sábado, junho 25, 2005

Reminiscências

Corria o ano de 1998. Nessa época eu vivia em São Paulo, na Vila Olímpia. Um dia, ao fugir da geléia de tráfego entrei na rua do hospital São Luiz. “Foi maus tio”, diria o meu sobrinho que só não o fez porque não estava presente. Quase no cruzamento da avenida Santo Amaro notei haver um tumulto. Era dia de jogo no Morumbi, jogo do Corinthians. Diversos ônibus seguiam para a “batalha”, repletos de torcedores barulhentos. Com metade do corpo para fora das janelas a malta batucava sem ritmo e importunava a todos que cruzassem o seu caminho. Na entrada do hospital havia um carro manobrando. Num certo instante a janela traseira do carro se abriu e um torcedor que viajava num dos ônibus percebeu que o passageiro era o cantor Leonardo, da dupla sertaneja Leandro e Leonardo. Com câncer em estado adiantado, o pobre rapaz ia para o hospital fazer tratamento. A visão do ídolo fez momentaneamente com que a batucada cessasse. Começou um coro ritmado: Leonardo, Leonardo, Leonardo. O cantor abriu totalmente a janela e acenou para os fãs que de um momento para o outro mudaram o tema e passaram a repetir de forma cadenciada: vai morrer, vai morrer, vai morrer. Eu estava próximo e pude ver o ar de espanto no rosto do cantor, que de fato morreria dias depois. Na hora conclui que se há no universo alguma coisa realmente infinita, sem dúvida é a estupidez humana.

Sidney Borges

Notícias do Legislativo

divulgação

O prefeito Eduardo César ao lado de vereadores, secretários e populares

Isabel Felix dos Santos é o nome Posto de Saúde do Sertão da Quina

A solenidade de colocação da placa do Posto de Saúde do Sertão da Quina, com o nome de Isabel Félix dos Santos, contou com a presença de familiares, amigos da homenageada, autoridades do Legislativo e do Executivo de Ubatuba.
De acordo com a vereadora Luciana Machado, PDT, a homenagem à enfermeira mais antiga da região Sul, que prestou relevantes serviços não só na área da saúde como também no âmbito social, é uma reivindicação feita há quase dois anos, desde a época do falecimento de Isabel, pelos representantes da SUSQ – Sociedade de Amigos do bairro. Na ocasião, o projeto de Lei – 26/03 – do então vereador Domingos dos Santos, atual vice-prefeito, dando o nome de Isabel Félix dos Santos ao Posto, foi aprovado e sancionado. Mas, como não houve interesse por parte daquela administração, só nesta quinta-feira, dia 23, a homenagem se concretizou, graças ao empenho da SUSQ e da vereadora Luciana Machado junto à Prefeitura.
Representando o Legislativo, além da vereadora Luciana, estavam Jairo dos Santos, PT, presidente da Câmara, Osmar de Souza, PFL, e Charles Medeiros, PSDB.
O prefeito Eduardo César disse que ficou muito satisfeito na época em que era vereador e votou pela aprovação do projeto de Lei de Domingos dos Santos, mas, hoje ele garante estar mais satisfeito ainda em participar da homenagem como prefeito. O secretário da Saúde, Marcos Franco, ressaltou em seu discurso, que a homenagem era singela perto do grande trabalho que a enfermeira Isabel realizou na Saúde do Município. Luciana Machado lembrou que Isabel era incansável. Nas horas vagas, ela atendia a comunidade no que fosse preciso. A vereadora aproveitou a oportunidade e colocou para o prefeito, uma outra reivindicação que é também da SUSQ: a desapropriação de uma área para a construção da Unidade de Saúde do bairro. O atual funciona em um prédio alugado e os profissionais necessitam de um espaço maior, com mais salas, para melhor atender os pacientes. Em resposta, o prefeito disse que a Secretaria da Saúde já está procurando a área para a desapropriação e construção do novo Posto. Depois da solenidade, o prefeito, o secretário da Saúde, a vereadora, junto com uma enfermeira do Posto, Cidinha e alguns convidados foram até o local onde existe uma possível área para desapropriação, que fica ao lado da creche e da Escola Municipal, centralizando os serviços para melhor atender a comunidade.


Reivindicações dos moradores do Ingá começam a ser atendidas

Os moradores do Sertão do Ingá, região Sul de Ubatuba, disseram na reunião desta quinta-feira, 23, que estão satisfeitos com a presteza e rapidez com que a Prefeitura e a Câmara Municipal começam a atender as reivindicações. A vereadora Luciana Machado, PDT, acha que valeu o pedido de socorro da comunidade, feito na reunião do dia 09 de Junho. Logo no dia seguinte, as providências começaram a surgir. A estrada principal do bairro foi examinada pelo técnico Cláudio Campos para a implantação de uma linha regular de ônibus para atender a todos, não só os estudantes, como foi solicitado.
A reunião desta quinta-feira contou com a presença do prefeito Eduardo César, dos vereadores Luciana Machado, Jairo dos Santos, PT, presidente da Câmara, Osmar de Souza, PFL e Charles Medeiros, PSDB, do presidente da AMAI – Associação dos Moradores do Bairro Águas do Ingá, Joéde Feijó, e do Administrador da Regional Sul, Mário Clarassoti. Clarassoti informou que o material para a construção de uma passarela, solicitada por Joéde Feijó, já está em processo de compra na Prefeitura.
A vereadora Luciana Machado ressaltou a necessidade de cascalhamento em toda a estrada do Ingá, para viabilizar o acesso futuro dos ônibus. Segundo os moradores, quando chove a estrada fica intransitável. Outra reivindicação dos moradores é a iluminação do local. Eles querem a colocação de algumas luminárias que vão favorecer a segurança das pessoas, principalmente dos estudantes que voltam tarde da Escola.
A vereadora Luciana Machado, em nome dos moradores do Ingá, agradece ao prefeito Eduardo César, ao administrador Regional Mário Clarassoti e aos vereadores Jairo dos Santos, Osmar de Souza e Charles Medeiros, pois, segundo ela, é com união e parceria que os objetivos são alcançados com maior rapidez.

Agradecimento

A vereadora Luciana Machado agradece aos representantes das Associações de Amigos de Bairro do Sertão da Quina, Tânia Ramill, e do Sertão do Ingá, Joéde Feijó pelos convites feitos a ela, para participar das reuniões nos bairros.A vereadora lembra que formar associações de bairro visando o bem comum, é uma proposta de campanha e foco da representante parlamentar, que coloca o seu gabinete à disposição de todos.


Já estão liberadas as verbas para a construção das Escolas Municipais nos bairros do Ipiranguinha e Horto-Figueira

Resposta ao Pedido de informação de Edilson Félix traz prazos e previsão para o início das obras

Em atendimento às comunidades dos bairros do Ipiranguinha e do Horto-Figueira, através das associações de moradores, o vereador Edílson Félix vem cobrando do Prefeito Municipal, a construção de duas novas escolas municipais.
Segundo um artigo publicado no site “Ubatuba Víbora”, pelo ex-secretário de Educação, Cursino Aliste, havia verbas destinadas para a construção das escolas, que poderiam se perder se não fossem prontamente utilizadas pelo Poder executivo.
Preocupado com essa possibilidade, Edilson Félix redigiu pedido de informação, solicitando ao Prefeito que informasse se as verbas estavam disponíveis e quando seriam construídas as escolas municipais.
A resposta do Chefe do Executivo foi de que as verbas continuam disponíveis, e que as obras das escolas já tem um cronograma e prazo para início.
A escola do Ipiranguinha será iniciada em setembro, com prazo previsto para construção de doze meses. A escola do Horto-Figueira deve ser iniciada em agosto e tem um prazo para conclusão da obra de oito meses.
A Prefeitura também informou a Edilson que vem buscando mais verbas nas esferas estadual e federal. O vereador se disponibilizou a colaborar no que for possível para a captação de mais recursos para o desenvolvimento de Ubatuba.
Segundo Edilson, “há verbas e convênios que podem ser destinados para o nosso município, em todas as esferas da administração pública e também de grandes empresas, mas é preciso estarmos atentos e preparados para apresentar projetos adequados e não perder prazos”.
Fonte: ASCOM

Esperança! Quem dá mais?

Ronaldo Dias
De onde vem os recursos orçamentários da prefeitura? Do IPTU. O crescimento de Ubatuba nos últimos 20 anos foi vazio. Oco. Nada ou pouquíssimo se acresceu de "vantagens" aos serviços ou à infra-estrutura para a população. Não tivemos nenhum planejamento. Apenas muita conversa e promessas, predinhos e invasões de áreas de preservação e mananciais. A indústria da construção civil, como com o canto da sereia, sustentou a manutenção deste "vazio". Enganosa, suprimiu de ações, criatividade e idéias a nossa vocação natural. O turismo. Digo "vazio" porque para o crescimento da arrecadação do IPTU, foi necessário o desproporcional crescimento migratório da população, que atinge hoje níveis recordes nacionais e, exigem serviços e infra-estrutura básica que a arrecadação com o IPTU há muito não consegue pagar. Grande mico! Não há crescimento da renda. Não há empregos. Não há desenvolvimento econômico. Apenas arrecadação de IPTU. Desta arrecadação, a grande parte dos adimplentes ( os que pagam regularmente), são proprietários que residem em outros municípios e, seguramente, tem renda os 12 meses do ano e tem contribuído para o canto da cigarra dos administradores municipais. Não vivem a nossa sazonalidade. Em contrapartida, a grande maioria dos inadimplentes, são proprietários, digamos, "locais" e sofrem com a resultante da inércia e da comodidade do poder público. Curioso? Não! Que propostas tem o poder público para a criação de renda, empregos, desenvolvimento econômico, para que os "locais" também tenham renda regular, para que possam também pagar (regularmente) seu IPTU? Ou são considerados e vistos apenas como maus pagadores? Não pagam porque não querem pagar? Quantos dos locais estão desempregados? Quantos vivem apenas de bicos? Saber que o teto de sua família pode ir a leilão causa indignação, provoca stress e baixa estima. Tudo isso, talvez seja suportável se, e quando, ainda houver esperança. Há esperanças? Mesmo demonstrando certa impaciência, aguardamos, todos, pelo prometido resgate. Ainda há muito tempo! A aparente falta de paciência é porque esta "doendo". A demora, talvez seja o motivo da cidade estar tão desolada.
P.S. Peço desculpas, por alguma palavra que possa ser interpretada como ofensiva, pois, como não tenho o bom hábito de rever o texto, muitas vezes, ele fica sobrecarregado de emoções.

Notícias da Prefeitura

divulgação

Encontro dos "chefes". Chefe branco Eduardo ladeado por chefes índios.

Funai e Prefeitura se encontram para criar Comissão Pró-Índio

"Nós precisamos valorizar o povo indígena, por tudo o que eles representam, o que já perderam e o que já sofreram.”
Domingos dos Santos
, vice-prefeito

Uma equipe da prefeitura reuniu-se, na semana passada, com a Funai e com representantes das tribos indígenas Renascer e Boa Vista. O objetivo do encontro foi conversar sobre a criação de um convênio que irá possibilitar diversas melhorias para as aldeias. Estiveram presentes os caciques das duas tribos, representantes da Funai e da Funasa. A reunião foi coordenada pela chefe de gabinete Silvana Niel, que representou o prefeito na ocasião.
Diversas reivindicações foram feitas. Entre elas, a iluminação e a melhoria e manutenção das estradas que dão acesso às aldeias; recursos técnicos para a implantação de agricultura orgânica na aldeia, capacitação de índios para trabalho com ecoturismo; espaço para escritório da Funai e inclusão de festividades indígenas no calendário ubatubense.
Esse último pedido é uma proposta e uma lei que já existe, instituindo a semana da cultura indígena no município. Essa lei é de autoria de Domingos dos Santos, ex-vereador e atual vice-prefeito. Domingos diz que estabelecer diálogos com os índios é algo muito importante para que suas dificuldades sejam minoradas.
“Nós precisamos valorizar o povo indígena, por tudo o que eles representam, o que já perderam e o que já sofreram. Um município moderno proporciona tratamento diferenciado, reconhece a riqueza cultural e apóia os nativos de sua terra”.
O próximo passo a ser tomado para a consolidação dessa parceria é a Funai encaminhar a minuta do convênio. Depois, a proposta será encaminhada para a Câmara, com o objetivo de tornar-se lei. PMU



1ª Festa Julina da Guarda Mirim de Ubatuba

No próximo sábado, dia 2 de julho, tem “arraiá” no Bairro Estufa II. É a 1ª Festa Julina da Guarda Mirim, que promete muita diversão, jogos, comida e paquera. O show está garantido com a Banda Pracaniz. Serão escolhidos a Miss e o Mister Guarda Mirim, terá barraca de jogos, correio elegante, cama elástica e quadrilha. A festa começa às 18:30h e tem como objetivo arrecadar verbas para a Guarda Mirim. PMU

“BAIXO NÍVEL”

Corsino Aliste Mezquita – Professor*
Um ou outro escriba ubatubense, sem história, sem conhecimento da de Ubatuba, às vezes sem nome ou identificação adequada, aparece, na imprensa, com mais freqüência do que seria tolerável, para agredir gratuitamente cidadãos, com epítetos ofensivos, sem que estes tenham dado causa que os justifique. Além do desrespeito às pessoas indicam um baixo nível cidadão que envergonha quem toma conhecimento desses procedimentos.
O autor do “O que é, o que lhe parece!”, René Tadeu Gatti, quando se refere a minha pessoa, nos itens: 11,12, e 13, do seu artigo, comete alguns deslizes e prova exaustivamente que nada conhece sobre meu posicionamento em relação à proliferação dos cargos em comissão, assim como à origem da determinação do Tribunal Regional do Trabalho, de Campinas, ao município de Ubatuba.
O artigo, de minha autoria ”O tempo passa,” não tem impropriedade ou ofensa a quaisquer que seja. O recado, que é dado, foi recebido pela Administração Municipal e já se manifestou comunicando que, a reforma administrativa, terá início, em julho de 2005. Anunciou também os processos, procedimentos e etapas que seguirá.
Também outros artigos, segundo informações que nos chegam, tem conseguido seus objetivos e evitado que ações administrativas, na nossa avaliação, prejudiciais ao município, tenham sido praticadas. Esse é nosso objetivo. Sempre procuramos o melhor para Ubatuba. Dentro de nossas possibilidades colaboramos para uma Ubatuba melhor.
Não o fazemos pensando em cargos em comissão ou em benesses políticas. Sabemos que o caminho dos conchavos políticos nunca estará aberto para aqueles que defendem a lei, a honestidade, a justiça e a verdade.
Para satisfazer a curiosidade do atual incomodado com a minha vida, minhas aposentadorias e meus posicionamentos, como cidadão consciente e conhecedor do que elogia ou critica apresentarei alguns esclarecimentos:

• Sou parlamentarista convicto e, conseqüentemente, para mim, os cargos em comissão deveriam estar restritos aos de Secretários e Assessores em nível de Secretário.


• Tivesse dependido de mim e a reforma tantas vezes solicitada pelo Tribunal de Contas, do Estado de São Paulo, e, agora, exigida pelo Tribunal Regional do Trabalho, de Campinas, teria acontecido faz muitos anos.

• As aposentadorias que, atualmente, posso usufruir, foram conquistadas, por tempo de contribuição, em cargos de provimento efetivo conquistados, após classificação em concurso de provas e títulos, de acordo com a legislação estadual de São Paulo e a municipal de Ubatuba. Não as recebi de graça. Não houve tempo ficto. Aconteceram em decorrência de trabalho assíduo, árduo, dedicado e produtivo. Quando o agressor refere-se a esse detalhe de minha vida particular, indica estar possuído do “Mal oculto” tão magistralmente tratado por Zuenir Ventura quando diz que “A inveja é não querer que o outro tenha” e Francisco de Quevedo “O invejoso chora mais o bem alheio que o próprio dano”. O invejoso não aceita que os outros tenham boa reputação.

• Na qualidade de Secretário Municipal de Educação não me omiti nem ocultei a verdade. Divulguei para todos a imposição do Tribunal e solicitei retirar da relação de cargos a serem extintos os de Diretor de Escola, Vice Diretor de Escola e Supervisor de Ensino provando, a legalidade de sua nomeação, precedidos de eleição e só ocupados por estatutários. No acordo final foram retirados.

• Na exigência feita pelo Tribunal Regional do Trabalho de Campinas nenhuma intervenção teve a Administração Anterior. A denúncia foi feita pela Vara Trabalhista de Caraguatatuba a pedido de pessoas não vinculadas à administração municipal.

Freqüentemente nos encontramos, nesta nobre terra de Ubatuba, com homens e mulheres de ambições, pouco conhecimento, nenhuma criatividade e guiados por paixões que lhes retiram o foco da realidade. Pensam que bajulando os ocupantes do poder e caluniando os supostos opositores conseguirão um lugar ao Sol. Conseguido o cargo se prestam a tudo fazer para conservá-lo. Esquecem o município e seus problemas e que, estes, só serão equacionados e resolvidos com homens e mulheres competentes, dedicados, com visões plurais da complicada realidade que nos cerca e muita, muita honestidade. Os bajuladores não nos levarão ao Paraíso.
* Ex-secretário da Educação de Ubatuba

sexta-feira, junho 24, 2005

Notícias do Legislativo

Fornecimento e tratamento da água em Ubatuba são deficientes, confirmam os especialistas

Os representantes da Sabesp e da Cetesb não compareceram à Audiência Pública da Câmara. Eles iam dar explicações sobre a deficiência do fornecimento de água e do tratamento de esgoto na cidade de Ubatuba

A Audiência Pública promovida pelo presidente da Câmara, Jairo dos Santos, PT, aconteceu nesta terça-feira, 21, no plenário da Casa de Leis de Ubatuba. A ausência do engenheiro Ricardo Manckel Amadei, superintendente da Unidade de Negócios da SABESP, Litoral Norte e Silvio Bhon, técnico responsável pela CETESB, frustrou os participantes do encontro que queriam discutir a qualidade da água e dos serviços prestados pelas duas empresas.
O presidente Jairo dos Santos, o chefe de Saúde Coletiva, Antonio Jorge Araújo e o biólogo Benedito Carlos Corrêa, da Vigilância Sanitária e o vereador Claudinho Gulli, PMDB, compuseram a mesa.
Antonio Jorge colocou para os representantes de bairros, presentes, que 70 por cento das denúncias da população são relativas ao lançamento inadequado de esgoto. Segundo ele, tem gente que utiliza até bomba para jogar o esgoto da fossa nas vias públicas, provocando um crime ambiental e sérios riscos de doenças.
A falta de tratamento da água é a grande preocupação dos representantes da Prefeitura. Segundo eles, a água já sai contaminada com dejetos de animais silvestres desde a nascente.De acordo com os técnicos, os casos notificados de diarréia podem chegar a 5 mil, neste ano. Em 2003, foram registrados 4 262 casos da doença. E ainda há o constante risco de se contrair a hepatite tipo A.
Dados do PSF – Programa de Saúde da Família – que, segundo Antonio Jorge cobre 100 por cento do município, revelam que 31 por cento dos domicílios, ou seja, das 13 mil 917 casas, 6 mil e 300, aproximadamente recebem água tratada. São quatro os sistemas de captação de água pela SABESP: Carolina, Itamambuca, Praia Vermelha do Sul e Maranduba.
O biólogo Benedito Carlos Corrêa informou que a análise feita pela Vigilância Sanitária mostra a presença de coliformes fecais, coliformes totais, e falta de flúor em grande parte das coletas de água de toda a cidade. Os participantes da platéia, muito apreensivos, pintaram um quadro ainda pior dos bairros onde moram. A dona de casa Érika Pereira, por exemplo, disse que moradores de um trecho de Folha Seca, sem nenhum fornecimento de água, são obrigados a lavar louça e roupas no rio. E o representante do Balneário Santa Cruz, na Região Sul, Fernando Pedreira, mostrou recorte de jornal que informa haver recursos externos de 300 milhões de dólares para o saneamento básico das Estâncias Balneárias. Ele quer que os vereadores cobrem esta verba do governo do estado.
Em relação às análises das águas das praias, o maior motivo turístico da região, também são preocupantes. Jairo dos Santos relatou dados da CETESB que apontam a má qualidade de várias praias, em conseqüência de lançamento de esgoto.
Na sessão de Câmara, terça-feira, 21, o vereador Charles Medeiros sugeriu que uma comissão formada pelos vereadores vá à SABESP, em São Paulo, para cobrar maior agilidade da empresa nas obras de construção de rede de tratamento de esgoto e de água.

Fonte: ASCOM

Tenistas russas

arquivo

Maria Sharapova, seria uma atração irresistível para o comunismo russo

O comunismo acabou cedo, durou apenas setenta anos. Quem poderia imaginar que aquela fortaleza chamada União Soviética iria desmoronar um dia, feito o castelo de fumaça que se esgarça no ar da canção de Dick Farney. Eu tenho uma teoria para a débâcle. Faltou comunicação. Se em vez de divulgar as peripécias ideológicas das Krupskaias da vida os russos tivessem soltado as tenistas que mantinham escondidas, os corações e as mentes dos ocidentais teriam sido conquistados e hoje viveríamos felizes no paraíso dos trabalhadores.

Sidney Borges

Boy que é boy...

Na Câmara, dá-se como certa a cassação dos mandatos dos presidentes e líderes do PP e do PL: deputados Pedro Corrêa (PE), José Janene (PR), Valdemar Costa Neto (SP) e Sandro Mabel (GO). Em Ubatuba não existem cassações, façam o que fizerem nossos políticos pairam acima do bem e do mal. São intocáveis. E essa história do mensalão? Que horror! Será que já houve alguma coisa parecida por aqui? Eu não acredito...
Fonte: Cláudio Humberto.

Sidney Borges

São Pedro. Tainha com Caixão?

Ronaldo Dias
Muito embora a população dos pescadores seja, na sua maioria evangélica, a festa é ecumênica e tem na geração de recursos seu principal e velado objetivo. Assim, já que sempre perdemos oportunidades de agregar valores à divulgação de nossas verdadeiras (e naturais) atrações, como a recente "invasão das lulas" (fenômeno nunca visto) de pescarias cinematográficas, seria agora e mais uma vez, o caso de "prestigiar" tanto na divulgação (este outro "fenômeno" do grande cardume de baiacu) quanto utilizá-lo na festa, juntamente com sua prima (tainha) como forma de apresentá-lo aos reticentes consumidores. As grandes quantidades embarcadas diariamente deste pescado, permitem que se pratique um preço bem mais baixo do que o da tainha, com bons resultados e novidade para a festa. Carne branca, sem espinhos, deliciosa. Para quem não conhece, o nome é feio, mas a carne é branquinha, firme, sem espinhos e deliciosa. Ele é o Baiacu caixão. Experimenta que é bão!

CPI em Ubatuba

carmem de grammont

Um momento da sessão da Câmara em que foi instalada a CPI do "desvio"

CPI instalada, apuração começa na segunda-feira

Com votação unânime na última sessão de Câmara, na terça-feira, dia 21, foi instalada a CPI que vai investigar o desvio de verbas na Prefeitura de Ubatuba. O vereador Ricardo Cortes, PV, é o presidente da comissão, Jairo dos Santos, PT, presidente da Câmara, é o relator e o vereador Edílson Félix, PSC, é o secretário. A partir de segunda-feira, eles começam os trabalhos e prometem rigor na apuração da responsabilidade pelos desvios de verbas públicas, através da folha de pagamento dos funcionários municipais. Só no último mês foram desviados 30 mil reais e o funcionário Avelino Almeida da Cruz Júnior, encarregado do setor de pagamentos, já foi exonerado e teve seus bens bloqueados pela Justiça.
De acordo com Ricardo Cortes, a documentação que foi protocolada solicita todas as informações da sindicância interna, das contas bancárias e dos telefonemas das pessoas envolvidas. Jairo dos Santos disse que a comissão vai trabalhar em conjunto com a Polícia, a Promotoria e a Prefeitura, ressaltando a importância do Legislativo nas investigações. A CPI, segundo Jairo, pretende estender as investigações ao IPTU – Imposto Predial e Territorial Urbano – para verificar possíveis desvios nas arrecadações da taxa e deverá ter duração de 30 dias, com possibilidade de prorrogação por mais 30 dias.

Fonte: ASCOM

MSP

arquivo


O Movimento dos Sem Ponte - MSP, tem uma visão idílica de como poderá ser a futura ponte da Ressaca. Esta foto enviada para o Ubatuba Víbora atesta o futurismo desenfreado de certos participantes do movimento. Vamos com calma minha gente, precisamos apenas de uma pinguela capaz de nos levar ao outro lado do rio.

J. Pontes
Presidente do Movimento dos Sem Ponte - MSP

Biombo

Roberto de Mamede Costa Leite
Dirceu convoca suas hostes do PT, com as legiões do PP e PL, para a luta. Sabe que a primeira vítima, em qualquer guerra, é a verdade. Esta é o grande alvo a ser destruído, a qualquer custo e o mais rápido possível. Tem que matar a verdade PúTrida e nausebunda que está escorrendo, para tentar sobreviver.
Elementar, meus caros deputados...
r-mamede@uol.com.br

Notícias da Prefeitura

divulgação

Procissão dos barcos. Espetáculo de criatividade dos homens do mar

Tradicional Festa de São Pedro começa em Ubatuba

Bandas locais e regionais, procissão marítima e terrestre, manifestações folclóricas e cultura caiçara... Tudo isso faz parte da grande festa de São Pedro

A 82ª Festa de São Pedro Pescador, em Ubatuba, começa nesta sexta-feira, 24, com muita música, boa comida, cultura e fé. A homenagem ao Santo Padroeiro do município traz costumes dos caiçaras antigos, num evento que mistura diversão, gastronomia e devoção. Esse ano, o evento será realizado no espaço ao lado do Aeroporto da cidade, visando proporcionar maior conforto e segurança aos visitantes.
Música, procissão, danças folclóricas, tainha assada, rainha dos pescadores, corrida de canoas e muitas outras atrações fazem parte dessa festa. Destaque para a dança da fita, uma manifestação milenar, de origem européia, que tem como significado a fertilidade e a abundância de alimentos. Diversas bandas ubatubenses se apresentam durante os seis dias de festa. Banda Criativa, Usina S.A., D´Jahga, Tupinambrás, Sexteto Caiçara e Retreta Maestro Pedrinho prometem trazer alegria e diversidade musical ao evento.
Entre as bandas que vêm de fora, Rio Acima, de Paraibuna, tem tudo para fazer um belo show, com músicas que conduzem o ouvinte a uma viagem pelo interior do Brasil, com mistura de ritmos e sons. Durante toda a semana, que vai de 24 a 29 de junho, a expectativa é receber mais de 20 mil pessoas, entre moradores e turistas.

Confira, programe-se e prestigie a festa de São Pedro
24 a 29 de Junho de 2005 - Aeroporto de Ubatuba

24/JUNHO
19h - Benção da Vila dos Pescadores - Morro da Prainha
19h30 - Procissão do Mastro - do Morro da Prainha ao Aeroporto
20h - Levantamento de Mastro e abertura da Capela de São Pedro - Aeroporto
20h30 - Apresentação da Quadrilha “Itapoá” – Aeroporto (itaguá, tem 40 anos)
21h - Concurso para escolha da Rainha dos Pescadores - Aeroporto
22h - Show - Banda USINA S.A. – Aeroporto

25/JUNHO
20h - Apresentação de grupo folclórico: Dança da Fita do Bairro do Itaguá
21h - Shows - Grupo Tupinambras e Grupo Rio Acima – Aeroporto

26/JUNHO
14h - Corrida de Canoas - Praia do Cruzeiro
20h - Apresentação da Banda Lira Padre Anchieta - Aeroporto
22h - Show - Banda D’Jahga – Aeroporto

27/JUNHO
20h - Apresentação dos grupos folclóricos: Fandango Caiçara e Caiçarada das Violas
21h - Shows - Sexteto Caiçara e Banda Criativa – Aeroporto

28/JUNHO
20h - Apresentação do grupo para-folclórico: Alto do Boi de Conchas
21h - Shows - Grupo Artigo 5º e Zé Cupido e Cláudio do Vale – Aeroporto

29/JUNHO
14h30 - Procissão Terrestre
15h - Procissão Marítima e Benção dos Anzóis
17h - Missa Campal - no pátio do Mercado de Peixe
20h - Apresentação da Retreta Maestro Pedrinho – Aeroporto

Corrida de Canoas, mais uma tradição ubatubense na festa de São Pedro

Fim de tarde na praia do Itaguá. O Professor Joaquim Lauro observava o cerco de um cardume de tainhas na Praia da Pedra Grande, próxima ao cais do porto. Lá, ao longe, dois caiçaras conversavam, cada um em sua canoa, quando surgiu a proposta:
- Vamos “porfiá” (disputar) até o Armazém do Jaca e “molhar a güela” (tomar um gole de pinga).
Dito isso, os dois pescadores saíram remando em velocidade crescente, rumo à Praia do Itaguá. Naquele momento, em 1957, nascia a corrida de canoas. O Professor Joaquim, ao assistir a disputa, teve logo uma idéia e colocou no papel. No dia seguinte, a notícia corria entre os pescadores: Ia acontecer uma corrida de canoas na cidade.
Dois meses depois, na Festa de Nossa Senhora das Dores, padroeira do bairro do Itaguá, acontecia a 1ª Corrida de Canoas de Ubatuba. Venceu a canoa Maria Comprida, de propriedade do pescador João Augusto. Daqueles tempos para cá, a corrida tornou-se tradição e foi adotada também por São Sebastião.
Hoje, a Corrida de Canoas é organizada pela Fundart (Fundação e Arte e Cultura de Ubatuba) realizada todos os anos na Festa de São Pedro Pescador, padroeiro da cidade. A festa começa no próximo dia 24. A Corrida de Canoas acontece no dia 26, com largada na Praia do Cruzeiro, às 14 horas.
Fonte: Nei Martins / PMU



Secretaria de Educação realiza ciclo de palestras sobre meio ambiente

Será um dia inteiro de sensibilização para diretores de escolas municipais,
estaduais e particulares sobre a importância de se criar um município educador

A Secretaria Municipal de Educação de Ubatuba realiza nesta sexta-feira, dia 24, o “I Ciclo de Palestras - Painel de Educação Ambiental”. Todos os diretores das escolas municipais, estaduais e particulares estão convidados a participar do evento que acontecerá durante todo o dia no Hotel São Charbel. O objetivo do ciclo de palestras é apresentar aos diretores de escolas as entidades, ong´s e pessoas que podem colaborar com a educação ambiental no município.
Representantes do MEC (Ministério de Educação) estarão presentes, falando sobre o programa “Vamos Cuidar do Brasil com as Escolas”, que visa construir um processo permanente de educação ambiental na escola e na comunidade. O Ministério do Meio Ambiente também trará representantes para falar sobre o programa “Município Educador Sustentável”, que busca criar diálogos entre os diversos setores organizados da sociedade municipal, com o objetivo de desenvolver projetos e ações nos quais o cidadão se torna educador e difusor do conhecimento sócioambiental.
Profissionais de diversos segmentos da sociedade ubatubense falarão sobre seus setores e sobre a contribuição que podem dar ao município no sentido de desenvolver projetos em parceria com os educadores.

2ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente

No sábado, 25, a Secretaria Municipal de Educação, em parceria com o Ministério da Educação realizam o lançamento da 2ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente – Vivendo a Diversidade na Escola, no Estado de São Paulo. O evento é aberto ao público e acontece na Praia da Caçandoca, das 11h às 13h. A conferência tem como objetivo promover a reflexão de estudantes, professores e comunidade sobre questões abordadas em acordos internacionais de meio ambiente, segurança ambiental e diversidade étnico-racial.
Esse encontro, de importância municipal, estadual e nacional, contará com a presença das facilitadoras do MEC Isis de Palma, Heloisa Carmo Cunha e a coordenadora de educação ambiental do MEC, Rachel Trajber. O “Projeto Guri”, de São Luiz do Paraitinga, em conjunto com o “Projeto Tambores da Paz e Praça do Erê” de Tremembé, coordenado pelos músicos Quintino Bento e Mestre Lumumba que farão apresentações.
Da primeira conferência, ocorrida em 2003, participaram 16 mil escolas, seis milhões de pessoas e 4.067 municípios." PMU



“Prefeitura no Bairro” será no Perequê-Mirim

Neste mês, o projeto que inclui atividades sociais, de saúde, de educação e cultura será
no bairro Perequê-Mirim, levando cidadania e lazer à comunidade


O projeto “Prefeitura no Bairro” inicia no próximo dia 27, as ações no bairro Perequê-Mirim. Durante toda a semana, a Secretaria de Obras realizará trabalhos de manutenção e limpeza do bairro. No fim-de-semana, diversas ações serão oferecidas à comunidade. O evento acontecerá na Escola Municipal Maria da Cruz Barreto.
Segundo Claudinei Salgado, da Assessoria de Assuntos Comunitários, as atividades com o público iniciam na sexta feira à noite, com uma sessão de cinema. No sábado, a Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Pesca promove diversas palestras, com o objetivo de proporcionar recursos, qualidade de vida e meios alternativos de renda. No domingo, muita diversão para as crianças, jovens e adultos do bairro, com esportes, cultura e arte. Nesse dia, a secretaria de Saúde prestará trabalhos de orientação e atendimento a população, além de serviços como corte de cabelo e segundas vias de documentos, que estarão sendo prestados pela Secretaria de Assistência Social.
“Prefeitura no Bairro” é um projeto que visa levar para perto do cidadão os trabalhos e as secretarias responsáveis pelo atendimento aos munícipes. O prefeito Eduardo César diz que isso significa a concretização de um sonho antigo. “Esse projeto que se inicia faz parte do ideal de realizar uma administração participativa. Nós queremos manter um contato direto com a população. Estamos levando às comunidades serviços que acrescentam e colaboram, para que as pessoas do nosso município tenham maior qualidade de vida. É com muito orgulho que nós unimos as secretarias para realizar esse grandioso trabalho itinerante”, finalizou. PMU



Agricultores de Ubatuba voltam animados da Hortitec

A delegação de agricultores de Ubatuba que visitou a 12ª Hortitec – Exposição de Horticultura, Cultivo Protegido e Culturas Intensivas, em Holambra voltou empolgada com as novidades. Segundo Christian Bacci, chefe de seção de fomento agropecuário e abastecimento da Secretaria municipal de Agricultura e Pesca, os agricultores já estão utilizando as técnicas aprendidas e investindo em melhorias. “Alguns agricultores adquiriram equipamentos como pequenos tratores e implementos, e já colocaram em funcionamento. Outro grupo visitou plantações de antúrios e deve iniciar o cultivo em breve em terras ubatubenses”, disse Christian.
Outro tema que chamou a atenção dos agricultores de Ubatuba foi a agricultura orgânica. “Os agricultores começaram a enxergar as vantagens desse tipo de cultura. A Secretaria tem como metas o desenvolvimento sustentável, tendo como base a saúde humana e os cuidados com o meio ambiente”, explicou o agrônomo.

Curso

A Secretaria de Agricultura e Pesca em parceria com o IPEMA (Instituto de Permacultura da Mata Atlântica), está promovendo um curso de formação de agentes agroflorestais que visa apresentar às comunidades a possibilidade do uso da Agrofloresta em Ubatuba. O curso terá um total de sete aulas, das quais três já aconteceram, e é ministrado a 50 alunos.
“Por mais simples que o sistema de Agrofloresta seja, ele é um resgate das culturas tradicionais, onde o agricultor diversifica o número de culturas em pequenas áreas”, diz
Entende-se por Agrofloresta todo cultivo composto por associação entre pelo menos uma espécie arbórea e outra convencional. Em Ubatuba estuda-se a implantação do plantio de flores tropicais. A parceria da Secretaria de Agricultura e Pesca com o IPEMA deve realizar diversos cursos na área de gestão ambiental nos próximos anos. PMU



Torneios de basquete na hora da decisão

As partidas SurfNet X Ubatuba Automóveis, no campeonato da Escolinha Municipal; Restaurante Tortilhão X Móveis Docelar no adulto masculino e Maria Alves Ferragens X Sanets Desensitizadora pela Copa Tamires Barbosa definem os campeões de 2005 no basquete de Ubatuba.
Na sexta-feira, 24, às 16h30 jogam Maria Alves Ferragens e Sanets na decisão da medalha de bronze do campeonato da Escolinha. Logo em seguida acontece a decisão entre SurfNet X Ubatuba Automóveis. Em partida disputada na primeira fase, a equipe da SurfNet venceu por 63 a 60.
Após uma pequena pausa a bola volta a subir às 19h com o jogo Clínica X Hlera, disputando o bronze do campeonato adulto masculino. A noite termina com Tortilhão X Docelar. Na primeira fase a equipe do Docelar venceu por 60 a 41.
No sábado, às 11horas, Katito e Senzala definem o terceiro lugar. A última equipe campeã do final de semana será conhecida logo na sequência, na partida Maria Alves X Sanets. Quando se encontraram na primeira fase a equipe do Maria Alves venceu por 35 a 23. Todas as partidas acontecem no Ginásio de Esportes Tubão.
PMU



Dezesseis equipes na disputa pela Copa Tortilhão de Society

Futebol feminino promete show na quadra da piscina

A 1ª Copa Tortilhão de Futebol Society Feminino acontece neste final de semana na Quadra da Piscina Municipal. Dezesseis equipes disputarão o torneio e as partidas da primeira fase acontecem no sábado, 25, à partir das 15h. No domingo, 26, a bola rola à partir das 9h.
As partidas da 1ª Copa Tortilhão de Futebol Society serão disputadas no sistema mata-mata, em dois tempos de vinte minutos, com três minutos para o intervalo e em caso de empate haverá disputa de tiros livres.
Haverá premiação para as três melhores equipes, artilheira e goleira menos vazada, além de uma rodada de pizzas, oferecida pelo Restaurante Tortilhão à equipe campeã.
Partidas de sábado: Sumidouro I X Estaleiro, Marisol X Bela Vista, As Marrentas X Vale do Sol, Taba X Rio Escuro, Ubatubanas X Botafogo, Sertão do Perequê Mirim X Itamambuca, Sumidouro II X Ubatuba F.C, Supimpa X Estrelinha. PMU

quinta-feira, junho 23, 2005

Asnaldolândia

Essa é demais. Noventa e três de cada cem bacharéis em Direito que prestaram o exame da Ordem dos Advogados do Brasil, em São Paulo, não passaram. Recorde dos recordes. É como se uma fábrica de automóveis produzisse cem carros e apenas sete funcionassem. O pior é que a coisa no Brasil funciona mais ou menos como o cara que pegou a mulher com o amante no sofá e mandou queimar o sofá. Querem que o povo acredite que a culpa é do excesso de cursos de Direito. Isso é verdade só em parte. Os estudantes entram na faculdade semi-analfabetos. A culpa é do governo que não faz a lição de casa. A escola básica não ensina, apenas finge ensinar. O que podemos fazer? Nada, educação não é importante num país cujo presidente não manifesta apreço pelo universo intelectual. Vamos deixar como está e acreditar que uma nação de ineptos vai um dia se tornar um país desenvolvido. Em tempo, asnaldolândia significa terra de asnos.

Sidney Borges

Editorial

E agora José?
No dia da reunião convocada pela Prefeitura para “resolver” o problema dos quiosques, não demorou muito para que eu percebesse que tudo seria possível, menos o problema terminar ali. No encontro havia membros da sociedade, autoridades municipais e “donos” de quiosques. Depois de algumas horas de desconforto os presentes tinham como certo que nada seria resolvido. Foi um dia perdido, as soluções apresentadas não tinham consistência. Ao sair de lá frustrado, percebi que mais uma vez seria usado o expediente de varrer a poeira para baixo do tapete. No caso, jogar a responsabilidade para o Judiciário, quando o problema é da alçada do Executivo. Na seqüência surgiu a discussão da possível instalação de uma CPI para investigar o porquê do impasse. A ela me opus de forma consistente. Não por não querer as investigações, sou pela transparência. No entanto, se olharmos bem, parte dos que iriam investigar tem alguma culpa no cartório, estavam na Câmara quando as leis que deram sustentação legal aos desmandos foram votadas. Raposa não toma conta de galinheiro. Fora isso, há o problema da falta de competência técnica para fazer um trabalho investigativo capaz de dar em alguma coisa. Alguém se lembra da CPI da COMTUR? Dizer, como fazem alguns, que há processos correndo, não é mentir, mas é tergiversar. Há processos correndo sim. E daí? O que isso resultou de positivo para a cidade? A COMTUR está em coma profundo e nada indica que sairá dele em breve. Parece que já há sinais de morte cerebral. CPIs mal instruídas e mal conduzidas servem apenas para colocar políticos na berlinda. A CPI da COMTUR fez isso com diversos membros do atual Executivo e da Câmara. Se fui contra a CPI, sou totalmente favorável ao procedimento do MDU, que agiu com prudência e cautela. Esperou que houvesse disposição das partes para uma solução negociada. Como isso não aconteceu, o movimento agiu dentro de suas possibilidades. Procurou a Justiça e teve êxito. O que vai acontecer agora? As partes citadas, quiosqueiros e Prefeitura tentarão derrubar a Liminar concedida ao MDU. Caso tenham sucesso, certamente haverá um recurso para derrubar a Liminar que derrubou a Liminar, o que deve ter um nome próprio no jargão jurídico, mas que para nós leigos pode ser traduzido como imbróglio. Vamos esperar. Por falar em CPI, certos vereadores lutaram tanto para ter uma que finalmente acabaram conseguindo. A CPI do desvio de dinheiro da Prefeitura. Vamos ficar de olho nos trabalhos e mostrar os resultados para a cidade. Para finalizar, eu escrevi um dia que o prefeito Eduardo César tinha, no caso da Praia Grande, uma ótima oportunidade para se fixar como uma liderança no Litoral Norte. A oportunidade foi perdida. Outras virão. É preciso estar atento, o tempo passa rápido.

Sidney Borges

Uma canoa furada chamada Ubatuba

Luiz Moura*
Na sexta-feira (16), mais uma vez, embarquei em uma canoa furada. Atendendo o convite da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ubatuba, compareci a Câmara Municipal para uma reunião onde seria discutido um projeto de lei (PL 106/2002) que modifica a lei 711/1984.
O presidente da Câmara, Jairo dos Santos, do PT de Delúbio Soares, convidou a promotora do Meio Ambiente para o Litoral Norte, Elaine Taborda de Ávila, os arquitetos Renato Nunes, Gilmar Rocha e Ary Jardim para comporem a mesa.
Dada a palavra à promotora Elaine, ela esclareceu sobre a necessidade de dar prosseguimento a aprovação do projeto de lei em questão, uma vez que a atual legislação de uso e ocupação do solo não condiz com a realidade do município. Acrescentou que o PL 106/2002, já amplamente discutido, poderia ser aprovado rapidamente dando assim um fim a balburdia estabelecida pela colcha de retalhos em que transformaram a lei 711/1984.
Renato Nunes, falando sobre os quiosques, disse que o prefeito Eduardo César foi infeliz ao classificar a ação judicial promovida pelo MDU como simplesmente política e que, qualquer pessoa entende que o mais importante é o futuro da cidade e que eleições só daqui a quatro anos. Em forma de lamento e num desabafo sucinto, Renato Nunes fez a cronologia do fenecimento das leis municipais que deveriam regular a ocupação e o uso do solo em Ubatuba. Quem esteve presente, pode concluir que, desde 2003 não temos nenhuma lei que regule ou dê base legal para as obras executadas ou em execução em todo território ubatubense.
Ary Jardim, secretário de Arquitetura e Urbanismo, representando o prefeito Eduardo César, impôs a necessidade da elaboração de um novo Plano Diretor para o município antes de qualquer alteração na legislação. Foi tão veemente e sem argumentos convincentes que fez a promotora Elaine dizer que todos estávamos ali por nada, que deveríamos ir embora e aguardar esclarecimentos do prefeito Eduardo César.
Seria muito bom para a população de Ubatuba que tanto o secretário de Arquitetura e Urbanismo, Ary Jardim, e o prefeito Eduardo César se inteirassem sobre as leis 1103/1991 e 1500/1996.
Qual a razão de Eduardo César não querer aprovar o PL 106/2002? Afinal ele participou de toda a discussão durante seu mandato de vereador. Existem outros interesses como no "caso dos quiosques”?
A contratação de empresa para a "elaboração de um plano diretor", destes encomendados para apenas cumprir a legislação, sem a técnica e legitimidade que teve a Lei 1500/1996, é inadmissível. É jogar dinheiro fora. Necessitamos, sim, de uma revisão do Plano Diretor até agora engavetado.
O arquiteto Renato Nunes, afirmou que tinha certeza, pelas palavras proferidas pelo secretário Ary, que o mesmo não tinha lido o PL 106/2002.
Gilmar Rocha fez um histórico sobre a elaboração do PL 106/2002, finalizando com a afirmação de que nada impediria o início das discussões para a aprovação do projeto de lei.
Pelo desabafo de Renato Nunes, devemos crer que tudo o que está em construção obedece ao bom senso e o respeito à urbanidade da cidade em que moramos. Devemos crer que as obras autorizadas pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Arquitetura e Urbanismo estejam dentro da lei que ainda não foi elaborada, que ainda não foi discutida, que ainda não foi votada, que ainda não foi aprovada e, devemos crer que todas as autorizações chamegadas pelo Secretário de Arquitetura e Urbanismo já antevejam as normas e ditames que só o futuro revelará a nós, reles mortais. Devemos crer.
Partindo do princípio que ele entendeu alguma coisa do que se falava ali, devemos crer que o Secretário de Arquitetura e Urbanismo é um ser iluminado, pois em momento algum se abalou diante da tragédia urbanística anunciada. Devemos crer que os seus dons sobrenaturais antevejam um futuro lindo, maravilhoso, diferente da realidade que esses incrédulos apregoam por aí.
Esta foi mais uma reunião sem que nada de produtivo fosse realizado. Resta-nos esperar que o prefeito Eduardo César, caindo em si, entre em contado com a Câmara Municipal, para juntos darem prosseguimento aos trâmites necessários a aprovação urgente de uma nova lei de uso do solo. Não se esqueçam que o PL 106/2002 existe e já foi amplamente discutido.
Aproveitando o dia de São João que se aproxima, convide seu amigo do PT para formar uma quadrilha. Vamos resgatar a cultura. Vamos fazer uma festa de São João com os ritmos tradicionais e não com as inovações esdrúxulas que estão sendo impostas em nome de uma modernidade inexistente.

* Editor do Guaruçá

A César, só o que é de César

Ronaldo Dias
Há muito se esperava uma atitude firme e determinada do judiciário e do MP para colocar fim as pretensões de alguns legisladores municipais que, imaginando-se todo poderosos, legislavam fazendo, tabula rasa da lei maior. A constituição. Não fosse assim, vários desmandos não teriam sido levados a efeito e muitos sonhos de desavisados e mal informados, não se transformariam em verdadeiros pesadelos. As notícias, sobre as determinações judiciais que regulamentam a concessão de uso de área pública, voltam para o ponto inicial da obediência incondicional ao artigo 175 da Constituição Federal. Todo o mais, leia-se toda legislação municipal (quarenta leis) que não obedeceram esta ordem, são simplesmente, i-n-c-o-n-s-t-i-t-u-c-i-o-n-a-i-s. Ou seja, todas juntas, valem tanto quanto uma nota de trezentos reais. Isto posto, creio em uma nova ordem municipal, onde a tolerância, necessária ao bom entendimento e a convivência entre a comuna, obedecerá a reverência e a legalidade, pondo fim a explicita arrogância pretensiosamente amparada por uma legalidade inexistente. A recente reformulação na direção do corpo jurídico do executivo creio já ser a correção necessária ao entendimento e respeito à lei e à cidadania. Ainda: “Somos todos iguais perante as leis”. Aguardemos novas posturas do legislativo.

Notícias da Prefeitura

divulgação

Bittencourt Jr. e Lars Grael no lançamento do Manual de Incentivo Fiscal

Secretário de Esporte de Ubatuba participa do lançamento de Manual de Incentivo Fiscal

Publicação dá dicas para obtenção de verbas para desenvolvimento de projetos esportivo-sociais

O Secretário Municipal de Esporte e Lazer, Bittencourt Jr. esteve presente ao lançamento do Manual de Incentivo Fiscal - Projetos Esportivos Sociais, ocorrido na Bovespa, em São Paulo, na última segunda-feira (20). O evento contou com a presença de vários empresários paulistas, dos presidentes da Bovespa e BM&F, autoridades como o vice-governador do Estado de São Paulo, Cláudio Lembo, o Secretário da Juventude, Esporte e Lazer, Lars Grael e atletas como Magic Paula, Karina, Marta, Paulão, Aurélio Miguel e Montanaro.
O manual é uma publicação com detalhes da Lei de incentivo fiscal esportivo, que permite a captação de recursos nas empresas para projetos esportivos que visam à inclusão social da criança e adolescente. Podem participar dos projetos ongs, prefeituras, entidades sem fins lucrativos ou entidades de ensino superior do Estado de São Paulo.
“Estamos falando de um chamamento cívico. Os empresários podem ajudar a transformar a realidade das crianças e adolescentes paulistas sem colocar a mão no bolso, apenas com o dinheiro do imposto”, avalia o Secretário da Juventude, Esporte e Lazer do Estado de São Paulo, Lars Grael.
Os empresários podem destinar até 6% do imposto de renda devido ao governo para projetos esportivos sociais no Estado de São Paulo. A Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer irá realizar a avaliação técnica e esportiva do projeto. Em seguida, a proposta passa pelo CONDECA, que faz o seu julgamento, de acordo com seu estatuto e a partir daí libera a proposta para que seus autores possam captar recursos na iniciativa privada. O recurso para projetos esportivos sociais vem em sua totalidade das empresas doadoras. A responsabilidade na captação da verba é do próprio autor do projeto.
O secretário Bittencourt Jr.dá um exemplo de como o programa pode funcionar. “Com a aprovação de projetos esportivos sociais poderemos criar núcleos de esportes na cidade e contratar profissionais para ministrar as aulas, levando o esporte a um maior número de pessoas, que é uma das metas da administração municipal”. Bittencourt fez questão de salientar a presença de Ubatuba no lançamento do manual. “A secretaria vem participando de diversos eventos promovidos pela Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer, mantendo contato com as principais autoridades esportivas do Estado de São Paulo, visando obter apoio para as atividades esportivas na cidade”.
Na oportunidade, foi protocolado um ofício junto a Secretaria da Juventude, Esporte e Lazer, solicitando o custeio da premiação para a segunda etapa do 9º Circuito de Águas Abertas, que acontecerá na praia do Lázaro, em agosto. PMU



Prefeitura de Ubatuba passará por reforma administrativa

O IBAM (Instituto Brasileiro de Administração Municipal) iniciará em julho a reforma administrativa na Prefeitura de Ubatuba que será dividida em duas etapas, sendo que a primeira deverá estar concluída dentro de três meses. Na primeira etapa todos os funcionários do quadro municipal serão entrevistados individualmente para que a empresa possa conhecer suas qualificações e poder adequá-los às suas funções corretamente. Os quadros de chefias serão reestruturados, com uma melhor definição das funções.
Todo o organograma da Prefeitura deverá ser alterado. O secretário de Administração, Sílvio Bonfiglioli Neto adianta que algumas secretarias serão extintas e outras criadas. “Tudo dependerá do laudo conclusivo que será apresentado pela empresa. Já temos a noção de que o organograma de algumas secretarias e assessorias hoje é inviável”, avaliou Bonfiglioli. Até outubro a Prefeitura irá encaminhar ao Legislativo as mudanças propostas na primeira etapa. Na segunda fase das avaliações o IBAM estará revendo os estatutos do servidor, do magistério e o plano de carreira dos funcionários, que deverá ser concluída até o final do primeiro semestre de 2006.

IBAM

O Instituto é responsável por executar ações juntos às Prefeituras e Câmaras Municipais, órgãos dos governos municipais, estaduais e federal, além de instituições nacionais e estrangeiras, com a finalidade de elaborar estudos e pesquisas, consultoria técnica e ensino em administração contábil, financeira e orçamentária, administração fiscal e tributária, concurso público, geoprocessamento, gestão de recursos humanos, entre outros. PMU



Pregão Presencial será adotado pela Prefeitura de Ubatuba

Novo sistema garantirá maior agilidade e mais transparência em licitações

A Prefeitura de Ubatuba está se preparando para adotar o pregão presencial. Trata-se de uma nova modalidade de licitação utilizada para a aquisição de bens e de prestação de serviços comuns com qualquer valor estimado da contratação. O pregão oferece benefícios para todos os envolvidos no processo, ou seja, a sociedade tem ampla transparência, o fornecedor amplo acesso à disputa e a Prefeitura a rapidez no processo de compra, além da redução de preços, custos operacionais e tempo de duração do processo.
Funcionários da Secretaria de Administração irão passar por treinamentos específicos e se tornarão pregoeiros. Para a realização do pregão, a Prefeitura irá dispor de uma sala própria, com infra-estrutura necessária. A nova modalidade deverá começar a vigorar em meados do segundo semestre deste ano.
O secretário de Administração, Sílvio Bonfiglioli Neto, explica que o pregão é uma sessão pública com diversas regras de funcionamento, onde existem várias vantagens, entre elas, a redução do prazo de publicidade para o recebimento da proposta que é de oito dias úteis, a inversão das fases, com a habilitação no final e apenas da licitante que ofertou o menor preço, redução do número de recursos administrativos, entre outras. “Acreditamos que o pregão também será uma oportunidade para que os comerciantes locais se interessem mais em participar das licitações municipais, tendo em vista as vantagens oferecidas”, avaliou Bonfiglioli.

Cadastro

Para a participação no pregão presencial é necessário que o fornecedor seja devidamente cadastrado junto à Prefeitura. Segundo a Secretaria de Administração hoje cerca de 300 fornecedores são de outras cidades e apenas 20 de Ubatuba. “Gostaríamos que o comerciante local nos procurasse e efetuasse o seu cadastro para poder estar disputando as concorrências. Dessa forma estaremos movimentando o dinheiro do comércio local, já que muitas vezes eles são convidados e não participam”, explicou Sílvio Bonfiglioli.
Os interessados no cadastro devem procurar a Seção de Compras da Prefeitura e saber quais são os documentos necessários.
A ACIU (Associação Comercial e Industrial de Ubatuba) em parceria com a Prefeitura de Ubatuba irá dispor para seus associados as exigências necessárias para o cadastro na Prefeitura. PMU



Trevo do Saco da Ribeira passa por remodelação

A Secretaria de Obras iniciou um trabalho de reconfiguração no traçado do acesso ao Saco da Ribeira. O trabalho visa facilitar o trânsito de veículos de grande porte, principalmente aqueles que transportam barcos até a marina.
Segundo o Secretário de Obras, João Paulo Rolim, o trabalho deve ser rápido. “A obra deve estar concluída em quinze dias. Vamos também cuidar do projeto paisagístico, nivelar os bloquetes e finalizar com uma operação tapa-buracos na entrada do bairro”, garantiu Rolim. PMU



Prefeito vai a CDHU para agilizar casas populares para Ubatuba

O prefeito de Ubatuba, Eduardo César, esteve ontem em São Paulo conversando com Antônio Carlos da Silva, ex-prefeito de Caraguatatuba e hoje na CDHU – Companhia de Desenvolvimento de Habitação Urbana do Estado de São Paulo, para agilizar a liberação das 100 casas populares prometidas pelo Governador Geraldo Alckmin, quando da sua visita a Ubatuba, em abril deste ano.
Segundo o prefeito, o processo é lento, pois além de encontrar a área adequada, a prefeitura deve também providenciar toda a infra estrutura necessária para a construção das casas, como arruamento, asfalto, iluminação, águas pluviais, esgoto e água potável. “Além do custo alto da infra-estrutura, a prefeitura não possui áreas próprias para novos conjuntos habitacionais”, disse Eduardo César. “Mas apesar de todas as dificuldades estamos empenhados em conseguir essa área – já visitamos três nos últimos dias – pois temos muitas famílias morando hoje em áreas de risco e que necessitam com urgência, serem removidas”, finalizou. PMU



Prefeitura de Ubatuba abre inscrições para Cipa

A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes é um importante agente no trabalho de aprimoramento de técnicas de segurança para funcionários


As inscrições para a eleição da Cipa da Prefeitura de Ubatuba começam no próximo dia 27 e vão até 11 de julho. No total, são 8 vagas, quatro para titulares e quatro para suplentes. As eleições acontecem no dia 2 de agosto e todos os servidores estão convidados a participar.
O papel da Cipa é identificar os riscos no processo de trabalho, contando com a participação do maior número de funcionários e, a partir daí, elaborar um plano de trabalho focado na prevenção. O chefe do serviço de recursos humanos da prefeitura, George Friederich, diz que candidatar-se a uma vaga como essa é um ato de cidadania. “O servidor trabalha em benefício dos demais, desempenha o importante papel da prevenção que, muitas vezes, elimina a necessidade de remediar”. PMU



Ubatuba fica com a prata na Livovali

Equipe infantil se esforça mas não consegue superar Mogi das Cruzes

O vôlei infantil de Ubatuba ficou com a medalha de prata na disputa contra Mogi das Cruzes na final da Livovali. A primeira partida em Mogi, no sábado, 18 foi vencida por Mogi por três sets a um com parciais de 25/22, 22/25, 25/23 e 25/23 .
O jogo de volta aconteceu no Tubão, dia 21 e era tudo ou nada. Caso Ubatuba vencesse, haveria um jogo desempate . O primeiro set foi bem equilibrado, onde as equipes se alternavam à frente do placar. O time de Ubatuba chegou a abrir 24 a 22, mas permitiu a reação de Mogi que virou para 25 a 24. Porém, demonstrando superação marcou três pontos seguidos e venceu por 27 a 25.
A partir daí a equipe de Mogi mostrou ter mais calma nos momentos finais e venceu os três sets restantes da mesma forma. As equipes se alternavam à frente do placar até a metade dos sets, depois Mogi abria vantagem e Ubatuba não acompanhava o ritmo. Resultado 25/17, 25/19 e 25/22 para Mogi. Placar final três sets a um e Mogi das Cruzes é a cidade campeã da Livovali 2005 na categoria infantil masculino.
A torcida que incentivou o time de Ubatuba até o final, aplaudiu efusivamente os atletas durante a entrega das medalhas, reconhecendo a boa campanha dos jovens.
Mais decisão - O time infanto-juvenil masculino vai à quadra no sábado, 25, no Tubão a partir das 15h30, para o segundo jogo contra Mogi das Cruzes. Na primeira partida da melhor de três jogos ocorrida domingo, 19, Ubatuba venceu por três sets a um, com parciais de 20/25, 26/24, 25/23 e 25/17. Vencendo, Ubatuba fica com o título. Caso Mogi vença, o terceiro jogo acontece no dia 28, também em Ubatuba. PMU

quarta-feira, junho 22, 2005

Justiça manda paralisar obras nos quiosques

Hoje, quarta-feira, dia 21 de junho, foi concedida liminar à ação civil pública contra a Prefeitura e os quiosqueiros das praias do município de Ubatuba, promovida pelo MDU - Movimento em Defesa de Ubatuba.
O despacho determina a imediata suspensão das obras que estão sendo realizadas nos quiosques; impede a aprovação, por parte da Prefeitura, de pedidos para novas reformas em quiosques; proíbe expedição de novas concessões de uso por parte da Prefeitura; proíbe os permissionários de ceder, a qualquer título, os quiosques sob suas responsabilidades; proíbe música ao vivo e mecânica; proíbe a colocação de mesas e cadeiras nas praias.
A implantação indiscriminada de quiosques ao longo dos últimos anos, por culpa do Legislativo e Executivo de Ubatuba, precisa ter um fim. Esta é mais uma oportunidade dada ao prefeito Eduardo César para a condução desta discussão que é de interesse geral. A população deseja participar.
Fonte: O Guaruçá

Ludopédio

Perdemos da Argentina, do México e empatamos com o Japão. Em compensação ganhamos da Grécia. Três fiascos em quatro jogos. Jesus! Além do mais, nosso técnico plagiou um livro do maior retranqueiro e perdedor da história do futebol inglês. Que saudades dos tempos de Poy, De Sordi e Mauro, Dino Vitor e Riberto, Maurinho, Amaury, Gino, Zizinho e Canhoteiro. Aquilo sim é que era time. Essa seleção parece o Faz-me rir. Como futebol não tem a mínima lógica, podemos até ganhar o campeonato, mas confesso que está sendo difícil suportar os jogos e os comentários do Parreira. Que horror!

Sidney Borges

"Gato na Tuba"

arquivo


Hoje a Prefeitura amanheceu sem água. Imagine o leitor o significado disso. Os funcionários ficaram sem poder usar os banheiros, entre outros transtornos. Busca daqui, procura dali e finalmente acabou sendo encontrada a origem do problema. Um registro fechado. Teria sido acidente? Quem fechou o registro? Acontecimento estranho, muito estranho. Bizarro é o termo mais adequado. É bom que as barbas sejam postas de molho e que os olhos fiquem bem abertos. “Tem gato na tuba em Ubatuba”.

Sidney Borges

Tesoureiros

chico xavier

Download recebido diretamento do Paraíso

Responda rápido. Existe alguma semelhança ou o médium teria se enganado? Se você encontrar esses dois numa noite de lua cheia, fuja. É assombração. Collor não sabia de nada, depois veio o Dilúvio. Ôps, ato falho! O Delúbio. Quanto ao Lula dizer que ninguém é mais ético do que ele, é mentira. O meu vizinho, Arrisomford de Souza, mineiro de Guaxupé, também é ético. Se existe pelo menos um cidadão brasileiro tão ético quanto o presidente, a afirmativa dele ser o mais ético do país não procede. Será que o Lula nunca estudou lógica?

Sidney Borges

Touradas

Hoje na Folha Online havia uma foto de um grupo protestando em Washington. Os manifestantes empunhavam cartazes e marchavam contras as touradas. Minha alma se uniu a eles de imediato. Sou absolutamente contra esse espetáculo que degrada a espécie humana. Um touro é uma besta, na acepção da palavra. Embora tenha um cérebro grande, é inocente como uma criança indefesa. Basicamente esse cérebro carrega apenas um sistema operacional básico, é incapaz de compreender o simbólico. Isso torna esses gigantes de aparência feroz presas fáceis dos primatas superiores, dotados de “inteligência”. Touros atacam de cabeça baixa. Fixam o alvo e correm olhando para o chão. O toureiro se vale dessa característica da fera para fintar o animal e arrancar aplausos dos imbecis que se comprazem com o sofrimento dos inferiores. Gostaria de poder mudar a natureza e dotar os touros da capacidade de correr olhando para o alvo, como fazem as vacas. Acabariam as touradas e os toureiros, que se desaparecerem não deixarão saudades.

Sidney Borges

Charles Medeiros e a região Sul

divulgação

Um momento da reunião que envolveu a população e autoridades

Escola da Lagoinha
No último dia 17, aconteceu uma reunião na escola Agostinho Alves da Silva, no bairro da Lagoinha, reunindo pais, alunos, professores e funcionários da escola. A reunião teve como propósito discutir as providências que deverão ser tomadas quando da reforma do prédio escolar. Para conversar com a população, estiveram presentes, além da diretora da escola, Maria Bernadete, a secretaria de educação Izabel Roseli e o vereador Charles Medeiros. O grupo envolveu perto de cem pessoas. Bernadete esclareceu como será a rotina da escola no período de reforma, falou sobre o espaço que os alunos terão nesse período e como funcionará o transporte para o prédio provisório. Izabel esclareceu ainda que não foi encontrado um local próximo da escola para atender os alunos durante o período da reforma. “Os acontecimentos futuros referentes à escola e sua reforma estão dentro da programação da Secretaria da Educação. O processo foi analisado com muito carinho por nossos profissionais” comentou a secretária da Educação, Izabel.
Alguns moradores se manifestaram em relação à construção de um novo prédio para atender a demanda da região. Charles disse então que “não é possível construir uma escola de imediato, mas é possível melhorar a que já existe; no entanto, não está descartada a construção de uma nova escola. Estive reunido com o engenheiro responsável e o mesmo me mostrou uma foto aérea com uma excelente localização para um prédio escolar na Lagoinha”, finalizou o vereador.
Charles Medeiros vem desde o mandato passado lutando por infra-estrutura em todo município, principalmente para as regiões mais distantes e carentes. No caso específico da escola da Lagoinha, foram realizados vários pedidos desde 2003. No começo deste ano várias indicações e ofícios foram encaminhados a Secretaria de Educação Municipal e no dia 30 de Março foi realizada no pátio da escola uma reunião com representantes de pais e alunos. Charles Medeiros, na ocasião tomou conhecimento das propostas de reforma e dos estudos para viabilizar uma nova escola na região. O vereador Charles Medeiros vai continuar dedicando especial atenção à região da Maranduba e adjacências, tentando se inteirar dos problemas que há e procurando levar ao executivo as informações que possam resultar em ações concretas.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros

O que é, o que lhe parece!

René Tadeu Gatti
Sr. Editor;
Sirvo-me da presente mensagem para esclarecimento aos leitores de Ubatuba sobre certas notícias divulgadas nesta cidade pelos autores dos artigos: “FORRÓ DESCAIÇARA” e “O TEMPO PASSA”, cujas redações traduzem tão somente MEIAS VERDADES, ocultando propositalmente OUTRAS MEIAS VERDADES.
A propósito, alguém se lembra de uma peça teatral antiga, muito assistida pelo Brasil afora, onde os protagonistas encenavam cada ato e deixavam-no flutuar na imaginação da platéia. Cada qual imaginava o desfecho que mais lhe parecia. Por isso, a peça chamava-se:
“O QUE É, O QUE LHE PARECE”.
Assim, esses dois autores, além de divulgar meias verdades, são mal intencionados. Vejamos:

1º. O autor do “Forró...” preside um partido político (nanico), que vivia e, ainda, vive nas sombras de outro partido, atualmente envolvido em escândalo nacional. Foi ex-assessor da Câmara Municipal de Ubatuba e do então presidente.

2º. Foi ele preterido do quadro atual e exonerado pela atual administração, e agora escreve um artigo medíocre, aliás, muito mal redigido por quem se diz presidente de um partido para contar a sua versão unilateral dos fatos.

3º. Do jeito que escreve não passa em concurso público. Escreve-se “assessor” e não “acessor”; “esperança” não é um bem de maior ou menor valor, e sim “expectativa” ou “fé” do que se espera ou deseja. Ledo engano, se ele acha que nada mudou na Câmara ou na Prefeitura. É como se diz no popular: “O pior cego é aquele que não quer enxergar”.

4º. Ele na condição de opositor e ex-coordenador da campanha política coligada, não foi competente para eleger um único vereador. Articulou com manobras políticas e processuais para se valer dos votos nulos do Julião, a fim de alterar o quociente eleitoral já proclamado, e diplomou ilegalmente o seu candidato coligado. Perdeu por unanimidade em Liminar concedida para empossar o Ver. Claudinho, anulando a diplomação anterior, bem como foi derrotado em Recurso principal julgado há dias, também, por unanimidade pelo TRE-SP.

5º. Quanto à admiração desse autor pelo advogado, que quase ganhou uma Moção de repúdio, por ter sido, também, ex-assessor jurídico preterido pela atual mesa da Câmara tem suas próprias razões. Se não foi a Moção aprovada é porque mereceu ser tripudiado. Disse-o bem, quando retrata que foram promovidos por ex-vereador e ex-assessor. Logo, quando se fala de ex, não é mais, já se foi o tempo.

6º. Esse autor fala em combater os NABABOS da política local. Talvez, ele se refere a meia dúzia de políticos que se acham donos de Ubatuba e não foram eleitos ou reeleitos. Jairo dos Santos eleito vereador e presidente da Casa é um caiçara da gema, íntegro e capaz. O diretor Paulo Conceição é advogado, descendente dos quilombolas de Ubatuba e não tem medo de cara feia. Juntos expurgaram da Casa muitos fantasmas que o autor se referia, que só faziam politicagem nos bares da vida ou nos quiosques das praias, munidos com celulares pagos pela Câmara, e só apareciam para receber os seus contra cheques.

7º. O autor tenta confundir a opinião pública, dizendo que o tal ex-assessor jurídico do Legislativo, o qual lhe venera como soldado de cidadania, sofreu Inquéritos Policiais por calúnia, só porque fez um pedido de informação junto à Câmara Municipal. Alegação distorcida, o que ele fez, não foi apenas um pedido de informação sobre o quadro atual dos servidores da Casa, e sim um requerimento com ofensas INJURIOSAS ao corpo legislativo, de linguagem grosseira, incompatível aos usos e modos da advocacia, além de denegrir a dignidade, a honra e a moral dos membros que compõem a Mesa Diretora. Basta alguém interessado conferir na Delegacia de Polícia de Ubatuba.

8º. Mesmo porque não compete ao advogado, nem tem legitimidade a qualquer cidadão exercer controle externo, “chutando o balde por capricho” em nome de cidadania, para requerer informações sobre situação cadastral de outras pessoas, protegidas pela Constituição Cidadã, salvo para defender interesses próprios que dizem respeito à sua pessoa. Favor verificar Lei Orgânica do Município, Constituições Estadual e Federal.

9º. Está estampada na pág. 13, inteira, do Jornal “A Cidade” desta semana, (18/06/2005), uma montanha de ADIN’s dos tempos passados. Somente a ADIN que concedeu LIMINAR suspendendo a vigência e eficácia da Lei no. 2.654 é de 2005, que “dispõe sobre o acesso dos cidadãos aos processos e documentos na administração pública direta, indireta ou fundacional”. Logo, o manto constitucional da cidadania tem seus limites.

10º. Desta forma, a Ação Popular proposto pelo tal advogado preterido (ex-assessor jurídico) contra a Câmara não vingará, posto que já foi indeferida de plano pela r. Juíza a Liminar postulada, em razão de não vislumbrar a “fumaça de bom direito”.

11º. Quanto ao autor do “Tempo...”, retorna à carga com baboseiras e ciumeiras de um ex-secretário, que também foi preterido pela atual administração, e se acha, agora, mais competente que outro para ocupar o cargo de Secretário de Administração, com sugestões e soluções imagináveis. Dá licença, por favor! Vá gozar a vida com a sua pomposa aposentadoria adquirida que o Brasil lhe deu, e que ora não dá mais! O nosso Prefeito pode ser novo no cargo executivo, mas é íntegro e competente de fazer a lição da casa.

12º. Já existe a Mensagem do Executivo para extinguir aqueles cargos, oriundos do Compromisso assinado pelo ex-chefe do ex-secretário, assumido aos 05-11-04, em Campinas perante a Procuradoria Regional do Trabalho, após ter perdido a eleição municipal. Esta é a real verdade dos fatos. Por que razão o ex-secretário ocultou essa verdade? E, porque não fala de seu ex-chefe? Não alimenta esperança que 2008 está longe!

13º. Quanto às providências de reformulação da estrutura funcional do corpo administrativo da Prefeitura, com cabides de empreguismo vindos de governos passados, isto é, dos tempos do ex-secretário e do seu ex-chefe, também, se encontram em estudos adiantados, com pessoal técnico da área bastante capacitado para fazê-lo. Portanto, suas críticas precipitadas, sugestões provocativas e soluções debochadas não servem para lhe trazer de volta ao cargo almejado.

14º. Por derradeiro, o País não mais se assusta com escândalos de roubalheira de verbas públicas; não é malefício nem privilégio só desse Governo, (Federal, Estadual ou Municipal), são viroses contagiosos trazidos dos tempos de Cabral, Pizarro e outros até os dias de hoje.

15º. O que surpreende a população, nunca visto antes, é a descoberta com sucesso de tantas operações de Ministério Público, Receita e Polícia Federal prenderem tanta gente graúda, entre juízes, advogados, delegados, políticos e empresários, colocando-os no xilindró.

BOLA DE CRISTAL

Ronaldo Dias
Vi ontem, no Litoral Virtual, os desenhos da proposta arquitetônica do Renato Nunes para a urbanização da Praia Grande. Os traços demonstram claramente a possível convivência da utilização dos espaços, sem perda da moldura da paisagem. O projeto é funcional, atende o conforto e a segurança dos usuários, além de recuperar e valorizar todos os componentes daquele maravilhoso cenário. Quem sabe, não seja este projeto do Renato, a semente que precisamos para transformar nossa velha e envelhecida cidade, de uma vez por todas, em um atraente destino turístico? E por falar (novamente) em turismo, chega de inventar modas, desperdiçar tempo e dinheiro procurando novas propostas, por caminhos batidos e de resultados há muito conhecidos. Quem não sabe e, sem ser um “ovo de Colombo”, pode facilmente deduzir que a pista do aeroporto (com seus 900m) é incompatível para aeronaves comerciais o que descarta totalmente esta opção como “porta de entrada...” O gás? Ora o gás! Precisamos dele para os fogões! Que tal então, já que o tempo passa tão rápido e o verão se avizinha voltarmos á discussão definitiva dos destinos da COMTUR e do Conselho Municipal de Turismo? Decisões sem mais evasivas e protelações. A estagnada economia da cidade precisa “virar” afinal, de onde imaginam que vem a renda para o pagamento do tal IPTU? Do bom velhinho? Do mensalão? Veja na bola de cristal. Antes de colocar todos os imóveis da cidade no leilão, que tal fazer a nossa obrigação?

Notícias da Prefeitura

Saúde Coletiva de Ubatuba realiza treinamento para toda a região

O contato da Secretaria Municipal de Saúde com órgãos nacionais de saúde facilita a captação de recursos, bem como a realização de cursos de capacitação de alto nível

A Vigilância Sanitária de Ubatuba realizará nos dias 23 e 24 de junho, o curso de capacitação “Treinamento Sobre Infecção Relacionada à Assistência à Saúde”, que será ministrado por técnicos da Anvisa-MS (Agência Nacional de Vigilância Sanitária, do Ministério da Saúde) e Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo. Todos os municípios da regional de saúde foram convidados a participar do treinamento.
Esse evento é resultado do contato de profissionais da área de Saúde Coletiva de Ubatuba com a Anvisa e o Conasens (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde). O chefe do serviço de saúde coletiva de Ubatuba, Antônio Jorge Araújo, explica que a participação do município em reuniões, treinamentos e fóruns de discussão em âmbito nacional tem trazido importantes ganhos para o município de Ubatuba. “O acesso a cursos e treinamentos tende a melhorar a qualidade dos serviços oferecidos à comunidade. Além disso, o contato com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e com o Conasens (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde) facilita a captação de recursos para a área de saúde, bem como a realização de cursos de capacitação de alto nível”.

Viagens pagas pela Anvisa

Através de uma determinação do secretário de saúde de Ubatuba, Dr. Marcos Silveira Franco, Antônio Jorge é responsável por acompanhar projetos e convênios celebrados entre a Secretaria Municipal de Saúde e o Ministério de Saúde. Segundo Araújo, todos os deslocamentos e diárias para participar de eventos em Brasília são custeados pela Anvisa. Nós só temos a ganhar. Essas viagens não oneram a Prefeitura e ainda trazem grandes avanços para a saúde de Ubatuba. PMU



Ubatuba conquista bons resultados nos Jogos Abertos da Juventude

Próximo desafio será os Jogos Regionais em Caraguatatuba

Os atletas da ginástica rítmica desportiva (GRD) e da natação de Ubatuba conquistaram bons resultados nos Jogos Abertos da Juventude, que terminaram no último sábado, dia 18, em Votuporanga. Na GRD Ubatuba conquistou a sexta posição na classificação geral. Por aparelhos, ficou na sexta colocação no Conjunto Bola e Fita e em décimo primeiro no Arco Individual. Com um total de 39.896 pontos, Ubatuba ficou a frente de cidades mais estruturadas, como Santos e São José do Rio Preto, demonstrando o potencial da modalidade.
O chefe da delegação de Ubatuba em Votuporanga, Nicrano Gomes Júnior, acredita que a GRD pode chegar ainda mais longe. “O trabalho desenvolvido em Ubatuba está atingindo níveis excelentes. A Secretaria de Esporte e Lazer pretende, num futuro próximo, apoiar ainda mais a modalidade, para que essa geração se aprimore e que as próximas encontrem condições adequadas para chegar ainda mais longe nas competições. A próxima competição da GRD serão os Jogos Regionais, onde a equipe tentará o bicampeonato.
O nadador Antônio Pinto Neto, também ficou entre os melhores. Antônio disputou a final dos 100 metros nado peito e ficou na sétima posição, com o tempo de 1’11’’49. Mais uma vez um atleta da cidade ficou à frente de cidades mais preparadas. Para o técnico de natação de Ubatuba, José Eduardo Andrade, nos Jogos Regionais o atleta deve se destacar em outra prova. “O Antônio pode conseguir bom resultado nos 50 metros livre. Vale lembrar que ele ainda vai disputar os 100 livre e os 100 peito e se tudo der certo, ele consegue boas marcas em todas as provas”, diz Andrade. PMU



É hora de decisão nos campeonatos de basquete de Ubatuba

Rodada do final de semana definiu quem briga pelo ouro

O torneio da Escolinha Municipal será decidido entre SurfNet e Ubatuba Automóveis nesta sexta-feira, 24. Na semifinal o time da SurfNet venceu a equipe da EletroNorte por 49 a 31 e vai disputar o ouro contra Ubatuba Automóveis, que derrotou a equipe do Mercado 24 Horas por 45 a 31. Os vencedores fazem a final dia 24, enquanto EletroNorte e Mercado 24 Horas disputam a medalha de bronze. A rodada final do torneio da escolinha começa às 16h30 no Ginásio de Esportes Tubão.
O torneio Adulto Masculino também tem seus finalistas conhecidos: Restaurante Tortilhão e Móveis Docelar. O time da Docelar venceu a Clínica de Fraturas por 66 a 60 em uma partida que esteve equilibrada até os dois minutos finais, quando o Docelar conseguiu impor seu jogo e abriu vantagem no marcador. No outro jogo o time do Tortilhão bateu Hlera por 91 a 82, em outra partida que só foi definida nos instantes finais, após equilíbrio durante toda a partida. Na sexta-feira, 24, jogam Clínica X Hlera a partir das 19h na disputa da medalha de bronze. Tortilhão e Docelar jogam na seqüência pelo ouro.
Feminino - A Copa Tamires Barbosa será decidida no sábado, 25, à partir das 11h30, entre Maria Alves Ferragens e Sanets. Nas semifinais Maria Alves e Pescados Katito fizeram uma partida que mexeu com a torcida. No tempo normal a partida terminou empatada em 35 a 35. Na prorrogação, com mais tranqüilidade, a equipe do Maria Alves soube aproveitar melhor as chances e acabou vencendo por 47 a 39. No outro jogo a equipe da Sanets venceu o time do Restaurante Senzala por apenas um ponto, 31 a 30, e garantiu vaga para a final. A rodada final feminina começa às 11 horas com a disputa do bronze entre Katito e Senzala. A final entre Maria Alves Ferragens e Sanets, que vale a medalha de ouro acontece em seguida. PMU

terça-feira, junho 21, 2005

CONVOCAÇÃO

ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Para constituição da Associação dos Moradores e Amigos da Vila Santana, sediado à rua Santana nº 9 Vila Santana, cidade de Ubatuba, Estado de São Paulo – convoca todos os moradores para assembléia geral, que será realizada no 02 de julho 2005- sábado, das 14:00 as 17:00 hs, no mesmo endereço acima, em atendimento à convocação expedida pela comissão de moradores com a seguinte ordem do dia:
- 1) - Instalação e abertura;
- 2) - Aprovação estatutária para atender as determinações da lei 10.406 de10 de janeiro de 2002;
- 3) - Eleição e posse da diretoria , com mandato até 2007;
- 4) - Encerramento;
- 5) Para concorrer,as chapas interessadas deverão realizar inscrições até o dia 26/06/2005 DAS 10:00 AS 14:00 HORAS
- Local para inscrição Rua Santana nº 9, vila Santana.
Informações: 9766 5947


COMISSÃO DE MORADORES DA VILA SANTANA
Fonte: ASCOM

CONVOCAÇÃO

ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Para constituição da Associação das Mulheres do município de Ubatuba, com sede provisória à rua Raoni nº 72 bairro do Ipiranguinha, cidade de Ubatuba, Estado de São Paulo – convoca todas as mulheres do município de Ubatuba para assembléia geral, que será realizada no 09 de julho 2005-SÁBADO das 14:00 as 17:00 h, na Escola Idalina do Amaral Graça ,do Bairro do Ipiranguinha, em atendimento à convocação expedida pela comissão de mulheres com a seguinte ordem do dia:
- 1) - Instalação e abertura;
- 2) - Aprovação estatutária para atender as determinações da lei 10.406 de 10 de janeiro de 2002;
- 3) - Eleição e posse da diretoria , com mandato até 2007;
- 4) - Encerramento;
- 5) Para concorrer,as chapas interessadas deverão realizar inscrições até o dia 31/06/2005 DAS 08:00 ÀS 18:00 HORAS
- Local para inscrição Rua RAONI nº 72, IPIRANGUINHA.
Informação fone 9766 5947

COMISSÃO DE MULHERES DO MUNICIPIO DE UBATUBA
Fonte: ASCOM

Sessão da Câmara de hoje, 21 de junho

Ordem do Dia da 20ª Sessão Ordinária, a realizar-se no dia 21 de junho de 2005, às 20h00, na Câmara Municipal de Ubatuba, avenida Iperoig, 218 - Centro.

01 - Substitutivo ao Projeto de Lei n° 38/05, do Ver. Gerson de Oliveira - PMDB, que altera o artigo 11 da Lei 1.667/ 97, que dispõe sobre o comércio expansionista.

02 - Projeto de Lei n° 042/ 05, do Executivo, que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias para elaboração do Orçamento do Município para o Exercício de 2.006.

03 - Projeto de Lei n° 48/05, do Ver. Claudinho Gulli - PMDB, que altera a denominação da Praça localizada na rua Guarani, em frente ao aeroporto "Gastão Madeira" a qual passa a denominar-se "Praça Trópico de Capricórnio".

04 - Projeto de Decreto Legislativo n° 003/05, da Mesa da Câmara Municipal, que constitui Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI, para apuração de responsabilidade através da folha de pagamento dos servidores da Prefeitura Municipal.

05 - Moção n° 38/05, do Ver. Ricardo Cortes - PV, de Congratulações, aos alunos, para a assistente de coordenação, para a responsável pela coordenação e treinamento, para o proprietário B-P English, pelo recebimento do Certificado Internacional da Universidade de Cambridge.

06 - Pedido de Informação n° 60/05, do Ver. Ricardo Cortes - PV, sobre a participação do Município no Salão de Turismo - Roteiros do Brasil.

07 - Pedidos de Informação n° 61/05, do Ver. Ricardo Cortes - PV, sobre os representantes do Circuito Litoral Norte.

08 - Pedido de Informação n° 62/05, do Ver. Romerson de Oliveira - PFL, sobre a ciclovia que liga o bairro Saco da Ribeira ao Perequê-Mirim.

09 - Pedido de Informação n° 63/05, do Ver. Edílson Felix - PSC, sobre a Administração do Mercado Municipal de Peixes.

10 - Requerimento n° 219/ 05, do Ver. Edílson Felix - PSC, à Sabesp, reparos na rede de fornecimento de água da rua da Cascata, na altura do n° 1040, no bairro do Ipiranguinha.

11 - Requerimento n° 220/ 05, do Ver. Edílson Felix - PSC, à Sabesp, reparos na rede de fornecimento de água, na rua 06, no bairro do Vale do Sol.

12 - Requerimento n° 221/ 05, da Verª Luciana Machado - PDT, ao Governador do Estado de São Paulo, verba para a conclusão das obras, e aquisição dos equipamentos RX e UTI móvel para a Unidade Mista de Saúde, do bairro da Maranduba.

13 - Requerimento n° 222/ 05, da Verª Luciana Machado - PDT, à Elektro, instalação de luminárias para a rua Del Rey, no bairro Sesmaria.

14 - Requerimento n° 223/ 05, da Verª Luciana Machado - PDT, à Sabesp, providenciar a liberação da rede de esgoto da rua Benedito Rodrigues Pereira, em frente ao n° 67, no bairro da Estufa II.

15 - Requerimento n° 224/05, da Verª Luciana Machado PDT, ao Depto. Aeroviário do Estado de São Paulo - DAESP, instalação luminárias na passagem que liga a Av. Guarani e a rua Antonio C. Ribeiro.

16 - Requerimento n° 225/ 05, do Ver. Charles Medeiros - PSDB, ao Secretário da Casa Civil, construção de uma nova ponte sobre o rio Maranduba, no bairro da Maranduba.

17 - Requerimento n° 226/ 05, do Ver. Romerson de Oliveira - PFL, à Elektro, iluminação da rua Principal, até a altura da rua Tamanduá, no bairro do Rio Escuro.

18 - Requerimento n° 227/ 05, do Ver. Romerson de Oliveira - PFL, à Guarda Municipal, policiamento preventivo na Escola Cap. Deolindo de Oliveira Santos.

19 - Requerimento n° 228/ 05, do Ver. Romerson de Oliveira - PFL, à Telefônica, instalação de um telefone público, na rua Corcovado, na altura dos nºs 65 e 67, do bairro do Taquaral.

20 - Requerimento n° 229/ 05, do Ver. Romerson de Oliveira - PFL, à Elektro, realize a troca de 02 (duas) lâmpadas na praia do Lázaro, no canto esquerdo, no bairro do Lázaro.

21 - Requerimento n° 230/ 05, do Ver. Osmar de Souza - PFL, à Telefônica, instalação de um orelhão na rua Serra Verde, próximo ao n° 515, no bairro do Perequê-Mirim.

22 - Requerimento n° 231/ 05, do Ver. Osmar de Souza - PFL, à Telefônica, instalação de um orelhão na rua Rio de Janeiro, no bairro do Perequê-Açú.

23 - Requerimento n° 232/ 05, do Ver. Ricardo Cortes - PV, ao Governo do Estado de São Paulo, promova a indicação de um médico lotado no serviço público do Estado de São Paulo, para atender as demandas da Delegacia de Polícia de Ubatuba.
 
Free counter and web stats