sábado, março 19, 2005

Galinha também é cultura

O recorde de tempo de vôo de uma galinha é de 13 segundos, minha tia voou mais quando caiu do avião ao errar a porta do lavatório. Titia voou 128 segundos, segundo vovô que é matemático. Morreu de desaceleração súbita, quer dizer, deu uma senhora porrada no chão. As fezes produzidas por uma galinha durante toda a sua vida podem alimentar uma lâmpada de 100 watt durante 5 horas. Há perto de 450 milhões de galinhas só nos Estados Unidos, contando somente as de penas, de outros tipos também há muitas, apenas não foram contadas. Para finalizar saiba que há mais galinhas do que pessoas no mundo e alectorofobia significa medo de galinhas. É isso.

Sidney Borges

Museu reaberto

O público já pode freqüentar o Museu Histórico Washington de Oliveira, localizado na antiga cadeia de Ubatuba. A solenidade de reabertura aconteceu ontem, com pouco público e uma chuvinha intermitente que estragou o melhor da festa; a banda que tocava ao ar livre. Lamentamos pelos companheiros da Fundart que tanto se empenharam para que tudo desse certo e viram a festa acabar cedo. No entanto, valeu o esforço, o museu está bonito e vai cumprir com êxito a função de divulgar a cultura local.

Sidney Borges

CARAPUÇA

Ronaldo Dias
Não sou dono da verdade, muito menos pretendo ser juiz, para julgar quem quer que seja. Assim, na condição de cronista, quando escrevo sobre determinado assunto, não tenho a intenção da ofensa pessoal, em qualquer uma de suas formas, muito menos a gratuita, a quem quer quem seja, independentemente de sua cor, raça ou credo. Uma crônica é simplesmente uma crônica. Só. O que não posso impedir são algumas identificações pessoais, com, ou nos fatos relatados. Aí, é o “mea culpa”. Não há quem possa evitar. Quem quiser ser julgado, que se apresente, como réu confesso, ao juiz. Na linguagem popular, diz-se vestir a carapuça. Aos “vestidos”, se assim se entenderem, quero esclarecer que não me curvo e não me intimido com ameaças. Questão de têmpera.

Notícias da Prefeitura

Casarão do Porto sofre degradação por falta de recursos

“Trata-se de um edifício interessantíssimo, tanto do ponto de vista histórico, como arquitetônico, de caráter apalaçado. É tradição que seu traço e cantaria vieram trazidos do Portugal.”
Mário de Andrade

Atual sede da Fundart, o Sobradão do Porto é uma das únicas arquiteturas históricas que ainda resistem ao tempo em Ubatuba, mas está se degradando a cada dia por conta da falta de recursos para restaurá-lo. A Fundação acumula uma dívida com o INSS, o que impede a captação de recursos junto aos governos estadual, federal e fundações.
O edifício sofre de goteiras múltiplas, instalações elétricas precárias e madeiramento deteriorado. O terceiro andar já foi desativado por conta do risco de desabamento. Quando chove, os eventos no auditório não podem ser realizados porque a água cai em grande volume dentro do espaço. O presidente da Fundart, Martiniano Viana diz que é lamentável o estado de conservação do prédio. “Nós herdamos a Fundart sucateada, em termos de equipamentos e ainda enfrentamos os problemas de conservação do casarão, que prejudica o nosso trabalho, queima aparelhagens e não comporta o movimento que temos todos os dias .”
A atual administração está buscando alternativas para sanar as dívidas e recuperar o casarão. Foi feito um acordo de parcelamento do INSS. As articulações para captação de recursos já começaram. A Deputada Ângela Guadagnin (PT) visitou o casarão no início do ano e mostrou-se interessada em colaborar para que a restauração aconteça. Martiniano diz que para o ano que vem, há boas perspectivas para o casarão. Estão sendo feitos contatos com o senador Aloísio Mercadante, Fundação Roberto Marinho, a Petrobrás e a Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo.

A história

O Casarão do Porto foi construído em 1846 e representa a materialização de uma época de prosperidade em Ubatuba. No tempo em que a cafeicultura marcava a economia do Vale do Paraíba e Ubatuba fazia parte da rota do café, o comerciante português, Manoel Baltazar da Cunha Fortes, mandou erguê-lo, misturando técnicas da arquitetura colonial e caiçara.
A técnica caiçara da construção com pau-a-pique foi curiosamente utilizada nos andares superiores do edifício. Esse fator colabora com a manutenção do prédio, uma vez que deixa paredes mais leves e assim, comprometem menos a estrutura do Sobradão. Composto de três andares, o térreo servia de armazém, onde se guardavam e negociavam mercadorias produzidas em Ubatuba e no Vale. O segundo e terceiro andares eram utilizados como residência da família Fortes.
Quando a estrada da "rota do café" que ligava o sul de Minas ao porto de Ubatuba perdeu importância, por conta da construção de ferrovias entre São Paulo e Rio de Janeiro; São Paulo e Santos, a economia de Ubatuba ficou comprometida. Esse foi também o início da degradação do Sobradão do Porto. Ele passou por diversas mãos até chegar à atualidade. Sem condições de mantê-lo, o neto de Baltazar, Oscar Batista da Costa, primeiramente alugou-o e o casarão virou o Hotel Budapest, em 1923. Em 1934, a família Félix Guizard, proprietária do CTI (Companhia Taubaté Industrial), comprou o edifício, utilizando-o inicialmente como colônia de férias. Em 1959, o Sobradão foi tombado pela IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). Depois disso, abrigou a casa de artesanato de Ubatuba, foi desapropriado pela prefeitura, passando a ser sede da Fundart desde 1987 até os dias de hoje. PMU



Ubatuba sedia encontro de capoeiristas.

Evento terá a presença do lendário Mestre Ananias

O Ginásio de Esportes Tubão recebe neste final de semana o 10º Encontro de Capoeira Angola. O Mestre Jequié estará recebendo o conhecido Mestre Ananias, fundador da roda de capoeira mais tradicional de São Paulo, a Roda da Praça da República,em 1953. O jogo de Angola é facilmente identificado: é um jogo cadenciado, acompanhado por uma música mais lenta. São usados os toques de São Bento Pequeno, e de Angola, sendo que geralmente a música é antecedida por uma ladainha, uma espécie de lamento, que quase sempre fala da escravidão, e da vida do negro escravo. Em muitos grupos de capoeira Angola, a roupa utilizada para se jogar é composta por chapéu, paletó, calça e sapato. Antigamente, por uma questão de respeito, não se devia sujar a roupa do adversário. O objetivo do encontro é promover oficinas para os grupos de capoeira de Ubatuba.
O 10º Encontro de Capoeira Angola, tem atividades programadas à partir das 18h, tem o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer e a entrada é franca. PMU



Ubatuba vai receber uma viatura de incêndios e resgates terrestres

Realizando um compromisso assumido em campanha, o prefeito Eduardo César está somando forças para estruturar e implantar a Brigada de Incêndios em Ubatuba

O prefeito Eduardo César reuniu-se, na manhã dessa sexta-feira, 18, com oficiais do Corpo de Bombeiros para discutir a implantação de um Serviço de Incêndios e Salvamentos Terrestres em Ubatuba. A boa notícia é que, num prazo de 45 dias, Ubatuba receberá a doação de uma viatura de incêndios e resgates, doada pelo Corpo de Bombeiros do Estado.
Atualmente, Ubatuba não possui esse serviço, portanto, quando ocorre incêndio, é preciso recorrer ao corpo de Bombeiros de Caraguatatuba. Por essa razão, desde o início de seu mandato, o prefeito Eduardo César está empenhado na implantação de uma brigada de incêndios no município. “Quando acontece alguma emergência, nós não podemos esperar que o socorro venha de outra cidade, mesmo que ela seja vizinha. Precisamos de agilidade no atendimento para diminuir o risco de acidentes com vítimas e para que os danos materiais sejam minimizados”, diz o prefeito.
Estiveram presentes na reunião o Comandante do Corpo de Bombeiros do Estado, Cel. PM. Jair Paca de Lima; o Tenente Alexandre Rodrigues de Passos; o Major Celso Payão Rosa Cruz; o Capitão Carlos Eduardo Smicelato e o Capitão José Eduardo Stanelis de Aquino.
Discutiu-se também a instalação de hidrantes em pontos diversos da cidade, numa parceria entre a prefeitura, a Sabesp e o Corpo de Bombeiros, para facilitar o trabalho do controle de Incêndios. A prefeitura estuda também a possibilidade de colocar uma caminhonete, de tipo S10 à disposição do Corpo de Bombeiros, para transporte de materiais e controle de incêndio na mata. Para tanto, será adaptado um reservatório de mil litros e uma pequena bomba de água. PMU



Prefeito propõe aumento de distribuição de cestas básicas para funcionários

Projeto do Executivo propõe distribuição de cesta básica para servidores que recebem até a referência 12

O prefeito de Ubatuba, Eduardo César, encaminhou para a Câmara Municipal ontem, 17, projeto de lei que regulamenta a concessão de cesta básica aos servidores municipais. Hoje 930 funcionários, inclusive inativos e pensionistas, têm direito ao benefício, desde que seus vencimentos líquidos não ultrapassem o valor de R$ 892,85. A Lei propõe que passem a ter direito todos servidores que recebam até o salário base da referência 12 (R$ 892,85), excluindo benefícios como gratificações, horas extras, quinquênios e outros.
Com a alteração a cesta será distribuída para 1099 servidores. Segundo a Lei, o servidor que tiver três faltas injustificadas, no mês anterior a concessão, perderá o direito de recebimento de sua cesta básica. “O que estamos propondo é a eliminação de injustiças e o aumento de servidores atendidos pelo benefício, já que muitos perdiam suas cestas porque ultrapassavam valores mínimos do permitido”, explica Sizenando Cristo, secretário de Administração.
Cada cesta básica é composta por cinco quilos de açúcar, 400 gramas de leite em pó, dez quilos de arroz, 200 gramas de aveia, um quilo de café, 200 gramas de achocolatado em pó, duas latas (330 gramas) de molho ou extrato de tomate, um pacote de bolacha doce (200 gramas), três quilos de feijão, um quilo de fubá, dois quilos de macarrão, quatro latas de óleo de soja, oito rolos de papel higiênico, cinco peças de sabão em pedra, uma caixa de sabão em pó (900 gramas), quatro sabonetes, duas caixas de creme dental, um pote de tempero completo. Hoje o custo unitário de cada cesta básica é de R$ 89,98. PMU

sexta-feira, março 18, 2005

Severino, um retirante às avessas

Pedro Paulo Teixeira Pinto – Professor*
Severino, que é Cavalcanti entre tantas outras “coisas” nossas de cada dia, pernambucano de João Alfredo (115 km de Recife), foi fortemente festejado pela vitória para a presidência da Câmara dos Deputados, ao som do hino de seu estado natal e escoltado com todas as honras por guerreiros do maracatu, no aeroporto de Recife, na sexta-feira, 4 de março, como informou a Folha.
Representante do chamado “baixo-clero” político, que ao lado do “alto-clero”, também não confiável, dizem bem o que são, ao insistir em levar nossas instituições políticas, costumeiramente, à produção de fatos nada exemplares, Severino tem se parecido a um macaco em loja de cristais.
Ao contrário dos “Severinos” de João Cabral de Melo Neto, que em “Morte e Vida Severina” seguem em longo percurso o desenho do Rio Capibaribe, para chegar em Recife e tentar poder “morrer de velhice”, em sonho acalentado (e não de fome e de outras mortes do sertão pernambucano), Severino, o Cavalcanti, empreendeu retirada em sentido oposto ao mar, desembocando no planalto central e instalando seu ninho no coração político do Brasil, Brasília, onde acaba de se fazer em rio caudaloso, glorificando-se no alto “pude” da República.
Dono de idéias que o colocam no quadro de pensamentos atrasados, agora vem tentando disfarçar suas desastrosas afirmações, inclusive desdizer o mote principal de sua campanha a presidente da Câmara, que prometia um aumento de 70% para seus colegas deputados.
Enquanto isso continuam por aí os “Severinos” de João Cabral no seu auto de natal pernambucano, tantas vezes citado desde a época dos militares no governo deste Brasil:


“Somos muitos Severinos
iguais em tudo na vida:
na mesma cabeça grande
que a custo é que se equilibra,
no mesmo ventre crescido
sobre as mesmas pernas finas,
e iguais também porque o sangue
que usamos tem pouca tinta.
E se somos Severinos
iguais em tudo na vida,
morremos de morte igual,
mesma morte Severina:
que é a morte que se morre
de velhice antes dos trinta,
de emboscada antes dos vinte,
de fome um pouco por dia.”

* Ex-prefeito de Ubatuba

Editorial

Divulgando Ubatuba

A Secretaria de Turismo vai fazer promoções para atrair turistas na baixa estação. Durante os meses de abril, maio e junho, Ubatuba não apresenta congestionamentos, quase não chove, os dias são ensolarados e as praias praticamente exclusivas. Sem falar nas noites estreladas que proporcionam aquela sensação de bem-estar indescritível. Tudo pela metade do preço! Poderia estar escrito nos folhetos que serão distribuídos. Com a foto de uma praia. Foto difícil de escolher, são tantas e tão bonitas! Um pequeno detalhe. Não adianta espalhar folhetos em Taubaté e adjacências, seria chover no molhado, desperdiçar dinheiro. Também não adianta divulgar Ubatuba apenas na TV Vanguarda, outra redundância. Existe vida além do Vale do Paraíba! Há lugares com gente que não sabe que Ubatuba existe e com dinheiro para gastar! Que tal pensar nisso! Enquanto os turistas vinham majoritariamente de São Paulo, a cidade conheceu o esplendor, todos ganharam dinheiro. Um dia mudou o perfil econômico do visitante que passou a ser preferencialmente oriundo do Vale. Ubatuba empobreceu! Está na hora de abrir novas frentes, como diria Eduardo César, resgatar o que foi perdido. Na Vila de(a?) Picinguaba existe uma pousada que permanece lotada o ano inteiro, na alta e na baixa estação. Cheia de turistas europeus, da França, da Inglaterra e da Alemanha. Eles desembarcam no Galeão, passam três dias no Copacabana Palace e completam a permanência no Brasil nessa pousada. A divulgação é feita exclusivamente na Europa. A pousada tem um ônibus - lembra os escolares - que leva os turistas para passeios, preferencialmente em Paraty. Será que não é possível fazer alguma coisa semelhante e inundar Ubatuba de gringos com os bolsos lotados de euros e dólares? Antes de agir seria fundamental espantar o pessimismo crônico que assola a cidade e só produz atraso. Temos de ousar, inventar, criar. Só assim iremos faturar.


Sidney Borges

Mudança no secretariado

Sidney Giraud deixou a secretaria de Arquitetura e Urbanismo. Em reunião com o prefeito Eduardo César, ocorrida ontem, Sidney colocou o cargo à disposição e Eduardo aceitou. Na noite anterior o ex-secretário esteve reunido com um grupo de estudantes alemães de urbanismo que têm uma proposta para a Ilha dos Pescadores.

Sidney Borges

RAPOSAS EM PELE DE CORDEIROS

Ronaldo Dias
O controle do número de ônibus de “turismo de um dia” é necessário devido as limitantes das infraestruturas de acesso ( rodovias) viárias ( locais) além de local apropriado para receber e oferecer a este público o mínimo de serviço receptivo, para atender suas necessidades (dimensionamento do terminal, sanitários, banhos, segurança etc). O número, adequado a nossa infraestrutura é de 40 ônibus. Fiquei sabendo que alguns espertalhões imaginem, há muito tempo, passaram a comprar grandes quantidades (30, 50,100) de senhas de acesso para ônibus por R$ 30,00 da COMTUR (como se fossem proprietários de hotéis) e revendiam, tais senhas (com a maior cada de pau do mundo) (para quantos ônibus aparecessem interessados), por R$ 300,00. Isto feito direcionavam, cinicamente (estes ônibus) para (seus) estacionamentos clandestinos (onde ofereciam aos passageiros, entre outras coisas, maiôs e biquínis encalhados em suas lojinhas, por preços, bem baratinhos). Empresários!!! Os espertalhões agora perderam a mamata. A partir desta semana, a coisa vai mudar de figura e o bicho vai pegar! Será o fim desta esperta e lucrativa “artimanha”.O que não é aceitável é que além dos prejuízos a COMTUR, estes espertalhões fizeram a cidade (que os recebeu de braços abertos) e, todos seus cidadãos de bobos. É muito pior do que cuspir no prato que lhe foi oferecido. Viu Salim?

Notícias da Prefeitura

Setur irá promover “Ubatuba na baixa temporada”

Campanha específica busca atrair turistas nos próximos meses

A Secretaria Municipal de Turismo está elaborando uma campanha institucional junto à Associação Comercial, Associação de Pousadas e Hotéis e Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes para atrair turistas para Ubatuba nos próximos meses, considerados baixa temporada. A secretaria elaborou um plano de mídia para televisão e jornais que será veiculado na região de Campinas e Vale do Paraíba, onde mostrará preços promocionais em vários segmentos do comércio da cidade. Os comerciais serão veiculados todas as quartas, quintas e sextas-feiras de abril.
Segundo Luiz Felipe Azevedo, secretário de Turismo, Ubatuba sofre muito com a sazonalidade do turismo. “Estaremos promovendo a primeira campanha municipal de baixa temporada. Em abril e maio as condições climáticas são boas, a cidade não está lotada e os turistas devem aproveitar os descontos em todos os setores”, diz.

Temporada

O secretário avalia que a temporada 2004/2005 foi equilibrada e que as condições climáticas do período favoreceram diversos comerciantes. “O equilíbrio de sol e chuva no período contemplou os comerciantes que dependem do bom tempo e também os que lucram com os dias de chuva”. Ubatuba recebeu de dezembro 2004 a 15 de fevereiro deste ano 600 mil turistas. Pelo Centro de Informações Turísticas passaram sete mil pessoas. PMU



Ubatuba terá terminal turístico digital

Até o final do mês de abril o Centro de Informações Turísticas terá um terminal digital

O secretário de Turismo, Luiz Felipe de Azevedo, anunciou nesta semana que será instalado no Centro de Informações do município o terminal digital turis, que fornece informações turísticas em inglês, português e espanhol. Já instalado em 38 cidades como Rio de Janeiro, Porto Seguro, Havana (Cuba), Ouro Preto, Araxá, a empresa que administra o terminal cobra uma anuidade de R$ 600,00 das empresas participantes.
“O terminal turístico é uma atividade de fomento e informação ao turista. É uma proposta de trabalho para que o trade turístico divulgue seus trabalhos, já que o usuário poderá acessar Ubatuba de qualquer terminal”, explicou Azevedo. O sistema disponibiliza informações de hotéis, pousadas, restaurantes, artesanato, agências de automóveis, serviços bancários, médicos, artistas plásticos, além dos roteiros turísticos.
De acordo com Solange Sangenito, idealizadora do projeto, o sistema de navegação não tem segredo. O usuário visualiza primeiramente o mapa do Brasil dividido em regiões. Com um simples toque na tela, ele escolhe a região e, em seguida, o Estado desejado. A partir daí, utilizando o mesmo procedimento de toque, surge um leque de opções: turismo ecológico, rural, de negócios, de aventura, cidades históricas, capital, litoral, entre outros tópicos, variando de cidade para cidade. E dentro de cada um deles, há ainda uma nova divisão, onde o usuário escolhe entre o que ver o visitar, onde comer, onde comprar, onde ficar, lazer e serviços de utilidade pública. PMU



Fundo Social encaminha doações

O Fundo Social de Solidariedade de Ubatuba encaminhou os alimentos não perecíveis que foram arrecadados pelo parque de diversões Trombini na oitava campanha do quilo. Mais de meia tonelada de alimentos foi doada durante o evento. As entidades beneficiadas foram: Comunidade Emaús, Missão Jesus é Luz e Pastoral da Saúde. A presidente do Fundo Social, Denise Barbosa Montemor César agradece mais uma vez a participação da sociedade ubatubense. PMU



Ubatuba tem importante participação no Conselho Estadual de Saúde

A representatividade do Secretário Municipal no estado significa mais facilidade na captação de recursos para a saúde em Ubatuba

O Secretário Municipal de Saúde, Dr. Marcos da Silveira Franco foi eleito vice-presidente do Conselho dos Secretários Municipais de Saúde (Cosens), no 8º Congresso de Campos do Jordão, que aconteceu entre os dias 9 e 12 de março. Participaram da eleição todos os secretários municipais de saúde do estado que estavam presentes no congresso. Dr. Marcos é conhecido por sua luta pela criação do SUS (Sistema Único de Saúde) nas esferas municipal, estadual e federal.
Entre as novas atribuições, definidas a partir das eleições, estão tarefas importantes, como compor a mesa do Conselho Estadual de Saúde e ajudar a definir estratégias e políticas de saúde dos municípios de São Paulo, além de interferir nos repasses de recursos do estado. Para Ubatuba, essa representatividade é importante, pois contribui para que mais recursos estaduais sejam obtidos para a saúde de Ubatuba. PMU



Estagiários atuam em vários setores da Prefeitura

A Prefeitura de Ubatuba, por meio de processo seletivo, contratou 15 estagiários de nível técnico nas áreas de Administração, Secretariado, Contabilidade e Turismo, que começaram a desenvolver suas atividades nesta semana.
São seis estagiários atuando na secretaria de Administração, um na Contabilidade, quatro na secretaria de Turismo e quatro para o secretariado. A carga horária varia de quatro a seis horas. O estágio é válido por um ano. Além dos técnicos, a Prefeitura ainda conta com cinco estagiários de nível superior, sendo dois na secretaria de Assuntos Jurídicos e três no Esporte e Lazer. Para o nível superior o estágio é válido por dois anos e a carga horário é de seis horas. PMU



Academia de Ubatuba coloca seis atletas na final do campeonato estadual de Jiu Jitsu

Ubatuba foi bem representada na primeira seletiva da 9ª Taça São Paulo de Jiu Jitsu, organizada pela Federação do Estado de São Paulo de Jiu Jitsu (FESP). Uma delegação de vinte atletas da academia Mestre Wilson esteve presente ao ginásio Baby Barioni, na capital e conseguiu classificar onze atletas para a final estadual que acontece em junho.
O regulamento prevê a classificação dos quatro primeiros colocados de cada categoria para a final e os atletas que obtiveram vaga nesta primeira eliminatória foram: Faixa Preta Alessandro de Souza (1º) e Trajano Medrado (3º); Faixa Roxa: Wanderlei Leite (3º): Faixa Azul: Rodrigo Diniz (3º), Maira Prado (1º), Leandro Pereira (3º) e Reginaldo (1º); Faixa Branca: Maira Alexandre (2º), Renato Guatura (1º), Mateus de Souza (1º) e Leandro Salles (4º).
Os professores Trajano Medrado e Alessandro de Souza esperam classificar mais atletas, pois ainda resta a etapa regional, que será disputada em Pindamonhangaba no dia 3 de abril, e na repescagem, dia 8 de maio em São Paulo. Ainda em abril. os atletas da academia Mestre Wilson participarão da Copa Brasil na Vila Olímpica em Duque de Caxias (RJ).
Os atletas contaram com o apoio da Prefeitura Municipal de Ubatuba, através das secretarias de Esporte e Lazer e de Educação. PMU



Copa Ubatuba de Vôlei de Praia Masculino acontece domingo na Praia Grande


Cresce a expectativa dos atletas para a 1ª Copa Ubatuba de Vôlei de Praia Masculino. Muitas duplas já compareceram à Secretaria de Esporte e Lazer para se inscrever. A organização lembra que o prazo final termina nesta sexta-feira, dia 18, às 18 h. As partidas acontecem a partir das 9 h do domingo, dia 20, no canto direito da Praia Grande.
As duplas participantes receberão camisetas alusivas ao torneio. As partidas da fase classificatória serão disputadas em um set de 15 pontos. A final acontece em melhor de três sets. A ª Copa Ubatuba de Vôlei de Praia Masculino é realizada pela Secretaria de Esporte e Lazer, com apoio do Quiosque Cantão, Pizzaria Bucaneiros e 100% Brasil. PMU



Principais judocas do Estado se reúnem em Ubatuba

O ginásio de esportes Tubão será palco no dia 3 de abril da 1ª Copa Cidade de Ubatuba de Judô, evento reconhecido pela Federação Paulista. O evento reunirá cerca de 800 atletas das principais academias do sudeste brasileiro, com participação já confirmada de atletas do Rio de janeiro e Minas Gerais.
O secretário Municipal de Esporte e Lazer, Bittencourt Jr., está confiante no sucesso do torneio. “Ubatuba sempre teve tradição no judô e o torneio de aniversário da cidade é prova disso. Por isso introduzimos mais uma data para fortalecer o esporte na cidade”, disse o secretário.
O atleta Marino Jr., coordenador de judô da secretaria, afirma que Ubatuba vai ganhar com a inclusão dessa nova data. “Nossa idéia é colocar Ubatuba entre as oito melhores classificadas nos Jogos Regionais deste ano, para em 2006 lutarmos pelo topo do pódio”, declarou Marino. A 1ª Copa Cidade de Ubatuba de Judô é uma realização da secretaria de Esporte e Lazer. PMU

quinta-feira, março 17, 2005

FEBEM EM UBATUBA

Rui Alves Grilo - Professor
“Não me convidaram pra esta festa pobre
que os homens armaram pra lhe convencer
a pagar sem ver toda essa droga
que já vem malhada
antes de eu nascer.
Brasil, mostra a tua cara...” (Cazuza)

Você quer que uma FEBEM seja instalada em Ubatuba? Acredito que não.
No entanto não existe grupo que exista sem regras. Para a sobrevivência do grupo ou sociedade, aquele que transgride as regras está sujeito à punição.
Por outro lado, não existe transformação sem a contestação. Geralmente aquele que contesta o padrão vigente paga um alto preço e é preciso ser muito forte para resistir às pressões do meio social. Todo o progresso originado dessa atitude, geralmente só muito mais tarde é valorizado e reconhecido. Como exemplo podemos citar Jesus Cristo, Zumbi, Chiquinha Gonzaga. Martin Luther King, Mandela...
A adolescência é um período de formação e de afirmação da personalidade. Para isso, o jovem questiona tudo, experimenta tudo para ver quais são os limites e possibilidades. Para o adulto, nem sempre é fácil essa convivência e esse desafio contínuo representado pelo outro em busca de espaço.
O jovem busca seu espaço na sociedade, numa sociedade competitiva e individualista, onde vale mais ter do que ser, onde quem não consome está por fora. A roupa vale mais pela etiqueta do que pela finalidade de abrigar e proteger o corpo. A roupa de marca custa caro, embora possa ser feita do mesmo tecido de uma outra qualquer. Os meios de comunicação de massa, a todo instante, apelam aos jovens para que consumam todo tipo de produto, nem sempre necessário e, aos quais uma pequena minoria tem acesso. Se você não consome você não é nada. A percepção dessa desigualdade leva, ou ao ódio e desejo que conseguir esses produtos a qualquer custo, ou à atitude de passividade e resignação, esperando o reino e a igualdade no além.
É preciso remar contra a maré e criar o sonho. Mostrar que o consumo não deve ser o objetivo de vida, pois o consumo desenfreado será o fim da humanidade pelo esgotamento de seus recursos naturais. É preciso levar o jovem a valorizar o seu potencial criativo e que ele seja sujeito de suas escolhas. Que ele não sinta aquilo que o Belchior diz na sua música “Como nossos pais” : “Eles venceram e o sinal está fechado para nós, que somos jovens...”.
Ninguém quer a Febem porque sabe que é uma instituição falida, que não atinge o objetivo de ressocializar o menor infrator e reintegrá-lo à sociedade. Por outro lado é necessário fazer alguma coisa para impedir que a sociedade e o próprio jovem sejam prejudicados por atitudes impensadas e pelo emprego da violência.
O Jardim Ângela, em São Paulo, era um bairro que convivia com esse problema, exibindo as mais altas taxas de mortalidade juvenil por meios violentos. Cansados de esperar pelo poder público, toda a comunidade se mobilizou para criar esse sonho. Assim surgiu o Projeto RAC – Redescobrindo o Adolescente na Comunidade. Além do sucesso na recuperação de adolescentes em regime de liberdade assistida (LA), acabam de lançar um livro com o mesmo nome, para avaliar e socializar a experiência. O livro saiu pela Cortez Editora e estamos nos mobilizando para trazer a equipe para um debate aqui em Ubatuba,
porque como diz um provérbio: “É melhor acender um fósforo do que amaldiçoar a escuridão”.

Forbes

A revista Forbes colocou Fidel Castro entre os mais ricos do mundo. Besteira da grossa. Fidel não é rico, Fidel é rei. Rei de Cuba. Como todos os reis o “Comandante” goza de privilégios. Sabemos ser quase impossível encontrar reis pobres, eventualmente acontece de um rei momo perder o emprego e ir para a bancarrota. No caso o neopobre não é rei, sim ex-rei, o que é totalmente diferente. Conheci um que ficou diabético, emagreceu e foi despedido. Agora tem uma barraquinha onde vende esfihas e luta bravamente para recuperar a majestade. Em tempo, o nome da barraca é o rei da esfiha. Fidel está velhinho, dia desses bate as botas e vai ser o maior salseiro em Cuba. Uma saída seria empalhar o comandante e contratar um ventríloquo. Loquaz, tem que ser um ventríloquo loquaz, capaz de fazer discursos de seis horas! Sem esvaziar a praça! Continuaria tudo como está, com direito a bloqueio, gusanos em Miami, turistas tomando daiquiris no Floridita, sorvetes na Copélia e visitando a Finca Vigia para ver o fantasma de Hemingway. Quem será que vai ficar com a herança de Fidel? Frei Betto?

Sidney Borges

"Conhecer é preciso"

Corsino Aliste Mezquita Professor*
Mesmo sem ser convidado compareci a reunião comunicada à página 10 do jornal "A Cidade" de 12-03-05, com a finalidade de escolher os professores municipais representantes do Conselho Municipal de Educação. O comunicado foi publicado no dia 12-03-05 (sábado) convidando para uma reunião a ser realizada às 11:00 H do dia 14-03-05 (segunda feira). Compareci na qualidade de professor aposentado da Prefeitura Municipal de Ubatuba.
Manifestei meu desapontamento com o processo, o curto espaço de tempo entre o comunicado e a reunião e a falta de representatividade dos 27 (vinte e sete) professores presentes (comigo vinte e oito) num contexto de mais de 600(seiscentos) com direito a votar e serem votados. Como pode observar-se não estava presente um representante de cada escola. Só algumas estavam representadas e os presentes não tinham recebido credenciais para representar os colegas. Os aposentados que, também são professores e tem direito a votar e serem votados, não foram lembrados e avisados.Isso para um Conselho que tem como presidente uma professora estadual aposentada e que também não foi ouvida.
Para eleger os representantes do magistério estadual o quadro foi mais patético. Apenas quatro professores compareceram para votar e serem votados. Neste caso o número é de aproximadamente 400(quatrocentos) integrantes.
Como pode ver-se a representação foi mínima. Nesse sentido se manifestaram alguns professores.
Não vou discutir a legalidade do processo. A lei que criou o Conselho Municipal de Educação é bastante imprecisa e nada fala sobre o processo de escolha. Mas, do modo como foi realizado, no mínimo, houve um retrocesso em relação às duas eleições anteriores. Naquelas eleições houve regulamentação da eleição, publicado quem tinha direito a voto, quem podia ser candidato, marcado um tempo para a inscrição dos candidatos e dia, local e mesa eleitoral para exercer o direito de voto, das 08:00 às 17:00 H, e comissão apuradora registrando todo o processo em ata. O espírito democrático da eleição foi bastante diferente.
Todavia o que mais impressionou foi o desconhecimento dos presentes sobre as funções, finalidades, importância, serviços prestados e trajetória do Conselho Municipal de Educação, nos quase oito anos de existência A surpresa surgiu por tratar-se de candidatos que pretendem mudar tudo porque até agora ninguém fez nada direito. Houve manifestações veementes protestando que nada conheciam e tentando responsabilizar as autoridades do passado pela sua falta de conhecimento. Apesar da confissão prévia de ignorância um chegou a propor reformas.
A todos que estavam naquela reunião e aos que eventualmente representavam posso dizer-lhes, com bastante constrangimento, que é dever de todo professor conhecer a legislação que lhe diz respeito. É dever pessoal e intransferível. Só o próprio professor pode ser responsável pelo desconhecimento. Toda a legislação de interesse do professorado esteve disponível, na Secretária Municipal de Educação e nas escolas, nos últimos quatro anos,teve congresso da União dos Conselhos Municipais de Educação, em Ubatuba (2001) e para ele todos os professores foram convidados, o Conselho participou ativamente da elaboração da lei que criou o Sistema Municipal de Ensino (Lei 2124-2001) e da elaboração do Plano Decenal de Educação e da lei que o implantou (Lei 2460-2003). Infelizmente são poucos os que conhecem essa legislação e menos os que sabem de sua importância e da autonomia e independência que concedem ao município em relação à administração de sua educação sem depender de outros níveis de governo.
É preciso que todos os professores e cada um deles conheçam seu papel e responsabilidade na construção de uma educação de qualidade para todos de seis meses a dezesseis anos. Para isso preliminarmente devem conhecer a legislação que regulamenta os processos e o que já foi feito. Não se pode esvaziar o passado. Quem pensa em progredir e inovar não pode romper com o que já existe e está dando certo. O passado será sempre alavanca para o futuro.
* Ex-secretário da Educação de Ubatuba

Notícias da Prefeitura

Destinação do lixo no Litoral Norte ganha força política e grupo de estudo

Documento assinado ontem durante workshop estabeleceu parceria entre prefeituras, câmaras, órgãos estaduais e comunidade para encontrar solução para o lixo doméstico das quatro cidades

Representantes dos órgãos ambientais estaduais, Secretaria Estadual do Meio Ambiente, Cetesb, Prefeitos, presidentes das Câmaras Municipais e os secretários municipais de Meio Ambiente dos quatro municípios do Litoral Norte assinaram, na tarde de ontem, uma carta compromisso com o objetivo de encontrar uma solução definitiva para o problema do lixo na região. A assinatura do documento foi a etapa final do workshop Resíduos Sólidos Soluções para o Litoral Norte realizado ontem, dia 15, no Teatro Municipal, em São Sebastião.
A necessidade em encontrar uma solução conjunta para coletar, tratar e dispor o lixo urbano foi a tônica dos discursos dos prefeitos e dos presidentes das Câmaras Municipais. Eduardo César, prefeito de Ubatuba, lembrou, durante sua fala, que em doze anos atuando como vereador, nunca havia presenciado um movimento tão grande envolvendo os quatro municípios em busca de uma solução conjunta para um problema que aflige a todos. “Tenho certeza que as quatro administrações querem fazer o melhor para a região e, com o apoio e respaldo de nossas comunidades, conseguiremos as soluções. O momento é esse. Vamos resgatar os passos que já foram dados e estabelecer uma nova etapa de trabalhos. Vontade política é o que não falta”, enfatizou Eduardo.

Aterro regional?

Todos os estudos que serão feitos a partir de agora deverão, primeiro, responder a uma pergunta chave: É possível dispor o lixo no Litoral Norte? Os quatro municípios enfrentam problemas sérios com relação a áreas para disposição dos resíduos sólidos, já que o Litoral Norte tem uma geografia bastante frágil, com muitos veios d’ água e lençol freático extremamente baixo. Se a resposta for afirmativa, os estudos deverão avançar em direção a escolha de uma área, que pela posição geográfica e pela disposição dos dirigentes políticos, deverá ser em Caraguatatuba. Disposição, inclusive, elogiada por todos políticos presentes ao evento.

Redução e coleta seletiva

Apesar do foco do evento ser a destinação final dos resíduos sólidos, vários participantes, entre eles, o secretário de Meio Ambiente de Ubatuba, Paulo Roberto Pires, destacou a importância da redução do lixo doméstico. “Temos que mudar o conceito. É muito primitivo enterrar o lixo. Precisamos pensar diferente. Produzir menos lixo e reciclar ao máximo aquilo que não pode se tornar adubo”, enfatizou. Segundo ele, já existem técnicas modernas de reciclagem do plástico, por exemplo, em utilização na arquitetura e em outras áreas, que pode ser feita na própria localidade. PMU



Ubatuba estuda implantação de recifes artificiais

Secretaria de Turismo e entidades começam a discutir propostas

Técnicos da FUNDESPA (Fundação de Estudos e Pesquisas Aquáticas), estiveram ontem, 15, em Ubatuba, reunidos com o secretário de Turismo, Luiz Felipe Azevedo, representantes da Associação dos Mergulhadores de Ubatuba e da ONG Cunhambebe, discutindo propostas para a implantação de recifes artificiais no município. Segundo o secretário, esse projeto necessitará da união entre ONG’s, entidades representativas, Colônia de Pesca Z10, comunidades e Prefeitura.
Os recifes artificiais são estruturas pré-fabricadas de concreto com o objetivo de atrair peixes e organismos marinhos, criando ecossistemas artificiais semelhantes aos substratos rochosos, beneficiando as atividades de mergulho, pesca esportiva e profissional, contribuindo para a conservação da biodiversidade e dos recursos pesqueiros através da criação de áreas de proteção.
A proposta inicial seria a implantação no Poruba, devido as opções de mangue, praia e rio que o local oferece. O investimento é da ordem de R$ 300 a R$ 500 mil e terá apoio da iniciativa privada e do Governo. Para Luiz Felipe, esta medida irá promover a recuperação e proteção dos recursos pesqueiros contra a pesca predatória de arrasto de fundo, praticada indiscriminadamente pela frota industrial, destruindo organismos que vivem no fundo do mar.

Navio

O afundamento de um navio em um parcel, próximo a Ilha da Rapada, região norte de Ubatuba também foi apresentado na reunião. O navio seria utilizado como local de visitação para mergulhadores. O projeto deverá ser apresentado ao IBAMA.

Caís do Porto

A Fundespa também apresentará um projeto para transformar o Caís do Porto, na praia do Itaguá, em local que possibilite a atracação de cruzeiros turísticos. Inicialmente será necessária a reforma completa do local, já condenado pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas). Dois anos de trabalho serão necessários para a recuperação do local. PMU



Procon registra aumento de atendimentos

Na semana em que se comemora o Dia Internacional do Consumidor, 15 de março, o Procon de Ubatuba divulgou os números de atendimentos ao consumidor ocorridos durante o mês de fevereiro deste ano. No mesmo período do ano passado, o órgão registrou 62 atendimentos, enquanto neste ano 160 pessoas procuraram o Procon, representando um aumento de 158%.
Segundo Henrique Zwibelberg, coordenador do Procon, as maiores ocorrências podem ser citadas em empresas de telefonia fixa e celular, bancos, consultórios médicos e dentários, lojas e outros. “O Procon de Ubatuba parabeniza os consumidores e lembra que está à disposição para atendê-los quando se sentirem lesados”, disse Zwibelberg.
O Procon em Ubatuba existe há aproximadamente 15 anos e funciona por meio de convênio entre a Prefeitura e Procon do Governo do Estado de São Paulo. O Órgão de Defesa do Consumidor em Ubatuba está localizado à avenida Dona Maria Alves, 865, centro. Os telefones são (12) 3834-1010/1050. PMU

quarta-feira, março 16, 2005

Ubatuba e o avião à álcool

A primeira vez em que voei um longo trajeto de cabeça para baixo foi em Itu. O meu saudoso amigo Lamartine Navarro Junior, artífice do Proálcool, usineiro e entusiasta de aviação, trouxe para o Brasil um professor universitário americano que estava desenvolvendo pesquisas para o uso do álcool como combustível aeronáutico. Acabei me lembrando do fato porque hoje a Embraer anunciou a venda do milésimo Ipanema, avião agrícola sobejamente conhecido. Acontece que o combustível do número mil é o álcool e poucos sabem como tudo começou. É obvio que as pesquisas para o uso desse combustível não começaram com a vinda de Max Schauke (seria essa a grafia correta?) e sua fogosa mulher italiana, a turma do CTA estava atenta, acontece que havia pouca divulgação e nós não ficávamos sabendo. Max fazia álcool de restos de chocolate e com ele abastecia seu Bellanca Decathlon que vez por outra tossia e dava um susto no passageiro. Ele estava acostumado. Não era incomum o motor parar, fazendo com que o avião virasse planador. Por isso os testes eram feitos sobre alguma pista, em caso de pane o pouso estava garantido. Lamartine teoricamente deveria ser meu desafeto, tínhamos concepções políticas totalmente diferentes, acontece que amávamos tudo o que voava, daí para a amizade foi um passo. Numa tarde luminosa fui conhecer o projeto para depois escrever uma matéria para a revista Voar. Max me convidou para um vôo e eu aceitei, sem saber como é estranho voar de cabeça para baixo. Pelo menos na primeira vez, depois, como tudo na vida, acaba perdendo o mistério. Passar pelo dorso em vôo acrobático é uma coisa, colocar o avião invertido e percorrer assim alguns quilômetros é diferente. A sensação é a de um salame pendurado, é o que imagino, já que salames não falam. Max tinha sido piloto da marinha e depois “stunt pilot”, ou seja, piloto de exibições. Era um exímio acrobata. Naquela tarde inesquecível fizemos uma longa sessão de cambalhotas. No final, jantando no Bar do Alemão, sugeri que talvez fosse melhor para eles operar ao nível do mar. Por que não em Ubatuba? Alguns telefonemas e o circo transferiu-se de mala e cuia para a nossa cidade, de onde Max e sua bella ragazza, tenho a mais absoluta certeza, jamais esquecerão. Isso aconteceu no final dos anos da década de 1980, nunca mais tive notícias de Max, mas hoje fiquei feliz ao saber que suas pesquisas acenavam para um futuro promissor. A aviação à álcool e uma realidade. Para o Lamartine mando um grande abraço, esteja onde estiver certamente tem avião na jogada. Essa doença nunca sara! E Ubatuba, para variar, mais uma vez esteve envolvida num projeto pioneiro. E nem sabia!

Sidney Borges

Editorial

Quando a Globo lançou a minissérie “Um só coração”, o “Correio do Litoral” me contratou para escrever uma série de reportagens. Seriam páginas semanais, a idéia era acompanhar o tempo da televisão dando ênfase à passagem de Ciccillo Matarazzo pela prefeitura de Ubatuba. Foi feito, teve boa repercussão e acredito contribuiu para que a cidade refletisse sobre a figura de Ciccillo. Ele trouxe a modernidade, a civilização, depois nada aconteceu, exceto um contínuo e aparentemente interminável retrocesso. A política cega pós Ciccillo só cuidou de inundar a cidade com retirantes do Vale do Jequitinhonha enquanto promovia um crescimento desordenado e caótico, fruto de mediocridade. Um oceano dela! Entre os que aqui aportaram na corte do mecenas estava Lia de Barros, de quem muito ouvi falar, mas não tive a oportunidade de conhecer. Meus amigos diziam que eu tinha a obrigação de entrevistá-la, lembravam de sua beleza, do entusiasmo com que abraçou a causa do turismo ubatubense e dos colares havaianos que distribuía aos turistas no aeroporto. Infelizmente o nosso encontro não aconteceu, quando estava agendado ela teve de viajar por motivos de saúde e, ao retornar, a série havia terminado. Lia de Barros faleceu ontem depois de longa enfermidade. Ubatuba está de luto!

Sidney Borges

Março de 1985

20 anos...
"Eleitos podem mandar ao lixo seus compromissos com o eleitorado. Presidentes podem governar por decretos idênticos aos da ditadura, bastando batizá-los de medidas provisórias. Impostos, juros, obstáculos ao crescimento, desconsideração total do Orçamento aprovado pelo Congresso, apropriação progressiva de verbas que caberiam aos Estados federados -tudo pode ser feito à revelia da sociedade, contra a sociedade, e é como se nada de anormal houvesse.
Não é exatamente uma democracia que se está construindo desde um 15 de março muito diferente de hoje. Aquele era um dia feito de esperanças. Não de conformismo."

Janio de Freitas
Fonte: Folha de São Paulo

Notícias da Prefeitura

Museu Histórico Washington de Oliveira será reinaugurado nesta sexta-feira

Rodas de engenho de açúcar, objetos de Ciccilo Matarazzo e Seu Filhinho, utensílios indígenas e muito mais...

O Museu Histórico Washington de Oliveira, localizado na antiga cadeia de Ubatuba, será reinaugurado sexta-feira, dia 18, às 19h, com coquetel e apresentação da Banda Lira Padre Anchieta. A iniciativa da Fundart traz de volta fragmentos da história de Ubatuba, representados por objetos arqueológicos, peças do tempo dos engenhos de açúcar e dos escravos, quadros e pertences de personalidades que marcaram época.

Objetos que contam histórias

Entre as peças mais curiosas, tem um crânio humano pré-histórico, encontrado em Ubatuba; utensílios indígenas feitos de ossos e vestígios arqueológicos encontrados nas regiões do Itaguá e Tenório. O museu mostra também os ciclos econômicos, através de objetos de grandes fazendeiros, peças de alambiques e prensas de mandioca.
Entre as personalidades homenageadas no museu, figuram pessoas como: Baltazar da Cunha Fortes, construtor do Sobradão do Porto; Félix Guisard, dono da CTI (Cia. Taubaté Industrial) e responsável pela vinda da energia elétrica do município; Gastão Madeira, precursor da aviação; Idalina Graça, escritora; Ciccillo Matarazzo, prefeito de Ubatuba entre 1964 e 1969; Washington de Oliveira, o Seo Filhinho, farmacêutico e autor de Ubatuba Documentário, entre outros ilustres que ajudaram a escrever a história de Ubatuba.

População colabora com o acervo

A comunidade ubatubense está contribuindo para enriquecer o acervo do museu, fazendo doações. Peças que antes ficavam guardadas em suas casas, agora serão expostas. O assessor patrimonial da Fundart, Marcelo Rezende, diz que essa atitude tem um valor inestimável. “Peças, que por vezes ficam esquecidas, entulhadas em algum canto da casa, têm grande importância para nós, pois representam a materialização do nosso passado”. PMU



Exposição “Flores da Mata Atlântica” termina na próxima terça-feira

Esse é o segundo tema de uma série de exposições promovidas pela Secretaria de Turismo

Essa é a última semana para prestigiar a exposição de artes plásticas com o tema “Flores e a Mata Atlântica”, no Centro de Informações Turísticas da Setur. São 30 quadros, de 10 artistas ubatubenses, utilizando técnicas diversas. No dia 22, a Setur abre espaço para o tema “O Corcovado de Ubatuba”, um dos maiores símbolos da nossa cidade.
As exposições temáticas na Setur não impõem restrições quanto à técnica e materiais utilizados. Elas podem conter fotografias, reportagens, cartazes e até trabalhos literários. O organizador das mostras, Carlos Rizzo, diz que as exposições estão fazendo sucesso. ”Todos reconhecem que o espaço é privilegiado, além da exposição para os turistas, a comunidade local tem visitado e elogiado muito os trabalhos. Rizzo conta ainda que, apesar de não haver a venda direta no espaço do Centro de Informações, quatro trabalhos foram vendidos pelos artistas na primeira exposição com o tema “Pássaros de Ubatuba”.
O segundo tema que agora está sendo “Flores e a Mata Atlântica” e a participação dos artistas inclui trabalhos científicos de pesquisas da nossa flora, diversas escolas de pintura e variação nos materiais utilizados. A escritora, folclorista e pesquisadora Fátima de Souza quando esteve visitando a exposição, lembrou que a flor da Primavera (bougan villea glabla) é a flor símbolo da cidade. Quem retratou a espécie em aquarela na exposição, foi a artista Norma Gomes.
O próximo tema, “O Corcovado de Ubatuba”, foi escolhido por ser uma imagem que representa nossa cidade. Carlos Rizzo fala sobre o pico: “Em dias claros quando o azul do céu salienta o traçado marcante do Corcovado temos a nítida visão da imensa, misteriosa e exuberante mata que representa cerca de 80% do nosso Município. Sem risco de exageros, o Corcovado de Ubatuba é o morro mais peculiar da Mata Atlântica do litoral norte de São Paulo”. PMU



Ubatuba se prepara para Semana de Combate à Tuberculose

O principal sintoma de suspeita da doença é a tosse que persiste por mais de três semanas. A orientação, nesse caso, é procurar o posto de saúde

A próxima semana será marcada pelo Dia Mundial de Combate à Tuberculose, realizado no dia 24 de março. Em Ubatuba, o Programa de Tuberculose, em parceria com PSF (Programa de Saúde da Família)e a Vigilância Epidemiológica, deu início uma busca ativa de casos e sensibilização junto à comunidade. Durante essa e a próxima semana, as instituições fechadas (asilos, casas de recuperação e cadeia), lugares onde ocorrem maiores índices de casos estarão sendo visitados. Serão realizadas palestras salas de espera dos postos de saúde de diversos bairros do município.
A incidência de casos em Ubatuba está na média nacional, cerca de 45 casos por ano. Nos últimos anos, o Programa de Combate à Tuberculose de Ubatuba recebeu prêmios pelo índice de cura acima dos 85%. Segundo o Coordenador do Programa, Dr. Fernando Bergel, para que Ubatuba consiga manter o controle da tuberculose, é importante que toda a comunidade esteja atenta aos sintomas da doença. “Todos os indivíduos com tosse por mais de três semanas deve ser encaminhado aos postos de saúde para verificar se possui a doença”.

A doença

A tuberculose é causada por um microorganismo que acomete, principalmente, os pulmões. É transmitida através de gotas de saliva da pessoa contaminada, lançadas ao ar quando ela fala, canta, tosse ou espirra. O principal sintoma de suspeita da doença é a tosse persistente (mais de três semanas), podendo ocorrer falta de apetite, emagrecimento, febre e suores noturnos.
Para as pessoas que têm os sintomas, a orientação é procurar o posto de saúde mais próximo de sua residência para uma avaliação médica e coleta de exame de escarro, que é o método de escolha para o diagnóstico da tuberculose. Esse exame deve ser realizado em todos os casos suspeitos.

O tratamento

A tuberculose tem cura e o tratamento é gratuito, mas é fundamental que o paciente siga as orientações da equipe de saúde e tome todos os medicamentos corretamente. Essas medidas são importantes, porque o abandono do tratamento ocasiona nos microorganismos, uma resistência aos medicamentos, tornando-os ineficazes. Segundo o Dr. Bergel, essa atitude coloca em risco a vida do paciente e provoca a disseminação da doença. “O paciente com tuberculose resistente aos medicamentos representa uma ameaça para o controle da doença, pois dificulta o tratamento e pode transmitir o microorganismo resistente para outras pessoas”. PMU



Ubatuba pronta para as feras do triathlon

Grandes nomes do triathlon brasileiro ao lado de diversos anônimos que participam da prova pelo prazer de praticar um esporte tão apaixonante estarão lado a lado desfrutando das belas paisagens e o percurso seletivo que Ubatuba oferece. Mais uma vez a cidade será palco de uma etapa do PowerBar / Reebok Triathlon Long Distance, no domingo, 3 de abril. O circuito
A disputa tem como grande atrativo o relevo de seu percurso. Afinal, as provas de ciclismo e corrida acabam sendo feitas em trechos com montanhas, exigindo bastante dos competidores. Além disso, o evento também funcionará como preparativo para o Ironman Brasil Telecom 2005, programado para 29 de maio, em Florianópolis (SC).
Na prova Long Distance os atletas terão pela frente 1.900 metros natação na baía da praia do Cruzeiro; 90km ciclismo na Br 101 em direção a Paraty, com retorno em Picinguaba e 21km de corrida, onde os atletas percorrerão três vezes o percurso de 7 km até o Cais do Porto.Os atletas da Short Distance farão percurso com 750m natação, 20km ciclismo com retorno na praia Vermelha do Norte e 5km corrida pela orla, com retorno no Itaguá.
Segundo dados da organização, 155 atletas já confirmaram presença na prova em Ubatuba. Os últimos vencedores em Ubatuba foram Oscar Galindez e Carla Moreno, que já confirmaram participação neste ano ao lado de outros grandes nomes do esporte.
Carla Moreno avisa que tem o Ironman e o Mundial como prioridadades. “Este ano minha atenção toda está para o Ironman em maio e depois para o meu grande objetivo, o Mundial, em setembro, no Japão. Tenho uma programação para me deixar com 100% do meu potencial nessa época”, disse.
Os triatletas Márcio Gouveia, Mônica Chiste, Ronaldo Teodoro, Douglas Costa Velho, Luis Cláudio “Huka” Graglia e Luis Cláudio “Jarrão” Gonçalves, de Ubatuba foram contemplados em um sorteio promovido pela Secretaria de Esporte e Lazer e ganharam as inscrições.
O circuito PowerBar/Reebok Triathlon Long Distance conta com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer.

PROGRAMAÇÃO OFICIAL

02/04 - Sábado
14hs - Início de entrega de kits do LONG DISTANCE e SHORT e Expo Sports
17hs - Congresso Técnico Long Distance e Short (obrigatório)
18hs - Término da entrega de Kits do LONG DISTANCE e SHORT
Ginásio de esportes de Ubatuba - Rua Prof. Tomas Galhardo, 875 - Centro

03/04 - Domingo
06hs - Abertura da Transição - Praia do Cruzeiro – Av. Iperoig
07hs50 - Fechamento da Área de Transição
08hs - Largada Long Distance
08hs30 - Largada Short Distance
13hs - Inicio da Premiação Long Distance PMU



Praia Grande recebe torneio de vôlei de praia em duplas

O canto direito da praia grande estará movimentado neste domingo, dia 20. A Secretaria de Esporte e Lazer promove a 1ª Copa Ubatuba de Vôlei de Praia. As inscrições estão abertas na Secretaria de Esporte e Lazer e podem ser feitas até sexta-feira, dia 18. Podem se inscrever duplas masculinas com atletas a partir de quinze anos de idade.
As partidas da fase classificatória serão disputadas em um set de 15 pontos. A final acontece em melhor de três sets. As partidas acontecem a partir das 9 da manhã ao lado do Quiosque Cantão, o último da Praia Grande, sentido Caraguá. A 1ª Copa Ubatuba de Vôlei de Praia masculino tem o patrocínio do Quiosque Cantão. PMU



Definidos semifinalistas do torneio do Estaleiro

A última rodada classificatória do torneio do Estaleiro foi emocionante. Na primeira partida do grupo “A” a equipe da Almada fez a sua parte e venceu Os Galácticos pelo placar de 3 a 0. Bastava torcer para que o Promirim, já classificado e invicto mantivesse sua boa campanha no jogo seguinte contra a equipe do Auto Posto, o que não ocorreu. O time do Auto Posto garantiu a segunda vaga do grupo “A”, com uma vitória por 2 a 1. Pelo grupo “B”, a equipe do Estaleiro venceu o time da Picinguaba por 1 a 0 e obteve a classificação para a semi-final. Fechando a rodada a equipe do JR Parafuso também venceu o Itamambuca por 1 a 0 e ficou com o primeiro lugar do grupo.
Para fechar a rodada do fim-de-semana, aconteceu um amistoso entre as equipes femininas do Estaleiro e Auto Posto, com vitória do Estaleiro por 3 a 0.
As partidas semifinais acontecem neste domingo, dia 20 a partir das 10 da manhã. Na primeira partida jogam JR Parafuso e Auto Posto. Fechando a fase semifinal acontece a partida entre Promirim e Estaleiro. Na seqüência acontecem partidas amistosas do feminino.O torneio tem o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba. PMU

terça-feira, março 15, 2005

Editorial

Sobre urbanismo e urbanidade

Na semana passada fui convidado para assistir uma apresentação de estudantes de urbanismo. Na ocasião foi apresentada uma proposta para a Ilha dos Pescadores. Os rapazes que palestraram são alemães, estudam em Hamburgo, estão acostumados a encarar os problemas urbanos com uma óptica diferente do descaso que há por aqui. Na Europa qualquer ação modificadora tem grande impacto, conciliar o novo com o existente, muitas vezes construções milenares, não é tarefa simples. Em Paris aconteceu um rompimento quando Renzo Pianno venceu o concurso para a construção do Centro de Artes Jorge Pompidou, mundialmente conhecido como Beauborg. O contraste com o entorno é evidente, para não dizer chocante, na época diziam que o prédio parecia uma refinaria de petróleo. Pode até parecer, mas o conjunto que se apresenta aos olhos é harmonioso, enquanto produz a sensação de espanto que é prerrogativa da arte. Eu disse espanto, não terror, como acontece com as obras de nossa cidade. Os muito práticos que me perdoem, mas arquitetura é mais do que levantar paredes e colocar coberturas, há que haver inventividade e emoção. O homem, que tem a possibilidade de modificar o meio ambiente, deve procurar fazê-lo sem ferir a sensibilidade dos demais seres vivos. Voltando à palestra, gostei de tudo o que vi. Acredito que se posto em prática o plano dos rapazes só trará benefícios à cidade. Não se trata de uma visão de colonizadores europeus, mas de estudiosos de urbanismo; se o problema fosse proposto na FAU–USP certamente teríamos soluções das mais interessantes, lá também são degustados biscoitos finos. Está na hora da cidade começar a usar a Universidade. Imagino quantas soluções brilhantes os estudantes poderiam oferecer, ávidos que estão por mostrar talento. Estudantes não têm os vícios da estrutura pública, presa aos ritos da burocracia que a tudo emperra, não têm ligações político-partidárias, seu interesse é centrado na qualidade do trabalho. Por que não usar esse recurso tão bom e barato? Não estragar o que a natureza nos deu com edificações de mau gosto é uma manifestaçào de urbanidade, para justificar o título.


Sidney Borges

Uma foto dá apenas a noção da realidade, impossível traduzir a sensação de escala. Entretanto é possível imaginar a dificuldade de conciliar uma construção tão contemporânea como essa e a Catedral de Notre Dame.

Não sei bem o porquê, mas imagino que o senador José Sarney tinha essa aparência quando criança. Ao vê-lo no Roda Viva a sensação se intensificou. S.B.

Jóias do "pensamento" de Severino

O Presidente da Câmara e filósofo, deputado Severino Cavalcanti, disse que “meter o cacete em deputados” é ruim. Concordo. Ontem ele fez outra declaração esclarecedora quando afirmou que a Câmara "não é supositório". Será? O presidente Lula já havia confundido a "Casa das Leis" com almoxarifado de obra quando falou em trezentos picaretas. Nordestinos gostam de frases de efeito!

Sidney Borges

A propósito do lixo...

Prezado Roberto Russo.

Com respeito à sua carta sobre 'coleta de lixo seletivo', quero me solidarizar com seu protesto.
Aqui no seu vizinho Felix, há mais de mês, peço coleta de lixo orgânico - cascas de coco -, e nada.
A Prefeitura, em seu 'departamento competente' (???), promete buscar e nada.
Com a presente, já dou notícia da omissão pela quarta vez, aqui no Litoral Virtual.
Outra omissão, objeto de reclamação na Vigilância Sanitária (123/2005), sobre derrame ou infiltração de fossa na desembocadura do rio do Felix, não mereceu qualquer providência de que eu tenha tomado conhecimento e olha que estou, diariamente, na praia.
É vazamento visível, que se constitui de três manchas de areia negra e nauseabunda, que exala odor de fossa.
Logo aqui no Felix, ainda cartão de visitas de Ubatuba, mercê de trabalho que desenvolvemos, particularmente, há mais de 20 anos, via da Associação dos Amigos da Praia do Felix.
Dizem que no período que medeia entre 90 e 180 dias do início de qualquer govêrno, é momento mágico para o governante recem empossado, época que ele deve aproveitar para agir e fazer o que pretende, pois neste início lhe serão perdoados ou relevados ações que, em seu resto de mandato, merecerão críticas ou descontentamentos tácitos ou expressos.
Não há qualquer sensação de que estas ações esperadas, aqui em Ubatuba, estariam sendo omitidas, também ???


Roberto de Mamede Costa Leite
r-mamede@uol.com.br

Nota do Editor – O texto acima pode não fazer sentido para o leitor do Ubatuba Víbora. Em carta publicada recentemente no Litoral Virtual, o senhor Roberto Russo fez reparações ao serviço de coleta seletiva de lixo, comentadas agora pelo senhor Mamede. Por tratar-se de matéria de relevante interesse para a cidade o UV optou pela publicação.

Educação Ambiental no Colégio Dominique

Dominique Com.Vida
Neste sábado, 19 de março, das 13h às 17h, à rua das Orquídeas, 210, no Jardim Carolina, haverá a apresentação do Projeto de Educação Ambiental do Colégio Dominique. A comunidade está convidada para prestigiar o levantamento realizado pelos alunos dos problemas ambientais de Ubatuba; acompanhar apresentações artísticas, registros fotográficos, gincanas de conscientização e palestras com especialistas que irão abordar os temas: Água e esgotos na cidade; Situação dos rios; Lixo e reciclagem; Manipulação de alimentos não industrializados; Alimentação saudável; Espécies em extinção; Crescimento urbano e preservação de florestas; Saneamento básico e doenças; Funcionamento de ONGs e Ecoturismo. Para participar basta levar um reciclável (latinha, pet, etc.). O Dominique Com.Vida faz parte do projeto pedagógico da escola e traz o lema Educação Ambiental e Solidariedade formando cidadãos. Vale conferir.
Fonte: Colégio Dominique

Os secretários de turismo Luiz Felipe de Azevedo e Marco Antônio Castello Branco (Estadual) reunidos com o prefeito de Ubatuba Eduardo César.

Notícias da Prefeitura

Prefeitos do Litoral Norte discutem regionalização do turismo


O prefeito de Ubatuba, Eduardo César e o secretário de turismo, Luiz Felipe de Azevedo participaram na última sexta-feira, de um encontro com o Secretário Estadual de Turismo, Marco Antônio Castello Branco para discutir a criação do Circuito Turístico Costa Verde. Além de Ubatuba, estavam presentes os prefeitos de Caraguá, São Sebastião e Ilha Bela e seus respectivos secretários de turismo. Segundo o secretário estadual, o turismo não será mais tratado a nível de município e sim por região. De acordo com ele, os investimentos, tanto do governo estadual como do federal, irão priorizar as regiões que se organizarem e oferecerem roteiros e calendário de eventos em conjunto.
Durante a reunião ficou definido que as quatro cidades irão estudar um roteiro turístico para ser comercializado por agências de viagem em feiras promocionais do setor. A primeira delas será em abril, em São Paulo, e irá reunir agências de todo Brasil. Em junho acontece um salão nacional de turismo e em outubro o SP Boat Show, onde serão lançados os roteiros das águas doce e salgada do estado, coordenados pelo mergulhador Lawrence Whaba. A outra solicitação do governo estadual é que os municípios se organizem também para montar, em conjunto, um calendário de eventos turísticos que deverá ser, amplamente, divulgado para todo o Estado.

Boa notícia

Algumas propostas foram lançadas para discussão e amadurecimento. Entre elas, a criação de um centro de informações turísticas do Circuito Costa Verde, no trecho inicial da Rodovia dos Tamoios. A boa notícia do evento foi trazida pelo secretário Marco Antônio Castello Branco: a Secretaria Estadual do Meio Ambiente estará repassando uma verba de 20 milhões de dólares destinada a melhorias dos parques estaduais. “Como os parques representam uma boa alavanca para o ecoturismo - um produto que deverá fazer parte do Circuito Costa Verde -, a notícia não poderia ser melhor”, avaliou Luiz Felipe. PMU



Começa a escolha dos componentes do Conselho Municipal de Educação

Teve início nesta segunda-feira, 14, o processo de escolha para o Conselho Municipal de Educação de Ubatuba. No primeiro dia foram escolhidos por eleição, os representantes das Associações de Pais e Mestres e do Magistério Estadual, Municipal e Particular.
Foi grande o número de interessados em compor o Conselho e isso agradou a Secretária Municipal, Isabel Roseli de Souza Leite. “É importante o trabalho conjunto para se chegar a um acordo para solucionar os problemas da educação”.
O mandato dos conselheiros tem duração de dois anos e os membros tem por função fiscalizar o trabalho da rede de ensino, e sugerir medidas no que tange à organização e ao funcionamento da rede de ensino.
Antônio Correia de Oliveira Filho, eleito representante das APM’s, se surpreendeu com a presença e participação das pessoas. “Eram 17 candidatos, nunca houve tamanho interesse em participar ativamente dos rumos da educação no município. Espero que esse interesse permaneça durante toda a duração do mandato”, disse Antônio. Os representantes das APMs sugeriram a criação de um fórum permanente das APM’s, para discussão das propostas que serão levadas ao CME.
O Conselho Municipal de Educação aguarda agora a indicação dos representantes do Gabinete, secretarias de Educação, Saúde, Esporte e Lazer, Delegacia Regional de Ensino e Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e seus respectivos suplentes. O mandato dos conselheiros tem a duração de dois anos. PMU



Prefeitura promove cursos de educação ambiental

O primeiro é destinado aos vendedores ambulantes de Ubatuba

A Prefeitura de Ubatuba, através da Secretaria da Educação, está formando um grupo de educação ambiental, com o objetivo de informar e esclarecer diversos segmentos da comunidade em relação à preservação do meio-ambiente. Nessa terça, dia 15, acontece um curso voltado para os vendedores ambulantes que atuam no município. O curso começa às 13h, na Escola Padre Anchieta e será ministrado pelos educadores ambientais: José Carlos Firme e Vânia Carrozzo.
Os ambulantes receberão informações sobre formas de atuar como agentes ambientais, venda de produtos artesanais com materiais reciclados e sobre os riscos causados por problemas ecológicos. Serão propostas mudanças para o setor, tais como: padronização de uniformes e barracas e criação de um selo para ambulantes que participam das ações ambientais do município. Segundo o professor Firme, “o objetivo desse projeto é melhorar a qualidade de vida e ajudar a promover um desenvolvimento ordenado em Ubatuba”. PMU


Vagas abertas para curso de desenho e pintura com giz pastel na Fundart

A Fundart (Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba) anuncia que ainda dá tempo de se inscrever para o curso de desenho e pintura com giz pastel, ministrado pelo professor Benjamin González. Esse curso é uma das novidades este ano. O trabalho com giz pastel é uma técnica que une suavidade e riqueza de cores sobre o papel. As aulas já começaram e acontecem às segundas-feiras, das 9 às 12h. Então, não perca tempo, inscreva-se já!
Para abril, estão programadas aberturas de novos cursos e oficinas, com o resultado da captação de projetos, que estão sendo analisados. PMU

segunda-feira, março 14, 2005

arquivo

Voando em grande estilo

Super Constellation, a forma eficiente e elegante de voar em 1955

As viagens duravam o dobro do tempo de hoje, havia escalas e em certas rotas muita turbulência. O serviço de bordo e o charme aventuresco compensavam. Era preciso, entretanto, ter uma boa conta bancária para cruzar os céus a bordo de um desses aviões. Voar era caro.

Sidney Borges

O passo do elefantinho...

arquivo

São enormes, desajeitados e simpáticos, gigantes em extinção

A cena dispensa comentários, fica faltando a trilha sonora de Henry Mancini, do memorável filme Hatari. Elefantes vivem muito, têm boa memória e muita massa, fardo difícil de carregar. Viveriam melhor na Lua onde a gravidade é apenas uma sexta parte da terrestre. Será que há elefantes na Lua, além de dragões e santos? Bobagem, a Lua é feita de queijo.

Sidney Borges

Editorial

Tampando buracos
A necessidade da informação é um fato. Alguns políticos no ostracismo, não estariam lá se tivessem prestado atenção na imagem que projetavam. Cercados de “yes men”, não viram a vaca indo para o brejo. Estão mortos politicamente. Embora exista a ilusão da volta, “no voltarán” como disse “La Passionária, na verdade a frase foi “no passarán”, fiz uma livre interpretação em portunhol corintiano. Ontem estive na casa de amigos para um jantar informal. Conversa vai conversa vem fui argüido sobre as ações do novo governo. A mesa era composta por pessoas de bom nível sócio-econômico e cultural, porém logo alguém disse que estava tudo igual ao que sempre foi e nada iria mudar, num determinismo niilista do qual discordei. Falei da Câmara, sempre lotada, em contraste com o que acontecia nesta mesma época há quatro anos. Em algumas sessões apenas três pessoas acompanhavam os trabalhos, denotando apatia e desinteresse, dizia-se que em Ubatuba só nas vésperas da eleição o povo pensa em política. Isso é passado, o cidadão ubatubense mudou, está mais exigente, quer mais ação do governo e está atento ao que é feito. A conversa mudou para o estado lastimável em que se encontram as ruas da cidade. O asfalto horroroso, como os leitores podem encontrar no Parque Vivamar, é um exemplo vivo de como não deve agir uma administração municipal. Obras devem estar de acordo com as normas da boa engenharia, fazer mal feito mostra despreparo e falta de compromisso. Além de custar caro, são atestados de incompetência permanentes, o degaste político decorrente dificilmente é reversível através de marketing eleitoral. O julgamento popular surge nas urnas, como Ubatuba viu recentemente. Como eu disse, Ubatuba mudou, irresponsabilidade no comando é coisa de um passado que embora pareça recente, é imensamente remoto. A Prefeitura está trabalhando na reparação do sistema viário. Vai demorar para que os resultados apareçam, mas certamente irão aparecer. O que é preciso é dar continuidade aos trabalhos e cuidar para que as obras tenham durabilidade. E ampliar a divulgação através de placas, outdoors, rádio, jornais, televisão e o que mais houver. O povo precisa saber. Apesar de alguns estranhamentos devido às mudanças na forma de encarar os estatutos, a Fundart vai bem. A atual Administração e o Conselho, embora falem a mesma língua ainda precisam afinar dialetos, o que não deve demorar. O que fica claro é que os envolvidos estão mostrando empenho, os resultados irão surpreender a cidade, e o que é melhor, sem o perigo de contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas. A Assessoria de Imprensa da Câmara não manda notícias para o Ubatuba Víbora. Gostaria de saber o porquê.

Sidney Borges

Notícias da Prefeitura

Ubatuba se prepara para a Soccer do Brasil Cup 2005

Evento deve reunir jovens de vários países

Os organizadores da Soccer do Brasil Cup estiveram reunidos com o prefeito Eduardo César e apresentaram a proposta para a realização do evento deste ano em Ubatuba. Realizada há dois anos na cidade, a competição teve a participação, no ano passado, de nove equipes do exterior, com destaque para os representativos de UNAM e Pato Baeza do México, alem de diversas equipes brasileiras, totalizando 38 participantes.
O Diretor da Soccer do Brasil, Andrés Córdoba, diz que a edição deste ano tem tudo para ser um sucesso. “A edição 2005 já conta com o compromisso de participação de equipes do Chile, Peru, Espanha, México, Costa Rica, Argentina e Portugal. Um completo trabalho de divulgação do torneio, em mais de 50 países, está sendo realizado com o propósito de garantir a presença de um número cada vez maior de equipes estrangeiras”, afirmou Córdoba.
O torneio conta com 6 categorias e terá a participação de meninos de 9 a 17 anos, meninas acima de 15 anos e uma especial com maiores de 18 anos.
Além do esporte, o torneio também movimenta o turismo da cidade. “Precisaremos de hotéis com capacidade para receber muita gente, com serviço de pensão completa. O torneio também poderá dar emprego para muita gente”, acredita Córdoba. “Podemos citar o exemplo do México, que em 2003 enviou uma delegação de 30 pessoas. Em 2004 vieram 220 pessoas para Ubatuba”, completou.
O evento também tem seu lado social, como explica o diretor: “Estaremos convidando equipes do Litoral Norte e do Vale do Paraíba que não possuam condições de enviar delegações para entrar em contato conosco pois tentaremos viabilizar a vinda desses atletas”, disse Córdoba.
Maiores informações sobre a Soccer do Brasil Cup 2005 podem ser obtidas através do telefone 11 3034-0890 ou do site www.soccerdobrasil.com.br PMU



Prefeito pede serviço telefônico na região norte

Através de ofício endereçado a Superintendência Regional da Telefônica, o prefeito Eduardo César está solicitando que seja implantado o serviço telefônico fixo nos bairros da região norte do município, como Camburi, Picinguaba, Ubatumirim (sertão e arredores), Almada e Poruba. De acordo com o Plano de Metas da Anatel, toda localidade com mais de 300 habitantes deverá ter o serviço telefônico fixo comutado, com acesso individual até 31 de dezembro de 2005.
No ofício, o prefeito informa ainda à Telefônica, que todas as localidades que estão pleiteando a implantação do serviço telefônico possuem quatro escolas, cinco postos de saúde e arruamento reconhecido pela municipalidade. PMU

domingo, março 13, 2005

César Lattes

Imagine duas bolinhas imantadas se repelindo. Todos nós quando crianças brincamos com ímãs, é uma experiência vivenciada pela maioria. Nos núcleos dos átomos há muitas bolinhas – Prótons - que em outra situação se afastariam, são como ímãs se repelindo. Alguma “coisa” as força a ficar unidas. É uma linguagem simples para falar da “força forte”, que impede que a repulsão eletrostática desmonte os átomos. Além de Prótons e Nêutrons há outras partículas no núcleo, uma delas deu notoriedade a um brasileiro que tangenciou o Prêmio Nobel de Física. César Lattes, que morreu no dia 9, é dele a descoberta do “Méson Pi” ou “Píon”, em 1947, partícula que parece ter papel relevante na estabilidade do núcleo atômico. Há quem diga que a produção científica brasileira é de pouca importância, o que não é verdade. Começamos a pensar de forma organizada em ciências há menos de 100 anos, em 1936 para ser preciso, com a criação da USP. Aprendi a gostar de Física com o Paulus Pompéia, que trabalhou com César Lattes e foi um dos mais importantes físicos do Brasil. Tive o prazer de ter sido seu aluno e monitor. Enfim, vivemos e morremos e embora eu seja contra isso, ainda não consegui fazer nada para mudar. I’ll keep trying!

Sidney Borges

Liderança é Liderança!

Flavio Medici Ribeiro*
Há muitos e muitos anos, viveu um homem do mar, conhecido como "O Capitão".
Ele era muito valente e jamais teve medo diante de qualquer inimigo.
Certa vez, navegando pelos sete mares, um dos vigias da embarcação viu que se aproximava um barco pirata. "O capitão" gritou:
- Tragam a minha camisa vermelha!
E vestindo-a, ordenou aos seus homens:
- Ataquem! Ataquem e vençam estes malditos piratas!
E assim foi feito, e derrotaram os piratas. Alguns dias mais tarde, o vigia viu dois barcos piratas. "O Capitão" pediu novamente sua camisa vermelha e a vitória voltou a ser sua. Nesta mesma noite, seus homens
perguntaram porque ele sempre pedia a camisa vermelha, antes de entrar na batalha, e "O Capitão" respondeu:
- Se eu for ferido em combate, a camisa vermelha não deixará que meus homens vejam meu sangue, e assim, todos continuarão lutando sem medo.
Todos os homens, diante daquela declaração, ficaram em silêncio,maravilhados com a coragem de seu comandante. Logo no amanhecerdo dia seguinte, o vigia viu não um ou dois, mas DEZ barcos piratas que
se aproximavam. Toda a tripulação, assustada, dirigiu os olhos para ocapitão, e ele, com sua voz potente e sem demonstrar nenhum medo gritou:
- Tragam a minha calça marrom!
* Flavio é advogado atuante em Ubatuba

Notícias da Prefeitura

Secretaria de Obras executa serviços em várias ruas do município

Diversas ruas da cidade receberam, nos últimos dias, melhorias por parte da Secretaria Municipal de Obras. No Perequê-Açu foram concluídas obras que há muito eram reivindicadas pela população. A rua Rio de Janeiro, por exemplo, recebeu pavimentação asfáltica em toda a sua extensão e a avenida São Paulo, que ficou em condições precárias após as chuvas do início do ano, foi totalmente nivelada e recebeu serviços de ajardinamento em seu canteiro central.
No Jardim Anchieta, na Praia Grande, as ruas Borba Gato e Anhanguera tiveram levantamento de caixas de areia, obras executadas em parceria com a comunidade. Na região central, a prefeitura acionou a Sabesp para solucionar problemas de infiltração na rua Cel. Ernesto de Oliveira e Avenida Liberdade, que provocavam afundamento do asfalto. A empresa atendeu de imediato e conteve os vazamentos, possibilitando o reparo nos locais. PMU



Atletas de Ubatuba disputarão Estadual de Jiu Jitsu

Uma delegação composta por 23 atletas estará em São Paulo neste domingo, 13, participando do Campeonato Estadual de Jiu Jitsu. Será a primeira de uma série de sete eliminatórias que definirão os participantes da fase final, programada para o primeiro final de semana de junho. A Secretaria de Esporte e Lazer de Ubatuba dará apoio, cedendo o transporte aos atletas das academias União Paulista e Mestre Wilson para a disputa da etapa. As lutas acontecerão no Ginásio Baby Barioni, no bairro da Água Branca a partir das 8h. PMU
 
Free counter and web stats