescia e engordava.
As televisões regionais passaram, basicamente, a transmitir um pequeno jornal e, no restante, estavam operando nas grandes redes. Artistas, técnicos e jornalistas locais, para terem alguma possibilidade de crescimento, tinham que vir para o Rio e São Paulo na tentativa de uma oportunidade de trabalho. Tudo isso foi feito com o objetivo único de vender ao nosso povo “o milagre brasileiro”.
O jornalista Gabriel Priolli Neto escreveu na época da ditadura: “O general Médici costumava dizer: - Enquanto eu ligo o Jornal Nacional e vejo, nos outros países, notícias de greves, torturas, assassinatos políticos e badernas nas ruas, fico feliz ao ver a tranqüilidade e prosperidade em que vive o Brasil. Assistir o Jornal Nacional é o mesmo que tomar um tranqüilizante para dormir em paz.
Foi uma pena criar toda essa imensa parafernália eletrônica exclusivamente para que os nossos generais pudessem dormir em paz.
Tudo isso poderia ter sido feito para a TV alfabetizar todo o nosso povo, criar um forte conhecimento de medicina preventiva, contar a nossa história, com isso formando uma consciência de nacionalidade, promover para as nossas crianças o espírito saudável e competitivo do esporte amador, debater com honestidade os grandes e graves problemas nacionais, acabar com a seca no nordeste.
A TV pode fazer tudo isso? É claro que pode. Basta dizer que em apenas um ano a nossa televisão acabou com a paralisia infantil promovendo a vacina Sabin em todo o território nacional. É apenas uma questão de ter vontade e esquecer a frase ridícula “ninguém segura o Brasil”.
A nossa televisão já tem 55 anos de existência. Nesse tempo ela poderia ter criado uma consciência política para o nosso povo, poderia ter mantido vivo o nosso espírito regional e a cultura local, e tantas outras coisas. Os brasileiros estariam se conhecendo melhor.
Não é tarde. Através da produção independente e da televisão regional, abrindo novos espaços para os jovens e para novas idéias, a nossa TV pode ser democratizada e oxigenada pelo espírito de vanguarda dos jovens de todo o país e que ainda acreditam no Brasil.
É sempre bom lembrar que tanto a obrigatoriedade das transmissões regionais como da produção independente estão na nossa Constituição. Nos Estados Unidos essas transmissões representam mais de 60 por cento.
Tirando o Rio Grande do Sul, que através da RBS ainda consegue manter uma TV regional, o resto do Brasil transmite as grandes redes do Rio e de São Paulo.
Com isso, a nossa cultura regional está morrendo ou passando para segundo plano.
Sabemos que uma Nação só é realmente forte quando mantém, viva e atuante, suas tradições, sua história. É isso que acontece nos Estados Unidos, em muitos países da Europa e nos grandes países do Oriente. Resumindo: no primeiro mundo.
Daí a importância de se fazer uma Lei pela qual toda emissora, de todos os lugares do Brasil, seria obrigada a produzir de 30 a 40 por cento de programação local.
Não tem dinheiro? Hoje uma câmera custa menos de 10 mil reais. Uma ilha de edição computadorizada custa menos que isso.
É só uma questão de coragem, vontade e inteligência.
O Brasil voltaria a ser o Brasil verdadeiro.

TV ANIMAL

divulgação

Hugo, do Aquário, Conrado, do TV Animal e Spinelli, da OmniMare

AQUÁRIO DE UBATUBA E PROJETO TAMAR NO “TV ANIMAL” DA RECORD

Como sempre fizeram ao longo dos últimos anos, Aquário e Projeto Tamar receberam mais uma equipe de filmagem para divulgar o nome de Ubatuba nacional e internacionalmente. Desta vez, as duas instituições receberam a equipe do TV Animal da Record, programa que é repassado para 14 países além dos estados de SP e RJ e que veio à Ubatuba, exclusivamente para documentar o trabalho das 2 entidades.
O apresentador Conrado ficou encantado com a diversidade de animais do Aquário, assim como com o trabalho de Conservação realizado pelo Tamar. A equipe passou 2 dias na cidade trabalhando incessantemente para captar as melhores imagens para a produção do programa.
Estava programado, além das matérias no Aquário e Tamar, um mergulho com a equipe da operadora Omnimare que foi cancelado pelo mau-tempo. Mesmo assim, a Omnimare deu todo o respaldo para a realização do mergulho do apresentador Conrado dentro do tanque oceânico do Aquário de Ubatuba.
Para o Conrado, mergulhar dentro do tanque com animais como um mero e um tubarão foi uma experiência única e assustadora. Na verdade, ele ficou tão entusiasmado que combinou de voltar com a esposa, a também apresentadora Andréia Faria “Sorvetão”, para um novo mergulho em Ubatuba.
Para as equipes do Aquário e Tamar, este tipo de divulgação institucional do trabalho e também da cidade é fundamental para um melhor conhecimento do trabalho realizado pelas equipes, assim como do potencial turístico de Ubatuba.
As equipes do Aquário e Tamar 2 das entidades que mais divulgam o nome de Ubatuba, já receberam personagens e foram a programas como: Angélica (Angelmix), Ratinho, Repórter Eco, Marcos Mignon, Louise Altenhofen, Marieva, Ana Maria Braga, Globo Repórter, Jornal Nacional, National Geographic dentre muitos outros programas de TV e jornalísticos, sempre divulgando positivamente o nome de Ubatuba.
O programa “TV Animal” deverá ir ao ar às 10:30 hs do Sábado 26/11 próximo.
Fonte: Aquário de Ubatuba

Homenagem


Vereador Charles Medeiros e o homenageado Flávio Girão de Carvalho

Charles Medeiros entrega Título de Cidadão ao idealizador da Fundart

O escritor e paisagista Flávio Girão de Carvalho recebeu no último dia 10, das mãos do vereador Charles Medeiros, o título de “Cidadão Ubatubense”. Na ocasião, o homenageado agradeceu ao vereador pelo reconhecimento. Girão falou das dificuldades que teve para implantar a Fundart. Além de idealizador, Girão foi também o primeiro presidente da Fundação, na gestão do prefeito Pedro Paulo Teixeira Pinto. Aproveitando a oportunidade, em entrevista à rádio Costa Azul, Girão teceu considerações sobre a importância da “Fundação de Arte e Cultura” para Ubatuba. Falou também dos seus mais de 50 anos dedicados ao município, bem como da grande emoção que sentiu ao receber o honroso titulo das mãos do vereador Charles Medeiros.
"Flavio Girão é um amigo, um companheiro nas batalhas em prol do desenvolvimento de Ubatuba. Recebeu o título de cidadão ubatubense por merecimento", finalizou Charles Medeiros em entrevista para a Costa Azul.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Os desmandos continuam



Luiz Moura
Não pensem que gosto de escrever insistentemente sobre o desmazelo que acomete o nosso município. O faço, na tentativa de alertar os responsáveis e auferir soluções dos problemas que afligem o cotidiano da população (na qual me incluo). Em sua grande maioria são pequenos problemas, facilmente solucionáveis, mas que pelo descaso e vulto que tomaram vêm, a cada dia, solapando a popularidade da administração Eduardo César.
Eduardo César (PL) venceu as eleições de Ubatuba com 12.109 votos. Paulo Ramos (PFL) ficou em segundo lugar com 11.465. Em terceiro ficou Pedro Tuzino (PSDB) 10.243. Rogério Frediani (PTB) teve 3.433 votos, Drª Elizabeth (PV) 1.349 e Fabrício Gomes (PSB) 1.169. O prefeito Eduardo César não teve a maioria absoluta, mas sim a maioria relativa dos votos nas eleições de 2004. Foram 30,45% dos votos válidos contra 28,83% do segundo colocado e 25,76% do terceiro. Situação nada confortável, ainda mais com o estado deprimente em que se encontra o município.
Fiz uma pesquisa para aferir a validade de continuar martelando na forma com que venho escrevendo. Para minha surpresa (excetuando os correligionários de carteirinha), fui impelido a continuar. Aumenta, paulatinamente, o número de colaboradores da administração descontentes com o rumo que ela vem tomando. Fui aconselhado, pela maioria dos entrevistados, a imprimir maior dureza em meus escritos, o que denota o grau de insatisfação que impera em nossa cidade.
O confronto das administrações Eduardo César e Euclides Vigneron é feito constantemente. O Pedido de Informação nº 85/05 feito através da Câmara Municipal de Ubatuba pelo petista Jairo dos Santos, sobre a falta de atendimento ao público pelo prefeito Eduardo César, por mais hilário que aparente ser, evidencia as semelhanças das administrações citadas. Pessoas ainda esperançosas reclamam do distanciamento existente.
A população do centro perdeu um ano e já projeta este marasmo para os três restantes. As atitudes (ou seria a falta de?) de Eduardo César é o que nos leva a acreditar nesta assertiva.
Enquanto isto os desmandos continuam, como podemos ver pela foto acima. Uma reforma, não posso precisar se com ampliação, é feita sem um responsável técnico e permissão da prefeitura (não existe placa no local). Os executores do "projeto" ocupam totalmente o calçadão. A obra se encontra ao lado do Aquário de Ubatuba, na praia de Iperoig. Já não basta a ampliação do Aquário feita em área de preservação permanente, tendo inclusive a construção de dois pavimentos, sem que ninguém falasse nada?
Por favor, não me venham outra vez com a estória de geração de empregos para justificar todos os desmandos. Este refrão já está muito batido!

Foto: Arquivo UbaWeb

De leve...

"Lula gosta de comparar seu governo ao de FH. No caso do lucro dos bancos, a comparação “favorece” o PT.

Na era tucana, os 1.408 bancos brasileiros lucraram R$ 5,7 bi por semestre, em média. É muita grana. Mas, com Lula lá, a média semestral pulou para R$ 18,5 bi. Ou seja: 3,2 vezes mais.

O estudo foi feito pelo economista José Roberto Afonso com base nos dados do site do BC."


Ancelmo Gois em O Globo, hoje

“FAÇAM COMO VOCÊS PREGAVAM”

Corsino Aliste Mezquita – Professor*
A decisão do Conselho Nacional de Justiça de acabar, em noventa dias, com o nepotismo, no Poder Judiciário, é um exemplo a ser seguido em todos os poderes, níveis de governo, fundações, autarquias e empresas públicas.
Ideal seria que, legislação federal válida para todos os níveis de governo, fosse promulgada limitando os cargos em comissão a pequeno número de assessorias diretas de ministros, secretários e presidentes de empresas, autarquias e fundações. Esses assessores seriam, necessariamente, especialistas nas áreas que pretendem assessorar.
Na falta dessa legislação, nossos titulares do Poder Executivo e Legislativo, com grandeza, pensando no futuro, na qualidade e moralidade administrativa, poderiam propor essa legislação. O embasamento filosófico e ético já se encontra na Constituição Federal quando determina: “As funções de confiança, exercidas exclusivamente por ocupantes de cargo efetivo, e os cargos em comissão, a serem preenchidos por servidores de carreira nos casos, condições e percentuais mínimos previstos em lei, destinam-se apenas às atribuições de direção, chefia e assessoramento”. (CF Artigo 37-V –Redação dada pela EC 19/98).
Aplicando os critérios, do Conselho Nacional de Justiça, aos municípios, não poderiam ser nomeados, para cargos em comissão, parentes e afins, até segundo grau, do Prefeito, Vice-Prefeito, Secretários, Presidentes de fundações, autarquias e empresas públicas, Vereadores, Presidente da Câmara, Diretor da Câmara.
Transportando esses critérios para Ubatuba, as mudanças, na administração direta, indireta e da Câmara, seriam significativas e, temos certeza, ganharíamos em qualidade, eficiência e transparência administrativa.
Os quilates aumentariam se o choque de ética e moralidade se estendesse aos municípios vizinhos e acabassem com as nomeações cruzadas do tipo: “Você nomeia meus parentes. Eu emprego número igual, daqueles com os quais você está comprometido”.
As administrações teriam mais um ganho não sendo importados “os camaradas” do partido que está no governo ou dos a ele aliados, que ficaram desempregados em outros municípios e que, aqui chegando, não conseguem se adaptar ao ambiente, conhecer o município e os munícipes e seus serviços acabam sendo, geralmente, pouco eficientes e, em alguns casos, desastrosos.
Mesmo sendo anedótico, no Brasil, que as pessoas quando chegam ao poder, esquecem quanto pregaram e escreveram, acreditamos não faltarmos ao respeito, solicitando de nossos governantes que apliquem agora o que pregavam e exigiam quando eram outros que tinham a caneta para assinar portarias. Sugerimos não terem medo. Façam como eles pregavam. É o certo. É isso que alguns deles solicitaram do Tribunal do Trabalho de Caraguatatuba e este repassou para o Tribunal Regional do Trabalho de Campinas que, como conseqüência, exigiu do Município de Ubatuba: “Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta, n° 1339/04. Objeto: Moralidade administrativa”. Não foi a administração anterior que denunciou ou se omitiu, como foi dito na mensagem 22/05 que acompanhou o Projeto de Lei 066/05, que resultou na Lei n° 2724, de 03 de novembro de 2005,extinguindo 84 (oitenta e quatro) cargos de provimento em comissão.
A primeira providência, exigida pelo Tribunal Regional do Trabalho de Campinas, foi efetivada. Tomando as outras, mais difíceis e decisivas, existirá estabilidade administrativa e, o município, não sofrerá, as perdas que está tendo, a cada mudança de prefeito. Os funcionários agradecerão, o Instituto de Previdência terá um reforço de filiados e todos nossos conselhos que, por terem 50% de seus membros de ocupantes de cargos em comissão, geralmente não funcionam, terão mais independência e possibilidades de bom funcionamento.
Façam como pregavam. É o certo. Não escamoteiem as determinações do Tribunal Regional do Trabalho de Campinas. Sua proposta está dando uma oportunidade para o prometido RESGATE.
* Ex-secretário da Educação de Ubatuba

Notícias da Prefeitura


Demolição de casa construída em área irregular no bairro do Indaiá

Prefeito de Ubatuba visita o bairro da Pedreira

Visita procurou esclarecer dúvidas quanto a colocação de placas no bairro a pedido do Ministério Público

O prefeito de Ubatuba, Eduardo César, esteve no último dia 25, visitando o bairro da Pedreira para esclarecer a população local do porque da colocação de placas no bairro proibindo novas construções. A pedido do Ministério Público, a juíza da 2.ª Vara Civil de Ubatuba, Ana Lia Beall, concedeu liminar intimando a Prefeitura de Ubatuba a colocar as referidas placas de embargo de obras naquela área.
A Comissão de Congelamento da Prefeitura iniciou no dia 4 deste mês o levantamento da região, mantendo-a congelada até que seja definida a situação de cada propriedade. Estas informações serão fundamentais para iniciar-se um processo de regularização do bairro. “A união da Prefeitura e comunidade da Pedreira nesse momento, é fundamental para o processo de regularização do loteamento” afirmou o prefeito.
Segundo Claudinei Salgado, Coordenador do Projeto de Congelamento, a comissão deverá estender os seus trabalhos no bairro da Pedreira pelos próximos 40 dias. “O número de moradores da Pedreira que tem procurado informações junto a nossa equipe é grande e é de fundamental importância que todas as dúvidas sejam esclarecidas entre todos”, explicou Claudinei.
O processo de congelamento, iniciado em maio pela atual administração, visa coibir a invasão e a ocupação em áreas de risco e de preservação dentro do município e também impedir loteamentos clandestinos. Em todas as localidades onde a Prefeitura está implantando o congelamento, a equipe responsável pelo projeto visita as casas, explicando a cada morador a importância da preservação e os diversos problemas sociais que causam a ocupação desordenada.

Consequências

Os problemas ocasionados pela ocupação irregular são muitos. Em primeiro lugar, o cidadão que adquiriu um lote clandestino não poderá contar com benefícios como: água tratada, luz, saneamento básico, escolas e transportes. Além disso, a cidade cresce desordenadamente e o poder público é responsabilizado pela falta de infra-estrutura em lugares que não pagam impostos. Em outras situações, as moradias foram construídas em áreas de preservação ambiental ou mesmo em áreas de risco, perto de encostas, sujeitas a deslizamentos e outros sérios problemas.
A Prefeitura já realizou o congelamento de áreas no Morro do Pipoca, Vila Indaiá I e II, Ranário, Morro da Antena (Itamambuca), Bacia do Rio Grande (em quatro núcleos diferentes dentro da Bacia), Parque Guarani e Recanto Itamambuca. Ao todo, já foram congeladas 860 moradias em Ubatuba, incluindo os trabalhos já iniciados no bairro da Pedreira.

Demolições

A Prefeitura de Ubatuba já realizou nove demolições de construções dentro das áreas já congeladas. A primeira demolição ocorreu no dia 26 de julho, no Parque Guarani. Na Vila Indaiá ocorreu uma demolição no dia 16 de agosto e no dia 4 de outubro a Prefeitura demoliu sete residências no Morro do Pipoca, a primeira área congelada no município. “Estamos deixando bem claro para a população que as casas que forem erguidas em área de congelamento serão demolidas, conforme orientações já fornecidas pela nossa equipe. As placas afixadas nas entradas dos bairros congelados explicam também esse procedimento” finalizou Claudinei. PMU
divulgação

Isabel Roseli Leite, Iara Gambale, Cris Gil e Iara Regina de Camargo
Evento sobre Educação Especial em Ubatuba termina nesta sexta-feira

Termina nesta sexta-feira, 9, o I Ciclo de Palestras sobre Educação Especial, promovido pela Secretaria de Educação de Ubatuba. Na abertura, realizada no dia 9, os alunos da Classe Especial do período da manhã da Escola Altimira Silva Abirached fizeram uma bela apresentação, utilizando o tema “Palhaços”, para simbolizar a alegria. Na sequência a palestrante Iara Maria Álvarez Gambale apresentou a palestra “Convivendo com as diferenças”. Ao final, respondeu perguntas do público por quase uma hora.
Nesta sexta-feira,11, à partir das 19h é a vez da apresentação dos alunos da Classe Especial do período da tarde da Escola Altimira Silva Abirached. A palestra programada para encerrar o ciclo é “TDH e Projeto Integrativa”, com o neuropediatra Alexandre Serafim. PMU



Polícia Militar de Ubatuba ganha reforço

Doze homens chegam nesta sexta-feira e policiamento será mais ostensivo no Centro, Ipiranguinha e Maranduba

A Polícia Militar de Ubatuba inicia nesta sexta-feira,11, a Operação Primavera nas Praias. A ação, que vai até o dia 25 de dezembro faz parte dos preparativos da Operação Verão e atinge todo o Litoral Norte. Segundo o comandante interino da 3ª Cia PM, o 1º Tenente Alessandro Luis Morau Ubatuba receberá três viaturas da Força Tática, que virão do Vale para reforçar o policiamento em Ubatuba.
O efetivo da cidade conta atualmente com 98 policiais militares, mas, a partir de amanhã esse número aumento para 110 policiais. O policiamento em algumas áreas da cidade também será intensificado. “Estávamos fazendo um trabalho mais ostensivo nos bairros mais afastados, porém a partir de agora estaremos atuando nas regiões do Centro e Ipiranguinha, que ficarão sob a supervisão do sargento Clarindo e o bairro da Maranduba, que conta com a volta do Sargento André”.
O Tenente Morau informa ainda que as bases do Ipiranguinha e da Maranduba terão o efetivo aumentado e em breve as viaturas mais antigas serão trocadas por novas, o mesmo acontecendo com as motos, além de novas aquisições. Atualmente a PM de Ubatuba utiliza 22 carros e 4 motos no policiamento. “A população de Ubatuba vai ver muito mais a PM nas ruas”, prometeu o tenente. PMU



Assessoria de Assuntos Comunitários recadastra associações de bairro de Ubatuba

A Assessoria de Assuntos Comunitários de Ubatuba está recadastrando as Associações de Bairro e ONG’s do Município. O objetivo desse cadastramento é a atualização das informações e um melhor atendimento a essas entidades, segundo Adilson Lopes, da Assessoria de Assuntos Comunitários. “Algumas associações realizam eleições, mudam de endereço ou telefone e não nos informam. Isso acaba dificultando uma melhor aproximação com a assessoria, para que possamos atender as solicitações de cada bairro”, disse Lopes.
O recadastramento facilitará também a organização do “2º Encontro das Associações de Bairro de Ubatuba”, que acontecerá em dezembro.
Os presidentes ou diretores podem efetuar o recadastramento na Av D. Maria Alves, 886, em frente ao prédio da Prefeitura, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Mais informações através dos telefones 3833-1441 e 3833-3099. PMU



Escola Tancredo Neves abre inscrições para Vestibulinho

Já estão abertas o as inscrições para Vestibulinho 2006 da Escola Municipal Tancredo de Almeida Neves. A escola oferece 180 vagas para quatro cursos técnicos: Contabilidade, Administração, Secretariado e Turismo, sendo 45 vagas para cada área. Os cursos tem a duração de dois anos.
As inscrições podem ser feitas até o dia 25, e os interessados devem comparecer à escola, que fica na Av. Rio Grande do Sul, 600. São três os horários para inscrição: das 9h às 11h, das 13h às 17h e das 18h às 22h.
O edital está afixado na escola. A taxa de inscrição é de R$ 15,00 e os interessados devem levar uma foto 3 X 4 recente e o comprovante de escolaridade. Mais informações através dos telefone 3832-6221. PMU



Distribuição de cestas básicas será alterada este mês

A Prefeitura de Ubatuba irá alterar neste mês a data de distribuição de cestas básicas. Devido ao feriado prolongado de 15 de Novembro, a distribuição ocorrerá de 16 a 22 de novembro. A entrega será feita no Anexo da Prefeitura, na avenida Dona Maria Alves, mediante a apresentação de olerite e documento de identidade. Todo mês as cestas são entregues no período de 12 a 18.
Em maio deste ano o prefeito Eduardo César ampliou o benefício da cesta básica para mais 169 funcionários. Hoje tem direito ao benefício o servidor que recebe até o salário base da referência 12 (R$ 892,85), excluindo benefícios como gratificações, horas extras, qüinqüênios e outros.
Cada cesta básica é composta por cinco quilos de açúcar, 400 gramas de leite em pó, dez quilos de arroz, 200 gramas de aveia, um quilo de café, 200 gramas de achocolatado em pó, duas latas (330 gramas) de molho ou extrato de tomate, um pacote de bolacha doce (200 gramas), três quilos de feijão, um quilo de fubá, dois quilos de macarrão, quatro latas de óleo de soja, oito rolos de papel higiênico, cinco peças de sabão em pedra, uma caixa de sabão em pó (900 gramas), quatro sabonetes, duas caixas de creme dental, um pote de tempero completo. PMU



Procon de Ubatuba notifica bancos

O PROCON (Órgão de Defesa do Consumidor) de Ubatuba notificou nesta semana os sete bancos da cidade, quanto ao cumprimento da Lei Municipal 51/05, que dispõe sobre o tempo de permanência nas filas dos bancos.
A Lei de autoria do vereador Charles Medeiros trata sobre a obrigatoriedade das agências bancárias de colocarem à disposição dos usuários pessoal suficiente no setor de caixas para prestar atendimento digno e profissional. Na Lei entende-se como tempo hábil para o atendimento o prazo de até 15 minutos em dias normais, 25 minutos às vésperas e após os feriados prolongados e 30 minutos nos dias de pagamento dos funcionários públicos municipais, estaduais e federais.
O descumprimento da Lei acarretará ao infrator uma multa de R$ 564,00. As denúncias, devidamente comprovadas, devem ser comunicadas ao Procon.
O Procon de Ubatuba atende pelos telefones (12) 3833-3022, 3833-5446 e 3832-6509 e funciona na avenida Dona Maria Alves, 890, no centro, em frente ao Paço Municipal, das 8 às 18 horas. PMU


Notícias Esportivas


Vôlei de Ubatuba tem desafios neste sábado

Semifinais da LIVOVALI prometem esquentar o Tubão

As equipes de vôlei mirim masculino e feminino de Ubatuba disputam partidas pelas semifinais da Liga de Vôlei do Vale do Paraíba e Litoral Norte (LIVOVALI), neste sábado.
A rodada começa às 14h quando a equipe Ubatuba/ Biodance, Nipakh Honda, Auto Elétrica e Mecânica Marquinhos faz a segunda partida contra a Orion/ Fadenp/Atleta Cidadão, de São José dos Campos. Na primeira partida a equipe do Vale venceu por 3 sets a 1 (25/22, 25x21,16/25, 25/22). Ubatuba precisa da vitória para continuar sonhando com o titulo. Em caso da vitória de Ubatuba, a terceira partida acontecerá no dia 15, também em Ubatuba.
O time mirim masculino vai a quadra logo em seguida. A equipe Ubatuba/ Kall Som/Assai Distribuidora de Água/Cristal Line Turismo enfrenta a equipe da S.E.R Jacareí na primeira partida da semifinal. A segunda partida da chave acontece no domingo, 13, em Jacareí.
As equipes já se enfrentaram este ano, na primeira fase do torneio e Ubatuba venceu por 3 sets a 0, em uma partida muito disputada, jogada na casa do adversário. PMU



Dente de Leite de Ubatuba entra em campo domingo

Neste domingo, 13, acontecem os jogos da segunda rodada do campeonato da categoria Dente de Leite da Escolinha Municipal de Futebol Rubens Salles.As partidas acontecem à partir das 9 horas no Estádio Municipal Ciccillo Matarazzo.
No grupo A, Tortilhão e Caju dividem a liderança com três pontos ganhos; já no grupo B Pontual e Veraneio ocupam a primeira posição, também com três pontos.
Confira os jogos da rodada: Ceregatti X Pontual, M.G.M. X Auto Clean, Tortilhão X Porto Marina, Cajú X O Madeireiro, Auto Posto X Adega. PMU



Campeões do Jiu Jitsu participam de torneio em Ubatuba neste domingo

Ubatuba recebe neste domingo, 13, a partir das 9 horas, no Ginásio de Esportes Tubão, a “IV Copa Ubatuba de Jiu Jitsu”. O torneio reunirá aproximadamente 800 atletas de academias dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Mato Grosso. A participação de diversos campeões brasileiros e mundiais está garantida neste evento, que será dividido em 80 categorias, de diversas faixas e pesos.
O prazo para inscrição de atletas avulsos e academias termina nesta sexta-feira, 11, e os interessados podem entrar em contato com Ednaldo Jabá, através do telefone 3833-3818.
A “IV Copa Ubatuba de Jiu Jitsu” pela Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba, com apoio da Federação do Estado de São Paulo de Brazilian Jiu-Jitsu (FESP) e academia Mestre Wilson. PMU

quinta-feira, novembro 10, 2005

Nomes

- Seja razoável CM. Você é jovem, tem a vida pela frente, nada justifica o seu abatimento. Pense bem CM, saia por aí, divirta-se, conquiste uma garota, tome uma atitude, mas, por favor, não fique sentado cabisbaixo como se o mundo fosse desabar sobre você.
- Acho que você tem razão doutor. Vou dar um jeito na situação insuportável em que me encontro. Antes vou lhe dizer o porquê da minha desdita. É culpa do nome que meu pai escolheu. Talvez você não acredite que o nome sele o destino da pessoa. Eu não me importo com as suas crenças, tenho certeza do que estou dizendo. Desde pequeno carrego um terrível peso nas costas, capaz de vergar o mais forte dos homens, o que infelizmente não é o meu caso.
- Curioso CM, você tocou num ponto crucial de nossa relação. Embora sendo seu psicanalista, nunca me ocorreu perguntar o significado das iniciais C e M. Você quer falar sobre isso?
- Sim doutor. Fui registrado como Coquetel Molotov. É isso mesmo, Coquetel Molotov Proença da Cunha. Hoje vou cumprir meu destino. Nasci para ser um homem bomba. Em seguida CM abriu a capa e detonou o artefato que levava amarrado ao corpo. Arrasou o quarteirão.

Sidney Borges

Fidel

Lula disse que Cuba é um país miserável e que não teria os três milhões de dólares que dizem ter enviado ao Brasil. Fidel ficou uma fera.
- Cojones, por las barbas de mi madre, lo mataré.
- A quien usted matará comandante? A Lula?
- No, no mataré a Lula, mataré a Dirceu que no hace nada derecho. Estudio acá y só hace mierda. Enviaré a el um puro explosivo e lo mandaré a la puta madre que lo parió. Usted verá. A Lula no tengo que matar, ya está muerto. El e sus amigos de la sopa de massinha, como aquel tal de Palofi. Bando de maricones.


Sidney Borges

Cada vez mais...


Buraco perigoso. Qualquer dia poderá "abduzir" algum transeunte

Luiz Moura
As manhãs chuvosas e alguns compromissos fizeram com que só hoje, após doze dias, voltasse às minhas caminhadas matinais pelo calçadão existente na orla das praias de Iperoig e Itaguá. O compadre estava mais ranzinza do que nunca, bravo pois nada havia mudado, bufava quando passávamos por "aquelas coisas" que continuavam como há muito tempo.
O lugar que deveria fazer parte do Corredor Turístico de Ubatuba mais parecia o caminho para o inferno. Além dos problemas já listados (em outros De Olho em Ubatuba) tivemos que tomar muito cuidado para não sermos atropelados pelos ciclistas que, com a ciclovia alagada, faziam do calçadão uma opção de trânsito.
A educação dos ciclistas é condizente com o respeito de que a "administração de meio expediente", digo, "do resgate" tem pelos munícipes. Espero que Eduardo César (PL), após concluir a faculdade que cursa, tenha mais tempo para administrar o município. Falta pouco, apenas 52 dias para um novo ano. Novas esperanças. Há quanto tempo vivemos de esperanças?
Infelizmente, deparo-me cada vez mais com material para novos De Olho em Ubatuba. Vou mudar de itinerário. Com certeza terei que escrever mais de uma matéria por dia. Ossos do ofício.
A foto acima, do bueiro existente no canteiro (?) central da avenida Iperoig (na altura da avenida Maria Alves), mostra a necessidade de reparos urgentes. Segundo informações, a tampa se encontra neste estado há mais de mês. Ninguém viu? Cadê o espírito de equipe existente entre os servidores e os prestadores de serviços municipais?
Lá se vai mais um ano...

Foto: Arquivo UbaWeb

Charles Medeiros em ação

Vereador reivindica melhorias urgentes nas vias públicas

Ao término da 36ª Sessão Ordinária, realizado no último dia 08, o vereador Charles Medeiros solicitou maior empenho do executivo na recuperação urgente da malha viária municipal. Segundo Medeiros, há que se tomar uma atitude emergencial antes que a situação piore. As vias do município estão em péssimo estado, sabemos que a usina de asfalto está embargada, porém nossa comunidade não pode ser refém desse processo. É urgente uma atitude emergencial do Executivo. Charles teme que com o aumento das chuvas, certos locais se tornem intransitáveis, colocando em risco o direito de ir e vir da população, pois o próprio transporte coletivo corre o risco de não poder acessar algumas comunidades. Diversos moradores e comerciantes do Bairro da Estufa, bem como a comunidade da Região Norte e Sul, têm procurado o vereador solicitando ajuda quanto à melhorias das vias públicas. “Estou aguardando uma atitude urgente e efetiva do executivo, para solucionar tamanho transtorno á sociedade”, finalizou Medeiros.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Notícias da Prefeitura


Atletas entram na água para mais uma disputa do circuito

Final do Circuito de Águas Abertas de Ubatuba acontece em dezembro

Equipe de Ubatuba lidera com folga

A quarta e última etapa do 9º Circuito de Águas Abertas de Ubatuba sofreu algumas alterações. O evento, programado para o dia 27 de novembro foi transferido para o dia 4 de dezembro. A Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba, responsável pela organização do evento informa que a etapa acontecerá na praia do Lázaro, a partir das 9 horas. O Circuito é disputado em provas de 250, 500, 1000 e 3000 metros, em diversas categorias.
Após a prova acontecerão as cerimôonias de premiação da etapa, onde os oito melhores atletas de cada categoria recebem medalhas. Na sequência acontece também a premiação do Circuito: o primeiro colocado de cada categoria recebe troféu, o mesmo acontecendo com as três melhores equipes. Até agora foram disputadas etapas nas praias da Almada, Maranduba e Perequê-Açu e o ranking parcial aponta a liderança da equipe de Ubatuba, com 988 pontos; a vice liderança está com a academia Winner/Swim América, de São José dos Campos, com 477 pontos; a academia Vitor/Taubaté ocupa a terceira posição com 163 pontos.
Informações através do telefone 3833-3818. PMU
Pesquisa revela satisfação de consumidores na feira livre em Ubatuba

A Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Smapa) realizou, no final de setembro, uma pesquisa com os consumidores presentes na Feira da Praça Benedito Ignácio Pereira. O objetivo da pesquisa foi detectar o grau de satisfação desse público em relação aos serviços prestados pelos feirantes e o Poder Público Municipal. A partir desses resultados, serão realizadas alterações estruturais na feira. Foram feitas 51 entrevistas aleatórias, em diversas barracas e pontos da feira. O público estimado aos sábados é de mil pessoas, chegando na temporada de férias, a mais de quatro mil. Os resultados mostraram que a maioria das pessoas abordadas, nesta época, são freqüentadores antigos da feira, sendo que 46% dos entrevistados são consumidores há mais de 10 anos, já tendo um grande conhecimento dos produtos comercializados no local e dos feirantes. A pesquisa revelou também que são diversos os fatores que agradam o consumidor e o levam a freqüentar a feira. Houve um equilíbrio entre as respostas fornecidas pelos consumidores, com destaque para a variedade, com 21%; a qualidade dos produtos, com 18% e o atendimento dispensado pelos feirantes 18%. Já o ambiente e a infra-estrutura do local, segundo a pesquisa, deixam a desejar.

Mudanças

Entre as mudanças idealizadas pela Smapa, está a organização da feira, padronizando as barracas e separando-as por setores. Em relação à infra-estrutura, existe um entrave judicial que impede, temporariamente, mudanças e melhorias. Ocorre que a comunidade do bairro realizou um abaixo-assinado para tirar a feira do local. Enquanto não sai o resultado da ação, a Prefeitura fica impossibilitada de realizar melhorias na estrutura do prédio. Depois do preço, que ganha com 41%, em relação aos maiores inconvenientes, a infra-estrutura inacabada e o ambiente são os dois fatores que mais incomodam os consumidores. A grande maioria dos consumidores entrevistados (71%) não apresentou críticas à Feira da Praça BIP. Levando-se em conta apenas as opiniões declaradas, os preços altos em relação às quitandas e supermercados representam 17,24%; a desorganização das barracas dos feirantes com produtos misturados e não identificados representa 13,79%, assim como a reforma da infra-estrutura do local com colocação de iluminação e sanitários adequados também representa 13,79%. Falta de informações, melhoria do atendimento ao público, acúmulo de lixo nas barracas, presença constante de crianças e pedintes, melhoria de segurança e funcionamento diário, representam, cada um, 6,9% das opiniões.
Assim como na questão anterior, a grande maioria dos consumidores entrevistados não apresentou sugestões para melhoria da feira livre e do local. Considerando apenas os 32% que opinaram, tem-se como principais sugestões, a organização do local e reforma da infra-estrutura, com 25%, bem como a diminuição dos preços praticados, com 25%. Destaca-se também a sugestão de funcionamento da feira livre duas vezes por semana, com 12,5% no local. A fiscalização constante, colocação de mais cestos de lixo, aumento do horário de funcionamento, melhoria e organização das barracas, fechamento de laterais da praça e uma nova feira no bairro Perequê – Açu, também foram citados, representando cada um, 6,25% das opiniões válidas.A breve pesquisa realizada mostra algumas realidades encontradas semanalmente na Praça Benedito Ignácio Pereira, principal local de comercialização dos produtores rurais de Ubatuba. Na opinião de seu autor, o chefe da Seção de Fomento Agropecuário e Abastecimento, Christian Bacci, os consumidores, de maneira geral, apreciam a feira livre. “Muitos munícipes tomam o lugar como um espaço de lazer e convívio. Obviamente, existem problemas que devem ser solucionados, tanto por parte da Prefeitura Municipal como pela Associação dos Feirantes e Produtores Rurais. Pesquisas como essa ajudam a detectar problemas e possíveis soluções”, afirmou o agrônomo. PMU
Semana Municipal do Diabetes terá palestras, oficinas e até concurso diet

A coordenação será do PSF e a semana contará com palestras, oficinas, exposições e até concurso diet. As inscrições para o concurso devem ser feitas até amanhã, dia 10, nos postos de saúde dos bairros

Na próxima semana, de 16 a 18 de novembro, a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ubatuba promove a “Semana Municipal do Diabetes”, que terá palestras, oficinas, exposições e atividades físicas. Todas as ações da semana estarão concentradas no Shopping Santa Fé, no centro da cidade. A coordenação da Semana é do PSF (Programa Saúde da Família) e contará também com a participação de profissionais das secretarias municipais de Esporte e Lazer e Agricultura, Pesca e Abastecimento.
Segundo a nutricionista Claúdia Raffaelli, da secretaria de Saúde, hoje o município tem cadastrado 1.652 diabéticos. “O diabetes é uma doença que vem crescendo no mundo. Estima-se que 7% da população mundial seja diabética. Além de realizarmos essa semana voltada para o diabético procuraremos também despertar a prevenção em outras pessoas”, explicou a nutricionista.
O Shopping Santa Fé está localizado na rua Conceição, 180, no centro de Ubatuba, próximo a Santa Casa.

Concurso Diet com sabor regional

Para quem adora saborear uma sobremesa, a “Semana Municipal do Diabetes” ainda estará promovendo o concurso “Sobremesas Dietéticas com Sabor Regional”. Os interessados deverão efetuar suas inscrições até amanhã, dia 10 de novembro nos postos de saúde do bairros ou na Secretaria de Saúde, diretamente com Cláudia Raffaelli. As preparações deverão preferencialmente conter pelo menos um dos seguintes ingredientes regionais: banana, gengibre, mandioca, berinjela. As sobremesas deverão ser ricas em fibras (cascas, folhas, talos, ramas) e pobres em gorduras saturadas (manteiga, creme de leite, frituras). O participante deverá levar a sobremesa ao local do evento para ser degustada, no dia 17 de novembro, às 10 horas.
Para a premiação serão selecionadas 3 sobremesas, sendo 1º, 2º e 3º colocados contemplados com os prêmios doados pelas empresas parceiras, como produtos dietéticos e kits “Cuidando dos Pés” – Homeomag Laboratórios. Os jurados serão chefes de cozinha, culinaristas, diabéticos e nutricionistas. PMU

A programação da Semana Municipal do Diabetes é a seguinte:

16/11 – Quarta-feira

8 horas - Palestra “CUIDANDO DOS PÉS DO DIABÉTICO” - Podóloga Sílvia Ruschel
10 horas - Oficina “AVALIAÇÃO DOS PÉS DO DIABÉTICO” - SMS

17/11 – Quinta-feira

8 horas - Palestra “A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO BALANCEADA NO TRATAMENTO E PREVENÇÃO DO DIABETES” - Nutricionistas Cláudia Raffaelli Nascimento/SMS e Mirna Zucheratto/SMAPA.
10 horas - Concurso 10:00 hs “SOBREMESAS DIETÉTICAS COM SABOR REGIONAL”.

18/11 – Sexta-feira

8 horas - Caminhada - Projeto Atividade Física da Secretaria Municipal de Esportes.
10 horas - Palestra “A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NO CONTROLE DO DIABETES” - Dr. Franz Homero Burini/Especialista em Medicina Esportiva e Pós Graduando em Síndrome Plurimetabólica USP.
Novas licenças em Ubatuba serão sorteadas na próxima semana

Vagas agora serão definidas por sorteio; alguns incritos estão com documentação irregular e devem procurar a Prefeitura até o dia 11 A Secretaria de Fazenda e Planejamento da Prefeitura de Ubatuba realizará no dia 18 de novembro, às 9 horas, no Tubão, o sorteio para a expedição de cerca de 120 novas licenças para o comércio ambulante na cidade. A Seção de Tributos Mobiliários (STM) afixou na própria seção, a lista dos participantes do sorteio e das vagas existentes. Somente terá direito de participar do sorteio o interessado que protocolou o seu pedido dentro do prazo de inscrição. Segundo o STM cerca de 70 inscrições estão irregulares. “É importante que as pessoas compareçam ao STM até a próxima sexta-feira, dia 11, para verificarem se estão com a documentação correta para participarem do sorteio. Há uma lista com cerca de 70 inscrições irregulares”, explicou Lucilene Maria Pereira Tavares, chefe da Seção de Tributos Mobiliários da Prefeitura.O sorteio será realizado por meio de cédulas nominais e deverá ser acompanhado por dois representantes da Associação dos Ambulantes Autônomos de Ubatuba, um representantes da Secretaria de Assuntos Jurídicos e por duas pessoas que serão escolhidas dentre os presentes. O sorteado terá preferência na escolha do local indicado na inscrição, caso haja vaga. Caso não haja vaga no local indicado o sorteado poderá fazer opção por outro local disponível. O sorteado que não estiver presente no ato do sorteio perderá o direito de escolha do local, sendo ao final lhe será atribuída a vaga remanescente. Esgotadas as vagas existentes haverá um segundo sorteio de 30 dos regularmente inscritos para uma lista de espera por ordem de sorteio, para o preenchimento de eventuais vagas remanescentes. Este é o primeiro ano em que as novas vagas serão definidas por meio de um sorteio regulamentado por Decreto. PMU
Atenção, escritores! Últimos dias para inscrição no Concurso Literário de Ubatuba

Os escritores de Ubatuba têm até o dia 16 de novembro para fazer suas inscrições no tradicional concurso literário promovido pela Fundart, através do Grupo Setorial de Literatura. O concurso, que acontece todos os anos em Ubatuba conta com três modalidades: poesias, com o XIX Prêmio Idalina Graça; contos, com o XIII Prêmio Washington de Oliveira e textos teatrais, com o V Prêmio Tia Helô. Serão premiados os três primeiros colocados de cada modalidade. Cada escritor poderá inscrever até três obras de cada modalidade. Segundo o regulamento do concurso, as obras deverão ser enviadas em três vias cada uma, assinadas com pseudônimo, lacradas em envelope que deverá trazer apenas o pseudônimo, a modalidade e a categoria, que pode ser: infantil, até 12 anos; juvenil, até 18 anos e adultos, acima de 18 anos. No interior desse envelope vêm as obras e um envelope lacrado com ficha de inscrição. O nome do autor só deve constar na ficha de inscrição, que só será revelada depois da escolha das poesias.Os três primeiros colocados receberão os respectivos troféus correspondentes às modalidades em que concorreram. Haverá também uma eliminatória, para escolher as poesias que serão publicadas no livro e todos os participantes receberão certificados. O coordenador do grupo setorial de literatura, Luiz Roberto Moura diz que esse concurso pode representar uma chance única para que muitos artistas de nossa cidade sejam reconhecidos. “Muitas vezes, a pessoa escreve e não tem como publicar. O Concurso Literário de Ubatuba tem essa função de descobrir talentos e incentivá-los a se desenvolver, através da publicação de suas obras”. A ficha de inscrição pode ser retirada na sede da Fundart, que fica na R. Félix Guisar Filho, 6 – ao lado do “Casarão da Fundart”. Para mais informações, ligue para: 3833-7000 ou 3833-7001. PMU
Festa da Banana anima Bairro da Estufa neste sábado

Acontece neste sábado, 12, a “1ª Festa da Banana” promovida pela Escola Municipal Profª Maria Josefina Giglio Silva, no bairro da Estufa II. Além de resgatar a história do bairro, que era antes uma grande plantação de bananas, a festa apresentará também a culinária e peças de artesanato feito com fibras de banana. Serão servidas tortas, pizzas, bolos e outros pratos tendo a banana como ingrediente principal. O tradicional Azul Marinho (peixe com banana verde) também é presença garantida.
Para animar a festa haverá apresentação do grupo de dança da escola e música ao vivo.
A comunidade do Parque Paris, que fica na Estufa II, será parceira em um festival de prêmios, cujos recursos arrecadados serão destinados à construção de uma área de lazer.
A “1ª Festa da Banana”, acontece no dia 12 a partir das 18 horas, na escola, que fica na Av. Vasco da Gama, 430, Estufa I. Informações podem ser obtidas através do telefone 3832-6261. PMU

A equipe de Ubatuba trouxe medalhas brilhantemente conquistadas

Kung Fu de Ubatuba brilha no Sul

Equipe conquista 20 medalhas no Campeonato Brasileiro

A Associação Long Teh, representando a cidade de Ubatuba, participou do 16º Campeonato Brasileiro de Kung Fu e Tai Chi Chuan. O evento foi realizado na cidade de Santa Maria (RS), entre os dias 2 e 6 de novembro. O campeonato, que aconteceu no Ginásio Coração de Maria, teve a participação de 600 atletas reunindo a nata do Kung Fu nacional.
A delegação de Ubatuba contou com 16 integrantes, 12 atletas e 4 técnicos, conseguindo ao todo 20 medalhas sendo 12 de ouro, 6 de prata e 2 de bronze.

Confira no quadro as premiações obtidas:

Atleta / Classificação

Tsao Shu Ju da Silva
1º Lugar Tai Chi Chuan
1º Lugar Espada de Tai Chi

Carlos Alberto da Silva
1º Lugar Tai Chi Chuan
2º Lugar Combate de Tai Chi

Márcia Mayumi Utiyama
1º Lugar Luta Combinada
1º Lugar Armas Medias

Nataly Lacorte Pestana
1º Lugar Combate Inf. Juv.
1º Lugar Luta Combinada
3º Rotina Olímpica

Lívia Magion
1º Luta Combinada
2º Lugar Armas Longas

Bruna Ferreira Ribeiro
1º Lugar Luta Combinada
1º Lugar Combate

Bianca Ferreira Jabur
1º Lugar Luta Combinada

Marta dos Santos Marto
2º Lugar Tai Chi Chuan

Rafael Garcia Granda
2º Lugar Combate

Diego Mariano de Oliveira
3º Lugar Armas Articuladas

Paulo Ricardo Freitas
1º Lugar Combate

Alexandre Guimarães Kusahara
2º Lugar Mãos do Sul
2º Lugar Combate PMU

quarta-feira, novembro 09, 2005

Assimetrias

Não posso deixar de registrar uma assimetria do sistema econômico que prejudica enormemente os pequenos municípios. Estou me referindo às lojas de departamentos. Detentoras de enorme poder de persuasão usam a mídia com sabedoria e conquistam corações. Como resultado, obtém enormes lucros que acabam sendo enviados para as matrizes. Nada há que possa ser contestado, o processo obedece às leis vigentes e está revestido de legalidade. No entanto, embora legal, me parece que há alguma coisa fora dos eixos. Falando francamente, o processo é cruel e carrega no bojo o germe do subdesenvolvimento. Nas cidades onde não há indústrias, a maioria dos trabalhadores é constituída de funcionários públicos. A massa salarial que deveria circular localmente é drenada de forma predatória e transferida para outros centros. Sem dinheiro perde a construção civil, perdem os pequenos comerciantes e perdem os jovens que não são contemplados com a criação de empregos. O resultado pode ser medido pelos alarmantes aumentos nos índices de criminalidade. Os grandes magazines são necessários e bem-vindos, mas parte dos lucros que auferem deveria ser aplicada no local de origem. É uma assimetria que deve merecer apreciação das autoridades municipais, estaduais e federais, principalmente das municipais, pois é no município que transcorre a nossa vida.

Sidney Borges

Considerações do vereador Ricardo Cortes

Conforme declaração do Jornal “Folha de São Paulo” de 08 de novembro de 2005, onde nosso nobre Presidente da Republica Senhor Lula afirma que a alternância do poder faz bem para o país, causo-nos espanto a declaração do nosso Diretor Geral da Câmara Municipal de Ubatuba nos criticando sobre a forma de governo, visto que, o mesmo ainda se encontra em franca atividade nessa Casa de Leis onde presta serviço a todos os vereadores e que sabidamente foi um dos colaboradores para a Câmara estar inflada.

Quanto ao fato demagógico de falar que no município não tem gente capacitada, mostra que o Diretor Geral não conhece o povo e a cidade em que mora, mesmo ocupando um cargo de grande importância na Câmara. E para causar polemica recordo-me que o Diretor Geral também veio importado de Caraguatatuba, naquela ocasião como advogado da Câmara ou será que naquela época também não tínhamos advogados capacitados. Ao mesmo tempo quando assumiu a gerência dispensou vários daqueles que aqui se encontravam por ordem ou não da Mesa Diretora, seriam os seus desafetos?

Quanto ao fato de estarmos tentando uma candidatura a Deputado Federal pelo Partido Verde de Ubatuba, no intuito de representar o Litoral Norte e as cidades que nos são queridas e por onde passamos, deixando um bom nome e o reconhecimento e carinho do povo, como médico e cidadão atuante, inclusive, como Vice-Prefeito de Ilhabela, e agora eleito por duas vezes consecutivas Vereador em Ubatuba e também atuando como médico e médico legista nas cidades de Caraguatatuba e São Sebastião, ou seja, temos amigos, conhecidos e o respeito e carinho de pessoas em todo o Litoral Norte.

Certamente, não precisamos ficar cortando cabeças desnecessárias e nem justificar o excesso como manobra de campanha política, como foi insinuado pelo Diretor Geral, pois, o excesso ocorreu durante a sua administração e agora quer justificar aos seus agregados uma mudança política.

Doutor Ricardo Cortes
Vereador do Partido Verde

Estudar d(D)ireito ou administrar Ubatuba?



Luiz Moura
Não só eu, mas todas as pessoas que estavam na abertura da exposição "Mazzaropi volta para Ubatuba", no dia 1º de julho de 2005, escutaram o vice-prefeito Domingos dos Santos (PT), em discurso, desculpar-se pela ausência do prefeito Eduardo César (PL) na inauguração do evento. "Ele se encontra em Caraguatatuba, na faculdade. Não pode ficar perdendo aulas", foi a argumentação usada pelo vice.

Confesso que me surpreendi, pois imaginava que, ao assumir a administração de nosso município, Eduardo César, tivesse "trancado" matrícula para poder administrar Ubatuba.

De lá para cá venho observando os detentores de cargos em comissão e verifiquei que vários ocupantes do "primeiro time" do governo ou cursam uma faculdade, fazem um curso de especialização ou trabalham meio expediente.

É o exemplo sendo seguido. Tem gente até que, "agriculturalmente" falando, incorporou o papel de viúva Porcina: "aquela que foi sem nunca ser sido".

A campanha de "dedicação exclusiva" lançada logo após as eleições de 2004 e antes de 2005, por sites na Internet, deu em nada. Quem perde é o município. São servidores públicos, de competências questionáveis, trabalhando pouco ou quase nada. Alguns agem como se estivessem fazendo turismo por suas secretarias. Quem paga as contas destas mordomias? Você jura que não sabe?

Uma das teorias que corre na "boca do povão" é que em 2004, Eduardo César se lançou candidato a prefeito apenas para "sentir" como seria uma eleição para o Executivo municipal. O que queria mesmo era terminar a faculdade de Direito e se preparar para o exame da Ordem. Pela displicência de "um" e prepotência de "outro" acabou, de mão beijada, prefeito de Ubatuba. Sem equipe e um plano para administrar um município que vem, há décadas, sendo solapado econômica e culturalmente por administrações descomprometidas, deu no que está dando.

É impossível administrar devidamente um município na situação em que se encontra Ubatuba e concluir, com mérito, um curso como o de Direito. Dentro de 54 dias, todos poderão avaliar o que estou afirmando. Não creio que as vantagens de "Super-homem" fujam do imaginário e se apliquem ao dia-a-dia real.

Espero que Eduardo César se prepare bem para o exame da Ordem, pois pelo andar da carruagem, em 2008...

Foto: Arquivo UbaWeb

Notícias da Prefeitura


Todo cuidado é pouco para evitar que a dengue atinja Ubatuba

Ubatuba inicia luta contra mosquito da dengue

O vírus não existe em Ubatuba, mas o clima é propício para a procriação do mosquito, portanto, as medidas de prevenção são indispensáveis

No próximo dia 19, sábado, acontece o Dia Nacional de Combate à Dengue, chamado “Dia D”. Em Ubatuba, o Dia D será marcado por um evento voltado para a conscientização, que acontecerá na Avenida Iperoig, das 9 às 13 horas. Durante esse período, acontecerão jogos, distribuição de cartilhas educativas e brindes, exposição de ciclo de vida do mosquito, mostruários vivos, brincadeiras, gincanas, teatro e concursos relacionados ao tema. As atividades são uma iniciativa da Secretaria de Saúde, em parceria com a Secretaria de Esporte e Lazer.
Apesar de faltar alguns dias para o dia D, a campanha de prevenção já começou. O trabalho, que já era feito pelas equipes do Programa de Saúde da Família (PSF) e da Vigilância Epidemiológica foram intensificados. O objetivo é eliminar os criadouros do mosquito para afastar o risco de epidemia.

O vilão da história

O causador da dengue é um vírus, chamado Flaviviridae, mas seus transmissores são mosquitos do gênero Aedes Aegypti, popularmente conhecidos como “pernilongos da dengue”. A origem do inseto transmissor da doença ao homem é africana. Na verdade, quem contamina é a fêmea, pois o macho apenas se alimenta de seivas de plantas. A fêmea precisa da albumina, uma substância encontrada no sangue para completar o processo de amadurecimento de seus ovos.
O mosquito da dengue apenas transmite a doença, mas não sofre seus efeitos. Este inseto tem algumas características que podem facilitar seu reconhecimento.Ele é escuro e rajado de branco. É menor que um pernilongo comum, pica durante o dia e desenvolve-se em água parada e limpa. A única maneira de evitar a dengue é não deixar o mosquito nascer.

Formas de combate

A única maneira de evitar a dengue é não deixar o mosquito nascer. Para isso, é preciso acabar com os lugares de nascimento e desenvolvimento do mosquito, chamados os "criadouros". Para diminuir a incidência do mosquito, ou até mesmo, eliminá-lo, é importante não deixar água acumulada em nenhum recipiente. Até mesmo uma tampa de refrigerante pode servir de criadouro para o mosquito da dengue. O coordenador do controle de vetores da Vigilância Sanitária, Neilton Nogueira, diz que o envolvimento da comunidade com o propósito de eliminar os criadouros é fundamental. “Essa luta é de todos nós, porque o mosquito que se desenvolve na casa do seu vizinho pode picar a sua família.” Confira algumas dicas e mantenha sua família protegida contra a dengue:
- Misture uma colher de chá de água sanitária com um litro de água e borrife nas plantas de sua casa. A mistura não faz mal às plantas e mata o mosquito da dengue. Mas preste atenção: esse tratamento deve ser feito uma vez por semana, senão, não resolve.
- Para as plantas que, geralmente, sobrevivem na água, uma boa solução é utilizar a gelatina vegetal. Ela é bastante durável e decorativa, encontrada em diversas cores.
- Lave bem os pratos de plantas e xaxins, passando um pano ou bucha para eliminar completamente ovos de mosquitos. outra boa solução é trocar a água por areia molhada nos pratinhos.
- O inimigo pode estar escondido acima do alcance dos olhos. Por isso, é bom sempre vistoriar e limpar calhas e lajes das casas. Mantenha as caixas d´água, poços, latões e filtros bem fechados
- Lave bebedouros dos animais de estimação com escova ou bucha e troque a água todos os dias.
- Guarde as garrafas vazias de cabeça para baixo, em local abrigado. Fure latas e pneus. Este último é um de seus lugares preferidos, por ser escuro e poroso, proporciona condições ideais para a postura de ovos.
- Mantenha seu quintal livre de copos descartáveis, tampinhas de garrafas e tudo o que possa acumular água. O lixo deve ficar o tempo todo fechado. PMU



Campanha Nacional de Recadastramento para pescadores

Em Ubatuba ação ocorrerá nos dias 10, 11, 14, 16 e 18 deste mês na Cantina da Prefeitura

A Secretaria Especial de Aquicultura e Pesca, órgão integrante da Presidência da República (SEAP/PR), está realizando a Campanha Nacional de Recadastramento do novo Registro Geral da Pesca. Em Ubatuba a Campanha estará ocorrendo nos dias 10, 11, 14, 16 e 18 de novembro, na Cantina da Prefeitura de Ubatuba, em horário comercial.
Para o novo cadastro no Registro Geral da Pesca para a emissão da carteira, serão feitos cruzamentos de dados com os registros do Ministério do Trabalho e da Previdência Social. Isto para comprovar a situação do pescador e a apresentação do mapa anual de produção pesqueira, após um ano de atividade de pesca profissional que vai atestar realmente se exerceu a pesca profissional durante o período.
Em todo o País há milhares de trabalhadores vivendo na informalidade sendo que um dos objetivos do recadastramento previsto no novo Registro Geral da Pesca é incluir essas pessoas, garantindo-lhes o reconhecimento. O que vai lhes permitir ter acesso aos programas sociais do Governo Federal, como microcrédito, assistência social e o seguro-defeso, que é pago nos meses em que a pesca profissional é proibida, sendo portanto, um instrumento muito importante para a elaboração das políticas e para a gestão da pesca profissional.
O cadastramento, no caso de quem nunca se cadastrou, ou o recadastramento, de quem já é cadastrado, resultará na emissão, pela SEAP/PR de uma nova carteira de pescador profissional em papel da Casa da Moeda.
Mais informações na Secretaria Municipal de Agricultura Pesca e Abastecimento, pelos telefones (12) 3833-3500 e 3833-2528. PMU



Ubatuba participa pela primeira vez do SARESP

Iniciativa da Secretaria de Educação leva exame a 7810 alunos da cidade, que passam por avaliação de leitura, escrita e matemática

Os alunos da rede municipal de ensino de Ubatuba participam, nesta quarta e quinta-feira, 9 e 10, do Saresp (Sistema de Ava­liação de Rendimento Escolar do Estado). Por iniciativa da Secretaria de Educação de Ubatuba os alunos da rede municipal farão pela primeira vez esse exame, obrigatório somente na rede estadual. O Saresp começou a ser aplicado em 1996 e Ubatuba aplicará o exame a quase oito mil alunos.
“O Saresp não avalia o aluno, mas sim a qualidade do ensino”, informa Rose Cabral de Oliveira, supervisora de ensino. “Com o resultado poderemos nortear as metas da Secretaria para 2006, capacitando professores, favorecendo a elaboração de projetos educacionais e escolhendo o material didático adequado”, completou Rose.

Provas

Os alunos das 1°e 2° séries do ensino fundamental responderão a 16 questões (8 de matemática e 8 de leitura e escrita). Os das 3° e 4° séries responderão a 20 questões (10 de matemática e 10 de leitura e escrita) e os alunos de 5° à 8° séries responderão a 52 (26 de matemática e 26 de leitura e escrita). Para esses alunos haverá ainda prova de redação.
Os alunos responderão também a um questionário, por meio do qual são coletadas informações sobre suas características pessoais, seu contexto socioeconômico e cultural, sua trajetória escolar, além de suas percepções acerca dos professores e da gestão da escola.
As provas serão aplicadas no mesmo horário de aula e os alunos devam levar lápis e caneta. Os alunos terão o tempo mínimo de uma hora e meia para responder as questões, não podendo ultrapassar três horas. PMU



Educação Especial tem evento em Ubatuba

Ciclo de Palestras vai até sexta-feira

Começa nesta quarta-feira, 9 o I Ciclo de Palestras sobre Educação Especial, promovido pela Secretaria de Educação de Ubatuba. A cerimônia de abertura está prevista para às 19 horas no auditório da UNITAU, no bairro do Itaguá. Ás 19h30 acontece uma apresentação dos alunos da Classe Especial do período da manhã da Escola Altimira Silva Abirached; às 20h está programada a palestra “Convivendo com as diferenças”, ministrada pela psicopedagoga Iara Maria Álvarez Gambale.
Na quinta-feira, 10, os alunos das Classes Especiais das escolas Madre Maria da Glória e Padre José de Anchieta se apresentam à partir das 19h. Em seguida o advogado Antônio Rulli Neto fará a palestra “Direitos dos portadores de Necessidades Especiais”.
Na sexta-feira,11,os alunos da Classe Especial do período da tarde da Escola Altimira Silva Abirached fazem a abertura do último dia do evento, tambem às 19h. A palestra programada para encerrar o ciclo é “TDH e Projeto Integrativa”, com o neuropediatra Alexandre Serafim. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3833-3010. PMU



Guarda Municipal de Ubatuba encontra cadáver

A Guarda Municipal de Ubatuba foi acionada no último sábado, 5, por populares do bairro da Usina Velha, onde segundo testemunhas estaria o corpo de uma jovem enterrado em um barreiro desativado. O inspetor chefe Osiel e demais guardas municipais passaram a vasculhar o local, onde encontraram um monte de terra e passando a cavar aquele local se depararam com um corpo de uma pessoa do sexo feminino, já em estado de decomposição. O corpo apresentava diversos ferimentos na região do tórax, possivelmente proporcionados por golpes de material cortante. O corpo de R.N.B., de 18 anos, foi reconhecido por um parente e há 10 dias aproximadamente, a família já havia registrado queixa de desaparecimento da jovem. Prosseguindo com as investigações os guardas municipais deteram os suspeitos J.P.R.S. de 17 anos, S.M.O de 21 anos e S.L.O. de 19 anos, que foram encaminhados à Delegacia de Polícia. PMU


Notícias Esportivas


Pontual vence torneio de Beach Soccer feminino

A equipe Pontual Despachante foi a vencedora do 1º Torneio Esquina das Modas de Beach Soccer Feminino, cuja final foi disputada sábado, 5, na praia do Perequê-Açu. O torneio, iniciado no dia 28, foi interrompido devido às chuvas.
Na partida final, as meninas do Pontual venceram o time do Rosa Dourada, de Caraguá, por 5 a 0. Os gols foram marcados por Tati (3), Camila e Meire. A partida foi interrompida aos três minutos do terceiro tempo, devido ao abandono da equipe do Rosa Dourada. A artilheira do torneio foi Tati, do Pontual, com 12 gols. Carla, também do Pontual foi a goleira menos vazada, sofrendo apenas 4 gols. A equipe do Corcovado ficou na terceira posição.
O 1º Torneio Esquina das Modas de Beach Soccer Feminino foi uma realização da Secretaria de Esporte e Lazer e teve o apoio do Quiosque Recanto do Japa, Quiosque São Lourenço, Image Estética, Drª Daniela Fuchs, Pontual Despachante, Varejão Santa Rita, Peixinho Veículos, Pizzaria Tortilhão, MS Agência de Modelos e O Calçadão. PMU



Começa o campeonato Dente de Leite em Ubatuba

Após uma longa espera começou no último domingo, 6, o campeonato da categoria Dente de Leite da Escolinha Municipal de Futebol Rubens Salles, em Ubatuba . Inicialmente previsto para começar em 22 de outubro o torneio teve seu início adiado duas vezes devido ao mau tempo.
Dez equipes com jogadores de idade entre 13 e 15 anos participam da competição, divididas em dois grupos, que jogarão no estádio municipal Ciccillo Matarazzo, aos domingos, à partir das 9h.
A primeira rodada teve 22 gols, média de 4,4 por partida. O jogador Alex Reinaldo (Cajú) assumiu a artilharia, com 3 gols marcados; Cainã (Tortilhão), Fernando (Auto Clean) e Natan (Porto Marina) marcaram duas vezes cada. Entre os goleiros, Bruno (Pontual) e Diego (Veraneio) não sofreram nenhum gol na primeira rodada.
Confira os resultados e a classificação: Tortilhão 5 X 3 Auto Clean, Pontual 3 X 0 M.G.M., Ceregatti 0 X 2 Veraneio, Caju Comercial 4 X 3 Porto Marina e Adega e Cia. 1 X 1 O Madeireiro.
Neste domingo, 13, acontecem os jogos da segunda rodada: Ceregatti X Pontual, M.G.M. X Auto Clean, Tortilhão X Porto Marina, Cajú X O Madeireiro, Auto Posto X Adega. PMU



Torneio de vôlei dos Jogos Escolares de Ubatuba começa a definir campeões

Basquete faz finais dias 25 e 26 no Tubão

Três categorias do torneio de vôlei dos Jogos Escolares de Ubatuba já conhecem seus campeões. Em partidas disputadas no sábado, 4, na quadra do Colégio Taba foram definidos os campeões das categorias
No pré mirim masculino o título ficou com o Colégio Taba. No feminino a Escola Estadual Aurelina Ferreira, do bairro da Estufa II foi a campeã, enquanto no mirim feminino a vencedora foi a Escola Dr. Esteves da Silva.
O torneio prossegue nas categorias mirim masculino e infanto juvenil masculino e feminino. As partidas que eram disputadas no ginásio do Taquaral passam, à partir da rodada deste sábado, 11, a ser disputadas na quadra do Colégio Taba à partir das 8h30. As partidas do masculino acontecem no período da manhã e o feminino joga à partir das 13h30.
Confira os jogos da terceira rodada: mirim masculino – Aurelina X Dominique; infanto juvenil masculino – Belarmino X Dionísia, Dominique x Semíramis, Áurea X Tancredo; infanto juvenil feminino – Aurelina X Belarmino, Dominique X Tancredo, Deolindo X Áurea, Esteves X Cooperativa.
Basquete – As finais do torneio de basquete dos Jogos Escolares de Ubatuba acontecem no próximo dia 26, na quadra do Ginásio de Esportes Tubão. Antes, no dia 25 acontecem as semifinais da categoria pré mirim masculino: à partir das 16h jogam Aurelina X Idalina e Cooperativa X Objetivo. Os vencedores se enfrentam no sábado, 26.
A rodada do dia 26 tem início às 8h30 com as seguintes partidas: pré mirim masculino – Objetivo X Semíramis; pré mirim feminino – Tancredo X Dominique; mirim masculino – Objetivo X Tancredo; mirim feminino – Esteves X Dominique, pré mirim masculino – vencedores das partidas do dia 25; infanto juvenil feminino – Deolindo X Taba.
Joguinhos – A Secretaria de Esporte e Lazer prepara as tabelas da terceira edição dos Joguinhos Escolares. O evento é destinado a alunos da rede escolar de Ubatuba com idade entre 7 e 10 anos. Os Joguinhos Escolares serão disputados nas modalidades atletismo, futebol society e queimada. A cerimônia de abertura acontecerá no dia 5 de dezembro, à partir das 9h, no Ginásio de Esporte Tubão. PMU



Secretaria divulga datas para renovação e novas matrículas para escolinhas de esportes 2006

A Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba divulgou as datas para quem pretende renovar matrículas ou se inscrever nas escolinhas de esporte do município em 2006. Para a rematrícula, os alunos devem comparecer ao ginásio de esportes Tubão entre os dias 6 e 14 de fevereiro de 2006, das 8h às 17h.
Já os interessados em se matricular pela primeira vez deverão se dirigir ao Tubão entre os dias 16 e 24 de fevereiro de 2006, também das 8h às 17h. É necessário levar duas fotos 3X4 e cópia da certidão de nascimento.
A Secretaria possui atualmente cursos de surf (Praia Grande, Perequê-Açu e Maranduba), futebol (Quadra da Piscina, Taquaral e Silop-Elektro), natação, vôlei e basquete. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3833-3818. PMU
 
Free counter and web stats