sábado, abril 02, 2005

Adeus João Paulo II. O mundo está triste.


O Papa, num momento feliz do fotógafo

Depois de longa agonia morreu hoje o Papa João Paulo II. Ele tinha 84 anos e morreu em seu apartamento no Vaticano.

Editorial

Movimentações políticas
A sucessão presidencial tem provocado calorosas discussões, quando não deveria. O panorama é claro e cristalino, só não vê quem não quer, ou é mal informado. Se a economia americana não entrar em uma de suas crises cíclicas, motivo de júbilo para os catastrofistas de plantão, então Lula será reeleito no primeiro turno. Seu adversário poderá ser o governador Geraldo Alckmin. A outra hipótese é que aconteça um aumento significativo dos juros americanos. Os reflexos seriam sentidos no Brasil e isso criaria chances para as oposições. Antevendo um possível desfecho favorável, Fernando Henrique faria valer sua condição de ex-presidente e dono da maioria das preferências do partido. Ainda assim as coisas não seriam fáceis. Lula está fazendo a lição de casa direitinho, pergunte a qualquer banqueiro o que ele acha do barbudo. Com dinheiro, apoio internacional e a máquina de comunicações nas mãos, Lula é quase imbatível. Em Ubatuba há quem aposte no governador Alckmin. Não será desta vez. Pelo que já demonstrou de maturidade, Alckmin saberá sair da incômoda condição de boi de piranha, que seria enfrentar um Lula fortalecido. O governador é jovem, terá a sua chance no momento certo. Por outro lado, na cidade está se desenhando uma aliança entre dois políticos que se enfrentaram na última eleição. Pedro Tuzino e Rogério Frediani estão juntos no PSDB. Devem imaginar que com a soma dos votos que tiveram na última eleição, vencerão a próxima. Matematicamente é verdade. Acontece que como disse Heráclito de Éfeso, as coisas mudam e nada será como já foi. Ainda falta muito tempo para a próxima eleição. É interessante observar a movimentação. Ubatuba está avançando politicamente. Rogério Frediani, me disse que a idéia da aliança não é fazer oposição ao atual governo, mas sim apresentar propostas alternativas para solucionar os muitos problemas que há. É o que a cidade espera.


Sidney Borges

Notícias da Prefeitura

Biblioteca Municipal volta a funcionar aos sábados

A Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) informa que, a partir do dia 2 da abril, a Biblioteca Municipal voltará a funcionar aos sábados. O horário de atendimento será das 9 às 15h. As pessoas interessadas em fazer a carteirinha para o empréstimo de livros devem levar uma foto 3X4, comprovante de residência e RG.
A Biblioteca de Ubatuba possui um acervo de cerca de 25 mil livros, que se dividem entre clássicos da literatura nacional, infantis, braile e didáticos. Os leitores podem acompanhar as notícias da região e do país através das assinaturas de jornais como Folha de São Paulo, Estado de S. Paulo, A Cidade e Imprensa Livre. PMU



Ubatuba quer voltar ao topo em campeonato de escolinhas de surf

Torneio acontece neste final de semana no Guarujá

A praia do Tombo, no Guarujá, será palco da primeira etapa do Nicoboco Paulista de Escolinhas 2005, evento que traz de volta às praias do litoral paulista a rivalidade entre as escolinhas de surf. As disputas serão em equipes, composta por quatro atletas, em formato de Tag Team, fortalecendo a unidade das escolas e dando uma nova dinâmica na competição. Cada competidor terá que surfar três ondas e voltar ao Box de sua equipe para que outro atleta repita a operação. Quem fizer em menos tempo ganhará bônus e a maior somatória das ondas surfadas será o vencedor. Entretanto, as escolas estarão sujeitas a penalidades, caso um dos atletas cometa alguma infração.
A organização prevê a participação de aproximadamente 16 escolinhas. A premiação total é de R$ 1.500,00, além de 128 kits escolares e kits Nicoboco. A escolinha campeã ganha R$ 500,00 e a vice R$ 400,00. As que terminarem na terceira e quarta posições levam R$ 300,00. Ainda para as quatro primeiras escolas serão distribuídos diplomas e kits Nicoboco, tanto para atletas como para os técnicos.Ubatuba estará representada nesta competição por Felipe Toledo, Lucas Santos, Emily, Lakasmy, Phelipe Chagas, Alex Sandro e Luiz Antonio, chefiados por Ricardo Toledo. A Escolinha Municipal de Surf de Ubatuba foi bicampeã em 2001 e 2002, quando o torneio levava o nome Quicksilver. A segunda etapa do Nicoboco Paulista de Escolinhas 2005 acontece em 23 e 24 de Julho e a grande final 19 e 20 de Novembro em locais a ser definidos. PMU



Clube Atlético Ipiranguinha comemora 20 anos com festa

O Clube Atlético Ipiranguinha completa 20 anos com muitas comemorações. A agremiação promove três noites de festa de 8 a 10 de abril. No dia 8, a animação fica a cargo da Banda D’Jahga. Sábado, dia 9, grande bingo e no domingo, 10, haverá a escolha da garota C. A. I. Os eventos começam sempre ás 20 h. O presidente do Clube José Cristiano Briet convida a todos para prestigiarem o evento. “O Ipiranguinha oferece a festa e gostaríamos de contar com a presença de simpatizantes de todos os times de Ubatuba. Receberemos a todos de braços abertos e com muita alegria”, garantiu o presidente. A festa do C.A..I. tem o apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba através da Secretaria de Turismo e Fundart, além da Brahma. PMU

sexta-feira, abril 01, 2005

Veículo de autoridades!


Esse é o Legacy, avião executivo da Embraer. Seria o veículo ideal para transportar as autoridades da cidade nas andanças entre Ubatuba e Brasília. De quebra levaria um monte de puxa-sacos para passear. Só seria preciso ter cuidado em não dar o cargo de comandante para um companheiro desempregado. Pensando melhor é mais sábio não comprar o avião. Haveria muito o que falar!

Sidney Borges

Sem sentido

A agonia do Papa é comovente. Aliás, todas as agonias são comoventes. Meu pai morreu pesando algo como trinta quilos, vítima de câncer. Pesava oitenta quando estava são. Foi sendo consumido lentamente sem que houvesse possibilidade de reversão do quadro. A agonia durou quatro anos. Agora é a minha sogra que está deixando o planeta com relutância. A observação dessas situações extremas deveria nos remeter a uma verdade inexorável. Amanhã será a nossa vez. Quando penso nisso acabo concluindo que nada faz sentido. Eu que não creio, tenho amigos que crêem, mas que não coseguem me responder a uma simples pergunta. Ainda que não tenha sido a singularidade quântica que chamam de Big-Bang e sim o velho senhor judeu de barbas que criou o mundo, pouco importa. Só tenho curiosidade em saber uma coisa. Por quê?

Sidney Borges

Quino

Editorial

Quem aposta no caos?
Por duas vezes o contador de visitas do Ubatuba Víbora travou no meio da tarde, impedindo que tivéssemos retorno de nosso trabalho. A pronta ação da Prefeitura no caso da escola da Lagoinha demonstra que o governo está empenhado em trabalhar. Isto não é um elogio, é apenas a constatação da existência de um compromisso. Governos devem fazer a sua parte, aliás, todos devem. O caminho da comunidade é mostrar os problemas com clareza. Muitas vezes os governantes não sabem o que está acontecendo, existe uma blindagem de interesses que os priva da realidade. É fundamental, portanto, que a comunicação entre o governo e a comunidade seja incrementada. Direta, sem intermediários. De qualquer forma estamos vivendo um avanço em relação ao passado, quando os governantes da cidade, por estúpido orgulho uns, por ignorância congênita outros, manifestavam satisfação por não saber dos fatos. Não se interessavam e externavam desprezo pela opinião da imprensa, que de resto acreditavam poder manipular, dando contas coloridas e espelhinhos em troca. Estão onde merecem. No ostracismo. Lutaremos para que de lá nunca saiam. Começa a agir na cidade um grupo que prima pela falta de sensibilidade política. Apostam no caos como forma de sair do limbo. Não é o melhor caminho. Ainda que o governo cometa erros, isso não os beneficiará. Não será tão simples reverter a imagem negativa que projetaram para o povo. Para isso seria preciso mudar radicalmente a forma de agir. Que tal pensar em criar e não em destruir?


Sidney Borges

Notícias da Prefeitura

Eduardo César recebe visita do vereador Charles Medeiros

O prefeito Eduardo César recebeu em seu gabinete, na última quinta-feira, 31, o vereador Charles Medeiros. Na ocasião, Charles entregou o oficio 183/05 onde solicita diversas ações do poder executivo nos bairros Estufa I e II, Lagoinha, Tabatinga e Sertão do Ingá. No documento constam ainda, solicitações referentes ao funcionalismo e a estruturação física para funcionamento da Administração Regional Norte. Eduardo César vai encaminhar os pedidos às secretarias competentes para atendimento assim que possível. PMU



Bandeira do Divino começa peregrinação no sábado

A Fundart inicia, este ano, um grande trabalho de resgate da cultura caiçara

Neste sábado, 2, às 7:30 horas, acontecerá a tradicional saída da Bandeira do Divino, na Paróquia Exaltação da Santa Cruz. Seguindo a tradição, primeiramente, será rezada uma missa, abençoando a bandeira e os foliões. Após a benção, a bandeira será hasteada na Praça Exaltação à Santa Cruz, saudando os antigos foliões com muita música. Depois, a bandeira segue para o Sertão da Fazenda da Caixa, onde começará a peregrinação.
A bandeira tem feito sua peregrinação há 139 anos pelos bairros e lares da comunidade ubatubense. Ao longo dos anos, a Folia do Divino sofreu diversas alterações, devido ao crescimento da cidade, à modernidade e à multiplicação das religiões. No entanto, Ubatuba preserva essa manifestação da cultura popular, que é uma das mais antigas do município.
No bairro do Itaguá, a comunidade busca manter as festividades do Divino à moda do caiçara antigo, com brincadeiras, comes e bebes e muita diversão. O folclorista Nei Martins, diz que a Fundart está se empenhando em resgatar, cada vez mais, a cultura caiçara. “Queremos rever os detalhes e buscar elementos compatíveis à nova realidade, para não deixar morrer a tradição. Queremos que a nossa cultura caiçara se mantenha, seja uma marca da cidade e mais um belo atrativo”.
A comemoração em homenagem ao Divino Espírito Santo veio das nossas origens portuguesas no final do século XIX. Seu símbolo é a pomba branca e as sete fitas coloridas representam os sete dons divinos do Espírito Santo: Sabedoria, Entendimento, Ciência, Conselho, Fortaleza, Piedade e Temor a Deus.

Roteiro das Visitas

Abril:

02 e 03 – Sertão da Fazenda
09 e 10 – Sertão do Poruba e Poruba Praia
16 e 17 – Sertão da Quina
21 – Praia Vermelha do Norte e Barra Seca
23 e 24 – Sertão do Ingá e Sertão do Meio

Maio:

07 e 08 – Itaguá
12 e 15 - Itaguá
21 e 22 – Promirim
28 e 29 – Taquaral

Junho:

04 e 05 – Sumidouro
11 e 12 – Enseada
18 e 19 – Marafunda
25 e 26 – Pereque Açu

Julho:

02 e 03 – Vila Rolim, Vila da Índia e Sertão do Cambucá

Observação: Mais informações podem ser obtidas com Nei Martins 3833-7000/7001 (ramal 27). PMU



Secretaria de Obras recupera iluminação de logradouros

Por outro lado, o furto de fios volta a preocupar

Dando continuidade ao serviço de manutenção de iluminação pública, a Secretaria de Obras restaurou diversos pontos onde os reparos se faziam necessários. Foram efetuados trabalhos no trevo do Indaiá, trecho da rodovia BR 101 do trevo do Taquaral ao Sumidouro, ponte de acesso ao Perequê Açu e passarela do Mercado de Peixe. As melhorias contribuíram para aumentar a segurança de motoristas, ciclistas e pedestres que se transitam por esses locais.
Furto de fios – A secretaria foi notificada por usuários e moradores sobre a falta de iluminação na rodovia BR 101, no trecho do bairro do Sumaré. Ao vistoriar o local foi constatado o furto do cabeamento que interliga três postes no sentido centro. A equipe de trabalho se dirigiu à delegacia onde lavrou boletim de ocorrência. PMU



Saúde, cultura e solidariedade no Circuito Petrobras de Surf Feminino em Ubatuba

A primeira etapa do Circuito Petrobras de Surf Feminino vai muito além das ondas perfeitas da praia de Itamambuca. Como de costume a organização do evento vai promover uma campanha de conscientização. Já foram abordados temas como doação de sangue, câncer de mama e combate à violência doméstica. Em 2005 será abordada a luta contra a anorexia entre os jovens.
Segundo a Sociedade Brasileira de Pediatria, o número de casos aumentou muito nos últimos anos. Palestras com membros da Sociedade e pessoas que já sofreram de anorexia, como a surfista Andréa Lopes, serão uma das armas neste combate.
Os pescadores de Ubatuba serão homenageados com uma apresentação do Agarramar no domingo, dia 3, antes das finais. Quatro pescadores e suas canoas mostrarão como era feita a saída para o mar, atravessando as ondas surfando em canoas. Os pescadores utilizavam as canoas de pequeno porte, a chamada “canoa de banho” que permite manobras e é de fácil manejo
A Petrobras armou um espaço para exposição dos projetos ambientais patrocinados pela empresa, entre eles os projetos Tamar, Baleia Jubarte e Brasil das Águas.
Mostrando total solidariedade a organização do evento estará aceitando doações de material para a Escolinha de Surf do Zecão, que foi incendiada no mês passado. Quem colaborar com lycras, pranchas e outros artigos estará concorrendo a diversos brindes.
Nas ondas, as meninas estarão disputando o título em cinco categorias, com destaque para a Profissional, que contará com a participação das atuais campeã e vice brasileiras Silvana Lima e Suelen Naraísa. As atletas estão treinando desde o meio da semana, buscando conhecer os segredos das ondas de Itamambuca. Cerca de cento e vinte atletas de todo o país devem participar de etapa de Ubatuba, que começa nesta sexta-feira, dia 1 à partir das 9 h e distribuirá quinze mil reais em prêmios. O Circuito Petrobras de Surf Feminino tem o apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba. PMU

quinta-feira, março 31, 2005

Charles Medeiros na Lagoinha


Charles Medeiros em reunião na Lagoinha, ao lado de pais e autoridades

Os moradores da Lagoinha reclamaram atenção para um problema urgente. A “EMEI” Agostinho Alves da Silva, tradicional escola da região está necessitando reparos. No último dia 30, aconteceu uma reunião para verificar “in loco” a extensão dos problemas e as providência que deverão ser tomadas. Procurado por moradores da região, o vereador Charles Medeiros entrou em contato com o Executivo. A resposta foi imediata, a Prefeitura se fez presente através do Sr. Mauro Gilberto de Freitas, assessor de governo e do engenheiro Maurício Eras, da Secretaria da Educação. Na reunião que aconteceu após a reivindicação do vereador estiveram presentes, além das autoridades, pais e alunos da comunidade. Falando aos pais, o engenheiro Eras prometeu que será iniciada prontamente uma reforma. Charles Medeiros lembrou que a ação emergencial permitirá manter as crianças na escola, mas que o problema maior persistirá, face ao aumento populacional. É notória a necessidade da construção de um novo prédio. Aproveitando a deixa de Charles, Eras solicitou aos representantes da comunidade que se reúnam e definam a melhor área para que a Prefeitura possa dar início ao projeto. O assessor Mauro aproveitou a ocasião para afirmar que o Prefeito tem planos de construir uma nova escola, que provavelmente será erguida ainda este ano, ou no começo do ano que vem. Segundo Mauro, Eduardo César está atento aos problemas e carências da região sul. Enquanto se estuda a viabilidade da construção, vamos dar melhores condições à escola que está funcionando, completou Mauro. Eras discorreu ainda sobre a reforma do prédio e salientou que tudo deverá ser combinado com a diretora, de forma a não atrapalhar os trabalhos escolares. Agora é dar andamento aos processos e acompanhar os trabalhos. A Prefeitura fará o que lhe compete, o Legislativo também e a comunidade verá que suas reivindicações, se encaminhadas de forma correta, sempre encontrarão soluções.
Fonte: Assessoria Charles Medeiros / Foto: Miguel Angel

Editorial

Começou cedo o movimento migratório das aves de arribação do gênero “passarus politicus”. É assim mesmo que se escreve. Essas aves, facilmente encontráveis, foram descritas por Meneláu da Capadócia em XXIV a.C.. (Não deve ser lido xisxis ivi) É por isso que se diz que políticos são capadócios, o que é a mais pura verdade. Não todos, por óbvio. Há alguns respeitáveis e de bom senso, infelizmente pertencem a outros tipos de aves. As avis raras. Mas voltando às migrações, é certa a ida de um vereador, dos mais experientes, para o PV. Conversei pessoalmente com ele, infelizmente não posso dizer seu nome. É preciso respeitar as regras da ética parlamentar. Primeiro sair de um partido, depois entrar em outro. Embora pareça simples, o expediente não entra na cabeça de muita gente, o que acaba dando confusão. Seguramente vai ganhar o PV. Quase ia me esquecendo, há outros dois vereadores namorando o partido da clorofila. Um é por demais conhecido, velho de casa. Foi o pivô do arranca-rabo da primeira sessão. Lembram-se? Outro está enrolado com uma denúncia de compra de votos. Ainda não disseram para ele que uma vez dada a entrada no MP, a coisa segue adiante. Inexoravelmente. Como a seta lançada. Saiu do arco não tem mais remédio. Vai até o alvo. Melhor se o alvo não for você. Se todo esse “staff” acabar nos campos verdes, o partido terá maioria na Câmara. Com alguma composição (atualmente muito fácil de ser feita) fará o próximo presidente da casa. Seria assim se política fosse coisa séria. No Brasil não é. O único partido organizado e que obedece a princípios é o PT. Seus membros devem votar de acordo com regras claramente estabelecidas. Desobediência dá expulsão. Apesar de inevitáveis injustiças; no atacado a coisa tem funcionado. Falo do PT nacional. Fica portanto a dica para PV. Fidelidade partidária. Esse é o xis da questão. Outro partido a ser abordado em breve, por hordas famintas de poder, é o PSDB. De qualquer forma, o PSDB de São Paulo está de olho. Num telefonema hoje de manhã eu soube que não serão toleradas aventuras. O partido está ressabiado com acontecimentos recentes. É esperar e ver.

Sidney Borges

Perigo, perigo...

Montados em seus alazões, 100 cavaleiros do Movimento Tradicionalista Gaúcho cruzarão Porto Alegre, dia 1º, para engrossar uma grande manifestação em defesa da Varig.
Na Praça da Matriz, se juntarão a funcionários, parlamentares e sindicalistas para pedir a intervenção do governo na empresa e em sua controladora, a Fundação Rubem Berta.
Esses intrépidos cavaleiros podem ter a idéia de amarrar seus cavalos nas colunas do Palácio da Alvorada. Foi o que fizeram seus antepassados quando invadiram O Rio de Janeiro. Amarrar cavalos em logradouros pode resultar em infindáveis dissabores.O país ainda sente as conseqüências do getulismo. Melhor dar um aviãozinho para os bombachudos. E uma cuia de chimarrão.


Sidney Borges, d'après Boechat

Leitura Branca

Leitura performática de textos de espetáculos teatrais clássicos e contemporâneos.

Hoje se inicia mais um programa superlegal na Fundart. Aiyan Zack, convida a comunidade para participar de uma divertida leitura do famoso texto de Millôr Fernandes “Computa, Computador, Computa”. Participe desse encontro e descubra a arte escondida em você. Aiyan Zack é ator, diretor, bailarino, promotor de eventos e terapeuta holístico. Participou como ator e diretor de vários espetáculos entre o Rio e São Paulo. Atualmente coordena o Grupo Setorial de Artes Cênicas e Dança da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba.
A Fundart está sediada no Casarão do Porto, Praça Anchieta, 38, no centro de Ubatuba. O espetáculo começa às 20:00h. Para maiores informações ligue para os telefones (12) 3833-7000 / 7001.

Fonte: Jorge Lee

Notícias da Prefeitura

A Fundart convida você para participar do curso de cerâmica

A Fundart informa que ainda há vagas para o curso de cerâmica com a professora Suzana Bottini, para pessoas acima de 14 anos. Esse é o quinto ano consecutivo do curso, que obteve bastante sucesso no município. Nas aulas, são ensinados métodos para se criar pequenas esculturas e utensílios domésticos. Já no segundo mês, o aluno estará apto a confeccionar peças em casa, sem a ajuda de tornos ou moldes. O curso ensina também a fazer as próprias ferramentas.
As aulas acontecem uma vez por semana, com duração de três horas. Os interessados têm seis opções de horários. A mensalidade custa 30 reais, havendo um desconto de 5 se o pagamento for efetuado até o dia do vencimento. O material a ser utilizado (argila, tintas, apostilas) poderá ser adquirido com a própria professora.
Para mais informações, ligue para a Fundart: 3833-7000/7001 PMU



Prefeito participa de reunião do Codivap

O prefeito de Ubatuba, Eduardo César participa na sexta-feira, dia 1º, em Taubaté, da 3ª Reunião Ordinária do Codivap – Consórcio de Desenvolvimento Integrado do Vale do Paraíba, Litoral Norte e Mantiqueira. Segundo a assessoria do Codivap, estão confirmadas as presenças de representantes da Secretaria Estadual de Saúde, do Ministério da Saúde, da Secretaria de Recursos Hídricos e também do secretário Estadual do Ministério da Cultura, Célio Roberto Turino de Miranda, que irá falar sobre programas e projetos do seu Ministério.
Destinação dos resíduos sólidos no Litoral Norte será também um dos temas debatidos durante a reunião e será apresentado pelo prefeito de São Sebastião, Juan Pons. Cláudio Jordan, da TV Bandeirantes, irá enfocar as ações da emissora em toda a região e Andiara Automara, do Itesp, Instituto de Terras de São Paulo fará palestra sobre o programa nacional de crédito fundiário. Acompanha o prefeito na reunião do Codivap em Taubaté o secretário de Turismo, Luiz Felipe Azevedo, que faz parte do recém criado Codivap-Turismo, uma segmentação do consórcio para o desenvolvimento do turismo no vale, litoral e serra. PMU



Paixão de Cristo comove o público em Ubatuba

A apresentação da Paixão de Cristo em Ubatuba foi marcada pela participação popular e pela emoção. Centenas de pessoas foram assistir ao teatro de rua que contou a saga de Jesus Cristo, desde o nascimento até a sua morte e ressurreição, passando por pontos importantes do centro da cidade. A chuva que caiu durante todo o dia deu uma trégua poucos minutos antes das 21 horas, horário marcado para o início da apresentação.
A Fundart, organizadora do evento, pôde contar com a colaboração de diversos comerciantes da cidade, que possuem seus estabelecimentos ao longo do trajeto percorrido pela encenação. O evento envolveu mais de 200 pessoas, entre atores, figurantes e técnicos de produção. PMU



Ubatuba marca presença nos Jogos Regionais do Idoso

Melhor Idade busca índice para Jogos Abertos

Uma delegação de 41 atletas de Ubatuba participará dos Jogos Regionais do Idoso (JORI), de 7 a 10 de abril em São Vicente. Essa é a nona edição do evento, que já é considerado o maior desde sua criação. Mais de 2.500 atletas da Terceira Idade confirmaram presença, o que vai garantir muita animação para os participantes e também para o público. Os melhores atletas em cada modalidade se classificam para os Jogos Abertos, que acontecerão no município de Praia Grande. Os atletas devem ter sessenta anos ou mais e devem encontrar-se clinicamente aptos a participar das competições.
Ubatuba estará presente em 11 modalidades: Natação, Atletismo, Bocha, Buraco, Dama, Dominó, Dança de Salão, Vôlei Adaptado, Coreografia, Truco e Malha. A chefe da delegação, Valéria Ferreira de Carvalho, acredita que a equipe pode conquistar bons resultados. “Já conseguimos obter índices para os jogos estaduais
em anos anteriores com a natação e a dança de salão. Nossos atletas estão otimistas e confiantes”, garantiu Valéria, que participou no início da semana do congresso técnico do evento.
A delegação de Ubatuba embarca dia 6, no período da manhã e ficará alojada na EMEF Constante L.C. Houlmont, na cidade de São Vicente. A abertura oficial do JORI acontece no dia 8, no centro de Convenções da Costa da Mata Atlântica e deve contar coma presença da primeira-dama do Estado, Lu Alckmin e do Secretário Estadual de Esportes, Lars Grael. No dia 9, os prefeitos e as primeiras-damas das cidades participantes devem participar de um jantar dançante no Ilha Porchat Clube. PMU



Triatletas começam a chegar a Ubatuba

Organizadores confirmam participação de 314 atletas na prova de abertura do circuito

Os atletas que disputarão a etapa de abertura do circuito PowerBar/Reebok Triathlon Long Distance já começam a chegar a Ubatuba. Segundo informações dos organizadores 314 triatletas confirmaram participação na etapa de Ubatuba. Alguns deles já podem ser vistos pedalando às margens da rodovia BR 101, reconhecendo o difícil trecho de ciclismo ou correndo pela orla do centro ao Cais. Na prova Long Distance os atletas percorrerão 1.9km natação, 90km ciclismo e 21km de corrida, enquanto na Short Distance são 750m natação, 20km ciclismo e 5km corrida. O ciclismo da Long Distance é o maior desafio para os atletas, pois serão 90 Km de subidas e descidas que praticamente definem as posições finais, visto que a modalidade seguinte (corrida) será disputada praticamente toda em trecho plano.
O argentino Oscar Galindez, bicampeão do evento já prevê dificuldades. “Trata-se de uma prova dura, especialmente em razão do calor na região. Além dessas dificuldades, ainda há os adversários de alto nível, que costumam complicar as coisas. Mas vou pensar apenas no que posso fazer e tentar o melhor”, destaca o argentino, de 34 anos, que se prepara para mais uma disputa do Ironman do Havaí, no final do ano. No ano passado ele venceu a prova com o tempo de 3h53min23seg, e começou o ano com bons resultados: vitória no Meio Ironman de Mar Del Plata, terceiro lugar no Meio Ironman de Pucón, no Chile e vice-campeão no Triathlon Internacional de Santos.
Carla Moreno, vencedora do ano passado também vem de bons resultados nesse início de temporada, tendo vencido o Mundialito de Fast Triatlo, o Internacional de Santos, a primeira etapa do Troféu Brasil, além do Sesc Triathlon Caiobá (PR) e a Intercontinental , em Vila Velha (ES). Em 2004 ela concluiu a prova com o tempo de 4h36min41seg.
A premiação está prevista para as 13 horas. A programação da prova de abertura da temporada começa no dia 2, com a entrega de kits das duas provas e a Expo Sports – uma feira de comercialização de produtos esportivos, no Ginásio de Esportes Tubão, a partir das 14 horas. No final da tarde, às 17 horas, será realizado o Congresso Técnico. No domingo, dia 3, a área de transição será aberta às 6 horas, fechando às 7h50.
O PowerBar/Reebok Triathlon Long Distance começará às 8 horas, enquanto o short largará meia hora depois. PMU



Câmara aprova projetos da Prefeitura

Executivo teve dois projetos de leis aprovados por unanimidade na Sessão de Câmara de ontem

Os projetos de leis do governo referentes à concessão de cesta básica aos servidores e incentivos fiscais para débitos municipais foram aprovados por unanimidade na última terça-feira, dia 29, durante a Sessão de Câmara. Nos próximos dias a Prefeitura estará publicando as leis para torná-las válidas. “Ficamos muito satisfeitos com a aprovação dos nossos projetos pela Câmara. Demonstra maturidade dos nossos vereadores e a sintonia dos poderes executivo e legislativo visando a melhoria de vida dos nossos munícipes e o desenvolvimento da nossa cidade”, afirmou o prefeito Eduardo César.

Cesta Básica

Com a nova lei, todos os servidores que recebem até o salário base da referência 12 (R$ 892,85), excluindo benefícios como gratificações, horas extras, qüinqüênios e outros terão direito a cesta básica. Hoje 930 funcionários, inclusive inativos e pensionistas, têm direito ao benefício, desde que seus vencimentos líquidos não ultrapassem o valor de R$ 892,85. Com a alteração a cesta será distribuída para 1099 servidores.
Segundo a Lei, o servidor que tiver três faltas injustificadas, no mês anterior a concessão, perderá o direito de recebimento de sua cesta básica. Hoje o custo unitário de cada cesta básica é de R$ 89,98. As novas cestas serão distribuídas a partir de maio.

Débitos municipais

O projeto de lei 29/05 que concede incentivos fiscais para pagamentos de débitos municipais (IPTU, taxas de alvará, vistorias, multas e outros) inscritos em dívida ativa ou ajuizados, também foi aprovado. Para ter direito ao benefício o contribuinte deve estar em dia com todos os tributos deste ano.
O contribuinte poderá optar pelo parcelamento em até 30 meses, sem incidência de juros; em 48 parcelas, com juros e multas ou o pagamento à vista com isenção de qualquer taxa. As parcelas não poderão ser inferiores a 30 Ufir’s, ou R$ 58,87. Para os débitos ajuizados, será necessário o pagamento das custas processuais e dos honorários advocatícios. Os benefícios da lei serão válidos até o dia 29 de julho. O projeto foi elogiado pelos vereadores Luciana Machado e Cláudio Gulli. PMU

quarta-feira, março 30, 2005

Editorial

Não há Práticos sem prática.
Há muitos anos acompanhei a manobra de atracação de um petroleiro. É uma tarefa de extrema responsabilidade. Quem executa tal trabalho é o "Prático". Ele substitui o comandante e dá as ordens até que o navio esteja finalmente atracado. É um trabalho rendoso, práticos ganham bem. No entanto é preciso muita habilidade para exercer tal profissão. Sem as qualificações necessárias seria um verdadeiro desastre. Navios têm muita massa e conseqüentemente muita inércia, ou seja, são difíceis de colocar em movimento e difíceis de parar. Se um capitão de navio quiser encostar sua embarcação sem o auxílio do prático e, se isso resultar em acidente, o seguro não será pago. Lembrei-me desse fato ao pensar nas nomeações que os políticos fazem. Dificilmente obedecem aos critérios do bom senso e da capacidade profissional. Nomeiam amigos e correligionários, vale a simpatia pessoal. Se fosse para administrar uma firma própria, seriam mais cuidadosos. Com o que é público vale tudo. Depois, quando o barco afunda, não sabem o porquê. Ou fingem não saber. Sem a presença de alguns práticos não há administração que consiga prosperar. É certo e seguro. Ou melhor, sem prático não há seguro.


Sidney Borges

Pensata

Ontem alunos da Unitau estiveram na Câmara onde conversaram com os vereadores Charles Medeiros, do PSDB, e Jairo dos Santos, do PT, este presidente da casa. Espero que tenham tirado proveito. É fundamental que a população da cidade se politize e aprenda a reivindicar seus direitos através do voto. Seria importante que a escola passasse a fita inúmeras vezes. Para reflexão dos estudantes. Na hora de votar é da maior importância escolher gente preparada. Senão o tiro sai pela culatra. Não vou fazer comentários sobre o que os meus olhos viram e os meus ouvidos ouviram. Quem esteve presente sabe ao que estou me referindo.

Sidney Borges

Escola em situação precária

Ontem conversei com pessoas ligadas à EMEI Agostinho Alves da Silva, da Lagoinha. Segundo elas, a escola precisa de reparos urgentes. A fossa está vazando o que causa desconforto aos alunos, além de trazer riscos à saúde dos mesmos. A área destinada ao recreio é pequena, cimentada, perigosa. A possibilidade de acidentes paira no ar o que sobrecarrega professores e funcionários. O refeitório não comporta os oitenta alunos que há. A escola não foi projetada para receber tal contingente. Além disso, a fossa vaza exatamente no local da merenda. O cheiro é insuportável. Como é sabido na cidade, a região sul carece de atenção especial. Foi práticamente esquecida nos últimos governos. Entre as necessidades prementes figura a construção de escolas. Enquanto não acontece é preciso manter as existentes, dando condições para que funcionem a contento. São aguardadas providências.

Sidney Borges

A obrigação de agradecer

Ronaldo Dias
A presença do governador para a “entrega” de obras para a cidade, não contemplam, de longe, nossas necessidades. Embora todos os investimentos em educação têm indiscutivelmente, seu mérito, os demais somam muito pouco, pelo que ele tem oferecido a outros municípios, pelo simples critério do número de eleitores. Em nossa contrapartida, oferecemos (gratuitamente) a todos os visitantes (a maioria do Estado de São Paulo) o nosso “melhor perfume”. Nossa Natureza e nosso meio ambiente. Recapar uma estrada com um traçado de 30 anos, sem nenhuma correção, sem acesso de pedestres entre bairros: (Praia Grande -Toninhas) (Toninhas –Enseada) (Perequê-Mirim – Saco da Ribeira) (Lázaro – Rio Escuro – Dura) (Dura – Lagoinha) é no mínimo, falta de respeito com o cidadão e desídia com a sua segurança, quando sem alternativa, é obrigado a andar (literalmente) pelos acostamentos. As ilhas (assassinas) da Praia Grande, agora (colocaram hoje) com inúmeras placas, mostram a total falta de planejamento e, de critérios técnicos que foi tratada a obra. Precisamos é de acesso com infra-estrutura destinada ao turismo. Inclusive aeroporto. Meias-solas não atendem as expectativas dos turistas muito menos servem para o alardeado “despertar” do Estado, para esta atividade econômica. É preciso deixar o palanque para os votos e, a realidade técnica para investimentos que contemplem o desenvolvimento econômico do nosso município, tão “controlado” pelas imposições legais do Estado. Precisamos de atracadouros públicos, da privatização do Píer do Saco da Ribeira, de sistema viário para distribuição do crescente fluxo de trafego que as reformas nas rodovias irão de toda forma causar. Os visitantes chegaram pelas estradas reformadas... E aqui? Vão para onde? Por onde? Precisamos de investimentos que nos libertem definitivamente desta tutela de cabresto que gera a obrigação de agradecer. Precisamos e merecemos investimentos de porte em nossa infra-estrutura, pois temos vocação e um excelente e cobiçado produto turístico. O resto, sim, fica por nossa conta.

Notícias da Prefeitura

2º Top Tuning de Ubatuba recebeu grande público

Ubatuba recebeu no último domingo, 27, toda a beleza e potência dos carros “Tunados” que participaram do 2º Top Tuning de Ubatuba. Foram 62 máquinas que participaram das categorias Som (24 estilos), Tuning (8 estilos), Rebaixados (2 estilos) e Mini Tuning. A equipe Rejeitados, da cidade de Guararema, foi a mais premiada, com nove vencedores.
No tuning os destaques foram Luciano Ribeiro com 890 pontos na categoria passeio pequeno e Fernando Henrique da Tuning Action com o Astra. Participação especial também de dois veículos que foram matéria de revista, o Golf de Luis Renato Santos e o Gol de Wagner Arruda.
Nas motos, Cleber Moraes, o pioneiro na participação nesta categoria apresentou sua possante CB 500 nitro, um verdadeiro show. Nas categorias do som Ricardo Caetano de Guararema virou 160,4 db na categoria Trio Pro Livre no seu e no SPL Wagner Caciano, com seu Corsa, alcançou 157,1 dbs na Profissional. O competidor de Ubatuba melhor classificado foi Luiz Augusto da Silva Barbosa da Kall Som com seu Gol que atingiu 141,8 db na categoria SPL amador. O 2º Top Tuning de Ubatuba foi realizado pela 101% eventos e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo. PMU



Campeões do PowerBar/Reebok Long Distance correm em Ubatuba

Fábio Carvalho e Silvia Fusco disputam a primeira etapa, no domingo

São Paulo - Após confirmar a presença de Carla Moreno e Oscar Galindez, campeões da etapa em 2004, os organizadores do PowerBar/Reebok Triathlon Long Distance divulgaram também a presença na primeira etapa dos atuais campeões do circuito, os paulistas Fábio Carvalho (Unimonte-Mizuno) e Silvia Fusco (Dahma). A prova será neste domingo, a partir das 8 horas, na praia do Cruzeiro, em Ubatuba, com 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida, reunindo o que há de melhor no país em provas do gênero. Vale lembrar que também será realizada uma prova de Short Triathlon, com início às 8h30.
Representante da nova geração do triatlo nacional, Fábio Carvalho, de 25 anos, natural de Mogi Mirim mas radicado em Santos desde 2004, teve uma excelente temporada no ano passado, sendo considerado a revelação do esporte. Ele começou o ano bem, ficando em quarto no Internacional de Santos, na condição de melhor brasileiro na prova. Depois seguiram-se o título geral no PowerBar/Reebok Long Distance, seu primeiro como profissional, com uma vitória em Cabo Frio, e o terceiro lugar no Troféu Brasil. Em 2005, ele repetiu o quarto lugar no Internacional e ficou em sétimo no SESC Caiobá, no Paraná.
“Este ano estarei dando prioridade para duas coisas: o bicampeonato no PowerBar/Reebok Triathlon Long Distance e o título do Troféu Brasil. Além disso, quero tentar algo no circuito mundial e competir fora. Vamos ver o que acontece nesta primeira etapa”, destaca o triatleta, que foi campeão amador no Troféu Brasil.
Silvia Fusco, de 28 anos, não fica atrás. Ela confirmou sua qualidade ao vencer a etapa final do PowerBar/Reebok Long Distance no ano passado, em Pirassununga (SP) e garantir o título no geral em sua quarta participação em disputas do gênero. Natural de Araraquara (SP), ela treina com o técnico Cali, em São Carlos, responsável pelo surgimento de Carla Moreno. Nesta temporada, no dia 13 de março, Silvia conseguiu mais uma importante vitória, no Broa Triathlon Series, também com distâncias maiores, com o tempo de 7h15min56seg.
“Espero começar o circuito com o mesmo ritmo que terminei em 2004. A prova de Ubatuba é dura, mas vou tentar fazer o melhor”, destaca a atleta, que no ano passado terminou em terceiro lugar na etapa de abertura, com o tempo de 4h45min48seg.
O circuito PowerBar/Reebok Triathlon Long Distance tem ainda outras duas etapas: Cabo Frio (RJ), no dia 7 de agosto, e Pirassununga (SP), no dia 27 de novembro. A organização é da Cia de Eventos, com patrocínio de Reebok e PowerBar, além do apoio da Prefeitura de Ubatuba. PMU



Fundart faz recadastramento de pessoas interessadas em receber informações

Envie seu e-mail para contato e fique por dentro da agenda cultural de Ubatuba
A Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) está recadastrando pessoas físicas e jurídicas para o envio de sua programação cultural mensal através da Internet. A programação cultural do mês de março foi praticamente triplicada se comparada com a de fevereiro. Agora, o objetivo é ampliar a difusão das atividades e fazer com que a comunidade ubatubense participe cada vez mais dos eventos culturais promovidos pela Fundart.
Essa idéia de ampliar o contato com os internautas faz parte de um trabalho de socialização e troca de informações. O coordenador de eventos, Jorge Lee explica que a sugestão da Fundart é que os internautas colaborem, passando adiante as informações, imprimindo cópias da programação para quem não tem acesso à rede. “Dessa forma, uma parcela expressiva dos moradores de Ubatuba ficará informada sobre as atividades culturais realizadas na cidade. A intenção é oferecer à comunidade programas freqüentes, que sirvam também como atrativos aos turistas na baixa temporada”, complementa Lee.
Por motivos administrativos e operacionais, a Fundart ainda não está recadastrando pessoas para o envio de correspondências pelos Correios, mas a programação impressa está disponível em sua sede, o Casarão do Porto, situado na Praça Anchieta, 38, ou em diversos estabelecimentos espalhados pelo município.

As pessoas que quiserem receber a programação da Fundart pela Internet devem proceder da seguinte forma:

Colocar no item assunto, do seu e-mail, a que categoria você pertence. Você pode escolher uma dessas opções:

Comunidade
ONG / OCIP
Instituição – religiosa
Instituição – desenvolvimento social
Empresa – hotel/pousada
Empresa – comércio
Empresa – turismo
Profissionais liberais
Depois, enviar para: jorgelee.event@fundart.com.br
Cadastre-se e não fique de fora dos nossos eventos! PMU



Associações e ONG’s devem procurar a Prefeitura

A Assessoria de Assuntos Comunitários solicita que todas as Associações e ONG’s de Ubatuba façam seu cadastramento junto à Prefeitura. Os representantes deverão entrar em contato com a Assessoria pelo telefone 3833-3099 ou se dirigir até a sede, localizada na rua Maranhão, 536, centro. O cadastramento se faz necessário para a atualização de dados junto a Prefeitura. PMU

terça-feira, março 29, 2005

Mudança no secretariado

Cristo sai do governo de Ubatuba!

O Secretário de Administração da Prefeitura de Ubatuba, Sizenando Cristo, informou ao prefeito Eduardo César que estará deixando a Secretaria na próxima semana. Em seu lugar, interinamente, ficará o Secretário de Finanças, Gilson Ferreira da Silva que acumulará as duas pastas.

Sidney Borges

Mistério sempre há de pintar por aí...

Adelino Costa
Vou falar de um terrível mistério. Aconteceu na época da série “O terrível mistério dos Discos Voadores” da revista “O Cruzeiro”. Não tem nada a ver com discos, nem com voadores. Aconteceu na televisão. Eu e todos os garotos da minha época assistíamos à Sessão Zás-Trás. Ia ao ar de segunda à sexta no final da tarde, no canal 5 de São Paulo, que ainda pertencia às Organizações Victor Costa. Antes passava “O Semeador” com o padre Olavo Pezzoti, uma chatice sem tamanho. Depois era a hora da sessão de desenhos apresentada pela dupla Gislene e Marco Antonio, que eu tinha na conta de fresquinho. Pois é, não consigo lembrar a grafia correta, Gislene ou Gislaine, na época eu era analfabeto, ou semi-analfabeto, como são e serão eternamente alguns políticos de sucesso. Mas vamos ao mistério. A Gislene (vou adotar essa forma como correta) era a queridinha dos meninos, que embora pequenos, morriam de tesão por ela. Eu me confesso entre eles. Certo dia vi a minha mãe cochichando com a vizinha. Ouvi o nome Gislene, quando perguntei o que era fui encorajado a ver se havia caído algum avião na esquina. Lá tinha outra rodinha de adultos cochichando. Pude ouvir o nome Avancini. Naquela noite a Gislene não apresentou o Záz-Trás, aliás, a Gislene nunca mais apresentou o Záz-Trás, sumiu. Com os corações partidos perguntávamos por ela. A resposta era sempre a mesma. Cala a boca moleque. Dizem que o Avancini fez mal à moça, naquela época era assim que as pessoas falavam do amor antes do casamento. Se fez mal ou fez bem ninguém sabe. Uma vez eu perguntei ao próprio Avancini. Ele me olhou com cara feia e mudou de assunto. Como já não se encontra no planeta, resta a esperança de que a Gislene, se ainda estiver viva, finalmente dê a versão final ao boato. A duvida terrível que há cinqüenta anos assola as cabeças de seus fãs. Alguém sabe por onde anda a Gislene? O que teria de fato acontecido entre ela e o jovem Avancini? Sexo? Com variações? Onde?

Cerimonial

Muito interessante a matéria da Assessoria de Comunicação falando do trabalho do Cerimonial do Governo do Estado. Leia abaixo, nas "Notícias da Prefeitura". A turma deu duro para preparar a visita do Governador. Não sei bem o porquê, mas me veio à cabeça o boneco do Judas, vencedor do concurso. Foi batizado de Xisxis Judas. As meninas que o confeccionaram lembraram-se da gafe cometida quando da homenagem ao Vigésimo Batalhão da Polícia Militar. O então chefe do cerimonial da Câmara homenageou o “xisxis batalhão”. Faltou nas aulas de algarismos romanos. Chefe do cerimonial é coisa séria em qualquer lugar do mundo. Em Ubatuba não é levado à sério.

Sidney Borges

Obrigado Governador

Corsino Aliste Mezquita - Professor*
Compareci, na condição de cidadão, à recepção, de Vossa Excelência, no Aeroporto de Ubatuba, na esperança que estivessem presentes representações de todos os bairros que receberam obras, conveniadas com o Governo do Estado, nos últimos quatro anos. Infelizmente a visita foi bastante rápida e isso não foi possível. Em atenção a essa falha gostaria agradecer, a Vossa Excelência e ao seu Governo, os convênios mantidos entre as Secretarias de Educação do Estado e da Prefeitura de Ubatuba, em parcerias que frutificaram em ações de grande interesse educacional, assim como benéficas ao município. Frutos dessas parcerias estão presentes em todos o bairros. Relacionaremos a seguir as principais ações.
O processo, bem sucedido, de municipalização do ensino de 1ª a 4ª séries com a incorporação, ao patrimônio do Município, da Escola Altimira Silva Abirached, no bairro do Itaguá e a posterior reforma realizada pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação- FDE – sem ônus para o município.
As reformas das escolas estaduais Aurelina Ferreira e Idalina do Amaral Graça realizadas diretamente pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação – FDE.
As ampliações, em parceria com a Prefeitura, das escolas Áurea Moreira Rachou, no Sertão da Quina, Madre Maria da Gloria, no Parque dos Ministérios e Escola Indígena Boa Vista.
As reformas, em parceria com a Prefeitura, das escolas estaduais: Florentina Martins Sanchez, no bairro do Perequê Mirim, Sueli Ap. Figueira dos Santos, na Estufa I, Esteves da Silva, no Centro e Dionísia Bueno Velloso, no Perequê Açu.
A cobertura das quadras das escolas estaduais: Áurea Moreira Rachou, no Sertão da Quina, Florentina Martins Sanches, no Perequê Mirim, Aurelina Ferreira, na Estufa II, Cap. Deolindo de Oliveira Santos, no Centro e Dionísia Bueno Velloso, no Perequê Açu.
A construção das escolas municipais, em parceria com a Prefeitura: Sebastiana Luiza
de Oliveira Prado, no Bairro do Araribá, Nativa Fernandes Faria, no Sertão da Quina, Semíramis Prado de Oliveira, no Saco da Ribeira-Lázaro, Maria da Cruz Barreto, no Perequê Mirim, Josefina Giglio Silva, na Estufa II, José de Souza Simeão,nos bairros do Taquaral-Vila Suré e a do Perequê Açu, no bairro do mesmo nome.
Autorização para construir e aprovação dos projetos, pela Fundação para o Desenvolvimento da Educação –FDE - das escolas municipais do Ipiranguinha (doze salas de aula) e do Horto-Figueira (seis salas de aula)
Excelentíssimo Sr. Governador, na condição de participante ativo da História da Educação de Ubatuba, nos últimos trinta e dois anos, posso afirmar que em nenhum quadrante dessa História houve parceria tão generosa e eficiente como no quadriênio 2001-2004. Estivemos envolvidos nessas ações não podemos deixar de agradecer ao Seu Governo, ao do saudoso Governador Mário Covas e às equipes da Secretaria de Estado da Educação que tão atenciosas foram no desenvolvimento dos processos burocráticos necessários a tantas e tão diversas realizações.
Com admiração a Sua Pessoa e ao Seu Governo apresento-lhe respeitosas saudações.
* Ex-secretário da Educação de Ubatuba

Agressividade Infantil

Aline Carvalho Vendruscollo Psicóloga
Como se sabe, a agressividade tem dois significados: por um lado, é uma reação direta ou indireta à frustração e, por outro, é uma das muitas fontes de energia de um indivíduo, é aquilo que o move a superar obstáculos na vida e sobreviver. À medida que nos desenvolvemos, aprendemos formas de dominar e controlar nossos impulsos agressivos, colocando-os a serviço da vida, do amor, do trabalho, do brinquedo, do estudo...
Ainda assim, o conceito de agressividade é visto, na maioria das vezes, sob um ponto de vista pejorativo, como algo ruim, que deve ser eliminado. Quando se trata de uma característica do comportamento infantil, então, pais e professores se vêem numa situação bem delicada, principalmente se não conseguem entender a agressividade como algo mais amplo que um ato agressivo. Partindo dessas afirmações, nos perguntamos: como os adultos podem manejar de forma positiva condutas agressivas das crianças?
Em primeiro lugar, não combatendo a agressividade com agressividade, pois é uma mensagem contraditória e reforça que a criança imite a atitude agressiva. É importante que os educadores em geral não permitam que a agressão seja consumada, contendo a criança, sem usar de força e explicando a razão desta contenção. Quando isso ocorre, é fundamental que o adulto não tome parte na briga, nem defenda o agredido, pois pode apenas postergar o ato agressivo e ainda acaba mostrando preferências, o que pode ser injusto.
O mais adequado é conversar com as crianças quando estiverem mais calmas. Primeiro, o educador deve falar a sós com o agredido, depois, com o agressor. Ao procurar ficar a par de uma situação de agressão, o professor ou responsável deve evitar a famosa pergunta “Por que você fez isso?”, pois esta reflete um pré-julgamento. É válido considerar a agressão de uma criança como um sintoma que precisa ser interpretado, decodificado pelo professor ou pelos pais. Pode ser um pedido falido de ajuda, um grito desesperado de incompreensão do que lhe acontece.
Da mesma forma, jamais se deve buscar no grupo de crianças um cúmplice para acusar o agressor, nem se identificar com o agredido. O que muitas vezes o adulto se esquece é que seu papel é de mediador do conflito, além de modelo de identificação para as crianças. Se seu objetivo é fazer com que os pequenos desenvolvam suas habilidades sociais, deve mostrar que sua intervenção é neutra e que depende de um autocontrole. Para tanto, é preciso que este adulto saiba lidar bem com sua agressividade, questionando-se como vê cada uma das crianças envolvidas. Será que não se identifica com a vítima e por isso age de forma inadequada com a criança que o agride? Que vivências suas poderiam estar determinando este sentimento desenfreado? Uma auto-análise permite que, conhecendo a origem da conduta, a conduzamos para uma intervenção mais acertada nas próximas situações.
Aconselha-se que o adulto mediador nunca dê como explicação “Aquele aluno agiu assim porque é agressivo”, mas que sempre questione-se, pergunte ao agressor, ao agredido, ao grupo o motivo da atuação. Assim, abre-se espaço para a reflexão e outras formas de comunicar-se. O adulto pode sim propiciar a reparação do seu ato, sem forçá-la. Em outras palavras, o professor ou pais podem ajudar muito quando dão a oportunidade à criança de se arrepender e tentar corrigir o que fez. Causa alívio a ela, que percebe que também é capaz de construir, não só destruir. Um exemplo, é ajudar a fazer o curativo do amigo que ela machucou, assim como pedir desculpas de forma espontânea.
Por fim, cabe sempre aos adultos lembrarem que não existem “crianças agressivas”. Se eu digo que uma criança é agressiva, esta agressividade transforma-se em parte de sua identidade. Ao contrário, se é dito a um aluno que ele cometeu um ato agressivo, ele vai receber do professor um assinalamento de seu ato e o reconhecimento de que é mais do que isso. Condene o ato, mas jamais a criança. Se ela crescer ouvindo que é agressiva, vai acabar ficando sem saída, assumindo o rótulo que lhe foi dado.
aline.vendruscolo@ig.com.br

Notícias da Prefeitura

Geraldo Alckmin traz benefícios e o apoio do Estado a Ubatuba

Parceria entre os governos municipal e estadual resulta em obras e melhorias em Ubatuba

O governador Geraldo Alckmin foi recebido em Ubatuba no sábado, 26, por cerca de 200 pessoas, entre elas, todos os prefeitos do Litoral Norte, secretários municipais, vereadores, lideranças políticas de Ubatuba e região, além de pessoas da comunidade. A visita, ocorrida um dia depois do aniversário do prefeito, teve o objetivo de entregar oficialmente as obras de reforma do aeroporto Gastão Madeira, incluindo as instalações de Bombeiros, próximo a pista. O prefeito Eduardo César aproveitou a oportunidade para fazer vários pedidos importantes ao governador.
Ubatuba foi a primeira cidade do Litoral Norte a ser visitada pelo Governador em 2005. O prefeito Eduardo César disse que receber Geraldo Alckmin foi uma satisfação muito grande, “um presente de aniversário”. Ele salientou ainda que isso representa o início de uma nova fase de desenvolvimento para Ubatuba. “Acreditamos que só uma administração séria consegue parcerias como esta. Temos um potencial turístico privilegiado pela própria natureza. Agora, estamos correndo atrás de recursos, idealizando projetos que tragam para Ubatuba o prestígio e o sucesso merecidos”. Em relação ao aeroporto, Eduardo disse que um grande sonho é implantar um terminal de passageiros dentro do aeroporto, para melhor receber os turistas que chegam de avião ou helicóptero.

Aumento de 30%

Segundo o secretário de transportes Dario Rais Lopes, que acompanhou o governador a Ubatuba, foram investidos no aeroporto mais de dois milhões de reais. “Esse investimento já resultou num aumento de 30% no movimento de aeronaves nessa última temporada. Nossa intenção é dar condições plenas de acessibilidade, proporcionando a Ubatuba uma importante condição de desenvolvimento”.
Em seu discurso, o governador Geraldo Alckmin falou que o grande desafio agora é coletar e tratar o esgoto corretamente. Ele também prometeu liberar verbas para a construção de casas populares para famílias que vivem nas encostas, áreas que correm risco de deslizamento. “Ubatuba é uma das mais belas cidades do Litoral Paulista e tem as mais belas praias do país. Precisamos investir na despoluição das praias, no desenvolvimento ordenado e na segurança de moradores e turistas”.

As obras

Segundo o governador, a ênfase das obras do governo do estado para a região está na melhoria das vias de acesso, visando a otimização do turismo e conseqüente odesenvolvimento da região.”Em abril estaremos entregando as obras que estão sendo realizadas na Estrada Manoel Hipólito do Rego, que liga Caraguá a Ubatuba”, disse. Já a reforma da Rodovia Oswaldo Cruz, orçada em 42 milhões de reais, segundo o governador, será feita em duas etapas e está prevista para começar no início de abril.

Pedidos ao governador

O prefeito aproveitou a oportunidade para encaminhar ao governo do estado alguns pedidos importantes para o município. Eduardo César solicitou atenção especial para viabilizar a liberação de recursos necessários à conclusão da Unidade Mista de Saúde da Maranduba. A construção está em fase de acabamento e necessita da aquisição de equipamentos para atender à demanda. Esse pedido justifica-se pelo fato do bairro da Maranduba sediar a Regional Sul, que possui uma população de 15 mil habitantes, contemplando os bairros da Tabatinga, Caçandoca, Sertão da Quina, Lagoinha, Praia Dura, Fortaleza, Corcovado e Rio Escuro. A região possui cerca de 30 mil domicílios e uma grande rede hoteleira. Durante a temporada de verão, a população chega a 150 mil pessoas. A rodovia de acesso ao bairro é a SP 55 Caraguá-Ubatuba, que corta as praias mais freqüentadas nesse período. O tempo de percurso da Maranduba até o centro dessas cidades tem sido superior a duas horas. Isso poderia, facilmente, custar a vida de pessoas acidentadas nessa região.
Eduardo César pediu também a conclusão das obras de saneamento da Sabesp especialmente nas áreas escolhidas pela prefeitura para construção de casas populares e conseqüente liberação de verbas, uma vez que a área apresentada pela prefeitura ainda não possui o saneamento básico exigido pelo governo. O prefeito de Ubatuba também solicitou o apoio do Estado, em relação à parceria entre as quatro cidades do Litoral Norte, que estão se unindo para dar soluções aos problemas de destinação dos resíduos sólidos da região. Outra solicitação foi a aquisição de pontes pré-fabricadas e metálicas, bem como a manutenção de estradas vicinais, com o objetivo de melhorar e até mesmo possibilitar o acesso a bairros de Ubatuba.

Cerimonial

A solenidade de inauguração do Aeroporto Gastão Madeira foi realizada de acordo com as solicitações da equipe do governador, que chegou três dias antes. Ao todo, foram 5 equipes cuidando de todos os detalhes do evento. Desde a segurança até o tamanho do palco a ser utilizado, tudo foi decidido pelas equipes do governador. Coube à Prefeitura, sob a coordenação da chefe de gabinete Silvana Niel, providenciar os pedidos do cerimonial de Alckmin. PMU



Equipe Natural Art terá dois atletas de Ubatuba em 2005

Gustavo Araújo e Marco Aurélio garantem patrocínio mostrando competência nas ondas do Guarujá

Os surfistas Marco Aurélio (Iniciantes) e Gustavo Araújo (Mirim) brilharam nas ondas do Guarujá nos dias 26 e 27 durante o Festival Natural Art Caça Talentos. O evento reuniu 96 atletas de 13 cidades, divididos em três categorias - Júnior (até 18 anos), Mirim (no máximo 16) e Iniciantes (limite de 14). As ondas de pouco mais de um metro foram bem aproveitadas pelos jovens talentos, que também precisaram demonstrar desenvoltura em uma entrevista conduzida pela psicócologa Diva Maria Assef. Os atletas então foram julgados na água por leitura e escolha da onda, radicalidade, posicionamento e timing. Fora da água foram avaliados por motivação, foco, comprometimento, e metas a curto, médio e longo prazos.
Com a conquista os novos talentos receberão toda a estrutura necessária para participarem, em suas categorias, das etapas dos circuitos municipais e paulistas, além do Brasileiro Amador, caso consigam vagas, com inscrições, despesas de viagens, alimentação e hospedagens custeadas na temporada 2005. Não é a primeira vez que atletas de Ubatuba conseguem apoio nesse evento. O surfista Hizunomê Bettero, que hoje disputa torneios profissionais também conseguiu seu primeiro patrocinador nesse evento alguns anos atrás. Participaram também do Festival Natural Art Caça Talentos os atletas Giovani Ferreira, Lucas Santos, Patrick Olinto, Tamaê Bettero, Jean Lucas, Felipe Mendes e Thiago Silva. Os atletas contaram com o apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba. PMU



Abril chega com muito esporte em Ubatuba

Surf, triathlon, judô e futebol de praia têm eventos que acontecem nesse final de semana

O mês de abril começa com muito esporte em Ubatuba. Logo no primeiro final de semana, quatro eventos prometem movimentar o Centro e a região Norte da cidade.

Surf - No dia 1, na praia de Itamambuca, começa a primeira das três etapas do Circuito Petrobrás de Surf Feminino (Divisão de Acesso do Circuito Brasileiro Profissional), Troféu Deborah Farah em homenagem a primeira campeã brasileira profissional da história. Será a primeira competição oficial deste ano no Brasil e as atletas querem mostrar que estão prontas para disputar a premiação total de 50 mil reais (15 mil na etapa de Ubatuba).
Cerca de cento e vinte atletas de todo o país devem participar de etapa de Ubatuba. O Circuito Petrobrás de Surf Feminino tem por tradição promover campanhas de esclarecimento, e a desse ano aborda o problema da anorexia entre os jovens, que vem crescendo nos últimos anos. Mostrando total solidariedade a organização do evento estará aceitando doações de material para a Escolinha de Surf do Zecão, que foi incendiada no mês passado. Quem colaborar com lycras, pranchas e outros artigos estará concorrendo a diversos brindes. O Circuito Petrobrás de Surf Feminino termina no domingo, dia 3.

Triathlon – No domingo, dia 3, acontece também a primeira etapa do PowerBar/Reebok Long Distance. Mais de 250 atletas participarão das provas que terão início às 8 da manhã, na praia do Cruzeiro. Na Long Distance os atletas terão pela frente 1.9km de natação, 90 km de ciclismo (BR 101 até a entrada para a praia de Picinguaba) e 21km de corrida (sentido Cais do Porto), enquanto na prova de Short Distance o percurso tem 750m de natação, 20km de ciclismo (BR 101 até a praia Vermelha do Norte) e 5 km de corrida. Ubatuba terá diversos atletas participando, entre eles, Márcio Gouveia, Mônica Chiste, Ronaldo Teodoro, Douglas Costa Velho, Luis Cláudio “Huka” Graglia e Luis Cláudio “Jarrão” Gonçalves, que foram contemplados em um sorteio promovido pela Secretaria de Esporte e Lazer e ganharam as inscrições. As principais estrelas esperadas são Oscar Galindez, vencedor em 2004 com o tempo de 3:53:24 e Carla Moreno que finalizou a prova em 4:36:43, que tentarão repetir o feito em 2005.

Judô – O Ginásio de Esportes Tubão recebe também no domingo, mais de 800 atletas para a 1ª Copa Cidade de Ubatuba de Judô, evento reconhecido pela Federação Paulista. Os atletas de Ubatuba aguardam esse evento pois é uma forma de ampliar o intercâmbio com atletas de outras cidades, o que ajuda na preparação para os campeonatos que serão disputados no decorrer do ano. O objetivo principal para 2005 é uma boa colocação nos Jogos Regionais de Caraguatatuba.

Futebol de Praia – Outro evento que movimenta a cidade é a final do torneio de futebol da praia do Estaleiro. Em sua oitava edição, a final reúne as equipes do Promirim e Auto Posto que se enfrentam a partir das 11 horas. Na primeira partida do dia, que acontece às 10 horas o J R Parafuso enfrenta a equipe do Estaleiro na definição do terceiro colocado. Os organizadores ainda prometem algumas surpresas para abrilhantar a festa de encerramento. Todos os eventos contam com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer da Prefeitura Municipal de Ubatuba. PMU

segunda-feira, março 28, 2005

Giselle, a espiã de meus sonhos


Com vocês "Giselle, a espiã nua que abalou Paris". Abalou Paris e a mim, que aos quinze anos fiquei perdido, desatinado, embasbacado, emudecido e acabrunhado. Até pensei em ir para o Japão, num cargueiro do Loide, lavando o porão. Por Giselle eu arrastaria um trem da Central do Brasil, mataria e morreria, lutaria contra o rei, esmurraria o dragão e afrontaria a inquisição. Que gata!

Afonso Henriques

Vips

Não param de ligar para me contar fofocas sobre a visita do governador Geraldo Alckmin. Foi uma luta árdua aparecer ao lado do homem. Todos queriam estar no palanque. Para quê? Pedir emprego? Sabe-se de recepções especialmente preparadas para receber o digníssimo chefe do executivo estadual, às quais ele não compareceu. Mas o tom da festa foi a banda. O governador adorou. A música escolhida para abrir o espetáculo foi “Homenagem ao malandro” de Chico Buarque de Holanda. Logo para ele que é um moço exemplar. Não faz mal, um presidente americano, em recepção ao chefe de um governo estrangeiro, abriu o baile como era de praxe. Esperou até que tocasse a música certa. Todos ficaram perplexos quando ele convidou a esposa do visitante para dançar ao som de “The Lady is a Tramp” que significa “A dama é uma vagabunda”. Foi a maior saia justa. Gente fina é outra coisa.

Sidney Borges

Lei do silêncio

Roberto de Mamede Costa Leite
A madrugada de domingo de Páscoa, entre 02,00 e 04,00 horas, Ubatuba foi agredida por som que alcançou todos os quadrantes desta cidade, então cheia de turistas.
Foi show do Rappa, em casa de espetáculos de Ubatuba que, sem dúvida, não tem o resguardo acústico para fazer tal.
A agressão, salvo engano, está prevista na lei penal e em disposições legais estaduais e municipais, que a penalizam
Onde as autoridades, d'outras ocasiões tão presentes ?
Onde cacique para disciplinar a tribo ?
Caso fosse eu turista em Ubatuba, depois deste atentado jamais voltaria a este socialmente primitivo aldeamento ...
Outro grande problema ao turismo e à cidadania são os cães nas praias, em desacordo com a lei e nosso direito à saúde, à tranqüilidade e de vermos respeitados nossos direitos, especialmente, quando resguardados em lei.
Pessoalmente, moro em praia, tenho sete cachorros que nunca foram à praia onde residimos.
É meu dever assim proceder, por reconhecer o direito de todos nós vermos respeitadas as leis e as regras de boa convivência.
Aqui na praia do Felix há cachorros sem dono, bem como alguns com origem conhecida de seus antigos proprietários desmazelados que os abandonaram.
Há, por fim, grande cão negro, com coleira, que com intuito de brincar, fura todas bolas que encontra, pula sobre crianças, machucando-as, e outro dia, senhora com fobia a cães, adentrou o mar em fuga do animal, quase se afogando.
Este animal é de propriedade de casal que aqui tem propriedade, e em face das posições profissionais que ocupam, deveriam ter discernimento suficiente para saber do problema que constitui seu cão solto.
Apesar de já avisados dos problemas nada fazem, o cão labrador nos fins de tarde assustando os freqüentadores, machucando crianças, destruindo bolas e defecando na praia.
Esperamos que o abuso tenha fim; caso contrário, voltaremos, mais especificamente, a tratar do assunto.
Encerrando, ainda não tivemos notícia de qualquer procedimento de campo sobre a denúncia de vazamento de esgotos na foz do rio do Felix. Apenas recebemos gentil telefonema de médico da Vigilância Sanitária nos dando ciência de que tiveram registro de nossa carta anterior ...
Em exame perfunctório no local, com as chuvas recentes, não mais consegui identificar as marcas do derrame de fossa.
Cheiro ainda, de vez em quando, há.
Como diz o ditado italiano, em tradução livre: "O tempo é um homem galante ..."
Irmãos, continuemos a orar ...
r-mamede@uol.com.br

Charles Medeiros quer Hospital Regional

Na última sessão da Câmara de Ubatuba, o vereador Charles Medeiros aprovou uma moção de apoio em prol da criação de uma ampla frente parlamentar. Participarão dela políticos da região que compreende o Litoral Norte e o Vale do Paraíba. A frente terá como primeira missão centrar esforços na luta pela construção de um hospital regional capaz de atender dignamente à população litorânea. Segundo Medeiros, “um hospital regional estruturado é imprescindível para a imensa comunidade que vive próxima ao Atlântico, tendo em vista o grande número de pacientes que são encaminhados aos hospitais do Vale. Há, no litoral, problemas de falta de infra-estrutura de atendimento e de falta de recursos para transportar os doentes de forma adequada. Será mais producente, mais barato e mais digno atendê-los no litoral. Agora temos de unir forças e brigar por algo que já está garantido na constituição federal, que diz que todo cidadão tem direito à saúde”. Medeiros salientou ainda que um hospital regional aumentará o numero de turistas, melhorando a economia da região. “É sabido que muitos idosos não freqüentam o litoral por temer a precariedade da rede hospitalar. O que fazer em caso de uma emergência médica"? O vereador Charles Medeiros visitará em breve as câmaras do Litoral e do Vale do Paraíba, visando conquistar adeptos para a empreitada.

Abaixo o teor da Moção 09/05 de autoria do vereador Charles Medeiros, que foi aprovado por unanimidade, que versa sobre a construção de um hospital regional.


MOÇÃO DE APOIO N. º 09/05.

Considerando que diante do visível crescimento dos quatro municípios que compõem a nossa Região, (Ilhabela – São Sebastião – Caraguatatuba e Ubatuba), abaixo descrevo as razões para que juntemos nossas forças na luta para instituir em nossa Região, a “Frente Parlamentar em Prol da Instituição do Hospital Regional do Litoral Norte”.

Considerando que termos uma população fixa residente de aproximadamente 250.Mil habitantes, e que, por conta de que em época de temporada e feriados prolongados, a população residente e flutuante é de aproximadamente dois milhões de pessoas;

Considerando que por sermos uma região litorânea, onde se encontram as mais belas praias do Brasil, tornando – se um local de grande visitação, tornando -se difícil o transporte de emergência, dos cidadãos que necessitam de socorro médico nos hospitais com maiores recursos;

Considerando que diante do exposto e lembrando que nossos irmãos do Vale do Paraíba, conquistaram depois de enormes esforços um Hospital Regional na cidade de Taubaté, para melhor suprir suas necessidades, é que solicito aos nobres vereadores que unam esforços, juntando-se a esta Frente Parlamentar em prol da Instituição do Hospital Regional do Litoral Norte;

Requeiro a Mesa, ouvido o Plenário, que fique consignado na ata dos trabalhos desta Casa, uma MOÇÃO DE APOIO, com o objetivo de promover a “Frente Parlamentar em Prol da Instituição do Hospital Regional do Litoral Norte”.

Solicito que se encaminhe copias da Moção as Câmaras do Litoral Norte e Vale do Paraíba.

Sala Washington de Oliveira, 14 de março de 2005.

CHARLES MEDEIROS - PSDB
Vereador

Fonte: Assessoria Charles Medeiros

O governo do Estado investiu no aeroporto. Foram gastos mais de 2 milhões para recapear a pista e o pátio. Agora resta esperar que o projeto do vereador Charles Medeiros se concretize e uma empresa aérea passe a servir Ubatuba. Está na hora.

Cuidado com ele!


Fred Kruger espalhou pregos enferrujados em Ubatuba. Cuidado!

Crianças em perigo!

Uma dica para a turma da manutenção. Na praia, próximo ao restaurante Perequim, alguns equipamentos estão precisando de reparos. O escorregador está com pregos enferrujados aparecendo. Parece coisa do Fred Kruger, vilão do cinema, sempre disposto a espetar criancinhas. Minha sobrinha foi salva por pouco. Ufa! Mas o pobre avô ficou sem fôlego!

Sidney Borges

Editorial

Ouvidoria, uma idéia a ser pensada.
A criação da “Ouvidoria Municipal” merece consideração. O “Ouvidor” atuaria como intermediário entre os anseios da população e os poderes constituídos. Esse é um ponto dos mais delicados, o contato com o público. Uma palavra errada, uma grosseria, uma recusa brusca e tome um inimigo para a vida. Um detrator de corpo e alma, capaz de estragos eleitoreiros de monta. Há um ex-prefeito de uma cidade litorânea que conseguiu ter a maior rejeição da política tupiniquim, segundo dados de institutos de pesquisa que atuaram na cidade. Guardadas as proporções ele supera largamente os grandes vilões nacionais, sobejamente conhecidos. Parte da rejeição cabe ao próprio, cometeu erros primários. Não leva jeito para a arte da política. A outra parte, talvez a maior, cabe aos que ocuparam cargos de confiança por ele delegados erroneamente, com base apenas na simpatia pessoal. Cargos estes que obrigavam ao contato direto com a população. A arrogância, o despreparo e a estupidez no trato, acabaram por destruir o que poderia ser uma carreira política. Educação é fundamental, respeito também. Como não existe a perspectiva da “Ouvidoria” ser criada, o Ubatuba Víbora tem funcionado como tal, ainda que precariamente, dada à notória exclusão digital que por aqui campeia. Sem preferências políticas, estamos sempre prontos a publicar o que nos chega e que acreditamos serve como balizamento para o governo. Por isso ficamos felizes ao receber o texto do professor Marcos Antonio Flausino Santos, do Ipiranguinha. É mais um morador que descobriu o nosso veículo. O UV certamente vai levar a sua voz onde ela não chegaria facilmente. A população pode e deve usar este espaço, que em última instância é de todos. Temos absoluta certeza que é da discussão que nasce a luz.


Sidney Borges

Finalmente São Paulo acorda para o TURISMO!

Ronaldo Dias
Durante uma eternidade, o Estado de São Paulo foi o principal pólo emissor do turismo interno (e externo) provendo regiamente a ocupação de outros destinos, com a melhor classe de turistas (sem modéstia): os paulistas e os paulistanos. Nada contra outros destinos mas, agora, a disputa entrará em igualdade de condições deles não conhecem seu próprio estado. Finalmente, o governo do Estado acorda e anuncia que “São Paulo avança para ser um Estado do Turismo” (Takao Miyagui). O sofrido e abandonado trade (deste Estado) recebe com alegria e esperança a notícia. Finalmente pensa-se além do heróico e limitado DADE. Um plano técnico de desenvolvimento deverá nortear as ações, ainda desencontradas, de investimentos. É preciso durante o planejamento a avaliação das capacidades e das necessidades de infraestrutura de cada destino “contemplado”. De tudo que pude ler e entender, lamentavelmente, Ubatuba está fora. Sem nenhum “bairrismo” nem desmerecendo outros destinos, nós somos a cidade que mais recebe visitantes e, é menos contemplada com obras de infraestrutura e investimentos. Obras, que quando aparecem, são mal direcionadas e muito mal dimensionadas. Quem sabe, sejam apenas as primeiras ações, próprias deste despertar, que inicialmente nos preteriram do lugar que merecemos. O primeiro do Estado. Vamos (todos do trade) nos manifestarmos pelo nosso merecido quinhão destes vultosos investimentos. Não vamos como sempre, ficar esperando que alguém faça ou peça por nós. Creio que o nosso Sindicato de Hotéis, deva também despertar para suas funções e, ser porta voz de nossos anseios, juntamente com os representantes setoriais do poder público.

domingo, março 27, 2005

Governador visitou Ubatuba


O governador Geraldo Alckmin esteve em Ubatuba ontem, quando inaugurou obras no aeroporto. Na foto um instante da solenidade, com destaque para o prefeito Eduardo César que aparece um primeiro plano. Também podem ser vistos o estilista Clodovil Hernandez e o presidente do PSDB local.
Foto: Sérgio Andrade

Reformas

Pintasilva faz sentido. Pintassilgo não. Não entendo o porquê de decorar palavras com um só uso? Pintassilgo define apenas um tipo de pássaro. Pintasilva é a contração de pinta que todo mundo sabe o que é, com Silva, sobrenome do presidente. Já silgo, (ou seria ssilgo?) ninguém ouviu falar. Não confundir com silha que é um tipo de cadeira. Poderíamos usar duas palavras conhecidas, pinta, do presente do indicativo do verbo pintar e silva, que como já disse é sobrenome de gente ilustre. E também de gente comum. Sobrenome é loteria, ninguém sabe o futuro. Quem apostaria no bebê nordestino que hoje luta para salvar o mundo da fome? Com pinta e silva o pássaro teria nome, assim como aconteceu com Costa e Silva que acabou presidente, embora nunca tenha sido eleito. Pronto, o pássaro estaria nomeado e não seria necessário decorar mais uma palavra, pois sabemos que o cérebro, assim como os discos rígidos dos computadores, tem capacidade limitada. Já pescoção não tem nada a ver com girafas. Significa sopapo, tapona, tabefe, que todos já levamos um dia, ainda que da mãe. Não sei porque associei Costa e Silva com pescoção. Já pescocinho não é um tapinha, é a gola branca móvel das batinas dos padres. Mas também pode ser pescoço pequeno. Quem tem o pescoço grosso e comprido é pescoçudo, podendo ser apenas grosso ou apenas comprido. Pescotapa também é pescoção. Papagaio é outra besteira, deveria ser papagalho...

Sidney Borges

Ainda há jeito!

São Paulo está parando. É o que dizem meus amigos. Um deles contou que na última quarta-feira demorou duas horas para percorrer doze quilômetros. Andou de carro na velocidade em que as pessoas caminham. Isso não é exceção, é regra. Será que vai ser sempre assim? Não há no universo das pessoas com as quais converso uma única que não manifeste vontade de deixar a metrópole. No entanto, apreciam o lado virtuoso, a vida cultural, as livrarias, os teatros, os cinemas, os shows. Tudo isso faz falta em cidades menores, eu sei o quanto é difícil viver no meio da Mata Atlântica não sendo uma bromélia. Não haveria uma forma de conciliar a metrópole com uma vida menos estressante? Será que não dá para viver sem que parte preciosa do tempo seja consumida em ralos de congestionamentos? Existe uma saída, mas como todas as obras grandes precisa de grandes homens para levá-las adiante. Quem sabe o prefeito Serra entenda ser essa a tarefa da sua vida. Mudar a cara de São Paulo. Certamente mudaria o Brasil. Como fazer isso? Primeiramente é preciso grana. Grana alta, algo como meio trilhão de dólares. É preciso deixar claro que a grana existe e está disponível. Se aplicada corretamente voltará com juros. É fundamental cuidar para que o ervário, uma vez conseguido, seja usado de fato. Não pode ir parar em paraísos fiscais. Uma parte do dinheiro será destinada à construção de uma rede de metrô do calibre da de Londres, interligando a cidade de ponta a ponta. Eu sei que as montadoras vão chiar. Paciência. Políticos servem para conciliar interesses. De vez em quando o ofício obriga a defender outros interesses que não os próprios. Outra vez paciência. Aproveitando a malha subterrânea como ponto de partida, seria construída uma malha de trens de alta velocidade ligando a Capital à região de Campinas e Ribeirão Preto. Imagino quem não gostaria de sair de Indaiatuba, o melhor clima do Brasil, e quarenta minutos depois descer na avenida Paulista. Também sobraria dinheiro para outras linhas de trens rápidos que serviriam a região de Sorocaba, confirmando a tendência dos subúrbios residenciais que já estão instalados nesse eixo. Por último haveria um trem ligando São Paulo com o Rio de Janeiro. Atenderia a demanda nunca satisfeita pela aviação. De quebra interligaria o Vale do Paraíba às duas cidades. Quem se habilita. Ou é isso ou será o caos, mesmo que milhões de túneis e viadutos eleitoreiros sejam construídos.

Sidney Borges

Será o fim do aterro “insanitário” do Ipiranguinha?

Marcos Antonio Flausino SantosProfessor*
Há mais de 12 anos o aterro “insanitário” polui o rio Grande de Ubatuba. Se contarmos os lixões anteriores o bairro do Ipiranguinha já é despejo ou privadão há mais de 20 anos. Conta a lenda que nossa área era chamada de “Chiqueirão”, mas não é por isso que devemos pagar pela incompetência da administração pública, e continuarmos por tantas décadas como a privada de Ubatuba. Sem contar que durante anos falou-se na despoluição do rio Grande, e com a poluição do lençol freático, além dos veios que levavam a contaminação ao rio Grande.
Nosso bairro, apesar de marginalizado em todos sentidos, está crescendo e muito, hoje somos um município dentro de Ubatuba com mais de 20.000 habitantes, três escolas (e esperamos que a quarta seja construída), uma unidade mista ( que esperamos funcionar um dia, como o atual secretário sonhou), posto de gasolina, supermercados, cachoeiras (que não aparecem em mapas turísticos), trilhas históricas ( idem), enfim somos uma cidade dentro de outra, porém tratada com desdém.
Esperamos que a saída do lixão (ou aterro sanitário, como queiram), seja fato e, não só uma discussão entre prefeitos, pois o Ipiranguinha, mais especificamente o Parque do Ministérios e a escola municipal que lá se encontra (bem perto do “aroma matinal” do nosso maravilhoso aterro), merecem respeito e, além do mais não dá para falar em alimentação, saúde, bem-estar e ecologia com um lixão à beira do rio .
Tenho esperança que a discussão tenha um bom rumo e que o lixão vá para longe de nossas crianças, e que estas possam daqui alguns anos tomar banho no rio Grande durante os dias de sol, e não precisem faltar na escola por causa de uma virose desconhecida.
* Morador do bairro do Ipiranguinha - Ubatuba
 
Free counter and web stats