sábado, janeiro 22, 2005

Juro não inviabiliza crescimento, diz Dirceu

"O ministro da Casa Civil, José Dirceu, disse ontem que o novo aumento da taxa básica de juros não deve inviabilizar o crescimento econômico neste ano". Esse é um trecho da matéria publicada na Folha Online deste sábado. O ministro Dirceu tem toda a razão, há juros e juros, os primeiros são praticados por neoliberais comprometidos com a globalização. São juros maus! Há entretanto os juros atuais - os maiores do mundo - praticados pelo governo socialista do PT. São diferentes, são bons. Como afirmou o ministro, apesar dos juros estratosféricos que há, vai haver desenvolvimento. Concordamos, temos a certeza de que iremos assistir ao crescimento das favelas, dos buracos nas estradas, da violência urbana e da cara de pau de certos políticos que ao chegar ao poder mudam de lado.

Lá vai Bush outra vez

Segundo reportagem publicada na revista “New Yorker”, uma guerra contra o Irã está na lista de intenções do segundo mandato de George W. Bush. A princípio, parece irreal. O Departamento de Defesa dos EUA negou vários trechos do relato assinado pelo repórter Seymour Hersh, mas nenhum dos pontos-chave, como o de que já haveria um extenso trabalho de espionagem para levantar os alvos militares iranianos.Um dos motivos que torna a possibilidade absurda é militar. Com mais de 80% de suas Forças Armadas dedicadas à luta no Afeganistão e no Iraque, não haveria quem fizesse a guerra. As chances de conseguir apoio britânico são também parcas: nada ameaça mais a reeleição do primeiro-ministro Tony Blair do que suas desventuras em Bagdá. Dificilmente comprometerá seu retorno ao cargo, mas isso é porque o Partido Conservador do Reino Unido anda de bola murcha e o Partido Liberal Democrata ainda não cresceu o suficiente. O eleitor britânico só vê os Trabalhistas, sorte de Blair. Mas pouca gente deve votar na eleição.Seymour Hersh não é qualquer repórter. Deu os primeiros furos de excessos do exército dos EUA na Guerra do Vietnã, foi o único que conseguiu alguns furos para o “New York Times” no tempo de Watergate, quando a dupla Carl Bernstein e Bob Woodward aterrorizava a Casa Branca para o “Washington Post”. De quebra, foi quem levantou a história da tortura em Abu Ghraib, no Iraque. Com Hersh no jogo, é jornalismo do mais alto nível.O raciocínio é simples. Os EUA vão esperar um pouco mais para o encaminhamento das negociações diplomáticas entre Europa e Irã. O Irã nega que esteja desenvolvendo tecnologia nuclear para usos militares, mas não faz muito sentido para um país montado em cima da maior reserva de gás natural do mundo querer usinas radioativas para produção de energia. Como o Irã dificilmente cederá à abertura total do país para inspeções da ONU, no fim, em um ano, talvez dois, Washington pode dizer que a diplomacia não deu certo e que o caminho é a guerra.Entrar no Irã é mais fácil para quem já controla Afeganistão e Iraque, mas isso não resolve o problema da falta de tropas. Por outro lado, no fim do mês os iraquianos fazem sua eleição e os britânicos cobram um plano de saída. Querem deixar a segurança interna a cargo de quem é da terra. Conte-se ainda o fato de que, no pensar do secretário de Defesa Donald Rumsfeld, guerras eficientes combatem-se com pouca gente e muita bomba.O Pentágono de Rumsfeld já tem estratégia. Ataca os principais alvos militares que estejam longe da população civil, cria instabilidade no país, a oposição aproveita a chance e toma o poder. A CIA já atiçou um golpe de Estado no Irã uma vez, nos anos 50. Bem verdade que o jogo na época era mais delicado, mas esta é outra história.Às vezes pode não parecer, mas o Irã é uma ditadura. Tem eleições livres apenas teoricamente, já que o conselho de clérigos pode aprovar quem é candidato ou não. Da última vez, pôs na lista negra mais de metade dos que queriam disputar cargos. Tem também uma ferida aberta: é um país de velhos e jovens, já que a maioria dos homens que estariam na meia-idade morreram na guerra contra o Iraque, durante os anos 80.Mas é um dos países com mais acesso à Internet do Oriente Médio, blogs em persa ou inglês multiplicam-se, um percentual alto dos jovens estão na universidade e as mudanças nos costumes, sutilmente, percebem-se em toda parte. Embaixo das longas vestimentas xiitas, as meninas vestem calças jeans. Mesmo os jornalistas iranianos que tomaram o rumo do exílio, recentemente, reclamam de períodos na prisão, longos interrogatórios, mas não de tortura. As pessoas não desaparecem mais no Irã. A mudança de regime é inevitável ao longo da próxima década. Ainda assim, em nada se compara à truculência de Saddam Hussein ou ao primitivismo Talibã.Especialistas ouvidos por Hersh e pelo professor de história do Oriente Médio Juan Cole, que assina o blog Informed Comment, costumam concordar. Se os EUA atacarem o Irã, a oposição não se apressará a derrubar o regime dos aiatolás. Periga apoiá-lo. Não há disputas, entre governo e oposição, a respeito de armamento nuclear. Com quatro potências nucleares na vizinhança, Rússia, Israel, Paquistão e Índia, o raciocínio persa é de que a única forma de sustentar a força do país é cuidar de ter suas próprias ogivas.Se os especialistas estiverem certos e o Pentágono errado, será apenas a confirmação de uma tendência. Já aconteceu no Iraque. Não é questão de se a guerra é certa ou não, o problema é apostar que as coisas acontecerão de uma forma quando a grita é que sucederão de outra.Uma guerra contra o Irã não é inevitável. No Congresso dos EUA, será mais difícil garantir apoio do Partido Democrata para uma nova aventura militar. No tempo do Iraque, a oposição teve medo de parecer fraca. Agora não tem dúvidas de que boa parte da população norte-americana acha que o Iraque vai mal. Mas também não há de surpreender ninguém se a trupe do presidente Bush conseguir sua nova guerra. Fica apenas a dúvida se é de fato estabilidade que estão levando ao Oriente Médio.

Pedro Doria - Nomínimo

Contaminações nas enchentes

Ronaldo Dias
A concentração de altos índices pluviométricos, aliada à desídia, com o assoreamento dos rios e córregos centrais e, a falta de consciência ambiental dos ribeirinhos, que tem como hábito, o uso dos leitos d’água, para descarte de esgotos sanitários, lixo doméstico, mobiliário e, eletrodomésticos imprestáveis, são os maiores responsáveis pelos resultados perniciosos das enchentes. Perniciosos, porque além dos prejuízos matérias, há os prejuízos invisíveis. Estes, mais graves, pois colocam em risco a saúde de toda a população das áreas atingidas. A falta de tratamento de esgotos, ou onde existe o tratamento, mas não há ligação e, onde há as duas condições (tratamento e ligação), porém, a estação não funciona, há extravasamento e transbordamento das fossas conhecidas como sépticas e sumidouros; estes, encontrados em praticamente todo o município e, pela importância geográfica e pelo volume populacional que atendem, vou citar sua presença, em todos os prédios da Praia Grande (antes das ligações à rede de “tratamento” da Coambiental). Da Praia Grande, estes sumidouros contribuem, pelo lençol freático, à putrefação do rio Acaraú e, sua respectiva Barra, no encontro do mar, em frente ao Camping Igawa, no Itaguá. Ufa! Quanta merda. As recomendações do especialista Dr. Rui de Andrade Dammenhmain em “Perigos depois das enchentes” (Revista Guaruçá) são muito pertinentes e, de baixo custo, como tentativas de evitar maiores riscos (não citados na matéria) das possibilidades epidêmicas. Vou, com a licença do amigo (Arquiteto) Sergio Abreu, transcrever sua opinião, publicada ontem no Litoral Virtual, com sugestão para que esta situação, pelo menos, se amenize no próximo verão.

...”Os fortes temporais que desabaram sobre Ubatuba nesta última semana, aliados ao aumento populacional devido à temporada de verão, deixaram a cidade submersa e caótica; se trouxeram desconfortos (no mínimo) e situações de calamidades, indicaram de forma clara os locais mais problemáticos, facilitando-nos o pensar com clareza suas soluções, tais como; o redirecionamento do fluxo de águas pluviais executados apos um competente levantamento planialtimétrico por parte dos técnicos da prefeitura (eles existem e são competentes); a adoção de políticas de educação da população no tocante ao não assoreamento de riachos, valas e córregos; o impedimento de construções em áreas de riscos e de proteção ambiental, todas elas medidas de baixo custo financeiro e alto impacto na melhoria da qualidade de vida da cidade.”

Com certeza, não há recursos municipais para investimentos em grandes obras para a supressão destes e, de tantos outros problemas, causados pelo uso excessivo dos espaços públicos e as superocupações (muito acima dos parâmetros estabelecidos pelas tabelas de engenharia) de imóveis tidos como residenciais e utilizados como comerciais. Será necessário que o Governo do Estado assuma sua responsabilidade, fazendo todos os investimentos necessários na construção e na instalação de (toda) infraestrutura para que Ubatuba possa continuar recebendo centenas de milhares de paulistas, sem correr o risco de exterminar (totalmente) sua maravilhosa paisagem.

Chuva de metano!

Leio nos jornais que Titã, a lua de Saturno, tem rios e chuva. Apenas o líquido que corre nos rios e desce das nuvens em gotas não é a nossa velha e conhecida água e sim metano, que aqui na Terra, dadas as condições de pressão e temperatura, existe no estado gasoso. Sempre é bom lembrar que a temperatura média de Titã é de 180 ºC negativos. O metano é um gás altamente inflamável, presente no trato intestinal dos humanos. Faça-se aqui uma ressalva o metano inflama-se quando combinado com oxigênio, sem este não existe combustão e portanto o metano é tão inflamável em Titã, onde não há oxigênio, como é o leite tipo c na Terra. Lá ninguém conseguiria acender um pum. De qualquer forma é bom ir pensando na construção de um “metanoduto” ligando Titã à Terra. O gás, abundante, poderia substituir boa parte do petróleo, o que ajudaria a pacificar o Oriente Médio.

Editorial

Habemus papa. Finalmente o gato poderá pensar no peixe. A Fundart tem novo presidente. As listas viajantes cessarão os ciclos - Fundart; Prefeitura; Fundart - dando folga aos mensageiros e tirando esperanças vãs de aventureiros.
É do PT, conforme era sabido pelos torcedores do Corinthians, do Palmeiras, do São Paulo, e até do Juventus da rua Javari, pelos praticantes do catolicismo e pelos protestantes, pelos altos e pelos baixos, pelos bonitos e pelos feios, pelos ricos e pelos pobres.
Só não havia sido comunicado a certas pessoas que insistiam em mudar o que é imutável.
Em Ubatuba vai para a Fundart quem o prefeito quer e ponto final.
Se alguém acredita que isso pode ser mudado – eu acho que deve ser mudado – então é o caso de procurar o seu vereador, os amigos que pensam da mesma forma e iniciar um trabalho político no sentido de dar transparência ao processo que nada mais é do que um jogo de cartas marcadas.
A escolha, apesar de política, foi boa, acreditamos nas possibilidades do senhor Martiniano. A cidade vai ganhar. Entretanto, sabemos que isso nem sempre acontece, em casos de notória incompetência até companheiras de alcova ocuparam o cargo.

Querem saber de quem é a culpa? É da população. Sempre omissa, interessada unicamente em conseguir cargos, de preferência sem precisar trabalhar.
Por essas e por outras Caraguá nos passou e logo estará uma volta à frente.

Sidney Borges

Fundart tem novo presidente

divulgação

Martiniano Nelson Viana, novo presidente da Fundart

Martiniano Nelson Viana é o novo presidente da Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba

Da lista sêxtupla apresentada pelos conselheiros da Fundart – Fundação de Arte e Cultura de Ubatuba, o prefeito Eduardo César (PL) escolheu o nome de Martiniano Nelson Viana para presidir a entidade nos próximos dois anos. Faziam ainda parte da lista os nomes de Cícero José de Jesus Assunção, Júlio César Mendes, Bruno Pizzutto, Ézio Rizzi e Edna Monik de Oliveira.
Martiniano Nelson Viana, tem 47 anos, é formado em engenharia civil pela Faculdade de Engenharia de Itajubá e tem um longo histórico de atuação em movimentos culturais. Foi o fundador e organizador do Movimento Cultural de Itajubá e do Movimento Cultural Mineiro, membro diretor da OCCA – Opção Cineclube Acadêmico de Itajubá, membro e fundador do “Olho na Tela”, organização cineclubista que divulgava o cinema da periferia de Itajubá; foi o introdutor do trote cultural na Faculdade onde estudou, com promoção de palestras e shows com Ziraldo, Henfil, Mautner, entre outros, abolindo de vez o trote violento.
Martiniano também foi o organizador do “Debates para Constituinte” em 1986; fundador do bar cultural – um local com palco integrado a um bar, no estilo do Canecão, com apresentações semanais de artistas locas das diversas áreas culturais; fundador dos jornais “Detergente”, “Jornal dos Trabalhadores” e “Jornal dos Estudantes”, organizador da Biblioteca Karl Marx; membro organizador do Projeto “Música na Praça”, em Jacareí, participação ativa nos grupos setoriais de cinema, fotografia e vídeo e história e geografia. Foi também o ganhador do Prêmio de Poeta do ano em 1995 e recebeu prêmio especial de poesia, num concurso organizado pela Escola de Direito de Pouso Alegre.
Além das atividades culturais, Martiniano atuou por vários anos na sua área de formação, trabalhando na prefeitura de Itajubá, como projetista de área de saneamento básico, planejamento de trânsito, foi funcionário concursado do Banco do Brasil, proprietário de vários empreendimentos comerciais, professor do Objetivo e atuamente é funcionário concursado e licenciado da Caixa Econômica Federal.
Além das atividades culturais, Martiniano atuou por vários anos na sua área de formação, trabalhando na prefeitura de Itajubá, como projetista de área de saneamento básico, planejamento de trânsito, foi funcionário concursado do Banco do Brasil, proprietário de vários empreendimentos comerciais, professor do Objetivo e atuamente é funcionário concursado e licenciado da Caixa Econômica Federal. PMU

Notícias da Prefeitura

Vem aí o 1º Torneio Beach Soccer Five

Novidade para os amantes do futebol de areia

Para movimentar o verão na praia Grande, a Secretaria de Esportes e Lazer promoverá no próximo dia 30 o 1º Torneio Beach Soccer Five. As equipes serão formadas por cinco atletas, sem goleiro. O torneio deve contar com 16 equipes disputando partidas com dois tempos de 10 minutos e em caso de empate, será usado o critério de sorteio para definir quem passa a próxima fase. A quadra terá demarcação de 10 X 30 e os gols 1,20 X 1,20. Cada equipe pode inscrever até oito componentes (três reservas) e as inscrições podem ser feitas na sede da Secretaria, que fica atrás do Ginásio de Esportes Tubão.
O sorteio das partidas acontecerá no dia 30 as 8:30 hs na barraca da organização, no canto esquerdo da praia Grande. Damião Celestino, do Setor de Futebol da Secretaria de Esportes e Lazer acredita no sucesso do evento: "O futebol é o esporte preferido do brasileiro e esse tipo de torneio recreativo tem tudo para dar certo. Espero não apenas a participação dos moradores de Ubatuba, mas também de equipes formadas por turistas", declarou. PMU


Escolinhas de Esportes abrem inscrições

Lazer para todas as idades

A Secretaria de Esportes e Lazer de Ubatuba comunica as datas de rematrícula e novas inscrições para as escolinhas de esporte em 2005. Os que participaram das atividades no ano passado devem comparecer ao Ginásio de Esportes Tubão no período de 10 a 17 de fevereiro para efetuar a rematrícula. Os alunos da terceira idade serão recadastrados nos bairros de origem. O período entre os dias 21 e 28 é reservado para quem pretende se iniciar em alguma área esportiva. É necessário levar duas fotos 3X4 e cópia da certidão de nascimento. Serão abertas vagas em dois períodos para futebol, vôlei, basquete e surf, este com aulas na Praia Grande, Perequê Açu e Maranduba.
O secretário municipal de Esportes e Lazer, Bittencourt Jr., espera uma grande afluência de interessados "Resolvemos centralizar as inscrições no ginásio, pois é um espaço mais amplo e o atendimento será dinamizado. A procura pelas vagas é grande e o nosso objetivo é beneficiar a todos, tentando acabar com a fila de espera em algumas modalidades". PMU


Evento reúne academias de Jiu Jitsu em Ubatuba

Atletas de diversas partes do Brasil se enfrentam no tatame em Ubatuba

O Ginásio de Esportes Tubão será palco da 8ª Copa Verão de Jiu Jitsu. Nos dias 29 e 30 de janeiro os principais atletas dos estados de São Paulo, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Rio de Janeiro estarão em Ubatuba mostrando toda a técnica dessa milenar arte marcial que chegou ao Brasil nos anos 20. Antes dos atletas irem ao tatame, acontece um curso de arbitragem na sexta-feira, dia 28, no Centro de Artes Marciais de Ubatuba. Podem participar atletas, professores e instrutores.
O curso tem início às 20 horas e as inscrições podem ser feitas na rua D. João III, 165. No sábado, 29, a partir das 9 horas acontecerá a disputa da primeira etapa do Circuito de Subfigth (sem kimono) nas categorias Feminino, Master, Adulto e Profissional. No domingo, 30, é a vez do Jiu Jitsu (com kimono), nas categorias Masculino e Feminino, em todas as idades e faixas, também a partir das 9 da manhã.
Ubatuba será representada por cerca de 70 atletas da equipe do Mestre Wilson, todos com chance de bons resultados. A 8ª Copa Verão de Jiu Jitsu, é organizada pela FESP (Federação do Estado de São Paulo) e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. PMU


Entidades Assistenciais de Ubatuba recebem visita da Presidente do Fundo Social

Primeira-Dama do município verifica condições de atendimento

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Ubatuba, Denise Montemor César, visitou, na primeira quinzena de janeiro, algumas entidades assistenciais da cidade como objetivo de conhecer mais de perto as necessidades básicas de cada uma delas. Denise afirmou que as visitas deverão acontecer regularmente: "Nesse primeiro contato pudemos notar que bons trabalhos acontecem em nossa cidade. Fomos muito bem recebidas, inclusive com surpresa por algumas entidades que não esperavam uma visita nossa logo no início da administração. Para trabalharmos bem, precisamos saber a real situação das entidades, aí sim, poderemos atender conforme as necessidades específicas de cada entidade".
Nesse primeiro momento foram visitados o Lar Vicentino, Fundac/Lar do Menor, Associação dos Aposentados e Associação dos Deficientes (Aduba). Outras visitas já estão sendo agendadas para os próximos dias. "Essas entidades trazem resultados importantes a sociedade e temos que valorizá-las", acrescentou Denise. PMU


Região Sul ganhará novo cemitério e velório municipal

O prefeito Eduardo César pretende atender antiga reivindicação da comunidade local

O Chefe do Serviço Municipal Funerário, Lucio Flávio da Silva, esteve na última quarta-feira 19, visitando a região sul do município a pedido do prefeito Eduardo César. O objetivo da visita foi levantar subsídios para implantar o velório municipal, bem como indicar uma área para construção de um novo cemitério municipal para atender a comunidade local.
Mario Clarassotti, administrador da Regional Sul, acompanhou Lúcio durante mais de três horas na busca por uma área para instalação do novo cemitério e do velório municipal, para atender aos moradores ainda neste semestre.
"O cemitério da Maranduba já está há bastante tempo estagnado. Além do difícil acesso para realizar novos sepultamentos, o local não dispõe de espaço suficiente para abrigar, com segurança novas urnas. É necessário que seja destinada uma nova área de no mínimo 50mx50m, para que seja construído um novo cemitério, com inovações e melhor segurança sanitária para a comunidade. É preciso criar columbários (gavetas) com três módulos verticais, para que as urnas deixem de ser acondicionadas no chão", disse Lúcio. Segundo o chefe do SMF, dentro de quinze dias solicitará uma equipe para realização de limpeza e conservação do cemitério local, que não recebe essa atenção há pelo menos seis meses.

Velório

Há pouco mais de 3 anos, a comunidade da região reivindicou do município a construção de um velório municipal para atender aos moradores que não dispõem de um local para velar seus entes queridos. Logo no início da primeira semana da nova administração, Mario Clarassoti recebeu a visita de moradores, que lembraram esse antigo anseio. "Em função desses apelos, informei ao prefeito a importância desse atendimento para uma população que vive há 33km do centro da cidade que, além da perda de seus entes queridos, têm que passar por situações constrangedoras no momento mais difícil de suas vidas. A centralização desse serviço trará mais conforto para essas famílias," disse o administrador.

Outros bairros

Ubatuba dispõe de mais quatro cemitérios municipais: no centro da cidade, Ipiranguinha, Ubatumirim e Camburí. No Ipiranguinha e centro da cidade, a seção funerária já iniciou os trabalhos de conservação e algumas reformas estão sendo programadas. Na região Norte (Ubatumirim e Camburi), Lúcio pretende iniciar projetos de reforma e até de construção de outra unidade. "O cemitério do Ubatumirim fica na parte baixa do bairro e próximo à praia. É um local que também já está defasado e necessita de uma outra área para instalação. Estudaremos na próxima semana uma forma de solucionar esse problema, após a visita que faremos na Região Norte", concluiu Lúcio. PMU

sexta-feira, janeiro 21, 2005

Invasão de lulas gigantes!

divulgação

Olhe bem, essa aí da foto é filhote

Centenas de lulas gigantes apareceram nas praias de Orange County, na Califórnia, para espanto de cientistas.

Os moluscos, que podem medir 1 metro de comprimento e pesar 7,7 kg, normalmente vivem em águas profundas e só vêm à superfície durante a noite.
Uma invasão parecida de lulas gigantes já havia sido observada perto do litoral de San Diego, também na Califórnia, em 2002.
“Elas parecem monstros marinhos em miniatura, algo que você esperaria em um romance de Jules Verne”, disse Eric Bauer, um salva-vidas da praia de Newport, ao jornal San Diego Union Tribune.


Tinta

As lulas gigantes são predadores vorazes quando estão nas profundezas, com tentáculos poderosos e um bico afiado, mas cientistas dizem que elas representam risco reduzido a seres humanos.
Mas, porque as lulas mortas começaram a surgir na terça-feira, as autoridades avisaram que elas poderiam abrigar bactérias, e ainda são capazes de excretar tinta.
Uma série de possíveis explicações para o aparecimento das lulas gigantes já foram levantadas – as fortes chuvas que atingiram a região recentemente, a abundância de cardumes de peixe perto das praias ou as fortes marés da região.
“Estas coisas estão invadindo, e não sabemos o que está acontecendo”, disse o oceanógrafo John McGowan, do Instituto Scribbs, ao San Diego Union Tribune.
Fonte: BBC

É preciso paciência de felino!

arquivo

O gato aguarda ansioso a nova lista sêxtupla

O gato está atento, todos os seus sentidos estão ligados no intento de desvendar a questão fundamental.
Quantas listas ainda serão necessárias para que a Fundart finalmente tenha um presidente?
E mais importante: quem será o presidente?
Provavelmente ainda em 2005 haverá uma decisão.

Sidney Borges

Dipromacia

O Itamaraty não considera fundamental saber Inglês. A prova do idioma falado nos domínios do príncipe Charles deixou de ser eliminatória, passou a ser classificatória. É mais uma demonstração da vocação democrática da administração socialista do presidente Lula. Qualquer garoto bem intencionado, que estudou nas magníficas escolas públicas brasileiras, interessado em representar o país, poderá agora prestar o exame para ingressar no Instituto Rio Branco sem medo de competir com os burgueses que estudam o idioma de Lord Nelson desde criancinhas. E tem mais, saber línguas estrangeiras logo será apenas para os estudiosos de plantão. O governo socialista vai transformar o país numa potência, deu até na Globo. Em quinze anos falaremos de igual para igual com europeus e americanos. Aí as coisas vão se inverter, os diplomatas dos outros países é que terão de estudar “Português Brasileiro” para conversar com o nosso presidente. Quem viver verá.

Sidney Borges

O povo da terra

Ronaldo Dias
Sabemos que nem mesmo um Super Homem é capaz de, rapidamente, resolver todos nossos problemas, que são muitos e, a maioria, crônicos. É preciso saber esperar e ter paciência. Claro! Acontece que as expectativas são tantas, que vai aumentando a ansiedade, principalmente quando percebemos as aproximações das perigosas Kriptonitas. Seus efeitos são letais, apenas para o Super Homem. Só ele é vulnerável. Como ele é o Grande chefe da LIGA, ou seja ,é ele quem escolhe todos os super heróis assistentes, deve ter então, todo o cuidado nesta escolha, e não esquecer que: querer, boa vontade, boas intenções e, ter colaborado, são qualidades suficientes apenas para produzir, em alta escala, toneladas das multicoloridas Kriptonitas. Cremos, que ele não se deixará enganar e, escolherá a dedo, com isenção e total liberdade, todos seus colaboradores, pois seu compromisso é apenas com a terra que o acolheu e, com o povo que o elegeu.

Notícias da Prefeitura

Surfistas de Ubatuba vão lutar por bons resultados em SC

Atletas tiveram bom desempenho em 2004

Os atletas de Ubatuba embarcaram nesta quinta-feira para a praia do Santinho, em Santa Catarina para participarem do Campeonato Rip Curl Grom Search.. Na bagagem a esperança de conquistar bons resultados. Na categoria Mirim Wiggoly Dantas, o campeão paulista em 2004, volta a competir após se recuperar de um acidente automobilístico ocorrido no final do ano passado. Também em busca de um bom resultado está Emerson Santos, campeão municipal. Gustavo Araújo, campeão ubatubense e Tamaê Bettero ficaram entre os dez melhores do estado na Iniciantes. Lucas Santos foi o melhor de Ubatuba no Infantil, Giovani Ferreira foi o segundo e Marco Aurélio ficou entre os melhores da Iniciantes. Leila Eustáquio também terminou o ano com bons resultados.
No Brasil, o RIP CURL GROM SEARCH acontece desde 1999 e já reuniu mais de dois mil surfistas por toda costa brasileira. Muitos surfistas da nova geração de profissionais começaram suas carreiras participando desses eventos, como Hizunomê Bettero, Saulo Júnior, Jihad Kohdr, Adriano Mineirinho, entre outros. Os campeões das categorias Mirim e Feminina ganharão como prêmio uma bolsa de estudos para um curso de inglês intensivo com duração de 1 mês com carga horária de 25 horas semanais na Study Way / The Milton College em Sydney / Austrália + 1 mês de acomodação e alimentação em casa de família + translado aeroporto - acomodação - aeroporto. Os campeões das categorias Mirim e Feminina só receberão o curso de inglês em 2006 quando irão participar da final internacional do Rip Curl Grom Search que acontecerá durante a etapa do Rip Curl Pro em Bell´s Beach. PMU

Mutirão da regional sul reúne prefeitura, comunidade e vereadores

Além da limpeza e reforma, envolvidos no mutirão consertaram um compressor para inalação que estava desativado há tempos

No último sábado, dia 15, a Prefeitura Municipal, através da Administração Regional Sul (ARS), realizou um mutirão de limpeza da Unidade Mista de Saúde e área destinada à sede local. Foram mais de 20 pessoas envolvidas nos trabalhos de pintura, reposição do telhado, troca de peças hidráulicas, limpeza de acesso ao local, reforma das instalações elétricas e outras atividades que transformaram o local em um verdadeiro canteiro de obras.
Para Mário Clarassoti, administrador da ARS “essa foi a forma mais democrática de envolver a comunidade e os poderes Executivo e Legislativo, para melhorar a qualidade dos serviços e proporcionar aos nossos usuários melhor atendimento e comodidade. É bom lembrar, que não foi apenas um trabalho de reforma física da unidade. Nós também colocamos em funcionamento o único compressor utilizado para inalação, que estava desativado por falta de peças”.
O movimento contou com a participação efetiva dos vereadores da região sul Osmar de Souza(PFL), Luciana Machado (PDT), Romerson de Oliveira, o Mico (PFL) e Jairo dos Santos(PT). O prefeito Eduardo César também esteve presente na Região Sul, acompanhou parte dos trabalhos e almoçou com os participantes do mutirão. Os trabalhos envolveram pessoal das secretarias de saúde, educação, obras e funcionários da Regional Sul. PMU

Atletas do Banespa chegam nessa sexta-feira a Ubatuba

Astros do vôlei terão tarde livre na cidade

Chega nesta sexta-feira a Ubatuba a equipe do Banespa / MasterCard / São Bernardo que estará ministrando uma clínica aberta ao público em Itamambuca neste sábado, dia 22. Os atletas desembarcam e aproveitam para relaxar após a partida realizada na noite desta quinta-feira contra a Ulbra, pela primeira rodada do segundo turno da Superliga Masculina de Vôlei.
O técnico Mauro Grasso diz que esse contato com o público é muito bom. "Quem gosta de vôlei não vai perder a chance de jogar ao lado dos ídolos", afirmou. Entre as atrações da equipe estão o ponta campeão olímpico Nalbert (Atenas, 2004) e o gerente da equipe José Montanaro Júnior, medalhista de prata nas Olimpíadas de Los Angeles (1984).
A clínica é dividida em módulos, onde os participantes aprendem os fundamentos básicos depois disputam um "rachão", com os atletas. Os participantes receberão brindes, como camisetas e bonés. A delegação que vem ao litoral norte é composta pelos atletas Daniel, Vinhedo, Léo, Rodrigo, Piá, Fabrizio, Leandro, Thiago, Leozinho, Leandro Greca, Riva, Nalbert, Silencio, Alberto, Ricardo Serafim, Michael e Filipe.
A Clínica de vôlei Banespa / MasterCard / São Bernardo começa ás 10 horas. PMU

quinta-feira, janeiro 20, 2005

Branco bebeu da água proibida!

Finalmente está esclarecido o que aconteceu naquele jogo fatídico em que Maradona driblou a defesa brasileira e deixou Cannigia livre para despachar Lazzaroni e Dunga de volta para Pindorama. No momento do gol argentino, quando pairou a desolação na zaga brasileira, e nos restantes 179 999 996 brasileiros que acompanhavam a partida, vimos, com os olhos mareados, a cena comovente do zagueiro Branco, prostrado rezando, pedindo perdão, quem sabe pelos gols perdidos. O resultado foi injusto, como sempre acontece quando perdemos da Argentina. Resta saber se não teria sido uma armação do sinistro Bilardo! Sem sermos um timaço, éramos melhores do que a Argentina, embora do lado de lá estivesse Don Diego, que naquela época fazia a diferença. Mas voltando ao jogo e ao momento do gol, Branco, caído de joelhos, com as mãos postas balbuciava algumas palavras, dando a entender, como disse antes, que estava rezando. Anos depois, com a tecnologia digital operando milagres, foi possível decifrar as palavras do bravo zagueiro o que faz com que a tese por alguns defendida, dele ter ingerido alguma substância proibida, ganhe contornos de realidade. Branco de mãos postas dizia a um interlocutor imaginário: - Apesar da fama de "devoradores de madeira", existem cupins que se alimentam de fungos. Por quê parou a ventania? Não, o retrato da Roberta Close não dou! Dieguito, que um dia ao pó retornará, tem muito o que explicar.

Sidney Borges

Incompetência mata!

Corsino Aliste Mezquita - Professor *
Todos aqueles que adotamos Ubatuba como nossa casa, nosso lar, ilha de nossas fantasias de felicidade, qualidade de vida, bem viver e que, dentro de nossas singelas possibilidades, temos dado, emprestado e dedicado nossas forças para realizar ações que contribuam a fazer desta cidade uma mansão de paz e tranqüilidade para moradores e turistas, nos questionamos, intimamente, quais serão as causas de tantos males que nos afligem. Porquê nossa ilha de fantasias naturais fica tão comprometida nas suas ações políticas e sociais ?Nossas meditações e análises, desprovidas de quaisquer conotação política e com base em experiências administrativas e observações diárias, nos levaram a algumas conclusões óbvias.
A primeira dessas realidades patentes é: “Falta estrutura administrativa na Prefeitura Municipal, na Câmara Municipal, nas fundações, autarquias e companhias de economia mista” de Ubatuba.
Faltando estrutura administrativa ocupantes dos cargos fundamentais ao funcionamento dos poderes não possuem estabilidade, não são treinados, trocam quando existe alternância do poder e geralmente as pessoas que os assumem estão despreparadas, não conhecem as funções que deverão desenvolver, chegam com ânsia de poder e de benesses, sem maiores preocupações com o serviço público, e, certamente, sem a consciência de que o funcionário público é um “servidor”, um “empregado” de toda a sociedade que o remunera.
Segundo o Prof. Luis Marins as empresas públicas ou privadas que não tenham um quadro de funcionários estáveis, bem treinados e eficientes nunca terão funcionamento satisfatório.
As conclusões do Prof. Luis Marins nos explicam as causas de nossas crises de paralisia administrativa a cada alternância de poder, a cada mudança na Prefeitura e cada uma de suas secretarias, na Câmara, na Fundart, Emdurb, Comtur, Fundac.
Todas as administrações tem abusado na atribuição de cargos de confiança a pessoas incompetentes, despreparadas e sem condições de prestar bons serviços. A sociedade contribuinte acaba pagando a conta e sofrendo as conseqüências da malversação do dinheiro público com pagamentos a pessoas que não prestam serviços.Nossa atual administração está caprichando em levar pessoas despreparadas para cargos de chefes de serviço, seção e setor. Até pessoas que já infelicitaram Ubatuba em outras administrações, que já foram demitidos de outros municípios estão ocupando cargos de comando nestes primeiros dias de administração municipal. São casos preocupantes que nos levam a pensar que, o Exmo. Sr. Prefeito, ou não conhece as pessoas ou não está controlando o que está sendo feito nas diversas repartições municipais. As duas hipóteses são preocupantes. Algumas dessas pessoas nunca antes trabalharam nem no serviço público, nem na empresa privada. Certamente não serão produtivos em cargos de confiança.
O Prof. Luis Marins afirma que: “incompetência mata”. Esses cargos entregues a despreparados poderão matar a administração, e certamente, matarão a secretarias, assessorias, serviço, seção ou setor a eles atribuídos.
* Ex-Secretário da Educação de Ubatuba (Fonte: Litoral Virtual)

COMTUR - SEM TUR

Li, no "Correio Guaruçá", matéria publicada em nome da COMTUR intitulada "Construindo novos Horizontes". Nada mais equivocado. Vou deixar os comentários de parágrafo por parágrafo, até que, o acionista majoritário, manifeste-se a respeito de sua regulamentação e administração. Já que a matéria afirma estar cumprindo os estatutos da Companhia, por enquanto, gostaria da publicação, nesta mesma revista, para conhecimento dos demais acionistas, como eu, mal informados, e também do povo (seu maior acionista), das últimas atas das reuniões do Conselho de Administração, principalmente aquela em que o Conselho determina ao diretor presidente "quais horizontes quer construir".
Ronaldo Dias (acionista minoritário)

Charles

Ronaldo Dias
Muito boa a matéria do Vereador Charles Medeiros "Tempo de Esperança". O Medeiros é um político que vem amadurecendo a cada gestão, e tem futuro. Bom futuro. O texto é esclarecedor e de conciêncientização dos trabalhos do legislativo. Tomara possamos contar com todos os demais vereadores, agindo e pensando nesta "linha". Para não perder o costume, apenas uma observação à matéria, o congelamento de ocupações irregulares de todas as áreas de risco, Parques, mananciais (vide, cachoeira dos macacos), públicas ( vide, aeroporto) etc. deve ser incondicional. Não devemos, muito menos podemos (por falta de recursos e de espaço físico) criar um círculo vicioso da ocupação irregular X ganhar um terreninho ou uma casinha. Até o Lula está atrás de uma fórmula assim, que dê certo, de custo zero e, sem criar um processo migratório infindável. Para casas e loteamentos populares (ou não) é preciso de grandes áreas disponíveis e próprias para tanto.Quantas precisamos? Qual nossa carência? Onde encondem-se estas áreas, quais restrições nos impedem de tê-las, que nos obrigam a iniciar todas as ocupações, primeiramente com picadas, depois vielas...até a oficialização de rua? São perguntas e temas para vereadores com coragem. Sua praia Charles. De quais mais?

Notícias da Prefeitura

Skate também movimenta o verão em Ubatuba

Profissionais vão ensinar técnicas radicais

Skatistas de todas as idades estarão a partir de sexta-feira, dia 21, radicalizando na pista de skate de Ubatuba. O evento faz parte da programação do Agito Vanguarda, que é afiliada da Rede Globo promove em Ubatuba. Até domingo, quem comparecer à arena armada na praça Trópico de Capricórnio poderá participar de Clínicas com atletas profissionais, acompanhar demonstrações e ganhar autógrafos das feras do skate.
Os monitores estarão dando dicas para quem está iniciando e também para quem já domina o shape e quer aprender novas manobras. O evento acontece com a seguinte programação: 18 hs - Clínica 9 a 15 anos; 19 hs, Clínica 3 a 8 anos; 20 hs - apresentação dos profissionais; 22 hs - Clínica a partir de 15 anos; 23 hs – Pista livre. O Agito Vanguarda é uma parceria da TV Vanguarda com a Prefeitura Municipal de Ubatuba e Secretaria de Esportes e Lazer. PMU

Novos talentos do surf de Ubatuba competem no Sul do Brasil

Ubatuba envia dez surfistas para torneio em Santa Catarina

Pelo sexto ano consecutivo acontece o Rip Curl Grom Search, tradicional evento que reúne a nova geração do surf nacional. O circuito tem o compromisso de apoiar as associações locais, motivar as escolas de surf e revelar novos talentos. O evento também oferece aos surfistas um final de semana com muito surf, educação e confraternização, resgatando o verdadeiro espírito do esporte, repleto de camaradagem, diversão e a busca pela onda perfeita.
Ubatuba envia uma equipe com dez atletas,que embarcam nesta quinta-feira rumo a Florianópolis, com o objetivo de conseguir bons resultados. Fazem parte da delegação comandada por Mauricío Araújo, os seguintes atletas: Wigolly Dantas, Emerson Santos, Gustavo Araújo e Tamaê Bettero que disputam a categoria Mirim; Marco Aurélio e Lucas Santos na Estreantes; Giovanni Ferreira é o único representante na Iniciante, e Leila Eustáquio e Luana Coutinho competem no Feminino.
Em 2005, o Grom Search terá três etapas. A primeira rola nos dias 22 e 23 de janeiro na praia do Santinho, em Santa Catarina. Depois a garotada parte para a Barra da Tijuca nos dias 26 e 27 de fevereiro. A última etapa acontece na praia do Tombo, no Guarujá, nos dias 5 e 6 de março. As categorias em disputa são: Grommets (até 12 anos), Iniciantes (até 14 anos), Mirim (até 16 anos) e Feminino (até 16 anos). Os campeões das categorias Mirim e Feminino levam como prêmio uma bolsa de estudos para um curso de inglês intensivo, com duração de um mês e 25 horas semanais de carga horária em Sydney, na Austrália, além de um mês de acomodação e alimentação em casa de família e translado do aeroporto. Porém, os vencedores só recebem o curso em 2006, quando participarão da final internacional do Rip Curl Grom Search, prevista para rolar em Bell's Beach em data ainda a ser definida. Os atletas de Ubatuba contam com o apoio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer. PMU

Ubatuba recebe feras do Pára-quedismo

Pára-quedistas prometem belos espetáculos no céu de Ubatuba

Começa neste sábado, 22, no aeroporto Gastão Madeira, o tradicional Boogie de Pára-quedismo de Ubatuba, promovido pela Azul do Vento, escola de Pára-quedismo de Campinas, considerada a melhor da América Latina e uma das melhores do mundo.
O evento, que promete reunir alguns dos principais atletas do país, colorirá o céu de Ubatuba até o dia 8 de fevereiro. A organização do evento pretende realizar cerca de 400 saltos nas modalidades FQL (formação em queda livre), Freefly (onde o pára-quedista efetua manobras radicais atingindo velocidades de até 400 Km/h), Skysurf (com a utilização de uma prancha) e saltos recreativos.
Quem quiser aventurar-se neste radical esporte aéreo poderá iniciar com saltos duplos. O Boogie de Ubatuba acontece desde 1996 e já recebeu pára-quedistas de renome internacional. Para este ano os organizadores decidiram concentrar as atividades nos finais de semana: 22 a 25, 29 e 30 de janeiro e 5 a 8 de fevereiro, das 8 da manhã até o pôr-do-sol.
O Boogie de Ubatuba conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Ubatuba, Secretaria de Turismo, Secretaria de Esportes e Lazer, Daesp e Cia Radical. PMU

Jipes considerados sucatas são recuperados para auxiliar no combate ao borrachudo

Dois jipes já estão rodando, um na região Norte, outro na região Sul

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente está recuperando os 4 jipes Engesa, utilizados para fazer o controle dos borrachudos na cidade. Os veículos foram considerados sucata pela antiga administração e agora estão sendo recuperados utilizando peças disponíveis na prefeitura. Dois dos quatro jipes já estão em condições de uso e a previsão para que os outros dois estejam prontos é fevereiro. O secretário do Meio Ambiente de Ubatuba, Paulo Roberto Pires diz que os jipes são de extrema importância para o município. “Devido à dificuldade de acesso aos locais onde é necessário aplicar o larvicida (BTI), os jipes são fundamentais para o trabalho dos agentes. Por essa razão, estamos recuperando os veículos, utilizando os recursos disponíveis e a boa vontade para melhorar o nosso município”. PMU

Mudanças

A partir de hoje faremos uma pequena alteração na forma de publicar os comunicados oficiais, que estavam entrando como matérias, o que de alguma forma poderia confundir os leitores. Na verdade aconteceram alguns protestos, reconheço que com razão. Agora estarão reunidos sob a retranca “Noticias da Prefeitura” e serão publicados de uma só vez, todas as manhãs, com tipologia diferenciada. O fato deve ser creditado aos novos tempos da comunicação oficial, que vem fornecendo farto material à mídia, o que deve ser reconhecido como algo positivo e que só trará benefícios à cidade.

quarta-feira, janeiro 19, 2005

Embraer vende 16 aviões para a Delta Connection

divulgação

Os jatos da Embraer são antes de tudo máquinas confiáveis e elegantes

Republic encomenda 16 aviões Embraer 170 para operar pela Delta Connection. Encomendas firmes agora somam 39, enquanto que opções são 61.

São José dos Campos, 19 de janeiro de 2005 - A Embraer anunciou hoje que a Republic Airways Holdings acrescentou 16 encomendas firmes e 34 opções de EMBRAER 170 à sua carteira de pedidos. Isto eleva os pedidos em carteira da Republic para 39 encomendas firmes de EMBRAER 170 e 61 opções para aviões do mesmo tipo. Das 16 novas encomendas, duas já haviam sido computadas no relatório de entregas da Embraer do quarto trimestre de 2004.
O valor de tabela dos 16 pedidos firmes do novo contrato monta a US$ 400 milhões, com potencial de atingir US$ 1.5 bilhão se todas as opções forem convertidas. A Embraer iniciará as entregas desses aviões em junho de 2005. As entregas se estenderão até a metade de 2006.
A Republic usará as novas aeronaves do pedido firme para oferecer serviços à Delta Air Lines por meio da operadora Delta Connection. A Republic já voa o EMBRAER 170 para a United Airlines nas cores da United Express, e recebeu 13 E-jets até o momento. Por meio de suas subsidiárias, esta empresa é uma das maiores operadoras de aeronaves Embraer, com mais de 110 jatos regionais e E-Jets.
"A Republic Airways Holdings continua a ditar o ritmo na América do Norte em termos do crescimento de linhas aéreas e serviço ao passageiro", disse Frederico Fleury Curado, Vice-Presidente Executivo para o Mercado de Aviação Civil da Embraer.

"Estamos especialmente orgulhosos e honrados por ver as cores de uma nova empresa - desta vez as da Delta Connection - pintadas no nosso EMBRAER 170."
"Estamos satisfeitos com o EMBRAER 170 e animados pelo fato deste avião ter conseguido tamanha aceitação entre os passageiros. O EMBRAER 170 está mudando o paradigma dos serviços regionais de aviação. Pela primeira vez, linhas aéreas regionais podem oferecer aos passageiros uma experiência igual ou melhor àquela proporcionada por aeronaves maiores, mas mantendo a economia das empresas regionais",
disse Bryan Bedford, Chairman, Presidente e CEO da Republic Airways Holdings.

"Nós operamos em um mercado muito competitivo, e é gratificante ver que, mesmo com o continuado esforço para operar com mais eficiência e economia, o passageiro não foi esquecido."
Em 31 de dezembro de 2004, a família EMBRAER 170/190 contava com 343 pedidos firmes e 427 opções.
A Embraer é líder na fabricação de jatos comerciais de até 110 assentos.

Zoneamento Ecológico-Econômico no Litoral Norte

Equipes técnicas e autoridades se reúnem para estudar as mudanças nas normas ambientais do litoral norte

Durante a semana passada, representantes da Secretaria Estadual do Meio Ambiente estiveram reunidos com diversos setores dos municípios de Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba para esclarecer as mudanças regulamentadas pelo decreto de Zoneamento Ecológico-Econômico do Litoral Norte.
O decreto, que foi assinado no final do ano passado, é pioneiro no país na implantação do Zoneamento Ecológico-Econômico. Por essa razão, o novo instrumento, que regulamenta o uso e ocupação do solo nos municípios do Litoral Norte Paulista, deixou as autoridades apreensivas em relação aos caminhos a serem percorridos, de agora em diante pelo desenvolvimento urbano integrado à proteção ambiental dos municípios.
As reuniões tiveram como objetivo repassar informações pertinentes ao uso do solo e as adaptações que deverão ser feitas a partir do novo decreto aos setores interessados. Estiveram presentes representantes das quatro prefeituras do Litoral Norte, Cetesb, profissionais da área de construção civil, bem como membros da comunidade interessados em obter mais informações a respeito do decreto.

Em Ubatuba

Uma equipe formada por arquitetos, engenheiros e secretários da prefeitura está estudando a nova lei para aplicá-la ao município. Segundo o chefe de planejamento e proteção ambiental da Secretaria do Meio Ambiente de Ubatuba, Fabián Alberto Péres, o decreto é um avanço, pois proporciona um desenvolvimento ordenado no município.
“A nova lei permite que os investimentos na cidade sejam feitos com segurança, pois a lei regulamenta as ações e preserva o meio ambiente”.
Agora, o próximo passo é estudar, adaptar-se à nova lei que engloba os ecossistemas terrestres, marinhos e de transição, com normas, diretrizes e metas estabelecidas no Zoneamento Terrestre e no Zoneamento Marinho. A nova lei também define áreas e atividades de abrangência, tais como: ocupação urbana, ecoturismo, estruturas náuticas, manejo sustentado dos recursos naturais, pesca artesanal, amadora, científica e industrial, entre outras especificações.


Gerenciamento Costeiro: Eleições para a representação civil

Está aberto, até 4 de fevereiro, o cadastramento de entidades que queiram participar das eleições para a representação da sociedade civil no Grupo Setorial de Coordenação do Litoral Norte, mandato 2005/2006. As eleições serão no dia 11 de fevereiro de 2005, em Caraguatatuba, na Cief, Estrela Dalva.
As entidades interessadas em se credenciar devem ser não governamentais, com atuação comprovada na área que abrange o Setor Costeiro, cujos objetivos estejam relacionados com a defesa dos interesses econômicos, sociais e ambientais do município. A comprovação das ações poderá ser feita através da apresentação de matérias jornalísticas, projetos encaminhados a outras instituições, convênios, etc.
O cadastramento deve ser feito pelo presidente da entidade interessada, ou por um representante autorizado por indicação. As entidades deverão comprovar a existência mínima de 1 ano, a legalização jurídica e apresentação de toda a documentação necessária.

Local para cadastramento em Ubatuba:
Secretaria Executiva do CBH-LN - Rua Cunhambebe, 521, Centro
Fone: (12) 3832-3816
Fonte: Assessoria de Comunicação PMU


Fiscalização apreende mercadorias

Mais de 600 itens apreendidos em duas semanas de fiscalização. As mercadorias serão leiloadas após 30 dias, revertendo os lucros para o fundo social. Comestíveis estão sendo doados imediatamente para entidades do município.

A equipe de fiscalização da Prefeitura, que está percorrendo toda a extensão de Ubatuba, apurou na primeira semana muitas práticas irregulares, que foram notificadas, entre comércios estabelecidos e ambulantes. Foram apreendidos, ao todo, 660 itens de mercadorias diversas, que vão desde peças artesanais, mantas e redes, óculos e produtos alimentícios. Os esportes náuticos e carrinhos de lanche licenciados também foram vistoriados, visando a segurança dos turistas que costumam utilizar esses serviços.
Foram notificados 31 comerciantes, entre os comércios estabelecidos, ambulantes e permissionários de banana-boat e esportes náuticos. Ao todo, foram encontrados 86 ambulantes irregulares. Foram apreendidas 9 licenças em mãos de terceiros, prática que contraria a lei que regulamenta o comércio dos ambulantes. Os fiscais realizaram um trabalho de orientação e esclarecimento aos comerciantes sobre como regularizar a situação e trabalhar de acordo com as normas estabelecidas pela legislação vigente no município.

Destino das mercadorias

As mercadorias apreendidas têm 30 dias a partir da apreensão para serem retiradas após pagamento de uma multa de R$348,04, mais taxa de R$ 4,54 ao dia, por volume. Após esse prazo, os produtos serão leiloados, revertendo os lucros para o fundo social. Mercadorias perecíveis são doados imediatamente para entidades do município, quando há condições de consumo.

Mudanças para 2005


Em 2005, o critério para licenciar os ambulantes passará por mudanças para melhor atender à população ubatubense. O prefeito Eduardo César diz que a forma como era feita a avaliação anteriormente lesava o comerciante. Ele aconselha aos ambulantes que se organizem em associações, para que um levantamento seja feito e a prefeitura possa atender aos trabalhadores que dependem dessas licenças. “É fundamental que os vendedores ambulantes de cada praia formem grupos, cadastrem-se para podermos trabalhar de forma justa e organizada”, conclui Eduardo César.
Fonte: Assessoria de Comunicação PMU

Utilidade Pública

Telecurso com matrículas abertas!

Atenção! O Telecurso, que funciona na Escola Aurelina Ferreira, situada na Estufa 2, está com as matrículas abertas até amanhã, dia 20.
Alerta! Uma funcionária sem vínculos com a ética, vem afirmando aos que procuram a escola que não haverá Telecurso.
É falso! Ela mente, com que propósito não sabemos, apenas temos a certeza de que está prejudicando a população.
Se você procurou a escola e foi informado que não haveria Telecurso, você foi enganado, vá até a delegacia e faça um boletim de ocorrência.
Para maiores informações ligue: 3832 1065.
Lembre-se estudar é um direito seu!

Tempo de Esperança

Charles Medeiros - Vereador

O início dos trabalhos legislativos, para o mandato de 2005/2008, causa enormes expectativas na comunidade ubatubense, afinal os cidadãos de bem, eleitores conscientes de suas responsabilidades, foram às urnas e escolheram seus representantes na Câmara Municipal de Ubatuba. O povo fez a sua parte, resta aos políticos cumprir com seus compromissos de campanha, usar o bom senso e trabalhar para o desenvolvimento do Município e o bem estar coletivo. Para que seja executado um trabalho sério, há que se desmistificar o ideário popular de que o Vereador é um funcionário da Prefeitura, aliás, para que se desenvolva um bom trabalho junto à comunidade, Executivo e Legislativo, necessitam ter harmonia em suas ações, porém, a independência entre os Poderes é fundamental. O Vereador tem papel da maior importância na elaboração de PLs (Projetos de Lei), bem como obrigação de analisar dentro da luz da razão, todos os documentos enviados à Câmara Municipal, estudá-los e votar com plena consciência e responsabilidade de seus atos. Não cabe ao Legislador alegar ignorância de sua real função. A Câmara é a Casa do Povo, o baluarte da Democracia e para que isto ocorra de verdade, é fundamental a participação popular, é importantíssimo que sejam freqüentadas as sessões, que se faça presente o povo, reafirmando os laços entre o eleitor e o eleito. Devemos lembrar sempre da importância da participação popular, o Homem Público é um veículo de transformação social, que só funciona em sua plenitude quando o cidadão, que é o combustível, permanece unido, interagindo, participando, cobrando, criticando, apoiando, e ajudando na busca de uma cidade melhor. Congelamento de áreas de ocupação irregular combina com casas e loteamentos populares, pense nisso, participe disso, manifeste-se sobre isso.
Ubatuba, terra dos sonhos, tem jeito. Depende do trabalho de todos.

Governo do Estado envia socorro

Fundo Social do Estado destina doações para vítimas de enchente em Ubatuba. Donativos incluem mais de 400 quilos de alimentos

A Secretaria de Promoção Social de Ubatuba recebeu no final da manhã desta terça-feira um fax comunicando o envio de donativos para as famílias desabrigadas pelas fortes chuvas que atingiram Ubatuba nos últimos dias.A presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo (Fussesp), Maria Lúcia Alckmin encaminhou para Ubatuba 300 cobertores, 20 colchonetes, 10 peças de moletom infantil, 20 sacos de roupas coletadas na campanha do agasalho 2004, 30 pares de tênis, 100 pares de meias, 30 kg de açúcar, 100 kg de arroz, 100 kg de feijão, 100 kg de farinha de trigo, 15 kg de fubá, 10 kg de sal e 48 kg de macarrão. Um caminhão da prefeitura de Ubatuba irá a São Paulo na manhã desta quarta feira retirar os donativos. A Secretária Kátia Nunes agradeceu o gesto de solidariedade e encaminhará o material recebido conforme a necessidade das famílias.
Fonte: Assessoria de Comunicação PMU

Editorial

Ontem, vasculhando os canais da TV, encontrei o presidente Bush, com um sorriso nos lábios. Ele finalmente admitiu que o Iraque não tinha armas de destruição em massa.
Segundo o discurso presidencial, houve uma justificativa para a guerra. Naquele momento crucial, do pós 11 de setembro, o smart presidente americano teve certeza da intenção de Saddam Hussein de construir as tais armas.
Ele não explicou de onde veio a iluminação, se foi de uma visão divina, download de um ancestral morto na guerra da secessão, ou de um comunicado da CIA, confiável como uma nota de treze dólares.
O resultado da previsão bushiana é conhecido, milhares de mortos, um país em guerra civil e a imagem dos Estados Unidos arranhada profundamente.
Há quem justifique – ingenuamente - os ataques dizendo que Saddam Hussein era um ditador sanguinário. Não nos esqueçamos que ele foi invenção da CIA, durante anos sua imagem divulgada pela Agência foi positiva, Saddam posou de governante tolerante e progressista, modernizador do Iraque. Construtoras brasileiras ajudaram a formar o conceito, enquanto nossas indústrias de armamentos faturavam à vontade.
Bem, isso é passado, partindo da premissa de quem pode mais chora menos, o Império está apontando as armas para outro sítio.
A próxima vítima poderá ser o Irã. Toneladas de tinta serão gastas para tingir outras tantas toneladas de papel para justificar mais este ato de barbárie. Enquanto a nave Cassini(NASA) e a sonda Huygens, no espaço, desvendam os segredos das luas de Saturno, Bush, Condoleezza Rice e sua troupe de prestidigitadores planejam morte e destruição.
São duas faces de um país que pode fascinar ou causar nojo, dependendo dos olhos e dos interesses de quem observa.

Também no dia de ontem recebi um e-mail de um leitor que afirmou que o Ubatuba Víbora está parecendo o Pravda do Litoral Norte. Provavelmente em função da divulgação dos comunicados da prefeitura, que tenho reproduzido quase que totalmente. O Ubatuba Víbora nasceu para prestar serviços à comunidade, procura mostrar o que é de interesse da população e vai continuar assim.
Não arredaremos um centímetro dessa posição.
Divulgar o que a Prefeitura nos envia é apenas parte de nossas obrigações, não significa nada mais do que isso. Não temos qualquer vínculo com a administração, nem procuramos ou desejamos esse tipo de associação. Informação é a nossa praia.
A picaretagem fica para quem dela sabe fazer faz uso, não freqüentamos essa escola!
Como já disse, continuaremos informando, de forma isenta e imparcial. Necessitamos da colaboração dos leitores, a única forma de acesso aos fatos, infelizmente isso acontece cada vez mais raramente. Notem que eu não me furto a publicar notícias da Câmara, dos vereadores, ou de qualquer organização, governamental ou não. Estamos abertos às notícias, basta enviar ao editor.
Também recebi um telefonema reclamando da falta dos comentários.
Lamentei ter de tirá-los, a interatividade dá mais calor, porém há o risco de incêndios! Para publicar alguma coisa é necessário haver verificação prévia, deveria ser de outra forma, infelizmente não é.
Por fala em informação, gostaria de ter do vice-Prefeito, Domingos dos Santos, os documentos relativos ao frangogate. A cidade está curiosa.

Sidney Borges

Amenidades

QUEM TEM MEDO DO MALA-MEN?!

A PROFESSORA PERGUNTA AO PEDRINHO:
-PEDRINHO, DO QUE VOCÊ TEM MAIS MEDO?
-DA MULA-SEM-CABEÇA, PROFESSORA.
-MAS, PEDRINHO, A MULA-SEM-CABEÇA NÃO EXISTE! É APENAS UMA LENDA! NÃO PRECISA TER MEDO.
-MARIAZINHA, DO QUE VOCÊ TEM MAIS MEDO?
-DO SACI-PERERÊ, PROFESSORA.
-MAS, MARIAZINHA, O SACI-PERERÊ NÃO EXISTE, É APENAS UMA LENDA TAMBÉM.
-E VOCÊ JUQUINHA, DO QUE TEM MAIS MEDO?
-DO MALA-MEN, PROFESSORA.
-DO MALA-MEN, JUQUINHA?! MAS, JUQUINHA, QUEM É OU O QUE É O MALA-MEN?!
-EU TAMBÉM NÃO SEI, PROFESSORA, MAS MINHA MÃE, SEMPRE QUANDO REZA À NOITE DIZ:
-"NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO, MAS, LIVRAI-NOS DO MALA-MEN".

Enviado por Ronaldo Dias - Autor desconhecido

terça-feira, janeiro 18, 2005

Prefeitura restaura iluminação em ponte

divulgação

Detalhe de uma das novas luminárias instaladas

Secretaria de Obras reativa sistema de iluminação da ponte que liga o bairro da Pedreira ao centro da cidade

Uma reivindicação antiga dos moradores do Bairro Pedreira e região foi atendida essa semana pela Prefeitura Municipal. A Secretaria de Obras entregou à população daquela localidade a iluminação da ponte que liga a rua Orlando Carneiro à Rodovia Gov. Mário Covas, na altura do bairro da Pedreira.A iluminação estava desativada há algum tempo devido ao furto da fiação. Com a nova iluminação foi garantida maior segurança aos usuários que trafegam pelo local. Welson Nunes Clarindo, do Serviço de Supervisão de Obras, afirma que o serviço foi feito pensando em sua durabilidade: “Colocamos a nova fiação elétrica de uma forma que vai dificultar o acesso de quem ousar furtá-la. As pessoas vinham solicitando esse serviço há bastante tempo, pois aquela área, na escuridão em que se encontrava era bastante perigosa”. Ainda segundo Welson, esse trabalho contou-se com a valiosa ajuda do eletricista Romão Mateus que deu dicas importantes a respeito da colocação da rede”. Outra ponte da cidade que vem recebendo melhorias fica no bairro do Ubatumirim, onde a concretagem da base foi concluída.

Fonte: Assessoria de Comunicação PMU

Desabrigados retornam às casas

Comunidade e empresários auxiliam desabrigados em Ubatuba

A Secretaria de Promoção Social de Ubatuba divulgou balanço do atendimento às vitimas da enchente causada pelas fortes chuvas da última segunda-feira (17). Cerca de 120 pessoas ficaram alojadas no ginásio de esportes Tubão, onde receberam alimentação e roupas. Na manhã desta terça-feira, algumas pessoas retornaram as suas casas acompanhadas de duas equipes da Defesa Civil para avaliar as condições das residências e orientar os moradores dos procedimentos necessários.
Já as pessoas que ainda permanecem no ginásio, em sua maioria mulheres e crianças, estão sendo orientadas por técnicos da Vigilância Sanitária sobre como proceder na higienização das casas alagadas. Tão logo as casas sejam liberadas os moradores receberão kits de limpeza e também roupas e alimentos, quando necessário.
A secretária da Promoção Social, Kátia Nunes, agradeceu o rápido auxílio recebido pela comunidade. “Nem tenho palavras para agradecer a mobilização da população de Ubatuba. Tão logo circularam as primeiras notícias sobre desabrigados, começaram a chegar as doações de moradores e empresários. Todas as pessoas que tiveram dificuldades foram atendidas logo no primeiro momento. Que Deus abençoe a todos esses que se preocuparam com nossa gente”.
Participaram dos trabalhos de auxilio às famílias além da Promoção Social, as secretarias de Obras, Saúde, Educação, Defesa Civil e Fundo Social. A Secretaria de Promoção Social divulgou também uma lista de agradecimentos para empresas que colaboraram nessa ação: supermercado Paulista, supermercado Semar, supermercado Rosado, Restaurante Orégano, Paróquia Imaculada Conceição, AEL distribuidora de água, Ubatuba Palace Hotel, Igreja Evangélica Ágape e Comevap.

Fonte: Assessoria de Comunicação PMU

A 380. O maior avião comercial do mundo

divulgação

O A380, 850 passageiros em configuração de classe econômica

AGÊNCIAS INTERNACIONAIS
BLAGNAG, França - Com a presença do presidente da França, Jacques Chirac, e dos chefes de governo da Espanha, Luis Rodríguez Zapatero, da Alemanha, Gehard Schroeder, e do Reino Unido, Tony Blair, foi apresentado nesta terça-feira com grande festa o A380 da Airbus, o maior avião comercial da História.
Durante boa parte da cerimônia, nas instalações da Airbus em Blagnac, nos arredores de Toulouse, na França, o avião esteve coberto por uma cortina preta. Após um espetáculo, em que foi mostrada a história da aviação, o gigante de 80 metros de envergadura (de asa a asa) apareceu diante dos olhos de 4.500 convidados sob uma luz azulada.
O A380, fabricado por um consórcio de empresas da França, Espanha, Alemanha e Grã-Bretanha, é uma esperança para as empresas do setor na tentativa de reduzir os custos de operação e aumentar os lucros, afetados pelos altos custos do petróleo e pelo desaquecimento do turismo após os atentados de setembro de 2001.
Com o novo avião, que tem capacidade para levar de 555 a até 850 passageiros, em dois andares, a Airbus quer desbancar a concorrente Boeing na liderança mundial dos aviões de grande capacidade. A americana tinha até hoje o maior avião comercial, com capacidade para 416 pessoas.
O superjumbo, que também tem uma versão de transporte de carga, fará os primeiros vôos de teste em março ou abril, disse o presidente da Airbus, Noel Forgeard, que abriu a cerimônia com representantes das 14 companhias aéreas que já encomendaram 149 unidades do gigante e explicaram as razões da decisão de lançar o modelo, chamado por um dos executivos de "avião do futuro". Entre as companhias que fizeram os pedidos, no valor total de US$ 40 bilhões, não há nenhuma empresa latino-americana.

Educação? Pra quê?

“Governo que se diz progressista e não tem proposta sólida para a educação não pode, por nenhum critério, ser considerado progressista. Afinal, se alguém quer democratizar a informação e a reflexão e disseminar o senso crítico e a criatividade, formar cidadãos mais conscientes e exigentes, não pode estar de acordo com um ensino que não produza nada disso. O governo Lula não tem essa proposta. Pelo contrário: tudo o que faz, com seu personalismo desvairado, é endossar a idéia de que aprender não custa esforço e disciplina... ... o problema de Lula não é não ter diploma; é se orgulhar de sua ignorância e preguiça.”

O texto acima é do jornalista Daniel Piza e foi publicado no último domingo, dia 16, no Caderno 2 do Estadão. Concordo quando ele diz que pouco ou nada se faz de positivo em relação à educação no governo Lula. A idéia fixa – e única - do politburo lulista é conter a inflação e a partir daí produzir desenvolvimento. Serve para consumo imediato e acrítico, um pouco de reflexão deixa claro que em seu bojo habita a falácia. Para crescer o país precisa de meios para criar e desenvolver tecnologia. Não imagino como isso possa ser feito sem educar as massas. Não basta uma Embraer para ser cartão de visitas. Para sair do negativo necessitamos centenas, milhares de empresas com capacidade de competir no mercado internacional. O ex-presidente Fernando Henrique também pouco fez para que a situação de penúria em que a educação brasileira se encontra fosse modificada. A perspectiva é sinistra, em dois anos teremos de escolher. Ou continua Lula ou volta FHC. Meus sais! Onde é a porta de saída?


Sidney Borges

O canto e a dança do Tangará

Ronaldo Dias
Dependentes do humor e das inspirações platônicas dos burocratas e pseudo-ecos, certamente vindas das observações (pela janela lacrada) do transito caótico das marginais e pelo forte fedor exalado dos rios (Pinheiros e Tietê) ficamos aguardando, passivamente, quais as (novas) condições que nos darão, para que possamos viver nas áreas que determinam como de restrições ambientais e de “preservação”. Quais são as alternativas econômicas sustentáveis, que as restrições ambientais impostas nos propõem? Estas alternativas são “rentáveis”? São rentáveis e suficientes para proporcionar uma vida digna a nossa crescente e carente população? Claro que não! É muito fácil (longe da nossa realidade) ditar leis e normas para cumprirmos. Aqui, as restrições ambientais que normatizam a ocupação dos espaços e as atividades humanas, são muito pertinentes, porém, não prevêem o mais importante: A adequação realística, para atender a demanda do crescimento populacional migratório (recorde brasileiro), o vegetativo e, o mais pernicioso vilão, responsável pelo fomento dos recordes migratórios, o destramelado, sazonal e, imprevisível, veraneio. Para se obedecer a restrições legais de ocupação de um determinado espaço é preciso que haja limites quantitativos de suas populações; sem contar, com as determinantes da capacidade ambiental deste espaço de suportar tais, quantas e, quais “populações”. Creio que estas poucas considerações são mais do que suficientes para esclarecer e, convencer, que necessitamos voltar e fixar o rumo para a nossa verdadeira vocação. Preservar, manter e defender o nosso meio ambiente é questão de sobrevivência. O nosso meio ambiente é o nosso sustento. É também, o nosso único capital econômico. Quem quiser ter o nosso, como seu (também), que assuma, como nós, todos os ônus intrínsecos a esta postura. Chega de poesia e, de cortesias com os nossos chapéus. Chega de nos usarem para justificarem seus empregos. Oras bolas. Vão catar carrapatos na Ilha Anchieta!

Enchentes em Ubatuba

assessoria

Em alguns pontos foi necessário o uso de barcos nas ruas

Situação no município já está sob controle
As fortes chuvas provocaram deslizamentos, alagamentos e deixaram cerca de 100 desabrigados

As fortes chuvas que caíram no município de Ubatuba na noite de domingo e madrugada de segunda-feira provocaram vários alagamentos em bairros da cidade, deslizamentos de terra em três pontos da BR 101, interrupções em vicinais tanto na região sul como norte, além de deixar quase 100 pessoas desabrigadas. Os bairros mais atingidas foram o Itaguá, Praia Grande, Estufa I e II, Núcleos Botafogo e Anchieta, Parque Guarani e alguns pontos do centro da cidade que tiveram algumas de suas ruas completamente alagadas.
Uma grande equipe de trabalho foi formada por voluntários, funcionários da Prefeitura, Defesa Civil, Guarda Municipal e Polícias Civil e Militar que desde as primeiras horas da madrugada percorreram bairros e ruas da cidade auxiliando na remoção de barreiras e no deslocamento de pessoas, especialmente aquelas que tiveram suas casas atingidas e foram abrigadas no Ginásio de Esportes Tubão.


Situação sob controle


Segundo o prefeito Eduardo César, que além de percorrer vários pontos da cidade acompanhado de seu vice, Domingos dos Santos, sobrevoou todo o município, a situação já está sob controle. “Montamos um grande mutirão que foi às ruas fazer a limpeza, a desobstrução das barreiras e também nos auxiliou no atendimento a população que foi abrigada no Ginásio de Esportes. Muitos funcionários da Prefeitura estão dedicando horas a mais para preparar os alimentos doados que serão servidos aos desabrigados”, afirmou o prefeito, agradecendo a todos pela colaboração e solidariedade.
Além disso, o prefeito já solicitou a Casa Civil do Estado ajuda na forma de alimentos, colchões e roupas e aguarda um retorno. A população de Ubatuba também já mostrou a sua solidariedade e tem levado suas doações até a Secretaria de Promoção Social. Quem ainda puder ajudar, os itens mais necessários no momento, além da alimentação, são fraldas descartáveis e calçados infantis. Segundo a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Ubatuba, Denise Montemor César, entre os desabrigados estão quatro bebês, um deles de apenas dez dias de vida.

Resgate de turistas

Quatro turistas de Taubaté que saíram para uma pescaria na tarde de ontem foram tidos como desaparecidos e uma grande operação de buscas foi montada pela Polícia Ambiental, Bombeiros Salva Mar, Águia 10 da Polícia Militar, Defesa Civil e Guarda Municipal. Por volta das 3 horas da tarde de hoje (17) eles foram resgatados sem nenhum ferimento. Os turistas José Fernando Diniz, Sebastião Batista, Valéria Ramos Diniz e Alexandre Ramos, todos de uma mesma família moradores no bairro Três Marias, em Taubaté, foram encontrados pelos bombeiros sobre uma árvore, aguardando socorro.
Fonte: Assessoria de Comunicação PMU

segunda-feira, janeiro 17, 2005

Reflexões

Quando criança, sempre que ouvia falar de gente pisando em ovos, julgava ter os pés em terra firme. Ledo engano.
Vivemos todos em perigo, a qualquer instante o seu terreninho da praia pode virar montanha, das mais altas, mais alta ainda do que o Himalaia. Sempre é bom ter oxigênio em casa, e nunca ande sem agasalho, no alto é frio!
As tais Placas Tectônicas, de que pouca gente ouviu falar, salvo profissionais de Geologia, Biologia e curiosos de carteirinha, estudadas a fundo somente a partir dos anos 60, constituem a mais recente fonte de preocupação.
Resta rezar! A fé, que tem removido montanhas, quem sabe estabilizará a crosta terrestre.
Vivemos sobre as tais placas que flutuam errantes sobre um oceano incandescente de lava derretida.
Parecido, com os documentários em que ilhas de gelo sem destino carregam filhotes de ursos, aterrorizando as crianças, que depois se entopem de salgadinhos e sorvetes como compensação.
Qualquer movimento das placas e tome vulcões, maremotos, ilhas nascendo, ilhas desaparecendo, Pompéias sendo petrificadas, e outras tantas tragédias que devidamente adaptadas por Hollywood atraem multidões ávidas por segurança.
O show não pode parar. Por falar em show, o príncipe Harry apareceu fantasiado de nazista numa festa.
A imprensa inglesa caiu matando sobre o jovem. O resto do mundo fez coro. A festa não era à fantasia? Então qual o problema?
Ele não é nazista, não anda vestido de nazista, na verdade nem deve saber direito o que é o nazismo.
No final, as desculpas: “A escolha da minha fantasia foi péssima e peço perdão". Toda essa repercussão é fruto da doentia atração do homem comum por celebridades.
Na verdade, falta de assunto, o que descobri recentemente ser perigoso para casais. Encontrei um amigo acompanhado da filha, ela com ar de tristeza.
Ele me disse constrangido que a garota tinha acabado de se separar do marido. Como sou próximo, manifestei surpresa, no que fui prontamente tranqüilizado: Liga não tio, foi acabando o assunto, a gente resolveu dar um tempo...

Sidney Borges

Chuvas intensas inundam bairro de Ubatuba

luiz carlos motta

As chuvas deixaram marcas, o bairro de Itaguá foi inundado!

As chuvas que caíram com grande intensidade, desde a tarde de ontem, causaram estragos de monta em Ubatuba. Há muitas casas inundadas, com gente desabrigada. Na foto, uma vista aérea de parte do bairro de Itaguá.

Desabrigados necessitam ajuda!

luiz carlos motta

Casas invadidas pelas águas que caíram de forma intensa

Desabrigados precisam de calçados infantis fraldas descartáveis e alimentação

As fortes chuvas que atingiram o município de Ubatuba na noite de ontem provocaram muitos estragos e deixaram quase 100 pessoas desabrigadas. Todos os desabrigados, inclusive quatro bebês, um deles de apenas 10 dias, estão alojados no Tubão.
O Fundo Social de Solidariedade avisa a comunidade de Ubatuba que já está se movimentando para fazer doações que as principais necessidades no momento são:
fraldas descartáveis, calçados infantis e alimentação não perecível.
Todas as doações devem ser entregues na Secretaria de Promoção Social, na rua Paraná, esquina com Minas Gerais. Mais informações pelo telefone 3832-6038.
Fonte: Assessoria de Comunicação PMU

Tsunami, Brasil, Política, Solidariedade

Pedro Paulo Teixeira Pinto – Professor *
Digna de todas as referências elogiosas a exaltação da mídia mundial ao destacar o espírito de solidariedade humana demonstrado por todos os povos, quando do fenômeno Tsunami (asiático) que vitimou com morte mais de 160 mil pessoas, levando milhares ao desabrigo, à doença, à fome. O mundo tem bom coração; que bom!
Governos, ídolos do esporte, das artes, de religiões etc; contribuíram com doações de todo tipo de espécie e valor. Todos lamentamos com nosso mais puro sentimento os resultados catastróficos da grande tragédia, ocorrida sem que houvesse uma determinação, uma ordem do presidente Bush, citando um exemplo como muitos outros.
Será que pelo fato de a decisão não ter sido política, todos os que ajudaram assim o fizeram porque não prevaleceu o medo de ferir suscetibilidades? Todos lamentaram e choraram, à vontade?
Por que não ocorreu o mesmo quando o ato terrorista que destruiu as duas torres, em Nova Iorque, no fatídico 11 de setembro? Por que nos calamos diante das barbáries praticadas contra o povo iraquiano e tantas outras? Porque existiu nesses casos a contaminação da política!
Disse Kofi Annan, secretário geral das Nações Unidas, sobre a tragédia asiática: “Nós vemos as pessoas começar a recolher o que sobrou e iniciar a construção de sua vida. Isso diz muito sobre a força do espírito humano!”
Por que esse “espírito humano” tão bem colocado por Kofi Annan não acontece mais vezes? Dizemos que é assim mesmo, que o mundo é injusto.
Quem faz o mundo injusto? A única dedução lógica nos remete a olhar para que pratica ação sobre ele, o homem. Não são, portanto, meros fantasmas.
Falando de Tsunami, respeitadas algumas proporções, cada país tem lá sua culpa na construção de tragédias que lhes são peculiares. Veja o nosso caso: Se “o melhor do Brasil é o brasileiro”, no dizer da ufanista propaganda oficial, por que não somos premiados com a queda da violência; com a queda da brutal concentração de renda; com a queda da estúpida carga tributária; com respeito; com discursos mais verdadeiros, que perdurem, nem que seja (só um pouquinho) depois das eleições?
* Ex-prefeito de Ubatuba

Educação ao pé da letra

Ronaldo Dias
EDUCAÇÃO - Substantivo feminino ato ou processo de educar(-se) qualquer estágio desse processo aplicação dos métodos próprios para assegurar a formação e o desenvolvimento físico, intelectual e moral de um ser humano; pedagogia, didática, ensino o conjunto desses métodos; pedagogia, instrução, ensino conhecimento e desenvolvimento resultantes desse processo; preparo conhecimento e observação dos costumes da vida social; civilidade, delicadeza, polidez e cortesia.

Na primeira página do Estadão de domingo, vi uma triste foto de Ouro Preto-MG que muito me comoveu. Lendo sobre a foto, no Caderno Cidades constatei que a ciade histórica está a caminho do fim. A favelização do entorno, o uso intenso e indevido do centro, com circulação de caminhões pesados, depredações de sítios históricos e obras artísticas por visitantes e, a poluição acida, provocada pelas atividades mineradoras da ALCOA completam uma verdadeira dissociação celular urbana, que está destruindo, sistematicamente, este nosso berço histórico, cuja importância arquitetônica e artística o tornou patrimônio da humanidade.
Não me contive de imediatamente, fazer uma comparação dos problemas que afligem Ouro Preto com os que afligem Ubatuba, principalmente na temporada. Problemas insolúveis de imediato, com resultados terminais no médio prazo..
Ambas as cidades carecem de pesados investimento na educação maciça da população. Educação que não necessita de alfabetização. Educação moral, de civilidade, delicadeza, polidez e cortesia. A velha, esquecida e excluída Educação Moral e Cívica. Não será possível manter o uso de áreas públicas de acesso livre (praias, praças, parques) sem que estes usuários estejam educados para tanto. A Lei da permissividade do uso destas áreas públicas, não previu de onde viriam os recursos e, quem seria o responsável pelo custeio de sua manutenção e conservação. A falta de posturas municipais específicas e, de uma fiscalização incorruptível, responsável e eficiente, favorecem a generalização das “metástases”.O resultado pode ser visto e assistido, ao vivo, mesmo, por quem não sabe ler ou escrever, em qualquer uma de nossas praias, ruas, praças, vielas, calçadas ou no movimentado calçadão. A permissividade legal que ampara a falta de educação para o uso, dos espaços públicos e de nossos recursos ambientais (que são nossos únicos recursos econômicos) nos levará, como Ouro Preto, ao fim. Fim, ao pé da letra.

domingo, janeiro 16, 2005

Previsões para 2005

Ontem encontrei o Azulão, que entre outras coisas recebe o caboclo Almox, que teria vivido em Ubatuba por volta de 1830.
Perguntei sobre a vida, a família, os amigos e ele em poucas palavras disse que o mundo vai mudar.

- Almox afirmou convicto que em 2005 começará a grande virada!
Fiquei curioso, queria saber mais, comecei a perguntar e ele então fez a proposta.
- Vosmecê compra um Black and White, aparece em casa e depois de uns traguinhos o próprio Almox conta as novidades.
Fiz o que ele pediu, lá se vão os tempos em que pais de santo bebiam cachaça, Azulão só toma scotch, pode ser de segunda linha, mas tem de ser scotch.
Meia garrafa depois, sentado na confortável varanda da casa do médium, notei que ele começou a tremer, virar os olhos e mudar o tom da voz, até cair em transe profundo.

A respiração ficou compassada, Azulão aspirava grandes quantidades de ar e devolvia demoradamente em sopros intermitentes. Súbito levantou a cabeça, olhou para mim com os olhos fechados e me cumprimentou.
- O que traz o amigo a estas bandas humildes?
Resolvi saber se a entidade que ali estava era a mesma que eu queria entrevistar. Perguntei:
- Almox, você é o Almox? Ele respondeu:
- É assim que me chamam, na verdade sou Gumercindo de Paiva, o primeiro especialista em almoxarifado do Litoral Norte. Fui treinado em Lisboa!

Daria para colocar gelo no copo, meu cavalo detesta uísque quente. Obedeci prontamente enquanto ele continuou:
- Você quer saber o que vai acontecer, então vou contar. Como você deve estar sabendo, Maradona voltou para a Argentina. Ontem, na esquina da Suipacha com Córdoba foi abordado por um catador de papel que olhou bem nos seus olhos e o hipnotizou, fazendo com que o ”Gordo” o seguisse até um local afastado onde conversaram. Não é necessário dizer que se tratava de um disfarce, o catador de papel era na verdade o arcanjo XY-43Z, que veio trazer um recado do “Homem”.
Maradona foi escolhido como profeta e deverá fundar uma religião, cujo símbolo será uma bola flamejante. Essa religião vai tomar conta do planeta, será a mais popular, dominando todos os continentes e todas as culturas, fazendo com que as outras sejam esquecidas.
O lugar tenente de Maradona será Che Guevara e a trilha sonora terá a assinatura de Gardel. Não posso revelar mais, estão me fazendo sinal para calar.

- E o Pelé, como é que fica o Pelé, perguntei.
Esperando a resposta vi Azulão me olhando com os olhos arregalados.
- O que foi mermão ocê tá branco! O que ele disse?
Sem disposição para responder, beberiquei um gole de coca light e saí buscando um retrato de Maradona, agora guia espiritual.

Camisetas com a estampa dele vão fazer o maior sucesso!
Continuo com uma dúvida na cabeça. E o Pelé, como é que fica nessa história?
Pelo menos Garrincha deve receber algum título de santo, ou será que não?
Somos ou não somos penta? Sou contra a discriminação!


Sidney Borges
 
Free counter and web stats