sábado, novembro 05, 2005

As aparências enganam

A primeira impressão que se tem de Hugo Chavez deixa a desejar. O presidente venezuelano lembra um músico de mambo, não transmite em nenhum instante a sensação de seriedade que se espera de um chefe de governo. Poderíamos compará-lo a Fidel Castro, ou ao presidente – olho no peixe, outro no gato – Néstor Kirchner, da Argentina. Ambos com jeitão de políticos clássicos da América Latina. Chavez é desbocado, fala pelos cotovelos e gosta de provocar os americanos. Bush é o seu saco de pancadas preferido. Ao lado de Chavez Lula parece um lorde inglês. O papel de bufão termina quando se dá uma olhada no que o falastrão está fazendo na Venezuela. Com os dólares fartos do petróleo, outrora usados por uma elite perdulária para comprar mansões, jatinhos, misses e cocaína, Chavez mudou a cara do país. O povo venezuelano vem assistindo perplexo à implantação de programas de desenvolvimento nas áreas de educação e saúde como nunca houve na América Latina, com exceção de Cuba. Ao contrário de Lula, que diz uma coisa e faz o oposto, Chavez está criando condições para que a Venezuela mude de patamar, como fizeram outrora a Coréia e a Finlândia. A imprensa latino–americana mostra apenas o lado bufão, que me parece ser uma das inúmeras facetas de um político singular. Chavez é inteligente, articulado e sabe o que quer. E tem o que é mais importante, dinheiro. Entre o sanguinário e etílico Bush e o fanfarrão Chavez, fico com o segundo. É menos perigoso.

Sidney Borges

“LIMPEZA DOS LOTES”

Corsino Aliste Mezquita - Professor*
A Administração Municipal ameaça, os donos de terrenos não edificados e, supostamente, especulativos, com providências, a serem tomadas pela Prefeitura. Segundo esses comunicados, a Prefeitura, limpará os terrenos e passará a conta para os donos, no carnê do IPTU. Já decretou o preço do m² a ser limpo e outras providências.
A idéia é boa. Nada temos contra. Se posta em prática poderá melhorar alguns visuais. Entretanto, como conhecedor de nosso passado e no papel de “advogado do diabo” gostaria fazer algumas observações. Não é crítica. São apenas sugestões para ajudar a visualizar a “viga” nos olhos da administração e desconsiderar a “palha” nos dos cidadãos, mesmo que estejam especulando com seus lotes não construídos.
Primeiramente registramos que a idéia já é requentada. Providência semelhante foi anunciada, várias vezes, em administrações anteriores. Seus efeitos não foram conhecidos.
Qualquer administração sendo coerente, isonômica e agindo com justiça deverá, primeiro, fazer a lição de casa e manter as praças, ruas, praias e próprios municipais limpos e com suas calçadas ladrilhadas e impecáveis. Só assim terá moral para intervir na propriedade alheia.
Necessário se faz, antes de cobrar de alguém a limpeza, verificar quem jogou entulho, lixo, podas de árvores, móveis velhos, etc..., nos indigitados “lotes ociosos”. O dono pode ser injustamente penalizado pela falta de educação cívica de seus vizinhos e de fiscalização da própria Prefeitura.
É urgente, urgentíssimo limpar as ruas e praças de cães, gatos, cavalos e outros animais hospedeiros de carrapatos e insetos prejudiciais ao ser humano. Informaram-me que, na Região Oeste, há bastantes carrapatos e já tem mordido crianças nas escolas. Os propagadores seriam os cavalos soltos e sem os cuidados necessários. A febre maculosa está por ai matando pessoas.
É urgente, urgentíssimo afastar os pombos dos próprios municipais (das escolas em particular) por causa dos piolhos, da sujeira que produzem e, agora, dos perigos da gripe aviária.
É urgente, urgentíssimo acabar com todos os criadores de galinhas dentro do perímetro urbano. Não tendo condições satisfatórias de espaço e higiene e sendo hospedeiras freqüentes do “barbeiro” criam perigos à população. Agora também o perigo da “gripe aviária”.
Nada temos contra a limpeza dos lotes e com obrigar seus donos a murá-los e fazerem as calçadas para que o visual e a limpeza da cidade melhore. Antes dessa providência ou simultânea a ela seria mais rentável, econômico ou funcional rever todos os cadastros dos loteamentos e imóveis, corrigir as discrepâncias criadas ao longo do tempo, eliminar as famosas quotas zero (caso ainda existam), estabelecer justiça tributária eliminando privilégios e cidadãos especiais. Hoje é um serviço fácil para um especialista em informática. Esse seria verdadeiro RESGATE. Não exige máquinas pesadas, tratores e grandes equipes de limpeza.
É urgente, urgentíssimo sentar e planejar as ações administrativas, agir com eficiência, não perder verbas, aplicar bem os recursos e fazer esquecer o passado com ações que agradem o povo e o deslumbrem pela solução de seus problemas.
É sintomático que apesar do resgate prometido e da boa aceitação inicial dos governantes, parcelas da sociedade já estão dando razão ao poeta:
“Rápido desaparece o prazer,
Depois de passado produz dor,
Como, ao nosso parecer,
Quaisquer tempo passado foi melhor”.
(Jorge Manrique 1440-1478)

* Ex-secretário da Educação de Ubatuba

Contatos imediatos...

Ronaldo Dias
Alô, alô... testando... Som...sssssom. E ai? Será que ele ouve o vozeirio, o murmurinho? O volume dos decibéis agora, ficou muito acima do normal. E vendo? Ele vê? Está bem na sua frente e daria para enxergar facilmente! Não? Não estaria claro? E assim, será que melhorou para ele? Ficou mais nítido?...Bom... a claridade, esta mais do que suficiente, cara! Deveria dar, ao menos, para ler facilmente o texto da faixa. As letras são enormes! Me digam: E os lábios das pessoas? Será que ele entende ou deduz, o que as pessoas querem dizer?Quem sabe? Já que ele tem dificuldades para ver e ouvir, deve ter desenvolvido uma maior sensibilidade. E, sensibilidade, é tudo! Bom, vamos de novo. E agora? Sim? Não? Outra vez não? Nada? Puxa vida! Cada hora é uma! Não adianta. Não equaliza! Escute, fala sério, homenzinho verde, você nos entende?

Notícias da Prefeitura


Maga, atleta do Sertão da Quina é a garota Beach Soccer 2005

Chuva adia final do Beach Soccer em Ubatuba

A equipe campeã do 1º Torneio Esquina das Modas de Beach Soccer Feminino deverá ser conhecida neste sábado, 5, se o tempo ajudar. O evento, realizado no dia 28, durante as comemorações do aniversário de Ubatuba, não pôde ser concluído devido às chuvas que caíram no final da tarde na cidade.
Quando da paralisação, a equipe do Corcovado já havia garantido vaga na final, ao derrotar o Ubatuba Futsal na cobrança de pênaltis, após empate em 2 a 2 no tempo normal.
Ainda restam duas fases a serem disputadas. A primeira partida, que acontece às 9h será entre Futsal Ubatuba X Rosa Dourada (Caraguá); em seguida jogam Pontual X Marafunda. As vencedoras fazem a semifinal e decidem quem enfrenta o descansado time do Corcovado.
Até a paralisação do torneio haviam sido marcados 68 gols; Lila do Alcatrazes marcou 9 gols e tem a artilharia parcial do torneio; Márcia, do Rosa Dourada, da mesma equipe, é a goleira menos vazada, tendo sofrido apenas 1 gol; a jogadora Magá, do Sertão da Quina foi escolhida a Garota Beach Soccer 2005, após dois turnos de votação.
O 1º Torneio Esquina das Modas de Beach Soccer Feminino acontece na Praia do Perequê-Açu e é uma realização da Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba, com o apoio dos Quiosque Recanto do Japa, Quiosque São Lourenço, Image Estética, Drª Daniela Fuchs, Pontual Despachante, Varejão Santa Rita, Peixinho Veículos, Pizzaria Tortilhão, MS Agência de Modelos e O Calçadão. PMU



Jogos Escolares de Ubatuba terão primeiros campeões do vôlei

A quadra do Colégio Taba será palco das finais do torneio de vôlei dos 23º Jogos Escolares nas categorias pré mirim masculino e feminino e mirim feminino. Os jogos começam a ser disputados às 9 horas. No pré mirim masculino e feminino as partidas serão disputadas em melhor de três sets, enquanto o mirim feminino acontecerá um triangular para definição do campeão. O critério de desempate para o mirim feminino será o confronto direto, o segundo critério é o saldo de sets e depois saldo de pontos.
O torneio de vôlei terá ainda no sábado, partidas válidas pelas categorias mirim masculino e infanto juvenil feminino no Ginásio do Taquaral. Os jogos começam às 8h30.

Confira as partidas:

Infanto feminino- Aurelina X Dominique, Belarmino X Tancredo, Deolindo X Esteves;
Mirim masculino – Taba X Belarmino, Esteves X Semiramis, Dionísia X Sueli, Tancredo X Cooperativa.

Basquete

O Ginásio de Esportes Tubão recebe nesta sexta e sábado (4 e 5), as últimas partidas da fase de classificação do torneio de basquete dos 23º Jogos Escolares em Ubatuba. Na sexta, à partir das 15 horas acontecem os jogos do infanto juvenil masculino. No sábado entram em quadra as demais categorias.

Confira os jogos:

Sexta 4/11, à partir das 15h:
Aurelina X Esteves, Dionísia X Cooperativa, Tancredo X Idalina, Objetivo X Áurea e Semiramis X Taba.

Sábado, 5/11 à partir das 8h :
Pré mirim masculino – Objetivo X Dominique, Tancredo X Semiramis;
Pré mirim feminino – Tancredo X Objetivo;
Mirim masculino – Semiramis X Arco Íris, Esteves X Tancredo;
Mirim feminino – Dominique X Esteves, Objetivo X Tancredo;
Infanto juvenil feminino – Deolindo X Tancredo, Dominique X Taba. PMU



Equipe de Cruzeiro é destaque em prova pedestre de Ubatuba

Equipe Papa Léguas leva 9 troféus

A Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba promoveu no último dia 29, a 37ª Prova Pedestre Cidade de Ubatuba. Dividida em dois percursos a prova reuniu atletas de cidades do Litoral Vale do Paraíba e Grande São Paulo. O destaque foi para a equipe Papa Léguas, de Cruzeiro que obteve boa parte dos troféus e medalhas em disputa.A 37ª Prova Pedestre Cidade de Ubatuba contou com o apoio da Secretaria de Turismo.Os três melhores classificados em cada categoria receberam troféus; do quarto ao oitavo lugar foram entregues medalhas.


Confira os campeões da cada categoria:

Prova de 6 Km:
Infantil Masculino - até 15 anos - Éderson Vilela, Papa Léguas Max/Miz-Cruzeiro , 20’32;
Infanto/Juvenil Feminino - até 18 anos - Tamires F. Silva, Papa Léguas Max/Miz-Cruzeiro, 24’07;
Juvenil Masculino - 16 à 18 - Robson K. Silva, Papa Léguas Max/Miz-Cruzeiro, 37’48.
Prova de 12 Km:
Adulto Masculino - 19 à 29 anos - Luciano R. R. Paula,Taubaté, 38’58;
Adulto Feminino - 19 à 29 anos - Lucimeire Barbosa, Papa Léguas Max/Miz-Cruzeiro, 53’23;
Máster I Masculino - 30 à 39 anos - Carlos A. B. Mattos, Papa Léguas Max/Miz-Cruzeiro, 41’17 ;
Máster I Feminino - 30 à 39 anos, Tânia A. Barbosa, São Sebastião, 50’36;
Máster II Masculino - 40 à 49 anos - Domingos L. Oliveira – Paraty, 43’51;
Veterano masculino - + 50 anos - Nelson Domingos, Ubatuba, 48’49. PMU

sexta-feira, novembro 04, 2005

Outra vez

"Por 13 votos a 1, o Conselho de Ética da Câmara aprovou pela segunda vez, e com o mesmo placar, o relatório do deputado Júlio Delgado (PSB-MG) que pede a cassação do mandato do deputado José Dirceu (PT-SP). Assim como ocorreu no último dia 27, na votação anterior, Dirceu contou apenas com o voto a seu favor da deputada Angela Guadagnin (PT-SP). Os partidos da base votaram contra Dirceu. A sessão que aprovou o pedido de cassação, no dia 27, foi anulada pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Eros Grau".
Dirceu está se deliciando com essa história. Ele, mais do que ninguém sabe que não há escapatória. Se não for cassado por seus pares, será banido da vida pública pelo voto, como já vimos acontecer com outros caciques que escorregaram, como o ex-governador de São Paulo Orestes Quércia. Dirceu acabou para a política, mas será um grande sucesso como advogado. Já Angela Guadagnin teve os seus quinze minutos de fama. Vai ficar nisso.


Sidney Borges
Com Agência Estado

Nova etapa na CPI dos Correios

Comentário da cientista política Lucia Hippolito na CBN:
"Pelos pronunciamentos mais recentes do presidente e do relator da CPI dos Correios, está praticamente encerrada a fase espetacular dos depoimentos e acareações, e começam a surgir os primeiros sinais do que vai aparecer nas peças fundamentais de investigação, que são os relatórios.
Vão ser documentos maçudos, de leitura penosa, com exaustiva relação de dados e informações. Não devem ser um best seller. Mas serão indiscutivelmente as peças que vão comandar as decisões daqui em diante.
Pelo que está sendo dito, está definitivamente afastada a história de que isto tudo se resume à existência de um caixa 2 no PT e nos partidos da base aliada, constituído com o objetivo de pagar dívidas de campanha.
Aliás, esta história já tinha começado a ser desmontada, quando se descobriu que, com este dinheiro, pagou-se o escritório do advogado Aristides Junqueira para cuidar da imagem do PT durante as primeiras investigações sobre o assassinato do prefeito Celso Daniel. E isto não tem nada a ver com dívidas de campanha.
Mas agora a CPI dos Correios está avançando mais, mapeando a origem do dinheiro. E começa a chegar a conclusões muito interessantes.
Segundo declarações do presidente e do relator da CPI, empresas públicas e privadas transferiam dinheiro para as empresas de Marcos Valério, através do pagamento por serviços não realizados e faturados em notas frias.
Em entrevista à jornalista Lillian Witte Fibe, no Uolnews, o presidente da CPI dos Correios, senador Delcídio Amaral, afirmou com todas as letras que esta história de caixa 2 para campanhas eleitorais não se sustenta. Segundo o senador, o relatório deve ficar pronto na quinta-feira, 10 de novembro.
Assim, parece diminuir bastante o risco de tudo isto acabar em pizza.
Até porque a batata de muita gente já está assando.”

Curtinha

A coisa começa a sobrar para o lado tucano. Os “companheiros” petistas estão revolvendo o governo FHC em busca de irregularidades. Pelo que se pode ler na mídia, começam a aparecer vestígios de práticas muito semelhantes às do PT. Marcos Valério opera para qualquer governo, seu ofício é o de operador. Traduzindo, arruma recursos ilegais para ações ilegais e faz com que tudo pareça legal. O que o PT precisa entender é que mostrar erros dos tucanos de nada vai adiantar. A população votou em Lula para acabar com a roubalheira. O que o PT fez foi aprimorar e aumentar a roubalheira. Vai colher os frutos em 2006. Coitado do Lula. Ele não sabia de nada.

Sidney Borges

Intervenção

Ontem o assunto preferencial da cidade foi a Santa Casa. A prefeitura num lance ousado chamou para si a responsabilidade de colocar ordem na casa. Bingo. Ponto para Eduardo César. A aprovação foi unânime, a população entendeu que a ação foi oportuna, corajosa e necessária. Do jeito que estava não daria para continuar. É evidente que haverá dificuldades. Reverter o processo vicioso é tarefa para um super-herói. Cuidar da saúde do povo é obrigação do governo. Da saúde, da educação, da malha viária...

Sidney Borges

Charles Medeiros em ação

Responsabilidade Social

Neste último dia 01, o vereador Charles Medeiros protocolou junto a Secretária Municipal da Promoção Social Kátia Regina Gomes Nunes, oficio na qual encaminha cópias de documentos relacionados à implantação de uma Casa de Passagem em Ubatuba, a qual terá responsabilidade em dar continuidade aos trâmites para efetivação da Casa de Passagem para moradores de rua.
Charles Medeiros vem pleiteando desde Março último junto ao executivo estadual a efetivação desta benfeitoria. Recentemente solicitou ao deputado Marcelo que intercedesse junto a Secretaria de Economia e Planejamento a viabilização de R$ 150.000,00 para a obra.
Segundo Jorge da Cruz Oliveira, secretário geral da Comunidade de Serviços Emaús, “trata-se de uma obra fundamental para Ubatuba e para os cidadãos que a utilizarão; sempre sonhei em realizar uma casa de passagem na cidade, mas infelizmente não tive condições, só espero que não desistam desta benfeitoria, será uma das mais belas obras sociais realizadas na municipalidade e se precisar de ajuda estarei a disposição”, reiterou Oliveira.
Para Medeiros, o início da busca por esta melhoria ocorreu em função da pura necessidade em relação à questão abordada, ainda segundo ele, “a responsabilidade social deve falar mais alto entre os homens públicos, pois desta forma torna-se possível buscar soluções para problemas sociais, mesmo que tais objetivos pareçam difíceis e acredito que a implantação da casa de passagem servirá de exemplo de como tratar com maior dignidade os moradores de rua”, comentou Medeiros.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

Prezada Senhora Gramática

Embora superficialmente, nesta cartinha escrevo a respeito do uso da famosa crase, entre nós, mesmo porque a polêmica sobre o assunto está pegando fogo, instalada que está por conta de um projeto que tramita em Brasília e quer abolir seu uso, ou quase.
Cito apenas uma regrinha que há, entre tantas outras que nos atormentam, para dizer do que proponho. Devemos falar, "Vou a ou à terra?". O certo, gramaticalmente, é, "Vou a terra", sem crase, porque a palavra terra, no sentido de terra firme, solo, chão, é o oposto de estar "a bordo", não recebendo artigo definido e, logo, não comporta crase. E mais: "Depois de tantos dias no mar, chegamos à terra procurada". Aí tem crase porque a chegada foi proveniente do mar. O grande Fernando Pessoa disse sabiamente: "minha pátria é minha língua", e eu, um desses falantes precários, mas nem por isso menos crítico, reconheçoe respeito muitíssimo a nossa língua, bem como quaisquer outras. Ela é raízde nossa nacionalidade. Com ela é que construimos as nossas vidas, lutandoa todo instante."Lutar com palavras é a luta mais vã. "Entanto lutamos mal rompe a manhã", escreveu Drummond em poema. A língua é uma das maiores preciosidades humanas e tudo devemos fazer para torná-la ainda mais rica e mais bela. Não vamos abolir a crase, pura e simplesmente.Dogmas à parte, porque dogma é prisão, além de garantia de ignorância, deixemos os radicalismos, sempre românticos, cuidando de nossa língua com todo o amore carinho que ela merece (nós merecemos), dando-lhe a cada dia maior eficiência e elegância. Gramática, muito bem; gramatiquice, para o diabo que a carregue.

Cordialmente

Pedro Paulo Teixeira Pinto

quinta-feira, novembro 03, 2005

Santa Casa


Eduardo César, Marcos da Silveira Franco e Gilson Ferreira da Silva

Prefeitura de Ubatuba intervém na Santa Casa

O hospital, que antes era administrado por uma provedoria passará agora para as mãos da Prefeitura; prazo da intervenção é por até dois anos

A Prefeitura de Ubatuba se tornou, a partir desta quinta-feira, 3 de novembro, a nova administradora da Santa Casa da cidade. A intervenção se deu através de um decreto da administração municipal de estado de calamidade pública na prestação do serviço hospitalar no município com a requisição administrativa dos bens, serviços e servidores da Santa Casa de Misericórdia Nossa Senhora dos Passos de Ubatuba.
Pelo decreto, foi constituída uma comissão multidisciplinar que irá direcionar os trabalhos administrativos da Santa Casa a partir de agora. A comissão é formada inicialmente pelos secretários municipais de Saúde, Marcos da Silveira Franco, de Assuntos Jurídicos, Marcelo Mourão e Fazenda e Planejamento, Gilson Ferreira da Silva. Eles terão o papel de gestores administrativos e financeiros do hospital em substituição à Provedoria. A intervenção terá um prazo de até dois anos para solucionar os graves problemas vividos hoje pela Santa Casa, sendo que após este período, a Prefeitura adotará a medida administrativa mais condizente com os anseios da população.

Paralisação


Em entrevista coletiva à imprensa na própria Santa Casa após uma breve reunião com os voluntários da Provedoria do hospital, o prefeito Eduardo César explicou os motivos da intervenção. “A Santa Casa de Ubatuba está mergulhada em uma profunda crise há muitos anos, com uma dívida enorme, sem crédito com os fornecedores, com equipamentos sucateados e sem condições de atender decentemente a população. Na véspera do feriado de aniversário da cidade fomos surpreendidos por uma paralisação na Santa Casa, com atendimentos apenas dos casos de urgência e emergência. Conseguimos uma parcela extra junto ao Ministério da Saúde de R$ 195 mil com adiantamento imediato pela prefeitura mas mesmo assim, a crise persistiu”, conta o prefeito. “A situação da Santa Casa chegou ao fundo do poço e decidimos então depois de estudos e diálogos com vereadores e setores da comunidade fazer esta intervenção administrativa, como única saída possível. Esperamos contar com o apoio da provedoria que até agora foi a responsável pela administração do hospital, da população, dos funcionários e do corpo clínico, para que possamos, num menor prazo possível, sanear os problemas financeiros, administrativos e de atendimento à população”, reafirmou o prefeito Eduardo César.

Requisição administrativa


O secretário de Assuntos Jurídicos da Prefeitura, Marcelo Mourão explicou, durante a coletiva, que o processo de requisição administrativa adotado pela prefeitura permite que a Santa Casa continue com a característica de entidade filantrópica o que facilita a realização de vários convênios. “De acordo com o nosso decreto, serão apresentados relatórios mensais das contas e do desenvolvimento das atividades realizadas pela equipe gestora”, disse o advogado da prefeitura.
Para o secretário de saúde, Marcos Silveira Franco, a situação vivida pela Santa Casa de Ubatuba é semelhante às dos hospitais filantrópicos do estado de São Paulo e do país. “A administração municipal vem acompanhando a situação do hospital e o que percebemos é uma insuficiência na sua administração. Dos três parceiros que sustentam o hospital, a Prefeitura é a que repassa maior volume de recursos – um total de R$ 272.000,00 de recursos próprios mensalmente, contra R$ 195 mil do governo federal e R$ 12 mil do governo estadual”, explica Dr. Marcos. Ainda segundo ele, esta parece ser a crise mais séria da história dos 150 anos da Santa Casa. “Através do nosso programa de saúde para Ubatuba – com inauguração nos últimos dias de cinco novas unidades de saúde da família, o que permite desafogar a grande demanda da Santa Casa – teremos que rediscutir o papel do nosso hospital. São dificuldades estruturais antigas e o nosso compromisso é o de recuperar as condições da saúde de Ubatuba, construindo uma nova história para este setor”, finalizou o secretário de saúde.

Apoio do Legislativo


Também presentes à coletiva, os vereadores Charles Medeiros e Ricardo Cortes, eleitos na última terça-feira, secretário e presidente da Câmara, manifestaram suas opiniões com relação à intervenção da Prefeitura. “Temos que parabenizar o prefeito pela atitude corajosa de intervir na Santa Casa. Era a única medida possível neste momento”, afirma o vereador Charles Medeiros. “Foi uma atitude correta, efetiva e necessária”, reafirmou Medeiros se colocando à disposição da comunidade para mais esta luta. “A Prefeitura tinha que tomar esta atitude e a Câmara estará apoiando integralmente estas ações”, reforçou o novo presidente da Câmara, o também médico Ricardo Cortes. O presidente do Conselho Municipal de Saúde – Comus, Maurício Moromizato, também se posicionou favorável à intervenção, desde que “tudo seja feito dentro da legalidade e com respeito ao corpo clínico, aos funcionários e à instituição”. Moromizato ressaltou ainda que uma reunião deve acontecer ainda hoje (3/11) com todos os membros do Conselho para uma postura unificada da entidade. PMU

“PRIORIDADE ENGANOSA”

Corsino Aliste Mezquita - Professor*
No discurso de nossos políticos e, freqüentemente, também daqueles que estão envolvidos no processo educacional e se consideram donos da verdade, A EDUCAÇÃO, é apresentada como prioridade. Analisando os resultados colhidos, nas avaliações praticadas com alunos e docentes, tanto de âmbito nacional como internacional, as conclusões indicam ser uma falsa prioridade, os discursos não corresponderem à realidade e, com eles, pretenderem enganar o povo e os próprios educadores.
As causas dessa preocupante situação são várias e se manifestam em todos os ambientes educacionais. Os cidadãos podem observa-las nas escolas de seus filhos. Algumas mais evidentes e que não dá para mascarar podem ser observadas por todos.
Prédios escolares precários. Em âmbito nacional, por volta de 25% ou um quarto, não possuem energia elétrica, água encanada, esgoto, material pedagógico e ambientes externos de recreação e prática de esportes.
Ausência, quase total, de ambientes complementares e necessários para uma educação de qualidade como: Laboratório, Biblioteca, Sala de Informática, de Artes, de Educação Física, Refeitório, Cozinha etc.
Classes superlotadas e com excessivo número de alunos que impedem um trabalho produtivo e esgotam as energias do professor, fazem que a sociedade o responsabilize pelo fracasso e que ele se sinta amargurado.
Remuneração insuficiente para que, dirigentes, professores e funcionários, tenham uma vida digna e disponham de recursos e tempo para investir na própria formação, na preparação das aulas e no crescimento profissional. Decorre, dessa insuficiente remuneração, a falta de professores, já perceptível em quase todos os estados e municípios, principalmente, para as disciplinas de Ensino Médio e Profissional.
Controles disciplinares, de supervisão, avaliação, assistência pedagógica etc, são, praticamente, inexistentes. Não é raro existirem programas e projetos que só ocorrem no papel ou tem realização só de fachada.
A sociedade, por sua vez, não valoriza a educação, não a exige dos poderes constituídos, não fiscaliza a qualidade das escolas de seus filhos. Essa cultura de desinteresse é reforçada pelas dificuldades que os pais tem para se relacionar com as escolas de seus filhos em clima de respeito. Acrescentemos a isso que, o pai que reivindica e denuncia, é ameaçado, perseguido, destratado e caluniado.
Conseqüências, dessa cultura de desinteresse, não cobrança e medo, são os desvios das verbas da educação para atender outros afazeres sociais que, na mentalidade dos governantes, são mais simpáticos à população e propiciam mais votos como: esportes, cultura, assistencialismo, ajuda a entidades e outros processos. Desvios que, mesmo sendo vedados pela Lei 9394/ 96 –Lei de Diretrizes e Bases da Educação-, acontecem e impedem que, as Secretarias Municipais e Estaduais de Educação, honrem seus compromissos fundamentais.
Participando de congressos de educação, simpósios, reuniões da UNDIME (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), pude observar que alguns dirigentes municipais de educação, não possuíam conhecimentos administrativos, pedagógicos, de recursos humanos e não tinham energia de caráter e força política para controlar e aplicar, EM EDUCAÇÃO, os recursos destinados por lei. Os dirigentes que possuíam essa autonomia e tinham essas qualidades faziam verdadeiros milagres.
Outra prova dessa prioridade enganosa é a descontinuidade nos processos educacionais, a cultura novidadeira, os eternos descobridores da roda e iniciadores da história. Nada do que fez uma administração serve para a seguinte, mesmo que sejam leis que fixam processos, etapas e metas para os próximos dez anos, tenham sido elaboradas com a participação de todas as forças cívicas da comunidade e aprovadas por unanimidade pelo Poder Legislativo.
Essa falta de continuidade, não dar seqüência aos processos e etapas a seguir e não visar alcançar as metas anteriormente propostas levam ao atraso, ao descrédito e ao descontrole.
A situação nacional e da maior parte dos municípios é grave e não permite tergiversações e culpar o passado. Ou se toma a educação como prioridade real e absoluta, e não apenas como retórica para continuar enganando, ou a falta de educação continuará causando grandes danos ao nosso desenvolvimento, progresso e qualidade de vida.
Dias passados, o Jornal Nacional da TV Globo, apresentou seis reportagens destacando o progresso de seis países que, até 1970, estavam mais atrasados que o Brasil. Segredo do desenvolvimento: A EDUCAÇÃO. A educação tratada com seriedade, honestidade, investimentos maciços; horário integral para todos os alunos, classes comuns com um máximo de 25 (vinte e cinco) alunos, classes de línguas e laboratórios com um máximo de 15 (quinze) alunos, atendimento qualificado e especializado para alunos com necessidades especiais; professores bem preparados, dignamente remunerados, em regime de dedicação exclusiva, honestos, assíduos, constantemente assistidos e periodicamente avaliados; investimentos em pesquisas educacionais e materiais pedagógicos. Todo esse rol, coroado com pesquisas científicas de ponta, em todos os campos da vida social, legislação clara e estável e processos, etapas e metas continuamente aperfeiçoados, durante os últimos trinta anos, mesmo que tenha existido alternância de partidos políticos, no governo desses países.
A receita é fácil. Só, ter seriedade, honestidade, vontade, visão de futuro e tratar a EDUCAÇÃO como prioridade.

* Ex-secretário da Educação de Ubatuba

De grades a caramujos


Os caramujos estão se infiltrando no seio da família ubatubense. Cautela!

Luiz Moura
Ubatuba traz arraigada em seu bojo a prática da fofoca como se ainda fosse uma pequena cidade.Com o fechamento do Bar São Paulo, a boca maldita de Ubatuba, os pontos proliferaram. O Bar do Batatinha, o Window’s Café, o Bar do Tato, o Bar do Ulisses são alguns dos pontos preferidos pelos "divulgadores de notícias". Sempre dou uma passadinha por estes pontos para "saber das novidades".
A última que escutei, no Window’s Café, foi sobre a dedetização do prédio da Câmara.
- O valor do contrato foi de R$ 52.000,00.
Desconfiado perguntei:

- Foi feita a dedetização?
- Não sei. Parece que no final de semana, mas na segunda-feira não senti cheiro algum. Só vi a plaquinha da firma. - respondeu.
Quando argumentei que o montante era muito alto e que fatalmente apareceria numa prestação de contas, escutei como contra-argumento que tinham quebrado em uma série de parcelas, com vencimentos mensais, para diluir o valor. Falei que nem assim o Tribunal de Contas deixaria passar, pois este expediente é bem conhecido dos que lá trabalham.
- "Os daqui" se acham os bons. Acima de qualquer suspeita. Só não notaram que a cidade inteira está de olho neles. Quando saírem, deixarão os rabos presos e vão se ferrar igual ao Maluf. - profetizou.
Perguntei por nomes, mas nada consegui, a não ser uma saída rápida com a desculpa de que começava a chuviscar e precisava correr, pois estava sem guarda-chuva.
Da mesa ao lado escutei:
- Eu sabia que aí dentro tinha coisa grande! Este pessoal não é santinho não! Quem tá mandando, por enquanto, é aquele cara que veio de...

Em novembro vai ter uma nova eleição e esta mamata vai acabar. Vou propor ao meu vereador que faça uma CPI para apurar todas as falcatruas que eles fizeram.
Enquanto a fofoca corre solta, no terreno (sem edificação) em frente ao Palace Hotel, na rua Coronel Domiciano, pelo que podemos deduzir em razão da foto acima, deve estar infestado de caramujos. Está na hora do pessoal da Prefeitura dar uma passadinha por lá.
São pouquíssimas as áreas sem edificação no centro. A administração Eduardo César poderia, muito bem, desapropriar esta área para, por exemplo, nela ser construída a sede da Câmara Municipal de Ubatuba. A área é grande, de localização privilegiada e tem frente para duas ruas: a Coronel Domiciano e a Jordão Homem da Costa.
Fica aí a sugestão. O orçamento está na Câmara para ser votado. Só falta a previsão. Não continuem, como o petista Jairo dos Santos, descaracterizando um prédio histórico (com a colocação de grades), um dos poucos que ainda restam em Ubatuba. Iniciem prevendo o valor para a desapropriação do imóvel. Garanto que ficará muito mais fácil o início da construção da nova sede.

quarta-feira, novembro 02, 2005

D’après Garcia Marques

O escritor colombiano Gabriel Garcia Marques fez sucesso mundial com o livro “Crônica de uma Morte Anunciada”. O título se aplica aos acontecimentos políticos recentes de Ubatuba, onde a temperatura está esquentando. Em julho procurei a vereadora Luciana Machado (PDT), para saber o porquê dela ter abandonado a mesa diretora da Câmara. Com muita classe e maturidade política e visivelmente magoada, Luciana desconversou. Falou de razões particulares, da necessidade de dar melhor atendimento aos eleitores. Para bom entendedor, poucas palavras bastam, em certos casos nem é preciso palavras, um olhar é suficiente. Naquela tarde tive certeza de que a coligação que elegeu Jairo dos Santos (PT) presidente da casa estava rompida e a reeleição praticamente fora de cogitação. Ontem o pressentimento se confirmou. Os vereadores elegeram por oito votos a dois a nova mesa diretora. Os votos contrários foram de Edílson Félix (PSC) e Jairo dos Santos. A composição da nova mesa ficou assim:

Presidente:
Vereador Ricardo Cortes - PV

Vice-Presidente
Vereador Marcos “Tio Sam” Francisco - PSC

Primeiro Secretário
Vereador Charles Medeiros - PSB

Segundo Secretário
Vereador Romerson “Mico” de Oliveira – PFL

Cabe aos derrotados buscar as razões que os levaram a perder e, quem sabe, tirar lições do fato. De qualquer forma, é fundamental que os poderes constituídos da cidade se entendam, Ubatuba está crescendo e com isso aumentam as necessidades dos serviços básicos de atendimento à população. Também já se pode notar a movimentação em torno da sucessão de Eduardo César. Um novo nome começa a circular com força na cidade, o que vai motivar a atual administração a fazer o melhor. Bom para Ubatuba.

Sidney Borges

Pública & publica

Ronaldo Dias
O dinheiro do PT para as eleições de Lula e, seus anexos, brotou sonante. Jorrou! Sem origem, desabrochou dentro de malas, malotes, caixas, caixotes e, até em cuecas. Muito, mais muiiito dinheiro. Milhões de dólares, pra nenhum doleiro ter fôlego de cacifar em reais as "necessidades" diárias das campanhas. As origens? Bem... vejamos... olhem para lá... Simpatizantes (nacionais e internacionais) funcionários encabidados, prefeituras, contribuições "compulsórias", achaques em empresas, doações, falcatruas, mutretas, superfaturamentos, caixas 2, 3... 4... enfim, pintaram o 7 com caneta mágica. Aquela que escreve, depois, com pouco tempo, desaparece o que se escreveu. O PT high-tec! As origens, todas escusas, com poucos rastros e, sem provas. Supimpa! Ninguém sabe, todos negam. Quase todos participaram, usaram, usufruíram e, os (um pouquinho só) mais espertos, guardaram. Muito. He, he, he. Quem deles se importa com a opinião pública ou, com o que se publica? Com tanto dinheiro fácil em jogo, quem deles que perder o assento?

Turismo: o filão econômico de Ubatuba

Luiz Moura
O turismo é o maior filão econômico em nosso município. A exploração correta desta fonte dará o fôlego que nossa população tanto precisa. Exploração do turismo, não dos turistas. Todos devemos atentar para a diferença.
Uma política consubstanciada em um Plano Diretor de Turismo fará com que possamos, de forma planejada, alcançar patamares de desenvolvimento (quantitativo e qualitativo) até agora impossíveis. Hoje, uma série de eventos são feitos de afogadilho, sem sequer termos um Calendário Anual de Eventos divulgado e cumprido. Falta planejamento, ou melhor, falta tudo. A necessidade da criação de um Conselho Municipal de Turismo se dará a partir da existência de uma política de turismo, sem isso é totalmente dispensável, insipiente e teríamos a impressão de que estão de olho na gestão do Fundo Municipal de Turismo. O que me faz lembrar o ditado: "Farinha pouca, meu pirão primeiro".
A administração municipal precisa fazer a sua parte. Resgatar a auto-estima da população oferecendo educação, saúde e segurança; prover o município da infra-estrutura necessária para o desenvolvimento social (o turístico será conseqüência); investir na cultura caiçara propiciando sua evolução; promover as ações necessárias à captação de investimentos de porte e qualidade; dar incentivos fiscais. Estes são requisitos indispensáveis à transformação de Ubatuba em uma cidade realmente turística.
Sem o paternalismo que norteia as ações do governo que serve única e exclusivamente para a manutenção do estado de coisas a que estamos submetidos, à iniciativa privada caberá fazer a sua parte. Só com governantes capazes, desprovidos de interesses pessoais e sem as mancomunagens políticas perniciosas que regem nosso dia-a-dia poderemos, finalmente, almejar o lugar que nos é de direito.
Enquanto isto não acontece, vemos a situação de desmazelo em que se encontra o município e, temo o destino que nos é reservado pela falta de iniciativas. Isto me faz acreditar que foi ironia do vereador Charles Medeiros afirmar, na 27ª Sessão Ordinária da Câmara Municipal, que Hans Staden foi o primeiro turista de Ubatuba.
Será nosso destino "capturar turistas", trazê-los e mantê-los contra a vontade, como foi feito com Hans Staden?
Renato Nunes se equivocou, a maldição que pesa sobre Ubatuba foi colocada por Hans Staden e não por Cunhambebe. Sabendo disto e para tentar nos redimir, Charles Medeiros, propôs a instituição da Semana Hans Staden em homenagem ao prisioneiro dos Tupinambá. Haja purgação!

Notícias da Prefeitura


"O evento está ganhando notoriedade no cenário artístico do estado"

III Salão de Belas Artes prossegue até dia 15

Mais de 200 obras de arte estão expostas no salão da Igreja São Francisco de Assis

A Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) promove até o dia 15 de novembro o III Salão de Belas Artes de Ubatuba, que teve início no dia do aniversário da cidade, 28 de outubro. Essa exposição de artes plásticas reúne em um único espaço, 245 obras de 116 artistas, oriundos de 13 cidades do Estado de São Paulo. Pinturas acadêmicas, contemporâneas, desenhos e esculturas poderão ser apreciados no III Salão que acontece no Salão da Igreja São Francisco de Assis. Participam da exposição artistas de Caraguatatuba, São Sebastião, São Paulo, Jandira, Barueri, Taubaté, Campinas, Guarulhos, Pirassununga, Caçapava, Bertioga, Lorena e Ubatuba.
O Salão de Belas Artes foi criado com o objetivo de oferecer à população da cidade, bem como aos visitantes, um maior contato com os valores locais e o conhecimento de artistas de outras cidades que comparecem mostrando sua arte nas mais variadas formas de expressão. O coordenador do grupo setorial de artes plásticas da Fundart, Paulo Alves, afirma que o evento está ganhando notoriedade no cenário artístico do estado e promovendo um intercâmbio saudável entre os artistas. “Criamos com o evento, um espaço propício, não só para o desenvolvimento de nossos conhecimentos no campo das belas artes, mas também, um momento de bem-estar e entretenimento”, afirma Paulo.
O Salão da Igreja São Francisco de Assis está localizado na avenida Professor Thomaz Galhardo s/nº, no centro. A visitação pode ser feita das 14 às 22 horas. Mais informações podem ser obtidas na Fundart pelos telefones (12) 3833-7000/7001. PMU

Cláudia Maria Moretzsohn, professora Soares, Vanja Orico e Cristiane Gil.

Alunos de Educação de Jovens e Adultos em Ubatuba terão cartilha especial

A Secretaria de Educação promove nesta quinta-feira, 3, a cerimônia de entrega dos livros para “Educação de Jovens e Adultos – EJA”, do programa Ler e Descobrir. O evento será realizado no Auditório da Escola Anchieta, à partir das 19h30, e os alunos do EJA das escolas Maria da Cruz Oliveira e Mário Covas Júnior farão uma apresentação na abertura. Em seguida acontece a palestra “Projeto Ler e Descobrir - Educação para Jovens e Adultos”, ministrada pela historiadora e presidente do Instituto Técnico para a Educação e a Cultura Vanja Orico, Cláudia Maria Moretzsohn, que falará sobre o projeto, que é uma parceria com o programa Brasil Alfabetizado, do Ministério da Educação.
Alguns alunos, representando os 444 alunos de EJA, receberão a cartilha ‘Ler e Descobrir - A Alfabetização’, que tem ilustrações de Ziraldo. As demais cartilhas serão entregues posteriormente, em sala de aula. O encerramento terá uma apresentação musical por conta dos alunos de EJA da escola Olga Gil.

Primeiro contato

A coordenadora do ensino fundamental da Secretaria de Educação, Cristiane Gil e a professora Soares estiveram em Belo Horizonte, no mês de agosto, onde participaram de conferências e painéis educativos sobre EJA, pedagogia da esperança, enlace da música com alfabetização, sistema de avaliação e fontes de financiamento de EJA.
O programa Ler e Descobrir chamou atenção da educadora, que viu em Ubatuba uma cidade onde a idéia tem tudo para dar certo. “O Programa Ler e Descobrir teve início em canteiros de obras, durante a realização de campanhas de prevenção de acidentes de trabalho. Em Ubatuba poderemos implantar esse projeto em hotéis, restaurantes e outros locais onde haja uma concentração de jovens e adultos interessados em se alfabetizar”, disse a coordenadora.
Uma das palestras que mais chamou a atenção de Cristiane foi sobre o Enlace da Música com a Alfabetização. “O método vincula músicas que o aluno conhece ao aprendizado. Tem música popular, caipira, samba e músicas antigas. Cada lição traz uma música e o aluno desenvolve diversas atividades sobre o tema”, disse. PMU

A banana foi o tema predominante do desfile das escolas da Estufa

Bairro Estufa promove Festa da Banana

Evento promovido pela escola Maria Josefina Giglio Silva conta um pouco da história do bairro, além de mostrar também o total aproveitamento da fruta

A Escola Municipal Profª Maria Josefina Giglio Silva promove no próximo dia 12, a “1ª Festa da Banana”. A diretora da escola, Flavia Cômitte do Nascimento lembra que a banana faz parte da história do bairro. “A realização desta festa é um resgate da história do bairro. Antigamente existia uma grande plantação de bananas no loteamento chamado Gurilândia Caiçara. Nesse bairro havia também uma estufa para secagem de café, daí o atual nome”, conta a diretora. A história do bairro foi contada pela escola no desfile de aniversário da cidade, no último dia 28. “No desfile ainda lembramos que a estufa foi dividida após a chegada da BR-101, nos anos 70, gerando a Estufa I e Estufa II”.
Durante a “1ª Festa da Banana” serão servidos pratos como tortas, pizzas, bolos e outros pratos tendo a banana como ingrediente principal. O tradicional Azul Marinho (peixe com banana verde) também é presença garantida. Haverá ainda um estande com peças de artesanato feito com fibras de banana, apresentação do grupo de dança da escola, brincadeiras (pesque a banana, acerte a boca do macaco, etc) e um show ao vivo.
A comunidade do Parque Paris, que fica na Estufa II, será parceira em um festival de prêmios, cujos recursos arrecadados serão destinados à construção de uma área de lazer.
A “1ª Festa da Banana”, acontece no dia 12 a partir das 18 horas, na escola, que fica na Av. Vasco da Gama, 430, Estufa I. Informações podem ser obtidas através do telefone 3832-6261. PMU
Santa Casa participa da Feira das Nações e agradece à comunidade

A Santa Casa de Ubatuba está participando da Feira das Nações 2005, trazendo para Ubatuba um pouco das delícias árabes. Kibe cru, kibe frito, esfihas, homus, pão sírio, abobrinha recheada e muito mais. Essa realização só é possível graças ao apoio da comunidade ubatubense. Por essa razão, A Santa Casa agradece aos seguintes colaboradores: Sérgio Caribé, Unimed, Litoral Saúde, Sames, World Center, Arabí (Vera Abreu), Associação dos Engenheiros, Açougue Guaicurus, Casa Nova, Comerciantes da Capitão Felipe, Funcionários do Banco do Brasil, Funcionários da Nossa Caixa, Nosso Banco, Madereiro, Marconi, Origuela, Pacu Madeiras, Pau Brasil, Pecado da Gula, Padaria Rei das Baguetes, Imobiliária Linorte, Restaurante Come-se Bem, SP Comercial Ubatuba, Tadioto, Quiosque Cantão, Auto Posto Utiyama, Di Mônaco, Foto Kikuti, Hipermercado da Carne, Rei do Camarão, S.O.S Farma, Sol Arte Artesanato, Sucolândia, Timoneiro, Ubatuba Palace, Pão Quente (Sônia) e Papelaria Marques (Percy Coelho).
A Santa Casa agradece também aos que fizeram doações para a cozinha e demais setores do hospital entre os meses de setembro e outubro. São eles: Seller Magazine (Sr. Luis Augusto dos Santos), Colégio Taba (direção, administração, pais de alunos e alunos), Colégio Dominique (direção, administração, pais de alunos e alunos), Escola Criarte (direção, administração, pais de alunos e alunos), Sra. Zelma T Landi e Grupo de Senhoras, Lar Vicentino, Sra. Maria José Lopes.
Agradecimentos especiais também ao grupo de voluntários: Valda, Ligia, Neide, Fátima, Ana Paula, Janaina, Werlon, Irma, Clarisse, Maria Lucia, Oswaldo Espada, Lucy, José, Maria Conceição, Cida e às voluntárias: Lú, Ierta, Dilma, Celina, Zélia, Ana Paula, Marly, Maria Lúcia, Débora e Lucelena, que estão colaborando na confecção de todos os pratos e no trabalho durante a festa na barraca Árabe da Feira das Nações. A Santa Casa esclarece que toda a arrecadação será revertida para ajuda na reposição de materiais, medicamentos e equipamentos para nosso hospital. PMU



Ubatuba realiza Fórum sobre Saúde Bucal e atuação do PSF

A Secretaria Municipal de Ubatuba de Ubatuba realizou, durante os dias 27 e 28 de outubro, dois eventos relacionados ao Programa de Saúde da Família (PSF). O primeiro, do dia 27 foi um Fórum de discussão sobre saúde bucal na estratégia saúde da família. No dia seguinte, foi realizada a I Mostra Ubatubense de Saúde da Família. Os dois eventos, que aconteceram no Tamoios Iate Clube, reuniram cerca de 200 pessoas e contaram com a participação de representantes do Ministério da Saúde, Secretaria Estadual de Saúde e dos Municípios do Vale do Paraíba e Litoral Norte de São Paulo, além dos profissionais de saúde Ubatuba.
O Fórum teve como objetivos principais, falar sobre o momento atual em que a saúde bucal está passando em nível nacional, por meio da política recentemente implantada, através do projeto Brasil Sorridente e sensibilizar os profissionais em relação à importância e às potencialidades das ações em relação à saúde bucal. Diversos assuntos de grande relevância para os municípios foram discutidos nesse evento.
O diretor do Departamento de Regulação, Controle e Avaliação do Ministério da Saúde, Dr. José Carlos de Morais, explicou um pouco da dinâmica do departamento, como funcionam os fluxos de encaminhamento de pacientes e como a saúde bucal está sendo organizada nesse contexto. Já o representante da Secretaria Estadual de Saúde, Dr. Augusto Celso Brandão explicou um pouco sobre o funcionamento do PSF na região, relatando os avanços e dificuldades enfrentadas pelos municípios. Segundo Dr. Brandão, o grande avanço é o próprio trabalho da saúde. “Nós estamos saindo das medidas curativas para atuar mais na prevenção e na promoção da saúde. Isso é algo que ainda está sendo construído, porque os profissionais não são formados por essa ótica. Por essa razão, a maior dificuldade dos profissionais de saúde da família, hoje, é entender as ações de saúde como partes de um sistema, que supostamente, deveriam estar melhor articuladas, ou seja, atreladas umas às outras”.

O PSF e sua atuação na Saúde Bucal

O Fórum e a Mostra serviram também para definir e deixar clara a função do Programa de Saúde da Família e como a Saúde Bucal se insere nesse contexto, bem como o que é a Política Nacional de Saúde Bucal e o que se espera dos profissionais atuando nessa perspectiva.
O Programa de Saúde da Família, mais conhecido como PSF, é uma estratégia do Ministério da Saúde para inverter a lógica da atenção voltada para as ações curativas e resolução de problemas. Segundo o Dr Érico Vasconcelos, coordenador do PSF em Ubatuba, “a atuação desse programa privilegia a atenção básica e as ações voltadas para prevenção e promoção da saúde”. Ele conta ainda que a Saúde bucal está inserida no PSF desde 2000, com a mesma intenção. “Nosso objetivo é proporcionar o atendimento odontológico à demanda reprimida e acumulada das comunidades, além de estimular os cuidados com a saúde bucal facilitar, relacionado o conhecimento técnico ao saber popular”. PMU



Ubatuba promove a Semana Municipal do Diabetes

Palestras, oficinas, exposições e até concurso diet acontecerão durante a Semana

A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Ubatuba realiza de 16 a 18 de novembro a “Semana Municipal do Diabetes”. Estão programadas palestras, oficinas, exposições e atividades físicas. Todas as ações da semana estarão concentradas no Shopping Santa Fé, no centro da cidade. A coordenação da Semana é do PSF (Programa Saúde da Família) e contará também com a participação de profissionais das secretarias municipais de Esporte e Lazer e Agricultura, Pesca e Abastecimento.
No dia 14 de novembro comemora-se do Dia Mundial do Diabético e por isso o Ministério da Saúde sugere que cada município realize eventos voltados para as pessoas que apresentem essa doença. Segundo a nutricionista Claúdia Raffaelli, da secretaria de Saúde, hoje o município tem cadastrado 1.652 diabéticos. “A diabetes é uma doença que vem crescendo no mundo. Estima-se que 7% da população mundial seja diabética. Além de realizarmos essa semana voltada para o diabético procuraremos também despertar a prevenção em outras pessoas”, explicou a nutricionista.

Concurso Diet

A Semana do Diabetes ainda estará promovendo o concurso “Sobremesas Dietéticas com Sabor Regional”. Os interessados deverão efetuar suas inscrições até o dia 10 de novembro nos postos de saúde do bairros ou na Secretaria de Saúde, diretamente com Cláudia Raffaelli. As preparações deverão preferencialmente conter pelo menos um dos seguintes ingredientes regionais: banana, gengibre, mandioca, berinjela. As sobremesas deverão ser ricas em fibras (cascas, folhas, talos, ramas) e pobres em gorduras saturadas (manteiga, creme de leite, frituras). O participante deverá levar a sobremesa ao local do evento para ser degustada, no dia 17 de novembro, às 10 horas.
Para a premiação serão selecionadas 3 sobremesas, sendo 1º, 2º e 3º colocados contemplados com os prêmios doados pelas empresas parceiras, como produtos dietéticos e kits “Cuidando dos Pés” – Homeomag Laboratórios. Os jurados serão chefes de cozinha, culinaristas, diabéticos e nutricionistas. PMU

Confira a programação da Semana Municipal do Diabetes:

16/11 – Quarta-feira
8 horas - Palestra “CUIDANDO DOS PÉS DO DIABÉTICO” - Podóloga Sílvia Ruschel
10 horas - Oficina “AVALIAÇÃO DOS PÉS DO DIABÉTICO” - SMS

17/11 – Quinta-feira
8 horas - Palestra “A IMPORTÂNCIA DA ALIMENTAÇÃO BALANCEADA NO TRATAMENTO E PREVENÇÃO DO DIABETES” - Nutricionistas Cláudia Raffaelli Nascimento/SMS e Mirna Zucheratto/SMAPA.
10 horas - Concurso 10:00 hs “SOBREMESAS DIETÉTICAS COM SABOR REGIONAL”.

18/11 – Sexta-feira
8 horas - Caminhada - Projeto Atividade Física da Secretaria Municipal de Esportes.
10 horas - Palestra “A IMPORTÂNCIA DA ATIVIDADE FÍSICA NO CONTROLE DO DIABETES” - Dr. Franz Homero Burini/Especialista em Medicina Esportiva e Pós Graduando em Síndrome Plurimetabólica USP.

O Shopping Santa Fé está localizado na rua Conceição, 180, no centro, próximo a Santa Casa. PMU




Prefeitura de Ubatuba sorteia novas licenças neste mês

Critério para definição de vagas agora será por sorteio; anteriormente as vagas para licenças eram estabelecidas por ordem de chegada

A Secretaria de Fazenda e Planejamento da Prefeitura de Ubatuba realizará no próximo dia 18 de novembro, às 9 horas, no Tubão, o sorteio para a expedição de cerca de 120 novas licenças para o comércio ambulante na cidade. Até o dia 4 de novembro a Seção de Tributos Mobiliários afixará na própria seção, a lista dos participantes do sorteio e das vagas existentes. Somente terá direito de participar do sorteio o interessado que protocolou o seu pedido dentro do prazo de inscrição.
O sorteio será realizado por meio de cédulas nominais e deverá ser acompanhado por dois representantes da Associação dos Ambulantes Autônomos de Ubatuba, um representante da Secretaria de Assuntos Jurídicos e por duas pessoas que serão escolhidas dentre os presentes. O sorteado terá preferência na escolha do local indicado na inscrição, caso haja vaga. Caso não haja vaga no local indicado o sorteado poderá fazer opção por outro local disponível.
O sorteado que não estiver presente no ato do sorteio perderá o direito de escolha do local, sendo ao final lhe atribuída a vaga remanescente. Esgotadas as vagas existentes haverá um segundo sorteio de 30 dos regularmente inscritos para uma lista de espera por ordem de sorteio, para o preenchimento de eventuais vagas remanescentes.
Este será o primeiro ano em que as novas vagas serão definidas por meio de um sorteio regulamentado por Decreto. “Antes as novas vagas eram estabelecidas por ordem cronológica de chegada. A partir deste ano tudo será definido por sorteio”, explicou Lucilene Maria Pereira Tavares, chefe da Seção de Tributos Mobiliários da Prefeitura. PMU




Secretário de Esporte acompanha evento que será disputado em Ubatuba

Competição realizada em Florianópolis passará a ser disputada em Itamambuca a partir do próximo ano

O Secretário de Esporte e Lazer de Ubatuba, Bittencourt Jr. esteve na Praia Mole, em Florianópolis (SC), a convite da organização do Onbongo Pró Surfing, acompanhando a competição, que reuniu entre 24 e 30 de outubro, atletas que disputam o mundial de surf versão WQS (divisão de acesso). O objetivo da viagem foi observar de perto todos os detalhes que envolvem o evento já que a partir de 2006 será realizado em Ubatuba, na praia de Itamambuca. “É uma grande estrutura em torno do evento, mas senti que Ubatuba pode oferecer muito mais”, comentou o secretário.
“Itamambuca é capaz de suportar o evento. É claro que temos um ano para resolver problemas como transporte e estacionamento para o público, mas vamos nos reunir com os setores responsáveis para cuidar de todos os detalhes”, ressaltou Bittencourt. Com relação à infra-estrutura o secretário citou o caso dos sanitários e da segurança. “Este ano para o Supersurf tinhamos 10 sanitários químicos em Itamambuca, alem de vários homens da Guarda Municipal e da Polícia Militar. Em Florianópolis haviam apenas quatro banheiros à disposição do público e três policiais cuidando da segurança”.
O Onbongo é a única etapa seis estrelas da América do Sul; distribui 125 mil dólares e 2.500 pontos no ranking.

Ubatuba com chances

O atleta de Ubatuba, Odirley Coutinho, disputou a etapa e terminou na 17ª posição. Com o resultado, Odirley passa a ocupar a 28ª colocação no ranking da ASP (Associação de Surfistas Profissionais) e tem grandes chances de ficar entre os Top 16 que terão acesso ao WCT (Divisão Principal) em 2006. O calendário do WQS 2005 prevê ainda duas etapas (Op Pro e o O'Neill World Cup, ambas no Havaí) onde Odirley pode obter os pontos necessários para figurar na elite do surf mundial no próximo ano. PMU

terça-feira, novembro 01, 2005

Tiro no pé

Falta equilíbrio entre preservação e desenvolvimento. A notícia da opção do governo pelas usinas termoelétricas é alarmante. Elas causam terríveis danos ao meio-ambiente. Preservamos de um lado e destruímos do outro. Com a quase proibição da construção de hidrelétricas, fruto de uma legislação ambientalista xiita, vamos queimar petróleo e lançar poluentes na atmosfera. Falta equilíbrio, sobra ignorância.

Sidney Borges

Interesse público

ONG CIDADE & CIDADÃO
DEFESA DE DIREITOS E PARTICIPAÇÃO POPULAR
CNPJ Nº 05.877.554/0001-95

Diante da necessidade de fazer o contraponto no debate entre dominados e dominadores, oprimidos e opressores para que a relação de forças e para que os interesses das comunidades, dos turistas que nos visitam, do comerciante, dos trabalhadores e do meio ambiente, sejam fundamentalmente discutidos e encaminhados em pé de igualdade e justiça. Convidamos a todos os ubatubenses a participar da reunião de criação do núcleo da ONG Cidade & Cidadão em Ubatuba.
Local: Colônia do Sindicato dos Metalúrgicos da CUT.
Rua Félix Guizard, 474 Perequê Açu – Ubatuba.
Data: 04/11/05 – Sexta Feira.
Horário: 19:00 horas.


Enviado por Gerson Florindo

Notícias do Legislativo

Comunicado à População:

Cancelada a reunião do dia 4 de novembro, com geólogo do DNPM- Departamento Nacional de Produção Mineral- e mineradores artesanais de Ubatuba.O geólogo Enzo Luís Nico Júnior enviou ofício, nesta segunda-feira, dia 31 de outubro, ao presidente da Câmara Municipal, Jairo dos Santos, PT, informando que, “por motivo de força maior inadiável”, não poderá comparecer ao encontro com os mineradores artesanais e a população da cidade, marcado para a próxima sexta-feira, dia 4 de novembro. Ele e Jairo dos Santos lamentam o imprevisto e esperam poder remarcar para breve uma nova data para a reunião.


A sociedade Amigos do Núcleo Botafogo já tem novos representantes

Com 182 votos das 188 pessoas da comunidade que compareceram para votar, foi eleita, neste sábado, 29 de outubro, a nova diretoria da SANBO – Sociedade Amigos do Núcleo Botafogo, na Estufa Um. Foram quatro votos contrários e dois brancos. Além da colaboração dos moradores, o novo presidente do Núcleo, Jerri Eduardo Morais, recebeu apoio do presidente da Câmara Municipal, Jairo dos Santos, PT, do vereador Edílson Félix, PSC, e dos assessores parlamentares Fabián Alberto Perez e Ezequias Bento da Silva. Jerri Eduardo agradece a presença do secretário de Assuntos Comunitários, Claudiney Salgado, e de Maria Esmeralda Paiva dos Santos, presidente da SABE - Estufa Dois.


AGENDEM ESTA IDÉIA.

A AGENDA 21 Litoral Norte está muito próxima de tornar-se referência para o Brasil. Acabamos de realizar um Concurso em toda a rede escolar dos quatro Municípios, com o tema: “O QUE É AGENDA 21”, movimentando cerca de 45.000 estudantes.
Somos um grupo que acredita e trabalha para fazer da indiferença a diferença.
A mídia também faz a diferença. Junte-se a nós, prestigie o nosso evento.

NOTA: cadastrem seu veículo e equipe através dos emails
celiak9@uol.com.br e joyce.vilela@gmail.com para que possamos emitir os crachás.

Saudações ambientalistas


Grupo de comunicação e Mobilização Agenda 21

FONTE: ASCOM

Notícias da Prefeitura


A população acompanhou escolas que usaram de muita criatividade

Desfile cívico de aniversário de Ubatuba emociona público

O desfile cívico pelos 368 anos de emancipação politico-administrativa de Ubatuba foi marcado pela descontração e alegria dos participantes. A abertura oficial aconteceu pontualmente às 8 horas, com a Lira Padre Anchieta executando os hinos do Brasil e de Ubatuba, enquanto eram hasteadas as bandeiras. Em seguida a 3ª Cia da Polícia Militar, acompanhada de sua Banda, realizou a cerimônia de incorporação da bandeira em frente ao palanque das autoridades solicitando autorização do prefeito para dar início ao desfile.
Além do prefeito de Caraguatatuba, José Pereira de Aguilar, do vice-prefeito de Ilhabela, Antônio Carlos Simões, várias outras autoridades civis e militares prestigiaram o desfile.
Nas três horas seguintes, a população acompanhou sessenta e oito escolas e entidades que usaram de muita criatividade para falar sobre temas como natureza, nutrição e paz, além de mostrar conquistas esportivas e culturais para a cidade.
Outros belos momentos foram o retorno da FAMIPA (Fanfarra Mirim Padre Anchieta); a apresentação das escolas do bairro da Estufa (Maria Josefina e Dinorah) que contaram a história do bairro; os esportistas da “Melhor Idade” e a Banda do 6º Batalhão de Infantaria Leve do Exército, que com 36 componentes desfilou e depois se posicionou ao lado do palanque para executar a trilha sonora do desfile.
O encerramento ficou por conta dos moto-clubes que, com suas máquinas possantes, arrancaram aplausos do público que lotou as arquibancadas e calçadas da Av Iperoig.
A comitiva de Cavaleiros “Os Doidos” chegou atrasada, mas mesmo assim fez questão de homenagear Ubatuba, desfilando para as arquibancadas já quase vazias. Edison Soler, coordenador de eventos da Secretaria de Educação, reponsável pelo desfile, já tem planos para 2006. “Vamos colocar mais música no desfile, convidando bandas e fanfarras para desfilar intercaladas com as escolas e entidades”, afirmou.
O público elogiou a organização do desfile, citando como ponto alto, a colocação das arquibancadas, a pontualidade e a distribuição de água (vinte mil copos). No palanque, acompanhando atentamente tudo que se passava na avenida, uma veterana pediu para dar um depoimento. Era Dona Ophélia de Oliveira Lopes, de 82 anos, que emocionada afirmou que em toda sua vida, nunca tinha assistido um desfile tão bonito. PMU

O prefeito Eduardo César lembrou os tempos de atleta quase olímpico

Quadra de Street Ball é oficialmente inaugurada

A quadra de Street Ball da praça Trópico de Capricórnio foi inaugurada oficialmente na tarde da última sexta-feira, 28. Um bom público acompanhou a inauguração, que contou com a animação da academia Biodance, que apresentou várias coreografias. O prefeito Eduardo César fez questão de efetuar alguns arremessos antes de dar o lance inicial de uma partida da Copa TV Iperoig de Basquete de Rua. Apesar de converter apenas uma das cinco tentativas, o prefeito se mostrou animado durante a inauguração. “Este é mais um espaço que a população recebe para praticar esportes. Outros bairros como o Sumidouro e a Ressaca estarão recebendo áreas esportivas em breve. Garantir lazer aos moradores de Ubatuba tem sido uma de nossas prioridades”, disse o prefeito.
Após as solenidades a bola subiu para a Copa TV Iperoig de Basquete de Rua. Na categoria mirim masculino os campeões foram Robson, Fernando e Daniel, da equipe Tio Sam; a equipe 100 Miséria (Henrique, Cauã e Raoni) foi a vencedora da categoria infanto masculino; a cetegoria livre masculino foi vencida pela equipe Picanha Na Tábua (Renato, Willian e Athalo); a equipe Tachão (Aline, Luana e Tainá) foi a vencedora do feminino. PMU

Apesar da chuva que caía, uma multidão se dirigiu até a Avenida

Art Popular anima festa de aniversário de Ubatuba

A noite de aniversário de Ubatuba foi comemorada com muita música. Apesar da chuva que caía, uma multidão se dirigiu até a Avenida Iperoig para acompanhar os shows em comemoração aos 368 anos da cidade. Por volta das 21horas o grupo de dança Swing do Axé começou a aquecer o público com coreografias animadas. Depois foi a vez do reggae da Banda D´Jhaga animar as mais de quinze mil pessoas que estavam na Iperoig. A chuva apertou, mas o público não arredava pé, aguardando a prinicipal atração da noite, o grupo Art Popular.
Após uma bela queima de fogos os músicos do Art Popular subiram ao palco e empolgaram a galera até a uma da manhã, com sucessos como Sem Abuso, Agamamou, Bom-bocado e Pimpolho. O secretário de Turismo, Luiz Felipe Azevedo, ficou satisfeito com o evento. “Ubatuba teve uma festa de aniversário maravilhosa. Sobrou animação nos eventos comemorativos, e este show do Art Popular foi a chave de ouro. Todos puderam se divertir a vontade e não foram registrados tumultos nem ocorrências graves. Ubatuba viveu uma grande festa”, disse o secretário. PMU
Prefeitura entra com recurso para desembargar obra no Rio Grande

A Prefeitura de Ubatuba entrou na última quinta-feira, 27, com um recurso administrativo junto a Polícia Ambiental pedindo o desembargo da obra de desassoreamento do Rio Grande, no centro de Ubatuba. Segundo o secretário de Assuntos Jurídicos da Prefeitura, Marcelo Mourão, além do imediato desembargo, o recurso pede ainda a restituição dos equipamentos apreendidos por ocasião do embargo no último dia 7, o cancelamento da multa e também a desconstituição do auto de infração. “Estamos provando neste recurso que temos todas as licenças necessárias para a realização da obra, de todos os órgãos, como o DAEE, DAIA, DPRN, Cetesb, Ibama, além da Secretaria Estadual do Meio Ambiente”, lembrou. Ainda de acordo com o secretário, o que aconteceu na época foi apenas uma falha administrativa, já que o funcionário que iria executar a desobstrução de algumas rochas não estava de posse da documentação. “Aguardamos para breve a solução deste problema, mas caso seja necessário tomaremos medidas judiciais para promover o desembargo”, afirmou Mourão. PMU



Retratação à Paróquia Exaltação à Santa Cruz

A Comissão Organizadora do III Salão de Belas Artes de Ubatuba vem por meio desta retratar-se publicamente pela falha cometida no Cerimonial de Premiação acontecido no ultimo dia 28 de Outubro às 20h no Salão de Eventos da Igreja São Francisco, onde por falha da Comissão Organizadora, o representante da Paróquia Exaltação a Santa Cruz não foi chamado para compor a mesa das autoridades.
Pedimos ao Diácono Isaias Amorim, representante desta Paróquia no evento acima citado, e ao Frei Aldo Pietrobom, Pároco desta Comunidade, as nossas mais sinceras desculpas pela falha cometida. Aproveitamos para agradecer todo o apoio recebido desta Paróquia e esperamos poder contar sempre com esta parceria cultural. Certos de podermos contar com vossa compreensão, novamente nos desculpamos.

Atenciosamente

Paulo Alves
Presidente da Comissão Organizadora do III Salão de Belas Artes de Ubatuba PMU



Coleta de Lixo

Prefeitura informa novos horários no centro e em alguns bairros

A partir desta terça, 1º de novembro, a coleta de lixo no centro da cidade e em alguns bairros será feita em novos horários. A coleta que antes era feita pela manhã com um repasse no final da tarde, será feita a partir de agora, no início da noite, com um repasse pela manhã. A mudança dos horários é para que a cidade amanheça limpa. Os novos horários irão vigorar até meados de dezembro. Com o início da temporada de verão, a partir da segunda metade de dezembro, a coleta passará a ser feita diariamente e em vários horários. Confira abaixo os novos horários das coletas em vários bairros da cidade. Os bairros não citados permanecem com os dias e horários antigos.

Silop, Sumaré, Perequê-Açu bairro, Pé da Serra, Figueira, Horto, Cachoeira dos Macacos - segunda, quarta e sexta – à partir das 14h30

Morro das Moças, Emaús, Vale do Sol, Ipiranguinha – segunda, quarta e sexta, à partir das 18 horas
Perequê-Açu Praia – segunda, quarta e sexta – à partir das 18h30


Mato Dentro, Taquaral, Sumidouro, Usina Velha, Praia Grande bairro, Tenório e Praia Vermelha – terça, quinta e sábado – à partir das 14h30

Parque dos Ministérios – terça, quinta e sábado, à partir das 17 horas

Pedreira e Ressaca – terça, quinta e sábado, à partir das 18 horas

Praia Grande containers – terça, quinta e sábado – à partir das 18h30

DIARIAMENTE:

Centro - lado direito da Thomaz Galhardo sentido aeroporto à partir das 17 horas
Centro do lado esquerdo da Thomaz Galhardo sentido Perequê a partir das 19 horas PMU

segunda-feira, outubro 31, 2005

À Fundart

Compareço neste simpático e competente “Ubatuba Víbora” do meu amigo Sidney Borges, para mais uma cartinha, desta vez para cumprimentar a Fundart pelo Festival da Cultura Popular – Caiçarada, realizado entre 12 e 16 deste mês.
Embora ausente de Ubatuba nas referidas datas, sei de seu conteúdo e importância a partir de conversas passadas com o Sidney Martins, seu idealizador, ao qual cumprimento aqui com grande prazer e incentivo. Vai lá, Ney!
Sei o quanto é difícil materializar um evento devidamente preparado aqui pelas nossas bandas. Além de recursos, falta o principal: mentalidade profissional, tão necessária!
Não estou aqui minimizando o que foi feito do “Caiçarada”. O mérito foi assegurado mas conheço bem os cacoetes desta nossa querida “terrinha”, o que impõe limitações a qualquer realizador de eventos que tais. É uma coisa de Ibatiba: não é deste ou daquele.
A cultura popular sempre é muito importante divulgar e acima de tudo vivê-la. Aí estão nossas raízes, o começo, nossa essência, sendo bom que se diga que apesar de todos os nossos colonizadores, desde 1500 até hoje, nossa identidade, embora grandemente machucada, viceja, levantando a bandeira de nossa personalidade, muitas vezes ainda tímida. Senão, já estaríamos escrevendo (?) Kaiçarada, com K.
Fico por aqui com meu abraço aos criadores e executores do evento.

Pedro Paulo Teixeira Pinto

Política é coisa séria

É sabido que toda escolha implica em renúncia. O homem que elege uma mulher para amar automaticamente renuncia às outras, pelo menos em tese. Os detentores de mandatos eletivos não devem optar por agremiações esportivas ou religiosas. Ainda que tenham preferências. Todos têm, é inevitável. Devem guardar os segredos para os íntimos, se expressarem seus sentimentos devem estar preparados para a inevitável rejeição que virá. Ação e reação. Uma história de matreirice política aconteceu em Minas Gerais quando José Maria Alckmin, ministro da Fazenda de Juscelino Kubitschek, recebeu a visita do bispo de Belo Horizonte no leito de morte. Perto do último suspiro foi instado a repetir as palavras do religioso:
- Dou glória a Deus nas alturas e renego o diabo dos infernos.
Os presentes puderam ouvir a voz fraca, quase imperceptível:
- Dou glória a Deus nas alturas...
O bispo esperou um pouco e pediu:
- Repita comigo meu filho. A frase inteira. Dou glória a Deus nas alturas e renego o diabo dos infernos.
Num esforçado sussurro Alckmin obedeceu:
- Glória a Deus nas alturas...
Acostumado a ser obedecido, o bispo se fez presente:
- Meu filho repita a frase inteira, senão não há efeito.
O velho homem público retirou forças do fundo da alma para proferir sua última frase:
- Melhor não mexer com quem está quieto.

Sidney Borges

A cultura vai ter que esperar


A população já se acostumou a amassar barro...

Luiz Moura
O prolongamento da praça Exaltação da Santa Cruz, com a desapropriação dos imóveis particulares da quadra de frente à avenida Iperoig, virou novela (ou seria balela?). Enquanto isto, os proprietários dos imóveis ainda não desapropriados vêm ocupando a parte desapropriada para extensão de seus negócios.
A população já se acostumou a amassar barro (foto acima) ao longo de administrações que dão continuidade a nada. Executar o planejado é ação de difícil entendimento para nossos administradores. Eles fogem do assunto.
Reclamações sobre a dificuldade de acesso ao Prefeito são ouvidas diariamente em Ubatuba. A última é a dos membros do Conselho Deliberativo da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba - Fundart. Para esclarecimento da população, os integrantes desse Conselho, com exceção do Presidente (que é nomeado pelo Prefeito), não são remunerados e, de acordo com o Artigo 6º da Lei número 893, de 25 de novembro de 1987, têm suas atuações consideradas como serviço público relevante prestado ao Município. É isso mesmo, trabalham graciosa e voluntariamente em prol do Município, inclusive tendo uma legislação reconhecendo este trabalho, mas nem assim conseguem "uma" simples audiência com o Prefeito Municipal.
Não estou aqui falando de uma audiência particular, mas sim conjunta e com o fim específico de tratar do orçamento da Fundação para o ano de 2006, antes que ele fosse enviado à Câmara Municipal. O que o Conselho queria, era explicar, detalhadamente, o orçamento. Discutir o corte de atividades que por ventura se fizesse necessário, caso o orçamento fosse reduzido pelo Prefeito, era uma das preocupações que seriam abordadas. Não pôde fazer o que pretendia e nem sequer teve a possibilidade de cobrar Eduardo César da promessa evidenciada em "Diretrizes do Programa de Governo - Resgate Ubatuba" (o fim do até 3%). Mais uma vez, a formulação e execução de uma política cultural condizente com nossas aspirações são preteridas.
Demonstrando o interesse que tem pela cultura, Eduardo César, nestes 300 dias de administração ainda não teve tempo para se reunir com o Conselho Deliberativo da Fundart. Não fez uma reunião sequer. Não quis debater a política cultural que necessita ser implantada em nosso município. Pelo visto, se não houver interferência do Legislativo e boa vontade do Executivo em acatá-la, teremos mais um ano perdido e continuaremos cerceados pela administração tacanha imposta por Eduardo César à Fundart. O prefeito não consegue o tempo que deveria devotar ao Município porque... Bem, isto já é para outro artigo.
Na propaganda da atual administração, impressa para a comemoração do aniversário de Ubatuba, Eduardo César informa que estão sendo criados mais três novos Conselhos. Pelo respeito que a administração tem pelos Conselhos existentes posso imaginar como será o futuro destes novos.
Faltam 65 dias... A cultura vai ter que esperar pelo resgate prometido.

Foto: Arquivo UbaWeb

“HISTÓRIAS REPETIDAS”

Corsino Aliste Mezquita – Professor*
Anos passados, o Sr. Prefeito cedeu, por decreto, para um sindicato, imóvel de 11.500 m², anteriormente desapropriado com verba da Educação Municipal. O imóvel está localizado no início da estrada municipal do Taquaral.
Três cidadãos (um deles advogado), usando a responsabilidade imposta pela cidadania, protocolaram, na Justiça, Ação Popular, solicitando o estorno daquele bem público à Secretaria Municipal de Educação. Vinte e quatro horas, depois de protocolada a petição, a Justiça, concedeu liminar considerando sem efeito os atos do Poder Executivo. O Sr. Prefeito revogou, também, o decreto concessório.
Os três cidadãos, ao tomarem conhecimento das decisões da Justiça e do Sr. Prefeito, deram-se por satisfeitos. Já os supostos “mensalonistas”, da época, extorquiram o Sr. Prefeito ameaçando-o de cassação por improbidade administrativa. Há notícias indicativas de ser a prática velha em Ubatuba e de existirem histórias documentadas.
Na área recuperada existe, hoje, uma escola de ensino fundamental, uma bela quadra coberta e seis mil m² de área declara de preservação ambiental. Esta, como tantas outras, está sendo invadida sem que os responsáveis pela conservação tomem as providências necessárias.
Lembrei-me dessa história pelas semelhanças existentes com o Decreto do Sr. Prefeito Municipal, n°4.473, de 20 de outubro de 2005(jornal A CIDADE de 22 de outubro de 2005, pg. 10) que: “Dispõe sobre permissão de uso de área pública ao CLUBE DE REGATAS SACO DA RIBEIRA”. A área concedida é o prédio escolar da EMEI Saco da Ribeira, à rua Plínio França, S/N. (Sem número para o Decreto). Na realidade, rua Plínio França, n°263- Saco da Ribeira - Ubatuba.
Anteriormente, também pelo Decreto do Sr. Prefeito Municipal, n°4422, de 14 de julho de 2005, concedeu o uso, da Escola do Saco da Ribeira, localizada à Av. Marginal, s/n e com entrada também pela rua Cacau, à SOCIEDADE AMIGOS DA PRAIA DO LÁZARO (jornal A CIDADE de 30 de julho de 2005 pg. 10).
Utilizando a moderna linguagem dos “mensalonistas” podemos afirmar que são “ERROS” graves praticados com recursos e imóveis da Secretaria Municipal de Educação.
A administração atual recebeu dois prédios novos, no Saco da Ribeira-Lázaro, para poder atender, em locais separados e ambientes amplos, o Ensino Fundamental, a Educação Infantil e poder pensar em instalar uma creche, tão necessária, nos bairros. Infelizmente, contrariando dispositivos da Lei 2124/01-Sistema Municipal de Ensino - e as normas pedagógicas, optou por deixar os dois níveis de ensino em único prédio e ceder, um deles e o da rua Plínio França, n°263, que deveria ser reformado para atender outras necessidades da Educação e da Saúde, já que no prédio funcionava também o Posto de Saúde, a interesses particulares, difusos e pouco transparentes. É O RESGATE?
* Ex–secretário da Educação de Ubatuba

domingo, outubro 30, 2005

Novidades tucanas

Estão adiantadas as negociações para a entrada no PSDB de um ex-membro do PV que pretende ser candidato a prefeito de Ubatuba. Não vou revelar o nome ainda, mas posso adiantar que na última eleição ele teve expressiva votação, não se elegendo vereador apenas por conta do coeficiente eleitoral. Na próxima semana a Câmara Municipal de Ubatuba vai eleger seu novo presidente. Por enquanto há apenas uma candidatura, quem sabe até a hora da eleição outra seja apresentada.

Sidney Borges

Artigo

Os Parlamentares e o Banco Mundial na Finlândia

Eduardo Matarazzo Suplicy

A Finlândia hoje tem um dos melhores índices de desenvolvimento humano do mundo. Passou de 0,841 em 1975, para 0,941 em 2003. No mesmo período, o IDH do Brasil evoluiu de 0,645 para 0,792. A expectativa de vida ao nascer dos finlandeses é de 78,5 anos. A dos brasileiros, 70,5. O índice de educação da Finlândia é de 0,99, o do Brasil é de 0,89. O coeficiente Gini de desigualdade da Finlândia é dos mais baixos do mundo, 0,25 (2000), enquanto do Brasil continua dos mais altos, O,55 (2003).
Leia na íntegra

QUANDO A EDUCAÇÃO SERÁ PRIORIDADE?

Havia uma grande expectativa que o governo Lula faria da educação prioridade, mas a demissão do ministro da educação Cristóvão Buarque, por telefone, foi uma ducha de água fria para milhares de educadores em todo país. Morre o sonho da escola integral para todos em quinze anos, morre a dignidade do governo do PT. Partido que foi invadido pelos oportunistas, muitos deles estão pedindo desfiliação neste momento.Hoje, o Brasil aparece na posição 63°, quanto ao Índice de Desenvolvimento Humano divulgado anualmente pela ONU, estamos atrás da Argentina e Chile.Na corrupção, somos o 62º mais corrupto do mundo, ou seja, existem 61 países mais honestos do que nós. No governo de FHC, foi criada uma verba para informatizar escolas públicas, bibliotecas, instituições de saúde, trata-se do FUST-Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações.
As empresas de telecomunicações são obrigadas a repassar anualmente ao FUST 1% de sua renda bruta, 3,4 bilhões estão no caixa e já podem ser aplicados. Mas, o governo Lula está segurando a verba, ainda não decidiu o que vai fazer com ela.Deve estar retida para agradar o FMI, garantido o superávit primário além do recomendado.
De 1995 até hoje o nosso investimento em educação diminuiu 57,8%, ou seja, de R$ 1,874 bilhão e em 2003 investiu R$ 790,7 milhões. Os frutos desta política são colhidos todos os dias, temos uma geração morrendo por drogas, balas perdidas, sem qualificação profissional; o próprio IBGE, numa amostragem de 2000 pessoas, concluiu que apenas 25% dos estudantes eram plenamente alfabetizados. Ou seja, cerca de 75% dos brasileiros são analfabetos funcionais, lêem com grande dificuldade e não sabem interpretar minimamente o que lêem. Dependendo da sala de aula que você está você corre risco de não ser compreendido.


Professor Janos

Poemeu

Na infância mudei o mundo,
Na juventude salvei o Brasil,
Adulto, atuei na comunidade,
Ontem pintei o portão...


Sidney Borges

Notícias do Legislativo

Reuniões públicas vão discutir prioridades para o Orçamento do Município de 2006

O presidente da Câmara Municipal de Ubatuba, Jairo dos Santos, PT, que sempre defendeu a tese do Orçamento Participativo, convida toda a população da cidade, sociedade civil organizada, representantes de ONGs, do comércio, de todas as comunidades de bairros, para participarem dos encontros públicos que vão discutir as prioridades do município e tirar emendas para o orçamento de 2006.
Para atender a população mais central da cidade, a reunião será na Escola Municipal Maria da Cruz Barreto, no bairro do Perequê-Mirim, no dia 7 de novembro, a partir das 19 horas. Na região Norte, a reunião será no Centro de Visitantes, Praia da Fazenda, Núcleo Picinguaba, no dia 9 de novembro a partir das 14:00h e na região Sul, será no dia 11 de novembro, com início às 19:00h, no Hotel Água Doce, Praia Dura, na Rodovia Dr.Manoel Hipólito – SP-55.
Jairo dos Santos ressalta que “é importante a participação de todos, uma vez que é através do Orçamento do Município que as melhorias acontecem e a população é quem deve decidir sobre as suas prioridades”.

Fonte: ASCOM

Notícias da Prefeitura

Ubatuba discute gestão de recursos hídricos

A água é um precioso bem ambiental que está ficando cada vez mais escasso. Em vista disso, no próximo dia 29, sábado, acontecerá uma mesa redonda reunindo diversas entidades ambientais da região. O evento, a ser realizado no Aquário de Ubatuba, tem como tema “Realidades e Desafios para a compatibilização do Plano de Gerenciamento Costeiro do Litoral Norte com a Política Nacional e Estadual de Recursos Hídricos e as Políticas Nacional e Estadual do Meio Ambiente: APORTES TÉCNICOS, LEGAIS E CIENTÍFICOS”. Seu objetivo é tornar públicas as informações sobre políticas de gestão dos recursos hídricos, costeiros e de unidades de conservação, particularmente no que diz respeito ao Litoral Norte do estado de São Paulo.
No Brasil, a água doce, salobra e marinha é gerida através de políticas públicas específicas. Segundo Maria Luiza Camargo, do Instituto Seiva, esses gestores nem sempre dialogam e compartilham conceitos, interesses e informações. “A falta de integração tem comprometido a gestão das águas brasileiras e conseqüentemente a sustentabilidade do desenvolvimento humano no país. Por essa razão, o diálogo é um fator imprescindível para a qualidade de vida da população e do equilíbrio natural do ecossistema costeiro”.
A Mesa Redonda está sendo realizada através de uma grande parceria que envolve o Instituto SEIVA (Advogados pela Natureza), a Faculdade de Direito de Itu (FADITU), a Associação Sócio-ambientalista Somos Ubatuba (ASSU), o Instituto Argonauta, o Aquário de Ubatuba, o Comitê de Bacias Hidrográficas do Litoral Norte, o Instituto Florestal, bem como a Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Ubatuba. A comunidade está convidada a participar desse evento que terá início às 16h:30 e prosseguirá até às 19 horas no auditório do Aquário de Ubatuba, que fica na Rua Guarani, 859 – Itaguá. O telefone é (12) 3832-1382. PMU



Comunicado à população

O Serviço de Saúde Coletiva informa que, devido ao planejamento estratégico participativo do projeto Redevisa, para atuação no ano de 2006, não haverá atendimento ao público no próximo dia 1 de novembro. As atividades voltarão à sua normalidade no próximo dia 03 de novembro. PMU



Secretário vai ao Sul buscar informações sobre Mundial de Surf

A partir de 2006 o evento será disputado em Ubatuba

O secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura de Ubatuba, Bittencourt Jr., acompanhará de perto o Onbongo Pro Surfing, etapa do Circuito Mundial de Surf, versão WQS, que acontece na Praia Mole, em Florianópolis (SC). A partir de 2006 o evento passará a ser disputado em Ubatuba, na Praia de Itamambuca. O Onbongo Pro Surf é o único evento seis estrelas disputado na América do Sul e distribui uma premiação de 125 mil dólares.
“Vamos acompanhar de perto para que no ano que vem possamos abrilhantar ainda mais o evento”, disse o secretário, que viaja a convite da organização do torneio.
“Ubatuba receberá nos próximos três anos a elite do surf. Temos ondas perfeitas e pretendemos oferecer a melhor infra estrutura aos atletas, público e imprensa especializada que virá a Ubatuba acompanhar o evento”, afirmou Bittencourt, lembrando que Ubatuba estará sediando o torneio até 2008. PMU
 
Free counter and web stats